Evolução dos modelos atómicos

259 visualizações

Publicada em

Evolução dos modelos atómicos até á atualidade

Publicada em: Meio ambiente
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
259
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
6
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
13
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Evolução dos modelos atómicos

  1. 1. Evolução dos modelos atómicos
  2. 2. Como surgio o Átomo? • Na antiguidade acreditava-se que dividindo a matéria em pedaços cada vez menores, chegar- se-ia num ponto onde partículas, cada vez menores, seriam invisíveis ao olho humano e, segundo alguns pensadores, indivisíveis. Graças a essa propriedade, receberam o nome de átomos, termo que significa sem partes, em grego.
  3. 3. O que é um Átomo ? • O átomo é uma partícula fundamental da matéria. Esse termo foi criado pelo filósofo grego Demócrito, que acreditava que toda a matéria era constituída de partes menores e indivisíveis.
  4. 4. Modelo de Dalton (1803) “Os átomos são inalteráveis” • Átomo: Partícula esférica, maciça, neutra e indívisivel
  5. 5. Modelo de Thomson (1904) Thomson propôs um novo modelo atómico: Chamado modelo “Pudim de massas” Átomo: Esfera de carga elétrica positiva, no qual o elétrões de carga elétrica negativa se encotravam dispersos em número suficiente para que a carga global fosses nula.
  6. 6. Modelo Rutherford (1911) “Chamado modelo planetário” “A matéria é constituida por espaços vazios” Átomo: Á volta do núcleo circulam os elétrões em órbitas elípticas a grandes velocidades.
  7. 7. Modelo Rutherfor-Bohr (1903) • Bohr aperfeiçoando o modelo de Rutherford concluio que o eletrão move-se em torno do núcleo, em órbitas circulares bem defindas camadas/níveis
  8. 8. Modelo Schrödinger (1926) Modelo nuvem elétrônica • No ano de 1926, o físico alemão Werner Heisenberg explicou, utilizando os conceitos da Mecânica Quântica, que não se pode determinar simultaneamente, com absoluta exatidão, a velocidade e a posição de um elétrão num átomo. • A partir dessa teoria, entendeu-se que seria mais apropriado que existam regiões ao redor do núcleo do átomo, nas quais a probabilidade de se encontrar um elétrão é máxima, regiões estas que recebem o nome de órbita.
  9. 9. .... Há zonas em volta do núcleo onde é grande a probabilidade de encontrar elétrões ( onde a nuvem é mais densa e outras onde a probabilidade é menor ( onde a nuvem eletrônica é menos densa)
  10. 10. Dimensões núcleo? • Se eu átomo tivesse as dimensões de um campo de futebol o núcleo seria do tamanho de uma joaninha colocada no centro do campo.
  11. 11. Conclusão Com este trabalho adquiri novos conhecimentos sobre a evolução do átomo, e espero que meus colegas e professora tenham gostado e entendido sobre o assunto abordado.
  12. 12. Bibliografia • http://www.explicatorium.com/CFQ9- Evolucao-atomo.php http://pt.wikipedia.org/wiki/Modelo_at% C3%B4mico http://www.brasilescola.com/quimica/ev olucao-modelo-atomico.htm

×