SlideShare uma empresa Scribd logo
AGRUPAMENTO DE ESCOLAS ALEXANDRE HERCULANO
ESCOLA EB ALEXANDRE HERCULANO

Quinta do Mergulhão – Srª. da Guia – 2005-075 Santarém
Telf: 243309420 | Fax: 243309426/7 | E-mail: secretaria@ae-alexandreherculano.pt

Ficha de Avaliação de ___________________Ano: ___ Tª ___
Nome:__________________________________________________________

Nº___ Data: ___/___/____

Enc. de Educação: _________________________________________________ Prof: _________________
Avaliação: ________________________________________________________________________________
1- Lê o texto que se segue.
“ As florestas da terra têm sido devastadas devido ao abate intensivo das suas árvores para
obtenção dos seus recursos naturais, como é a madeira.
A acumulação de lixos não tratados no solo destrói muitos habitats naturais, muitas formas de
vida e contamina as águas subterrâneas.
Muitos habitats aquáticos têm sido poluídos com derrames de petróleo, bem como com esgotos
domésticos e industriais.”
1.1 - Retira do texto as causas da destruição dos habitats.
1- _____________________________________
2- _____________________________________
3- _____________________________________
4- _____________________________________
2 – A proteção da Natureza é cada vez mais importante para o futuro da Terra.
2.1 – Indica duas regras que devemos respeitar para proteger a Natureza.
____________________________________________________________________________
___________________________________________________________________________
3- Coloca junto das expressões da coluna A as letras da coluna B, de modo a obteres
afirmações corretas.


O golfinho não tem pêlos … ____



A gaivota mergulha sem molhar as penas … ____



A pelagem isola o corpo e … ____



Nas aves aquáticas as penas são importantes … ___
A - …porque o seu revestimento é impermeável à água.
B - …mantém a temperatura do corpo constante.
C - … porque ajudam a flutuar na água.
D - … para mais facilmente se deslocar na água
4.Lê atentamente o seguinte texto:
“Os perus selvagens vivem em grupos separados por sexos. Na primavera

juntam-se e os machos reprodutores abrem as penas em leque e lutam entre
si. O macho dominante, com as penas em leque, move-se por entre as fêmeas
e acasala com todas as fêmeas do grupo. As fêmeas, depois do acasalamento,
isolam-se e fazem o ninho forrado com folhas, onde põem 10 a 15 ovos que
incubam durante 28 dias. As fêmeas só voltam a juntar-se em grupo quando os novos seres
estão crescidos.”
4.1. O peru macho tem um comportamento característico durante a época da reprodução. Que
nome se dá a esse tipo de comportamento?__________________________________________
4.2. Que tipo de reprodução tem o peru, justifica com uma frase do texto.
____________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________
4.3. O peru tem desenvolvimento direto ou indireto? Justifica a tua resposta.
____________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________
4.4. O que entendes por incubação?_______________________________________________
____________________________________________________________________________

PARTE II
5- Na Terra existe uma grande diversidade de plantas. Podemos encontrá-las em qualquer parte
do nosso planeta.
5.1- Une, por meio de setas, de modo a obteres uma correspondência correta:
Pereira

●

Relva

●

Malmequer

●

Sobreiro

●

Pinheiro

●

Papoila

● Plantas herbáceas

●

● Plantas lenhosas
6- As plantas possuem vários órgãos que se desenvolvem em meios diferentes.
6.1- Completa a legenda da figura 1.
1 - __________________
2 - __________________
3 - __________________
4 - __________________

fig 1

6.2- Das expressões que se seguem, assinala com uma X, nos espaços (_), as que indicam
características do morangueiro.
(_) A - Raiz aquática (_) B – Planta com flor (_) D – Raiz subterrânea
7 – A figura 2 representa a raiz de uma planta.

(_) E – Caule aéreo

fig 2

7.1- Faz a sua legenda.
1. ___________________

5. __________________

2. ___________________

6. __________________

3. ___________________

7. __________________

4. ___________________

7

7.2- A raiz apresentada é pouco espessa ou muito espessa?____________________________
7.3 – Qual a função da zona assinalada com o número 2?
____________________________________________________________________________
8 - Das funções que se seguem, assinala, com um círculo, as de uma raiz subterrânea:
a) Conduzir água com minerais para toda a planta. b) Fixar a planta ao solo.
c) Absorver água com minerais. d) Suportar ramos, folhas, flores e frutos.
9 – As plantas podem apresentar raízes de diferentes tipos. A figura 3 apresenta quatro tipos
de raízes.

9.1– Classifica cada um dos tipos de raízes representados, quanto à

forma, com a ajuda da chave.
fig 3

A -______________ B - _______________ C - _________________ D - _________________
10 – A figura 4 representa caules de duas plantas que se desenvolvem em meios diferentes.
10.1 – Classifica os dois caules, quanto ao meio onde se encontram, A e B, registando as
respetivas letras nos espaços (_).
(_) Caule subterrâneo

(_) Caule aéreo

10.2 – Faz as legendas dos esquemas A e B.
1 - ______________

4 - ________________

2- ______________

5 - _______________

3- ______________

6 - _________________

10.3 – A que dá origem a formação3?

fig 4

____________________________________________________________________________
10.4 – Das expressões que se seguem, assinala as que traduzem funções do caule.
a) Fixar a planta ao solo. b) Suportar ramos, folhas, flores e frutos.
c) Proteger os órgãos de reprodução. d) Conduzir as substâncias que a planta necessita
11. A figura 5 representa a fase final de uma experiência

fig 5

realizada por um grupo de alunos.
11.1 - Completa a frase que pode traduzir um problema para
esta atividade experimental:
A planta _______água e sais minerais através
da _________ ___________?
11.2 - Porque morreu a planta B?
_______________________________________________

Zona pilosa

_______________________________________________
____________________________________________________________________________
11.3 - Os resultados permitiram concluir que: (coloca uma cruz na opção correta)
a – a planta capta a seiva bruta pela coifa.
b – uma planta sem raiz morre.
c – a água é absorvida pela zona pilosa.
d – a água é absorvida pelos vasos condutores da raiz.
Faz a ficha com calma e…

BOA SORTE!!

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Atividades sobre a água
Atividades sobre a águaAtividades sobre a água
Atividades sobre a água
BrunaFeSi
 
Fontes alternativas de energia.
Fontes alternativas de energia.Fontes alternativas de energia.
Fontes alternativas de energia.
Mary Alvarenga
 
6 c e 6d cadeia alimentar
6 c e 6d   cadeia alimentar6 c e 6d   cadeia alimentar
6 c e 6d cadeia alimentar
Teresa Enríquez
 
Medidas de capacidade
Medidas de capacidadeMedidas de capacidade
Medidas de capacidade
Joao Ferreira
 
Atividade complementar de matemática data
Atividade complementar de matemática           dataAtividade complementar de matemática           data
Atividade complementar de matemática data
LUIZ EDUARDO SILVA VILASBOAS
 
5º ano numeros racionais
5º ano   numeros racionais 5º ano   numeros racionais
5º ano numeros racionais
carlos faria
 
Seres vivos p3
Seres vivos p3Seres vivos p3
Seres vivos p3
Stella Santana
 
REINO ANIMAL
REINO ANIMALREINO ANIMAL
REINO ANIMAL
Paulo Alves de Araujo
 
Problematizando - Adição, subtração, multiplicação e divisão.
Problematizando -  Adição, subtração, multiplicação  e divisão.Problematizando -  Adição, subtração, multiplicação  e divisão.
Problematizando - Adição, subtração, multiplicação e divisão.
Mary Alvarenga
 
Divisão e multiplicação
Divisão e multiplicaçãoDivisão e multiplicação
Divisão e multiplicação
Jacky Rocha
 
Planeta Terra
Planeta Terra Planeta Terra
Planeta Terra
Mary Alvarenga
 
Unidades de medida de capacidade
Unidades de medida de capacidadeUnidades de medida de capacidade
Unidades de medida de capacidade
Joao Ferreira
 
C.n 5 - (plantas)
C.n   5 - (plantas)C.n   5 - (plantas)
C.n 5 - (plantas)
Joaquim André
 
Problematizando - Adição, subtração, multiplicação e divisão
Problematizando  - Adição, subtração, multiplicação e divisãoProblematizando  - Adição, subtração, multiplicação e divisão
Problematizando - Adição, subtração, multiplicação e divisão
Mary Alvarenga
 
Avaliacao de-ciencias-fontes-de-energia-4º-ano
Avaliacao de-ciencias-fontes-de-energia-4º-anoAvaliacao de-ciencias-fontes-de-energia-4º-ano
Avaliacao de-ciencias-fontes-de-energia-4º-ano
Leny Amancio
 
Exercicios Fontes de Energia - 5º ano E.F
Exercicios Fontes de Energia - 5º ano E.FExercicios Fontes de Energia - 5º ano E.F
Exercicios Fontes de Energia - 5º ano E.F
Shaieny Leite
 
AVALIAÇÃO DE MATEMÁTICA: 5º ANO DO E.F. 1
AVALIAÇÃO DE MATEMÁTICA: 5º ANO DO E.F. 1AVALIAÇÃO DE MATEMÁTICA: 5º ANO DO E.F. 1
AVALIAÇÃO DE MATEMÁTICA: 5º ANO DO E.F. 1
Secretaria de Estado de Educação e Qualidade do Ensino
 
D22 (mat. 5º ano)
D22 (mat. 5º ano)D22 (mat. 5º ano)
D22 (mat. 5º ano)
Cidinha Paulo
 
Avaliação bimestral de ciências 2º e 3º ano - 1º bimestre
Avaliação bimestral de ciências   2º e 3º ano - 1º bimestreAvaliação bimestral de ciências   2º e 3º ano - 1º bimestre
Avaliação bimestral de ciências 2º e 3º ano - 1º bimestre
Jesilaine Vinhais
 
Texto sobre a água com interpretação e gramática
Texto sobre a água com interpretação e gramáticaTexto sobre a água com interpretação e gramática
Texto sobre a água com interpretação e gramática
Paulo Alves de Araujo
 

Mais procurados (20)

Atividades sobre a água
Atividades sobre a águaAtividades sobre a água
Atividades sobre a água
 
Fontes alternativas de energia.
Fontes alternativas de energia.Fontes alternativas de energia.
Fontes alternativas de energia.
 
6 c e 6d cadeia alimentar
6 c e 6d   cadeia alimentar6 c e 6d   cadeia alimentar
6 c e 6d cadeia alimentar
 
Medidas de capacidade
Medidas de capacidadeMedidas de capacidade
Medidas de capacidade
 
Atividade complementar de matemática data
Atividade complementar de matemática           dataAtividade complementar de matemática           data
Atividade complementar de matemática data
 
5º ano numeros racionais
5º ano   numeros racionais 5º ano   numeros racionais
5º ano numeros racionais
 
Seres vivos p3
Seres vivos p3Seres vivos p3
Seres vivos p3
 
REINO ANIMAL
REINO ANIMALREINO ANIMAL
REINO ANIMAL
 
Problematizando - Adição, subtração, multiplicação e divisão.
Problematizando -  Adição, subtração, multiplicação  e divisão.Problematizando -  Adição, subtração, multiplicação  e divisão.
Problematizando - Adição, subtração, multiplicação e divisão.
 
Divisão e multiplicação
Divisão e multiplicaçãoDivisão e multiplicação
Divisão e multiplicação
 
Planeta Terra
Planeta Terra Planeta Terra
Planeta Terra
 
Unidades de medida de capacidade
Unidades de medida de capacidadeUnidades de medida de capacidade
Unidades de medida de capacidade
 
C.n 5 - (plantas)
C.n   5 - (plantas)C.n   5 - (plantas)
C.n 5 - (plantas)
 
Problematizando - Adição, subtração, multiplicação e divisão
Problematizando  - Adição, subtração, multiplicação e divisãoProblematizando  - Adição, subtração, multiplicação e divisão
Problematizando - Adição, subtração, multiplicação e divisão
 
Avaliacao de-ciencias-fontes-de-energia-4º-ano
Avaliacao de-ciencias-fontes-de-energia-4º-anoAvaliacao de-ciencias-fontes-de-energia-4º-ano
Avaliacao de-ciencias-fontes-de-energia-4º-ano
 
Exercicios Fontes de Energia - 5º ano E.F
Exercicios Fontes de Energia - 5º ano E.FExercicios Fontes de Energia - 5º ano E.F
Exercicios Fontes de Energia - 5º ano E.F
 
AVALIAÇÃO DE MATEMÁTICA: 5º ANO DO E.F. 1
AVALIAÇÃO DE MATEMÁTICA: 5º ANO DO E.F. 1AVALIAÇÃO DE MATEMÁTICA: 5º ANO DO E.F. 1
AVALIAÇÃO DE MATEMÁTICA: 5º ANO DO E.F. 1
 
D22 (mat. 5º ano)
D22 (mat. 5º ano)D22 (mat. 5º ano)
D22 (mat. 5º ano)
 
Avaliação bimestral de ciências 2º e 3º ano - 1º bimestre
Avaliação bimestral de ciências   2º e 3º ano - 1º bimestreAvaliação bimestral de ciências   2º e 3º ano - 1º bimestre
Avaliação bimestral de ciências 2º e 3º ano - 1º bimestre
 
Texto sobre a água com interpretação e gramática
Texto sobre a água com interpretação e gramáticaTexto sobre a água com interpretação e gramática
Texto sobre a água com interpretação e gramática
 

Destaque

Plantas e solo
Plantas e  soloPlantas e  solo
Plantas e solo
Andrea Barreto
 
C.n 5 - (plantas)
C.n   5 - (plantas)C.n   5 - (plantas)
C.n 5 - (plantas)
Joaquim André
 
Fotossíntese
FotossínteseFotossíntese
Fotossíntese
IFRO
 
Morfologia das plantas com flor
Morfologia das plantas com florMorfologia das plantas com flor
Morfologia das plantas com flor
MariaJoão Agualuza
 
Ficha form1 cn
Ficha form1 cnFicha form1 cn
Ficha form1 cn
Sónia Freire
 
Teste5º plantas com flor
Teste5º plantas com florTeste5º plantas com flor
Teste5º plantas com flor
Maria José Simão
 
1º Teste A
1º Teste A 1º Teste A
1º Teste A
Mayjö .
 
3º Teste Nov Pop 8ºAno
3º Teste Nov  Pop 8ºAno3º Teste Nov  Pop 8ºAno
3º Teste Nov Pop 8ºAno
Mayjö .
 
Ficha de avaliação estrutura etária, distribuição e migrações
Ficha de avaliação   estrutura etária, distribuição e migraçõesFicha de avaliação   estrutura etária, distribuição e migrações
Ficha de avaliação estrutura etária, distribuição e migrações
Linda Pereira
 

Destaque (9)

Plantas e solo
Plantas e  soloPlantas e  solo
Plantas e solo
 
C.n 5 - (plantas)
C.n   5 - (plantas)C.n   5 - (plantas)
C.n 5 - (plantas)
 
Fotossíntese
FotossínteseFotossíntese
Fotossíntese
 
Morfologia das plantas com flor
Morfologia das plantas com florMorfologia das plantas com flor
Morfologia das plantas com flor
 
Ficha form1 cn
Ficha form1 cnFicha form1 cn
Ficha form1 cn
 
Teste5º plantas com flor
Teste5º plantas com florTeste5º plantas com flor
Teste5º plantas com flor
 
1º Teste A
1º Teste A 1º Teste A
1º Teste A
 
3º Teste Nov Pop 8ºAno
3º Teste Nov  Pop 8ºAno3º Teste Nov  Pop 8ºAno
3º Teste Nov Pop 8ºAno
 
Ficha de avaliação estrutura etária, distribuição e migrações
Ficha de avaliação   estrutura etária, distribuição e migraçõesFicha de avaliação   estrutura etária, distribuição e migrações
Ficha de avaliação estrutura etária, distribuição e migrações
 

Semelhante a Cn 5 ( plantas)

2PER_ESTUDOMEIO_3_FICHA.pdf
2PER_ESTUDOMEIO_3_FICHA.pdf2PER_ESTUDOMEIO_3_FICHA.pdf
2PER_ESTUDOMEIO_3_FICHA.pdf
FilipaTeixeira50
 
2PER_ESTUDOMEIO_3_FICHA_SOL.pdf
2PER_ESTUDOMEIO_3_FICHA_SOL.pdf2PER_ESTUDOMEIO_3_FICHA_SOL.pdf
2PER_ESTUDOMEIO_3_FICHA_SOL.pdf
FilipaTeixeira50
 
Ficha av. cn n.º3 5ºano (1)
Ficha av. cn n.º3   5ºano (1)Ficha av. cn n.º3   5ºano (1)
Ficha av. cn n.º3 5ºano (1)
MINEDU
 
Teste 4
Teste 4Teste 4
Teste 4
MINEDU
 
Estudo meio
Estudo meioEstudo meio
Estudo meio
Isa Crowe
 
2PER_ESTUDOMEIO_3_FICHA_SOL.docx
2PER_ESTUDOMEIO_3_FICHA_SOL.docx2PER_ESTUDOMEIO_3_FICHA_SOL.docx
2PER_ESTUDOMEIO_3_FICHA_SOL.docx
Marta Ferreira
 
Ficha avaliação(exemplo)
Ficha avaliação(exemplo)Ficha avaliação(exemplo)
Ficha avaliação(exemplo)
marcommendes
 
Areal eureka 3 em
Areal eureka 3 emAreal eureka 3 em
Areal eureka 3 em
Carla Costa Fernandes
 
Ficha trabalho hereditariedade
Ficha trabalho hereditariedadeFicha trabalho hereditariedade
Ficha trabalho hereditariedade
Beatriz Amaro
 
Fichaavaliaoexemplo 121029060057-phpapp02
Fichaavaliaoexemplo 121029060057-phpapp02Fichaavaliaoexemplo 121029060057-phpapp02
Fichaavaliaoexemplo 121029060057-phpapp02
anabela explicaexplica
 
Teste global
Teste globalTeste global
Teste global
Helena Outeiro
 
Ficha de avaliação sumativa de Estudo do Meio(3º ano)- 2º período
Ficha de avaliação sumativa de Estudo do Meio(3º ano)- 2º períodoFicha de avaliação sumativa de Estudo do Meio(3º ano)- 2º período
Ficha de avaliação sumativa de Estudo do Meio(3º ano)- 2º período
Marcela Figueiredo Gonçalves
 
Portugues 1 por simone drumond
Portugues 1 por simone drumondPortugues 1 por simone drumond
Portugues 1 por simone drumond
SimoneHelenDrumond
 
Fichas de mat 1º ano
Fichas de mat  1º anoFichas de mat  1º ano
Fichas de mat 1º ano
Carlos Isidoro
 
Avaliação Língua Portuguesa - 2.º período
Avaliação Língua Portuguesa - 2.º períodoAvaliação Língua Portuguesa - 2.º período
Avaliação Língua Portuguesa - 2.º período
Georgina Pinto
 
ATIVIDADES SAEB - PORTUGUES.pd SAEB 2024f
ATIVIDADES SAEB - PORTUGUES.pd    SAEB 2024fATIVIDADES SAEB - PORTUGUES.pd    SAEB 2024f
ATIVIDADES SAEB - PORTUGUES.pd SAEB 2024f
michellyantunes1
 
Diagnóstico
DiagnósticoDiagnóstico
Diagnóstico
kaxapaboy
 
8setanexo18anocn
8setanexo18anocn8setanexo18anocn
8setanexo18anocn
Maria Silva
 
Cadernodeatividade 5ano-140310202653-phpapp02
Cadernodeatividade 5ano-140310202653-phpapp02Cadernodeatividade 5ano-140310202653-phpapp02
Cadernodeatividade 5ano-140310202653-phpapp02
eliete paim
 
Caderno de atividade - 5º ano - Programa Primeiros Saberes da Infância
Caderno de atividade - 5º ano - Programa Primeiros Saberes da InfânciaCaderno de atividade - 5º ano - Programa Primeiros Saberes da Infância
Caderno de atividade - 5º ano - Programa Primeiros Saberes da Infância
Jairo Felipe
 

Semelhante a Cn 5 ( plantas) (20)

2PER_ESTUDOMEIO_3_FICHA.pdf
2PER_ESTUDOMEIO_3_FICHA.pdf2PER_ESTUDOMEIO_3_FICHA.pdf
2PER_ESTUDOMEIO_3_FICHA.pdf
 
2PER_ESTUDOMEIO_3_FICHA_SOL.pdf
2PER_ESTUDOMEIO_3_FICHA_SOL.pdf2PER_ESTUDOMEIO_3_FICHA_SOL.pdf
2PER_ESTUDOMEIO_3_FICHA_SOL.pdf
 
Ficha av. cn n.º3 5ºano (1)
Ficha av. cn n.º3   5ºano (1)Ficha av. cn n.º3   5ºano (1)
Ficha av. cn n.º3 5ºano (1)
 
Teste 4
Teste 4Teste 4
Teste 4
 
Estudo meio
Estudo meioEstudo meio
Estudo meio
 
2PER_ESTUDOMEIO_3_FICHA_SOL.docx
2PER_ESTUDOMEIO_3_FICHA_SOL.docx2PER_ESTUDOMEIO_3_FICHA_SOL.docx
2PER_ESTUDOMEIO_3_FICHA_SOL.docx
 
Ficha avaliação(exemplo)
Ficha avaliação(exemplo)Ficha avaliação(exemplo)
Ficha avaliação(exemplo)
 
Areal eureka 3 em
Areal eureka 3 emAreal eureka 3 em
Areal eureka 3 em
 
Ficha trabalho hereditariedade
Ficha trabalho hereditariedadeFicha trabalho hereditariedade
Ficha trabalho hereditariedade
 
Fichaavaliaoexemplo 121029060057-phpapp02
Fichaavaliaoexemplo 121029060057-phpapp02Fichaavaliaoexemplo 121029060057-phpapp02
Fichaavaliaoexemplo 121029060057-phpapp02
 
Teste global
Teste globalTeste global
Teste global
 
Ficha de avaliação sumativa de Estudo do Meio(3º ano)- 2º período
Ficha de avaliação sumativa de Estudo do Meio(3º ano)- 2º períodoFicha de avaliação sumativa de Estudo do Meio(3º ano)- 2º período
Ficha de avaliação sumativa de Estudo do Meio(3º ano)- 2º período
 
Portugues 1 por simone drumond
Portugues 1 por simone drumondPortugues 1 por simone drumond
Portugues 1 por simone drumond
 
Fichas de mat 1º ano
Fichas de mat  1º anoFichas de mat  1º ano
Fichas de mat 1º ano
 
Avaliação Língua Portuguesa - 2.º período
Avaliação Língua Portuguesa - 2.º períodoAvaliação Língua Portuguesa - 2.º período
Avaliação Língua Portuguesa - 2.º período
 
ATIVIDADES SAEB - PORTUGUES.pd SAEB 2024f
ATIVIDADES SAEB - PORTUGUES.pd    SAEB 2024fATIVIDADES SAEB - PORTUGUES.pd    SAEB 2024f
ATIVIDADES SAEB - PORTUGUES.pd SAEB 2024f
 
Diagnóstico
DiagnósticoDiagnóstico
Diagnóstico
 
8setanexo18anocn
8setanexo18anocn8setanexo18anocn
8setanexo18anocn
 
Cadernodeatividade 5ano-140310202653-phpapp02
Cadernodeatividade 5ano-140310202653-phpapp02Cadernodeatividade 5ano-140310202653-phpapp02
Cadernodeatividade 5ano-140310202653-phpapp02
 
Caderno de atividade - 5º ano - Programa Primeiros Saberes da Infância
Caderno de atividade - 5º ano - Programa Primeiros Saberes da InfânciaCaderno de atividade - 5º ano - Programa Primeiros Saberes da Infância
Caderno de atividade - 5º ano - Programa Primeiros Saberes da Infância
 

Mais de Joaquim André

Sistema reprodutor
Sistema reprodutorSistema reprodutor
Sistema reprodutor
Joaquim André
 
Função excretora
Função excretoraFunção excretora
Função excretora
Joaquim André
 
Sistema circulatório
Sistema circulatórioSistema circulatório
Sistema circulatório
Joaquim André
 
Sistema respiratório
Sistema respiratórioSistema respiratório
Sistema respiratório
Joaquim André
 
A importância das plantas para o mundo vivo
A importância das plantas para o mundo vivoA importância das plantas para o mundo vivo
A importância das plantas para o mundo vivo
Joaquim André
 
Fotossíntese
FotossínteseFotossíntese
Fotossíntese
Joaquim André
 
Trocas nutricionais
Trocas nutricionaisTrocas nutricionais
Trocas nutricionais
Joaquim André
 
Sistema digestivo
Sistema digestivoSistema digestivo
Sistema digestivo
Joaquim André
 
A Alimentação
A AlimentaçãoA Alimentação
A Alimentação
Joaquim André
 
Locomoção dos animais
Locomoção dos animaisLocomoção dos animais
Locomoção dos animais
Joaquim André
 
Poluição da agua
Poluição da aguaPoluição da agua
Poluição da agua
Joaquim André
 
Importância do ar para os seres vivos
Importância do ar para os seres vivosImportância do ar para os seres vivos
Importância do ar para os seres vivos
Joaquim André
 
Botânica
BotânicaBotânica
Botânica
Joaquim André
 
Importância da água para os seres vivos
Importância da água para os seres vivosImportância da água para os seres vivos
Importância da água para os seres vivos
Joaquim André
 
Classificação dos seres vivos
Classificação dos seres vivosClassificação dos seres vivos
Classificação dos seres vivos
Joaquim André
 
Classificação seres vivos
Classificação seres vivosClassificação seres vivos
Classificação seres vivos
Joaquim André
 
Importância da água para os seres vivos
Importância da água para os seres vivosImportância da água para os seres vivos
Importância da água para os seres vivos
Joaquim André
 
Regimes alimentares
Regimes alimentaresRegimes alimentares
Regimes alimentares
Joaquim André
 
Regimes alimentares
Regimes alimentaresRegimes alimentares
Regimes alimentares
Joaquim André
 
Diversidade nas plantas
Diversidade nas plantasDiversidade nas plantas
Diversidade nas plantas
Joaquim André
 

Mais de Joaquim André (20)

Sistema reprodutor
Sistema reprodutorSistema reprodutor
Sistema reprodutor
 
Função excretora
Função excretoraFunção excretora
Função excretora
 
Sistema circulatório
Sistema circulatórioSistema circulatório
Sistema circulatório
 
Sistema respiratório
Sistema respiratórioSistema respiratório
Sistema respiratório
 
A importância das plantas para o mundo vivo
A importância das plantas para o mundo vivoA importância das plantas para o mundo vivo
A importância das plantas para o mundo vivo
 
Fotossíntese
FotossínteseFotossíntese
Fotossíntese
 
Trocas nutricionais
Trocas nutricionaisTrocas nutricionais
Trocas nutricionais
 
Sistema digestivo
Sistema digestivoSistema digestivo
Sistema digestivo
 
A Alimentação
A AlimentaçãoA Alimentação
A Alimentação
 
Locomoção dos animais
Locomoção dos animaisLocomoção dos animais
Locomoção dos animais
 
Poluição da agua
Poluição da aguaPoluição da agua
Poluição da agua
 
Importância do ar para os seres vivos
Importância do ar para os seres vivosImportância do ar para os seres vivos
Importância do ar para os seres vivos
 
Botânica
BotânicaBotânica
Botânica
 
Importância da água para os seres vivos
Importância da água para os seres vivosImportância da água para os seres vivos
Importância da água para os seres vivos
 
Classificação dos seres vivos
Classificação dos seres vivosClassificação dos seres vivos
Classificação dos seres vivos
 
Classificação seres vivos
Classificação seres vivosClassificação seres vivos
Classificação seres vivos
 
Importância da água para os seres vivos
Importância da água para os seres vivosImportância da água para os seres vivos
Importância da água para os seres vivos
 
Regimes alimentares
Regimes alimentaresRegimes alimentares
Regimes alimentares
 
Regimes alimentares
Regimes alimentaresRegimes alimentares
Regimes alimentares
 
Diversidade nas plantas
Diversidade nas plantasDiversidade nas plantas
Diversidade nas plantas
 

Último

Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.pptLeis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
PatriciaZanoli
 
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo FreireLivro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
WelberMerlinCardoso
 
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
Eró Cunha
 
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdfUFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
Manuais Formação
 
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escolaIntrodução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Professor Belinaso
 
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões.          pptxRimas, Luís Vaz de Camões.          pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
TomasSousa7
 
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do AssaréFamílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
profesfrancleite
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
TomasSousa7
 
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptxAula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
LILIANPRESTESSCUDELE
 
Atividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º anoAtividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º ano
fernandacosta37763
 
Pintura Romana .pptx
Pintura Romana                     .pptxPintura Romana                     .pptx
Pintura Romana .pptx
TomasSousa7
 
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).pptepidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
MarceloMonteiro213738
 
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
LucianaCristina58
 
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.pptEstrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
livrosjovert
 
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptxTreinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
MarcosPaulo777883
 
Leonardo da Vinci .pptx
Leonardo da Vinci                  .pptxLeonardo da Vinci                  .pptx
Leonardo da Vinci .pptx
TomasSousa7
 
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
LeticiaRochaCupaiol
 
Aula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptx
Aula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptxAula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptx
Aula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptx
edivirgesribeiro1
 
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
ValdineyRodriguesBez1
 
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
AntnioManuelAgdoma
 

Último (20)

Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.pptLeis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
 
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo FreireLivro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
 
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
 
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdfUFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
 
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escolaIntrodução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
 
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões.          pptxRimas, Luís Vaz de Camões.          pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
 
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do AssaréFamílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
 
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptxAula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
 
Atividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º anoAtividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º ano
 
Pintura Romana .pptx
Pintura Romana                     .pptxPintura Romana                     .pptx
Pintura Romana .pptx
 
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).pptepidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
 
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
 
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.pptEstrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
 
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptxTreinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
 
Leonardo da Vinci .pptx
Leonardo da Vinci                  .pptxLeonardo da Vinci                  .pptx
Leonardo da Vinci .pptx
 
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
 
Aula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptx
Aula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptxAula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptx
Aula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptx
 
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
 
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
 

Cn 5 ( plantas)

  • 1. AGRUPAMENTO DE ESCOLAS ALEXANDRE HERCULANO ESCOLA EB ALEXANDRE HERCULANO Quinta do Mergulhão – Srª. da Guia – 2005-075 Santarém Telf: 243309420 | Fax: 243309426/7 | E-mail: secretaria@ae-alexandreherculano.pt Ficha de Avaliação de ___________________Ano: ___ Tª ___ Nome:__________________________________________________________ Nº___ Data: ___/___/____ Enc. de Educação: _________________________________________________ Prof: _________________ Avaliação: ________________________________________________________________________________ 1- Lê o texto que se segue. “ As florestas da terra têm sido devastadas devido ao abate intensivo das suas árvores para obtenção dos seus recursos naturais, como é a madeira. A acumulação de lixos não tratados no solo destrói muitos habitats naturais, muitas formas de vida e contamina as águas subterrâneas. Muitos habitats aquáticos têm sido poluídos com derrames de petróleo, bem como com esgotos domésticos e industriais.” 1.1 - Retira do texto as causas da destruição dos habitats. 1- _____________________________________ 2- _____________________________________ 3- _____________________________________ 4- _____________________________________ 2 – A proteção da Natureza é cada vez mais importante para o futuro da Terra. 2.1 – Indica duas regras que devemos respeitar para proteger a Natureza. ____________________________________________________________________________ ___________________________________________________________________________ 3- Coloca junto das expressões da coluna A as letras da coluna B, de modo a obteres afirmações corretas.  O golfinho não tem pêlos … ____  A gaivota mergulha sem molhar as penas … ____  A pelagem isola o corpo e … ____  Nas aves aquáticas as penas são importantes … ___ A - …porque o seu revestimento é impermeável à água. B - …mantém a temperatura do corpo constante. C - … porque ajudam a flutuar na água. D - … para mais facilmente se deslocar na água
  • 2. 4.Lê atentamente o seguinte texto: “Os perus selvagens vivem em grupos separados por sexos. Na primavera juntam-se e os machos reprodutores abrem as penas em leque e lutam entre si. O macho dominante, com as penas em leque, move-se por entre as fêmeas e acasala com todas as fêmeas do grupo. As fêmeas, depois do acasalamento, isolam-se e fazem o ninho forrado com folhas, onde põem 10 a 15 ovos que incubam durante 28 dias. As fêmeas só voltam a juntar-se em grupo quando os novos seres estão crescidos.” 4.1. O peru macho tem um comportamento característico durante a época da reprodução. Que nome se dá a esse tipo de comportamento?__________________________________________ 4.2. Que tipo de reprodução tem o peru, justifica com uma frase do texto. ____________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________ 4.3. O peru tem desenvolvimento direto ou indireto? Justifica a tua resposta. ____________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________ 4.4. O que entendes por incubação?_______________________________________________ ____________________________________________________________________________ PARTE II 5- Na Terra existe uma grande diversidade de plantas. Podemos encontrá-las em qualquer parte do nosso planeta. 5.1- Une, por meio de setas, de modo a obteres uma correspondência correta: Pereira ● Relva ● Malmequer ● Sobreiro ● Pinheiro ● Papoila ● Plantas herbáceas ● ● Plantas lenhosas
  • 3. 6- As plantas possuem vários órgãos que se desenvolvem em meios diferentes. 6.1- Completa a legenda da figura 1. 1 - __________________ 2 - __________________ 3 - __________________ 4 - __________________ fig 1 6.2- Das expressões que se seguem, assinala com uma X, nos espaços (_), as que indicam características do morangueiro. (_) A - Raiz aquática (_) B – Planta com flor (_) D – Raiz subterrânea 7 – A figura 2 representa a raiz de uma planta. (_) E – Caule aéreo fig 2 7.1- Faz a sua legenda. 1. ___________________ 5. __________________ 2. ___________________ 6. __________________ 3. ___________________ 7. __________________ 4. ___________________ 7 7.2- A raiz apresentada é pouco espessa ou muito espessa?____________________________ 7.3 – Qual a função da zona assinalada com o número 2? ____________________________________________________________________________ 8 - Das funções que se seguem, assinala, com um círculo, as de uma raiz subterrânea: a) Conduzir água com minerais para toda a planta. b) Fixar a planta ao solo. c) Absorver água com minerais. d) Suportar ramos, folhas, flores e frutos. 9 – As plantas podem apresentar raízes de diferentes tipos. A figura 3 apresenta quatro tipos de raízes. 9.1– Classifica cada um dos tipos de raízes representados, quanto à forma, com a ajuda da chave. fig 3 A -______________ B - _______________ C - _________________ D - _________________
  • 4. 10 – A figura 4 representa caules de duas plantas que se desenvolvem em meios diferentes. 10.1 – Classifica os dois caules, quanto ao meio onde se encontram, A e B, registando as respetivas letras nos espaços (_). (_) Caule subterrâneo (_) Caule aéreo 10.2 – Faz as legendas dos esquemas A e B. 1 - ______________ 4 - ________________ 2- ______________ 5 - _______________ 3- ______________ 6 - _________________ 10.3 – A que dá origem a formação3? fig 4 ____________________________________________________________________________ 10.4 – Das expressões que se seguem, assinala as que traduzem funções do caule. a) Fixar a planta ao solo. b) Suportar ramos, folhas, flores e frutos. c) Proteger os órgãos de reprodução. d) Conduzir as substâncias que a planta necessita 11. A figura 5 representa a fase final de uma experiência fig 5 realizada por um grupo de alunos. 11.1 - Completa a frase que pode traduzir um problema para esta atividade experimental: A planta _______água e sais minerais através da _________ ___________? 11.2 - Porque morreu a planta B? _______________________________________________ Zona pilosa _______________________________________________ ____________________________________________________________________________ 11.3 - Os resultados permitiram concluir que: (coloca uma cruz na opção correta) a – a planta capta a seiva bruta pela coifa. b – uma planta sem raiz morre. c – a água é absorvida pela zona pilosa. d – a água é absorvida pelos vasos condutores da raiz. Faz a ficha com calma e… BOA SORTE!!