Aula2 joao

486 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
486
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Aula2 joao

  1. 1. Instituto Superior de Teologia Aplicada Curso de Medicina Carboidratos Prof. Dr. João Garcia
  2. 2. Características São as biomoléculas mais abundantes do planeta. São a base da dieta da maior parte do mundo. Função estrutural e de reserva energética. Podem atuar como lubrificantes de estruturas esqueléticas e participam do reconhecimento celular.
  3. 3. Características Carboidratos são polihidroxialdeídos ou poliidroxicetonas com fórmula: (CH2O)n podendo conter N, P ou S. Classificação: Monossacarídios Oligossacarídeos (Ex.: dissacarídeos) Polissacarídeos
  4. 4. Monossacarídeos
  5. 5. Monossacarídeos São aldeídos ou cetonas apresentando centros quirais e grupos hidroxila ligados covalentemente. São compostos incolores, sólidos cristalinos, solúveis em água apresentando sabor doce em sua maioria. Classificação: Aldoses Cetoses
  6. 6. Centro assimétrico (quiral) Átomo de carbono ligado covalentemente a quatro grupos distintos apresentando dois isômeros ópticos diferentes ou enantiômeros.
  7. 7. Classificação dos monossacarídeos (aldoses)
  8. 8. Classificação dos monossacarídeos (cetoses)
  9. 9. Epímeros São dois açúcares que diferem somente na configuração ao redor de um único átomo de carbono.
  10. 10. Ciclização da D-glicose
  11. 11. Piranoses e Furanoses
  12. 12. Mutarrotação A alteração na rotação específica de um açúcar que acompanha o equilíbrio das formas alfa e beta.
  13. 13. Monossacarídeos como agentes redutores Os monossacarídeos podem ser oxidados por agentes oxidantes como íons férrico (Fe3+) ou cúprico (Cu2+). O carbono do grupo carbonila é oxidado a carboxila.
  14. 14. Monossacarídeos como agentes redutores Através da reação de Fehling é possível determinar a concentração de um açúcar redutor pela medida da quantidade de agente oxidante que é reduzido pela solução deste mesmo açúcar. Teste usado para medir a elevação dos níveis de glicose no sangue e urina. Atualmente, métodos mais sensíveis são utilizados para medir a glicose sangüínea como a enzima glicose oxidase.
  15. 15. Dissacarídeos
  16. 16. Dissacarídeos São constituídos por dois monossacarídeos ligados covalentemente entre si por uma ligação O-glicosídica. Ligação glicosídica: é formada quando um grupo hidroxila de uma molécula de açúcar reage com o átomo de carbono anomérico da outra molécula de açúcar. Ponta redutora: é a última molécula da cadeia de carboidrato que exibe um carbono anomérico, isto é, um carbono não envolvido em ligação glicosídica.
  17. 17. Ligação glicosídica
  18. 18. Alguns dissacarídeos
  19. 19. Polissacarídeos
  20. 20. Polissacarídeos A maioria dos carboidratos do planeta são encontrados na forma de polissacarídeos. Os polissacarídeos diferem nas unidades monossacarídicas, tipos de ligação, comprimento da cadeia e grau de ramificação. Funções: Armazenamento de monossacarídeos. Ex.: amido e glicogênio. Elementos estruturais de paredes celulares e exoesqueleto de animais. Ex.: Celulose e quitina.
  21. 21. Polissacarídeos Classificação: Homopolissacarídeos (uma unidade monomérica) Não ramificado. Ramificado. Heterossacarídeos (mais de uma unidade monomérica) Não ramificado. Ramificado.
  22. 22. Classificação dos polissacarídeos
  23. 23. Amido O polissacarídeo mais importante das células vegetais. São altamente hidratadas por apresentar muitos grupos hidroxila. Possui dois polímeros de glicose: a amilose e a amilopectina.
  24. 24. Amido Amilose – cadeias longas de glicose, não ramificadas unidas por ligações (α1-4). Amilopectina – é ramificada, apresenta resíduos de glicose unidos com ligações (α1-4), mas nos pontos de ramificação (a cada 24 a 30 resíduos) as ligações são do tipo (α1-6)
  25. 25. Amido Amilose Amilopectina Amido
  26. 26. Glicogênio É o principal polissacarídeo de armazenamento das células animais. Como a amilopectina, o glicogênio é um polímero de D-glicose unidos por ligações (α1-4), com ligações (α1-6) nas ramificações, mas o glicogênio é muito mais ramificado (uma ramificação a cada 8 a 12 unidades) e mais compacto do que o amido. Grânulos de glicogênio

×