SlideShare uma empresa Scribd logo
TIPOS DE DIETAS
Enfª Tassiana Silva Guimarães
PARA UMA BOA DIETA É
NECESSÁRIO:
 Estimulação do apetite
 Diminuir o nível de stress ( ouvir suas
preocupações e tranquiliza-lo)
 Condição física (oral) e ambiente tranquilo
 Respeitar as preferências
DIETAS ESPECIAIS
 Dieta hospitalar regular contém
aproximadamente:
2,500kcal
o Possui porções apropriadas dos grupos
alimentares básicos:
15% de Proteínas
50% de Carboidratos
35% de Lipídeos
DIETA LEVE
 Simples, fácil digestão e rápido esvaziamento
gástrico.
 DIETA PASTOSA
- Calorias nas mesmas porcentagens
de nutrientes que na dieta simples.
Inclui alimentos semissólidos,
facilmente mastigáveis e digeridos.
 DIETA LIQUIDA
- Pode ser adm. líquidos claros
- ou alimentos que assumam
- a forma liquida.
DIETA POBRE EM RESÍDUOS
 Planejada para reduzir o conteúdo do trato
intestinal .
 DIETA PARA DIABETICOS = DIAB
- Sem açúcar e preparações que levem açúcar. São
controlados as quantidades dos nutrientes
básicos.
o DIETA ASSODICA
- Sem sal
DIETA HIPOSSÓDICA
 Com pouco sal. Apenas um alimento com adição sal
durante o dia.
 DIETA COM RESTRIÇÃO DE ALIMENTOS
ACIDOS.
- Evitar alimentos ácidos. Ex:Laranja, abacaxi.
 DIETA LAXANTE
- Aumenta o ritmo intestinal e formação do bolo fecal.
Ex: Mamão, aveia.
 DIETA OBSTIPANTE
- Diminui o ritmo intestinal e modifica consistência do
bolo fecal.
 DIETA COM SUPLEMENTAÇÃO HIDRICA
- Para quem necessita de maior quantidade de líquidos
 DIETA COM RESTRIÇAÕ HIDRICA
- Para controle de líquidos.
 DIETA COM RESTRIÇÃO DE POTASSIO
- Frutas e verduras só podem ser oferecidas em
preparações cozidas. Exceto as que são pobres em
potássio: Melancia, abacaxi, tangerina.
NUTRIÇÃO ENTERAL
 Realizada através de sondas posicionadas no TGI
ou de ostomia.
 Forma lenta e continua (gota a gota)
 Intermitente ( por porções ao longo do dia).
 Indicado:
 Pré operatório (fistula, indigestão não especifica
Coma, semiconsciência, alcoolismo, distúrbio
neurológico, traumatismos.
ATENÇÃO! CUIDADOS NA ADM. DIETA POR
NUTRIÇÃO PARENTERAL
 Alimentação por via Venosa
 Formulada por farmacêutico/
Industrializadas
 Método de suprir o corpo com nutrientes
indispensáveis ao seu funcionamento.
 INDICAÇÕES:
• Recusa alimentar (idosos)
• Impossibilidade de passagens de sondas (fistulas)
• Anabolismo prejudicado: CA, SIDA, Sepse.
Tipos de dietas

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Nutrição enteral e parenteral
Nutrição enteral e parenteralNutrição enteral e parenteral
Nutrição enteral e parenteral
Alexandra Caetano
 
AULA NUTRIÇÃO APLICADA A ENFERMAGEM
AULA NUTRIÇÃO APLICADA A ENFERMAGEMAULA NUTRIÇÃO APLICADA A ENFERMAGEM
AULA NUTRIÇÃO APLICADA A ENFERMAGEM
AnaRaquel435561
 
Terapia nutricional com vídeo
Terapia nutricional com vídeoTerapia nutricional com vídeo
Terapia nutricional com vídeo
Jamille Salvador
 
Nutrição Parenteral
Nutrição ParenteralNutrição Parenteral
Nutrição Parenteral
Safia Naser
 
NutriçãO E Qualidade De Vida
NutriçãO E Qualidade De VidaNutriçãO E Qualidade De Vida
NutriçãO E Qualidade De Vida
penacozinha
 
Nutriçao
NutriçaoNutriçao
Nutriçao
Sheilla Sandes
 
Nutrição do idoso
Nutrição do idosoNutrição do idoso
Nutrição do idoso
Karina Pereira
 
Tema nutrição aplicadaenferm
Tema   nutrição aplicadaenfermTema   nutrição aplicadaenferm
Tema nutrição aplicadaenferm
Escola de enfermagem Nova Esperança
 
NUTRIÇÃO PARENTERAL E NUTRIÇÃO ENTERAL
NUTRIÇÃO PARENTERAL E NUTRIÇÃO ENTERALNUTRIÇÃO PARENTERAL E NUTRIÇÃO ENTERAL
NUTRIÇÃO PARENTERAL E NUTRIÇÃO ENTERAL
Elyda Santos
 
Diabetes
DiabetesDiabetes
Piramide Alimentar
Piramide AlimentarPiramide Alimentar
Piramide Alimentar
Mário Jr Nicomedes
 
TERAPIA NUTRICIONAL
TERAPIA NUTRICIONALTERAPIA NUTRICIONAL
TERAPIA NUTRICIONAL
Meryellen Moliterno
 
Nutrição normal e dietética: introdução a dietoterapia
Nutrição normal e dietética: introdução a dietoterapiaNutrição normal e dietética: introdução a dietoterapia
Nutrição normal e dietética: introdução a dietoterapia
KetlenBatista
 
Apresentação TNE
Apresentação TNEApresentação TNE
Apresentação TNE
Cíntia Costa
 
Macronutrientes
MacronutrientesMacronutrientes
Macronutrientes
Prof. Saulo Bezerra
 
Palestra sobre alimentacao_saudavel
Palestra sobre alimentacao_saudavelPalestra sobre alimentacao_saudavel
Palestra sobre alimentacao_saudavel
Edson Watanabe
 
Alimentação da gestante
Alimentação da gestanteAlimentação da gestante
Alimentação da gestante
Lourdes Piedade
 
Apresentação - Estudo de Caso Clínico
Apresentação - Estudo de Caso ClínicoApresentação - Estudo de Caso Clínico
Apresentação - Estudo de Caso Clínico
Letícia Gonzaga
 
Nutricão
NutricãoNutricão
Nutricão
Rosa Vinteesete
 
Aula 1.pptx
Aula 1.pptxAula 1.pptx
Aula 1.pptx
NataliaLuz7
 

Mais procurados (20)

Nutrição enteral e parenteral
Nutrição enteral e parenteralNutrição enteral e parenteral
Nutrição enteral e parenteral
 
AULA NUTRIÇÃO APLICADA A ENFERMAGEM
AULA NUTRIÇÃO APLICADA A ENFERMAGEMAULA NUTRIÇÃO APLICADA A ENFERMAGEM
AULA NUTRIÇÃO APLICADA A ENFERMAGEM
 
Terapia nutricional com vídeo
Terapia nutricional com vídeoTerapia nutricional com vídeo
Terapia nutricional com vídeo
 
Nutrição Parenteral
Nutrição ParenteralNutrição Parenteral
Nutrição Parenteral
 
NutriçãO E Qualidade De Vida
NutriçãO E Qualidade De VidaNutriçãO E Qualidade De Vida
NutriçãO E Qualidade De Vida
 
Nutriçao
NutriçaoNutriçao
Nutriçao
 
Nutrição do idoso
Nutrição do idosoNutrição do idoso
Nutrição do idoso
 
Tema nutrição aplicadaenferm
Tema   nutrição aplicadaenfermTema   nutrição aplicadaenferm
Tema nutrição aplicadaenferm
 
NUTRIÇÃO PARENTERAL E NUTRIÇÃO ENTERAL
NUTRIÇÃO PARENTERAL E NUTRIÇÃO ENTERALNUTRIÇÃO PARENTERAL E NUTRIÇÃO ENTERAL
NUTRIÇÃO PARENTERAL E NUTRIÇÃO ENTERAL
 
Diabetes
DiabetesDiabetes
Diabetes
 
Piramide Alimentar
Piramide AlimentarPiramide Alimentar
Piramide Alimentar
 
TERAPIA NUTRICIONAL
TERAPIA NUTRICIONALTERAPIA NUTRICIONAL
TERAPIA NUTRICIONAL
 
Nutrição normal e dietética: introdução a dietoterapia
Nutrição normal e dietética: introdução a dietoterapiaNutrição normal e dietética: introdução a dietoterapia
Nutrição normal e dietética: introdução a dietoterapia
 
Apresentação TNE
Apresentação TNEApresentação TNE
Apresentação TNE
 
Macronutrientes
MacronutrientesMacronutrientes
Macronutrientes
 
Palestra sobre alimentacao_saudavel
Palestra sobre alimentacao_saudavelPalestra sobre alimentacao_saudavel
Palestra sobre alimentacao_saudavel
 
Alimentação da gestante
Alimentação da gestanteAlimentação da gestante
Alimentação da gestante
 
Apresentação - Estudo de Caso Clínico
Apresentação - Estudo de Caso ClínicoApresentação - Estudo de Caso Clínico
Apresentação - Estudo de Caso Clínico
 
Nutricão
NutricãoNutricão
Nutricão
 
Aula 1.pptx
Aula 1.pptxAula 1.pptx
Aula 1.pptx
 

Semelhante a Tipos de dietas

AULA 5 - DIETOTERAPIA FARMACOLOGIA ENFERMAGEM
AULA 5 - DIETOTERAPIA FARMACOLOGIA ENFERMAGEMAULA 5 - DIETOTERAPIA FARMACOLOGIA ENFERMAGEM
AULA 5 - DIETOTERAPIA FARMACOLOGIA ENFERMAGEM
viviannelima016
 
alimentação do paciente e escalas
alimentação do paciente e escalasalimentação do paciente e escalas
alimentação do paciente e escalas
ClaraRibeiro50
 
Aula 3 - Clinica médica -Alimentação e hidratação.pdf
Aula 3 - Clinica médica -Alimentação e hidratação.pdfAula 3 - Clinica médica -Alimentação e hidratação.pdf
Aula 3 - Clinica médica -Alimentação e hidratação.pdf
Giza Carla Nitz
 
TRABALHO DE NUTRIÇÃO DE DIETAS HOSPITALARES
TRABALHO DE NUTRIÇÃO DE DIETAS HOSPITALARESTRABALHO DE NUTRIÇÃO DE DIETAS HOSPITALARES
TRABALHO DE NUTRIÇÃO DE DIETAS HOSPITALARES
JackelineCruz21
 
Dietas da moda
Dietas da modaDietas da moda
Dietas da moda
Saúde Hervalense
 
DIETAS HOSPITALARES NILTON.pdf
DIETAS HOSPITALARES NILTON.pdfDIETAS HOSPITALARES NILTON.pdf
DIETAS HOSPITALARES NILTON.pdf
AnnaSilva296544
 
Tipos de dietas hospitalares
Tipos de dietas hospitalaresTipos de dietas hospitalares
Tipos de dietas hospitalares
Laura Da Costa Silva
 
Guia de bolso sobre alimentação saudável
Guia de bolso sobre alimentação saudávelGuia de bolso sobre alimentação saudável
Guia de bolso sobre alimentação saudável
CarlaMadama1
 
Os diferentes tipos de dietas
Os diferentes tipos de dietasOs diferentes tipos de dietas
Os diferentes tipos de dietas
Túlio Arantes
 
156961099833 jjjjjjjjjjj jjjjjjjjjjjj jjjjjjjjjjjjjj jjjjjjjj
156961099833 jjjjjjjjjjj jjjjjjjjjjjj jjjjjjjjjjjjjj jjjjjjjj156961099833 jjjjjjjjjjj jjjjjjjjjjjj jjjjjjjjjjjjjj jjjjjjjj
156961099833 jjjjjjjjjjj jjjjjjjjjjjj jjjjjjjjjjjjjj jjjjjjjj
AcademiaLotusclub
 
Apostila gratuita-ses-df-nutrica
Apostila gratuita-ses-df-nutricaApostila gratuita-ses-df-nutrica
Apostila gratuita-ses-df-nutrica
querolen
 
Suplementação e estética: uma visão nutricional
Suplementação e estética: uma visão nutricionalSuplementação e estética: uma visão nutricional
Suplementação e estética: uma visão nutricional
Arícia Motta Nutrição
 
aula 3. Dietas hospitalares .pdf
aula 3. Dietas hospitalares .pdfaula 3. Dietas hospitalares .pdf
aula 3. Dietas hospitalares .pdf
Ana Alves
 
DIETAS HOSPITALARES - ESTUDANTES DE ENFERMAGEM
DIETAS HOSPITALARES - ESTUDANTES DE ENFERMAGEMDIETAS HOSPITALARES - ESTUDANTES DE ENFERMAGEM
DIETAS HOSPITALARES - ESTUDANTES DE ENFERMAGEM
ThiagoAlmeida458596
 
Dieta com baixo teor de fodmaps
Dieta com baixo teor de fodmapsDieta com baixo teor de fodmaps
Dieta com baixo teor de fodmaps
Lucas Primani
 
Dietas hospitalares
Dietas hospitalaresDietas hospitalares
Dietas hospitalares
Adriane Lessnau
 
Ktia silene (procordis)
Ktia silene (procordis)Ktia silene (procordis)
Ktia silene (procordis)
Kathita Borboleta
 
NUTRIÇÃO 1 (1).docx
NUTRIÇÃO 1 (1).docxNUTRIÇÃO 1 (1).docx
NUTRIÇÃO 1 (1).docx
MarlaneCardoso1
 
Dietas
DietasDietas
Dietas
Jeh Moraes
 
Aula sobre nutrição enteral para curso de nutrição e dietetica
Aula sobre nutrição enteral para curso de nutrição e dieteticaAula sobre nutrição enteral para curso de nutrição e dietetica
Aula sobre nutrição enteral para curso de nutrição e dietetica
LauraCosta876286
 

Semelhante a Tipos de dietas (20)

AULA 5 - DIETOTERAPIA FARMACOLOGIA ENFERMAGEM
AULA 5 - DIETOTERAPIA FARMACOLOGIA ENFERMAGEMAULA 5 - DIETOTERAPIA FARMACOLOGIA ENFERMAGEM
AULA 5 - DIETOTERAPIA FARMACOLOGIA ENFERMAGEM
 
alimentação do paciente e escalas
alimentação do paciente e escalasalimentação do paciente e escalas
alimentação do paciente e escalas
 
Aula 3 - Clinica médica -Alimentação e hidratação.pdf
Aula 3 - Clinica médica -Alimentação e hidratação.pdfAula 3 - Clinica médica -Alimentação e hidratação.pdf
Aula 3 - Clinica médica -Alimentação e hidratação.pdf
 
TRABALHO DE NUTRIÇÃO DE DIETAS HOSPITALARES
TRABALHO DE NUTRIÇÃO DE DIETAS HOSPITALARESTRABALHO DE NUTRIÇÃO DE DIETAS HOSPITALARES
TRABALHO DE NUTRIÇÃO DE DIETAS HOSPITALARES
 
Dietas da moda
Dietas da modaDietas da moda
Dietas da moda
 
DIETAS HOSPITALARES NILTON.pdf
DIETAS HOSPITALARES NILTON.pdfDIETAS HOSPITALARES NILTON.pdf
DIETAS HOSPITALARES NILTON.pdf
 
Tipos de dietas hospitalares
Tipos de dietas hospitalaresTipos de dietas hospitalares
Tipos de dietas hospitalares
 
Guia de bolso sobre alimentação saudável
Guia de bolso sobre alimentação saudávelGuia de bolso sobre alimentação saudável
Guia de bolso sobre alimentação saudável
 
Os diferentes tipos de dietas
Os diferentes tipos de dietasOs diferentes tipos de dietas
Os diferentes tipos de dietas
 
156961099833 jjjjjjjjjjj jjjjjjjjjjjj jjjjjjjjjjjjjj jjjjjjjj
156961099833 jjjjjjjjjjj jjjjjjjjjjjj jjjjjjjjjjjjjj jjjjjjjj156961099833 jjjjjjjjjjj jjjjjjjjjjjj jjjjjjjjjjjjjj jjjjjjjj
156961099833 jjjjjjjjjjj jjjjjjjjjjjj jjjjjjjjjjjjjj jjjjjjjj
 
Apostila gratuita-ses-df-nutrica
Apostila gratuita-ses-df-nutricaApostila gratuita-ses-df-nutrica
Apostila gratuita-ses-df-nutrica
 
Suplementação e estética: uma visão nutricional
Suplementação e estética: uma visão nutricionalSuplementação e estética: uma visão nutricional
Suplementação e estética: uma visão nutricional
 
aula 3. Dietas hospitalares .pdf
aula 3. Dietas hospitalares .pdfaula 3. Dietas hospitalares .pdf
aula 3. Dietas hospitalares .pdf
 
DIETAS HOSPITALARES - ESTUDANTES DE ENFERMAGEM
DIETAS HOSPITALARES - ESTUDANTES DE ENFERMAGEMDIETAS HOSPITALARES - ESTUDANTES DE ENFERMAGEM
DIETAS HOSPITALARES - ESTUDANTES DE ENFERMAGEM
 
Dieta com baixo teor de fodmaps
Dieta com baixo teor de fodmapsDieta com baixo teor de fodmaps
Dieta com baixo teor de fodmaps
 
Dietas hospitalares
Dietas hospitalaresDietas hospitalares
Dietas hospitalares
 
Ktia silene (procordis)
Ktia silene (procordis)Ktia silene (procordis)
Ktia silene (procordis)
 
NUTRIÇÃO 1 (1).docx
NUTRIÇÃO 1 (1).docxNUTRIÇÃO 1 (1).docx
NUTRIÇÃO 1 (1).docx
 
Dietas
DietasDietas
Dietas
 
Aula sobre nutrição enteral para curso de nutrição e dietetica
Aula sobre nutrição enteral para curso de nutrição e dieteticaAula sobre nutrição enteral para curso de nutrição e dietetica
Aula sobre nutrição enteral para curso de nutrição e dietetica
 

Mais de Rosa Vinteesete

Proteínas
ProteínasProteínas
Proteínas
Rosa Vinteesete
 
Lipídeos (1)
Lipídeos (1)Lipídeos (1)
Lipídeos (1)
Rosa Vinteesete
 
Carboidratos
CarboidratosCarboidratos
Carboidratos
Rosa Vinteesete
 
Vitaminas
VitaminasVitaminas
Vitaminas
Rosa Vinteesete
 
Computação
ComputaçãoComputação
Computação
Rosa Vinteesete
 
Saneamento do lixo
Saneamento do lixoSaneamento do lixo
Saneamento do lixo
Rosa Vinteesete
 
Higiene & peofilaxia new
Higiene & peofilaxia newHigiene & peofilaxia new
Higiene & peofilaxia newRosa Vinteesete
 
Higiene habitação
Higiene habitaçãoHigiene habitação
Higiene habitação
Rosa Vinteesete
 
Hig alimentos
Hig alimentosHig alimentos
Hig alimentos
Rosa Vinteesete
 

Mais de Rosa Vinteesete (9)

Proteínas
ProteínasProteínas
Proteínas
 
Lipídeos (1)
Lipídeos (1)Lipídeos (1)
Lipídeos (1)
 
Carboidratos
CarboidratosCarboidratos
Carboidratos
 
Vitaminas
VitaminasVitaminas
Vitaminas
 
Computação
ComputaçãoComputação
Computação
 
Saneamento do lixo
Saneamento do lixoSaneamento do lixo
Saneamento do lixo
 
Higiene & peofilaxia new
Higiene & peofilaxia newHigiene & peofilaxia new
Higiene & peofilaxia new
 
Higiene habitação
Higiene habitaçãoHigiene habitação
Higiene habitação
 
Hig alimentos
Hig alimentosHig alimentos
Hig alimentos
 

Último

Loteria - Adição, subtração, multiplicação e divisão.
Loteria - Adição,  subtração,  multiplicação e divisão.Loteria - Adição,  subtração,  multiplicação e divisão.
Loteria - Adição, subtração, multiplicação e divisão.
Mary Alvarenga
 
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
Manuais Formação
 
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdfO Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
silvamelosilva300
 
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGTUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
ProfessoraTatianaT
 
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou co...
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou  co...filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou  co...
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou co...
SidneySilva523387
 
AUTISMO LEGAL - DIREITOS DOS AUTISTAS- LEGISLAÇÃO
AUTISMO LEGAL - DIREITOS DOS AUTISTAS- LEGISLAÇÃOAUTISMO LEGAL - DIREITOS DOS AUTISTAS- LEGISLAÇÃO
AUTISMO LEGAL - DIREITOS DOS AUTISTAS- LEGISLAÇÃO
FernandaOliveira758273
 
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptxRoteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
pamellaaraujo10
 
Caça-palavaras e cruzadinha - Dígrafos.
Caça-palavaras  e cruzadinha  - Dígrafos.Caça-palavaras  e cruzadinha  - Dígrafos.
Caça-palavaras e cruzadinha - Dígrafos.
Mary Alvarenga
 
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
DouglasMoraes54
 
A importância das conjunções- Ensino Médio
A importância das conjunções- Ensino MédioA importância das conjunções- Ensino Médio
A importância das conjunções- Ensino Médio
nunesly
 
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptxCartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Zenir Carmen Bez Trombeta
 
TREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptx
TREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptxTREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptx
TREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptx
erssstcontato
 
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇOPALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
ARIADNEMARTINSDACRUZ
 
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
fagnerlopes11
 
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptxPsicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
TiagoLouro8
 
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdfAula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
AntonioAngeloNeves
 
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptxSlides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
planejamento maternal 2 atualizado.pdf e
planejamento maternal 2 atualizado.pdf eplanejamento maternal 2 atualizado.pdf e
planejamento maternal 2 atualizado.pdf e
HelenStefany
 

Último (20)

Loteria - Adição, subtração, multiplicação e divisão.
Loteria - Adição,  subtração,  multiplicação e divisão.Loteria - Adição,  subtração,  multiplicação e divisão.
Loteria - Adição, subtração, multiplicação e divisão.
 
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
 
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
 
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
 
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdfO Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
 
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGTUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
 
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou co...
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou  co...filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou  co...
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou co...
 
AUTISMO LEGAL - DIREITOS DOS AUTISTAS- LEGISLAÇÃO
AUTISMO LEGAL - DIREITOS DOS AUTISTAS- LEGISLAÇÃOAUTISMO LEGAL - DIREITOS DOS AUTISTAS- LEGISLAÇÃO
AUTISMO LEGAL - DIREITOS DOS AUTISTAS- LEGISLAÇÃO
 
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptxRoteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
 
Caça-palavaras e cruzadinha - Dígrafos.
Caça-palavaras  e cruzadinha  - Dígrafos.Caça-palavaras  e cruzadinha  - Dígrafos.
Caça-palavaras e cruzadinha - Dígrafos.
 
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
 
A importância das conjunções- Ensino Médio
A importância das conjunções- Ensino MédioA importância das conjunções- Ensino Médio
A importância das conjunções- Ensino Médio
 
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptxCartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
 
TREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptx
TREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptxTREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptx
TREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptx
 
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇOPALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
 
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
 
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptxPsicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
 
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdfAula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
 
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptxSlides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
 
planejamento maternal 2 atualizado.pdf e
planejamento maternal 2 atualizado.pdf eplanejamento maternal 2 atualizado.pdf e
planejamento maternal 2 atualizado.pdf e
 

Tipos de dietas

  • 1. TIPOS DE DIETAS Enfª Tassiana Silva Guimarães
  • 2. PARA UMA BOA DIETA É NECESSÁRIO:  Estimulação do apetite  Diminuir o nível de stress ( ouvir suas preocupações e tranquiliza-lo)  Condição física (oral) e ambiente tranquilo  Respeitar as preferências
  • 3. DIETAS ESPECIAIS  Dieta hospitalar regular contém aproximadamente: 2,500kcal o Possui porções apropriadas dos grupos alimentares básicos: 15% de Proteínas 50% de Carboidratos 35% de Lipídeos
  • 4. DIETA LEVE  Simples, fácil digestão e rápido esvaziamento gástrico.  DIETA PASTOSA - Calorias nas mesmas porcentagens de nutrientes que na dieta simples. Inclui alimentos semissólidos, facilmente mastigáveis e digeridos.  DIETA LIQUIDA - Pode ser adm. líquidos claros - ou alimentos que assumam - a forma liquida.
  • 5. DIETA POBRE EM RESÍDUOS  Planejada para reduzir o conteúdo do trato intestinal .  DIETA PARA DIABETICOS = DIAB - Sem açúcar e preparações que levem açúcar. São controlados as quantidades dos nutrientes básicos. o DIETA ASSODICA - Sem sal
  • 6. DIETA HIPOSSÓDICA  Com pouco sal. Apenas um alimento com adição sal durante o dia.  DIETA COM RESTRIÇÃO DE ALIMENTOS ACIDOS. - Evitar alimentos ácidos. Ex:Laranja, abacaxi.  DIETA LAXANTE - Aumenta o ritmo intestinal e formação do bolo fecal. Ex: Mamão, aveia.  DIETA OBSTIPANTE - Diminui o ritmo intestinal e modifica consistência do bolo fecal.  DIETA COM SUPLEMENTAÇÃO HIDRICA - Para quem necessita de maior quantidade de líquidos
  • 7.  DIETA COM RESTRIÇAÕ HIDRICA - Para controle de líquidos.  DIETA COM RESTRIÇÃO DE POTASSIO - Frutas e verduras só podem ser oferecidas em preparações cozidas. Exceto as que são pobres em potássio: Melancia, abacaxi, tangerina.
  • 8. NUTRIÇÃO ENTERAL  Realizada através de sondas posicionadas no TGI ou de ostomia.  Forma lenta e continua (gota a gota)  Intermitente ( por porções ao longo do dia).  Indicado:  Pré operatório (fistula, indigestão não especifica Coma, semiconsciência, alcoolismo, distúrbio neurológico, traumatismos.
  • 9. ATENÇÃO! CUIDADOS NA ADM. DIETA POR
  • 10. NUTRIÇÃO PARENTERAL  Alimentação por via Venosa  Formulada por farmacêutico/ Industrializadas  Método de suprir o corpo com nutrientes indispensáveis ao seu funcionamento.  INDICAÇÕES: • Recusa alimentar (idosos) • Impossibilidade de passagens de sondas (fistulas) • Anabolismo prejudicado: CA, SIDA, Sepse.