SlideShare uma empresa Scribd logo
Sistema de
Criação Bovina
Leite
No que consiste esse sistema
de criação
 Extensivo
 Semi - extensivo
 Semi- intensivo
 Intensivo
Extensivo
 Animais com produção de 1.200 litros de
leite por vaca ordenhada/ano, criados
exclusivamente a pasto
Semi- Extensivo
 Animais com produção entre 1.200 e
2.000 litros de leite por vaca
ordenhada/ano, criado a pasto, com
suplementação volumosa na época de
menor crescimento do pasto.
Semi – Intensivo a pasto
 Animais com produção entre 2.000 e
4.500 litros de leite por vaca
ordenhada/ano, criados a pasto com
forrageiras de alta capacidade de
suporte, com suplementação volumosa
na época de menor crescimento de
pasto
Intensivo em Confinamento
 Animais com produção acima de 4.500
litros de leite por vaca ordenhada/ano,
mantidos confinados e alimentados no
cocho com forragens conservadas,
como silagens e fenos.
Resíduos
 Leite Descartado
 Dejetos
 Animais Mortos
 Plástico usado no silo
 Produtos fitossanitários
 Fertilizantes
Leis que Vigoram
 Instrução Normativa SDA N.º 42, de 20 de dezembro de 1999: Altera
o Plano Nacional de Controle de Resíduos e Contaminantes em Produtos
de Origem Animal - PNCRC/Animal.
 Portaria N.º 191, de 06 de maio de 1986: Proibe a fabricação, a
importação e a comercialização de produtos de uso veterinário à base de
organoclorados, principalmente: DDT, Lindane e HCH Total.
 Instrução Normativa SDA N.º 09, de 27 de junho de 2003: Proibe o uso de
cloranfenicol e nitrofuranos e os produtos que contenham estes princípios
ativos para uso veterinário e suscetível de emprego na alimentação de
todos os animais e insetos.
 Instrução Normativa SDA N.º 17, de 18 de junho de 2004: Proibe a
administração na alimentação e produção de aves, de substâncias com
efeitos tireostáticos, androgênicos ou gestagênicos, bem como de
substâncias betagosnistas com a finalidade de estimular o crescimento e a
eficiência alimentar.
 Instrução Normativa SDA N.º 11, de 24 de novembro de 2004: Proibe o uso
da substância Olaquindox como aditivo promotor de crescimento em
animais produtores de alimentos.
 Instrução Normativa SDA N.º 35, de 14 de novembro de 2005: Proibe o uso
de produtos destinados à alimentação animal contendo a substância
química denominada Carbadox.
 Instrução Normativa SDA N.º 34, de 13 de setembro de
2007: Proibe o uso de produtos destinados à alimentação
animal contendo a substância química denominada Violeta
Genciana (Cristal Violeta) com a finalidade de aditivo
tecnológico antifúngico.
 Instrução Normativa SDA N.º 26, de 09 de julho de
2009: Regulamento Técnico para fabricação, controle,
comercialização e emprego de produtos antimicrobianos de
uso veterinário. Os anfenicóis, tetraciclinas, beta lactâmicos
(benzilpenicilâmicos e cefalosporinas), quinolonas e
sulfonamidas sistêmicas são de uso exclusivo em produtos
antimicrobianos de uso veterinário, sendo vedada a sua
utilização como aditivos zootécnicos melhoradores de
desempenho ou como conservantes de alimentos para
animais.
 Portaria SDA N.º 396, de 23 de novembro de 2009: Estabelecer
responsabilidades das unidades da Secretaria de
Defesa Agropecuária - SDA envolvidas no Subprograma de
Investigação do PNCRC/MAPA.
 Instrução Normativa SDA N.º 55, de 01 de dezembro de 2011:
Proibe a importação, a produção, a comercialização e o uso
de substãncias naturais ou artificiais, com atividade
anabolizantes hormonais, para fins de crescimento e ganho de
peso em bovinos de abate.
 Instrução Normativa SDA N.º 48, de 28 de dezembro de 2011:
Proibe o uso em bovinos de corte em regime de confinamentos e
semi-confinamentos de produtos antiparasitários que contenham
em sua formulação princípios ativos da classe das avermectinas,
cujo período de carência ou de retirada seja maior do que 28 dias.
 Instrução Normativa SDA N.º 14, de 17 de maio de 2012: Proibe o
uso das substâncias antimicrobianas "Espiramicina" e "Eritromicina"
com finalidade de aditivo zootécnico melhorador de desempenho
na alimentação animal.
 Codex Alimenatarius - CAC/MRL N.º 02/2012: Atualiza os limites
máximos de resíduos de produtos de uso veterinário em alimentos.
 Mercosul - GMC/RES N.º 12/2011: Aprova o Regulamento Técnico
MERCOSUL sobre Limites Máximos de Contaminantes Inorgânicos
em Alimentos.
 União Europeia - Decisão N.º 422/2013, de 03 de agosto de
2013: Reconhecimento da equivalência dos planos de controle de
resíduos da área animal de países que não fazem parte da União
Europeia.
Programa de Gestão
OBJETIVOS DA UTILIZAÇÃO ADEQUADA DOS RESÍDUOS EM SOLOS
AGRÍCOLAS
 Evitar a poluição de mananciais hídricos, considerando o uso das águas
superficiais e subterrâneas da região.
 Aproveitamento potencial dos resíduos como fertilizante, com maior
qualidade após tratamento.
 Evitar a contaminação da cadeia alimentar.
 Proporcionar a conservação do solo.
 Minimizar a poluição do ar.
 Garantir o bem estar do empreendedor e vizinhança
Característica dos dejetos bovinos
 A produção média de resíduos líquidos de bovinos de leite é da ordem de 9,4 L
por dia e de esterco, de 10 a 15 kg animal dia e a quantidade de dejetos
produzidos por dia de bovinos com o peso de 453 k, sendo 23,5 kg de esterco e
9,1 kg de urina.
 A distribuição dos minerais consumidos por vacas em lactação: 10% é retido
pelo animal e 90% sai na forma de urina e fezes; 25% do nitrogênio é retido, 18%
sai pelas fezes e 57% sai pela urina.
 Tabela 1. Forma de excreção dos nutrientes ingeridos ( % de total excretado)
COMO PROCEDER NA UTILIZAÇÃO DOS RESIDUOS
• Limpeza hidráulica dos pisos, com reuso de água
• Áreas para armazenar os dejetos
• Certificar-se de que outros resíduos, tais como leite
descartado, animais mortos, plástico usado no silo,
produtos fitossanitários e fertilizantes sejam descartados de
forma adequada para evitar poluição do meio ambiente
e os riscos potenciais de doenças. Potenciais criadouros de
moscas e outros vetores de doenças devem ser
eliminados.
http://www.youtube.com/watch?v=xH7BoH_OCUQ
Referencias Bibliográficas
 http://ainfo.cnptia.embrapa.br/digital/bitstream/item/65268/1/
CT-85-Sist-prod-leite-Brasil.pdf
 http://www.agricultura.gov.br/animal/qualidade-dos-
alimentos/residuos-e-contaminantes

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Melhoramento genético de suínos
Melhoramento genético de suínosMelhoramento genético de suínos
Melhoramento genético de suínos
Brunna Silva Moreira
 
Diferenças entre ovinos e caprinos
Diferenças entre ovinos e caprinosDiferenças entre ovinos e caprinos
Diferenças entre ovinos e caprinos
Killer Max
 
Introdução Etologia e bem-estar animal - etologia e bem-estar animal
Introdução Etologia e bem-estar animal - etologia e bem-estar animalIntrodução Etologia e bem-estar animal - etologia e bem-estar animal
Introdução Etologia e bem-estar animal - etologia e bem-estar animal
Marília Gomes
 
Sistemas de criação e instalações para caprinos e ovinos - caprinos e ovinos
Sistemas de criação e instalações para caprinos e ovinos - caprinos e ovinosSistemas de criação e instalações para caprinos e ovinos - caprinos e ovinos
Sistemas de criação e instalações para caprinos e ovinos - caprinos e ovinos
Marília Gomes
 
Recria de bezerros de corte
Recria de bezerros de corteRecria de bezerros de corte
Recria de bezerros de corte
Allen Ferreira
 
Bovinocultura de Corte
Bovinocultura de Corte Bovinocultura de Corte
Bovinocultura de Corte
Carlos Robério Maia Bandeira
 
Bovinocultura
BovinoculturaBovinocultura
Bovinocultura
Kelwin Souza
 
Aula 1 panorama_geral_da_suinocultura_brasileira
Aula 1 panorama_geral_da_suinocultura_brasileiraAula 1 panorama_geral_da_suinocultura_brasileira
Aula 1 panorama_geral_da_suinocultura_brasileira
Hugomar Elicker
 
Sistema urinário - Anatomia veterinária
Sistema urinário - Anatomia veterináriaSistema urinário - Anatomia veterinária
Sistema urinário - Anatomia veterinária
Marília Gomes
 
Aula 1 ezoognósia
Aula 1 ezoognósiaAula 1 ezoognósia
Aula 1 ezoognósia
UFSC
 
Slide suínos
Slide suínosSlide suínos
Slide suínos
Larissa Lobo
 
Bem-estar em avicultura e suinocultura
Bem-estar em avicultura e suinoculturaBem-estar em avicultura e suinocultura
Bem-estar em avicultura e suinocultura
Marília Gomes
 
Manejo da ordenha e qualidade do leite
Manejo da ordenha e qualidade do leite Manejo da ordenha e qualidade do leite
Manejo da ordenha e qualidade do leite
LarissaFerreira258
 
Avicultura
AviculturaAvicultura
Avicultura
Evaldo Potma
 
Manejo reprodutivo de caprinos e ovinos
Manejo reprodutivo de caprinos e ovinosManejo reprodutivo de caprinos e ovinos
Manejo reprodutivo de caprinos e ovinos
Killer Max
 
Sistemas de criação para ovinos e caprinos
Sistemas de criação para ovinos e caprinosSistemas de criação para ovinos e caprinos
Sistemas de criação para ovinos e caprinos
Killer Max
 
Aula melhoramento bovinos corte parte 1 2012
Aula melhoramento bovinos corte parte 1  2012Aula melhoramento bovinos corte parte 1  2012
Aula melhoramento bovinos corte parte 1 2012
Universidade de São Paulo
 
ICSC48 - Criação e manejo de coelhos
ICSC48 - Criação e manejo de coelhosICSC48 - Criação e manejo de coelhos
ICSC48 - Criação e manejo de coelhos
Ricardo Portela
 
Manejo de leitões 1
Manejo de leitões 1Manejo de leitões 1
Manejo de leitões 1
Marília Gomes
 
Sistema reprodutor - Anatomia veterinária
Sistema reprodutor - Anatomia veterináriaSistema reprodutor - Anatomia veterinária
Sistema reprodutor - Anatomia veterinária
Marília Gomes
 

Mais procurados (20)

Melhoramento genético de suínos
Melhoramento genético de suínosMelhoramento genético de suínos
Melhoramento genético de suínos
 
Diferenças entre ovinos e caprinos
Diferenças entre ovinos e caprinosDiferenças entre ovinos e caprinos
Diferenças entre ovinos e caprinos
 
Introdução Etologia e bem-estar animal - etologia e bem-estar animal
Introdução Etologia e bem-estar animal - etologia e bem-estar animalIntrodução Etologia e bem-estar animal - etologia e bem-estar animal
Introdução Etologia e bem-estar animal - etologia e bem-estar animal
 
Sistemas de criação e instalações para caprinos e ovinos - caprinos e ovinos
Sistemas de criação e instalações para caprinos e ovinos - caprinos e ovinosSistemas de criação e instalações para caprinos e ovinos - caprinos e ovinos
Sistemas de criação e instalações para caprinos e ovinos - caprinos e ovinos
 
Recria de bezerros de corte
Recria de bezerros de corteRecria de bezerros de corte
Recria de bezerros de corte
 
Bovinocultura de Corte
Bovinocultura de Corte Bovinocultura de Corte
Bovinocultura de Corte
 
Bovinocultura
BovinoculturaBovinocultura
Bovinocultura
 
Aula 1 panorama_geral_da_suinocultura_brasileira
Aula 1 panorama_geral_da_suinocultura_brasileiraAula 1 panorama_geral_da_suinocultura_brasileira
Aula 1 panorama_geral_da_suinocultura_brasileira
 
Sistema urinário - Anatomia veterinária
Sistema urinário - Anatomia veterináriaSistema urinário - Anatomia veterinária
Sistema urinário - Anatomia veterinária
 
Aula 1 ezoognósia
Aula 1 ezoognósiaAula 1 ezoognósia
Aula 1 ezoognósia
 
Slide suínos
Slide suínosSlide suínos
Slide suínos
 
Bem-estar em avicultura e suinocultura
Bem-estar em avicultura e suinoculturaBem-estar em avicultura e suinocultura
Bem-estar em avicultura e suinocultura
 
Manejo da ordenha e qualidade do leite
Manejo da ordenha e qualidade do leite Manejo da ordenha e qualidade do leite
Manejo da ordenha e qualidade do leite
 
Avicultura
AviculturaAvicultura
Avicultura
 
Manejo reprodutivo de caprinos e ovinos
Manejo reprodutivo de caprinos e ovinosManejo reprodutivo de caprinos e ovinos
Manejo reprodutivo de caprinos e ovinos
 
Sistemas de criação para ovinos e caprinos
Sistemas de criação para ovinos e caprinosSistemas de criação para ovinos e caprinos
Sistemas de criação para ovinos e caprinos
 
Aula melhoramento bovinos corte parte 1 2012
Aula melhoramento bovinos corte parte 1  2012Aula melhoramento bovinos corte parte 1  2012
Aula melhoramento bovinos corte parte 1 2012
 
ICSC48 - Criação e manejo de coelhos
ICSC48 - Criação e manejo de coelhosICSC48 - Criação e manejo de coelhos
ICSC48 - Criação e manejo de coelhos
 
Manejo de leitões 1
Manejo de leitões 1Manejo de leitões 1
Manejo de leitões 1
 
Sistema reprodutor - Anatomia veterinária
Sistema reprodutor - Anatomia veterináriaSistema reprodutor - Anatomia veterinária
Sistema reprodutor - Anatomia veterinária
 

Destaque

CRIAÇÃO DE GADO
CRIAÇÃO DE GADOCRIAÇÃO DE GADO
CRIAÇÃO DE GADO
catiafonseca
 
Instalações e equipamentos bovino de corte pasto e confinamento
Instalações e equipamentos bovino de corte   pasto e confinamentoInstalações e equipamentos bovino de corte   pasto e confinamento
Instalações e equipamentos bovino de corte pasto e confinamento
Lucas Camilo
 
Apresentação da Linha de Sal Mineral Agromax
Apresentação da Linha de Sal Mineral AgromaxApresentação da Linha de Sal Mineral Agromax
Apresentação da Linha de Sal Mineral Agromax
Sementes Agromax Ltda
 
121023 03-wbeef-engorda-a-pasto-marcelo-manella
121023 03-wbeef-engorda-a-pasto-marcelo-manella121023 03-wbeef-engorda-a-pasto-marcelo-manella
121023 03-wbeef-engorda-a-pasto-marcelo-manella
AgroTalento
 
[Palestra] Alessander Rodrigues - Análise da produtividade na pecuária, aumen...
[Palestra] Alessander Rodrigues - Análise da produtividade na pecuária, aumen...[Palestra] Alessander Rodrigues - Análise da produtividade na pecuária, aumen...
[Palestra] Alessander Rodrigues - Análise da produtividade na pecuária, aumen...
AgroTalento
 
[Palestra] Marcelo Pimenta: Fatores determinantes da produção a pasto - Fórum...
[Palestra] Marcelo Pimenta: Fatores determinantes da produção a pasto - Fórum...[Palestra] Marcelo Pimenta: Fatores determinantes da produção a pasto - Fórum...
[Palestra] Marcelo Pimenta: Fatores determinantes da produção a pasto - Fórum...
AgroTalento
 
[Palestra] Ademir Maciel Pereira: Suplementação proteica na seca
[Palestra] Ademir Maciel Pereira: Suplementação proteica na seca[Palestra] Ademir Maciel Pereira: Suplementação proteica na seca
[Palestra] Ademir Maciel Pereira: Suplementação proteica na seca
AgroTalento
 
121024 18-wbeef-engorda-a-pasto-armindo-kichel
121024 18-wbeef-engorda-a-pasto-armindo-kichel121024 18-wbeef-engorda-a-pasto-armindo-kichel
121024 18-wbeef-engorda-a-pasto-armindo-kichel
AgroTalento
 
Trabalho de zootecnia geral
Trabalho de zootecnia geralTrabalho de zootecnia geral
Trabalho de zootecnia geral
Roger Flores
 
Utilização de ionóforos e virginiamicina em dietas para bovinos
Utilização de ionóforos e virginiamicina em dietas para bovinosUtilização de ionóforos e virginiamicina em dietas para bovinos
Utilização de ionóforos e virginiamicina em dietas para bovinos
Pedro Henrique Pires
 
121024 13-wbeef-engorda-a-pasto-nelson-araujo
121024 13-wbeef-engorda-a-pasto-nelson-araujo121024 13-wbeef-engorda-a-pasto-nelson-araujo
121024 13-wbeef-engorda-a-pasto-nelson-araujo
AgroTalento
 
[Palestra] Leonardo Alencar: Tipificação de Carcaça e Fidelização do Pecuarista
[Palestra] Leonardo Alencar: Tipificação de Carcaça e Fidelização do Pecuarista[Palestra] Leonardo Alencar: Tipificação de Carcaça e Fidelização do Pecuarista
[Palestra] Leonardo Alencar: Tipificação de Carcaça e Fidelização do Pecuarista
AgroTalento
 
[My Point] Pfizer - Doenças respiratórias em bovinos
[My Point] Pfizer - Doenças respiratórias em bovinos[My Point] Pfizer - Doenças respiratórias em bovinos
[My Point] Pfizer - Doenças respiratórias em bovinos
AgroTalento
 
Atributos de Qualidade da Carne e Classificação de Carcaça Bovina
Atributos de Qualidade da Carne e Classificação de Carcaça BovinaAtributos de Qualidade da Carne e Classificação de Carcaça Bovina
Atributos de Qualidade da Carne e Classificação de Carcaça Bovina
Rural Pecuária
 
Bovinos - Do bem-estar ao Processamento da carne
Bovinos - Do bem-estar ao Processamento da carneBovinos - Do bem-estar ao Processamento da carne
Bovinos - Do bem-estar ao Processamento da carne
Killer Max
 
Suplementação
Suplementação Suplementação
Suplementação
Arícia Motta Nutrição
 
Manejo De Gado Em Curral
Manejo De Gado Em CurralManejo De Gado Em Curral
Manejo De Gado Em Curral
Hamilton Luiz Ledesma de Nadai
 
Bem Estar Bovinos Recomendacoes
Bem Estar Bovinos RecomendacoesBem Estar Bovinos Recomendacoes
Bem Estar Bovinos Recomendacoes
Samira Mantilla
 
Wiki para textos colaborativos
Wiki para textos colaborativosWiki para textos colaborativos
Wiki para textos colaborativos
Samira Mantilla
 
Aula 2 Os espaços de produção
Aula 2 Os espaços de produçãoAula 2 Os espaços de produção
Aula 2 Os espaços de produção
tyromello
 

Destaque (20)

CRIAÇÃO DE GADO
CRIAÇÃO DE GADOCRIAÇÃO DE GADO
CRIAÇÃO DE GADO
 
Instalações e equipamentos bovino de corte pasto e confinamento
Instalações e equipamentos bovino de corte   pasto e confinamentoInstalações e equipamentos bovino de corte   pasto e confinamento
Instalações e equipamentos bovino de corte pasto e confinamento
 
Apresentação da Linha de Sal Mineral Agromax
Apresentação da Linha de Sal Mineral AgromaxApresentação da Linha de Sal Mineral Agromax
Apresentação da Linha de Sal Mineral Agromax
 
121023 03-wbeef-engorda-a-pasto-marcelo-manella
121023 03-wbeef-engorda-a-pasto-marcelo-manella121023 03-wbeef-engorda-a-pasto-marcelo-manella
121023 03-wbeef-engorda-a-pasto-marcelo-manella
 
[Palestra] Alessander Rodrigues - Análise da produtividade na pecuária, aumen...
[Palestra] Alessander Rodrigues - Análise da produtividade na pecuária, aumen...[Palestra] Alessander Rodrigues - Análise da produtividade na pecuária, aumen...
[Palestra] Alessander Rodrigues - Análise da produtividade na pecuária, aumen...
 
[Palestra] Marcelo Pimenta: Fatores determinantes da produção a pasto - Fórum...
[Palestra] Marcelo Pimenta: Fatores determinantes da produção a pasto - Fórum...[Palestra] Marcelo Pimenta: Fatores determinantes da produção a pasto - Fórum...
[Palestra] Marcelo Pimenta: Fatores determinantes da produção a pasto - Fórum...
 
[Palestra] Ademir Maciel Pereira: Suplementação proteica na seca
[Palestra] Ademir Maciel Pereira: Suplementação proteica na seca[Palestra] Ademir Maciel Pereira: Suplementação proteica na seca
[Palestra] Ademir Maciel Pereira: Suplementação proteica na seca
 
121024 18-wbeef-engorda-a-pasto-armindo-kichel
121024 18-wbeef-engorda-a-pasto-armindo-kichel121024 18-wbeef-engorda-a-pasto-armindo-kichel
121024 18-wbeef-engorda-a-pasto-armindo-kichel
 
Trabalho de zootecnia geral
Trabalho de zootecnia geralTrabalho de zootecnia geral
Trabalho de zootecnia geral
 
Utilização de ionóforos e virginiamicina em dietas para bovinos
Utilização de ionóforos e virginiamicina em dietas para bovinosUtilização de ionóforos e virginiamicina em dietas para bovinos
Utilização de ionóforos e virginiamicina em dietas para bovinos
 
121024 13-wbeef-engorda-a-pasto-nelson-araujo
121024 13-wbeef-engorda-a-pasto-nelson-araujo121024 13-wbeef-engorda-a-pasto-nelson-araujo
121024 13-wbeef-engorda-a-pasto-nelson-araujo
 
[Palestra] Leonardo Alencar: Tipificação de Carcaça e Fidelização do Pecuarista
[Palestra] Leonardo Alencar: Tipificação de Carcaça e Fidelização do Pecuarista[Palestra] Leonardo Alencar: Tipificação de Carcaça e Fidelização do Pecuarista
[Palestra] Leonardo Alencar: Tipificação de Carcaça e Fidelização do Pecuarista
 
[My Point] Pfizer - Doenças respiratórias em bovinos
[My Point] Pfizer - Doenças respiratórias em bovinos[My Point] Pfizer - Doenças respiratórias em bovinos
[My Point] Pfizer - Doenças respiratórias em bovinos
 
Atributos de Qualidade da Carne e Classificação de Carcaça Bovina
Atributos de Qualidade da Carne e Classificação de Carcaça BovinaAtributos de Qualidade da Carne e Classificação de Carcaça Bovina
Atributos de Qualidade da Carne e Classificação de Carcaça Bovina
 
Bovinos - Do bem-estar ao Processamento da carne
Bovinos - Do bem-estar ao Processamento da carneBovinos - Do bem-estar ao Processamento da carne
Bovinos - Do bem-estar ao Processamento da carne
 
Suplementação
Suplementação Suplementação
Suplementação
 
Manejo De Gado Em Curral
Manejo De Gado Em CurralManejo De Gado Em Curral
Manejo De Gado Em Curral
 
Bem Estar Bovinos Recomendacoes
Bem Estar Bovinos RecomendacoesBem Estar Bovinos Recomendacoes
Bem Estar Bovinos Recomendacoes
 
Wiki para textos colaborativos
Wiki para textos colaborativosWiki para textos colaborativos
Wiki para textos colaborativos
 
Aula 2 Os espaços de produção
Aula 2 Os espaços de produçãoAula 2 Os espaços de produção
Aula 2 Os espaços de produção
 

Semelhante a Sistema de criação bovina

01 defensivos alternativos
01 defensivos alternativos01 defensivos alternativos
01 defensivos alternativos
Andre Moraes Costa
 
Alimentos Produzidos Organicamente
Alimentos Produzidos OrganicamenteAlimentos Produzidos Organicamente
Alimentos Produzidos Organicamente
Natália Borges
 
Maricultura kappaphycus alvarezii na baía da ilha grande rj
Maricultura kappaphycus alvarezii na baía da ilha grande   rjMaricultura kappaphycus alvarezii na baía da ilha grande   rj
Maricultura kappaphycus alvarezii na baía da ilha grande rj
Miguel Sepulveda
 
Ficha Técnica 5.2.pdf
Ficha Técnica 5.2.pdfFicha Técnica 5.2.pdf
Ficha Técnica 5.2.pdf
RuiMota29
 
Apresentação cvt
Apresentação cvt Apresentação cvt
Apresentação cvt
Jose Ferrão
 
1 6.2 3
1 6.2 31 6.2 3
Relatório de estágio abatedouro frigorífico
Relatório de estágio  abatedouro frigoríficoRelatório de estágio  abatedouro frigorífico
Relatório de estágio abatedouro frigorífico
monimatos
 
Frango corte
Frango corteFrango corte
Frango corte
mvezzone
 
Produção animal a.d.r. - 12ºc
Produção animal   a.d.r. - 12ºcProdução animal   a.d.r. - 12ºc
Produção animal a.d.r. - 12ºc
luis reis
 
Luiz Carlos Nasser - “Estado Da Arte Da Produção Integrada Agropecuária E Seg...
Luiz Carlos Nasser - “Estado Da Arte Da Produção Integrada Agropecuária E Seg...Luiz Carlos Nasser - “Estado Da Arte Da Produção Integrada Agropecuária E Seg...
Luiz Carlos Nasser - “Estado Da Arte Da Produção Integrada Agropecuária E Seg...
PIFOZ
 
Luiz carlos nasser
Luiz carlos nasserLuiz carlos nasser
Luiz carlos nasser
Boas Práticas Agrícolas
 
Produção de queijo cream cheese e legislação de leite orgânico eaf441
Produção de queijo cream cheese e legislação de leite orgânico eaf441Produção de queijo cream cheese e legislação de leite orgânico eaf441
Produção de queijo cream cheese e legislação de leite orgânico eaf441
Alisson Rios
 
M6 vii
M6 viiM6 vii
Special Share Green Technologies - (Fehispor)
Special Share Green Technologies - (Fehispor)Special Share Green Technologies - (Fehispor)
Special Share Green Technologies - (Fehispor)
Extremadura Avante
 
Grupo pioneiro
Grupo pioneiroGrupo pioneiro
Grupo pioneiro
Yuri Duarte
 
El estado actual de la ganaderia nacional Brasil
El estado actual de la ganaderia nacional BrasilEl estado actual de la ganaderia nacional Brasil
El estado actual de la ganaderia nacional Brasil
FAO
 
Aditivos em ruminantes bromatologia
Aditivos em ruminantes   bromatologiaAditivos em ruminantes   bromatologia
Aditivos em ruminantes bromatologia
Roger Moreira
 
Resíduos de Produtos Veterinários e seu Controle
Resíduos de Produtos Veterinários e seu ControleResíduos de Produtos Veterinários e seu Controle
Resíduos de Produtos Veterinários e seu Controle
AgroTalento
 
ENGORDÃO AZ
ENGORDÃO AZENGORDÃO AZ
ENGORDÃO AZ
Cláudio Tuamm
 
Gestão da qualidade e segurança alimentar
Gestão da qualidade e segurança alimentar Gestão da qualidade e segurança alimentar
Gestão da qualidade e segurança alimentar
José Luís Franco
 

Semelhante a Sistema de criação bovina (20)

01 defensivos alternativos
01 defensivos alternativos01 defensivos alternativos
01 defensivos alternativos
 
Alimentos Produzidos Organicamente
Alimentos Produzidos OrganicamenteAlimentos Produzidos Organicamente
Alimentos Produzidos Organicamente
 
Maricultura kappaphycus alvarezii na baía da ilha grande rj
Maricultura kappaphycus alvarezii na baía da ilha grande   rjMaricultura kappaphycus alvarezii na baía da ilha grande   rj
Maricultura kappaphycus alvarezii na baía da ilha grande rj
 
Ficha Técnica 5.2.pdf
Ficha Técnica 5.2.pdfFicha Técnica 5.2.pdf
Ficha Técnica 5.2.pdf
 
Apresentação cvt
Apresentação cvt Apresentação cvt
Apresentação cvt
 
1 6.2 3
1 6.2 31 6.2 3
1 6.2 3
 
Relatório de estágio abatedouro frigorífico
Relatório de estágio  abatedouro frigoríficoRelatório de estágio  abatedouro frigorífico
Relatório de estágio abatedouro frigorífico
 
Frango corte
Frango corteFrango corte
Frango corte
 
Produção animal a.d.r. - 12ºc
Produção animal   a.d.r. - 12ºcProdução animal   a.d.r. - 12ºc
Produção animal a.d.r. - 12ºc
 
Luiz Carlos Nasser - “Estado Da Arte Da Produção Integrada Agropecuária E Seg...
Luiz Carlos Nasser - “Estado Da Arte Da Produção Integrada Agropecuária E Seg...Luiz Carlos Nasser - “Estado Da Arte Da Produção Integrada Agropecuária E Seg...
Luiz Carlos Nasser - “Estado Da Arte Da Produção Integrada Agropecuária E Seg...
 
Luiz carlos nasser
Luiz carlos nasserLuiz carlos nasser
Luiz carlos nasser
 
Produção de queijo cream cheese e legislação de leite orgânico eaf441
Produção de queijo cream cheese e legislação de leite orgânico eaf441Produção de queijo cream cheese e legislação de leite orgânico eaf441
Produção de queijo cream cheese e legislação de leite orgânico eaf441
 
M6 vii
M6 viiM6 vii
M6 vii
 
Special Share Green Technologies - (Fehispor)
Special Share Green Technologies - (Fehispor)Special Share Green Technologies - (Fehispor)
Special Share Green Technologies - (Fehispor)
 
Grupo pioneiro
Grupo pioneiroGrupo pioneiro
Grupo pioneiro
 
El estado actual de la ganaderia nacional Brasil
El estado actual de la ganaderia nacional BrasilEl estado actual de la ganaderia nacional Brasil
El estado actual de la ganaderia nacional Brasil
 
Aditivos em ruminantes bromatologia
Aditivos em ruminantes   bromatologiaAditivos em ruminantes   bromatologia
Aditivos em ruminantes bromatologia
 
Resíduos de Produtos Veterinários e seu Controle
Resíduos de Produtos Veterinários e seu ControleResíduos de Produtos Veterinários e seu Controle
Resíduos de Produtos Veterinários e seu Controle
 
ENGORDÃO AZ
ENGORDÃO AZENGORDÃO AZ
ENGORDÃO AZ
 
Gestão da qualidade e segurança alimentar
Gestão da qualidade e segurança alimentar Gestão da qualidade e segurança alimentar
Gestão da qualidade e segurança alimentar
 

Mais de Raphaella Huhu

Lipoma
LipomaLipoma
Hipersensibilidade à picada dos mosquitos
Hipersensibilidade à picada dos mosquitosHipersensibilidade à picada dos mosquitos
Hipersensibilidade à picada dos mosquitos
Raphaella Huhu
 
Imuno histoquímica
Imuno histoquímicaImuno histoquímica
Imuno histoquímica
Raphaella Huhu
 
Produto
Produto Produto
Produto
Raphaella Huhu
 
A relação homem X Terra nas visões de Edgar Morin e Pierre Lévy
A relação homem X Terra nas visões de Edgar Morin e Pierre Lévy A relação homem X Terra nas visões de Edgar Morin e Pierre Lévy
A relação homem X Terra nas visões de Edgar Morin e Pierre Lévy
Raphaella Huhu
 
Seminario aminoacidos aves
Seminario aminoacidos aves Seminario aminoacidos aves
Seminario aminoacidos aves
Raphaella Huhu
 

Mais de Raphaella Huhu (6)

Lipoma
LipomaLipoma
Lipoma
 
Hipersensibilidade à picada dos mosquitos
Hipersensibilidade à picada dos mosquitosHipersensibilidade à picada dos mosquitos
Hipersensibilidade à picada dos mosquitos
 
Imuno histoquímica
Imuno histoquímicaImuno histoquímica
Imuno histoquímica
 
Produto
Produto Produto
Produto
 
A relação homem X Terra nas visões de Edgar Morin e Pierre Lévy
A relação homem X Terra nas visões de Edgar Morin e Pierre Lévy A relação homem X Terra nas visões de Edgar Morin e Pierre Lévy
A relação homem X Terra nas visões de Edgar Morin e Pierre Lévy
 
Seminario aminoacidos aves
Seminario aminoacidos aves Seminario aminoacidos aves
Seminario aminoacidos aves
 

Último

planejamento maternal 2 atualizado.pdf e
planejamento maternal 2 atualizado.pdf eplanejamento maternal 2 atualizado.pdf e
planejamento maternal 2 atualizado.pdf e
HelenStefany
 
Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdfRazonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
Demetrio Ccesa Rayme
 
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptxCartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Zenir Carmen Bez Trombeta
 
CD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdf
CD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdfCD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdf
CD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdf
Manuais Formação
 
Loteria - Adição, subtração, multiplicação e divisão.
Loteria - Adição,  subtração,  multiplicação e divisão.Loteria - Adição,  subtração,  multiplicação e divisão.
Loteria - Adição, subtração, multiplicação e divisão.
Mary Alvarenga
 
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptxO século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
geiseortiz1
 
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
AVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período pedagogia
AVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período  pedagogiaAVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período  pedagogia
AVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período pedagogia
KarollayneRodriguesV1
 
Atividade Bio evolução e especiação .docx
Atividade Bio evolução e especiação .docxAtividade Bio evolução e especiação .docx
Atividade Bio evolução e especiação .docx
MARCELARUBIAGAVA
 
Copia de cartilla de portugués 1 2024.pdf
Copia de cartilla de portugués 1 2024.pdfCopia de cartilla de portugués 1 2024.pdf
Copia de cartilla de portugués 1 2024.pdf
davidreyes364666
 
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptxVivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptx
Mauricio Alexandre Silva
 
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdfApostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
bmgrama
 
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇOPALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
ARIADNEMARTINSDACRUZ
 
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou co...
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou  co...filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou  co...
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou co...
SidneySilva523387
 
UFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdf
UFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdfUFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdf
UFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdf
Manuais Formação
 
Concurso FEMAR Resultado Final Etapa1-EmpregoscomEtapaII.pdf
Concurso FEMAR Resultado Final Etapa1-EmpregoscomEtapaII.pdfConcurso FEMAR Resultado Final Etapa1-EmpregoscomEtapaII.pdf
Concurso FEMAR Resultado Final Etapa1-EmpregoscomEtapaII.pdf
TathyLopes1
 
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junhoATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
Crisnaiara
 
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptxVivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Mauricio Alexandre Silva
 
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdfMAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
GracinhaSantos6
 

Último (20)

planejamento maternal 2 atualizado.pdf e
planejamento maternal 2 atualizado.pdf eplanejamento maternal 2 atualizado.pdf e
planejamento maternal 2 atualizado.pdf e
 
Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdfRazonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
 
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptxCartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
 
CD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdf
CD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdfCD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdf
CD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdf
 
Loteria - Adição, subtração, multiplicação e divisão.
Loteria - Adição,  subtração,  multiplicação e divisão.Loteria - Adição,  subtração,  multiplicação e divisão.
Loteria - Adição, subtração, multiplicação e divisão.
 
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptxO século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
 
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
 
AVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período pedagogia
AVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período  pedagogiaAVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período  pedagogia
AVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período pedagogia
 
Atividade Bio evolução e especiação .docx
Atividade Bio evolução e especiação .docxAtividade Bio evolução e especiação .docx
Atividade Bio evolução e especiação .docx
 
Copia de cartilla de portugués 1 2024.pdf
Copia de cartilla de portugués 1 2024.pdfCopia de cartilla de portugués 1 2024.pdf
Copia de cartilla de portugués 1 2024.pdf
 
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptxVivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptx
 
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
 
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdfApostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
 
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇOPALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
 
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou co...
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou  co...filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou  co...
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou co...
 
UFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdf
UFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdfUFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdf
UFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdf
 
Concurso FEMAR Resultado Final Etapa1-EmpregoscomEtapaII.pdf
Concurso FEMAR Resultado Final Etapa1-EmpregoscomEtapaII.pdfConcurso FEMAR Resultado Final Etapa1-EmpregoscomEtapaII.pdf
Concurso FEMAR Resultado Final Etapa1-EmpregoscomEtapaII.pdf
 
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junhoATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
 
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptxVivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
 
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdfMAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
 

Sistema de criação bovina

  • 2. No que consiste esse sistema de criação  Extensivo  Semi - extensivo  Semi- intensivo  Intensivo
  • 3. Extensivo  Animais com produção de 1.200 litros de leite por vaca ordenhada/ano, criados exclusivamente a pasto
  • 4. Semi- Extensivo  Animais com produção entre 1.200 e 2.000 litros de leite por vaca ordenhada/ano, criado a pasto, com suplementação volumosa na época de menor crescimento do pasto.
  • 5. Semi – Intensivo a pasto  Animais com produção entre 2.000 e 4.500 litros de leite por vaca ordenhada/ano, criados a pasto com forrageiras de alta capacidade de suporte, com suplementação volumosa na época de menor crescimento de pasto
  • 6. Intensivo em Confinamento  Animais com produção acima de 4.500 litros de leite por vaca ordenhada/ano, mantidos confinados e alimentados no cocho com forragens conservadas, como silagens e fenos.
  • 7. Resíduos  Leite Descartado  Dejetos  Animais Mortos  Plástico usado no silo  Produtos fitossanitários  Fertilizantes
  • 8. Leis que Vigoram  Instrução Normativa SDA N.º 42, de 20 de dezembro de 1999: Altera o Plano Nacional de Controle de Resíduos e Contaminantes em Produtos de Origem Animal - PNCRC/Animal.  Portaria N.º 191, de 06 de maio de 1986: Proibe a fabricação, a importação e a comercialização de produtos de uso veterinário à base de organoclorados, principalmente: DDT, Lindane e HCH Total.  Instrução Normativa SDA N.º 09, de 27 de junho de 2003: Proibe o uso de cloranfenicol e nitrofuranos e os produtos que contenham estes princípios ativos para uso veterinário e suscetível de emprego na alimentação de todos os animais e insetos.  Instrução Normativa SDA N.º 17, de 18 de junho de 2004: Proibe a administração na alimentação e produção de aves, de substâncias com efeitos tireostáticos, androgênicos ou gestagênicos, bem como de substâncias betagosnistas com a finalidade de estimular o crescimento e a eficiência alimentar.  Instrução Normativa SDA N.º 11, de 24 de novembro de 2004: Proibe o uso da substância Olaquindox como aditivo promotor de crescimento em animais produtores de alimentos.  Instrução Normativa SDA N.º 35, de 14 de novembro de 2005: Proibe o uso de produtos destinados à alimentação animal contendo a substância química denominada Carbadox.
  • 9.  Instrução Normativa SDA N.º 34, de 13 de setembro de 2007: Proibe o uso de produtos destinados à alimentação animal contendo a substância química denominada Violeta Genciana (Cristal Violeta) com a finalidade de aditivo tecnológico antifúngico.  Instrução Normativa SDA N.º 26, de 09 de julho de 2009: Regulamento Técnico para fabricação, controle, comercialização e emprego de produtos antimicrobianos de uso veterinário. Os anfenicóis, tetraciclinas, beta lactâmicos (benzilpenicilâmicos e cefalosporinas), quinolonas e sulfonamidas sistêmicas são de uso exclusivo em produtos antimicrobianos de uso veterinário, sendo vedada a sua utilização como aditivos zootécnicos melhoradores de desempenho ou como conservantes de alimentos para animais.  Portaria SDA N.º 396, de 23 de novembro de 2009: Estabelecer responsabilidades das unidades da Secretaria de Defesa Agropecuária - SDA envolvidas no Subprograma de Investigação do PNCRC/MAPA.  Instrução Normativa SDA N.º 55, de 01 de dezembro de 2011: Proibe a importação, a produção, a comercialização e o uso de substãncias naturais ou artificiais, com atividade anabolizantes hormonais, para fins de crescimento e ganho de peso em bovinos de abate.
  • 10.  Instrução Normativa SDA N.º 48, de 28 de dezembro de 2011: Proibe o uso em bovinos de corte em regime de confinamentos e semi-confinamentos de produtos antiparasitários que contenham em sua formulação princípios ativos da classe das avermectinas, cujo período de carência ou de retirada seja maior do que 28 dias.  Instrução Normativa SDA N.º 14, de 17 de maio de 2012: Proibe o uso das substâncias antimicrobianas "Espiramicina" e "Eritromicina" com finalidade de aditivo zootécnico melhorador de desempenho na alimentação animal.  Codex Alimenatarius - CAC/MRL N.º 02/2012: Atualiza os limites máximos de resíduos de produtos de uso veterinário em alimentos.  Mercosul - GMC/RES N.º 12/2011: Aprova o Regulamento Técnico MERCOSUL sobre Limites Máximos de Contaminantes Inorgânicos em Alimentos.  União Europeia - Decisão N.º 422/2013, de 03 de agosto de 2013: Reconhecimento da equivalência dos planos de controle de resíduos da área animal de países que não fazem parte da União Europeia.
  • 11. Programa de Gestão OBJETIVOS DA UTILIZAÇÃO ADEQUADA DOS RESÍDUOS EM SOLOS AGRÍCOLAS  Evitar a poluição de mananciais hídricos, considerando o uso das águas superficiais e subterrâneas da região.  Aproveitamento potencial dos resíduos como fertilizante, com maior qualidade após tratamento.  Evitar a contaminação da cadeia alimentar.  Proporcionar a conservação do solo.  Minimizar a poluição do ar.  Garantir o bem estar do empreendedor e vizinhança
  • 12. Característica dos dejetos bovinos  A produção média de resíduos líquidos de bovinos de leite é da ordem de 9,4 L por dia e de esterco, de 10 a 15 kg animal dia e a quantidade de dejetos produzidos por dia de bovinos com o peso de 453 k, sendo 23,5 kg de esterco e 9,1 kg de urina.  A distribuição dos minerais consumidos por vacas em lactação: 10% é retido pelo animal e 90% sai na forma de urina e fezes; 25% do nitrogênio é retido, 18% sai pelas fezes e 57% sai pela urina.  Tabela 1. Forma de excreção dos nutrientes ingeridos ( % de total excretado)
  • 13. COMO PROCEDER NA UTILIZAÇÃO DOS RESIDUOS • Limpeza hidráulica dos pisos, com reuso de água • Áreas para armazenar os dejetos • Certificar-se de que outros resíduos, tais como leite descartado, animais mortos, plástico usado no silo, produtos fitossanitários e fertilizantes sejam descartados de forma adequada para evitar poluição do meio ambiente e os riscos potenciais de doenças. Potenciais criadouros de moscas e outros vetores de doenças devem ser eliminados.
  • 15. Referencias Bibliográficas  http://ainfo.cnptia.embrapa.br/digital/bitstream/item/65268/1/ CT-85-Sist-prod-leite-Brasil.pdf  http://www.agricultura.gov.br/animal/qualidade-dos- alimentos/residuos-e-contaminantes