SlideShare uma empresa Scribd logo
Página 1 de 18
Prof. Máiquel Vieira
Ciência da Natureza e Suas
Tecnologias
- Química -
Exercícios- Aulas 1 a 3
É praticando que se aprende!!
Página 2 de 18
Ciência da Natureza e Suas Tecnologias - Química
Prof. Máiquel Vieira
Aula 1
Matéria, suas propriedades
e usos
Página 3 de 18
1)(FAAP-SP) No texto: "Um escritor recebe um bloco retangular de mármore e
habilmente o transforma na estátua de uma celebridade do cinema", podemos
identificar matéria, corpo e objeto e, a partir dai, definir estes três conceitos:
I- Matéria (mármore): tudo aquilo que tem massa e ocupa lugar no espaço.
II - Corpo (bloco retangular de mármore): porção limitada de matéria que, por sua
forma especial, se presta a um determinado uso.
Il.- Objeto (estátua de mármore): porção limitada de matéria. Assinale:
a) se somente a afirmativa I correta.
b) se somente a afirmativa II é correta.
C) se somente a afirmativa III é correta.
d) se somente as afirmativas I e II são corretas.
e) se as afirmativas I, II e III são corretas.
2)(UFRGS) Entre as transformações citadas a seguir; aquela que não representa um
fenômeno químico é:
a) cozimento de um ovo
b) queima de carvão
c) amadurecimento de uma fruta
d) azedamento do leite
e) formação de orvalho
3)(UFV-MG) No esquema a seguir, A, B e C representam Os estados físicos de urna
substância.
A -->aquecimento --> B --> resfriamento --> C
Pode-se afirmar que os estados físicos A, B e C são, respectivamente:
a) sólido, liquido e gasoso
b) liquido, sólido e gasoso
c) liquido, gasoso e solido
d) gasoso, liquido e solido
e) gasoso, sólido e liquido
INSTRUCOES: Responder a Questão 04 com base na tabela a seguir, que apresenta
as temperaturas de fusão (P. F) e de ebulição (P.E.) em °C a 1 atmosfera de algumas
substâncias.
Substância P.F. P.E.
I -115 78
II 41 182
III 17 118
IV 1535 3000
V -117 34
4)(PUCRS 2000/2) Com relação aos estados físicos, a alternativa correta e
a) I é sólido a 15°C
b) II é liquido a 70°C
c) III é liquido a 10°C
d) IV é sólido a 3100°C
Página 4 de 18
e) V e gasoso a 25°C
5)(PUC-RS-2001) Dentre as transformações a seguir, aquela que não representa um
exemplo de fenômeno químico é
a) efervescência do sal de fruta em água.
b) ação, do fermento na massa do pão.
c) eletrólise em água.
d) escurecimento de um anel de prata.
e) obtenção do nitrogênio a partir da destilação fracionada do ar.
6)(UFSM-2001) A alternativa que apresenta um fenômeno físico é:
a) laminação do aço
b) queima de fogos de artifício
c) amadurecimento de frutas
d) revelação de fotografia
e) combustão da gasolina
7)(UFSM 2002) É grande a variedade de produtos que utilizam a solda em sua
fabricação, desde utensílios domésticos e automóveis até pontes, edifícios e outras
estruturas da indústrias de construção.
Sabendo que a solda comum é uma mistura de estanho (33%) e chumbo (67%),
assinale alternativa que apresenta 0 gráfico relativo ao aquecimento dessa soda.
Página 5 de 18
8)(UFRGS) Considere as seguintes características de um sistema material:
I - os componentes do sistema podem ser separados por metódos físicos
II - os componentes do sistema mantêm a sua identidade química
III - o sistema não apresenta temperatura constante durante mudanças de estado
físico
De acordo com estas afirmações, o sistema pode.ser
a) um elemento
b) urna substância simples
d) uma substância composta
c) uma substância pura
e) uma mistura
9)(UFSM) Observe o gráfico:
Assinale verdadeira (V) ou falsa (F) em cada afirmativa a seguir.
( ) O gráfico representa a curva de aquecimento de uma mistura eutética.
( ) A temperatura de fusão do sistema é variável.
( ) O sistema tem mais de uma fase no instante t3.
( ) A temperatura de ebulição do sistema é constante.
A sequência correta é:
a) F V V V
b) F V F F
c) V F F V
d) V F V V
e)V F V F
10)(UERGS 2002/2) A figura abaixo mostra mudanças de estado físico, de uma
substância em função da temperatura. 0 comportamento da substância pura e o
comportamento de uma mistura homogênea preparada com essa substância estão
representados no gráfico.
Página 6 de 18
A partir da análise dos dados fornecidos, considere as afirmações a seguir:
I - A temperatura de ebulição da substância pura é maior do que a temperatura de
ebulição da mistura.
II - No intervalo de tempo t2 e t4, para a mistura, coexistem liquido e vapor.
Ill - A temperatura T1 é a temperatura de ebulição da substancia pura.
IV - No intervalo de tempo t1 e t4, para a substância pura, existe apenas liquido.
Quais estão corretas?
a) Apenas I e II
b) Apenas I e IV
c) Apenas II e Ill
d) Apenas II e IV
e) Apenas I, II e III
11)(MACKENZJE) No gráfico adiante, de mudança de fase de agregação de uma
substância, provocada pelo aumento de temperatura, o nome correto das
transformações ocorridas dos intervalos X e Y são.
a) solidificação e condensação
b) fusão e ebulição
c) liquefação e vaporização
d) sublimação e sublimação
e) fusão e liquefação
12)(Unisinos) Os picolés são mantidos dentro de um recipiente termicamente
isolado(isopor) a conservados com gelo seco (dióxido de carbono no estado
sólido). Considere o diagrama que representa o equilíbrio entre fases do dióxido de
carbono:
Página 7 de 18
A respeito do diagrama, afirma-se que:
I - uma amostra de CO2 a - 40°C e a 2 atm será um gás, mas, se a pressão é
aumentada a temperatura constante para 10atm, então se transformará em liquido.
II - a pressão atmosférica, a única mudança de estado que pode ocorrer é a
passagem direta do estado sólido para o gasoso, que é chamada de sublimação e
ocorre a uma temperatura de - 80°C.
III - as três fases coexistem em equilíbrio dinâmico a temperatura de - 60°C e
pressão 6 atm.
Das afirmações acima,
a) apenas II esta correta.
b) apenas I e II estão corretas.
c) apenas I e III estão corretas.
d) apenas II e III estão corretas.
e) I, II e III estão corretas.
Página 8 de 18
Ciência da Natureza e Suas Tecnologias - Química
Prof. Máiquel Vieira
Aula 2
Misturas: Tipos e Métodos
de Separação
Página 9 de 18
13)(UFSM-2000) Assinale verdadeira (V) ou falsa (F) em cada afirmação.
( ) O ouro 18 quilates é classificado como uma solução.
( ) O ar atmosférico com poeira constitui uma mistura homogênea.
( ) O granito é um exemplo de mistura heterogênea.
( ) O sangue constitui uma mistura homogênea.
A sequência correta é:
a) V - F - F- V
b) V - V- F- V
c) F- V- V- F
d) V- F- V- F
e) F- V- F- F
14)(UPF-99) Uma amostra de sal de cozinha, diluída em água, contém areia. Os
métodos mais adequados para separar o cloreto de sódio de modo que, ao final,
obtenha-se o sal sólido, são:
a) dissolução e ventilação
b) filtração e evaporação
c) filtração e flotação
d) dissolução e filtração
e) imantação e catação
15)(UFRGS) Analise os sistemas materiais abaixo, estando ambos na temperatura
ambiente.
Sistema I - Mistura de 10 g de sal de cozinha, 30 g de areia fina, 20 ml de Óleo e
100 ml de água.
Sistema II - Mistura de 2,0 L de CO2, 3,0 L de N2 e 1,5 L de 02.
Sobre esses sistemas e correto afirmar que:
a) ambos são heterogêneos, pois apresentam mais de uma fase.-
b) em I o sistema é bifásico, após forte agitação e, em II, o sistema é monofásico.
c) em I, o sistema e trifásico após forte agitação, e, em II, o sistema é monofásico.
d) ambos apresentam uma única fase, formando sistemas homogêneas
e) em I, o sistema e trifásico, independentemente e, em II, o sistema é bifásico.
16)(UFRGS) Indique o sistema que NÃO corresponde a uma mistura homogênea.
a) gasolina filtrada
b) ar puro
c) aço inoxidável
d) granito
e) uísque
Página 10 de 18
17)(UFRGS 2004) Açúcar comum (sacarose) e café passado, tão comuns em nosso
dia-a-dia, são exemplos, respectivamente, de
a) substância pura e mistura homogênea.
b) substância composta e mistura heterogênea.
c) substância simples e mistura homogênea.
d) substância pura e mistura heterogênea.
e) mistura heterogênea e mistura homogênea.
18)(UCS 200212) Há misturas homogêneas ou heterogêneas em todo material
constituído por duas ou mais substancias puras. Existem misturas sólidas, liquidas e
gasosas, como é o caso, respectivamente, da areia marítima, do petróleo e do ar.
0 processo de separação de misturas homogêneas utilizado para isolar os
componentes do petróleo em gasolina, querosene óleo diesel, etc. denomina-se:
a) craqueamento.
b) decantação.
c) destilação.
c) evaporação.
e) catálise.
19)(UFRGS 2002) Observe o esquema de separação para uma mistura formada
pelas substancias A, B e C apresentado a seguir.
Sabendo-se que o processo 1 é a decantação e que o processo 2 é a destilação
fracionada, as substâncias A, B e C podem ser, respectivamente,
a) álcool, água e sal de cozinha.
b) álcool, água e gasolina.
c) água, óleo e sal de cozinha.
d) óleo, água e acetona.
e) água, álcool e acetona.
20)(UPF 200211) Tem-se as seguintes misturas:
l – areia e água
ll - etanol e água
III - sal de cozinha e água, numa mistura homogênea.
Cada uma delas foi submetida a uma filtração simples e, em seguida, o liquido
resultante (filtrado) foi aquecido até sua total evaporação. Apareceu um resíduo solido
após a evaporação do liquido apenas na(s) mistura(s)
a) ll e llI.
Página 11 de 18
b) l e II.
C) I.
d) l e Ill.
e) III.
INSTRUÇÕES: Para responder a questão 32, considere a reação química expressa
pela equação
21)(PUCRS 200311) Os processos de separação dos produtos formados,
correspondentes aos métodos 1 e 2, são, respectivamente,
a) filtração e evaporação.
b)sublimação e filtração.
c) evaporação e destilação simples.
d) destilação simples e precipitação.
e) dissolução fracionada e sublimação.
22)(UERGS 2002/2) No Brasil, a contaminação por mercúrio tem causado muita
preocupação, uma vez que ele é amplamente utilizado nos garimpos para purificação
do ouro. O mercúrio é misturado à lama que contém ouro formando uma liga metálica
chamada amálgama. O amálgama é posteriormente aquecido com um maçarico, o
que faz com que reste, então, apenas o ouro. Esse processo utilizado para separar o
ouro do mercúrio denomina-se
a) cristalização.
b) filtração.
c) decantação.
d) vaporização.
e) destilação.
23) (FEJ) Qual das alternativas abaixo contém somente substância simples:
a) H2O, HCl, CaO b) H2O, Au, K c) H2O, Cl2; K
d) Au, Fe, O2 e) H2, Cl2, NaK
Página 12 de 18
24) (UEL-PR) Sobre substâncias simples são formuladas as seguintes proposições:
I - São formadas por um Único elemento químico.
II - Suas fórmulas são representadas por dois símbolos químicos.
Ill - Podem ocorrer na forma de variedades alotrópicas.
IV - Não podem formar misturas com substâncias compostas.
São corretas:
a)I e II b)I e III c)Il e III d)Il e IV e) III e lV
25) (UNESP) Os recém-descobertos fulerenos são formas alotrópicas do elemento
químico carbono. Outras formas alotrópicas do carbono são:
a) Isótopos de carbono-13.
b) calcário e mármore.
c) silício e germânico.
d) monóxido e dióxido de carbono.
e) diamante e grafite.
26)(Mackenzie) É característica de substância pura:
a) ser solúvel em água.
b) ter constantes físicas definidas.
c) ter ponto de fusão e ponto de ebulição variáveis.
d) sofrer combustão.
e) ser solida à temperatura ambiente.
27)(Feevale 2002/1) "O cobre reage facilmente com o oxigênio do ar formando uma
fina camada de óxido de cobre, mais escuro. Mas pode ser limpo com suco de limão.
0 ácido no suco de limão (ácido cítrico) reage com o oxido de cobre (uma base),
formando um sal (citrato de cobre) e água. O sal se dissolve na água, deixando o
cobre limpo e brilhante."
Fonte: Sais, Globo Ciência, setembro 1994, p.. 333.
O texto cita algumas substâncias, tais como: cobre, oxigênio, oxido de cobre e água.
Estas substâncias podem ser classificadas, respectivamente, como:
a) simples, composta, simples, composta.
b) simples, simples, composta, composta.
c) composta, simples, composta, simples. -
d) composta, composta, simples, simples.
e) simples, simples, composta, simples.
28)(UMC-SP) São exemplos de substancias simples:
a) água, gás clorídrico, gás carbônico, gás oxigênio;
b) gás hidrogênio,- gás cloro, gás carbônico, gás oxigênio;
c) gás hidrogênio, gás cloro, gás ozônio, gás oxigênio;
d) água, gás cloro, gás carbônico, gás oxigênio;
e) gás hidrogênio, gás clorídrico, gás carbônico, gás oxigênio.
29)(PUC-MG) São elementos que apresentam formas alotrópicas:
Página 13 de 18
a) hidrogênio e oxigênio
b) fósforo e enxofre
c) carbono e nitrogênio
d) cálcio e silício
30)(PUCRS 2003/1) A grafita, o diamante e o fulereno são formas alotrópicas do
carbono que apresentam, aproximadamente,
a) o mesmo numero de átomos nas suas estruturas.
b) o mesmo arranjo dos átomos no espaço.
C) as mesmas propriedades químicas.
d) as mesmas propriedades físicas.
e)a mesma estabilidade energética.
31)(UCPel 2002/1) A matéria que nos cerca pode ser classificada pela forma como é
constituída. Sendo assim são, respectivamente, exemplos de misturas, substancias
simples, substâncias compostas e elementos químicos:
a) o petróleo, o ouro, o diamante, a água.
b) a cachaça, o gás nitrogênio, o deutério, o sódio.
c) o ar, a areia, o hidróxido do magnésio, o alumínio.
d) a água mineral, o gás oxigênio, o ácido sulfúrico, o gás hélio.
e) o enxofre, o gás carbônico, o ácido clorídrico, a platina.
32)(PUCRS 2001/1) INSTRUÇÃO: Responder à questão 16 numerando corretamente
a coluna da direita, que contém exemplos de sistemas, de acordo com a da esquerda,
que apresenta a classificação dos mesmos.
1 - elemento químico ( ) fluoreto de sódio
2 - substância simples ( ) gás oxigênio
3 - substância composta ( ) água do mar filtrada
4 - mistura homogênea ( ) limonada com gelo
5 - mistura heterogênea
A alternativa que contém a seqüência correta dos números da coluna da direita, de
uma para baixo, é
à) 3-2-4-5
b) 3-2-5-4
c) 2-1-4-5
d) 2-3-5-4
e) 1-2-3-4
Página 14 de 18
Ciência da Natureza e Suas Tecnologias - Química
Prof. Máiquel Vieira
Aula 3
Estudo do átomo - modelos
e sua estrutura
Página 15 de 18
33)Uma importante contribuição do modelo de Rutherford foi considerar o átomo
constituído de:
a) elétrons mergulhados numa massa homogênea de carga positiva.
b) uma estrutura altamente compactada de prótons e elétrons.
c) um núcleo de massa desprezível comparada com a massa do elétron.
d) uma região central com carga negativa chamada núcleo.
e) um núcleo muito pequeno de carga positiva, cercada por elétrons.
34)(ESPM-SP) O átomo de Rutherford (1911) foi comparado ao sistema planetário (o
núcleo atômico representa o sol e a eletrosfera, os planetas). Eletrosfera é a região
do átomo que:
a) contém as partículas de carga elétrica negativa.
b) contém as partículas de carga elétrica positiva.
c) contém nêutrons.
d) concentra praticamente toda a massa do átomo.
e) contém prótons e nêutrons.
35)Relacione as características atômicas com os cientistas que as propôs:
I. Dalton
II. Thomson
III. Rutherford
( ) Seu modelo atômico era semelhante a um “pudim de passas”.
( ) Seu modelo atômico era semelhante a uma bola de bilhar.
( ) Criou um modelo para o átomo semelhante ao “Sistema solar”.
A sequência correta é:
a) I – III - II
b) Ill – II – I
c) II – lll - l
d) II - l - III
e) I – II - III
36)Aponte em cada modelo a seguir as características que contrariam a proposta de
modelo atômico atual: o átomo constituído de núcleo e eletrosfera, considerando as
partículas subatômicas: prótons, nêutrons e elétrons.
I. Átomo dos gregos Demócrito de Abdera (420 a.C.) e Leucipo (450 a.C.): a matéria
era composta por pequenas partículas que receberam a denominação de átomo (do
grego átomo = indivisível).
II. Átomo de Dalton: uma esfera maciça, homogênea, indivisível, indestrutível e
eletricamente neutra.
III. Átomo de Thomson: o átomo como uma pequena esfera positiva impregnada de
partículas negativas, os elétrons.
IV. Átomo de Rutherford: o átomo consiste em um núcleo pequeno que compreende
toda a carga positiva e praticamente a massa do átomo, e também de uma região
extranuclear, que é um espaço vazio onde só existem elétrons distribuídos.
Página 16 de 18
37)Ao longo dos anos, as características atômicas foram sendo desvendadas pelos
cientistas. Foi um processo de descoberta no qual as opiniões anteriores não
poderiam ser desprezadas, ou seja, apesar de serem idéias ultrapassadas, fizeram
parte do histórico de descoberta das características atômicas.
Vários foram os colaboradores para o modelo atômico atual, dentre eles Dalton,
Thomson, Rutherford e Bohr. Abaixo você tem a relação de algumas características
atômicas, especifique o cientista responsável por cada uma destas teorias:
I. O átomo é comparado a uma bola de bilhar: uma esfera maciça, homogênea,
indivisível, indestrutível e eletricamente neutra.
II. O átomo é comparado a um pudim de ameixas: uma esfera carregada
positivamente e que elétrons de carga negativa ficam incrustados nela.
III. Átomo em que os elétrons se organizam na forma de camadas ao redor do núcleo.
III. Átomo que apresenta um núcleo carregado positivamente e ao seu redor gira
elétrons com carga negativa.
a) Bohr, Dalton, Rutherford, Thomson
b) Thomson, Rutherford, Dalton, Bohr
c) Dalton, Thomson, Rutherford, Bohr
d) Dalton, Thomson, Bohr, Rutherford
e) Thomson, Dalton, Rutherford, Bohr
38)(PUCRS 2002/1)O átomo, na visão de Thomson, é constituído de
a) níveis e subníveis de energia.
b) cargas positivas e negativas.
d) grandes espaços vazios.
c) núcleo e eletrosfera.
e) orbitais.
39)(PUCRS 2OO2/2) Nas ciências, a substituição de um modelo por outro decorre da
constatação de que novos fatos experimentais não podem ser explicados pelo
modelo já conhecido. Quando Rutherford sugeriu o seu modelo atômico, em 1911,
buscava justificar
a) a lei das proporções múltiplas de Dalton,
b) a existência de cargas elétricas no átomo.
c) a existência de níveis de energia na eletrosfera.
d) a existência de grandes espaços vazios no átomo
e) a impossibilidade de determinar com exatidão a localização do elétron no átomo
40)((FURG 2001) Na formação dos compostos químicos, percebe-se que um número
relativamente pequeno 'de elementos se unem para formar mais de um milhão de
substâncias catalogadas. Nessa união, seja formando agregados iônicos ou
moléculas, a estrutura eletrônica do átomo é o fator determinante no tipo de
substância formada. Um dos modelos atômicos atômicos ainda muito útil nesse
estudo é o chamado modelo de Rutherford-Bohr, que apresenta como característica
marcante
Página 17 de 18
a) a existência de um núcleo central rodeado por elétrons em movimento.
b) a concepção de um átomo maciço e indivisível.
c) a descontinuidade da energia no núcleo.
d) uma estrutura positiva maciça, incrustada de elétrons.
e) a existência de orbitais, regiões prováveis de encontrar elétrons.
41)(PUCRS 20O3/2) No modelo atômico atual, os elétrons
a) são partículas que estão mergulhadas em uma massa homogênea de carga
positiva.
b) ocupam níveis definidos de energia.
c) giram ao redor do núcleo em orbitais circulares ou elípticas.
d) têm caráter corpuscular e de onda, simultaneamente
e) podem ter a sua posição e velocidade determinadas em um dado instante
42)(UERGS 2002/2) O estudo do átomo é feito com base nos modelos atômicos
propostos ao longo da história. Com relação ao modelo de Rutherford-Bohr, pode-se
afirmar que o átomo
I - é uma minúscula partícula indivisível.
ll - é uma esfera maciça carregada positivamente, na qual estão dispersos os elétrons.
lll - possui um núcleo carregado positivamente e elétrons externos em órbitas
circulares definidas.
Quais afirmações estão corretas?
a) Apenas I
b) Apenas ll
c) Apenas lll
d) Apenas I e ll
e) l, ll e lll
43)(UCPEL 20O2/2) A atual concepção de átomo foi sendo aprimorada na medida
em que a instrumentação foi sendo desenvolvida para comprovar as novas teorias.
Com relação à atual concepção de átomo, podemos afirmar que
a) o átomo é neutro, pois possui igual número prótons, elétrons e nêutrons
b) os elétrons estão em órbitas especificas chamadas de estados estacionários e para
passarem de uma para outra devem absorver ou emitir energia.
c) átomos de elementos químicos diferentes possuem necessariamente massas
diferentes.
d) os átomos são a menor porção da matéria que mantém as suas características e,
por isso, são indivisíveis.
e) os elétrons são partículas com carga negativa e massa maior do que a dos prótons.
44) (UFRGS 2001) Uma moda atual entre as crianças é colecionar figurinhas que
brilham no escuro. Essas figurinhas apresentam em sua constituição a substância
sulfeto de zinco. O fenômeno ocorre porque alguns elétrons que compõem os átomos
dessa substância absorvem energia luminosa saltam para níveis de energia mais
externos. No escuro, esses elétrons, retornam aos seus níveis de origem, liberando
Página 18 de 18
energia luminosa e fazendo a figurinha brilhar. Essa característica pode ser explicada
considerando o modelo atômico proposto por
a) Dalton.
b) Thomson.
c) Lavoisier.
d) Rutherford.
e) Bohr.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Claudiacinara exercíciosrevisão 08072013_gabarito
Claudiacinara exercíciosrevisão 08072013_gabaritoClaudiacinara exercíciosrevisão 08072013_gabarito
Claudiacinara exercíciosrevisão 08072013_gabarito
ProCLAUDIA/LUCIANE MEIJON/SOARES
 
Apostila oficial quimica propriedades
Apostila oficial quimica  propriedadesApostila oficial quimica  propriedades
Apostila oficial quimica propriedades
Santos Raimundo
 
Exercícios - ref. Aulas 1 a 5
Exercícios - ref. Aulas 1 a 5Exercícios - ref. Aulas 1 a 5
Exercícios - ref. Aulas 1 a 5
Maiquel Vieira
 
Exercíciosfundamentais propriedades xconstituição
Exercíciosfundamentais propriedades xconstituiçãoExercíciosfundamentais propriedades xconstituição
Exercíciosfundamentais propriedades xconstituição
ProCLAUDIA/LUCIANE MEIJON/SOARES
 
2osimulado_processos
2osimulado_processos2osimulado_processos
2osimulado_processos
ProCLAUDIA/LUCIANE MEIJON/SOARES
 
Lista qui-1-geral-fenomenosmudancafases
Lista qui-1-geral-fenomenosmudancafasesLista qui-1-geral-fenomenosmudancafases
Lista qui-1-geral-fenomenosmudancafases
Hebertty Dantas
 
1º exercício de química geral sp e mistura
1º exercício de química geral sp e mistura1º exercício de química geral sp e mistura
1º exercício de química geral sp e mistura
Edson dos Santos
 
banco de questões de Química
banco de questões de Química banco de questões de Química
banco de questões de Química
Felipe Augusto
 
Lista 1 - 2015
Lista 1 - 2015Lista 1 - 2015
Lista 1 - 2015
Marcelo Miorim
 
Exercícios de Química
Exercícios de QuímicaExercícios de Química
Exercícios de Química
Romeu Abdala
 
Correção de avaliação 1º ano
Correção de avaliação 1º anoCorreção de avaliação 1º ano
Correção de avaliação 1º ano
Escola Pública/Particular
 
1º ano
1º ano1º ano
Lista de exerccios
Lista de exercciosLista de exerccios
Lista de exerccios
Sabrina Abud
 
1osimulado propriedades
1osimulado propriedades1osimulado propriedades
1osimulado propriedades
ProCLAUDIA/LUCIANE MEIJON/SOARES
 
1º ano
1º ano1º ano
Lista de exercícios matéria
Lista de exercícios matériaLista de exercícios matéria
Lista de exercícios matéria
André Luiz Montanheiro Rocha
 
Meterial de férias 3º
Meterial de férias 3ºMeterial de férias 3º
Meterial de férias 3º
profronaldopompeu
 
1ª lista química - revisão geral - uno
1ª lista   química - revisão geral - uno1ª lista   química - revisão geral - uno
1ª lista química - revisão geral - uno
Oswaldo Stanziola
 
Exercícios complementares densidade_solubilidade_mudança de estado físico_mod...
Exercícios complementares densidade_solubilidade_mudança de estado físico_mod...Exercícios complementares densidade_solubilidade_mudança de estado físico_mod...
Exercícios complementares densidade_solubilidade_mudança de estado físico_mod...
ProCLAUDIA/LUCIANE MEIJON/SOARES
 

Mais procurados (19)

Claudiacinara exercíciosrevisão 08072013_gabarito
Claudiacinara exercíciosrevisão 08072013_gabaritoClaudiacinara exercíciosrevisão 08072013_gabarito
Claudiacinara exercíciosrevisão 08072013_gabarito
 
Apostila oficial quimica propriedades
Apostila oficial quimica  propriedadesApostila oficial quimica  propriedades
Apostila oficial quimica propriedades
 
Exercícios - ref. Aulas 1 a 5
Exercícios - ref. Aulas 1 a 5Exercícios - ref. Aulas 1 a 5
Exercícios - ref. Aulas 1 a 5
 
Exercíciosfundamentais propriedades xconstituição
Exercíciosfundamentais propriedades xconstituiçãoExercíciosfundamentais propriedades xconstituição
Exercíciosfundamentais propriedades xconstituição
 
2osimulado_processos
2osimulado_processos2osimulado_processos
2osimulado_processos
 
Lista qui-1-geral-fenomenosmudancafases
Lista qui-1-geral-fenomenosmudancafasesLista qui-1-geral-fenomenosmudancafases
Lista qui-1-geral-fenomenosmudancafases
 
1º exercício de química geral sp e mistura
1º exercício de química geral sp e mistura1º exercício de química geral sp e mistura
1º exercício de química geral sp e mistura
 
banco de questões de Química
banco de questões de Química banco de questões de Química
banco de questões de Química
 
Lista 1 - 2015
Lista 1 - 2015Lista 1 - 2015
Lista 1 - 2015
 
Exercícios de Química
Exercícios de QuímicaExercícios de Química
Exercícios de Química
 
Correção de avaliação 1º ano
Correção de avaliação 1º anoCorreção de avaliação 1º ano
Correção de avaliação 1º ano
 
1º ano
1º ano1º ano
1º ano
 
Lista de exerccios
Lista de exercciosLista de exerccios
Lista de exerccios
 
1osimulado propriedades
1osimulado propriedades1osimulado propriedades
1osimulado propriedades
 
1º ano
1º ano1º ano
1º ano
 
Lista de exercícios matéria
Lista de exercícios matériaLista de exercícios matéria
Lista de exercícios matéria
 
Meterial de férias 3º
Meterial de férias 3ºMeterial de férias 3º
Meterial de férias 3º
 
1ª lista química - revisão geral - uno
1ª lista   química - revisão geral - uno1ª lista   química - revisão geral - uno
1ª lista química - revisão geral - uno
 
Exercícios complementares densidade_solubilidade_mudança de estado físico_mod...
Exercícios complementares densidade_solubilidade_mudança de estado físico_mod...Exercícios complementares densidade_solubilidade_mudança de estado físico_mod...
Exercícios complementares densidade_solubilidade_mudança de estado físico_mod...
 

Destaque

Exercicios do eja 1
Exercicios do eja 1Exercicios do eja 1
Exercicios do eja 1
Jonacir Novaes
 
Aula de química matéria, corpo e objeto.
Aula de química   matéria, corpo e objeto.Aula de química   matéria, corpo e objeto.
Aula de química matéria, corpo e objeto.
Colégio Municipal Paulo Freire
 
Exercícios de química - 9º ano
Exercícios de química - 9º anoExercícios de química - 9º ano
Exercícios de química - 9º ano
V
 
Lista de química. propriedades e estados da materia
Lista de química. propriedades e estados da materiaLista de química. propriedades e estados da materia
Lista de química. propriedades e estados da materia
Carlos Priante
 
Termoquímica a energia e as transformações químicas da matéria
Termoquímica   a energia e as transformações químicas da matériaTermoquímica   a energia e as transformações químicas da matéria
Termoquímica a energia e as transformações químicas da matéria
Escola Pública/Particular
 
Exercicios do eja 1
Exercicios do eja 1Exercicios do eja 1
Exercicios do eja 1
Jonacir Novaes
 
Exercicios Enem Química - Treinamento para as aulas 4, 5 e 6
Exercicios Enem Química - Treinamento para as aulas 4, 5 e 6Exercicios Enem Química - Treinamento para as aulas 4, 5 e 6
Exercicios Enem Química - Treinamento para as aulas 4, 5 e 6
Maiquel Vieira
 
Exercícios densidade e mudanças de estado fisico
Exercícios densidade e mudanças de estado fisicoExercícios densidade e mudanças de estado fisico
Exercícios densidade e mudanças de estado fisico
alexgrandi
 
Introdução à química - 9º ano
Introdução à química - 9º anoIntrodução à química - 9º ano
Introdução à química - 9º ano
V
 
Exercícios extras 9ano densidade
Exercícios extras 9ano densidadeExercícios extras 9ano densidade
Exercícios extras 9ano densidade
Professora Raquel
 
Exercicios Enem Química - Treinamento para as aulas 10 e 11
Exercicios Enem Química -  Treinamento para as aulas 10 e 11Exercicios Enem Química -  Treinamento para as aulas 10 e 11
Exercicios Enem Química - Treinamento para as aulas 10 e 11
Maiquel Vieira
 
Aula de química para o Enem - Orgânica - Módulo 2
Aula de química para o Enem - Orgânica - Módulo 2Aula de química para o Enem - Orgânica - Módulo 2
Aula de química para o Enem - Orgânica - Módulo 2
Maiquel Vieira
 
Aula de química para o Enem - Orgânica - Módulo 4
Aula de química para o Enem - Orgânica - Módulo 4Aula de química para o Enem - Orgânica - Módulo 4
Aula de química para o Enem - Orgânica - Módulo 4
Maiquel Vieira
 
Lista 4 2014
Lista 4   2014Lista 4   2014
Lista 4 2014
profNICODEMOS
 
Aula de química para o Enem - Orgânica - Módulo 5
Aula de química para o Enem - Orgânica - Módulo 5Aula de química para o Enem - Orgânica - Módulo 5
Aula de química para o Enem - Orgânica - Módulo 5
Maiquel Vieira
 
Lista 1 2014 - propriedade dos materiais
Lista 1   2014 - propriedade dos materiaisLista 1   2014 - propriedade dos materiais
Lista 1 2014 - propriedade dos materiais
profNICODEMOS
 
Exercícios de processos de separação de misturas
Exercícios de processos de separação de misturasExercícios de processos de separação de misturas
Exercícios de processos de separação de misturas
ProCLAUDIA/LUCIANE MEIJON/SOARES
 
Aula de química para o Enem - Orgânica - Módulo 1
Aula de química para o Enem - Orgânica - Módulo 1Aula de química para o Enem - Orgânica - Módulo 1
Aula de química para o Enem - Orgânica - Módulo 1
Maiquel Vieira
 
Aula de química para o Enem - Orgânica - Módulo 3
Aula de química para o Enem - Orgânica - Módulo 3Aula de química para o Enem - Orgânica - Módulo 3
Aula de química para o Enem - Orgânica - Módulo 3
Maiquel Vieira
 
Matéria, corpo e objeto - Profº Márcio Bandeira
Matéria, corpo e objeto - Profº Márcio Bandeira Matéria, corpo e objeto - Profº Márcio Bandeira
Matéria, corpo e objeto - Profº Márcio Bandeira
Colégio Municipal Paulo Freire
 

Destaque (20)

Exercicios do eja 1
Exercicios do eja 1Exercicios do eja 1
Exercicios do eja 1
 
Aula de química matéria, corpo e objeto.
Aula de química   matéria, corpo e objeto.Aula de química   matéria, corpo e objeto.
Aula de química matéria, corpo e objeto.
 
Exercícios de química - 9º ano
Exercícios de química - 9º anoExercícios de química - 9º ano
Exercícios de química - 9º ano
 
Lista de química. propriedades e estados da materia
Lista de química. propriedades e estados da materiaLista de química. propriedades e estados da materia
Lista de química. propriedades e estados da materia
 
Termoquímica a energia e as transformações químicas da matéria
Termoquímica   a energia e as transformações químicas da matériaTermoquímica   a energia e as transformações químicas da matéria
Termoquímica a energia e as transformações químicas da matéria
 
Exercicios do eja 1
Exercicios do eja 1Exercicios do eja 1
Exercicios do eja 1
 
Exercicios Enem Química - Treinamento para as aulas 4, 5 e 6
Exercicios Enem Química - Treinamento para as aulas 4, 5 e 6Exercicios Enem Química - Treinamento para as aulas 4, 5 e 6
Exercicios Enem Química - Treinamento para as aulas 4, 5 e 6
 
Exercícios densidade e mudanças de estado fisico
Exercícios densidade e mudanças de estado fisicoExercícios densidade e mudanças de estado fisico
Exercícios densidade e mudanças de estado fisico
 
Introdução à química - 9º ano
Introdução à química - 9º anoIntrodução à química - 9º ano
Introdução à química - 9º ano
 
Exercícios extras 9ano densidade
Exercícios extras 9ano densidadeExercícios extras 9ano densidade
Exercícios extras 9ano densidade
 
Exercicios Enem Química - Treinamento para as aulas 10 e 11
Exercicios Enem Química -  Treinamento para as aulas 10 e 11Exercicios Enem Química -  Treinamento para as aulas 10 e 11
Exercicios Enem Química - Treinamento para as aulas 10 e 11
 
Aula de química para o Enem - Orgânica - Módulo 2
Aula de química para o Enem - Orgânica - Módulo 2Aula de química para o Enem - Orgânica - Módulo 2
Aula de química para o Enem - Orgânica - Módulo 2
 
Aula de química para o Enem - Orgânica - Módulo 4
Aula de química para o Enem - Orgânica - Módulo 4Aula de química para o Enem - Orgânica - Módulo 4
Aula de química para o Enem - Orgânica - Módulo 4
 
Lista 4 2014
Lista 4   2014Lista 4   2014
Lista 4 2014
 
Aula de química para o Enem - Orgânica - Módulo 5
Aula de química para o Enem - Orgânica - Módulo 5Aula de química para o Enem - Orgânica - Módulo 5
Aula de química para o Enem - Orgânica - Módulo 5
 
Lista 1 2014 - propriedade dos materiais
Lista 1   2014 - propriedade dos materiaisLista 1   2014 - propriedade dos materiais
Lista 1 2014 - propriedade dos materiais
 
Exercícios de processos de separação de misturas
Exercícios de processos de separação de misturasExercícios de processos de separação de misturas
Exercícios de processos de separação de misturas
 
Aula de química para o Enem - Orgânica - Módulo 1
Aula de química para o Enem - Orgânica - Módulo 1Aula de química para o Enem - Orgânica - Módulo 1
Aula de química para o Enem - Orgânica - Módulo 1
 
Aula de química para o Enem - Orgânica - Módulo 3
Aula de química para o Enem - Orgânica - Módulo 3Aula de química para o Enem - Orgânica - Módulo 3
Aula de química para o Enem - Orgânica - Módulo 3
 
Matéria, corpo e objeto - Profº Márcio Bandeira
Matéria, corpo e objeto - Profº Márcio Bandeira Matéria, corpo e objeto - Profº Márcio Bandeira
Matéria, corpo e objeto - Profº Márcio Bandeira
 

Semelhante a Exercicios Enem Química - Treinamento para as aulas 1, 2 e 3

1exerciciciostreinamentomaiquelaula1a3 130416155705-phpapp01
1exerciciciostreinamentomaiquelaula1a3 130416155705-phpapp011exerciciciostreinamentomaiquelaula1a3 130416155705-phpapp01
1exerciciciostreinamentomaiquelaula1a3 130416155705-phpapp01
mauricio1537
 
1exerciciciostreinamentomaiquelaula1a3 130416155705-phpapp01
1exerciciciostreinamentomaiquelaula1a3 130416155705-phpapp011exerciciciostreinamentomaiquelaula1a3 130416155705-phpapp01
1exerciciciostreinamentomaiquelaula1a3 130416155705-phpapp01
mauricio1537
 
Exercícios substancias e misturas.pdf
Exercícios substancias e misturas.pdfExercícios substancias e misturas.pdf
Exercícios substancias e misturas.pdf
AnaCarolineFlor1
 
Lista de exerccios quimica
Lista de exerccios quimicaLista de exerccios quimica
Lista de exerccios quimica
Osileia Monteiro
 
Introducao quimica
Introducao quimicaIntroducao quimica
Introducao quimica
UNIP
 
17117212 lista-exercicios-separacao-de-misturas-1-ano
17117212 lista-exercicios-separacao-de-misturas-1-ano17117212 lista-exercicios-separacao-de-misturas-1-ano
17117212 lista-exercicios-separacao-de-misturas-1-ano
Ricardo Araujo
 
01.docx
01.docx01.docx
Meterial de férias 3º
Meterial de férias 3ºMeterial de férias 3º
Meterial de férias 3º
profronaldopompeu
 
Exame_OBQ_2023_Fase_III_Modalidade B v04 Gabarito provisorio.pdf
Exame_OBQ_2023_Fase_III_Modalidade B v04 Gabarito provisorio.pdfExame_OBQ_2023_Fase_III_Modalidade B v04 Gabarito provisorio.pdf
Exame_OBQ_2023_Fase_III_Modalidade B v04 Gabarito provisorio.pdf
Hadrianlorrandasilva
 
Material do 1º plantão de química v2
Material do 1º plantão de química v2Material do 1º plantão de química v2
Material do 1º plantão de química v2
ProCLAUDIA/LUCIANE MEIJON/SOARES
 
Exercícios sobre cinética química
Exercícios sobre cinética químicaExercícios sobre cinética química
Exercícios sobre cinética química
Juliane Vieira
 
Aspectos macroscópicos da matéria
Aspectos macroscópicos da matériaAspectos macroscópicos da matéria
Aspectos macroscópicos da matéria
Alda Ernestina dos Santos
 
Quimica
QuimicaQuimica
Introdução à quimica
Introdução à quimicaIntrodução à quimica
Introdução à quimica
Estude Mais
 
Lista 2 2014
Lista 2   2014Lista 2   2014
Lista 2 2014
profNICODEMOS
 
EXERCICIOS DE QUIMICA.pdf
EXERCICIOS DE QUIMICA.pdfEXERCICIOS DE QUIMICA.pdf
EXERCICIOS DE QUIMICA.pdf
HyderaldoPachelly1
 
Exercícios termoquímica
Exercícios termoquímicaExercícios termoquímica
Exercícios termoquímica
Vanderlei Barboza da Silva
 
Introducao a quimica 1º ano
Introducao a quimica 1º anoIntroducao a quimica 1º ano
Introducao a quimica 1º ano
Hugo Cruz Rangel
 
Revisão acafe 2012 1
Revisão acafe 2012 1Revisão acafe 2012 1
Revisão acafe 2012 1
VOECursos
 
Conceitos básicos de química - estados, mudanças, fenômenos e sistemas
Conceitos básicos de química - estados, mudanças, fenômenos e sistemasConceitos básicos de química - estados, mudanças, fenômenos e sistemas
Conceitos básicos de química - estados, mudanças, fenômenos e sistemas
Rodrigo Sampaio
 

Semelhante a Exercicios Enem Química - Treinamento para as aulas 1, 2 e 3 (20)

1exerciciciostreinamentomaiquelaula1a3 130416155705-phpapp01
1exerciciciostreinamentomaiquelaula1a3 130416155705-phpapp011exerciciciostreinamentomaiquelaula1a3 130416155705-phpapp01
1exerciciciostreinamentomaiquelaula1a3 130416155705-phpapp01
 
1exerciciciostreinamentomaiquelaula1a3 130416155705-phpapp01
1exerciciciostreinamentomaiquelaula1a3 130416155705-phpapp011exerciciciostreinamentomaiquelaula1a3 130416155705-phpapp01
1exerciciciostreinamentomaiquelaula1a3 130416155705-phpapp01
 
Exercícios substancias e misturas.pdf
Exercícios substancias e misturas.pdfExercícios substancias e misturas.pdf
Exercícios substancias e misturas.pdf
 
Lista de exerccios quimica
Lista de exerccios quimicaLista de exerccios quimica
Lista de exerccios quimica
 
Introducao quimica
Introducao quimicaIntroducao quimica
Introducao quimica
 
17117212 lista-exercicios-separacao-de-misturas-1-ano
17117212 lista-exercicios-separacao-de-misturas-1-ano17117212 lista-exercicios-separacao-de-misturas-1-ano
17117212 lista-exercicios-separacao-de-misturas-1-ano
 
01.docx
01.docx01.docx
01.docx
 
Meterial de férias 3º
Meterial de férias 3ºMeterial de férias 3º
Meterial de férias 3º
 
Exame_OBQ_2023_Fase_III_Modalidade B v04 Gabarito provisorio.pdf
Exame_OBQ_2023_Fase_III_Modalidade B v04 Gabarito provisorio.pdfExame_OBQ_2023_Fase_III_Modalidade B v04 Gabarito provisorio.pdf
Exame_OBQ_2023_Fase_III_Modalidade B v04 Gabarito provisorio.pdf
 
Material do 1º plantão de química v2
Material do 1º plantão de química v2Material do 1º plantão de química v2
Material do 1º plantão de química v2
 
Exercícios sobre cinética química
Exercícios sobre cinética químicaExercícios sobre cinética química
Exercícios sobre cinética química
 
Aspectos macroscópicos da matéria
Aspectos macroscópicos da matériaAspectos macroscópicos da matéria
Aspectos macroscópicos da matéria
 
Quimica
QuimicaQuimica
Quimica
 
Introdução à quimica
Introdução à quimicaIntrodução à quimica
Introdução à quimica
 
Lista 2 2014
Lista 2   2014Lista 2   2014
Lista 2 2014
 
EXERCICIOS DE QUIMICA.pdf
EXERCICIOS DE QUIMICA.pdfEXERCICIOS DE QUIMICA.pdf
EXERCICIOS DE QUIMICA.pdf
 
Exercícios termoquímica
Exercícios termoquímicaExercícios termoquímica
Exercícios termoquímica
 
Introducao a quimica 1º ano
Introducao a quimica 1º anoIntroducao a quimica 1º ano
Introducao a quimica 1º ano
 
Revisão acafe 2012 1
Revisão acafe 2012 1Revisão acafe 2012 1
Revisão acafe 2012 1
 
Conceitos básicos de química - estados, mudanças, fenômenos e sistemas
Conceitos básicos de química - estados, mudanças, fenômenos e sistemasConceitos básicos de química - estados, mudanças, fenômenos e sistemas
Conceitos básicos de química - estados, mudanças, fenômenos e sistemas
 

Mais de Maiquel Vieira

Saiba como instalar seu filtro para poços artesiano
Saiba como instalar seu filtro para poços artesianoSaiba como instalar seu filtro para poços artesiano
Saiba como instalar seu filtro para poços artesiano
Maiquel Vieira
 
Como instalar seu filtro pentair para remoção de ferro da água
Como instalar seu filtro pentair para remoção de ferro da águaComo instalar seu filtro pentair para remoção de ferro da água
Como instalar seu filtro pentair para remoção de ferro da água
Maiquel Vieira
 
Como Instalar seu Filtro para Poço Artesiano
Como Instalar seu Filtro para Poço ArtesianoComo Instalar seu Filtro para Poço Artesiano
Como Instalar seu Filtro para Poço Artesiano
Maiquel Vieira
 
Gabarito Oficial de Todas as Provas do Enem 2013 - Ministério da Educação - MEC
Gabarito Oficial de Todas as Provas do Enem 2013 - Ministério da Educação - MECGabarito Oficial de Todas as Provas do Enem 2013 - Ministério da Educação - MEC
Gabarito Oficial de Todas as Provas do Enem 2013 - Ministério da Educação - MEC
Maiquel Vieira
 
Revisão de Química Para o Enem 2013 - Reta final QUIMICASEMMEDO
Revisão de Química Para o Enem 2013 - Reta final QUIMICASEMMEDORevisão de Química Para o Enem 2013 - Reta final QUIMICASEMMEDO
Revisão de Química Para o Enem 2013 - Reta final QUIMICASEMMEDO
Maiquel Vieira
 
Exercícios Enem Química - Treinamento aulas 7, 8 e 9
Exercícios Enem Química - Treinamento aulas 7, 8 e 9Exercícios Enem Química - Treinamento aulas 7, 8 e 9
Exercícios Enem Química - Treinamento aulas 7, 8 e 9
Maiquel Vieira
 
Caderno de resposta 1º Simulado Revisão ENEM QUIMICA 2013 - Referente aulas 1...
Caderno de resposta 1º Simulado Revisão ENEM QUIMICA 2013 - Referente aulas 1...Caderno de resposta 1º Simulado Revisão ENEM QUIMICA 2013 - Referente aulas 1...
Caderno de resposta 1º Simulado Revisão ENEM QUIMICA 2013 - Referente aulas 1...
Maiquel Vieira
 
1º Simulado Revisão ENEM QUIMICA 2013 - Referente aulas 1 a 6
1º Simulado Revisão ENEM QUIMICA 2013 -  Referente aulas 1 a 61º Simulado Revisão ENEM QUIMICA 2013 -  Referente aulas 1 a 6
1º Simulado Revisão ENEM QUIMICA 2013 - Referente aulas 1 a 6
Maiquel Vieira
 
CADERNO DE RESPOSTAS - Treinamento para as aulas 4, 5 e 6
CADERNO DE RESPOSTAS - Treinamento para as aulas 4, 5 e 6CADERNO DE RESPOSTAS - Treinamento para as aulas 4, 5 e 6
CADERNO DE RESPOSTAS - Treinamento para as aulas 4, 5 e 6
Maiquel Vieira
 
Palestra dia mundial da agua
Palestra dia mundial da aguaPalestra dia mundial da agua
Palestra dia mundial da agua
Maiquel Vieira
 
Aula de química para o Enem - Reação de Neutralização e Óxidos - Módulo 3
Aula de química para o Enem - Reação de Neutralização e Óxidos - Módulo 3Aula de química para o Enem - Reação de Neutralização e Óxidos - Módulo 3
Aula de química para o Enem - Reação de Neutralização e Óxidos - Módulo 3
Maiquel Vieira
 
Aula de química para o Enem - Ácidos, bases e sais - Módulo 2
Aula de química para o Enem - Ácidos, bases e sais - Módulo 2Aula de química para o Enem - Ácidos, bases e sais - Módulo 2
Aula de química para o Enem - Ácidos, bases e sais - Módulo 2
Maiquel Vieira
 
Reta final - Revisão
Reta final  - RevisãoReta final  - Revisão
Reta final - Revisão
Maiquel Vieira
 
Intregração de conhecimentos para o ENEM - Camada de ozônio
Intregração de conhecimentos para o ENEM - Camada de ozônioIntregração de conhecimentos para o ENEM - Camada de ozônio
Intregração de conhecimentos para o ENEM - Camada de ozônio
Maiquel Vieira
 
Intregração de conhecimentos para o ENEM - Biocombustíveis
Intregração de conhecimentos para o ENEM  - BiocombustíveisIntregração de conhecimentos para o ENEM  - Biocombustíveis
Intregração de conhecimentos para o ENEM - Biocombustíveis
Maiquel Vieira
 
Simulado Revisão 1
Simulado Revisão 1Simulado Revisão 1
Simulado Revisão 1
Maiquel Vieira
 
Simulado Enem Química nº 4 - 2012
Simulado Enem Química nº 4 - 2012Simulado Enem Química nº 4 - 2012
Simulado Enem Química nº 4 - 2012
Maiquel Vieira
 
Simulado Enem Química nº 2 - Mega Intensivo 2012
Simulado Enem Química  nº 2 - Mega Intensivo 2012Simulado Enem Química  nº 2 - Mega Intensivo 2012
Simulado Enem Química nº 2 - Mega Intensivo 2012
Maiquel Vieira
 
Aula de química para o Enem - Estudo de soluçoes
Aula de química para o Enem - Estudo de soluçoesAula de química para o Enem - Estudo de soluçoes
Aula de química para o Enem - Estudo de soluçoes
Maiquel Vieira
 
Aula de química para o Enem - Equilibrio químico - Módulo 2
Aula de química para o Enem - Equilibrio químico - Módulo 2Aula de química para o Enem - Equilibrio químico - Módulo 2
Aula de química para o Enem - Equilibrio químico - Módulo 2
Maiquel Vieira
 

Mais de Maiquel Vieira (20)

Saiba como instalar seu filtro para poços artesiano
Saiba como instalar seu filtro para poços artesianoSaiba como instalar seu filtro para poços artesiano
Saiba como instalar seu filtro para poços artesiano
 
Como instalar seu filtro pentair para remoção de ferro da água
Como instalar seu filtro pentair para remoção de ferro da águaComo instalar seu filtro pentair para remoção de ferro da água
Como instalar seu filtro pentair para remoção de ferro da água
 
Como Instalar seu Filtro para Poço Artesiano
Como Instalar seu Filtro para Poço ArtesianoComo Instalar seu Filtro para Poço Artesiano
Como Instalar seu Filtro para Poço Artesiano
 
Gabarito Oficial de Todas as Provas do Enem 2013 - Ministério da Educação - MEC
Gabarito Oficial de Todas as Provas do Enem 2013 - Ministério da Educação - MECGabarito Oficial de Todas as Provas do Enem 2013 - Ministério da Educação - MEC
Gabarito Oficial de Todas as Provas do Enem 2013 - Ministério da Educação - MEC
 
Revisão de Química Para o Enem 2013 - Reta final QUIMICASEMMEDO
Revisão de Química Para o Enem 2013 - Reta final QUIMICASEMMEDORevisão de Química Para o Enem 2013 - Reta final QUIMICASEMMEDO
Revisão de Química Para o Enem 2013 - Reta final QUIMICASEMMEDO
 
Exercícios Enem Química - Treinamento aulas 7, 8 e 9
Exercícios Enem Química - Treinamento aulas 7, 8 e 9Exercícios Enem Química - Treinamento aulas 7, 8 e 9
Exercícios Enem Química - Treinamento aulas 7, 8 e 9
 
Caderno de resposta 1º Simulado Revisão ENEM QUIMICA 2013 - Referente aulas 1...
Caderno de resposta 1º Simulado Revisão ENEM QUIMICA 2013 - Referente aulas 1...Caderno de resposta 1º Simulado Revisão ENEM QUIMICA 2013 - Referente aulas 1...
Caderno de resposta 1º Simulado Revisão ENEM QUIMICA 2013 - Referente aulas 1...
 
1º Simulado Revisão ENEM QUIMICA 2013 - Referente aulas 1 a 6
1º Simulado Revisão ENEM QUIMICA 2013 -  Referente aulas 1 a 61º Simulado Revisão ENEM QUIMICA 2013 -  Referente aulas 1 a 6
1º Simulado Revisão ENEM QUIMICA 2013 - Referente aulas 1 a 6
 
CADERNO DE RESPOSTAS - Treinamento para as aulas 4, 5 e 6
CADERNO DE RESPOSTAS - Treinamento para as aulas 4, 5 e 6CADERNO DE RESPOSTAS - Treinamento para as aulas 4, 5 e 6
CADERNO DE RESPOSTAS - Treinamento para as aulas 4, 5 e 6
 
Palestra dia mundial da agua
Palestra dia mundial da aguaPalestra dia mundial da agua
Palestra dia mundial da agua
 
Aula de química para o Enem - Reação de Neutralização e Óxidos - Módulo 3
Aula de química para o Enem - Reação de Neutralização e Óxidos - Módulo 3Aula de química para o Enem - Reação de Neutralização e Óxidos - Módulo 3
Aula de química para o Enem - Reação de Neutralização e Óxidos - Módulo 3
 
Aula de química para o Enem - Ácidos, bases e sais - Módulo 2
Aula de química para o Enem - Ácidos, bases e sais - Módulo 2Aula de química para o Enem - Ácidos, bases e sais - Módulo 2
Aula de química para o Enem - Ácidos, bases e sais - Módulo 2
 
Reta final - Revisão
Reta final  - RevisãoReta final  - Revisão
Reta final - Revisão
 
Intregração de conhecimentos para o ENEM - Camada de ozônio
Intregração de conhecimentos para o ENEM - Camada de ozônioIntregração de conhecimentos para o ENEM - Camada de ozônio
Intregração de conhecimentos para o ENEM - Camada de ozônio
 
Intregração de conhecimentos para o ENEM - Biocombustíveis
Intregração de conhecimentos para o ENEM  - BiocombustíveisIntregração de conhecimentos para o ENEM  - Biocombustíveis
Intregração de conhecimentos para o ENEM - Biocombustíveis
 
Simulado Revisão 1
Simulado Revisão 1Simulado Revisão 1
Simulado Revisão 1
 
Simulado Enem Química nº 4 - 2012
Simulado Enem Química nº 4 - 2012Simulado Enem Química nº 4 - 2012
Simulado Enem Química nº 4 - 2012
 
Simulado Enem Química nº 2 - Mega Intensivo 2012
Simulado Enem Química  nº 2 - Mega Intensivo 2012Simulado Enem Química  nº 2 - Mega Intensivo 2012
Simulado Enem Química nº 2 - Mega Intensivo 2012
 
Aula de química para o Enem - Estudo de soluçoes
Aula de química para o Enem - Estudo de soluçoesAula de química para o Enem - Estudo de soluçoes
Aula de química para o Enem - Estudo de soluçoes
 
Aula de química para o Enem - Equilibrio químico - Módulo 2
Aula de química para o Enem - Equilibrio químico - Módulo 2Aula de química para o Enem - Equilibrio químico - Módulo 2
Aula de química para o Enem - Equilibrio químico - Módulo 2
 

Último

filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou co...
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou  co...filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou  co...
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou co...
SidneySilva523387
 
FUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.ppt
FUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.pptFUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.ppt
FUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.ppt
MarceloMonteiro213738
 
Atividade Bio evolução e especiação .docx
Atividade Bio evolução e especiação .docxAtividade Bio evolução e especiação .docx
Atividade Bio evolução e especiação .docx
MARCELARUBIAGAVA
 
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdfO Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
silvamelosilva300
 
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptxCartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Zenir Carmen Bez Trombeta
 
7 ano - Rede e hierarquia urbana - Geografia - Alpha.pptx
7 ano - Rede e hierarquia urbana - Geografia - Alpha.pptx7 ano - Rede e hierarquia urbana - Geografia - Alpha.pptx
7 ano - Rede e hierarquia urbana - Geografia - Alpha.pptx
alphabarros2
 
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasnTabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
CarlosJean21
 
As sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativasAs sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativas
rloureiro1
 
Planejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTAL
Planejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTALPlanejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTAL
Planejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTAL
katbrochier1
 
Gênero Textual sobre Crônicas, 8º e 9º
Gênero Textual sobre Crônicas,  8º e  9ºGênero Textual sobre Crônicas,  8º e  9º
Gênero Textual sobre Crônicas, 8º e 9º
sjcelsorocha
 
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptxAtpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
joaresmonte3
 
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionaisResumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
beatrizsilva525654
 
Slide de biologia aula2 2 bimestre no ano de 2024
Slide de biologia aula2  2 bimestre no ano de 2024Slide de biologia aula2  2 bimestre no ano de 2024
Slide de biologia aula2 2 bimestre no ano de 2024
vinibolado86
 
Aula Aberta_Avaliação Digital no ensino basico e secundário.pdf
Aula Aberta_Avaliação Digital no ensino basico e secundário.pdfAula Aberta_Avaliação Digital no ensino basico e secundário.pdf
Aula Aberta_Avaliação Digital no ensino basico e secundário.pdf
Marília Pacheco
 
UFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdf
UFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdfUFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdf
UFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdf
Manuais Formação
 
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdfApostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
bmgrama
 
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptxRoteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
pamellaaraujo10
 
Tudo sobre a Inglaterra, curiosidades, moeda.pptx
Tudo sobre a Inglaterra, curiosidades, moeda.pptxTudo sobre a Inglaterra, curiosidades, moeda.pptx
Tudo sobre a Inglaterra, curiosidades, moeda.pptx
IACEMCASA
 
TREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptx
TREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptxTREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptx
TREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptx
erssstcontato
 
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
Manuais Formação
 

Último (20)

filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou co...
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou  co...filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou  co...
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou co...
 
FUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.ppt
FUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.pptFUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.ppt
FUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.ppt
 
Atividade Bio evolução e especiação .docx
Atividade Bio evolução e especiação .docxAtividade Bio evolução e especiação .docx
Atividade Bio evolução e especiação .docx
 
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdfO Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
 
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptxCartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
 
7 ano - Rede e hierarquia urbana - Geografia - Alpha.pptx
7 ano - Rede e hierarquia urbana - Geografia - Alpha.pptx7 ano - Rede e hierarquia urbana - Geografia - Alpha.pptx
7 ano - Rede e hierarquia urbana - Geografia - Alpha.pptx
 
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasnTabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
 
As sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativasAs sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativas
 
Planejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTAL
Planejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTALPlanejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTAL
Planejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTAL
 
Gênero Textual sobre Crônicas, 8º e 9º
Gênero Textual sobre Crônicas,  8º e  9ºGênero Textual sobre Crônicas,  8º e  9º
Gênero Textual sobre Crônicas, 8º e 9º
 
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptxAtpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
 
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionaisResumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
 
Slide de biologia aula2 2 bimestre no ano de 2024
Slide de biologia aula2  2 bimestre no ano de 2024Slide de biologia aula2  2 bimestre no ano de 2024
Slide de biologia aula2 2 bimestre no ano de 2024
 
Aula Aberta_Avaliação Digital no ensino basico e secundário.pdf
Aula Aberta_Avaliação Digital no ensino basico e secundário.pdfAula Aberta_Avaliação Digital no ensino basico e secundário.pdf
Aula Aberta_Avaliação Digital no ensino basico e secundário.pdf
 
UFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdf
UFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdfUFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdf
UFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdf
 
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdfApostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
 
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptxRoteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
 
Tudo sobre a Inglaterra, curiosidades, moeda.pptx
Tudo sobre a Inglaterra, curiosidades, moeda.pptxTudo sobre a Inglaterra, curiosidades, moeda.pptx
Tudo sobre a Inglaterra, curiosidades, moeda.pptx
 
TREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptx
TREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptxTREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptx
TREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptx
 
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
 

Exercicios Enem Química - Treinamento para as aulas 1, 2 e 3

  • 1. Página 1 de 18 Prof. Máiquel Vieira Ciência da Natureza e Suas Tecnologias - Química - Exercícios- Aulas 1 a 3 É praticando que se aprende!!
  • 2. Página 2 de 18 Ciência da Natureza e Suas Tecnologias - Química Prof. Máiquel Vieira Aula 1 Matéria, suas propriedades e usos
  • 3. Página 3 de 18 1)(FAAP-SP) No texto: "Um escritor recebe um bloco retangular de mármore e habilmente o transforma na estátua de uma celebridade do cinema", podemos identificar matéria, corpo e objeto e, a partir dai, definir estes três conceitos: I- Matéria (mármore): tudo aquilo que tem massa e ocupa lugar no espaço. II - Corpo (bloco retangular de mármore): porção limitada de matéria que, por sua forma especial, se presta a um determinado uso. Il.- Objeto (estátua de mármore): porção limitada de matéria. Assinale: a) se somente a afirmativa I correta. b) se somente a afirmativa II é correta. C) se somente a afirmativa III é correta. d) se somente as afirmativas I e II são corretas. e) se as afirmativas I, II e III são corretas. 2)(UFRGS) Entre as transformações citadas a seguir; aquela que não representa um fenômeno químico é: a) cozimento de um ovo b) queima de carvão c) amadurecimento de uma fruta d) azedamento do leite e) formação de orvalho 3)(UFV-MG) No esquema a seguir, A, B e C representam Os estados físicos de urna substância. A -->aquecimento --> B --> resfriamento --> C Pode-se afirmar que os estados físicos A, B e C são, respectivamente: a) sólido, liquido e gasoso b) liquido, sólido e gasoso c) liquido, gasoso e solido d) gasoso, liquido e solido e) gasoso, sólido e liquido INSTRUCOES: Responder a Questão 04 com base na tabela a seguir, que apresenta as temperaturas de fusão (P. F) e de ebulição (P.E.) em °C a 1 atmosfera de algumas substâncias. Substância P.F. P.E. I -115 78 II 41 182 III 17 118 IV 1535 3000 V -117 34 4)(PUCRS 2000/2) Com relação aos estados físicos, a alternativa correta e a) I é sólido a 15°C b) II é liquido a 70°C c) III é liquido a 10°C d) IV é sólido a 3100°C
  • 4. Página 4 de 18 e) V e gasoso a 25°C 5)(PUC-RS-2001) Dentre as transformações a seguir, aquela que não representa um exemplo de fenômeno químico é a) efervescência do sal de fruta em água. b) ação, do fermento na massa do pão. c) eletrólise em água. d) escurecimento de um anel de prata. e) obtenção do nitrogênio a partir da destilação fracionada do ar. 6)(UFSM-2001) A alternativa que apresenta um fenômeno físico é: a) laminação do aço b) queima de fogos de artifício c) amadurecimento de frutas d) revelação de fotografia e) combustão da gasolina 7)(UFSM 2002) É grande a variedade de produtos que utilizam a solda em sua fabricação, desde utensílios domésticos e automóveis até pontes, edifícios e outras estruturas da indústrias de construção. Sabendo que a solda comum é uma mistura de estanho (33%) e chumbo (67%), assinale alternativa que apresenta 0 gráfico relativo ao aquecimento dessa soda.
  • 5. Página 5 de 18 8)(UFRGS) Considere as seguintes características de um sistema material: I - os componentes do sistema podem ser separados por metódos físicos II - os componentes do sistema mantêm a sua identidade química III - o sistema não apresenta temperatura constante durante mudanças de estado físico De acordo com estas afirmações, o sistema pode.ser a) um elemento b) urna substância simples d) uma substância composta c) uma substância pura e) uma mistura 9)(UFSM) Observe o gráfico: Assinale verdadeira (V) ou falsa (F) em cada afirmativa a seguir. ( ) O gráfico representa a curva de aquecimento de uma mistura eutética. ( ) A temperatura de fusão do sistema é variável. ( ) O sistema tem mais de uma fase no instante t3. ( ) A temperatura de ebulição do sistema é constante. A sequência correta é: a) F V V V b) F V F F c) V F F V d) V F V V e)V F V F 10)(UERGS 2002/2) A figura abaixo mostra mudanças de estado físico, de uma substância em função da temperatura. 0 comportamento da substância pura e o comportamento de uma mistura homogênea preparada com essa substância estão representados no gráfico.
  • 6. Página 6 de 18 A partir da análise dos dados fornecidos, considere as afirmações a seguir: I - A temperatura de ebulição da substância pura é maior do que a temperatura de ebulição da mistura. II - No intervalo de tempo t2 e t4, para a mistura, coexistem liquido e vapor. Ill - A temperatura T1 é a temperatura de ebulição da substancia pura. IV - No intervalo de tempo t1 e t4, para a substância pura, existe apenas liquido. Quais estão corretas? a) Apenas I e II b) Apenas I e IV c) Apenas II e Ill d) Apenas II e IV e) Apenas I, II e III 11)(MACKENZJE) No gráfico adiante, de mudança de fase de agregação de uma substância, provocada pelo aumento de temperatura, o nome correto das transformações ocorridas dos intervalos X e Y são. a) solidificação e condensação b) fusão e ebulição c) liquefação e vaporização d) sublimação e sublimação e) fusão e liquefação 12)(Unisinos) Os picolés são mantidos dentro de um recipiente termicamente isolado(isopor) a conservados com gelo seco (dióxido de carbono no estado sólido). Considere o diagrama que representa o equilíbrio entre fases do dióxido de carbono:
  • 7. Página 7 de 18 A respeito do diagrama, afirma-se que: I - uma amostra de CO2 a - 40°C e a 2 atm será um gás, mas, se a pressão é aumentada a temperatura constante para 10atm, então se transformará em liquido. II - a pressão atmosférica, a única mudança de estado que pode ocorrer é a passagem direta do estado sólido para o gasoso, que é chamada de sublimação e ocorre a uma temperatura de - 80°C. III - as três fases coexistem em equilíbrio dinâmico a temperatura de - 60°C e pressão 6 atm. Das afirmações acima, a) apenas II esta correta. b) apenas I e II estão corretas. c) apenas I e III estão corretas. d) apenas II e III estão corretas. e) I, II e III estão corretas.
  • 8. Página 8 de 18 Ciência da Natureza e Suas Tecnologias - Química Prof. Máiquel Vieira Aula 2 Misturas: Tipos e Métodos de Separação
  • 9. Página 9 de 18 13)(UFSM-2000) Assinale verdadeira (V) ou falsa (F) em cada afirmação. ( ) O ouro 18 quilates é classificado como uma solução. ( ) O ar atmosférico com poeira constitui uma mistura homogênea. ( ) O granito é um exemplo de mistura heterogênea. ( ) O sangue constitui uma mistura homogênea. A sequência correta é: a) V - F - F- V b) V - V- F- V c) F- V- V- F d) V- F- V- F e) F- V- F- F 14)(UPF-99) Uma amostra de sal de cozinha, diluída em água, contém areia. Os métodos mais adequados para separar o cloreto de sódio de modo que, ao final, obtenha-se o sal sólido, são: a) dissolução e ventilação b) filtração e evaporação c) filtração e flotação d) dissolução e filtração e) imantação e catação 15)(UFRGS) Analise os sistemas materiais abaixo, estando ambos na temperatura ambiente. Sistema I - Mistura de 10 g de sal de cozinha, 30 g de areia fina, 20 ml de Óleo e 100 ml de água. Sistema II - Mistura de 2,0 L de CO2, 3,0 L de N2 e 1,5 L de 02. Sobre esses sistemas e correto afirmar que: a) ambos são heterogêneos, pois apresentam mais de uma fase.- b) em I o sistema é bifásico, após forte agitação e, em II, o sistema é monofásico. c) em I, o sistema e trifásico após forte agitação, e, em II, o sistema é monofásico. d) ambos apresentam uma única fase, formando sistemas homogêneas e) em I, o sistema e trifásico, independentemente e, em II, o sistema é bifásico. 16)(UFRGS) Indique o sistema que NÃO corresponde a uma mistura homogênea. a) gasolina filtrada b) ar puro c) aço inoxidável d) granito e) uísque
  • 10. Página 10 de 18 17)(UFRGS 2004) Açúcar comum (sacarose) e café passado, tão comuns em nosso dia-a-dia, são exemplos, respectivamente, de a) substância pura e mistura homogênea. b) substância composta e mistura heterogênea. c) substância simples e mistura homogênea. d) substância pura e mistura heterogênea. e) mistura heterogênea e mistura homogênea. 18)(UCS 200212) Há misturas homogêneas ou heterogêneas em todo material constituído por duas ou mais substancias puras. Existem misturas sólidas, liquidas e gasosas, como é o caso, respectivamente, da areia marítima, do petróleo e do ar. 0 processo de separação de misturas homogêneas utilizado para isolar os componentes do petróleo em gasolina, querosene óleo diesel, etc. denomina-se: a) craqueamento. b) decantação. c) destilação. c) evaporação. e) catálise. 19)(UFRGS 2002) Observe o esquema de separação para uma mistura formada pelas substancias A, B e C apresentado a seguir. Sabendo-se que o processo 1 é a decantação e que o processo 2 é a destilação fracionada, as substâncias A, B e C podem ser, respectivamente, a) álcool, água e sal de cozinha. b) álcool, água e gasolina. c) água, óleo e sal de cozinha. d) óleo, água e acetona. e) água, álcool e acetona. 20)(UPF 200211) Tem-se as seguintes misturas: l – areia e água ll - etanol e água III - sal de cozinha e água, numa mistura homogênea. Cada uma delas foi submetida a uma filtração simples e, em seguida, o liquido resultante (filtrado) foi aquecido até sua total evaporação. Apareceu um resíduo solido após a evaporação do liquido apenas na(s) mistura(s) a) ll e llI.
  • 11. Página 11 de 18 b) l e II. C) I. d) l e Ill. e) III. INSTRUÇÕES: Para responder a questão 32, considere a reação química expressa pela equação 21)(PUCRS 200311) Os processos de separação dos produtos formados, correspondentes aos métodos 1 e 2, são, respectivamente, a) filtração e evaporação. b)sublimação e filtração. c) evaporação e destilação simples. d) destilação simples e precipitação. e) dissolução fracionada e sublimação. 22)(UERGS 2002/2) No Brasil, a contaminação por mercúrio tem causado muita preocupação, uma vez que ele é amplamente utilizado nos garimpos para purificação do ouro. O mercúrio é misturado à lama que contém ouro formando uma liga metálica chamada amálgama. O amálgama é posteriormente aquecido com um maçarico, o que faz com que reste, então, apenas o ouro. Esse processo utilizado para separar o ouro do mercúrio denomina-se a) cristalização. b) filtração. c) decantação. d) vaporização. e) destilação. 23) (FEJ) Qual das alternativas abaixo contém somente substância simples: a) H2O, HCl, CaO b) H2O, Au, K c) H2O, Cl2; K d) Au, Fe, O2 e) H2, Cl2, NaK
  • 12. Página 12 de 18 24) (UEL-PR) Sobre substâncias simples são formuladas as seguintes proposições: I - São formadas por um Único elemento químico. II - Suas fórmulas são representadas por dois símbolos químicos. Ill - Podem ocorrer na forma de variedades alotrópicas. IV - Não podem formar misturas com substâncias compostas. São corretas: a)I e II b)I e III c)Il e III d)Il e IV e) III e lV 25) (UNESP) Os recém-descobertos fulerenos são formas alotrópicas do elemento químico carbono. Outras formas alotrópicas do carbono são: a) Isótopos de carbono-13. b) calcário e mármore. c) silício e germânico. d) monóxido e dióxido de carbono. e) diamante e grafite. 26)(Mackenzie) É característica de substância pura: a) ser solúvel em água. b) ter constantes físicas definidas. c) ter ponto de fusão e ponto de ebulição variáveis. d) sofrer combustão. e) ser solida à temperatura ambiente. 27)(Feevale 2002/1) "O cobre reage facilmente com o oxigênio do ar formando uma fina camada de óxido de cobre, mais escuro. Mas pode ser limpo com suco de limão. 0 ácido no suco de limão (ácido cítrico) reage com o oxido de cobre (uma base), formando um sal (citrato de cobre) e água. O sal se dissolve na água, deixando o cobre limpo e brilhante." Fonte: Sais, Globo Ciência, setembro 1994, p.. 333. O texto cita algumas substâncias, tais como: cobre, oxigênio, oxido de cobre e água. Estas substâncias podem ser classificadas, respectivamente, como: a) simples, composta, simples, composta. b) simples, simples, composta, composta. c) composta, simples, composta, simples. - d) composta, composta, simples, simples. e) simples, simples, composta, simples. 28)(UMC-SP) São exemplos de substancias simples: a) água, gás clorídrico, gás carbônico, gás oxigênio; b) gás hidrogênio,- gás cloro, gás carbônico, gás oxigênio; c) gás hidrogênio, gás cloro, gás ozônio, gás oxigênio; d) água, gás cloro, gás carbônico, gás oxigênio; e) gás hidrogênio, gás clorídrico, gás carbônico, gás oxigênio. 29)(PUC-MG) São elementos que apresentam formas alotrópicas:
  • 13. Página 13 de 18 a) hidrogênio e oxigênio b) fósforo e enxofre c) carbono e nitrogênio d) cálcio e silício 30)(PUCRS 2003/1) A grafita, o diamante e o fulereno são formas alotrópicas do carbono que apresentam, aproximadamente, a) o mesmo numero de átomos nas suas estruturas. b) o mesmo arranjo dos átomos no espaço. C) as mesmas propriedades químicas. d) as mesmas propriedades físicas. e)a mesma estabilidade energética. 31)(UCPel 2002/1) A matéria que nos cerca pode ser classificada pela forma como é constituída. Sendo assim são, respectivamente, exemplos de misturas, substancias simples, substâncias compostas e elementos químicos: a) o petróleo, o ouro, o diamante, a água. b) a cachaça, o gás nitrogênio, o deutério, o sódio. c) o ar, a areia, o hidróxido do magnésio, o alumínio. d) a água mineral, o gás oxigênio, o ácido sulfúrico, o gás hélio. e) o enxofre, o gás carbônico, o ácido clorídrico, a platina. 32)(PUCRS 2001/1) INSTRUÇÃO: Responder à questão 16 numerando corretamente a coluna da direita, que contém exemplos de sistemas, de acordo com a da esquerda, que apresenta a classificação dos mesmos. 1 - elemento químico ( ) fluoreto de sódio 2 - substância simples ( ) gás oxigênio 3 - substância composta ( ) água do mar filtrada 4 - mistura homogênea ( ) limonada com gelo 5 - mistura heterogênea A alternativa que contém a seqüência correta dos números da coluna da direita, de uma para baixo, é à) 3-2-4-5 b) 3-2-5-4 c) 2-1-4-5 d) 2-3-5-4 e) 1-2-3-4
  • 14. Página 14 de 18 Ciência da Natureza e Suas Tecnologias - Química Prof. Máiquel Vieira Aula 3 Estudo do átomo - modelos e sua estrutura
  • 15. Página 15 de 18 33)Uma importante contribuição do modelo de Rutherford foi considerar o átomo constituído de: a) elétrons mergulhados numa massa homogênea de carga positiva. b) uma estrutura altamente compactada de prótons e elétrons. c) um núcleo de massa desprezível comparada com a massa do elétron. d) uma região central com carga negativa chamada núcleo. e) um núcleo muito pequeno de carga positiva, cercada por elétrons. 34)(ESPM-SP) O átomo de Rutherford (1911) foi comparado ao sistema planetário (o núcleo atômico representa o sol e a eletrosfera, os planetas). Eletrosfera é a região do átomo que: a) contém as partículas de carga elétrica negativa. b) contém as partículas de carga elétrica positiva. c) contém nêutrons. d) concentra praticamente toda a massa do átomo. e) contém prótons e nêutrons. 35)Relacione as características atômicas com os cientistas que as propôs: I. Dalton II. Thomson III. Rutherford ( ) Seu modelo atômico era semelhante a um “pudim de passas”. ( ) Seu modelo atômico era semelhante a uma bola de bilhar. ( ) Criou um modelo para o átomo semelhante ao “Sistema solar”. A sequência correta é: a) I – III - II b) Ill – II – I c) II – lll - l d) II - l - III e) I – II - III 36)Aponte em cada modelo a seguir as características que contrariam a proposta de modelo atômico atual: o átomo constituído de núcleo e eletrosfera, considerando as partículas subatômicas: prótons, nêutrons e elétrons. I. Átomo dos gregos Demócrito de Abdera (420 a.C.) e Leucipo (450 a.C.): a matéria era composta por pequenas partículas que receberam a denominação de átomo (do grego átomo = indivisível). II. Átomo de Dalton: uma esfera maciça, homogênea, indivisível, indestrutível e eletricamente neutra. III. Átomo de Thomson: o átomo como uma pequena esfera positiva impregnada de partículas negativas, os elétrons. IV. Átomo de Rutherford: o átomo consiste em um núcleo pequeno que compreende toda a carga positiva e praticamente a massa do átomo, e também de uma região extranuclear, que é um espaço vazio onde só existem elétrons distribuídos.
  • 16. Página 16 de 18 37)Ao longo dos anos, as características atômicas foram sendo desvendadas pelos cientistas. Foi um processo de descoberta no qual as opiniões anteriores não poderiam ser desprezadas, ou seja, apesar de serem idéias ultrapassadas, fizeram parte do histórico de descoberta das características atômicas. Vários foram os colaboradores para o modelo atômico atual, dentre eles Dalton, Thomson, Rutherford e Bohr. Abaixo você tem a relação de algumas características atômicas, especifique o cientista responsável por cada uma destas teorias: I. O átomo é comparado a uma bola de bilhar: uma esfera maciça, homogênea, indivisível, indestrutível e eletricamente neutra. II. O átomo é comparado a um pudim de ameixas: uma esfera carregada positivamente e que elétrons de carga negativa ficam incrustados nela. III. Átomo em que os elétrons se organizam na forma de camadas ao redor do núcleo. III. Átomo que apresenta um núcleo carregado positivamente e ao seu redor gira elétrons com carga negativa. a) Bohr, Dalton, Rutherford, Thomson b) Thomson, Rutherford, Dalton, Bohr c) Dalton, Thomson, Rutherford, Bohr d) Dalton, Thomson, Bohr, Rutherford e) Thomson, Dalton, Rutherford, Bohr 38)(PUCRS 2002/1)O átomo, na visão de Thomson, é constituído de a) níveis e subníveis de energia. b) cargas positivas e negativas. d) grandes espaços vazios. c) núcleo e eletrosfera. e) orbitais. 39)(PUCRS 2OO2/2) Nas ciências, a substituição de um modelo por outro decorre da constatação de que novos fatos experimentais não podem ser explicados pelo modelo já conhecido. Quando Rutherford sugeriu o seu modelo atômico, em 1911, buscava justificar a) a lei das proporções múltiplas de Dalton, b) a existência de cargas elétricas no átomo. c) a existência de níveis de energia na eletrosfera. d) a existência de grandes espaços vazios no átomo e) a impossibilidade de determinar com exatidão a localização do elétron no átomo 40)((FURG 2001) Na formação dos compostos químicos, percebe-se que um número relativamente pequeno 'de elementos se unem para formar mais de um milhão de substâncias catalogadas. Nessa união, seja formando agregados iônicos ou moléculas, a estrutura eletrônica do átomo é o fator determinante no tipo de substância formada. Um dos modelos atômicos atômicos ainda muito útil nesse estudo é o chamado modelo de Rutherford-Bohr, que apresenta como característica marcante
  • 17. Página 17 de 18 a) a existência de um núcleo central rodeado por elétrons em movimento. b) a concepção de um átomo maciço e indivisível. c) a descontinuidade da energia no núcleo. d) uma estrutura positiva maciça, incrustada de elétrons. e) a existência de orbitais, regiões prováveis de encontrar elétrons. 41)(PUCRS 20O3/2) No modelo atômico atual, os elétrons a) são partículas que estão mergulhadas em uma massa homogênea de carga positiva. b) ocupam níveis definidos de energia. c) giram ao redor do núcleo em orbitais circulares ou elípticas. d) têm caráter corpuscular e de onda, simultaneamente e) podem ter a sua posição e velocidade determinadas em um dado instante 42)(UERGS 2002/2) O estudo do átomo é feito com base nos modelos atômicos propostos ao longo da história. Com relação ao modelo de Rutherford-Bohr, pode-se afirmar que o átomo I - é uma minúscula partícula indivisível. ll - é uma esfera maciça carregada positivamente, na qual estão dispersos os elétrons. lll - possui um núcleo carregado positivamente e elétrons externos em órbitas circulares definidas. Quais afirmações estão corretas? a) Apenas I b) Apenas ll c) Apenas lll d) Apenas I e ll e) l, ll e lll 43)(UCPEL 20O2/2) A atual concepção de átomo foi sendo aprimorada na medida em que a instrumentação foi sendo desenvolvida para comprovar as novas teorias. Com relação à atual concepção de átomo, podemos afirmar que a) o átomo é neutro, pois possui igual número prótons, elétrons e nêutrons b) os elétrons estão em órbitas especificas chamadas de estados estacionários e para passarem de uma para outra devem absorver ou emitir energia. c) átomos de elementos químicos diferentes possuem necessariamente massas diferentes. d) os átomos são a menor porção da matéria que mantém as suas características e, por isso, são indivisíveis. e) os elétrons são partículas com carga negativa e massa maior do que a dos prótons. 44) (UFRGS 2001) Uma moda atual entre as crianças é colecionar figurinhas que brilham no escuro. Essas figurinhas apresentam em sua constituição a substância sulfeto de zinco. O fenômeno ocorre porque alguns elétrons que compõem os átomos dessa substância absorvem energia luminosa saltam para níveis de energia mais externos. No escuro, esses elétrons, retornam aos seus níveis de origem, liberando
  • 18. Página 18 de 18 energia luminosa e fazendo a figurinha brilhar. Essa característica pode ser explicada considerando o modelo atômico proposto por a) Dalton. b) Thomson. c) Lavoisier. d) Rutherford. e) Bohr.