SlideShare uma empresa Scribd logo
Tipos de depressão
A depressão pode ser classificada de acordo com a causa, com a presença
ou não de um componente genético (história familiar), com os sintomas e
com a gravidade do quadro, em:
Primária (quando não tem uma causa detectável) ou secundária
(atribuível a doenças físicas ou a medicamentos).
Genética, de acordo com o padrão de aparecimento em membros de uma
mesma família (esporádica, espectral ou familial).
Unipolar (quando não há ocorrência de episódios de mania) ou bipolar
(quando ocorrerem sintomas intercalados ou concomitantes de mania).
Leve ou grave, de acordo com a gravidade dos sintomas e o grau de
comprometimento funcional.
Tipos de Depressão:
Depressão reativa ou secundária
Surge em resposta a um estresse identificável como perdas (reações de
luto), doença física importante (tumores cerebrais, AVC, hipo ou
hipertireoidismo, doença de Cushing, LES, etc.), ou uso de drogas
(reserpina, clonidina, metildopa, propranolol, promazina, clorpormazina,
acetazolamida, atropina, hioscina, haloperidol, corticosteróides,
benzodiazepínicos, barbitúricos, anticoncepcionais, hormônios
tireoidianos, etc). Corresponde a mais de 60% de todas as depressões.
Depressão menor ou distimia
É uma desordem depressiva crônica durando pelo menos 2 anos em
adultos e que se manifesta pela presença da síndrome depressiva, onde o
paciente consegue funcionar socialmente mas sem experimentar prazer.
Depressão maior ou unipolar
É uma desordem depressiva primária, endógena, e que não tem relação
causal com situações estressantes, patologias orgânicas ou psiquiátricas,
caracterizando-se por episódios puramente depressivos em períodos
variáveis da vida do paciente geneticamente predisposto à doença.
Resultaria de uma inclinação inata determinada por fatores hereditários e
bioquímicos que produziriam um distúrbio da neurotransmissão central,
secundária a um déficit funcional de neurotransmissores (dopamina,
noradrenalina e/ou serotonina) e/ou a uma alteração transitória de seus
receptores ao nível do SNC. Durante o episódio, os sintomas depressivos são
severos e intensos, impedindo o indivíduo de agir normalmente, havendo
alto risco de suicídio se não tratado. Corresponde a cerca de 25% de todas as
depressões.
Depressão bipolar ou psicose maníaco-depressiva
É também uma desordem primária, endógena e que se caracteriza por
episódios depressivos alternados com fases de mania ou de humor
normal, com estados de significativa mudança de humor do paciente
(oscilações cíclicas do humor entre "altos" (mania) e "baixos"
(depressão)). Quando deprimida, a pessoa pode ter alguns ou todos os
sintomas de depressão. Quando em mania, torna-se falante, eufórica e/ou
irritável, cheia de energia, grandiosa. A mania prejudica o raciocínio, a
crítica (capacidade de julgamento) e o comportamento social, podendo
ocasionar graves conseqüências e constrangimentos, pois a pessoa em
fase mania se envolve facilmente em negócios mirabolantes e incertos ou
em aventuras românticas e toma atitudes precipitadas e inadequadas. Se
não tratada, a mania pode piorar, evoluindo para quadro psicótico (com
delírios e/ou alucinações). Essa desordem afetiva estaria relacionada com
um distúrbio da neurotransmissão central secundário a um déficit de
neurotransmissores ou hipossensibilidade de seus receptores na fase
depressiva e a um aumento destes neuro-hormônios ou da
hipersensibilidade de seus receptores na fase maníaca. Corresponde a
cerca de 10% de todas as depressões.
Subtipos de Depressão :
A depressão pode variar muito em relação a sintomas, história familiar,
resposta ao tratamento e evolução. Alguns subtipos de depressão são
claramente distintos, com implicações na escolha do tratamento e no
prognóstico:
Depressão melancólica ou endógena
Forma grave, com acentuado retardo ou agitação psicomotora, anedonia,
humor não reativo a estímulos agradáveis, despertar matinal precoce,
sintomas piores de manhã.
Depressão atípica
Humor reativo a estímulos (a pessoa consegue se alegrar com estímulos
agradáveis), inversão dos sintomas vegetativos (ao invés de insônia e falta
de apetite, a pessoa tem hipersonia e aumento de apetite), ansiedade
acentuada, queixas fóbicas.
Depressão sazonal
Relacionada à luminosidade diurna, com episódios que se repetem no outono/inverno e
sintomas atípicos. Mais freqüente em países com inverno rigoroso, melhora com fototerapia
(exposição diária prolongada a luz forte).
Depressão com sintomas psicóticos
Forma rara, porém grave, com delírios e alucinações.
Depressão pós-parto
Ocorre entre 2 semanas a 12 meses após o parto, com risco maior em
mulheres com antecedentes de depressão. Considera-se que o parto (e as
mudanças que ele traz, hormonais e de vida) seja um potente estressor,
desencadeando depressão em mulheres com tendência à mesma.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Transtornos mentais
Transtornos mentaisTranstornos mentais
Transtornos mentais
joao hermano
 
TCC - Terapia Cognitiva Comportamental
TCC - Terapia Cognitiva ComportamentalTCC - Terapia Cognitiva Comportamental
TCC - Terapia Cognitiva Comportamental
Glaucia Lima de Magalhaes
 
TOC - Transtorno Obsessivo Compulsivo
TOC - Transtorno Obsessivo CompulsivoTOC - Transtorno Obsessivo Compulsivo
TOC - Transtorno Obsessivo Compulsivo
Aillyn F. Bianchi, Faculdade de Medicina - UNIC
 
Transtorno da ansiedade
Transtorno da ansiedadeTranstorno da ansiedade
Transtorno da ansiedade
Alany Silva
 
Transtornos de ansiedade
Transtornos de ansiedadeTranstornos de ansiedade
Transtornos de ansiedade
Caio Maximino
 
TRANSTORNO BIPOLAR
TRANSTORNO BIPOLARTRANSTORNO BIPOLAR
TRANSTORNO BIPOLAR
Leticia Costa
 
Transtorno da Personalidade Antissocial
Transtorno da Personalidade Antissocial  Transtorno da Personalidade Antissocial
Transtorno da Personalidade Antissocial
Samuel Cevidanes
 
Transtornos de personalidade DSM 4 e TCC
Transtornos de personalidade DSM 4 e TCCTranstornos de personalidade DSM 4 e TCC
Transtornos de personalidade DSM 4 e TCC
Marcelo da Rocha Carvalho
 
Transtornos mentais comuns e somatização
Transtornos mentais comuns e somatização Transtornos mentais comuns e somatização
Transtornos mentais comuns e somatização
Inaiara Bragante
 
Transtorno afetivo bipolar
Transtorno afetivo bipolarTranstorno afetivo bipolar
Transtorno afetivo bipolar
Antonio Francisco
 
Transtornos de personalidade
Transtornos de personalidadeTranstornos de personalidade
Transtornos de personalidade
gfolive
 
A rede de atenção psicossocial (raps)
A rede de atenção psicossocial (raps)A rede de atenção psicossocial (raps)
A rede de atenção psicossocial (raps)
Joanna de Angelis lopes
 
Transtorno Bipolar
Transtorno BipolarTranstorno Bipolar
Transtorno Bipolar
Edivana Fernandes
 
Transtornos mentais e comportamentais devido ao uso de substância psicoativa
Transtornos mentais e comportamentais devido ao uso de substância psicoativaTranstornos mentais e comportamentais devido ao uso de substância psicoativa
Transtornos mentais e comportamentais devido ao uso de substância psicoativa
Aroldo Gavioli
 
I Curso de Psicopatologia da Lampsi - Aula 1
I Curso de Psicopatologia da Lampsi - Aula 1I Curso de Psicopatologia da Lampsi - Aula 1
I Curso de Psicopatologia da Lampsi - Aula 1
Lampsi
 
Depressão
DepressãoDepressão
Depressão
Marina Carvalho
 
Depressão - Marcelly e Marcilene
Depressão -  Marcelly e MarcileneDepressão -  Marcelly e Marcilene
Depressão - Marcelly e Marcilene
mahvieira
 
Funções psíquicas
Funções psíquicas Funções psíquicas
Funções psíquicas
thaissamaia
 
Transtornos mentais
 Transtornos mentais Transtornos mentais
Transtornos mentais
Gustavo Henrique
 
Transtornos depressivos
Transtornos depressivosTranstornos depressivos
Transtornos depressivos
Caio Maximino
 

Mais procurados (20)

Transtornos mentais
Transtornos mentaisTranstornos mentais
Transtornos mentais
 
TCC - Terapia Cognitiva Comportamental
TCC - Terapia Cognitiva ComportamentalTCC - Terapia Cognitiva Comportamental
TCC - Terapia Cognitiva Comportamental
 
TOC - Transtorno Obsessivo Compulsivo
TOC - Transtorno Obsessivo CompulsivoTOC - Transtorno Obsessivo Compulsivo
TOC - Transtorno Obsessivo Compulsivo
 
Transtorno da ansiedade
Transtorno da ansiedadeTranstorno da ansiedade
Transtorno da ansiedade
 
Transtornos de ansiedade
Transtornos de ansiedadeTranstornos de ansiedade
Transtornos de ansiedade
 
TRANSTORNO BIPOLAR
TRANSTORNO BIPOLARTRANSTORNO BIPOLAR
TRANSTORNO BIPOLAR
 
Transtorno da Personalidade Antissocial
Transtorno da Personalidade Antissocial  Transtorno da Personalidade Antissocial
Transtorno da Personalidade Antissocial
 
Transtornos de personalidade DSM 4 e TCC
Transtornos de personalidade DSM 4 e TCCTranstornos de personalidade DSM 4 e TCC
Transtornos de personalidade DSM 4 e TCC
 
Transtornos mentais comuns e somatização
Transtornos mentais comuns e somatização Transtornos mentais comuns e somatização
Transtornos mentais comuns e somatização
 
Transtorno afetivo bipolar
Transtorno afetivo bipolarTranstorno afetivo bipolar
Transtorno afetivo bipolar
 
Transtornos de personalidade
Transtornos de personalidadeTranstornos de personalidade
Transtornos de personalidade
 
A rede de atenção psicossocial (raps)
A rede de atenção psicossocial (raps)A rede de atenção psicossocial (raps)
A rede de atenção psicossocial (raps)
 
Transtorno Bipolar
Transtorno BipolarTranstorno Bipolar
Transtorno Bipolar
 
Transtornos mentais e comportamentais devido ao uso de substância psicoativa
Transtornos mentais e comportamentais devido ao uso de substância psicoativaTranstornos mentais e comportamentais devido ao uso de substância psicoativa
Transtornos mentais e comportamentais devido ao uso de substância psicoativa
 
I Curso de Psicopatologia da Lampsi - Aula 1
I Curso de Psicopatologia da Lampsi - Aula 1I Curso de Psicopatologia da Lampsi - Aula 1
I Curso de Psicopatologia da Lampsi - Aula 1
 
Depressão
DepressãoDepressão
Depressão
 
Depressão - Marcelly e Marcilene
Depressão -  Marcelly e MarcileneDepressão -  Marcelly e Marcilene
Depressão - Marcelly e Marcilene
 
Funções psíquicas
Funções psíquicas Funções psíquicas
Funções psíquicas
 
Transtornos mentais
 Transtornos mentais Transtornos mentais
Transtornos mentais
 
Transtornos depressivos
Transtornos depressivosTranstornos depressivos
Transtornos depressivos
 

Semelhante a Tipos de depressão

Aula 3 psicofarmacologia nos transtornos do humor 1
Aula 3   psicofarmacologia nos transtornos do humor 1Aula 3   psicofarmacologia nos transtornos do humor 1
Aula 3 psicofarmacologia nos transtornos do humor 1
Educação Ucpel
 
DEPRESSÃO palestra para autoconhecimento
DEPRESSÃO palestra para autoconhecimentoDEPRESSÃO palestra para autoconhecimento
DEPRESSÃO palestra para autoconhecimento
Nidia. Paula.
 
TERAPIA COGNITIVO-COMPORTAMENTAL DA DEPRESSÃO
TERAPIA COGNITIVO-COMPORTAMENTAL DA DEPRESSÃOTERAPIA COGNITIVO-COMPORTAMENTAL DA DEPRESSÃO
TERAPIA COGNITIVO-COMPORTAMENTAL DA DEPRESSÃO
Serafim Carvalho, MD, PhD
 
Transtorno afetivo bipolar
Transtorno afetivo bipolarTranstorno afetivo bipolar
Transtorno afetivo bipolar
Rodolpho David
 
Bipolar Final
Bipolar FinalBipolar Final
Bipolar Final
Sílvia Pimenta
 
Manejo de pacientes psicóticos
Manejo de pacientes psicóticosManejo de pacientes psicóticos
Manejo de pacientes psicóticos
eduardo guagliardi
 
SP.3.4 – Dois lados....docx
SP.3.4 – Dois lados....docxSP.3.4 – Dois lados....docx
SP.3.4 – Dois lados....docx
LeilaneSilvaPessoa
 
[Instituto Interage - Curso de Psicofarmacologia] Aula 3 antidepressivos
[Instituto Interage - Curso de Psicofarmacologia] Aula 3  antidepressivos[Instituto Interage - Curso de Psicofarmacologia] Aula 3  antidepressivos
[Instituto Interage - Curso de Psicofarmacologia] Aula 3 antidepressivos
Marcelo Zanotti da Silva
 
Depressão palestra uniplac
Depressão   palestra uniplacDepressão   palestra uniplac
Depressão palestra uniplac
eduardo guagliardi
 
Farmacologia 10 antidepressivos - med resumos (dez-2011)
Farmacologia 10   antidepressivos - med resumos (dez-2011)Farmacologia 10   antidepressivos - med resumos (dez-2011)
Farmacologia 10 antidepressivos - med resumos (dez-2011)
Jucie Vasconcelos
 
DEPRESSÃO
DEPRESSÃODEPRESSÃO
DEPRESSÃO
Zilrene
 
Bipolar Apresentação final?
Bipolar Apresentação final?Bipolar Apresentação final?
Bipolar Apresentação final?
adglm
 
Esquizofrenia
EsquizofreniaEsquizofrenia
Esquizofrenia
anacarreira2
 
Transtornos somatoformes
Transtornos somatoformesTranstornos somatoformes
Transtornos somatoformes
Miriam Gorender
 
PRIMEIRA AULA.pdf
PRIMEIRA AULA.pdfPRIMEIRA AULA.pdf
PRIMEIRA AULA.pdf
BrendoArruda
 
Aulas 10 e 11 Guanambi.pdf
Aulas 10 e 11 Guanambi.pdfAulas 10 e 11 Guanambi.pdf
Aulas 10 e 11 Guanambi.pdf
JainnyBeatriz1
 
Transtorno Bipolar
Transtorno BipolarTranstorno Bipolar
Transtorno Bipolar
Tamires Fernandes
 
mapa-mental.pdf
mapa-mental.pdfmapa-mental.pdf
mapa-mental.pdf
Luana Pereira
 
TRANSTORNO BIPOLAR (1).pptx
TRANSTORNO BIPOLAR (1).pptxTRANSTORNO BIPOLAR (1).pptx
TRANSTORNO BIPOLAR (1).pptx
MIRIAN FARIA
 
Depressão
DepressãoDepressão

Semelhante a Tipos de depressão (20)

Aula 3 psicofarmacologia nos transtornos do humor 1
Aula 3   psicofarmacologia nos transtornos do humor 1Aula 3   psicofarmacologia nos transtornos do humor 1
Aula 3 psicofarmacologia nos transtornos do humor 1
 
DEPRESSÃO palestra para autoconhecimento
DEPRESSÃO palestra para autoconhecimentoDEPRESSÃO palestra para autoconhecimento
DEPRESSÃO palestra para autoconhecimento
 
TERAPIA COGNITIVO-COMPORTAMENTAL DA DEPRESSÃO
TERAPIA COGNITIVO-COMPORTAMENTAL DA DEPRESSÃOTERAPIA COGNITIVO-COMPORTAMENTAL DA DEPRESSÃO
TERAPIA COGNITIVO-COMPORTAMENTAL DA DEPRESSÃO
 
Transtorno afetivo bipolar
Transtorno afetivo bipolarTranstorno afetivo bipolar
Transtorno afetivo bipolar
 
Bipolar Final
Bipolar FinalBipolar Final
Bipolar Final
 
Manejo de pacientes psicóticos
Manejo de pacientes psicóticosManejo de pacientes psicóticos
Manejo de pacientes psicóticos
 
SP.3.4 – Dois lados....docx
SP.3.4 – Dois lados....docxSP.3.4 – Dois lados....docx
SP.3.4 – Dois lados....docx
 
[Instituto Interage - Curso de Psicofarmacologia] Aula 3 antidepressivos
[Instituto Interage - Curso de Psicofarmacologia] Aula 3  antidepressivos[Instituto Interage - Curso de Psicofarmacologia] Aula 3  antidepressivos
[Instituto Interage - Curso de Psicofarmacologia] Aula 3 antidepressivos
 
Depressão palestra uniplac
Depressão   palestra uniplacDepressão   palestra uniplac
Depressão palestra uniplac
 
Farmacologia 10 antidepressivos - med resumos (dez-2011)
Farmacologia 10   antidepressivos - med resumos (dez-2011)Farmacologia 10   antidepressivos - med resumos (dez-2011)
Farmacologia 10 antidepressivos - med resumos (dez-2011)
 
DEPRESSÃO
DEPRESSÃODEPRESSÃO
DEPRESSÃO
 
Bipolar Apresentação final?
Bipolar Apresentação final?Bipolar Apresentação final?
Bipolar Apresentação final?
 
Esquizofrenia
EsquizofreniaEsquizofrenia
Esquizofrenia
 
Transtornos somatoformes
Transtornos somatoformesTranstornos somatoformes
Transtornos somatoformes
 
PRIMEIRA AULA.pdf
PRIMEIRA AULA.pdfPRIMEIRA AULA.pdf
PRIMEIRA AULA.pdf
 
Aulas 10 e 11 Guanambi.pdf
Aulas 10 e 11 Guanambi.pdfAulas 10 e 11 Guanambi.pdf
Aulas 10 e 11 Guanambi.pdf
 
Transtorno Bipolar
Transtorno BipolarTranstorno Bipolar
Transtorno Bipolar
 
mapa-mental.pdf
mapa-mental.pdfmapa-mental.pdf
mapa-mental.pdf
 
TRANSTORNO BIPOLAR (1).pptx
TRANSTORNO BIPOLAR (1).pptxTRANSTORNO BIPOLAR (1).pptx
TRANSTORNO BIPOLAR (1).pptx
 
Depressão
DepressãoDepressão
Depressão
 

Mais de Acqua Blue Fitnnes

Relatorio da aula pratica microbiologia 04 09 2016
Relatorio da aula pratica microbiologia 04 09 2016Relatorio da aula pratica microbiologia 04 09 2016
Relatorio da aula pratica microbiologia 04 09 2016
Acqua Blue Fitnnes
 
Tendinopatia do epicondilo lateral 19 10 2016
Tendinopatia do epicondilo lateral 19 10 2016Tendinopatia do epicondilo lateral 19 10 2016
Tendinopatia do epicondilo lateral 19 10 2016
Acqua Blue Fitnnes
 
Avaliação multidimensional do idoso (1)
Avaliação multidimensional do idoso (1)Avaliação multidimensional do idoso (1)
Avaliação multidimensional do idoso (1)
Acqua Blue Fitnnes
 
APS ( Atividades Praticas Supervisionadas)
APS ( Atividades Praticas Supervisionadas)APS ( Atividades Praticas Supervisionadas)
APS ( Atividades Praticas Supervisionadas)
Acqua Blue Fitnnes
 
12 hidroclorotiazida
12 hidroclorotiazida12 hidroclorotiazida
12 hidroclorotiazida
Acqua Blue Fitnnes
 
Dores aguda.sub aguda, cronica
Dores aguda.sub aguda, cronicaDores aguda.sub aguda, cronica
Dores aguda.sub aguda, cronica
Acqua Blue Fitnnes
 
Artrologia estudodasarticulaes-120709144004-phpapp01
Artrologia estudodasarticulaes-120709144004-phpapp01Artrologia estudodasarticulaes-120709144004-phpapp01
Artrologia estudodasarticulaes-120709144004-phpapp01
Acqua Blue Fitnnes
 
Transmissão do impulso nervoso
Transmissão do impulso nervosoTransmissão do impulso nervoso
Transmissão do impulso nervoso
Acqua Blue Fitnnes
 
Introducao metabolismo
Introducao metabolismoIntroducao metabolismo
Introducao metabolismo
Acqua Blue Fitnnes
 

Mais de Acqua Blue Fitnnes (9)

Relatorio da aula pratica microbiologia 04 09 2016
Relatorio da aula pratica microbiologia 04 09 2016Relatorio da aula pratica microbiologia 04 09 2016
Relatorio da aula pratica microbiologia 04 09 2016
 
Tendinopatia do epicondilo lateral 19 10 2016
Tendinopatia do epicondilo lateral 19 10 2016Tendinopatia do epicondilo lateral 19 10 2016
Tendinopatia do epicondilo lateral 19 10 2016
 
Avaliação multidimensional do idoso (1)
Avaliação multidimensional do idoso (1)Avaliação multidimensional do idoso (1)
Avaliação multidimensional do idoso (1)
 
APS ( Atividades Praticas Supervisionadas)
APS ( Atividades Praticas Supervisionadas)APS ( Atividades Praticas Supervisionadas)
APS ( Atividades Praticas Supervisionadas)
 
12 hidroclorotiazida
12 hidroclorotiazida12 hidroclorotiazida
12 hidroclorotiazida
 
Dores aguda.sub aguda, cronica
Dores aguda.sub aguda, cronicaDores aguda.sub aguda, cronica
Dores aguda.sub aguda, cronica
 
Artrologia estudodasarticulaes-120709144004-phpapp01
Artrologia estudodasarticulaes-120709144004-phpapp01Artrologia estudodasarticulaes-120709144004-phpapp01
Artrologia estudodasarticulaes-120709144004-phpapp01
 
Transmissão do impulso nervoso
Transmissão do impulso nervosoTransmissão do impulso nervoso
Transmissão do impulso nervoso
 
Introducao metabolismo
Introducao metabolismoIntroducao metabolismo
Introducao metabolismo
 

Último

Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptxCartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Zenir Carmen Bez Trombeta
 
A Evolução da história da Física - Albert Einstein
A Evolução da história da Física - Albert EinsteinA Evolução da história da Física - Albert Einstein
A Evolução da história da Física - Albert Einstein
WelberMerlinCardoso
 
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptxPP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIASA SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
HisrelBlog
 
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdfOS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
AmiltonAparecido1
 
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdfO Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
silvamelosilva300
 
Atividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º anoAtividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º ano
fernandacosta37763
 
slides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentarslides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentar
JoeteCarvalho
 
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
LeticiaRochaCupaiol
 
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
Educação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideiaEducação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideia
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
joseanesouza36
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
TomasSousa7
 
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Mary Alvarenga
 
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).pptepidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
MarceloMonteiro213738
 
000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf
000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf
000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf
YeniferGarcia36
 
As sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativasAs sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativas
rloureiro1
 
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdfUFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
Manuais Formação
 
2020_09_17 - Biomas Mundiais [Salvo automaticamente].pptx
2020_09_17 - Biomas Mundiais [Salvo automaticamente].pptx2020_09_17 - Biomas Mundiais [Salvo automaticamente].pptx
2020_09_17 - Biomas Mundiais [Salvo automaticamente].pptx
PatriciaZanoli
 
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.pptEstrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
livrosjovert
 
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 

Último (20)

Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptxCartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
 
A Evolução da história da Física - Albert Einstein
A Evolução da história da Física - Albert EinsteinA Evolução da história da Física - Albert Einstein
A Evolução da história da Física - Albert Einstein
 
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptxPP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
 
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIASA SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
 
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdfOS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
 
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdfO Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
 
Atividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º anoAtividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º ano
 
slides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentarslides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentar
 
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
 
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
Educação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideiaEducação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideia
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
 
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
 
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).pptepidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
 
000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf
000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf
000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf
 
As sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativasAs sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativas
 
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdfUFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
 
2020_09_17 - Biomas Mundiais [Salvo automaticamente].pptx
2020_09_17 - Biomas Mundiais [Salvo automaticamente].pptx2020_09_17 - Biomas Mundiais [Salvo automaticamente].pptx
2020_09_17 - Biomas Mundiais [Salvo automaticamente].pptx
 
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
 
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.pptEstrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
 
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
 

Tipos de depressão

  • 1. Tipos de depressão A depressão pode ser classificada de acordo com a causa, com a presença ou não de um componente genético (história familiar), com os sintomas e com a gravidade do quadro, em: Primária (quando não tem uma causa detectável) ou secundária (atribuível a doenças físicas ou a medicamentos). Genética, de acordo com o padrão de aparecimento em membros de uma mesma família (esporádica, espectral ou familial). Unipolar (quando não há ocorrência de episódios de mania) ou bipolar (quando ocorrerem sintomas intercalados ou concomitantes de mania). Leve ou grave, de acordo com a gravidade dos sintomas e o grau de comprometimento funcional. Tipos de Depressão: Depressão reativa ou secundária Surge em resposta a um estresse identificável como perdas (reações de luto), doença física importante (tumores cerebrais, AVC, hipo ou hipertireoidismo, doença de Cushing, LES, etc.), ou uso de drogas (reserpina, clonidina, metildopa, propranolol, promazina, clorpormazina, acetazolamida, atropina, hioscina, haloperidol, corticosteróides, benzodiazepínicos, barbitúricos, anticoncepcionais, hormônios tireoidianos, etc). Corresponde a mais de 60% de todas as depressões. Depressão menor ou distimia É uma desordem depressiva crônica durando pelo menos 2 anos em adultos e que se manifesta pela presença da síndrome depressiva, onde o paciente consegue funcionar socialmente mas sem experimentar prazer. Depressão maior ou unipolar É uma desordem depressiva primária, endógena, e que não tem relação causal com situações estressantes, patologias orgânicas ou psiquiátricas, caracterizando-se por episódios puramente depressivos em períodos variáveis da vida do paciente geneticamente predisposto à doença. Resultaria de uma inclinação inata determinada por fatores hereditários e bioquímicos que produziriam um distúrbio da neurotransmissão central, secundária a um déficit funcional de neurotransmissores (dopamina, noradrenalina e/ou serotonina) e/ou a uma alteração transitória de seus receptores ao nível do SNC. Durante o episódio, os sintomas depressivos são severos e intensos, impedindo o indivíduo de agir normalmente, havendo alto risco de suicídio se não tratado. Corresponde a cerca de 25% de todas as depressões. Depressão bipolar ou psicose maníaco-depressiva É também uma desordem primária, endógena e que se caracteriza por episódios depressivos alternados com fases de mania ou de humor
  • 2. normal, com estados de significativa mudança de humor do paciente (oscilações cíclicas do humor entre "altos" (mania) e "baixos" (depressão)). Quando deprimida, a pessoa pode ter alguns ou todos os sintomas de depressão. Quando em mania, torna-se falante, eufórica e/ou irritável, cheia de energia, grandiosa. A mania prejudica o raciocínio, a crítica (capacidade de julgamento) e o comportamento social, podendo ocasionar graves conseqüências e constrangimentos, pois a pessoa em fase mania se envolve facilmente em negócios mirabolantes e incertos ou em aventuras românticas e toma atitudes precipitadas e inadequadas. Se não tratada, a mania pode piorar, evoluindo para quadro psicótico (com delírios e/ou alucinações). Essa desordem afetiva estaria relacionada com um distúrbio da neurotransmissão central secundário a um déficit de neurotransmissores ou hipossensibilidade de seus receptores na fase depressiva e a um aumento destes neuro-hormônios ou da hipersensibilidade de seus receptores na fase maníaca. Corresponde a cerca de 10% de todas as depressões. Subtipos de Depressão : A depressão pode variar muito em relação a sintomas, história familiar, resposta ao tratamento e evolução. Alguns subtipos de depressão são claramente distintos, com implicações na escolha do tratamento e no prognóstico: Depressão melancólica ou endógena Forma grave, com acentuado retardo ou agitação psicomotora, anedonia, humor não reativo a estímulos agradáveis, despertar matinal precoce, sintomas piores de manhã. Depressão atípica Humor reativo a estímulos (a pessoa consegue se alegrar com estímulos agradáveis), inversão dos sintomas vegetativos (ao invés de insônia e falta de apetite, a pessoa tem hipersonia e aumento de apetite), ansiedade acentuada, queixas fóbicas. Depressão sazonal Relacionada à luminosidade diurna, com episódios que se repetem no outono/inverno e sintomas atípicos. Mais freqüente em países com inverno rigoroso, melhora com fototerapia (exposição diária prolongada a luz forte). Depressão com sintomas psicóticos Forma rara, porém grave, com delírios e alucinações. Depressão pós-parto Ocorre entre 2 semanas a 12 meses após o parto, com risco maior em mulheres com antecedentes de depressão. Considera-se que o parto (e as mudanças que ele traz, hormonais e de vida) seja um potente estressor, desencadeando depressão em mulheres com tendência à mesma.