SlideShare uma empresa Scribd logo
Renascimento Cultural
Obra: A criação do
homem
Pintor:Michelangelo
Local: Capela
Sistina, Vaticano
O que foi o Renascimento Cultural?
 Marco da transição da cultura medieval para a
cultura moderna
 Movimento intelectual – artístico, filosófico,
científico e literário
 Desenvolveu-se a partir do final do século
XIV, na Península Itálica, mas teve seu auge
durante o século XVI
Causas...
 Invenção dos tipos móveis de impressão por Johannes
Gutenberg (1446).
 A Tomada de Constantinopla (1453) levou à fuga de
um grande número de sábios bizantinos para a
Península Itálica, trazendo consigo inúmeros textos
antigos, muitas vezes desconhecidos, ampliando o
conhecimento sobre a Antiguidade Clássica
 A Expansão Marítima proporcionou avanços técnicos
e científicos e alargou os horizontes geográficos e
culturais
 Mecenato- Patrocínio de artistas e intelectuais pelos
papas, príncipes e burgueses ricos
Por que a Península Itálica se tornou
o berço do Renascimento?
 A Península havia sido o centro do antigo
Império Romano e era depositária de uma
gama de textos Clássicos (greco-romanos)
 A vida urbana na região, devido a
intensificação do comércio, era ativa e
precoce, estimulando mudanças na
mentalidade das pessoas, favorecendo a crítica
aos valores medievais
 A região possuía relações comerciais com o
Oriente
Humanismo
 Corrente de idéias desenvolvidas por intelectuais que
propunham o aprofundamento do aprendizado das
línguas clássicas ( o grego e o latim) e do
conhecimento sobre textos greco-romanos
 Valorização do homem, considerado senhor de
amplos conhecimentos, um sábio capaz de se colocar
de maneira ativa dentro de um universo em
transformação
 Valorização da razão
 O mais influente humanista da Inglaterra foi Thomas
More, autor da Utopia, inspirado na República de
Platão.
 No campo político o aprofundamento nas
idéias contidas em textos greco-romanos pode
associar-se ao surgimento da república no
século XV. A ideologia baseava se na crença
que cada indivíduo, cada cidadão tinha
capacidade de participar nas ações políticas,
dando ênfase á autonomia humana.
 Classicismo- A Antiguidade Clássico é vista
como sendo o ápice de desenvolvimento do
homem, sendo tomado como referência para o
desenvolvimento da sociedade
Características do Renascimento
 Humanismo
 Utilização de recursos
matemáticos:
proporcionalidade,
representação do espaço em
três dimensões, geometria
 Antropocentrismo – o
homem como sendo o
centro do conhecimento
Obra: O homem Vetruviano
Autor: Leonardo da Vinci
 Classicismo
Obra: O nascimento da Vênus (1485)
Autor: Sandro Botticelli
 Maior observação da natureza e retratação mais natural do
homem
 Realismo
 Individualismo
 Hedonismo- valorização dos prazeres humanos
Obra: O Cisne
Autor: Leonardo da Vinci
Obra: Alegoria do triunfo de
Vênus ( 1540- 1545)
Autor: Ângelo Bronzio
 Racionalismo
 Adoção da tinta a óleo
Obra: Juízo Final
Autor: Michelangelo
Local: Capela Sistina
Principais artistas
 Leonardo da Vinci
 Michelangelo
 Sandro Botticelli
 Rafael Sanzio
 Ticiano Vecellio
 Paolo Veronese
Obra: A transfiguração de Cristo
Autor: Rafael Sanzio
Questão UFMG 2008
Questão 1
A partir da análise dessa
imagem e considerando
outros conhecimentos
sobre o assunto,
1. Identifique o movimento
artístico a que pertence a
obra.
2. Identifique e explique
duas características desse
movimento artístico.
Obra: Davi
Autor: Michelangelo
Literatura
Características:
 Surgimento da prosa e soneto de conteúdo
crítico
 Crítica a cultura medieval
 Temas que abordavam a sociedade
renascentista
Principais autores
 Dante Alighieri – A Divina Comédia
 Miguel de Cervantes- Dom Quixote de la Mancha
 Giovanni Boccacio – Decameron
 Luís de Camões- Os Lusíadas
 Erasmo de Roterdã- O elogio à Loucura
 William Shakespeare- Otelo, Hamlet, Romeu e
Julieta, O mercador de Veneza...
Desenvolvimento científico
Características:
 O homem sendo a medida de todas as coisas
 Interesse pela anatomia humana
Leonardo da Vinci
Realizou importantes
Estudos sobre a
anatomia humana
Imagem dir.- Estudo dos
Embriões (1510-1513)
Imagem esq.- Estudo
dos ossos do braço
(1510)
 Empirismo
 Aproximação da arte
com a ciência
Considerada a obra máxima da
anatomia humana, De Humani
Corporis Fabrica , de André
Vesálio, defende a experiência
como forma de conhecimento
do homem
 A circulação sanguínea
pulmonar é descoberta por
Miguel Servet.
 Ele acabou sendo acusado de
heresia e queimado vivo.
Desenvolvimento da Astronomia
Nicolau Copérnico ( 1473- 1543)
 Negou a Teoria Geocêntrica, que defendia que
a Terra era o centro do sistema solar
 Propõe a Teoria Heliocêntrica, que defende a
idéia que o centro do Sistema Solar é o Sol.
Galileu Galilei (1564 – 1642)
 Desenvolveu os primeiros estudos sistemáticos
do movimento uniformemente acelerado e do
movimento do pêndulo
 Galileu melhorou significativamente o
telescópio e com ele descobriu as manchas
solares, as montanhas da Lua, as fases de
Vênus, quatro dos satélites de Júpiter
“Pai da Ciência Moderna”:
Contribuiu decisivamente
para os rumos da ciência
moderna defendendo o
método empírico. Para
ele, a experiência era a
base do conhecimento.
 Defensor da teoria Heliocêntrica, que defendia o sol
como sendo o centro do universo.
 Desenvolveu a Teoria Heliocêntrica teorizando a
órbita circular que os planetas realizam em torno do sol
 Foi acusado de heresia e perseguido pela Igreja
Católica
 Sua condenação foi o confinamento por ter um bom
relacionamento com o Papa Urbano VIII
 Mas para revogar a sentença de
morte teve que negar toda sua
obra
Johannes Kepler (1571- 1630)
 Desenvolveu a teoria das órbitas planetárias
eliptícas

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Romanização Ppt
Romanização PptRomanização Ppt
Romanização Ppt
rukka
 
Módulo 4 - Pintura Gótica
Módulo 4 - Pintura GóticaMódulo 4 - Pintura Gótica
Módulo 4 - Pintura Gótica
Carla Freitas
 
O romantismo
O romantismoO romantismo
O romantismo
Ana Barreiros
 
Arte Realista
Arte RealistaArte Realista
Arte Realista
Mauricio Trindade
 
Ficha formativa "A Cultura da Gare 2"
Ficha formativa "A Cultura da Gare 2"Ficha formativa "A Cultura da Gare 2"
Ficha formativa "A Cultura da Gare 2"
Ana Barreiros
 
Pintura e escultura do romantismo
Pintura e escultura do romantismoPintura e escultura do romantismo
Pintura e escultura do romantismo
Ana Barreiros
 
351 a primeira guerra mundial
351 a primeira guerra mundial351 a primeira guerra mundial
351 a primeira guerra mundial
crpp
 
Cultura do mosteiro tempo e espaço
Cultura do mosteiro    tempo e espaçoCultura do mosteiro    tempo e espaço
Cultura do mosteiro tempo e espaço
Ana Barreiros
 
Arte bizantina
Arte bizantinaArte bizantina
Arte bizantina
Carla Camuso
 
A cultura romana 1
A cultura romana 1A cultura romana 1
A cultura romana 1
Susana Simões
 
Idade Média: Gótico
Idade Média: GóticoIdade Média: Gótico
Idade Média: Gótico
João Lima
 
Módulo 5 – Cultura do Palácio
Módulo 5 – Cultura do PalácioMódulo 5 – Cultura do Palácio
Módulo 5 – Cultura do Palácio
Carlos Vieira
 
arte bizantina, gótica, barroca e art nouveau
arte bizantina,  gótica, barroca e art nouveauarte bizantina,  gótica, barroca e art nouveau
arte bizantina, gótica, barroca e art nouveau
Beatriz Otto Ramos
 
Lourenço Médicis
Lourenço MédicisLourenço Médicis
Lourenço Médicis
Carolina Pardal
 
Cultura do Senado - Augusto e senado
Cultura do Senado - Augusto e senadoCultura do Senado - Augusto e senado
Cultura do Senado - Augusto e senado
Carlos Vieira
 
Ficha formativa roma
Ficha formativa romaFicha formativa roma
Ficha formativa roma
Ana Barreiros
 
Império bizantino filé
Império bizantino filéImpério bizantino filé
Império bizantino filé
mundica broda
 
Ficha grécia
Ficha gréciaFicha grécia
Ficha grécia
Ana Barreiros
 
Arte Românica
Arte RomânicaArte Românica
Arte Românica
Hca Faro
 
Comerciotriangular
ComerciotriangularComerciotriangular
Comerciotriangular
Pelo Siro
 

Mais procurados (20)

Romanização Ppt
Romanização PptRomanização Ppt
Romanização Ppt
 
Módulo 4 - Pintura Gótica
Módulo 4 - Pintura GóticaMódulo 4 - Pintura Gótica
Módulo 4 - Pintura Gótica
 
O romantismo
O romantismoO romantismo
O romantismo
 
Arte Realista
Arte RealistaArte Realista
Arte Realista
 
Ficha formativa "A Cultura da Gare 2"
Ficha formativa "A Cultura da Gare 2"Ficha formativa "A Cultura da Gare 2"
Ficha formativa "A Cultura da Gare 2"
 
Pintura e escultura do romantismo
Pintura e escultura do romantismoPintura e escultura do romantismo
Pintura e escultura do romantismo
 
351 a primeira guerra mundial
351 a primeira guerra mundial351 a primeira guerra mundial
351 a primeira guerra mundial
 
Cultura do mosteiro tempo e espaço
Cultura do mosteiro    tempo e espaçoCultura do mosteiro    tempo e espaço
Cultura do mosteiro tempo e espaço
 
Arte bizantina
Arte bizantinaArte bizantina
Arte bizantina
 
A cultura romana 1
A cultura romana 1A cultura romana 1
A cultura romana 1
 
Idade Média: Gótico
Idade Média: GóticoIdade Média: Gótico
Idade Média: Gótico
 
Módulo 5 – Cultura do Palácio
Módulo 5 – Cultura do PalácioMódulo 5 – Cultura do Palácio
Módulo 5 – Cultura do Palácio
 
arte bizantina, gótica, barroca e art nouveau
arte bizantina,  gótica, barroca e art nouveauarte bizantina,  gótica, barroca e art nouveau
arte bizantina, gótica, barroca e art nouveau
 
Lourenço Médicis
Lourenço MédicisLourenço Médicis
Lourenço Médicis
 
Cultura do Senado - Augusto e senado
Cultura do Senado - Augusto e senadoCultura do Senado - Augusto e senado
Cultura do Senado - Augusto e senado
 
Ficha formativa roma
Ficha formativa romaFicha formativa roma
Ficha formativa roma
 
Império bizantino filé
Império bizantino filéImpério bizantino filé
Império bizantino filé
 
Ficha grécia
Ficha gréciaFicha grécia
Ficha grécia
 
Arte Românica
Arte RomânicaArte Românica
Arte Românica
 
Comerciotriangular
ComerciotriangularComerciotriangular
Comerciotriangular
 

Destaque

Cap 12 As Origens da Ciência Moderna
Cap 12   As Origens da Ciência ModernaCap 12   As Origens da Ciência Moderna
Cap 12 As Origens da Ciência Moderna
José Ferreira Júnior
 
Arte Renascentistas: Mestres renascentistas
Arte Renascentistas: Mestres renascentistasArte Renascentistas: Mestres renascentistas
Arte Renascentistas: Mestres renascentistas
Anna Caroline
 
Renascimento Cultural e Científico
Renascimento Cultural e CientíficoRenascimento Cultural e Científico
Renascimento Cultural e Científico
Claudenilson da Silva
 
Renascimento - História Geral
Renascimento - História GeralRenascimento - História Geral
Renascimento - História Geral
Valéria Shoujofan
 
O Renascimento
O RenascimentoO Renascimento
O Renascimento
João Lima
 
Arquitetura renascentista
Arquitetura renascentistaArquitetura renascentista
Arquitetura renascentista
Ana Barreiros
 
Intertextualidade
IntertextualidadeIntertextualidade
Intertextualidade
maritallarico
 
Ppt joana
Ppt joanaPpt joana
Ppt joana
Isaias Silva
 
Renascimento arquitectura
Renascimento arquitecturaRenascimento arquitectura
Renascimento arquitectura
Sandra Bolinhas
 
Michelangelo - Obras
Michelangelo - ObrasMichelangelo - Obras
Michelangelo - Obras
Kelly Ruas
 
Renascimento
RenascimentoRenascimento
Renascimento
Douglas Barraqui
 
O renascimento
O renascimento O renascimento
O renacemento italiano cinquecento
O renacemento italiano cinquecentoO renacemento italiano cinquecento
O renacemento italiano cinquecento
Xose Luis Lopez
 
O renascimento cultural artístico
O renascimento cultural artístico  O renascimento cultural artístico
O renascimento cultural artístico
Colégio Basic e Colégio Imperatrice
 
2semiotica
2semiotica2semiotica
2semiotica
Tatiana Fernández
 
Os Pintores Do Renascimento
Os  Pintores Do  RenascimentoOs  Pintores Do  Renascimento
Os Pintores Do Renascimento
Sílvia Mendonça
 
Aula de renascimento
Aula de renascimentoAula de renascimento
Aula de renascimento
Márcio Barcellos Pereira
 
Michelangelo
MichelangeloMichelangelo
Michelângelo Slide
Michelângelo SlideMichelângelo Slide
Michelângelo Slide
richard_romancini
 
Renascimento Cultural e Científico
Renascimento Cultural e CientíficoRenascimento Cultural e Científico
Renascimento Cultural e Científico
Cassio Assis
 

Destaque (20)

Cap 12 As Origens da Ciência Moderna
Cap 12   As Origens da Ciência ModernaCap 12   As Origens da Ciência Moderna
Cap 12 As Origens da Ciência Moderna
 
Arte Renascentistas: Mestres renascentistas
Arte Renascentistas: Mestres renascentistasArte Renascentistas: Mestres renascentistas
Arte Renascentistas: Mestres renascentistas
 
Renascimento Cultural e Científico
Renascimento Cultural e CientíficoRenascimento Cultural e Científico
Renascimento Cultural e Científico
 
Renascimento - História Geral
Renascimento - História GeralRenascimento - História Geral
Renascimento - História Geral
 
O Renascimento
O RenascimentoO Renascimento
O Renascimento
 
Arquitetura renascentista
Arquitetura renascentistaArquitetura renascentista
Arquitetura renascentista
 
Intertextualidade
IntertextualidadeIntertextualidade
Intertextualidade
 
Ppt joana
Ppt joanaPpt joana
Ppt joana
 
Renascimento arquitectura
Renascimento arquitecturaRenascimento arquitectura
Renascimento arquitectura
 
Michelangelo - Obras
Michelangelo - ObrasMichelangelo - Obras
Michelangelo - Obras
 
Renascimento
RenascimentoRenascimento
Renascimento
 
O renascimento
O renascimento O renascimento
O renascimento
 
O renacemento italiano cinquecento
O renacemento italiano cinquecentoO renacemento italiano cinquecento
O renacemento italiano cinquecento
 
O renascimento cultural artístico
O renascimento cultural artístico  O renascimento cultural artístico
O renascimento cultural artístico
 
2semiotica
2semiotica2semiotica
2semiotica
 
Os Pintores Do Renascimento
Os  Pintores Do  RenascimentoOs  Pintores Do  Renascimento
Os Pintores Do Renascimento
 
Aula de renascimento
Aula de renascimentoAula de renascimento
Aula de renascimento
 
Michelangelo
MichelangeloMichelangelo
Michelangelo
 
Michelângelo Slide
Michelângelo SlideMichelângelo Slide
Michelângelo Slide
 
Renascimento Cultural e Científico
Renascimento Cultural e CientíficoRenascimento Cultural e Científico
Renascimento Cultural e Científico
 

Semelhante a Renascimento cultural

Renascimento
RenascimentoRenascimento
Renascimento
RenascimentoRenascimento
Renascimento
Grazi Oliveira
 
Renascimento cultural
Renascimento culturalRenascimento cultural
Renascimento cultural
Daniel Alves Bronstrup
 
1ºano - Renascimento Cultural
1ºano - Renascimento Cultural1ºano - Renascimento Cultural
1ºano - Renascimento Cultural
Daniel Alves Bronstrup
 
05 renascimento cultural e cientifico
05   renascimento cultural e cientifico05   renascimento cultural e cientifico
05 renascimento cultural e cientifico
Portal do Vestibulando
 
Renascimento pw
Renascimento pwRenascimento pw
Renascimento pw
pollypp
 
O renascimento cultural
O renascimento culturalO renascimento cultural
O renascimento cultural
Jakson Raphael Pereira Barbosa
 
O Renascimento
O RenascimentoO Renascimento
O Renascimento
Bruce Portes
 
Renascimento
RenascimentoRenascimento
Renascimento
MariaHelenaPassos
 
Renascimento Cultural.ppt
Renascimento Cultural.pptRenascimento Cultural.ppt
Renascimento Cultural.ppt
FerNanda490758
 
Renascimento Cultural.ppt
Renascimento Cultural.pptRenascimento Cultural.ppt
Renascimento Cultural.ppt
Simone0224
 
Renascimento Cultural.pptx
Renascimento Cultural.pptxRenascimento Cultural.pptx
Renascimento Cultural.pptx
MariaNascimento162968
 
1anorenascimentocultural 121119130552-phpapp01
1anorenascimentocultural 121119130552-phpapp011anorenascimentocultural 121119130552-phpapp01
1anorenascimentocultural 121119130552-phpapp01
Rodrigo Magalhães
 
Renascimento
RenascimentoRenascimento
Renascimento
ciadacatarse
 
Cultura renascentista.ppt
Cultura renascentista.pptCultura renascentista.ppt
Cultura renascentista.ppt
MauricioFraga5
 
História da Arte
História da ArteHistória da Arte
História da Arte
Marco Silva
 
classicismo.pdf
classicismo.pdfclassicismo.pdf
classicismo.pdf
PolivalenteAbreueLim
 
Renascimento Artístico Cultural - 7º ano
Renascimento Artístico Cultural - 7º anoRenascimento Artístico Cultural - 7º ano
Renascimento Artístico Cultural - 7º ano
7 de Setembro
 
Renascimento
Renascimento Renascimento
Renascimento
Alan
 
Renascimento
RenascimentoRenascimento
Renascimento
guest2306886
 

Semelhante a Renascimento cultural (20)

Renascimento
RenascimentoRenascimento
Renascimento
 
Renascimento
RenascimentoRenascimento
Renascimento
 
Renascimento cultural
Renascimento culturalRenascimento cultural
Renascimento cultural
 
1ºano - Renascimento Cultural
1ºano - Renascimento Cultural1ºano - Renascimento Cultural
1ºano - Renascimento Cultural
 
05 renascimento cultural e cientifico
05   renascimento cultural e cientifico05   renascimento cultural e cientifico
05 renascimento cultural e cientifico
 
Renascimento pw
Renascimento pwRenascimento pw
Renascimento pw
 
O renascimento cultural
O renascimento culturalO renascimento cultural
O renascimento cultural
 
O Renascimento
O RenascimentoO Renascimento
O Renascimento
 
Renascimento
RenascimentoRenascimento
Renascimento
 
Renascimento Cultural.ppt
Renascimento Cultural.pptRenascimento Cultural.ppt
Renascimento Cultural.ppt
 
Renascimento Cultural.ppt
Renascimento Cultural.pptRenascimento Cultural.ppt
Renascimento Cultural.ppt
 
Renascimento Cultural.pptx
Renascimento Cultural.pptxRenascimento Cultural.pptx
Renascimento Cultural.pptx
 
1anorenascimentocultural 121119130552-phpapp01
1anorenascimentocultural 121119130552-phpapp011anorenascimentocultural 121119130552-phpapp01
1anorenascimentocultural 121119130552-phpapp01
 
Renascimento
RenascimentoRenascimento
Renascimento
 
Cultura renascentista.ppt
Cultura renascentista.pptCultura renascentista.ppt
Cultura renascentista.ppt
 
História da Arte
História da ArteHistória da Arte
História da Arte
 
classicismo.pdf
classicismo.pdfclassicismo.pdf
classicismo.pdf
 
Renascimento Artístico Cultural - 7º ano
Renascimento Artístico Cultural - 7º anoRenascimento Artístico Cultural - 7º ano
Renascimento Artístico Cultural - 7º ano
 
Renascimento
Renascimento Renascimento
Renascimento
 
Renascimento
RenascimentoRenascimento
Renascimento
 

Mais de Marcelo Ferreira Boia

Hebreus fenicios e persas
Hebreus fenicios e persasHebreus fenicios e persas
Hebreus fenicios e persas
Marcelo Ferreira Boia
 
Africa antes-dos-europeus
Africa antes-dos-europeusAfrica antes-dos-europeus
Africa antes-dos-europeus
Marcelo Ferreira Boia
 
Revolução industrial
Revolução industrialRevolução industrial
Revolução industrial
Marcelo Ferreira Boia
 
Revolução francesa
Revolução francesaRevolução francesa
Revolução francesa
Marcelo Ferreira Boia
 
Era Vargas 1
Era Vargas 1Era Vargas 1
Era Vargas 1
Marcelo Ferreira Boia
 
Era Vargas
Era Vargas Era Vargas
O nazi fascismo
O nazi fascismo O nazi fascismo
O nazi fascismo
Marcelo Ferreira Boia
 
O nazi fascismo
O nazi fascismo O nazi fascismo
O nazi fascismo
Marcelo Ferreira Boia
 
Crise de 1929 oficial
Crise de 1929 oficial Crise de 1929 oficial
Crise de 1929 oficial
Marcelo Ferreira Boia
 
O que é conhecimento
O que é conhecimentoO que é conhecimento
O que é conhecimento
Marcelo Ferreira Boia
 
Brasil colonia 2
Brasil colonia 2 Brasil colonia 2
Brasil colonia 2
Marcelo Ferreira Boia
 
Processo de colonização do brasil
Processo de colonização do brasilProcesso de colonização do brasil
Processo de colonização do brasil
Marcelo Ferreira Boia
 
Brasil colnia 2
Brasil colnia 2 Brasil colnia 2
Brasil colnia 2
Marcelo Ferreira Boia
 
America espanhola
America espanhola America espanhola
America espanhola
Marcelo Ferreira Boia
 
America espanhola (1)
America espanhola (1)America espanhola (1)
America espanhola (1)
Marcelo Ferreira Boia
 
Reformas religiosas
Reformas religiosas Reformas religiosas
Reformas religiosas
Marcelo Ferreira Boia
 
A formacao das monarquias nacionais
A formacao das monarquias nacionais A formacao das monarquias nacionais
A formacao das monarquias nacionais
Marcelo Ferreira Boia
 
Primeira guerra-mundial
Primeira guerra-mundialPrimeira guerra-mundial
Primeira guerra-mundial
Marcelo Ferreira Boia
 
Mesopotamia
MesopotamiaMesopotamia
Mesopotamia
MesopotamiaMesopotamia

Mais de Marcelo Ferreira Boia (20)

Hebreus fenicios e persas
Hebreus fenicios e persasHebreus fenicios e persas
Hebreus fenicios e persas
 
Africa antes-dos-europeus
Africa antes-dos-europeusAfrica antes-dos-europeus
Africa antes-dos-europeus
 
Revolução industrial
Revolução industrialRevolução industrial
Revolução industrial
 
Revolução francesa
Revolução francesaRevolução francesa
Revolução francesa
 
Era Vargas 1
Era Vargas 1Era Vargas 1
Era Vargas 1
 
Era Vargas
Era Vargas Era Vargas
Era Vargas
 
O nazi fascismo
O nazi fascismo O nazi fascismo
O nazi fascismo
 
O nazi fascismo
O nazi fascismo O nazi fascismo
O nazi fascismo
 
Crise de 1929 oficial
Crise de 1929 oficial Crise de 1929 oficial
Crise de 1929 oficial
 
O que é conhecimento
O que é conhecimentoO que é conhecimento
O que é conhecimento
 
Brasil colonia 2
Brasil colonia 2 Brasil colonia 2
Brasil colonia 2
 
Processo de colonização do brasil
Processo de colonização do brasilProcesso de colonização do brasil
Processo de colonização do brasil
 
Brasil colnia 2
Brasil colnia 2 Brasil colnia 2
Brasil colnia 2
 
America espanhola
America espanhola America espanhola
America espanhola
 
America espanhola (1)
America espanhola (1)America espanhola (1)
America espanhola (1)
 
Reformas religiosas
Reformas religiosas Reformas religiosas
Reformas religiosas
 
A formacao das monarquias nacionais
A formacao das monarquias nacionais A formacao das monarquias nacionais
A formacao das monarquias nacionais
 
Primeira guerra-mundial
Primeira guerra-mundialPrimeira guerra-mundial
Primeira guerra-mundial
 
Mesopotamia
MesopotamiaMesopotamia
Mesopotamia
 
Mesopotamia
MesopotamiaMesopotamia
Mesopotamia
 

Último

Caça-palavras - ortografia S, SS, X, C e Z
Caça-palavras - ortografia  S, SS, X, C e ZCaça-palavras - ortografia  S, SS, X, C e Z
Caça-palavras - ortografia S, SS, X, C e Z
Mary Alvarenga
 
0002_matematica_6ano livro de matemática
0002_matematica_6ano livro de matemática0002_matematica_6ano livro de matemática
0002_matematica_6ano livro de matemática
Giovana Gomes da Silva
 
Caderno de Formação_PORTUGUÊS ESTRAN.pdf
Caderno de Formação_PORTUGUÊS ESTRAN.pdfCaderno de Formação_PORTUGUÊS ESTRAN.pdf
Caderno de Formação_PORTUGUÊS ESTRAN.pdf
carlaslr1
 
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de CarvalhoO sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
analuisasesso
 
the_story_garden_5_SB_with_activities.pdf
the_story_garden_5_SB_with_activities.pdfthe_story_garden_5_SB_with_activities.pdf
the_story_garden_5_SB_with_activities.pdf
CarinaSoto12
 
Pintura Romana .pptx
Pintura Romana                     .pptxPintura Romana                     .pptx
Pintura Romana .pptx
TomasSousa7
 
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
ValdineyRodriguesBez1
 
iNTRODUÇÃO À Plantas terrestres e Plantas aquáticas. (1).pdf
iNTRODUÇÃO À Plantas terrestres e Plantas aquáticas. (1).pdfiNTRODUÇÃO À Plantas terrestres e Plantas aquáticas. (1).pdf
iNTRODUÇÃO À Plantas terrestres e Plantas aquáticas. (1).pdf
andressacastro36
 
educação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmente
educação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmenteeducação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmente
educação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmente
DeuzinhaAzevedo
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
TomasSousa7
 
“A classe operária vai ao paraíso os modos de produzir e trabalhar ao longo ...
“A classe operária vai ao paraíso  os modos de produzir e trabalhar ao longo ...“A classe operária vai ao paraíso  os modos de produzir e trabalhar ao longo ...
“A classe operária vai ao paraíso os modos de produzir e trabalhar ao longo ...
AdrianoMontagna1
 
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdfO que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
Pastor Robson Colaço
 
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptxSlides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
Centro Jacques Delors
 
Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptxSlides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
LucianaCristina58
 
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
livro ciclo da agua educação infantil.pdf
livro ciclo da agua educação infantil.pdflivro ciclo da agua educação infantil.pdf
livro ciclo da agua educação infantil.pdf
cmeioctaciliabetesch
 
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo FreireLivro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
WelberMerlinCardoso
 
Caça-palavras ortografia M antes de P e B.
Caça-palavras    ortografia M antes de P e B.Caça-palavras    ortografia M antes de P e B.
Caça-palavras ortografia M antes de P e B.
Mary Alvarenga
 

Último (20)

Caça-palavras - ortografia S, SS, X, C e Z
Caça-palavras - ortografia  S, SS, X, C e ZCaça-palavras - ortografia  S, SS, X, C e Z
Caça-palavras - ortografia S, SS, X, C e Z
 
0002_matematica_6ano livro de matemática
0002_matematica_6ano livro de matemática0002_matematica_6ano livro de matemática
0002_matematica_6ano livro de matemática
 
Caderno de Formação_PORTUGUÊS ESTRAN.pdf
Caderno de Formação_PORTUGUÊS ESTRAN.pdfCaderno de Formação_PORTUGUÊS ESTRAN.pdf
Caderno de Formação_PORTUGUÊS ESTRAN.pdf
 
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de CarvalhoO sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
 
the_story_garden_5_SB_with_activities.pdf
the_story_garden_5_SB_with_activities.pdfthe_story_garden_5_SB_with_activities.pdf
the_story_garden_5_SB_with_activities.pdf
 
Pintura Romana .pptx
Pintura Romana                     .pptxPintura Romana                     .pptx
Pintura Romana .pptx
 
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
 
iNTRODUÇÃO À Plantas terrestres e Plantas aquáticas. (1).pdf
iNTRODUÇÃO À Plantas terrestres e Plantas aquáticas. (1).pdfiNTRODUÇÃO À Plantas terrestres e Plantas aquáticas. (1).pdf
iNTRODUÇÃO À Plantas terrestres e Plantas aquáticas. (1).pdf
 
educação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmente
educação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmenteeducação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmente
educação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmente
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
 
“A classe operária vai ao paraíso os modos de produzir e trabalhar ao longo ...
“A classe operária vai ao paraíso  os modos de produzir e trabalhar ao longo ...“A classe operária vai ao paraíso  os modos de produzir e trabalhar ao longo ...
“A classe operária vai ao paraíso os modos de produzir e trabalhar ao longo ...
 
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdfO que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
 
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptxSlides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
 
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
 
Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptxSlides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptx
 
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
 
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
 
livro ciclo da agua educação infantil.pdf
livro ciclo da agua educação infantil.pdflivro ciclo da agua educação infantil.pdf
livro ciclo da agua educação infantil.pdf
 
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo FreireLivro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
 
Caça-palavras ortografia M antes de P e B.
Caça-palavras    ortografia M antes de P e B.Caça-palavras    ortografia M antes de P e B.
Caça-palavras ortografia M antes de P e B.
 

Renascimento cultural

  • 1. Renascimento Cultural Obra: A criação do homem Pintor:Michelangelo Local: Capela Sistina, Vaticano
  • 2. O que foi o Renascimento Cultural?  Marco da transição da cultura medieval para a cultura moderna  Movimento intelectual – artístico, filosófico, científico e literário  Desenvolveu-se a partir do final do século XIV, na Península Itálica, mas teve seu auge durante o século XVI
  • 3. Causas...  Invenção dos tipos móveis de impressão por Johannes Gutenberg (1446).  A Tomada de Constantinopla (1453) levou à fuga de um grande número de sábios bizantinos para a Península Itálica, trazendo consigo inúmeros textos antigos, muitas vezes desconhecidos, ampliando o conhecimento sobre a Antiguidade Clássica  A Expansão Marítima proporcionou avanços técnicos e científicos e alargou os horizontes geográficos e culturais  Mecenato- Patrocínio de artistas e intelectuais pelos papas, príncipes e burgueses ricos
  • 4. Por que a Península Itálica se tornou o berço do Renascimento?  A Península havia sido o centro do antigo Império Romano e era depositária de uma gama de textos Clássicos (greco-romanos)  A vida urbana na região, devido a intensificação do comércio, era ativa e precoce, estimulando mudanças na mentalidade das pessoas, favorecendo a crítica aos valores medievais  A região possuía relações comerciais com o Oriente
  • 5. Humanismo  Corrente de idéias desenvolvidas por intelectuais que propunham o aprofundamento do aprendizado das línguas clássicas ( o grego e o latim) e do conhecimento sobre textos greco-romanos  Valorização do homem, considerado senhor de amplos conhecimentos, um sábio capaz de se colocar de maneira ativa dentro de um universo em transformação  Valorização da razão  O mais influente humanista da Inglaterra foi Thomas More, autor da Utopia, inspirado na República de Platão.
  • 6.  No campo político o aprofundamento nas idéias contidas em textos greco-romanos pode associar-se ao surgimento da república no século XV. A ideologia baseava se na crença que cada indivíduo, cada cidadão tinha capacidade de participar nas ações políticas, dando ênfase á autonomia humana.  Classicismo- A Antiguidade Clássico é vista como sendo o ápice de desenvolvimento do homem, sendo tomado como referência para o desenvolvimento da sociedade
  • 7. Características do Renascimento  Humanismo  Utilização de recursos matemáticos: proporcionalidade, representação do espaço em três dimensões, geometria  Antropocentrismo – o homem como sendo o centro do conhecimento Obra: O homem Vetruviano Autor: Leonardo da Vinci
  • 8.  Classicismo Obra: O nascimento da Vênus (1485) Autor: Sandro Botticelli
  • 9.  Maior observação da natureza e retratação mais natural do homem  Realismo  Individualismo  Hedonismo- valorização dos prazeres humanos Obra: O Cisne Autor: Leonardo da Vinci Obra: Alegoria do triunfo de Vênus ( 1540- 1545) Autor: Ângelo Bronzio
  • 10.  Racionalismo  Adoção da tinta a óleo Obra: Juízo Final Autor: Michelangelo Local: Capela Sistina
  • 11.
  • 12. Principais artistas  Leonardo da Vinci  Michelangelo  Sandro Botticelli  Rafael Sanzio  Ticiano Vecellio  Paolo Veronese Obra: A transfiguração de Cristo Autor: Rafael Sanzio
  • 13. Questão UFMG 2008 Questão 1 A partir da análise dessa imagem e considerando outros conhecimentos sobre o assunto, 1. Identifique o movimento artístico a que pertence a obra. 2. Identifique e explique duas características desse movimento artístico. Obra: Davi Autor: Michelangelo
  • 14. Literatura Características:  Surgimento da prosa e soneto de conteúdo crítico  Crítica a cultura medieval  Temas que abordavam a sociedade renascentista
  • 15. Principais autores  Dante Alighieri – A Divina Comédia  Miguel de Cervantes- Dom Quixote de la Mancha  Giovanni Boccacio – Decameron  Luís de Camões- Os Lusíadas  Erasmo de Roterdã- O elogio à Loucura  William Shakespeare- Otelo, Hamlet, Romeu e Julieta, O mercador de Veneza...
  • 16. Desenvolvimento científico Características:  O homem sendo a medida de todas as coisas  Interesse pela anatomia humana Leonardo da Vinci Realizou importantes Estudos sobre a anatomia humana Imagem dir.- Estudo dos Embriões (1510-1513) Imagem esq.- Estudo dos ossos do braço (1510)
  • 17.  Empirismo  Aproximação da arte com a ciência Considerada a obra máxima da anatomia humana, De Humani Corporis Fabrica , de André Vesálio, defende a experiência como forma de conhecimento do homem
  • 18.  A circulação sanguínea pulmonar é descoberta por Miguel Servet.  Ele acabou sendo acusado de heresia e queimado vivo.
  • 19. Desenvolvimento da Astronomia Nicolau Copérnico ( 1473- 1543)  Negou a Teoria Geocêntrica, que defendia que a Terra era o centro do sistema solar  Propõe a Teoria Heliocêntrica, que defende a idéia que o centro do Sistema Solar é o Sol.
  • 20.
  • 21. Galileu Galilei (1564 – 1642)  Desenvolveu os primeiros estudos sistemáticos do movimento uniformemente acelerado e do movimento do pêndulo  Galileu melhorou significativamente o telescópio e com ele descobriu as manchas solares, as montanhas da Lua, as fases de Vênus, quatro dos satélites de Júpiter
  • 22. “Pai da Ciência Moderna”: Contribuiu decisivamente para os rumos da ciência moderna defendendo o método empírico. Para ele, a experiência era a base do conhecimento.
  • 23.  Defensor da teoria Heliocêntrica, que defendia o sol como sendo o centro do universo.  Desenvolveu a Teoria Heliocêntrica teorizando a órbita circular que os planetas realizam em torno do sol  Foi acusado de heresia e perseguido pela Igreja Católica  Sua condenação foi o confinamento por ter um bom relacionamento com o Papa Urbano VIII  Mas para revogar a sentença de morte teve que negar toda sua obra
  • 24. Johannes Kepler (1571- 1630)  Desenvolveu a teoria das órbitas planetárias eliptícas