SlideShare uma empresa Scribd logo
A Solução para a Crise do Mundo Feudal e o Início da Era Moderna
Professor: Marcelo Boia
Baixa Idade Média: reinos (geralmente de curta duração)
resultantes da fusão entre as sociedades romana e germânica.
Por volta do século X, os reinos estavam territorialmente
fragmentados em feudos e politicamente descentralizados; o rei
tinha poder "de direito, mas não de fato".
Feudalismo: obstáculos à expansão do comércio: pluralidade
de moedas, multiplicidade de alfândegas e impostos,
diversidade de leis, falta de segurança.
Crise do Feudalismo: a fome, a peste e as guerras.
Centralização política com o objetivo de superar
a grande crise e a instabilidade do final da
Idade Média, com a criação dos Estados-
Nacionais (Monarquias Nacionais).
Os monarcas visavam recuperar o poder que havia sido
fragmentado com a construção dos feudos e a
concentração do poder nas mãos dos senhores feudais.
Os grupos senhoriais (nobreza) optaram pela
centralização para conseguir manter os privilégios que
lhes restavam.
 A classe burguesa apoiou a centralização com
interesse na unificação dos padrões monetários, pesos
e medidas.
Absolutismo: poder absoluto concentrado nas mãos
dos reis.
Delimitação Territorial.
Unificação de padrões monetários.
Criação de um Exército Nacional.
Criação de um Justiça Real.
Sistema unificado de cobrança de impostos.
Portugal: século XII
Espanha: século XV
Inglaterra: século XV
França: século XV
Os reinos de Leão, Castela, Navarra e Aragão juntaram forças
para uma longa guerra contra os mouros que haviam
conquistado a Península Ibérica desde o século VIII.
Os reinos participantes desta guerra buscaram o auxílio do
nobre francês Henrique de Borgonha que, em troca, recebeu
terras do chamado condado Portucalense.
Após a morte de Henrique de Borgonha, seu filho, Afonso
Henriques, lutou pela autonomia política do condado.
O estado monárquico de Portugal foi o primeiro a se formar e se
consolidou com a dinastia de Avis no poder com uma aliança
com a burguesia.
Mapa demonstrando a formação de Portugal e Espanha, do século XI ao XIII
O processo de unificação da Espanha esteve também
intimamente ligado à Reconquista, isto é, à guerra contra
o domínio dos mouros na Península Ibérica.
A formação de Espanha ocorreu com a união de dois
reinos ocasionada pelo casamento de Fernando de Aragão
e Isabel de Castela.
A integridade territorial da Espanha foi obtida com a
expulsão dos mouros de Granada, em 1492.
Guerra dos Cem Anos (1337-1453): a maior guerra europeia
medieval entre os nobres dos territórios ingleses e franceses.
O longo período de guerras enfraqueceu bastante a nobreza
francesa, porque, à medida que os nobres morriam, seus
feudos iam passando para o domínio do rei, debilitando o
sistema feudal.
A guerra possibilitou a construção de uma identidade
nacional entre os ingleses e principalmente entre os
franceses.
O grande vencedor do conflito foram os reis, que se
impuseram definitivamente sobre os senhores feudais
arruinados pela guerra.
Curiosidades:
 A pólvora foi pela primeira vez utilizada como arma em
combate na Europa nos campos de Crecy, pelas tropas inglesas.
O pedreiro causava mais ruído do que estragos materiais, mas
foi eficiente para assustar a cavalaria francesa.
Joana d'Arc, heroína francesa no conflito, quase cinco séculos
após a sua execução na fogueira por suposta prática de
feitiçaria, foi canonizada pela Igreja Católica, em 1920, como
Santa Joana d'Arc. Deve-se, no entanto, recordar que, já em
1456, Joana foi declarada inocente pelo Papa Calisto III,
confirmando que a Igreja da Inglaterra, nesse julgamento, agiu
por conta própria, por pressão dos ingleses e interesses
políticos.
As novas monarquias mantiveram a organização
social da Idade Média, do chamado Antigo
Regime, mantendo diversos privilégios e o
poder nas mãos da nobreza e do clero.
Itália e Alemanha: a unificação do território
só acontece no século XIX.
Conceito: política econômica adotada pelas
recém-formadas monarquias nacionais com o
objetivo de acumular capitais e fortalecer a
economia dos novos regimes.
Práticas mercantilistas:
Defesa da balança comercial favorável.
Protecionismo alfandegário.
Metalismo: acumulação de outro e prata.
Estímulo à agricultura e às manufaturas.
Colonialismo: exploração dos territórios conquistados
através do Pacto Colonial (monopólio comercial).
Teoria do Direito Divino dos Reis
 Jean Bodin
 Jacques Bossuet
Teoria do Contratualismo:
 Thomas Hobbes
 Nicolau Maquiavel

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Periodo entre guerras
Periodo entre guerrasPeriodo entre guerras
Periodo entre guerras
Italo Colares
 
Mineração no Brasil Colônia
Mineração no Brasil ColôniaMineração no Brasil Colônia
Mineração no Brasil Colônia
Jerry Guimarães
 
Revolução Francesa
Revolução FrancesaRevolução Francesa
Revolução Francesa
eduardosalgdo
 
Civilização Romana
Civilização RomanaCivilização Romana
Civilização Romana
Lucio Oliveira
 
Republica romana
Republica romanaRepublica romana
Republica romana
Jovania Zanotelli
 
Idade média: Alta Idade Média (séc. v- x)
Idade média:   Alta Idade Média (séc. v- x)Idade média:   Alta Idade Média (séc. v- x)
Idade média: Alta Idade Média (séc. v- x)
Edenilson Morais
 
Slides 1ª guerra mundial
Slides  1ª guerra mundialSlides  1ª guerra mundial
Slides 1ª guerra mundial
Ferdinando Scappa
 
Primeira Guerra Mundial
Primeira Guerra MundialPrimeira Guerra Mundial
Primeira Guerra Mundial
Priscila Azeredo
 
Unificação italiana e alemã
Unificação italiana e alemãUnificação italiana e alemã
Unificação italiana e alemã
Gabriel Passeri
 
A Baixa Idade Média - 7º Ano (2018)
A Baixa Idade Média - 7º Ano (2018)A Baixa Idade Média - 7º Ano (2018)
A Baixa Idade Média - 7º Ano (2018)
Nefer19
 
Guerra fria
Guerra friaGuerra fria
Reinos africanos
Reinos africanosReinos africanos
Reinos africanos
MargarethFranklim
 
Baixa Idade Media - Prof Iair
Baixa Idade Media - Prof IairBaixa Idade Media - Prof Iair
Baixa Idade Media - Prof Iair
Tricia Carnevale
 
Imperialismo
ImperialismoImperialismo
Imperialismo
Marco Santos
 
Guerra dos cem anos
Guerra dos cem anosGuerra dos cem anos
Guerra dos cem anos
Eduard Henry
 
Absolutismo
AbsolutismoAbsolutismo
Absolutismo
Paulo Alexandre
 
Brasil colonial as revoltas coloniais
Brasil colonial   as revoltas coloniaisBrasil colonial   as revoltas coloniais
Brasil colonial as revoltas coloniais
Edenilson Morais
 
Neocolonialismo
NeocolonialismoNeocolonialismo
Neocolonialismo
Ronaldocalho
 
1 a queda do império romano em 476d
1   a queda do império romano em 476d1   a queda do império romano em 476d
1 a queda do império romano em 476d
Renata Telha
 
Ciclo do ouro
Ciclo do ouroCiclo do ouro
Ciclo do ouro
Beatriz Dantas
 

Mais procurados (20)

Periodo entre guerras
Periodo entre guerrasPeriodo entre guerras
Periodo entre guerras
 
Mineração no Brasil Colônia
Mineração no Brasil ColôniaMineração no Brasil Colônia
Mineração no Brasil Colônia
 
Revolução Francesa
Revolução FrancesaRevolução Francesa
Revolução Francesa
 
Civilização Romana
Civilização RomanaCivilização Romana
Civilização Romana
 
Republica romana
Republica romanaRepublica romana
Republica romana
 
Idade média: Alta Idade Média (séc. v- x)
Idade média:   Alta Idade Média (séc. v- x)Idade média:   Alta Idade Média (séc. v- x)
Idade média: Alta Idade Média (séc. v- x)
 
Slides 1ª guerra mundial
Slides  1ª guerra mundialSlides  1ª guerra mundial
Slides 1ª guerra mundial
 
Primeira Guerra Mundial
Primeira Guerra MundialPrimeira Guerra Mundial
Primeira Guerra Mundial
 
Unificação italiana e alemã
Unificação italiana e alemãUnificação italiana e alemã
Unificação italiana e alemã
 
A Baixa Idade Média - 7º Ano (2018)
A Baixa Idade Média - 7º Ano (2018)A Baixa Idade Média - 7º Ano (2018)
A Baixa Idade Média - 7º Ano (2018)
 
Guerra fria
Guerra friaGuerra fria
Guerra fria
 
Reinos africanos
Reinos africanosReinos africanos
Reinos africanos
 
Baixa Idade Media - Prof Iair
Baixa Idade Media - Prof IairBaixa Idade Media - Prof Iair
Baixa Idade Media - Prof Iair
 
Imperialismo
ImperialismoImperialismo
Imperialismo
 
Guerra dos cem anos
Guerra dos cem anosGuerra dos cem anos
Guerra dos cem anos
 
Absolutismo
AbsolutismoAbsolutismo
Absolutismo
 
Brasil colonial as revoltas coloniais
Brasil colonial   as revoltas coloniaisBrasil colonial   as revoltas coloniais
Brasil colonial as revoltas coloniais
 
Neocolonialismo
NeocolonialismoNeocolonialismo
Neocolonialismo
 
1 a queda do império romano em 476d
1   a queda do império romano em 476d1   a queda do império romano em 476d
1 a queda do império romano em 476d
 
Ciclo do ouro
Ciclo do ouroCiclo do ouro
Ciclo do ouro
 

Destaque

América indígena
América indígenaAmérica indígena
América indígenaanimal13
 
Reformas religiosas
Reformas religiosasReformas religiosas
Reformas religiosas
Fábio Paiva
 
Aula filosofia
Aula filosofiaAula filosofia
Aula filosofia
Jerry Adriano
 
Filosofia e democracia da grécia
Filosofia e democracia da gréciaFilosofia e democracia da grécia
Filosofia e democracia da grécia
Luis Carlos
 
O feudalismo
O feudalismoO feudalismo
O feudalismo
Zé Knust
 
Encontro entre culturas
Encontro entre culturasEncontro entre culturas
Encontro entre culturas
Glasiely Virgílio Silva
 
O Absolutismo - 8o ano
O Absolutismo - 8o anoO Absolutismo - 8o ano
O Absolutismo - 8o ano
Lucas Degiovani
 
Edital PJF - Professor e Aluno- Casemiro
Edital PJF - Professor e Aluno- CasemiroEdital PJF - Professor e Aluno- Casemiro
Edital PJF - Professor e Aluno- Casemiro
Carla Freitas
 
ImpéRio Romano
ImpéRio RomanoImpéRio Romano
Arte grega
Arte gregaArte grega
Arte grega
rolim mendes
 
Povos indigenas no Brasil.
Povos indigenas no Brasil.Povos indigenas no Brasil.
Povos indigenas no Brasil.
Jose Ribamar Santos
 
Cidadania e democracia na antiguidade grecia
Cidadania e democracia na antiguidade greciaCidadania e democracia na antiguidade grecia
Cidadania e democracia na antiguidade grecia
Jonas Araújo
 
Reforma Protestante e Contra Reforma
Reforma Protestante e Contra ReformaReforma Protestante e Contra Reforma
Reforma Protestante e Contra Reforma
Luiz Henrique Ferreira
 
A religiao e a cultura na grecia antiga
A religiao e a cultura na grecia antigaA religiao e a cultura na grecia antiga
A religiao e a cultura na grecia antiga
putomiguel
 
Aula I Imperio Romano
Aula I Imperio RomanoAula I Imperio Romano
Aula I Imperio Romano
guest12728e
 
Trabalho sobre a grécia antiga, sua arte e sua cultura 2.
Trabalho sobre a grécia antiga, sua arte e sua cultura 2.Trabalho sobre a grécia antiga, sua arte e sua cultura 2.
Trabalho sobre a grécia antiga, sua arte e sua cultura 2.
thunderbold
 
Astecas maias e incas
Astecas maias e incasAstecas maias e incas
Astecas maias e incas
Fabiana Tonsis
 
Astecas Incas e Maias
Astecas Incas e MaiasAstecas Incas e Maias
Astecas Incas e Maias
UCSAL
 
Formação das monarquias nacionais (faag)
Formação das monarquias nacionais (faag)Formação das monarquias nacionais (faag)
Formação das monarquias nacionais (faag)
Wilton Moretto
 
América espanhola e inglesa
América espanhola e inglesaAmérica espanhola e inglesa
América espanhola e inglesa
Acrópole - História & Educação
 

Destaque (20)

América indígena
América indígenaAmérica indígena
América indígena
 
Reformas religiosas
Reformas religiosasReformas religiosas
Reformas religiosas
 
Aula filosofia
Aula filosofiaAula filosofia
Aula filosofia
 
Filosofia e democracia da grécia
Filosofia e democracia da gréciaFilosofia e democracia da grécia
Filosofia e democracia da grécia
 
O feudalismo
O feudalismoO feudalismo
O feudalismo
 
Encontro entre culturas
Encontro entre culturasEncontro entre culturas
Encontro entre culturas
 
O Absolutismo - 8o ano
O Absolutismo - 8o anoO Absolutismo - 8o ano
O Absolutismo - 8o ano
 
Edital PJF - Professor e Aluno- Casemiro
Edital PJF - Professor e Aluno- CasemiroEdital PJF - Professor e Aluno- Casemiro
Edital PJF - Professor e Aluno- Casemiro
 
ImpéRio Romano
ImpéRio RomanoImpéRio Romano
ImpéRio Romano
 
Arte grega
Arte gregaArte grega
Arte grega
 
Povos indigenas no Brasil.
Povos indigenas no Brasil.Povos indigenas no Brasil.
Povos indigenas no Brasil.
 
Cidadania e democracia na antiguidade grecia
Cidadania e democracia na antiguidade greciaCidadania e democracia na antiguidade grecia
Cidadania e democracia na antiguidade grecia
 
Reforma Protestante e Contra Reforma
Reforma Protestante e Contra ReformaReforma Protestante e Contra Reforma
Reforma Protestante e Contra Reforma
 
A religiao e a cultura na grecia antiga
A religiao e a cultura na grecia antigaA religiao e a cultura na grecia antiga
A religiao e a cultura na grecia antiga
 
Aula I Imperio Romano
Aula I Imperio RomanoAula I Imperio Romano
Aula I Imperio Romano
 
Trabalho sobre a grécia antiga, sua arte e sua cultura 2.
Trabalho sobre a grécia antiga, sua arte e sua cultura 2.Trabalho sobre a grécia antiga, sua arte e sua cultura 2.
Trabalho sobre a grécia antiga, sua arte e sua cultura 2.
 
Astecas maias e incas
Astecas maias e incasAstecas maias e incas
Astecas maias e incas
 
Astecas Incas e Maias
Astecas Incas e MaiasAstecas Incas e Maias
Astecas Incas e Maias
 
Formação das monarquias nacionais (faag)
Formação das monarquias nacionais (faag)Formação das monarquias nacionais (faag)
Formação das monarquias nacionais (faag)
 
América espanhola e inglesa
América espanhola e inglesaAmérica espanhola e inglesa
América espanhola e inglesa
 

Semelhante a A formacao das monarquias nacionais

A Formação das Monarquias Nacionais
A Formação das Monarquias NacionaisA Formação das Monarquias Nacionais
A Formação das Monarquias Nacionais
Gilmar Rodrigues
 
Monarquias nacionais
Monarquias nacionaisMonarquias nacionais
Monarquias nacionais
Rodrigo HistóriaGeografia
 
A Formação das Monarquias Nacionais
A Formação das Monarquias NacionaisA Formação das Monarquias Nacionais
A Formação das Monarquias Nacionais
Bruce Portes
 
Monarquias
MonarquiasMonarquias
monarquias nacionais 2022.pptx
monarquias nacionais 2022.pptxmonarquias nacionais 2022.pptx
monarquias nacionais 2022.pptx
AlineS17
 
Formação do mundo moderno
Formação do mundo moderno Formação do mundo moderno
Formação do mundo moderno
wilson778875
 
O Absolutismo
O AbsolutismoO Absolutismo
O Absolutismo
BriefCase
 
www.CentroApoio.com - História - Formação dos Estados Nacionais - Vídeo Aulas
www.CentroApoio.com - História - Formação dos Estados Nacionais - Vídeo Aulas www.CentroApoio.com - História - Formação dos Estados Nacionais - Vídeo Aulas
www.CentroApoio.com - História - Formação dos Estados Nacionais - Vídeo Aulas
Vídeo Aulas Apoio
 
www.AulasDeHistoriaApoio.com - História - A formação dos estados nacionais
www.AulasDeHistoriaApoio.com  - História -  A formação dos estados nacionaiswww.AulasDeHistoriaApoio.com  - História -  A formação dos estados nacionais
www.AulasDeHistoriaApoio.com - História - A formação dos estados nacionais
AulasDeHistoriaApoio
 
Pamela 2
Pamela 2Pamela 2
Pamela 2
Italo Emanoel
 
A Formação das Monarquias Nacionais - ppt carregar.pdf
A Formação das Monarquias Nacionais - ppt carregar.pdfA Formação das Monarquias Nacionais - ppt carregar.pdf
A Formação das Monarquias Nacionais - ppt carregar.pdf
Luís Gustavo Santos Encarnação
 
www.TutoresEscolares.Com.Br - História - A formação dos estados nacionais
www.TutoresEscolares.Com.Br - História -  A formação dos estados nacionaiswww.TutoresEscolares.Com.Br - História -  A formação dos estados nacionais
www.TutoresEscolares.Com.Br - História - A formação dos estados nacionais
Tuotes Escolares
 
www.aulasapoio.com.br - História - A formação dos estados nacionais
www.aulasapoio.com.br  - História -  A formação dos estados nacionaiswww.aulasapoio.com.br  - História -  A formação dos estados nacionais
www.aulasapoio.com.br - História - A formação dos estados nacionais
Bárbara Cristina
 
Aula formacao-dos-estados-nacionais-absolutismo
Aula formacao-dos-estados-nacionais-absolutismoAula formacao-dos-estados-nacionais-absolutismo
Aula formacao-dos-estados-nacionais-absolutismo
maida marciano
 
Formacao dos-estados-nacionais-absolutismo
Formacao dos-estados-nacionais-absolutismoFormacao dos-estados-nacionais-absolutismo
Formacao dos-estados-nacionais-absolutismo
Marcio Cicchelli
 
Resumo aula 19 Absolutismo.pptx
Resumo aula 19 Absolutismo.pptxResumo aula 19 Absolutismo.pptx
Resumo aula 19 Absolutismo.pptx
Érica Santos
 
Revisão per. transição-2°_ano
Revisão per. transição-2°_anoRevisão per. transição-2°_ano
Revisão per. transição-2°_ano
Luan Furtado
 
Disputas absolutistas
Disputas absolutistasDisputas absolutistas
Disputas absolutistas
eduardodemiranda
 
Disputas absolutistas
Disputas absolutistasDisputas absolutistas
Disputas absolutistas
eduardodemiranda
 
Disputas Absolutistas
Disputas AbsolutistasDisputas Absolutistas
Disputas Absolutistas
eduardodemiranda
 

Semelhante a A formacao das monarquias nacionais (20)

A Formação das Monarquias Nacionais
A Formação das Monarquias NacionaisA Formação das Monarquias Nacionais
A Formação das Monarquias Nacionais
 
Monarquias nacionais
Monarquias nacionaisMonarquias nacionais
Monarquias nacionais
 
A Formação das Monarquias Nacionais
A Formação das Monarquias NacionaisA Formação das Monarquias Nacionais
A Formação das Monarquias Nacionais
 
Monarquias
MonarquiasMonarquias
Monarquias
 
monarquias nacionais 2022.pptx
monarquias nacionais 2022.pptxmonarquias nacionais 2022.pptx
monarquias nacionais 2022.pptx
 
Formação do mundo moderno
Formação do mundo moderno Formação do mundo moderno
Formação do mundo moderno
 
O Absolutismo
O AbsolutismoO Absolutismo
O Absolutismo
 
www.CentroApoio.com - História - Formação dos Estados Nacionais - Vídeo Aulas
www.CentroApoio.com - História - Formação dos Estados Nacionais - Vídeo Aulas www.CentroApoio.com - História - Formação dos Estados Nacionais - Vídeo Aulas
www.CentroApoio.com - História - Formação dos Estados Nacionais - Vídeo Aulas
 
www.AulasDeHistoriaApoio.com - História - A formação dos estados nacionais
www.AulasDeHistoriaApoio.com  - História -  A formação dos estados nacionaiswww.AulasDeHistoriaApoio.com  - História -  A formação dos estados nacionais
www.AulasDeHistoriaApoio.com - História - A formação dos estados nacionais
 
Pamela 2
Pamela 2Pamela 2
Pamela 2
 
A Formação das Monarquias Nacionais - ppt carregar.pdf
A Formação das Monarquias Nacionais - ppt carregar.pdfA Formação das Monarquias Nacionais - ppt carregar.pdf
A Formação das Monarquias Nacionais - ppt carregar.pdf
 
www.TutoresEscolares.Com.Br - História - A formação dos estados nacionais
www.TutoresEscolares.Com.Br - História -  A formação dos estados nacionaiswww.TutoresEscolares.Com.Br - História -  A formação dos estados nacionais
www.TutoresEscolares.Com.Br - História - A formação dos estados nacionais
 
www.aulasapoio.com.br - História - A formação dos estados nacionais
www.aulasapoio.com.br  - História -  A formação dos estados nacionaiswww.aulasapoio.com.br  - História -  A formação dos estados nacionais
www.aulasapoio.com.br - História - A formação dos estados nacionais
 
Aula formacao-dos-estados-nacionais-absolutismo
Aula formacao-dos-estados-nacionais-absolutismoAula formacao-dos-estados-nacionais-absolutismo
Aula formacao-dos-estados-nacionais-absolutismo
 
Formacao dos-estados-nacionais-absolutismo
Formacao dos-estados-nacionais-absolutismoFormacao dos-estados-nacionais-absolutismo
Formacao dos-estados-nacionais-absolutismo
 
Resumo aula 19 Absolutismo.pptx
Resumo aula 19 Absolutismo.pptxResumo aula 19 Absolutismo.pptx
Resumo aula 19 Absolutismo.pptx
 
Revisão per. transição-2°_ano
Revisão per. transição-2°_anoRevisão per. transição-2°_ano
Revisão per. transição-2°_ano
 
Disputas absolutistas
Disputas absolutistasDisputas absolutistas
Disputas absolutistas
 
Disputas absolutistas
Disputas absolutistasDisputas absolutistas
Disputas absolutistas
 
Disputas Absolutistas
Disputas AbsolutistasDisputas Absolutistas
Disputas Absolutistas
 

Mais de Marcelo Ferreira Boia

Hebreus fenicios e persas
Hebreus fenicios e persasHebreus fenicios e persas
Hebreus fenicios e persas
Marcelo Ferreira Boia
 
Africa antes-dos-europeus
Africa antes-dos-europeusAfrica antes-dos-europeus
Africa antes-dos-europeus
Marcelo Ferreira Boia
 
Revolução industrial
Revolução industrialRevolução industrial
Revolução industrial
Marcelo Ferreira Boia
 
Revolução francesa
Revolução francesaRevolução francesa
Revolução francesa
Marcelo Ferreira Boia
 
Era Vargas 1
Era Vargas 1Era Vargas 1
Era Vargas 1
Marcelo Ferreira Boia
 
Era Vargas
Era Vargas Era Vargas
O nazi fascismo
O nazi fascismo O nazi fascismo
O nazi fascismo
Marcelo Ferreira Boia
 
O nazi fascismo
O nazi fascismo O nazi fascismo
O nazi fascismo
Marcelo Ferreira Boia
 
Crise de 1929 oficial
Crise de 1929 oficial Crise de 1929 oficial
Crise de 1929 oficial
Marcelo Ferreira Boia
 
O que é conhecimento
O que é conhecimentoO que é conhecimento
O que é conhecimento
Marcelo Ferreira Boia
 
Brasil colonia 2
Brasil colonia 2 Brasil colonia 2
Brasil colonia 2
Marcelo Ferreira Boia
 
Processo de colonização do brasil
Processo de colonização do brasilProcesso de colonização do brasil
Processo de colonização do brasil
Marcelo Ferreira Boia
 
Brasil colnia 2
Brasil colnia 2 Brasil colnia 2
Brasil colnia 2
Marcelo Ferreira Boia
 
America espanhola
America espanhola America espanhola
America espanhola
Marcelo Ferreira Boia
 
America espanhola (1)
America espanhola (1)America espanhola (1)
America espanhola (1)
Marcelo Ferreira Boia
 
Reformas religiosas
Reformas religiosas Reformas religiosas
Reformas religiosas
Marcelo Ferreira Boia
 
Renascimento cultural
Renascimento culturalRenascimento cultural
Renascimento cultural
Marcelo Ferreira Boia
 
Primeira guerra-mundial
Primeira guerra-mundialPrimeira guerra-mundial
Primeira guerra-mundial
Marcelo Ferreira Boia
 
Mesopotamia
MesopotamiaMesopotamia
Mesopotamia
MesopotamiaMesopotamia

Mais de Marcelo Ferreira Boia (20)

Hebreus fenicios e persas
Hebreus fenicios e persasHebreus fenicios e persas
Hebreus fenicios e persas
 
Africa antes-dos-europeus
Africa antes-dos-europeusAfrica antes-dos-europeus
Africa antes-dos-europeus
 
Revolução industrial
Revolução industrialRevolução industrial
Revolução industrial
 
Revolução francesa
Revolução francesaRevolução francesa
Revolução francesa
 
Era Vargas 1
Era Vargas 1Era Vargas 1
Era Vargas 1
 
Era Vargas
Era Vargas Era Vargas
Era Vargas
 
O nazi fascismo
O nazi fascismo O nazi fascismo
O nazi fascismo
 
O nazi fascismo
O nazi fascismo O nazi fascismo
O nazi fascismo
 
Crise de 1929 oficial
Crise de 1929 oficial Crise de 1929 oficial
Crise de 1929 oficial
 
O que é conhecimento
O que é conhecimentoO que é conhecimento
O que é conhecimento
 
Brasil colonia 2
Brasil colonia 2 Brasil colonia 2
Brasil colonia 2
 
Processo de colonização do brasil
Processo de colonização do brasilProcesso de colonização do brasil
Processo de colonização do brasil
 
Brasil colnia 2
Brasil colnia 2 Brasil colnia 2
Brasil colnia 2
 
America espanhola
America espanhola America espanhola
America espanhola
 
America espanhola (1)
America espanhola (1)America espanhola (1)
America espanhola (1)
 
Reformas religiosas
Reformas religiosas Reformas religiosas
Reformas religiosas
 
Renascimento cultural
Renascimento culturalRenascimento cultural
Renascimento cultural
 
Primeira guerra-mundial
Primeira guerra-mundialPrimeira guerra-mundial
Primeira guerra-mundial
 
Mesopotamia
MesopotamiaMesopotamia
Mesopotamia
 
Mesopotamia
MesopotamiaMesopotamia
Mesopotamia
 

Último

Aula 2 - 6º HIS - Formas de registro da história e da produção do conheciment...
Aula 2 - 6º HIS - Formas de registro da história e da produção do conheciment...Aula 2 - 6º HIS - Formas de registro da história e da produção do conheciment...
Aula 2 - 6º HIS - Formas de registro da história e da produção do conheciment...
Luana Neres
 
LIÇÃO 9 - ORDENANÇAS PARA UMA VIDA DE SANTIFICAÇÃO.pptx
LIÇÃO 9 - ORDENANÇAS PARA UMA VIDA DE SANTIFICAÇÃO.pptxLIÇÃO 9 - ORDENANÇAS PARA UMA VIDA DE SANTIFICAÇÃO.pptx
LIÇÃO 9 - ORDENANÇAS PARA UMA VIDA DE SANTIFICAÇÃO.pptx
WelidaFreitas1
 
livro da EJA - 2a ETAPA - 4o e 5o ano. para análise do professorpdf
livro da EJA - 2a ETAPA - 4o e 5o ano. para análise do professorpdflivro da EJA - 2a ETAPA - 4o e 5o ano. para análise do professorpdf
livro da EJA - 2a ETAPA - 4o e 5o ano. para análise do professorpdf
Escola Municipal Jesus Cristo
 
Apresentação_Primeira_Guerra_Mundial 9 ANO-1.pptx
Apresentação_Primeira_Guerra_Mundial 9 ANO-1.pptxApresentação_Primeira_Guerra_Mundial 9 ANO-1.pptx
Apresentação_Primeira_Guerra_Mundial 9 ANO-1.pptx
JulianeMelo17
 
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
LucianaCristina58
 
Pintura Romana .pptx
Pintura Romana                     .pptxPintura Romana                     .pptx
Pintura Romana .pptx
TomasSousa7
 
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Biblioteca UCS
 
Egito antigo resumo - aula de história.pdf
Egito antigo resumo - aula de história.pdfEgito antigo resumo - aula de história.pdf
Egito antigo resumo - aula de história.pdf
sthefanydesr
 
Caderno de Formação_PORTUGUÊS ESTRAN.pdf
Caderno de Formação_PORTUGUÊS ESTRAN.pdfCaderno de Formação_PORTUGUÊS ESTRAN.pdf
Caderno de Formação_PORTUGUÊS ESTRAN.pdf
carlaslr1
 
iNTRODUÇÃO À Plantas terrestres e Plantas aquáticas. (1).pdf
iNTRODUÇÃO À Plantas terrestres e Plantas aquáticas. (1).pdfiNTRODUÇÃO À Plantas terrestres e Plantas aquáticas. (1).pdf
iNTRODUÇÃO À Plantas terrestres e Plantas aquáticas. (1).pdf
andressacastro36
 
educação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmente
educação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmenteeducação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmente
educação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmente
DeuzinhaAzevedo
 
os-lusiadas-resumo-os-lusiadas-10-ano.pdf
os-lusiadas-resumo-os-lusiadas-10-ano.pdfos-lusiadas-resumo-os-lusiadas-10-ano.pdf
os-lusiadas-resumo-os-lusiadas-10-ano.pdf
GiselaAlves15
 
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
ValdineyRodriguesBez1
 
LIBRO LAS MANOS NO SON PARA PEGAR-MAESTRA EN PREESCOLAR_organized_rotated (1)...
LIBRO LAS MANOS NO SON PARA PEGAR-MAESTRA EN PREESCOLAR_organized_rotated (1)...LIBRO LAS MANOS NO SON PARA PEGAR-MAESTRA EN PREESCOLAR_organized_rotated (1)...
LIBRO LAS MANOS NO SON PARA PEGAR-MAESTRA EN PREESCOLAR_organized_rotated (1)...
ssuser701e2b
 
Especialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdf
Especialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdfEspecialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdf
Especialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdf
DanielCastro80471
 
APOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdf
APOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdfAPOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdf
APOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdf
RenanSilva991968
 
Fato X Opinião (Língua Portuguesa 9º Ano).pptx
Fato X Opinião (Língua Portuguesa 9º Ano).pptxFato X Opinião (Língua Portuguesa 9º Ano).pptx
Fato X Opinião (Língua Portuguesa 9º Ano).pptx
MariaFatima425285
 
Caça-palavras ortografia M antes de P e B.
Caça-palavras    ortografia M antes de P e B.Caça-palavras    ortografia M antes de P e B.
Caça-palavras ortografia M antes de P e B.
Mary Alvarenga
 
Aula 3- 6º HIS - As origens da humanidade, seus deslocamentos e os processos ...
Aula 3- 6º HIS - As origens da humanidade, seus deslocamentos e os processos ...Aula 3- 6º HIS - As origens da humanidade, seus deslocamentos e os processos ...
Aula 3- 6º HIS - As origens da humanidade, seus deslocamentos e os processos ...
Luana Neres
 
UFCD_8298_Cozinha criativa_índice do manual
UFCD_8298_Cozinha criativa_índice do manualUFCD_8298_Cozinha criativa_índice do manual
UFCD_8298_Cozinha criativa_índice do manual
Manuais Formação
 

Último (20)

Aula 2 - 6º HIS - Formas de registro da história e da produção do conheciment...
Aula 2 - 6º HIS - Formas de registro da história e da produção do conheciment...Aula 2 - 6º HIS - Formas de registro da história e da produção do conheciment...
Aula 2 - 6º HIS - Formas de registro da história e da produção do conheciment...
 
LIÇÃO 9 - ORDENANÇAS PARA UMA VIDA DE SANTIFICAÇÃO.pptx
LIÇÃO 9 - ORDENANÇAS PARA UMA VIDA DE SANTIFICAÇÃO.pptxLIÇÃO 9 - ORDENANÇAS PARA UMA VIDA DE SANTIFICAÇÃO.pptx
LIÇÃO 9 - ORDENANÇAS PARA UMA VIDA DE SANTIFICAÇÃO.pptx
 
livro da EJA - 2a ETAPA - 4o e 5o ano. para análise do professorpdf
livro da EJA - 2a ETAPA - 4o e 5o ano. para análise do professorpdflivro da EJA - 2a ETAPA - 4o e 5o ano. para análise do professorpdf
livro da EJA - 2a ETAPA - 4o e 5o ano. para análise do professorpdf
 
Apresentação_Primeira_Guerra_Mundial 9 ANO-1.pptx
Apresentação_Primeira_Guerra_Mundial 9 ANO-1.pptxApresentação_Primeira_Guerra_Mundial 9 ANO-1.pptx
Apresentação_Primeira_Guerra_Mundial 9 ANO-1.pptx
 
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
 
Pintura Romana .pptx
Pintura Romana                     .pptxPintura Romana                     .pptx
Pintura Romana .pptx
 
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
 
Egito antigo resumo - aula de história.pdf
Egito antigo resumo - aula de história.pdfEgito antigo resumo - aula de história.pdf
Egito antigo resumo - aula de história.pdf
 
Caderno de Formação_PORTUGUÊS ESTRAN.pdf
Caderno de Formação_PORTUGUÊS ESTRAN.pdfCaderno de Formação_PORTUGUÊS ESTRAN.pdf
Caderno de Formação_PORTUGUÊS ESTRAN.pdf
 
iNTRODUÇÃO À Plantas terrestres e Plantas aquáticas. (1).pdf
iNTRODUÇÃO À Plantas terrestres e Plantas aquáticas. (1).pdfiNTRODUÇÃO À Plantas terrestres e Plantas aquáticas. (1).pdf
iNTRODUÇÃO À Plantas terrestres e Plantas aquáticas. (1).pdf
 
educação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmente
educação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmenteeducação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmente
educação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmente
 
os-lusiadas-resumo-os-lusiadas-10-ano.pdf
os-lusiadas-resumo-os-lusiadas-10-ano.pdfos-lusiadas-resumo-os-lusiadas-10-ano.pdf
os-lusiadas-resumo-os-lusiadas-10-ano.pdf
 
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
 
LIBRO LAS MANOS NO SON PARA PEGAR-MAESTRA EN PREESCOLAR_organized_rotated (1)...
LIBRO LAS MANOS NO SON PARA PEGAR-MAESTRA EN PREESCOLAR_organized_rotated (1)...LIBRO LAS MANOS NO SON PARA PEGAR-MAESTRA EN PREESCOLAR_organized_rotated (1)...
LIBRO LAS MANOS NO SON PARA PEGAR-MAESTRA EN PREESCOLAR_organized_rotated (1)...
 
Especialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdf
Especialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdfEspecialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdf
Especialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdf
 
APOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdf
APOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdfAPOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdf
APOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdf
 
Fato X Opinião (Língua Portuguesa 9º Ano).pptx
Fato X Opinião (Língua Portuguesa 9º Ano).pptxFato X Opinião (Língua Portuguesa 9º Ano).pptx
Fato X Opinião (Língua Portuguesa 9º Ano).pptx
 
Caça-palavras ortografia M antes de P e B.
Caça-palavras    ortografia M antes de P e B.Caça-palavras    ortografia M antes de P e B.
Caça-palavras ortografia M antes de P e B.
 
Aula 3- 6º HIS - As origens da humanidade, seus deslocamentos e os processos ...
Aula 3- 6º HIS - As origens da humanidade, seus deslocamentos e os processos ...Aula 3- 6º HIS - As origens da humanidade, seus deslocamentos e os processos ...
Aula 3- 6º HIS - As origens da humanidade, seus deslocamentos e os processos ...
 
UFCD_8298_Cozinha criativa_índice do manual
UFCD_8298_Cozinha criativa_índice do manualUFCD_8298_Cozinha criativa_índice do manual
UFCD_8298_Cozinha criativa_índice do manual
 

A formacao das monarquias nacionais

  • 1. A Solução para a Crise do Mundo Feudal e o Início da Era Moderna Professor: Marcelo Boia
  • 2. Baixa Idade Média: reinos (geralmente de curta duração) resultantes da fusão entre as sociedades romana e germânica. Por volta do século X, os reinos estavam territorialmente fragmentados em feudos e politicamente descentralizados; o rei tinha poder "de direito, mas não de fato". Feudalismo: obstáculos à expansão do comércio: pluralidade de moedas, multiplicidade de alfândegas e impostos, diversidade de leis, falta de segurança. Crise do Feudalismo: a fome, a peste e as guerras.
  • 3. Centralização política com o objetivo de superar a grande crise e a instabilidade do final da Idade Média, com a criação dos Estados- Nacionais (Monarquias Nacionais).
  • 4. Os monarcas visavam recuperar o poder que havia sido fragmentado com a construção dos feudos e a concentração do poder nas mãos dos senhores feudais. Os grupos senhoriais (nobreza) optaram pela centralização para conseguir manter os privilégios que lhes restavam.  A classe burguesa apoiou a centralização com interesse na unificação dos padrões monetários, pesos e medidas.
  • 5. Absolutismo: poder absoluto concentrado nas mãos dos reis. Delimitação Territorial. Unificação de padrões monetários. Criação de um Exército Nacional. Criação de um Justiça Real. Sistema unificado de cobrança de impostos.
  • 6. Portugal: século XII Espanha: século XV Inglaterra: século XV França: século XV
  • 7. Os reinos de Leão, Castela, Navarra e Aragão juntaram forças para uma longa guerra contra os mouros que haviam conquistado a Península Ibérica desde o século VIII. Os reinos participantes desta guerra buscaram o auxílio do nobre francês Henrique de Borgonha que, em troca, recebeu terras do chamado condado Portucalense. Após a morte de Henrique de Borgonha, seu filho, Afonso Henriques, lutou pela autonomia política do condado. O estado monárquico de Portugal foi o primeiro a se formar e se consolidou com a dinastia de Avis no poder com uma aliança com a burguesia.
  • 8. Mapa demonstrando a formação de Portugal e Espanha, do século XI ao XIII
  • 9. O processo de unificação da Espanha esteve também intimamente ligado à Reconquista, isto é, à guerra contra o domínio dos mouros na Península Ibérica. A formação de Espanha ocorreu com a união de dois reinos ocasionada pelo casamento de Fernando de Aragão e Isabel de Castela. A integridade territorial da Espanha foi obtida com a expulsão dos mouros de Granada, em 1492.
  • 10. Guerra dos Cem Anos (1337-1453): a maior guerra europeia medieval entre os nobres dos territórios ingleses e franceses. O longo período de guerras enfraqueceu bastante a nobreza francesa, porque, à medida que os nobres morriam, seus feudos iam passando para o domínio do rei, debilitando o sistema feudal. A guerra possibilitou a construção de uma identidade nacional entre os ingleses e principalmente entre os franceses. O grande vencedor do conflito foram os reis, que se impuseram definitivamente sobre os senhores feudais arruinados pela guerra.
  • 11.
  • 12. Curiosidades:  A pólvora foi pela primeira vez utilizada como arma em combate na Europa nos campos de Crecy, pelas tropas inglesas. O pedreiro causava mais ruído do que estragos materiais, mas foi eficiente para assustar a cavalaria francesa. Joana d'Arc, heroína francesa no conflito, quase cinco séculos após a sua execução na fogueira por suposta prática de feitiçaria, foi canonizada pela Igreja Católica, em 1920, como Santa Joana d'Arc. Deve-se, no entanto, recordar que, já em 1456, Joana foi declarada inocente pelo Papa Calisto III, confirmando que a Igreja da Inglaterra, nesse julgamento, agiu por conta própria, por pressão dos ingleses e interesses políticos.
  • 13. As novas monarquias mantiveram a organização social da Idade Média, do chamado Antigo Regime, mantendo diversos privilégios e o poder nas mãos da nobreza e do clero.
  • 14. Itália e Alemanha: a unificação do território só acontece no século XIX.
  • 15. Conceito: política econômica adotada pelas recém-formadas monarquias nacionais com o objetivo de acumular capitais e fortalecer a economia dos novos regimes. Práticas mercantilistas: Defesa da balança comercial favorável. Protecionismo alfandegário. Metalismo: acumulação de outro e prata. Estímulo à agricultura e às manufaturas. Colonialismo: exploração dos territórios conquistados através do Pacto Colonial (monopólio comercial).
  • 16. Teoria do Direito Divino dos Reis  Jean Bodin  Jacques Bossuet Teoria do Contratualismo:  Thomas Hobbes  Nicolau Maquiavel