SlideShare uma empresa Scribd logo
Gestão de Pessoas
O conceito de gestão de pessoas ou administração de recursos humanos é
uma associação de habilidades e métodos, políticas, técnicas e
práticas definidas, com o objetivo de administrar os comportamentos
internos e potencializar o capital humano nas organizações.
A Gestão de Pessoas ocorre através da participação, capacitação,
envolvimento e desenvolvimento de funcionários de uma empresa, e a área
tem a função de humanizar as empresas. Muitas vezes, a gestão de pessoa é
confundida com o setor de Recursos Humanos, porém RH é a técnica e os
mecanismos que o profissional utiliza e gestão de pessoas tem como objetivo a
valorização dos profissionais
O setor de gestão de pessoas possui uma grande
responsabilidade na formação dos profissionais que a
instituição deseja, com o objetivo de desenvolver e
colaborar para o crescimento da instituição como e do
próprio profissional,
• As organizações precisam das pessoas e as pessoas precisam das organizações.
• As organizações procuram alcançar resultados e as pessoas buscam alcançar objetivos.
• É importante que essa relação seja proveitosa para ambos os lados, ou seja, uma
relação de ganha-ganha.
Mudanças organizacionais nada mais é do que qualquer
alteração, planejada ou não, na relação entre a organizacão e o
meio ambiente, que possam trazer consequências na eficiência
ou eficácia organizacional, ou seja, uma necessidade
organizacional para conseguir se adequar as variações do
mercado, afim de satisfazer o seu cliente externo e por
consequência vencer a briga com o seu concorrente.
*Um dos pontos é que o personagem não se entende como gente e
se transforma mais em máquina do que em qualquer outra coisa,
inclusive levando alguns tiques para sua vida cotidiana.
*Faz o que faz não porque entende o que faz, mas por simples
repetição.
*Não enxerga o seu papel, não se reconhece no resultado, não se vê
no todo.
*Passando esse exemplo para a vida corporativa, quantos de nossos
funcionários e colaboradores não são assim?
Paralelo entre o filme Tempos Modernos e A Moderna Gestão de Pessoas
A gestão de pessoas moderna atual,para mobilizar e utilizar
plenamente as pessoas em suas atividades, as organizações
estão mudando os seus conceitos e alterando as suas
práticas gerenciais,em vez de investirem diretamente nos
clientes, elas estão investindo nas pessoas que os atendem e
os servem e que sabem como satisfaze-los”.
ANÁLISE COMPORTAMENTAL
A Análise do Comportamento nas organizações visa:
A) Colaborar com um modelo de seleção de pessoal que considera o
modelo de seleção natural, sujeito único, comportamentos
adaptativos, determinantes do comportamento e outras considerações
do Behaviorismo Radical, garantindo assim um rigor científico às
práticas da psicologia organizacional;
B) Reverter o cenário das organizações frente ao mercado de trabalho,
que sem considerar a história de vida do sujeito, acaba excluindo-o de
oportunidades de trabalho, contribuindo para construção de ideais como
por exemplo: "Excelentes e Ruins" candidatos, ou seja, criação de
rótulos;
C) Alavancar publicação de pesquisas à comunidade comportamental
D) Construir conhecimento para combater injustas críticas direcionadas a
esta abordagem, traz como exemplo, a metodologia de seleção por
competência já caracterizada como ferramenta a ser utilizada por
profissionais de seleção, não necessariamente psicólogos, frente a esta
era de mudanças que afetam o RH das empresas no contexto globalizado.
EMPRESA ESTUDADA PELO GRUPO :
Atento Brasil
A Atento Brasil é uma empresa multinacional de contact center.
Presente em 16 países, a multinacional é atualmente a maior prestadora de
serviços integrados de atendimento ao cliente na América Latina e uma das
mais importantes do mundo. Reconhecida pelo seu destacado papel como
fonte de geração de empregos nos países onde está presente, a Atento conta
com um quadro de 150.000 funcionários e possui uma carteira de mais de 500
clientes líderes nos setores de telecomunicações, finanças, consumo, e outros.
PORTE/TAMANHO
Empresa de grande porte
A empresa oferece soluções personalizadas e de qualidade para as áreas
corporativas dos seus clientes, que envolvem a interação com seus usuários
finais. Seu portfólio de produtos inclui: Suporte Técnico, Back Office, Crédito,
Risco e Cobrança, SAC, Service Desk e Vendas, (ex.: telecomunicações, varejo,
cartões de crédito, seguro, etc.).
Os serviços prestados pela empresa vão desde a gestão de simples ligações a
complexos processos de negócios por meio de distintos canais que empregam
tecnologia de ponta.
QUANTIDADE DE FUNCIONÁRIOS
Em 2013, a empresa atingiu 156.000 funcionários.
Relação entre empregado e empregador
As relações estabelecidas entre empregador e empregado, são de natureza econômico-
social. Existe a atenção às necessidades de maneira geral de seus funcionários, ou
seja, a empresa proporciona boas e conservadas ferramentas de trabalho, intervalos
intra e interjornadas cumpridas à risca, práticas de ginásticas laborais para melhorar a
qualidade de vida, se possível uma boa rede de benefícios, tudo isso atrelado a um
salário justo com a função e o mercado de trabalho, pagamento em dia, tornam
empresas cada vez mais valorizadas e competitivas.
Essa é a busca de todo trabalhador que está sempre em busca de uma organização
que lhe abrace, e forneça oportunidades para o desenvolvimento do seu crescimento
profissional
MISSÃO E VALORES
Nosso objetivo é continuar crescendo para sermos líderes mundiais em
atendimento ao cliente.
Conhecimento, experiência e vontade de fazer sempre melhor. Conhecer como
trabalhamos é o primeiro passo para entender porque somos diferentes.
Gostamos tanto de lidar com clientes que cuidamos não só dos nossos, mas
também dos seus. É essa a essência do trabalho que realizamos na Atento, uma
das maiores empresas de Business Process Outsourcing (BPO) do mundo.
Questionário diretivo e aplicado ao Gestor a fim de identificar qual é o
modelo de Gestão que é utilizada na organização, desde a forma de
recrutamento e seleção até a avaliação de desempenho dos
colaboradores.
NOME E CARGO DO CONTATO QUE RESPONDEU AS
PERGUNTAS
Agnaldo Calbucci : presidente da Atento Brasil
1)Qual o modelo de gestão utilizado na empresa ATENTO BRASIL?
Balance ScoredCard : A empresa começou a usar o Balance ScoredCard
como modelo de gestão estratégica em 2003, sendo implementada em
todos os 13 países onde está presente com operações. "Há quatro anos
a Atento utiliza o BSC para parametrizar e desenvolver a estratégia da
empresa, mostrando a diferenciação com a geração de valor para os
nossos clientes"
A empresa também desenvolveu a prática de gestão do
conhecimento,desde o início deste ano, funcionários do Grupo Atento
de diversos países contam com mais uma importante ferramenta de
inteligência em suas rotinas de trabalho: a Atentopedia – o Portal do
Conhecimento da Atento.
“A Atentopedia é extremamente importante para a Atento Brasil.
Por isso, estamos muito satisfeitos e orgulhosos em compartilhar
esta prática que já tem apresentado resultado por aqui com os
demais países que, com certeza, ganharão um forte aliado para a
tomada de decisões estratégicas”
2)Existe alguma política de sustentabilidade em no modelo de gestão
da empresa?
Sim,a Atento possui uma política de sustentabilidade que integra
todas as dimensões de seu modelo de gestão, reafirmando o seu
compromisso para manutenção de seu crescimento econômico,
com equilíbrio ambiental e equidade social, abrangendo a cadeia
de valor de seus clientes e fornecedores.
Neste sentido, a companhia reúne várias iniciativas como, o
'Programa Atentos ao Futuro', que visa capacitar jovens em
situação de vulnerabilidade social, que estejam finalizando o
ensino médio, por meio de parcerias com escolas públicas,
ONGs, instituições de ensino e voluntariado, realizando
treinamentos e aulas de capacitação. Para fomentar esta ação, a
Atento promove o 'Voluntariado Corporativo' para estimular as
ações voluntárias dos funcionários e já possui um banco de
cadastro com mais de quatro mil pessoas dispostas a contribuir
com as ações sociais da empresa.
3)Quais mudanças organizacionais a atento tem feito para otimizar seu
modelo de gestão e revitalizar suas operações?
A Atento acaba de reformular sua estrutura organizacional,
assim como o modelo de abordagem do mercado global. Assim,
suas operações passam a estar centralizadas em três escritórios,
de forma a permitir que as diferentes subsidiárias se concentrem
em seu core business.
4)Como é feito o recrutamento e seleção pelo RH da
empresa?
O processo seletivo compreenderá basicamente três fases:
triagem por telefone, triagem presencial onde será avaliado o
potencial dos candidatos às vagas, além da análise dos
conhecimentos técnicos requeridos; e aplicação de dinâmicas de
grupo que visam avaliar os aspectos comportamentais dos
candidatos. Os profissionais que forem aprovados em todas essas
etapas, serão contratados para atuarem como teleoperadores,
supervisores de operação, gestores e gerentes.
5)Como é feito o treinamento e a integração dos novos
colaboradores?
Para realizar o treinamento e a integração dos novos
colaboradores, a organização conta com uma equipe de
profissionais da área de RH que se responsabiliza pelos
processos. Para isso, uma vez admitido, o colaborador da Atento
Brasil passa por um treinamento básico que aborda desde as
técnicas de atendimento até às metodologias de venda. Depois, o
novo funcionário passa por um treinamento que enfoca o produto
ou o serviço sobre o qual o profissional irá atender. Quanto mais
técnica a operação de atendimento que o funcionário fará, maior
o tempo de treinamento sobre o produto/serviço. "Para que você
tenha uma idéia, em 2003 tivemos 1,6 milhão de
horas/treinamento. Já temos um know-how bem desenvolvido e
esse treinamento ocorre de forma natural". No ano passado, a
empresa investiu 900 mil reais em treinamento e desenvolvimento
profissional nos mais diversos níveis do quadro de funcionários.
6)Como é feito a avaliação de desempenho dos
funcionários/colaboradores da empresa?
O desempenho dos colaboradores da organização é
acompanhado diariamente pelo supervisor e gestor de
operação, gerando feedback pontual. Além disso, para
avaliar os colaboradores, a Atento Brasil também
recorre à utilização de duas ferramentas: a monitoria de
qualidade (realizada pelo supervisor com base em
indicadores de qualidade definidos pela organização e
clientes) e pela Avaliação de Desempenho que
acontece mensalmente. "Nessa, o funcionário é
avaliado em produtividade, absenteísmo e aspectos
comportamentais onde são analisada as competências".
PLANO DE AÇÃO CRIADO PELO GRUPO PARA A EMPRESA
ATENTO
(4 ESTRATÉGIAS)
1)CRIAÇÃO E APLICAÇÃO DE UM SISTEMA DE INFORMAÇÕES
GERENCIAIS PARA A EMPRESA E UM ORGANAGRAMA PARA O RH DA
EMPRESA
2)CRIAÇÃO DE UM MODELO DE GESTÃO DE RH E UM
SISTEMA ONLINE PARA O RH DA EMPRESA
MODELO DE GESTÃO PARA RH
Motivação: um novo modelo de gestão
Há tempos, os bons salários não são mais suficientes para motivar e manter
bons profissionais nas empresas (principalmente a geração Y em diante). Os
fatores que mais motivam os profissionais no trabalho são o bom
relacionamento com as pessoas no trabalho, o reconhecimento profissional e a
possibilidade de trabalhar com o que se gosta. Salário e acúmulo de capital
não aparecem nem entre os cinco principais fatores de motivação.
Muitas vezes, as instituições investem tempo e dinheiro em reestruturações de
RH, definições de planos de carreiras, cargos e salários, contratam inúmeras
consultorias, e acabam se esquecendo do mais básico: o que motiva as
pessoas a acordarem pela manhã, e irem trabalhar.
INVESTIMENTO NA QUALIDADE DE VIDA DAS
PESSOAS
A busca por pessoas criativas, que fazem diferença no
lugar onde estão, é o diferencial de qualquer produto ou
serviço é a inovação. Por isso, a Atento Brasil prepara
equipes motivadas, envolvidas com seu trabalho,
criativas, que opinam, sugerem, criticam, e apontam
melhorias, criamum ambiente de trabalho onde as
pessoas gostem de estar e passar a maior parte do dia.
Investir em áreas de lazer e convívio comum, com sofás
confortáveis, mesa de bilhar, e puffs em salas de
reunião, pode tornar o ambiente mais descontraído e
favorável para que os colaboradores expressem suas
opiniões e contribuam com ideias inovadoras.
Construa uma hierarquia horizontal
Ter um plano de carreira bem estruturado e
políticas de cargos e salários bem definidas são
importantes para qualquer organização. Mas se
uma pessoa não consegue ter contato imediato
com seus gestores, e não se sente próximo aos
seus líderes, vai automaticamente se sentir
distanciado da empresa. Não é por acaso que
Jack Welck, logo após assumir a direção da GE,
em 1981, promoveu uma profunda transformação
na estrutura da empresa, consolidando uma
hierarquia bem mais "achatada" e simplificada. O
resultado, todos nós sabemos.
Permita horários flexíveis de trabalho
Dentro do possível, deixe que as equipes façam seu
horário de trabalho. Tente focar esforços no
cumprimento de metas e avaliações por meritocracia, ao
invés de ficar monitorando quanto tempo as pessoas
ficam batendo papo no cafezinho. A maioria das
atividades de qualquer empresa envolve criatividade –
algo que pode ser desenvolvido durante todo o dia,
inclusive no cafezinho. Se uma equipe é mais produtiva
trabalhando no período da tarde, crie mecanismos para
que possam trabalhar neste horário. Qualquer equipe
ficará mais motivada trabalhando no horário em que é
mais produtiva.
Não dê ordens, compartilhe
responsabilidades
Não dê ordens, ou diga o que as pessoas devem
fazer. Você pode apontar caminhos para que
entendam quais dificuldades e problemas
precisam ser resolvidos. A maioria dos
profissionais, principalmente os da geração Y,
adoram assumir responsabilidades e desafios, e
cada vez mais reforçam estes desejos em todas
as pesquisas. Permita que as pessoas possam
enfrentar os problemas da empresa e tenham
liberdade para poder ajudar com soluções.
Promova uma comunicação efetiva
Você apenas poderá criar qualquer expectativa sobre
um funcionário se ele souber o que a instituição onde
ele atua espera dele no ambiente de trabalho. Então,
invista na geração de ciclos de feedback entre
funcionários e gestores, para que todos tenham uma
visão clara da estratégia e metas da empresa. Na
maioria das vezes, não é necessário implantar sistemas
de feedback complexos ou longas reuniões envolvendo
todas as áreas, mas sim incentivar uma cultura em que
gestores, líderes e liderados tenham liberdade para
conversar de maneira mais informal, permitindo que
informações importantes sejam compartilhadas
naturalmente entre todos.
Dê liberdade às pessoas, e surpreenda-se com os resultados
Geralmente, as grandes empresas de tecnologia e internet são apontadas
como as mais inovadoras do mercado, e grande parte delas possui modelos de
gestão bem mais flexíveis e enxutos. Em empresas como Facebook, Google e
Amazon, os colaboradores são incentivados a serem autogerenciáveis, e terem
liberdade para resolver seus problemas com mais autonomia. Essa liberdade
permite com que as pessoas desenvolvam sua criatividade e promovam a
inovação. Quando Ricardo Semler começou a difundir suas ideias sobre
gestão empresarial, em 1982, na Semco S/A, pregando de forma radical a
liberdade e democracia industrial nas empresas, a maioria achou que ele
estava louco. Hoje, seu modelo de gestão é referência internacional para
qualquer gestor de empresas.
Não instale processos rígidos demais, nem barreiras que limitem a capacidade
de inovação das pessoas. Promova um ambiente com mais liberdade e
surpreenda-se com a capacidade dos seus funcionários em criar soluções
simples e baratas, para problemas aparentemente complexos.
CRIAÇÃO DE SISTEMA ONLINE PARA O RH DA EMPRESA
PLANEJAMENTO DAS FUNÇÕES DO SOFTWARE
A)ESTABELECIMENTO DE DIRETRIZES PARA CADA
FUNÇÃO ESPECÍFICA DO DEPARTAMENTO DE RH
B)ANÁLISE DE INDICADORES APRESENTADOS NA
AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO DE ACORDO COM
MISSÃO E OS VALORES DA EMPRESA
3)CRIAÇÃO E APLICAÇÃO DE PROGRAMAS DE AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO DOS
COLABORADORES.
PLANEJAMENTO:
O programa de avaliação de desempenho apresentado pretende atigir os seguintes resultados:
a) agregar pessoas: processos utilizados para incluir novas pessoas na
empresa;
b) aplicar pessoas: processos utilizados para desenhar as atividades a
ser desempenhadas pelas pessoas na empresa, orientar e acompanhar
seu desenho;
c) recompensar pessoas: processos utilizados para incentivar as
pessoas e satisfazer as suas necessidades individuais mais elevadas;
d) desenvolver pessoas: processos utilizados para capacitar e
incrementar o desenvolvimento profissional e pessoal;
e) manter pessoas: processos utilizados para criar condições ambientais
e psicologias satisfatórias para as atividades das pessoas;
f) monitorar pessoas: processos utilizados para acompanhar e controlar
as atividades das pessoas e verificar resultados.
PROGRAMA DE AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO
Criação de um Software Avaliação - Avaliação de Desempenho:
O Software Avaliação é uma ótima alternativa para quem pretende realizar
controles mais dinâmicos e inteligentes dos funcionários da empresa,
aumentando a produtividade e a satisfação de quem ali trabalha. Conta
com uma interface extremamente fácil de usar, com opções claras e
simples (em português), deixando tanto o processo de criação de
questões quanto da avaliação em si rápidos e completos.
A grande sacada do Software Avaliação, no entanto, é a criação de
estatísticas e gráficos que melhoram a visualização tanto dos
participantes quanto das competências que devem exercitadas.
COMPETÊNCIAS E FUNÇÕES A SEREM ANALISADAS
PELO SOFTWARE DE AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO
4)CRIAÇÃO E APLICAÇÃO DE CAMPANHAS
MOTIVACIONAIS PARA AUMENTO DOS
RESULTADOS DOS COLABORADORES E
MELHORAS NO AMBIENTE DE TRABALHO
Uma das ações para garantia de resultados mais
utilizada nos call centers são as campanhas
motivacionais, com a prática de premiação dos
operadores ou das equipes de maior destaque. O
objetivo dessas campanhas pode ser o de acelerar o
atingimento das metas, combater índices de perda de
produtividade (como absenteísmo), promover o
aumento da qualidade do contato com o cliente ou,
simplesmente, a manutenção dos resultados já
alcançados.
Com estas ideias em mente, pode-se começar a planejar as campanhas motivacionais,
cujo foco poderá ser:
•Integração: para criar um “espírito de equipe”, o RH pode organizar dinâmicas de
grupo e ações coletivas, como campeonatos esportivos e encontros de integração. São
formas interessantes de melhorar o clima organizacional e gerar mais cooperação entre
os colaboradores.
•Incentivo: algumas ações podem fazer com que os colaboradores sintam-se cativados
a participar do call center. No lugar de apenas punir quem pratica o absenteísmo, por
exemplo, é possível incentivar quem comparece mais ao trabalho. Isso também pode
ser feito com agentes que alcançam bons resultados nosindicadores de referência da
central.
•Premiação: o reconhecimento coletivo é uma ótima forma de criar laços com a
organização. A política de “Funcionário do mês”, por exemplo, pode ser expandida e
melhorada. Que tal premiar as equipes com melhores resultados? E os gestores mais
elogiados pelos agentes? Pensar a premiação como incentivo individual é importante,
mas usá-la de forma mais abrangente pode gerar resultados interessantes.
•Atividades em datas especiais: quando a empresa lembra do funcionário, reforça o
sentimentos de pertencimento. Isso pode ser feito com gestos simples como um cartão
para cumprimentar um ano de empresa, ou com ações coletivas, como uma
comemoração para os aniversariantes do mês. Neste caso é fundamental o trabalho
periódico da equipe de gestão de pessoas para detectar aquilo que os operadores
consideram mais importantes, e usá-las a favor de toda a operação.
CAMPANHAS MOTIVACIONAIS CRIADAS
Referencias bibliográficas
1. CHIAVENATO, Idalberto.
Gestão de Pessoas: o novo paple dos RH nas organizações
2. BOHLANDER, G.
Administração de recursos humanos. São Paulo: Thomson,2003.
3. MILKOVICK, G.
Administração de recursos humanos. São Paulo:Atlas, 2000.
4. CHIAVENATO, Idalberto.
Administração de recursos humanos: fundamentos básicos. 4.ed. São Paulo: Atlas, 1999.
5. CASTILHO, A.
Liderando grupos: um enfoque gerencial. Rio de Janeiro: Qualitymark.1992.
6. DUTRA, Joel Souza.
Competências: Conceitos e Instrumentos para a Gestão de Pessoas na Empresa Moderna. São Paulo: Atlas,
2004.
7. FLEURY, Maria Tereza Leme e FLEURY, Afonso.
Estratégias Empresariais e Formação de Competências. 2a ed. São Paulo: Atlas, 2001.
8. FISCHER, R. M.
Mudança e transformação organizacional in: FLEURY, Maria T. Leme.
9. As Pessoas na Organização. São Paulo: 2a ed. Gente, 2002
10. http://www.atento.com/pt

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Aula planejamento de carreira
Aula planejamento de carreiraAula planejamento de carreira
Aula planejamento de carreira
André Boaratti
 
Curso assistente de rh
Curso assistente de rhCurso assistente de rh
Curso assistente de rh
Carlos Rocha
 
Cultura e clima organizacionais 4
Cultura e clima organizacionais 4Cultura e clima organizacionais 4
Cultura e clima organizacionais 4
Future Press, E-Press, Presentations,
 
TÉCNICAS DE RECRUTAMENTO E SELEÇÃO
TÉCNICAS DE RECRUTAMENTO E SELEÇÃOTÉCNICAS DE RECRUTAMENTO E SELEÇÃO
TÉCNICAS DE RECRUTAMENTO E SELEÇÃO
Priscila Cembranel
 
Treinamento e Desenvolvimento
Treinamento e DesenvolvimentoTreinamento e Desenvolvimento
Treinamento e Desenvolvimento
Jean Israel B. Feijó
 
Recursos Humanos - Conceitos, Definições e Evolução do RH no Brasil
Recursos Humanos - Conceitos, Definições e Evolução do RH no BrasilRecursos Humanos - Conceitos, Definições e Evolução do RH no Brasil
Recursos Humanos - Conceitos, Definições e Evolução do RH no Brasil
PROFIGESTÃO - Profissionais em Gestão de Empresas e Pessoas
 
Gestão de Pessoas - Contexto atual e Gestão por Competências
Gestão de Pessoas - Contexto atual e Gestão por CompetênciasGestão de Pessoas - Contexto atual e Gestão por Competências
Gestão de Pessoas - Contexto atual e Gestão por Competências
Marcos Alves
 
Práticas de Recursos Humanos - Aulas 1 e 2
Práticas de Recursos Humanos - Aulas 1 e 2Práticas de Recursos Humanos - Aulas 1 e 2
Práticas de Recursos Humanos - Aulas 1 e 2
Wandick Rocha de Aquino
 
Elaboração de currículo, apresentação pessoal e entrevista de emprego
Elaboração de currículo, apresentação pessoal e entrevista de empregoElaboração de currículo, apresentação pessoal e entrevista de emprego
Elaboração de currículo, apresentação pessoal e entrevista de emprego
Henrique Mendes
 
Gestão de Pessoas
 Gestão de Pessoas Gestão de Pessoas
Gestão de Pessoas
Celso Alfaia Barbosa
 
Aula cargos e salários
Aula cargos e saláriosAula cargos e salários
Aula cargos e salários
Valéria Fratini
 
Entendendo a profissao: Assistente Administrativo
Entendendo a profissao: Assistente AdministrativoEntendendo a profissao: Assistente Administrativo
Entendendo a profissao: Assistente Administrativo
Nyedson Barbosa
 
Práticas de Recursos Humanos - Aula 1 a 10
Práticas de Recursos Humanos - Aula 1 a 10Práticas de Recursos Humanos - Aula 1 a 10
Práticas de Recursos Humanos - Aula 1 a 10
Wandick Rocha de Aquino
 
Gestão dos recursos humanos
Gestão dos recursos humanosGestão dos recursos humanos
Gestão dos recursos humanos
Vasco Andorinha
 
Introdução de rh
Introdução de rhIntrodução de rh
Introdução de rh
Rodrigo Ribeiro Fraga
 
Dicas de recrutamento e seleção
Dicas de recrutamento e seleçãoDicas de recrutamento e seleção
Dicas de recrutamento e seleção
Lucinea Lima Lacerda
 
Gestão de pessoas
Gestão de pessoasGestão de pessoas
Gestão de pessoas
Fillipe Lobo
 
TREINAMENTO E DESENVOLVIMENTO DE PESSOAS
TREINAMENTO E DESENVOLVIMENTO DE PESSOAS TREINAMENTO E DESENVOLVIMENTO DE PESSOAS
TREINAMENTO E DESENVOLVIMENTO DE PESSOAS
Sonia Rodrigues
 
Treinamento & Desenvolvimento
Treinamento & DesenvolvimentoTreinamento & Desenvolvimento
Treinamento & Desenvolvimento
Wandick Rocha de Aquino
 
Empregabilidade
EmpregabilidadeEmpregabilidade

Mais procurados (20)

Aula planejamento de carreira
Aula planejamento de carreiraAula planejamento de carreira
Aula planejamento de carreira
 
Curso assistente de rh
Curso assistente de rhCurso assistente de rh
Curso assistente de rh
 
Cultura e clima organizacionais 4
Cultura e clima organizacionais 4Cultura e clima organizacionais 4
Cultura e clima organizacionais 4
 
TÉCNICAS DE RECRUTAMENTO E SELEÇÃO
TÉCNICAS DE RECRUTAMENTO E SELEÇÃOTÉCNICAS DE RECRUTAMENTO E SELEÇÃO
TÉCNICAS DE RECRUTAMENTO E SELEÇÃO
 
Treinamento e Desenvolvimento
Treinamento e DesenvolvimentoTreinamento e Desenvolvimento
Treinamento e Desenvolvimento
 
Recursos Humanos - Conceitos, Definições e Evolução do RH no Brasil
Recursos Humanos - Conceitos, Definições e Evolução do RH no BrasilRecursos Humanos - Conceitos, Definições e Evolução do RH no Brasil
Recursos Humanos - Conceitos, Definições e Evolução do RH no Brasil
 
Gestão de Pessoas - Contexto atual e Gestão por Competências
Gestão de Pessoas - Contexto atual e Gestão por CompetênciasGestão de Pessoas - Contexto atual e Gestão por Competências
Gestão de Pessoas - Contexto atual e Gestão por Competências
 
Práticas de Recursos Humanos - Aulas 1 e 2
Práticas de Recursos Humanos - Aulas 1 e 2Práticas de Recursos Humanos - Aulas 1 e 2
Práticas de Recursos Humanos - Aulas 1 e 2
 
Elaboração de currículo, apresentação pessoal e entrevista de emprego
Elaboração de currículo, apresentação pessoal e entrevista de empregoElaboração de currículo, apresentação pessoal e entrevista de emprego
Elaboração de currículo, apresentação pessoal e entrevista de emprego
 
Gestão de Pessoas
 Gestão de Pessoas Gestão de Pessoas
Gestão de Pessoas
 
Aula cargos e salários
Aula cargos e saláriosAula cargos e salários
Aula cargos e salários
 
Entendendo a profissao: Assistente Administrativo
Entendendo a profissao: Assistente AdministrativoEntendendo a profissao: Assistente Administrativo
Entendendo a profissao: Assistente Administrativo
 
Práticas de Recursos Humanos - Aula 1 a 10
Práticas de Recursos Humanos - Aula 1 a 10Práticas de Recursos Humanos - Aula 1 a 10
Práticas de Recursos Humanos - Aula 1 a 10
 
Gestão dos recursos humanos
Gestão dos recursos humanosGestão dos recursos humanos
Gestão dos recursos humanos
 
Introdução de rh
Introdução de rhIntrodução de rh
Introdução de rh
 
Dicas de recrutamento e seleção
Dicas de recrutamento e seleçãoDicas de recrutamento e seleção
Dicas de recrutamento e seleção
 
Gestão de pessoas
Gestão de pessoasGestão de pessoas
Gestão de pessoas
 
TREINAMENTO E DESENVOLVIMENTO DE PESSOAS
TREINAMENTO E DESENVOLVIMENTO DE PESSOAS TREINAMENTO E DESENVOLVIMENTO DE PESSOAS
TREINAMENTO E DESENVOLVIMENTO DE PESSOAS
 
Treinamento & Desenvolvimento
Treinamento & DesenvolvimentoTreinamento & Desenvolvimento
Treinamento & Desenvolvimento
 
Empregabilidade
EmpregabilidadeEmpregabilidade
Empregabilidade
 

Destaque

ApresentaçãÃo Constaância design
ApresentaçãÃo Constaância designApresentaçãÃo Constaância design
ApresentaçãÃo Constaância design
constanciame
 
Jrh Facil New
Jrh Facil NewJrh Facil New
Práticas do RH
Práticas do RHPráticas do RH
Práticas do RH
Valéria Lins
 
recursos humanos
 recursos humanos recursos humanos
recursos humanos
miguel roke
 
Planejamento de Recursos Humanos
Planejamento de Recursos HumanosPlanejamento de Recursos Humanos
Planejamento de Recursos Humanos
Fabricio Bazé
 
Palestrante motivacional-coaching-empresarial 2
Palestrante motivacional-coaching-empresarial 2Palestrante motivacional-coaching-empresarial 2
Palestrante motivacional-coaching-empresarial 2
Adonai Zanoni
 
5 Cultura Organizacional
5   Cultura Organizacional5   Cultura Organizacional
5 Cultura Organizacional
mxpantoja
 
Gestão de Pessoas - Aula 1
Gestão de Pessoas - Aula 1Gestão de Pessoas - Aula 1
Gestão de Pessoas - Aula 1
Ernandes Rodrigues Do Nascimento
 

Destaque (8)

ApresentaçãÃo Constaância design
ApresentaçãÃo Constaância designApresentaçãÃo Constaância design
ApresentaçãÃo Constaância design
 
Jrh Facil New
Jrh Facil NewJrh Facil New
Jrh Facil New
 
Práticas do RH
Práticas do RHPráticas do RH
Práticas do RH
 
recursos humanos
 recursos humanos recursos humanos
recursos humanos
 
Planejamento de Recursos Humanos
Planejamento de Recursos HumanosPlanejamento de Recursos Humanos
Planejamento de Recursos Humanos
 
Palestrante motivacional-coaching-empresarial 2
Palestrante motivacional-coaching-empresarial 2Palestrante motivacional-coaching-empresarial 2
Palestrante motivacional-coaching-empresarial 2
 
5 Cultura Organizacional
5   Cultura Organizacional5   Cultura Organizacional
5 Cultura Organizacional
 
Gestão de Pessoas - Aula 1
Gestão de Pessoas - Aula 1Gestão de Pessoas - Aula 1
Gestão de Pessoas - Aula 1
 

Semelhante a Apresentação da atps de recursos humanos

Pi mmodelo
Pi mmodeloPi mmodelo
Pi mmodelo
dynahina
 
A importância do endomarketing para o desenvolvimento corporativo. estudo de ...
A importância do endomarketing para o desenvolvimento corporativo. estudo de ...A importância do endomarketing para o desenvolvimento corporativo. estudo de ...
A importância do endomarketing para o desenvolvimento corporativo. estudo de ...
Charlayne Primo
 
Projeto integrado
Projeto integrado Projeto integrado
Projeto integrado
Fernanda Moura
 
Rh x rotatividade
Rh x rotatividadeRh x rotatividade
Rh x rotatividade
Cris Lino
 
Casulo Desenvolvimento
Casulo DesenvolvimentoCasulo Desenvolvimento
Casulo Desenvolvimento
Casulo Desenvolvimento
 
Palestra Leyla Nascimento (ABRH-Rio) na ABF-Rio
Palestra Leyla Nascimento (ABRH-Rio) na ABF-RioPalestra Leyla Nascimento (ABRH-Rio) na ABF-Rio
Palestra Leyla Nascimento (ABRH-Rio) na ABF-Rio
Erick Vils
 
Artigo Endomarketing na EaD_19°CIAED
Artigo Endomarketing na EaD_19°CIAEDArtigo Endomarketing na EaD_19°CIAED
Artigo Endomarketing na EaD_19°CIAED
Patricia Rodrigues
 
Gestão de pessoas os desafios dos lideres setor de varejo
Gestão de pessoas os desafios dos lideres setor de varejo Gestão de pessoas os desafios dos lideres setor de varejo
Gestão de pessoas os desafios dos lideres setor de varejo
suelen matta
 
Atps tecnologia da gestãoo
Atps tecnologia da gestãooAtps tecnologia da gestãoo
Atps tecnologia da gestãoo
erminbazu
 
Gpe novo perfil_da_area_de_recursos_humanos
Gpe novo perfil_da_area_de_recursos_humanosGpe novo perfil_da_area_de_recursos_humanos
Gpe novo perfil_da_area_de_recursos_humanos
zeramento contabil
 
Endomarketing a base para a estruturação das empresas e organizações para o ...
Endomarketing a base para a estruturação das empresas e  organizações para o ...Endomarketing a base para a estruturação das empresas e  organizações para o ...
Endomarketing a base para a estruturação das empresas e organizações para o ...
Luiz Carlos de Almeida
 
106026810 desafio-de-aprendizagem-tecnologia-em-gestao
106026810 desafio-de-aprendizagem-tecnologia-em-gestao106026810 desafio-de-aprendizagem-tecnologia-em-gestao
106026810 desafio-de-aprendizagem-tecnologia-em-gestao
Carolina Silva Cleto
 
POLITICAS E COMUNICAÇÃO INTERNA.pdf
POLITICAS E COMUNICAÇÃO INTERNA.pdfPOLITICAS E COMUNICAÇÃO INTERNA.pdf
POLITICAS E COMUNICAÇÃO INTERNA.pdf
MarianaTakitane1
 
Gestão de talentos
Gestão de talentosGestão de talentos
Gestão de talentos
CARLOS FELIPE PEIXOTO DA SILVA
 
Retenção de talentos
Retenção de talentosRetenção de talentos
Retenção de talentos
Thiago Juarez dos Passos
 
Aplicação dos 10 sensos na manufatura lean
Aplicação dos 10 sensos na manufatura leanAplicação dos 10 sensos na manufatura lean
Aplicação dos 10 sensos na manufatura lean
Jose Donizetti Moraes
 
Aula 10 ADM RH - Endomarketing
Aula 10  ADM RH - EndomarketingAula 10  ADM RH - Endomarketing
Aula 10 ADM RH - Endomarketing
Angelo Peres
 
Clima organizacional
Clima organizacionalClima organizacional
Clima organizacional
Renatasabri
 
Desafios da gestão empresarial
Desafios da gestão empresarialDesafios da gestão empresarial
Desafios da gestão empresarial
JOSÉ ROBERTO CASTANHEIRA CAMARGO
 
Resultado entrevistas trip advisor
Resultado entrevistas trip advisorResultado entrevistas trip advisor
Resultado entrevistas trip advisor
Juliana Gaia
 

Semelhante a Apresentação da atps de recursos humanos (20)

Pi mmodelo
Pi mmodeloPi mmodelo
Pi mmodelo
 
A importância do endomarketing para o desenvolvimento corporativo. estudo de ...
A importância do endomarketing para o desenvolvimento corporativo. estudo de ...A importância do endomarketing para o desenvolvimento corporativo. estudo de ...
A importância do endomarketing para o desenvolvimento corporativo. estudo de ...
 
Projeto integrado
Projeto integrado Projeto integrado
Projeto integrado
 
Rh x rotatividade
Rh x rotatividadeRh x rotatividade
Rh x rotatividade
 
Casulo Desenvolvimento
Casulo DesenvolvimentoCasulo Desenvolvimento
Casulo Desenvolvimento
 
Palestra Leyla Nascimento (ABRH-Rio) na ABF-Rio
Palestra Leyla Nascimento (ABRH-Rio) na ABF-RioPalestra Leyla Nascimento (ABRH-Rio) na ABF-Rio
Palestra Leyla Nascimento (ABRH-Rio) na ABF-Rio
 
Artigo Endomarketing na EaD_19°CIAED
Artigo Endomarketing na EaD_19°CIAEDArtigo Endomarketing na EaD_19°CIAED
Artigo Endomarketing na EaD_19°CIAED
 
Gestão de pessoas os desafios dos lideres setor de varejo
Gestão de pessoas os desafios dos lideres setor de varejo Gestão de pessoas os desafios dos lideres setor de varejo
Gestão de pessoas os desafios dos lideres setor de varejo
 
Atps tecnologia da gestãoo
Atps tecnologia da gestãooAtps tecnologia da gestãoo
Atps tecnologia da gestãoo
 
Gpe novo perfil_da_area_de_recursos_humanos
Gpe novo perfil_da_area_de_recursos_humanosGpe novo perfil_da_area_de_recursos_humanos
Gpe novo perfil_da_area_de_recursos_humanos
 
Endomarketing a base para a estruturação das empresas e organizações para o ...
Endomarketing a base para a estruturação das empresas e  organizações para o ...Endomarketing a base para a estruturação das empresas e  organizações para o ...
Endomarketing a base para a estruturação das empresas e organizações para o ...
 
106026810 desafio-de-aprendizagem-tecnologia-em-gestao
106026810 desafio-de-aprendizagem-tecnologia-em-gestao106026810 desafio-de-aprendizagem-tecnologia-em-gestao
106026810 desafio-de-aprendizagem-tecnologia-em-gestao
 
POLITICAS E COMUNICAÇÃO INTERNA.pdf
POLITICAS E COMUNICAÇÃO INTERNA.pdfPOLITICAS E COMUNICAÇÃO INTERNA.pdf
POLITICAS E COMUNICAÇÃO INTERNA.pdf
 
Gestão de talentos
Gestão de talentosGestão de talentos
Gestão de talentos
 
Retenção de talentos
Retenção de talentosRetenção de talentos
Retenção de talentos
 
Aplicação dos 10 sensos na manufatura lean
Aplicação dos 10 sensos na manufatura leanAplicação dos 10 sensos na manufatura lean
Aplicação dos 10 sensos na manufatura lean
 
Aula 10 ADM RH - Endomarketing
Aula 10  ADM RH - EndomarketingAula 10  ADM RH - Endomarketing
Aula 10 ADM RH - Endomarketing
 
Clima organizacional
Clima organizacionalClima organizacional
Clima organizacional
 
Desafios da gestão empresarial
Desafios da gestão empresarialDesafios da gestão empresarial
Desafios da gestão empresarial
 
Resultado entrevistas trip advisor
Resultado entrevistas trip advisorResultado entrevistas trip advisor
Resultado entrevistas trip advisor
 

Mais de Rodrigo Cisco

Leitura dinâmica e memorização técnicas e aplicação
Leitura dinâmica e memorização técnicas e aplicaçãoLeitura dinâmica e memorização técnicas e aplicação
Leitura dinâmica e memorização técnicas e aplicação
Rodrigo Cisco
 
Apresentacao prof-joel-dutra ii-encontro-f-cs- slides em pdf
Apresentacao prof-joel-dutra ii-encontro-f-cs- slides em pdfApresentacao prof-joel-dutra ii-encontro-f-cs- slides em pdf
Apresentacao prof-joel-dutra ii-encontro-f-cs- slides em pdf
Rodrigo Cisco
 
Recursos humanos topicos de todo conteudo abordado na área
Recursos humanos   topicos de todo conteudo abordado na áreaRecursos humanos   topicos de todo conteudo abordado na área
Recursos humanos topicos de todo conteudo abordado na área
Rodrigo Cisco
 
Recursos humanos topicos de todo conteudo abordado na área
Recursos humanos   topicos de todo conteudo abordado na áreaRecursos humanos   topicos de todo conteudo abordado na área
Recursos humanos topicos de todo conteudo abordado na área
Rodrigo Cisco
 
Logística
LogísticaLogística
Logística
Rodrigo Cisco
 
Estratgiae,balanced scorecard e execução
Estratgiae,balanced scorecard e execuçãoEstratgiae,balanced scorecard e execução
Estratgiae,balanced scorecard e execução
Rodrigo Cisco
 
Demonstrações contabéis contabilidade para não contadores
Demonstrações contabéis contabilidade para não contadoresDemonstrações contabéis contabilidade para não contadores
Demonstrações contabéis contabilidade para não contadores
Rodrigo Cisco
 
O contratualismo hobbes, locke e rouseau aula 08
O contratualismo hobbes, locke e rouseau aula 08O contratualismo hobbes, locke e rouseau aula 08
O contratualismo hobbes, locke e rouseau aula 08
Rodrigo Cisco
 
Palestra idalberto chiavenato
Palestra idalberto chiavenatoPalestra idalberto chiavenato
Palestra idalberto chiavenato
Rodrigo Cisco
 
Caminho de luz slides
Caminho de luz  slidesCaminho de luz  slides
Caminho de luz slides
Rodrigo Cisco
 
Essa é para_recordar_mesmo(wilma)
Essa é para_recordar_mesmo(wilma)Essa é para_recordar_mesmo(wilma)
Essa é para_recordar_mesmo(wilma)
Rodrigo Cisco
 
Gestão estrategica
Gestão estrategicaGestão estrategica
Gestão estrategica
Rodrigo Cisco
 
Gestão financeira
Gestão financeiraGestão financeira
Gestão financeira
Rodrigo Cisco
 
Resenha inovação a arte de steve jobs
Resenha inovação  a arte de steve jobsResenha inovação  a arte de steve jobs
Resenha inovação a arte de steve jobs
Rodrigo Cisco
 
Resenha do livro o x da questão por eike batista
Resenha do livro o x da questão por eike batistaResenha do livro o x da questão por eike batista
Resenha do livro o x da questão por eike batista
Rodrigo Cisco
 
Resenha do livro inovacao quebrando paradigmas para vencer
Resenha do livro inovacao  quebrando paradigmas para vencerResenha do livro inovacao  quebrando paradigmas para vencer
Resenha do livro inovacao quebrando paradigmas para vencer
Rodrigo Cisco
 
Resenha do livro gestão de pessoas em administração hospitalar
Resenha   do livro  gestão de pessoas em administração hospitalarResenha   do livro  gestão de pessoas em administração hospitalar
Resenha do livro gestão de pessoas em administração hospitalar
Rodrigo Cisco
 
Pesquisa de iniciação cientifica estudo de caso a cadeia logística da samsung...
Pesquisa de iniciação cientifica estudo de caso a cadeia logística da samsung...Pesquisa de iniciação cientifica estudo de caso a cadeia logística da samsung...
Pesquisa de iniciação cientifica estudo de caso a cadeia logística da samsung...
Rodrigo Cisco
 
Pesquisa de iniciação científica estudo de caso em gestão hospitalar
Pesquisa de iniciação científica  estudo de caso em gestão hospitalarPesquisa de iniciação científica  estudo de caso em gestão hospitalar
Pesquisa de iniciação científica estudo de caso em gestão hospitalar
Rodrigo Cisco
 
Atividsade colaborativa estratégia dinâmica e competitiva - telma bento carlos
Atividsade colaborativa   estratégia dinâmica e competitiva - telma bento carlosAtividsade colaborativa   estratégia dinâmica e competitiva - telma bento carlos
Atividsade colaborativa estratégia dinâmica e competitiva - telma bento carlos
Rodrigo Cisco
 

Mais de Rodrigo Cisco (20)

Leitura dinâmica e memorização técnicas e aplicação
Leitura dinâmica e memorização técnicas e aplicaçãoLeitura dinâmica e memorização técnicas e aplicação
Leitura dinâmica e memorização técnicas e aplicação
 
Apresentacao prof-joel-dutra ii-encontro-f-cs- slides em pdf
Apresentacao prof-joel-dutra ii-encontro-f-cs- slides em pdfApresentacao prof-joel-dutra ii-encontro-f-cs- slides em pdf
Apresentacao prof-joel-dutra ii-encontro-f-cs- slides em pdf
 
Recursos humanos topicos de todo conteudo abordado na área
Recursos humanos   topicos de todo conteudo abordado na áreaRecursos humanos   topicos de todo conteudo abordado na área
Recursos humanos topicos de todo conteudo abordado na área
 
Recursos humanos topicos de todo conteudo abordado na área
Recursos humanos   topicos de todo conteudo abordado na áreaRecursos humanos   topicos de todo conteudo abordado na área
Recursos humanos topicos de todo conteudo abordado na área
 
Logística
LogísticaLogística
Logística
 
Estratgiae,balanced scorecard e execução
Estratgiae,balanced scorecard e execuçãoEstratgiae,balanced scorecard e execução
Estratgiae,balanced scorecard e execução
 
Demonstrações contabéis contabilidade para não contadores
Demonstrações contabéis contabilidade para não contadoresDemonstrações contabéis contabilidade para não contadores
Demonstrações contabéis contabilidade para não contadores
 
O contratualismo hobbes, locke e rouseau aula 08
O contratualismo hobbes, locke e rouseau aula 08O contratualismo hobbes, locke e rouseau aula 08
O contratualismo hobbes, locke e rouseau aula 08
 
Palestra idalberto chiavenato
Palestra idalberto chiavenatoPalestra idalberto chiavenato
Palestra idalberto chiavenato
 
Caminho de luz slides
Caminho de luz  slidesCaminho de luz  slides
Caminho de luz slides
 
Essa é para_recordar_mesmo(wilma)
Essa é para_recordar_mesmo(wilma)Essa é para_recordar_mesmo(wilma)
Essa é para_recordar_mesmo(wilma)
 
Gestão estrategica
Gestão estrategicaGestão estrategica
Gestão estrategica
 
Gestão financeira
Gestão financeiraGestão financeira
Gestão financeira
 
Resenha inovação a arte de steve jobs
Resenha inovação  a arte de steve jobsResenha inovação  a arte de steve jobs
Resenha inovação a arte de steve jobs
 
Resenha do livro o x da questão por eike batista
Resenha do livro o x da questão por eike batistaResenha do livro o x da questão por eike batista
Resenha do livro o x da questão por eike batista
 
Resenha do livro inovacao quebrando paradigmas para vencer
Resenha do livro inovacao  quebrando paradigmas para vencerResenha do livro inovacao  quebrando paradigmas para vencer
Resenha do livro inovacao quebrando paradigmas para vencer
 
Resenha do livro gestão de pessoas em administração hospitalar
Resenha   do livro  gestão de pessoas em administração hospitalarResenha   do livro  gestão de pessoas em administração hospitalar
Resenha do livro gestão de pessoas em administração hospitalar
 
Pesquisa de iniciação cientifica estudo de caso a cadeia logística da samsung...
Pesquisa de iniciação cientifica estudo de caso a cadeia logística da samsung...Pesquisa de iniciação cientifica estudo de caso a cadeia logística da samsung...
Pesquisa de iniciação cientifica estudo de caso a cadeia logística da samsung...
 
Pesquisa de iniciação científica estudo de caso em gestão hospitalar
Pesquisa de iniciação científica  estudo de caso em gestão hospitalarPesquisa de iniciação científica  estudo de caso em gestão hospitalar
Pesquisa de iniciação científica estudo de caso em gestão hospitalar
 
Atividsade colaborativa estratégia dinâmica e competitiva - telma bento carlos
Atividsade colaborativa   estratégia dinâmica e competitiva - telma bento carlosAtividsade colaborativa   estratégia dinâmica e competitiva - telma bento carlos
Atividsade colaborativa estratégia dinâmica e competitiva - telma bento carlos
 

Último

Conferência Goiás I Como uma boa experiência na logística reversa pode impact...
Conferência Goiás I Como uma boa experiência na logística reversa pode impact...Conferência Goiás I Como uma boa experiência na logística reversa pode impact...
Conferência Goiás I Como uma boa experiência na logística reversa pode impact...
E-Commerce Brasil
 
Conferência Goiás I Prevenção à fraude em negócios B2B e B2C: boas práticas e...
Conferência Goiás I Prevenção à fraude em negócios B2B e B2C: boas práticas e...Conferência Goiás I Prevenção à fraude em negócios B2B e B2C: boas práticas e...
Conferência Goiás I Prevenção à fraude em negócios B2B e B2C: boas práticas e...
E-Commerce Brasil
 
Conferência Goiás I Moda e E-commerce: transformando a experiência do consumi...
Conferência Goiás I Moda e E-commerce: transformando a experiência do consumi...Conferência Goiás I Moda e E-commerce: transformando a experiência do consumi...
Conferência Goiás I Moda e E-commerce: transformando a experiência do consumi...
E-Commerce Brasil
 
MANUAL DO REVENDEDOR TEGG TELECOM - O 5G QUE PAGA VOCÊ
MANUAL DO REVENDEDOR TEGG TELECOM - O 5G QUE PAGA VOCÊMANUAL DO REVENDEDOR TEGG TELECOM - O 5G QUE PAGA VOCÊ
MANUAL DO REVENDEDOR TEGG TELECOM - O 5G QUE PAGA VOCÊ
EMERSON BRITO
 
Conferência Goiás I Estratégias de aquisição e fidelização de clientes e opor...
Conferência Goiás I Estratégias de aquisição e fidelização de clientes e opor...Conferência Goiás I Estratégias de aquisição e fidelização de clientes e opor...
Conferência Goiás I Estratégias de aquisição e fidelização de clientes e opor...
E-Commerce Brasil
 
Guia Definitivo do Feedback 2.0 como vc ter maturidade de relacionamento
Guia Definitivo do Feedback 2.0 como vc ter maturidade de relacionamentoGuia Definitivo do Feedback 2.0 como vc ter maturidade de relacionamento
Guia Definitivo do Feedback 2.0 como vc ter maturidade de relacionamento
Leonardo Espírito Santo
 
APRESENTAÇÃO PTA NR 18 trabalho - R2.pptx
APRESENTAÇÃO PTA NR 18 trabalho - R2.pptxAPRESENTAÇÃO PTA NR 18 trabalho - R2.pptx
APRESENTAÇÃO PTA NR 18 trabalho - R2.pptx
thiago718348
 
Conferência Goiás I Uma experiência excelente começa quando ela ainda nem seq...
Conferência Goiás I Uma experiência excelente começa quando ela ainda nem seq...Conferência Goiás I Uma experiência excelente começa quando ela ainda nem seq...
Conferência Goiás I Uma experiência excelente começa quando ela ainda nem seq...
E-Commerce Brasil
 
Conferência Goiás I E-commerce Inteligente: o papel crucial da maturidade dig...
Conferência Goiás I E-commerce Inteligente: o papel crucial da maturidade dig...Conferência Goiás I E-commerce Inteligente: o papel crucial da maturidade dig...
Conferência Goiás I E-commerce Inteligente: o papel crucial da maturidade dig...
E-Commerce Brasil
 
Conferência Goiás I Conteúdo que vende: Estratégias para o aumento de convers...
Conferência Goiás I Conteúdo que vende: Estratégias para o aumento de convers...Conferência Goiás I Conteúdo que vende: Estratégias para o aumento de convers...
Conferência Goiás I Conteúdo que vende: Estratégias para o aumento de convers...
E-Commerce Brasil
 
Conferência Goiás I Perspectivas do Pix 2024: novidades e impactos no varejo ...
Conferência Goiás I Perspectivas do Pix 2024: novidades e impactos no varejo ...Conferência Goiás I Perspectivas do Pix 2024: novidades e impactos no varejo ...
Conferência Goiás I Perspectivas do Pix 2024: novidades e impactos no varejo ...
E-Commerce Brasil
 
Conferência Goiás I Os impactos da digitalização do Atacarejo no Brasil.
Conferência Goiás I Os impactos da digitalização do Atacarejo no Brasil.Conferência Goiás I Os impactos da digitalização do Atacarejo no Brasil.
Conferência Goiás I Os impactos da digitalização do Atacarejo no Brasil.
E-Commerce Brasil
 
Conferência Goiás I As tendências para logística em 2024 e o impacto positivo...
Conferência Goiás I As tendências para logística em 2024 e o impacto positivo...Conferência Goiás I As tendências para logística em 2024 e o impacto positivo...
Conferência Goiás I As tendências para logística em 2024 e o impacto positivo...
E-Commerce Brasil
 
Conferência Goiás I Fraudes no centro-oeste em 2023
Conferência Goiás I Fraudes no centro-oeste em 2023Conferência Goiás I Fraudes no centro-oeste em 2023
Conferência Goiás I Fraudes no centro-oeste em 2023
E-Commerce Brasil
 

Último (14)

Conferência Goiás I Como uma boa experiência na logística reversa pode impact...
Conferência Goiás I Como uma boa experiência na logística reversa pode impact...Conferência Goiás I Como uma boa experiência na logística reversa pode impact...
Conferência Goiás I Como uma boa experiência na logística reversa pode impact...
 
Conferência Goiás I Prevenção à fraude em negócios B2B e B2C: boas práticas e...
Conferência Goiás I Prevenção à fraude em negócios B2B e B2C: boas práticas e...Conferência Goiás I Prevenção à fraude em negócios B2B e B2C: boas práticas e...
Conferência Goiás I Prevenção à fraude em negócios B2B e B2C: boas práticas e...
 
Conferência Goiás I Moda e E-commerce: transformando a experiência do consumi...
Conferência Goiás I Moda e E-commerce: transformando a experiência do consumi...Conferência Goiás I Moda e E-commerce: transformando a experiência do consumi...
Conferência Goiás I Moda e E-commerce: transformando a experiência do consumi...
 
MANUAL DO REVENDEDOR TEGG TELECOM - O 5G QUE PAGA VOCÊ
MANUAL DO REVENDEDOR TEGG TELECOM - O 5G QUE PAGA VOCÊMANUAL DO REVENDEDOR TEGG TELECOM - O 5G QUE PAGA VOCÊ
MANUAL DO REVENDEDOR TEGG TELECOM - O 5G QUE PAGA VOCÊ
 
Conferência Goiás I Estratégias de aquisição e fidelização de clientes e opor...
Conferência Goiás I Estratégias de aquisição e fidelização de clientes e opor...Conferência Goiás I Estratégias de aquisição e fidelização de clientes e opor...
Conferência Goiás I Estratégias de aquisição e fidelização de clientes e opor...
 
Guia Definitivo do Feedback 2.0 como vc ter maturidade de relacionamento
Guia Definitivo do Feedback 2.0 como vc ter maturidade de relacionamentoGuia Definitivo do Feedback 2.0 como vc ter maturidade de relacionamento
Guia Definitivo do Feedback 2.0 como vc ter maturidade de relacionamento
 
APRESENTAÇÃO PTA NR 18 trabalho - R2.pptx
APRESENTAÇÃO PTA NR 18 trabalho - R2.pptxAPRESENTAÇÃO PTA NR 18 trabalho - R2.pptx
APRESENTAÇÃO PTA NR 18 trabalho - R2.pptx
 
Conferência Goiás I Uma experiência excelente começa quando ela ainda nem seq...
Conferência Goiás I Uma experiência excelente começa quando ela ainda nem seq...Conferência Goiás I Uma experiência excelente começa quando ela ainda nem seq...
Conferência Goiás I Uma experiência excelente começa quando ela ainda nem seq...
 
Conferência Goiás I E-commerce Inteligente: o papel crucial da maturidade dig...
Conferência Goiás I E-commerce Inteligente: o papel crucial da maturidade dig...Conferência Goiás I E-commerce Inteligente: o papel crucial da maturidade dig...
Conferência Goiás I E-commerce Inteligente: o papel crucial da maturidade dig...
 
Conferência Goiás I Conteúdo que vende: Estratégias para o aumento de convers...
Conferência Goiás I Conteúdo que vende: Estratégias para o aumento de convers...Conferência Goiás I Conteúdo que vende: Estratégias para o aumento de convers...
Conferência Goiás I Conteúdo que vende: Estratégias para o aumento de convers...
 
Conferência Goiás I Perspectivas do Pix 2024: novidades e impactos no varejo ...
Conferência Goiás I Perspectivas do Pix 2024: novidades e impactos no varejo ...Conferência Goiás I Perspectivas do Pix 2024: novidades e impactos no varejo ...
Conferência Goiás I Perspectivas do Pix 2024: novidades e impactos no varejo ...
 
Conferência Goiás I Os impactos da digitalização do Atacarejo no Brasil.
Conferência Goiás I Os impactos da digitalização do Atacarejo no Brasil.Conferência Goiás I Os impactos da digitalização do Atacarejo no Brasil.
Conferência Goiás I Os impactos da digitalização do Atacarejo no Brasil.
 
Conferência Goiás I As tendências para logística em 2024 e o impacto positivo...
Conferência Goiás I As tendências para logística em 2024 e o impacto positivo...Conferência Goiás I As tendências para logística em 2024 e o impacto positivo...
Conferência Goiás I As tendências para logística em 2024 e o impacto positivo...
 
Conferência Goiás I Fraudes no centro-oeste em 2023
Conferência Goiás I Fraudes no centro-oeste em 2023Conferência Goiás I Fraudes no centro-oeste em 2023
Conferência Goiás I Fraudes no centro-oeste em 2023
 

Apresentação da atps de recursos humanos

  • 1.
  • 2.
  • 3. Gestão de Pessoas O conceito de gestão de pessoas ou administração de recursos humanos é uma associação de habilidades e métodos, políticas, técnicas e práticas definidas, com o objetivo de administrar os comportamentos internos e potencializar o capital humano nas organizações. A Gestão de Pessoas ocorre através da participação, capacitação, envolvimento e desenvolvimento de funcionários de uma empresa, e a área tem a função de humanizar as empresas. Muitas vezes, a gestão de pessoa é confundida com o setor de Recursos Humanos, porém RH é a técnica e os mecanismos que o profissional utiliza e gestão de pessoas tem como objetivo a valorização dos profissionais
  • 4. O setor de gestão de pessoas possui uma grande responsabilidade na formação dos profissionais que a instituição deseja, com o objetivo de desenvolver e colaborar para o crescimento da instituição como e do próprio profissional,
  • 5. • As organizações precisam das pessoas e as pessoas precisam das organizações. • As organizações procuram alcançar resultados e as pessoas buscam alcançar objetivos. • É importante que essa relação seja proveitosa para ambos os lados, ou seja, uma relação de ganha-ganha.
  • 6. Mudanças organizacionais nada mais é do que qualquer alteração, planejada ou não, na relação entre a organizacão e o meio ambiente, que possam trazer consequências na eficiência ou eficácia organizacional, ou seja, uma necessidade organizacional para conseguir se adequar as variações do mercado, afim de satisfazer o seu cliente externo e por consequência vencer a briga com o seu concorrente.
  • 7. *Um dos pontos é que o personagem não se entende como gente e se transforma mais em máquina do que em qualquer outra coisa, inclusive levando alguns tiques para sua vida cotidiana. *Faz o que faz não porque entende o que faz, mas por simples repetição. *Não enxerga o seu papel, não se reconhece no resultado, não se vê no todo. *Passando esse exemplo para a vida corporativa, quantos de nossos funcionários e colaboradores não são assim? Paralelo entre o filme Tempos Modernos e A Moderna Gestão de Pessoas
  • 8. A gestão de pessoas moderna atual,para mobilizar e utilizar plenamente as pessoas em suas atividades, as organizações estão mudando os seus conceitos e alterando as suas práticas gerenciais,em vez de investirem diretamente nos clientes, elas estão investindo nas pessoas que os atendem e os servem e que sabem como satisfaze-los”.
  • 9.
  • 11. A Análise do Comportamento nas organizações visa: A) Colaborar com um modelo de seleção de pessoal que considera o modelo de seleção natural, sujeito único, comportamentos adaptativos, determinantes do comportamento e outras considerações do Behaviorismo Radical, garantindo assim um rigor científico às práticas da psicologia organizacional; B) Reverter o cenário das organizações frente ao mercado de trabalho, que sem considerar a história de vida do sujeito, acaba excluindo-o de oportunidades de trabalho, contribuindo para construção de ideais como por exemplo: "Excelentes e Ruins" candidatos, ou seja, criação de rótulos; C) Alavancar publicação de pesquisas à comunidade comportamental D) Construir conhecimento para combater injustas críticas direcionadas a esta abordagem, traz como exemplo, a metodologia de seleção por competência já caracterizada como ferramenta a ser utilizada por profissionais de seleção, não necessariamente psicólogos, frente a esta era de mudanças que afetam o RH das empresas no contexto globalizado.
  • 12.
  • 13. EMPRESA ESTUDADA PELO GRUPO : Atento Brasil A Atento Brasil é uma empresa multinacional de contact center. Presente em 16 países, a multinacional é atualmente a maior prestadora de serviços integrados de atendimento ao cliente na América Latina e uma das mais importantes do mundo. Reconhecida pelo seu destacado papel como fonte de geração de empregos nos países onde está presente, a Atento conta com um quadro de 150.000 funcionários e possui uma carteira de mais de 500 clientes líderes nos setores de telecomunicações, finanças, consumo, e outros.
  • 14. PORTE/TAMANHO Empresa de grande porte A empresa oferece soluções personalizadas e de qualidade para as áreas corporativas dos seus clientes, que envolvem a interação com seus usuários finais. Seu portfólio de produtos inclui: Suporte Técnico, Back Office, Crédito, Risco e Cobrança, SAC, Service Desk e Vendas, (ex.: telecomunicações, varejo, cartões de crédito, seguro, etc.). Os serviços prestados pela empresa vão desde a gestão de simples ligações a complexos processos de negócios por meio de distintos canais que empregam tecnologia de ponta. QUANTIDADE DE FUNCIONÁRIOS Em 2013, a empresa atingiu 156.000 funcionários.
  • 15. Relação entre empregado e empregador As relações estabelecidas entre empregador e empregado, são de natureza econômico- social. Existe a atenção às necessidades de maneira geral de seus funcionários, ou seja, a empresa proporciona boas e conservadas ferramentas de trabalho, intervalos intra e interjornadas cumpridas à risca, práticas de ginásticas laborais para melhorar a qualidade de vida, se possível uma boa rede de benefícios, tudo isso atrelado a um salário justo com a função e o mercado de trabalho, pagamento em dia, tornam empresas cada vez mais valorizadas e competitivas. Essa é a busca de todo trabalhador que está sempre em busca de uma organização que lhe abrace, e forneça oportunidades para o desenvolvimento do seu crescimento profissional
  • 16. MISSÃO E VALORES Nosso objetivo é continuar crescendo para sermos líderes mundiais em atendimento ao cliente. Conhecimento, experiência e vontade de fazer sempre melhor. Conhecer como trabalhamos é o primeiro passo para entender porque somos diferentes. Gostamos tanto de lidar com clientes que cuidamos não só dos nossos, mas também dos seus. É essa a essência do trabalho que realizamos na Atento, uma das maiores empresas de Business Process Outsourcing (BPO) do mundo.
  • 17. Questionário diretivo e aplicado ao Gestor a fim de identificar qual é o modelo de Gestão que é utilizada na organização, desde a forma de recrutamento e seleção até a avaliação de desempenho dos colaboradores. NOME E CARGO DO CONTATO QUE RESPONDEU AS PERGUNTAS Agnaldo Calbucci : presidente da Atento Brasil
  • 18. 1)Qual o modelo de gestão utilizado na empresa ATENTO BRASIL? Balance ScoredCard : A empresa começou a usar o Balance ScoredCard como modelo de gestão estratégica em 2003, sendo implementada em todos os 13 países onde está presente com operações. "Há quatro anos a Atento utiliza o BSC para parametrizar e desenvolver a estratégia da empresa, mostrando a diferenciação com a geração de valor para os nossos clientes" A empresa também desenvolveu a prática de gestão do conhecimento,desde o início deste ano, funcionários do Grupo Atento de diversos países contam com mais uma importante ferramenta de inteligência em suas rotinas de trabalho: a Atentopedia – o Portal do Conhecimento da Atento. “A Atentopedia é extremamente importante para a Atento Brasil. Por isso, estamos muito satisfeitos e orgulhosos em compartilhar esta prática que já tem apresentado resultado por aqui com os demais países que, com certeza, ganharão um forte aliado para a tomada de decisões estratégicas”
  • 19. 2)Existe alguma política de sustentabilidade em no modelo de gestão da empresa? Sim,a Atento possui uma política de sustentabilidade que integra todas as dimensões de seu modelo de gestão, reafirmando o seu compromisso para manutenção de seu crescimento econômico, com equilíbrio ambiental e equidade social, abrangendo a cadeia de valor de seus clientes e fornecedores. Neste sentido, a companhia reúne várias iniciativas como, o 'Programa Atentos ao Futuro', que visa capacitar jovens em situação de vulnerabilidade social, que estejam finalizando o ensino médio, por meio de parcerias com escolas públicas, ONGs, instituições de ensino e voluntariado, realizando treinamentos e aulas de capacitação. Para fomentar esta ação, a Atento promove o 'Voluntariado Corporativo' para estimular as ações voluntárias dos funcionários e já possui um banco de cadastro com mais de quatro mil pessoas dispostas a contribuir com as ações sociais da empresa.
  • 20. 3)Quais mudanças organizacionais a atento tem feito para otimizar seu modelo de gestão e revitalizar suas operações? A Atento acaba de reformular sua estrutura organizacional, assim como o modelo de abordagem do mercado global. Assim, suas operações passam a estar centralizadas em três escritórios, de forma a permitir que as diferentes subsidiárias se concentrem em seu core business. 4)Como é feito o recrutamento e seleção pelo RH da empresa? O processo seletivo compreenderá basicamente três fases: triagem por telefone, triagem presencial onde será avaliado o potencial dos candidatos às vagas, além da análise dos conhecimentos técnicos requeridos; e aplicação de dinâmicas de grupo que visam avaliar os aspectos comportamentais dos candidatos. Os profissionais que forem aprovados em todas essas etapas, serão contratados para atuarem como teleoperadores, supervisores de operação, gestores e gerentes.
  • 21. 5)Como é feito o treinamento e a integração dos novos colaboradores? Para realizar o treinamento e a integração dos novos colaboradores, a organização conta com uma equipe de profissionais da área de RH que se responsabiliza pelos processos. Para isso, uma vez admitido, o colaborador da Atento Brasil passa por um treinamento básico que aborda desde as técnicas de atendimento até às metodologias de venda. Depois, o novo funcionário passa por um treinamento que enfoca o produto ou o serviço sobre o qual o profissional irá atender. Quanto mais técnica a operação de atendimento que o funcionário fará, maior o tempo de treinamento sobre o produto/serviço. "Para que você tenha uma idéia, em 2003 tivemos 1,6 milhão de horas/treinamento. Já temos um know-how bem desenvolvido e esse treinamento ocorre de forma natural". No ano passado, a empresa investiu 900 mil reais em treinamento e desenvolvimento profissional nos mais diversos níveis do quadro de funcionários.
  • 22. 6)Como é feito a avaliação de desempenho dos funcionários/colaboradores da empresa? O desempenho dos colaboradores da organização é acompanhado diariamente pelo supervisor e gestor de operação, gerando feedback pontual. Além disso, para avaliar os colaboradores, a Atento Brasil também recorre à utilização de duas ferramentas: a monitoria de qualidade (realizada pelo supervisor com base em indicadores de qualidade definidos pela organização e clientes) e pela Avaliação de Desempenho que acontece mensalmente. "Nessa, o funcionário é avaliado em produtividade, absenteísmo e aspectos comportamentais onde são analisada as competências".
  • 23. PLANO DE AÇÃO CRIADO PELO GRUPO PARA A EMPRESA ATENTO (4 ESTRATÉGIAS) 1)CRIAÇÃO E APLICAÇÃO DE UM SISTEMA DE INFORMAÇÕES GERENCIAIS PARA A EMPRESA E UM ORGANAGRAMA PARA O RH DA EMPRESA
  • 24.
  • 25. 2)CRIAÇÃO DE UM MODELO DE GESTÃO DE RH E UM SISTEMA ONLINE PARA O RH DA EMPRESA MODELO DE GESTÃO PARA RH Motivação: um novo modelo de gestão Há tempos, os bons salários não são mais suficientes para motivar e manter bons profissionais nas empresas (principalmente a geração Y em diante). Os fatores que mais motivam os profissionais no trabalho são o bom relacionamento com as pessoas no trabalho, o reconhecimento profissional e a possibilidade de trabalhar com o que se gosta. Salário e acúmulo de capital não aparecem nem entre os cinco principais fatores de motivação. Muitas vezes, as instituições investem tempo e dinheiro em reestruturações de RH, definições de planos de carreiras, cargos e salários, contratam inúmeras consultorias, e acabam se esquecendo do mais básico: o que motiva as pessoas a acordarem pela manhã, e irem trabalhar.
  • 26. INVESTIMENTO NA QUALIDADE DE VIDA DAS PESSOAS A busca por pessoas criativas, que fazem diferença no lugar onde estão, é o diferencial de qualquer produto ou serviço é a inovação. Por isso, a Atento Brasil prepara equipes motivadas, envolvidas com seu trabalho, criativas, que opinam, sugerem, criticam, e apontam melhorias, criamum ambiente de trabalho onde as pessoas gostem de estar e passar a maior parte do dia. Investir em áreas de lazer e convívio comum, com sofás confortáveis, mesa de bilhar, e puffs em salas de reunião, pode tornar o ambiente mais descontraído e favorável para que os colaboradores expressem suas opiniões e contribuam com ideias inovadoras.
  • 27. Construa uma hierarquia horizontal Ter um plano de carreira bem estruturado e políticas de cargos e salários bem definidas são importantes para qualquer organização. Mas se uma pessoa não consegue ter contato imediato com seus gestores, e não se sente próximo aos seus líderes, vai automaticamente se sentir distanciado da empresa. Não é por acaso que Jack Welck, logo após assumir a direção da GE, em 1981, promoveu uma profunda transformação na estrutura da empresa, consolidando uma hierarquia bem mais "achatada" e simplificada. O resultado, todos nós sabemos.
  • 28. Permita horários flexíveis de trabalho Dentro do possível, deixe que as equipes façam seu horário de trabalho. Tente focar esforços no cumprimento de metas e avaliações por meritocracia, ao invés de ficar monitorando quanto tempo as pessoas ficam batendo papo no cafezinho. A maioria das atividades de qualquer empresa envolve criatividade – algo que pode ser desenvolvido durante todo o dia, inclusive no cafezinho. Se uma equipe é mais produtiva trabalhando no período da tarde, crie mecanismos para que possam trabalhar neste horário. Qualquer equipe ficará mais motivada trabalhando no horário em que é mais produtiva.
  • 29. Não dê ordens, compartilhe responsabilidades Não dê ordens, ou diga o que as pessoas devem fazer. Você pode apontar caminhos para que entendam quais dificuldades e problemas precisam ser resolvidos. A maioria dos profissionais, principalmente os da geração Y, adoram assumir responsabilidades e desafios, e cada vez mais reforçam estes desejos em todas as pesquisas. Permita que as pessoas possam enfrentar os problemas da empresa e tenham liberdade para poder ajudar com soluções.
  • 30. Promova uma comunicação efetiva Você apenas poderá criar qualquer expectativa sobre um funcionário se ele souber o que a instituição onde ele atua espera dele no ambiente de trabalho. Então, invista na geração de ciclos de feedback entre funcionários e gestores, para que todos tenham uma visão clara da estratégia e metas da empresa. Na maioria das vezes, não é necessário implantar sistemas de feedback complexos ou longas reuniões envolvendo todas as áreas, mas sim incentivar uma cultura em que gestores, líderes e liderados tenham liberdade para conversar de maneira mais informal, permitindo que informações importantes sejam compartilhadas naturalmente entre todos.
  • 31. Dê liberdade às pessoas, e surpreenda-se com os resultados Geralmente, as grandes empresas de tecnologia e internet são apontadas como as mais inovadoras do mercado, e grande parte delas possui modelos de gestão bem mais flexíveis e enxutos. Em empresas como Facebook, Google e Amazon, os colaboradores são incentivados a serem autogerenciáveis, e terem liberdade para resolver seus problemas com mais autonomia. Essa liberdade permite com que as pessoas desenvolvam sua criatividade e promovam a inovação. Quando Ricardo Semler começou a difundir suas ideias sobre gestão empresarial, em 1982, na Semco S/A, pregando de forma radical a liberdade e democracia industrial nas empresas, a maioria achou que ele estava louco. Hoje, seu modelo de gestão é referência internacional para qualquer gestor de empresas. Não instale processos rígidos demais, nem barreiras que limitem a capacidade de inovação das pessoas. Promova um ambiente com mais liberdade e surpreenda-se com a capacidade dos seus funcionários em criar soluções simples e baratas, para problemas aparentemente complexos.
  • 32. CRIAÇÃO DE SISTEMA ONLINE PARA O RH DA EMPRESA
  • 33. PLANEJAMENTO DAS FUNÇÕES DO SOFTWARE A)ESTABELECIMENTO DE DIRETRIZES PARA CADA FUNÇÃO ESPECÍFICA DO DEPARTAMENTO DE RH
  • 34.
  • 35. B)ANÁLISE DE INDICADORES APRESENTADOS NA AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO DE ACORDO COM MISSÃO E OS VALORES DA EMPRESA
  • 36. 3)CRIAÇÃO E APLICAÇÃO DE PROGRAMAS DE AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO DOS COLABORADORES. PLANEJAMENTO: O programa de avaliação de desempenho apresentado pretende atigir os seguintes resultados: a) agregar pessoas: processos utilizados para incluir novas pessoas na empresa; b) aplicar pessoas: processos utilizados para desenhar as atividades a ser desempenhadas pelas pessoas na empresa, orientar e acompanhar seu desenho; c) recompensar pessoas: processos utilizados para incentivar as pessoas e satisfazer as suas necessidades individuais mais elevadas; d) desenvolver pessoas: processos utilizados para capacitar e incrementar o desenvolvimento profissional e pessoal; e) manter pessoas: processos utilizados para criar condições ambientais e psicologias satisfatórias para as atividades das pessoas; f) monitorar pessoas: processos utilizados para acompanhar e controlar as atividades das pessoas e verificar resultados.
  • 37.
  • 38. PROGRAMA DE AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO Criação de um Software Avaliação - Avaliação de Desempenho: O Software Avaliação é uma ótima alternativa para quem pretende realizar controles mais dinâmicos e inteligentes dos funcionários da empresa, aumentando a produtividade e a satisfação de quem ali trabalha. Conta com uma interface extremamente fácil de usar, com opções claras e simples (em português), deixando tanto o processo de criação de questões quanto da avaliação em si rápidos e completos. A grande sacada do Software Avaliação, no entanto, é a criação de estatísticas e gráficos que melhoram a visualização tanto dos participantes quanto das competências que devem exercitadas.
  • 39. COMPETÊNCIAS E FUNÇÕES A SEREM ANALISADAS PELO SOFTWARE DE AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO
  • 40.
  • 41.
  • 42.
  • 43. 4)CRIAÇÃO E APLICAÇÃO DE CAMPANHAS MOTIVACIONAIS PARA AUMENTO DOS RESULTADOS DOS COLABORADORES E MELHORAS NO AMBIENTE DE TRABALHO Uma das ações para garantia de resultados mais utilizada nos call centers são as campanhas motivacionais, com a prática de premiação dos operadores ou das equipes de maior destaque. O objetivo dessas campanhas pode ser o de acelerar o atingimento das metas, combater índices de perda de produtividade (como absenteísmo), promover o aumento da qualidade do contato com o cliente ou, simplesmente, a manutenção dos resultados já alcançados.
  • 44. Com estas ideias em mente, pode-se começar a planejar as campanhas motivacionais, cujo foco poderá ser: •Integração: para criar um “espírito de equipe”, o RH pode organizar dinâmicas de grupo e ações coletivas, como campeonatos esportivos e encontros de integração. São formas interessantes de melhorar o clima organizacional e gerar mais cooperação entre os colaboradores. •Incentivo: algumas ações podem fazer com que os colaboradores sintam-se cativados a participar do call center. No lugar de apenas punir quem pratica o absenteísmo, por exemplo, é possível incentivar quem comparece mais ao trabalho. Isso também pode ser feito com agentes que alcançam bons resultados nosindicadores de referência da central. •Premiação: o reconhecimento coletivo é uma ótima forma de criar laços com a organização. A política de “Funcionário do mês”, por exemplo, pode ser expandida e melhorada. Que tal premiar as equipes com melhores resultados? E os gestores mais elogiados pelos agentes? Pensar a premiação como incentivo individual é importante, mas usá-la de forma mais abrangente pode gerar resultados interessantes. •Atividades em datas especiais: quando a empresa lembra do funcionário, reforça o sentimentos de pertencimento. Isso pode ser feito com gestos simples como um cartão para cumprimentar um ano de empresa, ou com ações coletivas, como uma comemoração para os aniversariantes do mês. Neste caso é fundamental o trabalho periódico da equipe de gestão de pessoas para detectar aquilo que os operadores consideram mais importantes, e usá-las a favor de toda a operação.
  • 46.
  • 47.
  • 48.
  • 49.
  • 50.
  • 51.
  • 52. Referencias bibliográficas 1. CHIAVENATO, Idalberto. Gestão de Pessoas: o novo paple dos RH nas organizações 2. BOHLANDER, G. Administração de recursos humanos. São Paulo: Thomson,2003. 3. MILKOVICK, G. Administração de recursos humanos. São Paulo:Atlas, 2000. 4. CHIAVENATO, Idalberto. Administração de recursos humanos: fundamentos básicos. 4.ed. São Paulo: Atlas, 1999. 5. CASTILHO, A. Liderando grupos: um enfoque gerencial. Rio de Janeiro: Qualitymark.1992. 6. DUTRA, Joel Souza. Competências: Conceitos e Instrumentos para a Gestão de Pessoas na Empresa Moderna. São Paulo: Atlas, 2004. 7. FLEURY, Maria Tereza Leme e FLEURY, Afonso. Estratégias Empresariais e Formação de Competências. 2a ed. São Paulo: Atlas, 2001. 8. FISCHER, R. M. Mudança e transformação organizacional in: FLEURY, Maria T. Leme. 9. As Pessoas na Organização. São Paulo: 2a ed. Gente, 2002 10. http://www.atento.com/pt