SlideShare uma empresa Scribd logo
Números Índices Aplicados à Economia
Aqui o se deseja avaliar é o valor geral de movimentação financeira de uma empresa levando-se em consideração alguma característica similar completa de  mercadorias e/ou serviços, quando se compara os valores da época atual em relação aos valores da época base.
No caso de Agregativo Composto, foram criados os seguintes Modelos Matemáticos: Índice de Laspeyres  – Neste caso o Modelo Matemático se baseou no Princípio Ponderado, em que os valores são os preços (Dinheiro) e os pesos são as respectivas quantidades ocorridas no Período Base;  Índice de Paasche  – Neste caso o Modelo Matemático se baseou no Princípio Ponderado, em que os valores são os preços (Dinheiro) e os pesos são as respectivas quantidades ocorridas no Período Base;
Continuação Índice Ideal de Fisher  – É a média geométrica entre o Índice de Laspeyres e o de Paasche. Conclusão A Conclusão do comportamento financeiro da Empresa é feita utilizando o Índice Ideal de Fisher, devido ao fato de envolver as quantidades registradas na Época Base ( Laspeyres ) e da Época Atual ( Paasche ) e é sua média.
Índice de Laspeyres.
Índice de Paasche Indice Ideal de Fisher  ( Média Geométrica entre Laspeyres e Paasche )
01.  Faça uma análise comparativa do desempenho comercial do Posto Alfa ( Citado na PARTE 2 ) no mês de Agosto comparado com o desempenho registrado no mês de Julho. Solução Pelo exposto, sabe-se que a conclusão é feita utilizando o Índice Ideal de Fisher, que é a Média Geométrica entre Laspeyres e Paasche, assim se faz necessário calcular: Laspeyres; Paasche.
Os Dados Forneceram.
Dados Originais
Como os índices obtidos foram: Vem que o Ideal de Fisher é: Interpretação “ Houve um acréscimo de 19,7% no faturamento deste posto no mês de  agosto em comparação com o mês de  julho”
I. Índice de Preços ao Consumidor (IPC) Mede a variação nos preços da cesta de produtos de consumo contínuo da população, e objetiva avaliar o poder aquisitivo da população e reajuste de rendimentos para que não alterasse este poder.
II. Índice de Custo de Vida (ICV) Mesmo objetivo do IPC, sendo criado e calculado pelo DIEESE e divide a população em dois níveis de rendimentos.   III. Índice Nacional de Preço ao Consumidor (INPC) É o índice criado pelo IBGE, pelo qual é calculado para  a população de renda que varia de 01 (um) a 08 (oito) salários mínimos.
IV. Índice de Preço ao Atacado (IPA) É um índice pelo qual o objetivo é de dar respaldo para as empresas atacadistas do Brasil.   V. Índice  da Construção Civil (ICC) Este índice visa medir a variação de mercado, bem como de mão de obra  na Construção Civil Regional e ou Nacional.
VI. Índice Geral de Preço(IGP) É um índice criado pela Fundação Getúlio Vargas e é calculado pela média aritmética ponderada pelos índices: IPA  - peso 6; ICV – peso 3; ICC – peso 1.
 
 
FIM  Prof. Gercino Monteiro Filho

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Bissetriz de um ângulo
Bissetriz de um ânguloBissetriz de um ângulo
Bissetriz de um ângulo
David_Costa_30
 
Inflacao
InflacaoInflacao
Estatística
EstatísticaEstatística
Estatística
aldaalves
 
Custos de Produção
Custos de ProduçãoCustos de Produção
Custos de Produção
Luciano Pires
 
Números índices
Números índicesNúmeros índices
Números índices
pso2510
 
Mediatriz
MediatrizMediatriz
Mediatriz
Andrea Reinoso
 
Aula 05 Gráficos Estatísticos
Aula 05   Gráficos EstatísticosAula 05   Gráficos Estatísticos
Economia aula 7 - a macroeconomia keynesiana
Economia   aula 7 - a macroeconomia keynesianaEconomia   aula 7 - a macroeconomia keynesiana
Economia aula 7 - a macroeconomia keynesiana
Felipe Leo
 
Rh folha de pagamento
Rh folha de pagamentoRh folha de pagamento
Rh folha de pagamento
simuladocontabil
 
Conceitos Básicos de Estatística I
Conceitos Básicos de Estatística IConceitos Básicos de Estatística I
Conceitos Básicos de Estatística I
Vitor Vieira Vasconcelos
 
Introdução à análise das demonstrações contábeis
Introdução à análise das demonstrações contábeisIntrodução à análise das demonstrações contábeis
Introdução à análise das demonstrações contábeis
Gilmar Seco Peres
 
Aula 4 produção e custos
Aula 4   produção e custosAula 4   produção e custos
Aula 4 produção e custos
Mitsubishi Motors Brasil
 
Calculo Financeiro Mi
Calculo Financeiro MiCalculo Financeiro Mi
Calculo Financeiro Mi
Hilda Pinto Gonçalves
 
Entendendo Custos, Despesas e Formação do Preço de Venda
Entendendo Custos, Despesas e Formação do Preço de VendaEntendendo Custos, Despesas e Formação do Preço de Venda
Entendendo Custos, Despesas e Formação do Preço de Venda
Wandick Rocha de Aquino
 
Aula sobre porcentagem 9º ano
Aula sobre porcentagem 9º anoAula sobre porcentagem 9º ano
Aula sobre porcentagem 9º ano
Cacia Simone Arraes
 
Porcentagem Slides
Porcentagem SlidesPorcentagem Slides
Porcentagem Slides
estrelaeia
 
Aula 1 Introdução à Gestão Financeira 06.04.2011
Aula 1   Introdução à Gestão Financeira 06.04.2011Aula 1   Introdução à Gestão Financeira 06.04.2011
Aula 1 Introdução à Gestão Financeira 06.04.2011
Rafael Gonçalves
 
Numeros-Índices Corecon SP
Numeros-Índices Corecon SPNumeros-Índices Corecon SP
Numeros-Índices Corecon SP
Flavio Estaiano
 
Apostila 03 metodo das partidas dobradas
Apostila 03   metodo das partidas dobradasApostila 03   metodo das partidas dobradas
Apostila 03 metodo das partidas dobradas
zeramento contabil
 
Métodos de formação de preços
Métodos de formação de preçosMétodos de formação de preços
Métodos de formação de preços
Roberty Pires Teixeira
 

Mais procurados (20)

Bissetriz de um ângulo
Bissetriz de um ânguloBissetriz de um ângulo
Bissetriz de um ângulo
 
Inflacao
InflacaoInflacao
Inflacao
 
Estatística
EstatísticaEstatística
Estatística
 
Custos de Produção
Custos de ProduçãoCustos de Produção
Custos de Produção
 
Números índices
Números índicesNúmeros índices
Números índices
 
Mediatriz
MediatrizMediatriz
Mediatriz
 
Aula 05 Gráficos Estatísticos
Aula 05   Gráficos EstatísticosAula 05   Gráficos Estatísticos
Aula 05 Gráficos Estatísticos
 
Economia aula 7 - a macroeconomia keynesiana
Economia   aula 7 - a macroeconomia keynesianaEconomia   aula 7 - a macroeconomia keynesiana
Economia aula 7 - a macroeconomia keynesiana
 
Rh folha de pagamento
Rh folha de pagamentoRh folha de pagamento
Rh folha de pagamento
 
Conceitos Básicos de Estatística I
Conceitos Básicos de Estatística IConceitos Básicos de Estatística I
Conceitos Básicos de Estatística I
 
Introdução à análise das demonstrações contábeis
Introdução à análise das demonstrações contábeisIntrodução à análise das demonstrações contábeis
Introdução à análise das demonstrações contábeis
 
Aula 4 produção e custos
Aula 4   produção e custosAula 4   produção e custos
Aula 4 produção e custos
 
Calculo Financeiro Mi
Calculo Financeiro MiCalculo Financeiro Mi
Calculo Financeiro Mi
 
Entendendo Custos, Despesas e Formação do Preço de Venda
Entendendo Custos, Despesas e Formação do Preço de VendaEntendendo Custos, Despesas e Formação do Preço de Venda
Entendendo Custos, Despesas e Formação do Preço de Venda
 
Aula sobre porcentagem 9º ano
Aula sobre porcentagem 9º anoAula sobre porcentagem 9º ano
Aula sobre porcentagem 9º ano
 
Porcentagem Slides
Porcentagem SlidesPorcentagem Slides
Porcentagem Slides
 
Aula 1 Introdução à Gestão Financeira 06.04.2011
Aula 1   Introdução à Gestão Financeira 06.04.2011Aula 1   Introdução à Gestão Financeira 06.04.2011
Aula 1 Introdução à Gestão Financeira 06.04.2011
 
Numeros-Índices Corecon SP
Numeros-Índices Corecon SPNumeros-Índices Corecon SP
Numeros-Índices Corecon SP
 
Apostila 03 metodo das partidas dobradas
Apostila 03   metodo das partidas dobradasApostila 03   metodo das partidas dobradas
Apostila 03 metodo das partidas dobradas
 
Métodos de formação de preços
Métodos de formação de preçosMétodos de formação de preços
Métodos de formação de preços
 

Destaque

PARTE 3 - Indice Agregativo Simples
PARTE 3 - Indice Agregativo SimplesPARTE 3 - Indice Agregativo Simples
PARTE 3 - Indice Agregativo Simples
Regis Andrade
 
PARTE 2 - Relativo Simples
PARTE 2 - Relativo SimplesPARTE 2 - Relativo Simples
PARTE 2 - Relativo Simples
Regis Andrade
 
PARTE 1 - Consideracoes Iniciais
PARTE 1 - Consideracoes IniciaisPARTE 1 - Consideracoes Iniciais
PARTE 1 - Consideracoes Iniciais
Regis Andrade
 
Cap9 - Parte 1 - Conceitos Inciais
Cap9 - Parte 1 - Conceitos InciaisCap9 - Parte 1 - Conceitos Inciais
Cap9 - Parte 1 - Conceitos Inciais
Regis Andrade
 
Cap9 - Parte 5 - Teste De Coeficientes
Cap9 - Parte 5 - Teste De CoeficientesCap9 - Parte 5 - Teste De Coeficientes
Cap9 - Parte 5 - Teste De Coeficientes
Regis Andrade
 
PARTE 1 - Indices Educacionais Com Tempo Fixo
PARTE 1 - Indices Educacionais Com Tempo FixoPARTE 1 - Indices Educacionais Com Tempo Fixo
PARTE 1 - Indices Educacionais Com Tempo Fixo
Regis Andrade
 
PARTE 4 - Modelo Aditivo
PARTE 4 - Modelo AditivoPARTE 4 - Modelo Aditivo
PARTE 4 - Modelo Aditivo
Regis Andrade
 
Estatística, Mudança de base na prática
Estatística, Mudança de base na práticaEstatística, Mudança de base na prática
Estatística, Mudança de base na prática
nelsonpoer
 
PARTE 3 - Modelo Multiplicativo
PARTE 3 - Modelo MultiplicativoPARTE 3 - Modelo Multiplicativo
PARTE 3 - Modelo Multiplicativo
Regis Andrade
 
Cap8 - Parte 3 - Teste Exato De Fisher
Cap8 - Parte 3 - Teste Exato De FisherCap8 - Parte 3 - Teste Exato De Fisher
Cap8 - Parte 3 - Teste Exato De Fisher
Regis Andrade
 
CAP11 - PARTE 2 - Tendencia
CAP11 - PARTE 2 - TendenciaCAP11 - PARTE 2 - Tendencia
CAP11 - PARTE 2 - Tendencia
Regis Andrade
 
PARTE 1 - Conceitos - cap11
PARTE 1 - Conceitos - cap11PARTE 1 - Conceitos - cap11
PARTE 1 - Conceitos - cap11
Regis Andrade
 
CAP9 - PARTE 3 - CORRELAÇÃO DE SPEARMANN
CAP9 - PARTE 3 - CORRELAÇÃO DE SPEARMANNCAP9 - PARTE 3 - CORRELAÇÃO DE SPEARMANN
CAP9 - PARTE 3 - CORRELAÇÃO DE SPEARMANN
Regis Andrade
 
Aula 1 - Estatística Inferencial
Aula 1 - Estatística InferencialAula 1 - Estatística Inferencial
Aula 1 - Estatística Inferencial
Caroline Godoy
 
Aula 20 indicadores
Aula 20 indicadoresAula 20 indicadores
Aula 20 indicadores
Giovanna Ortiz
 
Cap9 - Parte 2 - Correlação De Pearson
Cap9 - Parte 2 - Correlação De PearsonCap9 - Parte 2 - Correlação De Pearson
Cap9 - Parte 2 - Correlação De Pearson
Regis Andrade
 
Números índices
Números índicesNúmeros índices
Números índices
Videoconferencias UTPL
 
Princípios de Estatística Inferencial - I
Princípios de Estatística Inferencial - IPrincípios de Estatística Inferencial - I
Princípios de Estatística Inferencial - I
Federal University of Bahia
 
Estastítica Inferencial
Estastítica InferencialEstastítica Inferencial
Estastítica Inferencial
Cadernos PPT
 
Indice de laspeyres
Indice de laspeyresIndice de laspeyres
Indice de laspeyres
chikifer
 

Destaque (20)

PARTE 3 - Indice Agregativo Simples
PARTE 3 - Indice Agregativo SimplesPARTE 3 - Indice Agregativo Simples
PARTE 3 - Indice Agregativo Simples
 
PARTE 2 - Relativo Simples
PARTE 2 - Relativo SimplesPARTE 2 - Relativo Simples
PARTE 2 - Relativo Simples
 
PARTE 1 - Consideracoes Iniciais
PARTE 1 - Consideracoes IniciaisPARTE 1 - Consideracoes Iniciais
PARTE 1 - Consideracoes Iniciais
 
Cap9 - Parte 1 - Conceitos Inciais
Cap9 - Parte 1 - Conceitos InciaisCap9 - Parte 1 - Conceitos Inciais
Cap9 - Parte 1 - Conceitos Inciais
 
Cap9 - Parte 5 - Teste De Coeficientes
Cap9 - Parte 5 - Teste De CoeficientesCap9 - Parte 5 - Teste De Coeficientes
Cap9 - Parte 5 - Teste De Coeficientes
 
PARTE 1 - Indices Educacionais Com Tempo Fixo
PARTE 1 - Indices Educacionais Com Tempo FixoPARTE 1 - Indices Educacionais Com Tempo Fixo
PARTE 1 - Indices Educacionais Com Tempo Fixo
 
PARTE 4 - Modelo Aditivo
PARTE 4 - Modelo AditivoPARTE 4 - Modelo Aditivo
PARTE 4 - Modelo Aditivo
 
Estatística, Mudança de base na prática
Estatística, Mudança de base na práticaEstatística, Mudança de base na prática
Estatística, Mudança de base na prática
 
PARTE 3 - Modelo Multiplicativo
PARTE 3 - Modelo MultiplicativoPARTE 3 - Modelo Multiplicativo
PARTE 3 - Modelo Multiplicativo
 
Cap8 - Parte 3 - Teste Exato De Fisher
Cap8 - Parte 3 - Teste Exato De FisherCap8 - Parte 3 - Teste Exato De Fisher
Cap8 - Parte 3 - Teste Exato De Fisher
 
CAP11 - PARTE 2 - Tendencia
CAP11 - PARTE 2 - TendenciaCAP11 - PARTE 2 - Tendencia
CAP11 - PARTE 2 - Tendencia
 
PARTE 1 - Conceitos - cap11
PARTE 1 - Conceitos - cap11PARTE 1 - Conceitos - cap11
PARTE 1 - Conceitos - cap11
 
CAP9 - PARTE 3 - CORRELAÇÃO DE SPEARMANN
CAP9 - PARTE 3 - CORRELAÇÃO DE SPEARMANNCAP9 - PARTE 3 - CORRELAÇÃO DE SPEARMANN
CAP9 - PARTE 3 - CORRELAÇÃO DE SPEARMANN
 
Aula 1 - Estatística Inferencial
Aula 1 - Estatística InferencialAula 1 - Estatística Inferencial
Aula 1 - Estatística Inferencial
 
Aula 20 indicadores
Aula 20 indicadoresAula 20 indicadores
Aula 20 indicadores
 
Cap9 - Parte 2 - Correlação De Pearson
Cap9 - Parte 2 - Correlação De PearsonCap9 - Parte 2 - Correlação De Pearson
Cap9 - Parte 2 - Correlação De Pearson
 
Números índices
Números índicesNúmeros índices
Números índices
 
Princípios de Estatística Inferencial - I
Princípios de Estatística Inferencial - IPrincípios de Estatística Inferencial - I
Princípios de Estatística Inferencial - I
 
Estastítica Inferencial
Estastítica InferencialEstastítica Inferencial
Estastítica Inferencial
 
Indice de laspeyres
Indice de laspeyresIndice de laspeyres
Indice de laspeyres
 

Semelhante a PARTE 4 - Índice Agregativo Composto

Apostila i analise de balancos
Apostila i   analise de balancosApostila i   analise de balancos
Apostila i analise de balancos
zeramento contabil
 
Índices de Preços - Banco Central do Brasil
Índices de Preços - Banco Central do BrasilÍndices de Preços - Banco Central do Brasil
Índices de Preços - Banco Central do Brasil
Fábio Fumio Wada
 
Práticas Financeiras e Contábeis - Aulas 5 e 6
Práticas Financeiras e Contábeis - Aulas 5 e 6Práticas Financeiras e Contábeis - Aulas 5 e 6
Práticas Financeiras e Contábeis - Aulas 5 e 6
Wandick Rocha de Aquino
 
4 aud fiscal-apostila
4 aud fiscal-apostila4 aud fiscal-apostila
4 aud fiscal-apostila
zeramento contabil
 
Conjuntura comvarejistaset2011
Conjuntura comvarejistaset2011Conjuntura comvarejistaset2011
Conjuntura comvarejistaset2011
idesp
 
3º Workshop Análise de Impacto Regulatório - Gustavo Vitti Leite
3º Workshop Análise de Impacto Regulatório - Gustavo Vitti Leite3º Workshop Análise de Impacto Regulatório - Gustavo Vitti Leite
3º Workshop Análise de Impacto Regulatório - Gustavo Vitti Leite
CNseg
 
Aula fiscal 01 apostila
Aula fiscal 01   apostilaAula fiscal 01   apostila
Aula fiscal 01 apostila
zeramento contabil
 
APRESENTAÇÃO b.pptx
APRESENTAÇÃO b.pptxAPRESENTAÇÃO b.pptx
APRESENTAÇÃO b.pptx
Lucia393648
 
Indicadores econômicos
Indicadores econômicosIndicadores econômicos
Indicadores econômicos
Suzana Dias
 
Aula 05
Aula 05Aula 05
Aula 05
Monica Santos
 

Semelhante a PARTE 4 - Índice Agregativo Composto (10)

Apostila i analise de balancos
Apostila i   analise de balancosApostila i   analise de balancos
Apostila i analise de balancos
 
Índices de Preços - Banco Central do Brasil
Índices de Preços - Banco Central do BrasilÍndices de Preços - Banco Central do Brasil
Índices de Preços - Banco Central do Brasil
 
Práticas Financeiras e Contábeis - Aulas 5 e 6
Práticas Financeiras e Contábeis - Aulas 5 e 6Práticas Financeiras e Contábeis - Aulas 5 e 6
Práticas Financeiras e Contábeis - Aulas 5 e 6
 
4 aud fiscal-apostila
4 aud fiscal-apostila4 aud fiscal-apostila
4 aud fiscal-apostila
 
Conjuntura comvarejistaset2011
Conjuntura comvarejistaset2011Conjuntura comvarejistaset2011
Conjuntura comvarejistaset2011
 
3º Workshop Análise de Impacto Regulatório - Gustavo Vitti Leite
3º Workshop Análise de Impacto Regulatório - Gustavo Vitti Leite3º Workshop Análise de Impacto Regulatório - Gustavo Vitti Leite
3º Workshop Análise de Impacto Regulatório - Gustavo Vitti Leite
 
Aula fiscal 01 apostila
Aula fiscal 01   apostilaAula fiscal 01   apostila
Aula fiscal 01 apostila
 
APRESENTAÇÃO b.pptx
APRESENTAÇÃO b.pptxAPRESENTAÇÃO b.pptx
APRESENTAÇÃO b.pptx
 
Indicadores econômicos
Indicadores econômicosIndicadores econômicos
Indicadores econômicos
 
Aula 05
Aula 05Aula 05
Aula 05
 

Mais de Regis Andrade

CAP7 - PARTE 1 - CONCEITOS
CAP7 - PARTE 1 - CONCEITOSCAP7 - PARTE 1 - CONCEITOS
CAP7 - PARTE 1 - CONCEITOS
Regis Andrade
 
Cap2 - Parte 5 - Medidas Para Dados Agrupados
Cap2 - Parte 5 - Medidas Para Dados AgrupadosCap2 - Parte 5 - Medidas Para Dados Agrupados
Cap2 - Parte 5 - Medidas Para Dados Agrupados
Regis Andrade
 
Cap8 - Parte 1 - Teste Qui Um Critério
Cap8 - Parte 1 - Teste Qui Um CritérioCap8 - Parte 1 - Teste Qui Um Critério
Cap8 - Parte 1 - Teste Qui Um Critério
Regis Andrade
 
Cap10 - Parte 3 - Anova Dois Caminho De Classificação
Cap10 - Parte 3 - Anova Dois Caminho De ClassificaçãoCap10 - Parte 3 - Anova Dois Caminho De Classificação
Cap10 - Parte 3 - Anova Dois Caminho De Classificação
Regis Andrade
 
Cap10 - Parte 1 - Anova Conceitos
Cap10 - Parte 1 - Anova ConceitosCap10 - Parte 1 - Anova Conceitos
Cap10 - Parte 1 - Anova Conceitos
Regis Andrade
 
Cap10 - Parte 2 - Anova Um Caminho De Classificação
Cap10 - Parte 2 - Anova Um Caminho De ClassificaçãoCap10 - Parte 2 - Anova Um Caminho De Classificação
Cap10 - Parte 2 - Anova Um Caminho De Classificação
Regis Andrade
 
Cap9 - Parte 4 - Regressão Linear
Cap9 - Parte 4 - Regressão LinearCap9 - Parte 4 - Regressão Linear
Cap9 - Parte 4 - Regressão Linear
Regis Andrade
 
Cap8 - Parte 4 - Razão De Risco
Cap8 - Parte 4 - Razão De RiscoCap8 - Parte 4 - Razão De Risco
Cap8 - Parte 4 - Razão De Risco
Regis Andrade
 
Cap8 - Parte 2 - Teste Qui Dois Caminhos
Cap8 - Parte 2 - Teste Qui Dois CaminhosCap8 - Parte 2 - Teste Qui Dois Caminhos
Cap8 - Parte 2 - Teste Qui Dois Caminhos
Regis Andrade
 
Cap4 - Parte 3 - Distribuição Binomial
Cap4 - Parte 3 - Distribuição BinomialCap4 - Parte 3 - Distribuição Binomial
Cap4 - Parte 3 - Distribuição Binomial
Regis Andrade
 
Cap4 - Parte 1 - Conceitos
Cap4 - Parte 1 - ConceitosCap4 - Parte 1 - Conceitos
Cap4 - Parte 1 - Conceitos
Regis Andrade
 
Cap4 - Parte 2 - Espaço Finito
Cap4 - Parte 2 - Espaço FinitoCap4 - Parte 2 - Espaço Finito
Cap4 - Parte 2 - Espaço Finito
Regis Andrade
 
Cap5 - Parte 2 - Intervalo De Confiança 1
Cap5 - Parte 2 - Intervalo De Confiança 1Cap5 - Parte 2 - Intervalo De Confiança 1
Cap5 - Parte 2 - Intervalo De Confiança 1
Regis Andrade
 
Cap4 - Parte 7 - Distribuição Normal
Cap4 - Parte 7 - Distribuição NormalCap4 - Parte 7 - Distribuição Normal
Cap4 - Parte 7 - Distribuição Normal
Regis Andrade
 
Cap5 - Parte 1 - Conceitos
Cap5 - Parte 1 - ConceitosCap5 - Parte 1 - Conceitos
Cap5 - Parte 1 - Conceitos
Regis Andrade
 
Cap7 - Parte 4 - Teste De Duas Média
Cap7 - Parte 4 - Teste De Duas MédiaCap7 - Parte 4 - Teste De Duas Média
Cap7 - Parte 4 - Teste De Duas Média
Regis Andrade
 
Cap4 - Parte 6 - Distribuições Discretas Exercicios Resolvidos
Cap4 - Parte 6 - Distribuições Discretas Exercicios ResolvidosCap4 - Parte 6 - Distribuições Discretas Exercicios Resolvidos
Cap4 - Parte 6 - Distribuições Discretas Exercicios Resolvidos
Regis Andrade
 

Mais de Regis Andrade (17)

CAP7 - PARTE 1 - CONCEITOS
CAP7 - PARTE 1 - CONCEITOSCAP7 - PARTE 1 - CONCEITOS
CAP7 - PARTE 1 - CONCEITOS
 
Cap2 - Parte 5 - Medidas Para Dados Agrupados
Cap2 - Parte 5 - Medidas Para Dados AgrupadosCap2 - Parte 5 - Medidas Para Dados Agrupados
Cap2 - Parte 5 - Medidas Para Dados Agrupados
 
Cap8 - Parte 1 - Teste Qui Um Critério
Cap8 - Parte 1 - Teste Qui Um CritérioCap8 - Parte 1 - Teste Qui Um Critério
Cap8 - Parte 1 - Teste Qui Um Critério
 
Cap10 - Parte 3 - Anova Dois Caminho De Classificação
Cap10 - Parte 3 - Anova Dois Caminho De ClassificaçãoCap10 - Parte 3 - Anova Dois Caminho De Classificação
Cap10 - Parte 3 - Anova Dois Caminho De Classificação
 
Cap10 - Parte 1 - Anova Conceitos
Cap10 - Parte 1 - Anova ConceitosCap10 - Parte 1 - Anova Conceitos
Cap10 - Parte 1 - Anova Conceitos
 
Cap10 - Parte 2 - Anova Um Caminho De Classificação
Cap10 - Parte 2 - Anova Um Caminho De ClassificaçãoCap10 - Parte 2 - Anova Um Caminho De Classificação
Cap10 - Parte 2 - Anova Um Caminho De Classificação
 
Cap9 - Parte 4 - Regressão Linear
Cap9 - Parte 4 - Regressão LinearCap9 - Parte 4 - Regressão Linear
Cap9 - Parte 4 - Regressão Linear
 
Cap8 - Parte 4 - Razão De Risco
Cap8 - Parte 4 - Razão De RiscoCap8 - Parte 4 - Razão De Risco
Cap8 - Parte 4 - Razão De Risco
 
Cap8 - Parte 2 - Teste Qui Dois Caminhos
Cap8 - Parte 2 - Teste Qui Dois CaminhosCap8 - Parte 2 - Teste Qui Dois Caminhos
Cap8 - Parte 2 - Teste Qui Dois Caminhos
 
Cap4 - Parte 3 - Distribuição Binomial
Cap4 - Parte 3 - Distribuição BinomialCap4 - Parte 3 - Distribuição Binomial
Cap4 - Parte 3 - Distribuição Binomial
 
Cap4 - Parte 1 - Conceitos
Cap4 - Parte 1 - ConceitosCap4 - Parte 1 - Conceitos
Cap4 - Parte 1 - Conceitos
 
Cap4 - Parte 2 - Espaço Finito
Cap4 - Parte 2 - Espaço FinitoCap4 - Parte 2 - Espaço Finito
Cap4 - Parte 2 - Espaço Finito
 
Cap5 - Parte 2 - Intervalo De Confiança 1
Cap5 - Parte 2 - Intervalo De Confiança 1Cap5 - Parte 2 - Intervalo De Confiança 1
Cap5 - Parte 2 - Intervalo De Confiança 1
 
Cap4 - Parte 7 - Distribuição Normal
Cap4 - Parte 7 - Distribuição NormalCap4 - Parte 7 - Distribuição Normal
Cap4 - Parte 7 - Distribuição Normal
 
Cap5 - Parte 1 - Conceitos
Cap5 - Parte 1 - ConceitosCap5 - Parte 1 - Conceitos
Cap5 - Parte 1 - Conceitos
 
Cap7 - Parte 4 - Teste De Duas Média
Cap7 - Parte 4 - Teste De Duas MédiaCap7 - Parte 4 - Teste De Duas Média
Cap7 - Parte 4 - Teste De Duas Média
 
Cap4 - Parte 6 - Distribuições Discretas Exercicios Resolvidos
Cap4 - Parte 6 - Distribuições Discretas Exercicios ResolvidosCap4 - Parte 6 - Distribuições Discretas Exercicios Resolvidos
Cap4 - Parte 6 - Distribuições Discretas Exercicios Resolvidos
 

PARTE 4 - Índice Agregativo Composto

  • 2. Aqui o se deseja avaliar é o valor geral de movimentação financeira de uma empresa levando-se em consideração alguma característica similar completa de mercadorias e/ou serviços, quando se compara os valores da época atual em relação aos valores da época base.
  • 3. No caso de Agregativo Composto, foram criados os seguintes Modelos Matemáticos: Índice de Laspeyres – Neste caso o Modelo Matemático se baseou no Princípio Ponderado, em que os valores são os preços (Dinheiro) e os pesos são as respectivas quantidades ocorridas no Período Base; Índice de Paasche – Neste caso o Modelo Matemático se baseou no Princípio Ponderado, em que os valores são os preços (Dinheiro) e os pesos são as respectivas quantidades ocorridas no Período Base;
  • 4. Continuação Índice Ideal de Fisher – É a média geométrica entre o Índice de Laspeyres e o de Paasche. Conclusão A Conclusão do comportamento financeiro da Empresa é feita utilizando o Índice Ideal de Fisher, devido ao fato de envolver as quantidades registradas na Época Base ( Laspeyres ) e da Época Atual ( Paasche ) e é sua média.
  • 6. Índice de Paasche Indice Ideal de Fisher ( Média Geométrica entre Laspeyres e Paasche )
  • 7. 01. Faça uma análise comparativa do desempenho comercial do Posto Alfa ( Citado na PARTE 2 ) no mês de Agosto comparado com o desempenho registrado no mês de Julho. Solução Pelo exposto, sabe-se que a conclusão é feita utilizando o Índice Ideal de Fisher, que é a Média Geométrica entre Laspeyres e Paasche, assim se faz necessário calcular: Laspeyres; Paasche.
  • 10. Como os índices obtidos foram: Vem que o Ideal de Fisher é: Interpretação “ Houve um acréscimo de 19,7% no faturamento deste posto no mês de agosto em comparação com o mês de julho”
  • 11. I. Índice de Preços ao Consumidor (IPC) Mede a variação nos preços da cesta de produtos de consumo contínuo da população, e objetiva avaliar o poder aquisitivo da população e reajuste de rendimentos para que não alterasse este poder.
  • 12. II. Índice de Custo de Vida (ICV) Mesmo objetivo do IPC, sendo criado e calculado pelo DIEESE e divide a população em dois níveis de rendimentos.   III. Índice Nacional de Preço ao Consumidor (INPC) É o índice criado pelo IBGE, pelo qual é calculado para a população de renda que varia de 01 (um) a 08 (oito) salários mínimos.
  • 13. IV. Índice de Preço ao Atacado (IPA) É um índice pelo qual o objetivo é de dar respaldo para as empresas atacadistas do Brasil.   V. Índice da Construção Civil (ICC) Este índice visa medir a variação de mercado, bem como de mão de obra na Construção Civil Regional e ou Nacional.
  • 14. VI. Índice Geral de Preço(IGP) É um índice criado pela Fundação Getúlio Vargas e é calculado pela média aritmética ponderada pelos índices: IPA - peso 6; ICV – peso 3; ICC – peso 1.
  • 15.  
  • 16.  
  • 17. FIM Prof. Gercino Monteiro Filho