Revolução Liberal do Porto 
Prof.Altair Aguilar
Quando a corte portuguesa foi para o 
Brasil em 1808, deixou um reino invadido pelos 
inimigos franceses, com o cofre publ...
Os tratados de amizade de Comercio e 
Aliança, firmados com a Inglaterra em 1810, 
por sua vez, contribuíram para enfraque...
o
Em outubro de 1815 houve o fim do 
governo de Napoleão. Derrotado pelas tropas 
inglesas na batalha de Waterloo o imperado...
O liberalismo incitava os reinos acabarem 
definitivamente com o poder absolutismo de 
D,joãoVI em retorno com a Corte À E...
As Cortes, ou seja, os deputados eleitos pelos 
vários territórios pertencentes a Portugal, deveriam 
reunir-se em 1821 pa...
Revolução liberal do Porto -  Altair Aguilar.
Revolução liberal do Porto -  Altair Aguilar.
Revolução liberal do Porto -  Altair Aguilar.
Revolução liberal do Porto -  Altair Aguilar.
Revolução liberal do Porto -  Altair Aguilar.
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Revolução liberal do Porto - Altair Aguilar.

554 visualizações

Publicada em

História.

Publicada em: Educação
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Revolução liberal do Porto - Altair Aguilar.

  1. 1. Revolução Liberal do Porto Prof.Altair Aguilar
  2. 2. Quando a corte portuguesa foi para o Brasil em 1808, deixou um reino invadido pelos inimigos franceses, com o cofre publicos vazio e sem uma grande parte de seus bens culturais. A abertura dos portos brasileiros a outas naçãoes em 1808, contribuiu para a agravação ainda mais a situação de Portugal,como já havia representado o termino do monópólio comercial e colocou o reino em posição secundaria nas negociações comercial e colocou o reino em posição secudaria nas negocioções comerciais do Brasil.
  3. 3. Os tratados de amizade de Comercio e Aliança, firmados com a Inglaterra em 1810, por sua vez, contribuíram para enfraquecer ainda mais a incipiente industrial portuguesa, já que os produtos passaram a sofrer um aumento no preço dos produtos ingleses para entrar no Brasil.Com o preço mais alto e com a menor qualidade fizeram com que a Colônia praticamente parasse de adquirir os produtos portugueses. A ausência do governo em Portugal representa a falta de planos e investimentos na recuperação do reino.
  4. 4. o
  5. 5. Em outubro de 1815 houve o fim do governo de Napoleão. Derrotado pelas tropas inglesas na batalha de Waterloo o imperador Frances deixou de ser ameaça para a monarquia portuguesa. Com o termino na opreção francesa, os portugueses iniciaram uma campanha para o retorno de D.joão VI a Portugal. Mais o Rei não dava sinais de que pretendia volta à Europa e nem demonstrava interesses em resolver a crise de Portugal.
  6. 6. O liberalismo incitava os reinos acabarem definitivamente com o poder absolutismo de D,joãoVI em retorno com a Corte À Europa, geraram condições para a eclosão de um movimento revolucionário em Portugal: A Revolução Liberal do Porto O Movimento iniciado em 1820, exigia a transferência da corte portuguesa do Brasil para Portugal e Monárquico com poderes limitados.
  7. 7. As Cortes, ou seja, os deputados eleitos pelos vários territórios pertencentes a Portugal, deveriam reunir-se em 1821 para dar inicio à Constituintes, e para isso exigiam a presença do rei, que se recusou a deixar o Brasil, delegado a tarefa a seu filho D.Pedro. A nomeação de D.Pedro causou revolta entre os oficiais do exército português no Rio de Janeiro. Eles ocuparam as regiões centrais do Rio de Janeiro e exigiram posicionamento de D.JoãoVI em relação à Constituição-desejavam que o rei se comprometesse a aceitá-la sem ressalvas. Essa garantia, no entanto, não foi suficiente para acalmar o trono português, viu-se obrigado a retornar à E uropa, deixando D.Pedro como regente do Brasil.

×