SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 3
Baixar para ler offline
COMPETÊNCIAS GERAIS DA BASE NACIONAL COMUM CURRICULAR
GÊNERO
Exercitar a empatia, o diálogo, a resolução de conflitos e a cooperação,
fazendo-se respeitar e promovendo o respeito ao outro, com acolhimento e
valorização da diversidade de indivíduos e de grupos sociais, seus saberes,
identidades, culturas e potencialidades, sem preconceitos de origem, etnia,
gênero, idade, habilidade/necessidade, convicção religiosa ou de qualquer
outra natureza, reconhecendo-se como parte de uma coletividade com a qual
deve se comprometer. (21)
LINGUAGENS – EDUCAÇÃO FÍSICA ENSINO FUNDAMENTAL
(EF67EF17) Problematizar preconceitos e estereótipos de gênero, sociais e
étnico-raciais relacionados ao universo das lutas e demais práticas corporais e
estabelecer acordos objetivando a construção de interações referenciadas na
solidariedade, na justiça, na equidade e no respeito. (195)
A ÁREA DE CIÊNCIAS NATUREZA
Ciências 8º ano
(EF08CI11) Selecionar argumentos que evidenciem as múltiplas dimensões da
sexualidade humana (biológica, sociocultural, afetiva e ética) e a necessidade
de respeitar, valorizar e acolher a diversidade de indivíduos, sem preconceitos
baseados nas diferenças de gênero (303)
A ÁREA DE CIÊNCIAS HUMANAS
A área de Ciências Humanas contribui para que os alunos desenvolvam a
cognição in situ, ou seja, sem prescindir da contextualização marcada pelas
noções de tempo e espaço, conceitos fundamentais da área. Cognição e
contexto são, assim, categorias elaboradas conjuntamente, em meio a
circunstâncias históricas específicas, nas quais a diversidade – cultural, étnica,
de gênero, entre tantas outras – deve ganhar especial destaque, com vistas ao
acolhimento da diferença. (307)
Introdução Geografia
Desse modo, a aprendizagem da Geografia favorece o reconhecimento da
diversidade e das diferenças dos grupos sociais, com base em princípios éticos
(respeito à diversidade sem preconceitos étnicos, de gênero ou de qualquer
outro tipo). Ela também estimula a capacidade de empregar o raciocínio
geográfico para pensar e resolver problemas gerados na vida cotidiana,
condição fundamental para o desenvolvimento das competências gerais
previstas na BNCC. (315)
Competência para o Ensino Fundamental (Geografia)
Construir argumentos com base em informações geográficas, debater e
defender ideias e pontos de vista que respeitem e promovam a consciência
socioambiental e respeito à biodiversidade e ao outro, sem preconceitos de
origem, etnia, gênero, idade, habilidade/necessidade, convicção religiosa ou de
qualquer outro tipo. (320)
7º ano Geografia
(EF07GE04) Analisar a distribuição territorial da população brasileira,
considerando a diversidade étnico-cultural (indígena, africana, europeia e
asiática), assim como aspectos de renda, gênero e idade nas regiões
brasileiras. (341)
Introdução História
(...) Ao promover a diversidade de análises e proposições, espera-se que os
alunos construam as próprias interpretações, de forma fundamentada e
rigorosa. Convém destacar as temáticas voltadas para a diversidade cultural,
as questões de gênero e as abordagens relacionadas à história dos povos
indígenas e africanos. Ressalta-se, também, na formação da sociedade
brasileira, a presença de diferentes povos e culturas, suas contradições sociais
e culturais e suas articulações com outros povos e sociedades. (353)
9º ano História
Objetivo de Conhecimento: Questões de gênero, o anarquismo e
protagonismos femininos (380)
Objetivo de Aprendizagem
(EF09HI07) Identificar as transformações ocorridas no debate sobre as
questões de gênero no Brasil durante o século XX e compreender o significado
das mudanças de abordagem em relação ao tema
(EF09HI27) Avaliar as dinâmicas populacionais e as construções de
identidades étnico-raciais e de gênero na história recente. (383)
Questões de gênero
A secretária executiva do MEC, Maria Helena Castro, afirmou que o conceito
de gênero não é trabalhado na versão final da BNCC para o ensino
fundamental e infantil. "Não trabalhamos com ele (conceito de gênero). Nós
trabalhamos com o respeito à pluralidade, inclusive do ponto de vista do
gênero, de raça, de sexo, tudo. (...) Inclusive fomos até procurados aqui (no
MEC) por alguns que defendiam o uso de gênero e outros que eram contra.
Nós não queremos nem ser contra nem a favor. Somos a favor da pluralidade,
da abertura, da transparência e da lei", disse Maria Helena.
Como eixo, a BNCC defende que o aluno desenvolva a competência de se
relacionar "sem preconceitos de origem, etnia, gênero, orientação sexual,
idade, habilidade/necessidade, convicção religiosa ou de qualquer outra
natureza".
CURRÍCULO DE CIÊNCIAS HUMANAS - HISTÓRIA
GÊNERO
Ensino Fundamental e Médio
Situações históricas para isso não faltam, envolvendo desde temas mais gerais
– como as relações entre romanos e bárbaros germânicos, europeus e
africanos, europeus e povos americanos ou asiáticos, católicos e protestantes
na Europa do Renascimento – até problemas mais específicos – como a
perseguição histórica aos judeus, desde a Antiguidade, 31 Currículo do Estado
de São Paulo História Arte a questão dos escravos após a independência dos
Estados Unidos da América ou durante a Guerra Civil, as relações de gênero, a
xenofobia e o racismo contemporâneos, a sexualidade, o imperialismo etc (30 e
31)

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Diversidade cultural apresentação
Diversidade cultural   apresentaçãoDiversidade cultural   apresentação
Diversidade cultural apresentaçãokarlyapessoa
 
Cidadania e diversidade af 4
Cidadania e diversidade af 4Cidadania e diversidade af 4
Cidadania e diversidade af 4bbetocosta77
 
Erer na base nacional comum curricular
Erer na base nacional comum curricularErer na base nacional comum curricular
Erer na base nacional comum curricularGelson Rocha
 
Educação e Diversidade Cultural
Educação e Diversidade CulturalEducação e Diversidade Cultural
Educação e Diversidade CulturalCarminha
 
Educação e diversidade
Educação e diversidadeEducação e diversidade
Educação e diversidadeGeize Ronilson
 
Palestra sobre diversidade e educação
Palestra sobre diversidade e educaçãoPalestra sobre diversidade e educação
Palestra sobre diversidade e educaçãoJunior Lima
 
Ilicínea pluralidade cultural 2
Ilicínea pluralidade cultural 2Ilicínea pluralidade cultural 2
Ilicínea pluralidade cultural 2temastransversais
 
Palestra sobre Diversidade e Inclusão | Como Lidar com a Multiplicidade de Pe...
Palestra sobre Diversidade e Inclusão | Como Lidar com a Multiplicidade de Pe...Palestra sobre Diversidade e Inclusão | Como Lidar com a Multiplicidade de Pe...
Palestra sobre Diversidade e Inclusão | Como Lidar com a Multiplicidade de Pe...Maira Reis
 
Slides Diversidade 2009 Encontro Nr Es
Slides Diversidade   2009   Encontro Nr EsSlides Diversidade   2009   Encontro Nr Es
Slides Diversidade 2009 Encontro Nr Esguest0c5f235
 
Educar na diversidade
Educar na diversidadeEducar na diversidade
Educar na diversidadesergioborgato
 
Diversidade racial
Diversidade racialDiversidade racial
Diversidade racialp01152
 
Diversidade, cidadania e direitos
Diversidade, cidadania e direitosDiversidade, cidadania e direitos
Diversidade, cidadania e direitosAndréa Kochhann
 
Educação para a diversidade
Educação para a diversidadeEducação para a diversidade
Educação para a diversidadeFrancilene Duarte
 
Ipanema durandé pluraridade cultural-5.1
Ipanema durandé pluraridade  cultural-5.1Ipanema durandé pluraridade  cultural-5.1
Ipanema durandé pluraridade cultural-5.1temastransversais
 
Diversidade racial
Diversidade racialDiversidade racial
Diversidade racialLuiz Freitas
 
Multiculturalismo
MulticulturalismoMulticulturalismo
MulticulturalismoJoão Couto
 
Coromandel pluraridade cultural g7
Coromandel pluraridade cultural g7Coromandel pluraridade cultural g7
Coromandel pluraridade cultural g7temastransversais
 

Mais procurados (20)

Diversidade cultural apresentação
Diversidade cultural   apresentaçãoDiversidade cultural   apresentação
Diversidade cultural apresentação
 
Cidadania e diversidade af 4
Cidadania e diversidade af 4Cidadania e diversidade af 4
Cidadania e diversidade af 4
 
Erer na base nacional comum curricular
Erer na base nacional comum curricularErer na base nacional comum curricular
Erer na base nacional comum curricular
 
Educação e Diversidade Cultural
Educação e Diversidade CulturalEducação e Diversidade Cultural
Educação e Diversidade Cultural
 
Educação e diversidade
Educação e diversidadeEducação e diversidade
Educação e diversidade
 
Palestra sobre diversidade e educação
Palestra sobre diversidade e educaçãoPalestra sobre diversidade e educação
Palestra sobre diversidade e educação
 
Ilicínea pluralidade cultural 2
Ilicínea pluralidade cultural 2Ilicínea pluralidade cultural 2
Ilicínea pluralidade cultural 2
 
Palestra sobre Diversidade e Inclusão | Como Lidar com a Multiplicidade de Pe...
Palestra sobre Diversidade e Inclusão | Como Lidar com a Multiplicidade de Pe...Palestra sobre Diversidade e Inclusão | Como Lidar com a Multiplicidade de Pe...
Palestra sobre Diversidade e Inclusão | Como Lidar com a Multiplicidade de Pe...
 
Slides Diversidade 2009 Encontro Nr Es
Slides Diversidade   2009   Encontro Nr EsSlides Diversidade   2009   Encontro Nr Es
Slides Diversidade 2009 Encontro Nr Es
 
Educar na diversidade
Educar na diversidadeEducar na diversidade
Educar na diversidade
 
Diversidade racial
Diversidade racialDiversidade racial
Diversidade racial
 
Diversidade, cidadania e direitos
Diversidade, cidadania e direitosDiversidade, cidadania e direitos
Diversidade, cidadania e direitos
 
Diversidade na escola
Diversidade na escolaDiversidade na escola
Diversidade na escola
 
Educação para a diversidade
Educação para a diversidadeEducação para a diversidade
Educação para a diversidade
 
Ipanema durandé pluraridade cultural-5.1
Ipanema durandé pluraridade  cultural-5.1Ipanema durandé pluraridade  cultural-5.1
Ipanema durandé pluraridade cultural-5.1
 
Diversidade racial
Diversidade racialDiversidade racial
Diversidade racial
 
Multiculturalismo
MulticulturalismoMulticulturalismo
Multiculturalismo
 
Coromandel pluraridade cultural g7
Coromandel pluraridade cultural g7Coromandel pluraridade cultural g7
Coromandel pluraridade cultural g7
 
Educação e diversidade
Educação e diversidadeEducação e diversidade
Educação e diversidade
 
Diversidade
DiversidadeDiversidade
Diversidade
 

Semelhante a Competências gênero BNCC

Plano de Ensino de Eletiva.docx
Plano de Ensino de Eletiva.docxPlano de Ensino de Eletiva.docx
Plano de Ensino de Eletiva.docxIvanaAlves18
 
Reunião pedagógica 03 06 2016
Reunião pedagógica 03 06 2016Reunião pedagógica 03 06 2016
Reunião pedagógica 03 06 2016Fábio Peixoto
 
Etnica Racial
Etnica RacialEtnica Racial
Etnica RacialEdillson
 
O ambiente escolar frente às discriminações.
O ambiente escolar frente às discriminações.O ambiente escolar frente às discriminações.
O ambiente escolar frente às discriminações.Fábio Fernandes
 
slides: Paz, como se faz? Rejeitar a violência
slides: Paz, como se faz? Rejeitar a violênciaslides: Paz, como se faz? Rejeitar a violência
slides: Paz, como se faz? Rejeitar a violênciaprofgiselecamarahist
 
2_ANO_EM_CI_HUMANAS_PLANO_DE_CURSO_2023_EM-v0601.pdf
2_ANO_EM_CI_HUMANAS_PLANO_DE_CURSO_2023_EM-v0601.pdf2_ANO_EM_CI_HUMANAS_PLANO_DE_CURSO_2023_EM-v0601.pdf
2_ANO_EM_CI_HUMANAS_PLANO_DE_CURSO_2023_EM-v0601.pdfAndréia Chagas
 
DIVERSIDADE-E-DISCRIMINACAO.pdf
DIVERSIDADE-E-DISCRIMINACAO.pdfDIVERSIDADE-E-DISCRIMINACAO.pdf
DIVERSIDADE-E-DISCRIMINACAO.pdfJOSEFLAVIODAPAZ
 
Tema cidadania 1
Tema cidadania  1Tema cidadania  1
Tema cidadania 1Lukaraja
 
Conae 2014 Eixo II Educação e Diversidade justiça social, inclusão e direito...
Conae 2014 Eixo II Educação e Diversidade  justiça social, inclusão e direito...Conae 2014 Eixo II Educação e Diversidade  justiça social, inclusão e direito...
Conae 2014 Eixo II Educação e Diversidade justiça social, inclusão e direito...Manoel Santhos
 
Pluralidade cultural lei 10639.03
Pluralidade cultural lei 10639.03Pluralidade cultural lei 10639.03
Pluralidade cultural lei 10639.03Tamiris Morroni
 
2ª Conferência Municipal e Regional de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis ...
2ª Conferência Municipal e Regional de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis ...2ª Conferência Municipal e Regional de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis ...
2ª Conferência Municipal e Regional de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis ...DiversidadeSexualSP
 
Diversidade de Gênero na Gestão Escolar
Diversidade de Gênero na Gestão EscolarDiversidade de Gênero na Gestão Escolar
Diversidade de Gênero na Gestão EscolarLIMA, Alan Lucas de
 
Edu diversidadesexual
Edu diversidadesexualEdu diversidadesexual
Edu diversidadesexualLicia Neppel
 
Cidadania e diversidade af 4
Cidadania e diversidade af 4Cidadania e diversidade af 4
Cidadania e diversidade af 4bbetocosta77
 
2014 seminário formação de gestores e educadores - direito à diversidade (1)
2014 seminário formação de gestores e educadores - direito à diversidade (1)2014 seminário formação de gestores e educadores - direito à diversidade (1)
2014 seminário formação de gestores e educadores - direito à diversidade (1)Cristiane Taveira
 
Gládis Kaercher - UFRGS - Diversidade
Gládis Kaercher - UFRGS - DiversidadeGládis Kaercher - UFRGS - Diversidade
Gládis Kaercher - UFRGS - Diversidadealexrrosaueja
 

Semelhante a Competências gênero BNCC (20)

Plano de Ensino de Eletiva.docx
Plano de Ensino de Eletiva.docxPlano de Ensino de Eletiva.docx
Plano de Ensino de Eletiva.docx
 
Reunião pedagógica 03 06 2016
Reunião pedagógica 03 06 2016Reunião pedagógica 03 06 2016
Reunião pedagógica 03 06 2016
 
Etnica Racial
Etnica RacialEtnica Racial
Etnica Racial
 
O ambiente escolar frente às discriminações.
O ambiente escolar frente às discriminações.O ambiente escolar frente às discriminações.
O ambiente escolar frente às discriminações.
 
Vol5afr
Vol5afrVol5afr
Vol5afr
 
slides: Paz, como se faz? Rejeitar a violência
slides: Paz, como se faz? Rejeitar a violênciaslides: Paz, como se faz? Rejeitar a violência
slides: Paz, como se faz? Rejeitar a violência
 
2_ANO_EM_CI_HUMANAS_PLANO_DE_CURSO_2023_EM-v0601.pdf
2_ANO_EM_CI_HUMANAS_PLANO_DE_CURSO_2023_EM-v0601.pdf2_ANO_EM_CI_HUMANAS_PLANO_DE_CURSO_2023_EM-v0601.pdf
2_ANO_EM_CI_HUMANAS_PLANO_DE_CURSO_2023_EM-v0601.pdf
 
DIVERSIDADE-E-DISCRIMINACAO.pdf
DIVERSIDADE-E-DISCRIMINACAO.pdfDIVERSIDADE-E-DISCRIMINACAO.pdf
DIVERSIDADE-E-DISCRIMINACAO.pdf
 
Tema cidadania 1
Tema cidadania  1Tema cidadania  1
Tema cidadania 1
 
Conae 2014 Eixo II Educação e Diversidade justiça social, inclusão e direito...
Conae 2014 Eixo II Educação e Diversidade  justiça social, inclusão e direito...Conae 2014 Eixo II Educação e Diversidade  justiça social, inclusão e direito...
Conae 2014 Eixo II Educação e Diversidade justiça social, inclusão e direito...
 
Pluralidade cultural lei 10639.03
Pluralidade cultural lei 10639.03Pluralidade cultural lei 10639.03
Pluralidade cultural lei 10639.03
 
2ª Conferência Municipal e Regional de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis ...
2ª Conferência Municipal e Regional de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis ...2ª Conferência Municipal e Regional de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis ...
2ª Conferência Municipal e Regional de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis ...
 
Diversidade de Gênero na Gestão Escolar
Diversidade de Gênero na Gestão EscolarDiversidade de Gênero na Gestão Escolar
Diversidade de Gênero na Gestão Escolar
 
Edu diversidadesexual
Edu diversidadesexualEdu diversidadesexual
Edu diversidadesexual
 
CULINARIA AFETIVA POWERPOINT.pptx
CULINARIA AFETIVA POWERPOINT.pptxCULINARIA AFETIVA POWERPOINT.pptx
CULINARIA AFETIVA POWERPOINT.pptx
 
Cidadania e diversidade af 4
Cidadania e diversidade af 4Cidadania e diversidade af 4
Cidadania e diversidade af 4
 
Educação Etnicorracial - Profº Jaime Pacheco
Educação Etnicorracial - Profº Jaime Pacheco Educação Etnicorracial - Profº Jaime Pacheco
Educação Etnicorracial - Profº Jaime Pacheco
 
2014 seminário formação de gestores e educadores - direito à diversidade (2)
2014 seminário formação de gestores e educadores - direito à diversidade (2)2014 seminário formação de gestores e educadores - direito à diversidade (2)
2014 seminário formação de gestores e educadores - direito à diversidade (2)
 
2014 seminário formação de gestores e educadores - direito à diversidade (1)
2014 seminário formação de gestores e educadores - direito à diversidade (1)2014 seminário formação de gestores e educadores - direito à diversidade (1)
2014 seminário formação de gestores e educadores - direito à diversidade (1)
 
Gládis Kaercher - UFRGS - Diversidade
Gládis Kaercher - UFRGS - DiversidadeGládis Kaercher - UFRGS - Diversidade
Gládis Kaercher - UFRGS - Diversidade
 

Mais de Gelson Rocha

Boletim dsg 01_maio_2020_ (2)
Boletim dsg 01_maio_2020_ (2)Boletim dsg 01_maio_2020_ (2)
Boletim dsg 01_maio_2020_ (2)Gelson Rocha
 
Boletim dsg 02.2020 julho (2)
Boletim dsg 02.2020 julho (2)Boletim dsg 02.2020 julho (2)
Boletim dsg 02.2020 julho (2)Gelson Rocha
 
Pauta roteiro de estudo e o protagonismo
Pauta roteiro de estudo e o protagonismoPauta roteiro de estudo e o protagonismo
Pauta roteiro de estudo e o protagonismoGelson Rocha
 
Pauta roteiro de estudo e o protagonismo
Pauta roteiro de estudo e o protagonismoPauta roteiro de estudo e o protagonismo
Pauta roteiro de estudo e o protagonismoGelson Rocha
 
Metodologias ativas significativas para a eja
Metodologias ativas significativas para a ejaMetodologias ativas significativas para a eja
Metodologias ativas significativas para a ejaGelson Rocha
 
Documento concepcao e-proposta-metodologica final (1)
Documento concepcao e-proposta-metodologica final (1)Documento concepcao e-proposta-metodologica final (1)
Documento concepcao e-proposta-metodologica final (1)Gelson Rocha
 
Comunicado COPED 21 janeiro
Comunicado COPED 21 janeiroComunicado COPED 21 janeiro
Comunicado COPED 21 janeiroGelson Rocha
 
Os Indígenas Hoje
Os Indígenas HojeOs Indígenas Hoje
Os Indígenas HojeGelson Rocha
 
Edital --cultura-africana (2)
Edital --cultura-africana (2)Edital --cultura-africana (2)
Edital --cultura-africana (2)Gelson Rocha
 
Primeiros dias letivos cgeb (1)
Primeiros dias letivos   cgeb (1)Primeiros dias letivos   cgeb (1)
Primeiros dias letivos cgeb (1)Gelson Rocha
 
Primeiros dias letivos cgeb
Primeiros dias letivos   cgebPrimeiros dias letivos   cgeb
Primeiros dias letivos cgebGelson Rocha
 
PPT Narrativas Quilombolas
PPT Narrativas QuilombolasPPT Narrativas Quilombolas
PPT Narrativas QuilombolasGelson Rocha
 
Agendamento set e out
Agendamento set e outAgendamento set e out
Agendamento set e outGelson Rocha
 
Reunião de Trabalho EJA
Reunião de Trabalho EJAReunião de Trabalho EJA
Reunião de Trabalho EJAGelson Rocha
 
Reunião de Trabalho EJA
Reunião de Trabalho EJAReunião de Trabalho EJA
Reunião de Trabalho EJAGelson Rocha
 

Mais de Gelson Rocha (20)

Acolhimento eja
Acolhimento ejaAcolhimento eja
Acolhimento eja
 
Boletim dsg 01_maio_2020_ (2)
Boletim dsg 01_maio_2020_ (2)Boletim dsg 01_maio_2020_ (2)
Boletim dsg 01_maio_2020_ (2)
 
Boletim dsg 02.2020 julho (2)
Boletim dsg 02.2020 julho (2)Boletim dsg 02.2020 julho (2)
Boletim dsg 02.2020 julho (2)
 
Pauta roteiro de estudo e o protagonismo
Pauta roteiro de estudo e o protagonismoPauta roteiro de estudo e o protagonismo
Pauta roteiro de estudo e o protagonismo
 
Pauta roteiro de estudo e o protagonismo
Pauta roteiro de estudo e o protagonismoPauta roteiro de estudo e o protagonismo
Pauta roteiro de estudo e o protagonismo
 
Metodologias ativas significativas para a eja
Metodologias ativas significativas para a ejaMetodologias ativas significativas para a eja
Metodologias ativas significativas para a eja
 
Documento concepcao e-proposta-metodologica final (1)
Documento concepcao e-proposta-metodologica final (1)Documento concepcao e-proposta-metodologica final (1)
Documento concepcao e-proposta-metodologica final (1)
 
COMUNICADO 24 JAN
COMUNICADO 24 JANCOMUNICADO 24 JAN
COMUNICADO 24 JAN
 
Comunicado COPED 21 janeiro
Comunicado COPED 21 janeiroComunicado COPED 21 janeiro
Comunicado COPED 21 janeiro
 
Os Indígenas Hoje
Os Indígenas HojeOs Indígenas Hoje
Os Indígenas Hoje
 
Edital proeja
Edital proejaEdital proeja
Edital proeja
 
Edital --cultura-africana (2)
Edital --cultura-africana (2)Edital --cultura-africana (2)
Edital --cultura-africana (2)
 
Primeiros dias letivos cgeb (1)
Primeiros dias letivos   cgeb (1)Primeiros dias letivos   cgeb (1)
Primeiros dias letivos cgeb (1)
 
Primeiros dias letivos cgeb
Primeiros dias letivos   cgebPrimeiros dias letivos   cgeb
Primeiros dias letivos cgeb
 
PPT Narrativas Quilombolas
PPT Narrativas QuilombolasPPT Narrativas Quilombolas
PPT Narrativas Quilombolas
 
Ensino religioso
Ensino religiosoEnsino religioso
Ensino religioso
 
Agendamento set e out
Agendamento set e outAgendamento set e out
Agendamento set e out
 
Reunião de Trabalho EJA
Reunião de Trabalho EJAReunião de Trabalho EJA
Reunião de Trabalho EJA
 
Reunião de Trabalho EJA
Reunião de Trabalho EJAReunião de Trabalho EJA
Reunião de Trabalho EJA
 
Movimento Negro
Movimento Negro Movimento Negro
Movimento Negro
 

Último

Modelos atômicos: quais são, história, resumo
Modelos atômicos: quais são, história, resumoModelos atômicos: quais são, história, resumo
Modelos atômicos: quais são, história, resumoprofleticiasantosbio
 
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTREVACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTREIVONETETAVARESRAMOS
 
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdforganizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdfCarlosRodrigues832670
 
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptx
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptxQUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptx
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptxAntonioVieira539017
 
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptxSlides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxBaladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxacaciocarmo1
 
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptxAULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptxGislaineDuresCruz
 
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxSlides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdfLinguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdfLaseVasconcelos1
 
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptxFree-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptxkarinasantiago54
 
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...Unidad de Espiritualidad Eudista
 
c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.
c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.
c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.azulassessoria9
 
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZAAVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZAEdioFnaf
 
Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.Paula Meyer Piagentini
 
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptxPOETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptxJMTCS
 
Apreciação crítica -exercícios de escrita
Apreciação crítica -exercícios de escritaApreciação crítica -exercícios de escrita
Apreciação crítica -exercícios de escritaeliana862656
 
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...LuizHenriquedeAlmeid6
 
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaA Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaFernanda Ledesma
 
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)Paula Meyer Piagentini
 

Último (20)

Modelos atômicos: quais são, história, resumo
Modelos atômicos: quais são, história, resumoModelos atômicos: quais são, história, resumo
Modelos atômicos: quais são, história, resumo
 
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTREVACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
 
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdforganizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
 
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptx
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptxQUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptx
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptx
 
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptxSlides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
 
“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE” _
“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE”       _“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE”       _
“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE” _
 
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxBaladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
 
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptxAULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
 
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxSlides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
 
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdfLinguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdf
 
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptxFree-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
 
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
 
c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.
c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.
c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.
 
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZAAVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
 
Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.
 
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptxPOETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
 
Apreciação crítica -exercícios de escrita
Apreciação crítica -exercícios de escritaApreciação crítica -exercícios de escrita
Apreciação crítica -exercícios de escrita
 
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
 
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaA Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
 
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)
 

Competências gênero BNCC

  • 1. COMPETÊNCIAS GERAIS DA BASE NACIONAL COMUM CURRICULAR GÊNERO Exercitar a empatia, o diálogo, a resolução de conflitos e a cooperação, fazendo-se respeitar e promovendo o respeito ao outro, com acolhimento e valorização da diversidade de indivíduos e de grupos sociais, seus saberes, identidades, culturas e potencialidades, sem preconceitos de origem, etnia, gênero, idade, habilidade/necessidade, convicção religiosa ou de qualquer outra natureza, reconhecendo-se como parte de uma coletividade com a qual deve se comprometer. (21) LINGUAGENS – EDUCAÇÃO FÍSICA ENSINO FUNDAMENTAL (EF67EF17) Problematizar preconceitos e estereótipos de gênero, sociais e étnico-raciais relacionados ao universo das lutas e demais práticas corporais e estabelecer acordos objetivando a construção de interações referenciadas na solidariedade, na justiça, na equidade e no respeito. (195) A ÁREA DE CIÊNCIAS NATUREZA Ciências 8º ano (EF08CI11) Selecionar argumentos que evidenciem as múltiplas dimensões da sexualidade humana (biológica, sociocultural, afetiva e ética) e a necessidade de respeitar, valorizar e acolher a diversidade de indivíduos, sem preconceitos baseados nas diferenças de gênero (303) A ÁREA DE CIÊNCIAS HUMANAS A área de Ciências Humanas contribui para que os alunos desenvolvam a cognição in situ, ou seja, sem prescindir da contextualização marcada pelas noções de tempo e espaço, conceitos fundamentais da área. Cognição e contexto são, assim, categorias elaboradas conjuntamente, em meio a circunstâncias históricas específicas, nas quais a diversidade – cultural, étnica, de gênero, entre tantas outras – deve ganhar especial destaque, com vistas ao acolhimento da diferença. (307) Introdução Geografia Desse modo, a aprendizagem da Geografia favorece o reconhecimento da diversidade e das diferenças dos grupos sociais, com base em princípios éticos (respeito à diversidade sem preconceitos étnicos, de gênero ou de qualquer outro tipo). Ela também estimula a capacidade de empregar o raciocínio geográfico para pensar e resolver problemas gerados na vida cotidiana,
  • 2. condição fundamental para o desenvolvimento das competências gerais previstas na BNCC. (315) Competência para o Ensino Fundamental (Geografia) Construir argumentos com base em informações geográficas, debater e defender ideias e pontos de vista que respeitem e promovam a consciência socioambiental e respeito à biodiversidade e ao outro, sem preconceitos de origem, etnia, gênero, idade, habilidade/necessidade, convicção religiosa ou de qualquer outro tipo. (320) 7º ano Geografia (EF07GE04) Analisar a distribuição territorial da população brasileira, considerando a diversidade étnico-cultural (indígena, africana, europeia e asiática), assim como aspectos de renda, gênero e idade nas regiões brasileiras. (341) Introdução História (...) Ao promover a diversidade de análises e proposições, espera-se que os alunos construam as próprias interpretações, de forma fundamentada e rigorosa. Convém destacar as temáticas voltadas para a diversidade cultural, as questões de gênero e as abordagens relacionadas à história dos povos indígenas e africanos. Ressalta-se, também, na formação da sociedade brasileira, a presença de diferentes povos e culturas, suas contradições sociais e culturais e suas articulações com outros povos e sociedades. (353) 9º ano História Objetivo de Conhecimento: Questões de gênero, o anarquismo e protagonismos femininos (380) Objetivo de Aprendizagem (EF09HI07) Identificar as transformações ocorridas no debate sobre as questões de gênero no Brasil durante o século XX e compreender o significado das mudanças de abordagem em relação ao tema (EF09HI27) Avaliar as dinâmicas populacionais e as construções de identidades étnico-raciais e de gênero na história recente. (383) Questões de gênero A secretária executiva do MEC, Maria Helena Castro, afirmou que o conceito de gênero não é trabalhado na versão final da BNCC para o ensino fundamental e infantil. "Não trabalhamos com ele (conceito de gênero). Nós
  • 3. trabalhamos com o respeito à pluralidade, inclusive do ponto de vista do gênero, de raça, de sexo, tudo. (...) Inclusive fomos até procurados aqui (no MEC) por alguns que defendiam o uso de gênero e outros que eram contra. Nós não queremos nem ser contra nem a favor. Somos a favor da pluralidade, da abertura, da transparência e da lei", disse Maria Helena. Como eixo, a BNCC defende que o aluno desenvolva a competência de se relacionar "sem preconceitos de origem, etnia, gênero, orientação sexual, idade, habilidade/necessidade, convicção religiosa ou de qualquer outra natureza". CURRÍCULO DE CIÊNCIAS HUMANAS - HISTÓRIA GÊNERO Ensino Fundamental e Médio Situações históricas para isso não faltam, envolvendo desde temas mais gerais – como as relações entre romanos e bárbaros germânicos, europeus e africanos, europeus e povos americanos ou asiáticos, católicos e protestantes na Europa do Renascimento – até problemas mais específicos – como a perseguição histórica aos judeus, desde a Antiguidade, 31 Currículo do Estado de São Paulo História Arte a questão dos escravos após a independência dos Estados Unidos da América ou durante a Guerra Civil, as relações de gênero, a xenofobia e o racismo contemporâneos, a sexualidade, o imperialismo etc (30 e 31)