SlideShare uma empresa Scribd logo
À descoberta
das retas,
semirretas e
segmentos de retas
RETAS – NÃO TÊM PRINCIPIO NEM FIM
Uma reta pode representar-se de duas formas:
 através de uma letra minúscula, s (reta s)
 através de duas letras maiúsculas, AB
A B
(reta AB)
Uma semirreta representa-se por:
 duas letras maiúsculas com um ponto sobre a letra onde
se inicia a semirreta.
F E (semirreta FE)
A semirreta FE tem origem em F e passa por E
S T (semirreta TS)
A semirreta TS tem origem em T e passa por S
Semirretas – têm principio e não têm fim
Um segmento de reta representa-se por:
 duas letras maiúsculas dentro de parênteses retos.
P Q
segmento de reta [PQ]
Aos pontos P e Q chamam-se extremidades do segmento de reta
Segmentos de reta – têm princípio e têm fim
EXERCÍCIO DE APLICAÇÃO
1.Observa a figura e, usando a notação científica adequada, identifica
os segmentos de reta, as semirrectas e as retas.
• Segmentos de reta – [XY] e [EU]
• Semirrectas – OA e TZ
• Retas – s, v e PQ
POSIÇÃO RELATIVA DE DUAS RETAS NO PLANO
Observa com atenção os campos representados:
s
r
Duas retas de um plano
são concorrentes se têm
um e um só ponto comum.
s
b
Retas concorrentes
perpendiculares
Retas concorrentes
oblíquas
Vamos agora observar outros dois campos de futebol:
t u
c
d
Duas retas de um plano
são paralelas se não têm
nenhum ponto comum
ou se são coincidentes (todos os pontos
em comum).
Retas estritamente
paralelas
Retas coincidentes
POSIÇÃO RELATIVA DE DUAS RETAS NO PLANO
Retas paralelas Retas concorrentes
Duas retas r e s dizem-se paralelas se a distância
de qualquer ponto da recta r à reta s for sempre
constante.
Retas que não têm nenhum ponto em comum ou
têm todos os pontos em comum..
Retas que se intersectam num e um só
ponto.
Estritamente
paralelas
Coincidentes
• Se a distância entre
as duas rectas for
sempre constante.
• As retas não se
intersectam.
• Se a distância entre
as duas rectas for
nula.
• As retas têm todos
os pontos em
comum.
r s
r
s
Perpendiculares Oblíquas
• Retas que dividem o
plano em quatro regiões
geometricamente iguais.
• Dão origem a quatro
ângulos retos.
• Retas que não dividem o
plano em quatro regiões
geometricamente iguais.
• Dão origem a dois
ângulos agudos e dois
ângulos obtusos.
m
p
n
h
r // s r s m p
EXERCÍCIO DE APLICAÇÃO
1.Observa a figura e indica usando a
notação adequada:
1.1 um segmento de reta
1.2 duas retas perpendiculares
1.3 duas retas paralelas
1.4 duas retas oblíquas
[AE] , por exemplo
CD e AE , por exemplo
AC e DE
BE e DE, por exemplo
COMO TRAÇAR RETAS PARALELAS? E RETAS PERPENDICULARES?
Para traçar retas paralelas e retas perpendiculares
precisas de uma régua, de um esquadro e um lápis
como é óbvio!!!E já agora convém ter a borracha
por perto…
Segue as instruções e mãos à obra!!!
1º-Coloca a régua e o esquadro
como podes ver na figura.
2º-Mantendo a régua e o
esquadro fixos, traça a primeira
linha reta.
Como traçar retas paralelas
1º-Coloca a régua e o esquadro
como podes ver na figura.
2º-Mantendo a régua e o
esquadro fixos, traça a primeira
linha reta.
3º- Agora fixa a régua. Faz
deslizar o esquadro encostado à
régua e traça outra linha reta.
Como traçar retas paralelas
1º-Coloca a régua e o esquadro
como podes ver na figura.
2º-Mantendo a régua e o
esquadro fixos, traça a primeira
linha reta.
3º- Agora fixa a régua. Faz
deslizar o esquadro encostado à
régua e traça outra linha reta.
Como traçar retas paralelas
1º-Coloca a régua e o esquadro
como podes ver na figura.
2º-Mantendo a régua e o
esquadro fixos, traça a primeira
linha reta.
3º- Agora fixa a régua. Faz
deslizar o esquadro encostado è
régua e traça outra linha reta.
4º- E agora só falta identificar as
retas, com a notação adequada.
t
v
t // v
Como traçar retas paralelas
Como traçar retas perpendiculares
1º-Com o auxílio da régua
desenha uma reta, como podes
ver na figura.
Como traçar retas perpendiculares
1º-Com o auxílio da régua
desenha uma reta, como podes
ver na figura.
2º-Apoia o esquadro na régua e
traça a reta perpendicular.
1º-Com o auxílio da régua
desenha uma reta, como podes
ver na figura.
2º-Apoia o esquadro na régua e
traça a reta perpendicular.
3º- E agora só falta identificar as
retas, com a notação adequada.
s
e
s e
Como traçar retas perpendiculares
EXERCÍCIO DE APLICAÇÃO
1.Com a ajuda da régua e do esquadro, traça:
1.1 uma reta t;
1.2 uma reta m paralela a t;
1.3 uma reta s perpendicular a t,
m
t
s
Resumindo:
- Já sabes identificar, usando a notação científica adequada,
retas, semirrectas e segmentos de reta;
- Já sabes identificar e traçar retas paralelas (estritamente
paralelas e coincidentes);
- Já sabes identificar e traçar retas concorrentes
(perpendiculares e oblíquas);
Fim

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Ângulos
ÂngulosÂngulos
Formas geometricas
Formas geometricas Formas geometricas
Formas geometricas
matheuscearasilva
 
Semelhança unidade 7
Semelhança unidade 7Semelhança unidade 7
Semelhança unidade 7
Helena Borralho
 
Contagem Faces Arestas E Vertices Ram
Contagem Faces Arestas E Vertices RamContagem Faces Arestas E Vertices Ram
Contagem Faces Arestas E Vertices Ram
RamMad
 
Mat solidos geometricos apresentação 4º ano
Mat solidos geometricos apresentação 4º anoMat solidos geometricos apresentação 4º ano
Mat solidos geometricos apresentação 4º ano
romildaoliveira
 
4º ano_MAT_Alfa Fichas de Reforço.pdf
4º ano_MAT_Alfa Fichas de Reforço.pdf4º ano_MAT_Alfa Fichas de Reforço.pdf
4º ano_MAT_Alfa Fichas de Reforço.pdf
Elisabete Cunha
 
SÓLIDOS GEOMÉTRICOS
SÓLIDOS GEOMÉTRICOS SÓLIDOS GEOMÉTRICOS
Sólidos geométricos
Sólidos geométricosSólidos geométricos
Sólidos geométricos
195954530
 
Triangulo exercicios
Triangulo   exerciciosTriangulo   exercicios
Triangulo exercicios
Diomedes Manoel
 
Ft isometrias 1
Ft isometrias 1Ft isometrias 1
Ft isometrias 1
Helena Alves
 
Slide aula angulos
Slide aula angulosSlide aula angulos
Slide aula angulos
andrewmonteiro
 
Ficha Revisões 2
Ficha Revisões 2Ficha Revisões 2
Ficha Revisões 2
MariaJoão Agualuza
 
Teste 2- Polígonos e simetrias no 6º ano
Teste 2- Polígonos e simetrias no 6º anoTeste 2- Polígonos e simetrias no 6º ano
Teste 2- Polígonos e simetrias no 6º ano
Agrupamento de Escolas de Mortágua
 
Atividades e jogos referentes aos números inteiros 7 ° ano
Atividades e jogos referentes aos números inteiros  7 ° anoAtividades e jogos referentes aos números inteiros  7 ° ano
Atividades e jogos referentes aos números inteiros 7 ° ano
SENHORINHA GOI
 
Ampliação e redução de figuras geométricas, proporcionalidade uso do papel q...
Ampliação e redução de figuras geométricas, proporcionalidade  uso do papel q...Ampliação e redução de figuras geométricas, proporcionalidade  uso do papel q...
Ampliação e redução de figuras geométricas, proporcionalidade uso do papel q...
João Batista Barbosa Filho
 
Sólidos e suas planificações
Sólidos  e suas planificaçõesSólidos  e suas planificações
Sólidos e suas planificações
gomesnelma
 
Isometrias
IsometriasIsometrias
Isometrias
estudamatematica
 
O diálogo
O diálogoO diálogo
O diálogo
AnaCalvario1972
 
Quadrilátero exercicios
Quadrilátero   exerciciosQuadrilátero   exercicios
Quadrilátero exercicios
Diomedes Manoel
 
Geometria no dia a dia
Geometria no dia a diaGeometria no dia a dia
Geometria no dia a dia
Patrícia Morais
 

Mais procurados (20)

Ângulos
ÂngulosÂngulos
Ângulos
 
Formas geometricas
Formas geometricas Formas geometricas
Formas geometricas
 
Semelhança unidade 7
Semelhança unidade 7Semelhança unidade 7
Semelhança unidade 7
 
Contagem Faces Arestas E Vertices Ram
Contagem Faces Arestas E Vertices RamContagem Faces Arestas E Vertices Ram
Contagem Faces Arestas E Vertices Ram
 
Mat solidos geometricos apresentação 4º ano
Mat solidos geometricos apresentação 4º anoMat solidos geometricos apresentação 4º ano
Mat solidos geometricos apresentação 4º ano
 
4º ano_MAT_Alfa Fichas de Reforço.pdf
4º ano_MAT_Alfa Fichas de Reforço.pdf4º ano_MAT_Alfa Fichas de Reforço.pdf
4º ano_MAT_Alfa Fichas de Reforço.pdf
 
SÓLIDOS GEOMÉTRICOS
SÓLIDOS GEOMÉTRICOS SÓLIDOS GEOMÉTRICOS
SÓLIDOS GEOMÉTRICOS
 
Sólidos geométricos
Sólidos geométricosSólidos geométricos
Sólidos geométricos
 
Triangulo exercicios
Triangulo   exerciciosTriangulo   exercicios
Triangulo exercicios
 
Ft isometrias 1
Ft isometrias 1Ft isometrias 1
Ft isometrias 1
 
Slide aula angulos
Slide aula angulosSlide aula angulos
Slide aula angulos
 
Ficha Revisões 2
Ficha Revisões 2Ficha Revisões 2
Ficha Revisões 2
 
Teste 2- Polígonos e simetrias no 6º ano
Teste 2- Polígonos e simetrias no 6º anoTeste 2- Polígonos e simetrias no 6º ano
Teste 2- Polígonos e simetrias no 6º ano
 
Atividades e jogos referentes aos números inteiros 7 ° ano
Atividades e jogos referentes aos números inteiros  7 ° anoAtividades e jogos referentes aos números inteiros  7 ° ano
Atividades e jogos referentes aos números inteiros 7 ° ano
 
Ampliação e redução de figuras geométricas, proporcionalidade uso do papel q...
Ampliação e redução de figuras geométricas, proporcionalidade  uso do papel q...Ampliação e redução de figuras geométricas, proporcionalidade  uso do papel q...
Ampliação e redução de figuras geométricas, proporcionalidade uso do papel q...
 
Sólidos e suas planificações
Sólidos  e suas planificaçõesSólidos  e suas planificações
Sólidos e suas planificações
 
Isometrias
IsometriasIsometrias
Isometrias
 
O diálogo
O diálogoO diálogo
O diálogo
 
Quadrilátero exercicios
Quadrilátero   exerciciosQuadrilátero   exercicios
Quadrilátero exercicios
 
Geometria no dia a dia
Geometria no dia a diaGeometria no dia a dia
Geometria no dia a dia
 

Semelhante a Retas semirretas-e-segmentos-de-reta- -posicao-relativa-de-2-retas

10 posicao rectas
10 posicao rectas10 posicao rectas
10 posicao rectas
luiggi50
 
Como traçar retas
Como traçar retasComo traçar retas
Como traçar retas
Arminda Oliveira
 
CFC COLIBRI Introdução à geometria euclidiana
CFC COLIBRI Introdução à geometria euclidianaCFC COLIBRI Introdução à geometria euclidiana
CFC COLIBRI Introdução à geometria euclidiana
Renan Curty
 
Rectas
RectasRectas
Rectas
Ana Duarte
 
Rectas
RectasRectas
Rectas
Ana Duarte
 
Posições relativas entre retas
Posições relativas entre retasPosições relativas entre retas
Posições relativas entre retas
Meire de Fatima
 
Ceesvo (ensino fundamental) apostila 5
Ceesvo (ensino fundamental)   apostila 5Ceesvo (ensino fundamental)   apostila 5
Ceesvo (ensino fundamental) apostila 5
Nome Sobrenome
 
Posição relativa entre reta e plano
Posição relativa entre reta e planoPosição relativa entre reta e plano
Posição relativa entre reta e plano
Eduardo Santos
 
Mais De Uma Maneira De Se Fazer
Mais De Uma Maneira De Se FazerMais De Uma Maneira De Se Fazer
Mais De Uma Maneira De Se Fazer
Jefferson Santoro
 
Geometria 4º ano
Geometria 4º anoGeometria 4º ano
Geometria 4º ano
lveiga
 
Ficha nº 1 estudo da reta
Ficha nº 1 estudo da retaFicha nº 1 estudo da reta
Ficha nº 1 estudo da reta
ruiseixas
 
DESENHOS TECNICOS DA UNIVERSIDADE NOVE DE JULHO (UNINOVE)
DESENHOS TECNICOS DA UNIVERSIDADE NOVE DE JULHO (UNINOVE)DESENHOS TECNICOS DA UNIVERSIDADE NOVE DE JULHO (UNINOVE)
DESENHOS TECNICOS DA UNIVERSIDADE NOVE DE JULHO (UNINOVE)
Evi Fernandes Silva
 
Geometria de posição.pptx
Geometria de posição.pptxGeometria de posição.pptx
Geometria de posição.pptx
ProfessoraLuanaFreit
 
Matematica vol5
Matematica vol5Matematica vol5
Matematica vol5
Blaunier Matheus
 
Apostila matemática geometria plana
Apostila matemática   geometria planaApostila matemática   geometria plana
Apostila matemática geometria plana
perpetor
 
Figuras no plano
Figuras no planoFiguras no plano
Figuras no plano
Helena Borralho
 
Geometria No Plano Com Circunferencia
Geometria No Plano Com CircunferenciaGeometria No Plano Com Circunferencia
Geometria No Plano Com Circunferencia
guest64411ea
 
Geometria No Plano Com Circunferencia
Geometria No Plano Com CircunferenciaGeometria No Plano Com Circunferencia
Geometria No Plano Com Circunferencia
guest6b0add41
 
Geometria No Plano Com Circunferencia
Geometria No Plano Com CircunferenciaGeometria No Plano Com Circunferencia
Geometria No Plano Com Circunferencia
guest64411ea
 
Geometria No Plano Com Circunferencia
Geometria No Plano Com CircunferenciaGeometria No Plano Com Circunferencia
Geometria No Plano Com Circunferencia
guest64411ea
 

Semelhante a Retas semirretas-e-segmentos-de-reta- -posicao-relativa-de-2-retas (20)

10 posicao rectas
10 posicao rectas10 posicao rectas
10 posicao rectas
 
Como traçar retas
Como traçar retasComo traçar retas
Como traçar retas
 
CFC COLIBRI Introdução à geometria euclidiana
CFC COLIBRI Introdução à geometria euclidianaCFC COLIBRI Introdução à geometria euclidiana
CFC COLIBRI Introdução à geometria euclidiana
 
Rectas
RectasRectas
Rectas
 
Rectas
RectasRectas
Rectas
 
Posições relativas entre retas
Posições relativas entre retasPosições relativas entre retas
Posições relativas entre retas
 
Ceesvo (ensino fundamental) apostila 5
Ceesvo (ensino fundamental)   apostila 5Ceesvo (ensino fundamental)   apostila 5
Ceesvo (ensino fundamental) apostila 5
 
Posição relativa entre reta e plano
Posição relativa entre reta e planoPosição relativa entre reta e plano
Posição relativa entre reta e plano
 
Mais De Uma Maneira De Se Fazer
Mais De Uma Maneira De Se FazerMais De Uma Maneira De Se Fazer
Mais De Uma Maneira De Se Fazer
 
Geometria 4º ano
Geometria 4º anoGeometria 4º ano
Geometria 4º ano
 
Ficha nº 1 estudo da reta
Ficha nº 1 estudo da retaFicha nº 1 estudo da reta
Ficha nº 1 estudo da reta
 
DESENHOS TECNICOS DA UNIVERSIDADE NOVE DE JULHO (UNINOVE)
DESENHOS TECNICOS DA UNIVERSIDADE NOVE DE JULHO (UNINOVE)DESENHOS TECNICOS DA UNIVERSIDADE NOVE DE JULHO (UNINOVE)
DESENHOS TECNICOS DA UNIVERSIDADE NOVE DE JULHO (UNINOVE)
 
Geometria de posição.pptx
Geometria de posição.pptxGeometria de posição.pptx
Geometria de posição.pptx
 
Matematica vol5
Matematica vol5Matematica vol5
Matematica vol5
 
Apostila matemática geometria plana
Apostila matemática   geometria planaApostila matemática   geometria plana
Apostila matemática geometria plana
 
Figuras no plano
Figuras no planoFiguras no plano
Figuras no plano
 
Geometria No Plano Com Circunferencia
Geometria No Plano Com CircunferenciaGeometria No Plano Com Circunferencia
Geometria No Plano Com Circunferencia
 
Geometria No Plano Com Circunferencia
Geometria No Plano Com CircunferenciaGeometria No Plano Com Circunferencia
Geometria No Plano Com Circunferencia
 
Geometria No Plano Com Circunferencia
Geometria No Plano Com CircunferenciaGeometria No Plano Com Circunferencia
Geometria No Plano Com Circunferencia
 
Geometria No Plano Com Circunferencia
Geometria No Plano Com CircunferenciaGeometria No Plano Com Circunferencia
Geometria No Plano Com Circunferencia
 

Mais de Victor Martins

Como cria e partilhar um documento em google docs
Como cria e partilhar um documento em google docsComo cria e partilhar um documento em google docs
Como cria e partilhar um documento em google docs
Victor Martins
 
Vt5 teste 1
Vt5  teste 1Vt5  teste 1
Vt5 teste 1
Victor Martins
 
No ventre materno
No ventre maternoNo ventre materno
No ventre materno
Victor Martins
 
No ventre-materno
No ventre-maternoNo ventre-materno
No ventre-materno
Victor Martins
 
6 ano Matemática
6 ano Matemática6 ano Matemática
6 ano Matemática
Victor Martins
 
Regras de operações com potências
Regras de operações com potênciasRegras de operações com potências
Regras de operações com potências
Victor Martins
 
O desejo da bruxa
O desejo da bruxaO desejo da bruxa
O desejo da bruxa
Victor Martins
 
Revisão 5º ano -mat
Revisão 5º ano -matRevisão 5º ano -mat
Revisão 5º ano -mat
Victor Martins
 
Revisão do 5º ano
Revisão do 5º anoRevisão do 5º ano
Revisão do 5º ano
Victor Martins
 
Problemas com fra es
Problemas com fra  esProblemas com fra  es
Problemas com fra es
Victor Martins
 
Qual a importância dos sais minerais no crescimento
Qual a importância dos sais minerais no crescimentoQual a importância dos sais minerais no crescimento
Qual a importância dos sais minerais no crescimento
Victor Martins
 
Rochas magnificas
Rochas magnificas Rochas magnificas
Rochas magnificas
Victor Martins
 
Convites entrevistas notícias_projeto de escrita_02.05.12
Convites entrevistas notícias_projeto de escrita_02.05.12Convites entrevistas notícias_projeto de escrita_02.05.12
Convites entrevistas notícias_projeto de escrita_02.05.12
Victor Martins
 
áGua – o solvente nelson e pedro
áGua – o solvente   nelson e pedroáGua – o solvente   nelson e pedro
áGua – o solvente nelson e pedro
Victor Martins
 
A farinha será dissolvente como o açúcar
A farinha será dissolvente como o açúcarA farinha será dissolvente como o açúcar
A farinha será dissolvente como o açúcar
Victor Martins
 
dissolução da farinha
dissolução da farinhadissolução da farinha
dissolução da farinha
Victor Martins
 
Ficha informativa1 gmail
Ficha informativa1 gmailFicha informativa1 gmail
Ficha informativa1 gmail
Victor Martins
 
Ficha informativa1 gmail
Ficha informativa1 gmailFicha informativa1 gmail
Ficha informativa1 gmail
Victor Martins
 
Ficha informativa - gmail
Ficha informativa - gmailFicha informativa - gmail
Ficha informativa - gmail
Victor Martins
 
Como resolver equações
Como resolver equaçõesComo resolver equações
Como resolver equações
Victor Martins
 

Mais de Victor Martins (20)

Como cria e partilhar um documento em google docs
Como cria e partilhar um documento em google docsComo cria e partilhar um documento em google docs
Como cria e partilhar um documento em google docs
 
Vt5 teste 1
Vt5  teste 1Vt5  teste 1
Vt5 teste 1
 
No ventre materno
No ventre maternoNo ventre materno
No ventre materno
 
No ventre-materno
No ventre-maternoNo ventre-materno
No ventre-materno
 
6 ano Matemática
6 ano Matemática6 ano Matemática
6 ano Matemática
 
Regras de operações com potências
Regras de operações com potênciasRegras de operações com potências
Regras de operações com potências
 
O desejo da bruxa
O desejo da bruxaO desejo da bruxa
O desejo da bruxa
 
Revisão 5º ano -mat
Revisão 5º ano -matRevisão 5º ano -mat
Revisão 5º ano -mat
 
Revisão do 5º ano
Revisão do 5º anoRevisão do 5º ano
Revisão do 5º ano
 
Problemas com fra es
Problemas com fra  esProblemas com fra  es
Problemas com fra es
 
Qual a importância dos sais minerais no crescimento
Qual a importância dos sais minerais no crescimentoQual a importância dos sais minerais no crescimento
Qual a importância dos sais minerais no crescimento
 
Rochas magnificas
Rochas magnificas Rochas magnificas
Rochas magnificas
 
Convites entrevistas notícias_projeto de escrita_02.05.12
Convites entrevistas notícias_projeto de escrita_02.05.12Convites entrevistas notícias_projeto de escrita_02.05.12
Convites entrevistas notícias_projeto de escrita_02.05.12
 
áGua – o solvente nelson e pedro
áGua – o solvente   nelson e pedroáGua – o solvente   nelson e pedro
áGua – o solvente nelson e pedro
 
A farinha será dissolvente como o açúcar
A farinha será dissolvente como o açúcarA farinha será dissolvente como o açúcar
A farinha será dissolvente como o açúcar
 
dissolução da farinha
dissolução da farinhadissolução da farinha
dissolução da farinha
 
Ficha informativa1 gmail
Ficha informativa1 gmailFicha informativa1 gmail
Ficha informativa1 gmail
 
Ficha informativa1 gmail
Ficha informativa1 gmailFicha informativa1 gmail
Ficha informativa1 gmail
 
Ficha informativa - gmail
Ficha informativa - gmailFicha informativa - gmail
Ficha informativa - gmail
 
Como resolver equações
Como resolver equaçõesComo resolver equações
Como resolver equações
 

Último

filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou co...
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou  co...filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou  co...
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou co...
SidneySilva523387
 
Copia de cartilla de portugués 1 2024.pdf
Copia de cartilla de portugués 1 2024.pdfCopia de cartilla de portugués 1 2024.pdf
Copia de cartilla de portugués 1 2024.pdf
davidreyes364666
 
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de GeografiaAula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
WELTONROBERTOFREITAS
 
Caça-palavaras e cruzadinha - Dígrafos.
Caça-palavaras  e cruzadinha  - Dígrafos.Caça-palavaras  e cruzadinha  - Dígrafos.
Caça-palavaras e cruzadinha - Dígrafos.
Mary Alvarenga
 
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptxPsicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
TiagoLouro8
 
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptxCartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Zenir Carmen Bez Trombeta
 
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Atividade Bio evolução e especiação .docx
Atividade Bio evolução e especiação .docxAtividade Bio evolução e especiação .docx
Atividade Bio evolução e especiação .docx
MARCELARUBIAGAVA
 
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
Eró Cunha
 
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junhoATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
Crisnaiara
 
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdfMAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
GracinhaSantos6
 
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdfAula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
AntonioAngeloNeves
 
Eurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento Europeu
Eurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento EuropeuEurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento Europeu
Eurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento Europeu
Centro Jacques Delors
 
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de cursoDicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Simone399395
 
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdfRazonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
Demetrio Ccesa Rayme
 
formação - 2º ano São José da Tapera ...
formação - 2º ano São José da Tapera ...formação - 2º ano São José da Tapera ...
formação - 2º ano São José da Tapera ...
JakiraCosta
 
Primeira fase do modernismo Mapa Mental.pdf
Primeira fase do modernismo Mapa Mental.pdfPrimeira fase do modernismo Mapa Mental.pdf
Primeira fase do modernismo Mapa Mental.pdf
Maurício Bratz
 
said edward w - orientalismo. livro de história pdf
said edward w - orientalismo. livro de história pdfsaid edward w - orientalismo. livro de história pdf
said edward w - orientalismo. livro de história pdf
ThiagoRORISDASILVA1
 
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasnTabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
CarlosJean21
 

Último (20)

filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou co...
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou  co...filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou  co...
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou co...
 
Copia de cartilla de portugués 1 2024.pdf
Copia de cartilla de portugués 1 2024.pdfCopia de cartilla de portugués 1 2024.pdf
Copia de cartilla de portugués 1 2024.pdf
 
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de GeografiaAula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
 
Caça-palavaras e cruzadinha - Dígrafos.
Caça-palavaras  e cruzadinha  - Dígrafos.Caça-palavaras  e cruzadinha  - Dígrafos.
Caça-palavaras e cruzadinha - Dígrafos.
 
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptxPsicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
 
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptxCartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
 
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
 
Atividade Bio evolução e especiação .docx
Atividade Bio evolução e especiação .docxAtividade Bio evolução e especiação .docx
Atividade Bio evolução e especiação .docx
 
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
 
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junhoATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
 
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdfMAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
 
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdfAula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
 
Eurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento Europeu
Eurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento EuropeuEurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento Europeu
Eurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento Europeu
 
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de cursoDicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
 
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
 
Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdfRazonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
 
formação - 2º ano São José da Tapera ...
formação - 2º ano São José da Tapera ...formação - 2º ano São José da Tapera ...
formação - 2º ano São José da Tapera ...
 
Primeira fase do modernismo Mapa Mental.pdf
Primeira fase do modernismo Mapa Mental.pdfPrimeira fase do modernismo Mapa Mental.pdf
Primeira fase do modernismo Mapa Mental.pdf
 
said edward w - orientalismo. livro de história pdf
said edward w - orientalismo. livro de história pdfsaid edward w - orientalismo. livro de história pdf
said edward w - orientalismo. livro de história pdf
 
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasnTabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
 

Retas semirretas-e-segmentos-de-reta- -posicao-relativa-de-2-retas

  • 1. À descoberta das retas, semirretas e segmentos de retas
  • 2. RETAS – NÃO TÊM PRINCIPIO NEM FIM Uma reta pode representar-se de duas formas:  através de uma letra minúscula, s (reta s)  através de duas letras maiúsculas, AB A B (reta AB)
  • 3. Uma semirreta representa-se por:  duas letras maiúsculas com um ponto sobre a letra onde se inicia a semirreta. F E (semirreta FE) A semirreta FE tem origem em F e passa por E S T (semirreta TS) A semirreta TS tem origem em T e passa por S Semirretas – têm principio e não têm fim
  • 4. Um segmento de reta representa-se por:  duas letras maiúsculas dentro de parênteses retos. P Q segmento de reta [PQ] Aos pontos P e Q chamam-se extremidades do segmento de reta Segmentos de reta – têm princípio e têm fim
  • 5. EXERCÍCIO DE APLICAÇÃO 1.Observa a figura e, usando a notação científica adequada, identifica os segmentos de reta, as semirrectas e as retas. • Segmentos de reta – [XY] e [EU] • Semirrectas – OA e TZ • Retas – s, v e PQ
  • 6. POSIÇÃO RELATIVA DE DUAS RETAS NO PLANO Observa com atenção os campos representados: s r Duas retas de um plano são concorrentes se têm um e um só ponto comum. s b Retas concorrentes perpendiculares Retas concorrentes oblíquas
  • 7. Vamos agora observar outros dois campos de futebol: t u c d Duas retas de um plano são paralelas se não têm nenhum ponto comum ou se são coincidentes (todos os pontos em comum). Retas estritamente paralelas Retas coincidentes
  • 8. POSIÇÃO RELATIVA DE DUAS RETAS NO PLANO Retas paralelas Retas concorrentes Duas retas r e s dizem-se paralelas se a distância de qualquer ponto da recta r à reta s for sempre constante. Retas que não têm nenhum ponto em comum ou têm todos os pontos em comum.. Retas que se intersectam num e um só ponto. Estritamente paralelas Coincidentes • Se a distância entre as duas rectas for sempre constante. • As retas não se intersectam. • Se a distância entre as duas rectas for nula. • As retas têm todos os pontos em comum. r s r s Perpendiculares Oblíquas • Retas que dividem o plano em quatro regiões geometricamente iguais. • Dão origem a quatro ângulos retos. • Retas que não dividem o plano em quatro regiões geometricamente iguais. • Dão origem a dois ângulos agudos e dois ângulos obtusos. m p n h r // s r s m p
  • 9. EXERCÍCIO DE APLICAÇÃO 1.Observa a figura e indica usando a notação adequada: 1.1 um segmento de reta 1.2 duas retas perpendiculares 1.3 duas retas paralelas 1.4 duas retas oblíquas [AE] , por exemplo CD e AE , por exemplo AC e DE BE e DE, por exemplo
  • 10. COMO TRAÇAR RETAS PARALELAS? E RETAS PERPENDICULARES? Para traçar retas paralelas e retas perpendiculares precisas de uma régua, de um esquadro e um lápis como é óbvio!!!E já agora convém ter a borracha por perto… Segue as instruções e mãos à obra!!!
  • 11. 1º-Coloca a régua e o esquadro como podes ver na figura. 2º-Mantendo a régua e o esquadro fixos, traça a primeira linha reta. Como traçar retas paralelas
  • 12. 1º-Coloca a régua e o esquadro como podes ver na figura. 2º-Mantendo a régua e o esquadro fixos, traça a primeira linha reta. 3º- Agora fixa a régua. Faz deslizar o esquadro encostado à régua e traça outra linha reta. Como traçar retas paralelas
  • 13. 1º-Coloca a régua e o esquadro como podes ver na figura. 2º-Mantendo a régua e o esquadro fixos, traça a primeira linha reta. 3º- Agora fixa a régua. Faz deslizar o esquadro encostado à régua e traça outra linha reta. Como traçar retas paralelas
  • 14. 1º-Coloca a régua e o esquadro como podes ver na figura. 2º-Mantendo a régua e o esquadro fixos, traça a primeira linha reta. 3º- Agora fixa a régua. Faz deslizar o esquadro encostado è régua e traça outra linha reta. 4º- E agora só falta identificar as retas, com a notação adequada. t v t // v Como traçar retas paralelas
  • 15. Como traçar retas perpendiculares 1º-Com o auxílio da régua desenha uma reta, como podes ver na figura.
  • 16. Como traçar retas perpendiculares 1º-Com o auxílio da régua desenha uma reta, como podes ver na figura. 2º-Apoia o esquadro na régua e traça a reta perpendicular.
  • 17. 1º-Com o auxílio da régua desenha uma reta, como podes ver na figura. 2º-Apoia o esquadro na régua e traça a reta perpendicular. 3º- E agora só falta identificar as retas, com a notação adequada. s e s e Como traçar retas perpendiculares
  • 18. EXERCÍCIO DE APLICAÇÃO 1.Com a ajuda da régua e do esquadro, traça: 1.1 uma reta t; 1.2 uma reta m paralela a t; 1.3 uma reta s perpendicular a t, m t s
  • 19. Resumindo: - Já sabes identificar, usando a notação científica adequada, retas, semirrectas e segmentos de reta; - Já sabes identificar e traçar retas paralelas (estritamente paralelas e coincidentes); - Já sabes identificar e traçar retas concorrentes (perpendiculares e oblíquas);
  • 20. Fim