SlideShare uma empresa Scribd logo
Orientadora de Estudo: Iolanda Sá
GOVERNO DO ESTADO DO AMAPÁ
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO – SEMED
PACTO NACIONAL PELA ALFABETIZAÇÃO NA IDADE CERTA
SEQUÊNCIA DIDÁTICA:
MEU NOME
Laranjal do Jari-Ap
2016
IOLANDA
SANDRA
AMOR
PUDIM
IOLANDA
Orientadora de Estudo: Iolanda Sá
Visando a promoção do desenvolvimento do trabalho pedagógico com professores do Ciclo
de Alfabetização, construímos uma SEQUÊNCIA DIDÁTICA denominada: MEU NOME, tendo
como eixo norteador a apropriação do sistema de escrita alfabética com base em atividade orientada
pela UNIFAP para construção do artigo a ser apresentado no Seminário Final do PNAIC – 2016.
Não podemos falar em Sequência Didática sem alinhar e contextualizar ao currículo da escola
que não são conteúdos prontos a serem passados aos alunos, mas perpassam por uma construção
coletiva de conhecimentos e práticas produzidas na sala de aula em dinâmicas sociais, políticas,
culturais, intelectuais e pedagógicas.
Assim, o Currículo torna-se um instrumento de formação humana e as atividades a serem
propostas precisam de objetivos bem definidos, com intencionalidades bem delineadas, não somente
para o professor, mas também para o aluno. Dessa forma, é possível conhecer, sinalizar e favorecer
aos alunos um trabalho sequenciado, organizado, um continuum da aprendizagem que nos permita
intervir a fim de aumentar os níveis de aprendizagem dos alunos do ciclo de alfabetização.
O QUE É UMA SEQUÊNCIA DIDÁTICA? É oconjunto de atividades escolares
organizadas, de maneira sistemática, em torno de um gênero textual ORAL ou ESCRITO.
QUAL O OBJETIVO DE UMA SEQUÊNCIA DIDÁTICA? Visa o aperfeiçoamento das
práticas de escrita e produção oral mediante a aquisição de procedimentos e práticas de cunho
pedagógico, segundo (Dolz, Noverraz e Schneuwly) (2004, p.82).
Em direção semelhante, Zabala (1998, p.18), explica que a Sequência Didática é um
conjunto de atividades ordenadas, estruturadas e articuladas para a realização e consolidação dos
objetivos que possibilita pensar o trabalho pedagógico de modo articulado, sistematizado e
contextualizado com vistas à progressão das capacidades previstas para o ciclo de alfabetização.
A diferença básica entre o Projeto Didático e a Sequência Didática é que no projeto didático
o planejamento e avaliação do trabalho acontecem de forma compartilhada, com mais ação, mais
movimentos, ou seja, as crianças participam da organização de modo direto, para resolver um
produto final que se quer obter. Na Sequência, o planejamento das atividades e a ordem do plano
trabalho são centrados no professor, é ele quem monitora, articula e acompanha todo processo, não
necessariamente precisa ter um produto final, basta que os objetivos sejam consolidados, sanados,
ou seja, que a criança tenha aprendido o que foi proposto ensinar.
Com a mesma importância, elaboramos o manual dos DIREITOS DE APRENDIZAGEM
com objetivos instituídos para melhorar a ALFABETIZAÇÃO INCOMPLETA e o
LETRAMENTO INSUFICIENTE, bem como a progressão das capacidades a serem adquiridas e
consolidadas durante o Ciclo de Alfabetização.
Orientadora de Estudo: Iolanda Sá
Assim, este manual visa assegurar o cumprimento da Lei Federal 13.005, de 25 de junho de
2014 do Plano Nacional de Educação – PNE, Meta 5, bem como a Lei Municipal 521 de 19 de
junho de 2015 do Plano Municipal de Educação – PME, mas especificamente: META 03 –
Alfabetização até o 3º Ano Alfabetizar todas as crianças, no máximo, até o final do 3º Ano do Ensino
Fundamental. Estratégia 3.9 – garantir e promover até o final do primeiro ano de vigência do PME,
um ambiente alfabetizador lúdico e funcional, laboratório de ciências e tecnologia, cantinho de
leitura, dinamizando o processo de ensino adequado a cada faixa etária.
Por que é importante trabalhar com a Sequência Didática utilizando o nome da criança?Por
entender que tudo começa a partir do próprio da criança, além de marcar uma das primeiras
experiências da vida dela com palavras estáveis, a escrita do nome próprio como função social, como
eixo de sua identidade permitirá ao aluno aprendizagem significativa.
À medida que as crianças vão se apropriando do sistema de escritaalfabética, vai também
percebendo suas regularidades e singularidades, quantidades, disposição de letras e combinações de
sons, e compreendendo que o sistema notacional acontece de maneira sistematizada e organizada.
Por fim, na situação de institucionalização, o professor atua como organizador das
informações, sistematizando os conhecimentos e ajudando os alunos a integrarem as informações
disponibilizadas durante toda a sequência.
A Sequência Didática trabalhando o nome próprio da criança está organizada em dez
MOMENTOS. Para cada dia pensamos em quatro Tempos de Aprendizagem:
1. Momento da leitura;
2. Momento da escrita;
3. Momento com os jogos/vivências;
4. Momento do registro feito pelas crianças.
Sabendo da importância e contribuição de cada professor alfabetizador para garantir os
DIREITOS DE APRENDIZAGEM de meninos e meninas, desejamos votos de sucesso e sabedoria
para conduzir nossas crianças ao alcance da zona de desenvolvimento proximal como diz Vygotsky e
consolidar a aprendizagem de meninos e meninas do vale do Jari.
1º MOMENTO DESENVOLVIMENTO: 1º DIA
Momento da leitura
Livro: Guilherme Augusto Araújo Fernandes
1º Momento: Predição
a) Observe as imagens da capa, do que falará a história? Quem
são os personagens? Em que lugar a história aconteceu?
b) Após a identificação do título, qual a relação título-imagem.
Realizar a leitura do livro/sinopse pelo professor, reapresentando
título e autoras.
Orientadora de Estudo: Iolanda Sá
EIXO ESTRURURANTE:
FATOS HISTÓRICOS
(5) Comparar as memórias dos grupos de
convívio locais a respeito dos patrimônios
culturais da localidade, com as memórias
veiculadas pelos dados oficiais (ou
governamentais).
EIXO DE LEITURA DIREITO DE
APRENDIZAGEM
(4) Antecipa sentidos e ativo conhecimento
prévios relativos aos textos a serem lidos
pelo professor ou pelas Crianças.
1º ANO I/A,
2º ANO A/C,
3º ANO A/C.
(10) Identifica semelhanças sonoras em
sílabas e em rimas. 1º ANO - I/A/C.
(1)
(2) (1) Lê textos não verbais, em diferentes
suportes.
(3) 1º ANO I/A, 2º ANO A/C, 3º ANO A/C.
EIXO DE ORALIDADE - DIREITO DE
APRENDIZAGEM
(1) Participa de interações orais em sala de
aula, questionando sugerindo, argumentando
e respeitando os turnos de fala.
2º Momento: Explorar a história confirmando as hipóteses
levantadas. (Sugestão: como estratégia de leitura, enfatizar as partes
da história que responderão as perguntas abaixo).
Após a leitura questionar:
a) Quem era Guilherme Augusto Araújo Fernandes?
b) Onde aconteceu a história?
c) Quem apareceu na história? Quais foram os nomes?
d) Quem era a DONA ANTÔNIA? O que ela perdeu?
e) Para você, o que é memória?
f) Você lembra do nome completo do menino que apareceu na
história?
Depois perguntar:
a) Gostaram da história?
b) O que mais gostaram?
c) O que não gostaram?
d) Quem ilustrou a imagem? Você considera o Guilherme
bonito?
e) Alguém tem o mesmo nome do personagem principal da
história? Quais as letras do nome GUILHERME?
f) Alguma dessas letras está presente no seu nome?
Momento da
escrita/Atividade gráfica
EIXO DE ORALIDADE - DIREITO DE
APRENDIZAGEM –
(1) Participa de interações orais em sala de
aula, questionando sugerindo, argumentando
e respeitando os turnos de fala.
(3) Planejar intervenções orais em situações
públicas exposições orais, debate, contação
de história.
Atividade:
Autodesenho: a criança será solicitada a desenhar, em folha ofício,
como se vê e abaixo da autoimagem escreverá seu nome (1º e 2º
anos – escrita espontânea do nome; 3º ano – nome completo).
Em rodada de conversa, os alunos se apresentarão e falarão sobre
seus gostos...
Depois com ajuda do professor(a) construirá um mural na sala com
os desenhos da turma.
Ainda na rodinha, o professor entregará ficha/crachá com a escrita
de seus nomes completo.
Atividade: Construindo um crachá
Com o apoio do crachá, entregue no momento anterior, oriente a
criança a fazer a escrita convencional no próprio nome. Solicite o
uso do crachá diariamente até consolidar o direito de escrever o
nome completo.
Orientadora de Estudo: Iolanda Sá
Jogo/Vivência
EIXO ESTRUTURANTE: ESCRITA -
DIREITO DE APRENDIZAGEM:
(9) Escrever o próprio nome. 1º ANO -
I/A/C
Refletir com as crianças como podemos escrever os nomes? O que
precisamos para escrevê-los? ...Lápis?Papel?...Letras?
Questionar se conhecem as letras? Pra que servem? Se são iguais os
números? Se podemos escrever com os números?...
Depois de todos os alunos confeccionarem os crachás, é possível
separar a turma em dois grandes grupos e jogar forca com o nome
dos alunos. No final da aula, recolher os crachás(ver anexo - 04).
Registro
Ao confeccionar o seu próprio crachá e escrever seu nome, o
momento de registro esteve contemplado.
2º MOMENTO DESENVOLVIMENTO: 2º DIA
Momento da leitura
EIXO ESTRUTURANTE: LEITURA
DIREITO DE APRENDIZAGEM:
(1) Lê textos não verbais, em diferentes
suportes.
(4) Ler frases com estrutura simples.
EIXO ESTRUTURANTE: ANÁLISE
LINGUISTÍSTICA: APROPRIAÇÃO
DO SISTEMA DEESCRITA
ALFABÉTICA
(10) Identificar semelhanças sonoras em
sílabas e em rimas.
EIXO ESTRUTURANTE: ORALIDADE
DIREITO DE APRENDIZAGEM
(1) Participar de interações orais em sala de
aula, questionando sugerindo,
argumentando e respeitando os turnos de
fala.
1º ANO, I/A, 2º ANO A/C, 3º ANO C.
3 Planejar intervenções orais em situações
públicas exposições orais, debate, contação
(Entrega dos crachás- sugestões: um aluno pode LER e entregar
para os colegas ou a professora pode exibir o crachá e os alunos
leem coletivamente)
Atividade: Perguntar: quem se lembra da história contada no dia
anterior? Quem se lembra do título? A história tratava de que
assunto? Reler a história para os alunos.
Escrever o título do livro no quadro. Chamar atenção dos alunos
para o nome completo e nele a existência de prenome (Guilherme
Augusto) e de sobrenome (Araújo Fernandes).
Lembrar que prenome é nome que precede o nome de família.
Perguntar qual o prenome dos alunos?
Retornar ao livro Guilherme Augusto Araújo Fernandes e registrar
no quadro com a ajuda dos alunos o prenome de todos os
personagens em uma coluna.
Falar um pouco sobre rima (é uma repetição de sons do final das
palavras).
Retomar a leitura do livro e observar as rimas.
Na outra coluna (em destaque), escrever as palavras da história que
rimam com os nomes dos personagens.
SRA. SILVANO PIANO
SR. CERVANTES HISTÓRIAS
Orientadora de Estudo: Iolanda Sá
dehistória.
1º ANO I, 2º ANO A/C, 3º ANO C.
ARREPIANTES
SR. VALDEMAR REMAR
SRA. MANDALA BENGALA
SR. POSSANTE GIGANTE
Circular com os alunos onde acontecem as rimas.
Sugerimos o trabalho com o poema INFÂNCIA, da autora Sônia
Miranda, pois a partir dele os alunos podem brincar com as palavras,
uma vez que irão ouvir e ler rimas sobre o nome de crianças e
brincadeiras, o que pode tornar o momento da aula bastante
prazeroso.
Escreva o poema no quadro ou em papel madeira. Observe:
INFÂNCIA
ANINHA
PULA AMARELINHA
HENRIQUE
BRINCA DE PIQUE
MARÍLIA
DE MÃE E FILHA
MARCELO
É O REI DO CASTELO
MARIAZINHA
SUA RAINHA
CAROLA
BRINCA DE BOLA
RENATO
DE GATO E RATO
JOÃO
DE POLÍCIA E LADRÃO
JOAQUIM
ANDA DE PATINS
TIETA
DE BICICLETA
E JANETE
DE PATINETE
LUCINHA!
EU ESTOU SOZINHA.
VOCÊ QUER BRINCAR
COMIGO?
Orientadora de Estudo: Iolanda Sá
Fonte: http://umaprofessoramaluquinha.com.br/2013/01/03/sequenci
a-didatica-poema-infancia/
Solicitar a alguns alunos que venham até o quadro registrar as rimas
que aprenderam com a leitura do texto INFÂNCIA.
Momento da
escrita/Atividade gráfica
EIXO ESTRUTURANTE: LEITURA
DIREITO DE APRENDIZAGEM:
(3) Ler palavras com sílabas no padrão
canônico e não canônica, ou seja,
simples e complexas.
EIXO ESTRUTURANTE: DE ANÁLISE
LINGUÍSTICA:
DIREITO DE APRENDIZAGEM
(10) Identificar semelhanças sonoras em
sílabas e em rimas - 1º ANO I/A/C
(11) Reconhecer que as sílabas variam
quanto às suas composições.
1º ANO I/A/C
2º ANO I/A/C
3º ANO I/A/C
Atividade: na lousa, fazer um quadro com alguns nomes de alunos
da turma. O professor, como escriba, registrará as rimas produzidas
pelos alunos para cada nome.
Em seguida, cada criança escreverá o nome de outros alunos da
turma e as palavras que rimam com tais nomes. Não esquecer de
observar a terminação da rima.
Em seguida, os alunos de 2º e 3º anos completam o texto abaixo que
pode ser xerocopiado ou feito no quadro.
 Complete as rimas para formar um novo poema.
Vou comprar um presentinho,
Para meus amiguinhos.
O que será que vou dar?
Vocês vão adivinhar.
Para o ___________________________
Vou dar um _______________________
Para a ____________________________
Vou dar uma _______________________
Para o ____________________________
Vou dar um ________________________
Para a _____________________________
Vou dar uma _______________________
Para o ______________________________
Vou dar um __________________________
Para a _______________________________
Vou dar uma __________________________
Jogo/Vivência
Brincadeira: A Canoa Virou (letra em anexo - 01)
Material Necessário: Os alunos, o professor e as
tarjetas/dobraduras/crachás com o nome de todas das crianças da
turma.
Os alunos sentados em roda vão brincar cantando a música: “A
Canoa Virou”. À medida que a música for sendo cantada, o
professor, passará um objeto até que ele pare, então, a criança que
ficar com o objeto na mão falará seu nome completando a música,
Orientadora de Estudo: Iolanda Sá
EIXO ESTRUTURANTE: Numérico
e Algébrico
DIREITO DE APRENDIZAGEM:
(1) Associar a contagem de coleções de
objetos à representação numérica das
suas respectivas quantidades.
1º ANO I/A/C
2º ANO I/A/C
3º ANO I/A/C
em seguida procurará o CRACHÁ com seu nome identificando a
letraINICIAL e FINAL, contando quantas letras e quantas sílabas
há em seu nome.Depois fazer a análise estrutural do nome com
algumas crianças.
Registro
EIXO ESTRUTURANTE: ESCRITA
DIREITO DE APRENDIZAGEM:
(10) Escrever o próprio nome
1º ANO I/A/C
2º ANO I/A/C
3º ANO I/A/C
Atividade:Pedir aos alunos que elas escrevam seu NOME
COMPLETO e que circulem o SOBRENOME.
(intervenção com as crianças que apresentaram dificuldades nas
atividades anteriores).
Recolher os crachás.
3º MOMENTO DESENVOLVIMENTO: 3º DIA
Momento da leitura
EIXO ESTRUTURANTE: LEITURA
DIREITO DE APRENDIZAGEM:
(2) Ler textos verbais e não verbais.
EIXO ESTRUTURANTE:
ESCRITA
DIREITO DE APRENDIZAGEM:
(10) Escrever frases curtas e longas.
1º ANO I/A/C
2º ANO I/A/C
3º ANO I/A/C
O professor deverá apresentar e fazer a leitura coletiva da lista de
nomes dos alunos da turma (afixada na parede).
Antes da entrega dos crachás, dividir a sala em grupo e entregar letras
móveis confeccionado em tampinhas de pet para as equipes. Avisar
que vai dizer alguns nomes de alunos da sala e os alunos devem
montar o nome mencionado o mais rápido possível. A equipe que
formar primeiro deve dizer quais as letras utilizadas, comparar com o
crachá da criança.
Após a atividade, entregar os crachás para toda a turma.
Livro: Guilherme Augusto Araújo Fernandes
Produzir um texto a partir do resumo feito do livro (reconto oral da
aula anterior), fatiar e propor a organização textual coletivamente.
Em seguida, apresentar fichas com os nomes dos personagens do
livro propondo a análise estrutural dessas palavras. (letra inicial, letra
final, quantidade de letras, rimas).
Orientadora de Estudo: Iolanda Sá
4º MOMENTO DESENVOLVIMENTO: 4º DIA
Antes da entrega de crachás, dividir a turma em duplas, pensar em
nomes de alunos da turma e ditar letra por letra do nome, Ex: M-A-R-
T-A. Os alunos registrarão os nomes e lerão. Depois apontar duplas e
perguntar de quem é esse nome. Perguntar se a turma concorda com o
que disse a dupla. Para corrigir, escrever no quadro as letras
Momento da
escrita/Atividade gráfica
Atividade: Desenhar os personagens da história e escrever o nome
deles.
Jogo/Vivência
EIXO ESTRUTURANTE: ESCRITA
DIREITO DE APRENDIZAGEM:
(10) Escrever o próprio nome
1º ANO I/A/C
Atividade: Crachás/tarjetas com o nome completo
Em círculo, distribuir os crachás com o nome completo das crianças
no chão e solicitar para que cada um, por vez, identifique seu nome.
Registro
EIXO ESTRUTURANTE:
Numérico e Algébrico
DIREITO DE APRENDIZAGEM:
(1) Associar a contagem de coleções
de objetos à representação numérica
das suas respectivas quantidades.
EIXO ESTRUTURANTE: ANÁLISE
LINGUISTÍSTICA: APROPRIAÇÃO
DO SISTEMA DE ESCRITA
ALFABÉTICA
(2) Reconhece e nomeia as letras do
alfabeto
1º ANO I/A/C
2º ANO I/A/C
3º ANO I/A/C
Atividade xerocopiada ou no quadro: A partir do crachá/ficha
identificada.
Para 1º e 2º Ano:
ESCREVA SEU NOME:________________
QUANTAS LETRAS TEM? _________________
QUAL É A LETRA INICIAL? __________
QUANTAS VEZES ABRE A BOCA PARA FALAR O SEU
NOME?____________
Circule a letra INICIAL e FINAL do seu nome.
Para o 3º Ano:
ESCREVA SEU NOME COMPLETO:________________
Pintar os espaços entre nome e sobrenomes
QUANTOS SOBRENOMES SÃO? _________________
QUAL É SEU O PRIMEIRO SOBRENOME? __________
QUANTAS LETRAS TÊM SEU PRIMEIRO SOBRENOME?
Circule a letra INICIAL e FINAL de seu primeiro SOBRENOME.
Corrija a atividade e, em seguida, recolha os crachás.
Orientadora de Estudo: Iolanda Sá
Momento da leitura
EIXO ESTRUTURANTE: ANÁLISE
LINGUISTÍSTICA: APROPRIAÇÃO
DO SISTEMA DE ESCRITA
ALFABÉTICA
(2) Reconhecer e nomeia as letras do
alfabeto.
1º ANO I/A/C
2º ANO I/A/C
3º ANO I/A/C
mencionadas e pedir para turma ler.
Entregar os crachás.
Livro: Guilherme Augusto Araújo Fernandes
Realizar breve lembrança da história; se possível, fazer a releitura da
história.
Construir na lousa um grande quadro dividido ao meio. Apresentando
fichas com nomes que apareceram na história e nomes similares. Em
seguida, dividir a classe em dois grupos e pedir que uma criança de
cada grupo por vez afixe uma ficha como pertencente ou não à
história.
PERTENCE NÃO PERTENCE
Momento da escrita/
Atividade gráfica
EIXO ESTRUTURANTE: LEITURA
DIREITO DE APRENDIZAGEM:
(1) Identificar as letras do alfabeto
Atividade:
A partir dos nomes que pertencem à história, solicitar dos alunos a
escrita de nomes que se iniciam com a mesma letra (terão como apoio
a pesquisa na lista de nomes dos alunos disposta na sala).
SILVANO = SABRINA, SILVIO, SARA, SUELI.
Para as turmas de 1º ano:
SILVANO=SABRINA, SILVIO, SARA, SUELI (a primeira letra
deve ser destacada, realizando a análise estrutural da palavra).
Jogo/Vivência
EIXO ESTRUTURANTE: ANÁLISE
LINGUISTÍSTICA: APROPRIAÇÃO
DO SISTEMA DE ESCRITA
ALFABÉTICA
(6) Usar diferentes tipos de letras em
situações de escritas de palavra e textos.
1º ANO I/A/C
2º ANO I/A/C
3º ANO I/A/C
Atividade: Lista de nomes
O professor lerá com seus alunos a lista de nomes da turma,
observando nomes que se repetem.
Para as turmas de 1º ano:
Confeccionar um diagrama solicitando que o aluno escreva seu
primeiro nome com ou sem apoio a ficha.
P E D R O
Os alunos de 2º e 3º anos receberão meia folha de papel ofício para
construir uma cartela de bingo. Após traçarem seis espaços,
completarão com também seis nomes contidos na lista de nomes da
classe. A professora realizará então o Bingo de Nomes.
Exemplo:
BENEDITA IOLANDA GUILHERME
LUCILENE OZANEIDE SANDRA
Atividade xerocopiada ou no quadro:
Orientadora de Estudo: Iolanda Sá
Registro
EIXO ESTRUTURANTE: Numérico e
Algébrico
DIREITO DE APRENDIZAGEM:
(2) Associar a denominação do número à
sua respectiva representação simbólica.
EIXO ESTRUTURANTE: ESCRITA
DIREITO DE APRENDIZAGEM:
(10) Escrever o próprio nome.
1º ANO I/A/C
2º ANO I/A/C
3º ANO I/A/C
Para o 1º e 2º Ano:
ESCREVA SEU NOME COMPLETO ______________________
QUAL É A LETRA INICIAL? ______ E FINAL? _____________
QUANTAS LETRAS TÊM SEU NOME? _____
Pinte a letra inicial e final de seu nome.
QUAL É O SEU SEGUNDO SOBRENOME? _________________
QUANTAS LETRAS TÊM SEU SEGUNDO SOBRENOME? _____
Pinte a letra inicial e final de seu segundo sobrenome
Para o 3º Ano:
ESCREVA SEU NOME COMPLETO ______________________
QUAL É O SEU SEGUNDO SOBRENOME? _________________
QUANTAS LETRAS TÊM SEU SEGUNDO SOBRENOME? _____
Pinte a letra inicial e final de seu segundo sobrenome.
5º MOMENTO DESENVOLVIMENTO: 5º DIA
Momento da leitura
EIXO ESTRUTURANTE: LEITURA
DIREITO DE APRENDIZAGEM:
(3) Ler palavras com sílabas no padrão
canônico, ou seja, sílabas simples.
Livro: Guilherme Augusto Araújo Fernandes
Realizar a leitura coletiva do resumo do texto fatiado transcrito em
papel madeira. Em seguida, convidar os alunos para ir à lousa para
apontar/circular as palavras escolhidas pelo professor.
Momento da
escrita/Atividade gráfica
EIXO ESTRURURANTE:
FATOS HISTÓRICOS
(5) Comparar as memórias dos grupos de
convívio locais a respeito dos patrimônios
culturais da localidade, com as memórias
veiculadas pelos dados oficiais ou
governamentais.
Atividade: História em quadrinhos
Pegue uma folha ofício e dobre ao meio por duas vezes (ao abrir a
folha, terá formado quatro quadrados).
Na rodinha convidar as crianças para serem ilustradores da história
(falar da importância deste). Apresentar a folha de cartolina ou papel
madeira e falar que as crianças irão desenhar cada parte da história de
acordo com os acontecimentos.
Solicite dos alunos a contação da história através de desenhos e de
palavras para quem já domina a escrita.
Orientadora de Estudo: Iolanda Sá
Jogo/Vivência
EIXO ESTRUTURANTE: LEITURA
DIREITO DE APRENDIZAGEM:
(1) Identificar as letras do alfabeto
1º ANO I/A/C
2º ANO I/A/C
3º ANO I/A/C
Atividade: Lista de nomes
Em círculo, entregar a cada criança O CRACHÁ que não seja a sua.
Pedir que se dirijam à lousa e afixe no espaço destinado.
NOMES DE
MENINOS
NOMES DE
MENINAS
a) Quantos nomes começam com a letra A?
b) Têm MAIS nomes começando com essa letra?
c) Tem algum nome começando com a letra Z? Por quê?
Registro
EIXO ESTRUTURANTE: ESCRITA
DIREITO DE APRENDIZAGEM:
(10) Escrever o próprio nome
1º ANO I/A/C
2º ANO I/A/C
3º ANO I/A/C
Atividade: Escrita do NOME COMPLETO sem o apoio da
ficha/crachá.
6º MOMENTO DESENVOLVIMENTO: 6º DIA
Momento da leitura
EIXO ESTRUTURANTE:
LEITURA
DIREITO DE APRENDIZAGEM:
(3) Reconhecer a finalidade do texto.
EIXO DA ORALIDADE – DIREITO
DE APRENDIZAGEM
(1) Participar de interações orais em sala
de aula, questionando sugerindo,
argumentando e respeitando os turnos de
fala.
Apresentação da música: TODAS AS COISAS TÊM NOME. (ver
anexo - 02)
Leitura da letra da música e interpretação oral do texto. Refletir sobre
nome e apelido.
Refletir com as crianças QUE TODAS AS COISAS TEM NOME,
porém somente as PESSOAS TEM SOBRENOME.
Por que cada um de nós tem um nome?
Pra que serve o nome? E o sobrenome? Sabem o que é?...
Leitura (cantada e apontada) da música, cantar apontando as palavras.
Atividade: Leitura dos nomes dos alunos apontando na lista afixada
na sala.
Mostrando o crachá/ficha, o professor faz intervenções. De quem será
Orientadora de Estudo: Iolanda Sá
Momento da
escrita/Atividade gráfica
EIXO ESTRUTURANTE:
LEITURA
DIREITO DE APRENDIZAGEM:
(1) Identificar as letras do alfabeto.
este nome? Adivinhe se puder!
Mostrar a primeira letra, enquanto cobre as demais. Ir descobrindo as
letras (utilizando outro cartão) conforme as crianças falam os nomes.
Então, falar o nome do aluno do referido crachá.
Os alunos receberão o alfabeto móvelcom tampinhas de pet, ou
alfabeto varalpara montar seu próprio nome, e continuar montando os
nomes dos colegas.
Jogo/Vivência
Esse tempo foi contemplado na atividade anterior.
Registro
EIXO ESTRUTURANTE: TEMPO
HISTÓRICO.
(8) Ordenar (sincrônica e
diacronicamente) os fatos históricos de
ordem pessoal e familiar.
Atividade para ser realizada em casa: Pesquisa oral sobre a origem
do nome.
7º MOMENTO DESENVOLVIMENTO: 7º DIA
Momento da leitura
EIXO DA ORALIDADE:
DIREITO DE APRENDIZAGEM
(2) Escuta com atenção textos de
diferentes gêneros, sobretudo os mais
formais, comuns em situações públicas,
analisando-os criticamente.
Em roda de conversa, retomar a pesquisa sobre a origem do nome,
dando espaço para que as crianças socializem as informações e escute
com atenção, respeitando o tempo de fala dos colegas.
Orientadora de Estudo: Iolanda Sá
Momento de
escrita/Atividade gráfica
EIXO ESTRUTURANTE:
ESCRITA
DIREITO DE APRENDIZAGEM:
(1) Escrever o próprio nome.
1º ANO-I/A/C
2º ANO-I/A/C
3º ANO-I/A/C
Atividade xerocada: carteira de identidade (em anexo - 03).
Preencher a frente da identidade, se necessário utilizar a ficha.
Jogo/Vivência
EIXO ESTRURURANTE: SUJEITO
HISTÓRICO
(3) Dialogar e formular reflexões a
respeito das semelhanças e das diferenças
identificadas entre os membros dos grupos
de convívio dos quais participa
(familiares, étnico-culturais, profissionais,
escolares, de vizinhança, religiosos,
recreativos, artísticos, esportivos,
políticos, dentre outros), atualmente e no
passado.
1º ANO - I/A,
2º ANO - I/A,
3º ANO - I/A/C
Atividade: Caixa Surpresa: Caixa de papelão enfeitada com um
espelho colado no fundo. O professor dirá às crianças que trouxe um
presente especial. Reúna as crianças naRodinha e comente sobre as
diferenças entre elas. Então passe a caixa para que cada um veja a
surpresa. Avise “Ao abrirem a caixa vocês encontrarão uma
surpresa”. Deixe que cada um se surpreenda e se observem com
calma. Ressalte a importância de cada um na escola, na família e no
mundo.
Registro
Esse tempo foi contemplado na atividade de escrita.
Orientadora de Estudo: Iolanda Sá
8º MOMENTO DESENVOLVIMENTO: 8º DIA
Momento da leitura
EIXO ESTRURURANTE:
GEOGRAFIA
(4) Ler, interpretar e representar o espaço
por meio de mapas simples.
Eu e minha escola
Leitura Deleite: NA ESCOLA SOMOS TODOS IGUAIS. (breve
vídeo);
Refletir sobre a escola em sua estrutura física e humana;
Convidar para fazer uma rodinha e realizar a predição. Em seguida,
será a leitura feita pelo professor(a).
Jogo/Vivência
EIXO ESTRURURANTE:
GEOGRAFIA
(4) Ler, interpretar e representar o espaço
por meio de mapas simples.
(7) Ler o espaço geográfico de forma
crítica através das categorias lugar,
território, paisagem e região.
Atividade: Realizar o reconhecimento da estrutura da escola através
de um passeio interno. Informar sobre a história do nome da escola,
apresentar os demais profissionais que fazem parte do ambiente
escolar.
Momento da
escrita/Atividade gráfica
EIXO ESTRURURANTE:
GEOGRAFIA
(4) Ler, interpretar e representar o espaço
por meio de mapas simples.
Em uma folha de papel A/4, desenhar de forma espontânea a escola e
socializar o desenho com a turma. Sugestão: Atividade em dupla.
Construção do nome dos espaços da escola com alfabeto móvel, com
tampinhas de PET e alfabeto varal.
Registro
Atividade: O professor realizará breve “biografia” da escola (origem
do nome da escola, data da inauguração, as modificações que fora
feitas ao longo do tempo e a idade da escola). Em seguida, os alunos
farão o registro no caderno.
Para os alunos de 1º e 2º anos:
Orientadora de Estudo: Iolanda Sá
EIXO ESTRUTURANTE:
PRODUÇÃO DE TEXTOS ESCRITOS
DIREITO DE APRENDIZAGEM
(3) Produz textos de diferentes gêneros,
atendendo a diferentes finalidades, por
meio da ajuda de um escriba.
1º ANO I/A/C
2º ANO I/A/C
3º ANO I/A/C
Escrever o nome da escola (com a intervenção do professor) e
desenhar o ambiente da escola que a criança mais gosta de estar.
9º MOMENTO DESENVOLVIMENTO: 9º DIA
Momento da leitura
EIXO ESTRURURANTE:
GEOGRAFIA
(4) Ler, interpretar e representar o espaço
por meio de mapas simples.
(7) Ler o espaço geográfico de forma
crítica através das categorias lugar,
território, paisagem e região.
Eu, a escola e a sala de aula
Leitura Deleite: O professor definirá o livro a ser lido.
Após a leitura, relacionar a LEITURA DELEITE de acordo com o
tema: Eu, a escola e a sala de aula.
Jogo/Vivência
Atividade: Caixa surpresa: em círculo, o professor mostrará uma
caixa decorada para turma que estão de olhos vendados. De um em
um as crianças vão retirando as tarjetas com o nome dos coleguinhas
e vai descrevendo o perfil do dono daquele nome de e dando
dicas/características aos colegas sobre a pessoa para que a turma
adivinhe de quem é o nome. Depois, visualizam, ler e escrever no
caderno autoral.
Momento da
escrita/Atividade gráfica
EIXO ESTRUTURANTE: ANÁLISE
LINGUISTÍSTICA: APROPRIAÇÃO
DO SISTEMA DE ESCRITA
ALFABÉTICA
(11) Saber procurar no dicionário a grafia
correta de palavras.
Dando continuidade àAtividade:o Professor irá produzir uma lista
com o nome de outras pessoas. Essa atividade deve ser
coletivo/individual, lousa, papel madeira, alfabeto móvel....
Registro
Esse Tempo foi contemplado na atividade de escrita.
Orientadora de Estudo: Iolanda Sá
Observação: Este dia ficou reservado para que possamos registrar as atividades que consolidarão o
trabalho desenvolvido durante a aplicação da Sequência Didática: Meu Nome.
10º MOMENTO DESENVOLVIMENTO: 10º DIA
Momento da leitura
Momento da
escrita/Atividade gráfica
.
Jogo/Vivência
Registro
Orientadora de Estudo: Iolanda Sá
ANEXO – 01
VOCÊ JÁ CONHECE A MÚSICA E A BRINCADEIRA DE RODA – A CANOA VIROU?
CANTE-A DEPOIS COMPLETE COM O NOME DO COLEGA E ILUSTRE BEM BONITO.
A CANOA VIROU
PALAVRA CANTADA
A CANOA VIROU,
QUEM DEIXOU ELA VIRAR?
FOI POR CAUSA DA(O) ______________________,
QUE NÃO SOUBE REMAR.
(BIS)
SE EU FOSSE UM PEIXINHO
E SOUBESSE NADAR
EU TIRAVA A(O) ____________________________
LÁ DO FUNDO DO MAR... (2X)
ILUSTRE A MÚSICA: A CANOA VIROU
Orientadora de Estudo: Iolanda Sá
ANEXO - 02
GENTE TEM SOBRENOME
(AUTOR E COMPOSITOR - TOQUINHO).
TODAS AS COISAS TÊM NOME
CASA, JANELA E JARDIM
COISAS NÃO TÊM SOBRENOME
MAS A GENTE SIM
TODAS AS FLORES TÊM NOME
ROSA, CAMÉLIA E JASMIM
FLORES NÃO TÊM SOBRENOME
MAS A GENTE SIM
O CHICO É BUARQUE, CAETANO É VELOSO
O ARI FOI BARROSO TAMBÉM
E TEM OS QUE SÃO JORGE, TEM O JORGE AMADO
TEM OUTRO QUE É O JORGE BEN
QUEM TEM APELIDO, DEDÉ, ZACARIAS
MUSSUM E A FAFÁ DE BELÉM
TEM SEMPRE UM NOME E DEPOIS DO NOME
TEM SOBRENOME TAMBÉM
TODO BRINQUEDO TEM NOME
BOLA, BONECA E PATINS
BRINQUEDOS NÃO TÊM SOBRENOME
MAS A GENTE SIM
COISAS GOSTOSAS TÊM NOME
BOLO, MINGAU E PUDIM
DOCES NÃO TÊM SOBRENOME
MAS A GENTE SIM
RENATO É ARAGÃO, O QUE FAZ CONFUSÃO
CARLITOS É O CHARLES CHAPLIN
E TEM O VINÍCIUS, QUE ERA DE MORAES
E O TOM BRASILEIRO É JOBIM
QUEM TEM APELIDO, ZICO, MAGUILA
XUXA, PELÉ E HE-MAN
TEM SEMPRE UM NOME E DEPOIS DO NOME
TEM SOBRENOME TAMBÉM.
Orientadora de Estudo: Iolanda Sá
ANEXO – 03
CONHECENDO O DOCUMENTO DE IDENTIDADE DA CRIANÇA
Orientadora de Estudo: Iolanda Sá
ANEXO – 04
JOGO DA FORCA
O JOGO DA FORCA É UM JOGO EM QUE O JOGADOR TEM QUE ACERTAR
QUAL É A PALAVRA PROPOSTA, TENDO COMO DICA O NÚMERO DE LETRAS E O
TEMA LIGADO À PALAVRA. A CADA LETRA ERRADA, É DESENHADA UMA PARTE
DO CORPO DO ENFORCADO.
O JOGO TERMINA OU COM O ACERTO DA PALAVRA OU COM O TÉRMINO DO
PREENCHIMENTO DAS PARTES CORPÓREAS DO ENFORCADO.
PARA COMEÇAR O JOGO SE DESENHA UMA BASE E UM RISCO
CORRESPONDENTE AO LUGAR DE CADA LETRA.
POR EXEMPLO, PARA A PALAVRA "MERCADO", SE ESCREVE:
1. M E R C A D O ------> _ _ _ _ _ _ _
O JOGADOR QUE TENTA ADIVINHAR A PALAVRA DEVE IR DIZENDO AS LETRAS
QUE PODEM EXISTIR NA PALAVRA. CADA LETRA QUE ELE ACERTAR É ESCRITA NO
ESPAÇO CORRESPONDENTE.
1. M E R C A D O M _ _ C A _ _
CASO A LETRA NÃO EXISTA NESSA PALAVRA, DESENHA-SE UMA PARTE DO
CORPO (INICIANDO PELA CABEÇA, TRONCO, BRAÇOS…).
O JOGADOR (QUE ESTÁ TENTANDO ADIVINHAR A PALAVRA) PODE ESCOLHER
ENTRE FALAR UMA LETRA OU FAZER UMA TENTATIVA PERIGOSA DE TENTAR
ADIVINHAR A PALAVRA FALANDO A PALAVRA QUE PENSA QUE É.
CASO O JOGADOR DESEJE FAZER UMA TENTATIVA PERIGOSA DE TENTAR
ADIVINHAR A PALAVRA FALANDO A QUE PENSA QUE É E FALE A PALAVRA ERRADA
ELE PERDE NA HORA.
O JOGO É GANHO SE A PALAVRA É ADIVINHADA. CASO O JOGADOR NÃO
DESCUBRA QUAL PALAVRA É ELE QUE PERDE.
O JOGADOR QUE TENTAVA ADIVINHAR A PALAVRA ANTES ENTÃO ESCOLHE UMA
NOVA PALAVRA E INVERTEM-SE OS PAPÉIS.
Orientadora de Estudo: Iolanda Sá
ANEXO – 05
Guilherme Augusto Araújo Fernandes
A HISTÓRIA GUILHERME AUGUSTO ARAÚJO FERNANDES, ESCRITO
POR MEM FOX E ILUSTRADO POR JULIE VIVAS, TRATA DA AMIZADE DE
UM MENINO COM UMA SENHORA QUE JÁ NÃO É TÃO NOVA ASSIM...
O MENINO GUILHERME AUGUSTO ARAÚJO FERNANDES MORA AO
LADO DE UM LUGAR INUSITADO, UM ASILO. LÁ ELE TEM VÁRIOS AMIGOS
COM OS QUAIS APRENDE MUITAS COISAS, MAS EXISTE UMA AMIGA
MUITO ESPECIAL DE GUILHERME, A DONA ANTÔNIA.
GUILHERME AUGUSTO DESCOBRE QUE DONA ANTÔNIA HAVIA PERDIDO
A MEMÓRIA.
NÃO SABENDO MUITO SOBRE O ASSUNTO, ELE COMEÇA A PEDIR
INFORMAÇÕES AOS SEUS AMIGOS. POR FIM, GUILHERME, SEGUINDO
CADA INFORMAÇÃO RECEBIDA, DECIDE MONTAR UMA CESTA COM
VÁRIOS OBJETOS SIGNIFICATIVOS, COM A INTENÇÃO DE RECUPERAR AS
MEMÓRIAS PERDIDAS DE DONA ANTÔNIA. É DE FATO UMA HISTÓRIA
EMOCIONANTE, POIS TRATA DOS VALORES, DAS NOSSAS LEMBRANÇAS,
DAS NOSSAS HISTÓRIAS. CADA PESSOA TEM UM LIVRO DE VIDA COM
HISTÓRIAS COMPLETAMENTE DIFERENTES.
ATÉ MESMO AS CRIANÇAS, POIS SEMPRE ESTÃO CONTANDO SUAS
NOVIDADES, QUERENDO CHAMAR A ATENÇÃO COM ALGO NOVO.PODE
ATÉ NÃO PARECER IMPORTANTE, MAS UMA CRIANÇA GUARDA CADA
JEITO, FORMA E CARACTERÍSTICA, PARA QUE, ASSIM, ELAS SE MOLDEM
E CRIEM SUAS PRÓPRIAS LEMBRANÇAS.
DICA: COM ESTA HISTÓRIA EU TRABALHEI O PROJETO “INFÂNCIA”.
FIZ A CONSTRUÇÃO DA CAIXINHA DE MEMÓRIAS COM A TURMA, EM
QUE CADA UM APRESENTAVA ALGUM OBJETO QUE TRAZIA BOAS
LEMBRANÇAS.
Orientadora de Estudo: Iolanda Sá
PARA ABRIR A LEITURA COM AS CRIANÇAS, FOI PROPOSTA A
REFLEXÃO SOBRE O SIGNIFICADO DE “MEMÓRIA”. POR MEIO DA
PERGUNTA “O QUE É MEMÓRIA?”, O GRUPO PÔDE SE APROXIMAR DE
MUITAS DAS IDEIAS QUE AS CRIANÇAS EXPRIMEM SOBRE O TEMA:
“MEMÓRIA É ALGO QUE NÓS LEMBRAMOS.”
“A MEMÓRIA VAI PASSANDO COM O TEMPO.”
“A MEMÓRIA FICA NO CÉREBRO.”
“MEMÓRIA É PARA LEMBRAR COISAS BOAS.”
O TRABALHO SE DESDOBROU NA EXPLORAÇÃO DA FICHA
TÉCNICA E DAS ILUSTRAÇÕES DA OBRA EM BUSCA DE PISTAS QUE
PERMITISSEM O LEVANTAMENTO DE HIPÓTESES SOBRE O ENREDO DA
HISTÓRIA.
Laranjal do Jari, 15 de dezembro de 2016.
______________________________________________
Sandra Borges
Orientadora de Estudo do PNAIC
______________________________________________
Iolanda Sá
Orientadora de Estudo do PNAIC

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Ficha descritiva 1 ano 1 trimestre
Ficha descritiva 1 ano   1 trimestreFicha descritiva 1 ano   1 trimestre
Ficha descritiva 1 ano 1 trimestre
Naysa Taboada
 
Sequência Didática- O Leão e o Ratinho
Sequência Didática- O Leão e o RatinhoSequência Didática- O Leão e o Ratinho
Sequência Didática- O Leão e o Ratinho
CristhianeGuimaraes
 
Atividades lúdicas interpretação e produção de texto
Atividades lúdicas interpretação e produção de textoAtividades lúdicas interpretação e produção de texto
Atividades lúdicas interpretação e produção de texto
Silvana Pinto
 
Gênero textual: Fabulas e contos
Gênero textual: Fabulas e contos Gênero textual: Fabulas e contos
Gênero textual: Fabulas e contos
Mary Alvarenga
 
Sequência Didática ÁGUA
Sequência Didática   ÁGUASequência Didática   ÁGUA
Sequência Didática ÁGUA
CristhianeGuimaraes
 
Planejamento 1º periodo
Planejamento 1º periodoPlanejamento 1º periodo
Planejamento 1º periodo
SimoneHelenDrumond
 
Poema o menino azul de Cecília Meireles - Análise e entendimento
Poema  o menino azul de  Cecília Meireles - Análise e entendimento Poema  o menino azul de  Cecília Meireles - Análise e entendimento
Poema o menino azul de Cecília Meireles - Análise e entendimento
Mary Alvarenga
 
Sequência didática poemas
Sequência didática poemasSequência didática poemas
Sequência didática poemas
Dário Reis
 
Apostila gêneros textuais 4º ano
Apostila gêneros textuais  4º anoApostila gêneros textuais  4º ano
Apostila gêneros textuais 4º ano
Roseanne Funchal Olivieira
 
Relatório
RelatórioRelatório
Relatório
Assis Queiroz
 
Trava língua O Rato -
Trava língua O Rato - Trava língua O Rato -
Trava língua O Rato -
Maria Élia David de Assis Ferreira
 
Fixa de acompanhamento de leitura e escrita 1
Fixa de acompanhamento de leitura e escrita 1Fixa de acompanhamento de leitura e escrita 1
Fixa de acompanhamento de leitura e escrita 1
edivalbal
 
Ficha descritiva 1 ano 3 trimestre
Ficha descritiva 1 ano 3 trimestreFicha descritiva 1 ano 3 trimestre
Ficha descritiva 1 ano 3 trimestre
Naysa Taboada
 
Sequência didática: O Leão e o Ratinho
Sequência didática: O Leão e o RatinhoSequência didática: O Leão e o Ratinho
Sequência didática: O Leão e o Ratinho
Shirley Lauria
 
Sequencia didática sistema monetario 3 ano a 2016
Sequencia didática sistema monetario  3 ano a   2016Sequencia didática sistema monetario  3 ano a   2016
Sequencia didática sistema monetario 3 ano a 2016
Prefeitura de Cianorte
 
atividade 3 ano.docx
atividade 3 ano.docxatividade 3 ano.docx
atividade 3 ano.docx
MariaAparecidaCordei5
 
Gênero textual: cartão, convite. biografia, narração, história em quedrinho (...
Gênero textual: cartão, convite. biografia, narração, história em quedrinho (...Gênero textual: cartão, convite. biografia, narração, história em quedrinho (...
Gênero textual: cartão, convite. biografia, narração, história em quedrinho (...
Mary Alvarenga
 
Lista de palavras para sondagem
Lista de palavras para sondagemLista de palavras para sondagem
Lista de palavras para sondagem
Marly Freitas
 
Simulado prova-brasil- 2º ano
Simulado prova-brasil- 2º ano Simulado prova-brasil- 2º ano
Simulado prova-brasil- 2º ano
Mara Sueli
 
calendários 2022 turma da Mônica - www.oespacoeducar.com.br.pdf
calendários 2022 turma da Mônica - www.oespacoeducar.com.br.pdfcalendários 2022 turma da Mônica - www.oespacoeducar.com.br.pdf
calendários 2022 turma da Mônica - www.oespacoeducar.com.br.pdf
simone Stela
 

Mais procurados (20)

Ficha descritiva 1 ano 1 trimestre
Ficha descritiva 1 ano   1 trimestreFicha descritiva 1 ano   1 trimestre
Ficha descritiva 1 ano 1 trimestre
 
Sequência Didática- O Leão e o Ratinho
Sequência Didática- O Leão e o RatinhoSequência Didática- O Leão e o Ratinho
Sequência Didática- O Leão e o Ratinho
 
Atividades lúdicas interpretação e produção de texto
Atividades lúdicas interpretação e produção de textoAtividades lúdicas interpretação e produção de texto
Atividades lúdicas interpretação e produção de texto
 
Gênero textual: Fabulas e contos
Gênero textual: Fabulas e contos Gênero textual: Fabulas e contos
Gênero textual: Fabulas e contos
 
Sequência Didática ÁGUA
Sequência Didática   ÁGUASequência Didática   ÁGUA
Sequência Didática ÁGUA
 
Planejamento 1º periodo
Planejamento 1º periodoPlanejamento 1º periodo
Planejamento 1º periodo
 
Poema o menino azul de Cecília Meireles - Análise e entendimento
Poema  o menino azul de  Cecília Meireles - Análise e entendimento Poema  o menino azul de  Cecília Meireles - Análise e entendimento
Poema o menino azul de Cecília Meireles - Análise e entendimento
 
Sequência didática poemas
Sequência didática poemasSequência didática poemas
Sequência didática poemas
 
Apostila gêneros textuais 4º ano
Apostila gêneros textuais  4º anoApostila gêneros textuais  4º ano
Apostila gêneros textuais 4º ano
 
Relatório
RelatórioRelatório
Relatório
 
Trava língua O Rato -
Trava língua O Rato - Trava língua O Rato -
Trava língua O Rato -
 
Fixa de acompanhamento de leitura e escrita 1
Fixa de acompanhamento de leitura e escrita 1Fixa de acompanhamento de leitura e escrita 1
Fixa de acompanhamento de leitura e escrita 1
 
Ficha descritiva 1 ano 3 trimestre
Ficha descritiva 1 ano 3 trimestreFicha descritiva 1 ano 3 trimestre
Ficha descritiva 1 ano 3 trimestre
 
Sequência didática: O Leão e o Ratinho
Sequência didática: O Leão e o RatinhoSequência didática: O Leão e o Ratinho
Sequência didática: O Leão e o Ratinho
 
Sequencia didática sistema monetario 3 ano a 2016
Sequencia didática sistema monetario  3 ano a   2016Sequencia didática sistema monetario  3 ano a   2016
Sequencia didática sistema monetario 3 ano a 2016
 
atividade 3 ano.docx
atividade 3 ano.docxatividade 3 ano.docx
atividade 3 ano.docx
 
Gênero textual: cartão, convite. biografia, narração, história em quedrinho (...
Gênero textual: cartão, convite. biografia, narração, história em quedrinho (...Gênero textual: cartão, convite. biografia, narração, história em quedrinho (...
Gênero textual: cartão, convite. biografia, narração, história em quedrinho (...
 
Lista de palavras para sondagem
Lista de palavras para sondagemLista de palavras para sondagem
Lista de palavras para sondagem
 
Simulado prova-brasil- 2º ano
Simulado prova-brasil- 2º ano Simulado prova-brasil- 2º ano
Simulado prova-brasil- 2º ano
 
calendários 2022 turma da Mônica - www.oespacoeducar.com.br.pdf
calendários 2022 turma da Mônica - www.oespacoeducar.com.br.pdfcalendários 2022 turma da Mônica - www.oespacoeducar.com.br.pdf
calendários 2022 turma da Mônica - www.oespacoeducar.com.br.pdf
 

Destaque

TRABALHANDO A AFETIVIDADE COM O TEXTO
TRABALHANDO A AFETIVIDADE COM O TEXTOTRABALHANDO A AFETIVIDADE COM O TEXTO
TRABALHANDO A AFETIVIDADE COM O TEXTO
Iolanda Sá
 
Sequencia de atividades por e mat primeira semana
Sequencia de atividades por e mat primeira semanaSequencia de atividades por e mat primeira semana
Sequencia de atividades por e mat primeira semana
Professora Cida
 
2º DIA DE AULA - SANTA MARIA MENINA
2º DIA DE AULA - SANTA MARIA MENINA2º DIA DE AULA - SANTA MARIA MENINA
2º DIA DE AULA - SANTA MARIA MENINA
Iolanda Sá
 
A Difícil Arte de Conviver
A Difícil Arte de ConviverA Difícil Arte de Conviver
A Difícil Arte de Conviver
lucianaraspa
 
1.processo de ensino e aprendizagem
1.processo de ensino e aprendizagem1.processo de ensino e aprendizagem
1.processo de ensino e aprendizagem
Alba Mate Mate
 
Gestão Democrática Da Educação
Gestão Democrática Da EducaçãoGestão Democrática Da Educação
Gestão Democrática Da Educação
regicenci
 
FAMÍLIA SILÁBICA DE A A Z
FAMÍLIA SILÁBICA DE A A ZFAMÍLIA SILÁBICA DE A A Z
FAMÍLIA SILÁBICA DE A A Z
Iolanda Sá
 
2ª Sequência Didática - Gênero textual - Música Popular
2ª Sequência Didática - Gênero textual - Música Popular2ª Sequência Didática - Gênero textual - Música Popular
2ª Sequência Didática - Gênero textual - Música Popular
Eleúzia Lins Silva
 
1ª Sequência Didática - Género textual: Lista de compras
1ª Sequência Didática - Género textual: Lista de compras1ª Sequência Didática - Género textual: Lista de compras
1ª Sequência Didática - Género textual: Lista de compras
Eleúzia Lins Silva
 
Sequência didática o circo
Sequência didática o circoSequência didática o circo
Sequência didática o circo
Luana Maria Ferreira Fernandes
 
Sequência didática língua portuguesa e matemática o piquenique do catapimba
Sequência didática língua portuguesa e matemática o piquenique do catapimbaSequência didática língua portuguesa e matemática o piquenique do catapimba
Sequência didática língua portuguesa e matemática o piquenique do catapimba
Professora Cida
 
PROJETO: FÁBULAS NA SALA DE AULA - ESCOLA GENIVAL NUNES DA COSTA - VILHENA/RO
PROJETO: FÁBULAS NA SALA DE AULA - ESCOLA GENIVAL NUNES DA COSTA - VILHENA/ROPROJETO: FÁBULAS NA SALA DE AULA - ESCOLA GENIVAL NUNES DA COSTA - VILHENA/RO
PROJETO: FÁBULAS NA SALA DE AULA - ESCOLA GENIVAL NUNES DA COSTA - VILHENA/RO
Penha Kiffer
 
Apostila 2º semestre blog da tia io
Apostila 2º semestre blog da tia ioApostila 2º semestre blog da tia io
Apostila 2º semestre blog da tia io
Iolanda Sá
 
Sequencia didatica _fabulas
Sequencia didatica _fabulasSequencia didatica _fabulas
Sequencia didatica _fabulas
Professora Cida
 
Sequência didática a casinha da vovó
Sequência didática a casinha da vovóSequência didática a casinha da vovó
Sequência didática a casinha da vovó
Andreá Perez Leinat
 
Sequência didática do pato
Sequência didática do patoSequência didática do pato
Sequência didática do pato
Andreá Perez Leinat
 
Sequência didática cantigas de roda
Sequência didática cantigas de roda Sequência didática cantigas de roda
Sequência didática cantigas de roda
Rosilane
 
Sequência Didática
Sequência DidáticaSequência Didática
Sequência Didática
Magda Marques
 
Catálogo Numérico - Como Usar!
Catálogo Numérico - Como Usar!Catálogo Numérico - Como Usar!
Catálogo Numérico - Como Usar!
Janaina Spolidorio
 
Como montar rotinas pedagógicas parte 2
Como montar rotinas pedagógicas   parte 2Como montar rotinas pedagógicas   parte 2
Como montar rotinas pedagógicas parte 2
Janaina Spolidorio
 

Destaque (20)

TRABALHANDO A AFETIVIDADE COM O TEXTO
TRABALHANDO A AFETIVIDADE COM O TEXTOTRABALHANDO A AFETIVIDADE COM O TEXTO
TRABALHANDO A AFETIVIDADE COM O TEXTO
 
Sequencia de atividades por e mat primeira semana
Sequencia de atividades por e mat primeira semanaSequencia de atividades por e mat primeira semana
Sequencia de atividades por e mat primeira semana
 
2º DIA DE AULA - SANTA MARIA MENINA
2º DIA DE AULA - SANTA MARIA MENINA2º DIA DE AULA - SANTA MARIA MENINA
2º DIA DE AULA - SANTA MARIA MENINA
 
A Difícil Arte de Conviver
A Difícil Arte de ConviverA Difícil Arte de Conviver
A Difícil Arte de Conviver
 
1.processo de ensino e aprendizagem
1.processo de ensino e aprendizagem1.processo de ensino e aprendizagem
1.processo de ensino e aprendizagem
 
Gestão Democrática Da Educação
Gestão Democrática Da EducaçãoGestão Democrática Da Educação
Gestão Democrática Da Educação
 
FAMÍLIA SILÁBICA DE A A Z
FAMÍLIA SILÁBICA DE A A ZFAMÍLIA SILÁBICA DE A A Z
FAMÍLIA SILÁBICA DE A A Z
 
2ª Sequência Didática - Gênero textual - Música Popular
2ª Sequência Didática - Gênero textual - Música Popular2ª Sequência Didática - Gênero textual - Música Popular
2ª Sequência Didática - Gênero textual - Música Popular
 
1ª Sequência Didática - Género textual: Lista de compras
1ª Sequência Didática - Género textual: Lista de compras1ª Sequência Didática - Género textual: Lista de compras
1ª Sequência Didática - Género textual: Lista de compras
 
Sequência didática o circo
Sequência didática o circoSequência didática o circo
Sequência didática o circo
 
Sequência didática língua portuguesa e matemática o piquenique do catapimba
Sequência didática língua portuguesa e matemática o piquenique do catapimbaSequência didática língua portuguesa e matemática o piquenique do catapimba
Sequência didática língua portuguesa e matemática o piquenique do catapimba
 
PROJETO: FÁBULAS NA SALA DE AULA - ESCOLA GENIVAL NUNES DA COSTA - VILHENA/RO
PROJETO: FÁBULAS NA SALA DE AULA - ESCOLA GENIVAL NUNES DA COSTA - VILHENA/ROPROJETO: FÁBULAS NA SALA DE AULA - ESCOLA GENIVAL NUNES DA COSTA - VILHENA/RO
PROJETO: FÁBULAS NA SALA DE AULA - ESCOLA GENIVAL NUNES DA COSTA - VILHENA/RO
 
Apostila 2º semestre blog da tia io
Apostila 2º semestre blog da tia ioApostila 2º semestre blog da tia io
Apostila 2º semestre blog da tia io
 
Sequencia didatica _fabulas
Sequencia didatica _fabulasSequencia didatica _fabulas
Sequencia didatica _fabulas
 
Sequência didática a casinha da vovó
Sequência didática a casinha da vovóSequência didática a casinha da vovó
Sequência didática a casinha da vovó
 
Sequência didática do pato
Sequência didática do patoSequência didática do pato
Sequência didática do pato
 
Sequência didática cantigas de roda
Sequência didática cantigas de roda Sequência didática cantigas de roda
Sequência didática cantigas de roda
 
Sequência Didática
Sequência DidáticaSequência Didática
Sequência Didática
 
Catálogo Numérico - Como Usar!
Catálogo Numérico - Como Usar!Catálogo Numérico - Como Usar!
Catálogo Numérico - Como Usar!
 
Como montar rotinas pedagógicas parte 2
Como montar rotinas pedagógicas   parte 2Como montar rotinas pedagógicas   parte 2
Como montar rotinas pedagógicas parte 2
 

Semelhante a SEQUÊNCIA DIDÁTICA DO 1º 2º 3º ano

Reunião com Educadores do 1º Seg 16/03
Reunião com Educadores do 1º Seg 16/03Reunião com Educadores do 1º Seg 16/03
Reunião com Educadores do 1º Seg 16/03
CENFOP - Ipatinga
 
2º encontro da unidade 1 avaliação
2º encontro da unidade 1   avaliação2º encontro da unidade 1   avaliação
2º encontro da unidade 1 avaliação
Bete Feliciano
 
Alfabetização e letramento
Alfabetização e letramentoAlfabetização e letramento
Alfabetização e letramento
Rosinara Azeredo
 
Planejamento do 6ª encontro tarde certo
Planejamento do 6ª encontro tarde  certoPlanejamento do 6ª encontro tarde  certo
Planejamento do 6ª encontro tarde certo
PACTO SEGUNDO ANO ÁGUA PRETA
 
Mec Escola Ativa Alfabetizacão e Letramento 3 Educador
Mec Escola Ativa Alfabetizacão e Letramento 3 EducadorMec Escola Ativa Alfabetizacão e Letramento 3 Educador
Mec Escola Ativa Alfabetizacão e Letramento 3 Educador
Valéria Poubell
 
Intervenções em pequenos grupos
Intervenções em pequenos gruposIntervenções em pequenos grupos
Intervenções em pequenos grupos
Lukass da Silva
 
Ideias mec caderno de textos
Ideias mec caderno de textosIdeias mec caderno de textos
Ideias mec caderno de textos
Valeria Friedmann
 
Alfabetizao educaçao na ed infantl
Alfabetizao educaçao na ed infantlAlfabetizao educaçao na ed infantl
Alfabetizao educaçao na ed infantl
Alice Soares
 
Orientação Técnica ALFABETIZAÇÃO.Letr.EE.ppt
Orientação Técnica ALFABETIZAÇÃO.Letr.EE.pptOrientação Técnica ALFABETIZAÇÃO.Letr.EE.ppt
Orientação Técnica ALFABETIZAÇÃO.Letr.EE.ppt
marcos oliveira
 
Trabalho individual 2014 6º semestre.
Trabalho individual 2014 6º semestre.Trabalho individual 2014 6º semestre.
Trabalho individual 2014 6º semestre.
Rute Batista
 
Alfabetização e educação inclusiva
Alfabetização e educação inclusivaAlfabetização e educação inclusiva
Alfabetização e educação inclusiva
AntonioMarquesFiguei
 
direitos de aprendizagem HISTÓRIA
direitos de aprendizagem HISTÓRIAdireitos de aprendizagem HISTÓRIA
direitos de aprendizagem HISTÓRIA
Aprender com prazer
 
Mec Escola Ativa Alfabetizacão e Letramento 2 Educador
Mec Escola Ativa Alfabetizacão e Letramento 2 EducadorMec Escola Ativa Alfabetizacão e Letramento 2 Educador
Mec Escola Ativa Alfabetizacão e Letramento 2 Educador
Valéria Poubell
 
Projeto interdisciplinar
Projeto interdisciplinarProjeto interdisciplinar
Projeto interdisciplinar
AVM
 
Alfabetização slides
Alfabetização slidesAlfabetização slides
Alfabetização slides
AVM
 
PRODUTO.pdf
PRODUTO.pdfPRODUTO.pdf
PRODUTO.pdf
PRODUTO.pdfPRODUTO.pdf
o mercado das palavras 001 .pdf
o mercado das palavras 001 .pdfo mercado das palavras 001 .pdf
o mercado das palavras 001 .pdf
NaldivanaBavaresco4
 
PROJETO INTERDISCIPLINAR TEORIA E PRÁTICA ALFA
PROJETO INTERDISCIPLINAR TEORIA E PRÁTICA ALFAPROJETO INTERDISCIPLINAR TEORIA E PRÁTICA ALFA
PROJETO INTERDISCIPLINAR TEORIA E PRÁTICA ALFA
planejarparaeducar
 
Relato de exp. lucas e caique
Relato de exp.   lucas e caiqueRelato de exp.   lucas e caique
Relato de exp. lucas e caique
pibid ING
 

Semelhante a SEQUÊNCIA DIDÁTICA DO 1º 2º 3º ano (20)

Reunião com Educadores do 1º Seg 16/03
Reunião com Educadores do 1º Seg 16/03Reunião com Educadores do 1º Seg 16/03
Reunião com Educadores do 1º Seg 16/03
 
2º encontro da unidade 1 avaliação
2º encontro da unidade 1   avaliação2º encontro da unidade 1   avaliação
2º encontro da unidade 1 avaliação
 
Alfabetização e letramento
Alfabetização e letramentoAlfabetização e letramento
Alfabetização e letramento
 
Planejamento do 6ª encontro tarde certo
Planejamento do 6ª encontro tarde  certoPlanejamento do 6ª encontro tarde  certo
Planejamento do 6ª encontro tarde certo
 
Mec Escola Ativa Alfabetizacão e Letramento 3 Educador
Mec Escola Ativa Alfabetizacão e Letramento 3 EducadorMec Escola Ativa Alfabetizacão e Letramento 3 Educador
Mec Escola Ativa Alfabetizacão e Letramento 3 Educador
 
Intervenções em pequenos grupos
Intervenções em pequenos gruposIntervenções em pequenos grupos
Intervenções em pequenos grupos
 
Ideias mec caderno de textos
Ideias mec caderno de textosIdeias mec caderno de textos
Ideias mec caderno de textos
 
Alfabetizao educaçao na ed infantl
Alfabetizao educaçao na ed infantlAlfabetizao educaçao na ed infantl
Alfabetizao educaçao na ed infantl
 
Orientação Técnica ALFABETIZAÇÃO.Letr.EE.ppt
Orientação Técnica ALFABETIZAÇÃO.Letr.EE.pptOrientação Técnica ALFABETIZAÇÃO.Letr.EE.ppt
Orientação Técnica ALFABETIZAÇÃO.Letr.EE.ppt
 
Trabalho individual 2014 6º semestre.
Trabalho individual 2014 6º semestre.Trabalho individual 2014 6º semestre.
Trabalho individual 2014 6º semestre.
 
Alfabetização e educação inclusiva
Alfabetização e educação inclusivaAlfabetização e educação inclusiva
Alfabetização e educação inclusiva
 
direitos de aprendizagem HISTÓRIA
direitos de aprendizagem HISTÓRIAdireitos de aprendizagem HISTÓRIA
direitos de aprendizagem HISTÓRIA
 
Mec Escola Ativa Alfabetizacão e Letramento 2 Educador
Mec Escola Ativa Alfabetizacão e Letramento 2 EducadorMec Escola Ativa Alfabetizacão e Letramento 2 Educador
Mec Escola Ativa Alfabetizacão e Letramento 2 Educador
 
Projeto interdisciplinar
Projeto interdisciplinarProjeto interdisciplinar
Projeto interdisciplinar
 
Alfabetização slides
Alfabetização slidesAlfabetização slides
Alfabetização slides
 
PRODUTO.pdf
PRODUTO.pdfPRODUTO.pdf
PRODUTO.pdf
 
PRODUTO.pdf
PRODUTO.pdfPRODUTO.pdf
PRODUTO.pdf
 
o mercado das palavras 001 .pdf
o mercado das palavras 001 .pdfo mercado das palavras 001 .pdf
o mercado das palavras 001 .pdf
 
PROJETO INTERDISCIPLINAR TEORIA E PRÁTICA ALFA
PROJETO INTERDISCIPLINAR TEORIA E PRÁTICA ALFAPROJETO INTERDISCIPLINAR TEORIA E PRÁTICA ALFA
PROJETO INTERDISCIPLINAR TEORIA E PRÁTICA ALFA
 
Relato de exp. lucas e caique
Relato de exp.   lucas e caiqueRelato de exp.   lucas e caique
Relato de exp. lucas e caique
 

Mais de Iolanda Sá

Diário de bordo da coordenação 6º ao 9º Ano 2021
Diário de bordo da coordenação 6º ao 9º Ano 2021Diário de bordo da coordenação 6º ao 9º Ano 2021
Diário de bordo da coordenação 6º ao 9º Ano 2021
Iolanda Sá
 
Acompanhamento da Aprendizagem Ed. Infantil
Acompanhamento da Aprendizagem Ed. Infantil Acompanhamento da Aprendizagem Ed. Infantil
Acompanhamento da Aprendizagem Ed. Infantil
Iolanda Sá
 
Apostila 1º semestre da Educação Infantil Nível I e II e Ciclo de Alfabetização
Apostila 1º semestre da Educação Infantil Nível I e II e Ciclo de AlfabetizaçãoApostila 1º semestre da Educação Infantil Nível I e II e Ciclo de Alfabetização
Apostila 1º semestre da Educação Infantil Nível I e II e Ciclo de Alfabetização
Iolanda Sá
 
Avaliação diag escrita - pré -escola ii - blog da tia iolanda
Avaliação diag   escrita - pré -escola ii - blog da tia iolandaAvaliação diag   escrita - pré -escola ii - blog da tia iolanda
Avaliação diag escrita - pré -escola ii - blog da tia iolanda
Iolanda Sá
 
Varal das letras 02 ótimo
Varal das letras 02   ótimoVaral das letras 02   ótimo
Varal das letras 02 ótimo
Iolanda Sá
 
Pacto livreto
Pacto livretoPacto livreto
Pacto livreto
Iolanda Sá
 
Iolanda sou eu professora
Iolanda sou eu professoraIolanda sou eu professora
Iolanda sou eu professora
Iolanda Sá
 
Alfabeto Varal - Grande
Alfabeto Varal - GrandeAlfabeto Varal - Grande
Alfabeto Varal - Grande
Iolanda Sá
 
Educação - Professora
Educação - ProfessoraEducação - Professora
Educação - Professora
Iolanda Sá
 
Alfabeto menor varal
Alfabeto menor varalAlfabeto menor varal
Alfabeto menor varal
Iolanda Sá
 
Alfabeto menor varal
Alfabeto menor varalAlfabeto menor varal
Alfabeto menor varal
Iolanda Sá
 

Mais de Iolanda Sá (11)

Diário de bordo da coordenação 6º ao 9º Ano 2021
Diário de bordo da coordenação 6º ao 9º Ano 2021Diário de bordo da coordenação 6º ao 9º Ano 2021
Diário de bordo da coordenação 6º ao 9º Ano 2021
 
Acompanhamento da Aprendizagem Ed. Infantil
Acompanhamento da Aprendizagem Ed. Infantil Acompanhamento da Aprendizagem Ed. Infantil
Acompanhamento da Aprendizagem Ed. Infantil
 
Apostila 1º semestre da Educação Infantil Nível I e II e Ciclo de Alfabetização
Apostila 1º semestre da Educação Infantil Nível I e II e Ciclo de AlfabetizaçãoApostila 1º semestre da Educação Infantil Nível I e II e Ciclo de Alfabetização
Apostila 1º semestre da Educação Infantil Nível I e II e Ciclo de Alfabetização
 
Avaliação diag escrita - pré -escola ii - blog da tia iolanda
Avaliação diag   escrita - pré -escola ii - blog da tia iolandaAvaliação diag   escrita - pré -escola ii - blog da tia iolanda
Avaliação diag escrita - pré -escola ii - blog da tia iolanda
 
Varal das letras 02 ótimo
Varal das letras 02   ótimoVaral das letras 02   ótimo
Varal das letras 02 ótimo
 
Pacto livreto
Pacto livretoPacto livreto
Pacto livreto
 
Iolanda sou eu professora
Iolanda sou eu professoraIolanda sou eu professora
Iolanda sou eu professora
 
Alfabeto Varal - Grande
Alfabeto Varal - GrandeAlfabeto Varal - Grande
Alfabeto Varal - Grande
 
Educação - Professora
Educação - ProfessoraEducação - Professora
Educação - Professora
 
Alfabeto menor varal
Alfabeto menor varalAlfabeto menor varal
Alfabeto menor varal
 
Alfabeto menor varal
Alfabeto menor varalAlfabeto menor varal
Alfabeto menor varal
 

Último

Pintura Romana .pptx
Pintura Romana                     .pptxPintura Romana                     .pptx
Pintura Romana .pptx
TomasSousa7
 
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
ValdineyRodriguesBez1
 
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
LucianaCristina58
 
“A classe operária vai ao paraíso os modos de produzir e trabalhar ao longo ...
“A classe operária vai ao paraíso  os modos de produzir e trabalhar ao longo ...“A classe operária vai ao paraíso  os modos de produzir e trabalhar ao longo ...
“A classe operária vai ao paraíso os modos de produzir e trabalhar ao longo ...
AdrianoMontagna1
 
educação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmente
educação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmenteeducação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmente
educação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmente
DeuzinhaAzevedo
 
Sinais de pontuação
Sinais de pontuaçãoSinais de pontuação
Sinais de pontuação
Mary Alvarenga
 
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdfPowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
1000a
 
Caderno de Formação_PORTUGUÊS ESTRAN.pdf
Caderno de Formação_PORTUGUÊS ESTRAN.pdfCaderno de Formação_PORTUGUÊS ESTRAN.pdf
Caderno de Formação_PORTUGUÊS ESTRAN.pdf
carlaslr1
 
Fato X Opinião (Língua Portuguesa 9º Ano).pptx
Fato X Opinião (Língua Portuguesa 9º Ano).pptxFato X Opinião (Língua Portuguesa 9º Ano).pptx
Fato X Opinião (Língua Portuguesa 9º Ano).pptx
MariaFatima425285
 
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptxA dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
ReinaldoSouza57
 
LIÇÃO 9 - ORDENANÇAS PARA UMA VIDA DE SANTIFICAÇÃO.pptx
LIÇÃO 9 - ORDENANÇAS PARA UMA VIDA DE SANTIFICAÇÃO.pptxLIÇÃO 9 - ORDENANÇAS PARA UMA VIDA DE SANTIFICAÇÃO.pptx
LIÇÃO 9 - ORDENANÇAS PARA UMA VIDA DE SANTIFICAÇÃO.pptx
WelidaFreitas1
 
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptxSlides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Acróstico - Reciclar é preciso
Acróstico   -  Reciclar é preciso Acróstico   -  Reciclar é preciso
Acróstico - Reciclar é preciso
Mary Alvarenga
 
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do AssaréFamílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
profesfrancleite
 
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdfCADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
NatySousa3
 
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - AlfabetinhoAtividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
MateusTavares54
 
PROPOSTA CURRICULAR EDUCACAO FISICA.docx
PROPOSTA CURRICULAR  EDUCACAO FISICA.docxPROPOSTA CURRICULAR  EDUCACAO FISICA.docx
PROPOSTA CURRICULAR EDUCACAO FISICA.docx
Escola Municipal Jesus Cristo
 
EJA -livro para professor -dos anos iniciais letramento e alfabetização.pdf
EJA -livro para professor -dos anos iniciais letramento e alfabetização.pdfEJA -livro para professor -dos anos iniciais letramento e alfabetização.pdf
EJA -livro para professor -dos anos iniciais letramento e alfabetização.pdf
Escola Municipal Jesus Cristo
 
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdfUFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
Manuais Formação
 
Egito antigo resumo - aula de história.pdf
Egito antigo resumo - aula de história.pdfEgito antigo resumo - aula de história.pdf
Egito antigo resumo - aula de história.pdf
sthefanydesr
 

Último (20)

Pintura Romana .pptx
Pintura Romana                     .pptxPintura Romana                     .pptx
Pintura Romana .pptx
 
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
 
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
 
“A classe operária vai ao paraíso os modos de produzir e trabalhar ao longo ...
“A classe operária vai ao paraíso  os modos de produzir e trabalhar ao longo ...“A classe operária vai ao paraíso  os modos de produzir e trabalhar ao longo ...
“A classe operária vai ao paraíso os modos de produzir e trabalhar ao longo ...
 
educação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmente
educação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmenteeducação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmente
educação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmente
 
Sinais de pontuação
Sinais de pontuaçãoSinais de pontuação
Sinais de pontuação
 
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdfPowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
 
Caderno de Formação_PORTUGUÊS ESTRAN.pdf
Caderno de Formação_PORTUGUÊS ESTRAN.pdfCaderno de Formação_PORTUGUÊS ESTRAN.pdf
Caderno de Formação_PORTUGUÊS ESTRAN.pdf
 
Fato X Opinião (Língua Portuguesa 9º Ano).pptx
Fato X Opinião (Língua Portuguesa 9º Ano).pptxFato X Opinião (Língua Portuguesa 9º Ano).pptx
Fato X Opinião (Língua Portuguesa 9º Ano).pptx
 
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptxA dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
 
LIÇÃO 9 - ORDENANÇAS PARA UMA VIDA DE SANTIFICAÇÃO.pptx
LIÇÃO 9 - ORDENANÇAS PARA UMA VIDA DE SANTIFICAÇÃO.pptxLIÇÃO 9 - ORDENANÇAS PARA UMA VIDA DE SANTIFICAÇÃO.pptx
LIÇÃO 9 - ORDENANÇAS PARA UMA VIDA DE SANTIFICAÇÃO.pptx
 
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptxSlides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
 
Acróstico - Reciclar é preciso
Acróstico   -  Reciclar é preciso Acróstico   -  Reciclar é preciso
Acróstico - Reciclar é preciso
 
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do AssaréFamílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
 
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdfCADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
 
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - AlfabetinhoAtividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
 
PROPOSTA CURRICULAR EDUCACAO FISICA.docx
PROPOSTA CURRICULAR  EDUCACAO FISICA.docxPROPOSTA CURRICULAR  EDUCACAO FISICA.docx
PROPOSTA CURRICULAR EDUCACAO FISICA.docx
 
EJA -livro para professor -dos anos iniciais letramento e alfabetização.pdf
EJA -livro para professor -dos anos iniciais letramento e alfabetização.pdfEJA -livro para professor -dos anos iniciais letramento e alfabetização.pdf
EJA -livro para professor -dos anos iniciais letramento e alfabetização.pdf
 
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdfUFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
 
Egito antigo resumo - aula de história.pdf
Egito antigo resumo - aula de história.pdfEgito antigo resumo - aula de história.pdf
Egito antigo resumo - aula de história.pdf
 

SEQUÊNCIA DIDÁTICA DO 1º 2º 3º ano

  • 1. Orientadora de Estudo: Iolanda Sá GOVERNO DO ESTADO DO AMAPÁ SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO – SEMED PACTO NACIONAL PELA ALFABETIZAÇÃO NA IDADE CERTA SEQUÊNCIA DIDÁTICA: MEU NOME Laranjal do Jari-Ap 2016 IOLANDA SANDRA AMOR PUDIM IOLANDA
  • 2. Orientadora de Estudo: Iolanda Sá Visando a promoção do desenvolvimento do trabalho pedagógico com professores do Ciclo de Alfabetização, construímos uma SEQUÊNCIA DIDÁTICA denominada: MEU NOME, tendo como eixo norteador a apropriação do sistema de escrita alfabética com base em atividade orientada pela UNIFAP para construção do artigo a ser apresentado no Seminário Final do PNAIC – 2016. Não podemos falar em Sequência Didática sem alinhar e contextualizar ao currículo da escola que não são conteúdos prontos a serem passados aos alunos, mas perpassam por uma construção coletiva de conhecimentos e práticas produzidas na sala de aula em dinâmicas sociais, políticas, culturais, intelectuais e pedagógicas. Assim, o Currículo torna-se um instrumento de formação humana e as atividades a serem propostas precisam de objetivos bem definidos, com intencionalidades bem delineadas, não somente para o professor, mas também para o aluno. Dessa forma, é possível conhecer, sinalizar e favorecer aos alunos um trabalho sequenciado, organizado, um continuum da aprendizagem que nos permita intervir a fim de aumentar os níveis de aprendizagem dos alunos do ciclo de alfabetização. O QUE É UMA SEQUÊNCIA DIDÁTICA? É oconjunto de atividades escolares organizadas, de maneira sistemática, em torno de um gênero textual ORAL ou ESCRITO. QUAL O OBJETIVO DE UMA SEQUÊNCIA DIDÁTICA? Visa o aperfeiçoamento das práticas de escrita e produção oral mediante a aquisição de procedimentos e práticas de cunho pedagógico, segundo (Dolz, Noverraz e Schneuwly) (2004, p.82). Em direção semelhante, Zabala (1998, p.18), explica que a Sequência Didática é um conjunto de atividades ordenadas, estruturadas e articuladas para a realização e consolidação dos objetivos que possibilita pensar o trabalho pedagógico de modo articulado, sistematizado e contextualizado com vistas à progressão das capacidades previstas para o ciclo de alfabetização. A diferença básica entre o Projeto Didático e a Sequência Didática é que no projeto didático o planejamento e avaliação do trabalho acontecem de forma compartilhada, com mais ação, mais movimentos, ou seja, as crianças participam da organização de modo direto, para resolver um produto final que se quer obter. Na Sequência, o planejamento das atividades e a ordem do plano trabalho são centrados no professor, é ele quem monitora, articula e acompanha todo processo, não necessariamente precisa ter um produto final, basta que os objetivos sejam consolidados, sanados, ou seja, que a criança tenha aprendido o que foi proposto ensinar. Com a mesma importância, elaboramos o manual dos DIREITOS DE APRENDIZAGEM com objetivos instituídos para melhorar a ALFABETIZAÇÃO INCOMPLETA e o LETRAMENTO INSUFICIENTE, bem como a progressão das capacidades a serem adquiridas e consolidadas durante o Ciclo de Alfabetização.
  • 3. Orientadora de Estudo: Iolanda Sá Assim, este manual visa assegurar o cumprimento da Lei Federal 13.005, de 25 de junho de 2014 do Plano Nacional de Educação – PNE, Meta 5, bem como a Lei Municipal 521 de 19 de junho de 2015 do Plano Municipal de Educação – PME, mas especificamente: META 03 – Alfabetização até o 3º Ano Alfabetizar todas as crianças, no máximo, até o final do 3º Ano do Ensino Fundamental. Estratégia 3.9 – garantir e promover até o final do primeiro ano de vigência do PME, um ambiente alfabetizador lúdico e funcional, laboratório de ciências e tecnologia, cantinho de leitura, dinamizando o processo de ensino adequado a cada faixa etária. Por que é importante trabalhar com a Sequência Didática utilizando o nome da criança?Por entender que tudo começa a partir do próprio da criança, além de marcar uma das primeiras experiências da vida dela com palavras estáveis, a escrita do nome próprio como função social, como eixo de sua identidade permitirá ao aluno aprendizagem significativa. À medida que as crianças vão se apropriando do sistema de escritaalfabética, vai também percebendo suas regularidades e singularidades, quantidades, disposição de letras e combinações de sons, e compreendendo que o sistema notacional acontece de maneira sistematizada e organizada. Por fim, na situação de institucionalização, o professor atua como organizador das informações, sistematizando os conhecimentos e ajudando os alunos a integrarem as informações disponibilizadas durante toda a sequência. A Sequência Didática trabalhando o nome próprio da criança está organizada em dez MOMENTOS. Para cada dia pensamos em quatro Tempos de Aprendizagem: 1. Momento da leitura; 2. Momento da escrita; 3. Momento com os jogos/vivências; 4. Momento do registro feito pelas crianças. Sabendo da importância e contribuição de cada professor alfabetizador para garantir os DIREITOS DE APRENDIZAGEM de meninos e meninas, desejamos votos de sucesso e sabedoria para conduzir nossas crianças ao alcance da zona de desenvolvimento proximal como diz Vygotsky e consolidar a aprendizagem de meninos e meninas do vale do Jari. 1º MOMENTO DESENVOLVIMENTO: 1º DIA Momento da leitura Livro: Guilherme Augusto Araújo Fernandes 1º Momento: Predição a) Observe as imagens da capa, do que falará a história? Quem são os personagens? Em que lugar a história aconteceu? b) Após a identificação do título, qual a relação título-imagem. Realizar a leitura do livro/sinopse pelo professor, reapresentando título e autoras.
  • 4. Orientadora de Estudo: Iolanda Sá EIXO ESTRURURANTE: FATOS HISTÓRICOS (5) Comparar as memórias dos grupos de convívio locais a respeito dos patrimônios culturais da localidade, com as memórias veiculadas pelos dados oficiais (ou governamentais). EIXO DE LEITURA DIREITO DE APRENDIZAGEM (4) Antecipa sentidos e ativo conhecimento prévios relativos aos textos a serem lidos pelo professor ou pelas Crianças. 1º ANO I/A, 2º ANO A/C, 3º ANO A/C. (10) Identifica semelhanças sonoras em sílabas e em rimas. 1º ANO - I/A/C. (1) (2) (1) Lê textos não verbais, em diferentes suportes. (3) 1º ANO I/A, 2º ANO A/C, 3º ANO A/C. EIXO DE ORALIDADE - DIREITO DE APRENDIZAGEM (1) Participa de interações orais em sala de aula, questionando sugerindo, argumentando e respeitando os turnos de fala. 2º Momento: Explorar a história confirmando as hipóteses levantadas. (Sugestão: como estratégia de leitura, enfatizar as partes da história que responderão as perguntas abaixo). Após a leitura questionar: a) Quem era Guilherme Augusto Araújo Fernandes? b) Onde aconteceu a história? c) Quem apareceu na história? Quais foram os nomes? d) Quem era a DONA ANTÔNIA? O que ela perdeu? e) Para você, o que é memória? f) Você lembra do nome completo do menino que apareceu na história? Depois perguntar: a) Gostaram da história? b) O que mais gostaram? c) O que não gostaram? d) Quem ilustrou a imagem? Você considera o Guilherme bonito? e) Alguém tem o mesmo nome do personagem principal da história? Quais as letras do nome GUILHERME? f) Alguma dessas letras está presente no seu nome? Momento da escrita/Atividade gráfica EIXO DE ORALIDADE - DIREITO DE APRENDIZAGEM – (1) Participa de interações orais em sala de aula, questionando sugerindo, argumentando e respeitando os turnos de fala. (3) Planejar intervenções orais em situações públicas exposições orais, debate, contação de história. Atividade: Autodesenho: a criança será solicitada a desenhar, em folha ofício, como se vê e abaixo da autoimagem escreverá seu nome (1º e 2º anos – escrita espontânea do nome; 3º ano – nome completo). Em rodada de conversa, os alunos se apresentarão e falarão sobre seus gostos... Depois com ajuda do professor(a) construirá um mural na sala com os desenhos da turma. Ainda na rodinha, o professor entregará ficha/crachá com a escrita de seus nomes completo. Atividade: Construindo um crachá Com o apoio do crachá, entregue no momento anterior, oriente a criança a fazer a escrita convencional no próprio nome. Solicite o uso do crachá diariamente até consolidar o direito de escrever o nome completo.
  • 5. Orientadora de Estudo: Iolanda Sá Jogo/Vivência EIXO ESTRUTURANTE: ESCRITA - DIREITO DE APRENDIZAGEM: (9) Escrever o próprio nome. 1º ANO - I/A/C Refletir com as crianças como podemos escrever os nomes? O que precisamos para escrevê-los? ...Lápis?Papel?...Letras? Questionar se conhecem as letras? Pra que servem? Se são iguais os números? Se podemos escrever com os números?... Depois de todos os alunos confeccionarem os crachás, é possível separar a turma em dois grandes grupos e jogar forca com o nome dos alunos. No final da aula, recolher os crachás(ver anexo - 04). Registro Ao confeccionar o seu próprio crachá e escrever seu nome, o momento de registro esteve contemplado. 2º MOMENTO DESENVOLVIMENTO: 2º DIA Momento da leitura EIXO ESTRUTURANTE: LEITURA DIREITO DE APRENDIZAGEM: (1) Lê textos não verbais, em diferentes suportes. (4) Ler frases com estrutura simples. EIXO ESTRUTURANTE: ANÁLISE LINGUISTÍSTICA: APROPRIAÇÃO DO SISTEMA DEESCRITA ALFABÉTICA (10) Identificar semelhanças sonoras em sílabas e em rimas. EIXO ESTRUTURANTE: ORALIDADE DIREITO DE APRENDIZAGEM (1) Participar de interações orais em sala de aula, questionando sugerindo, argumentando e respeitando os turnos de fala. 1º ANO, I/A, 2º ANO A/C, 3º ANO C. 3 Planejar intervenções orais em situações públicas exposições orais, debate, contação (Entrega dos crachás- sugestões: um aluno pode LER e entregar para os colegas ou a professora pode exibir o crachá e os alunos leem coletivamente) Atividade: Perguntar: quem se lembra da história contada no dia anterior? Quem se lembra do título? A história tratava de que assunto? Reler a história para os alunos. Escrever o título do livro no quadro. Chamar atenção dos alunos para o nome completo e nele a existência de prenome (Guilherme Augusto) e de sobrenome (Araújo Fernandes). Lembrar que prenome é nome que precede o nome de família. Perguntar qual o prenome dos alunos? Retornar ao livro Guilherme Augusto Araújo Fernandes e registrar no quadro com a ajuda dos alunos o prenome de todos os personagens em uma coluna. Falar um pouco sobre rima (é uma repetição de sons do final das palavras). Retomar a leitura do livro e observar as rimas. Na outra coluna (em destaque), escrever as palavras da história que rimam com os nomes dos personagens. SRA. SILVANO PIANO SR. CERVANTES HISTÓRIAS
  • 6. Orientadora de Estudo: Iolanda Sá dehistória. 1º ANO I, 2º ANO A/C, 3º ANO C. ARREPIANTES SR. VALDEMAR REMAR SRA. MANDALA BENGALA SR. POSSANTE GIGANTE Circular com os alunos onde acontecem as rimas. Sugerimos o trabalho com o poema INFÂNCIA, da autora Sônia Miranda, pois a partir dele os alunos podem brincar com as palavras, uma vez que irão ouvir e ler rimas sobre o nome de crianças e brincadeiras, o que pode tornar o momento da aula bastante prazeroso. Escreva o poema no quadro ou em papel madeira. Observe: INFÂNCIA ANINHA PULA AMARELINHA HENRIQUE BRINCA DE PIQUE MARÍLIA DE MÃE E FILHA MARCELO É O REI DO CASTELO MARIAZINHA SUA RAINHA CAROLA BRINCA DE BOLA RENATO DE GATO E RATO JOÃO DE POLÍCIA E LADRÃO JOAQUIM ANDA DE PATINS TIETA DE BICICLETA E JANETE DE PATINETE LUCINHA! EU ESTOU SOZINHA. VOCÊ QUER BRINCAR COMIGO?
  • 7. Orientadora de Estudo: Iolanda Sá Fonte: http://umaprofessoramaluquinha.com.br/2013/01/03/sequenci a-didatica-poema-infancia/ Solicitar a alguns alunos que venham até o quadro registrar as rimas que aprenderam com a leitura do texto INFÂNCIA. Momento da escrita/Atividade gráfica EIXO ESTRUTURANTE: LEITURA DIREITO DE APRENDIZAGEM: (3) Ler palavras com sílabas no padrão canônico e não canônica, ou seja, simples e complexas. EIXO ESTRUTURANTE: DE ANÁLISE LINGUÍSTICA: DIREITO DE APRENDIZAGEM (10) Identificar semelhanças sonoras em sílabas e em rimas - 1º ANO I/A/C (11) Reconhecer que as sílabas variam quanto às suas composições. 1º ANO I/A/C 2º ANO I/A/C 3º ANO I/A/C Atividade: na lousa, fazer um quadro com alguns nomes de alunos da turma. O professor, como escriba, registrará as rimas produzidas pelos alunos para cada nome. Em seguida, cada criança escreverá o nome de outros alunos da turma e as palavras que rimam com tais nomes. Não esquecer de observar a terminação da rima. Em seguida, os alunos de 2º e 3º anos completam o texto abaixo que pode ser xerocopiado ou feito no quadro.  Complete as rimas para formar um novo poema. Vou comprar um presentinho, Para meus amiguinhos. O que será que vou dar? Vocês vão adivinhar. Para o ___________________________ Vou dar um _______________________ Para a ____________________________ Vou dar uma _______________________ Para o ____________________________ Vou dar um ________________________ Para a _____________________________ Vou dar uma _______________________ Para o ______________________________ Vou dar um __________________________ Para a _______________________________ Vou dar uma __________________________ Jogo/Vivência Brincadeira: A Canoa Virou (letra em anexo - 01) Material Necessário: Os alunos, o professor e as tarjetas/dobraduras/crachás com o nome de todas das crianças da turma. Os alunos sentados em roda vão brincar cantando a música: “A Canoa Virou”. À medida que a música for sendo cantada, o professor, passará um objeto até que ele pare, então, a criança que ficar com o objeto na mão falará seu nome completando a música,
  • 8. Orientadora de Estudo: Iolanda Sá EIXO ESTRUTURANTE: Numérico e Algébrico DIREITO DE APRENDIZAGEM: (1) Associar a contagem de coleções de objetos à representação numérica das suas respectivas quantidades. 1º ANO I/A/C 2º ANO I/A/C 3º ANO I/A/C em seguida procurará o CRACHÁ com seu nome identificando a letraINICIAL e FINAL, contando quantas letras e quantas sílabas há em seu nome.Depois fazer a análise estrutural do nome com algumas crianças. Registro EIXO ESTRUTURANTE: ESCRITA DIREITO DE APRENDIZAGEM: (10) Escrever o próprio nome 1º ANO I/A/C 2º ANO I/A/C 3º ANO I/A/C Atividade:Pedir aos alunos que elas escrevam seu NOME COMPLETO e que circulem o SOBRENOME. (intervenção com as crianças que apresentaram dificuldades nas atividades anteriores). Recolher os crachás. 3º MOMENTO DESENVOLVIMENTO: 3º DIA Momento da leitura EIXO ESTRUTURANTE: LEITURA DIREITO DE APRENDIZAGEM: (2) Ler textos verbais e não verbais. EIXO ESTRUTURANTE: ESCRITA DIREITO DE APRENDIZAGEM: (10) Escrever frases curtas e longas. 1º ANO I/A/C 2º ANO I/A/C 3º ANO I/A/C O professor deverá apresentar e fazer a leitura coletiva da lista de nomes dos alunos da turma (afixada na parede). Antes da entrega dos crachás, dividir a sala em grupo e entregar letras móveis confeccionado em tampinhas de pet para as equipes. Avisar que vai dizer alguns nomes de alunos da sala e os alunos devem montar o nome mencionado o mais rápido possível. A equipe que formar primeiro deve dizer quais as letras utilizadas, comparar com o crachá da criança. Após a atividade, entregar os crachás para toda a turma. Livro: Guilherme Augusto Araújo Fernandes Produzir um texto a partir do resumo feito do livro (reconto oral da aula anterior), fatiar e propor a organização textual coletivamente. Em seguida, apresentar fichas com os nomes dos personagens do livro propondo a análise estrutural dessas palavras. (letra inicial, letra final, quantidade de letras, rimas).
  • 9. Orientadora de Estudo: Iolanda Sá 4º MOMENTO DESENVOLVIMENTO: 4º DIA Antes da entrega de crachás, dividir a turma em duplas, pensar em nomes de alunos da turma e ditar letra por letra do nome, Ex: M-A-R- T-A. Os alunos registrarão os nomes e lerão. Depois apontar duplas e perguntar de quem é esse nome. Perguntar se a turma concorda com o que disse a dupla. Para corrigir, escrever no quadro as letras Momento da escrita/Atividade gráfica Atividade: Desenhar os personagens da história e escrever o nome deles. Jogo/Vivência EIXO ESTRUTURANTE: ESCRITA DIREITO DE APRENDIZAGEM: (10) Escrever o próprio nome 1º ANO I/A/C Atividade: Crachás/tarjetas com o nome completo Em círculo, distribuir os crachás com o nome completo das crianças no chão e solicitar para que cada um, por vez, identifique seu nome. Registro EIXO ESTRUTURANTE: Numérico e Algébrico DIREITO DE APRENDIZAGEM: (1) Associar a contagem de coleções de objetos à representação numérica das suas respectivas quantidades. EIXO ESTRUTURANTE: ANÁLISE LINGUISTÍSTICA: APROPRIAÇÃO DO SISTEMA DE ESCRITA ALFABÉTICA (2) Reconhece e nomeia as letras do alfabeto 1º ANO I/A/C 2º ANO I/A/C 3º ANO I/A/C Atividade xerocopiada ou no quadro: A partir do crachá/ficha identificada. Para 1º e 2º Ano: ESCREVA SEU NOME:________________ QUANTAS LETRAS TEM? _________________ QUAL É A LETRA INICIAL? __________ QUANTAS VEZES ABRE A BOCA PARA FALAR O SEU NOME?____________ Circule a letra INICIAL e FINAL do seu nome. Para o 3º Ano: ESCREVA SEU NOME COMPLETO:________________ Pintar os espaços entre nome e sobrenomes QUANTOS SOBRENOMES SÃO? _________________ QUAL É SEU O PRIMEIRO SOBRENOME? __________ QUANTAS LETRAS TÊM SEU PRIMEIRO SOBRENOME? Circule a letra INICIAL e FINAL de seu primeiro SOBRENOME. Corrija a atividade e, em seguida, recolha os crachás.
  • 10. Orientadora de Estudo: Iolanda Sá Momento da leitura EIXO ESTRUTURANTE: ANÁLISE LINGUISTÍSTICA: APROPRIAÇÃO DO SISTEMA DE ESCRITA ALFABÉTICA (2) Reconhecer e nomeia as letras do alfabeto. 1º ANO I/A/C 2º ANO I/A/C 3º ANO I/A/C mencionadas e pedir para turma ler. Entregar os crachás. Livro: Guilherme Augusto Araújo Fernandes Realizar breve lembrança da história; se possível, fazer a releitura da história. Construir na lousa um grande quadro dividido ao meio. Apresentando fichas com nomes que apareceram na história e nomes similares. Em seguida, dividir a classe em dois grupos e pedir que uma criança de cada grupo por vez afixe uma ficha como pertencente ou não à história. PERTENCE NÃO PERTENCE Momento da escrita/ Atividade gráfica EIXO ESTRUTURANTE: LEITURA DIREITO DE APRENDIZAGEM: (1) Identificar as letras do alfabeto Atividade: A partir dos nomes que pertencem à história, solicitar dos alunos a escrita de nomes que se iniciam com a mesma letra (terão como apoio a pesquisa na lista de nomes dos alunos disposta na sala). SILVANO = SABRINA, SILVIO, SARA, SUELI. Para as turmas de 1º ano: SILVANO=SABRINA, SILVIO, SARA, SUELI (a primeira letra deve ser destacada, realizando a análise estrutural da palavra). Jogo/Vivência EIXO ESTRUTURANTE: ANÁLISE LINGUISTÍSTICA: APROPRIAÇÃO DO SISTEMA DE ESCRITA ALFABÉTICA (6) Usar diferentes tipos de letras em situações de escritas de palavra e textos. 1º ANO I/A/C 2º ANO I/A/C 3º ANO I/A/C Atividade: Lista de nomes O professor lerá com seus alunos a lista de nomes da turma, observando nomes que se repetem. Para as turmas de 1º ano: Confeccionar um diagrama solicitando que o aluno escreva seu primeiro nome com ou sem apoio a ficha. P E D R O Os alunos de 2º e 3º anos receberão meia folha de papel ofício para construir uma cartela de bingo. Após traçarem seis espaços, completarão com também seis nomes contidos na lista de nomes da classe. A professora realizará então o Bingo de Nomes. Exemplo: BENEDITA IOLANDA GUILHERME LUCILENE OZANEIDE SANDRA Atividade xerocopiada ou no quadro:
  • 11. Orientadora de Estudo: Iolanda Sá Registro EIXO ESTRUTURANTE: Numérico e Algébrico DIREITO DE APRENDIZAGEM: (2) Associar a denominação do número à sua respectiva representação simbólica. EIXO ESTRUTURANTE: ESCRITA DIREITO DE APRENDIZAGEM: (10) Escrever o próprio nome. 1º ANO I/A/C 2º ANO I/A/C 3º ANO I/A/C Para o 1º e 2º Ano: ESCREVA SEU NOME COMPLETO ______________________ QUAL É A LETRA INICIAL? ______ E FINAL? _____________ QUANTAS LETRAS TÊM SEU NOME? _____ Pinte a letra inicial e final de seu nome. QUAL É O SEU SEGUNDO SOBRENOME? _________________ QUANTAS LETRAS TÊM SEU SEGUNDO SOBRENOME? _____ Pinte a letra inicial e final de seu segundo sobrenome Para o 3º Ano: ESCREVA SEU NOME COMPLETO ______________________ QUAL É O SEU SEGUNDO SOBRENOME? _________________ QUANTAS LETRAS TÊM SEU SEGUNDO SOBRENOME? _____ Pinte a letra inicial e final de seu segundo sobrenome. 5º MOMENTO DESENVOLVIMENTO: 5º DIA Momento da leitura EIXO ESTRUTURANTE: LEITURA DIREITO DE APRENDIZAGEM: (3) Ler palavras com sílabas no padrão canônico, ou seja, sílabas simples. Livro: Guilherme Augusto Araújo Fernandes Realizar a leitura coletiva do resumo do texto fatiado transcrito em papel madeira. Em seguida, convidar os alunos para ir à lousa para apontar/circular as palavras escolhidas pelo professor. Momento da escrita/Atividade gráfica EIXO ESTRURURANTE: FATOS HISTÓRICOS (5) Comparar as memórias dos grupos de convívio locais a respeito dos patrimônios culturais da localidade, com as memórias veiculadas pelos dados oficiais ou governamentais. Atividade: História em quadrinhos Pegue uma folha ofício e dobre ao meio por duas vezes (ao abrir a folha, terá formado quatro quadrados). Na rodinha convidar as crianças para serem ilustradores da história (falar da importância deste). Apresentar a folha de cartolina ou papel madeira e falar que as crianças irão desenhar cada parte da história de acordo com os acontecimentos. Solicite dos alunos a contação da história através de desenhos e de palavras para quem já domina a escrita.
  • 12. Orientadora de Estudo: Iolanda Sá Jogo/Vivência EIXO ESTRUTURANTE: LEITURA DIREITO DE APRENDIZAGEM: (1) Identificar as letras do alfabeto 1º ANO I/A/C 2º ANO I/A/C 3º ANO I/A/C Atividade: Lista de nomes Em círculo, entregar a cada criança O CRACHÁ que não seja a sua. Pedir que se dirijam à lousa e afixe no espaço destinado. NOMES DE MENINOS NOMES DE MENINAS a) Quantos nomes começam com a letra A? b) Têm MAIS nomes começando com essa letra? c) Tem algum nome começando com a letra Z? Por quê? Registro EIXO ESTRUTURANTE: ESCRITA DIREITO DE APRENDIZAGEM: (10) Escrever o próprio nome 1º ANO I/A/C 2º ANO I/A/C 3º ANO I/A/C Atividade: Escrita do NOME COMPLETO sem o apoio da ficha/crachá. 6º MOMENTO DESENVOLVIMENTO: 6º DIA Momento da leitura EIXO ESTRUTURANTE: LEITURA DIREITO DE APRENDIZAGEM: (3) Reconhecer a finalidade do texto. EIXO DA ORALIDADE – DIREITO DE APRENDIZAGEM (1) Participar de interações orais em sala de aula, questionando sugerindo, argumentando e respeitando os turnos de fala. Apresentação da música: TODAS AS COISAS TÊM NOME. (ver anexo - 02) Leitura da letra da música e interpretação oral do texto. Refletir sobre nome e apelido. Refletir com as crianças QUE TODAS AS COISAS TEM NOME, porém somente as PESSOAS TEM SOBRENOME. Por que cada um de nós tem um nome? Pra que serve o nome? E o sobrenome? Sabem o que é?... Leitura (cantada e apontada) da música, cantar apontando as palavras. Atividade: Leitura dos nomes dos alunos apontando na lista afixada na sala. Mostrando o crachá/ficha, o professor faz intervenções. De quem será
  • 13. Orientadora de Estudo: Iolanda Sá Momento da escrita/Atividade gráfica EIXO ESTRUTURANTE: LEITURA DIREITO DE APRENDIZAGEM: (1) Identificar as letras do alfabeto. este nome? Adivinhe se puder! Mostrar a primeira letra, enquanto cobre as demais. Ir descobrindo as letras (utilizando outro cartão) conforme as crianças falam os nomes. Então, falar o nome do aluno do referido crachá. Os alunos receberão o alfabeto móvelcom tampinhas de pet, ou alfabeto varalpara montar seu próprio nome, e continuar montando os nomes dos colegas. Jogo/Vivência Esse tempo foi contemplado na atividade anterior. Registro EIXO ESTRUTURANTE: TEMPO HISTÓRICO. (8) Ordenar (sincrônica e diacronicamente) os fatos históricos de ordem pessoal e familiar. Atividade para ser realizada em casa: Pesquisa oral sobre a origem do nome. 7º MOMENTO DESENVOLVIMENTO: 7º DIA Momento da leitura EIXO DA ORALIDADE: DIREITO DE APRENDIZAGEM (2) Escuta com atenção textos de diferentes gêneros, sobretudo os mais formais, comuns em situações públicas, analisando-os criticamente. Em roda de conversa, retomar a pesquisa sobre a origem do nome, dando espaço para que as crianças socializem as informações e escute com atenção, respeitando o tempo de fala dos colegas.
  • 14. Orientadora de Estudo: Iolanda Sá Momento de escrita/Atividade gráfica EIXO ESTRUTURANTE: ESCRITA DIREITO DE APRENDIZAGEM: (1) Escrever o próprio nome. 1º ANO-I/A/C 2º ANO-I/A/C 3º ANO-I/A/C Atividade xerocada: carteira de identidade (em anexo - 03). Preencher a frente da identidade, se necessário utilizar a ficha. Jogo/Vivência EIXO ESTRURURANTE: SUJEITO HISTÓRICO (3) Dialogar e formular reflexões a respeito das semelhanças e das diferenças identificadas entre os membros dos grupos de convívio dos quais participa (familiares, étnico-culturais, profissionais, escolares, de vizinhança, religiosos, recreativos, artísticos, esportivos, políticos, dentre outros), atualmente e no passado. 1º ANO - I/A, 2º ANO - I/A, 3º ANO - I/A/C Atividade: Caixa Surpresa: Caixa de papelão enfeitada com um espelho colado no fundo. O professor dirá às crianças que trouxe um presente especial. Reúna as crianças naRodinha e comente sobre as diferenças entre elas. Então passe a caixa para que cada um veja a surpresa. Avise “Ao abrirem a caixa vocês encontrarão uma surpresa”. Deixe que cada um se surpreenda e se observem com calma. Ressalte a importância de cada um na escola, na família e no mundo. Registro Esse tempo foi contemplado na atividade de escrita.
  • 15. Orientadora de Estudo: Iolanda Sá 8º MOMENTO DESENVOLVIMENTO: 8º DIA Momento da leitura EIXO ESTRURURANTE: GEOGRAFIA (4) Ler, interpretar e representar o espaço por meio de mapas simples. Eu e minha escola Leitura Deleite: NA ESCOLA SOMOS TODOS IGUAIS. (breve vídeo); Refletir sobre a escola em sua estrutura física e humana; Convidar para fazer uma rodinha e realizar a predição. Em seguida, será a leitura feita pelo professor(a). Jogo/Vivência EIXO ESTRURURANTE: GEOGRAFIA (4) Ler, interpretar e representar o espaço por meio de mapas simples. (7) Ler o espaço geográfico de forma crítica através das categorias lugar, território, paisagem e região. Atividade: Realizar o reconhecimento da estrutura da escola através de um passeio interno. Informar sobre a história do nome da escola, apresentar os demais profissionais que fazem parte do ambiente escolar. Momento da escrita/Atividade gráfica EIXO ESTRURURANTE: GEOGRAFIA (4) Ler, interpretar e representar o espaço por meio de mapas simples. Em uma folha de papel A/4, desenhar de forma espontânea a escola e socializar o desenho com a turma. Sugestão: Atividade em dupla. Construção do nome dos espaços da escola com alfabeto móvel, com tampinhas de PET e alfabeto varal. Registro Atividade: O professor realizará breve “biografia” da escola (origem do nome da escola, data da inauguração, as modificações que fora feitas ao longo do tempo e a idade da escola). Em seguida, os alunos farão o registro no caderno. Para os alunos de 1º e 2º anos:
  • 16. Orientadora de Estudo: Iolanda Sá EIXO ESTRUTURANTE: PRODUÇÃO DE TEXTOS ESCRITOS DIREITO DE APRENDIZAGEM (3) Produz textos de diferentes gêneros, atendendo a diferentes finalidades, por meio da ajuda de um escriba. 1º ANO I/A/C 2º ANO I/A/C 3º ANO I/A/C Escrever o nome da escola (com a intervenção do professor) e desenhar o ambiente da escola que a criança mais gosta de estar. 9º MOMENTO DESENVOLVIMENTO: 9º DIA Momento da leitura EIXO ESTRURURANTE: GEOGRAFIA (4) Ler, interpretar e representar o espaço por meio de mapas simples. (7) Ler o espaço geográfico de forma crítica através das categorias lugar, território, paisagem e região. Eu, a escola e a sala de aula Leitura Deleite: O professor definirá o livro a ser lido. Após a leitura, relacionar a LEITURA DELEITE de acordo com o tema: Eu, a escola e a sala de aula. Jogo/Vivência Atividade: Caixa surpresa: em círculo, o professor mostrará uma caixa decorada para turma que estão de olhos vendados. De um em um as crianças vão retirando as tarjetas com o nome dos coleguinhas e vai descrevendo o perfil do dono daquele nome de e dando dicas/características aos colegas sobre a pessoa para que a turma adivinhe de quem é o nome. Depois, visualizam, ler e escrever no caderno autoral. Momento da escrita/Atividade gráfica EIXO ESTRUTURANTE: ANÁLISE LINGUISTÍSTICA: APROPRIAÇÃO DO SISTEMA DE ESCRITA ALFABÉTICA (11) Saber procurar no dicionário a grafia correta de palavras. Dando continuidade àAtividade:o Professor irá produzir uma lista com o nome de outras pessoas. Essa atividade deve ser coletivo/individual, lousa, papel madeira, alfabeto móvel.... Registro Esse Tempo foi contemplado na atividade de escrita.
  • 17. Orientadora de Estudo: Iolanda Sá Observação: Este dia ficou reservado para que possamos registrar as atividades que consolidarão o trabalho desenvolvido durante a aplicação da Sequência Didática: Meu Nome. 10º MOMENTO DESENVOLVIMENTO: 10º DIA Momento da leitura Momento da escrita/Atividade gráfica . Jogo/Vivência Registro
  • 18. Orientadora de Estudo: Iolanda Sá ANEXO – 01 VOCÊ JÁ CONHECE A MÚSICA E A BRINCADEIRA DE RODA – A CANOA VIROU? CANTE-A DEPOIS COMPLETE COM O NOME DO COLEGA E ILUSTRE BEM BONITO. A CANOA VIROU PALAVRA CANTADA A CANOA VIROU, QUEM DEIXOU ELA VIRAR? FOI POR CAUSA DA(O) ______________________, QUE NÃO SOUBE REMAR. (BIS) SE EU FOSSE UM PEIXINHO E SOUBESSE NADAR EU TIRAVA A(O) ____________________________ LÁ DO FUNDO DO MAR... (2X) ILUSTRE A MÚSICA: A CANOA VIROU
  • 19. Orientadora de Estudo: Iolanda Sá ANEXO - 02 GENTE TEM SOBRENOME (AUTOR E COMPOSITOR - TOQUINHO). TODAS AS COISAS TÊM NOME CASA, JANELA E JARDIM COISAS NÃO TÊM SOBRENOME MAS A GENTE SIM TODAS AS FLORES TÊM NOME ROSA, CAMÉLIA E JASMIM FLORES NÃO TÊM SOBRENOME MAS A GENTE SIM O CHICO É BUARQUE, CAETANO É VELOSO O ARI FOI BARROSO TAMBÉM E TEM OS QUE SÃO JORGE, TEM O JORGE AMADO TEM OUTRO QUE É O JORGE BEN QUEM TEM APELIDO, DEDÉ, ZACARIAS MUSSUM E A FAFÁ DE BELÉM TEM SEMPRE UM NOME E DEPOIS DO NOME TEM SOBRENOME TAMBÉM TODO BRINQUEDO TEM NOME BOLA, BONECA E PATINS BRINQUEDOS NÃO TÊM SOBRENOME MAS A GENTE SIM COISAS GOSTOSAS TÊM NOME BOLO, MINGAU E PUDIM DOCES NÃO TÊM SOBRENOME MAS A GENTE SIM RENATO É ARAGÃO, O QUE FAZ CONFUSÃO CARLITOS É O CHARLES CHAPLIN E TEM O VINÍCIUS, QUE ERA DE MORAES E O TOM BRASILEIRO É JOBIM QUEM TEM APELIDO, ZICO, MAGUILA XUXA, PELÉ E HE-MAN TEM SEMPRE UM NOME E DEPOIS DO NOME TEM SOBRENOME TAMBÉM.
  • 20. Orientadora de Estudo: Iolanda Sá ANEXO – 03 CONHECENDO O DOCUMENTO DE IDENTIDADE DA CRIANÇA
  • 21. Orientadora de Estudo: Iolanda Sá ANEXO – 04 JOGO DA FORCA O JOGO DA FORCA É UM JOGO EM QUE O JOGADOR TEM QUE ACERTAR QUAL É A PALAVRA PROPOSTA, TENDO COMO DICA O NÚMERO DE LETRAS E O TEMA LIGADO À PALAVRA. A CADA LETRA ERRADA, É DESENHADA UMA PARTE DO CORPO DO ENFORCADO. O JOGO TERMINA OU COM O ACERTO DA PALAVRA OU COM O TÉRMINO DO PREENCHIMENTO DAS PARTES CORPÓREAS DO ENFORCADO. PARA COMEÇAR O JOGO SE DESENHA UMA BASE E UM RISCO CORRESPONDENTE AO LUGAR DE CADA LETRA. POR EXEMPLO, PARA A PALAVRA "MERCADO", SE ESCREVE: 1. M E R C A D O ------> _ _ _ _ _ _ _ O JOGADOR QUE TENTA ADIVINHAR A PALAVRA DEVE IR DIZENDO AS LETRAS QUE PODEM EXISTIR NA PALAVRA. CADA LETRA QUE ELE ACERTAR É ESCRITA NO ESPAÇO CORRESPONDENTE. 1. M E R C A D O M _ _ C A _ _ CASO A LETRA NÃO EXISTA NESSA PALAVRA, DESENHA-SE UMA PARTE DO CORPO (INICIANDO PELA CABEÇA, TRONCO, BRAÇOS…). O JOGADOR (QUE ESTÁ TENTANDO ADIVINHAR A PALAVRA) PODE ESCOLHER ENTRE FALAR UMA LETRA OU FAZER UMA TENTATIVA PERIGOSA DE TENTAR ADIVINHAR A PALAVRA FALANDO A PALAVRA QUE PENSA QUE É. CASO O JOGADOR DESEJE FAZER UMA TENTATIVA PERIGOSA DE TENTAR ADIVINHAR A PALAVRA FALANDO A QUE PENSA QUE É E FALE A PALAVRA ERRADA ELE PERDE NA HORA. O JOGO É GANHO SE A PALAVRA É ADIVINHADA. CASO O JOGADOR NÃO DESCUBRA QUAL PALAVRA É ELE QUE PERDE. O JOGADOR QUE TENTAVA ADIVINHAR A PALAVRA ANTES ENTÃO ESCOLHE UMA NOVA PALAVRA E INVERTEM-SE OS PAPÉIS.
  • 22. Orientadora de Estudo: Iolanda Sá ANEXO – 05 Guilherme Augusto Araújo Fernandes A HISTÓRIA GUILHERME AUGUSTO ARAÚJO FERNANDES, ESCRITO POR MEM FOX E ILUSTRADO POR JULIE VIVAS, TRATA DA AMIZADE DE UM MENINO COM UMA SENHORA QUE JÁ NÃO É TÃO NOVA ASSIM... O MENINO GUILHERME AUGUSTO ARAÚJO FERNANDES MORA AO LADO DE UM LUGAR INUSITADO, UM ASILO. LÁ ELE TEM VÁRIOS AMIGOS COM OS QUAIS APRENDE MUITAS COISAS, MAS EXISTE UMA AMIGA MUITO ESPECIAL DE GUILHERME, A DONA ANTÔNIA. GUILHERME AUGUSTO DESCOBRE QUE DONA ANTÔNIA HAVIA PERDIDO A MEMÓRIA. NÃO SABENDO MUITO SOBRE O ASSUNTO, ELE COMEÇA A PEDIR INFORMAÇÕES AOS SEUS AMIGOS. POR FIM, GUILHERME, SEGUINDO CADA INFORMAÇÃO RECEBIDA, DECIDE MONTAR UMA CESTA COM VÁRIOS OBJETOS SIGNIFICATIVOS, COM A INTENÇÃO DE RECUPERAR AS MEMÓRIAS PERDIDAS DE DONA ANTÔNIA. É DE FATO UMA HISTÓRIA EMOCIONANTE, POIS TRATA DOS VALORES, DAS NOSSAS LEMBRANÇAS, DAS NOSSAS HISTÓRIAS. CADA PESSOA TEM UM LIVRO DE VIDA COM HISTÓRIAS COMPLETAMENTE DIFERENTES. ATÉ MESMO AS CRIANÇAS, POIS SEMPRE ESTÃO CONTANDO SUAS NOVIDADES, QUERENDO CHAMAR A ATENÇÃO COM ALGO NOVO.PODE ATÉ NÃO PARECER IMPORTANTE, MAS UMA CRIANÇA GUARDA CADA JEITO, FORMA E CARACTERÍSTICA, PARA QUE, ASSIM, ELAS SE MOLDEM E CRIEM SUAS PRÓPRIAS LEMBRANÇAS. DICA: COM ESTA HISTÓRIA EU TRABALHEI O PROJETO “INFÂNCIA”. FIZ A CONSTRUÇÃO DA CAIXINHA DE MEMÓRIAS COM A TURMA, EM QUE CADA UM APRESENTAVA ALGUM OBJETO QUE TRAZIA BOAS LEMBRANÇAS.
  • 23. Orientadora de Estudo: Iolanda Sá PARA ABRIR A LEITURA COM AS CRIANÇAS, FOI PROPOSTA A REFLEXÃO SOBRE O SIGNIFICADO DE “MEMÓRIA”. POR MEIO DA PERGUNTA “O QUE É MEMÓRIA?”, O GRUPO PÔDE SE APROXIMAR DE MUITAS DAS IDEIAS QUE AS CRIANÇAS EXPRIMEM SOBRE O TEMA: “MEMÓRIA É ALGO QUE NÓS LEMBRAMOS.” “A MEMÓRIA VAI PASSANDO COM O TEMPO.” “A MEMÓRIA FICA NO CÉREBRO.” “MEMÓRIA É PARA LEMBRAR COISAS BOAS.” O TRABALHO SE DESDOBROU NA EXPLORAÇÃO DA FICHA TÉCNICA E DAS ILUSTRAÇÕES DA OBRA EM BUSCA DE PISTAS QUE PERMITISSEM O LEVANTAMENTO DE HIPÓTESES SOBRE O ENREDO DA HISTÓRIA. Laranjal do Jari, 15 de dezembro de 2016. ______________________________________________ Sandra Borges Orientadora de Estudo do PNAIC ______________________________________________ Iolanda Sá Orientadora de Estudo do PNAIC