SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 67
Estratégias no atendimento
nutricional de idosos residentes em
ILPI
Flávia Cristina Severo Grando
Especialização em Gerenciamento em Serviços de Alimentação e Nutrição, 2011
PUC/PR.
Graduação em Nutrição, 2009 Faculdade Evangélica do Paraná.
Nutricionista
Nutricionista, Responsável Técnico pela Unidade de Alimentação e Nutrição, da
ILPI Lar Para Idosos Adelaide Weiss Scarpa / Pia União das Irmãs da Copiosa
Redenção, de 2009 a data atual.
Local de atuação:
PIA UNIÃO DAS IRMÃS DA COPIOSA REDENÇÃO
Carga horária semanal: 32,5 horas (atual).
Tempo de atuação: 8 anos e 5m.
SOBRE O LAR ADELAIDE
Lar para Idosos
Adelaide Weiss
Scarpa
PIA União das
Irmãs da
Copiosa
Redenção
40 hóspedes
20 colaboradores
e 15 irmãs
LAR
ADELAIDE
LAR
ADELAIDE
Direção/Coordenação – Irmãs (2)
Irmãs/Postulantes – Auxílio no trabalho da casa e cuidados
com os hóspedes (15)
Administrador (1)
Equipe de saúde: Nutricionista, Médico, Terapeuta
Ocupacional, Enfermeira, Fisioterapeuta (5)
Equipe de cuidado: Cuidadoras/Plantonista (6)
Cozinha /Copa (4)
Serviços Gerais (5)
EQUIPE LAR ADELAIDE
FAMÍLIA LAR
ADELAIDE
HISTÓRICO
Antes de assumir a RT: A ILPI contava apenas com a
Assessoria de Nutrição
Repetidos durante o ano
Cardápio 1 Cardápio 2
Cardápio 4 Cardápio 3
INÍCIO DO TRABALHO (2009) – Solicitações da ILPI
1ª – Elaboração de cardápio.
2ª – Processo de seleção para o cargo de cozinheira (primeira semana de
trabalho).
3ª – Elaborar comemorações mensais para os aniversariantes.
4ª – Realizar oficina de culinária 1 x por semana.
5ª – Acompanhar o primeiro evento – Jantar para os
Cavalheiros da Ordem de Malta.
HISTÓRICO
INÍCIO DO TRABALHO (2009) – Sugestão para a ILPI
Primeira Medida:
Aplicação do check-list
baseado na RDC 216
HISTÓRICO
PoucosPoucos
recursosrecursos
financeirosfinanceiros
ACHADOS/
DESAFIOS
COZINHA
ATUAL
REFEITÓRIO
RELATÓRIOS MENSAIS PARA A ADMINISTRAÇÃO
 
Maior desafio: Demonstrar para a direção que não era uma
solicitação minha por si só, mas tratavam-se de exigências legais.
DESAFIOS
DETERMINAÇÃO
Ó
PERSISTÊNCIA
ESTRATÉGIAS
REFAZIA O RELATÓRIO MENSALMENTE INFORMANDO:
Itens atendidos/conforme;
Itens ainda não conformes;
Atividades implantadas.
Entrega de duas vias de relatório, solicitando o retorno de
uma, com assinatura da direção.
ESTRATÉGIAS
Elaboração de cardápios mensais;
Avaliações nutricionais na admissão e trimestrais.
Balança e adipômetro (por alguns anos utilizava meus
equipamentos).
Posteriormente foi adquirido pela instituição.
AÇÕES
CARDÁPIOS
CARDÁPIO DE ÁGUA SABORIZADA
SEGUNDA TERÇA QUARTA QUINTA SEXTA SÁBADO
Água com maçã,
gengibre e
hortelã
Água com
abacaxi e
cravo
Água com
limão, canela
e hortelã
Água com
morango e
hortelã
Água com
laranja,
gengibre e
hortelã
Água com
maçã e
gengibre
Elaboração de lista de compras para as irmãs comprarem;
Busca de fornecedores;
Dificuldade para alinhar as necessidades de forma de
pagamento da instituição com o ofertado pelo fornecedor;
No 2º ano em diante – Fornecedores cadastrados, atendendo
as exigências da ILPI, referente a forma de pagamento
(boleto), condições das mercadorias, embalagens
personalizadas, datas, cópia de licença sanitária.
AÇÕES/DESAFIOS
Hoje: 15 fornecedores de alimentos;
4 farmácias especializadas;
3 empresas de controle de qualidade da água;
3 empresas de dedetização, limpeza de caixa d’água e
caixa de gordura;
10 empresas de manutenções gerais;
Total: 35 fornecedores
Planilhas de controle em Excel para controle de estoque e
planejamento de compras.
CONQUISTAS
PLANILHA DE CONTROLE
DE ESTOQUE
ESTOQUE
PREPARO DE DIETA ENTERAL E
COMPLEMENTOS
NÃO HAVIA LOCAL ESPECÍFICO PARA O PREPARO.
 
REFORMA NA ILPI  QUARTO FOI DESATIVADO.
 
SOLICITEI A ÁREA  “MUITOS RELATÓRIOS”.
 
 
 
CONSEGUI AUTORIZAÇÃO
E ESPAÇO!!!!!!!!!!
PORÉM...
“FAÇA”
AÇÕES
A CONSTRUÇÃO DO LACTÁRIO
• Projeto do lactário/Layout da disposição
• Orçamentos/cotações (azulejo, granito, bancadas, pia, telas,
barreira física em vidro, equipamentos e utensílios...)
• Acompanhamento e gerenciamento da obra (pedreiro, pintor,
encanador, instalador de granito, vidro, gesso...)
Promoção de eventos beneficentes para arrecadar parte do valor
necessário.
O sonho foi realizado em 2011
(2 anos depois) com direito a festa
surpresa de inauguração!
AÇÕES
LACTÁRIO
COMPLEMENTO ALIMENTAR
 
Inicialmente - complementação artesanal (leite em pó,
queijo ralado...).
Solicitação aquisição para familiares = demora na entrega
(faltava o suplemento para administração na data). 
Dificuldade...
 IDEIA!!!
PROBLEMA
Parceria, com as distribuidoras de suplementos.
 No início não era local de interesse.
Boleto em nome do familiar/contratante
= não tinham a garantia do pagamento.
 
 
 IDEIA!!! ESTRATÉGIA
HOJE:
 Novos contratos com valor incluso na
mensalidade para a aquisição pela ILPI, se
necessário.
 Cadastro e boleto para o responsável pelo hóspede
= garantia de que a farmácia trará o produto.
Não ocorre mais falta de produtos.
RESULTADO IDEIA!!!
Hoje vários representantes visitam a instituição
QUASE 80% DOS HÓSPEDES UTILIZAM
COMPLEMENTO:
Seja para recuperação/manutenção do peso, regularização
da função intestinal, recuperação/manutenção da
musculatura,
alteração de consistência de líquidos (espessante).
CONQUISTAS
Após uma visita de fiscalização do Conselho
Regional de Nutricionistas da 8ª regional
(CRN-8), em 2012, foi necessário realizar
algumas adequações em um prazo de
180 dias.
VISITA TÉCNICA
DE FISCALIZAÇÃO
PROTOCOLO
Avaliação: admissão e
trimestral.
Avaliação: admissão e
quinzenal (MAN).
Implantação por solicitação da visita de
fiscalização CRN8 (2012)
Construção de vestiário;
Autorização para contratação de serviços terceirizados – Limpeza de
caixa de água, dedetização, desratização, análise da água;
Formação de equipe na cozinha – Cozinheira, Aux. Cozinha e
Copeiras;
Padronização no processo seletivo;
Implantação de uniformes personalizados para a equipe;
Treinamento de Boas Práticas.
CONQUISTAS
Construção do Manual de Boas Práticas e POP.
Atualização anual.
Gerenciamento para o correto seguimento dos documentos
orientativos do serviço de nutrição.
AÇÕES
TREINAMENTO
2 / ano
4 / ano
Implantação por solicitação da visita de
fiscalização CRN8 (2012)
EDUCAÇÃO NUTRICIONAL
•Informativos em quadro mural (bimestral);
• Informativos nas mesas ou displays (mensal);
• Palestras (conforme necessidade/disponibilidade);
• Oficina de Culinária (semanal).
AÇÕES
EDUCAÇÃO
NUTRICIONAL
Implantação por solicitação da visita de
fiscalização CRN8 (2012)
Auxílio na formação de equipe das áreas de serviços
gerais e cuidadoras: processo de seleção... até 2015.
Implantação de termos (entrega de uniforme,
cadeado, crachá, condições do manipulador).
AÇÕES
 No início não havia profissional de T.O. Realizava a
oficina de culinária sozinha.
Levava o forninho, mesas e cadeiras para o salão.
Hoje a oficina é realizada em parceria com a T.O.
Nos últimos anos - Conseguimos uniforme novo: touca
e avental;
Espaço próprio: cozinha com forno próprio, pia, mesas
e cadeiras.
CONQUISTAS
OFICINA
CULINÁRIA 2009
OFICINA
CULINÁRIA 2013
INAUGURAÇÃO
2014
“REFORMA”
2017
 Revestimento
de cerâmica
 Torneira
elétrica
OFICINA
CULINÁRIA 2015 A
ATUAL
OFICINA DE CULINÁRIA – OBJETIVO DA
NUTRIÇÃO E DA TERAPIA OCUPACIONAL
Nutrição – Educação nutricional .
T.O. – Resgate da autonomia.
Os hóspedes preparam as receitas com nossa
supervisão. Sempre preparamos receita
normal e diet.
PARCERIAS
CALENDÁRIO DE FESTAS ANUAIS – NUTRIÇÃO x
TERAPIA OCUPACIONAL
Festa de aniversariantes com temáticas mensais;
Carnaval;
Dia das Mães;
Festa Junina;
Dia dos Pais;
Primavera/Dia do Idoso;
Natal.
A cada ano, aperfeiçoamos e recriamos as festas.
CONQUISTAS
/PARCERIA
 Nas festas a T.O. faz dinâmicas de
integração com o tema abordado, os
hóspedes auxiliam na decoração.
Nutricionista elabora cardápios especiais
com o tema da festa, compras, escalas,
supervisão e gerenciamento da organização
da festa.
CONQUISTAS
/PARCERIA
ANIVERSARIANTES
CARNAVAL
DIA DAS MÃES
FESTA
JUNINA
DIA DOS
PAIS
PRIMAVERA
NATAL
IMPLANTAÇÃO DE FICHAS TÉCNICAS
De 2009 a 2010 – Receituário padrão
2010 – Início da elaboração de FT (TCC/PÓS)
2013 – Reestruturação do arquivo de FT para atualização de valores de
rendimento “automático”
2015 – 95% de FT das preparações do cardápio
2017 – Revisão do cardápio anual para finalizar as FT.
TODAS AS FT FORAM TESTADAS NA UNIDADE PARA
VERIFICAÇÃO SE CONDIZ COM REALIDADE.
AÇÕES
FICHAS
TÉCNICAS
PARCERIA COM UNIVERSIDADES – ESTÁGIO CURRICULAR
E VOLUNTARIADO DE FÉRIAS
Início em 2010 - FT – PUC-PR
2011 a 2016 – Faculdades Integradas Espírita / Unibrasil / Fepar /
Universidade Positivo / PUC-PR / UFPR
UAN
Clínica
Atividades de rotina, além de propostas de atividades específicas.
AÇÕES
ESTAGIÁRIAS
Elaboração de trabalhos científicos com as estagiárias e
envio a congressos:
11 trabalhos formato resumo apresentados em congressos
1 trabalho escolhido para modalidade oral em congresso
1 trabalho publicado em revista científica.
Mostra de trabalhos 2015.
AÇÕES
CONGRESSOS
CONTROLE DE QUALIDADE
Coleta de amostra;
Verificação de temperatura dos alimentos, dos equipamentos (aquisição
de termômetros);
Controle de qualidade da água – poço – cloro – abrandador
(detecção no buffet, máquina de lavar, encanamento após limpeza)
– filtro de resíduos – análise de cloro e ph;
Todos os processos são registrados em planilha própria e os colaboradores
e estagiários treinados a executar (no início eu realizava todas as
verificações).
IMPLANTAÇÕES
PLANILHAS DE
CONTROLE
TRABALHO EM EQUIPE
Reuniões mensais de equipe durante 2016 para a construção do site:
www.laradelaide.com.br
Reuniões mensais de equipe 2017 para a implantação do Plano de
cuidados individualizado.
AVANÇOS
Cruzar informações de cardápio, FT e planilhas de
pedido = “SISTEMA”.
Separação da cozinha com o refeitório - buffet
planejado, divisórias em vidro, reforma do passa-
pratos, reforma da entrada do estoque.
SONHOS!
2014 - Convite do CRN-8 “III Seminário de Fiscalização dos CRNs da Região Sul” devido
ao destaque pelas ações e conquistas ao longo dos 5 anos de trabalho na instituição.
2016 – Convite do CRN-10 “I Encontro para Nutricionistas RT em ILPI. “Implantação
do Serviço de Nutrição na ILPI Lar para Idosos Adelaide Weiss Scarpa em Pinhais/PR –
Uma História de Desafios e Conquistas”.
2016 – Participação no evento “1º Concurso Nacional de Experiências Exitosas em
Conhecimentos e Estratégias em Alimentação e Nutrição: Multiplicando Experiências e
Definindo Caminhos Sustentáveis”, promovido pelo CFN, no qual fui uma das vencedoras
do concurso com o melhor vídeo. Este trabalho foi apresentado no CONBRAN 2016.
Maio de 2017 – Convite do CRN-8 “Entre, a Casa é Sua”, com o tema “Estratégias no
Atendimento Nutricional de Idosos Residentes em Instituição de Longa Permanência para
Idosos”.
REALIZAÇÕES!
VÍDEO ENVELHECER
“Ninguém corta um remendo de roupa nova para
costurá-lo em roupa velha. Caso contrário, o novo
rasga o velho, e o remendo de roupa nova não
combina com a roupa velha. Ninguém põe vinho novo
em odres velhos, porque o vinho novo arrebenta os
odres, e perdem-se o vinho e os odres.
Vinho novo em odres novos”.
E disse ainda: “Ninguém que tomou vinho envelhecido
deseja vinho novo, pois diz”: ‘O velho é melhor’.
(Lucas 36:39)
Obrigada!Contato: flaviacsevero@gmail.com
nutricaolaradelaide@gmail.com
Facebook: Lar Adelaide Weiss Scarpa
Site: www.laradelaide.com.br
(41) 98411-3064 / (41) 3667-4872

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

NUTRIÇÃO PARENTERAL E NUTRIÇÃO ENTERAL
NUTRIÇÃO PARENTERAL E NUTRIÇÃO ENTERALNUTRIÇÃO PARENTERAL E NUTRIÇÃO ENTERAL
NUTRIÇÃO PARENTERAL E NUTRIÇÃO ENTERAL
Elyda Santos
 
Nutrição aplicada à enfermagem (1)
Nutrição aplicada à enfermagem (1)Nutrição aplicada à enfermagem (1)
Nutrição aplicada à enfermagem (1)
deboradamata
 
Relatório alimentação escolar
Relatório alimentação escolarRelatório alimentação escolar
Relatório alimentação escolar
Leticia Lopes
 

Mais procurados (20)

NUTRIÇÃO PARENTERAL E NUTRIÇÃO ENTERAL
NUTRIÇÃO PARENTERAL E NUTRIÇÃO ENTERALNUTRIÇÃO PARENTERAL E NUTRIÇÃO ENTERAL
NUTRIÇÃO PARENTERAL E NUTRIÇÃO ENTERAL
 
nutrição enteral e parenteral.pptx
nutrição enteral e parenteral.pptxnutrição enteral e parenteral.pptx
nutrição enteral e parenteral.pptx
 
Nutrição normal e dietética: introdução a dietoterapia
Nutrição normal e dietética: introdução a dietoterapiaNutrição normal e dietética: introdução a dietoterapia
Nutrição normal e dietética: introdução a dietoterapia
 
Alimentação infantil
Alimentação infantilAlimentação infantil
Alimentação infantil
 
Aula 1.pptx
Aula 1.pptxAula 1.pptx
Aula 1.pptx
 
ALIMENTAÇÃO E NUTRIÇÃO NA GRAVIDEZ
ALIMENTAÇÃO E NUTRIÇÃO NA GRAVIDEZALIMENTAÇÃO E NUTRIÇÃO NA GRAVIDEZ
ALIMENTAÇÃO E NUTRIÇÃO NA GRAVIDEZ
 
Desafios na Introdução Alimentar
Desafios na Introdução AlimentarDesafios na Introdução Alimentar
Desafios na Introdução Alimentar
 
Check list-para-uan (1)
Check list-para-uan (1)Check list-para-uan (1)
Check list-para-uan (1)
 
Nutrição no Ensino da Enfermagem
Nutrição no Ensino da EnfermagemNutrição no Ensino da Enfermagem
Nutrição no Ensino da Enfermagem
 
Livro dietas hospitalares pdf
Livro dietas hospitalares pdfLivro dietas hospitalares pdf
Livro dietas hospitalares pdf
 
Conservação dos alimentos
Conservação dos alimentosConservação dos alimentos
Conservação dos alimentos
 
Teste de aceitabilidade orientações
Teste de aceitabilidade orientaçõesTeste de aceitabilidade orientações
Teste de aceitabilidade orientações
 
Nutrição na gestação Enfermagem
Nutrição na gestação EnfermagemNutrição na gestação Enfermagem
Nutrição na gestação Enfermagem
 
Questionário de Frequência Alimentar
Questionário de Frequência Alimentar Questionário de Frequência Alimentar
Questionário de Frequência Alimentar
 
Nutrição aplicada à enfermagem (1)
Nutrição aplicada à enfermagem (1)Nutrição aplicada à enfermagem (1)
Nutrição aplicada à enfermagem (1)
 
Aula de Preparação de Cardápios.
Aula de Preparação de  Cardápios.Aula de Preparação de  Cardápios.
Aula de Preparação de Cardápios.
 
Unidade de alimentação e nutrição UAN
Unidade de alimentação e nutrição UAN Unidade de alimentação e nutrição UAN
Unidade de alimentação e nutrição UAN
 
NUTRIÇÃO NO IDOSO
NUTRIÇÃO NO IDOSONUTRIÇÃO NO IDOSO
NUTRIÇÃO NO IDOSO
 
Relatório alimentação escolar
Relatório alimentação escolarRelatório alimentação escolar
Relatório alimentação escolar
 
Nutrição normal e dietética: alimentação do adulto e do idoso
Nutrição normal e dietética: alimentação do adulto e do idosoNutrição normal e dietética: alimentação do adulto e do idoso
Nutrição normal e dietética: alimentação do adulto e do idoso
 

Semelhante a Estratégias no atendimento nutricional de idosos residentes em ILPI

1º relatorio (1)
1º relatorio (1)1º relatorio (1)
1º relatorio (1)
Nay Barreto
 
Programação simpósio HRAS
Programação simpósio HRASProgramação simpósio HRAS
Programação simpósio HRAS
acaoequilibrio
 
Aula 1- Atuação do nutricionista em UAN e gestão 2022 1.ppt
Aula 1- Atuação do nutricionista em UAN e gestão  2022 1.pptAula 1- Atuação do nutricionista em UAN e gestão  2022 1.ppt
Aula 1- Atuação do nutricionista em UAN e gestão 2022 1.ppt
DaniCatuzzo
 
Cartilha Manipulador de Alimentos II
Cartilha Manipulador de Alimentos IICartilha Manipulador de Alimentos II
Cartilha Manipulador de Alimentos II
guest50b681
 
Apresentação ubá
Apresentação ubáApresentação ubá
Apresentação ubá
comredesan
 

Semelhante a Estratégias no atendimento nutricional de idosos residentes em ILPI (20)

RESTAURANTE UNIVERSITÁRIO-AULA.pptx
RESTAURANTE UNIVERSITÁRIO-AULA.pptxRESTAURANTE UNIVERSITÁRIO-AULA.pptx
RESTAURANTE UNIVERSITÁRIO-AULA.pptx
 
Fichas tecnicas de preparo e receituario-3.pdf
Fichas tecnicas de preparo e receituario-3.pdfFichas tecnicas de preparo e receituario-3.pdf
Fichas tecnicas de preparo e receituario-3.pdf
 
Relatório_Estágio 1.doc
Relatório_Estágio 1.docRelatório_Estágio 1.doc
Relatório_Estágio 1.doc
 
Apresentação sisan
Apresentação sisanApresentação sisan
Apresentação sisan
 
COZINHA-ESCOLA EM ALTO PARAÍSO: EDUCAÇÃO ALIMENTAR E NUTRICIONAL COM ÊNFASE N...
COZINHA-ESCOLA EM ALTO PARAÍSO: EDUCAÇÃO ALIMENTAR E NUTRICIONAL COM ÊNFASE N...COZINHA-ESCOLA EM ALTO PARAÍSO: EDUCAÇÃO ALIMENTAR E NUTRICIONAL COM ÊNFASE N...
COZINHA-ESCOLA EM ALTO PARAÍSO: EDUCAÇÃO ALIMENTAR E NUTRICIONAL COM ÊNFASE N...
 
Maternidade Balbina Mestrinho
Maternidade Balbina MestrinhoMaternidade Balbina Mestrinho
Maternidade Balbina Mestrinho
 
Modelo+ +nutrição+-+módulo+programação
Modelo+ +nutrição+-+módulo+programaçãoModelo+ +nutrição+-+módulo+programação
Modelo+ +nutrição+-+módulo+programação
 
Alimentação escolar
Alimentação escolarAlimentação escolar
Alimentação escolar
 
1º relatorio (1)
1º relatorio (1)1º relatorio (1)
1º relatorio (1)
 
restaurantes e uso de alimentação coletiva
restaurantes e uso de alimentação coletivarestaurantes e uso de alimentação coletiva
restaurantes e uso de alimentação coletiva
 
Programação simpósio HRAS
Programação simpósio HRASProgramação simpósio HRAS
Programação simpósio HRAS
 
Programa saúde da família
Programa saúde da famíliaPrograma saúde da família
Programa saúde da família
 
Aula 1- Atuação do nutricionista em UAN e gestão 2022 1.ppt
Aula 1- Atuação do nutricionista em UAN e gestão  2022 1.pptAula 1- Atuação do nutricionista em UAN e gestão  2022 1.ppt
Aula 1- Atuação do nutricionista em UAN e gestão 2022 1.ppt
 
Cartilha Manipulador de Alimentos II
Cartilha Manipulador de Alimentos IICartilha Manipulador de Alimentos II
Cartilha Manipulador de Alimentos II
 
CFN - Conselho Federal de Nutricionistas
CFN - Conselho Federal de NutricionistasCFN - Conselho Federal de Nutricionistas
CFN - Conselho Federal de Nutricionistas
 
Apresentação ubá
Apresentação ubáApresentação ubá
Apresentação ubá
 
Programa Nacional de Alimentación Escolar - FNDE
Programa Nacional de Alimentación Escolar - FNDEPrograma Nacional de Alimentación Escolar - FNDE
Programa Nacional de Alimentación Escolar - FNDE
 
Medidas e ferramentas de prevenção das DTAs
Medidas e ferramentas de prevenção das DTAsMedidas e ferramentas de prevenção das DTAs
Medidas e ferramentas de prevenção das DTAs
 
Relatorio estagio restaurante diagnostico higienico sanitario
Relatorio estagio restaurante diagnostico higienico sanitarioRelatorio estagio restaurante diagnostico higienico sanitario
Relatorio estagio restaurante diagnostico higienico sanitario
 
"FORTALECENDO ATENÇÃO BÁSICA” STS Cidade Tiradentes
"FORTALECENDO ATENÇÃO BÁSICA” STS Cidade Tiradentes"FORTALECENDO ATENÇÃO BÁSICA” STS Cidade Tiradentes
"FORTALECENDO ATENÇÃO BÁSICA” STS Cidade Tiradentes
 

Mais de crn8

Mais de crn8 (6)

Novas tecnologias para o tratamento do diabetes e a importância da nutrição n...
Novas tecnologias para o tratamento do diabetes e a importância da nutrição n...Novas tecnologias para o tratamento do diabetes e a importância da nutrição n...
Novas tecnologias para o tratamento do diabetes e a importância da nutrição n...
 
O panorama da alimentação escolar no estado do Paraná
O panorama da alimentação escolar no estado do ParanáO panorama da alimentação escolar no estado do Paraná
O panorama da alimentação escolar no estado do Paraná
 
Política Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional - Atuação do Nutricion...
Política Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional - Atuação do Nutricion...Política Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional - Atuação do Nutricion...
Política Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional - Atuação do Nutricion...
 
Nutrição Esportiva: atuação do nutricionista em consultório
Nutrição Esportiva: atuação do nutricionista em consultórioNutrição Esportiva: atuação do nutricionista em consultório
Nutrição Esportiva: atuação do nutricionista em consultório
 
Programa Estadual de Alimentação Escolar
Programa Estadual de Alimentação EscolarPrograma Estadual de Alimentação Escolar
Programa Estadual de Alimentação Escolar
 
Aleitamento materno e alimentação complementar
Aleitamento materno e alimentação complementarAleitamento materno e alimentação complementar
Aleitamento materno e alimentação complementar
 

Último

CARL ROGERS E A ACPNascido em 1902, em Oak Park, Illinois, subúrbio de Chicag...
CARL ROGERS E A ACPNascido em 1902, em Oak Park, Illinois, subúrbio de Chicag...CARL ROGERS E A ACPNascido em 1902, em Oak Park, Illinois, subúrbio de Chicag...
CARL ROGERS E A ACPNascido em 1902, em Oak Park, Illinois, subúrbio de Chicag...
wilkaccb
 

Último (10)

Atenção Humanizada ao recém nascido - em pdf
Atenção Humanizada ao recém nascido - em pdfAtenção Humanizada ao recém nascido - em pdf
Atenção Humanizada ao recém nascido - em pdf
 
Protocolo Zero Rugas - formato digital01
Protocolo Zero Rugas - formato digital01Protocolo Zero Rugas - formato digital01
Protocolo Zero Rugas - formato digital01
 
Farmacologia do Sistema Nervoso Autonomo
Farmacologia do Sistema Nervoso AutonomoFarmacologia do Sistema Nervoso Autonomo
Farmacologia do Sistema Nervoso Autonomo
 
anemia ferropriva e megaloblástica FINAL.pptx
anemia ferropriva e megaloblástica FINAL.pptxanemia ferropriva e megaloblástica FINAL.pptx
anemia ferropriva e megaloblástica FINAL.pptx
 
Escala-CARS-1.pdf teste para crianças com autismo
Escala-CARS-1.pdf teste para crianças com autismoEscala-CARS-1.pdf teste para crianças com autismo
Escala-CARS-1.pdf teste para crianças com autismo
 
AULA 07 - PROTOZOARIO E PRINCIPAIS DOENÇAS.pptx
AULA 07 - PROTOZOARIO E PRINCIPAIS DOENÇAS.pptxAULA 07 - PROTOZOARIO E PRINCIPAIS DOENÇAS.pptx
AULA 07 - PROTOZOARIO E PRINCIPAIS DOENÇAS.pptx
 
aula sobre HELMINTOS E DOENÇAS CAUSADAS.pptx
aula sobre HELMINTOS E DOENÇAS CAUSADAS.pptxaula sobre HELMINTOS E DOENÇAS CAUSADAS.pptx
aula sobre HELMINTOS E DOENÇAS CAUSADAS.pptx
 
Rowe_etal_2024Evidence for planning and motor subtypes of stuttering based on...
Rowe_etal_2024Evidence for planning and motor subtypes of stuttering based on...Rowe_etal_2024Evidence for planning and motor subtypes of stuttering based on...
Rowe_etal_2024Evidence for planning and motor subtypes of stuttering based on...
 
aula de Me enxergou na minha tormenta Me livrou em meus problemas Transformou...
aula de Me enxergou na minha tormenta Me livrou em meus problemas Transformou...aula de Me enxergou na minha tormenta Me livrou em meus problemas Transformou...
aula de Me enxergou na minha tormenta Me livrou em meus problemas Transformou...
 
CARL ROGERS E A ACPNascido em 1902, em Oak Park, Illinois, subúrbio de Chicag...
CARL ROGERS E A ACPNascido em 1902, em Oak Park, Illinois, subúrbio de Chicag...CARL ROGERS E A ACPNascido em 1902, em Oak Park, Illinois, subúrbio de Chicag...
CARL ROGERS E A ACPNascido em 1902, em Oak Park, Illinois, subúrbio de Chicag...
 

Estratégias no atendimento nutricional de idosos residentes em ILPI

  • 1. Estratégias no atendimento nutricional de idosos residentes em ILPI Flávia Cristina Severo Grando Especialização em Gerenciamento em Serviços de Alimentação e Nutrição, 2011 PUC/PR. Graduação em Nutrição, 2009 Faculdade Evangélica do Paraná. Nutricionista Nutricionista, Responsável Técnico pela Unidade de Alimentação e Nutrição, da ILPI Lar Para Idosos Adelaide Weiss Scarpa / Pia União das Irmãs da Copiosa Redenção, de 2009 a data atual.
  • 2. Local de atuação: PIA UNIÃO DAS IRMÃS DA COPIOSA REDENÇÃO Carga horária semanal: 32,5 horas (atual). Tempo de atuação: 8 anos e 5m.
  • 3. SOBRE O LAR ADELAIDE Lar para Idosos Adelaide Weiss Scarpa PIA União das Irmãs da Copiosa Redenção 40 hóspedes 20 colaboradores e 15 irmãs
  • 6. Direção/Coordenação – Irmãs (2) Irmãs/Postulantes – Auxílio no trabalho da casa e cuidados com os hóspedes (15) Administrador (1) Equipe de saúde: Nutricionista, Médico, Terapeuta Ocupacional, Enfermeira, Fisioterapeuta (5) Equipe de cuidado: Cuidadoras/Plantonista (6) Cozinha /Copa (4) Serviços Gerais (5) EQUIPE LAR ADELAIDE
  • 8. HISTÓRICO Antes de assumir a RT: A ILPI contava apenas com a Assessoria de Nutrição Repetidos durante o ano Cardápio 1 Cardápio 2 Cardápio 4 Cardápio 3
  • 9. INÍCIO DO TRABALHO (2009) – Solicitações da ILPI 1ª – Elaboração de cardápio. 2ª – Processo de seleção para o cargo de cozinheira (primeira semana de trabalho). 3ª – Elaborar comemorações mensais para os aniversariantes. 4ª – Realizar oficina de culinária 1 x por semana. 5ª – Acompanhar o primeiro evento – Jantar para os Cavalheiros da Ordem de Malta. HISTÓRICO
  • 10. INÍCIO DO TRABALHO (2009) – Sugestão para a ILPI Primeira Medida: Aplicação do check-list baseado na RDC 216 HISTÓRICO
  • 14. RELATÓRIOS MENSAIS PARA A ADMINISTRAÇÃO   Maior desafio: Demonstrar para a direção que não era uma solicitação minha por si só, mas tratavam-se de exigências legais. DESAFIOS DETERMINAÇÃO Ó PERSISTÊNCIA ESTRATÉGIAS
  • 15. REFAZIA O RELATÓRIO MENSALMENTE INFORMANDO: Itens atendidos/conforme; Itens ainda não conformes; Atividades implantadas. Entrega de duas vias de relatório, solicitando o retorno de uma, com assinatura da direção. ESTRATÉGIAS
  • 16. Elaboração de cardápios mensais; Avaliações nutricionais na admissão e trimestrais. Balança e adipômetro (por alguns anos utilizava meus equipamentos). Posteriormente foi adquirido pela instituição. AÇÕES
  • 17. CARDÁPIOS CARDÁPIO DE ÁGUA SABORIZADA SEGUNDA TERÇA QUARTA QUINTA SEXTA SÁBADO Água com maçã, gengibre e hortelã Água com abacaxi e cravo Água com limão, canela e hortelã Água com morango e hortelã Água com laranja, gengibre e hortelã Água com maçã e gengibre
  • 18. Elaboração de lista de compras para as irmãs comprarem; Busca de fornecedores; Dificuldade para alinhar as necessidades de forma de pagamento da instituição com o ofertado pelo fornecedor; No 2º ano em diante – Fornecedores cadastrados, atendendo as exigências da ILPI, referente a forma de pagamento (boleto), condições das mercadorias, embalagens personalizadas, datas, cópia de licença sanitária. AÇÕES/DESAFIOS
  • 19. Hoje: 15 fornecedores de alimentos; 4 farmácias especializadas; 3 empresas de controle de qualidade da água; 3 empresas de dedetização, limpeza de caixa d’água e caixa de gordura; 10 empresas de manutenções gerais; Total: 35 fornecedores Planilhas de controle em Excel para controle de estoque e planejamento de compras. CONQUISTAS
  • 22. PREPARO DE DIETA ENTERAL E COMPLEMENTOS NÃO HAVIA LOCAL ESPECÍFICO PARA O PREPARO.   REFORMA NA ILPI  QUARTO FOI DESATIVADO.   SOLICITEI A ÁREA  “MUITOS RELATÓRIOS”.       CONSEGUI AUTORIZAÇÃO E ESPAÇO!!!!!!!!!! PORÉM... “FAÇA” AÇÕES
  • 23. A CONSTRUÇÃO DO LACTÁRIO • Projeto do lactário/Layout da disposição • Orçamentos/cotações (azulejo, granito, bancadas, pia, telas, barreira física em vidro, equipamentos e utensílios...) • Acompanhamento e gerenciamento da obra (pedreiro, pintor, encanador, instalador de granito, vidro, gesso...) Promoção de eventos beneficentes para arrecadar parte do valor necessário. O sonho foi realizado em 2011 (2 anos depois) com direito a festa surpresa de inauguração! AÇÕES
  • 24.
  • 26. COMPLEMENTO ALIMENTAR   Inicialmente - complementação artesanal (leite em pó, queijo ralado...). Solicitação aquisição para familiares = demora na entrega (faltava o suplemento para administração na data).  Dificuldade...  IDEIA!!! PROBLEMA
  • 27. Parceria, com as distribuidoras de suplementos.  No início não era local de interesse. Boleto em nome do familiar/contratante = não tinham a garantia do pagamento.      IDEIA!!! ESTRATÉGIA
  • 28. HOJE:  Novos contratos com valor incluso na mensalidade para a aquisição pela ILPI, se necessário.  Cadastro e boleto para o responsável pelo hóspede = garantia de que a farmácia trará o produto. Não ocorre mais falta de produtos. RESULTADO IDEIA!!!
  • 29. Hoje vários representantes visitam a instituição QUASE 80% DOS HÓSPEDES UTILIZAM COMPLEMENTO: Seja para recuperação/manutenção do peso, regularização da função intestinal, recuperação/manutenção da musculatura, alteração de consistência de líquidos (espessante). CONQUISTAS
  • 30. Após uma visita de fiscalização do Conselho Regional de Nutricionistas da 8ª regional (CRN-8), em 2012, foi necessário realizar algumas adequações em um prazo de 180 dias. VISITA TÉCNICA DE FISCALIZAÇÃO
  • 31. PROTOCOLO Avaliação: admissão e trimestral. Avaliação: admissão e quinzenal (MAN). Implantação por solicitação da visita de fiscalização CRN8 (2012)
  • 32. Construção de vestiário; Autorização para contratação de serviços terceirizados – Limpeza de caixa de água, dedetização, desratização, análise da água; Formação de equipe na cozinha – Cozinheira, Aux. Cozinha e Copeiras; Padronização no processo seletivo; Implantação de uniformes personalizados para a equipe; Treinamento de Boas Práticas. CONQUISTAS
  • 33. Construção do Manual de Boas Práticas e POP. Atualização anual. Gerenciamento para o correto seguimento dos documentos orientativos do serviço de nutrição. AÇÕES
  • 34.
  • 35.
  • 36. TREINAMENTO 2 / ano 4 / ano Implantação por solicitação da visita de fiscalização CRN8 (2012)
  • 37. EDUCAÇÃO NUTRICIONAL •Informativos em quadro mural (bimestral); • Informativos nas mesas ou displays (mensal); • Palestras (conforme necessidade/disponibilidade); • Oficina de Culinária (semanal). AÇÕES
  • 38. EDUCAÇÃO NUTRICIONAL Implantação por solicitação da visita de fiscalização CRN8 (2012)
  • 39. Auxílio na formação de equipe das áreas de serviços gerais e cuidadoras: processo de seleção... até 2015. Implantação de termos (entrega de uniforme, cadeado, crachá, condições do manipulador). AÇÕES
  • 40.  No início não havia profissional de T.O. Realizava a oficina de culinária sozinha. Levava o forninho, mesas e cadeiras para o salão. Hoje a oficina é realizada em parceria com a T.O. Nos últimos anos - Conseguimos uniforme novo: touca e avental; Espaço próprio: cozinha com forno próprio, pia, mesas e cadeiras. CONQUISTAS
  • 46. OFICINA DE CULINÁRIA – OBJETIVO DA NUTRIÇÃO E DA TERAPIA OCUPACIONAL Nutrição – Educação nutricional . T.O. – Resgate da autonomia. Os hóspedes preparam as receitas com nossa supervisão. Sempre preparamos receita normal e diet. PARCERIAS
  • 47. CALENDÁRIO DE FESTAS ANUAIS – NUTRIÇÃO x TERAPIA OCUPACIONAL Festa de aniversariantes com temáticas mensais; Carnaval; Dia das Mães; Festa Junina; Dia dos Pais; Primavera/Dia do Idoso; Natal. A cada ano, aperfeiçoamos e recriamos as festas. CONQUISTAS /PARCERIA
  • 48.  Nas festas a T.O. faz dinâmicas de integração com o tema abordado, os hóspedes auxiliam na decoração. Nutricionista elabora cardápios especiais com o tema da festa, compras, escalas, supervisão e gerenciamento da organização da festa. CONQUISTAS /PARCERIA
  • 54. NATAL
  • 55. IMPLANTAÇÃO DE FICHAS TÉCNICAS De 2009 a 2010 – Receituário padrão 2010 – Início da elaboração de FT (TCC/PÓS) 2013 – Reestruturação do arquivo de FT para atualização de valores de rendimento “automático” 2015 – 95% de FT das preparações do cardápio 2017 – Revisão do cardápio anual para finalizar as FT. TODAS AS FT FORAM TESTADAS NA UNIDADE PARA VERIFICAÇÃO SE CONDIZ COM REALIDADE. AÇÕES
  • 57. PARCERIA COM UNIVERSIDADES – ESTÁGIO CURRICULAR E VOLUNTARIADO DE FÉRIAS Início em 2010 - FT – PUC-PR 2011 a 2016 – Faculdades Integradas Espírita / Unibrasil / Fepar / Universidade Positivo / PUC-PR / UFPR UAN Clínica Atividades de rotina, além de propostas de atividades específicas. AÇÕES
  • 59. Elaboração de trabalhos científicos com as estagiárias e envio a congressos: 11 trabalhos formato resumo apresentados em congressos 1 trabalho escolhido para modalidade oral em congresso 1 trabalho publicado em revista científica. Mostra de trabalhos 2015. AÇÕES
  • 61. CONTROLE DE QUALIDADE Coleta de amostra; Verificação de temperatura dos alimentos, dos equipamentos (aquisição de termômetros); Controle de qualidade da água – poço – cloro – abrandador (detecção no buffet, máquina de lavar, encanamento após limpeza) – filtro de resíduos – análise de cloro e ph; Todos os processos são registrados em planilha própria e os colaboradores e estagiários treinados a executar (no início eu realizava todas as verificações). IMPLANTAÇÕES
  • 63. TRABALHO EM EQUIPE Reuniões mensais de equipe durante 2016 para a construção do site: www.laradelaide.com.br Reuniões mensais de equipe 2017 para a implantação do Plano de cuidados individualizado. AVANÇOS
  • 64. Cruzar informações de cardápio, FT e planilhas de pedido = “SISTEMA”. Separação da cozinha com o refeitório - buffet planejado, divisórias em vidro, reforma do passa- pratos, reforma da entrada do estoque. SONHOS!
  • 65. 2014 - Convite do CRN-8 “III Seminário de Fiscalização dos CRNs da Região Sul” devido ao destaque pelas ações e conquistas ao longo dos 5 anos de trabalho na instituição. 2016 – Convite do CRN-10 “I Encontro para Nutricionistas RT em ILPI. “Implantação do Serviço de Nutrição na ILPI Lar para Idosos Adelaide Weiss Scarpa em Pinhais/PR – Uma História de Desafios e Conquistas”. 2016 – Participação no evento “1º Concurso Nacional de Experiências Exitosas em Conhecimentos e Estratégias em Alimentação e Nutrição: Multiplicando Experiências e Definindo Caminhos Sustentáveis”, promovido pelo CFN, no qual fui uma das vencedoras do concurso com o melhor vídeo. Este trabalho foi apresentado no CONBRAN 2016. Maio de 2017 – Convite do CRN-8 “Entre, a Casa é Sua”, com o tema “Estratégias no Atendimento Nutricional de Idosos Residentes em Instituição de Longa Permanência para Idosos”. REALIZAÇÕES!
  • 67. “Ninguém corta um remendo de roupa nova para costurá-lo em roupa velha. Caso contrário, o novo rasga o velho, e o remendo de roupa nova não combina com a roupa velha. Ninguém põe vinho novo em odres velhos, porque o vinho novo arrebenta os odres, e perdem-se o vinho e os odres. Vinho novo em odres novos”. E disse ainda: “Ninguém que tomou vinho envelhecido deseja vinho novo, pois diz”: ‘O velho é melhor’. (Lucas 36:39) Obrigada!Contato: flaviacsevero@gmail.com nutricaolaradelaide@gmail.com Facebook: Lar Adelaide Weiss Scarpa Site: www.laradelaide.com.br (41) 98411-3064 / (41) 3667-4872