SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 15
Baixar para ler offline
FACILITADORAS
 Renata B. Pimentel
 Psicóloga – CRP-SP 06/83421
 Especialização em Psicopatologia e
Saúde Pública
 Experiência nas áreas clínica,
social e qualidade de vida
 Abordagem Psicanalítica
 Rute Borges
 Psicóloga – CRP-SP 06/122029
 Especialização em Neuropsicologia
 Experiência nas áreas clínica e
social
 Abordagem Humanista Centrada na
Pessoa
POR ONDE ANDAM OS SEUS
PENSAMENTOS?
O pensamento é o ensaio
da ação
(Sigmund Freud)
Depressão x Tristeza
 Na DEPRESSÃO o sentimento é contínuo e não alivia com a
ajuda de outro. A depressão costuma também provocar um
sentimento de culpa, mas sem motivo aparente e sem saber
explicar o porquê.
DEPRESSÃO = DOENÇA
 Na TRISTEZA o indivíduo costuma apresentar períodos de
melhora ao longo do dia, conseguindo esquecer por momentos
a causa da sua tristeza.
 TRISTEZA = SENTIMENTO MOMENTÂNEO
DEPRESSÃO
 Os critérios diagnósticos para o Transtorno de Depressão Maior, de acordo com o
DSM-V (Manual Diagnóstico e Estatístico de Transtornos Mentais), são:
 Humor deprimido na maioria dos dias
 Acentuada diminuição do prazer ou interesse em todas ou quase todas as
atividades na maior parte do dia
 Perda ou ganho de peso acentuado sem estar em dieta
 Insônia ou hipersônia
 Agitação ou retardo psicomotor
 Fadiga e perda de energia (inclui libido)
 Sentimento de inutilidade ou culpa excessiva ou inadequada
 Capacidade diminuída de pensar ou concentrar-se ou indecisão
 Pensamentos de morte recorrentes (não apenas medo de morrer), ideação suicida
recorrente sem um plano específico, ou tentativa de suicídio ou plano específico de
cometer suicídio
POSSÍVEIS CAUSAS
 CRIANÇAS, ADOLESCENTES, ADULTOS E IDOSOS PODEM SOFRER
DEPRESSÃO
 Solidão
 Excesso de trabalho
 Histórico Familiar (genética)
 Stress
 Tensão Financeira / Desemprego
 Trauma ou abuso
 Uso abusivo de álcool ou outras drogas
 Problemas de Relacionamento
 Problemas de saúde ou dor crônica
 Luto
TRATAMENTO
 Para casos leves a moderados uma psicoterapia pode
ser o suficiente para tratamento e prevenção de
recorrência;
 Medicamento para casos graves;
 Nenhum tratamento isolado é superior para melhora dos
sintomas, melhora da qualidade de vida e melhor
aceitação do tratamento;
 Combinação de psicoterapia e medicação.
 Medicamentos: Citalopram, Escitalopram, Fluoxetina, Fluvoxamina, Paroxetina, Sertralina,
Duloxetina, Venlafaxina, Desvenlafaxina, Bupropiona, Mirtazapina
ANSIEDADE X MEDO
 ANSIEDADE é a antecipação de ameaça futura, sendo
mais frequentemente associada a tensão muscular e
vigilância em preparação para perigo futuro e
comportamentos de cautela ou esquiva
 MEDO é a resposta emocional a ameaça iminente real
ou percebida, sendo com mais frequência associado a
períodos de excitabilidade autonômica aumentada,
necessária para luta ou fuga, pensamentos de perigo
imediato e comportamentos de fuga
ANSIEDADE
 Os critérios diagnósticos para o Transtorno de Ansiedade Generalizada,
de acordo com o DSM-V (Manual Diagnóstico e Estatístico de Transtornos
Mentais), são:
 Inquietação ou sensação de estar com os nervos à flor da pele ou
sensação de ter um bola na garganta
 Cansaço
 Dificuldade em concentrar-se ou sensação de “branco” na mente (falhas
de memória)
 Irritabilidade
 Tensão muscular
 Perturbação do sono
 Sudorese
TRANSTORNOS ASSOCIADOS OU
COMORBIDADE
 Transtorno de ansiedade generalizada
 Transtornos fóbicos ansiosos (Fobia específica, Fobia Social, Síndrome
do pânico, Transtorno Obssessivo-Compulsivo)
 Agorafobia
 Transtorno de ansiedade social
 Transtorno de estresse pós-traumático
 Transtorno de ansiedade de doença
 Luto
 Transtornos depressivo e bipolar
 Transtorno da conduta
 Transtorno de oposição desafiante
POSSÍVEIS CAUSAS
 Traumas intensos
 Conflitos, relacionamentos (afetivos, profissionais ou pessoais)
 Acompanhada de outras doenças psiquiátricas, como depressão,
psicoses, neuroses, etc.
 Associada a doenças cardiovasculares ou respiratórias.
 O uso de alguns medicamentos. Ex: anfetaminas.
TRATAMENTO
 Para casos leves a moderados uma psicoterapia pode ser
o suficiente para tratamento e prevenção de recorrência
 Medicamento para casos graves
 Nenhum tratamento isolado é superior para melhora dos
sintomas, melhora da qualidade de vida e melhor aceitação
do tratamento
 Combinação de psicoterapia e medicação.
 Medicamentos: Alprazolam (Xanax), Buspirona (Buspar), Clonazepam (Klonopin),
Diazepam (Valium), Lorazepam (Ativan)
DOENÇA X ESTILO DE VIDA
 Mudança de hábito e melhoria na qualidade de vida
auxiliam na diminuição dos sintomas. Então:
 PRATIQUE EXERCÍCIOS
 SOCIALIZE-SE
 ALIMENTE-SE DE MANEIRA MAIS SAUDÁVEL
 AME MAIS (A SI E AO PRÓXIMO)
 RELAXE
 REINVENTE-SE
CONTATO
 RENATA BOMBINE PIMENTEL
FONE: 98458-0536
E-MAIL: rbombine@gmail.com
 RUTE BORGES
FONE: 98527-6462
E-MAIL: ruteborges.esp@hotmail.com
OBRIGADA!

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados (20)

Como Manejar a Ansiedade?
Como Manejar a Ansiedade?Como Manejar a Ansiedade?
Como Manejar a Ansiedade?
 
Transtornos ansiosos
Transtornos ansiososTranstornos ansiosos
Transtornos ansiosos
 
Depressão e Suicício
Depressão e SuicícioDepressão e Suicício
Depressão e Suicício
 
Como cuidar da minha saúde mental?
Como cuidar da minha saúde mental?Como cuidar da minha saúde mental?
Como cuidar da minha saúde mental?
 
Síndrome de burnout
Síndrome de burnoutSíndrome de burnout
Síndrome de burnout
 
Transtorno de ansiedade
Transtorno de ansiedadeTranstorno de ansiedade
Transtorno de ansiedade
 
Saúde Mental
Saúde MentalSaúde Mental
Saúde Mental
 
Palestra sobre suicídio original
Palestra sobre suicídio originalPalestra sobre suicídio original
Palestra sobre suicídio original
 
Emoções
EmoçõesEmoções
Emoções
 
Ansiedade
AnsiedadeAnsiedade
Ansiedade
 
Mitos e verdades - setembro amarelo
Mitos e verdades  -  setembro amareloMitos e verdades  -  setembro amarelo
Mitos e verdades - setembro amarelo
 
Depressão
DepressãoDepressão
Depressão
 
Ansiedade
AnsiedadeAnsiedade
Ansiedade
 
saude mental
saude mental saude mental
saude mental
 
Depressão na adolescência
Depressão na adolescênciaDepressão na adolescência
Depressão na adolescência
 
Saúde mental no trabalho
Saúde mental no trabalhoSaúde mental no trabalho
Saúde mental no trabalho
 
Depressão Infância e Adolescência
Depressão Infância e AdolescênciaDepressão Infância e Adolescência
Depressão Infância e Adolescência
 
Transtornos ansiosos na infância e adolescência
Transtornos ansiosos na infância e adolescênciaTranstornos ansiosos na infância e adolescência
Transtornos ansiosos na infância e adolescência
 
Stress
StressStress
Stress
 
Palestra Setembro Amarelo
Palestra Setembro AmareloPalestra Setembro Amarelo
Palestra Setembro Amarelo
 

Semelhante a Palestra Depressão e Ansiedade

A depressao-e-uma-doenca-que-se-trata
A depressao-e-uma-doenca-que-se-trataA depressao-e-uma-doenca-que-se-trata
A depressao-e-uma-doenca-que-se-trataCosmo Palasio
 
Trabalho de grupo (depressão)
Trabalho de grupo (depressão)Trabalho de grupo (depressão)
Trabalho de grupo (depressão)gomespereira64
 
Trabalho de grupo (depressão)
Trabalho de grupo (depressão)Trabalho de grupo (depressão)
Trabalho de grupo (depressão)gomespereira64
 
Psicopatologia do Envelhecimento.docx
Psicopatologia do Envelhecimento.docxPsicopatologia do Envelhecimento.docx
Psicopatologia do Envelhecimento.docxPatriciaAiresCosta1
 
Folheto de saúde mental uremia
Folheto de saúde mental uremiaFolheto de saúde mental uremia
Folheto de saúde mental uremiaDenílson Maia
 
ARTIGO SOBRE A DEPREÇÃO COM TODOS OS DETALHES
ARTIGO SOBRE A DEPREÇÃO COM TODOS OS DETALHESARTIGO SOBRE A DEPREÇÃO COM TODOS OS DETALHES
ARTIGO SOBRE A DEPREÇÃO COM TODOS OS DETALHESRCGrficaRpida
 
Transtornos de ansiedade
Transtornos de ansiedadeTranstornos de ansiedade
Transtornos de ansiedadeMiriam Gorender
 
Transtornos Emocionais - Etiologia.pptx
Transtornos Emocionais - Etiologia.pptxTranstornos Emocionais - Etiologia.pptx
Transtornos Emocionais - Etiologia.pptxJoseRobertoPereirade
 
Transtorno da ansiedade
Transtorno da ansiedadeTranstorno da ansiedade
Transtorno da ansiedadeAlany Silva
 
20070825 conversando-sobre-a-depressao
20070825 conversando-sobre-a-depressao20070825 conversando-sobre-a-depressao
20070825 conversando-sobre-a-depressaoIsabel Teixeira
 
20070825 conversando-sobre-a-depressao
20070825 conversando-sobre-a-depressao20070825 conversando-sobre-a-depressao
20070825 conversando-sobre-a-depressaoIsabel Teixeira
 
Estresse e Doenças da Alma
Estresse e Doenças da AlmaEstresse e Doenças da Alma
Estresse e Doenças da AlmaRobson Roberto
 

Semelhante a Palestra Depressão e Ansiedade (20)

doenças mentais
doenças mentaisdoenças mentais
doenças mentais
 
palestra2.pptx
palestra2.pptxpalestra2.pptx
palestra2.pptx
 
Transtornos.pptx
Transtornos.pptxTranstornos.pptx
Transtornos.pptx
 
A depressao-e-uma-doenca-que-se-trata
A depressao-e-uma-doenca-que-se-trataA depressao-e-uma-doenca-que-se-trata
A depressao-e-uma-doenca-que-se-trata
 
Depressão palestra uniplac
Depressão   palestra uniplacDepressão   palestra uniplac
Depressão palestra uniplac
 
Trabalho de grupo (depressão)
Trabalho de grupo (depressão)Trabalho de grupo (depressão)
Trabalho de grupo (depressão)
 
Trabalho de grupo (depressão)
Trabalho de grupo (depressão)Trabalho de grupo (depressão)
Trabalho de grupo (depressão)
 
ANSIEDADE.pptx
ANSIEDADE.pptxANSIEDADE.pptx
ANSIEDADE.pptx
 
Psicopatologia do Envelhecimento.docx
Psicopatologia do Envelhecimento.docxPsicopatologia do Envelhecimento.docx
Psicopatologia do Envelhecimento.docx
 
Folheto de saúde mental uremia
Folheto de saúde mental uremiaFolheto de saúde mental uremia
Folheto de saúde mental uremia
 
Depressão
DepressãoDepressão
Depressão
 
PRIMEIRA AULA.pdf
PRIMEIRA AULA.pdfPRIMEIRA AULA.pdf
PRIMEIRA AULA.pdf
 
Depressão
DepressãoDepressão
Depressão
 
ARTIGO SOBRE A DEPREÇÃO COM TODOS OS DETALHES
ARTIGO SOBRE A DEPREÇÃO COM TODOS OS DETALHESARTIGO SOBRE A DEPREÇÃO COM TODOS OS DETALHES
ARTIGO SOBRE A DEPREÇÃO COM TODOS OS DETALHES
 
Transtornos de ansiedade
Transtornos de ansiedadeTranstornos de ansiedade
Transtornos de ansiedade
 
Transtornos Emocionais - Etiologia.pptx
Transtornos Emocionais - Etiologia.pptxTranstornos Emocionais - Etiologia.pptx
Transtornos Emocionais - Etiologia.pptx
 
Transtorno da ansiedade
Transtorno da ansiedadeTranstorno da ansiedade
Transtorno da ansiedade
 
20070825 conversando-sobre-a-depressao
20070825 conversando-sobre-a-depressao20070825 conversando-sobre-a-depressao
20070825 conversando-sobre-a-depressao
 
20070825 conversando-sobre-a-depressao
20070825 conversando-sobre-a-depressao20070825 conversando-sobre-a-depressao
20070825 conversando-sobre-a-depressao
 
Estresse e Doenças da Alma
Estresse e Doenças da AlmaEstresse e Doenças da Alma
Estresse e Doenças da Alma
 

Último

Manual Técnico para Diagnóstico da Sífilis.pdf
Manual Técnico para Diagnóstico da Sífilis.pdfManual Técnico para Diagnóstico da Sífilis.pdf
Manual Técnico para Diagnóstico da Sífilis.pdfDanieldaSade
 
01 INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA ANATOMIA HUMANA.pdf
01 INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA ANATOMIA HUMANA.pdf01 INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA ANATOMIA HUMANA.pdf
01 INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA ANATOMIA HUMANA.pdfIANAHAAS
 
Manual Técnico para Diagnóstico da Infecção pelo HIV.pdf
Manual Técnico para Diagnóstico da Infecção pelo HIV.pdfManual Técnico para Diagnóstico da Infecção pelo HIV.pdf
Manual Técnico para Diagnóstico da Infecção pelo HIV.pdfDanieldaSade
 
relatorio ciencias morfofuncion ais.pdf
relatorio ciencias morfofuncion  ais.pdfrelatorio ciencias morfofuncion  ais.pdf
relatorio ciencias morfofuncion ais.pdfHELLEN CRISTINA
 
relatorio de estagio de terapia ocupacional.pdf
relatorio de estagio de terapia ocupacional.pdfrelatorio de estagio de terapia ocupacional.pdf
relatorio de estagio de terapia ocupacional.pdfHELLEN CRISTINA
 
Homens Trans tem Caderneta de Pré-Natal especial / Programa Transgesta - SUS
Homens Trans tem Caderneta de Pré-Natal especial / Programa Transgesta - SUSHomens Trans tem Caderneta de Pré-Natal especial / Programa Transgesta - SUS
Homens Trans tem Caderneta de Pré-Natal especial / Programa Transgesta - SUSProf. Marcus Renato de Carvalho
 
Alimentação / Amamentação Lactentes em Calamidades Públicas
Alimentação / Amamentação Lactentes em Calamidades PúblicasAlimentação / Amamentação Lactentes em Calamidades Públicas
Alimentação / Amamentação Lactentes em Calamidades PúblicasProf. Marcus Renato de Carvalho
 
Altas habilidades/superdotação. Adelino Felisberto
Altas habilidades/superdotação. Adelino FelisbertoAltas habilidades/superdotação. Adelino Felisberto
Altas habilidades/superdotação. Adelino Felisbertoadelinofelisberto3
 
Características gerais dos vírus- Estrutura, ciclos
Características gerais dos vírus- Estrutura, ciclosCaracterísticas gerais dos vírus- Estrutura, ciclos
Características gerais dos vírus- Estrutura, ciclosThaiseGerber2
 

Último (9)

Manual Técnico para Diagnóstico da Sífilis.pdf
Manual Técnico para Diagnóstico da Sífilis.pdfManual Técnico para Diagnóstico da Sífilis.pdf
Manual Técnico para Diagnóstico da Sífilis.pdf
 
01 INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA ANATOMIA HUMANA.pdf
01 INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA ANATOMIA HUMANA.pdf01 INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA ANATOMIA HUMANA.pdf
01 INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA ANATOMIA HUMANA.pdf
 
Manual Técnico para Diagnóstico da Infecção pelo HIV.pdf
Manual Técnico para Diagnóstico da Infecção pelo HIV.pdfManual Técnico para Diagnóstico da Infecção pelo HIV.pdf
Manual Técnico para Diagnóstico da Infecção pelo HIV.pdf
 
relatorio ciencias morfofuncion ais.pdf
relatorio ciencias morfofuncion  ais.pdfrelatorio ciencias morfofuncion  ais.pdf
relatorio ciencias morfofuncion ais.pdf
 
relatorio de estagio de terapia ocupacional.pdf
relatorio de estagio de terapia ocupacional.pdfrelatorio de estagio de terapia ocupacional.pdf
relatorio de estagio de terapia ocupacional.pdf
 
Homens Trans tem Caderneta de Pré-Natal especial / Programa Transgesta - SUS
Homens Trans tem Caderneta de Pré-Natal especial / Programa Transgesta - SUSHomens Trans tem Caderneta de Pré-Natal especial / Programa Transgesta - SUS
Homens Trans tem Caderneta de Pré-Natal especial / Programa Transgesta - SUS
 
Alimentação / Amamentação Lactentes em Calamidades Públicas
Alimentação / Amamentação Lactentes em Calamidades PúblicasAlimentação / Amamentação Lactentes em Calamidades Públicas
Alimentação / Amamentação Lactentes em Calamidades Públicas
 
Altas habilidades/superdotação. Adelino Felisberto
Altas habilidades/superdotação. Adelino FelisbertoAltas habilidades/superdotação. Adelino Felisberto
Altas habilidades/superdotação. Adelino Felisberto
 
Características gerais dos vírus- Estrutura, ciclos
Características gerais dos vírus- Estrutura, ciclosCaracterísticas gerais dos vírus- Estrutura, ciclos
Características gerais dos vírus- Estrutura, ciclos
 

Palestra Depressão e Ansiedade

  • 1.
  • 2. FACILITADORAS  Renata B. Pimentel  Psicóloga – CRP-SP 06/83421  Especialização em Psicopatologia e Saúde Pública  Experiência nas áreas clínica, social e qualidade de vida  Abordagem Psicanalítica  Rute Borges  Psicóloga – CRP-SP 06/122029  Especialização em Neuropsicologia  Experiência nas áreas clínica e social  Abordagem Humanista Centrada na Pessoa
  • 3. POR ONDE ANDAM OS SEUS PENSAMENTOS? O pensamento é o ensaio da ação (Sigmund Freud)
  • 4. Depressão x Tristeza  Na DEPRESSÃO o sentimento é contínuo e não alivia com a ajuda de outro. A depressão costuma também provocar um sentimento de culpa, mas sem motivo aparente e sem saber explicar o porquê. DEPRESSÃO = DOENÇA  Na TRISTEZA o indivíduo costuma apresentar períodos de melhora ao longo do dia, conseguindo esquecer por momentos a causa da sua tristeza.  TRISTEZA = SENTIMENTO MOMENTÂNEO
  • 5. DEPRESSÃO  Os critérios diagnósticos para o Transtorno de Depressão Maior, de acordo com o DSM-V (Manual Diagnóstico e Estatístico de Transtornos Mentais), são:  Humor deprimido na maioria dos dias  Acentuada diminuição do prazer ou interesse em todas ou quase todas as atividades na maior parte do dia  Perda ou ganho de peso acentuado sem estar em dieta  Insônia ou hipersônia  Agitação ou retardo psicomotor  Fadiga e perda de energia (inclui libido)  Sentimento de inutilidade ou culpa excessiva ou inadequada  Capacidade diminuída de pensar ou concentrar-se ou indecisão  Pensamentos de morte recorrentes (não apenas medo de morrer), ideação suicida recorrente sem um plano específico, ou tentativa de suicídio ou plano específico de cometer suicídio
  • 6. POSSÍVEIS CAUSAS  CRIANÇAS, ADOLESCENTES, ADULTOS E IDOSOS PODEM SOFRER DEPRESSÃO  Solidão  Excesso de trabalho  Histórico Familiar (genética)  Stress  Tensão Financeira / Desemprego  Trauma ou abuso  Uso abusivo de álcool ou outras drogas  Problemas de Relacionamento  Problemas de saúde ou dor crônica  Luto
  • 7. TRATAMENTO  Para casos leves a moderados uma psicoterapia pode ser o suficiente para tratamento e prevenção de recorrência;  Medicamento para casos graves;  Nenhum tratamento isolado é superior para melhora dos sintomas, melhora da qualidade de vida e melhor aceitação do tratamento;  Combinação de psicoterapia e medicação.  Medicamentos: Citalopram, Escitalopram, Fluoxetina, Fluvoxamina, Paroxetina, Sertralina, Duloxetina, Venlafaxina, Desvenlafaxina, Bupropiona, Mirtazapina
  • 8. ANSIEDADE X MEDO  ANSIEDADE é a antecipação de ameaça futura, sendo mais frequentemente associada a tensão muscular e vigilância em preparação para perigo futuro e comportamentos de cautela ou esquiva  MEDO é a resposta emocional a ameaça iminente real ou percebida, sendo com mais frequência associado a períodos de excitabilidade autonômica aumentada, necessária para luta ou fuga, pensamentos de perigo imediato e comportamentos de fuga
  • 9. ANSIEDADE  Os critérios diagnósticos para o Transtorno de Ansiedade Generalizada, de acordo com o DSM-V (Manual Diagnóstico e Estatístico de Transtornos Mentais), são:  Inquietação ou sensação de estar com os nervos à flor da pele ou sensação de ter um bola na garganta  Cansaço  Dificuldade em concentrar-se ou sensação de “branco” na mente (falhas de memória)  Irritabilidade  Tensão muscular  Perturbação do sono  Sudorese
  • 10. TRANSTORNOS ASSOCIADOS OU COMORBIDADE  Transtorno de ansiedade generalizada  Transtornos fóbicos ansiosos (Fobia específica, Fobia Social, Síndrome do pânico, Transtorno Obssessivo-Compulsivo)  Agorafobia  Transtorno de ansiedade social  Transtorno de estresse pós-traumático  Transtorno de ansiedade de doença  Luto  Transtornos depressivo e bipolar  Transtorno da conduta  Transtorno de oposição desafiante
  • 11. POSSÍVEIS CAUSAS  Traumas intensos  Conflitos, relacionamentos (afetivos, profissionais ou pessoais)  Acompanhada de outras doenças psiquiátricas, como depressão, psicoses, neuroses, etc.  Associada a doenças cardiovasculares ou respiratórias.  O uso de alguns medicamentos. Ex: anfetaminas.
  • 12. TRATAMENTO  Para casos leves a moderados uma psicoterapia pode ser o suficiente para tratamento e prevenção de recorrência  Medicamento para casos graves  Nenhum tratamento isolado é superior para melhora dos sintomas, melhora da qualidade de vida e melhor aceitação do tratamento  Combinação de psicoterapia e medicação.  Medicamentos: Alprazolam (Xanax), Buspirona (Buspar), Clonazepam (Klonopin), Diazepam (Valium), Lorazepam (Ativan)
  • 13. DOENÇA X ESTILO DE VIDA  Mudança de hábito e melhoria na qualidade de vida auxiliam na diminuição dos sintomas. Então:  PRATIQUE EXERCÍCIOS  SOCIALIZE-SE  ALIMENTE-SE DE MANEIRA MAIS SAUDÁVEL  AME MAIS (A SI E AO PRÓXIMO)  RELAXE  REINVENTE-SE
  • 14.
  • 15. CONTATO  RENATA BOMBINE PIMENTEL FONE: 98458-0536 E-MAIL: rbombine@gmail.com  RUTE BORGES FONE: 98527-6462 E-MAIL: ruteborges.esp@hotmail.com OBRIGADA!