Educação Corporativa

6.379 visualizações

Publicada em

A educação corporativa é a nova fronteira da competitividade. As empresas que investirem em educação para suas lideranças e equipes, vão conquistar um importante diferencial competitivo: saber usar as novas tecnologias de informação e comunicação a seu favor em um mundo cada vez mais conectado.

Publicada em: Educação
1 comentário
2 gostaram
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
6.379
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
61
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
272
Comentários
1
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Educação Corporativa

  1. 1. Educação Corporativa A próxima fronteira da competitividade
  2. 2. A nova fronteira da competitividade  Países como o Brasil, com sistemas de ensino público precários, enfrentam uma dificuldade adicional no que diz respeito ao mercado de trabalho  São poucas as pessoas preparadas para atividades como as demandadas pelas modernas tecnologias de informação e comunicação, que exigem profissionais aptos a produzir e difundir conhecimento  Mas é fato que, a longo prazo, as empresas com profissionais mais preparados terão importantes diferenciais competitivos Page  2
  3. 3. Mudanças  Uma pesquisa global da IBM realizada em 2006 evidenciou que: – 2 entre 3 presidentes de empresas precisam mudar significativamente suas companhias, inovando produtos e serviços. Como? Page  3
  4. 4. Por que é preciso mudar?  Há uma profunda mudança de ambiente ainda pouco avaliada pelas empresas – Em 1995, apenas 0,4% dos habitantes do mundo acessava a Internet Os centros começam a desaparecer e vai se impondo – Em 2006 15,7% das pessoas o poder do fluxo de informação estavam conectadas – O que significa interconexão? Page  4
  5. 5. Informação instantânea  Com que frequência você necessita da informação? Instantaneous 17% Monthly11% 24% 29% 17% Weekly Weekly 55% Daily 44% Daily “Com que velocidade você “Com que velocidade você precisa da informação para precisa da informação para análise” - 2002 análise?” - 2006 Fonte: IBM Report, 2006 Gartner Page  5
  6. 6. Por que inovar? • Elevada competitividade – Empresas em praticamente todos os segmentos de prestação de serviços enfrentam forte competição • Necessidade de diferenciação – A competição exige constantes processos de diferenciação que só se materializam através da inovação constante Page  6
  7. 7. Quem está inovando? • Empresas de TI – As grandes empresas de TI estão desenvolvendo programas de inovação • Bancos – Alguns bancos buscam inovar através da aquisição de concorrentes e empresas em setores estratégicos Telefonia móvel – Empresas de telefonia móvel estão entre as mais criativas e já invadem outros negócios, como o de meios de pagamento (pagamento via celular) • Universidades – Algumas universidades desenvolvem novas técnicas de transmissão de ensino e projetos híbridos de ensino à distância • Montadoras – Construção de processos produtivos em rede é a base da inovação no segmento automobilístico Page  7
  8. 8. Como as empresas buscam “inovar”? • A maioria dos programas de inovação que está em desenvolvimento atua nas seguintes frentes: – Palestras com gurus da inovação – Programas de comunicação – Criação de banco de idéias – O que falta? Page  8
  9. 9. Isso funciona? • A maioria das empresas que fundamenta seus programas de inovação em palestras, comunicação e bancos de idéias se decepciona com os resultados: – Idéias surgem durante e logo após as campanhas de comunicação e depois desaparecem – Bancos de idéias têm desempenho sofrível, com poucas idéias aproveitáveis – Palestras caem no vazio e são rapidamente esquecidas Page  9
  10. 10. Informação decisiva • O estudo da IBM aponta duas fontes principais de informação para a inovação – Empregados (46%) – Parceiros de negócios (36%) Os empregados são a principal fonte de idéias de uma empresa. Eles estão Page  10 preparados?
  11. 11. Educação corporativa • Estudo da Hay Group aponta: – As lideranças organizacionais estão despreparadas – Precisam de ações de educação corporativa para desenvolver uma melhor compreensão do novo mundo – Estão isoladas e tomam decisões com base em impulsos ou crenças pessoais Page  11
  12. 12. Objetivos • A educação corporativa para a inovação passa pela compreensão de alguns aspectos organizacionais relevantes: – Quais são os perfis psicológicos dos times de decisão e execução da empresa? – Como os times de execução enxergam a organização onde atuam? – Como os times de execução enxergam a força que move a organização? – Em que ponto do ciclo de vida está a organização? – Qual é a estrutura da organização? Ela permite o fluxo do conhecimento? Page  12
  13. 13. Workshops de conhecimento • Um entrave à efetividade da educação corporativa é a metodologia dos cursos • A maioria utiliza métodos de ensino antiquados, que já se revelaram pouco eficazes • Uma alternativa eficaz é o desenvolvimento de workshops de conhecimento • Por meio de processos lúdicos de interação, o workshop Nos workshops, os participantes produz informação e ajudam a construir o conhecimento conhecimento que podem ser que vai ser usado para mudar a usados para debater a organização realidade da organização e mudar seu futuro Page  13
  14. 14. Como funciona? • O processo começa com reuniões com a área de RH para entender a realidade da empresa, suas dificuldades, planos e metas • O workshop precisa ser pensado de modo customizado para a realidade da empresa Page  14
  15. 15. Começamos pelos líderes e gestores? • Sim • As bases da organização já sabem que é preciso mudar • Mas a preparação para a mudança tem que se dar pelo topo da organização, pois caberá ao comando da empresa criar as condições para a mudança • Então os programas de educação corporativa começam pelo alto? Os líderes, quando bem • SIM! preparados, tem o poder de abrir o caminho para as mudanças Page  15
  16. 16. Conteúdo dos workshops • O que as lideranças precisam conhecer? • Essencialmente 8 conceitos: – Perfil individual – Escolas de pensamento em administração de empresas – Estruturas organizacionais – Self organizacional: como identificar a alma da empresa – Força motriz: a força que move a empresa e determina sua missão – A relação entre a alma da organização e sua estratégia – Ciclo de vida das empresas – Estrutura da cultura organizacional Page  16
  17. 17. Perfil individual • Todos sabemos que as pessoas são diferentes • Mas como elas são diferentes? • Qual o impacto dessa diferença no trabalho? • Como as diferenças podem ser integradas em uma equipe realmente criativa e inovadora? • É possível se apaixonar pelo trabalho? Page  17
  18. 18. Escolas de pensamento em administração • Poucos sabem que organizamos as coisas nas empresas do modo como nos ensinaram na família, na escola, na faculdade • De onde vieram essas ideias de organização? • Quem as criou? • Elas mudam? Como? • Qual o papel do ser Este modo de organizar as pessoas no trabalho humano nesse processo visa impedir que elas conversem: quem pensou nisto em primeiro lugar? Por que? de mudança? Page  18
  19. 19. Estruturas organizacionais • Como se dá o fluxo de poder na organização? • Quem o construiu? • Como ele muda? • A estrutura organizacional da GM não é a mesma da Toyota, por que? Este tipo de estrutura evidencia um fluxo de poder, do mais ao menos poderoso: como nasceram • As estruturas mudam? estas estruturas e como elas mudam? • Quais os tipos? Page  19
  20. 20. Self: a alma da organização • A organização onde você atua tem uma alma, uma essência, uma voz? • Como a liderança da organização vê essa alma? Existe coincidência de visão? • Que tipos de alma organizacional existem? • Como se pode detectá-la? Qual a face que a organização tem para as pessoas que a comandam? Por que isso é importante? Page  20
  21. 21. Foça motriz: a locomotiva da empresa • Qual a força que move a empresa no mundo dos negócios? • Como o comando da organização vê essa força? • Como a força motriz determina a verdadeira missão da empresa? • Que tipos de força motriz encontramos nas empresas brasileiras? Qual a força que faz a empresa se mover? Que tipo de pessoas a empresa valoriza em função disso? É possível mudar a força que orienta os negócios da empresa? Page  21
  22. 22. A determinação da estratégia • A estratégia que marcou a fundação da empresa ainda é relevante? • Como ela nasceu? • Ela ainda determina os negócios ou foi mudada? • Como alterar com sucesso a estratégia da empresa sem promover o caos? Conhecer a origem da estratégia de negócios da empresa leva à compreensão das forças que podem ajudar no processo de Page  22 mudança
  23. 23. O ciclo de vida das organizações • As empresas experimentam ciclos de vida, que vão do nascimento à morte • Eles não são inevitáveis • Mas é preciso conhecer os sinais que apontam os diferentes momentos de vida da organização • Em que momento a empresa está? • O que é preciso fazer para avançar? Do nascimento à morte da empresa, os • Como mudar ciclos negativos? ciclos de vida revelam momentos cruciais da história da companhia que ajudam a • Como fugir do risco da fossilização? planejar o futuro • Há relação entre ciclos e pessoas? Page  23
  24. 24. A cultura corporativa • Muitas empresas desconhecem o fato de que – quer queiram, quer não queiram – elas vivem em meio a uma cultura • Embora a cultura do país onde estejam tenha muito a ver com isso, as empresas têm culturas próprias, específicas, que guardam profunda relação com o modo como o fundador da companhia organizou as coisas A cultura da Ford sempre teve • Como mudar isso? muito a ver com a personalidade de seu fundador, Henry Ford • Como avançar? • Como usar a cultura para mudar? Page  24
  25. 25. Resultados • Um bom programa de educação corporativa vai terminar, sempre, com um relatório detalhado sobre o impacto do workshop nos presentes • Novas visões de mundo, interação, debates, ideias, sugestões, mudanças apontadas • Este relatório serve como Os relatórios com os resultados da ponto de partida para novas ação vão ajudar a pensar a conquistas organizacionais próxima etapa Page  25
  26. 26. Educação Corporativa • A Educação Corporativa é uma alavanca para a mudança, a inovação e a perenidade do negócio • Ela ajuda a preparar melhor as equipes internas, que vão empreender a mudança • Forma novos líderes • Cria as bases para o novo mundo que as empresas precisam empreender, o mundo das novas tecnologias de comunicação e informação Page  26
  27. 27. e-Press Comunicação • Rua Gomes de Carvalho, 342 • Vila Olímpia, São Paulo SP Brasil – Armando Levy • armando@epress.com.br – Marisa Bravo • marisa@epress.com.br – (11) 2619 1720 – (11) 2275 0036 Page  27

×