SlideShare uma empresa Scribd logo
SEXTA +
Férias e 13º salário
Gestora: Valéria Lins
Férias
 Período concessivo de férias é aquele

período de até doze meses em que, após
serem completados os doze meses
anteriores de aquisição do direito às
férias, o empregador deverá conceder o
gozo das mesmas.
 Quando o empregado faltar durante o
período aquisitivo mais de 32 vezes, ele
perderá o direito às suas férias.




O período concessivo de férias é o período
aquisitivo das próximas, assim, as faltas que
ultrapassarem trinta e duas no período
concessivo de uma férias acarretarão na perda
do direito às férias para o próximo período.
Quando as férias não forem concedidas nos
doze meses a contar do término do período
aquisitivo, elas deverão ser concedidas em
dobro.
Férias
 Vencidas são aquelas onde já se passou

o período aquisitivo, que é de 1 (um) ano,
e se apresenta no período de concessão
que, também, é de 1 (um) ano
 Em dobro quando não gozada nem
recebidas no período concessivo.
 Proporcionais são aquelas referentes aos
meses do período aquisitivo.
Férias
 O art. 135 estabelece que as férias

deverão ser participadas ao empregado
com antecedência de, no mínimo, 30
(trinta) dias.
 Cálculo:
Valor da remuneração acrescida de 1/3.
Ex. R$ 465,00 + 1/3 = R$ 620,00
Férias
 Cálculo das em dobro:

No período acima do concessivo é o valor
da remuneração acrescida de 1/3 pago
em dobro.
Ex. R$ 465,00 + 1/3 x 2 = R$ 1.240,00
Férias acrescidas do terço legal
 Cálculo das proporcionais é o valor do

salário acrescido do terço legal e dividido
por 12 (doze).

Ex. 1 mês de férias proporcionais + 1/3 =
1/12 de R$ 465,00 + 1/3 ÷ 12 = R$ 51,66
AVISO DE FÉRIAS
13º salário
 O 13º salário ou gratificação natalina é o

valor do salário de dezembro ou o valor
do salário do mês anterior ao pagamento
da 1ª parcela que se dará entre janeiro a
30 de novembro do ano corrente.
 1ª parcela 50% do 13º salário.
 2ª parcela os outros 50% até 20 de
dezembro.
13º salário proporcional
 O 13º salário proporcional é o valor da

remuneração do mês anterior ou do último
salário recebido ou o do mês da
propositura da ação dividido por 12.

Ex. 1 mês de 13º salário = 1/12 de R$
465,00 = R$ 38,75
Ex2.: 5 meses de 13º salário, ou seja, 5/12
de R$ 465,00 = R$ 193,75
Aviso Prévio
 É o valor dá última remuneração recebida.

Ex. Se o salário da rescisão foi um salário
de R$ 465,00 será este o valor do Aviso
Prévio.
FGTS
 A alíquota é de 8%, via de regra, portanto

calculada sobre os salários, décimo
terceiro, aviso prévio, férias e outras
verbas rescisórias; e depositado
mensalmente sobre o salário.

Ex.: valor da rescisão de 1.000,00 x 8% =
R$ 80,00
Indenização ou Multa de 40%
sobre o FGTS
 É calculada sobre o valor depositado do

FGTS acrescida do valor do FGTS da
rescisão.

Ex.: valor da rescisão de 1.000,00 x 8% =
R$ 80,00 + R$ 3.000,00 (depositado) x
40% = R$ 1.232,00
Adicional Insalubridade
 Calculado sobre o salário (antes da

decisão do STF era sobre o salário
mínimo) no importe de 10%, 20% ou 40%
conforme o grau de insalubridade.
Adicional Periculosidade
 Calculado sobre a remuneração no

importe de 30% para atividades com
inflamáveis, explosivos ou eletricitários.
Adicional Noturno
 Calculado sobre as horas noturnas sendo

que via de regra o adicional é de 20%.
Hora noturna reduzida: 52min30seg
 Empregado Urbano: 22h às 5h – 20% (art.
73 da CLT)
 Empregado Rural: 25% (Lei do Rurícola)
–
–

Lavoura: 21h às 5h
Pecuária: 20h às 4h
Adicional Noturno
 Cálcula primeiramente o número de horas

noturnas trabalhadas.
Ex.: 22h as 5h são 7h normais que
equivalem a 7h x 60min = 420 min.
Divide-se os 420 min por 52min e meio, ou
seja, 420 ÷ 52,5min = 8h noturnas
Adicional Noturno
 Calcula-se então o valor de cada hora de

trabalho acrescenta-se 20% e multiplica
pelo número de horas noturnas.

Ex.: R$ 465,00 ÷ 220 = R$ 2,11
R$ 2,11 x 20% = 0,42
R$ 0,42 x 8h = R$ 3,36 por hora noturna
dia.
Horas Extras
 As horas extraordinárias poderão ser

calculadas de várias maneiras, porém
para facilitar outros cálculos, como por
exemplo os reflexos em outras verbas,
acredito ser a melhor forma aquela que
leva em conta o cálculo mensal dessas
horas.
Horas Extras
 Como calcular:

Primeiramente descobre-se o valor da hora
normal que é o valor da remuneração
dividido, via de regra, por 220.
Ex.: R$ 465,00 ÷ 220 = R$ 2,11
Horas Extras
 Após aplica-se o adicional de horas extras

que pela Constituição de 1988 é de 50%
sobre a hora normal.

Ex.: R$ 2,11 x 1,5 = R$ 3,16
Horas Extras
 De posse do valor da hora extraordinária

multiplica-se pelo número de horas extras
cumpridas pelo empregado.

Ex.: Se o empregado trabalha 2 horas
extras diárias, sendo que seu trabalho é
de segunda à sábado multiplica-se por 6
dias por semana.
Horas Extras
6 dias x 2 horas por dia = 12 horas
semanais x 4 semanas = 48 horas
mensais.
48 x R$ 3,16 = R$ 151,68 por mês.
Repouso Semanal Remunerado
 O repouso semanal remunerado condiz

ao valor de um dia de trabalho, pago cada
6 dias de trabalho, que será de descanso
para o trabalhador, pode também, ser
chamado de Descanso Semanal
Remunerado.
Repouso Semanal Remunerado
 O RSR ou DSR será pago quando na

semana o empregado não faltar
injustificadamente ao serviço.
 Quando o dia de repouso é trabalhado o
valor a ser pago ao empregado é o dobro.
Ex.: R$ 15,55 por dia x 2 = R$ 31,10
Repouso Semanal Remunerado
 O RSR ou DSR será preferencialmente

aos domingos, porém caso este seja em
outro dia da semana, o empregador
deverá conceder pelo menos um domingo
ao mês como RSR ou DSR.
Reflexos das horas extras
 Quando a hora extraordinária é cumprida

o valor pago por estas horas refletem em
outras verbas como 13º salário, férias,
RSR e etc.
 Para calcular o reflexo no 13º salário
pega-se o valor da hora extra mensal e
divide-se por 12, calculando se como se
fosse calcular o 13º sobre o salário.
Reflexos das horas extras
 Para o cálculo do reflexo nas férias utiliza-

se o valor das horas extras mensais + 1/3
divide-se por 12 e multiplica-se pelo
número de meses das férias como se
tivesse calculando as férias sobre o
salário.
Reflexos das horas extras
 Quanto ao reflexo no RSR e DSR utiliza-

se de um calculo um pouco mais
complexo:

EX.: O valor total das horas extras
trabalhadas no pacto laboral ÷ 25 dias
trabalhados ÷ nº de meses = valor de
cada RSR.
Reflexos das horas extras
Após calcula-se o nº de RSRs:
5,25 x nº de meses = nº RSRs
* 52 RSR + 11 feriados nacionais ÷ 12 =
5,25
De posse do nº RSR e do valor de cada
RSR é só multiplicar um pelo outro.
EX.: nº RSRs x Valor de cada RSRs =
reflexo da hora extra no RSR.
Reflexos das horas extras
Calculo do Reflexo das Horas extras no
RSR por mês:
Valor das HE ÷ Dias úteis x domingos +
feriados = Valor do reflexo das HE no
DSR
Atividade prática

 Cláudia foi admitida em 10 de agosto de

2005 como doméstica, percebendo um
salário mínimo mensal, porém não teve
sua CTPS anotada e não recebeu
nenhum direito, não gozando nem férias,
além do salário mensal, em 16 de março
de 2009 é dispensada sem justa causa,
ao te procurar como advogado pede que
você diga quanto a empregadora deve a
ela. Faça os cálculos para Cláudia.
Cálculo da atividade prática

A – SALDO DE SALÁRIO 16 dias (01/03/09 à 16/03/09) ..........R$

248,00

B - 13º VENCIDO E PROPORCIONAL
2005 (5/12)..........................................................................R$
2006 (12/12).........................................................................R$
2007 (12/12).........................................................................R$
2008 (12/12).........................................................................R$
2009 (4/12)..........................................................................R$

193,75
465,00
465,00
465,00
155,00

C - FÉRIAS PROPORCIONAIS + 1/3
(12/12) (10/08/05 à 09/08/06) DOBRO...................................R$
(12/12) (10/08/06 à 09/08/07) DOBRO...................................R$
(12/12) (10/08/07 à 09/08/08)...............................................R$
(9/12) (10/08/08 à 16/04/09).................................................R$

1.240,00
1.240,00
620,00
465,00

D – AVISO PRÉVIO (16/03/09 à 16/04/09)..............................R$
465,00
________________
TOTAL
R$ 6.021,75
Atividade prática 2






A reclamante foi admitida a serviço da reclamada
no dia 01 de fevereiro de 2007 para desenvolver
as atividades de atendente, percebendo um
salário mínimo mensal.
Sua Carteira de Trabalho e Previdência Social foi
regularmente anotada.
A reclamante sofreu acidente de trabalho em 26
de maio de 2007, conforme Comunicado de
Acidente de Trabalho (CAT) (doc.), ficando
afastada pela Previdência, percebendo auxíliodoença acidentário, até 25 de novembro de 2007,
quando tentou retornar ao trabalho, foi dispensada
sem justa causa. Elabore os cálculos rescisórios
da reclamante.
Obrigado e bom fim de
semana!

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

direitos do trabalhador no momento da demissão
direitos do trabalhador no momento da demissãodireitos do trabalhador no momento da demissão
direitos do trabalhador no momento da demissão
João Vitorio Netto
 
76606697 departamento-pessoal-exercicio
76606697 departamento-pessoal-exercicio76606697 departamento-pessoal-exercicio
76606697 departamento-pessoal-exercicio
Cleidinea Andrade
 
Caderno de exercícios dp testes departamento pessoal - adicionais mai-16
Caderno  de  exercícios  dp   testes departamento pessoal - adicionais mai-16Caderno  de  exercícios  dp   testes departamento pessoal - adicionais mai-16
Caderno de exercícios dp testes departamento pessoal - adicionais mai-16
Prof Hamilton Marin
 
Folha de pagamento
Folha de pagamentoFolha de pagamento
Folha de pagamento
Sâmia De Freitas Lima
 
Práticas de Recursos Humanos - Aulas 7 e 8
Práticas de Recursos Humanos - Aulas 7 e 8Práticas de Recursos Humanos - Aulas 7 e 8
Práticas de Recursos Humanos - Aulas 7 e 8
Wandick Rocha de Aquino
 
As Rotinas Administrativas de Um Departamento Pessoal
As Rotinas Administrativas de Um Departamento PessoalAs Rotinas Administrativas de Um Departamento Pessoal
As Rotinas Administrativas de Um Departamento Pessoal
PROFIGESTÃO - Profissionais em Gestão de Empresas e Pessoas
 
Legislação Trabalhista
Legislação TrabalhistaLegislação Trabalhista
Legislação Trabalhista
Jesus Martins Oliveira Junior
 
Práticas de Recursos Humanos - Aulas 5 e 6
Práticas de Recursos Humanos - Aulas 5 e 6Práticas de Recursos Humanos - Aulas 5 e 6
Práticas de Recursos Humanos - Aulas 5 e 6
Wandick Rocha de Aquino
 
Projeto final folha de pagamento
Projeto final folha de pagamentoProjeto final folha de pagamento
Projeto final folha de pagamento
Élida Tavares
 
Práticas de Recursos Humanos - Aula 1 a 10
Práticas de Recursos Humanos - Aula 1 a 10Práticas de Recursos Humanos - Aula 1 a 10
Práticas de Recursos Humanos - Aula 1 a 10
Wandick Rocha de Aquino
 
Direitos trabalhistas
Direitos trabalhistasDireitos trabalhistas
Direitos trabalhistas
bia139
 
Rescisao Contratual
Rescisao ContratualRescisao Contratual
Rescisao Contratual
Nyedson Barbosa
 
Cálculo e Contabilização da Folha de Pagamento
Cálculo e Contabilização da Folha de PagamentoCálculo e Contabilização da Folha de Pagamento
Cálculo e Contabilização da Folha de Pagamento
Eliseu Fortolan
 
Departamento pessoal
Departamento pessoalDepartamento pessoal
Departamento pessoal
HS CONTÁBIL LTDA
 
CáLculos Trabalhistas Alunos
CáLculos Trabalhistas   AlunosCáLculos Trabalhistas   Alunos
CáLculos Trabalhistas Alunos
SCDP
 
DP - Admissão
DP - AdmissãoDP - Admissão
DP - Admissão
Lucas Gheller
 
Jornada de trabalho
Jornada de trabalhoJornada de trabalho
Jornada de trabalho
Monica Rodrigues
 
Aula 5 - Tributação e Folha de pagamento
Aula 5 - Tributação e Folha de pagamento Aula 5 - Tributação e Folha de pagamento
Aula 5 - Tributação e Folha de pagamento
MestredaContabilidade
 
Contrato de trabalho
Contrato de trabalhoContrato de trabalho
Contrato de trabalho
rosanaserelo
 
Gerenciamento de RH - Remuneração e Benefícios
Gerenciamento de RH - Remuneração e BenefíciosGerenciamento de RH - Remuneração e Benefícios
Gerenciamento de RH - Remuneração e Benefícios
Kenneth Corrêa
 

Mais procurados (20)

direitos do trabalhador no momento da demissão
direitos do trabalhador no momento da demissãodireitos do trabalhador no momento da demissão
direitos do trabalhador no momento da demissão
 
76606697 departamento-pessoal-exercicio
76606697 departamento-pessoal-exercicio76606697 departamento-pessoal-exercicio
76606697 departamento-pessoal-exercicio
 
Caderno de exercícios dp testes departamento pessoal - adicionais mai-16
Caderno  de  exercícios  dp   testes departamento pessoal - adicionais mai-16Caderno  de  exercícios  dp   testes departamento pessoal - adicionais mai-16
Caderno de exercícios dp testes departamento pessoal - adicionais mai-16
 
Folha de pagamento
Folha de pagamentoFolha de pagamento
Folha de pagamento
 
Práticas de Recursos Humanos - Aulas 7 e 8
Práticas de Recursos Humanos - Aulas 7 e 8Práticas de Recursos Humanos - Aulas 7 e 8
Práticas de Recursos Humanos - Aulas 7 e 8
 
As Rotinas Administrativas de Um Departamento Pessoal
As Rotinas Administrativas de Um Departamento PessoalAs Rotinas Administrativas de Um Departamento Pessoal
As Rotinas Administrativas de Um Departamento Pessoal
 
Legislação Trabalhista
Legislação TrabalhistaLegislação Trabalhista
Legislação Trabalhista
 
Práticas de Recursos Humanos - Aulas 5 e 6
Práticas de Recursos Humanos - Aulas 5 e 6Práticas de Recursos Humanos - Aulas 5 e 6
Práticas de Recursos Humanos - Aulas 5 e 6
 
Projeto final folha de pagamento
Projeto final folha de pagamentoProjeto final folha de pagamento
Projeto final folha de pagamento
 
Práticas de Recursos Humanos - Aula 1 a 10
Práticas de Recursos Humanos - Aula 1 a 10Práticas de Recursos Humanos - Aula 1 a 10
Práticas de Recursos Humanos - Aula 1 a 10
 
Direitos trabalhistas
Direitos trabalhistasDireitos trabalhistas
Direitos trabalhistas
 
Rescisao Contratual
Rescisao ContratualRescisao Contratual
Rescisao Contratual
 
Cálculo e Contabilização da Folha de Pagamento
Cálculo e Contabilização da Folha de PagamentoCálculo e Contabilização da Folha de Pagamento
Cálculo e Contabilização da Folha de Pagamento
 
Departamento pessoal
Departamento pessoalDepartamento pessoal
Departamento pessoal
 
CáLculos Trabalhistas Alunos
CáLculos Trabalhistas   AlunosCáLculos Trabalhistas   Alunos
CáLculos Trabalhistas Alunos
 
DP - Admissão
DP - AdmissãoDP - Admissão
DP - Admissão
 
Jornada de trabalho
Jornada de trabalhoJornada de trabalho
Jornada de trabalho
 
Aula 5 - Tributação e Folha de pagamento
Aula 5 - Tributação e Folha de pagamento Aula 5 - Tributação e Folha de pagamento
Aula 5 - Tributação e Folha de pagamento
 
Contrato de trabalho
Contrato de trabalhoContrato de trabalho
Contrato de trabalho
 
Gerenciamento de RH - Remuneração e Benefícios
Gerenciamento de RH - Remuneração e BenefíciosGerenciamento de RH - Remuneração e Benefícios
Gerenciamento de RH - Remuneração e Benefícios
 

Destaque

Férias anuais
Férias anuaisFérias anuais
Férias anuais
romeromelosilva
 
Despedida para Férias
Despedida para FériasDespedida para Férias
Despedida para Férias
Milton Panetto Junior
 
CLT-CONSOLIDAÇÃO DAS LEIS DO TRABALHO
CLT-CONSOLIDAÇÃO DAS LEIS DO TRABALHOCLT-CONSOLIDAÇÃO DAS LEIS DO TRABALHO
CLT-CONSOLIDAÇÃO DAS LEIS DO TRABALHO
Leticia Costa
 
Direito Do Trabalho
Direito Do TrabalhoDireito Do Trabalho
Direito Do Trabalho
jonatas avila
 
Curso
CursoCurso
Curso
karllaaaaa
 
Mini3D_Apresentação_fev2016_Shopping
Mini3D_Apresentação_fev2016_ShoppingMini3D_Apresentação_fev2016_Shopping
Mini3D_Apresentação_fev2016_Shopping
Rodrigo Maciel
 
Apresentação2
Apresentação2Apresentação2
Apresentação2
bia139
 
Tabela de cálculo de verbas rescisórias
Tabela de cálculo de verbas rescisóriasTabela de cálculo de verbas rescisórias
Tabela de cálculo de verbas rescisórias
Carlos Alberto Oliveira
 
The New Product Delivery Conundrum
The New Product Delivery ConundrumThe New Product Delivery Conundrum
The New Product Delivery Conundrum
Clare Holden
 
Ideias para ferias
Ideias para feriasIdeias para ferias
Ideias para ferias
Lucio Borges
 
Coleção IOB Trabalhista e Previdenciária - Cálculos Trabalhistas - Férias, 13...
Coleção IOB Trabalhista e Previdenciária - Cálculos Trabalhistas - Férias, 13...Coleção IOB Trabalhista e Previdenciária - Cálculos Trabalhistas - Férias, 13...
Coleção IOB Trabalhista e Previdenciária - Cálculos Trabalhistas - Férias, 13...
IOB News
 
Férias que sabem a férias
Férias que sabem a fériasFérias que sabem a férias
Férias que sabem a férias
Oficina Psicologia
 
09 administração de pessoal (férias)
09   administração de pessoal (férias)09   administração de pessoal (férias)
09 administração de pessoal (férias)
Elizeu Ferro
 
Boas ferias
Boas feriasBoas ferias
Boas ferias
Mensagens Virtuais
 
Novas Regras do RH
Novas Regras do RHNovas Regras do RH
Novas Regras do RH
tiagopasieka
 
1..ano aluno
1..ano aluno1..ano aluno
1..ano aluno
Isa ...
 
Curso online calculos trabalhistas do contrato a extincao
Curso online calculos trabalhistas do contrato a extincaoCurso online calculos trabalhistas do contrato a extincao
Curso online calculos trabalhistas do contrato a extincao
Unichristus Centro Universitário
 
As Minhas FéRias De Sonho
As Minhas FéRias De SonhoAs Minhas FéRias De Sonho
As Minhas FéRias De Sonho
esmeraldaceu
 
Folha de pagamento
Folha de pagamentoFolha de pagamento
Folha de pagamento
admcontabil
 
LEGISLAÇÃO TRABALHISTA: A Lei na teoria e na prática
LEGISLAÇÃO TRABALHISTA: A Lei na teoria e na práticaLEGISLAÇÃO TRABALHISTA: A Lei na teoria e na prática
LEGISLAÇÃO TRABALHISTA: A Lei na teoria e na prática
ProjetoSemeandoaLeitura
 

Destaque (20)

Férias anuais
Férias anuaisFérias anuais
Férias anuais
 
Despedida para Férias
Despedida para FériasDespedida para Férias
Despedida para Férias
 
CLT-CONSOLIDAÇÃO DAS LEIS DO TRABALHO
CLT-CONSOLIDAÇÃO DAS LEIS DO TRABALHOCLT-CONSOLIDAÇÃO DAS LEIS DO TRABALHO
CLT-CONSOLIDAÇÃO DAS LEIS DO TRABALHO
 
Direito Do Trabalho
Direito Do TrabalhoDireito Do Trabalho
Direito Do Trabalho
 
Curso
CursoCurso
Curso
 
Mini3D_Apresentação_fev2016_Shopping
Mini3D_Apresentação_fev2016_ShoppingMini3D_Apresentação_fev2016_Shopping
Mini3D_Apresentação_fev2016_Shopping
 
Apresentação2
Apresentação2Apresentação2
Apresentação2
 
Tabela de cálculo de verbas rescisórias
Tabela de cálculo de verbas rescisóriasTabela de cálculo de verbas rescisórias
Tabela de cálculo de verbas rescisórias
 
The New Product Delivery Conundrum
The New Product Delivery ConundrumThe New Product Delivery Conundrum
The New Product Delivery Conundrum
 
Ideias para ferias
Ideias para feriasIdeias para ferias
Ideias para ferias
 
Coleção IOB Trabalhista e Previdenciária - Cálculos Trabalhistas - Férias, 13...
Coleção IOB Trabalhista e Previdenciária - Cálculos Trabalhistas - Férias, 13...Coleção IOB Trabalhista e Previdenciária - Cálculos Trabalhistas - Férias, 13...
Coleção IOB Trabalhista e Previdenciária - Cálculos Trabalhistas - Férias, 13...
 
Férias que sabem a férias
Férias que sabem a fériasFérias que sabem a férias
Férias que sabem a férias
 
09 administração de pessoal (férias)
09   administração de pessoal (férias)09   administração de pessoal (férias)
09 administração de pessoal (férias)
 
Boas ferias
Boas feriasBoas ferias
Boas ferias
 
Novas Regras do RH
Novas Regras do RHNovas Regras do RH
Novas Regras do RH
 
1..ano aluno
1..ano aluno1..ano aluno
1..ano aluno
 
Curso online calculos trabalhistas do contrato a extincao
Curso online calculos trabalhistas do contrato a extincaoCurso online calculos trabalhistas do contrato a extincao
Curso online calculos trabalhistas do contrato a extincao
 
As Minhas FéRias De Sonho
As Minhas FéRias De SonhoAs Minhas FéRias De Sonho
As Minhas FéRias De Sonho
 
Folha de pagamento
Folha de pagamentoFolha de pagamento
Folha de pagamento
 
LEGISLAÇÃO TRABALHISTA: A Lei na teoria e na prática
LEGISLAÇÃO TRABALHISTA: A Lei na teoria e na práticaLEGISLAÇÃO TRABALHISTA: A Lei na teoria e na prática
LEGISLAÇÃO TRABALHISTA: A Lei na teoria e na prática
 

Semelhante a Férias e 13

Clculostrabalhistas alunos-090918224446-phpapp044
Clculostrabalhistas alunos-090918224446-phpapp044Clculostrabalhistas alunos-090918224446-phpapp044
Clculostrabalhistas alunos-090918224446-phpapp044
Rosemeire Lopes
 
Clculostrabalhistas alunos-090918224446-phpapp044
Clculostrabalhistas alunos-090918224446-phpapp044Clculostrabalhistas alunos-090918224446-phpapp044
Clculostrabalhistas alunos-090918224446-phpapp044
Rosemeire Lopes
 
RESUMO CALCULOS TRABALHISTAS TURMA RH ANHANGUERA[7461].ppt
RESUMO CALCULOS TRABALHISTAS TURMA RH ANHANGUERA[7461].pptRESUMO CALCULOS TRABALHISTAS TURMA RH ANHANGUERA[7461].ppt
RESUMO CALCULOS TRABALHISTAS TURMA RH ANHANGUERA[7461].ppt
ZoraideMenezes1
 
CALCULOS TRABALHISTAS.ppt
CALCULOS TRABALHISTAS.pptCALCULOS TRABALHISTAS.ppt
CALCULOS TRABALHISTAS.ppt
ZoraideMenezes1
 
Cálculos Trabalhistas
Cálculos TrabalhistasCálculos Trabalhistas
Cálculos Trabalhistas
João Paulo Costa Melo
 
231
231231
Folha de pagamento
Folha de pagamentoFolha de pagamento
Folha de pagamento
Romario Morais
 
Calculos trabalhistas
Calculos trabalhistasCalculos trabalhistas
Calculos trabalhistas
ProfessorRogerioSant
 
Departamento pessoal na prática noçoes ppt
Departamento pessoal na prática noçoes pptDepartamento pessoal na prática noçoes ppt
Departamento pessoal na prática noçoes ppt
Priscila Pincela
 
Simulação do 13º salário do empregado doméstico
Simulação do 13º salário do empregado domésticoSimulação do 13º salário do empregado doméstico
Simulação do 13º salário do empregado doméstico
Jornal do Commercio
 
tributos sobre o trabalho - planejamento tributário - curso usp 40245.pdf
tributos sobre o trabalho - planejamento tributário - curso usp 40245.pdftributos sobre o trabalho - planejamento tributário - curso usp 40245.pdf
tributos sobre o trabalho - planejamento tributário - curso usp 40245.pdf
tontis1
 
13_SALARIO.pptx
13_SALARIO.pptx13_SALARIO.pptx
13_SALARIO.pptx
DayannaCarolina7
 
Clculostrabalhistaspassoapasso 120831183037-phpapp02
Clculostrabalhistaspassoapasso 120831183037-phpapp02Clculostrabalhistaspassoapasso 120831183037-phpapp02
Clculostrabalhistaspassoapasso 120831183037-phpapp02
Rosemeire Lopes
 
Manual de Cálculos Trabalhistas
Manual de Cálculos TrabalhistasManual de Cálculos Trabalhistas
Manual de Cálculos Trabalhistas
João Paulo Costa Melo
 
Aula 15 recursos humano
Aula 15 recursos humanoAula 15 recursos humano
Aula 15 recursos humano
Homero Alves de Lima
 
Cálculos trabalhistas passo a passo
Cálculos trabalhistas passo a passoCálculos trabalhistas passo a passo
Cálculos trabalhistas passo a passo
Iara Triers
 
Direito trabalhistas 1
Direito trabalhistas 1Direito trabalhistas 1
Direito trabalhistas 1
elisabatista7
 
dpAle
dpAledpAle
dpAle
aleeandre
 
Dp1
Dp1Dp1
Aula 06 departamento pessoal
Aula 06 departamento pessoalAula 06 departamento pessoal
Aula 06 departamento pessoal
Homero Alves de Lima
 

Semelhante a Férias e 13 (20)

Clculostrabalhistas alunos-090918224446-phpapp044
Clculostrabalhistas alunos-090918224446-phpapp044Clculostrabalhistas alunos-090918224446-phpapp044
Clculostrabalhistas alunos-090918224446-phpapp044
 
Clculostrabalhistas alunos-090918224446-phpapp044
Clculostrabalhistas alunos-090918224446-phpapp044Clculostrabalhistas alunos-090918224446-phpapp044
Clculostrabalhistas alunos-090918224446-phpapp044
 
RESUMO CALCULOS TRABALHISTAS TURMA RH ANHANGUERA[7461].ppt
RESUMO CALCULOS TRABALHISTAS TURMA RH ANHANGUERA[7461].pptRESUMO CALCULOS TRABALHISTAS TURMA RH ANHANGUERA[7461].ppt
RESUMO CALCULOS TRABALHISTAS TURMA RH ANHANGUERA[7461].ppt
 
CALCULOS TRABALHISTAS.ppt
CALCULOS TRABALHISTAS.pptCALCULOS TRABALHISTAS.ppt
CALCULOS TRABALHISTAS.ppt
 
Cálculos Trabalhistas
Cálculos TrabalhistasCálculos Trabalhistas
Cálculos Trabalhistas
 
231
231231
231
 
Folha de pagamento
Folha de pagamentoFolha de pagamento
Folha de pagamento
 
Calculos trabalhistas
Calculos trabalhistasCalculos trabalhistas
Calculos trabalhistas
 
Departamento pessoal na prática noçoes ppt
Departamento pessoal na prática noçoes pptDepartamento pessoal na prática noçoes ppt
Departamento pessoal na prática noçoes ppt
 
Simulação do 13º salário do empregado doméstico
Simulação do 13º salário do empregado domésticoSimulação do 13º salário do empregado doméstico
Simulação do 13º salário do empregado doméstico
 
tributos sobre o trabalho - planejamento tributário - curso usp 40245.pdf
tributos sobre o trabalho - planejamento tributário - curso usp 40245.pdftributos sobre o trabalho - planejamento tributário - curso usp 40245.pdf
tributos sobre o trabalho - planejamento tributário - curso usp 40245.pdf
 
13_SALARIO.pptx
13_SALARIO.pptx13_SALARIO.pptx
13_SALARIO.pptx
 
Clculostrabalhistaspassoapasso 120831183037-phpapp02
Clculostrabalhistaspassoapasso 120831183037-phpapp02Clculostrabalhistaspassoapasso 120831183037-phpapp02
Clculostrabalhistaspassoapasso 120831183037-phpapp02
 
Manual de Cálculos Trabalhistas
Manual de Cálculos TrabalhistasManual de Cálculos Trabalhistas
Manual de Cálculos Trabalhistas
 
Aula 15 recursos humano
Aula 15 recursos humanoAula 15 recursos humano
Aula 15 recursos humano
 
Cálculos trabalhistas passo a passo
Cálculos trabalhistas passo a passoCálculos trabalhistas passo a passo
Cálculos trabalhistas passo a passo
 
Direito trabalhistas 1
Direito trabalhistas 1Direito trabalhistas 1
Direito trabalhistas 1
 
dpAle
dpAledpAle
dpAle
 
Dp1
Dp1Dp1
Dp1
 
Aula 06 departamento pessoal
Aula 06 departamento pessoalAula 06 departamento pessoal
Aula 06 departamento pessoal
 

Mais de Valéria Lins

Como fechar uma empresa
Como fechar uma empresaComo fechar uma empresa
Como fechar uma empresa
Valéria Lins
 
Como funciona o sistema tributário no brasil
Como funciona o sistema tributário no brasilComo funciona o sistema tributário no brasil
Como funciona o sistema tributário no brasil
Valéria Lins
 
Práticas do RH
Práticas do RHPráticas do RH
Práticas do RH
Valéria Lins
 
Entendendo a profissão Assistente administrativo
Entendendo a profissão Assistente administrativoEntendendo a profissão Assistente administrativo
Entendendo a profissão Assistente administrativo
Valéria Lins
 
Rotinas administrativas
Rotinas administrativasRotinas administrativas
Rotinas administrativas
Valéria Lins
 
Noções de matemática
Noções de matemáticaNoções de matemática
Noções de matemática
Valéria Lins
 
Fluxo de caixa
Fluxo de caixaFluxo de caixa
Fluxo de caixa
Valéria Lins
 
Documentos da área financeira
Documentos da área financeiraDocumentos da área financeira
Documentos da área financeira
Valéria Lins
 
Controle de contas a pagar
Controle de contas a pagarControle de contas a pagar
Controle de contas a pagar
Valéria Lins
 
Conceitos bancários
Conceitos bancáriosConceitos bancários
Conceitos bancários
Valéria Lins
 
Composição do salário
Composição do salárioComposição do salário
Composição do salário
Valéria Lins
 
Aula de movimento de caixa cebrac
Aula de movimento de caixa cebracAula de movimento de caixa cebrac
Aula de movimento de caixa cebrac
Valéria Lins
 
Documentos fiscais
Documentos fiscaisDocumentos fiscais
Documentos fiscais
Valéria Lins
 

Mais de Valéria Lins (13)

Como fechar uma empresa
Como fechar uma empresaComo fechar uma empresa
Como fechar uma empresa
 
Como funciona o sistema tributário no brasil
Como funciona o sistema tributário no brasilComo funciona o sistema tributário no brasil
Como funciona o sistema tributário no brasil
 
Práticas do RH
Práticas do RHPráticas do RH
Práticas do RH
 
Entendendo a profissão Assistente administrativo
Entendendo a profissão Assistente administrativoEntendendo a profissão Assistente administrativo
Entendendo a profissão Assistente administrativo
 
Rotinas administrativas
Rotinas administrativasRotinas administrativas
Rotinas administrativas
 
Noções de matemática
Noções de matemáticaNoções de matemática
Noções de matemática
 
Fluxo de caixa
Fluxo de caixaFluxo de caixa
Fluxo de caixa
 
Documentos da área financeira
Documentos da área financeiraDocumentos da área financeira
Documentos da área financeira
 
Controle de contas a pagar
Controle de contas a pagarControle de contas a pagar
Controle de contas a pagar
 
Conceitos bancários
Conceitos bancáriosConceitos bancários
Conceitos bancários
 
Composição do salário
Composição do salárioComposição do salário
Composição do salário
 
Aula de movimento de caixa cebrac
Aula de movimento de caixa cebracAula de movimento de caixa cebrac
Aula de movimento de caixa cebrac
 
Documentos fiscais
Documentos fiscaisDocumentos fiscais
Documentos fiscais
 

Último

1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
LeticiaRochaCupaiol
 
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escolaIntrodução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Professor Belinaso
 
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
fagnerlopes11
 
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de cursoDicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Simone399395
 
JOGO DA VELHA FESTA JUNINA - ARQUIVO GRATUITO.pdf
JOGO DA VELHA FESTA JUNINA - ARQUIVO GRATUITO.pdfJOGO DA VELHA FESTA JUNINA - ARQUIVO GRATUITO.pdf
JOGO DA VELHA FESTA JUNINA - ARQUIVO GRATUITO.pdf
ClaudiaMainoth
 
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vidakarl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
KleginaldoPaz2
 
As sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativasAs sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativas
rloureiro1
 
AULA-001---AS-CELULAS_5546dad041b949bbb7b1f0fa841a6d1f.pdf
AULA-001---AS-CELULAS_5546dad041b949bbb7b1f0fa841a6d1f.pdfAULA-001---AS-CELULAS_5546dad041b949bbb7b1f0fa841a6d1f.pdf
AULA-001---AS-CELULAS_5546dad041b949bbb7b1f0fa841a6d1f.pdf
SthafaniHussin1
 
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
DouglasMoraes54
 
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdfUFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
Manuais Formação
 
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
SILVIAREGINANAZARECA
 
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptxCartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Zenir Carmen Bez Trombeta
 
497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
JoanaFigueira11
 
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Leonardo da Vinci .pptx
Leonardo da Vinci                  .pptxLeonardo da Vinci                  .pptx
Leonardo da Vinci .pptx
TomasSousa7
 
APRESENTAÇÃO PARA AULA DE URGÊNCIA E EMERGÊNCIA
APRESENTAÇÃO PARA AULA DE URGÊNCIA E EMERGÊNCIAAPRESENTAÇÃO PARA AULA DE URGÊNCIA E EMERGÊNCIA
APRESENTAÇÃO PARA AULA DE URGÊNCIA E EMERGÊNCIA
karinenobre2033
 
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
GÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptxGÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptx
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
Marlene Cunhada
 
Slide de biologia aula2 2 bimestre no ano de 2024
Slide de biologia aula2  2 bimestre no ano de 2024Slide de biologia aula2  2 bimestre no ano de 2024
Slide de biologia aula2 2 bimestre no ano de 2024
vinibolado86
 
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdfA QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
AurelianoFerreirades2
 
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua PortuguesaD20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
eaiprofpolly
 

Último (20)

1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
 
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escolaIntrodução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
 
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
 
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de cursoDicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
 
JOGO DA VELHA FESTA JUNINA - ARQUIVO GRATUITO.pdf
JOGO DA VELHA FESTA JUNINA - ARQUIVO GRATUITO.pdfJOGO DA VELHA FESTA JUNINA - ARQUIVO GRATUITO.pdf
JOGO DA VELHA FESTA JUNINA - ARQUIVO GRATUITO.pdf
 
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vidakarl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
 
As sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativasAs sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativas
 
AULA-001---AS-CELULAS_5546dad041b949bbb7b1f0fa841a6d1f.pdf
AULA-001---AS-CELULAS_5546dad041b949bbb7b1f0fa841a6d1f.pdfAULA-001---AS-CELULAS_5546dad041b949bbb7b1f0fa841a6d1f.pdf
AULA-001---AS-CELULAS_5546dad041b949bbb7b1f0fa841a6d1f.pdf
 
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
 
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdfUFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
 
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
 
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptxCartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
 
497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
 
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
 
Leonardo da Vinci .pptx
Leonardo da Vinci                  .pptxLeonardo da Vinci                  .pptx
Leonardo da Vinci .pptx
 
APRESENTAÇÃO PARA AULA DE URGÊNCIA E EMERGÊNCIA
APRESENTAÇÃO PARA AULA DE URGÊNCIA E EMERGÊNCIAAPRESENTAÇÃO PARA AULA DE URGÊNCIA E EMERGÊNCIA
APRESENTAÇÃO PARA AULA DE URGÊNCIA E EMERGÊNCIA
 
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
GÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptxGÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptx
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
 
Slide de biologia aula2 2 bimestre no ano de 2024
Slide de biologia aula2  2 bimestre no ano de 2024Slide de biologia aula2  2 bimestre no ano de 2024
Slide de biologia aula2 2 bimestre no ano de 2024
 
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdfA QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
 
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua PortuguesaD20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
 

Férias e 13

  • 1. SEXTA + Férias e 13º salário Gestora: Valéria Lins
  • 2.
  • 3. Férias  Período concessivo de férias é aquele período de até doze meses em que, após serem completados os doze meses anteriores de aquisição do direito às férias, o empregador deverá conceder o gozo das mesmas.  Quando o empregado faltar durante o período aquisitivo mais de 32 vezes, ele perderá o direito às suas férias.
  • 4.   O período concessivo de férias é o período aquisitivo das próximas, assim, as faltas que ultrapassarem trinta e duas no período concessivo de uma férias acarretarão na perda do direito às férias para o próximo período. Quando as férias não forem concedidas nos doze meses a contar do término do período aquisitivo, elas deverão ser concedidas em dobro.
  • 5. Férias  Vencidas são aquelas onde já se passou o período aquisitivo, que é de 1 (um) ano, e se apresenta no período de concessão que, também, é de 1 (um) ano  Em dobro quando não gozada nem recebidas no período concessivo.  Proporcionais são aquelas referentes aos meses do período aquisitivo.
  • 6. Férias  O art. 135 estabelece que as férias deverão ser participadas ao empregado com antecedência de, no mínimo, 30 (trinta) dias.  Cálculo: Valor da remuneração acrescida de 1/3. Ex. R$ 465,00 + 1/3 = R$ 620,00
  • 7. Férias  Cálculo das em dobro: No período acima do concessivo é o valor da remuneração acrescida de 1/3 pago em dobro. Ex. R$ 465,00 + 1/3 x 2 = R$ 1.240,00
  • 8. Férias acrescidas do terço legal  Cálculo das proporcionais é o valor do salário acrescido do terço legal e dividido por 12 (doze). Ex. 1 mês de férias proporcionais + 1/3 = 1/12 de R$ 465,00 + 1/3 ÷ 12 = R$ 51,66
  • 10.
  • 11. 13º salário  O 13º salário ou gratificação natalina é o valor do salário de dezembro ou o valor do salário do mês anterior ao pagamento da 1ª parcela que se dará entre janeiro a 30 de novembro do ano corrente.  1ª parcela 50% do 13º salário.  2ª parcela os outros 50% até 20 de dezembro.
  • 12. 13º salário proporcional  O 13º salário proporcional é o valor da remuneração do mês anterior ou do último salário recebido ou o do mês da propositura da ação dividido por 12. Ex. 1 mês de 13º salário = 1/12 de R$ 465,00 = R$ 38,75 Ex2.: 5 meses de 13º salário, ou seja, 5/12 de R$ 465,00 = R$ 193,75
  • 13.
  • 14. Aviso Prévio  É o valor dá última remuneração recebida. Ex. Se o salário da rescisão foi um salário de R$ 465,00 será este o valor do Aviso Prévio.
  • 15. FGTS  A alíquota é de 8%, via de regra, portanto calculada sobre os salários, décimo terceiro, aviso prévio, férias e outras verbas rescisórias; e depositado mensalmente sobre o salário. Ex.: valor da rescisão de 1.000,00 x 8% = R$ 80,00
  • 16. Indenização ou Multa de 40% sobre o FGTS  É calculada sobre o valor depositado do FGTS acrescida do valor do FGTS da rescisão. Ex.: valor da rescisão de 1.000,00 x 8% = R$ 80,00 + R$ 3.000,00 (depositado) x 40% = R$ 1.232,00
  • 17. Adicional Insalubridade  Calculado sobre o salário (antes da decisão do STF era sobre o salário mínimo) no importe de 10%, 20% ou 40% conforme o grau de insalubridade.
  • 18. Adicional Periculosidade  Calculado sobre a remuneração no importe de 30% para atividades com inflamáveis, explosivos ou eletricitários.
  • 19. Adicional Noturno  Calculado sobre as horas noturnas sendo que via de regra o adicional é de 20%. Hora noturna reduzida: 52min30seg  Empregado Urbano: 22h às 5h – 20% (art. 73 da CLT)  Empregado Rural: 25% (Lei do Rurícola) – – Lavoura: 21h às 5h Pecuária: 20h às 4h
  • 20. Adicional Noturno  Cálcula primeiramente o número de horas noturnas trabalhadas. Ex.: 22h as 5h são 7h normais que equivalem a 7h x 60min = 420 min. Divide-se os 420 min por 52min e meio, ou seja, 420 ÷ 52,5min = 8h noturnas
  • 21. Adicional Noturno  Calcula-se então o valor de cada hora de trabalho acrescenta-se 20% e multiplica pelo número de horas noturnas. Ex.: R$ 465,00 ÷ 220 = R$ 2,11 R$ 2,11 x 20% = 0,42 R$ 0,42 x 8h = R$ 3,36 por hora noturna dia.
  • 22. Horas Extras  As horas extraordinárias poderão ser calculadas de várias maneiras, porém para facilitar outros cálculos, como por exemplo os reflexos em outras verbas, acredito ser a melhor forma aquela que leva em conta o cálculo mensal dessas horas.
  • 23. Horas Extras  Como calcular: Primeiramente descobre-se o valor da hora normal que é o valor da remuneração dividido, via de regra, por 220. Ex.: R$ 465,00 ÷ 220 = R$ 2,11
  • 24. Horas Extras  Após aplica-se o adicional de horas extras que pela Constituição de 1988 é de 50% sobre a hora normal. Ex.: R$ 2,11 x 1,5 = R$ 3,16
  • 25. Horas Extras  De posse do valor da hora extraordinária multiplica-se pelo número de horas extras cumpridas pelo empregado. Ex.: Se o empregado trabalha 2 horas extras diárias, sendo que seu trabalho é de segunda à sábado multiplica-se por 6 dias por semana.
  • 26. Horas Extras 6 dias x 2 horas por dia = 12 horas semanais x 4 semanas = 48 horas mensais. 48 x R$ 3,16 = R$ 151,68 por mês.
  • 27. Repouso Semanal Remunerado  O repouso semanal remunerado condiz ao valor de um dia de trabalho, pago cada 6 dias de trabalho, que será de descanso para o trabalhador, pode também, ser chamado de Descanso Semanal Remunerado.
  • 28. Repouso Semanal Remunerado  O RSR ou DSR será pago quando na semana o empregado não faltar injustificadamente ao serviço.  Quando o dia de repouso é trabalhado o valor a ser pago ao empregado é o dobro. Ex.: R$ 15,55 por dia x 2 = R$ 31,10
  • 29. Repouso Semanal Remunerado  O RSR ou DSR será preferencialmente aos domingos, porém caso este seja em outro dia da semana, o empregador deverá conceder pelo menos um domingo ao mês como RSR ou DSR.
  • 30. Reflexos das horas extras  Quando a hora extraordinária é cumprida o valor pago por estas horas refletem em outras verbas como 13º salário, férias, RSR e etc.  Para calcular o reflexo no 13º salário pega-se o valor da hora extra mensal e divide-se por 12, calculando se como se fosse calcular o 13º sobre o salário.
  • 31. Reflexos das horas extras  Para o cálculo do reflexo nas férias utiliza- se o valor das horas extras mensais + 1/3 divide-se por 12 e multiplica-se pelo número de meses das férias como se tivesse calculando as férias sobre o salário.
  • 32. Reflexos das horas extras  Quanto ao reflexo no RSR e DSR utiliza- se de um calculo um pouco mais complexo: EX.: O valor total das horas extras trabalhadas no pacto laboral ÷ 25 dias trabalhados ÷ nº de meses = valor de cada RSR.
  • 33. Reflexos das horas extras Após calcula-se o nº de RSRs: 5,25 x nº de meses = nº RSRs * 52 RSR + 11 feriados nacionais ÷ 12 = 5,25 De posse do nº RSR e do valor de cada RSR é só multiplicar um pelo outro. EX.: nº RSRs x Valor de cada RSRs = reflexo da hora extra no RSR.
  • 34. Reflexos das horas extras Calculo do Reflexo das Horas extras no RSR por mês: Valor das HE ÷ Dias úteis x domingos + feriados = Valor do reflexo das HE no DSR
  • 35. Atividade prática  Cláudia foi admitida em 10 de agosto de 2005 como doméstica, percebendo um salário mínimo mensal, porém não teve sua CTPS anotada e não recebeu nenhum direito, não gozando nem férias, além do salário mensal, em 16 de março de 2009 é dispensada sem justa causa, ao te procurar como advogado pede que você diga quanto a empregadora deve a ela. Faça os cálculos para Cláudia.
  • 36. Cálculo da atividade prática A – SALDO DE SALÁRIO 16 dias (01/03/09 à 16/03/09) ..........R$ 248,00 B - 13º VENCIDO E PROPORCIONAL 2005 (5/12)..........................................................................R$ 2006 (12/12).........................................................................R$ 2007 (12/12).........................................................................R$ 2008 (12/12).........................................................................R$ 2009 (4/12)..........................................................................R$ 193,75 465,00 465,00 465,00 155,00 C - FÉRIAS PROPORCIONAIS + 1/3 (12/12) (10/08/05 à 09/08/06) DOBRO...................................R$ (12/12) (10/08/06 à 09/08/07) DOBRO...................................R$ (12/12) (10/08/07 à 09/08/08)...............................................R$ (9/12) (10/08/08 à 16/04/09).................................................R$ 1.240,00 1.240,00 620,00 465,00 D – AVISO PRÉVIO (16/03/09 à 16/04/09)..............................R$ 465,00 ________________ TOTAL R$ 6.021,75
  • 37. Atividade prática 2    A reclamante foi admitida a serviço da reclamada no dia 01 de fevereiro de 2007 para desenvolver as atividades de atendente, percebendo um salário mínimo mensal. Sua Carteira de Trabalho e Previdência Social foi regularmente anotada. A reclamante sofreu acidente de trabalho em 26 de maio de 2007, conforme Comunicado de Acidente de Trabalho (CAT) (doc.), ficando afastada pela Previdência, percebendo auxíliodoença acidentário, até 25 de novembro de 2007, quando tentou retornar ao trabalho, foi dispensada sem justa causa. Elabore os cálculos rescisórios da reclamante.
  • 38. Obrigado e bom fim de semana!