SlideShare uma empresa Scribd logo
Inferência  Teste de Hipóteses Caso 4 - k Médias Conceitos.
Teste de Médias com k Variáveis.   Caso 1: Variáveis independentes Situação 1: Cada uma das variáveis possuírem Distribuição Normal, isto é: . . . .
Teste de Médias com k Variáveis.   Caso 1: Variáveis independentes Quadro de Hipóteses Neste caso o único que existe é o bilateral.
Análise de Variância * Princípio * A análise de variância parte do princípio de que cada uma das variáveis possua a mesma variância, porem se tiverem o mesmo tamanho da amostra, este princípio pode ser facilitado em aceitar que a maior das variâncias seja até nove vezes a menor (conforme demonstração do estatístico George E. P. Box da Universidade de Wisconsim).
Análise de Variância * Princípio * A análise de variância testa igualdade de médias fazendo análise nas variâncias de cada variável, comparando-as de forma agrupada. No caso de Análise de variância, cada variável é denominada de Tratamento.
Análise de Variância * Princípio * Caminhos de Classificação. No caso de Análise de Variância, existem as duas possibilidades: 1. As variáveis são coletadas de forma que inexiste influencias externas em seus valores  ou  2. Caso contrário, isto é, pode ser que exista algum fator que provoque alteração em seus valores.
Caminhos de Classificação * Ilustração 1 * Pesquisa:  Laboratório Produtor de Medicamento avaliar a qualidade de um lote de um medicamento para verificar se a cada uma das máquinas produtoras estão produzindo ou não com a mesma qualidade.
Pesquisa do Laboratório * Coleta dos Dados * Em pesquisas desta natureza, o que geralmente faz é em cada placa coletora, colhe uma amostra de cada maquinário produtor tal qual o diagrama: E então faz análise em cada amostra coletada.
Pesquisa do Laboratório * Amostra Total * Em uma pesquisa assim envolve n placas e então a amostra total será:
Pesquisa do Laboratório * Detalhes * Em pesquisas deste estilo, quando da Análise de seus resultados é necessário fazer uma avaliação para comprovar se os valores lidos na amostra se deveu somente em conseqüência das máquinas produtoras ou se houve influencia das Placas Coletoras.
Caminhos de Classificação * Ilustração 2 * Pesquisa:  O Departamento de Educação Física de um Colégio avaliar a capacidade de locomoção de seus alunos divididos por sexo.
Pesquisa da Caminhada * Coleta dos Dados * Os alunos são colocados em um mesmo ambiente e ali são avaliados quanto ao tempo de cada um para percorrer a mesma distância.
Pesquisa da Caminhada * Detalhe * Como são colocados todos sob as mesmas condições de Avaliação, NÃO existe influencias externas que possa de uma ou de outra forma alterar o resultado, a não ser da própria pessoa.
Análise de Variância  * Modelos Existentes * Percebe-se pelas ilustrações citadas que existem dois modelos a saber: UM CAMINHO DE CLASSIFICAÇÃO – Quando não existem fatores externos na coleta dos dados amostrais; DOIS CAMINHOS DE CLASSIFICAÇÃO – Quando existe este fator.
Análise de Variância  * Nomenclaturas * Cada uma das Variáveis é Chamada de: TRATAMENTO; Quando da existência de fator, é chamado de BLOCO.
Análise de Variância * Conceitos *  FIM Prof. Gercino Monteiro Filho.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Testes parametricos e nao parametricos
Testes parametricos e nao parametricosTestes parametricos e nao parametricos
Testes parametricos e nao parametricos
Rosario Cação
 
Delineamentos estatísticos
Delineamentos estatísticosDelineamentos estatísticos
Delineamentos estatísticos
UERGS
 
Tipos de variações
Tipos de variaçõesTipos de variações
Tipos de variações
UERGS
 
Cap5 - Parte 1 - Conceitos
Cap5 - Parte 1 - ConceitosCap5 - Parte 1 - Conceitos
Cap5 - Parte 1 - Conceitos
Regis Andrade
 
Teste t student
Teste t studentTeste t student
Teste t student
Célia M. D. Sales
 
Delineamentos experimentais-basicos
Delineamentos experimentais-basicosDelineamentos experimentais-basicos
Delineamentos experimentais-basicos
nayara moraes
 
Ipaee capitulo 4_slides
Ipaee capitulo 4_slidesIpaee capitulo 4_slides
Ipaee capitulo 4_slides
Dharma Initiative
 
Princípios da estatística experimental
Princípios da estatística experimental   Princípios da estatística experimental
Princípios da estatística experimental
UERGS
 
apostila de estatistica 2012
apostila de estatistica 2012apostila de estatistica 2012
apostila de estatistica 2012
Yrlânia Guerra
 
Introdução experimentação
Introdução experimentaçãoIntrodução experimentação
Introdução experimentação
Estagiário Herd Book Collares Promebo
 
Curso #H4A - Módulo 5
Curso #H4A - Módulo 5Curso #H4A - Módulo 5
Curso #H4A - Módulo 5
Mgfamiliar Net
 
Apostila de Estatistica
Apostila de EstatisticaApostila de Estatistica
Apostila de Estatistica
Giselle Onuki
 
A escolha do método estatístico profa. dra. lívia maria andaló tenuta (unic...
A escolha do método estatístico   profa. dra. lívia maria andaló tenuta (unic...A escolha do método estatístico   profa. dra. lívia maria andaló tenuta (unic...
A escolha do método estatístico profa. dra. lívia maria andaló tenuta (unic...
Jose Carlos Carlos Melo
 
Anova
AnovaAnova
Cap8 - Parte 2 - Teste Qui Dois Caminhos
Cap8 - Parte 2 - Teste Qui Dois CaminhosCap8 - Parte 2 - Teste Qui Dois Caminhos
Cap8 - Parte 2 - Teste Qui Dois Caminhos
Regis Andrade
 
Conceitos básicos
Conceitos básicosConceitos básicos
Conceitos básicos
HENRI ALVES ISHIBA
 
Experimentacao agricola manual
Experimentacao agricola manualExperimentacao agricola manual
Experimentacao agricola manual
Assad Mutirua
 
Delineamento experimental básico
Delineamento experimental básicoDelineamento experimental básico
Delineamento experimental básico
Caio Maximino
 
Testes nao parametricos_mann-whitney
Testes nao parametricos_mann-whitneyTestes nao parametricos_mann-whitney
Testes nao parametricos_mann-whitney
Ceiça Correia
 
Teste de hipóteses - paramétricos
Teste de hipóteses - paramétricosTeste de hipóteses - paramétricos
Teste de hipóteses - paramétricos
Rodrigo Rodrigues
 

Mais procurados (20)

Testes parametricos e nao parametricos
Testes parametricos e nao parametricosTestes parametricos e nao parametricos
Testes parametricos e nao parametricos
 
Delineamentos estatísticos
Delineamentos estatísticosDelineamentos estatísticos
Delineamentos estatísticos
 
Tipos de variações
Tipos de variaçõesTipos de variações
Tipos de variações
 
Cap5 - Parte 1 - Conceitos
Cap5 - Parte 1 - ConceitosCap5 - Parte 1 - Conceitos
Cap5 - Parte 1 - Conceitos
 
Teste t student
Teste t studentTeste t student
Teste t student
 
Delineamentos experimentais-basicos
Delineamentos experimentais-basicosDelineamentos experimentais-basicos
Delineamentos experimentais-basicos
 
Ipaee capitulo 4_slides
Ipaee capitulo 4_slidesIpaee capitulo 4_slides
Ipaee capitulo 4_slides
 
Princípios da estatística experimental
Princípios da estatística experimental   Princípios da estatística experimental
Princípios da estatística experimental
 
apostila de estatistica 2012
apostila de estatistica 2012apostila de estatistica 2012
apostila de estatistica 2012
 
Introdução experimentação
Introdução experimentaçãoIntrodução experimentação
Introdução experimentação
 
Curso #H4A - Módulo 5
Curso #H4A - Módulo 5Curso #H4A - Módulo 5
Curso #H4A - Módulo 5
 
Apostila de Estatistica
Apostila de EstatisticaApostila de Estatistica
Apostila de Estatistica
 
A escolha do método estatístico profa. dra. lívia maria andaló tenuta (unic...
A escolha do método estatístico   profa. dra. lívia maria andaló tenuta (unic...A escolha do método estatístico   profa. dra. lívia maria andaló tenuta (unic...
A escolha do método estatístico profa. dra. lívia maria andaló tenuta (unic...
 
Anova
AnovaAnova
Anova
 
Cap8 - Parte 2 - Teste Qui Dois Caminhos
Cap8 - Parte 2 - Teste Qui Dois CaminhosCap8 - Parte 2 - Teste Qui Dois Caminhos
Cap8 - Parte 2 - Teste Qui Dois Caminhos
 
Conceitos básicos
Conceitos básicosConceitos básicos
Conceitos básicos
 
Experimentacao agricola manual
Experimentacao agricola manualExperimentacao agricola manual
Experimentacao agricola manual
 
Delineamento experimental básico
Delineamento experimental básicoDelineamento experimental básico
Delineamento experimental básico
 
Testes nao parametricos_mann-whitney
Testes nao parametricos_mann-whitneyTestes nao parametricos_mann-whitney
Testes nao parametricos_mann-whitney
 
Teste de hipóteses - paramétricos
Teste de hipóteses - paramétricosTeste de hipóteses - paramétricos
Teste de hipóteses - paramétricos
 

Semelhante a Cap10 - Parte 1 - Anova Conceitos

Apresentação Testes parametricos para aplicação cientifica.pptx
Apresentação Testes parametricos para aplicação cientifica.pptxApresentação Testes parametricos para aplicação cientifica.pptx
Apresentação Testes parametricos para aplicação cientifica.pptx
EliseuGouveia2
 
Aula2: Planejamento Experimental
Aula2: Planejamento ExperimentalAula2: Planejamento Experimental
Aula2: Planejamento Experimental
ansansil
 
22 metodo experimental
22 metodo experimental22 metodo experimental
22 metodo experimental
Joao Balbi
 
Método Científico
Método CientíficoMétodo Científico
Método Científico
margaridabt
 
Pesquisa Experimental em Marketing
Pesquisa Experimental em MarketingPesquisa Experimental em Marketing
Pesquisa Experimental em Marketing
Graziela Rodrigues
 
A Receita da Replicação / Tamanho de efeito / Técnicas experimentais na pesqu...
A Receita da Replicação / Tamanho de efeito / Técnicas experimentais na pesqu...A Receita da Replicação / Tamanho de efeito / Técnicas experimentais na pesqu...
A Receita da Replicação / Tamanho de efeito / Técnicas experimentais na pesqu...
Caio Maximino
 
Atividade sobre amostragem
Atividade sobre amostragemAtividade sobre amostragem
Atividade sobre amostragem
Fernando Rodrigues de Jesus
 
009 metodo gabarito
009 metodo gabarito009 metodo gabarito
009 metodo gabarito
Thayane Pizzonia
 
Investigação Experimental em Psicologia
Investigação Experimental em PsicologiaInvestigação Experimental em Psicologia
Investigação Experimental em Psicologia
Jorge Barbosa
 
modos_de_producao_da_informacao_metodos_e_tecnicas.pdf
modos_de_producao_da_informacao_metodos_e_tecnicas.pdfmodos_de_producao_da_informacao_metodos_e_tecnicas.pdf
modos_de_producao_da_informacao_metodos_e_tecnicas.pdf
VitorCosta585305
 
Tipos de estudos cientificos e niveis de evidencia
Tipos de estudos cientificos e niveis de evidenciaTipos de estudos cientificos e niveis de evidencia
Tipos de estudos cientificos e niveis de evidencia
gisa_legal
 
aula-meta-analise.ppt
aula-meta-analise.pptaula-meta-analise.ppt
aula-meta-analise.ppt
adrianaalves784598
 
aula-meta-analise.ppt
aula-meta-analise.pptaula-meta-analise.ppt
aula-meta-analise.ppt
adrianaalves784598
 
Aula 26_01_2015(exemplos_multivariados)Capítulo1
Aula 26_01_2015(exemplos_multivariados)Capítulo1Aula 26_01_2015(exemplos_multivariados)Capítulo1
Aula 26_01_2015(exemplos_multivariados)Capítulo1
mjoseane
 
Aula Amostragem Contábeis
Aula Amostragem ContábeisAula Amostragem Contábeis
Aula Amostragem Contábeis
PatriciaBarros20
 
Tipos de estudos epidemiológicos
Tipos de estudos epidemiológicosTipos de estudos epidemiológicos
Tipos de estudos epidemiológicos
Arquivo-FClinico
 

Semelhante a Cap10 - Parte 1 - Anova Conceitos (16)

Apresentação Testes parametricos para aplicação cientifica.pptx
Apresentação Testes parametricos para aplicação cientifica.pptxApresentação Testes parametricos para aplicação cientifica.pptx
Apresentação Testes parametricos para aplicação cientifica.pptx
 
Aula2: Planejamento Experimental
Aula2: Planejamento ExperimentalAula2: Planejamento Experimental
Aula2: Planejamento Experimental
 
22 metodo experimental
22 metodo experimental22 metodo experimental
22 metodo experimental
 
Método Científico
Método CientíficoMétodo Científico
Método Científico
 
Pesquisa Experimental em Marketing
Pesquisa Experimental em MarketingPesquisa Experimental em Marketing
Pesquisa Experimental em Marketing
 
A Receita da Replicação / Tamanho de efeito / Técnicas experimentais na pesqu...
A Receita da Replicação / Tamanho de efeito / Técnicas experimentais na pesqu...A Receita da Replicação / Tamanho de efeito / Técnicas experimentais na pesqu...
A Receita da Replicação / Tamanho de efeito / Técnicas experimentais na pesqu...
 
Atividade sobre amostragem
Atividade sobre amostragemAtividade sobre amostragem
Atividade sobre amostragem
 
009 metodo gabarito
009 metodo gabarito009 metodo gabarito
009 metodo gabarito
 
Investigação Experimental em Psicologia
Investigação Experimental em PsicologiaInvestigação Experimental em Psicologia
Investigação Experimental em Psicologia
 
modos_de_producao_da_informacao_metodos_e_tecnicas.pdf
modos_de_producao_da_informacao_metodos_e_tecnicas.pdfmodos_de_producao_da_informacao_metodos_e_tecnicas.pdf
modos_de_producao_da_informacao_metodos_e_tecnicas.pdf
 
Tipos de estudos cientificos e niveis de evidencia
Tipos de estudos cientificos e niveis de evidenciaTipos de estudos cientificos e niveis de evidencia
Tipos de estudos cientificos e niveis de evidencia
 
aula-meta-analise.ppt
aula-meta-analise.pptaula-meta-analise.ppt
aula-meta-analise.ppt
 
aula-meta-analise.ppt
aula-meta-analise.pptaula-meta-analise.ppt
aula-meta-analise.ppt
 
Aula 26_01_2015(exemplos_multivariados)Capítulo1
Aula 26_01_2015(exemplos_multivariados)Capítulo1Aula 26_01_2015(exemplos_multivariados)Capítulo1
Aula 26_01_2015(exemplos_multivariados)Capítulo1
 
Aula Amostragem Contábeis
Aula Amostragem ContábeisAula Amostragem Contábeis
Aula Amostragem Contábeis
 
Tipos de estudos epidemiológicos
Tipos de estudos epidemiológicosTipos de estudos epidemiológicos
Tipos de estudos epidemiológicos
 

Mais de Regis Andrade

PARTE 1 - Indices Educacionais Com Tempo Fixo
PARTE 1 - Indices Educacionais Com Tempo FixoPARTE 1 - Indices Educacionais Com Tempo Fixo
PARTE 1 - Indices Educacionais Com Tempo Fixo
Regis Andrade
 
PARTE 1 - Consideracoes Iniciais
PARTE 1 - Consideracoes IniciaisPARTE 1 - Consideracoes Iniciais
PARTE 1 - Consideracoes Iniciais
Regis Andrade
 
CAP11 - PARTE 2 - Tendencia
CAP11 - PARTE 2 - TendenciaCAP11 - PARTE 2 - Tendencia
CAP11 - PARTE 2 - Tendencia
Regis Andrade
 
PARTE 4 - Índice Agregativo Composto
PARTE 4 - Índice Agregativo CompostoPARTE 4 - Índice Agregativo Composto
PARTE 4 - Índice Agregativo Composto
Regis Andrade
 
PARTE 3 - Indice Agregativo Simples
PARTE 3 - Indice Agregativo SimplesPARTE 3 - Indice Agregativo Simples
PARTE 3 - Indice Agregativo Simples
Regis Andrade
 
PARTE 2 - Relativo Simples
PARTE 2 - Relativo SimplesPARTE 2 - Relativo Simples
PARTE 2 - Relativo Simples
Regis Andrade
 
PARTE 1 - Conceitos - cap11
PARTE 1 - Conceitos - cap11PARTE 1 - Conceitos - cap11
PARTE 1 - Conceitos - cap11
Regis Andrade
 
PARTE 4 - Modelo Aditivo
PARTE 4 - Modelo AditivoPARTE 4 - Modelo Aditivo
PARTE 4 - Modelo Aditivo
Regis Andrade
 
PARTE 3 - Modelo Multiplicativo
PARTE 3 - Modelo MultiplicativoPARTE 3 - Modelo Multiplicativo
PARTE 3 - Modelo Multiplicativo
Regis Andrade
 
CAP7 - PARTE 1 - CONCEITOS
CAP7 - PARTE 1 - CONCEITOSCAP7 - PARTE 1 - CONCEITOS
CAP7 - PARTE 1 - CONCEITOS
Regis Andrade
 
CAP9 - PARTE 3 - CORRELAÇÃO DE SPEARMANN
CAP9 - PARTE 3 - CORRELAÇÃO DE SPEARMANNCAP9 - PARTE 3 - CORRELAÇÃO DE SPEARMANN
CAP9 - PARTE 3 - CORRELAÇÃO DE SPEARMANN
Regis Andrade
 
Cap2 - Parte 5 - Medidas Para Dados Agrupados
Cap2 - Parte 5 - Medidas Para Dados AgrupadosCap2 - Parte 5 - Medidas Para Dados Agrupados
Cap2 - Parte 5 - Medidas Para Dados Agrupados
Regis Andrade
 
Cap10 - Parte 3 - Anova Dois Caminho De Classificação
Cap10 - Parte 3 - Anova Dois Caminho De ClassificaçãoCap10 - Parte 3 - Anova Dois Caminho De Classificação
Cap10 - Parte 3 - Anova Dois Caminho De Classificação
Regis Andrade
 
Cap9 - Parte 5 - Teste De Coeficientes
Cap9 - Parte 5 - Teste De CoeficientesCap9 - Parte 5 - Teste De Coeficientes
Cap9 - Parte 5 - Teste De Coeficientes
Regis Andrade
 
Cap9 - Parte 2 - Correlação De Pearson
Cap9 - Parte 2 - Correlação De PearsonCap9 - Parte 2 - Correlação De Pearson
Cap9 - Parte 2 - Correlação De Pearson
Regis Andrade
 
Cap9 - Parte 4 - Regressão Linear
Cap9 - Parte 4 - Regressão LinearCap9 - Parte 4 - Regressão Linear
Cap9 - Parte 4 - Regressão Linear
Regis Andrade
 
Cap9 - Parte 1 - Conceitos Inciais
Cap9 - Parte 1 - Conceitos InciaisCap9 - Parte 1 - Conceitos Inciais
Cap9 - Parte 1 - Conceitos Inciais
Regis Andrade
 
Cap8 - Parte 4 - Razão De Risco
Cap8 - Parte 4 - Razão De RiscoCap8 - Parte 4 - Razão De Risco
Cap8 - Parte 4 - Razão De Risco
Regis Andrade
 
Cap8 - Parte 3 - Teste Exato De Fisher
Cap8 - Parte 3 - Teste Exato De FisherCap8 - Parte 3 - Teste Exato De Fisher
Cap8 - Parte 3 - Teste Exato De Fisher
Regis Andrade
 
Cap4 - Parte 3 - Distribuição Binomial
Cap4 - Parte 3 - Distribuição BinomialCap4 - Parte 3 - Distribuição Binomial
Cap4 - Parte 3 - Distribuição Binomial
Regis Andrade
 

Mais de Regis Andrade (20)

PARTE 1 - Indices Educacionais Com Tempo Fixo
PARTE 1 - Indices Educacionais Com Tempo FixoPARTE 1 - Indices Educacionais Com Tempo Fixo
PARTE 1 - Indices Educacionais Com Tempo Fixo
 
PARTE 1 - Consideracoes Iniciais
PARTE 1 - Consideracoes IniciaisPARTE 1 - Consideracoes Iniciais
PARTE 1 - Consideracoes Iniciais
 
CAP11 - PARTE 2 - Tendencia
CAP11 - PARTE 2 - TendenciaCAP11 - PARTE 2 - Tendencia
CAP11 - PARTE 2 - Tendencia
 
PARTE 4 - Índice Agregativo Composto
PARTE 4 - Índice Agregativo CompostoPARTE 4 - Índice Agregativo Composto
PARTE 4 - Índice Agregativo Composto
 
PARTE 3 - Indice Agregativo Simples
PARTE 3 - Indice Agregativo SimplesPARTE 3 - Indice Agregativo Simples
PARTE 3 - Indice Agregativo Simples
 
PARTE 2 - Relativo Simples
PARTE 2 - Relativo SimplesPARTE 2 - Relativo Simples
PARTE 2 - Relativo Simples
 
PARTE 1 - Conceitos - cap11
PARTE 1 - Conceitos - cap11PARTE 1 - Conceitos - cap11
PARTE 1 - Conceitos - cap11
 
PARTE 4 - Modelo Aditivo
PARTE 4 - Modelo AditivoPARTE 4 - Modelo Aditivo
PARTE 4 - Modelo Aditivo
 
PARTE 3 - Modelo Multiplicativo
PARTE 3 - Modelo MultiplicativoPARTE 3 - Modelo Multiplicativo
PARTE 3 - Modelo Multiplicativo
 
CAP7 - PARTE 1 - CONCEITOS
CAP7 - PARTE 1 - CONCEITOSCAP7 - PARTE 1 - CONCEITOS
CAP7 - PARTE 1 - CONCEITOS
 
CAP9 - PARTE 3 - CORRELAÇÃO DE SPEARMANN
CAP9 - PARTE 3 - CORRELAÇÃO DE SPEARMANNCAP9 - PARTE 3 - CORRELAÇÃO DE SPEARMANN
CAP9 - PARTE 3 - CORRELAÇÃO DE SPEARMANN
 
Cap2 - Parte 5 - Medidas Para Dados Agrupados
Cap2 - Parte 5 - Medidas Para Dados AgrupadosCap2 - Parte 5 - Medidas Para Dados Agrupados
Cap2 - Parte 5 - Medidas Para Dados Agrupados
 
Cap10 - Parte 3 - Anova Dois Caminho De Classificação
Cap10 - Parte 3 - Anova Dois Caminho De ClassificaçãoCap10 - Parte 3 - Anova Dois Caminho De Classificação
Cap10 - Parte 3 - Anova Dois Caminho De Classificação
 
Cap9 - Parte 5 - Teste De Coeficientes
Cap9 - Parte 5 - Teste De CoeficientesCap9 - Parte 5 - Teste De Coeficientes
Cap9 - Parte 5 - Teste De Coeficientes
 
Cap9 - Parte 2 - Correlação De Pearson
Cap9 - Parte 2 - Correlação De PearsonCap9 - Parte 2 - Correlação De Pearson
Cap9 - Parte 2 - Correlação De Pearson
 
Cap9 - Parte 4 - Regressão Linear
Cap9 - Parte 4 - Regressão LinearCap9 - Parte 4 - Regressão Linear
Cap9 - Parte 4 - Regressão Linear
 
Cap9 - Parte 1 - Conceitos Inciais
Cap9 - Parte 1 - Conceitos InciaisCap9 - Parte 1 - Conceitos Inciais
Cap9 - Parte 1 - Conceitos Inciais
 
Cap8 - Parte 4 - Razão De Risco
Cap8 - Parte 4 - Razão De RiscoCap8 - Parte 4 - Razão De Risco
Cap8 - Parte 4 - Razão De Risco
 
Cap8 - Parte 3 - Teste Exato De Fisher
Cap8 - Parte 3 - Teste Exato De FisherCap8 - Parte 3 - Teste Exato De Fisher
Cap8 - Parte 3 - Teste Exato De Fisher
 
Cap4 - Parte 3 - Distribuição Binomial
Cap4 - Parte 3 - Distribuição BinomialCap4 - Parte 3 - Distribuição Binomial
Cap4 - Parte 3 - Distribuição Binomial
 

Cap10 - Parte 1 - Anova Conceitos

  • 1. Inferência Teste de Hipóteses Caso 4 - k Médias Conceitos.
  • 2. Teste de Médias com k Variáveis. Caso 1: Variáveis independentes Situação 1: Cada uma das variáveis possuírem Distribuição Normal, isto é: . . . .
  • 3. Teste de Médias com k Variáveis. Caso 1: Variáveis independentes Quadro de Hipóteses Neste caso o único que existe é o bilateral.
  • 4. Análise de Variância * Princípio * A análise de variância parte do princípio de que cada uma das variáveis possua a mesma variância, porem se tiverem o mesmo tamanho da amostra, este princípio pode ser facilitado em aceitar que a maior das variâncias seja até nove vezes a menor (conforme demonstração do estatístico George E. P. Box da Universidade de Wisconsim).
  • 5. Análise de Variância * Princípio * A análise de variância testa igualdade de médias fazendo análise nas variâncias de cada variável, comparando-as de forma agrupada. No caso de Análise de variância, cada variável é denominada de Tratamento.
  • 6. Análise de Variância * Princípio * Caminhos de Classificação. No caso de Análise de Variância, existem as duas possibilidades: 1. As variáveis são coletadas de forma que inexiste influencias externas em seus valores ou 2. Caso contrário, isto é, pode ser que exista algum fator que provoque alteração em seus valores.
  • 7. Caminhos de Classificação * Ilustração 1 * Pesquisa: Laboratório Produtor de Medicamento avaliar a qualidade de um lote de um medicamento para verificar se a cada uma das máquinas produtoras estão produzindo ou não com a mesma qualidade.
  • 8. Pesquisa do Laboratório * Coleta dos Dados * Em pesquisas desta natureza, o que geralmente faz é em cada placa coletora, colhe uma amostra de cada maquinário produtor tal qual o diagrama: E então faz análise em cada amostra coletada.
  • 9. Pesquisa do Laboratório * Amostra Total * Em uma pesquisa assim envolve n placas e então a amostra total será:
  • 10. Pesquisa do Laboratório * Detalhes * Em pesquisas deste estilo, quando da Análise de seus resultados é necessário fazer uma avaliação para comprovar se os valores lidos na amostra se deveu somente em conseqüência das máquinas produtoras ou se houve influencia das Placas Coletoras.
  • 11. Caminhos de Classificação * Ilustração 2 * Pesquisa: O Departamento de Educação Física de um Colégio avaliar a capacidade de locomoção de seus alunos divididos por sexo.
  • 12. Pesquisa da Caminhada * Coleta dos Dados * Os alunos são colocados em um mesmo ambiente e ali são avaliados quanto ao tempo de cada um para percorrer a mesma distância.
  • 13. Pesquisa da Caminhada * Detalhe * Como são colocados todos sob as mesmas condições de Avaliação, NÃO existe influencias externas que possa de uma ou de outra forma alterar o resultado, a não ser da própria pessoa.
  • 14. Análise de Variância * Modelos Existentes * Percebe-se pelas ilustrações citadas que existem dois modelos a saber: UM CAMINHO DE CLASSIFICAÇÃO – Quando não existem fatores externos na coleta dos dados amostrais; DOIS CAMINHOS DE CLASSIFICAÇÃO – Quando existe este fator.
  • 15. Análise de Variância * Nomenclaturas * Cada uma das Variáveis é Chamada de: TRATAMENTO; Quando da existência de fator, é chamado de BLOCO.
  • 16. Análise de Variância * Conceitos * FIM Prof. Gercino Monteiro Filho.