SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 15
EDUCAR NA
DIVERSIDADE
Desafios e oportunidades para uma
educação inclusiva.
DESAFIOS PARA UMA EDUCAÇÃO
INCLUSIVA

 Muitos são os desafios que o sistema educacional no Brasil se torne de
    fato, um sistema inclusivo para todo(a)s.
 São vários os fatores e aponto alguns:
 Preparação de professore(a)s para ensinar usando didáticas inovadora
    que promovam a inclusão de todo(a)s nas atividades realizadas na escola
    e nas salas de aula e,
 E, o desafio de formar docentes capazes de educar na diversidade, isto
    é, capazes de flexibilizar e enriquecer o currículo para ensinar todo(a)s
    o(a)s estudantes.
ESCOLAS NO BRASIL
 No Brasil, já “atingimos escolas para todos [com a universalização da
  educação], mas não educação para todos. ” (Ferreira, 2005, p. 05), isto é,
  ainda existe nas escolas brasileiras um alto índice de fracasso e
  evasão escolares.
DE ACORDO COM O RELATÓRIO DE MONITORAMENTO GLOBAL 2005 DA EDUCAÇÃO PARA
TODOS – O IMPERATIVO DA QUALIDADE (UNESCO 2005A), A QUALIDADE EM
EDUCAÇÃO TENDE A SER DEFINIDA COM BASE EM DOIS PRINCÍPIOS


 „o primeiro identifica o desenvolvimento cognitivo dos alunos como
   o principal objetivo explícito de todos os sistemas educacionais.
   Conseqüentemente, o sucesso dos sistemas em realizar este objetivo é
   um dos indicadores de sua qualidade.
 O segundo enfatiza o papel da educação na promoção de valores e
   atitudes de cidadania responsável e no provimento do
   desenvolvimento criativo e emocional.‟ (p.17)
FUNÇÃO SOCIAL
 No contexto da urgência na promoção de mudanças nos sistemas
  educacionais do país, a escola tem um papel e uma função social
  fundamental para romper com a desigualdade educacional e social,
 „a escola tem que ser a construtora do saber com justiça
  social, promovendo a discussão de temas como ética, direitos
  humanos, diversidade, participação política [e] paz, dentro da sala de
  aula, como eixos integradores do desenvolvimento curricular.‟
  (MEC/Secretaria Especial de Direitos Humanos 2004, Módulo de
  Apresentação, s/p.)
ESCOLARIZAÇÃO
 A escolarização constitui uma experiência chave para a formação
  humana e, portanto, ninguém pode ficar de fora e ninguém deve ser
  excluído das escolas.
O PROFESSOR
 O desenvolvimento da qualidade nos sistemas educacionais, portanto,
  está diretamente vinculado à educação do professor(a) e à promoção
  de ações que possibilitem ao docente a aquisição de competências para
  ensinar a todo(a)s na sala de aula, ou seja, que o(a)s preparem para
  responder à diversidade dos estudantes..
DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO DE
PROFESSORE(A)S PARA RESPONDER À
DIVERSIDADE DOS ESTUDANTES

 A diversidade existente nas classes das escolas públicas brasileiras
  perpassa inúmeros âmbitos da vida escolar e pode ser identificada nas
  diferenças de níveis de linguagem oral e „jeitos‟ de se comunicar;
 na convivência entre crianças de diferentes estados e condições sócio-
  econômico-cultural;
 na presença na mesma classe de crianças e jovens que vivem em favelas
  e zonas periféricas carentes que não tiveram acesso ao universo
  escolar;
 na convivência entre crianças brancas, negras e de outros grupos
  étnicos numa mesma classe e também entre as crianças com e sem
  deficiências (Ferreira 2006a).
DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO DE
PROFESSORE(A)S PARA RESPONDER À DIVERSIDADE
DOS ESTUDANTES


 No âmbito da escola e do processo de escolarização, portanto, a
  diversidade humana representa as diferenças nos estilos, ritmos,
  necessidades, interesses, histórias de vida e motivações de cada aluno(a).
  Diferenças essas que devem ser (re)conhecidas, compreendidas e
  valorizadas pelos docentes como um recurso importante para ensinar a
  todo(a)s os estudantes na classe.
DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO DE
PROFESSORE(A)S PARA RESPONDER À DIVERSIDADE
DOS ESTUDANTES

 As escolas orientadas pelo princípio da inclusão são instituições
    educacionais que reconhecem e celebram tal diversidade humana,
    desenvolvem e cultivam a cultura de acolhimento de todo(a)s de forma
    igualitária e de valorização das diferenças (Salamanca 1994). As
    atividades escolares em geral e as práticas pedagógicas, em particular,
    têm papel fundamental na construção da cultura e da política inclusivas.

FLEXIBILIZAÇÃO DO CURRÍCULO
 Educar na diversidade significa ensinar em um contexto educacional no
  qual as diferenças individuais e entre todo(a)s membros do grupo
  (classe) são destacadas e aproveitadas para enriquecer e flexibilizar o
  conteúdo curricular previsto no processo ensino-aprendizagem.
SEGUNDO A UNESCO (2004, P. 13) O
CURRÍCULO É CONSTITUÍDO PELO

 „que é aprendido e ensinado (contexto); como é oferecido (métodos de
  ensino e aprendizagem); como é avaliado (provas, por exemplo) e os
  recursos usados (ex. livros usados para ministrar os conteúdos e para o
  processo ensino-aprendizagem). O currículo formal [baseia-se] em um
  conjunto de objetivos e resultados previstos (.), o informal ou currículo
  oculto [diz respeito] à aprendizagem não planejada que ocorre nas salas
  de aula, nos espaços da escola ou quando os estudantes interagem com
  ou sem a presença do professor(a).‟
PARA EDUCAR NA DIVERSIDADE, O DOCENTE DEVE ADOTAR EM
SUA PRÁTICA PEDAGÓGICA OS PRINCÍPIOS ORIENTADORES DA
PRÁTICA DE ENSINO INCLUSIVA (MEC/SEESP 2005, PP. 23-25), QUE SÃO:


 Aprendizagem ativa e significativa
 Negociação de objetivos
 Demonstração, prática e feedback
 Avaliação contínua
 Apoio e Colaboração.
CONCLUSÃO
 Desenvolver qualidade educacional e promover o desenvolvimento
  profissional de docentes para educar na diversidade em um país com
  dimensões territoriais e pluralidade cultural significativas, como é o
  caso do Brasil, não é tarefa para poucos ou de curto prazo. Todo(a)s
  devemos estar conscientes de que o processo de mudança acarretará
  turbulências, temor, desacordos entre áreas de conhecimentos, dúvidas
  e inseguranças que podem nos imobilizar
REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA

 Educar na diversidade: práticas educacionais inclusivas na sala
   de aula regular
 Windyz Brazão Ferreira
windyz.ferreira@mec.gov.br
 Ensaios Pedagógicos - Educação Inclusiva:direito à diversidade.
   Publicação da Secretaria de Educação Especial (SEESP) do III Seminário
   Nacional de Formação de Gestores e Educacionais.. Brasília: DF. 24-25
   de Agosto de 2006.pp. 125-131.
 Secretaria de Educação Especial

     Ministério da Educação – 2006.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Palestra sobre educação inclusiva
Palestra sobre educação inclusivaPalestra sobre educação inclusiva
Palestra sobre educação inclusivaBárbara Delpretto
 
Organização do trabalho pedagógico
Organização do trabalho pedagógicoOrganização do trabalho pedagógico
Organização do trabalho pedagógicoMagda Marques
 
Avaliação da aprendizagem
Avaliação da aprendizagemAvaliação da aprendizagem
Avaliação da aprendizagemGerdian Teixeira
 
Estrutura do Sistema Educacional Brasileiro
Estrutura do Sistema Educacional BrasileiroEstrutura do Sistema Educacional Brasileiro
Estrutura do Sistema Educacional BrasileiroLucas Sebastião Barbosa
 
Organização e gestão da escola
Organização e gestão da escolaOrganização e gestão da escola
Organização e gestão da escolaUlisses Vakirtzis
 
Slides educacao inclusiva-e_educacao_especial
Slides educacao inclusiva-e_educacao_especialSlides educacao inclusiva-e_educacao_especial
Slides educacao inclusiva-e_educacao_especialDirce Cristiane Camilotti
 
Formação continuada de professores.
Formação continuada de professores.Formação continuada de professores.
Formação continuada de professores.Magda Marques
 
1.formação inclusão 2016 adaptação curricular
1.formação inclusão 2016 adaptação  curricular1.formação inclusão 2016 adaptação  curricular
1.formação inclusão 2016 adaptação curricularosorioramos
 
EJA AULA 1: Educação de Adultos: algumas reflexões
EJA AULA 1: Educação de Adultos: algumas reflexõesEJA AULA 1: Educação de Adultos: algumas reflexões
EJA AULA 1: Educação de Adultos: algumas reflexõesprofamiriamnavarro
 
Sequencia didatica
Sequencia didaticaSequencia didatica
Sequencia didaticashs_oliveira
 
PLANO NACIONAL DE EDUCAÇÃO -PNE
PLANO NACIONAL DE EDUCAÇÃO -PNEPLANO NACIONAL DE EDUCAÇÃO -PNE
PLANO NACIONAL DE EDUCAÇÃO -PNEJulhinha Camara
 
Formação continuada de professores
Formação continuada de professoresFormação continuada de professores
Formação continuada de professoresditadoida
 

Mais procurados (20)

Palestra sobre educação inclusiva
Palestra sobre educação inclusivaPalestra sobre educação inclusiva
Palestra sobre educação inclusiva
 
Organização do trabalho pedagógico
Organização do trabalho pedagógicoOrganização do trabalho pedagógico
Organização do trabalho pedagógico
 
Aee. sala multifuncional
Aee. sala multifuncionalAee. sala multifuncional
Aee. sala multifuncional
 
Avaliação da aprendizagem
Avaliação da aprendizagemAvaliação da aprendizagem
Avaliação da aprendizagem
 
Sala de Recursos Multifuncionais
Sala de Recursos MultifuncionaisSala de Recursos Multifuncionais
Sala de Recursos Multifuncionais
 
Metodologias Ativas, Imersivas e Inovadoras
Metodologias Ativas, Imersivas e InovadorasMetodologias Ativas, Imersivas e Inovadoras
Metodologias Ativas, Imersivas e Inovadoras
 
Educação de Jovens e Adultos - Profª Dra Jaqueline Ventura
Educação de Jovens e Adultos - Profª Dra Jaqueline VenturaEducação de Jovens e Adultos - Profª Dra Jaqueline Ventura
Educação de Jovens e Adultos - Profª Dra Jaqueline Ventura
 
Estrutura do Sistema Educacional Brasileiro
Estrutura do Sistema Educacional BrasileiroEstrutura do Sistema Educacional Brasileiro
Estrutura do Sistema Educacional Brasileiro
 
Educação 5.0 e Metodologias Ativas e Inovadoras
Educação 5.0 e Metodologias Ativas e InovadorasEducação 5.0 e Metodologias Ativas e Inovadoras
Educação 5.0 e Metodologias Ativas e Inovadoras
 
Organização e gestão da escola
Organização e gestão da escolaOrganização e gestão da escola
Organização e gestão da escola
 
Slides educacao inclusiva-e_educacao_especial
Slides educacao inclusiva-e_educacao_especialSlides educacao inclusiva-e_educacao_especial
Slides educacao inclusiva-e_educacao_especial
 
Gestão escolar
Gestão escolarGestão escolar
Gestão escolar
 
Formação continuada de professores.
Formação continuada de professores.Formação continuada de professores.
Formação continuada de professores.
 
1.formação inclusão 2016 adaptação curricular
1.formação inclusão 2016 adaptação  curricular1.formação inclusão 2016 adaptação  curricular
1.formação inclusão 2016 adaptação curricular
 
EJA AULA 1: Educação de Adultos: algumas reflexões
EJA AULA 1: Educação de Adultos: algumas reflexõesEJA AULA 1: Educação de Adultos: algumas reflexões
EJA AULA 1: Educação de Adultos: algumas reflexões
 
Sequencia didatica
Sequencia didaticaSequencia didatica
Sequencia didatica
 
BNCC na prática
BNCC na práticaBNCC na prática
BNCC na prática
 
PLANO NACIONAL DE EDUCAÇÃO -PNE
PLANO NACIONAL DE EDUCAÇÃO -PNEPLANO NACIONAL DE EDUCAÇÃO -PNE
PLANO NACIONAL DE EDUCAÇÃO -PNE
 
Formação continuada de professores
Formação continuada de professoresFormação continuada de professores
Formação continuada de professores
 
Didática geral aula 1
Didática geral aula 1Didática geral aula 1
Didática geral aula 1
 

Semelhante a Educar na Diversidade

1 aula apresentação 13-09
1 aula apresentação 13-091 aula apresentação 13-09
1 aula apresentação 13-09Erica Silva
 
Os desafios-da-educacao-inclusiva-foco-nas-redes-de-apoio
Os desafios-da-educacao-inclusiva-foco-nas-redes-de-apoioOs desafios-da-educacao-inclusiva-foco-nas-redes-de-apoio
Os desafios-da-educacao-inclusiva-foco-nas-redes-de-apoioLAURA64791
 
PPP 2013 Escola Classe 29 de Taguatinga
PPP 2013 Escola Classe 29 de TaguatingaPPP 2013 Escola Classe 29 de Taguatinga
PPP 2013 Escola Classe 29 de TaguatingaAna Silva
 
As dificuldades na formação de professores para uma educação inclusiva de qua...
As dificuldades na formação de professores para uma educação inclusiva de qua...As dificuldades na formação de professores para uma educação inclusiva de qua...
As dificuldades na formação de professores para uma educação inclusiva de qua...Nit Portal Social
 
Educação inclusiva pre-projeto mestrado
Educação inclusiva pre-projeto mestradoEducação inclusiva pre-projeto mestrado
Educação inclusiva pre-projeto mestradopackarde2709
 
14022018-cursoeadcurriculoeinclusao.pptx
14022018-cursoeadcurriculoeinclusao.pptx14022018-cursoeadcurriculoeinclusao.pptx
14022018-cursoeadcurriculoeinclusao.pptxLinaKelly3
 
A Escola na Perspectiva da Educação Inclusiva construção do projeto pedagógic...
A Escola na Perspectiva da Educação Inclusiva construção do projeto pedagógic...A Escola na Perspectiva da Educação Inclusiva construção do projeto pedagógic...
A Escola na Perspectiva da Educação Inclusiva construção do projeto pedagógic...Instituto Consciência GO
 
ARTIGO 2 PRATICAS DE EDUCAÇÃO INCLUSIVA .pdf
ARTIGO 2 PRATICAS DE EDUCAÇÃO INCLUSIVA .pdfARTIGO 2 PRATICAS DE EDUCAÇÃO INCLUSIVA .pdf
ARTIGO 2 PRATICAS DE EDUCAÇÃO INCLUSIVA .pdfSimoneHelenDrumond
 
ARTIGO 2 PRATICAS DE EDUCAÇÃO INCLUSIVA .pdf
ARTIGO 2 PRATICAS DE EDUCAÇÃO INCLUSIVA .pdfARTIGO 2 PRATICAS DE EDUCAÇÃO INCLUSIVA .pdf
ARTIGO 2 PRATICAS DE EDUCAÇÃO INCLUSIVA .pdfSimoneHelenDrumond
 
ARTIGO 2 PRATICAS DE EDUCAÇÃO INCLUSIVA .pdf
ARTIGO 2 PRATICAS DE EDUCAÇÃO INCLUSIVA .pdfARTIGO 2 PRATICAS DE EDUCAÇÃO INCLUSIVA .pdf
ARTIGO 2 PRATICAS DE EDUCAÇÃO INCLUSIVA .pdfSimoneHelenDrumond
 
7 ARTIGO PRATICAS DE EDUCAÇÃO INCLUSIVA.pdf
7 ARTIGO  PRATICAS DE EDUCAÇÃO INCLUSIVA.pdf7 ARTIGO  PRATICAS DE EDUCAÇÃO INCLUSIVA.pdf
7 ARTIGO PRATICAS DE EDUCAÇÃO INCLUSIVA.pdfSimoneHelenDrumond
 
Formação Docente, Culturas, Saberes E Práticas: Desafios Em Face Das Territor...
Formação Docente, Culturas, Saberes E Práticas: Desafios Em Face Das Territor...Formação Docente, Culturas, Saberes E Práticas: Desafios Em Face Das Territor...
Formação Docente, Culturas, Saberes E Práticas: Desafios Em Face Das Territor...curriculoemmovimentopara
 
Trablho pnaic inclusão
Trablho pnaic inclusãoTrablho pnaic inclusão
Trablho pnaic inclusãoCaroll Lima
 
Sala de recursos multifuncionais
Sala de recursos multifuncionaisSala de recursos multifuncionais
Sala de recursos multifuncionaisSandrastos
 
1. programa mais educação sp
1. programa mais educação sp1. programa mais educação sp
1. programa mais educação spUlisses Vakirtzis
 
Giselia aparecida dos_reis_bellinaso_artigo_aprovado_17-7-17
Giselia aparecida dos_reis_bellinaso_artigo_aprovado_17-7-17Giselia aparecida dos_reis_bellinaso_artigo_aprovado_17-7-17
Giselia aparecida dos_reis_bellinaso_artigo_aprovado_17-7-17Giselia Bellinaso
 
AULA 04 - DUA (Desenho Universal da Aprendizagem)
AULA 04 - DUA (Desenho Universal da Aprendizagem)AULA 04 - DUA (Desenho Universal da Aprendizagem)
AULA 04 - DUA (Desenho Universal da Aprendizagem)LucianaAlves773996
 
Educação especial e educação inclusiva aproximações e convergências
Educação especial e educação inclusiva  aproximações e convergênciasEducação especial e educação inclusiva  aproximações e convergências
Educação especial e educação inclusiva aproximações e convergênciasGizéle Vianna
 

Semelhante a Educar na Diversidade (20)

1 aula apresentação 13-09
1 aula apresentação 13-091 aula apresentação 13-09
1 aula apresentação 13-09
 
Os desafios-da-educacao-inclusiva-foco-nas-redes-de-apoio
Os desafios-da-educacao-inclusiva-foco-nas-redes-de-apoioOs desafios-da-educacao-inclusiva-foco-nas-redes-de-apoio
Os desafios-da-educacao-inclusiva-foco-nas-redes-de-apoio
 
PPP 2013 Escola Classe 29 de Taguatinga
PPP 2013 Escola Classe 29 de TaguatingaPPP 2013 Escola Classe 29 de Taguatinga
PPP 2013 Escola Classe 29 de Taguatinga
 
Como atuar com o AEE
Como atuar com o AEEComo atuar com o AEE
Como atuar com o AEE
 
Como desenvolver o AEE
Como desenvolver o AEEComo desenvolver o AEE
Como desenvolver o AEE
 
As dificuldades na formação de professores para uma educação inclusiva de qua...
As dificuldades na formação de professores para uma educação inclusiva de qua...As dificuldades na formação de professores para uma educação inclusiva de qua...
As dificuldades na formação de professores para uma educação inclusiva de qua...
 
Educação inclusiva pre-projeto mestrado
Educação inclusiva pre-projeto mestradoEducação inclusiva pre-projeto mestrado
Educação inclusiva pre-projeto mestrado
 
14022018-cursoeadcurriculoeinclusao.pptx
14022018-cursoeadcurriculoeinclusao.pptx14022018-cursoeadcurriculoeinclusao.pptx
14022018-cursoeadcurriculoeinclusao.pptx
 
A Escola na Perspectiva da Educação Inclusiva construção do projeto pedagógic...
A Escola na Perspectiva da Educação Inclusiva construção do projeto pedagógic...A Escola na Perspectiva da Educação Inclusiva construção do projeto pedagógic...
A Escola na Perspectiva da Educação Inclusiva construção do projeto pedagógic...
 
ARTIGO 2 PRATICAS DE EDUCAÇÃO INCLUSIVA .pdf
ARTIGO 2 PRATICAS DE EDUCAÇÃO INCLUSIVA .pdfARTIGO 2 PRATICAS DE EDUCAÇÃO INCLUSIVA .pdf
ARTIGO 2 PRATICAS DE EDUCAÇÃO INCLUSIVA .pdf
 
ARTIGO 2 PRATICAS DE EDUCAÇÃO INCLUSIVA .pdf
ARTIGO 2 PRATICAS DE EDUCAÇÃO INCLUSIVA .pdfARTIGO 2 PRATICAS DE EDUCAÇÃO INCLUSIVA .pdf
ARTIGO 2 PRATICAS DE EDUCAÇÃO INCLUSIVA .pdf
 
ARTIGO 2 PRATICAS DE EDUCAÇÃO INCLUSIVA .pdf
ARTIGO 2 PRATICAS DE EDUCAÇÃO INCLUSIVA .pdfARTIGO 2 PRATICAS DE EDUCAÇÃO INCLUSIVA .pdf
ARTIGO 2 PRATICAS DE EDUCAÇÃO INCLUSIVA .pdf
 
7 ARTIGO PRATICAS DE EDUCAÇÃO INCLUSIVA.pdf
7 ARTIGO  PRATICAS DE EDUCAÇÃO INCLUSIVA.pdf7 ARTIGO  PRATICAS DE EDUCAÇÃO INCLUSIVA.pdf
7 ARTIGO PRATICAS DE EDUCAÇÃO INCLUSIVA.pdf
 
Formação Docente, Culturas, Saberes E Práticas: Desafios Em Face Das Territor...
Formação Docente, Culturas, Saberes E Práticas: Desafios Em Face Das Territor...Formação Docente, Culturas, Saberes E Práticas: Desafios Em Face Das Territor...
Formação Docente, Culturas, Saberes E Práticas: Desafios Em Face Das Territor...
 
Trablho pnaic inclusão
Trablho pnaic inclusãoTrablho pnaic inclusão
Trablho pnaic inclusão
 
Sala de recursos multifuncionais
Sala de recursos multifuncionaisSala de recursos multifuncionais
Sala de recursos multifuncionais
 
1. programa mais educação sp
1. programa mais educação sp1. programa mais educação sp
1. programa mais educação sp
 
Giselia aparecida dos_reis_bellinaso_artigo_aprovado_17-7-17
Giselia aparecida dos_reis_bellinaso_artigo_aprovado_17-7-17Giselia aparecida dos_reis_bellinaso_artigo_aprovado_17-7-17
Giselia aparecida dos_reis_bellinaso_artigo_aprovado_17-7-17
 
AULA 04 - DUA (Desenho Universal da Aprendizagem)
AULA 04 - DUA (Desenho Universal da Aprendizagem)AULA 04 - DUA (Desenho Universal da Aprendizagem)
AULA 04 - DUA (Desenho Universal da Aprendizagem)
 
Educação especial e educação inclusiva aproximações e convergências
Educação especial e educação inclusiva  aproximações e convergênciasEducação especial e educação inclusiva  aproximações e convergências
Educação especial e educação inclusiva aproximações e convergências
 

Mais de sergioborgato

Mais de sergioborgato (20)

Câmera fotografica
Câmera fotograficaCâmera fotografica
Câmera fotografica
 
Linguagem cinematográfica
Linguagem cinematográficaLinguagem cinematográfica
Linguagem cinematográfica
 
Grandes mestres do cinema
Grandes mestres do cinemaGrandes mestres do cinema
Grandes mestres do cinema
 
Cinema e linguagem
Cinema e linguagemCinema e linguagem
Cinema e linguagem
 
Art história do cinema
Art   história do cinemaArt   história do cinema
Art história do cinema
 
Gestalt da forma
Gestalt da formaGestalt da forma
Gestalt da forma
 
Mercado das artes visuais
Mercado das artes visuaisMercado das artes visuais
Mercado das artes visuais
 
Cinema brasileiro
Cinema brasileiroCinema brasileiro
Cinema brasileiro
 
Vídeoaula técnica
Vídeoaula técnicaVídeoaula técnica
Vídeoaula técnica
 
Som de cinema
Som de cinemaSom de cinema
Som de cinema
 
Animação digital
Animação digitalAnimação digital
Animação digital
 
O vídeo na construção de uma educação
O vídeo na construção de uma educaçãoO vídeo na construção de uma educação
O vídeo na construção de uma educação
 
Girassol
GirassolGirassol
Girassol
 
O livro infantil
O livro infantilO livro infantil
O livro infantil
 
Gêneros e formatos televisivos
Gêneros e formatos televisivosGêneros e formatos televisivos
Gêneros e formatos televisivos
 
Convergência das mídias
Convergência das mídiasConvergência das mídias
Convergência das mídias
 
Estereótipos 1
Estereótipos 1Estereótipos 1
Estereótipos 1
 
Fotografia luz
Fotografia luzFotografia luz
Fotografia luz
 
Câmera fotografica
Câmera fotograficaCâmera fotografica
Câmera fotografica
 
Fotografia
FotografiaFotografia
Fotografia
 

Educar na Diversidade

  • 1. EDUCAR NA DIVERSIDADE Desafios e oportunidades para uma educação inclusiva.
  • 2. DESAFIOS PARA UMA EDUCAÇÃO INCLUSIVA   Muitos são os desafios que o sistema educacional no Brasil se torne de fato, um sistema inclusivo para todo(a)s.  São vários os fatores e aponto alguns:  Preparação de professore(a)s para ensinar usando didáticas inovadora que promovam a inclusão de todo(a)s nas atividades realizadas na escola e nas salas de aula e,  E, o desafio de formar docentes capazes de educar na diversidade, isto é, capazes de flexibilizar e enriquecer o currículo para ensinar todo(a)s o(a)s estudantes.
  • 3. ESCOLAS NO BRASIL  No Brasil, já “atingimos escolas para todos [com a universalização da educação], mas não educação para todos. ” (Ferreira, 2005, p. 05), isto é, ainda existe nas escolas brasileiras um alto índice de fracasso e evasão escolares.
  • 4. DE ACORDO COM O RELATÓRIO DE MONITORAMENTO GLOBAL 2005 DA EDUCAÇÃO PARA TODOS – O IMPERATIVO DA QUALIDADE (UNESCO 2005A), A QUALIDADE EM EDUCAÇÃO TENDE A SER DEFINIDA COM BASE EM DOIS PRINCÍPIOS  „o primeiro identifica o desenvolvimento cognitivo dos alunos como o principal objetivo explícito de todos os sistemas educacionais. Conseqüentemente, o sucesso dos sistemas em realizar este objetivo é um dos indicadores de sua qualidade.  O segundo enfatiza o papel da educação na promoção de valores e atitudes de cidadania responsável e no provimento do desenvolvimento criativo e emocional.‟ (p.17)
  • 5. FUNÇÃO SOCIAL  No contexto da urgência na promoção de mudanças nos sistemas educacionais do país, a escola tem um papel e uma função social fundamental para romper com a desigualdade educacional e social,  „a escola tem que ser a construtora do saber com justiça social, promovendo a discussão de temas como ética, direitos humanos, diversidade, participação política [e] paz, dentro da sala de aula, como eixos integradores do desenvolvimento curricular.‟ (MEC/Secretaria Especial de Direitos Humanos 2004, Módulo de Apresentação, s/p.)
  • 6. ESCOLARIZAÇÃO  A escolarização constitui uma experiência chave para a formação humana e, portanto, ninguém pode ficar de fora e ninguém deve ser excluído das escolas.
  • 7. O PROFESSOR  O desenvolvimento da qualidade nos sistemas educacionais, portanto, está diretamente vinculado à educação do professor(a) e à promoção de ações que possibilitem ao docente a aquisição de competências para ensinar a todo(a)s na sala de aula, ou seja, que o(a)s preparem para responder à diversidade dos estudantes..
  • 8. DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO DE PROFESSORE(A)S PARA RESPONDER À DIVERSIDADE DOS ESTUDANTES  A diversidade existente nas classes das escolas públicas brasileiras perpassa inúmeros âmbitos da vida escolar e pode ser identificada nas diferenças de níveis de linguagem oral e „jeitos‟ de se comunicar;  na convivência entre crianças de diferentes estados e condições sócio- econômico-cultural;  na presença na mesma classe de crianças e jovens que vivem em favelas e zonas periféricas carentes que não tiveram acesso ao universo escolar;  na convivência entre crianças brancas, negras e de outros grupos étnicos numa mesma classe e também entre as crianças com e sem deficiências (Ferreira 2006a).
  • 9. DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO DE PROFESSORE(A)S PARA RESPONDER À DIVERSIDADE DOS ESTUDANTES  No âmbito da escola e do processo de escolarização, portanto, a diversidade humana representa as diferenças nos estilos, ritmos, necessidades, interesses, histórias de vida e motivações de cada aluno(a). Diferenças essas que devem ser (re)conhecidas, compreendidas e valorizadas pelos docentes como um recurso importante para ensinar a todo(a)s os estudantes na classe.
  • 10. DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO DE PROFESSORE(A)S PARA RESPONDER À DIVERSIDADE DOS ESTUDANTES  As escolas orientadas pelo princípio da inclusão são instituições educacionais que reconhecem e celebram tal diversidade humana, desenvolvem e cultivam a cultura de acolhimento de todo(a)s de forma igualitária e de valorização das diferenças (Salamanca 1994). As atividades escolares em geral e as práticas pedagógicas, em particular, têm papel fundamental na construção da cultura e da política inclusivas. 
  • 11. FLEXIBILIZAÇÃO DO CURRÍCULO  Educar na diversidade significa ensinar em um contexto educacional no qual as diferenças individuais e entre todo(a)s membros do grupo (classe) são destacadas e aproveitadas para enriquecer e flexibilizar o conteúdo curricular previsto no processo ensino-aprendizagem.
  • 12. SEGUNDO A UNESCO (2004, P. 13) O CURRÍCULO É CONSTITUÍDO PELO  „que é aprendido e ensinado (contexto); como é oferecido (métodos de ensino e aprendizagem); como é avaliado (provas, por exemplo) e os recursos usados (ex. livros usados para ministrar os conteúdos e para o processo ensino-aprendizagem). O currículo formal [baseia-se] em um conjunto de objetivos e resultados previstos (.), o informal ou currículo oculto [diz respeito] à aprendizagem não planejada que ocorre nas salas de aula, nos espaços da escola ou quando os estudantes interagem com ou sem a presença do professor(a).‟
  • 13. PARA EDUCAR NA DIVERSIDADE, O DOCENTE DEVE ADOTAR EM SUA PRÁTICA PEDAGÓGICA OS PRINCÍPIOS ORIENTADORES DA PRÁTICA DE ENSINO INCLUSIVA (MEC/SEESP 2005, PP. 23-25), QUE SÃO:  Aprendizagem ativa e significativa  Negociação de objetivos  Demonstração, prática e feedback  Avaliação contínua  Apoio e Colaboração.
  • 14. CONCLUSÃO  Desenvolver qualidade educacional e promover o desenvolvimento profissional de docentes para educar na diversidade em um país com dimensões territoriais e pluralidade cultural significativas, como é o caso do Brasil, não é tarefa para poucos ou de curto prazo. Todo(a)s devemos estar conscientes de que o processo de mudança acarretará turbulências, temor, desacordos entre áreas de conhecimentos, dúvidas e inseguranças que podem nos imobilizar
  • 15. REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA  Educar na diversidade: práticas educacionais inclusivas na sala de aula regular  Windyz Brazão Ferreira windyz.ferreira@mec.gov.br  Ensaios Pedagógicos - Educação Inclusiva:direito à diversidade. Publicação da Secretaria de Educação Especial (SEESP) do III Seminário Nacional de Formação de Gestores e Educacionais.. Brasília: DF. 24-25 de Agosto de 2006.pp. 125-131.  Secretaria de Educação Especial  Ministério da Educação – 2006.