SlideShare uma empresa Scribd logo
UNIVERSIDADE ESTADUAL VALE DO ACARAÚINSTITUTO DE DESENVOLVIMENTO EDUCACIONAL DO PARÁ  “A Arte na Antiguidade Grega” Equipe    Bruce,Marcelo, Maycke Rodrigo
Introdução               Iremos desenvolver nesse trabalho, o inicio da civilização Grega, tentando mostrar a sua cultura, sua arte, seus mitos e sua formação política, dentro de uma história, que é tão bela e nos fascina. Com apresentação de personagens históricos e filosóficos, de uma época, de tal importância para o crescimento das sociedades seguintes.            Com isso viajaremos por mais de 2000 a.C dando inicio assim a escrita  e marcando o começo da antiguidade.
Partenon situa-se na Acrópole de Atenas
 Períodos de Mudanças na Grécia. ,[object Object]
Homérico (Séc. XII – Séc.VII a.C) -> surgem os poemas Illíada e Odisséia, escritos pelo poeta Homero.
Arcaico (Séc. VII – Séc. VI a.C) -> originam-se diversas colônias Gregas, dando inicio a propriedade privada.
Clássico (Séc. V – Séc. IV a.C) ->Grande apogeu da Grécia,Péricles governa 30 anos, confederação dos Delos, guerra do Peloponeso
Helenístico (Séc. IV – Séc.II a.C) -> Felipe II  coloca fim a autonomia da pólis gregas, seu sucessor Alexandre, o Grande,domina Império Persa, Egito até a Índia.
Dentro desse períodos iremos ter um grande desenvolvimento na Arte grega.,[object Object]
Arquitetura Grega ou Hélade. Erecteion Partenon Templo dórico Templo jônico Ordem Dórica - nela se expressa o pensamento. Sendo a mais antiga das ordens arquitetônicas gregas, a ordem dórica, por sua simplicidade e severidade, empresta uma idéia de solidez e imponência  - Ordem Jônica - representava a graça e o feminino. A ordem dórica traduz a forma do homem e a ordem jônica traduz a forma da mulher.
Arquitetura Grega ou Hélade cont. Diana Templo de Templo coríntio Ordem Coríntia - o capitel era formado com folhas de acanto e quatro espirais simétricas, muito usado no lugar do capitel jônico, de um modo a variar e enriquecer aquela ordem. Sugere luxo e ostentação.
Zeus A Arte das Esculturas ZEUS Zeus também foi uma das obras de Fídias Estátua de Atenas feita por Fídias Doríforo, considerada por muito tempo como o ideal da beleza masculina Escultura de Vênus de Cnido, imortalizado pelo escultor Praxíteles. O Discóbolo de Mirom
A Arte das Pinturas Figuras negras sobre o fundo vermelho Figuras vermelhas sobre o fundo branco Figuras vermelhas sobre o fundo negro
A Arte da Musicas Grega Quíron ensinando música ao jovem Aquiles  Instrumentos usados por músicos da antiga Grécia 1 e 2 - monocórdios; 3 e 4 - guitarras; 5 - cítara heptacorda; 6 - lira; 7 - cítara pentacorda; 8 e 9 - flautas         A musica  era usada nos ritos religiosos, nos jogos olímpicos e Pitios, nas festas cívicas, nas atividades de lazer e subsidiando outras formas de arte.  Hermes teria inventado a lira, dada a Apolo em troca do gado que havia dele roubado  Apolo com a kithara.
A Arte dos Poemas Gregos. Com seus poemas Ilíadas, Homero vai narrar a história da invasão dos Espartanos em Tróia, e em Odisséia vai mostrar  as viagens de Ulisses (ou Odisseu em grego).
A Arte da Cerâmica Hidra - (água) tinha três asas, uma vertical para segurar enquanto corria a água e duas para levantar;   Ânfora - vasilha em forma de coração, com o gargalo largo e duas asas; Cratera - tinha a boca bastante larga, com o corpo em forma de um sino invertido, servia para misturar água com o vinho, hábito muito comum dentre os gregos, visto que os mesmos não bebiam água pura.
 O Teatro                                   TragédiaDentre os principais autores e obras podem ser mencionados: Ésquilo (525 - 456 a.C.), que escreveu a trilogia Oréstia, Prometeu Acorrentado, etc.;  Sófocles (495 - 405 a.C.), que se destaca com as peças Édipo Rei, Antígona e Electra;  Eurípedes (480 - 406 a.C.), autor de Medéia, Hipólito, Andrómaca, As Troianas, etc.                                Comédia A comédia foi um gênero mais voltado para o cotidiano, para os costumes, que são tratados sobre tudo como objeto de crítica e sátira. Dentre os principais comediógrafos destacam-se: Aristófanes (445 - 385 a.C.), autor de A Paz, Lisístrata, A Assembléia de Mulheres, Os Cavaleiros e Plutos;  Menandro (340 - 292 .C.), autor de O Intratável. Esta é uma máscara da comédia grega. Havia duas para cada papel a desempenhar
A Arte do Metal Vaso em Ouro, achado na Lacônia Antiga moeda ateniense do século V a.C., representando a cabeça da deusa Atena e de uma coruja no verso. Os hoplitas combatiam em conjuntos de milhares de guerreiros, postos em formação tática disciplinada, armados com espadas e lanças, muito bem protegidos. Com este modelo de exército, a vitória passou a ser um feito coletivo, ao contrário da antiga formação aristocrática, que a considerava um feito individual Apesar do elmo proteger todo o rosto, a partir do século V a.C., o seu uso foi abandonado por ser muito incômodo. Máscara funerária da civilização micénica (Máscara de Agamêmnon)
A Arte dos Jogos Olímpicos      Apesar de associarmos as olimpíadas com o esporte, os jogos olímpicos da Grécia Antiga eram principalmente um festival religioso para honrar Zeus. Segundo a lenda, os jogos foram fundados por Hércules, que plantou uma oliveira de onde eram feitos os ramos dos ganhadores. Os primeiros jogos olímpicos foram realizados em 776 a.C com apenas um evento – uma corrida a pé de aproximadamente 200 metros chamada Stadion, que deu origem a palavra ‘estádio’. Os jogos eram realizados a cada quatro anos e o período de tempo entre os jogos ficou conhecido como Olimpíada.     Os gregos levaram os jogos tão a sério que uma trégua era declarada e estritamente respeitada durante cada jogo olímpico. Inclusive durante a Guerra do Peloponeso, os inimigos se misturaram e competiam lado a lado durante o evento. A trégua foi quebrada apenas uma vez por Esparta, que levou uma punição e foi banido dos jogos desde 420 a.C. Disputavam alguns esportes como, por exemplo, natação, corrida, arremesso de disco entre outros.
A Arte da Mitologia -> Aquiles: participou do cerco da cidade de Tróia, ajudando na vitória grega. Era um excelente guerreiro, com muitas qualidades nesta área. Seu ponto fraco era o calcanhar. Morreu ao ser atingido neste local, por uma flecha arremessada por Paris. Este evento ocorreu durante a Guerra de Tróia.     - Herácles (Hércules) - a força física era a principal qualidade deste herói. Suas façanhas estão presentes nas histórias sobre os Doze Trabalhos de Hércules. Derrotou monstros e cumpriu vários desafios que seriam impossíveis para os humanos. Era filho de Zeus e Alcmena.     - Teseu - venceu o Minotauro no labirinto de Creta.     - Agamenon - guerreiro valente e forte, foi o guerreiro comandante na Guerra de Tróia.     - Perseu - foi o herói que conseguiu decapitar a Medusa.     - Ajax: herói guerreiro que também atuou nas batalhas da Guerra de Tróia.     - Édipo: único a conseguir, com sua inteligência superior, decifrar o enigma da Esfinge. Tornou-se rei de Tebas.     - Cadmo: venceu o dragão que controlava a cidade de Tebas.     - Atlanta: heroína grega que participou da caçada ao javali de Caridon.        Zeus: deus dos deuses da mitologia grega     Zeus é o principal deus da mitologia grega. Era considerado, na Grécia Antiga, como o deus dos deuses. O nome Zeus em grego antigo significava “rei divino”.      -> ->

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

A civilização egípcia
A civilização egípciaA civilização egípcia
A civilização egípcia
Vítor Santos
 
Mitologia grega
Mitologia grega Mitologia grega
Mitologia grega
Poly Silva
 
Arte grega
Arte gregaArte grega
Arte grega
Marcio Duarte
 
A grécia
A gréciaA grécia
A grécia
Vítor Santos
 
Religião e Filosofia da grécia antiga
Religião e Filosofia da grécia antigaReligião e Filosofia da grécia antiga
Religião e Filosofia da grécia antiga
Ana Barreiros
 
Resumo grécia antiga
Resumo  grécia antigaResumo  grécia antiga
Resumo grécia antiga
Claudenilson da Silva
 
Grécia antiga
Grécia antigaGrécia antiga
Apresentação mitologia grega
Apresentação   mitologia gregaApresentação   mitologia grega
Apresentação mitologia grega
Luan Ferreira
 
05 primeiras civilizações
05   primeiras civilizações05   primeiras civilizações
05 primeiras civilizações
Carla Freitas
 
Cultura grega
Cultura gregaCultura grega
Cultura grega
Fatima Freitas
 
A religião grega
A religião gregaA religião grega
A religião grega
ceufaias
 
O Antigo Egipto
O Antigo EgiptoO Antigo Egipto
O Antigo Egipto
cattonia
 
A Formação do Povo Grego e das Cidades Estado
A Formação do Povo Grego e das Cidades EstadoA Formação do Povo Grego e das Cidades Estado
A Formação do Povo Grego e das Cidades Estado
Maria Gomes
 
Formação das cidades estado
Formação das cidades estadoFormação das cidades estado
Formação das cidades estado
Carla Teixeira
 
Arte egípcia
Arte egípciaArte egípcia
Arte egípcia
Carlos Vieira
 
Os Jogos Olímpicos na Grécia Antiga
Os Jogos Olímpicos na Grécia AntigaOs Jogos Olímpicos na Grécia Antiga
Os Jogos Olímpicos na Grécia Antiga
Natalina Safara
 
1° ano E.M. - Antigo Egito
1° ano E.M. -  Antigo Egito1° ano E.M. -  Antigo Egito
1° ano E.M. - Antigo Egito
Daniel Alves Bronstrup
 
Pintura na grécia antiga
Pintura na grécia antigaPintura na grécia antiga
Pintura na grécia antiga
MarisaPinto97
 
O antigo egípcio 7 ano História
O antigo egípcio 7 ano HistóriaO antigo egípcio 7 ano História
O antigo egípcio 7 ano História
Ana Beatriz Gonçalves
 
Arte egípcia
Arte egípciaArte egípcia
Arte egípcia
Sandro Bottene
 

Mais procurados (20)

A civilização egípcia
A civilização egípciaA civilização egípcia
A civilização egípcia
 
Mitologia grega
Mitologia grega Mitologia grega
Mitologia grega
 
Arte grega
Arte gregaArte grega
Arte grega
 
A grécia
A gréciaA grécia
A grécia
 
Religião e Filosofia da grécia antiga
Religião e Filosofia da grécia antigaReligião e Filosofia da grécia antiga
Religião e Filosofia da grécia antiga
 
Resumo grécia antiga
Resumo  grécia antigaResumo  grécia antiga
Resumo grécia antiga
 
Grécia antiga
Grécia antigaGrécia antiga
Grécia antiga
 
Apresentação mitologia grega
Apresentação   mitologia gregaApresentação   mitologia grega
Apresentação mitologia grega
 
05 primeiras civilizações
05   primeiras civilizações05   primeiras civilizações
05 primeiras civilizações
 
Cultura grega
Cultura gregaCultura grega
Cultura grega
 
A religião grega
A religião gregaA religião grega
A religião grega
 
O Antigo Egipto
O Antigo EgiptoO Antigo Egipto
O Antigo Egipto
 
A Formação do Povo Grego e das Cidades Estado
A Formação do Povo Grego e das Cidades EstadoA Formação do Povo Grego e das Cidades Estado
A Formação do Povo Grego e das Cidades Estado
 
Formação das cidades estado
Formação das cidades estadoFormação das cidades estado
Formação das cidades estado
 
Arte egípcia
Arte egípciaArte egípcia
Arte egípcia
 
Os Jogos Olímpicos na Grécia Antiga
Os Jogos Olímpicos na Grécia AntigaOs Jogos Olímpicos na Grécia Antiga
Os Jogos Olímpicos na Grécia Antiga
 
1° ano E.M. - Antigo Egito
1° ano E.M. -  Antigo Egito1° ano E.M. -  Antigo Egito
1° ano E.M. - Antigo Egito
 
Pintura na grécia antiga
Pintura na grécia antigaPintura na grécia antiga
Pintura na grécia antiga
 
O antigo egípcio 7 ano História
O antigo egípcio 7 ano HistóriaO antigo egípcio 7 ano História
O antigo egípcio 7 ano História
 
Arte egípcia
Arte egípciaArte egípcia
Arte egípcia
 

Destaque

Grecia Antiga
Grecia AntigaGrecia Antiga
Grecia Antiga
Sara Silva
 
Grécia
GréciaGrécia
Grécia
becrejovim
 
Grécia
GréciaGrécia
Grécia
Mayjö .
 
1° ano - Grécia Antiga
1° ano -  Grécia Antiga1° ano -  Grécia Antiga
1° ano - Grécia Antiga
Daniel Alves Bronstrup
 
GRÉCIA ANTIGA
GRÉCIA ANTIGAGRÉCIA ANTIGA
GRÉCIA ANTIGA
Jackeline Póvoas
 
Arte grega pintura, escultura e arquitetura
Arte grega pintura, escultura e arquiteturaArte grega pintura, escultura e arquitetura
Arte grega pintura, escultura e arquitetura
Susana Simões
 
Como redigir a introdução e a conclusão de um trabalho escrito
Como redigir a introdução e a conclusão de um trabalho escritoComo redigir a introdução e a conclusão de um trabalho escrito
Como redigir a introdução e a conclusão de um trabalho escrito
Biblioteca Escolar Ourique
 
A arte grega
A arte gregaA arte grega
A arte grega
cattonia
 
Trabalho História Grécia
Trabalho História GréciaTrabalho História Grécia
Trabalho História Grécia
TurmaN10C
 
A religiao e a cultura na grecia antiga
A religiao e a cultura na grecia antigaA religiao e a cultura na grecia antiga
A religiao e a cultura na grecia antiga
putomiguel
 
Escultura grega
Escultura gregaEscultura grega
Escultura grega
Ana Barreiros
 
Capa, contra capa, introdução ,conclusão, biografia,
Capa, contra capa, introdução ,conclusão, biografia,Capa, contra capa, introdução ,conclusão, biografia,
Capa, contra capa, introdução ,conclusão, biografia,
Jaqueline Sarges
 
Trabalho grecia antiga
Trabalho grecia antigaTrabalho grecia antiga
Fedra
FedraFedra
Fedra
klaudia60
 
As influências da religião antiga grega (Mistérios de Elêusis, Dionisismo e O...
As influências da religião antiga grega (Mistérios de Elêusis, Dionisismo e O...As influências da religião antiga grega (Mistérios de Elêusis, Dionisismo e O...
As influências da religião antiga grega (Mistérios de Elêusis, Dionisismo e O...
Leandro Nazareth Souto
 
EUA NO SÉC. XIX - Prof. Elvis John
EUA NO SÉC. XIX - Prof. Elvis JohnEUA NO SÉC. XIX - Prof. Elvis John
EUA NO SÉC. XIX - Prof. Elvis John
ElvisJohnR
 
Grécia ariana - cópia
Grécia   ariana - cópiaGrécia   ariana - cópia
Grécia ariana - cópia
Ana Duarte
 
Os impactos das olimpíadas 2016 no mercado brasileiro
Os impactos das olimpíadas 2016 no mercado brasileiroOs impactos das olimpíadas 2016 no mercado brasileiro
Os impactos das olimpíadas 2016 no mercado brasileiro
Pedro Godoy
 
PaláCio De Queluz 4
PaláCio De Queluz 4PaláCio De Queluz 4
PaláCio De Queluz 4
Teresa
 
Grecia antiga geral_pari_passu (1)
Grecia antiga geral_pari_passu (1)Grecia antiga geral_pari_passu (1)
Grecia antiga geral_pari_passu (1)
Mariajosesantos57
 

Destaque (20)

Grecia Antiga
Grecia AntigaGrecia Antiga
Grecia Antiga
 
Grécia
GréciaGrécia
Grécia
 
Grécia
GréciaGrécia
Grécia
 
1° ano - Grécia Antiga
1° ano -  Grécia Antiga1° ano -  Grécia Antiga
1° ano - Grécia Antiga
 
GRÉCIA ANTIGA
GRÉCIA ANTIGAGRÉCIA ANTIGA
GRÉCIA ANTIGA
 
Arte grega pintura, escultura e arquitetura
Arte grega pintura, escultura e arquiteturaArte grega pintura, escultura e arquitetura
Arte grega pintura, escultura e arquitetura
 
Como redigir a introdução e a conclusão de um trabalho escrito
Como redigir a introdução e a conclusão de um trabalho escritoComo redigir a introdução e a conclusão de um trabalho escrito
Como redigir a introdução e a conclusão de um trabalho escrito
 
A arte grega
A arte gregaA arte grega
A arte grega
 
Trabalho História Grécia
Trabalho História GréciaTrabalho História Grécia
Trabalho História Grécia
 
A religiao e a cultura na grecia antiga
A religiao e a cultura na grecia antigaA religiao e a cultura na grecia antiga
A religiao e a cultura na grecia antiga
 
Escultura grega
Escultura gregaEscultura grega
Escultura grega
 
Capa, contra capa, introdução ,conclusão, biografia,
Capa, contra capa, introdução ,conclusão, biografia,Capa, contra capa, introdução ,conclusão, biografia,
Capa, contra capa, introdução ,conclusão, biografia,
 
Trabalho grecia antiga
Trabalho grecia antigaTrabalho grecia antiga
Trabalho grecia antiga
 
Fedra
FedraFedra
Fedra
 
As influências da religião antiga grega (Mistérios de Elêusis, Dionisismo e O...
As influências da religião antiga grega (Mistérios de Elêusis, Dionisismo e O...As influências da religião antiga grega (Mistérios de Elêusis, Dionisismo e O...
As influências da religião antiga grega (Mistérios de Elêusis, Dionisismo e O...
 
EUA NO SÉC. XIX - Prof. Elvis John
EUA NO SÉC. XIX - Prof. Elvis JohnEUA NO SÉC. XIX - Prof. Elvis John
EUA NO SÉC. XIX - Prof. Elvis John
 
Grécia ariana - cópia
Grécia   ariana - cópiaGrécia   ariana - cópia
Grécia ariana - cópia
 
Os impactos das olimpíadas 2016 no mercado brasileiro
Os impactos das olimpíadas 2016 no mercado brasileiroOs impactos das olimpíadas 2016 no mercado brasileiro
Os impactos das olimpíadas 2016 no mercado brasileiro
 
PaláCio De Queluz 4
PaláCio De Queluz 4PaláCio De Queluz 4
PaláCio De Queluz 4
 
Grecia antiga geral_pari_passu (1)
Grecia antiga geral_pari_passu (1)Grecia antiga geral_pari_passu (1)
Grecia antiga geral_pari_passu (1)
 

Semelhante a Trabalho sobre a grécia antiga, sua arte e sua cultura 2.

Grécia antiga
Grécia antigaGrécia antiga
Grécia antiga
lgreggio10
 
Cultura grega
Cultura gregaCultura grega
Cultura grega
Daniel Rocha Junior
 
MÓDULO 1 - HCA.pdf
MÓDULO 1 - HCA.pdfMÓDULO 1 - HCA.pdf
MÓDULO 1 - HCA.pdf
josepinho
 
Mitologia grega pronto
Mitologia grega prontoMitologia grega pronto
Mitologia grega pronto
Filipe Matos
 
O Mundo HeléNico No SéC
O Mundo HeléNico No SéCO Mundo HeléNico No SéC
O Mundo HeléNico No SéC
Sílvia Mendonça
 
Cultura grega ii
Cultura grega iiCultura grega ii
Cultura grega ii
Elton Ricardo
 
A arte na Grécia
A arte na GréciaA arte na Grécia
A arte na Grécia
Edenilson Morais
 
A civilização grega
A civilização gregaA civilização grega
A civilização grega
Micael Vieira
 
Arte grega
Arte gregaArte grega
Arte grega
Kauan Brito
 
3 arte grega 2020
3 arte grega 20203 arte grega 2020
3 arte grega 2020
CLEBER LUIS DAMACENO
 
Características da cultura grega
Características da cultura gregaCaracterísticas da cultura grega
Características da cultura grega
KAOSBRASILLIS
 
A arte na Grécia Antiga
A arte na Grécia AntigaA arte na Grécia Antiga
A arte na Grécia Antiga
Ana Paula Silva
 
ARTE GREGA - AULA 4
ARTE GREGA - AULA 4ARTE GREGA - AULA 4
ARTE GREGA - AULA 4
VIVIAN TROMBINI
 
Arte grega 2019
Arte grega 2019Arte grega 2019
Arte grega 2019
CLEBER LUIS DAMACENO
 
grecia antiga 1 ano
grecia antiga 1 anogrecia antiga 1 ano
grecia antiga 1 ano
google
 
1ano grciaantiga-130509220340-phpapp01
1ano grciaantiga-130509220340-phpapp011ano grciaantiga-130509220340-phpapp01
1ano grciaantiga-130509220340-phpapp01
luzia Camilo lopes
 
1ano grciaantiga-130509220340-phpapp01 (1)
1ano grciaantiga-130509220340-phpapp01 (1)1ano grciaantiga-130509220340-phpapp01 (1)
1ano grciaantiga-130509220340-phpapp01 (1)
Saah Walter
 
Arte Grega
Arte GregaArte Grega
Arte Grega
Andrea Dressler
 
Grécia antiga
Grécia antigaGrécia antiga
Grécia antiga
thiago2013
 
Arte grega 1 em 2015 - Claretiano
Arte grega 1 em 2015 - ClaretianoArte grega 1 em 2015 - Claretiano
Arte grega 1 em 2015 - Claretiano
Adriana Guimarães Manaro
 

Semelhante a Trabalho sobre a grécia antiga, sua arte e sua cultura 2. (20)

Grécia antiga
Grécia antigaGrécia antiga
Grécia antiga
 
Cultura grega
Cultura gregaCultura grega
Cultura grega
 
MÓDULO 1 - HCA.pdf
MÓDULO 1 - HCA.pdfMÓDULO 1 - HCA.pdf
MÓDULO 1 - HCA.pdf
 
Mitologia grega pronto
Mitologia grega prontoMitologia grega pronto
Mitologia grega pronto
 
O Mundo HeléNico No SéC
O Mundo HeléNico No SéCO Mundo HeléNico No SéC
O Mundo HeléNico No SéC
 
Cultura grega ii
Cultura grega iiCultura grega ii
Cultura grega ii
 
A arte na Grécia
A arte na GréciaA arte na Grécia
A arte na Grécia
 
A civilização grega
A civilização gregaA civilização grega
A civilização grega
 
Arte grega
Arte gregaArte grega
Arte grega
 
3 arte grega 2020
3 arte grega 20203 arte grega 2020
3 arte grega 2020
 
Características da cultura grega
Características da cultura gregaCaracterísticas da cultura grega
Características da cultura grega
 
A arte na Grécia Antiga
A arte na Grécia AntigaA arte na Grécia Antiga
A arte na Grécia Antiga
 
ARTE GREGA - AULA 4
ARTE GREGA - AULA 4ARTE GREGA - AULA 4
ARTE GREGA - AULA 4
 
Arte grega 2019
Arte grega 2019Arte grega 2019
Arte grega 2019
 
grecia antiga 1 ano
grecia antiga 1 anogrecia antiga 1 ano
grecia antiga 1 ano
 
1ano grciaantiga-130509220340-phpapp01
1ano grciaantiga-130509220340-phpapp011ano grciaantiga-130509220340-phpapp01
1ano grciaantiga-130509220340-phpapp01
 
1ano grciaantiga-130509220340-phpapp01 (1)
1ano grciaantiga-130509220340-phpapp01 (1)1ano grciaantiga-130509220340-phpapp01 (1)
1ano grciaantiga-130509220340-phpapp01 (1)
 
Arte Grega
Arte GregaArte Grega
Arte Grega
 
Grécia antiga
Grécia antigaGrécia antiga
Grécia antiga
 
Arte grega 1 em 2015 - Claretiano
Arte grega 1 em 2015 - ClaretianoArte grega 1 em 2015 - Claretiano
Arte grega 1 em 2015 - Claretiano
 

Último

Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasnTabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
CarlosJean21
 
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
AdrianoMontagna1
 
UFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdf
UFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdfUFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdf
UFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdf
Manuais Formação
 
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptxPsicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
TiagoLouro8
 
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
said edward w - orientalismo. livro de história pdf
said edward w - orientalismo. livro de história pdfsaid edward w - orientalismo. livro de história pdf
said edward w - orientalismo. livro de história pdf
ThiagoRORISDASILVA1
 
Norma de Gênero - Mulheres Heterossexuais, Homossexuais e Bissexuais.pdf
Norma de Gênero - Mulheres Heterossexuais, Homossexuais e Bissexuais.pdfNorma de Gênero - Mulheres Heterossexuais, Homossexuais e Bissexuais.pdf
Norma de Gênero - Mulheres Heterossexuais, Homossexuais e Bissexuais.pdf
Pastor Robson Colaço
 
Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdfRazonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
Demetrio Ccesa Rayme
 
2009_Apresentação-ufscar- TCC - AILTON.ppt
2009_Apresentação-ufscar- TCC - AILTON.ppt2009_Apresentação-ufscar- TCC - AILTON.ppt
2009_Apresentação-ufscar- TCC - AILTON.ppt
Ailton Barcelos
 
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdfMAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
GracinhaSantos6
 
FICHA DE APOIO DE ESCOLA SECUNDÁRIA 2024
FICHA DE APOIO DE ESCOLA SECUNDÁRIA 2024FICHA DE APOIO DE ESCOLA SECUNDÁRIA 2024
FICHA DE APOIO DE ESCOLA SECUNDÁRIA 2024
FredFringeFringeDola
 
Caça-palavaras e cruzadinha - Dígrafos.
Caça-palavaras  e cruzadinha  - Dígrafos.Caça-palavaras  e cruzadinha  - Dígrafos.
Caça-palavaras e cruzadinha - Dígrafos.
Mary Alvarenga
 
CD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdf
CD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdfCD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdf
CD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdf
Manuais Formação
 
AVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período pedagogia
AVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período  pedagogiaAVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período  pedagogia
AVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período pedagogia
KarollayneRodriguesV1
 
LITERATURA INDÍGENA BRASILEIRA: elementos constitutivos.ppt
LITERATURA INDÍGENA BRASILEIRA: elementos constitutivos.pptLITERATURA INDÍGENA BRASILEIRA: elementos constitutivos.ppt
LITERATURA INDÍGENA BRASILEIRA: elementos constitutivos.ppt
EdimaresSilvestre
 
SLIDE LIÇÃO 10 - DESENVOLVENDO UMA CONSCIÊNCIA DE SANTIDADE - TEXTO ÁUREO...
SLIDE LIÇÃO 10 - DESENVOLVENDO UMA CONSCIÊNCIA DE SANTIDADE - TEXTO ÁUREO...SLIDE LIÇÃO 10 - DESENVOLVENDO UMA CONSCIÊNCIA DE SANTIDADE - TEXTO ÁUREO...
SLIDE LIÇÃO 10 - DESENVOLVENDO UMA CONSCIÊNCIA DE SANTIDADE - TEXTO ÁUREO...
y6zh7bvphf
 
Loteria - Adição, subtração, multiplicação e divisão.
Loteria - Adição,  subtração,  multiplicação e divisão.Loteria - Adição,  subtração,  multiplicação e divisão.
Loteria - Adição, subtração, multiplicação e divisão.
Mary Alvarenga
 
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
fran0410
 
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidadeAula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
AlessandraRibas7
 
Atividade Bio evolução e especiação .docx
Atividade Bio evolução e especiação .docxAtividade Bio evolução e especiação .docx
Atividade Bio evolução e especiação .docx
MARCELARUBIAGAVA
 

Último (20)

Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasnTabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
 
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
 
UFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdf
UFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdfUFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdf
UFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdf
 
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptxPsicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
 
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
 
said edward w - orientalismo. livro de história pdf
said edward w - orientalismo. livro de história pdfsaid edward w - orientalismo. livro de história pdf
said edward w - orientalismo. livro de história pdf
 
Norma de Gênero - Mulheres Heterossexuais, Homossexuais e Bissexuais.pdf
Norma de Gênero - Mulheres Heterossexuais, Homossexuais e Bissexuais.pdfNorma de Gênero - Mulheres Heterossexuais, Homossexuais e Bissexuais.pdf
Norma de Gênero - Mulheres Heterossexuais, Homossexuais e Bissexuais.pdf
 
Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdfRazonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
 
2009_Apresentação-ufscar- TCC - AILTON.ppt
2009_Apresentação-ufscar- TCC - AILTON.ppt2009_Apresentação-ufscar- TCC - AILTON.ppt
2009_Apresentação-ufscar- TCC - AILTON.ppt
 
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdfMAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
 
FICHA DE APOIO DE ESCOLA SECUNDÁRIA 2024
FICHA DE APOIO DE ESCOLA SECUNDÁRIA 2024FICHA DE APOIO DE ESCOLA SECUNDÁRIA 2024
FICHA DE APOIO DE ESCOLA SECUNDÁRIA 2024
 
Caça-palavaras e cruzadinha - Dígrafos.
Caça-palavaras  e cruzadinha  - Dígrafos.Caça-palavaras  e cruzadinha  - Dígrafos.
Caça-palavaras e cruzadinha - Dígrafos.
 
CD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdf
CD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdfCD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdf
CD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdf
 
AVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período pedagogia
AVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período  pedagogiaAVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período  pedagogia
AVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período pedagogia
 
LITERATURA INDÍGENA BRASILEIRA: elementos constitutivos.ppt
LITERATURA INDÍGENA BRASILEIRA: elementos constitutivos.pptLITERATURA INDÍGENA BRASILEIRA: elementos constitutivos.ppt
LITERATURA INDÍGENA BRASILEIRA: elementos constitutivos.ppt
 
SLIDE LIÇÃO 10 - DESENVOLVENDO UMA CONSCIÊNCIA DE SANTIDADE - TEXTO ÁUREO...
SLIDE LIÇÃO 10 - DESENVOLVENDO UMA CONSCIÊNCIA DE SANTIDADE - TEXTO ÁUREO...SLIDE LIÇÃO 10 - DESENVOLVENDO UMA CONSCIÊNCIA DE SANTIDADE - TEXTO ÁUREO...
SLIDE LIÇÃO 10 - DESENVOLVENDO UMA CONSCIÊNCIA DE SANTIDADE - TEXTO ÁUREO...
 
Loteria - Adição, subtração, multiplicação e divisão.
Loteria - Adição,  subtração,  multiplicação e divisão.Loteria - Adição,  subtração,  multiplicação e divisão.
Loteria - Adição, subtração, multiplicação e divisão.
 
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
 
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidadeAula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
 
Atividade Bio evolução e especiação .docx
Atividade Bio evolução e especiação .docxAtividade Bio evolução e especiação .docx
Atividade Bio evolução e especiação .docx
 

Trabalho sobre a grécia antiga, sua arte e sua cultura 2.

  • 1. UNIVERSIDADE ESTADUAL VALE DO ACARAÚINSTITUTO DE DESENVOLVIMENTO EDUCACIONAL DO PARÁ “A Arte na Antiguidade Grega” Equipe Bruce,Marcelo, Maycke Rodrigo
  • 2. Introdução Iremos desenvolver nesse trabalho, o inicio da civilização Grega, tentando mostrar a sua cultura, sua arte, seus mitos e sua formação política, dentro de uma história, que é tão bela e nos fascina. Com apresentação de personagens históricos e filosóficos, de uma época, de tal importância para o crescimento das sociedades seguintes. Com isso viajaremos por mais de 2000 a.C dando inicio assim a escrita e marcando o começo da antiguidade.
  • 3. Partenon situa-se na Acrópole de Atenas
  • 4.
  • 5.
  • 6. Homérico (Séc. XII – Séc.VII a.C) -> surgem os poemas Illíada e Odisséia, escritos pelo poeta Homero.
  • 7. Arcaico (Séc. VII – Séc. VI a.C) -> originam-se diversas colônias Gregas, dando inicio a propriedade privada.
  • 8. Clássico (Séc. V – Séc. IV a.C) ->Grande apogeu da Grécia,Péricles governa 30 anos, confederação dos Delos, guerra do Peloponeso
  • 9. Helenístico (Séc. IV – Séc.II a.C) -> Felipe II coloca fim a autonomia da pólis gregas, seu sucessor Alexandre, o Grande,domina Império Persa, Egito até a Índia.
  • 10.
  • 11. Arquitetura Grega ou Hélade. Erecteion Partenon Templo dórico Templo jônico Ordem Dórica - nela se expressa o pensamento. Sendo a mais antiga das ordens arquitetônicas gregas, a ordem dórica, por sua simplicidade e severidade, empresta uma idéia de solidez e imponência - Ordem Jônica - representava a graça e o feminino. A ordem dórica traduz a forma do homem e a ordem jônica traduz a forma da mulher.
  • 12. Arquitetura Grega ou Hélade cont. Diana Templo de Templo coríntio Ordem Coríntia - o capitel era formado com folhas de acanto e quatro espirais simétricas, muito usado no lugar do capitel jônico, de um modo a variar e enriquecer aquela ordem. Sugere luxo e ostentação.
  • 13. Zeus A Arte das Esculturas ZEUS Zeus também foi uma das obras de Fídias Estátua de Atenas feita por Fídias Doríforo, considerada por muito tempo como o ideal da beleza masculina Escultura de Vênus de Cnido, imortalizado pelo escultor Praxíteles. O Discóbolo de Mirom
  • 14. A Arte das Pinturas Figuras negras sobre o fundo vermelho Figuras vermelhas sobre o fundo branco Figuras vermelhas sobre o fundo negro
  • 15. A Arte da Musicas Grega Quíron ensinando música ao jovem Aquiles Instrumentos usados por músicos da antiga Grécia 1 e 2 - monocórdios; 3 e 4 - guitarras; 5 - cítara heptacorda; 6 - lira; 7 - cítara pentacorda; 8 e 9 - flautas A musica era usada nos ritos religiosos, nos jogos olímpicos e Pitios, nas festas cívicas, nas atividades de lazer e subsidiando outras formas de arte. Hermes teria inventado a lira, dada a Apolo em troca do gado que havia dele roubado Apolo com a kithara.
  • 16. A Arte dos Poemas Gregos. Com seus poemas Ilíadas, Homero vai narrar a história da invasão dos Espartanos em Tróia, e em Odisséia vai mostrar as viagens de Ulisses (ou Odisseu em grego).
  • 17. A Arte da Cerâmica Hidra - (água) tinha três asas, uma vertical para segurar enquanto corria a água e duas para levantar;  Ânfora - vasilha em forma de coração, com o gargalo largo e duas asas; Cratera - tinha a boca bastante larga, com o corpo em forma de um sino invertido, servia para misturar água com o vinho, hábito muito comum dentre os gregos, visto que os mesmos não bebiam água pura.
  • 18. O Teatro TragédiaDentre os principais autores e obras podem ser mencionados: Ésquilo (525 - 456 a.C.), que escreveu a trilogia Oréstia, Prometeu Acorrentado, etc.; Sófocles (495 - 405 a.C.), que se destaca com as peças Édipo Rei, Antígona e Electra; Eurípedes (480 - 406 a.C.), autor de Medéia, Hipólito, Andrómaca, As Troianas, etc. Comédia A comédia foi um gênero mais voltado para o cotidiano, para os costumes, que são tratados sobre tudo como objeto de crítica e sátira. Dentre os principais comediógrafos destacam-se: Aristófanes (445 - 385 a.C.), autor de A Paz, Lisístrata, A Assembléia de Mulheres, Os Cavaleiros e Plutos; Menandro (340 - 292 .C.), autor de O Intratável. Esta é uma máscara da comédia grega. Havia duas para cada papel a desempenhar
  • 19. A Arte do Metal Vaso em Ouro, achado na Lacônia Antiga moeda ateniense do século V a.C., representando a cabeça da deusa Atena e de uma coruja no verso. Os hoplitas combatiam em conjuntos de milhares de guerreiros, postos em formação tática disciplinada, armados com espadas e lanças, muito bem protegidos. Com este modelo de exército, a vitória passou a ser um feito coletivo, ao contrário da antiga formação aristocrática, que a considerava um feito individual Apesar do elmo proteger todo o rosto, a partir do século V a.C., o seu uso foi abandonado por ser muito incômodo. Máscara funerária da civilização micénica (Máscara de Agamêmnon)
  • 20. A Arte dos Jogos Olímpicos Apesar de associarmos as olimpíadas com o esporte, os jogos olímpicos da Grécia Antiga eram principalmente um festival religioso para honrar Zeus. Segundo a lenda, os jogos foram fundados por Hércules, que plantou uma oliveira de onde eram feitos os ramos dos ganhadores. Os primeiros jogos olímpicos foram realizados em 776 a.C com apenas um evento – uma corrida a pé de aproximadamente 200 metros chamada Stadion, que deu origem a palavra ‘estádio’. Os jogos eram realizados a cada quatro anos e o período de tempo entre os jogos ficou conhecido como Olimpíada. Os gregos levaram os jogos tão a sério que uma trégua era declarada e estritamente respeitada durante cada jogo olímpico. Inclusive durante a Guerra do Peloponeso, os inimigos se misturaram e competiam lado a lado durante o evento. A trégua foi quebrada apenas uma vez por Esparta, que levou uma punição e foi banido dos jogos desde 420 a.C. Disputavam alguns esportes como, por exemplo, natação, corrida, arremesso de disco entre outros.
  • 21. A Arte da Mitologia -> Aquiles: participou do cerco da cidade de Tróia, ajudando na vitória grega. Era um excelente guerreiro, com muitas qualidades nesta área. Seu ponto fraco era o calcanhar. Morreu ao ser atingido neste local, por uma flecha arremessada por Paris. Este evento ocorreu durante a Guerra de Tróia.   - Herácles (Hércules) - a força física era a principal qualidade deste herói. Suas façanhas estão presentes nas histórias sobre os Doze Trabalhos de Hércules. Derrotou monstros e cumpriu vários desafios que seriam impossíveis para os humanos. Era filho de Zeus e Alcmena.   - Teseu - venceu o Minotauro no labirinto de Creta.   - Agamenon - guerreiro valente e forte, foi o guerreiro comandante na Guerra de Tróia.   - Perseu - foi o herói que conseguiu decapitar a Medusa.   - Ajax: herói guerreiro que também atuou nas batalhas da Guerra de Tróia.   - Édipo: único a conseguir, com sua inteligência superior, decifrar o enigma da Esfinge. Tornou-se rei de Tebas.   - Cadmo: venceu o dragão que controlava a cidade de Tebas.   - Atlanta: heroína grega que participou da caçada ao javali de Caridon.      Zeus: deus dos deuses da mitologia grega   Zeus é o principal deus da mitologia grega. Era considerado, na Grécia Antiga, como o deus dos deuses. O nome Zeus em grego antigo significava “rei divino”.    -> ->
  • 22. Os Grandes Filósofos e a Arte das Ciências Tales de Mileto Filósofo grego. Considerado o primeiro filósofo grego, introdutor da Geometria na Grécia Sócrates foi um dos principais filósofos gregos. Platão rejeitava a educação que se praticava na Grécia em sua época e que estava a cargo dos sofistas Sócrates Tales de Mileto Platão Aristóteles, foi o fundador da ciência que ficaria conhecida como lógica e suas conclusões nessa área não tiveram contestação alguma até o século 17. O astrônomo grego Aristarco foi o primeiro a propor que a Terra gira em torno do Sol e em volta de si mesma Aristóteles Aristarco
  • 23. OS DEUSES GREGOS Nome do Deus : e o que representava  Zeus : Rei de todos os deuses .  Afrodite : Amor .  Ares : Guerra.  Hades: Mortos.  Hera: Protetora das mulheres, do casamento e do nascimento.  Poseidon :Mares e oceanos  Eros: Amor, paixão  Héstia: Lar  Apolo: Luz do Sol, poesia, música, beleza masculina.  Ártemis : Caça, castidade, animais selvagens e luz.  Deméter: Colheita, agricultura.  Dionísio: Festas, vinho  Hermes: Mensageiro dos deuses, protetor dos comerciantes .  Hefesto: Metais, metalurgia, fogo  Crono: Tempo  Gaia: Planeta Terra
  • 24. Conclusão Concluímos que a Grécia deixou um legado de fartas riquezas nas Artes e na sua cultura, deixado como herança para as futuras civilizações de Roma e da Europa ocidental. Está sociedade passará por dificuldades voltados a suas políticas de guerra e a miscigenação dos povos, envolvendo- se em grandes batalhas e atravessando por tempos difíceis, sofrerão diferentes transformações na construção e na criação de um sistema que ficará conhecido por toda humanidade como “Democracia e Cidadania”. Os gregos ficarão eternizados na escrita, através de Homero, Heródoto e Tucídides, que serão os primeiros historiadores da Grécia. No teatro abrirão suas portas ao mundo, mostrando sua arte, seus poemas, suas esculturas, as arquiteturas e sua música, reverenciando a diversos deuses, sendo esta, uma sociedade politeísta que vai revolucionar as demais sociedades futuras .
  • 25. Referências PILETTI,Nelson,1945,História e Vida Integrada,São Paulo,editora Ática, obra em 4v,2002 SOUTO MAIOR, Armando, História geral para o ensino de 2º grau, 21ª Ed,p 68-115, editora nacional. São Paulo, 1978 Guia do Estudante,História Vestibular 2009, p 16-18, editora abril.São Paulo