SlideShare uma empresa Scribd logo
Reformas Religiosas
LUTERANISMO, CALVINISMO,
ANGLICANISMO E REAÇÃO CATÓLICA
Reformas Religiosas do século XVI
Movimentos religiosos que provocaram
a quebra do monopólio católico sobre
o cristianismo na Europa Ocidental,
dando origem a novas religiões cristãs
(prostentantismo).
CAUSAS
Crise moral do clero
 Riqueza da Igreja X Ensinamento de Jesus
 Cobrança de indulgências (perdão)
 Venda de funções eclesiásticas e
comércio de relíquias (simonia)
 Vida desregrada de muitos integrantes do
clero
CAUSAS
Crise Intelectual do Clero
 Despreparo de muitos integrantes do
clero
 Renascimento cultural e científico
(humanismo)
 Falta de respostas objetivas para as
calamidades (guerra, fome e epidemias)
 Invenção da imprensa
CAUSAS
Crise Teológica do Clero
 Desgaste da autoridade moral e espiritual,
desde o século XIII, com as heresias (Pe
João Wyclef e Pe João Huss).
 Agostinianismo (salvação pela fé,
predestinação) versus Tomismo (salvação
pela fé e pelas obras e livre-arbítrio)
CAUSAS
Questões políticas e econômicas
 Surgimento dos Estados Nacionais X
Ingerências do papado nos governos
 Cobiça pelas riquezas da Igreja e reação
à cobrança de tributos para o Papa
 Ideais burgueses X “preço justo”
Reforma Luterana
(Alemanha, 1517-1555)
 Martinho Lutero (monge agostiniano)
 Crítica à salvação pelas obras e à
interferência da religião nas questões
políticas (excomunhão)
 Obra: 95 teses (salvação pela fé e livre
interpretação da Bíblia)
 Apoio da nobreza e Paz de Augsburgo
Reforma Calvinista
(Suíça, 1525-1557)
 Zwínglio e o francês João Calvino
 Crítica ao livre-arbítrio e defesa da
predestinação (Indícios de salvação:
vocação e prosperidade)
 Obra: Instituições da religião Cristã (Vida
austera e acúmulo de riquezas)
 Apoio da burguesia e controle político
 França (huguenotes), Inglaterra (puritanos) e
Escócia (presbiterianos).
Reforma Anglicana
(Inglaterra, 1534)
 Rei Henrique VIII (Caso Ana Bolena)
 Ato de Supremacia (subordinação do
clero ao rei e criação de nova religião)
 Confisco das terras da igreja católica
 Rainha Elizabeth: Lei dos 39 artigos
(aspectos católicos e calvinistas)
Reforma Católica
1545-1563
 Concílio de Trento (Papa Paulo III)
 Reafirmação dos dogmas católicos
(seminários, Vulgata e catecismo)
 Retomada da inquisição (Tribunal do Santo
Ofício)
 Index Librorum Prohibitorum (livros proibidos)
 Companhia de Jesus (jesuítas – soldados de
Cristo)

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Reforma e contrarreforma
Reforma e contrarreformaReforma e contrarreforma
Reforma e contrarreforma
Professora Natália de Oliveira
 
1º ano - Reforma Religiosa
1º ano - Reforma Religiosa1º ano - Reforma Religiosa
1º ano - Reforma Religiosa
Daniel Alves Bronstrup
 
reformas religiosas na europa
   reformas religiosas na europa   reformas religiosas na europa
reformas religiosas na europa
Colégio Basic e Colégio Imperatrice
 
Reforma protestante
Reforma protestanteReforma protestante
Reforma protestante
Guilherme Marsola
 
2013 reforma protestante
2013   reforma protestante2013   reforma protestante
2013 reforma protestante
MARIANO C7S
 
Reforma protestante ok
Reforma protestante okReforma protestante ok
Reforma protestante ok
mundica broda
 
Reforma protestante
Reforma protestanteReforma protestante
Reforma protestante
Maria Gomes
 
A contrarreforma
A contrarreformaA contrarreforma
A contrarreforma
Fatima Freitas
 
Aula reforma e contra-reforma religiosa2
Aula  reforma e contra-reforma religiosa2Aula  reforma e contra-reforma religiosa2
Aula reforma e contra-reforma religiosa2
Janete Garcia de Freitas
 
05 reforma protestante
05   reforma protestante05   reforma protestante
05 reforma protestante
Ciências Humanas e Suas Tecnologias
 
7º anos - Reforma Religiosa
7º anos - Reforma Religiosa7º anos - Reforma Religiosa
7º anos - Reforma Religiosa
Handel Ching
 
7º anos - Reação Católica
7º anos - Reação Católica7º anos - Reação Católica
7º anos - Reação Católica
Handel Ching
 
A contrarreforma
A contrarreformaA contrarreforma
A contrarreforma
historiando
 
Reforma e contrarreforma
Reforma e contrarreformaReforma e contrarreforma
Reforma e contrarreforma
Teresa Maia
 
Luteranismo
LuteranismoLuteranismo
Luteranismo
nanasimao
 
A reforma protestante
A reforma protestante A reforma protestante
A reforma protestante
Professorinha Fernanda Alves
 
Reforma e contrarreforma
Reforma e contrarreformaReforma e contrarreforma
Reforma e contrarreforma
Fabiana Tonsis
 
Reformas Religiosas - Século XVI
Reformas Religiosas - Século XVIReformas Religiosas - Século XVI
Reformas Religiosas - Século XVI
Valéria Shoujofan
 
A reforma protestante (3)
A reforma protestante (3)A reforma protestante (3)
A reforma protestante (3)
Fernanda Silva
 
A reforma católica
A reforma católicaA reforma católica
A reforma católica
CAvancar
 

Mais procurados (20)

Reforma e contrarreforma
Reforma e contrarreformaReforma e contrarreforma
Reforma e contrarreforma
 
1º ano - Reforma Religiosa
1º ano - Reforma Religiosa1º ano - Reforma Religiosa
1º ano - Reforma Religiosa
 
reformas religiosas na europa
   reformas religiosas na europa   reformas religiosas na europa
reformas religiosas na europa
 
Reforma protestante
Reforma protestanteReforma protestante
Reforma protestante
 
2013 reforma protestante
2013   reforma protestante2013   reforma protestante
2013 reforma protestante
 
Reforma protestante ok
Reforma protestante okReforma protestante ok
Reforma protestante ok
 
Reforma protestante
Reforma protestanteReforma protestante
Reforma protestante
 
A contrarreforma
A contrarreformaA contrarreforma
A contrarreforma
 
Aula reforma e contra-reforma religiosa2
Aula  reforma e contra-reforma religiosa2Aula  reforma e contra-reforma religiosa2
Aula reforma e contra-reforma religiosa2
 
05 reforma protestante
05   reforma protestante05   reforma protestante
05 reforma protestante
 
7º anos - Reforma Religiosa
7º anos - Reforma Religiosa7º anos - Reforma Religiosa
7º anos - Reforma Religiosa
 
7º anos - Reação Católica
7º anos - Reação Católica7º anos - Reação Católica
7º anos - Reação Católica
 
A contrarreforma
A contrarreformaA contrarreforma
A contrarreforma
 
Reforma e contrarreforma
Reforma e contrarreformaReforma e contrarreforma
Reforma e contrarreforma
 
Luteranismo
LuteranismoLuteranismo
Luteranismo
 
A reforma protestante
A reforma protestante A reforma protestante
A reforma protestante
 
Reforma e contrarreforma
Reforma e contrarreformaReforma e contrarreforma
Reforma e contrarreforma
 
Reformas Religiosas - Século XVI
Reformas Religiosas - Século XVIReformas Religiosas - Século XVI
Reformas Religiosas - Século XVI
 
A reforma protestante (3)
A reforma protestante (3)A reforma protestante (3)
A reforma protestante (3)
 
A reforma católica
A reforma católicaA reforma católica
A reforma católica
 

Destaque

A formacao das monarquias nacionais
A formacao das monarquias nacionais A formacao das monarquias nacionais
A formacao das monarquias nacionais
Marcelo Ferreira Boia
 
América indígena
América indígenaAmérica indígena
América indígena
animal13
 
Aula filosofia
Aula filosofiaAula filosofia
Aula filosofia
Jerry Adriano
 
Filosofia e democracia da grécia
Filosofia e democracia da gréciaFilosofia e democracia da grécia
Filosofia e democracia da grécia
Luis Carlos
 
O feudalismo
O feudalismoO feudalismo
O feudalismo
Zé Knust
 
Encontro entre culturas
Encontro entre culturasEncontro entre culturas
Encontro entre culturas
Glasiely Virgílio Silva
 
O Absolutismo - 8o ano
O Absolutismo - 8o anoO Absolutismo - 8o ano
O Absolutismo - 8o ano
Lucas Degiovani
 
Edital PJF - Professor e Aluno- Casemiro
Edital PJF - Professor e Aluno- CasemiroEdital PJF - Professor e Aluno- Casemiro
Edital PJF - Professor e Aluno- Casemiro
Carla Freitas
 
ImpéRio Romano
ImpéRio RomanoImpéRio Romano
Arte grega
Arte gregaArte grega
Arte grega
rolim mendes
 
Povos indigenas no Brasil.
Povos indigenas no Brasil.Povos indigenas no Brasil.
Povos indigenas no Brasil.
Jose Ribamar Santos
 
Cidadania e democracia na antiguidade grecia
Cidadania e democracia na antiguidade greciaCidadania e democracia na antiguidade grecia
Cidadania e democracia na antiguidade grecia
Jonas Araújo
 
A religiao e a cultura na grecia antiga
A religiao e a cultura na grecia antigaA religiao e a cultura na grecia antiga
A religiao e a cultura na grecia antiga
putomiguel
 
Aula I Imperio Romano
Aula I Imperio RomanoAula I Imperio Romano
Aula I Imperio Romano
guest12728e
 
Trabalho sobre a grécia antiga, sua arte e sua cultura 2.
Trabalho sobre a grécia antiga, sua arte e sua cultura 2.Trabalho sobre a grécia antiga, sua arte e sua cultura 2.
Trabalho sobre a grécia antiga, sua arte e sua cultura 2.
thunderbold
 
Astecas maias e incas
Astecas maias e incasAstecas maias e incas
Astecas maias e incas
Fabiana Tonsis
 
Astecas Incas e Maias
Astecas Incas e MaiasAstecas Incas e Maias
Astecas Incas e Maias
UCSAL
 
Formação das monarquias nacionais (faag)
Formação das monarquias nacionais (faag)Formação das monarquias nacionais (faag)
Formação das monarquias nacionais (faag)
Wilton Moretto
 
América espanhola e inglesa
América espanhola e inglesaAmérica espanhola e inglesa
América espanhola e inglesa
Acrópole - História & Educação
 
A Formação do Povo Grego e das Cidades Estado
A Formação do Povo Grego e das Cidades EstadoA Formação do Povo Grego e das Cidades Estado
A Formação do Povo Grego e das Cidades Estado
Maria Gomes
 

Destaque (20)

A formacao das monarquias nacionais
A formacao das monarquias nacionais A formacao das monarquias nacionais
A formacao das monarquias nacionais
 
América indígena
América indígenaAmérica indígena
América indígena
 
Aula filosofia
Aula filosofiaAula filosofia
Aula filosofia
 
Filosofia e democracia da grécia
Filosofia e democracia da gréciaFilosofia e democracia da grécia
Filosofia e democracia da grécia
 
O feudalismo
O feudalismoO feudalismo
O feudalismo
 
Encontro entre culturas
Encontro entre culturasEncontro entre culturas
Encontro entre culturas
 
O Absolutismo - 8o ano
O Absolutismo - 8o anoO Absolutismo - 8o ano
O Absolutismo - 8o ano
 
Edital PJF - Professor e Aluno- Casemiro
Edital PJF - Professor e Aluno- CasemiroEdital PJF - Professor e Aluno- Casemiro
Edital PJF - Professor e Aluno- Casemiro
 
ImpéRio Romano
ImpéRio RomanoImpéRio Romano
ImpéRio Romano
 
Arte grega
Arte gregaArte grega
Arte grega
 
Povos indigenas no Brasil.
Povos indigenas no Brasil.Povos indigenas no Brasil.
Povos indigenas no Brasil.
 
Cidadania e democracia na antiguidade grecia
Cidadania e democracia na antiguidade greciaCidadania e democracia na antiguidade grecia
Cidadania e democracia na antiguidade grecia
 
A religiao e a cultura na grecia antiga
A religiao e a cultura na grecia antigaA religiao e a cultura na grecia antiga
A religiao e a cultura na grecia antiga
 
Aula I Imperio Romano
Aula I Imperio RomanoAula I Imperio Romano
Aula I Imperio Romano
 
Trabalho sobre a grécia antiga, sua arte e sua cultura 2.
Trabalho sobre a grécia antiga, sua arte e sua cultura 2.Trabalho sobre a grécia antiga, sua arte e sua cultura 2.
Trabalho sobre a grécia antiga, sua arte e sua cultura 2.
 
Astecas maias e incas
Astecas maias e incasAstecas maias e incas
Astecas maias e incas
 
Astecas Incas e Maias
Astecas Incas e MaiasAstecas Incas e Maias
Astecas Incas e Maias
 
Formação das monarquias nacionais (faag)
Formação das monarquias nacionais (faag)Formação das monarquias nacionais (faag)
Formação das monarquias nacionais (faag)
 
América espanhola e inglesa
América espanhola e inglesaAmérica espanhola e inglesa
América espanhola e inglesa
 
A Formação do Povo Grego e das Cidades Estado
A Formação do Povo Grego e das Cidades EstadoA Formação do Povo Grego e das Cidades Estado
A Formação do Povo Grego e das Cidades Estado
 

Semelhante a Reformas religiosas

_REFORMA RELIGIOSA e a contra reforma católica
_REFORMA RELIGIOSA e a contra reforma católica_REFORMA RELIGIOSA e a contra reforma católica
_REFORMA RELIGIOSA e a contra reforma católica
enzolivia00
 
_REFORMA RELIGIOSA 2.ppt
_REFORMA RELIGIOSA 2.ppt_REFORMA RELIGIOSA 2.ppt
_REFORMA RELIGIOSA 2.ppt
Christier Gomes
 
8
88
Reforma protestante
Reforma protestanteReforma protestante
Reforma protestante
Rodrigo HistóriaGeografia
 
O tempo das reformas
O tempo das reformasO tempo das reformas
O tempo das reformas
profisabelfranco
 
Os Puritanos - Prof. Altair Aguilar
Os Puritanos - Prof. Altair AguilarOs Puritanos - Prof. Altair Aguilar
Os Puritanos - Prof. Altair Aguilar
Altair Moisés Aguilar
 
Reforma protestante.pdf
Reforma protestante.pdfReforma protestante.pdf
Reforma protestante.pdf
Hist2021
 
A reforma aula
A reforma aulaA reforma aula
A reforma aula
Nuno Faustino
 
28 reforma protestante e contra reforma
28   reforma protestante e contra reforma28   reforma protestante e contra reforma
28 reforma protestante e contra reforma
Carla Freitas
 
A reforma protestante
A reforma protestanteA reforma protestante
A reforma protestante
Lucas Grima
 
Reforma Protestante
Reforma Protestante Reforma Protestante
Reforma Protestante
Allan Almeida de Araújo
 
Reforma Protestante
Reforma ProtestanteReforma Protestante
Reforma Protestante
josepinho
 
Reforma protestante reforma_e_contra-reforma
Reforma protestante reforma_e_contra-reformaReforma protestante reforma_e_contra-reforma
Reforma protestante reforma_e_contra-reforma
rakeloliveiraborges
 
Reforma Protestante - Causas e Consequências.ppt
Reforma Protestante - Causas e Consequências.pptReforma Protestante - Causas e Consequências.ppt
Reforma Protestante - Causas e Consequências.ppt
ssuser6c12732
 
Reforma protestante
Reforma protestanteReforma protestante
Reforma protestante
CAvancar
 
Reforma religiosa contrarreforma
Reforma religiosa contrarreformaReforma religiosa contrarreforma
Reforma religiosa contrarreforma
Celso Firmino História, Filosofia, Sociologia
 
a reforma religiosa. - temas de História
a reforma religiosa. - temas de Históriaa reforma religiosa. - temas de História
a reforma religiosa. - temas de História
RuiMeireles15
 
8. reforma e contra reforma
8. reforma e contra reforma8. reforma e contra reforma
8. reforma e contra reforma
José Augusto Fiorin
 
Reforma Protestante
Reforma ProtestanteReforma Protestante
Reforma Protestante
seixasmarianas
 
Reforma protestante
Reforma protestanteReforma protestante
Reforma protestante
Elton Zanoni
 

Semelhante a Reformas religiosas (20)

_REFORMA RELIGIOSA e a contra reforma católica
_REFORMA RELIGIOSA e a contra reforma católica_REFORMA RELIGIOSA e a contra reforma católica
_REFORMA RELIGIOSA e a contra reforma católica
 
_REFORMA RELIGIOSA 2.ppt
_REFORMA RELIGIOSA 2.ppt_REFORMA RELIGIOSA 2.ppt
_REFORMA RELIGIOSA 2.ppt
 
8
88
8
 
Reforma protestante
Reforma protestanteReforma protestante
Reforma protestante
 
O tempo das reformas
O tempo das reformasO tempo das reformas
O tempo das reformas
 
Os Puritanos - Prof. Altair Aguilar
Os Puritanos - Prof. Altair AguilarOs Puritanos - Prof. Altair Aguilar
Os Puritanos - Prof. Altair Aguilar
 
Reforma protestante.pdf
Reforma protestante.pdfReforma protestante.pdf
Reforma protestante.pdf
 
A reforma aula
A reforma aulaA reforma aula
A reforma aula
 
28 reforma protestante e contra reforma
28   reforma protestante e contra reforma28   reforma protestante e contra reforma
28 reforma protestante e contra reforma
 
A reforma protestante
A reforma protestanteA reforma protestante
A reforma protestante
 
Reforma Protestante
Reforma Protestante Reforma Protestante
Reforma Protestante
 
Reforma Protestante
Reforma ProtestanteReforma Protestante
Reforma Protestante
 
Reforma protestante reforma_e_contra-reforma
Reforma protestante reforma_e_contra-reformaReforma protestante reforma_e_contra-reforma
Reforma protestante reforma_e_contra-reforma
 
Reforma Protestante - Causas e Consequências.ppt
Reforma Protestante - Causas e Consequências.pptReforma Protestante - Causas e Consequências.ppt
Reforma Protestante - Causas e Consequências.ppt
 
Reforma protestante
Reforma protestanteReforma protestante
Reforma protestante
 
Reforma religiosa contrarreforma
Reforma religiosa contrarreformaReforma religiosa contrarreforma
Reforma religiosa contrarreforma
 
a reforma religiosa. - temas de História
a reforma religiosa. - temas de Históriaa reforma religiosa. - temas de História
a reforma religiosa. - temas de História
 
8. reforma e contra reforma
8. reforma e contra reforma8. reforma e contra reforma
8. reforma e contra reforma
 
Reforma Protestante
Reforma ProtestanteReforma Protestante
Reforma Protestante
 
Reforma protestante
Reforma protestanteReforma protestante
Reforma protestante
 

Mais de Fábio Paiva

Buscai e Achareis - ESE Cap 23
Buscai e Achareis - ESE Cap 23Buscai e Achareis - ESE Cap 23
Buscai e Achareis - ESE Cap 23
Fábio Paiva
 
Buscai e Achareis - ESE Cap 25
Buscai e Achareis - ESE Cap 25Buscai e Achareis - ESE Cap 25
Buscai e Achareis - ESE Cap 25
Fábio Paiva
 
Estados Nacionais Modernos
Estados Nacionais ModernosEstados Nacionais Modernos
Estados Nacionais Modernos
Fábio Paiva
 
Renascimento
RenascimentoRenascimento
Renascimento
Fábio Paiva
 
Civilizações da África Antiga
Civilizações da África AntigaCivilizações da África Antiga
Civilizações da África Antiga
Fábio Paiva
 
Maria, Mãe de Jesus - um olhar espírita
Maria, Mãe de Jesus - um olhar espíritaMaria, Mãe de Jesus - um olhar espírita
Maria, Mãe de Jesus - um olhar espírita
Fábio Paiva
 
Historia 6º ano - Egito
Historia 6º ano - EgitoHistoria 6º ano - Egito
Historia 6º ano - Egito
Fábio Paiva
 
Historia 6º ano - Mesopotâmia
Historia 6º ano - MesopotâmiaHistoria 6º ano - Mesopotâmia
Historia 6º ano - Mesopotâmia
Fábio Paiva
 
As faces visível e oculta do Alcoolismo
As faces visível e oculta do AlcoolismoAs faces visível e oculta do Alcoolismo
As faces visível e oculta do Alcoolismo
Fábio Paiva
 
Historia 6º ano - Antiguidade conceitos
Historia 6º ano - Antiguidade conceitosHistoria 6º ano - Antiguidade conceitos
Historia 6º ano - Antiguidade conceitos
Fábio Paiva
 
Honrai Pai e Mãe - ESE cap XIV
Honrai Pai e Mãe - ESE cap XIVHonrai Pai e Mãe - ESE cap XIV
Honrai Pai e Mãe - ESE cap XIV
Fábio Paiva
 
Reforma Íntima
Reforma ÍntimaReforma Íntima
Reforma Íntima
Fábio Paiva
 
Cuantas razas hay en el mundo
Cuantas razas hay en el mundoCuantas razas hay en el mundo
Cuantas razas hay en el mundo
Fábio Paiva
 
Pré-Historia brasileira - História 6º ano
Pré-Historia brasileira  - História 6º anoPré-Historia brasileira  - História 6º ano
Pré-Historia brasileira - História 6º ano
Fábio Paiva
 
A evolução do ser humano - História 6º ano
A evolução do ser humano - História 6º anoA evolução do ser humano - História 6º ano
A evolução do ser humano - História 6º ano
Fábio Paiva
 
Historia 6 ano tempo e cultura
Historia 6 ano   tempo e culturaHistoria 6 ano   tempo e cultura
Historia 6 ano tempo e cultura
Fábio Paiva
 
Consumismo infantil
Consumismo infantilConsumismo infantil
Consumismo infantil
Fábio Paiva
 
Reencarnação Cap IV ESE
Reencarnação Cap IV ESEReencarnação Cap IV ESE
Reencarnação Cap IV ESE
Fábio Paiva
 

Mais de Fábio Paiva (18)

Buscai e Achareis - ESE Cap 23
Buscai e Achareis - ESE Cap 23Buscai e Achareis - ESE Cap 23
Buscai e Achareis - ESE Cap 23
 
Buscai e Achareis - ESE Cap 25
Buscai e Achareis - ESE Cap 25Buscai e Achareis - ESE Cap 25
Buscai e Achareis - ESE Cap 25
 
Estados Nacionais Modernos
Estados Nacionais ModernosEstados Nacionais Modernos
Estados Nacionais Modernos
 
Renascimento
RenascimentoRenascimento
Renascimento
 
Civilizações da África Antiga
Civilizações da África AntigaCivilizações da África Antiga
Civilizações da África Antiga
 
Maria, Mãe de Jesus - um olhar espírita
Maria, Mãe de Jesus - um olhar espíritaMaria, Mãe de Jesus - um olhar espírita
Maria, Mãe de Jesus - um olhar espírita
 
Historia 6º ano - Egito
Historia 6º ano - EgitoHistoria 6º ano - Egito
Historia 6º ano - Egito
 
Historia 6º ano - Mesopotâmia
Historia 6º ano - MesopotâmiaHistoria 6º ano - Mesopotâmia
Historia 6º ano - Mesopotâmia
 
As faces visível e oculta do Alcoolismo
As faces visível e oculta do AlcoolismoAs faces visível e oculta do Alcoolismo
As faces visível e oculta do Alcoolismo
 
Historia 6º ano - Antiguidade conceitos
Historia 6º ano - Antiguidade conceitosHistoria 6º ano - Antiguidade conceitos
Historia 6º ano - Antiguidade conceitos
 
Honrai Pai e Mãe - ESE cap XIV
Honrai Pai e Mãe - ESE cap XIVHonrai Pai e Mãe - ESE cap XIV
Honrai Pai e Mãe - ESE cap XIV
 
Reforma Íntima
Reforma ÍntimaReforma Íntima
Reforma Íntima
 
Cuantas razas hay en el mundo
Cuantas razas hay en el mundoCuantas razas hay en el mundo
Cuantas razas hay en el mundo
 
Pré-Historia brasileira - História 6º ano
Pré-Historia brasileira  - História 6º anoPré-Historia brasileira  - História 6º ano
Pré-Historia brasileira - História 6º ano
 
A evolução do ser humano - História 6º ano
A evolução do ser humano - História 6º anoA evolução do ser humano - História 6º ano
A evolução do ser humano - História 6º ano
 
Historia 6 ano tempo e cultura
Historia 6 ano   tempo e culturaHistoria 6 ano   tempo e cultura
Historia 6 ano tempo e cultura
 
Consumismo infantil
Consumismo infantilConsumismo infantil
Consumismo infantil
 
Reencarnação Cap IV ESE
Reencarnação Cap IV ESEReencarnação Cap IV ESE
Reencarnação Cap IV ESE
 

Último

Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdfOs Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Falcão Brasil
 
Caça-palavras - multiplicação
Caça-palavras  -  multiplicaçãoCaça-palavras  -  multiplicação
Caça-palavras - multiplicação
Mary Alvarenga
 
VOCÊ CONHECE AS HISTÓRIAS DA BIBLÍA - EMOJIES.pptx
VOCÊ CONHECE AS HISTÓRIAS DA BIBLÍA - EMOJIES.pptxVOCÊ CONHECE AS HISTÓRIAS DA BIBLÍA - EMOJIES.pptx
VOCÊ CONHECE AS HISTÓRIAS DA BIBLÍA - EMOJIES.pptx
mailabueno45
 
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Falcão Brasil
 
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.pptAnálise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
Falcão Brasil
 
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptxSlides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdfUFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
Manuais Formação
 
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosasFotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
MariaJooSilva58
 
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Falcão Brasil
 
EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23
EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23
EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23
Sandra Pratas
 
Conhecimento sobre Vestimenta Anti chamas
Conhecimento sobre Vestimenta Anti chamasConhecimento sobre Vestimenta Anti chamas
Conhecimento sobre Vestimenta Anti chamas
edusegtrab
 
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdfCaderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
shirleisousa9166
 
A Priula sobre a primeira Guerra Mundial.pptx
A Priula sobre a primeira Guerra Mundial.pptxA Priula sobre a primeira Guerra Mundial.pptx
A Priula sobre a primeira Guerra Mundial.pptx
tamirissousa11
 
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptxSlides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdfEscola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Falcão Brasil
 
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da TerraUma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Luiz C. da Silva
 
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdfPortfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Falcão Brasil
 
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdfA Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
Falcão Brasil
 
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Desafio matemático -  multiplicação e divisão.Desafio matemático -  multiplicação e divisão.
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Mary Alvarenga
 

Último (20)

Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdfOs Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
 
Caça-palavras - multiplicação
Caça-palavras  -  multiplicaçãoCaça-palavras  -  multiplicação
Caça-palavras - multiplicação
 
VOCÊ CONHECE AS HISTÓRIAS DA BIBLÍA - EMOJIES.pptx
VOCÊ CONHECE AS HISTÓRIAS DA BIBLÍA - EMOJIES.pptxVOCÊ CONHECE AS HISTÓRIAS DA BIBLÍA - EMOJIES.pptx
VOCÊ CONHECE AS HISTÓRIAS DA BIBLÍA - EMOJIES.pptx
 
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
 
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.pptAnálise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
 
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptxSlides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
 
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdfUFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
 
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosasFotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
 
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
 
EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23
EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23
EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23
 
Conhecimento sobre Vestimenta Anti chamas
Conhecimento sobre Vestimenta Anti chamasConhecimento sobre Vestimenta Anti chamas
Conhecimento sobre Vestimenta Anti chamas
 
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdfCaderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
 
A Priula sobre a primeira Guerra Mundial.pptx
A Priula sobre a primeira Guerra Mundial.pptxA Priula sobre a primeira Guerra Mundial.pptx
A Priula sobre a primeira Guerra Mundial.pptx
 
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptxSlides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
 
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdfEscola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
 
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da TerraUma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
 
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdfPortfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
 
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
 
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdfA Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
 
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Desafio matemático -  multiplicação e divisão.Desafio matemático -  multiplicação e divisão.
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
 

Reformas religiosas

  • 2. Reformas Religiosas do século XVI Movimentos religiosos que provocaram a quebra do monopólio católico sobre o cristianismo na Europa Ocidental, dando origem a novas religiões cristãs (prostentantismo).
  • 3. CAUSAS Crise moral do clero  Riqueza da Igreja X Ensinamento de Jesus  Cobrança de indulgências (perdão)  Venda de funções eclesiásticas e comércio de relíquias (simonia)  Vida desregrada de muitos integrantes do clero
  • 4. CAUSAS Crise Intelectual do Clero  Despreparo de muitos integrantes do clero  Renascimento cultural e científico (humanismo)  Falta de respostas objetivas para as calamidades (guerra, fome e epidemias)  Invenção da imprensa
  • 5. CAUSAS Crise Teológica do Clero  Desgaste da autoridade moral e espiritual, desde o século XIII, com as heresias (Pe João Wyclef e Pe João Huss).  Agostinianismo (salvação pela fé, predestinação) versus Tomismo (salvação pela fé e pelas obras e livre-arbítrio)
  • 6. CAUSAS Questões políticas e econômicas  Surgimento dos Estados Nacionais X Ingerências do papado nos governos  Cobiça pelas riquezas da Igreja e reação à cobrança de tributos para o Papa  Ideais burgueses X “preço justo”
  • 7. Reforma Luterana (Alemanha, 1517-1555)  Martinho Lutero (monge agostiniano)  Crítica à salvação pelas obras e à interferência da religião nas questões políticas (excomunhão)  Obra: 95 teses (salvação pela fé e livre interpretação da Bíblia)  Apoio da nobreza e Paz de Augsburgo
  • 8. Reforma Calvinista (Suíça, 1525-1557)  Zwínglio e o francês João Calvino  Crítica ao livre-arbítrio e defesa da predestinação (Indícios de salvação: vocação e prosperidade)  Obra: Instituições da religião Cristã (Vida austera e acúmulo de riquezas)  Apoio da burguesia e controle político  França (huguenotes), Inglaterra (puritanos) e Escócia (presbiterianos).
  • 9. Reforma Anglicana (Inglaterra, 1534)  Rei Henrique VIII (Caso Ana Bolena)  Ato de Supremacia (subordinação do clero ao rei e criação de nova religião)  Confisco das terras da igreja católica  Rainha Elizabeth: Lei dos 39 artigos (aspectos católicos e calvinistas)
  • 10. Reforma Católica 1545-1563  Concílio de Trento (Papa Paulo III)  Reafirmação dos dogmas católicos (seminários, Vulgata e catecismo)  Retomada da inquisição (Tribunal do Santo Ofício)  Index Librorum Prohibitorum (livros proibidos)  Companhia de Jesus (jesuítas – soldados de Cristo)