Habilidades sociais oficina

6.039 visualizações

Publicada em

Apresentação utilizada como apoio à oficina sobre habilidades sociais na EC Arniqueira.

Publicada em: Educação
1 comentário
6 gostaram
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
6.039
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
7
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
388
Comentários
1
Gostaram
6
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Habilidades sociais oficina

  1. 1. OFICINA: SEDF – CRET – EC Arniqueira Ensino-Aprendizagem de Habilidades Sociais nas séries iniciais do Ensino Fundamental Ma. Anaí Haeser Peña Psicóloga Escolar Equipe Especializada de Apoio à Aprendizagem
  2. 2. Boas-vindas & Acolhimento https://www.youtube.com/wat ch?v=v5LJ8O0WsgY
  3. 3. Para você  O que são habilidades sociais (ou sócio-emocionais)?  Qual a importância do trabalho pedagógico sobre habilidades sociais nas séries iniciais do Ensino Fundamental?
  4. 4. Observe as imagens a seguir e reflita sobre elas, tendo como tema norteador as habilidades sociais
  5. 5. Três garotas no balanço, John George Brown
  6. 6. As horas ensolaradas da infância, Edward Lamson Henry
  7. 7. Castelo de Areia, Rachel Parker
  8. 8. Crianças com animal de estimação, Wai Ming
  9. 9. Integrando
  10. 10. “O aprender a conviver é um ato civilizatório, que leva à necessidade de conhecer e respeitar plenamente o outro. Como nos mostra Delors (1996), isso implica respeito às diversas culturas e tradições, como fundamental para que as pessoas possam viver” (ROVAI, 2013).
  11. 11. Objetivo  Introduzir o conceito de habilidades sociais;  Refletir sobre a importância do ensino-aprendizagem de habilidades sociais nas séries iniciais do Ensino Fundamental;  Elaborar estratégias de ensino-aprendizagem de habilidades sociais nas séries iniciais do Ensino Fundamental.
  12. 12. Metas  Sensibilizar a equipe escolar sobre a importância do ensino-aprendizagem de habilidades sociais nas séries iniciais do Ensino Fundamental  Favorecer outra abordagem aos problemas de comportamento e relacionamento no ambiente escolar, centrada nas possibilidades de ação pedagógica sobre o desenvolvimento de competências sociais
  13. 13. Aquecimento & Sensibilização  Jogo de papeis
  14. 14. Algumas informações importantes sobre habilidades sociais
  15. 15. Desenvolvimento psicossocial  Erik Erikson  Fases do desenvolvimento psicossocial  Gardner  Interpessoal  Intrapessoal  Goleman  Inteligência social  Vigotski  comportamento social
  16. 16. Desenvolvimento psicossocial Competência  Indicador de adaptação  Operacionalizada por meio das habilidades sociais Disfunção  Indicador de desadaptação
  17. 17. Disfunção no desenvolvimento psicossocial  Dificuldade recorrente de manter auto-controle  Desajuste comportamental  Externalizante  Internalizante
  18. 18. Formas de expressão do desajuste comportamental social Comportamento Externalizante •Comprometimento da atenção •Comprometimento da auto-regulação •Comportamentos anti-sociais e agressivos •Comportamentos de risco Comportamento Internalizante • Dificuldades de relacionamento • Isolamento • Depressão ou Ansiedade • Somatização
  19. 19. As habilidades sociais se referem a um conjunto de comportamentos que acontecem em situações sociais concretas, não são traços de personalidade ou caráter. Assim, podem ser modificadas, melhoradas, aprendidas com intervenção adequada. A pesar de poder ser modificada em qualquer fase da vida, a infância é um período especial para isso.
  20. 20. Habilidades sociais (Pizato, Marturano, Fontaine, 2014)  Conjunto de comportamentos aprendidos e apresentados pelos indivíduos diante das demandas de uma situação interpessoal  Implicam em controle emocional  Contribuem para:  Convívio social  Iniciação e manutenção de interações sociais positivas  Aceitação entre pares  Aprendizado escolar
  21. 21. Classes de habilidades sociais (Del Prette & Del Prette, 2001; Pizato, Marturano, Fontaine, 2014)  Solução de problemas interpessoais  Assertividade  Empatia  Expressividade emocional  Cooperação  Habilidades sociais acadêmicas  Comunicação  Civilidade  Assertividade  Empatia  Expressividade emocional  Trabalho
  22. 22. Assertividade Passividade Assertividade Agressividade  Discordar  Opinar, sugerir  Recusar pedidos abusivos  Aceitar recusa ou discordância  Desculpar-se, admitir erro  Defender-se verbalmente de acusações e críticas injustas  Aceitar críticas justas  Expressar adequadamente sentimentos de raiva ou desagrado  Pedir mudança de comportamento do outro  Resistir a pressão de colegas, ignorar gozações ou levá-las na brincadeira
  23. 23. Empatia  Colocar-se no lugar do outro (alteridade)  Acalmar  Consolar  Oferecer ajuda
  24. 24. Comunicação  Fazer perguntas  Responder perguntas  Elogiar, gratificar pessoas  Iniciar contato e conversação com outras pessoas  Manter conversação olhando nos olhos do outro  Falar sobre si
  25. 25. Civilidade  Cumprimentar  Dizer por favor, obrigado  Agradecer elogios  Ouvir atentamente aos outros  Pedir ajuda ou favor
  26. 26. Trabalho/ Habilidades acadêmicas  Convencer colegas a fazer algo  Cooperar, compartilhar  Organizar atividades em grupo  Corrigir informação que considera errada  Convidar colegas para atividades  Negociar decisões  Mediar conflitos entre colegas
  27. 27. Déficits em habilidades sociais em etapa de desenvolvimento como a infância e a adolescência podem comprometer fases posteriores do ciclo vital. A melhora no desempenho de habilidades sociais constitui um fator de proteção à saúde e de desenvolvimento do indivíduo (Reppold, Pacheco, Bardagi, & Hutz, 2002) por favorecer o aumento da autonomia, da auto-estima e do suporte social. http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-79722009000100018
  28. 28. Ensino-aprendizagem de habilidades sociais na Escola
  29. 29. Elementos norteadores  Mediação  Aprendizagem mediada (Vigotski, 1993)  Experiência de aprendizagem mediada – EAM (Feuerstein, 1991)  Aprendizagem e desenvolvimento  Zona de desenvolvimento proximal – ZDP (Vigotski, 1993)  Modificabilidade cognitiva estrutural – MCE (Feuerstein, 1991)  Pedagogia Sistêmica (Bert Hellinger)  Ordens do Amor (Leis Sistêmicas)
  30. 30. Ensino de habilidades sociais  Favorecer a competência social das crianças, de forma que desenvolvam relações interpessoais positivas pare e com adultos com os quais se relacionem.  Saber expressar e controlar emoções e sentimentos de forma socialmente aceita e esperada.  Atuar de modo assertivo, defendendo seus direitos e respeitando os demais (aprender a dizer não, relatar um problema, defender uma opinião, etc.).  Comportar-se de forma a relacionar-se apropriadamente com seu meio social (apresentar-se, saudar, fazer e pedir favores, etc.).
  31. 31. Ensino de habilidades sociais (cont.)  Saber solucionar problemas interpessoais que se produzam nas relações interpessoais.  Relacionar-se de forma positiva e agradável com seus pares aumentando suas possibilidades de manter amigos/as (cooperar, demonstrar empatia, etc.).  Iniciar, manter e finalizar conversas de um modo adequado.  Relacionar-se de forma positiva com os adultos que o rodeiam (mostrar cortesia, conversar, pedir algo, etc.).
  32. 32. Educação afetiva ou emocional Nomear, reconhecer e expressar afetos (emoções e sentimentos)
  33. 33. Rosto manipulável
  34. 34. Onde eu sinto? Nós reconhecemos nossas emoções sentindo elas em nosso corpo. Pinte onde você sente as emoções indicadas: tristeza alegria medo raiva amor
  35. 35. Refletindo sobre minhas emoções com Lego Quando estou feliz eu... _____________________ _____________________ _____________________ ______ Quando estou triste eu... _____________________ _____________________ _____________________ ______ Quando estou com raiva eu...__________________ _____________________ _____________________ _____________________ _______
  36. 36. Jogo com bola
  37. 37. Paralelos, semelhanças
  38. 38. Atividades auto-reflexivas Auto-inventário: Eu sou... Expectro de emoções e sentimentos
  39. 39. Roda, discussão em grupo
  40. 40. Motivação e Atitudes Positivas Mensagens motivacionais: - Na agenda - Na sala de aula • Na parede, quadro, porta • Ao iniciar ou finalizar uma atividade - Entoadas na entrada
  41. 41. Atividades para estimular o auto-controle e o relaxamento PASSOS PARA O AUTO-CONTROLE 1. PARE 2. PENSE 3. FAÇA
  42. 42. Contando até 5
  43. 43. Vozcímetro VOZCÍMETRO + Atividades de regulação da intensidade da voz Conversa livre Conversa em tom baixo Sussurro Silêncio
  44. 44. Estabelecendo acordos e regras do grupo
  45. 45. Âncora
  46. 46. EFT – Técnicas de Liberação Emocional
  47. 47. Relaxamento, controle da respiração
  48. 48. Filtro do pensamento para a fala
  49. 49. Ensino e exercício de habilidades de solução de conflitos
  50. 50. Jogos de papéis e situações problema
  51. 51. Trabalhando o pertencimento Família
  52. 52. Sentimento de grupo
  53. 53. A postura do educador Aspectos a observar
  54. 54. Reforçar atitudes Comporta-mento positivo Elogiar o esforço Elogiar o bom comporta-mento Reprovar o comporta-mento Incentivar o esforço Recom-pensar
  55. 55. Fatores de risco e proteção ao ensino de habilidades sociais
  56. 56. Avaliação
  57. 57. Avaliação O tema foi relevante? Atingiu o objetivo proposto? Pontos positivos: Pontos negativos: Aprendizagens construídas: Aplicabilidade na prática pedagógica: Adequação dos recursos e estratégias utilizados: Sugestões e comentários:
  58. 58. Reflexão final
  59. 59. Masaru Emoto http://pt.slideshare.net/lubarck11/as-mensgaens-da-gua-masru-emoto

×