SlideShare uma empresa Scribd logo
Professor Rodolfo Alves Pereira
A família real portuguesa no
Brasil
1808 - 1821
Contexto Histórico
   Europa – início do século XIX
   Napoleão Bonaparte decreta o Bloqueio
    Continental contra a Inglaterra.
   Portugal estuda, junto com o governo
    britânico transferir a Corte para o Brasil
    (1807).
   As tropas de Napoleão invadem o reino
    de Portugal.
   A família real portuguesa, junto com 10
    mil pessoas, partiu de Lisboa em direção
    ao Brasil. (29 de Novembro de 1807).
A família real chega a Bahia
 24/01/1808: o príncipe D. João chega em
  Salvador.
 Alguns dias depois o príncipe assinou o
  decreto que abriu os portos brasileiros para
  as nações amigas de Portugal. Era o fim do
  pacto e do monopólio comercial sobre o
  Brasil.
 O acordo beneficiava os produtos ingleses,
  que chegariam nos portos brasileiros a
  partir de então.
 D. João também determinou a criação da
  Escola de Cirurgia da Bahia.
A colônia é promovida a reino
   08/03/1808: O Rio de Janeiro, com muita
    festa, recebe a família real.
   Toda a administração portuguesa mudou-se
    para o Rio de Janeiro.
   Em 1815, D. João elevou o Brasil à categoria
    de Reino Unido a Portugal e Algarves.
   D. João também permitiu que manufaturas
    (indústrias) fossem instaladas no Brasil, mas
    elas não prosperaram devido a concorrência
    com os produtos ingleses.
   O Brasil deixara de ser uma colônia e
    tornara-se sede da Coroa portuguesa.
Outras medidas tomadas por D.
João
Crise política
   Em 1815 as nações europeias realizaram o Congresso de Viena, que
    pretendia restaurar as monarquias europeias após a queda de Napoleão.
   Uma das determinações do Congresso era que D. João regrasse á Portugal,
    pois não poderia governar seu reino a partir de uma colônia.
   D. João não queria deixar a colônia, por isso elevou-a a categoria de Reino
    Unido.
   Enquanto alguns brasileiros aplaudiram a medida, principalmente os do
    centro-sul, alguns das províncias do Norte e Nordestes estavam insatisfeitas
    com as regalias das regiões centrais.
   1820 – Revolução do Porto: os portugueses estavam insatisfeitos com a
    ausência da família real e com os prejuízos que tiveram com o fim do
    monopólio sobre a colônia.
   Revolta de cunho liberal, que pretendia o retorno de D. João á Portugal e
    que este aceitasse a Constituição preparada pelas Cortes (Assembleia).
   As Cortes portuguesas pretendiam transformar o Brasil novamente em
    colônia e restabelecer os antigos privilégios perdidos.
   26/04/1821: D. João retornou para Portugal acompanhado por nobres e
    militares, mas deixou no Brasil seu filho e herdeiro – d. Pedro – como
Família real no brasil

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Era Napoleônica
Era NapoleônicaEra Napoleônica
Era Napoleônica
Douglas Barraqui
 
Independência do brasil
Independência do brasilIndependência do brasil
Independência do brasil
Marilia Pimentel
 
A revolução pernambucana de 1817
A revolução pernambucana de 1817A revolução pernambucana de 1817
A revolução pernambucana de 1817
Fabrícia Almeida
 
Mineração no Brasil Colônia
Mineração no Brasil ColôniaMineração no Brasil Colônia
Mineração no Brasil Colônia
Jerry Guimarães
 
A época do ouro no brasil
A época do ouro no brasilA época do ouro no brasil
A época do ouro no brasil
Andressa Fontenele
 
Civilizações Pré-Colombianas
Civilizações Pré-ColombianasCivilizações Pré-Colombianas
Civilizações Pré-Colombianas
joana71
 
Expansão territorial
Expansão territorialExpansão territorial
Expansão territorial
Edenilson Morais
 
Brasil imperial
Brasil imperialBrasil imperial
Brasil imperial
Vivihistoria
 
A Corte portuguesa no brasil
A Corte portuguesa no brasilA Corte portuguesa no brasil
A Corte portuguesa no brasil
Patrícia Costa Grigório
 
A Escravidão no Brasil colonial
A Escravidão no Brasil colonialA Escravidão no Brasil colonial
A Escravidão no Brasil colonial
Alex Ferreira dos Santos
 
4.colonização da américa portuguesa
4.colonização da américa portuguesa4.colonização da américa portuguesa
4.colonização da américa portuguesa
valdeck1
 
Grandes navegações
Grandes navegaçõesGrandes navegações
Grandes navegações
Fabiana Tonsis
 
A colonização da América portuguesa
A colonização da América portuguesaA colonização da América portuguesa
A colonização da América portuguesa
Edenilson Morais
 
Feudalismo
FeudalismoFeudalismo
Feudalismo
Aulas de História
 
As Grandes Navegações - 7º Ano (2016)
As Grandes Navegações - 7º Ano (2016)As Grandes Navegações - 7º Ano (2016)
As Grandes Navegações - 7º Ano (2016)
Nefer19
 
América portuguesa a colonização do brasil
América portuguesa a colonização do brasilAmérica portuguesa a colonização do brasil
América portuguesa a colonização do brasil
Douglas Barraqui
 
Mineração no Brasil colônia
Mineração no Brasil colôniaMineração no Brasil colônia
Mineração no Brasil colônia
João Marcelo
 
Brasil pré colonial (1500-1530).ppt
Brasil pré colonial (1500-1530).pptBrasil pré colonial (1500-1530).ppt
Brasil pré colonial (1500-1530).ppt
dmflores21
 
3ºano - Primeira Guerra Mundial - 1914 a 1918
3ºano - Primeira Guerra Mundial - 1914 a 19183ºano - Primeira Guerra Mundial - 1914 a 1918
3ºano - Primeira Guerra Mundial - 1914 a 1918
Daniel Alves Bronstrup
 
Povos pré colombianos
Povos pré colombianosPovos pré colombianos
Povos pré colombianos
Nila Michele Bastos Santos
 

Mais procurados (20)

Era Napoleônica
Era NapoleônicaEra Napoleônica
Era Napoleônica
 
Independência do brasil
Independência do brasilIndependência do brasil
Independência do brasil
 
A revolução pernambucana de 1817
A revolução pernambucana de 1817A revolução pernambucana de 1817
A revolução pernambucana de 1817
 
Mineração no Brasil Colônia
Mineração no Brasil ColôniaMineração no Brasil Colônia
Mineração no Brasil Colônia
 
A época do ouro no brasil
A época do ouro no brasilA época do ouro no brasil
A época do ouro no brasil
 
Civilizações Pré-Colombianas
Civilizações Pré-ColombianasCivilizações Pré-Colombianas
Civilizações Pré-Colombianas
 
Expansão territorial
Expansão territorialExpansão territorial
Expansão territorial
 
Brasil imperial
Brasil imperialBrasil imperial
Brasil imperial
 
A Corte portuguesa no brasil
A Corte portuguesa no brasilA Corte portuguesa no brasil
A Corte portuguesa no brasil
 
A Escravidão no Brasil colonial
A Escravidão no Brasil colonialA Escravidão no Brasil colonial
A Escravidão no Brasil colonial
 
4.colonização da américa portuguesa
4.colonização da américa portuguesa4.colonização da américa portuguesa
4.colonização da américa portuguesa
 
Grandes navegações
Grandes navegaçõesGrandes navegações
Grandes navegações
 
A colonização da América portuguesa
A colonização da América portuguesaA colonização da América portuguesa
A colonização da América portuguesa
 
Feudalismo
FeudalismoFeudalismo
Feudalismo
 
As Grandes Navegações - 7º Ano (2016)
As Grandes Navegações - 7º Ano (2016)As Grandes Navegações - 7º Ano (2016)
As Grandes Navegações - 7º Ano (2016)
 
América portuguesa a colonização do brasil
América portuguesa a colonização do brasilAmérica portuguesa a colonização do brasil
América portuguesa a colonização do brasil
 
Mineração no Brasil colônia
Mineração no Brasil colôniaMineração no Brasil colônia
Mineração no Brasil colônia
 
Brasil pré colonial (1500-1530).ppt
Brasil pré colonial (1500-1530).pptBrasil pré colonial (1500-1530).ppt
Brasil pré colonial (1500-1530).ppt
 
3ºano - Primeira Guerra Mundial - 1914 a 1918
3ºano - Primeira Guerra Mundial - 1914 a 19183ºano - Primeira Guerra Mundial - 1914 a 1918
3ºano - Primeira Guerra Mundial - 1914 a 1918
 
Povos pré colombianos
Povos pré colombianosPovos pré colombianos
Povos pré colombianos
 

Destaque

A vinda da família real ao brasil
A vinda da família real ao brasilA vinda da família real ao brasil
A vinda da família real ao brasil
historiando
 
A família Real Portuguesa no Brasil
A família Real Portuguesa no BrasilA família Real Portuguesa no Brasil
A família Real Portuguesa no Brasil
Jefferson Alexandre Prado
 
A vinda da família real portuguesa ao brasil
A vinda da família real portuguesa ao brasilA vinda da família real portuguesa ao brasil
A vinda da família real portuguesa ao brasil
Lilian Larroca
 
2M4 G3 - Fase D João VI
2M4 G3 - Fase D João VI 2M4 G3 - Fase D João VI
2M4 G3 - Fase D João VI
Valesca Defante
 
BRASIL, SEDE DO IMPÉRIO PORTUGUÊS
BRASIL, SEDE DO IMPÉRIO PORTUGUÊSBRASIL, SEDE DO IMPÉRIO PORTUGUÊS
BRASIL, SEDE DO IMPÉRIO PORTUGUÊS
Marcelo Celloto
 
Brasil fuga da corte
Brasil fuga da corteBrasil fuga da corte
Brasil fuga da corte
Douglas Barraqui
 
Chegada da família real portuguesa
Chegada da família real portuguesaChegada da família real portuguesa
Chegada da família real portuguesa
profdu
 
A vinda da família real ao brasil
A vinda da família real ao brasilA vinda da família real ao brasil
A vinda da família real ao brasil
Nelia Salles Nantes
 
Aula cfgv - A vinda da família real para o Brasil
Aula cfgv - A vinda da família real para o Brasil Aula cfgv - A vinda da família real para o Brasil
Aula cfgv - A vinda da família real para o Brasil
Isabela Espíndola
 
HISTÓRIA: De Colônia à sede do Império Português
HISTÓRIA: De Colônia à sede do Império PortuguêsHISTÓRIA: De Colônia à sede do Império Português
HISTÓRIA: De Colônia à sede do Império Português
BlogSJuniinho
 
A vinda da família real portuguesa para o
A vinda da família real portuguesa para oA vinda da família real portuguesa para o
A vinda da família real portuguesa para o
Gisele Glória
 
A vinda da família real ao brasil
A vinda da família real ao brasilA vinda da família real ao brasil
A vinda da família real ao brasil
PORTAL69
 
2013 fuga da família real e o primeiro reinado
2013  fuga da família real e o primeiro reinado2013  fuga da família real e o primeiro reinado
2013 fuga da família real e o primeiro reinado
MARIANO C7S
 
Da colonização a proclamação da república show
Da colonização a proclamação da república showDa colonização a proclamação da república show
Da colonização a proclamação da república show
Fabio Salvari
 
Aula família real portuguesa no brasil
Aula família real portuguesa no brasilAula família real portuguesa no brasil
Aula família real portuguesa no brasil
seixasmarianas
 
A vinda da família real ao brasil
A vinda da família real ao brasilA vinda da família real ao brasil
A vinda da família real ao brasil
Cristianerocharibas
 
Processo de independência
Processo de independênciaProcesso de independência
Processo de independência
secretaria estadual de educação
 
Brasil colonial: O processo de independência
Brasil colonial:   O processo de independênciaBrasil colonial:   O processo de independência
Brasil colonial: O processo de independência
Edenilson Morais
 
Ciclo do ouro
Ciclo do ouroCiclo do ouro
Ciclo do ouro
raqueel_costa
 
PRIMEIRO REINADO NO BRASIL
PRIMEIRO REINADO NO BRASILPRIMEIRO REINADO NO BRASIL
PRIMEIRO REINADO NO BRASIL
Isabel Aguiar
 

Destaque (20)

A vinda da família real ao brasil
A vinda da família real ao brasilA vinda da família real ao brasil
A vinda da família real ao brasil
 
A família Real Portuguesa no Brasil
A família Real Portuguesa no BrasilA família Real Portuguesa no Brasil
A família Real Portuguesa no Brasil
 
A vinda da família real portuguesa ao brasil
A vinda da família real portuguesa ao brasilA vinda da família real portuguesa ao brasil
A vinda da família real portuguesa ao brasil
 
2M4 G3 - Fase D João VI
2M4 G3 - Fase D João VI 2M4 G3 - Fase D João VI
2M4 G3 - Fase D João VI
 
BRASIL, SEDE DO IMPÉRIO PORTUGUÊS
BRASIL, SEDE DO IMPÉRIO PORTUGUÊSBRASIL, SEDE DO IMPÉRIO PORTUGUÊS
BRASIL, SEDE DO IMPÉRIO PORTUGUÊS
 
Brasil fuga da corte
Brasil fuga da corteBrasil fuga da corte
Brasil fuga da corte
 
Chegada da família real portuguesa
Chegada da família real portuguesaChegada da família real portuguesa
Chegada da família real portuguesa
 
A vinda da família real ao brasil
A vinda da família real ao brasilA vinda da família real ao brasil
A vinda da família real ao brasil
 
Aula cfgv - A vinda da família real para o Brasil
Aula cfgv - A vinda da família real para o Brasil Aula cfgv - A vinda da família real para o Brasil
Aula cfgv - A vinda da família real para o Brasil
 
HISTÓRIA: De Colônia à sede do Império Português
HISTÓRIA: De Colônia à sede do Império PortuguêsHISTÓRIA: De Colônia à sede do Império Português
HISTÓRIA: De Colônia à sede do Império Português
 
A vinda da família real portuguesa para o
A vinda da família real portuguesa para oA vinda da família real portuguesa para o
A vinda da família real portuguesa para o
 
A vinda da família real ao brasil
A vinda da família real ao brasilA vinda da família real ao brasil
A vinda da família real ao brasil
 
2013 fuga da família real e o primeiro reinado
2013  fuga da família real e o primeiro reinado2013  fuga da família real e o primeiro reinado
2013 fuga da família real e o primeiro reinado
 
Da colonização a proclamação da república show
Da colonização a proclamação da república showDa colonização a proclamação da república show
Da colonização a proclamação da república show
 
Aula família real portuguesa no brasil
Aula família real portuguesa no brasilAula família real portuguesa no brasil
Aula família real portuguesa no brasil
 
A vinda da família real ao brasil
A vinda da família real ao brasilA vinda da família real ao brasil
A vinda da família real ao brasil
 
Processo de independência
Processo de independênciaProcesso de independência
Processo de independência
 
Brasil colonial: O processo de independência
Brasil colonial:   O processo de independênciaBrasil colonial:   O processo de independência
Brasil colonial: O processo de independência
 
Ciclo do ouro
Ciclo do ouroCiclo do ouro
Ciclo do ouro
 
PRIMEIRO REINADO NO BRASIL
PRIMEIRO REINADO NO BRASILPRIMEIRO REINADO NO BRASIL
PRIMEIRO REINADO NO BRASIL
 

Semelhante a Família real no brasil

Revolução Liberal Portuguesa
Revolução Liberal PortuguesaRevolução Liberal Portuguesa
Revolução Liberal Portuguesa
Claudia Ferreira Carrega
 
A Fase de D. João VI
A Fase de D. João VIA Fase de D. João VI
A Fase de D. João VI
Barbarataliuli
 
A Fase de D. João VI
A Fase de D. João VIA Fase de D. João VI
A Fase de D. João VI
Barbarataliuli
 
Processo de independência do Brasil
Processo de independência do BrasilProcesso de independência do Brasil
Processo de independência do Brasil
Ana Souza
 
A transferência da Corte para o Brasil 1808
A transferência da Corte para o Brasil 1808A transferência da Corte para o Brasil 1808
A transferência da Corte para o Brasil 1808
ProfessoresColeguium
 
Caminhos da independencia
Caminhos da independenciaCaminhos da independencia
Caminhos da independencia
Aline de Freitas
 
A família real no Brasil
A família real no BrasilA família real no Brasil
A família real no Brasil
Ana Luísa Walterfang
 
A transferência da corte para o brasil 1808
A transferência da corte para o brasil 1808A transferência da corte para o brasil 1808
A transferência da corte para o brasil 1808
ProfessoresColeguium
 
Chegada ao Brasil.pptx
Chegada ao Brasil.pptxChegada ao Brasil.pptx
Chegada ao Brasil.pptx
RafaelyLeite1
 
Revolução liberal do Porto - Altair Aguilar.
Revolução liberal do Porto -  Altair Aguilar.Revolução liberal do Porto -  Altair Aguilar.
Revolução liberal do Porto - Altair Aguilar.
Altair Moisés Aguilar
 
Período Joanino (1808-1821)
Período Joanino (1808-1821)Período Joanino (1808-1821)
Período Joanino (1808-1821)
Valéria Shoujofan
 
Slide historia
Slide historiaSlide historia
Slide historia
Celiamariag3
 
Slide historia
Slide historiaSlide historia
Slide historia
Celiamariag3
 
Família real no brasil
Família real no brasilFamília real no brasil
Família real no brasil
harlissoncarvalho
 
Chegada da família Real no Brasil01.pptx
Chegada da família Real no Brasil01.pptxChegada da família Real no Brasil01.pptx
Chegada da família Real no Brasil01.pptx
Ricardo Diniz campos
 
A Fase de Dom João VI - 2M4/G3
A Fase de Dom João VI - 2M4/G3A Fase de Dom João VI - 2M4/G3
A Fase de Dom João VI - 2M4/G3
marianasloureiro
 
A Fase de Dom João VI
A Fase de Dom João VIA Fase de Dom João VI
A Fase de Dom João VI
Mariana Loureiro
 
Produção textual 04.10
Produção textual 04.10Produção textual 04.10
Produção textual 04.10
PIBIDSolondeLucena
 
A família real no brasil ( formação do estado Brasileiro)
A família real no brasil ( formação do estado Brasileiro)A família real no brasil ( formação do estado Brasileiro)
A família real no brasil ( formação do estado Brasileiro)
jessica Nogueira
 
Vinda da Família Real ao Brasil
Vinda da Família Real ao BrasilVinda da Família Real ao Brasil
Vinda da Família Real ao Brasil
Rayan Gomes
 

Semelhante a Família real no brasil (20)

Revolução Liberal Portuguesa
Revolução Liberal PortuguesaRevolução Liberal Portuguesa
Revolução Liberal Portuguesa
 
A Fase de D. João VI
A Fase de D. João VIA Fase de D. João VI
A Fase de D. João VI
 
A Fase de D. João VI
A Fase de D. João VIA Fase de D. João VI
A Fase de D. João VI
 
Processo de independência do Brasil
Processo de independência do BrasilProcesso de independência do Brasil
Processo de independência do Brasil
 
A transferência da Corte para o Brasil 1808
A transferência da Corte para o Brasil 1808A transferência da Corte para o Brasil 1808
A transferência da Corte para o Brasil 1808
 
Caminhos da independencia
Caminhos da independenciaCaminhos da independencia
Caminhos da independencia
 
A família real no Brasil
A família real no BrasilA família real no Brasil
A família real no Brasil
 
A transferência da corte para o brasil 1808
A transferência da corte para o brasil 1808A transferência da corte para o brasil 1808
A transferência da corte para o brasil 1808
 
Chegada ao Brasil.pptx
Chegada ao Brasil.pptxChegada ao Brasil.pptx
Chegada ao Brasil.pptx
 
Revolução liberal do Porto - Altair Aguilar.
Revolução liberal do Porto -  Altair Aguilar.Revolução liberal do Porto -  Altair Aguilar.
Revolução liberal do Porto - Altair Aguilar.
 
Período Joanino (1808-1821)
Período Joanino (1808-1821)Período Joanino (1808-1821)
Período Joanino (1808-1821)
 
Slide historia
Slide historiaSlide historia
Slide historia
 
Slide historia
Slide historiaSlide historia
Slide historia
 
Família real no brasil
Família real no brasilFamília real no brasil
Família real no brasil
 
Chegada da família Real no Brasil01.pptx
Chegada da família Real no Brasil01.pptxChegada da família Real no Brasil01.pptx
Chegada da família Real no Brasil01.pptx
 
A Fase de Dom João VI - 2M4/G3
A Fase de Dom João VI - 2M4/G3A Fase de Dom João VI - 2M4/G3
A Fase de Dom João VI - 2M4/G3
 
A Fase de Dom João VI
A Fase de Dom João VIA Fase de Dom João VI
A Fase de Dom João VI
 
Produção textual 04.10
Produção textual 04.10Produção textual 04.10
Produção textual 04.10
 
A família real no brasil ( formação do estado Brasileiro)
A família real no brasil ( formação do estado Brasileiro)A família real no brasil ( formação do estado Brasileiro)
A família real no brasil ( formação do estado Brasileiro)
 
Vinda da Família Real ao Brasil
Vinda da Família Real ao BrasilVinda da Família Real ao Brasil
Vinda da Família Real ao Brasil
 

Mais de Acrópole - História & Educação

Unificação da Itália e a formação da Alemanha
Unificação da Itália e a formação da AlemanhaUnificação da Itália e a formação da Alemanha
Unificação da Itália e a formação da Alemanha
Acrópole - História & Educação
 
Aula sobre o Imperialismo Europeu no século XIX
Aula sobre o Imperialismo Europeu no século XIXAula sobre o Imperialismo Europeu no século XIX
Aula sobre o Imperialismo Europeu no século XIX
Acrópole - História & Educação
 
REVISÃO 3º ANO ENSINO MÉDIO
REVISÃO 3º ANO ENSINO MÉDIOREVISÃO 3º ANO ENSINO MÉDIO
REVISÃO 3º ANO ENSINO MÉDIO
Acrópole - História & Educação
 
AVALIAÇÃO INDEPENDÊNCIA E I REINADO NO BRASIL
AVALIAÇÃO INDEPENDÊNCIA E I REINADO NO BRASILAVALIAÇÃO INDEPENDÊNCIA E I REINADO NO BRASIL
AVALIAÇÃO INDEPENDÊNCIA E I REINADO NO BRASIL
Acrópole - História & Educação
 
AVALIAÇÃO DE HISTÓRIA EJA
AVALIAÇÃO DE HISTÓRIA EJAAVALIAÇÃO DE HISTÓRIA EJA
AVALIAÇÃO DE HISTÓRIA EJA
Acrópole - História & Educação
 
AVALIAÇÃO HISTÓRIA ILUMINISMO E DESPOTISMO ESCLARECIDO
AVALIAÇÃO HISTÓRIA  ILUMINISMO E DESPOTISMO ESCLARECIDOAVALIAÇÃO HISTÓRIA  ILUMINISMO E DESPOTISMO ESCLARECIDO
AVALIAÇÃO HISTÓRIA ILUMINISMO E DESPOTISMO ESCLARECIDO
Acrópole - História & Educação
 
A Formação dos Estados Nacionais Europeus
A Formação dos Estados Nacionais EuropeusA Formação dos Estados Nacionais Europeus
A Formação dos Estados Nacionais Europeus
Acrópole - História & Educação
 
Prova de História 7º Ano - Renascimento Cultural
Prova de História 7º Ano  - Renascimento CulturalProva de História 7º Ano  - Renascimento Cultural
Prova de História 7º Ano - Renascimento Cultural
Acrópole - História & Educação
 
Prova de História: Revolução Inglesa
Prova de História: Revolução InglesaProva de História: Revolução Inglesa
Prova de História: Revolução Inglesa
Acrópole - História & Educação
 
Exercícios sobre as ideologias do século XIX
Exercícios sobre as ideologias do século XIXExercícios sobre as ideologias do século XIX
Exercícios sobre as ideologias do século XIX
Acrópole - História & Educação
 
Teste de História: absolutismo e mercantilismo
Teste de História: absolutismo e mercantilismoTeste de História: absolutismo e mercantilismo
Teste de História: absolutismo e mercantilismo
Acrópole - História & Educação
 
AVALIAÇÃO INDEPENDÊNCIA DOS EUA
AVALIAÇÃO INDEPENDÊNCIA DOS EUAAVALIAÇÃO INDEPENDÊNCIA DOS EUA
AVALIAÇÃO INDEPENDÊNCIA DOS EUA
Acrópole - História & Educação
 
TESTE- ABSOLUTISMO E MERCANTILISMO
TESTE- ABSOLUTISMO E MERCANTILISMOTESTE- ABSOLUTISMO E MERCANTILISMO
TESTE- ABSOLUTISMO E MERCANTILISMO
Acrópole - História & Educação
 
Avaliação República Democrática no Brasil
Avaliação República Democrática no Brasil Avaliação República Democrática no Brasil
Avaliação República Democrática no Brasil
Acrópole - História & Educação
 
AVALIAÇÃO HISTÓRIA REVOLUÇÕES SOCIALISTAS
AVALIAÇÃO HISTÓRIA REVOLUÇÕES SOCIALISTASAVALIAÇÃO HISTÓRIA REVOLUÇÕES SOCIALISTAS
AVALIAÇÃO HISTÓRIA REVOLUÇÕES SOCIALISTAS
Acrópole - História & Educação
 
AVALIAÇÃO 1º ANO ENSINO MÉDIO - BAIXA IDADE MÉDIA
AVALIAÇÃO 1º ANO ENSINO MÉDIO - BAIXA IDADE MÉDIAAVALIAÇÃO 1º ANO ENSINO MÉDIO - BAIXA IDADE MÉDIA
AVALIAÇÃO 1º ANO ENSINO MÉDIO - BAIXA IDADE MÉDIA
Acrópole - História & Educação
 
AVALIAÇÃO ESTADOS MODERNOS
AVALIAÇÃO ESTADOS MODERNOSAVALIAÇÃO ESTADOS MODERNOS
AVALIAÇÃO ESTADOS MODERNOS
Acrópole - História & Educação
 
AVALIAÇÃO 6º ANO - Roma Antiga
AVALIAÇÃO 6º ANO - Roma AntigaAVALIAÇÃO 6º ANO - Roma Antiga
AVALIAÇÃO 6º ANO - Roma Antiga
Acrópole - História & Educação
 
Panfleto de Educação Fiscal
Panfleto de Educação FiscalPanfleto de Educação Fiscal
Panfleto de Educação Fiscal
Acrópole - História & Educação
 
Avaliação de História
Avaliação de HistóriaAvaliação de História
Avaliação de História
Acrópole - História & Educação
 

Mais de Acrópole - História & Educação (20)

Unificação da Itália e a formação da Alemanha
Unificação da Itália e a formação da AlemanhaUnificação da Itália e a formação da Alemanha
Unificação da Itália e a formação da Alemanha
 
Aula sobre o Imperialismo Europeu no século XIX
Aula sobre o Imperialismo Europeu no século XIXAula sobre o Imperialismo Europeu no século XIX
Aula sobre o Imperialismo Europeu no século XIX
 
REVISÃO 3º ANO ENSINO MÉDIO
REVISÃO 3º ANO ENSINO MÉDIOREVISÃO 3º ANO ENSINO MÉDIO
REVISÃO 3º ANO ENSINO MÉDIO
 
AVALIAÇÃO INDEPENDÊNCIA E I REINADO NO BRASIL
AVALIAÇÃO INDEPENDÊNCIA E I REINADO NO BRASILAVALIAÇÃO INDEPENDÊNCIA E I REINADO NO BRASIL
AVALIAÇÃO INDEPENDÊNCIA E I REINADO NO BRASIL
 
AVALIAÇÃO DE HISTÓRIA EJA
AVALIAÇÃO DE HISTÓRIA EJAAVALIAÇÃO DE HISTÓRIA EJA
AVALIAÇÃO DE HISTÓRIA EJA
 
AVALIAÇÃO HISTÓRIA ILUMINISMO E DESPOTISMO ESCLARECIDO
AVALIAÇÃO HISTÓRIA  ILUMINISMO E DESPOTISMO ESCLARECIDOAVALIAÇÃO HISTÓRIA  ILUMINISMO E DESPOTISMO ESCLARECIDO
AVALIAÇÃO HISTÓRIA ILUMINISMO E DESPOTISMO ESCLARECIDO
 
A Formação dos Estados Nacionais Europeus
A Formação dos Estados Nacionais EuropeusA Formação dos Estados Nacionais Europeus
A Formação dos Estados Nacionais Europeus
 
Prova de História 7º Ano - Renascimento Cultural
Prova de História 7º Ano  - Renascimento CulturalProva de História 7º Ano  - Renascimento Cultural
Prova de História 7º Ano - Renascimento Cultural
 
Prova de História: Revolução Inglesa
Prova de História: Revolução InglesaProva de História: Revolução Inglesa
Prova de História: Revolução Inglesa
 
Exercícios sobre as ideologias do século XIX
Exercícios sobre as ideologias do século XIXExercícios sobre as ideologias do século XIX
Exercícios sobre as ideologias do século XIX
 
Teste de História: absolutismo e mercantilismo
Teste de História: absolutismo e mercantilismoTeste de História: absolutismo e mercantilismo
Teste de História: absolutismo e mercantilismo
 
AVALIAÇÃO INDEPENDÊNCIA DOS EUA
AVALIAÇÃO INDEPENDÊNCIA DOS EUAAVALIAÇÃO INDEPENDÊNCIA DOS EUA
AVALIAÇÃO INDEPENDÊNCIA DOS EUA
 
TESTE- ABSOLUTISMO E MERCANTILISMO
TESTE- ABSOLUTISMO E MERCANTILISMOTESTE- ABSOLUTISMO E MERCANTILISMO
TESTE- ABSOLUTISMO E MERCANTILISMO
 
Avaliação República Democrática no Brasil
Avaliação República Democrática no Brasil Avaliação República Democrática no Brasil
Avaliação República Democrática no Brasil
 
AVALIAÇÃO HISTÓRIA REVOLUÇÕES SOCIALISTAS
AVALIAÇÃO HISTÓRIA REVOLUÇÕES SOCIALISTASAVALIAÇÃO HISTÓRIA REVOLUÇÕES SOCIALISTAS
AVALIAÇÃO HISTÓRIA REVOLUÇÕES SOCIALISTAS
 
AVALIAÇÃO 1º ANO ENSINO MÉDIO - BAIXA IDADE MÉDIA
AVALIAÇÃO 1º ANO ENSINO MÉDIO - BAIXA IDADE MÉDIAAVALIAÇÃO 1º ANO ENSINO MÉDIO - BAIXA IDADE MÉDIA
AVALIAÇÃO 1º ANO ENSINO MÉDIO - BAIXA IDADE MÉDIA
 
AVALIAÇÃO ESTADOS MODERNOS
AVALIAÇÃO ESTADOS MODERNOSAVALIAÇÃO ESTADOS MODERNOS
AVALIAÇÃO ESTADOS MODERNOS
 
AVALIAÇÃO 6º ANO - Roma Antiga
AVALIAÇÃO 6º ANO - Roma AntigaAVALIAÇÃO 6º ANO - Roma Antiga
AVALIAÇÃO 6º ANO - Roma Antiga
 
Panfleto de Educação Fiscal
Panfleto de Educação FiscalPanfleto de Educação Fiscal
Panfleto de Educação Fiscal
 
Avaliação de História
Avaliação de HistóriaAvaliação de História
Avaliação de História
 

Último

Caça-palavras ortografia M antes de P e B.
Caça-palavras    ortografia M antes de P e B.Caça-palavras    ortografia M antes de P e B.
Caça-palavras ortografia M antes de P e B.
Mary Alvarenga
 
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptxSlides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Biblioteca UCS
 
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdfCADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
NatySousa3
 
Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptxSlides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do AssaréFamílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
profesfrancleite
 
EJA -livro para professor -dos anos iniciais letramento e alfabetização.pdf
EJA -livro para professor -dos anos iniciais letramento e alfabetização.pdfEJA -livro para professor -dos anos iniciais letramento e alfabetização.pdf
EJA -livro para professor -dos anos iniciais letramento e alfabetização.pdf
Escola Municipal Jesus Cristo
 
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdfUFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
Manuais Formação
 
Caderno de Formação_PORTUGUÊS ESTRAN.pdf
Caderno de Formação_PORTUGUÊS ESTRAN.pdfCaderno de Formação_PORTUGUÊS ESTRAN.pdf
Caderno de Formação_PORTUGUÊS ESTRAN.pdf
carlaslr1
 
LIÇÃO 9 - ORDENANÇAS PARA UMA VIDA DE SANTIFICAÇÃO.pptx
LIÇÃO 9 - ORDENANÇAS PARA UMA VIDA DE SANTIFICAÇÃO.pptxLIÇÃO 9 - ORDENANÇAS PARA UMA VIDA DE SANTIFICAÇÃO.pptx
LIÇÃO 9 - ORDENANÇAS PARA UMA VIDA DE SANTIFICAÇÃO.pptx
WelidaFreitas1
 
Biologia - Jogos da memória genetico.pdf
Biologia - Jogos da memória genetico.pdfBiologia - Jogos da memória genetico.pdf
Biologia - Jogos da memória genetico.pdf
Ana Da Silva Ponce
 
Memorial do convento slides- português 2023
Memorial do convento slides- português 2023Memorial do convento slides- português 2023
Memorial do convento slides- português 2023
MatildeBrites
 
PROPOSTA CURRICULAR EDUCACAO FISICA.docx
PROPOSTA CURRICULAR  EDUCACAO FISICA.docxPROPOSTA CURRICULAR  EDUCACAO FISICA.docx
PROPOSTA CURRICULAR EDUCACAO FISICA.docx
Escola Municipal Jesus Cristo
 
Pintura Romana .pptx
Pintura Romana                     .pptxPintura Romana                     .pptx
Pintura Romana .pptx
TomasSousa7
 
Fato X Opinião (Língua Portuguesa 9º Ano).pptx
Fato X Opinião (Língua Portuguesa 9º Ano).pptxFato X Opinião (Língua Portuguesa 9º Ano).pptx
Fato X Opinião (Língua Portuguesa 9º Ano).pptx
MariaFatima425285
 
proposta curricular ou plano de cursode lingua portuguesa eja anos finais ( ...
proposta curricular  ou plano de cursode lingua portuguesa eja anos finais ( ...proposta curricular  ou plano de cursode lingua portuguesa eja anos finais ( ...
proposta curricular ou plano de cursode lingua portuguesa eja anos finais ( ...
Escola Municipal Jesus Cristo
 
Egito antigo resumo - aula de história.pdf
Egito antigo resumo - aula de história.pdfEgito antigo resumo - aula de história.pdf
Egito antigo resumo - aula de história.pdf
sthefanydesr
 
LIBRO LAS MANOS NO SON PARA PEGAR-MAESTRA EN PREESCOLAR_organized_rotated (1)...
LIBRO LAS MANOS NO SON PARA PEGAR-MAESTRA EN PREESCOLAR_organized_rotated (1)...LIBRO LAS MANOS NO SON PARA PEGAR-MAESTRA EN PREESCOLAR_organized_rotated (1)...
LIBRO LAS MANOS NO SON PARA PEGAR-MAESTRA EN PREESCOLAR_organized_rotated (1)...
ssuser701e2b
 
Caça-palavras - ortografia S, SS, X, C e Z
Caça-palavras - ortografia  S, SS, X, C e ZCaça-palavras - ortografia  S, SS, X, C e Z
Caça-palavras - ortografia S, SS, X, C e Z
Mary Alvarenga
 
os-lusiadas-resumo-os-lusiadas-10-ano.pdf
os-lusiadas-resumo-os-lusiadas-10-ano.pdfos-lusiadas-resumo-os-lusiadas-10-ano.pdf
os-lusiadas-resumo-os-lusiadas-10-ano.pdf
GiselaAlves15
 

Último (20)

Caça-palavras ortografia M antes de P e B.
Caça-palavras    ortografia M antes de P e B.Caça-palavras    ortografia M antes de P e B.
Caça-palavras ortografia M antes de P e B.
 
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptxSlides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
 
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
 
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdfCADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
 
Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptxSlides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptx
 
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do AssaréFamílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
 
EJA -livro para professor -dos anos iniciais letramento e alfabetização.pdf
EJA -livro para professor -dos anos iniciais letramento e alfabetização.pdfEJA -livro para professor -dos anos iniciais letramento e alfabetização.pdf
EJA -livro para professor -dos anos iniciais letramento e alfabetização.pdf
 
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdfUFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
 
Caderno de Formação_PORTUGUÊS ESTRAN.pdf
Caderno de Formação_PORTUGUÊS ESTRAN.pdfCaderno de Formação_PORTUGUÊS ESTRAN.pdf
Caderno de Formação_PORTUGUÊS ESTRAN.pdf
 
LIÇÃO 9 - ORDENANÇAS PARA UMA VIDA DE SANTIFICAÇÃO.pptx
LIÇÃO 9 - ORDENANÇAS PARA UMA VIDA DE SANTIFICAÇÃO.pptxLIÇÃO 9 - ORDENANÇAS PARA UMA VIDA DE SANTIFICAÇÃO.pptx
LIÇÃO 9 - ORDENANÇAS PARA UMA VIDA DE SANTIFICAÇÃO.pptx
 
Biologia - Jogos da memória genetico.pdf
Biologia - Jogos da memória genetico.pdfBiologia - Jogos da memória genetico.pdf
Biologia - Jogos da memória genetico.pdf
 
Memorial do convento slides- português 2023
Memorial do convento slides- português 2023Memorial do convento slides- português 2023
Memorial do convento slides- português 2023
 
PROPOSTA CURRICULAR EDUCACAO FISICA.docx
PROPOSTA CURRICULAR  EDUCACAO FISICA.docxPROPOSTA CURRICULAR  EDUCACAO FISICA.docx
PROPOSTA CURRICULAR EDUCACAO FISICA.docx
 
Pintura Romana .pptx
Pintura Romana                     .pptxPintura Romana                     .pptx
Pintura Romana .pptx
 
Fato X Opinião (Língua Portuguesa 9º Ano).pptx
Fato X Opinião (Língua Portuguesa 9º Ano).pptxFato X Opinião (Língua Portuguesa 9º Ano).pptx
Fato X Opinião (Língua Portuguesa 9º Ano).pptx
 
proposta curricular ou plano de cursode lingua portuguesa eja anos finais ( ...
proposta curricular  ou plano de cursode lingua portuguesa eja anos finais ( ...proposta curricular  ou plano de cursode lingua portuguesa eja anos finais ( ...
proposta curricular ou plano de cursode lingua portuguesa eja anos finais ( ...
 
Egito antigo resumo - aula de história.pdf
Egito antigo resumo - aula de história.pdfEgito antigo resumo - aula de história.pdf
Egito antigo resumo - aula de história.pdf
 
LIBRO LAS MANOS NO SON PARA PEGAR-MAESTRA EN PREESCOLAR_organized_rotated (1)...
LIBRO LAS MANOS NO SON PARA PEGAR-MAESTRA EN PREESCOLAR_organized_rotated (1)...LIBRO LAS MANOS NO SON PARA PEGAR-MAESTRA EN PREESCOLAR_organized_rotated (1)...
LIBRO LAS MANOS NO SON PARA PEGAR-MAESTRA EN PREESCOLAR_organized_rotated (1)...
 
Caça-palavras - ortografia S, SS, X, C e Z
Caça-palavras - ortografia  S, SS, X, C e ZCaça-palavras - ortografia  S, SS, X, C e Z
Caça-palavras - ortografia S, SS, X, C e Z
 
os-lusiadas-resumo-os-lusiadas-10-ano.pdf
os-lusiadas-resumo-os-lusiadas-10-ano.pdfos-lusiadas-resumo-os-lusiadas-10-ano.pdf
os-lusiadas-resumo-os-lusiadas-10-ano.pdf
 

Família real no brasil

  • 1. Professor Rodolfo Alves Pereira A família real portuguesa no Brasil 1808 - 1821
  • 2. Contexto Histórico  Europa – início do século XIX  Napoleão Bonaparte decreta o Bloqueio Continental contra a Inglaterra.  Portugal estuda, junto com o governo britânico transferir a Corte para o Brasil (1807).  As tropas de Napoleão invadem o reino de Portugal.  A família real portuguesa, junto com 10 mil pessoas, partiu de Lisboa em direção ao Brasil. (29 de Novembro de 1807).
  • 3.
  • 4. A família real chega a Bahia  24/01/1808: o príncipe D. João chega em Salvador.  Alguns dias depois o príncipe assinou o decreto que abriu os portos brasileiros para as nações amigas de Portugal. Era o fim do pacto e do monopólio comercial sobre o Brasil.  O acordo beneficiava os produtos ingleses, que chegariam nos portos brasileiros a partir de então.  D. João também determinou a criação da Escola de Cirurgia da Bahia.
  • 5.
  • 6. A colônia é promovida a reino  08/03/1808: O Rio de Janeiro, com muita festa, recebe a família real.  Toda a administração portuguesa mudou-se para o Rio de Janeiro.  Em 1815, D. João elevou o Brasil à categoria de Reino Unido a Portugal e Algarves.  D. João também permitiu que manufaturas (indústrias) fossem instaladas no Brasil, mas elas não prosperaram devido a concorrência com os produtos ingleses.  O Brasil deixara de ser uma colônia e tornara-se sede da Coroa portuguesa.
  • 7. Outras medidas tomadas por D. João
  • 8.
  • 9. Crise política  Em 1815 as nações europeias realizaram o Congresso de Viena, que pretendia restaurar as monarquias europeias após a queda de Napoleão.  Uma das determinações do Congresso era que D. João regrasse á Portugal, pois não poderia governar seu reino a partir de uma colônia.  D. João não queria deixar a colônia, por isso elevou-a a categoria de Reino Unido.  Enquanto alguns brasileiros aplaudiram a medida, principalmente os do centro-sul, alguns das províncias do Norte e Nordestes estavam insatisfeitas com as regalias das regiões centrais.  1820 – Revolução do Porto: os portugueses estavam insatisfeitos com a ausência da família real e com os prejuízos que tiveram com o fim do monopólio sobre a colônia.  Revolta de cunho liberal, que pretendia o retorno de D. João á Portugal e que este aceitasse a Constituição preparada pelas Cortes (Assembleia).  As Cortes portuguesas pretendiam transformar o Brasil novamente em colônia e restabelecer os antigos privilégios perdidos.  26/04/1821: D. João retornou para Portugal acompanhado por nobres e militares, mas deixou no Brasil seu filho e herdeiro – d. Pedro – como