SlideShare uma empresa Scribd logo
HISTÓRIA DA AMÉRICA
AMÉRICA PRÉ – COLOMBIANA
EXPANSÃO MARÍTIMA
COLONIZAÇÃO ESPANHOLA
1ª - HIPÓTESE: grupo humano começaram a chegar pelo estreito de
Bering.
2ª - HIPÓTESE: através da navegação pelo oceano pacífico, grupos
provenientes da Polinésia se estabeleceram na América do Sul.
O desenvolvimento dos americanos pré históricos ocorreu de forma
bastante diferenciada, variando de acordo com as diferentes regiões.
America espanhola
CHICHEN ITZÁ
•Os maias elaboraram o calendário.
•Sistema numérico que incluía zero.
•Sistema de escrita bastante complexo.
•Guerras e invasões causaram a destruição e o abandono de cidades-
estados desta civilização.
AS CIDADES ERAM GOVERNADAS POR UM ESTADO
TEOCRÁTICO. A ZONA URBANA ERA HABITADA PELOS
NOBRES. TODAVIA, NÃO CHEGARAM A FORMAR UM
IMPÉRIO MAS SIM, O QUE SE CONVENCIONOU CHAMAR
DE “CIDADES ESTADO”.
America espanhola
USARAM UMA
ESCRITA BASEADA EM
SÍMBOLOS E DESENHOS
(HIERÓGLIFOS).
DESENVOLVERAM
A MATEMÁTICA,
DESTAQUE PARA A
INVENÇÃO DAS CASAS
DECIMAIS E O VALOR
ZERO.
NÃO CHEGARAM A FORMAR UM IMPÉRIO
UNIFICADO, O QUE FAVORECEU A INVASÃO E DOMÍNIO DE
OUTROS POVOS.
ASTECAS
 Construíram canais, drenaram o lodo – chinampas.
 Sua capital era Tenochtitlán.
 Através de expansões militares os astecas dominaram
povos vizinhos e escravizaram.
VISÃO DE UM ESPANHOL SOBRE
A CIVILIZAÇÃO ASTECA
“Quando lá chegamos, ficamos atônitos com a multidão de
pessoas e a ordem que prevalecia, assim como a vasta
quantidade de mercadorias (...) Os artigos consistiam em ouro,
prata, jóias, plumas, mantas, chocolate, peles curtidas ou não,
sandálias e outras manufaturas de raízes e fibras de juta, grande
número de escravos homens e mulheres, muitos dos quais
estavam atados pelo pescoço, com gargalheiras, a longos paus.”
FORMAVAM UMA
SOCIEDADE
HIERARQUIZADA
COMANDADA POR UM
IMPERADOR. CAMPONESES,
ARTESÃOS E
TRABALHADORES URBANOS
COMPUNHAM GRANDE
PARTE DA POPULAÇÃO A
QUAL ERA OBRIGADA A
EXERCER UM TRABALHO
COMPULSÓRIO PARA O
IMPERADOR, QUANDO ESTE
OS CONVOCAVA PARA
TRABALHOS EM OBRAS
PÚBLICAS.
America espanhola
PRATICAVAM RITUAIS
DE SACRIFÍCIO HUMANO.
ACREDITAVAM, QUE COM OS
SACRIFÍCIOS, PODERIAM
DEIXAR OS DEUSES MAIS
CALMOS E FELIZES.
Possuíam um rico
artesanato: tecidos, objetos de
ouro, prata e artigos com
pinturas.
O IMPÉRIO COMEÇOU A SER DESTRUÍDO EM 1519
COM AS INVASÕES ESPANHOLAS. QUE DOMINARAM OS
ASTECAS E TOMARAM GRANDE PARTE DOS OBJETOS DE
OURO DESTA CIVILIZAÇÃO.
INCASO TAHUANTISSUYU
Não possuíam escrita e
estabeleceram um Estado
teocrático absolutista, tendo
à frente o rei soberano
(Inca).
America espanhola
Camadas médias,
artesãos, demais militares,
camponeses e escravos.
No topo da pirâmide
social estava o Inca (filho do
Sol)
Alta aristocracia:
sacerdotes, burocratas, e os
curacas (cobradores de
impostos, chefes locais, juízes e
comandantes militares)
CURIOSIDADES
 Criaram um eficiente sistema de correio e de transportes
com estalagem ao longo da estradas permitindo contato
com a capital Cuzco.
 Diferentemente dos Astecas, os Incas não formaram seu
grande império com base exclusivamente nas guerras.
EXPANSÃO MARITÍMA
FATORES QUE IMPULSIONARAM
AS GRANDES NAVEGAÇÕES
Falta de metais;
Falta de mercados fornecedores de
matérias-primas e consumidores de
produtos manufaturados;
Tomada de Constantinopla;
Monopólio comercial das cidades italianas;
Espírito Cruzadista;
Nova mentalidade – renascimento cultural;
America espanhola
America espanhola
SEGUNDO A LENDA ANDINA, FOI NAS ÁGUAS DO
TITICACA QUE NASCEU A CIVILIZAÇÃO INCA.
A AGRICULTURA ERA A BASE DA ECONOMIA
INCA; A ELA SE DEDICAVAM OS HABITANTES PLEBEUS
DAS ALDEIAS.
ESSA ATIVIDADE BASEAVA-SE NO CULTIVO DO O
MILHO E DA BATATA.
DESENVOLVIMENTO DOS QUIPPOS (CONJUNTO DE
NÓS E BARBANTES COLORIDOS), FUNDAMENTAIS PARA A
ORGANIZAÇÃO DE UM COMPLEXO SISTEMA DE
CONTABILIDADE..
RELIGIÃO: MISTURA DE
CULTO À NATUREZA E
CRENÇAS MÁGICAS. OS
MAIORES TEMPLOS ERAM
DEDICADOS AO SOL (INTI).
REALIZAVAM SACRIFÍCIOS
TANTO DE ANIMAIS COMO
DE HUMANOS
A MENTALIDADE EUROPÉIA SUPERANDO
SEUS MEDOS
A Europa inventou a América e se reinventou com ela
Pioneirismo Português
Poder centralizado
Localização geográfica
Técnicas de navegação
EXPANSÃO MARÍTIMA ESPANHOLA
 Patrocinado pelos reis espanhóis, o italiano Cristóvão
Colombo dirigiu a expedição.
 Queria chegar as Índias dando a volta ao mundo.
 Resultado: Chegou a América em 1492.
HERNÁN CORTÉS E FRANCISCO PIZARRO
•Respectivamente conquistaram o México e o Peru, levando riquíssimo
Butins à Espanha, provocando a corrida de outros adelantados.
•A extrema violência e crueldade praticada pelos espanhóis foi o
julgamento que eles fizeram das populações de ameríndios.
CONSEQUÊNCIA DA
EXPANSÃO MARÍTIMA
 Tratado de Tordesilhas 1494;
 Transferência do eixo econômico do Mediterrâneo para o Atlântico;
 Decadência das cidades italianas;
 Portugal e Espanha tornaram-se grandes potências da Europa;
 Dizimação das nações ameríndias;
•ORGANIZAÇÃO DO SISTEMA DE CAPITULAÇÕES.
PRIMEIRO MOMENTO DA COLONIZAÇÃO ESPANHOLAPRIMEIRO MOMENTO DA COLONIZAÇÃO ESPANHOLA
Contratos em que a Coroa concedia permissão para explorar,
conquistar e povoar terras, fixando direitos e deveres recíprocos
CARACTERÍSTICAS:
•PEQUENA PARTICIPAÇÃO DA COROA
•CONQUISTA COMANDADA PELA INICIATIVA
PARTICULAR
OBS: À medida que se revelavam as riquezas do novo mundo, a
coroa foi centralizando o processo de colonização, anulando as
concessões feitas aos particulares.
ADELANTADOS
COLONIZAÇÃO ESPANHOLA
 A base da exploração colonial espanhola firmou-se na mineração:
Minas do México Potosí (Peru).
 Mita trabalho forçado sub-remunerado nas regiões de minas.
 Encomienda trabalho compulsório de tribos inteiras entregue a um
proprietário.
ADMINISTRAÇÃO DA AMÉRICA
HISPÂNICA
A AMÉRICA ESPANHOLAA AMÉRICA ESPANHOLA
Chapetones
Criollos
Mestiços
Negros e
Ameríndios
CHAPETONES: Metropolitanos
Ocupantes dos cargos públicos mais
importantes
Grandes proprietários.
CRIOLLOS: Descendentes de
espanhóis, nascidos nas colônias
Excluídos dos cargos importantes
Grandes e médios proprietários.
NEGROS E AMERÍNDIOS:
Submetidos às formas Compulsórias
de trabalho:
Mita e Encomienda - Ameríndios
Escravidão - Negros
MESTIÇOS: Filhos de espanhóis
com negros ou ameríndios:
Pequenos proprietários,
trabalhadores livres.
FORMAS DE COLONIZAÇÃO
 França, Inglaterra e Holanda se
lançaram tardiamente aos mares
e por isso não aceitaram o Tratado
de Tordesilhas.
 Esses países ficaram, portanto,
com áreas que Portugal e Espanha
não quiseram ou não puderam
ocupar.
CASA DE CONTRATAÇÃO: primeiro órgão estatal / criada em
1503, era responsável pelo controle de todo o comércio realizado
com as colônias da América e foi responsável pelo estabelecimento
do Sistema de PORTO ÚNICO.
OBS: A princípio o porto de Havana, anos depois os portos de Vera
Cruz, Porto Belo e Cartagena.
SISTEMA DE FROTAS ANUAIS (duas); proibição de barcos
navegarem isoladamente.
ÓRGÃOS ADMINISTRATIVOS DA AMÉRICA ESPANHOLAÓRGÃOS ADMINISTRATIVOS DA AMÉRICA ESPANHOLA
2. Nova Granada: América Central, exceto México, economia
baseada na agricultura;
3. Vice-reino do Peru e Bolívia: mineração de ouro e prata. A
estrutura já estava montada.
4. Vice-reino do Prata (Paraguai, Uruguai, Argentina bacia
do prata): economia baseada na pecuária.
Criaram ainda 4 capitanias: Venezuela, Chile, Cuba, Guatemala.
Os Vice-Reis eram nomeados pelo Conselho das Índias e
possuíam amplos poderes, apesar de estarem sujeitos à fiscalização
das Audiências
CABILDOS ou AYUNTAMIENTOS: equivalentes às câmaras
municipais, eram formadas por elementos da elite colonial, subordinados
as leis da Espanha, mas com autonomia para promover a administração
local e municipal.
MITA:
Fazia sorteio nas tribos para obter trabalhadores/
regime de trabalho sub-humano.
Resultado: genocídio hecatombe demográfica, morte em
grande quantidade de pessoas de uma mesma categoria;
FORMAS DE TRABALHOFORMAS DE TRABALHO
ENCOMIENDA:
Europeus pegavam índios nas tribos para supostamente
“cristianiza-los”, mas fazia-os trabalhar nas minas.
Dava bebida alcoólica para os trabalhadores e os viciava,
quando os índios enfraqueciam trocavam-nos, os
dispensados se abrigavam ao redor das cidades;
Provocou Etnocídio ( “morte” da cultura, europeização).
AMÉRICA NO SÉCULO XIX
1º país americano a tornar-se independente foi
EUA.
1ª independência da América Latina  Haiti
Nas colônias Americanas a emancipação política
começou pela elite colonial  criolla.
Movimentos Pan-americanismo:
 Bolivarismo  Símon Bolivar.
 Monroísmo  James Monroe “América para os
americanos”.
República caudilhista, federalista e unitarista.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Conquista e colonização da América
Conquista e colonização da AméricaConquista e colonização da América
Conquista e colonização da América
Elton Zanoni
 
Crise do império e proclamação da república
Crise do império e proclamação da repúblicaCrise do império e proclamação da república
Crise do império e proclamação da república
Rodrigo Luiz
 
Revoltas Coloniais
Revoltas ColoniaisRevoltas Coloniais
Revoltas Coloniais
Edenilson Morais
 
As Grandes Navegações - 7º Ano (2016)
As Grandes Navegações - 7º Ano (2016)As Grandes Navegações - 7º Ano (2016)
As Grandes Navegações - 7º Ano (2016)
Nefer19
 
As grandes navegações
As grandes navegaçõesAs grandes navegações
As grandes navegações
Henrique Tobal Jr.
 
A conquista e a colonização espanhola na américa
A conquista e a colonização espanhola na américaA conquista e a colonização espanhola na américa
A conquista e a colonização espanhola na américa
Fernando Fagundes
 
America pré-colombiana
America pré-colombianaAmerica pré-colombiana
America pré-colombiana
Edenilson Morais
 
Expansão marítima européia
Expansão marítima européiaExpansão marítima européia
Expansão marítima européia
edna2
 
Revoluções inglesas
Revoluções inglesasRevoluções inglesas
Revoluções inglesas
Edenilson Morais
 
Era Napoleônica
Era NapoleônicaEra Napoleônica
Era Napoleônica
Douglas Barraqui
 
Povos pré colombianos
Povos pré colombianosPovos pré colombianos
Povos pré colombianos
Nila Michele Bastos Santos
 
Mineração no Brasil Colônia
Mineração no Brasil ColôniaMineração no Brasil Colônia
Mineração no Brasil Colônia
Jerry Guimarães
 
Povoamento da américa
Povoamento da américaPovoamento da américa
Povoamento da américa
Zé Knust
 
Expansão territorial
Expansão territorialExpansão territorial
Expansão territorial
Edenilson Morais
 
Brasil invasões estrangeiras - francesas e holandesas
Brasil invasões estrangeiras - francesas e holandesasBrasil invasões estrangeiras - francesas e holandesas
Brasil invasões estrangeiras - francesas e holandesas
Celso Firmino História, Filosofia, Sociologia
 
Brasil Holandês
Brasil HolandêsBrasil Holandês
Brasil Holandês
Paulo Alexandre
 
Incas , astecas e maias
Incas , astecas e maiasIncas , astecas e maias
Incas , astecas e maias
Daniel Alves Bronstrup
 
1° ano aula slide - feudalismo
1° ano   aula slide - feudalismo1° ano   aula slide - feudalismo
1° ano aula slide - feudalismo
Daniel Alves Bronstrup
 
As Grandes Navegações - 7º Ano (2018)
As Grandes Navegações - 7º Ano (2018)As Grandes Navegações - 7º Ano (2018)
As Grandes Navegações - 7º Ano (2018)
Nefer19
 
4.colonização da américa portuguesa
4.colonização da américa portuguesa4.colonização da américa portuguesa
4.colonização da américa portuguesa
valdeck1
 

Mais procurados (20)

Conquista e colonização da América
Conquista e colonização da AméricaConquista e colonização da América
Conquista e colonização da América
 
Crise do império e proclamação da república
Crise do império e proclamação da repúblicaCrise do império e proclamação da república
Crise do império e proclamação da república
 
Revoltas Coloniais
Revoltas ColoniaisRevoltas Coloniais
Revoltas Coloniais
 
As Grandes Navegações - 7º Ano (2016)
As Grandes Navegações - 7º Ano (2016)As Grandes Navegações - 7º Ano (2016)
As Grandes Navegações - 7º Ano (2016)
 
As grandes navegações
As grandes navegaçõesAs grandes navegações
As grandes navegações
 
A conquista e a colonização espanhola na américa
A conquista e a colonização espanhola na américaA conquista e a colonização espanhola na américa
A conquista e a colonização espanhola na américa
 
America pré-colombiana
America pré-colombianaAmerica pré-colombiana
America pré-colombiana
 
Expansão marítima européia
Expansão marítima européiaExpansão marítima européia
Expansão marítima européia
 
Revoluções inglesas
Revoluções inglesasRevoluções inglesas
Revoluções inglesas
 
Era Napoleônica
Era NapoleônicaEra Napoleônica
Era Napoleônica
 
Povos pré colombianos
Povos pré colombianosPovos pré colombianos
Povos pré colombianos
 
Mineração no Brasil Colônia
Mineração no Brasil ColôniaMineração no Brasil Colônia
Mineração no Brasil Colônia
 
Povoamento da américa
Povoamento da américaPovoamento da américa
Povoamento da américa
 
Expansão territorial
Expansão territorialExpansão territorial
Expansão territorial
 
Brasil invasões estrangeiras - francesas e holandesas
Brasil invasões estrangeiras - francesas e holandesasBrasil invasões estrangeiras - francesas e holandesas
Brasil invasões estrangeiras - francesas e holandesas
 
Brasil Holandês
Brasil HolandêsBrasil Holandês
Brasil Holandês
 
Incas , astecas e maias
Incas , astecas e maiasIncas , astecas e maias
Incas , astecas e maias
 
1° ano aula slide - feudalismo
1° ano   aula slide - feudalismo1° ano   aula slide - feudalismo
1° ano aula slide - feudalismo
 
As Grandes Navegações - 7º Ano (2018)
As Grandes Navegações - 7º Ano (2018)As Grandes Navegações - 7º Ano (2018)
As Grandes Navegações - 7º Ano (2018)
 
4.colonização da américa portuguesa
4.colonização da américa portuguesa4.colonização da américa portuguesa
4.colonização da américa portuguesa
 

Semelhante a America espanhola

América précolombiana
América précolombianaAmérica précolombiana
América précolombiana
Jonathan Alves
 
América Espanhola
América EspanholaAmérica Espanhola
América Espanhola
vaniareginahistoria1
 
Culturas indigenas-pre-colombianas
Culturas indigenas-pre-colombianasCulturas indigenas-pre-colombianas
Culturas indigenas-pre-colombianas
dmflores21
 
culturas pre-colombianas
culturas pre-colombianasculturas pre-colombianas
culturas pre-colombianas
Izaac Erder
 
Culturas indigenas-pre-colombianas
Culturas indigenas-pre-colombianasCulturas indigenas-pre-colombianas
Culturas indigenas-pre-colombianas
Privada
 
AMERICA-ESPANHOLA.ppt
AMERICA-ESPANHOLA.pptAMERICA-ESPANHOLA.ppt
AMERICA-ESPANHOLA.ppt
Cristiano de Sousa
 
HISTORIA DA AMERICA - AMERICA PRÉ COLOMBIANA
HISTORIA DA AMERICA - AMERICA PRÉ COLOMBIANAHISTORIA DA AMERICA - AMERICA PRÉ COLOMBIANA
HISTORIA DA AMERICA - AMERICA PRÉ COLOMBIANA
JaneLima61
 
Império espanhol nas américas
Império espanhol nas américasImpério espanhol nas américas
Império espanhol nas américas
Privada
 
CULTURAS INDIGENAS PRE COLOMBIANAS.ppt
CULTURAS INDIGENAS PRE COLOMBIANAS.pptCULTURAS INDIGENAS PRE COLOMBIANAS.ppt
CULTURAS INDIGENAS PRE COLOMBIANAS.ppt
CyrusDraks
 
AMERICA-ESPANHOLA.pptx
AMERICA-ESPANHOLA.pptxAMERICA-ESPANHOLA.pptx
AMERICA-ESPANHOLA.pptx
RafaelyLeite1
 
Trabalho de história
Trabalho de históriaTrabalho de história
Trabalho de história
Larissa
 
2 conquista america espanhola
2 conquista america espanhola2 conquista america espanhola
2 conquista america espanhola
Paulo Alexandre
 
Colonização da América Espanhola
Colonização da América EspanholaColonização da América Espanhola
Colonização da América Espanhola
Edenilson Morais
 
Resenha america latina colonial-sec xvi e xvii
Resenha america latina colonial-sec xvi e xviiResenha america latina colonial-sec xvi e xvii
Resenha america latina colonial-sec xvi e xvii
Sandra Kroetz
 
Cpm his 2 ano - colonização da américa espanhola
Cpm   his 2 ano - colonização da américa espanholaCpm   his 2 ano - colonização da américa espanhola
Cpm his 2 ano - colonização da américa espanhola
Jakson Raphael Pereira Barbosa
 
Cpm his2ano-colonizaodaamricaespanhola-160414035722
Cpm his2ano-colonizaodaamricaespanhola-160414035722Cpm his2ano-colonizaodaamricaespanhola-160414035722
Cpm his2ano-colonizaodaamricaespanhola-160414035722
Jakson Raphael Pereira Barbosa
 
A Colonização da América
A Colonização da AméricaA Colonização da América
A Colonização da América
Gabriel Caseiro
 
Colonização Espanhola.ppt
Colonização Espanhola.pptColonização Espanhola.ppt
Colonização Espanhola.ppt
CyrusDraks
 
América
AméricaAmérica
Conquista e Colonização das Américas (1º ano)
Conquista e Colonização das Américas (1º ano)Conquista e Colonização das Américas (1º ano)
Conquista e Colonização das Américas (1º ano)
Valéria Shoujofan
 

Semelhante a America espanhola (20)

América précolombiana
América précolombianaAmérica précolombiana
América précolombiana
 
América Espanhola
América EspanholaAmérica Espanhola
América Espanhola
 
Culturas indigenas-pre-colombianas
Culturas indigenas-pre-colombianasCulturas indigenas-pre-colombianas
Culturas indigenas-pre-colombianas
 
culturas pre-colombianas
culturas pre-colombianasculturas pre-colombianas
culturas pre-colombianas
 
Culturas indigenas-pre-colombianas
Culturas indigenas-pre-colombianasCulturas indigenas-pre-colombianas
Culturas indigenas-pre-colombianas
 
AMERICA-ESPANHOLA.ppt
AMERICA-ESPANHOLA.pptAMERICA-ESPANHOLA.ppt
AMERICA-ESPANHOLA.ppt
 
HISTORIA DA AMERICA - AMERICA PRÉ COLOMBIANA
HISTORIA DA AMERICA - AMERICA PRÉ COLOMBIANAHISTORIA DA AMERICA - AMERICA PRÉ COLOMBIANA
HISTORIA DA AMERICA - AMERICA PRÉ COLOMBIANA
 
Império espanhol nas américas
Império espanhol nas américasImpério espanhol nas américas
Império espanhol nas américas
 
CULTURAS INDIGENAS PRE COLOMBIANAS.ppt
CULTURAS INDIGENAS PRE COLOMBIANAS.pptCULTURAS INDIGENAS PRE COLOMBIANAS.ppt
CULTURAS INDIGENAS PRE COLOMBIANAS.ppt
 
AMERICA-ESPANHOLA.pptx
AMERICA-ESPANHOLA.pptxAMERICA-ESPANHOLA.pptx
AMERICA-ESPANHOLA.pptx
 
Trabalho de história
Trabalho de históriaTrabalho de história
Trabalho de história
 
2 conquista america espanhola
2 conquista america espanhola2 conquista america espanhola
2 conquista america espanhola
 
Colonização da América Espanhola
Colonização da América EspanholaColonização da América Espanhola
Colonização da América Espanhola
 
Resenha america latina colonial-sec xvi e xvii
Resenha america latina colonial-sec xvi e xviiResenha america latina colonial-sec xvi e xvii
Resenha america latina colonial-sec xvi e xvii
 
Cpm his 2 ano - colonização da américa espanhola
Cpm   his 2 ano - colonização da américa espanholaCpm   his 2 ano - colonização da américa espanhola
Cpm his 2 ano - colonização da américa espanhola
 
Cpm his2ano-colonizaodaamricaespanhola-160414035722
Cpm his2ano-colonizaodaamricaespanhola-160414035722Cpm his2ano-colonizaodaamricaespanhola-160414035722
Cpm his2ano-colonizaodaamricaespanhola-160414035722
 
A Colonização da América
A Colonização da AméricaA Colonização da América
A Colonização da América
 
Colonização Espanhola.ppt
Colonização Espanhola.pptColonização Espanhola.ppt
Colonização Espanhola.ppt
 
América
AméricaAmérica
América
 
Conquista e Colonização das Américas (1º ano)
Conquista e Colonização das Américas (1º ano)Conquista e Colonização das Américas (1º ano)
Conquista e Colonização das Américas (1º ano)
 

Mais de Marcelo Ferreira Boia

Hebreus fenicios e persas
Hebreus fenicios e persasHebreus fenicios e persas
Hebreus fenicios e persas
Marcelo Ferreira Boia
 
Africa antes-dos-europeus
Africa antes-dos-europeusAfrica antes-dos-europeus
Africa antes-dos-europeus
Marcelo Ferreira Boia
 
Revolução industrial
Revolução industrialRevolução industrial
Revolução industrial
Marcelo Ferreira Boia
 
Revolução francesa
Revolução francesaRevolução francesa
Revolução francesa
Marcelo Ferreira Boia
 
Era Vargas 1
Era Vargas 1Era Vargas 1
Era Vargas 1
Marcelo Ferreira Boia
 
Era Vargas
Era Vargas Era Vargas
O nazi fascismo
O nazi fascismo O nazi fascismo
O nazi fascismo
Marcelo Ferreira Boia
 
O nazi fascismo
O nazi fascismo O nazi fascismo
O nazi fascismo
Marcelo Ferreira Boia
 
Crise de 1929 oficial
Crise de 1929 oficial Crise de 1929 oficial
Crise de 1929 oficial
Marcelo Ferreira Boia
 
O que é conhecimento
O que é conhecimentoO que é conhecimento
O que é conhecimento
Marcelo Ferreira Boia
 
Brasil colonia 2
Brasil colonia 2 Brasil colonia 2
Brasil colonia 2
Marcelo Ferreira Boia
 
Processo de colonização do brasil
Processo de colonização do brasilProcesso de colonização do brasil
Processo de colonização do brasil
Marcelo Ferreira Boia
 
Brasil colnia 2
Brasil colnia 2 Brasil colnia 2
Brasil colnia 2
Marcelo Ferreira Boia
 
America espanhola (1)
America espanhola (1)America espanhola (1)
America espanhola (1)
Marcelo Ferreira Boia
 
Reformas religiosas
Reformas religiosas Reformas religiosas
Reformas religiosas
Marcelo Ferreira Boia
 
Renascimento cultural
Renascimento culturalRenascimento cultural
Renascimento cultural
Marcelo Ferreira Boia
 
A formacao das monarquias nacionais
A formacao das monarquias nacionais A formacao das monarquias nacionais
A formacao das monarquias nacionais
Marcelo Ferreira Boia
 
Primeira guerra-mundial
Primeira guerra-mundialPrimeira guerra-mundial
Primeira guerra-mundial
Marcelo Ferreira Boia
 
Mesopotamia
MesopotamiaMesopotamia
Mesopotamia
MesopotamiaMesopotamia

Mais de Marcelo Ferreira Boia (20)

Hebreus fenicios e persas
Hebreus fenicios e persasHebreus fenicios e persas
Hebreus fenicios e persas
 
Africa antes-dos-europeus
Africa antes-dos-europeusAfrica antes-dos-europeus
Africa antes-dos-europeus
 
Revolução industrial
Revolução industrialRevolução industrial
Revolução industrial
 
Revolução francesa
Revolução francesaRevolução francesa
Revolução francesa
 
Era Vargas 1
Era Vargas 1Era Vargas 1
Era Vargas 1
 
Era Vargas
Era Vargas Era Vargas
Era Vargas
 
O nazi fascismo
O nazi fascismo O nazi fascismo
O nazi fascismo
 
O nazi fascismo
O nazi fascismo O nazi fascismo
O nazi fascismo
 
Crise de 1929 oficial
Crise de 1929 oficial Crise de 1929 oficial
Crise de 1929 oficial
 
O que é conhecimento
O que é conhecimentoO que é conhecimento
O que é conhecimento
 
Brasil colonia 2
Brasil colonia 2 Brasil colonia 2
Brasil colonia 2
 
Processo de colonização do brasil
Processo de colonização do brasilProcesso de colonização do brasil
Processo de colonização do brasil
 
Brasil colnia 2
Brasil colnia 2 Brasil colnia 2
Brasil colnia 2
 
America espanhola (1)
America espanhola (1)America espanhola (1)
America espanhola (1)
 
Reformas religiosas
Reformas religiosas Reformas religiosas
Reformas religiosas
 
Renascimento cultural
Renascimento culturalRenascimento cultural
Renascimento cultural
 
A formacao das monarquias nacionais
A formacao das monarquias nacionais A formacao das monarquias nacionais
A formacao das monarquias nacionais
 
Primeira guerra-mundial
Primeira guerra-mundialPrimeira guerra-mundial
Primeira guerra-mundial
 
Mesopotamia
MesopotamiaMesopotamia
Mesopotamia
 
Mesopotamia
MesopotamiaMesopotamia
Mesopotamia
 

Último

Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdfPortfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Falcão Brasil
 
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Bibliotecas Escolares AEIDH
 
Plano Estratégico Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de ...
Plano Estratégico Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de ...Plano Estratégico Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de ...
Plano Estratégico Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de ...
Falcão Brasil
 
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdfIntrodução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
valdeci17
 
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdfGeotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Falcão Brasil
 
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdfAviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Falcão Brasil
 
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Falcão Brasil
 
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdfA Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
Falcão Brasil
 
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
Falcão Brasil
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Centro Jacques Delors
 
A GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIAL
A GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIALA GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIAL
A GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIAL
ArapiracaNoticiasFat
 
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsxOceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Luzia Gabriele
 
Que Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsx
Que Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsxQue Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsx
Que Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsx
Luzia Gabriele
 
O Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdf
O Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdfO Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdf
O Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdf
Falcão Brasil
 
Plano Diretor da Tecnologia da Informação PDTIC 2020 a 2023.pdf
Plano Diretor da Tecnologia da Informação PDTIC 2020 a 2023.pdfPlano Diretor da Tecnologia da Informação PDTIC 2020 a 2023.pdf
Plano Diretor da Tecnologia da Informação PDTIC 2020 a 2023.pdf
Falcão Brasil
 
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdfOs Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Falcão Brasil
 
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdfEscola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Falcão Brasil
 

Último (20)

Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdfPortfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
 
RECORDANDO BONS MOMENTOS! _
RECORDANDO BONS MOMENTOS!               _RECORDANDO BONS MOMENTOS!               _
RECORDANDO BONS MOMENTOS! _
 
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
 
Plano Estratégico Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de ...
Plano Estratégico Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de ...Plano Estratégico Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de ...
Plano Estratégico Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de ...
 
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdfIntrodução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
 
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdfGeotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
 
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdfAviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
 
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
 
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdfA Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
 
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
 
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA .
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA                .TALENTOS DA NOSSA ESCOLA                .
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA .
 
A GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIAL
A GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIALA GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIAL
A GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIAL
 
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsxOceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
 
Que Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsx
Que Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsxQue Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsx
Que Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsx
 
O Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdf
O Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdfO Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdf
O Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdf
 
Plano Diretor da Tecnologia da Informação PDTIC 2020 a 2023.pdf
Plano Diretor da Tecnologia da Informação PDTIC 2020 a 2023.pdfPlano Diretor da Tecnologia da Informação PDTIC 2020 a 2023.pdf
Plano Diretor da Tecnologia da Informação PDTIC 2020 a 2023.pdf
 
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO .
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO                .FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO                .
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO .
 
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdfOs Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
 
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdfEscola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
 

America espanhola

  • 1. HISTÓRIA DA AMÉRICA AMÉRICA PRÉ – COLOMBIANA EXPANSÃO MARÍTIMA COLONIZAÇÃO ESPANHOLA
  • 2. 1ª - HIPÓTESE: grupo humano começaram a chegar pelo estreito de Bering. 2ª - HIPÓTESE: através da navegação pelo oceano pacífico, grupos provenientes da Polinésia se estabeleceram na América do Sul.
  • 3. O desenvolvimento dos americanos pré históricos ocorreu de forma bastante diferenciada, variando de acordo com as diferentes regiões.
  • 5. CHICHEN ITZÁ •Os maias elaboraram o calendário. •Sistema numérico que incluía zero. •Sistema de escrita bastante complexo. •Guerras e invasões causaram a destruição e o abandono de cidades- estados desta civilização.
  • 6. AS CIDADES ERAM GOVERNADAS POR UM ESTADO TEOCRÁTICO. A ZONA URBANA ERA HABITADA PELOS NOBRES. TODAVIA, NÃO CHEGARAM A FORMAR UM IMPÉRIO MAS SIM, O QUE SE CONVENCIONOU CHAMAR DE “CIDADES ESTADO”.
  • 8. USARAM UMA ESCRITA BASEADA EM SÍMBOLOS E DESENHOS (HIERÓGLIFOS).
  • 9. DESENVOLVERAM A MATEMÁTICA, DESTAQUE PARA A INVENÇÃO DAS CASAS DECIMAIS E O VALOR ZERO.
  • 10. NÃO CHEGARAM A FORMAR UM IMPÉRIO UNIFICADO, O QUE FAVORECEU A INVASÃO E DOMÍNIO DE OUTROS POVOS.
  • 11. ASTECAS  Construíram canais, drenaram o lodo – chinampas.  Sua capital era Tenochtitlán.  Através de expansões militares os astecas dominaram povos vizinhos e escravizaram.
  • 12. VISÃO DE UM ESPANHOL SOBRE A CIVILIZAÇÃO ASTECA “Quando lá chegamos, ficamos atônitos com a multidão de pessoas e a ordem que prevalecia, assim como a vasta quantidade de mercadorias (...) Os artigos consistiam em ouro, prata, jóias, plumas, mantas, chocolate, peles curtidas ou não, sandálias e outras manufaturas de raízes e fibras de juta, grande número de escravos homens e mulheres, muitos dos quais estavam atados pelo pescoço, com gargalheiras, a longos paus.”
  • 13. FORMAVAM UMA SOCIEDADE HIERARQUIZADA COMANDADA POR UM IMPERADOR. CAMPONESES, ARTESÃOS E TRABALHADORES URBANOS COMPUNHAM GRANDE PARTE DA POPULAÇÃO A QUAL ERA OBRIGADA A EXERCER UM TRABALHO COMPULSÓRIO PARA O IMPERADOR, QUANDO ESTE OS CONVOCAVA PARA TRABALHOS EM OBRAS PÚBLICAS.
  • 15. PRATICAVAM RITUAIS DE SACRIFÍCIO HUMANO. ACREDITAVAM, QUE COM OS SACRIFÍCIOS, PODERIAM DEIXAR OS DEUSES MAIS CALMOS E FELIZES.
  • 16. Possuíam um rico artesanato: tecidos, objetos de ouro, prata e artigos com pinturas.
  • 17. O IMPÉRIO COMEÇOU A SER DESTRUÍDO EM 1519 COM AS INVASÕES ESPANHOLAS. QUE DOMINARAM OS ASTECAS E TOMARAM GRANDE PARTE DOS OBJETOS DE OURO DESTA CIVILIZAÇÃO.
  • 18. INCASO TAHUANTISSUYU Não possuíam escrita e estabeleceram um Estado teocrático absolutista, tendo à frente o rei soberano (Inca).
  • 20. Camadas médias, artesãos, demais militares, camponeses e escravos. No topo da pirâmide social estava o Inca (filho do Sol) Alta aristocracia: sacerdotes, burocratas, e os curacas (cobradores de impostos, chefes locais, juízes e comandantes militares)
  • 21. CURIOSIDADES  Criaram um eficiente sistema de correio e de transportes com estalagem ao longo da estradas permitindo contato com a capital Cuzco.  Diferentemente dos Astecas, os Incas não formaram seu grande império com base exclusivamente nas guerras.
  • 23. FATORES QUE IMPULSIONARAM AS GRANDES NAVEGAÇÕES Falta de metais; Falta de mercados fornecedores de matérias-primas e consumidores de produtos manufaturados; Tomada de Constantinopla; Monopólio comercial das cidades italianas; Espírito Cruzadista; Nova mentalidade – renascimento cultural;
  • 26. SEGUNDO A LENDA ANDINA, FOI NAS ÁGUAS DO TITICACA QUE NASCEU A CIVILIZAÇÃO INCA.
  • 27. A AGRICULTURA ERA A BASE DA ECONOMIA INCA; A ELA SE DEDICAVAM OS HABITANTES PLEBEUS DAS ALDEIAS. ESSA ATIVIDADE BASEAVA-SE NO CULTIVO DO O MILHO E DA BATATA.
  • 28. DESENVOLVIMENTO DOS QUIPPOS (CONJUNTO DE NÓS E BARBANTES COLORIDOS), FUNDAMENTAIS PARA A ORGANIZAÇÃO DE UM COMPLEXO SISTEMA DE CONTABILIDADE..
  • 29. RELIGIÃO: MISTURA DE CULTO À NATUREZA E CRENÇAS MÁGICAS. OS MAIORES TEMPLOS ERAM DEDICADOS AO SOL (INTI). REALIZAVAM SACRIFÍCIOS TANTO DE ANIMAIS COMO DE HUMANOS
  • 30. A MENTALIDADE EUROPÉIA SUPERANDO SEUS MEDOS A Europa inventou a América e se reinventou com ela
  • 31. Pioneirismo Português Poder centralizado Localização geográfica Técnicas de navegação
  • 32. EXPANSÃO MARÍTIMA ESPANHOLA  Patrocinado pelos reis espanhóis, o italiano Cristóvão Colombo dirigiu a expedição.  Queria chegar as Índias dando a volta ao mundo.  Resultado: Chegou a América em 1492.
  • 33. HERNÁN CORTÉS E FRANCISCO PIZARRO •Respectivamente conquistaram o México e o Peru, levando riquíssimo Butins à Espanha, provocando a corrida de outros adelantados. •A extrema violência e crueldade praticada pelos espanhóis foi o julgamento que eles fizeram das populações de ameríndios.
  • 34. CONSEQUÊNCIA DA EXPANSÃO MARÍTIMA  Tratado de Tordesilhas 1494;  Transferência do eixo econômico do Mediterrâneo para o Atlântico;  Decadência das cidades italianas;  Portugal e Espanha tornaram-se grandes potências da Europa;  Dizimação das nações ameríndias;
  • 35. •ORGANIZAÇÃO DO SISTEMA DE CAPITULAÇÕES. PRIMEIRO MOMENTO DA COLONIZAÇÃO ESPANHOLAPRIMEIRO MOMENTO DA COLONIZAÇÃO ESPANHOLA Contratos em que a Coroa concedia permissão para explorar, conquistar e povoar terras, fixando direitos e deveres recíprocos CARACTERÍSTICAS: •PEQUENA PARTICIPAÇÃO DA COROA •CONQUISTA COMANDADA PELA INICIATIVA PARTICULAR
  • 36. OBS: À medida que se revelavam as riquezas do novo mundo, a coroa foi centralizando o processo de colonização, anulando as concessões feitas aos particulares. ADELANTADOS
  • 37. COLONIZAÇÃO ESPANHOLA  A base da exploração colonial espanhola firmou-se na mineração: Minas do México Potosí (Peru).  Mita trabalho forçado sub-remunerado nas regiões de minas.  Encomienda trabalho compulsório de tribos inteiras entregue a um proprietário.
  • 39. A AMÉRICA ESPANHOLAA AMÉRICA ESPANHOLA Chapetones Criollos Mestiços Negros e Ameríndios CHAPETONES: Metropolitanos Ocupantes dos cargos públicos mais importantes Grandes proprietários. CRIOLLOS: Descendentes de espanhóis, nascidos nas colônias Excluídos dos cargos importantes Grandes e médios proprietários. NEGROS E AMERÍNDIOS: Submetidos às formas Compulsórias de trabalho: Mita e Encomienda - Ameríndios Escravidão - Negros MESTIÇOS: Filhos de espanhóis com negros ou ameríndios: Pequenos proprietários, trabalhadores livres.
  • 40. FORMAS DE COLONIZAÇÃO  França, Inglaterra e Holanda se lançaram tardiamente aos mares e por isso não aceitaram o Tratado de Tordesilhas.  Esses países ficaram, portanto, com áreas que Portugal e Espanha não quiseram ou não puderam ocupar.
  • 41. CASA DE CONTRATAÇÃO: primeiro órgão estatal / criada em 1503, era responsável pelo controle de todo o comércio realizado com as colônias da América e foi responsável pelo estabelecimento do Sistema de PORTO ÚNICO. OBS: A princípio o porto de Havana, anos depois os portos de Vera Cruz, Porto Belo e Cartagena. SISTEMA DE FROTAS ANUAIS (duas); proibição de barcos navegarem isoladamente. ÓRGÃOS ADMINISTRATIVOS DA AMÉRICA ESPANHOLAÓRGÃOS ADMINISTRATIVOS DA AMÉRICA ESPANHOLA
  • 42. 2. Nova Granada: América Central, exceto México, economia baseada na agricultura; 3. Vice-reino do Peru e Bolívia: mineração de ouro e prata. A estrutura já estava montada. 4. Vice-reino do Prata (Paraguai, Uruguai, Argentina bacia do prata): economia baseada na pecuária. Criaram ainda 4 capitanias: Venezuela, Chile, Cuba, Guatemala.
  • 43. Os Vice-Reis eram nomeados pelo Conselho das Índias e possuíam amplos poderes, apesar de estarem sujeitos à fiscalização das Audiências
  • 44. CABILDOS ou AYUNTAMIENTOS: equivalentes às câmaras municipais, eram formadas por elementos da elite colonial, subordinados as leis da Espanha, mas com autonomia para promover a administração local e municipal.
  • 45. MITA: Fazia sorteio nas tribos para obter trabalhadores/ regime de trabalho sub-humano. Resultado: genocídio hecatombe demográfica, morte em grande quantidade de pessoas de uma mesma categoria; FORMAS DE TRABALHOFORMAS DE TRABALHO
  • 46. ENCOMIENDA: Europeus pegavam índios nas tribos para supostamente “cristianiza-los”, mas fazia-os trabalhar nas minas. Dava bebida alcoólica para os trabalhadores e os viciava, quando os índios enfraqueciam trocavam-nos, os dispensados se abrigavam ao redor das cidades; Provocou Etnocídio ( “morte” da cultura, europeização).
  • 47. AMÉRICA NO SÉCULO XIX 1º país americano a tornar-se independente foi EUA. 1ª independência da América Latina  Haiti Nas colônias Americanas a emancipação política começou pela elite colonial  criolla. Movimentos Pan-americanismo:  Bolivarismo  Símon Bolivar.  Monroísmo  James Monroe “América para os americanos”. República caudilhista, federalista e unitarista.