SlideShare uma empresa Scribd logo
DOR NEUROPÁTICA Dr. Rafael Higashi Médico Neurologista www.estimulacaoneurologica.com.br
“ Dor é uma expressão sensorial ou emocional desagradável que é associada ou descrita em termos de lesão tecidual ” “ Comitê de taxonomia da Associação Internacional para Estudo da Dor”
Componente típico do nervo cutâneo
Vias aferentes primárias
Sensibilização do receptor nociceptivo
Mecanismo segmentar de sensibilização e de supressão de dor
Sistema de transmissão de mensagem nociceptiva
Tratos de projeção rostral da sensibilidade dolorosa
Sistema supressor de dor
Interação entre as unidades nociceptivas e supressoras de dor
Características semiológicas da dor Localização  Irradiação Caráter ou qualidade  Intensidade  Duração  Evolução  Relação com as funções orgânicas Fatores desencadeantes ou agravantes  Fatores atenuantes  Manifestações concomitantes
 
Tipos de dor  ( Harrison`s 15th edition) Dor somática ( pele, articulações e músculos ). Dor visceral. Dor neuropática(injúria do nervo, trato medular e ou tálamo).
Dor somática Estímulo nociceptivo usualmente evidente. Usualmente bem localizado Similar a outras dores somáticas identificadas anteriormente pelo paciente Alivia com antiinflamatórios ou analgésicos narcóticos.  Ex: Síndrome Dolorosa Miofascial, Tendinites, Bursites, Traumas, Osteoartrose e etc.
Dor visceral Mais comumente ativado pela inflamação Pobre de localização e usualmente referida Associado com desconforto difuso, ex: náuseas , inchaços . Aliviado com analgésicos narcóticos  Ex:  infarto agudo do miocárdio, infarto mesentérico, úlcera gastroduodenal, apendicite aguda e etc.
Dor neuropática   Estímulo óbvio nociceptivo ausente  Associação evidente de lesão nervosa, ex: alteração da sensibilidade, fraqueza. Dor atípica, diferente da dor somática, comumente como facada ou qualidade elétrica.  Resposta somente parcial com analgésicos narcóticos, pode responder com antidepressivos e anticonvulsivantes. Causalgia e Distrofia Simpático Reflexo. EX: polineuropatias dolorosas, neuralgia herpética, neuralgia do trigêmio e etc.
Doenças do nervo periférico :   Plexopatia braquial (a)Atrofia global do braço esquerdo  em uma plexopatia braquial pós traumática associado com (b) síndrome de Horner
Amiotrofia neurálgica   Aspecto em asa da escápula direita devido à amiotrofia neurálgica do plexo braquial causando fraqueza do serrátil anterior(inervado pelo nervo torácico longo)
Polineuropatias dolorosas Distribuição em bota e luva simétrico. Causas: metábolicas, nutricionais, tóxicas, drogas, isquêmicas, hereditária, infecciosa e outras. Relacionado inicialmente com as fibras finas e padrão axonal na ENMG.
Deformidade na articulação do calcanhar (Charcot) em um paciente com polineuropatia simétrica distal sensitiva devido à Diabetes Melitus.
Polineuropatia Etílico-carencial
Síndrome de Guillain-Barré
Deficiência de vitamina B12
Mononeuropatia Múltipla da Hanseníase
Mononeuropatias :  Neuropatia do nervo mediano Área da pele inervada pelo nervo mediano
Perda da eminência tenar em mão esquerda devido a fraqueza e amiotrofia do músculo abdutor curto do polegar como resultado da neuropatia mediana a nível do punho esquerdo devido à compressão à nível do túnel do carpo(síndrome do túnel do carpo).
(a) Atrofia da eminência tenar com (b) incapacidade de oposição do polegar
Neuropatia do nervo ulnar

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Semiologia da Febre
Semiologia da FebreSemiologia da Febre
Semiologia da Febre
pauloalambert
 
Aula - SNC - Tratamento para dor neuropática e dor inflamatória
Aula - SNC - Tratamento para dor neuropática e dor inflamatóriaAula - SNC - Tratamento para dor neuropática e dor inflamatória
Aula - SNC - Tratamento para dor neuropática e dor inflamatória
Mauro Cunha Xavier Pinto
 
Semiologia da dor 2017
Semiologia da dor 2017Semiologia da dor 2017
Semiologia da dor 2017
pauloalambert
 
Semiologia 08 oftalmologia - anatomia do olho e exame físico pdf
Semiologia 08   oftalmologia - anatomia do olho e exame físico pdfSemiologia 08   oftalmologia - anatomia do olho e exame físico pdf
Semiologia 08 oftalmologia - anatomia do olho e exame físico pdf
Jucie Vasconcelos
 
Reflexos
ReflexosReflexos
Reflexos
pauloalambert
 
Dor neuropatica
Dor neuropaticaDor neuropatica
Dor neuropatica
adrianomedico
 
Anamnese neurológica
Anamnese neurológicaAnamnese neurológica
Anamnese neurológica
pauloalambert
 
Dor NeuropáTica
Dor NeuropáTicaDor NeuropáTica
Dor NeuropáTica
Marcelo Benedet Tournier
 
Fisiopatologia do córtex cerebral
Fisiopatologia do córtex cerebralFisiopatologia do córtex cerebral
Fisiopatologia do córtex cerebral
Marcus César Petindá Fonseca
 
Sistema nervoso central
Sistema nervoso centralSistema nervoso central
Sistema nervoso central
Sebastiao Margarida
 
Aula - SNC - Opioides
Aula  - SNC - OpioidesAula  - SNC - Opioides
Aula - SNC - Opioides
Mauro Cunha Xavier Pinto
 
Introdução e divisões da patologia
Introdução e divisões da patologiaIntrodução e divisões da patologia
Introdução e divisões da patologia
Eduardo Crisóstomo
 
I neurónio sensitivo
I neurónio sensitivoI neurónio sensitivo
I neurónio sensitivo
Penélope Almeida
 
Neurofisiologia - organização do sistema nervoso - aula 1 capítulo 1
Neurofisiologia - organização do sistema nervoso - aula 1 capítulo 1Neurofisiologia - organização do sistema nervoso - aula 1 capítulo 1
Neurofisiologia - organização do sistema nervoso - aula 1 capítulo 1
Cleanto Santos Vieira
 
Anatomia do sistema nervoso periférico somático
Anatomia do sistema nervoso periférico somáticoAnatomia do sistema nervoso periférico somático
Anatomia do sistema nervoso periférico somático
Rogério Porto da Rocha
 
Semiologia 03 semiologia do aparelho respiratório aplicada
Semiologia 03   semiologia do aparelho respiratório aplicadaSemiologia 03   semiologia do aparelho respiratório aplicada
Semiologia 03 semiologia do aparelho respiratório aplicada
Jucie Vasconcelos
 
Semiologia 10 dermatologia - semiologia dermatológica pdf
Semiologia 10   dermatologia - semiologia dermatológica pdfSemiologia 10   dermatologia - semiologia dermatológica pdf
Semiologia 10 dermatologia - semiologia dermatológica pdf
Jucie Vasconcelos
 
Medresumos 2016 neuroanatomia 21 - grandes vias eferentes
Medresumos 2016   neuroanatomia 21 - grandes vias eferentesMedresumos 2016   neuroanatomia 21 - grandes vias eferentes
Medresumos 2016 neuroanatomia 21 - grandes vias eferentes
Jucie Vasconcelos
 
Eletroterapia - fisiologia e psicologia da dor vias ascendentes - capítulo 2 ...
Eletroterapia - fisiologia e psicologia da dor vias ascendentes - capítulo 2 ...Eletroterapia - fisiologia e psicologia da dor vias ascendentes - capítulo 2 ...
Eletroterapia - fisiologia e psicologia da dor vias ascendentes - capítulo 2 ...
Cleanto Santos Vieira
 
Semiologia da Dor
Semiologia da DorSemiologia da Dor
Semiologia da Dor
pauloalambert
 

Mais procurados (20)

Semiologia da Febre
Semiologia da FebreSemiologia da Febre
Semiologia da Febre
 
Aula - SNC - Tratamento para dor neuropática e dor inflamatória
Aula - SNC - Tratamento para dor neuropática e dor inflamatóriaAula - SNC - Tratamento para dor neuropática e dor inflamatória
Aula - SNC - Tratamento para dor neuropática e dor inflamatória
 
Semiologia da dor 2017
Semiologia da dor 2017Semiologia da dor 2017
Semiologia da dor 2017
 
Semiologia 08 oftalmologia - anatomia do olho e exame físico pdf
Semiologia 08   oftalmologia - anatomia do olho e exame físico pdfSemiologia 08   oftalmologia - anatomia do olho e exame físico pdf
Semiologia 08 oftalmologia - anatomia do olho e exame físico pdf
 
Reflexos
ReflexosReflexos
Reflexos
 
Dor neuropatica
Dor neuropaticaDor neuropatica
Dor neuropatica
 
Anamnese neurológica
Anamnese neurológicaAnamnese neurológica
Anamnese neurológica
 
Dor NeuropáTica
Dor NeuropáTicaDor NeuropáTica
Dor NeuropáTica
 
Fisiopatologia do córtex cerebral
Fisiopatologia do córtex cerebralFisiopatologia do córtex cerebral
Fisiopatologia do córtex cerebral
 
Sistema nervoso central
Sistema nervoso centralSistema nervoso central
Sistema nervoso central
 
Aula - SNC - Opioides
Aula  - SNC - OpioidesAula  - SNC - Opioides
Aula - SNC - Opioides
 
Introdução e divisões da patologia
Introdução e divisões da patologiaIntrodução e divisões da patologia
Introdução e divisões da patologia
 
I neurónio sensitivo
I neurónio sensitivoI neurónio sensitivo
I neurónio sensitivo
 
Neurofisiologia - organização do sistema nervoso - aula 1 capítulo 1
Neurofisiologia - organização do sistema nervoso - aula 1 capítulo 1Neurofisiologia - organização do sistema nervoso - aula 1 capítulo 1
Neurofisiologia - organização do sistema nervoso - aula 1 capítulo 1
 
Anatomia do sistema nervoso periférico somático
Anatomia do sistema nervoso periférico somáticoAnatomia do sistema nervoso periférico somático
Anatomia do sistema nervoso periférico somático
 
Semiologia 03 semiologia do aparelho respiratório aplicada
Semiologia 03   semiologia do aparelho respiratório aplicadaSemiologia 03   semiologia do aparelho respiratório aplicada
Semiologia 03 semiologia do aparelho respiratório aplicada
 
Semiologia 10 dermatologia - semiologia dermatológica pdf
Semiologia 10   dermatologia - semiologia dermatológica pdfSemiologia 10   dermatologia - semiologia dermatológica pdf
Semiologia 10 dermatologia - semiologia dermatológica pdf
 
Medresumos 2016 neuroanatomia 21 - grandes vias eferentes
Medresumos 2016   neuroanatomia 21 - grandes vias eferentesMedresumos 2016   neuroanatomia 21 - grandes vias eferentes
Medresumos 2016 neuroanatomia 21 - grandes vias eferentes
 
Eletroterapia - fisiologia e psicologia da dor vias ascendentes - capítulo 2 ...
Eletroterapia - fisiologia e psicologia da dor vias ascendentes - capítulo 2 ...Eletroterapia - fisiologia e psicologia da dor vias ascendentes - capítulo 2 ...
Eletroterapia - fisiologia e psicologia da dor vias ascendentes - capítulo 2 ...
 
Semiologia da Dor
Semiologia da DorSemiologia da Dor
Semiologia da Dor
 

Destaque

Anatomia e Fisiologia da Dor
Anatomia e Fisiologia da DorAnatomia e Fisiologia da Dor
Anatomia e Fisiologia da Dor
jbtajra
 
Cefaléias: Quando investigar ?
Cefaléias: Quando investigar ?Cefaléias: Quando investigar ?
Cefaléias: Quando investigar ?
Dr. Rafael Higashi
 
Transcranial Magnetic Stimulation ( TMS) for Chronic Pain
Transcranial Magnetic Stimulation ( TMS) for Chronic PainTranscranial Magnetic Stimulation ( TMS) for Chronic Pain
Transcranial Magnetic Stimulation ( TMS) for Chronic Pain
Dr. Rafael Higashi
 
Ecocolordoppler Transcraniano: método e indicação
Ecocolordoppler Transcraniano: método e indicaçãoEcocolordoppler Transcraniano: método e indicação
Ecocolordoppler Transcraniano: método e indicação
Dr. Rafael Higashi
 
Dor Lombar: Como iniciar o raciocínio médico ?
Dor Lombar: Como iniciar o raciocínio médico ?Dor Lombar: Como iniciar o raciocínio médico ?
Dor Lombar: Como iniciar o raciocínio médico ?
Dr. Rafael Higashi
 
Anticonvulsivantes na profilaxia de enxaqueca
Anticonvulsivantes na profilaxia de enxaquecaAnticonvulsivantes na profilaxia de enxaqueca
Anticonvulsivantes na profilaxia de enxaqueca
Dr. Rafael Higashi
 
Introdução ao Estudo da Cefaléias
Introdução ao Estudo da CefaléiasIntrodução ao Estudo da Cefaléias
Introdução ao Estudo da Cefaléias
Dr. Rafael Higashi
 
Síndrome dolorosa do complexo regional I e II
Síndrome dolorosa do complexo regional  I e IISíndrome dolorosa do complexo regional  I e II
Síndrome dolorosa do complexo regional I e II
Dr. Rafael Higashi
 
Fisiologia da dor
Fisiologia da dorFisiologia da dor
Fisiologia da dor
Ludimilla Albuquerque
 
Dor Crônica Orofacial e Tratamento com Técnica de Fisher
Dor Crônica Orofacial e Tratamento com Técnica de FisherDor Crônica Orofacial e Tratamento com Técnica de Fisher
Dor Crônica Orofacial e Tratamento com Técnica de Fisher
Dr. Rafael Higashi
 
Investigação diagnóstica das neuropatias periféricas
Investigação diagnóstica das neuropatias periféricasInvestigação diagnóstica das neuropatias periféricas
Investigação diagnóstica das neuropatias periféricas
Dr. Rafael Higashi
 
Neuropatias Periféricas
Neuropatias PeriféricasNeuropatias Periféricas
Neuropatias Periféricas
Dr. Rafael Higashi
 
Distúrbios das Funções Cerebrais Superiores
Distúrbios das Funções Cerebrais SuperioresDistúrbios das Funções Cerebrais Superiores
Distúrbios das Funções Cerebrais Superiores
Dr. Rafael Higashi
 
Doença de Alzheimer
Doença de AlzheimerDoença de Alzheimer
Doença de Alzheimer
Dr. Rafael Higashi
 
Introdução a Estimulação Magnética Transcraniana Repetitiva (EMT)
Introdução a Estimulação Magnética Transcraniana Repetitiva (EMT)Introdução a Estimulação Magnética Transcraniana Repetitiva (EMT)
Introdução a Estimulação Magnética Transcraniana Repetitiva (EMT)
Dr. Rafael Higashi
 
Diagnóstico e tratamento da cefaléia em salvas
Diagnóstico e tratamento da cefaléia em salvasDiagnóstico e tratamento da cefaléia em salvas
Diagnóstico e tratamento da cefaléia em salvas
Dr. Rafael Higashi
 
Sumatriptano, trimebutina, meloxican e a associação das três drogas no trata...
Sumatriptano, trimebutina, meloxican  e a associação das três drogas no trata...Sumatriptano, trimebutina, meloxican  e a associação das três drogas no trata...
Sumatriptano, trimebutina, meloxican e a associação das três drogas no trata...
Dr. Rafael Higashi
 
Tratamento Agudo e Profilático da Enxaqueca
Tratamento Agudo e Profilático da EnxaquecaTratamento Agudo e Profilático da Enxaqueca
Tratamento Agudo e Profilático da Enxaqueca
Dr. Rafael Higashi
 
História de migranêa e risco de dissecção arterial
História de migranêa e risco de dissecção arterialHistória de migranêa e risco de dissecção arterial
História de migranêa e risco de dissecção arterial
Dr. Rafael Higashi
 
Myofascial pain and fibromyalgia
Myofascial pain and fibromyalgiaMyofascial pain and fibromyalgia
Myofascial pain and fibromyalgia
Dr. Rafael Higashi
 

Destaque (20)

Anatomia e Fisiologia da Dor
Anatomia e Fisiologia da DorAnatomia e Fisiologia da Dor
Anatomia e Fisiologia da Dor
 
Cefaléias: Quando investigar ?
Cefaléias: Quando investigar ?Cefaléias: Quando investigar ?
Cefaléias: Quando investigar ?
 
Transcranial Magnetic Stimulation ( TMS) for Chronic Pain
Transcranial Magnetic Stimulation ( TMS) for Chronic PainTranscranial Magnetic Stimulation ( TMS) for Chronic Pain
Transcranial Magnetic Stimulation ( TMS) for Chronic Pain
 
Ecocolordoppler Transcraniano: método e indicação
Ecocolordoppler Transcraniano: método e indicaçãoEcocolordoppler Transcraniano: método e indicação
Ecocolordoppler Transcraniano: método e indicação
 
Dor Lombar: Como iniciar o raciocínio médico ?
Dor Lombar: Como iniciar o raciocínio médico ?Dor Lombar: Como iniciar o raciocínio médico ?
Dor Lombar: Como iniciar o raciocínio médico ?
 
Anticonvulsivantes na profilaxia de enxaqueca
Anticonvulsivantes na profilaxia de enxaquecaAnticonvulsivantes na profilaxia de enxaqueca
Anticonvulsivantes na profilaxia de enxaqueca
 
Introdução ao Estudo da Cefaléias
Introdução ao Estudo da CefaléiasIntrodução ao Estudo da Cefaléias
Introdução ao Estudo da Cefaléias
 
Síndrome dolorosa do complexo regional I e II
Síndrome dolorosa do complexo regional  I e IISíndrome dolorosa do complexo regional  I e II
Síndrome dolorosa do complexo regional I e II
 
Fisiologia da dor
Fisiologia da dorFisiologia da dor
Fisiologia da dor
 
Dor Crônica Orofacial e Tratamento com Técnica de Fisher
Dor Crônica Orofacial e Tratamento com Técnica de FisherDor Crônica Orofacial e Tratamento com Técnica de Fisher
Dor Crônica Orofacial e Tratamento com Técnica de Fisher
 
Investigação diagnóstica das neuropatias periféricas
Investigação diagnóstica das neuropatias periféricasInvestigação diagnóstica das neuropatias periféricas
Investigação diagnóstica das neuropatias periféricas
 
Neuropatias Periféricas
Neuropatias PeriféricasNeuropatias Periféricas
Neuropatias Periféricas
 
Distúrbios das Funções Cerebrais Superiores
Distúrbios das Funções Cerebrais SuperioresDistúrbios das Funções Cerebrais Superiores
Distúrbios das Funções Cerebrais Superiores
 
Doença de Alzheimer
Doença de AlzheimerDoença de Alzheimer
Doença de Alzheimer
 
Introdução a Estimulação Magnética Transcraniana Repetitiva (EMT)
Introdução a Estimulação Magnética Transcraniana Repetitiva (EMT)Introdução a Estimulação Magnética Transcraniana Repetitiva (EMT)
Introdução a Estimulação Magnética Transcraniana Repetitiva (EMT)
 
Diagnóstico e tratamento da cefaléia em salvas
Diagnóstico e tratamento da cefaléia em salvasDiagnóstico e tratamento da cefaléia em salvas
Diagnóstico e tratamento da cefaléia em salvas
 
Sumatriptano, trimebutina, meloxican e a associação das três drogas no trata...
Sumatriptano, trimebutina, meloxican  e a associação das três drogas no trata...Sumatriptano, trimebutina, meloxican  e a associação das três drogas no trata...
Sumatriptano, trimebutina, meloxican e a associação das três drogas no trata...
 
Tratamento Agudo e Profilático da Enxaqueca
Tratamento Agudo e Profilático da EnxaquecaTratamento Agudo e Profilático da Enxaqueca
Tratamento Agudo e Profilático da Enxaqueca
 
História de migranêa e risco de dissecção arterial
História de migranêa e risco de dissecção arterialHistória de migranêa e risco de dissecção arterial
História de migranêa e risco de dissecção arterial
 
Myofascial pain and fibromyalgia
Myofascial pain and fibromyalgiaMyofascial pain and fibromyalgia
Myofascial pain and fibromyalgia
 

Semelhante a Dor Neuropática

Dor 2020
Dor 2020Dor 2020
Dor 2020
pauloalambert
 
Semiologia da dor
Semiologia da dor Semiologia da dor
Semiologia da dor
pauloalambert
 
Atuação fisioterapeutica na Dor Crônica.pptx
Atuação fisioterapeutica na Dor Crônica.pptxAtuação fisioterapeutica na Dor Crônica.pptx
Atuação fisioterapeutica na Dor Crônica.pptx
EstruturaCorpo
 
Semiologia da dor
Semiologia da dorSemiologia da dor
Semiologia da dor
Giovani Venturim
 
Herpes zoster
Herpes zosterHerpes zoster
Herpes zoster
Anestesiador
 
Interv. farm. doente oncológico Professora
Interv. farm. doente oncológico ProfessoraInterv. farm. doente oncológico Professora
Interv. farm. doente oncológico Professora
helenapmpereira27
 
Dor o 5_sinal_vital (1)
Dor o 5_sinal_vital (1)Dor o 5_sinal_vital (1)
Dor o 5_sinal_vital (1)
jessdamb
 
Neuropathic Pain Summary Portuguese
Neuropathic Pain Summary PortugueseNeuropathic Pain Summary Portuguese
Neuropathic Pain Summary Portuguese
Claudio Pericles
 
Neuropathic Pain Summary Portuguese
Neuropathic Pain Summary PortugueseNeuropathic Pain Summary Portuguese
Neuropathic Pain Summary Portuguese
Claudio Pericles
 
Dor e qualidade de vida
Dor e qualidade de vidaDor e qualidade de vida
Dor e qualidade de vida
Miguel Loureiro
 
Dor Neuropatica ( Eem )
Dor Neuropatica ( Eem )Dor Neuropatica ( Eem )
Dor Neuropatica ( Eem )
Ricardo Ferreira
 
Dor - Prevalência, Avaliação, Tratamento
Dor - Prevalência, Avaliação, TratamentoDor - Prevalência, Avaliação, Tratamento
Dor - Prevalência, Avaliação, Tratamento
ElsaSoares
 
Fibromialgia slds off
Fibromialgia slds offFibromialgia slds off
Fibromialgia slds off
Gabialbers
 
Dor neuropatica.2012
Dor neuropatica.2012Dor neuropatica.2012
Dor neuropatica.2012
Marinho Fisiologia
 
Sensibilidade 16
Sensibilidade 16Sensibilidade 16
Sensibilidade 16
pauloalambert
 
Sensibilidade
Sensibilidade Sensibilidade
Sensibilidade
Paulo Alambert
 
Dor no idoso
Dor no idosoDor no idoso
Dor no idoso
Natha Fisioterapia
 
lombalgia.pdf
lombalgia.pdflombalgia.pdf
lombalgia.pdf
zLazaro
 
Simpósio Hanseníase - Tratamento da dor na hanseníase - dra Lia
Simpósio Hanseníase - Tratamento da dor na hanseníase - dra LiaSimpósio Hanseníase - Tratamento da dor na hanseníase - dra Lia
Simpósio Hanseníase - Tratamento da dor na hanseníase - dra Lia
lascounic
 
Dor OpçãO
Dor   OpçãODor   OpçãO

Semelhante a Dor Neuropática (20)

Dor 2020
Dor 2020Dor 2020
Dor 2020
 
Semiologia da dor
Semiologia da dor Semiologia da dor
Semiologia da dor
 
Atuação fisioterapeutica na Dor Crônica.pptx
Atuação fisioterapeutica na Dor Crônica.pptxAtuação fisioterapeutica na Dor Crônica.pptx
Atuação fisioterapeutica na Dor Crônica.pptx
 
Semiologia da dor
Semiologia da dorSemiologia da dor
Semiologia da dor
 
Herpes zoster
Herpes zosterHerpes zoster
Herpes zoster
 
Interv. farm. doente oncológico Professora
Interv. farm. doente oncológico ProfessoraInterv. farm. doente oncológico Professora
Interv. farm. doente oncológico Professora
 
Dor o 5_sinal_vital (1)
Dor o 5_sinal_vital (1)Dor o 5_sinal_vital (1)
Dor o 5_sinal_vital (1)
 
Neuropathic Pain Summary Portuguese
Neuropathic Pain Summary PortugueseNeuropathic Pain Summary Portuguese
Neuropathic Pain Summary Portuguese
 
Neuropathic Pain Summary Portuguese
Neuropathic Pain Summary PortugueseNeuropathic Pain Summary Portuguese
Neuropathic Pain Summary Portuguese
 
Dor e qualidade de vida
Dor e qualidade de vidaDor e qualidade de vida
Dor e qualidade de vida
 
Dor Neuropatica ( Eem )
Dor Neuropatica ( Eem )Dor Neuropatica ( Eem )
Dor Neuropatica ( Eem )
 
Dor - Prevalência, Avaliação, Tratamento
Dor - Prevalência, Avaliação, TratamentoDor - Prevalência, Avaliação, Tratamento
Dor - Prevalência, Avaliação, Tratamento
 
Fibromialgia slds off
Fibromialgia slds offFibromialgia slds off
Fibromialgia slds off
 
Dor neuropatica.2012
Dor neuropatica.2012Dor neuropatica.2012
Dor neuropatica.2012
 
Sensibilidade 16
Sensibilidade 16Sensibilidade 16
Sensibilidade 16
 
Sensibilidade
Sensibilidade Sensibilidade
Sensibilidade
 
Dor no idoso
Dor no idosoDor no idoso
Dor no idoso
 
lombalgia.pdf
lombalgia.pdflombalgia.pdf
lombalgia.pdf
 
Simpósio Hanseníase - Tratamento da dor na hanseníase - dra Lia
Simpósio Hanseníase - Tratamento da dor na hanseníase - dra LiaSimpósio Hanseníase - Tratamento da dor na hanseníase - dra Lia
Simpósio Hanseníase - Tratamento da dor na hanseníase - dra Lia
 
Dor OpçãO
Dor   OpçãODor   OpçãO
Dor OpçãO
 

Mais de Dr. Rafael Higashi

Emagrecimento rápido sem remédios na visão do nutrólogo
Emagrecimento rápido sem remédios na visão do nutrólogoEmagrecimento rápido sem remédios na visão do nutrólogo
Emagrecimento rápido sem remédios na visão do nutrólogo
Dr. Rafael Higashi
 
O uso da neuromodulação cerebral não invasiva para melhora da performance esp...
O uso da neuromodulação cerebral não invasiva para melhora da performance esp...O uso da neuromodulação cerebral não invasiva para melhora da performance esp...
O uso da neuromodulação cerebral não invasiva para melhora da performance esp...
Dr. Rafael Higashi
 
NUTROLOGIA E DOENÇAS NEURODEGENERATIVAS
NUTROLOGIA E DOENÇAS NEURODEGENERATIVASNUTROLOGIA E DOENÇAS NEURODEGENERATIVAS
NUTROLOGIA E DOENÇAS NEURODEGENERATIVAS
Dr. Rafael Higashi
 
Aplicação de Neuromodulação Cerebral Não Invasiva no tratamento da depressão,...
Aplicação de Neuromodulação Cerebral Não Invasiva no tratamento da depressão,...Aplicação de Neuromodulação Cerebral Não Invasiva no tratamento da depressão,...
Aplicação de Neuromodulação Cerebral Não Invasiva no tratamento da depressão,...
Dr. Rafael Higashi
 
Neurofeedback como tratamento do TDAH, epilepsia, enxaqueca e dor neuropatia
Neurofeedback como tratamento do TDAH, epilepsia, enxaqueca e dor neuropatiaNeurofeedback como tratamento do TDAH, epilepsia, enxaqueca e dor neuropatia
Neurofeedback como tratamento do TDAH, epilepsia, enxaqueca e dor neuropatia
Dr. Rafael Higashi
 
Tratamento da Depressão Unipolar , Depressão Bipolar e Transtorno Obsessivo C...
Tratamento da Depressão Unipolar , Depressão Bipolar e Transtorno Obsessivo C...Tratamento da Depressão Unipolar , Depressão Bipolar e Transtorno Obsessivo C...
Tratamento da Depressão Unipolar , Depressão Bipolar e Transtorno Obsessivo C...
Dr. Rafael Higashi
 
Neuromodulação Cerebral com Estimulação Magnética Transcraniana Repetitiva na...
Neuromodulação Cerebral com Estimulação Magnética Transcraniana Repetitiva na...Neuromodulação Cerebral com Estimulação Magnética Transcraniana Repetitiva na...
Neuromodulação Cerebral com Estimulação Magnética Transcraniana Repetitiva na...
Dr. Rafael Higashi
 
Estudo da aplicação da Estimulação Magnética Transcraniana Repetitiva no Tran...
Estudo da aplicação da Estimulação Magnética Transcraniana Repetitiva no Tran...Estudo da aplicação da Estimulação Magnética Transcraniana Repetitiva no Tran...
Estudo da aplicação da Estimulação Magnética Transcraniana Repetitiva no Tran...
Dr. Rafael Higashi
 
Neuromodulação Cerebral com Estimulação Magnética Transcraniana na Dor C...
Neuromodulação Cerebral com Estimulação Magnética Transcraniana na Dor C...Neuromodulação Cerebral com Estimulação Magnética Transcraniana na Dor C...
Neuromodulação Cerebral com Estimulação Magnética Transcraniana na Dor C...
Dr. Rafael Higashi
 
Terapia com celulas tronco nas doencas neurodegenerativas
Terapia com celulas tronco nas doencas neurodegenerativasTerapia com celulas tronco nas doencas neurodegenerativas
Terapia com celulas tronco nas doencas neurodegenerativas
Dr. Rafael Higashi
 
Neuroimunologia
NeuroimunologiaNeuroimunologia
Neuroimunologia
Dr. Rafael Higashi
 
Nervos Cranianos: Exame físico Neurológico
Nervos Cranianos: Exame físico NeurológicoNervos Cranianos: Exame físico Neurológico
Nervos Cranianos: Exame físico Neurológico
Dr. Rafael Higashi
 
Cefaléia Cervicogênica
Cefaléia CervicogênicaCefaléia Cervicogênica
Cefaléia Cervicogênica
Dr. Rafael Higashi
 
Dores trigêminais
Dores trigêminaisDores trigêminais
Dores trigêminais
Dr. Rafael Higashi
 
Uso da Lamotrigina na Epilepsia
Uso da Lamotrigina na EpilepsiaUso da Lamotrigina na Epilepsia
Uso da Lamotrigina na Epilepsia
Dr. Rafael Higashi
 
Prevalência de fibromialgia e síndrôme dolorosa miofascial em pacientes com m...
Prevalência de fibromialgia e síndrôme dolorosa miofascial em pacientes com m...Prevalência de fibromialgia e síndrôme dolorosa miofascial em pacientes com m...
Prevalência de fibromialgia e síndrôme dolorosa miofascial em pacientes com m...
Dr. Rafael Higashi
 

Mais de Dr. Rafael Higashi (16)

Emagrecimento rápido sem remédios na visão do nutrólogo
Emagrecimento rápido sem remédios na visão do nutrólogoEmagrecimento rápido sem remédios na visão do nutrólogo
Emagrecimento rápido sem remédios na visão do nutrólogo
 
O uso da neuromodulação cerebral não invasiva para melhora da performance esp...
O uso da neuromodulação cerebral não invasiva para melhora da performance esp...O uso da neuromodulação cerebral não invasiva para melhora da performance esp...
O uso da neuromodulação cerebral não invasiva para melhora da performance esp...
 
NUTROLOGIA E DOENÇAS NEURODEGENERATIVAS
NUTROLOGIA E DOENÇAS NEURODEGENERATIVASNUTROLOGIA E DOENÇAS NEURODEGENERATIVAS
NUTROLOGIA E DOENÇAS NEURODEGENERATIVAS
 
Aplicação de Neuromodulação Cerebral Não Invasiva no tratamento da depressão,...
Aplicação de Neuromodulação Cerebral Não Invasiva no tratamento da depressão,...Aplicação de Neuromodulação Cerebral Não Invasiva no tratamento da depressão,...
Aplicação de Neuromodulação Cerebral Não Invasiva no tratamento da depressão,...
 
Neurofeedback como tratamento do TDAH, epilepsia, enxaqueca e dor neuropatia
Neurofeedback como tratamento do TDAH, epilepsia, enxaqueca e dor neuropatiaNeurofeedback como tratamento do TDAH, epilepsia, enxaqueca e dor neuropatia
Neurofeedback como tratamento do TDAH, epilepsia, enxaqueca e dor neuropatia
 
Tratamento da Depressão Unipolar , Depressão Bipolar e Transtorno Obsessivo C...
Tratamento da Depressão Unipolar , Depressão Bipolar e Transtorno Obsessivo C...Tratamento da Depressão Unipolar , Depressão Bipolar e Transtorno Obsessivo C...
Tratamento da Depressão Unipolar , Depressão Bipolar e Transtorno Obsessivo C...
 
Neuromodulação Cerebral com Estimulação Magnética Transcraniana Repetitiva na...
Neuromodulação Cerebral com Estimulação Magnética Transcraniana Repetitiva na...Neuromodulação Cerebral com Estimulação Magnética Transcraniana Repetitiva na...
Neuromodulação Cerebral com Estimulação Magnética Transcraniana Repetitiva na...
 
Estudo da aplicação da Estimulação Magnética Transcraniana Repetitiva no Tran...
Estudo da aplicação da Estimulação Magnética Transcraniana Repetitiva no Tran...Estudo da aplicação da Estimulação Magnética Transcraniana Repetitiva no Tran...
Estudo da aplicação da Estimulação Magnética Transcraniana Repetitiva no Tran...
 
Neuromodulação Cerebral com Estimulação Magnética Transcraniana na Dor C...
Neuromodulação Cerebral com Estimulação Magnética Transcraniana na Dor C...Neuromodulação Cerebral com Estimulação Magnética Transcraniana na Dor C...
Neuromodulação Cerebral com Estimulação Magnética Transcraniana na Dor C...
 
Terapia com celulas tronco nas doencas neurodegenerativas
Terapia com celulas tronco nas doencas neurodegenerativasTerapia com celulas tronco nas doencas neurodegenerativas
Terapia com celulas tronco nas doencas neurodegenerativas
 
Neuroimunologia
NeuroimunologiaNeuroimunologia
Neuroimunologia
 
Nervos Cranianos: Exame físico Neurológico
Nervos Cranianos: Exame físico NeurológicoNervos Cranianos: Exame físico Neurológico
Nervos Cranianos: Exame físico Neurológico
 
Cefaléia Cervicogênica
Cefaléia CervicogênicaCefaléia Cervicogênica
Cefaléia Cervicogênica
 
Dores trigêminais
Dores trigêminaisDores trigêminais
Dores trigêminais
 
Uso da Lamotrigina na Epilepsia
Uso da Lamotrigina na EpilepsiaUso da Lamotrigina na Epilepsia
Uso da Lamotrigina na Epilepsia
 
Prevalência de fibromialgia e síndrôme dolorosa miofascial em pacientes com m...
Prevalência de fibromialgia e síndrôme dolorosa miofascial em pacientes com m...Prevalência de fibromialgia e síndrôme dolorosa miofascial em pacientes com m...
Prevalência de fibromialgia e síndrôme dolorosa miofascial em pacientes com m...
 

Último

A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptxA perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
marcos oliveira
 
1°ao5°ano_HISTÓRIA_ORGANIZADOR CURRICULAR BIMESTRAL (1) educação infantil fu...
1°ao5°ano_HISTÓRIA_ORGANIZADOR CURRICULAR BIMESTRAL (1)  educação infantil fu...1°ao5°ano_HISTÓRIA_ORGANIZADOR CURRICULAR BIMESTRAL (1)  educação infantil fu...
1°ao5°ano_HISTÓRIA_ORGANIZADOR CURRICULAR BIMESTRAL (1) educação infantil fu...
antonio carlos
 
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História. Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
Mary Alvarenga
 
Relatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
Texto e atividade - O que fazemos com a água que usamos.
Texto e atividade -  O que fazemos com a água que usamos.Texto e atividade -  O que fazemos com a água que usamos.
Texto e atividade - O que fazemos com a água que usamos.
Mary Alvarenga
 
As Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
As Ideias Têm Consequências - Richard M. WeaverAs Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
As Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
C4io99
 
IV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptx
IV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptxIV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptx
IV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptx
Ligia Galvão
 
Relatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
Relatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
Caça - palavras e cruzadinha com dígrafos
Caça - palavras  e cruzadinha   com  dígrafosCaça - palavras  e cruzadinha   com  dígrafos
Caça - palavras e cruzadinha com dígrafos
Mary Alvarenga
 
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdfoficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
marcos oliveira
 
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
Slides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptx
Slides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptxSlides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptx
Slides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Mary Alvarenga
 
Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM
Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM
Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM
Falcão Brasil
 
Guerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibéricaGuerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibérica
felipescherner
 
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e CaminhosAprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
Leonel Morgado
 
farmacologia-segura-em-mapas-mentais-reduzindo-os-riscos-da-terapeutica-24040...
farmacologia-segura-em-mapas-mentais-reduzindo-os-riscos-da-terapeutica-24040...farmacologia-segura-em-mapas-mentais-reduzindo-os-riscos-da-terapeutica-24040...
farmacologia-segura-em-mapas-mentais-reduzindo-os-riscos-da-terapeutica-24040...
AngelicaCostaMeirele2
 
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 

Último (20)

A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptxA perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
 
1°ao5°ano_HISTÓRIA_ORGANIZADOR CURRICULAR BIMESTRAL (1) educação infantil fu...
1°ao5°ano_HISTÓRIA_ORGANIZADOR CURRICULAR BIMESTRAL (1)  educação infantil fu...1°ao5°ano_HISTÓRIA_ORGANIZADOR CURRICULAR BIMESTRAL (1)  educação infantil fu...
1°ao5°ano_HISTÓRIA_ORGANIZADOR CURRICULAR BIMESTRAL (1) educação infantil fu...
 
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História. Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
 
Relatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdf
 
Texto e atividade - O que fazemos com a água que usamos.
Texto e atividade -  O que fazemos com a água que usamos.Texto e atividade -  O que fazemos com a água que usamos.
Texto e atividade - O que fazemos com a água que usamos.
 
As Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
As Ideias Têm Consequências - Richard M. WeaverAs Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
As Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
 
IV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptx
IV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptxIV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptx
IV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptx
 
Relatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdf
 
Relatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdf
 
Caça - palavras e cruzadinha com dígrafos
Caça - palavras  e cruzadinha   com  dígrafosCaça - palavras  e cruzadinha   com  dígrafos
Caça - palavras e cruzadinha com dígrafos
 
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdfoficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
 
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
 
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
 
Slides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptx
Slides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptxSlides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptx
Slides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptx
 
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
 
Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM
Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM
Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM
 
Guerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibéricaGuerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibérica
 
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e CaminhosAprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
 
farmacologia-segura-em-mapas-mentais-reduzindo-os-riscos-da-terapeutica-24040...
farmacologia-segura-em-mapas-mentais-reduzindo-os-riscos-da-terapeutica-24040...farmacologia-segura-em-mapas-mentais-reduzindo-os-riscos-da-terapeutica-24040...
farmacologia-segura-em-mapas-mentais-reduzindo-os-riscos-da-terapeutica-24040...
 
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
 

Dor Neuropática

  • 1. DOR NEUROPÁTICA Dr. Rafael Higashi Médico Neurologista www.estimulacaoneurologica.com.br
  • 2. “ Dor é uma expressão sensorial ou emocional desagradável que é associada ou descrita em termos de lesão tecidual ” “ Comitê de taxonomia da Associação Internacional para Estudo da Dor”
  • 3. Componente típico do nervo cutâneo
  • 6. Mecanismo segmentar de sensibilização e de supressão de dor
  • 7. Sistema de transmissão de mensagem nociceptiva
  • 8. Tratos de projeção rostral da sensibilidade dolorosa
  • 10. Interação entre as unidades nociceptivas e supressoras de dor
  • 11. Características semiológicas da dor Localização Irradiação Caráter ou qualidade Intensidade Duração Evolução Relação com as funções orgânicas Fatores desencadeantes ou agravantes Fatores atenuantes Manifestações concomitantes
  • 12.  
  • 13. Tipos de dor ( Harrison`s 15th edition) Dor somática ( pele, articulações e músculos ). Dor visceral. Dor neuropática(injúria do nervo, trato medular e ou tálamo).
  • 14. Dor somática Estímulo nociceptivo usualmente evidente. Usualmente bem localizado Similar a outras dores somáticas identificadas anteriormente pelo paciente Alivia com antiinflamatórios ou analgésicos narcóticos. Ex: Síndrome Dolorosa Miofascial, Tendinites, Bursites, Traumas, Osteoartrose e etc.
  • 15. Dor visceral Mais comumente ativado pela inflamação Pobre de localização e usualmente referida Associado com desconforto difuso, ex: náuseas , inchaços . Aliviado com analgésicos narcóticos Ex: infarto agudo do miocárdio, infarto mesentérico, úlcera gastroduodenal, apendicite aguda e etc.
  • 16. Dor neuropática Estímulo óbvio nociceptivo ausente Associação evidente de lesão nervosa, ex: alteração da sensibilidade, fraqueza. Dor atípica, diferente da dor somática, comumente como facada ou qualidade elétrica. Resposta somente parcial com analgésicos narcóticos, pode responder com antidepressivos e anticonvulsivantes. Causalgia e Distrofia Simpático Reflexo. EX: polineuropatias dolorosas, neuralgia herpética, neuralgia do trigêmio e etc.
  • 17. Doenças do nervo periférico : Plexopatia braquial (a)Atrofia global do braço esquerdo em uma plexopatia braquial pós traumática associado com (b) síndrome de Horner
  • 18. Amiotrofia neurálgica Aspecto em asa da escápula direita devido à amiotrofia neurálgica do plexo braquial causando fraqueza do serrátil anterior(inervado pelo nervo torácico longo)
  • 19. Polineuropatias dolorosas Distribuição em bota e luva simétrico. Causas: metábolicas, nutricionais, tóxicas, drogas, isquêmicas, hereditária, infecciosa e outras. Relacionado inicialmente com as fibras finas e padrão axonal na ENMG.
  • 20. Deformidade na articulação do calcanhar (Charcot) em um paciente com polineuropatia simétrica distal sensitiva devido à Diabetes Melitus.
  • 25. Mononeuropatias : Neuropatia do nervo mediano Área da pele inervada pelo nervo mediano
  • 26. Perda da eminência tenar em mão esquerda devido a fraqueza e amiotrofia do músculo abdutor curto do polegar como resultado da neuropatia mediana a nível do punho esquerdo devido à compressão à nível do túnel do carpo(síndrome do túnel do carpo).
  • 27. (a) Atrofia da eminência tenar com (b) incapacidade de oposição do polegar