SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 35
Sociedade Brasileira de Terapia Intensiva - SOBRATI


             Assistência Ventilatória na U T I
Phillip Drinker - 1927




www.medicinaintensiva.com.br
Ventilação Mecânica Não Invasiiva
Ventiladores tipo Couraca
Transporte de Pacientes Críticos
Pulmão de Aço – Surto Poliomielite
1953 - Ventilador Clevedon
Marco na Assistência Ventilatória
Composição do Aparelho
            Válvula Inspiratória
            e Expiratória
            Respectivos
            Circuitos
            Manômetros de
            Pressão
            Monitor de
            Ventilação
            Independente
            Sistema de ajustes
            dos parâmetros
            ventilatórios
Filtros - Umidifucadores
Sistema de Ventilação
Complacência Dinâmica
Impedância Total do Sistema Respiratório




 CD= VC / PRESSÃO PICO – PEEP TOTAL
        (NL= 50 A 80 ML/CMH20)
Como ajustar os Parâmetros Ventilatórios
               em UTI ?
FIO2 - Fração Inspirada de Oxigênio

                  100%


      Admissão do paciente crítico


  SpO2 > 90% - Consenso Nacional - VM


             PaO2 estimada
Curva de Dissociação da
     Hemoglobina

               Saturação > 96% -
                Indivíduos Jovens;

               Idosos de acordo
               com a PaO2 Ideal;
Volume Corrente

  Conhecimento da Doença de Base


Rotina – 7 A 8 ml / kg de peso
SARA- entre 4 E 6 ml / kg de peso
DPOC – entre 5 e 8 ml / kg de peso
ALTOS VOLUMES

          Hiperdistensão alveolar

   Estiramento cíclico ” abrir e fechar ”

  Edema pulmonar          Alter. surfactante

Alt. difusão        Colapso alveolar - shunt

                 Hipoxemia

    LESÃO DO TECIDO PULMONAR
         AM J RESPIR CRIT CARE MED- 1998
Análise do Volume Corrente e Pressão
           Platô em Pacientes Obesos




Ferreira G. C e colaboradores adequação do VC no PO de gastroplastia set. 2003
Pressão Inspiratória (Limite)
No modo pressórico, manter
níveis que proporcionem a
manutenção do Volume
Minuto maior que 5 a 6 l
/minuto, na dependência do
peso, com níveis médios de
pico em torno de 22 a 25
cm/H2O (FERRRI, 2006).

Pressão ajustada de acordo
com o VC – esperado
7 a 8 ml/kg
Peep na UTI

Admissão
Repercussão Hemodinâmica
Riscos
Cautela




             Emergency Medicine Reports 0746-2506 March 2005 v26 p.63
Quanto usar de PEEP ?
PEEP= 5 CM H2O- impede colabamento alveolar

PEEP > 8 CM H20 – melhora oxigenação

PEEP > 12 CM H20- repercussões hemodinâmicas
Monitorização da Auto PEEP
      Oclusão da válvula expiratória
Zerar PEEP e ciclo manual – final da exp.
Parâmetros II Consenso Nacional de Ventilação
                  Mecânica
       100
        90
        80
        70
        60                                             Colunas 3D 1
        50                                             Colunas 3D 2
        40                                             Colunas 3D 3
        30
        20
        10
         0
             FIO2   FR   VC PEEP P. Pico P.Platô




                                    Relatório II consenso de Ventilação Mecânica 2002
Parâmetros atualmente utilizados

100
 90
 80
 70
 60                                                    Colunas 3D 1
 50                                                    Colunas 3D 2
 40                                                    Colunas 3D 3
 30
 20
 10
  0
       FIO2   VC       FR   PEEP   P. Pico P.Platô



                   Emergency Medicine Reports 0746-2506 March 2005 v26 p.63
Modelos geradores de fluxo - CPAP
Modelos BIPV -
Monitorizacao
Ventilador Mecânico – modalidade Pressão de Suporte
Máscara Facial   Máscara nasal
Total Face   Face to Face
Prong Nasal – Neonatologia e Pediatria
Aplicação adequada de VMNI ...
Cautela ... e observação


Pressão de fixação      Vazamentos          Lesões cutâneas




          Ressecamento de conjuntiva – lesões em córnea
Pressão de Cuff

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Ventilação mecânica em neonatologia e pediatria
Ventilação mecânica em neonatologia e pediatriaVentilação mecânica em neonatologia e pediatria
Ventilação mecânica em neonatologia e pediatriaFábio Falcão
 
Recrutamento alveolar em anestesia
Recrutamento alveolar em anestesiaRecrutamento alveolar em anestesia
Recrutamento alveolar em anestesiaAnestesiador
 
ventilação mecanica fácil
ventilação mecanica fácilventilação mecanica fácil
ventilação mecanica fácilSandra Regina
 
Vni no doente cardíaco
Vni no doente cardíacoVni no doente cardíaco
Vni no doente cardíacoRoberto Mendes
 
Ventilação Mecânica Não Invasiva
Ventilação Mecânica Não InvasivaVentilação Mecânica Não Invasiva
Ventilação Mecânica Não InvasivaFábio Falcão
 
Zb ventilacao mecanica
Zb ventilacao mecanicaZb ventilacao mecanica
Zb ventilacao mecanicaterezinha1932
 
Ventilação Mecânica 2013: tópicos especiais
Ventilação Mecânica 2013: tópicos especiaisVentilação Mecânica 2013: tópicos especiais
Ventilação Mecânica 2013: tópicos especiaisYuri Assis
 
VNI no intraooperatorio
VNI no intraooperatorioVNI no intraooperatorio
VNI no intraooperatorioAnestesiador
 
Monitorização Ventilatória
Monitorização VentilatóriaMonitorização Ventilatória
Monitorização Ventilatórialabap
 
Aula I Rp A E Vm
Aula I Rp A E VmAula I Rp A E Vm
Aula I Rp A E Vmgalegoo
 
Síndrome do desconforto respiratório agudo (sdra)
Síndrome do desconforto respiratório agudo (sdra)Síndrome do desconforto respiratório agudo (sdra)
Síndrome do desconforto respiratório agudo (sdra)Iapes Ensino
 
Aspiração endotraqueal em pacientes sob Ventilação Mecânica Invasiva
Aspiração endotraqueal em pacientes sob Ventilação Mecânica InvasivaAspiração endotraqueal em pacientes sob Ventilação Mecânica Invasiva
Aspiração endotraqueal em pacientes sob Ventilação Mecânica InvasivaMariana Artuni Rossi
 
Bases do Suporte Ventilatório Artificial nas Unidades de Tratamento Intensivo
Bases do Suporte Ventilatório Artificial nas Unidades de Tratamento IntensivoBases do Suporte Ventilatório Artificial nas Unidades de Tratamento Intensivo
Bases do Suporte Ventilatório Artificial nas Unidades de Tratamento IntensivoJosé Alexandre Pires de Almeida
 
Ventilação Mecânica Básica
Ventilação Mecânica BásicaVentilação Mecânica Básica
Ventilação Mecânica BásicaFelipe Patrocínio
 

Mais procurados (20)

Ventilação mecânica em neonatologia e pediatria
Ventilação mecânica em neonatologia e pediatriaVentilação mecânica em neonatologia e pediatria
Ventilação mecânica em neonatologia e pediatria
 
4ª aula de pneumo
4ª aula de pneumo4ª aula de pneumo
4ª aula de pneumo
 
Ventilação Mecânica Básica
Ventilação Mecânica Básica Ventilação Mecânica Básica
Ventilação Mecânica Básica
 
Recrutamento alveolar em anestesia
Recrutamento alveolar em anestesiaRecrutamento alveolar em anestesia
Recrutamento alveolar em anestesia
 
ventilação mecanica fácil
ventilação mecanica fácilventilação mecanica fácil
ventilação mecanica fácil
 
Vni no doente cardíaco
Vni no doente cardíacoVni no doente cardíaco
Vni no doente cardíaco
 
Ventilação Mecânica Não Invasiva
Ventilação Mecânica Não InvasivaVentilação Mecânica Não Invasiva
Ventilação Mecânica Não Invasiva
 
Zb ventilacao mecanica
Zb ventilacao mecanicaZb ventilacao mecanica
Zb ventilacao mecanica
 
Ventilação Mecânica 2013: tópicos especiais
Ventilação Mecânica 2013: tópicos especiaisVentilação Mecânica 2013: tópicos especiais
Ventilação Mecânica 2013: tópicos especiais
 
VNI no intraooperatorio
VNI no intraooperatorioVNI no intraooperatorio
VNI no intraooperatorio
 
Síndrome do Desconforto Respiratório Agudo
Síndrome do Desconforto Respiratório AgudoSíndrome do Desconforto Respiratório Agudo
Síndrome do Desconforto Respiratório Agudo
 
Monitorização Ventilatória
Monitorização VentilatóriaMonitorização Ventilatória
Monitorização Ventilatória
 
Aula I Rp A E Vm
Aula I Rp A E VmAula I Rp A E Vm
Aula I Rp A E Vm
 
Princípios da Assistência Ventilatória - UTI
Princípios da Assistência Ventilatória - UTIPrincípios da Assistência Ventilatória - UTI
Princípios da Assistência Ventilatória - UTI
 
Síndrome do desconforto respiratório agudo (sdra)
Síndrome do desconforto respiratório agudo (sdra)Síndrome do desconforto respiratório agudo (sdra)
Síndrome do desconforto respiratório agudo (sdra)
 
Princípios da Ventilação Invasiva
Princípios da Ventilação InvasivaPrincípios da Ventilação Invasiva
Princípios da Ventilação Invasiva
 
Aspiração endotraqueal em pacientes sob Ventilação Mecânica Invasiva
Aspiração endotraqueal em pacientes sob Ventilação Mecânica InvasivaAspiração endotraqueal em pacientes sob Ventilação Mecânica Invasiva
Aspiração endotraqueal em pacientes sob Ventilação Mecânica Invasiva
 
Bases do Suporte Ventilatório Artificial nas Unidades de Tratamento Intensivo
Bases do Suporte Ventilatório Artificial nas Unidades de Tratamento IntensivoBases do Suporte Ventilatório Artificial nas Unidades de Tratamento Intensivo
Bases do Suporte Ventilatório Artificial nas Unidades de Tratamento Intensivo
 
Ventilação Mecânica Básica
Ventilação Mecânica BásicaVentilação Mecânica Básica
Ventilação Mecânica Básica
 
Ventilação mecânica
Ventilação mecânicaVentilação mecânica
Ventilação mecânica
 

Semelhante a Assistencia ventilatoria

Trauma-Pleuropulmonar.pdf
Trauma-Pleuropulmonar.pdfTrauma-Pleuropulmonar.pdf
Trauma-Pleuropulmonar.pdfNaldoCastro7
 
AULA AVM - ENFERMAGEM.ppt
AULA AVM - ENFERMAGEM.pptAULA AVM - ENFERMAGEM.ppt
AULA AVM - ENFERMAGEM.pptVILMARZAHN
 
Vmatempofigueiredo i
Vmatempofigueiredo iVmatempofigueiredo i
Vmatempofigueiredo iterezinha1932
 
Asistencia ventilatoria
Asistencia ventilatoriaAsistencia ventilatoria
Asistencia ventilatoriaRafael Souza
 
Monitorização Hemodinamica
Monitorização HemodinamicaMonitorização Hemodinamica
Monitorização HemodinamicaRodrigo Biondi
 
Ventilação Mecânica 2013: Princípios Básicos
Ventilação Mecânica 2013: Princípios BásicosVentilação Mecânica 2013: Princípios Básicos
Ventilação Mecânica 2013: Princípios BásicosYuri Assis
 
Ventilação Pulmonar Mecânica
Ventilação Pulmonar MecânicaVentilação Pulmonar Mecânica
Ventilação Pulmonar MecânicaLuciana Abeche
 
42ª Sessão Cientifica - VNI-Ventilação não invasiva.pdf
42ª Sessão Cientifica - VNI-Ventilação não invasiva.pdf42ª Sessão Cientifica - VNI-Ventilação não invasiva.pdf
42ª Sessão Cientifica - VNI-Ventilação não invasiva.pdfLuizPiedade1
 

Semelhante a Assistencia ventilatoria (20)

Sara
SaraSara
Sara
 
Desmame ventilatrio
Desmame ventilatrioDesmame ventilatrio
Desmame ventilatrio
 
Sara
SaraSara
Sara
 
Desmame ventilatório
Desmame ventilatórioDesmame ventilatório
Desmame ventilatório
 
Desmame ventilatório
Desmame ventilatórioDesmame ventilatório
Desmame ventilatório
 
Processo de Desmame Ventilatório e Extubação
Processo de Desmame Ventilatório e ExtubaçãoProcesso de Desmame Ventilatório e Extubação
Processo de Desmame Ventilatório e Extubação
 
Trauma-Pleuropulmonar.pdf
Trauma-Pleuropulmonar.pdfTrauma-Pleuropulmonar.pdf
Trauma-Pleuropulmonar.pdf
 
AULA AVM - ENFERMAGEM.ppt
AULA AVM - ENFERMAGEM.pptAULA AVM - ENFERMAGEM.ppt
AULA AVM - ENFERMAGEM.ppt
 
Vmatempofigueiredo i
Vmatempofigueiredo iVmatempofigueiredo i
Vmatempofigueiredo i
 
Asistencia ventilatoria
Asistencia ventilatoriaAsistencia ventilatoria
Asistencia ventilatoria
 
Monitorização Hemodinamica
Monitorização HemodinamicaMonitorização Hemodinamica
Monitorização Hemodinamica
 
Ventilação Mecânica 2013: Princípios Básicos
Ventilação Mecânica 2013: Princípios BásicosVentilação Mecânica 2013: Princípios Básicos
Ventilação Mecânica 2013: Princípios Básicos
 
Aula ventilação mecânica
Aula   ventilação mecânicaAula   ventilação mecânica
Aula ventilação mecânica
 
I rp a
I rp aI rp a
I rp a
 
Decúbito prona 2006
Decúbito prona   2006Decúbito prona   2006
Decúbito prona 2006
 
Ventilação Pulmonar Mecânica
Ventilação Pulmonar MecânicaVentilação Pulmonar Mecânica
Ventilação Pulmonar Mecânica
 
Decbito prona 2006
Decbito prona   2006Decbito prona   2006
Decbito prona 2006
 
Curso 42
Curso 42Curso 42
Curso 42
 
42ª Sessão Cientifica - VNI-Ventilação não invasiva.pdf
42ª Sessão Cientifica - VNI-Ventilação não invasiva.pdf42ª Sessão Cientifica - VNI-Ventilação não invasiva.pdf
42ª Sessão Cientifica - VNI-Ventilação não invasiva.pdf
 
I rp a
I rp aI rp a
I rp a
 

Mais de IAPES - Instituto Amazonense de Aprimoramento e Ensino em Saúde

Mais de IAPES - Instituto Amazonense de Aprimoramento e Ensino em Saúde (20)

Mobilização precoce em pacientes críticos
Mobilização precoce em pacientes críticosMobilização precoce em pacientes críticos
Mobilização precoce em pacientes críticos
 
Modos ventilatórios
 Modos ventilatórios  Modos ventilatórios
Modos ventilatórios
 
Tumores do sistema nervoso central
Tumores do sistema nervoso centralTumores do sistema nervoso central
Tumores do sistema nervoso central
 
Vm no trauma encefálico e neurointensivismo
Vm no trauma encefálico e neurointensivismoVm no trauma encefálico e neurointensivismo
Vm no trauma encefálico e neurointensivismo
 
Nocoes do-metodo-bobath reflexos primitivos
Nocoes do-metodo-bobath reflexos primitivosNocoes do-metodo-bobath reflexos primitivos
Nocoes do-metodo-bobath reflexos primitivos
 
A importância da fisioterapia intensiva na uti oncológica
 A importância da fisioterapia intensiva na uti oncológica A importância da fisioterapia intensiva na uti oncológica
A importância da fisioterapia intensiva na uti oncológica
 
Interpretação de curvas na vm
 Interpretação de curvas na vm Interpretação de curvas na vm
Interpretação de curvas na vm
 
A HUMANIZAÇÃO EM UNIDADE DE TERAPIA INTENSIVA (UTI) NA FUNDAÇÃO CENTRO DE CON...
A HUMANIZAÇÃO EM UNIDADE DE TERAPIA INTENSIVA (UTI) NA FUNDAÇÃO CENTRO DE CON...A HUMANIZAÇÃO EM UNIDADE DE TERAPIA INTENSIVA (UTI) NA FUNDAÇÃO CENTRO DE CON...
A HUMANIZAÇÃO EM UNIDADE DE TERAPIA INTENSIVA (UTI) NA FUNDAÇÃO CENTRO DE CON...
 
A história da Ventilação mecânica
A história da Ventilação mecânicaA história da Ventilação mecânica
A história da Ventilação mecânica
 
Interação interdisciplinar na unidade de tratamento intensivo
Interação interdisciplinar na unidade de tratamento intensivoInteração interdisciplinar na unidade de tratamento intensivo
Interação interdisciplinar na unidade de tratamento intensivo
 
Análie das Estratégias de Ventilação Mecânica na Lesão Pulmonar Aguda e na Sí...
Análie das Estratégias de Ventilação Mecânica na Lesão Pulmonar Aguda e na Sí...Análie das Estratégias de Ventilação Mecânica na Lesão Pulmonar Aguda e na Sí...
Análie das Estratégias de Ventilação Mecânica na Lesão Pulmonar Aguda e na Sí...
 
Doença de parkinson a relevância da abordagem fisioterapêutica nas principai...
Doença de parkinson  a relevância da abordagem fisioterapêutica nas principai...Doença de parkinson  a relevância da abordagem fisioterapêutica nas principai...
Doença de parkinson a relevância da abordagem fisioterapêutica nas principai...
 
Distúrbios osteomusculares em fisioterapeutas
Distúrbios osteomusculares em fisioterapeutasDistúrbios osteomusculares em fisioterapeutas
Distúrbios osteomusculares em fisioterapeutas
 
Benefícios da intervenção fisioterapêutica na esclerose lateral amiotrófica
Benefícios da intervenção fisioterapêutica na esclerose lateral amiotróficaBenefícios da intervenção fisioterapêutica na esclerose lateral amiotrófica
Benefícios da intervenção fisioterapêutica na esclerose lateral amiotrófica
 
A influência do comprometimento neuromotor na aquisição de habilidades em par...
A influência do comprometimento neuromotor na aquisição de habilidades em par...A influência do comprometimento neuromotor na aquisição de habilidades em par...
A influência do comprometimento neuromotor na aquisição de habilidades em par...
 
A importância da propriocepção no esporte
A importância da propriocepção no esporteA importância da propriocepção no esporte
A importância da propriocepção no esporte
 
Relevância do hemograma na conduta fisioterapêutica em terapia intensiva
Relevância do hemograma na conduta fisioterapêutica em terapia intensivaRelevância do hemograma na conduta fisioterapêutica em terapia intensiva
Relevância do hemograma na conduta fisioterapêutica em terapia intensiva
 
Pneumonia associada à ventilação mecânica (PAV)
Pneumonia associada à ventilação mecânica (PAV)Pneumonia associada à ventilação mecânica (PAV)
Pneumonia associada à ventilação mecânica (PAV)
 
Manobra peep-zeep em Ventilação Mecânica
Manobra peep-zeep em Ventilação MecânicaManobra peep-zeep em Ventilação Mecânica
Manobra peep-zeep em Ventilação Mecânica
 
Interação das drogas vasoativas e a fisioterapia em pacientes na Unidade de T...
Interação das drogas vasoativas e a fisioterapia em pacientes na Unidade de T...Interação das drogas vasoativas e a fisioterapia em pacientes na Unidade de T...
Interação das drogas vasoativas e a fisioterapia em pacientes na Unidade de T...
 

Assistencia ventilatoria