Dispersan

305 visualizações

Publicada em

Titulo: Dispersan
Alunos:Jeferson bortoletto pereira,Jennifer Franco de Leiros,Leonardo Oliveira Bastos,Marcos Cesar de Carvalho Fernandez,
Cidade: Santo Andre
Disciplina: Fundamentos
Turma: GP34
Data:26-08-2014
Hora:13:30
Comentarios:Segue trabalho em PDF desenvolvido em sala de aula e finalizado em grupo.
Publico até ápos a correção

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
305
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
13
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Dispersan

  1. 1. PROJETO Dispersan TAP - Termo de Abertura do Projeto Nome Dispersan Descrição Desenvolvimento e fabricação de molécula dispersante para aplicação em amaciante de roupa. Produto será desenvolvido a partir de requistos estabelecidos pelo cliente. Justificativa O cliente busca alternativas de fornecimento do produto, hoje importado da Europa, no Brasil. O projeto tem alta sinergia com a cadeia de produtos da empresa. Objetivo S.M.A.R.T. Chegar a um produto (dispersante) que amplie o market share da empresa em 10% no segmento de HC (Home care) durante os próximos 4 anos, demonstrando eficiência do produto e mantendo o nível de satisfação do cliente. Requisitos Avaliação de propriedade intelectual sobre o processo produtivo Atendimento aos requisitos físico químicos do cliente estabelecidos em especificação acordada. Recebimento do produto refrigerado. Designação Análise de viabilidade do projeto - Marketing estratégico Propriedade intelectual - assuntos regulatórios Desenvolvimento do produto e processo - Pesquisa e desenvolvimento Implementação do processo e monitoramento - Engenharia de fábrica, logistica e planejamento. Sponsor - Diretor comercial de HC GP - Marcos Fernandez Milestones Estudo de viabilidade. Prazo:Abril-2013 Conclusão de desenvolvimento do produto e do processo. Prazo: dez-2013 Planejamento de produção. Prazo: fev-2014 Implementação do processo (produção experimental). Prazo: abril-2014 Produção e monitoramento. Prazo: Jul.-2014 Encerramento do projeto. Prazo: set.2014 Orçamento Orçamento total estimado para implementação do projeto é de 50.000,00 US$ Riscos Fornecedor única da Materia prima Risco ambiental Falta de transporte refrigerado Não atingimentos dos requsitos do cliente Ocupação da planta em 100 % (sem espaço para entrada do projeto) Data, Assinatura do Sponsor 30/11/-0001 - Aprovado OTMMA3 Leonardo Oliveira Bastos - 26/08/2014 11:54:28
  2. 2. PROJETO Dispersan ISH - Registro de Stakeholder Stakeholder Posição Papel no Projeto Email Telefone Celular Jeferson bortoletto pereira Membro da Equipe de Projeto Jeferson.bortoletto@gmail.com Jennifer Leiros Sponsor do Projeto jennifer.leiros@gmail.com Leonardo Oliveira Membro da Equipe de Bastos Projeto Lelebastos07@gmail.com Marcos Cesar de Carvalho Fernandez Gerente de Projeto Sponsor do Projeto fernandez.marcos23@gmail.com 2534 5241 (011) 970277739
  3. 3. PROJETO Dispersan ISH - Registro de Stakeholder Classificação Outras Caracteristicas Requisitos Superficiais Estrátegia Mínimo esforço Mínimo esforço Mínimo esforço Gerenciar com atenção Marcos Cesar de Carvalho Fernandez
  4. 4. PROJETO Dispersan DE - Definir Escopo Escopo do Produto Produzir Dispersan para o cliente PG seguindo os requsitos estabelecidos no Termo de requsitos. Escopo do Projeto O produto será desenvolvido em planta piloto e seguirá as etapas de desenvolvimento de projetos estabelecidos. Desenvolvimento da matéria prima e busca de anterioridade serão precedentes Entregas e critérios de aceitação Termo de viabilidade técnica e comercial. Relatório de aprvação do desnvolvimento Relatório de aprovação do processo. Relatório de aprovação do produto pelo cliente. Escopo não incluído no projeto Atendimento a outros segmentos e outros clientes não estão contemplados no projeto. Premissas Cliente tem clareza dos requsitos estabelecidos. Fábrica tem capacidade técnica de produzir o item. Restrições Produto deverá seguir especificação determinada pelo cliente. Produto deverá ser entregue refrigerado. OTMMA3 Leonardo Oliveira Bastos - 26/08/2014 11:54:28
  5. 5. PROJETO Dispersan WBS C.C. Fase / Pacote de Trabalho Análise M/B 1 Estudo de aprovação 1.1 Viabilidade econômica 1.1.1 Termo de aprovação econômica Make 1.1.2 Relatório econômico Make 1.2 Avaliação do mercado 1.2.1 Termo de aprovação de mercado Make 1.2.2 Relatório de mercado Make 1.3 Viabilidade produção 1.3.1 Termo de aprovação de produção Make 1.3.2 Relatório de produção Make 1.4 Avaliação de riscos 1.4.1 Mapa de riscos Make 1.4.2 Lista de riscos Make 2 Desenvolvimento 2.1 Estudo da matéria prima 2.1.1 Relatório de aprvação da MP Make 2.1.2 Aprovação do fornecedor Make 2.2 Desenvolvimento de processo 2.2.1 Relatório de desenvolvimento Make 2.2.2 Relatório de conclusão Make 2.3 Impacto ambiental 2.3.1 Formulário de impacto ambiental Make 2.3.2 Relatório de impacto ambiental Make 2.4 Teste piloto 2.4.1 Relatorio de teste piloto Make 2.4.2 Plano de experimentos Make 3 Planejamento 3.1 Instalações 3.1.1 Relatório de instalações Make 3.1.2 Termo de aprovação das instalações Make 3.2 Treinmento 3.2.1 Norma operacional Make 3.2.2 Certificado de aceite treinamento Make 3.3 Estocagem 3.3.1 Plano de estoque Make 3.3.2 Critérios de estocagem Make 3.4 Orçamento 3.4.1 Aprovação orçamento Make 3.4.2 Plano de orçamento Make 4 Produção 4.1 Implementação de produção 4.1.1 Transferência de tecnologia Make 4.1.2 Relatório de aprovação processo Make 4.2 Logística 4.2.1 Logística matéria prima Make 4.2.2 Logística de produto final Make 5 Monitoramento 5.1 Indicadores de qualidade 5.1.1 Atendimento a especificação Make
  6. 6. 5.1.2 Laudo de aprovação Make 5.2 Processo de produção 5.2.1 Aprovação do processo Make 5.2.2 Validação do ciclo produtivo Make OTMMA3 Leonardo Oliveira Bastos - 26/08/2014 11:54:28
  7. 7. PROJETO Dispersan D-WBS - Dicionário WBS Fase 1 C.C. Pacote de Trabalho Descrição Entrega do PT Critério de Aceitação OK 1.1.1 Termo de aprovação econômica Relatório irá avaliar retorno financeiro levando em conta custos de produção e margem do produto Relatório de AE Orçamento 2014 Aceitou 1.1.2 Relatório econômico Emissão de comparação entre orçamento do ano e margem do produto Descritivo econômico Orçamento 2014 Aceitou 1.2.1 Termo de aprovação de mercado Relatório de monitoramento de oportunidades do mercado RAM Plano estratégico de mercado Aceitou 1.2.2 Relatório de mercado Avaliação estratégica od mercado incluindo tempo de vida do projeto Mapeamento de mercado Ciclo de vida Aceitou 1.3.1 Termo de aprovação de produção Relatório de aceite das condições de processo RAP Normas operacional Aceitou 1.3.2 Relatório de produção Relatório que avaliará as condições de processo, carregamento e armazenamento do produto. Descritivo de processo TAP (termos de aprovação do processo) Aceitou 1.4.1 Mapa de riscos Documento classificará os riscos envolvidos levando em conta impacto e probabilidade Realatório de riscos Matriz de riscos Unidade A Aceitou 1.4.2 Lista de riscos Descrição de riscos históricos já tratados Planilha de riscos RAM (Aprovação de mitigação Aceitou
  8. 8. PROJETO Dispersan D-WBS - Dicionário WBS Fase 2 C.C. Pacote de Trabalho Descrição Entrega do PT Critério de Aceitação OK 2.1.1 Relatório de aprvação da MP Relatório irá comparar especificações dos materiais oferecidos eplos fornecedores com as especificações de entrada no processo RAMP Especificação MP Aceitou 2.1.2 Aprovação do fornecedor Aprovação dos custos da matéria prima, relação dos preços dos concorrentes Relatório de aprovação RACMP (aprovação de custos da MP) Aceitou 2.2.1 Relatório de desenvolvimento Relatório descreverá todas as etapas do desenvolvimento do processo RD Normas de projeto Aceitou 2.2.2 Relatório de conclusão Realatório descreverá o desnevolvimento do processo e do produto Realatório técnico RT Aceitou 2.3.1 Formulário de impacto ambiental Formulário onde são descritos os impactos ambientais FATRA Aprovação FATRA Aceitou 2.3.2 Relatório de impacto ambiental Relatório descreverá os impactos ambientais relacionados exclisivamente ao projeto e sua matéria prima. RIA Aprovação RIA Aceitou 2.4.1 Relatorio de teste piloto Realatório descreverá as etapas de desenvolvimento do processo e do produto em escala piloto RD Aprovação RD Aceitou 2.4.2 Plano de experimentos Matriz descreverá os experimentos utilizados no desenvolvimento do processo. Mapa de experimentos RT Aceitou
  9. 9. PROJETO Dispersan D-WBS - Dicionário WBS Fase 3 C.C. Pacote de Trabalho Descrição Entrega do PT Critério de Aceitação OK 3.1.1 Relatório de instalações Ata com equipe de fábrica irá descrever as instalações necessárias. Ata de reunião De acordo em ATA Aceitou 3.1.2 Termo de aprovação das instalações Termo descreverá as ainstalações necessárias e suas condições de operação. TAI Aprovação TAI Aceitou 3.2.1 Norma operacional Documentos onde são descritas as etapas do processo a serem seguidas pela fábrica (manufatura) NO NO-05 Aceitou 3.2.2 Certificado de aceite treinamento A engenharia de fábrica deverá dar o aceite nas recomendações aos operadores da planta industrial. Ata de reunião De acordo na Ata Aceitou 3.3.1 Plano de estoque Plano descreverá onde será estocadas e em que condições as matéria primas e o produto final. PE Aprovação PE Aceitou 3.3.2 Critérios de estocagem Documento descreverá as condições ideais de estoque dos principais materiais do projeto. Norma de estocagem NO-06 Aceitou 3.4.1 Aprovação orçamento O termo de aprovação de orçamento validará os gastos com custo fixo da unidade e compra de matéria prima. TAO Aprovação TAO Aceitou 3.4.2 Plano de orçamento Realatório descreverá todos os detalhes do orçamento RO Aprovação do RO Aceitou
  10. 10. PROJETO Dispersan D-WBS - Dicionário WBS Fase 4 C.C. Pacote de Trabalho Descrição Entrega do PT Critério de Aceitação OK 4.1.1 Transferência de tecnologia Documento que descreverá toda a receita para produção em escala industrial, incluindo códigos de controle, embalagens, estocagem, impacto ambiental. TT Aprovação TT Aceitou 4.1.2 Relatório de aprovação processo Relatório por parte da manufatura aprovando as condições estabelecidas em transferência de tecnologia. RAP Aprovação RAP Aceitou 4.2.1 Logística matéria prima Aprovação das condições de estocagem da matéria prima. Plano de logística Aprovação em ATA Aceitou 4.2.2 Logística de produto final Estabelecido em reunião o plano deverá levar em conta os requsitos de recebimento do cliente. Plano de estocagem de produto final De acordo em ATA Aceitou
  11. 11. PROJETO Dispersan D-WBS - Dicionário WBS Fase 5 C.C. Pacote de Trabalho Descrição Entrega do PT Critério de Aceitação OK 5.1.1 Atendimento a especificação Aceite dos requisitos de especificação estabelecidos pelo cliente Termo de aceite Aprovação do termo Aceitou 5.1.2 Laudo de aprovação Laudo irá descrever os requsitos e demonstrar os resultados conseguidos em produção comparando com os requsitos. Laudo de aprovação Aprovação do laudo Aceitou 5.2.1 Aprovação do processo Realatório em que a fábrica dá o aceite nas condições de manufatura RAP Emissão do RAP Aceitou 5.2.2 Validação do ciclo produtivo Avaliação do ciclo de processo em que será levados em conta os impactos do ciclo nos custos do produto. ACV Aceite ACV Aceitou
  12. 12. PROJETO Dispersan LVQ - Lista de Verifiação da Qualidade Fase 1 C.C. Pacote de Trabalho Descrição Entrega do PT Critério de Validação OK 1.1.1 Termo de aprovação econômica Relatório irá avaliar retorno financeiro levando em conta custos de produção e margem do produto Relatório de AE Aguardando 1.1.2 Relatório econômico Emissão de comparação entre orçamento do ano e margem do produto Descritivo econômico Aguardando 1.2.1 Termo de aprovação de mercado Relatório de monitoramento de oportunidades do mercado RAM Aguardando 1.2.2 Relatório de mercado Avaliação estratégica od mercado incluindo tempo de vida do projeto Mapeamento de mercado Aguardando 1.3.1 Termo de aprovação de produção Relatório de aceite das condições de processo RAP Aguardando 1.3.2 Relatório de produção Relatório que avaliará as condições de processo, carregamento e armazenamento do produto. Descritivo de processo Aguardando 1.4.1 Mapa de riscos Documento classificará os riscos envolvidos levando em conta impacto e probabilidade Realatório de riscos Aguardando 1.4.2 Lista de riscos Descrição de riscos históricos já tratados Planilha de riscos Aguardando
  13. 13. PROJETO Dispersan LVQ - Lista de Verifiação da Qualidade Fase 2 C.C. Pacote de Trabalho Descrição Entrega do PT Critério de Validação OK 2.1.1 Relatório de aprvação da MP Relatório irá comparar especificações dos materiais oferecidos eplos fornecedores com as especificações de entrada no processo RAMP Aguardando 2.1.2 Aprovação do fornecedor Aprovação dos custos da matéria prima, relação dos preços dos concorrentes Relatório de aprovação Aguardando 2.2.1 Relatório de desenvolvimento Relatório descreverá todas as etapas do desenvolvimento do processo RD Aguardando 2.2.2 Relatório de conclusão Realatório descreverá o desnevolvimento do processo e do produto Realatório técnico Aguardando 2.3.1 Formulário de impacto ambiental Formulário onde são descritos os impactos ambientais FATRA Aguardando 2.3.2 Relatório de impacto ambiental Relatório descreverá os impactos ambientais relacionados exclisivamente ao projeto e sua matéria prima. RIA Aguardando 2.4.1 Relatorio de teste piloto Realatório descreverá as etapas de desenvolvimento do processo e do produto em escala piloto RD Aguardando 2.4.2 Plano de experimentos Matriz descreverá os experimentos utilizados no desenvolvimento do processo. Mapa de experimentos Aguardando
  14. 14. PROJETO Dispersan LVQ - Lista de Verifiação da Qualidade Fase 3 C.C. Pacote de Trabalho Descrição Entrega do PT Critério de Validação OK 3.1.1 Relatório de instalações Ata com equipe de fábrica irá descrever as instalações necessárias. Ata de reunião Aguardando 3.1.2 Termo de aprovação das instalações Termo descreverá as ainstalações necessárias e suas condições de operação. TAI Aguardando 3.2.1 Norma operacional Documentos onde são descritas as etapas do processo a serem seguidas pela fábrica (manufatura) NO Aguardando 3.2.2 Certificado de aceite treinamento A engenharia de fábrica deverá dar o aceite nas recomendações aos operadores da planta industrial. Ata de reunião Aguardando 3.3.1 Plano de estoque Plano descreverá onde será estocadas e em que condições as matéria primas e o produto final. PE Aguardando 3.3.2 Critérios de estocagem Documento descreverá as condições ideais de estoque dos principais materiais do projeto. Norma de estocagem Aguardando 3.4.1 Aprovação orçamento O termo de aprovação de orçamento validará os gastos com custo fixo da unidade e compra de matéria prima. TAO Aguardando 3.4.2 Plano de orçamento Realatório descreverá todos os detalhes do orçamento RO Aguardando
  15. 15. PROJETO Dispersan LVQ - Lista de Verifiação da Qualidade Fase 4 C.C. Pacote de Trabalho Descrição Entrega do PT Critério de Validação OK 4.1.1 Transferência de tecnologia Documento que descreverá toda a receita para produção em escala industrial, incluindo códigos de controle, embalagens, estocagem, impacto ambiental. TT Aguardando 4.1.2 Relatório de aprovação processo Relatório por parte da manufatura aprovando as condições estabelecidas em transferência de tecnologia. RAP Aguardando 4.2.1 Logística matéria prima Aprovação das condições de estocagem da matéria prima. Plano de logística Aguardando 4.2.2 Logística de produto final Estabelecido em reunião o plano deverá levar em conta os requsitos de recebimento do cliente. Plano de estocagem de produto final Aguardando
  16. 16. PROJETO Dispersan LVQ - Lista de Verifiação da Qualidade Fase 5 C.C. Pacote de Trabalho Descrição Entrega do PT Critério de Validação OK 5.1.1 Atendimento a especificação Aceite dos requisitos de especificação estabelecidos pelo cliente Termo de aceite Aguardando 5.1.2 Laudo de aprovação Laudo irá descrever os requsitos e demonstrar os resultados conseguidos em produção comparando com os requsitos. Laudo de aprovação Aguardando 5.2.1 Aprovação do processo Realatório em que a fábrica dá o aceite nas condições de manufatura RAP Aguardando 5.2.2 Validação do ciclo produtivo Avaliação do ciclo de processo em que será levados em conta os impactos do ciclo nos custos do produto. ACV Aguardando
  17. 17. PROJETO Dispersan Fluxograma de Iniciação
  18. 18. PROJETO Dispersan Fluxograma de Planejamento
  19. 19. PROJETO Dispersan Fluxograma de Execução
  20. 20. PROJETO Dispersan Fluxograma de Monitoramento & Controle
  21. 21. PROJETO Dispersan Fluxograma de Encerramento

×