SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 25
Marcel Mauss Curso de Mestrado Profissional em Administração – ESAG/UDESC Profs. Carolina Andion e Mauricio C. Serafim
Biografia ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
Biografia ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
Biografia ,[object Object],[object Object]
Obra ,[object Object],[object Object],[object Object]
Obra
Obra: Alguns temas ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
Obra: discreta e influente ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
Metodologia (Caillé, 2002) ,[object Object],Fernando Gonsalez  http://www2.uol.com.br/niquel
Metodologia (Caillé, 2002) ,[object Object],[object Object],[object Object]
Mauss e Durkheim ,[object Object],[object Object],[object Object]
Mauss e Durkheim ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],É toda a maneira de fazer, pensar e de sentir externas ao indivíduo e que é suscetível de exercer sobre ele uma  coação  (acrescentou a liberdade).
Mauss e Durkheim ,[object Object],[object Object],[object Object]
Paradigma do dom ,[object Object],[object Object]
Paradigma 1: Individualista ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
Paradigma 1: Individualista ,[object Object],[object Object]
Paradigma 1: Crítica  ,[object Object],Motiva conduta humana Interesse Material Ideal Simbólico Dádiva
Paradigma 2: Holismo ,[object Object],[object Object],[object Object]
Paradigma 2: Crítica ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
Paradigma 3: Dom ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
Paradigma 3: Dom ,[object Object],[object Object],[object Object]
Contribuição fundamental dos  Ensaios ,[object Object]
Contribuição fundamental dos  Ensaios ,[object Object]
“ Que adotemos como princípio de nossa vida o que sempre foi um princípio e sempre o será: sair de si, dar, de maneira livre e obrigatória; não há risco de nos enganarmos ”.  Marcel Mauss (2003, p. 301).
Referências ,[object Object],[object Object],[object Object]

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

A divisão social do trabalho émile durkheim
A divisão social do trabalho  émile durkheimA divisão social do trabalho  émile durkheim
A divisão social do trabalho émile durkheim
Lucio Braga
 
Introdução à Sociologia
Introdução à SociologiaIntrodução à Sociologia
Introdução à Sociologia
Alison Nunes
 
Os Clássicos da Sociologia (Émile Durkheim)
Os Clássicos da Sociologia (Émile Durkheim)Os Clássicos da Sociologia (Émile Durkheim)
Os Clássicos da Sociologia (Émile Durkheim)
e neto
 
Sociologia, os 4 principais idealizadores
Sociologia, os 4 principais idealizadoresSociologia, os 4 principais idealizadores
Sociologia, os 4 principais idealizadores
Roger Jose
 
1 ano sociologia as relações entre indivíduo e sociedade
1 ano sociologia as relações entre indivíduo e sociedade1 ano sociologia as relações entre indivíduo e sociedade
1 ano sociologia as relações entre indivíduo e sociedade
homago
 

Mais procurados (20)

Norbert Elias E Pierre Bourdieu
Norbert Elias E Pierre BourdieuNorbert Elias E Pierre Bourdieu
Norbert Elias E Pierre Bourdieu
 
Émile Durkheim - Da Divisão do Trabalho Social
Émile Durkheim - Da Divisão do Trabalho SocialÉmile Durkheim - Da Divisão do Trabalho Social
Émile Durkheim - Da Divisão do Trabalho Social
 
A divisão social do trabalho émile durkheim
A divisão social do trabalho  émile durkheimA divisão social do trabalho  émile durkheim
A divisão social do trabalho émile durkheim
 
Max weber
Max weberMax weber
Max weber
 
Clássicos da sociologia
Clássicos da sociologiaClássicos da sociologia
Clássicos da sociologia
 
SOCIOLOGIA CONCEITOS BASICOS
SOCIOLOGIA CONCEITOS BASICOSSOCIOLOGIA CONCEITOS BASICOS
SOCIOLOGIA CONCEITOS BASICOS
 
Aula 3 - Durkheim
Aula 3 - DurkheimAula 3 - Durkheim
Aula 3 - Durkheim
 
Aula 2 O conceito de estado para marx, weber e durkheim- Prof. Noe Assunção
Aula 2   O conceito de estado para marx, weber e durkheim- Prof. Noe AssunçãoAula 2   O conceito de estado para marx, weber e durkheim- Prof. Noe Assunção
Aula 2 O conceito de estado para marx, weber e durkheim- Prof. Noe Assunção
 
Introdução à Sociologia
Introdução à SociologiaIntrodução à Sociologia
Introdução à Sociologia
 
Karl marx (materialismo histórico)
Karl marx (materialismo histórico)Karl marx (materialismo histórico)
Karl marx (materialismo histórico)
 
Materialismo histórico dialético
Materialismo histórico dialéticoMaterialismo histórico dialético
Materialismo histórico dialético
 
Émile Durkheim - Método Sociológico
Émile Durkheim - Método SociológicoÉmile Durkheim - Método Sociológico
Émile Durkheim - Método Sociológico
 
Sociologia espaco urbano_13
Sociologia espaco urbano_13Sociologia espaco urbano_13
Sociologia espaco urbano_13
 
A teoria de Max Weber
A teoria de Max WeberA teoria de Max Weber
A teoria de Max Weber
 
Os Clássicos da Sociologia (Émile Durkheim)
Os Clássicos da Sociologia (Émile Durkheim)Os Clássicos da Sociologia (Émile Durkheim)
Os Clássicos da Sociologia (Émile Durkheim)
 
Sociologia, os 4 principais idealizadores
Sociologia, os 4 principais idealizadoresSociologia, os 4 principais idealizadores
Sociologia, os 4 principais idealizadores
 
Sociologia Urbana e a vida nas grandes cidades
Sociologia Urbana e a vida nas grandes cidadesSociologia Urbana e a vida nas grandes cidades
Sociologia Urbana e a vida nas grandes cidades
 
1 ano sociologia as relações entre indivíduo e sociedade
1 ano sociologia as relações entre indivíduo e sociedade1 ano sociologia as relações entre indivíduo e sociedade
1 ano sociologia as relações entre indivíduo e sociedade
 
Antropologia: conceitos basicos
 Antropologia: conceitos basicos Antropologia: conceitos basicos
Antropologia: conceitos basicos
 
Slide sociologia 1
Slide sociologia 1Slide sociologia 1
Slide sociologia 1
 

Destaque

Lewis Henry Morgan
Lewis Henry MorganLewis Henry Morgan
Lewis Henry Morgan
Universidade Estácio de Sá
 
Antropologia contemporanea
Antropologia contemporaneaAntropologia contemporanea
Antropologia contemporanea
Amunincoc
 
Antropología contemporánea
Antropología  contemporáneaAntropología  contemporánea
Antropología contemporánea
addyalf
 

Destaque (20)

Ensaio Sobre a Dádiva - Marcel Mauss
Ensaio Sobre a Dádiva - Marcel MaussEnsaio Sobre a Dádiva - Marcel Mauss
Ensaio Sobre a Dádiva - Marcel Mauss
 
Ensaio sobre a dádiva, Mauss
Ensaio sobre a dádiva, MaussEnsaio sobre a dádiva, Mauss
Ensaio sobre a dádiva, Mauss
 
Antropologia contemporânea
Antropologia contemporânea Antropologia contemporânea
Antropologia contemporânea
 
Lewis Henry Morgan
Lewis Henry MorganLewis Henry Morgan
Lewis Henry Morgan
 
Antropologia contemporanea
Antropologia contemporaneaAntropologia contemporanea
Antropologia contemporanea
 
Teorias Curriculares e o ensino superior de música
Teorias Curriculares e o ensino superior de músicaTeorias Curriculares e o ensino superior de música
Teorias Curriculares e o ensino superior de música
 
Marcel Mauss
Marcel MaussMarcel Mauss
Marcel Mauss
 
OLIVEIRA, Amurabi. Etnografia e pesquisa educacional: por uma descrição densa...
OLIVEIRA, Amurabi. Etnografia e pesquisa educacional: por uma descrição densa...OLIVEIRA, Amurabi. Etnografia e pesquisa educacional: por uma descrição densa...
OLIVEIRA, Amurabi. Etnografia e pesquisa educacional: por uma descrição densa...
 
Geertz transição para humanidade
Geertz   transição para humanidadeGeertz   transição para humanidade
Geertz transição para humanidade
 
emile durkhein
emile durkheinemile durkhein
emile durkhein
 
Escola francesa
Escola francesaEscola francesa
Escola francesa
 
ÉMILE DURKHEIN
ÉMILE DURKHEINÉMILE DURKHEIN
ÉMILE DURKHEIN
 
As Formas Elementares da Vida Religiosa - Émile Durkheim
As Formas Elementares da Vida Religiosa -  Émile DurkheimAs Formas Elementares da Vida Religiosa -  Émile Durkheim
As Formas Elementares da Vida Religiosa - Émile Durkheim
 
Antropología contemporánea
Antropología  contemporáneaAntropología  contemporánea
Antropología contemporánea
 
Émile Durkheim (Clássico da Sociologia)
Émile Durkheim (Clássico da Sociologia)Émile Durkheim (Clássico da Sociologia)
Émile Durkheim (Clássico da Sociologia)
 
Antropologia 1
Antropologia 1Antropologia 1
Antropologia 1
 
Apresentaçãosocdir3
Apresentaçãosocdir3Apresentaçãosocdir3
Apresentaçãosocdir3
 
Fato social epistemologia - apresentação Ana Luiza Monte
Fato social   epistemologia - apresentação Ana Luiza MonteFato social   epistemologia - apresentação Ana Luiza Monte
Fato social epistemologia - apresentação Ana Luiza Monte
 
TC ESCOLA FRANCESA
TC ESCOLA FRANCESATC ESCOLA FRANCESA
TC ESCOLA FRANCESA
 
Argonautas do pacífico ocidental
Argonautas do pacífico ocidentalArgonautas do pacífico ocidental
Argonautas do pacífico ocidental
 

Semelhante a Aula 6 - Marcel Mauss

aula3-durkheim-090817182219-phpapp02.pdf
aula3-durkheim-090817182219-phpapp02.pdfaula3-durkheim-090817182219-phpapp02.pdf
aula3-durkheim-090817182219-phpapp02.pdf
PedroSimonetti1
 
Apostila classicos-sociologia-131031092141-phpapp01
Apostila classicos-sociologia-131031092141-phpapp01Apostila classicos-sociologia-131031092141-phpapp01
Apostila classicos-sociologia-131031092141-phpapp01
anaely13
 
Apostila classicos-sociologia
Apostila classicos-sociologiaApostila classicos-sociologia
Apostila classicos-sociologia
Cristina Bentes
 
Filosofia e sociologia enem 2013
Filosofia e sociologia enem 2013Filosofia e sociologia enem 2013
Filosofia e sociologia enem 2013
joao paulo
 
Filosofia e sociologia enem 2013
Filosofia e sociologia enem 2013Filosofia e sociologia enem 2013
Filosofia e sociologia enem 2013
joao paulo
 
Material de sociologia i
Material de sociologia iMaterial de sociologia i
Material de sociologia i
gabriela_eiras
 
A sociologia e o senso comum.émile durkheim.
A sociologia e o senso comum.émile durkheim.A sociologia e o senso comum.émile durkheim.
A sociologia e o senso comum.émile durkheim.
José Amaral
 
Sociologia positivismo, marxismo e sociologia compreensiva
Sociologia   positivismo, marxismo e sociologia compreensivaSociologia   positivismo, marxismo e sociologia compreensiva
Sociologia positivismo, marxismo e sociologia compreensiva
Daniele Rubim
 

Semelhante a Aula 6 - Marcel Mauss (20)

aula3-durkheim-090817182219-phpapp02.pdf
aula3-durkheim-090817182219-phpapp02.pdfaula3-durkheim-090817182219-phpapp02.pdf
aula3-durkheim-090817182219-phpapp02.pdf
 
4.-Emile-Durkheim-e-a-integracao-social.ppt
4.-Emile-Durkheim-e-a-integracao-social.ppt4.-Emile-Durkheim-e-a-integracao-social.ppt
4.-Emile-Durkheim-e-a-integracao-social.ppt
 
Apostila classicos-sociologia-131031092141-phpapp01
Apostila classicos-sociologia-131031092141-phpapp01Apostila classicos-sociologia-131031092141-phpapp01
Apostila classicos-sociologia-131031092141-phpapp01
 
Apostila classicos-sociologia
Apostila classicos-sociologiaApostila classicos-sociologia
Apostila classicos-sociologia
 
A ciência e os avanços do conhecimento em sociologia
A ciência e os avanços do conhecimento em sociologiaA ciência e os avanços do conhecimento em sociologia
A ciência e os avanços do conhecimento em sociologia
 
Aula 1 soc em
Aula 1   soc emAula 1   soc em
Aula 1 soc em
 
Apostila de sociologia_1ano
Apostila de sociologia_1anoApostila de sociologia_1ano
Apostila de sociologia_1ano
 
Teorias sociologicas classicas
Teorias sociologicas classicasTeorias sociologicas classicas
Teorias sociologicas classicas
 
Karl Marx - Manifesto Comunista
Karl Marx - Manifesto ComunistaKarl Marx - Manifesto Comunista
Karl Marx - Manifesto Comunista
 
Filosofia e sociologia enem 2013
Filosofia e sociologia enem 2013Filosofia e sociologia enem 2013
Filosofia e sociologia enem 2013
 
Filosofia e sociologia enem 2013
Filosofia e sociologia enem 2013Filosofia e sociologia enem 2013
Filosofia e sociologia enem 2013
 
Material de sociologia i
Material de sociologia iMaterial de sociologia i
Material de sociologia i
 
A sociologia e o senso comum.émile durkheim.
A sociologia e o senso comum.émile durkheim.A sociologia e o senso comum.émile durkheim.
A sociologia e o senso comum.émile durkheim.
 
Émile Durkheim
Émile Durkheim Émile Durkheim
Émile Durkheim
 
Sociologia: antecedentes e positivismo
Sociologia: antecedentes e positivismoSociologia: antecedentes e positivismo
Sociologia: antecedentes e positivismo
 
Introducao a sociologia
Introducao a sociologiaIntroducao a sociologia
Introducao a sociologia
 
Sociologia positivismo, marxismo e sociologia compreensiva
Sociologia   positivismo, marxismo e sociologia compreensivaSociologia   positivismo, marxismo e sociologia compreensiva
Sociologia positivismo, marxismo e sociologia compreensiva
 
Sociologia geral
Sociologia geralSociologia geral
Sociologia geral
 
Slides (2).pptx
Slides (2).pptxSlides (2).pptx
Slides (2).pptx
 
Os classicos da_sociologia_ completo
Os classicos da_sociologia_ completoOs classicos da_sociologia_ completo
Os classicos da_sociologia_ completo
 

Mais de Mauricio Serafim

Plano de Ensino - Sociologia Econômica e Organizações
Plano de Ensino - Sociologia Econômica e OrganizaçõesPlano de Ensino - Sociologia Econômica e Organizações
Plano de Ensino - Sociologia Econômica e Organizações
Mauricio Serafim
 
O uso de redes sociais no desenvolvimento de pesquisas
O uso de redes sociais no desenvolvimento de pesquisasO uso de redes sociais no desenvolvimento de pesquisas
O uso de redes sociais no desenvolvimento de pesquisas
Mauricio Serafim
 
1 plano ensino tga pub 2011.1 (mauricio serafim)
1 plano ensino   tga pub 2011.1 (mauricio serafim)1 plano ensino   tga pub 2011.1 (mauricio serafim)
1 plano ensino tga pub 2011.1 (mauricio serafim)
Mauricio Serafim
 
Coproducao - Plano de ensino
Coproducao - Plano de ensinoCoproducao - Plano de ensino
Coproducao - Plano de ensino
Mauricio Serafim
 
O Uso De Tecnologias No Desenvolvimento De Pesquisas
O Uso De Tecnologias No Desenvolvimento De PesquisasO Uso De Tecnologias No Desenvolvimento De Pesquisas
O Uso De Tecnologias No Desenvolvimento De Pesquisas
Mauricio Serafim
 

Mais de Mauricio Serafim (20)

Economia criativa ou indústria criativa: Delimitação de um Conceito em Constr...
Economia criativa ou indústria criativa: Delimitação de um Conceito em Constr...Economia criativa ou indústria criativa: Delimitação de um Conceito em Constr...
Economia criativa ou indústria criativa: Delimitação de um Conceito em Constr...
 
Artigo - As organizações religiosas e suas relações: Uma análise a partir da ...
Artigo - As organizações religiosas e suas relações: Uma análise a partir da ...Artigo - As organizações religiosas e suas relações: Uma análise a partir da ...
Artigo - As organizações religiosas e suas relações: Uma análise a partir da ...
 
Artigo - Captação de recursos não reembolsáveis: dificuldades e limitações da...
Artigo - Captação de recursos não reembolsáveis: dificuldades e limitações da...Artigo - Captação de recursos não reembolsáveis: dificuldades e limitações da...
Artigo - Captação de recursos não reembolsáveis: dificuldades e limitações da...
 
Plano de Ensino - Sociologia Econômica e Organizações
Plano de Ensino - Sociologia Econômica e OrganizaçõesPlano de Ensino - Sociologia Econômica e Organizações
Plano de Ensino - Sociologia Econômica e Organizações
 
O uso de redes sociais no desenvolvimento de pesquisas
O uso de redes sociais no desenvolvimento de pesquisasO uso de redes sociais no desenvolvimento de pesquisas
O uso de redes sociais no desenvolvimento de pesquisas
 
Administração e política (Poliarquia e Elitismo)
Administração e  política (Poliarquia e Elitismo)Administração e  política (Poliarquia e Elitismo)
Administração e política (Poliarquia e Elitismo)
 
From rationality to relationality
From rationality to relationalityFrom rationality to relationality
From rationality to relationality
 
Oikonomia como referencial para as organizações econômicas
Oikonomia como referencial para as organizações econômicasOikonomia como referencial para as organizações econômicas
Oikonomia como referencial para as organizações econômicas
 
1 plano ensino tga pub 2011.1 (mauricio serafim)
1 plano ensino   tga pub 2011.1 (mauricio serafim)1 plano ensino   tga pub 2011.1 (mauricio serafim)
1 plano ensino tga pub 2011.1 (mauricio serafim)
 
EdC - agire agapico
EdC - agire agapicoEdC - agire agapico
EdC - agire agapico
 
Aula 7 - Karl Polanyi
Aula 7 - Karl PolanyiAula 7 - Karl Polanyi
Aula 7 - Karl Polanyi
 
Aula 7 - karl polanyi
Aula 7 - karl polanyiAula 7 - karl polanyi
Aula 7 - karl polanyi
 
Show - Talentos ESAG
Show - Talentos ESAGShow - Talentos ESAG
Show - Talentos ESAG
 
Convite conferencia
Convite conferenciaConvite conferencia
Convite conferencia
 
Aula 4 (15.03.2010) - Coproducao Esag
Aula 4 (15.03.2010) - Coproducao EsagAula 4 (15.03.2010) - Coproducao Esag
Aula 4 (15.03.2010) - Coproducao Esag
 
Teoria - alguns tópicos
Teoria - alguns tópicosTeoria - alguns tópicos
Teoria - alguns tópicos
 
Aula 2 (01 03 2010) - Coproducao Esag
Aula 2 (01 03 2010) - Coproducao  EsagAula 2 (01 03 2010) - Coproducao  Esag
Aula 2 (01 03 2010) - Coproducao Esag
 
Coproducao - Plano de ensino
Coproducao - Plano de ensinoCoproducao - Plano de ensino
Coproducao - Plano de ensino
 
O Uso De Tecnologias No Desenvolvimento De Pesquisas
O Uso De Tecnologias No Desenvolvimento De PesquisasO Uso De Tecnologias No Desenvolvimento De Pesquisas
O Uso De Tecnologias No Desenvolvimento De Pesquisas
 
Consumo Consciente
Consumo ConscienteConsumo Consciente
Consumo Consciente
 

Último

sistema de transporte brasil - 7 ano.pptx
sistema de transporte brasil - 7 ano.pptxsistema de transporte brasil - 7 ano.pptx
sistema de transporte brasil - 7 ano.pptx
CarladeOliveira25
 
018627000101011 (13).pdfdddddddddddddddddddddddddddddd
018627000101011 (13).pdfdddddddddddddddddddddddddddddd018627000101011 (13).pdfdddddddddddddddddddddddddddddd
018627000101011 (13).pdfdddddddddddddddddddddddddddddd
Renandantas16
 
Aula teórica 2 - Gametogênese feminina.pdf
Aula teórica 2 - Gametogênese feminina.pdfAula teórica 2 - Gametogênese feminina.pdf
Aula teórica 2 - Gametogênese feminina.pdf
lucianatorresdemelo
 

Último (12)

sistema de transporte brasil - 7 ano.pptx
sistema de transporte brasil - 7 ano.pptxsistema de transporte brasil - 7 ano.pptx
sistema de transporte brasil - 7 ano.pptx
 
MERCADO LIVRE DE ENERGIA - QUALIDADE NO USO DA ENERGIA
MERCADO LIVRE DE ENERGIA - QUALIDADE NO USO DA ENERGIAMERCADO LIVRE DE ENERGIA - QUALIDADE NO USO DA ENERGIA
MERCADO LIVRE DE ENERGIA - QUALIDADE NO USO DA ENERGIA
 
Profissional de Vendas - Funcao e Competencias.pptx
Profissional de Vendas - Funcao e Competencias.pptxProfissional de Vendas - Funcao e Competencias.pptx
Profissional de Vendas - Funcao e Competencias.pptx
 
Digitalização do varejo | Como a logística pode ajudar na melhor experiência ...
Digitalização do varejo | Como a logística pode ajudar na melhor experiência ...Digitalização do varejo | Como a logística pode ajudar na melhor experiência ...
Digitalização do varejo | Como a logística pode ajudar na melhor experiência ...
 
Cavaleiros do Futebol: Equipamentos e Moda para Campeões.pptx
Cavaleiros do Futebol: Equipamentos e Moda para Campeões.pptxCavaleiros do Futebol: Equipamentos e Moda para Campeões.pptx
Cavaleiros do Futebol: Equipamentos e Moda para Campeões.pptx
 
018627000101011 (13).pdfdddddddddddddddddddddddddddddd
018627000101011 (13).pdfdddddddddddddddddddddddddddddd018627000101011 (13).pdfdddddddddddddddddddddddddddddd
018627000101011 (13).pdfdddddddddddddddddddddddddddddd
 
Digitalização do varejo | Tecnologia na gestão do negócio: como alavancar a e...
Digitalização do varejo | Tecnologia na gestão do negócio: como alavancar a e...Digitalização do varejo | Tecnologia na gestão do negócio: como alavancar a e...
Digitalização do varejo | Tecnologia na gestão do negócio: como alavancar a e...
 
Opções estratégicas de competitividade.pdf
Opções estratégicas de competitividade.pdfOpções estratégicas de competitividade.pdf
Opções estratégicas de competitividade.pdf
 
Digitalização do varejo | A importância do engajamento e fidelização de clien...
Digitalização do varejo | A importância do engajamento e fidelização de clien...Digitalização do varejo | A importância do engajamento e fidelização de clien...
Digitalização do varejo | A importância do engajamento e fidelização de clien...
 
Aula teórica 2 - Gametogênese feminina.pdf
Aula teórica 2 - Gametogênese feminina.pdfAula teórica 2 - Gametogênese feminina.pdf
Aula teórica 2 - Gametogênese feminina.pdf
 
Digitalização de varejo | Importe ou morra.
Digitalização de varejo | Importe ou morra.Digitalização de varejo | Importe ou morra.
Digitalização de varejo | Importe ou morra.
 
Digitalização do varejo| Clienting no varejo: dados e tendências sobre relaci...
Digitalização do varejo| Clienting no varejo: dados e tendências sobre relaci...Digitalização do varejo| Clienting no varejo: dados e tendências sobre relaci...
Digitalização do varejo| Clienting no varejo: dados e tendências sobre relaci...
 

Aula 6 - Marcel Mauss

  • 1. Marcel Mauss Curso de Mestrado Profissional em Administração – ESAG/UDESC Profs. Carolina Andion e Mauricio C. Serafim
  • 2.
  • 3.
  • 4.
  • 5.
  • 7.
  • 8.
  • 9.
  • 10.
  • 11.
  • 12.
  • 13.
  • 14.
  • 15.
  • 16.
  • 17.
  • 18.
  • 19.
  • 20.
  • 21.
  • 22.
  • 23.
  • 24. “ Que adotemos como princípio de nossa vida o que sempre foi um princípio e sempre o será: sair de si, dar, de maneira livre e obrigatória; não há risco de nos enganarmos ”. Marcel Mauss (2003, p. 301).
  • 25.