SlideShare uma empresa Scribd logo
• Profª Elenice Adriana dos Santos

• Licenciada em Química com
  Habilitação em Física e Matemática
  pela Unisul – Universidade do Sul de
  Santa Catarina em Tubarão
Tudo posso se Eu acreditar que posso!
Modelos Atômicos
Modelos Atômicos
    •Primeira idéia sobre o átomo
         (evolução histórica)

• No ano 450 a.C. , dois filósofos
gregos, Demócrito e Leucipo,
imaginaram que se pegássemos um
corpo qualquer e o fôssemos dividindo
sucessivas vezes, haveria um certo
ponto em que essa divisão não seria
mais possível. Teríamos chegado ao
átomo.

• A palavra átomo deriva do grego,
• a = não e tomo = parte, o que
significa, indivisível.
Teoria Atômica

    1. Teoria de Dalton




2. Teoria de Thomson




   3. Teoria de Rutherford




 4. O modelo Atômico Atual
Modelos Atômicos
• Baseado nas “Leis Ponderais” (1808)

                 Esfera maciça;
                 Indivisível;
                 Indestrutível;
                 Imperecível;
                 Sem carga elétrica;



•“Bola De Bilhar”
                                        John Dalton
1. O Átomo na visão de Dalton

Em 1808, Dalton propôs a teoria do modelo atômico, onde o átomo é uma minúscula
esfera maciça, impenetrável, indestrutível, indivisível e sem carga. Todos os átomos de
um mesmo elemento químico são idênticos. Seu modelo atômico foi chamado de
modelo atômico da bola de bilhar.


Propriedades do átomo de Dalton:
Átomos de elementos diferentes possuem propriedades diferentes entre si.

Átomos de um mesmo elemento possuem propriedades iguais e de peso invariável.

Átomos são partículas maciças, indivisíveis e esféricas formadoras da matéria.

Nas reações químicas, os átomos permanecem inalterados.
Modelos Atômicos

• “Os átomos são esferas maciças, homogê-
 neas, indivisíveis e indestrutíveis.” (modelo
                 bola de bilhar ).
Modelos Atômicos

Tales de Mileto (640 - 546 a.C.)



Fez algumas experiências com âmbar (em
grego - elektron) e descobriu que esse
adquire uma carga elétrica quando é atritado
com uma flanela.
Modelos Atômicos
Modelos Atômicos
      •Benjamin Franklin
        • (1706 - 1790)
• Observou que existem
duas espécies de cargas
elétricas, chamadas por
ele, arbitrariamente de
positiva e negativa.
• Com essas observações foi
possível explicar o fenômeno
relatado por Tales de Mileto.
Modelos Atômicos
• Cargas elétricas de sinais
opostos se atraem.
• Cargas elétricas de mesmo
sinal se repelem.

• Mais tarde essas e outras
observações intensificaram a
realização de experimentos
envolvendo eletricidade, os
quais permitiram associar a
eletricidade ao átomo.
Modelos Atômicos
•A descoberta da primeira
partícula sub atômica : O
ELÉTRON.
• Perto do final do séc. XIX, o
inglês Willian Crookes (1832
- 1919) inventou uma
ampola que permite realizar
descargas elétricas através
do ar a baixa pressão em seu
interior (ar rarefeito).
Modelos Atômicos
•Quando se estabelece a
corrente elétrica através do
gás, são produzidos raios,
ditos RAIOS CATÓDICOS,que
vão incidir na extremidade
da ampola que contém o
pólo positivo da fonte de alta
tensão, com isso, aparece
uma luminosidade no vidro.
Modelos Atômicos
•      Sendo os raios catódicos um fluxo de elétrons,
    podemos concluir finalmente que:
•
•       - os elétrons se propagam em linha reta,
    - os elétrons possuem massa (são        corpusculares)
    e
    - os elétrons possuem carga elétrica de natureza
    negativa.
Modelos Atômicos
Modelo atómico de Thomson ou modelo do pudim
de passas: o átomo seria uma esfera maciça de
carga positiva, uniformemente distribuída, onde se
encontrariam incrustados os elétrons com carga
negativa.
2. O Átomo na visão de Thomson
O Modelo atômico de Thomson (1897) propunha então que o átomo não fosse
maciço (como havia afirmado John Dalton), mas sim um fluido com carga positiva
(homogêneo e quase esférico) no qual estavam dispersos (de maneira homogênea)
os elétrons. Podemos fazer a analogia desse modelo atômico com um "Panetone"
ou com um pudim recheado de uvas passas, em que a massa do panetone seria
positiva e as passas seriam as partículas negativas.
O modelo proposto por Thomson ficou conhecido como o “Pudim de Passas”.
Modelos Atômicos
        •A descoberta da segunda partícula
        subatômica: o próton

        • Em 1886, o físico alemão Eugen
        Goldstein, (1850-1930) descobriu um
        novo tipo de raio utilizando uma
        ampola de Crookes, modificada.
        Goldstein adaptou à ampola, que
        continha gás a baixa pressão, um
        cátodo perfurado e, ao provocar uma
        descarga elétrica no gás a baixa
        pressão, observou um feixe de raios
        coloridos surgir atrás do cátodo, vindo
        da direção do ânodo.
Modelos Atômicos

            •Esses raios foram
          denominados de raios
                anódicos
            • ou raios canais.
Modelos Atômicos




        •1895 – Roentgen descobre o
        raio-x utilizando tubo de
        raios catódicos.
Modelos Atômicos
• 1896 - Becquerel descobre a radioatividade: emissão espontânea
  de radiação vindo do Urânio.




• 1897 - Casal Curie descobrem dois elementos radioativos: Polônio e
  o Rádio.
Modelos Atômicos
•Rutherford e Pierre Curie
fazem um experimento para
determinar o que constitui
as emissões radioativas.
Modelos Atômicos
• ERNEST RUTHERFORD
Modelos Atômicos


•Experimento
     •de
 •Rutherford
Modelos Atômicos
                     • Observações

 Grande quantidade de partículas α atravessam a lâmina.

 Uma pequena quantidade de partículas α não atravessaram a
  lâmina e voltavam.

 Algumas partículas α sofreram desvios.
Modelos Atômicos
Já que a maioria das partículas α
atravessava a lâmina de ouro sem
sofrer desvios, a maior parte do átomo
deveria ser vazia. Espaço que foi
denominado de eletrosfera, onde
estariam os elétrons.

As partículas α que voltavam
indicavam que deveria existir uma
pequena região maciça, denominado
NÚCLEO, onde estaria concentrada a
massa do átomo.

Já que um pequeno número de
partículas α sofrem desvios
significativos ao atravessar a lâmina de
ouro, o núcleo deve ser pequeno e
positivo, proporcionando uma
repulsão.
Modelos Atômicos


    •“Planetário”


 Núcleo e eletrosfera
 Planetas em volta do sol
Núcleo pequeno e denso
3. O Átomo na visão de Rutherford

O modelo atômico de Rutherford, ficou conhecido como modelo planetário do
átomo. Segundo esta teoria, o átomo teria um núcleo positivo, que seria muito
pequeno em relação ao todo mas teria grande massa e, ao redor deste, os elétrons,
que descreveriam órbitas helicoidais em altas velocidades, para não serem atraídos
e caírem sobre o núcleo. A eletrosfera - local onde se situam os elétrons - seria
cerca de dez mil vezes maior do que o núcleo atômico, e entre eles haveria um
espaço vazio.
Modelos Atômicos
        O átomo possui um núcleo
        pequeno, denso e positivo,
        formado por prótons
        (+).Chadwick comprova a
        existência de nêutrons
        (partículas sem carga e massa
        semelhante ao próton),
        respondendo a dúvida da
        repulsão entre cargas +

        Uma região praticamente sem
        massa envolvendo o núcleo,
        denominada eletrosfera(local
        onde os elétrons giram ao redor
        do núcleo).
Modelos Atômicos

PARTÍCULA       MASSA      CARGA
               RELATIVA   RELATIVA
  Elétron         _1_         -1
                 1836
  Próton          1           +1

 Nêutron          1           0
4. O modelo atômico atual

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

O modelo atômico de dalton
O modelo atômico de daltonO modelo atômico de dalton
O modelo atômico de dalton
Daniele Prado
 
Evolução dos modelos atómicos
Evolução dos modelos atómicosEvolução dos modelos atómicos
Evolução dos modelos atómicos
Patrícia Morais
 
Estrutura da matéria prof Ivanise Meyer
Estrutura da matéria  prof Ivanise MeyerEstrutura da matéria  prof Ivanise Meyer
Estrutura da matéria prof Ivanise Meyer
Ivanise Meyer
 
Modelos atômicos
Modelos atômicosModelos atômicos
Modelos atômicos
Marilena Meira
 
Química distribuição eletronica
Química   distribuição eletronicaQuímica   distribuição eletronica
Química distribuição eletronica
Rubao1E
 
Aula radioatividade
Aula radioatividadeAula radioatividade
Aula radioatividade
Nai Mariano
 
Modelos atômicos 1
Modelos atômicos 1Modelos atômicos 1
Modelos atômicos 1
vania2012
 
Modelos atômicos
Modelos atômicosModelos atômicos
Modelos atômicos
Lara Lídia
 
Aula de Eletricidade 9º Ano (FÍSICA - Ensino Fundamental EF)
Aula de Eletricidade 9º Ano (FÍSICA - Ensino Fundamental EF) Aula de Eletricidade 9º Ano (FÍSICA - Ensino Fundamental EF)
Aula de Eletricidade 9º Ano (FÍSICA - Ensino Fundamental EF)
Ronaldo Santana
 
"Somos Físicos" Átomo, Molécula e Substância
"Somos Físicos" Átomo, Molécula e Substância"Somos Físicos" Átomo, Molécula e Substância
"Somos Físicos" Átomo, Molécula e Substância
Vania Lima "Somos Físicos"
 
Modelo Atômico de Thomson
Modelo Atômico de ThomsonModelo Atômico de Thomson
Modelo Atômico de Thomson
Thiago Sousa
 
Tabela Periodica
Tabela PeriodicaTabela Periodica
Tabela Periodica
mendel1b2010
 
3a relatividade
3a  relatividade3a  relatividade
3a relatividade
Bruno De Siqueira Costa
 
Processos de eletrização
Processos de eletrizaçãoProcessos de eletrização
Processos de eletrização
O mundo da FÍSICA
 
Radioatividade
RadioatividadeRadioatividade
O átomo
O átomoO átomo
O átomo
Atami Santos
 
Estrutura Atomica Coc 2010
Estrutura Atomica Coc 2010Estrutura Atomica Coc 2010
Estrutura Atomica Coc 2010
Coc2010
 
Radioatividade
RadioatividadeRadioatividade
Radioatividade
fisicaatual
 
Modelos Atômicos
Modelos AtômicosModelos Atômicos
Modelos Atômicos
Carlos Priante
 
Radioatividade
RadioatividadeRadioatividade
Radioatividade
João Paulo Luna
 

Mais procurados (20)

O modelo atômico de dalton
O modelo atômico de daltonO modelo atômico de dalton
O modelo atômico de dalton
 
Evolução dos modelos atómicos
Evolução dos modelos atómicosEvolução dos modelos atómicos
Evolução dos modelos atómicos
 
Estrutura da matéria prof Ivanise Meyer
Estrutura da matéria  prof Ivanise MeyerEstrutura da matéria  prof Ivanise Meyer
Estrutura da matéria prof Ivanise Meyer
 
Modelos atômicos
Modelos atômicosModelos atômicos
Modelos atômicos
 
Química distribuição eletronica
Química   distribuição eletronicaQuímica   distribuição eletronica
Química distribuição eletronica
 
Aula radioatividade
Aula radioatividadeAula radioatividade
Aula radioatividade
 
Modelos atômicos 1
Modelos atômicos 1Modelos atômicos 1
Modelos atômicos 1
 
Modelos atômicos
Modelos atômicosModelos atômicos
Modelos atômicos
 
Aula de Eletricidade 9º Ano (FÍSICA - Ensino Fundamental EF)
Aula de Eletricidade 9º Ano (FÍSICA - Ensino Fundamental EF) Aula de Eletricidade 9º Ano (FÍSICA - Ensino Fundamental EF)
Aula de Eletricidade 9º Ano (FÍSICA - Ensino Fundamental EF)
 
"Somos Físicos" Átomo, Molécula e Substância
"Somos Físicos" Átomo, Molécula e Substância"Somos Físicos" Átomo, Molécula e Substância
"Somos Físicos" Átomo, Molécula e Substância
 
Modelo Atômico de Thomson
Modelo Atômico de ThomsonModelo Atômico de Thomson
Modelo Atômico de Thomson
 
Tabela Periodica
Tabela PeriodicaTabela Periodica
Tabela Periodica
 
3a relatividade
3a  relatividade3a  relatividade
3a relatividade
 
Processos de eletrização
Processos de eletrizaçãoProcessos de eletrização
Processos de eletrização
 
Radioatividade
RadioatividadeRadioatividade
Radioatividade
 
O átomo
O átomoO átomo
O átomo
 
Estrutura Atomica Coc 2010
Estrutura Atomica Coc 2010Estrutura Atomica Coc 2010
Estrutura Atomica Coc 2010
 
Radioatividade
RadioatividadeRadioatividade
Radioatividade
 
Modelos Atômicos
Modelos AtômicosModelos Atômicos
Modelos Atômicos
 
Radioatividade
RadioatividadeRadioatividade
Radioatividade
 

Destaque

Modelos atômicos ( 9 ano)
Modelos atômicos ( 9 ano)Modelos atômicos ( 9 ano)
Modelos atômicos ( 9 ano)
Karol Maia
 
Aula 6 dos gregos a dalton
Aula 6 dos gregos a daltonAula 6 dos gregos a dalton
Aula 6 dos gregos a dalton
Professora Raquel
 
Trabalho modelo atômico
Trabalho modelo atômicoTrabalho modelo atômico
Trabalho modelo atômico
alexgrandi
 
Natureza atômica da matéria - Profº Márcio Bandeira
Natureza atômica da matéria - Profº Márcio BandeiraNatureza atômica da matéria - Profº Márcio Bandeira
Natureza atômica da matéria - Profº Márcio Bandeira
Colégio Municipal Paulo Freire
 
Evolução dos modelos atómicos
Evolução dos modelos atómicos Evolução dos modelos atómicos
Evolução dos modelos atómicos
TelmoMendes70
 
Modelo atômico de dalton
Modelo atômico de daltonModelo atômico de dalton
Modelo atômico de dalton
Arthur Coelho
 
Teoria atomica
Teoria atomicaTeoria atomica
Teoria atomica
chukatrop
 
HistóRia Da QuíMica E Modelos AtôMicos
HistóRia Da QuíMica E Modelos AtôMicosHistóRia Da QuíMica E Modelos AtôMicos
HistóRia Da QuíMica E Modelos AtôMicos
Claysson Xavier
 
Modelo Atómico de Dalton
Modelo Atómico de DaltonModelo Atómico de Dalton
Modelo Atómico de Dalton
Gerardo Martínez
 
Física e química introdução estado físico da matéria
Física e química introdução estado físico da matériaFísica e química introdução estado físico da matéria
Física e química introdução estado físico da matéria
Carlos Alexandre Ribeiro Dorte
 
Como Se Faz Um Trabalho Escolar
Como Se Faz Um Trabalho EscolarComo Se Faz Um Trabalho Escolar
Como Se Faz Um Trabalho Escolar
Sofia Cavaco
 
Slides evolução do modelo atômico
Slides  evolução do modelo atômicoSlides  evolução do modelo atômico
Slides evolução do modelo atômico
elismarafernandes
 

Destaque (12)

Modelos atômicos ( 9 ano)
Modelos atômicos ( 9 ano)Modelos atômicos ( 9 ano)
Modelos atômicos ( 9 ano)
 
Aula 6 dos gregos a dalton
Aula 6 dos gregos a daltonAula 6 dos gregos a dalton
Aula 6 dos gregos a dalton
 
Trabalho modelo atômico
Trabalho modelo atômicoTrabalho modelo atômico
Trabalho modelo atômico
 
Natureza atômica da matéria - Profº Márcio Bandeira
Natureza atômica da matéria - Profº Márcio BandeiraNatureza atômica da matéria - Profº Márcio Bandeira
Natureza atômica da matéria - Profº Márcio Bandeira
 
Evolução dos modelos atómicos
Evolução dos modelos atómicos Evolução dos modelos atómicos
Evolução dos modelos atómicos
 
Modelo atômico de dalton
Modelo atômico de daltonModelo atômico de dalton
Modelo atômico de dalton
 
Teoria atomica
Teoria atomicaTeoria atomica
Teoria atomica
 
HistóRia Da QuíMica E Modelos AtôMicos
HistóRia Da QuíMica E Modelos AtôMicosHistóRia Da QuíMica E Modelos AtôMicos
HistóRia Da QuíMica E Modelos AtôMicos
 
Modelo Atómico de Dalton
Modelo Atómico de DaltonModelo Atómico de Dalton
Modelo Atómico de Dalton
 
Física e química introdução estado físico da matéria
Física e química introdução estado físico da matériaFísica e química introdução estado físico da matéria
Física e química introdução estado físico da matéria
 
Como Se Faz Um Trabalho Escolar
Como Se Faz Um Trabalho EscolarComo Se Faz Um Trabalho Escolar
Como Se Faz Um Trabalho Escolar
 
Slides evolução do modelo atômico
Slides  evolução do modelo atômicoSlides  evolução do modelo atômico
Slides evolução do modelo atômico
 

Semelhante a Apresentação modelos atômicos elenice

Evolução do átomo
Evolução do átomoEvolução do átomo
Evolução do átomo
Erlenmeyer
 
Estrutura atômica
Estrutura atômica Estrutura atômica
Estrutura atômica
ProfªThaiza Montine
 
Estrutura atomica 2012
Estrutura atomica 2012Estrutura atomica 2012
Estrutura atomica 2012
Matheus Oliveira Santana
 
2016 evolução do modelo atômico
2016   evolução do modelo atômico2016   evolução do modelo atômico
2016 evolução do modelo atômico
cezaoo
 
Aula atomistica
Aula atomisticaAula atomistica
Aula atomistica
Aula atomisticaAula atomistica
Aula atomistica
MrciodePaula2
 
MODELOS ATOMICOS, TABELA PERIÓDICA, CÁLCULOS QUÍMICOS
MODELOS ATOMICOS, TABELA PERIÓDICA, CÁLCULOS QUÍMICOSMODELOS ATOMICOS, TABELA PERIÓDICA, CÁLCULOS QUÍMICOS
MODELOS ATOMICOS, TABELA PERIÓDICA, CÁLCULOS QUÍMICOS
GABRIELLYMACIEL4
 
Química - Modelos Atômicos - (dupla Luíza Lira e Manuela Pessoa Amorim)
Química - Modelos Atômicos - (dupla Luíza Lira e Manuela Pessoa Amorim)Química - Modelos Atômicos - (dupla Luíza Lira e Manuela Pessoa Amorim)
Química - Modelos Atômicos - (dupla Luíza Lira e Manuela Pessoa Amorim)
Escola Secundária Carlos Amarante - Braga - Portugal
 
Física - Calorimetria
Física - CalorimetriaFísica - Calorimetria
Física - Calorimetria
Vania Lima "Somos Físicos"
 
Modelos Atômicos -CSSA 2014.PROF: WALDIR MONTENEGRO
Modelos Atômicos -CSSA 2014.PROF: WALDIR MONTENEGROModelos Atômicos -CSSA 2014.PROF: WALDIR MONTENEGRO
Modelos Atômicos -CSSA 2014.PROF: WALDIR MONTENEGRO
Waldir Montenegro
 
Modelos
 Modelos Modelos
Modelos atõmicos
Modelos atõmicosModelos atõmicos
Modelos atõmicos
Katharina Fernandes
 
Modelos Atômicos:Dalton, Thomson,Rutherford e Bohr eja
Modelos Atômicos:Dalton, Thomson,Rutherford e Bohr  ejaModelos Atômicos:Dalton, Thomson,Rutherford e Bohr  eja
Modelos Atômicos:Dalton, Thomson,Rutherford e Bohr eja
MarilenePsilva
 
AtomíStica
AtomíSticaAtomíStica
Evolução atomica 2015
Evolução atomica 2015Evolução atomica 2015
Evolução atomica 2015
Enio Silva De Lima
 
Modelo atômico
Modelo atômicoModelo atômico
Modelo atômico
Davi Gonçalves Valério
 
Aula 5 modelos atômicos
Aula 5   modelos atômicos Aula 5   modelos atômicos
Aula 5 modelos atômicos
profNICODEMOS
 
Estrutura atômica para apresntação
Estrutura atômica para apresntaçãoEstrutura atômica para apresntação
Estrutura atômica para apresntação
simone1444
 
www.AulasDeQuimicaApoio.com - Química - Estrutura Atômica
www.AulasDeQuimicaApoio.com  - Química -  Estrutura Atômicawww.AulasDeQuimicaApoio.com  - Química -  Estrutura Atômica
www.AulasDeQuimicaApoio.com - Química - Estrutura Atômica
Aulas de Química Apoio
 
Aula Modelo Atômico - Professor Henrique
Aula Modelo Atômico - Professor HenriqueAula Modelo Atômico - Professor Henrique
Aula Modelo Atômico - Professor Henrique
MarianaMartinsR
 

Semelhante a Apresentação modelos atômicos elenice (20)

Evolução do átomo
Evolução do átomoEvolução do átomo
Evolução do átomo
 
Estrutura atômica
Estrutura atômica Estrutura atômica
Estrutura atômica
 
Estrutura atomica 2012
Estrutura atomica 2012Estrutura atomica 2012
Estrutura atomica 2012
 
2016 evolução do modelo atômico
2016   evolução do modelo atômico2016   evolução do modelo atômico
2016 evolução do modelo atômico
 
Aula atomistica
Aula atomisticaAula atomistica
Aula atomistica
 
Aula atomistica
Aula atomisticaAula atomistica
Aula atomistica
 
MODELOS ATOMICOS, TABELA PERIÓDICA, CÁLCULOS QUÍMICOS
MODELOS ATOMICOS, TABELA PERIÓDICA, CÁLCULOS QUÍMICOSMODELOS ATOMICOS, TABELA PERIÓDICA, CÁLCULOS QUÍMICOS
MODELOS ATOMICOS, TABELA PERIÓDICA, CÁLCULOS QUÍMICOS
 
Química - Modelos Atômicos - (dupla Luíza Lira e Manuela Pessoa Amorim)
Química - Modelos Atômicos - (dupla Luíza Lira e Manuela Pessoa Amorim)Química - Modelos Atômicos - (dupla Luíza Lira e Manuela Pessoa Amorim)
Química - Modelos Atômicos - (dupla Luíza Lira e Manuela Pessoa Amorim)
 
Física - Calorimetria
Física - CalorimetriaFísica - Calorimetria
Física - Calorimetria
 
Modelos Atômicos -CSSA 2014.PROF: WALDIR MONTENEGRO
Modelos Atômicos -CSSA 2014.PROF: WALDIR MONTENEGROModelos Atômicos -CSSA 2014.PROF: WALDIR MONTENEGRO
Modelos Atômicos -CSSA 2014.PROF: WALDIR MONTENEGRO
 
Modelos
 Modelos Modelos
Modelos
 
Modelos atõmicos
Modelos atõmicosModelos atõmicos
Modelos atõmicos
 
Modelos Atômicos:Dalton, Thomson,Rutherford e Bohr eja
Modelos Atômicos:Dalton, Thomson,Rutherford e Bohr  ejaModelos Atômicos:Dalton, Thomson,Rutherford e Bohr  eja
Modelos Atômicos:Dalton, Thomson,Rutherford e Bohr eja
 
AtomíStica
AtomíSticaAtomíStica
AtomíStica
 
Evolução atomica 2015
Evolução atomica 2015Evolução atomica 2015
Evolução atomica 2015
 
Modelo atômico
Modelo atômicoModelo atômico
Modelo atômico
 
Aula 5 modelos atômicos
Aula 5   modelos atômicos Aula 5   modelos atômicos
Aula 5 modelos atômicos
 
Estrutura atômica para apresntação
Estrutura atômica para apresntaçãoEstrutura atômica para apresntação
Estrutura atômica para apresntação
 
www.AulasDeQuimicaApoio.com - Química - Estrutura Atômica
www.AulasDeQuimicaApoio.com  - Química -  Estrutura Atômicawww.AulasDeQuimicaApoio.com  - Química -  Estrutura Atômica
www.AulasDeQuimicaApoio.com - Química - Estrutura Atômica
 
Aula Modelo Atômico - Professor Henrique
Aula Modelo Atômico - Professor HenriqueAula Modelo Atômico - Professor Henrique
Aula Modelo Atômico - Professor Henrique
 

Mais de EEB Paulo Bauer

Plano gestão
Plano gestãoPlano gestão
Plano gestão
EEB Paulo Bauer
 
Resultado enem
Resultado enemResultado enem
Resultado enem
EEB Paulo Bauer
 
Gabarito Simulado Prova Brasil
Gabarito Simulado Prova BrasilGabarito Simulado Prova Brasil
Gabarito Simulado Prova Brasil
EEB Paulo Bauer
 
Gabarito
GabaritoGabarito
Gabarito
EEB Paulo Bauer
 
Gabarito Simulado ENEM Paulo Bauer 2015
Gabarito Simulado ENEM Paulo Bauer 2015Gabarito Simulado ENEM Paulo Bauer 2015
Gabarito Simulado ENEM Paulo Bauer 2015
EEB Paulo Bauer
 
Gabarito
GabaritoGabarito
Gabarito
EEB Paulo Bauer
 
Gabarito Simulado ENEM Paulo Bauer 2015
Gabarito Simulado ENEM Paulo Bauer 2015Gabarito Simulado ENEM Paulo Bauer 2015
Gabarito Simulado ENEM Paulo Bauer 2015
EEB Paulo Bauer
 
Gabarito 2º Simulado
Gabarito 2º SimuladoGabarito 2º Simulado
Gabarito 2º Simulado
EEB Paulo Bauer
 
Tarefa 02
Tarefa 02Tarefa 02
Tarefa 02
EEB Paulo Bauer
 
Revista
RevistaRevista
Resultado simulado 1 semestre 2014
Resultado simulado 1 semestre 2014Resultado simulado 1 semestre 2014
Resultado simulado 1 semestre 2014
EEB Paulo Bauer
 
Gabarito Simulado ENEM Paulo Bauer 1 Semestre 2014
Gabarito Simulado ENEM Paulo Bauer 1 Semestre 2014Gabarito Simulado ENEM Paulo Bauer 1 Semestre 2014
Gabarito Simulado ENEM Paulo Bauer 1 Semestre 2014
EEB Paulo Bauer
 
Resultado do Simulado Enem 2º Semestre
Resultado do Simulado Enem 2º SemestreResultado do Simulado Enem 2º Semestre
Resultado do Simulado Enem 2º Semestre
EEB Paulo Bauer
 
Gabarito Simulado ENEM E.E.B. Paulo Bauer 2º Semestre
Gabarito Simulado ENEM E.E.B. Paulo Bauer 2º SemestreGabarito Simulado ENEM E.E.B. Paulo Bauer 2º Semestre
Gabarito Simulado ENEM E.E.B. Paulo Bauer 2º Semestre
EEB Paulo Bauer
 
Gabarito Simulado ENEM Paulo Bauer 2013/1
Gabarito Simulado ENEM Paulo Bauer 2013/1Gabarito Simulado ENEM Paulo Bauer 2013/1
Gabarito Simulado ENEM Paulo Bauer 2013/1
EEB Paulo Bauer
 
Programa FIDPAB
Programa FIDPABPrograma FIDPAB
Programa FIDPAB
EEB Paulo Bauer
 
Resultado
ResultadoResultado
Resultado
EEB Paulo Bauer
 
2 º Simulado
2 º Simulado2 º Simulado
2 º Simulado
EEB Paulo Bauer
 
Pontuação 1º Simulado ENEM/2012
Pontuação 1º Simulado ENEM/2012Pontuação 1º Simulado ENEM/2012
Pontuação 1º Simulado ENEM/2012
EEB Paulo Bauer
 

Mais de EEB Paulo Bauer (20)

Plano gestão
Plano gestãoPlano gestão
Plano gestão
 
Resultado enem
Resultado enemResultado enem
Resultado enem
 
Gabarito Simulado Prova Brasil
Gabarito Simulado Prova BrasilGabarito Simulado Prova Brasil
Gabarito Simulado Prova Brasil
 
Gabarito
GabaritoGabarito
Gabarito
 
Gabarito Simulado ENEM Paulo Bauer 2015
Gabarito Simulado ENEM Paulo Bauer 2015Gabarito Simulado ENEM Paulo Bauer 2015
Gabarito Simulado ENEM Paulo Bauer 2015
 
Gabarito
GabaritoGabarito
Gabarito
 
Gabarito Simulado ENEM Paulo Bauer 2015
Gabarito Simulado ENEM Paulo Bauer 2015Gabarito Simulado ENEM Paulo Bauer 2015
Gabarito Simulado ENEM Paulo Bauer 2015
 
Gabarito 2º Simulado
Gabarito 2º SimuladoGabarito 2º Simulado
Gabarito 2º Simulado
 
Tarefa 02
Tarefa 02Tarefa 02
Tarefa 02
 
Revista
RevistaRevista
Revista
 
Resultado simulado 1 semestre 2014
Resultado simulado 1 semestre 2014Resultado simulado 1 semestre 2014
Resultado simulado 1 semestre 2014
 
Gabarito Simulado ENEM Paulo Bauer 1 Semestre 2014
Gabarito Simulado ENEM Paulo Bauer 1 Semestre 2014Gabarito Simulado ENEM Paulo Bauer 1 Semestre 2014
Gabarito Simulado ENEM Paulo Bauer 1 Semestre 2014
 
Resultado do Simulado Enem 2º Semestre
Resultado do Simulado Enem 2º SemestreResultado do Simulado Enem 2º Semestre
Resultado do Simulado Enem 2º Semestre
 
Gabarito Simulado ENEM E.E.B. Paulo Bauer 2º Semestre
Gabarito Simulado ENEM E.E.B. Paulo Bauer 2º SemestreGabarito Simulado ENEM E.E.B. Paulo Bauer 2º Semestre
Gabarito Simulado ENEM E.E.B. Paulo Bauer 2º Semestre
 
Gabarito Simulado ENEM Paulo Bauer 2013/1
Gabarito Simulado ENEM Paulo Bauer 2013/1Gabarito Simulado ENEM Paulo Bauer 2013/1
Gabarito Simulado ENEM Paulo Bauer 2013/1
 
Programa FIDPAB
Programa FIDPABPrograma FIDPAB
Programa FIDPAB
 
Resultado
ResultadoResultado
Resultado
 
Viva Vida
Viva VidaViva Vida
Viva Vida
 
2 º Simulado
2 º Simulado2 º Simulado
2 º Simulado
 
Pontuação 1º Simulado ENEM/2012
Pontuação 1º Simulado ENEM/2012Pontuação 1º Simulado ENEM/2012
Pontuação 1º Simulado ENEM/2012
 

Último

livro ciclo da agua educação infantil.pdf
livro ciclo da agua educação infantil.pdflivro ciclo da agua educação infantil.pdf
livro ciclo da agua educação infantil.pdf
cmeioctaciliabetesch
 
CRONOGRAMA - PSC 2° ETAPA 2024.pptx (1).pdf
CRONOGRAMA - PSC 2° ETAPA 2024.pptx (1).pdfCRONOGRAMA - PSC 2° ETAPA 2024.pptx (1).pdf
CRONOGRAMA - PSC 2° ETAPA 2024.pptx (1).pdf
soaresdesouzaamanda8
 
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptxReino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
CarinaSantos916505
 
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
Eró Cunha
 
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sonsAula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Érika Rufo
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
TomasSousa7
 
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
LeticiaRochaCupaiol
 
Leonardo da Vinci .pptx
Leonardo da Vinci                  .pptxLeonardo da Vinci                  .pptx
Leonardo da Vinci .pptx
TomasSousa7
 
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
SILVIAREGINANAZARECA
 
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptxTreinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
MarcosPaulo777883
 
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.pptEstrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
livrosjovert
 
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo FreireLivro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
WelberMerlinCardoso
 
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIASA SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
HisrelBlog
 
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Biblioteca UCS
 
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões.          pptxRimas, Luís Vaz de Camões.          pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
TomasSousa7
 
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do AssaréFamílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
profesfrancleite
 
Pintura Romana .pptx
Pintura Romana                     .pptxPintura Romana                     .pptx
Pintura Romana .pptx
TomasSousa7
 
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
AntnioManuelAgdoma
 

Último (20)

livro ciclo da agua educação infantil.pdf
livro ciclo da agua educação infantil.pdflivro ciclo da agua educação infantil.pdf
livro ciclo da agua educação infantil.pdf
 
CRONOGRAMA - PSC 2° ETAPA 2024.pptx (1).pdf
CRONOGRAMA - PSC 2° ETAPA 2024.pptx (1).pdfCRONOGRAMA - PSC 2° ETAPA 2024.pptx (1).pdf
CRONOGRAMA - PSC 2° ETAPA 2024.pptx (1).pdf
 
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptxReino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
 
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
 
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sonsAula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
 
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
 
Leonardo da Vinci .pptx
Leonardo da Vinci                  .pptxLeonardo da Vinci                  .pptx
Leonardo da Vinci .pptx
 
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
 
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptxTreinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
 
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
 
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.pptEstrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
 
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
 
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo FreireLivro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
 
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIASA SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
 
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
 
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões.          pptxRimas, Luís Vaz de Camões.          pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
 
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do AssaréFamílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
 
Pintura Romana .pptx
Pintura Romana                     .pptxPintura Romana                     .pptx
Pintura Romana .pptx
 
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
 

Apresentação modelos atômicos elenice

  • 1. • Profª Elenice Adriana dos Santos • Licenciada em Química com Habilitação em Física e Matemática pela Unisul – Universidade do Sul de Santa Catarina em Tubarão
  • 2. Tudo posso se Eu acreditar que posso!
  • 4. Modelos Atômicos •Primeira idéia sobre o átomo (evolução histórica) • No ano 450 a.C. , dois filósofos gregos, Demócrito e Leucipo, imaginaram que se pegássemos um corpo qualquer e o fôssemos dividindo sucessivas vezes, haveria um certo ponto em que essa divisão não seria mais possível. Teríamos chegado ao átomo. • A palavra átomo deriva do grego, • a = não e tomo = parte, o que significa, indivisível.
  • 5. Teoria Atômica 1. Teoria de Dalton 2. Teoria de Thomson 3. Teoria de Rutherford 4. O modelo Atômico Atual
  • 6. Modelos Atômicos • Baseado nas “Leis Ponderais” (1808)  Esfera maciça;  Indivisível;  Indestrutível;  Imperecível;  Sem carga elétrica; •“Bola De Bilhar” John Dalton
  • 7. 1. O Átomo na visão de Dalton Em 1808, Dalton propôs a teoria do modelo atômico, onde o átomo é uma minúscula esfera maciça, impenetrável, indestrutível, indivisível e sem carga. Todos os átomos de um mesmo elemento químico são idênticos. Seu modelo atômico foi chamado de modelo atômico da bola de bilhar. Propriedades do átomo de Dalton: Átomos de elementos diferentes possuem propriedades diferentes entre si. Átomos de um mesmo elemento possuem propriedades iguais e de peso invariável. Átomos são partículas maciças, indivisíveis e esféricas formadoras da matéria. Nas reações químicas, os átomos permanecem inalterados.
  • 8. Modelos Atômicos • “Os átomos são esferas maciças, homogê- neas, indivisíveis e indestrutíveis.” (modelo bola de bilhar ).
  • 9. Modelos Atômicos Tales de Mileto (640 - 546 a.C.) Fez algumas experiências com âmbar (em grego - elektron) e descobriu que esse adquire uma carga elétrica quando é atritado com uma flanela.
  • 11. Modelos Atômicos •Benjamin Franklin • (1706 - 1790) • Observou que existem duas espécies de cargas elétricas, chamadas por ele, arbitrariamente de positiva e negativa. • Com essas observações foi possível explicar o fenômeno relatado por Tales de Mileto.
  • 12. Modelos Atômicos • Cargas elétricas de sinais opostos se atraem. • Cargas elétricas de mesmo sinal se repelem. • Mais tarde essas e outras observações intensificaram a realização de experimentos envolvendo eletricidade, os quais permitiram associar a eletricidade ao átomo.
  • 13. Modelos Atômicos •A descoberta da primeira partícula sub atômica : O ELÉTRON. • Perto do final do séc. XIX, o inglês Willian Crookes (1832 - 1919) inventou uma ampola que permite realizar descargas elétricas através do ar a baixa pressão em seu interior (ar rarefeito).
  • 14. Modelos Atômicos •Quando se estabelece a corrente elétrica através do gás, são produzidos raios, ditos RAIOS CATÓDICOS,que vão incidir na extremidade da ampola que contém o pólo positivo da fonte de alta tensão, com isso, aparece uma luminosidade no vidro.
  • 15. Modelos Atômicos • Sendo os raios catódicos um fluxo de elétrons, podemos concluir finalmente que: • • - os elétrons se propagam em linha reta, - os elétrons possuem massa (são corpusculares) e - os elétrons possuem carga elétrica de natureza negativa.
  • 16. Modelos Atômicos Modelo atómico de Thomson ou modelo do pudim de passas: o átomo seria uma esfera maciça de carga positiva, uniformemente distribuída, onde se encontrariam incrustados os elétrons com carga negativa.
  • 17. 2. O Átomo na visão de Thomson O Modelo atômico de Thomson (1897) propunha então que o átomo não fosse maciço (como havia afirmado John Dalton), mas sim um fluido com carga positiva (homogêneo e quase esférico) no qual estavam dispersos (de maneira homogênea) os elétrons. Podemos fazer a analogia desse modelo atômico com um "Panetone" ou com um pudim recheado de uvas passas, em que a massa do panetone seria positiva e as passas seriam as partículas negativas. O modelo proposto por Thomson ficou conhecido como o “Pudim de Passas”.
  • 18. Modelos Atômicos •A descoberta da segunda partícula subatômica: o próton • Em 1886, o físico alemão Eugen Goldstein, (1850-1930) descobriu um novo tipo de raio utilizando uma ampola de Crookes, modificada. Goldstein adaptou à ampola, que continha gás a baixa pressão, um cátodo perfurado e, ao provocar uma descarga elétrica no gás a baixa pressão, observou um feixe de raios coloridos surgir atrás do cátodo, vindo da direção do ânodo.
  • 19. Modelos Atômicos •Esses raios foram denominados de raios anódicos • ou raios canais.
  • 20. Modelos Atômicos •1895 – Roentgen descobre o raio-x utilizando tubo de raios catódicos.
  • 21. Modelos Atômicos • 1896 - Becquerel descobre a radioatividade: emissão espontânea de radiação vindo do Urânio. • 1897 - Casal Curie descobrem dois elementos radioativos: Polônio e o Rádio.
  • 22. Modelos Atômicos •Rutherford e Pierre Curie fazem um experimento para determinar o que constitui as emissões radioativas.
  • 24. Modelos Atômicos •Experimento •de •Rutherford
  • 25. Modelos Atômicos • Observações  Grande quantidade de partículas α atravessam a lâmina.  Uma pequena quantidade de partículas α não atravessaram a lâmina e voltavam.  Algumas partículas α sofreram desvios.
  • 26. Modelos Atômicos Já que a maioria das partículas α atravessava a lâmina de ouro sem sofrer desvios, a maior parte do átomo deveria ser vazia. Espaço que foi denominado de eletrosfera, onde estariam os elétrons. As partículas α que voltavam indicavam que deveria existir uma pequena região maciça, denominado NÚCLEO, onde estaria concentrada a massa do átomo. Já que um pequeno número de partículas α sofrem desvios significativos ao atravessar a lâmina de ouro, o núcleo deve ser pequeno e positivo, proporcionando uma repulsão.
  • 27. Modelos Atômicos •“Planetário”  Núcleo e eletrosfera  Planetas em volta do sol Núcleo pequeno e denso
  • 28. 3. O Átomo na visão de Rutherford O modelo atômico de Rutherford, ficou conhecido como modelo planetário do átomo. Segundo esta teoria, o átomo teria um núcleo positivo, que seria muito pequeno em relação ao todo mas teria grande massa e, ao redor deste, os elétrons, que descreveriam órbitas helicoidais em altas velocidades, para não serem atraídos e caírem sobre o núcleo. A eletrosfera - local onde se situam os elétrons - seria cerca de dez mil vezes maior do que o núcleo atômico, e entre eles haveria um espaço vazio.
  • 29. Modelos Atômicos O átomo possui um núcleo pequeno, denso e positivo, formado por prótons (+).Chadwick comprova a existência de nêutrons (partículas sem carga e massa semelhante ao próton), respondendo a dúvida da repulsão entre cargas + Uma região praticamente sem massa envolvendo o núcleo, denominada eletrosfera(local onde os elétrons giram ao redor do núcleo).
  • 30. Modelos Atômicos PARTÍCULA MASSA CARGA RELATIVA RELATIVA Elétron _1_ -1 1836 Próton 1 +1 Nêutron 1 0
  • 31. 4. O modelo atômico atual