SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 17
Primeiro reinado
• 1822: D. Pedro
realiza a
independência do
Brasil em 7 de
setembro de
1822.
• D. Pedro passa de
príncipe regente
a imperador e seu
período de
governo ficou
conhecido como
Primeiro Reinado
(1822-1831).
Independência do
Brasil – Pedro Américo
D. Pedro I aclamado pela
multidão após ter proclamado
a Independência – François
Moreaux
D. Pedro compondo o hino nacional brasileiro (hoje hino da independência) – Augusto Bracet
Assembleia constituinte
• Elite econômica brasileira: grandes
proprietários de terras e comerciantes
portugueses.
• Após a independência iniciou-se um processo
de discussão de leis próprias para o Brasil.
• Esses grupos se enfrentaram na Assembleia
Constituinte.
Assembleia constituinte
• Os grandes proprietários de terras eram a
maioria na assembleia e procuraram
impor suas ideias aos demais grupos da
sociedade.
• Defendiam o voto censitário: só poderia
participar da votação quem tivesse uma
renda mínima.
• Procuravam limitar o poder do imperador
D. Pedro I, ampliando a força de
deputados e senadores.
Assembleia constituinte
• Em 1823 D.Pedro I
dissolveu a Assembleia
Constituinte e mandou
prender inúmeros
deputados.
• Em 1824, impôs ao país
uma constituição
elaborada por membros
do Conselho de Estado
criado por ele mesmo.
Monarquia constitucional
• Uma Monarquia Constitucional ou
Monarquia Parlamentarista é um sistema
político que reconhece um monarca eleito ou
hereditário como chefe do Estado, mas no
qual uma Constituição (série de leis
fundamentais) limita os poderes do monarca.
Constituição
• Constituição de
1824:
• O Brasil era uma
Monarquia
Constitucional.
• Divisão de poderes:
Executivo,
Legislativo, Judiciário
e Moderador.
• Rio de Janeiro:
capital
administrativa do
governo central.
Constituição
• Voto somente para
homens maiores de
25 anos e que
tivessem uma renda
mínima de 100 mil
réis.
• A escravidão
continuava a existir.
• Teoricamente o
poder era dividido,
mas na prática o
Imperador interferia
nos demais poderes.
Confederação do equador
• A concentração do
poder nas mãos do
Imperador provocou
descontentamentos e
a realização de
rebeliões.
• A principal delas foi a
Confederação do
Equador que teve
início em
Pernambuco, em
1824, e se estendeu a
outras províncias.
Confederação do equador
• Esse movimento rebelde
era formado por
membros de grupos
sociais diferentes e com
interesses diferentes.
• Fazendeiros: queriam a
convocação de uma nova
Assembleia Constituinte
que garantisse maior
autonomia administrativa
as províncias.
Reinvidicavam uma
política econômica que
garantisse a recuperação
da produção açucareira.
Confederação do equador
• Homens livres
pobres: combatiam
o problema da
fome; lutavam por
reformas sociais;
defendiam o fim da
escravidão.
• Esse movimento foi
duramente
combatido pelas
tropas do governo
central.
Execução de
Frei Caneca –
Murillo La Greca
Guerra na província da
Cisplatina
• Em 1825, os habitantes da
província da Cisplatina
iniciaram uma revolta
exigindo a independência e
a formação de um novo país
– Uruguai.
• D. Pedro I enviou tropas
para evitar a separação –
essa guerra durou três anos
– em 1828 o governo
brasileiro reconheceu a
independência do Uruguai.
Embarque das tropas para Montevidéu –
Jean Baptiste Debret
Crise econômica
• Para tentar contornar o problema da crise, o
Imperador solicitava novos empréstimos,
aumentando o endividamento externo.
• Tal situação gerou vários protestos.
• Jornalistas e defensores das ideias liberais
criticavam a centralização do poder nas mãos
do Imperador.
Abdicação
• A oposição ao Imperador levou à formação de
dois grupos compostos por membros da elite:
• LIBERAIS MODERADOS: representantes dos
grandes proprietários de terras de Minas Gerais,
Rio de Janeiro e São Paulo. Defendiam a
permanência do governo centralizado no Rio de
Janeiro, mas QUERIAM AMPLIAR A INFLUÊNCIA
POLÍTICA DOS DEPUTADOS E SENADORES.
• LIBERAIS EXALTADOS: exigiam o
estabelecimento de uma federação, com a
DESCENTRALIZAÇÃO do poder e MAIOR
AUTONOMIA DAS PROVÍNCIAS.
A abdicação de D. Pedro I – Aurélio de Figueiredo

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Vinda Da Familia Real Para O Brasil
Vinda Da Familia Real Para O BrasilVinda Da Familia Real Para O Brasil
Vinda Da Familia Real Para O Brasil
henrique.jay
 
Independência da América Espanhola
Independência da América EspanholaIndependência da América Espanhola
Independência da América Espanhola
Aulas de História
 
Segundo reinado (1840 1889)
Segundo reinado (1840 1889)Segundo reinado (1840 1889)
Segundo reinado (1840 1889)
Isaquel Silva
 
A revolta pernambucana de 1817
A revolta pernambucana de 1817A revolta pernambucana de 1817
A revolta pernambucana de 1817
Fabiana Tonsis
 
Colonizacao espanhola-america
Colonizacao espanhola-americaColonizacao espanhola-america
Colonizacao espanhola-america
Marcos Oliveira
 

Mais procurados (20)

Imperialismo
ImperialismoImperialismo
Imperialismo
 
Vinda Da Familia Real Para O Brasil
Vinda Da Familia Real Para O BrasilVinda Da Familia Real Para O Brasil
Vinda Da Familia Real Para O Brasil
 
Período regencial
Período regencialPeríodo regencial
Período regencial
 
3º ano - Revolução Russa 1917
3º ano - Revolução Russa 19173º ano - Revolução Russa 1917
3º ano - Revolução Russa 1917
 
Independência da América Espanhola
Independência da América EspanholaIndependência da América Espanhola
Independência da América Espanhola
 
O brasil na primeira republica
O brasil na primeira republicaO brasil na primeira republica
O brasil na primeira republica
 
Era Napoleônica
Era NapoleônicaEra Napoleônica
Era Napoleônica
 
3ºano - Primeira Guerra Mundial - 1914 a 1918
3ºano - Primeira Guerra Mundial - 1914 a 19183ºano - Primeira Guerra Mundial - 1914 a 1918
3ºano - Primeira Guerra Mundial - 1914 a 1918
 
o primeiro reinado (1822-1831)
o primeiro reinado (1822-1831)o primeiro reinado (1822-1831)
o primeiro reinado (1822-1831)
 
A guerra do paraguai
A guerra do paraguaiA guerra do paraguai
A guerra do paraguai
 
8 2º reinado
8  2º reinado8  2º reinado
8 2º reinado
 
Segundo reinado (1840 1889)
Segundo reinado (1840 1889)Segundo reinado (1840 1889)
Segundo reinado (1840 1889)
 
A revolta pernambucana de 1817
A revolta pernambucana de 1817A revolta pernambucana de 1817
A revolta pernambucana de 1817
 
Brasil colônia
Brasil colônia Brasil colônia
Brasil colônia
 
Independência do Brasil
Independência do BrasilIndependência do Brasil
Independência do Brasil
 
3ºão ano - Família Real, Independência e Primeiro Reinado.
3ºão ano - Família Real, Independência e Primeiro Reinado.3ºão ano - Família Real, Independência e Primeiro Reinado.
3ºão ano - Família Real, Independência e Primeiro Reinado.
 
Chegada da família real ao brasil
Chegada da família real ao brasilChegada da família real ao brasil
Chegada da família real ao brasil
 
Segundo reinado slide
Segundo reinado slideSegundo reinado slide
Segundo reinado slide
 
Colonizacao espanhola-america
Colonizacao espanhola-americaColonizacao espanhola-america
Colonizacao espanhola-america
 
1° ano - Grécia Antiga
1° ano -  Grécia Antiga1° ano -  Grécia Antiga
1° ano - Grécia Antiga
 

Destaque

Turma da mônica em independência do Brasil
Turma da mônica em independência do BrasilTurma da mônica em independência do Brasil
Turma da mônica em independência do Brasil
Adriana Toledo
 
O absolutismo e a formação do estado moderno
O absolutismo e a formação do estado modernoO absolutismo e a formação do estado moderno
O absolutismo e a formação do estado moderno
Ramiro Bicca
 
A 1ª Guerra Mundial
A 1ª Guerra MundialA 1ª Guerra Mundial
A 1ª Guerra Mundial
Maria Aliny
 
A vinda da família real ao brasil
A vinda da família real ao brasilA vinda da família real ao brasil
A vinda da família real ao brasil
PORTAL69
 
Origem dos Nome dos Estados Brasileiros
Origem dos Nome dos Estados BrasileirosOrigem dos Nome dos Estados Brasileiros
Origem dos Nome dos Estados Brasileiros
Luiz Carlos Dias
 
Revolucao francesa e era napoleônica
Revolucao francesa e era napoleônicaRevolucao francesa e era napoleônica
Revolucao francesa e era napoleônica
Maria Flores Flores
 
A guerra dos cem anos e o fim da idade média
A guerra dos cem anos e o fim da idade médiaA guerra dos cem anos e o fim da idade média
A guerra dos cem anos e o fim da idade média
Ramiro Bicca
 

Destaque (20)

Construção do império marítimo português
Construção do império marítimo portuguêsConstrução do império marítimo português
Construção do império marítimo português
 
A colonização da América espanhola
A colonização da América espanholaA colonização da América espanhola
A colonização da América espanhola
 
Era napoleônica
Era napoleônicaEra napoleônica
Era napoleônica
 
A União Ibérica e o Brasil holandês
A União Ibérica e o Brasil holandêsA União Ibérica e o Brasil holandês
A União Ibérica e o Brasil holandês
 
Eme primeiro reinado
Eme   primeiro reinadoEme   primeiro reinado
Eme primeiro reinado
 
Turma da mônica em independência do Brasil
Turma da mônica em independência do BrasilTurma da mônica em independência do Brasil
Turma da mônica em independência do Brasil
 
A mesopotâmia
A mesopotâmiaA mesopotâmia
A mesopotâmia
 
Anos dourados
Anos douradosAnos dourados
Anos dourados
 
Era vargas
Era vargasEra vargas
Era vargas
 
A europa da alta idade média
A europa da alta idade médiaA europa da alta idade média
A europa da alta idade média
 
O absolutismo e a formação do estado moderno
O absolutismo e a formação do estado modernoO absolutismo e a formação do estado moderno
O absolutismo e a formação do estado moderno
 
A 1ª Guerra Mundial
A 1ª Guerra MundialA 1ª Guerra Mundial
A 1ª Guerra Mundial
 
O Renascimento
O RenascimentoO Renascimento
O Renascimento
 
Guerra fria
Guerra friaGuerra fria
Guerra fria
 
A Idade Média
A Idade MédiaA Idade Média
A Idade Média
 
A vinda da família real ao brasil
A vinda da família real ao brasilA vinda da família real ao brasil
A vinda da família real ao brasil
 
Origem dos Nome dos Estados Brasileiros
Origem dos Nome dos Estados BrasileirosOrigem dos Nome dos Estados Brasileiros
Origem dos Nome dos Estados Brasileiros
 
Revolucao francesa e era napoleônica
Revolucao francesa e era napoleônicaRevolucao francesa e era napoleônica
Revolucao francesa e era napoleônica
 
A guerra dos cem anos e o fim da idade média
A guerra dos cem anos e o fim da idade médiaA guerra dos cem anos e o fim da idade média
A guerra dos cem anos e o fim da idade média
 
O 1º reinado
O 1º reinadoO 1º reinado
O 1º reinado
 

Semelhante a Primeiro reinado

O pri meiro reinado
O pri meiro reinadoO pri meiro reinado
O pri meiro reinado
historiando
 
O governo de d. pedro i
O governo de d. pedro iO governo de d. pedro i
O governo de d. pedro i
Nana Tru
 
Primeiro reinado
Primeiro reinadoPrimeiro reinado
Primeiro reinado
Lucas Reis
 
Primeiro Reinado - Ano 2014
Primeiro Reinado - Ano 2014Primeiro Reinado - Ano 2014
Primeiro Reinado - Ano 2014
Zeze Silva
 
Revoluções liberais (2) - História 8º ano
Revoluções liberais (2) - História 8º anoRevoluções liberais (2) - História 8º ano
Revoluções liberais (2) - História 8º ano
Gabriel Lima
 
Slide revolução francesa
Slide revolução francesaSlide revolução francesa
Slide revolução francesa
Isabel Aguiar
 

Semelhante a Primeiro reinado (20)

O 1º reinado
O 1º reinadoO 1º reinado
O 1º reinado
 
O 1º reinado
O 1º reinadoO 1º reinado
O 1º reinado
 
Primeiro Reinado (25 03 2010)
Primeiro Reinado (25 03 2010)Primeiro Reinado (25 03 2010)
Primeiro Reinado (25 03 2010)
 
O pri meiro reinado
O pri meiro reinadoO pri meiro reinado
O pri meiro reinado
 
Primeiro reinado
Primeiro reinadoPrimeiro reinado
Primeiro reinado
 
3° ano - Independência e Brasil Império (1° Reinado)
3° ano -  Independência e Brasil Império (1° Reinado)3° ano -  Independência e Brasil Império (1° Reinado)
3° ano - Independência e Brasil Império (1° Reinado)
 
I reinado - Período Regencial e II Reinado
I reinado -  Período Regencial e II ReinadoI reinado -  Período Regencial e II Reinado
I reinado - Período Regencial e II Reinado
 
história ?
história ?história ?
história ?
 
Primeiro Império
Primeiro ImpérioPrimeiro Império
Primeiro Império
 
O pri meiro reinado
O pri meiro reinadoO pri meiro reinado
O pri meiro reinado
 
2° ano Primeiro Reinado e Regências
2° ano   Primeiro Reinado e Regências2° ano   Primeiro Reinado e Regências
2° ano Primeiro Reinado e Regências
 
O Primeiro Reinado e as Regências - (Apresentação em Grupo)
O Primeiro Reinado e as Regências - (Apresentação em Grupo)O Primeiro Reinado e as Regências - (Apresentação em Grupo)
O Primeiro Reinado e as Regências - (Apresentação em Grupo)
 
Primeiro Reinado - inteiro.pptx
Primeiro Reinado - inteiro.pptxPrimeiro Reinado - inteiro.pptx
Primeiro Reinado - inteiro.pptx
 
AULA 8 - A CONSTRUÇÃO DO ESTADO POLÍTICA E ECONOMIA NO PRIMEIRO REINADO.pdf
AULA 8 - A CONSTRUÇÃO DO ESTADO POLÍTICA E ECONOMIA NO PRIMEIRO REINADO.pdfAULA 8 - A CONSTRUÇÃO DO ESTADO POLÍTICA E ECONOMIA NO PRIMEIRO REINADO.pdf
AULA 8 - A CONSTRUÇÃO DO ESTADO POLÍTICA E ECONOMIA NO PRIMEIRO REINADO.pdf
 
O governo de d. pedro i
O governo de d. pedro iO governo de d. pedro i
O governo de d. pedro i
 
Primeiro reinado
Primeiro reinadoPrimeiro reinado
Primeiro reinado
 
Primeiro Reinado - Ano 2014
Primeiro Reinado - Ano 2014Primeiro Reinado - Ano 2014
Primeiro Reinado - Ano 2014
 
Revoluções liberais (2) - História 8º ano
Revoluções liberais (2) - História 8º anoRevoluções liberais (2) - História 8º ano
Revoluções liberais (2) - História 8º ano
 
Slide revolução francesa
Slide revolução francesaSlide revolução francesa
Slide revolução francesa
 
Brasil Império (Primeiro Reinado / Regências / Segundo Reinado)
Brasil Império (Primeiro Reinado / Regências / Segundo Reinado)Brasil Império (Primeiro Reinado / Regências / Segundo Reinado)
Brasil Império (Primeiro Reinado / Regências / Segundo Reinado)
 

Mais de Ramiro Bicca (11)

O mundo islâmico
O mundo islâmicoO mundo islâmico
O mundo islâmico
 
Sociedade e economia na ordem feudal
Sociedade e economia na ordem feudalSociedade e economia na ordem feudal
Sociedade e economia na ordem feudal
 
Regime militar
Regime militarRegime militar
Regime militar
 
Roma antiga
Roma antigaRoma antiga
Roma antiga
 
Grécia antiga Colégio Anchieta
Grécia antiga Colégio AnchietaGrécia antiga Colégio Anchieta
Grécia antiga Colégio Anchieta
 
A origem do homem americano
A origem do homem americanoA origem do homem americano
A origem do homem americano
 
O neolítico e a revolução agrícola
O neolítico e a revolução agrícolaO neolítico e a revolução agrícola
O neolítico e a revolução agrícola
 
A civilização egípcia
A civilização egípciaA civilização egípcia
A civilização egípcia
 
Pré colombianos
Pré colombianosPré colombianos
Pré colombianos
 
O absolutismo e a formação do estado moderno
O absolutismo e a formação do estado modernoO absolutismo e a formação do estado moderno
O absolutismo e a formação do estado moderno
 
Idade média e idade moderna
Idade média e idade modernaIdade média e idade moderna
Idade média e idade moderna
 

Último

O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhosoO Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
VALMIRARIBEIRO1
 

Último (20)

prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdf
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdfprova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdf
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdf
 
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
 
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdfAs Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
 
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdfAtividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
 
ROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdf
ROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdfROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdf
ROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdf
 
662938.pdf aula digital de educação básica
662938.pdf aula digital de educação básica662938.pdf aula digital de educação básica
662938.pdf aula digital de educação básica
 
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PEEdital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
 
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docxUnidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
 
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livroMeu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
 
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhosoO Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
 
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã""Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
 
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-Nova
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-NovaNós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-Nova
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-Nova
 
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande""Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
 
Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitler
Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf HitlerAlemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitler
Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitler
 
Produção de poemas - Reciclar é preciso
Produção  de  poemas  -  Reciclar é precisoProdução  de  poemas  -  Reciclar é preciso
Produção de poemas - Reciclar é preciso
 
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
 
Enunciado_da_Avaliacao_1__Sistemas_de_Informacoes_Gerenciais_(IL60106).pdf
Enunciado_da_Avaliacao_1__Sistemas_de_Informacoes_Gerenciais_(IL60106).pdfEnunciado_da_Avaliacao_1__Sistemas_de_Informacoes_Gerenciais_(IL60106).pdf
Enunciado_da_Avaliacao_1__Sistemas_de_Informacoes_Gerenciais_(IL60106).pdf
 
MARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHAS
MARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHASMARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHAS
MARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHAS
 
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-criançasLivro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
 
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
 

Primeiro reinado

  • 1. Primeiro reinado • 1822: D. Pedro realiza a independência do Brasil em 7 de setembro de 1822. • D. Pedro passa de príncipe regente a imperador e seu período de governo ficou conhecido como Primeiro Reinado (1822-1831).
  • 2. Independência do Brasil – Pedro Américo D. Pedro I aclamado pela multidão após ter proclamado a Independência – François Moreaux
  • 3. D. Pedro compondo o hino nacional brasileiro (hoje hino da independência) – Augusto Bracet
  • 4. Assembleia constituinte • Elite econômica brasileira: grandes proprietários de terras e comerciantes portugueses. • Após a independência iniciou-se um processo de discussão de leis próprias para o Brasil. • Esses grupos se enfrentaram na Assembleia Constituinte.
  • 5. Assembleia constituinte • Os grandes proprietários de terras eram a maioria na assembleia e procuraram impor suas ideias aos demais grupos da sociedade. • Defendiam o voto censitário: só poderia participar da votação quem tivesse uma renda mínima. • Procuravam limitar o poder do imperador D. Pedro I, ampliando a força de deputados e senadores.
  • 6. Assembleia constituinte • Em 1823 D.Pedro I dissolveu a Assembleia Constituinte e mandou prender inúmeros deputados. • Em 1824, impôs ao país uma constituição elaborada por membros do Conselho de Estado criado por ele mesmo.
  • 7. Monarquia constitucional • Uma Monarquia Constitucional ou Monarquia Parlamentarista é um sistema político que reconhece um monarca eleito ou hereditário como chefe do Estado, mas no qual uma Constituição (série de leis fundamentais) limita os poderes do monarca.
  • 8.
  • 9. Constituição • Constituição de 1824: • O Brasil era uma Monarquia Constitucional. • Divisão de poderes: Executivo, Legislativo, Judiciário e Moderador. • Rio de Janeiro: capital administrativa do governo central.
  • 10. Constituição • Voto somente para homens maiores de 25 anos e que tivessem uma renda mínima de 100 mil réis. • A escravidão continuava a existir. • Teoricamente o poder era dividido, mas na prática o Imperador interferia nos demais poderes.
  • 11. Confederação do equador • A concentração do poder nas mãos do Imperador provocou descontentamentos e a realização de rebeliões. • A principal delas foi a Confederação do Equador que teve início em Pernambuco, em 1824, e se estendeu a outras províncias.
  • 12. Confederação do equador • Esse movimento rebelde era formado por membros de grupos sociais diferentes e com interesses diferentes. • Fazendeiros: queriam a convocação de uma nova Assembleia Constituinte que garantisse maior autonomia administrativa as províncias. Reinvidicavam uma política econômica que garantisse a recuperação da produção açucareira.
  • 13. Confederação do equador • Homens livres pobres: combatiam o problema da fome; lutavam por reformas sociais; defendiam o fim da escravidão. • Esse movimento foi duramente combatido pelas tropas do governo central. Execução de Frei Caneca – Murillo La Greca
  • 14. Guerra na província da Cisplatina • Em 1825, os habitantes da província da Cisplatina iniciaram uma revolta exigindo a independência e a formação de um novo país – Uruguai. • D. Pedro I enviou tropas para evitar a separação – essa guerra durou três anos – em 1828 o governo brasileiro reconheceu a independência do Uruguai. Embarque das tropas para Montevidéu – Jean Baptiste Debret
  • 15. Crise econômica • Para tentar contornar o problema da crise, o Imperador solicitava novos empréstimos, aumentando o endividamento externo. • Tal situação gerou vários protestos. • Jornalistas e defensores das ideias liberais criticavam a centralização do poder nas mãos do Imperador.
  • 16. Abdicação • A oposição ao Imperador levou à formação de dois grupos compostos por membros da elite: • LIBERAIS MODERADOS: representantes dos grandes proprietários de terras de Minas Gerais, Rio de Janeiro e São Paulo. Defendiam a permanência do governo centralizado no Rio de Janeiro, mas QUERIAM AMPLIAR A INFLUÊNCIA POLÍTICA DOS DEPUTADOS E SENADORES. • LIBERAIS EXALTADOS: exigiam o estabelecimento de uma federação, com a DESCENTRALIZAÇÃO do poder e MAIOR AUTONOMIA DAS PROVÍNCIAS.
  • 17. A abdicação de D. Pedro I – Aurélio de Figueiredo