Accountability - A evolução da responsabilidade pessoal [Palestra Papo de Consultor]

980 visualizações

Publicada em

Em encontro do Papo de Consultor vimos o tema “Accountability A Evolução da Responsabilidade Pessoal” em uma abordagem bem provocativa sobre como o senso de responsabilidade pode contribuir para alcançar os resultados esperados por cada um.

Vimos ainda:
1. O que é “Accountability Pessoal”?
2. Os três tipos e os três elementos determinantes da Accountability.
3. O que eu ganho sendo uma pessoa “Accountable”.
4. Responsabilidade x “Accountability Pessoal” – Qual é mesmo a diferença?
5. Você é uma pessoa “Accountable”? Ou SUPER Responsável?

O conteúdo foi conduzido pelo consultor e professor Dermeval Franco, especialista em em RH, Marketing e Gestão Empresarial.

0 comentários
4 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
980
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
9
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
56
Comentários
0
Gostaram
4
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Accountability - A evolução da responsabilidade pessoal [Palestra Papo de Consultor]

  1. 1. A evolução da Responsabilidade Pessoal Dermeval Franco Adm. MBA Consultor e Professor 30 | 06 | 2015 Projeto Líderes do Futuro
  2. 2. O que é “Accountability”? Os 3 tipos e os 3 elementos. O que eu ganho sendo...? Responsabilidade x Accountability – Diferença? Temas Você é uma pessoa “Accountable”? “Honestidade é uma bússola moral que nos guia na Vida”.
  3. 3. “Accountability Pessoal é pegar para si a responsabilidade e gerar respostas com resultados.” João Cordeiro
  4. 4. Accountability “Se traduz pela responsabilidade do agente tanto pela tomada de decisões como por sua execução eficaz e pela obrigação de prestar contas tanto por ações como por omissões”. Avelino R. da Silva
  5. 5. Os três tipos da “Accountability”  Governamental  Contábil  Pessoal Os três elementos da “Accountability”  Proatividade  Mão única  Humildade
  6. 6. O que eu ganho sendo “Accountable”? Um profissional + completo Um gestor + focado em resultados Um pai ou mãe melhor Um filho melhor Uma pessoa + resiliente e resistente Ser humano melhor e + desenvolvido Tornar-se uma fonte de soluções
  7. 7. Responsabilidade x Accountability
  8. 8. Embora pareçam ter o mesmo significado, Responsabilidade é de fora para dentro do indivíduo (precisa ser lembrada e às vezes até escrita). Accountability é uma virtude moral. É de dentro para fora (não precisa nem ser lembrada e nem escrita). Responsabilidade x Accountability
  9. 9. Dizemos que uma pessoa é ACCOUNTABLE quando responde Inteiramente por si e por seus atos, assumindo total responsabilidade por eles.
  10. 10. 10% - 90% Crianças pequenas, mimadas ou adultos problemáticos. Nível 1 Nível 2 Nível 3 Nível 4 Nível 5 Nível 6 20% - 80%. Crianças mimadas, adolescentes problemáticos e adultos imaturos. 40% - 60% Adultos comuns, normais. Grande parte da sociedade. Quanto de responsabilidade devemos assumir na nossa vida? 60% - 40% Adultos normais, aqueles que, quando motivados ou incentivados, transformam. 80% - 20% Agem nesse nível os adultos especiais, os “ACCOUNTABLE”. 100% Adultos SUPER- ACCOUNTABLE
  11. 11. Pessoas “Accountable” são pessoas excelentes!
  12. 12. E pessoas não “Accountable”? “Desculpability” Uma barreira à alta performance.
  13. 13. “A culpa é minha e eu coloco-a em quem eu quiser!”
  14. 14. Vítima das circunstâncias? Todos nascemos com um software de super responsabilidade potencialmente pré‐instalado. Em alguns de nós ele já está ativado, em outros pode travar de vez em quando, mas há pessoas em quem essa virtude encontra‐se inativa.
  15. 15. “Comportamentos responsáveis” As coisas acontecem porque você faz “Comportamentos de vítima” As coisas acontecem com ou sem você Culpar os outros Desculpas pessoais “Eu não posso” Esperar para ver Fazer acontecer Abraçar as mudanças Encontrar soluções Reconhecer a realidade Inconsciente | Consciente Qual o modelo mental que lhe dirige?
  16. 16. “Não recebi o e-mail.” “Eu não sabia!” “Isso sempre foi feito dessa forma.” “Esse cliente não é meu.”“Esse problema não é meu.” “Eu só fiz o que me mandaram”. “Isso não é minha função.” “O sistema estava fora do ar.” “Eu fiz a minha parte”. “Já deu o meu horário”. As dez desculpas que os gestores ouvem
  17. 17. Qual o impacto que esses comportamentos de “desculpabilidade” exerce sobre outras pessoas ou sobre a cultura de uma empresa?
  18. 18. Excelente trabalho! Parabéns! Quem foi o responsável?
  19. 19. Você é uma pessoa Accountable?
  20. 20. 1. São focadas na solução de problemas. 2. Agem imediatamente quando demandadas. 3. Não se conformam com processos ineficientes ou com um serviço ruim. 4. Pensam o que é melhor para o cliente e para a empresa, e decidem fazer o melhor. 5. Fazem a parte dele e a dos outros, se for preciso. Pessoas Excelentes...
  21. 21. 6. Interessam-se pelo resultados, pelo todo e resolvem problemas. Colocam o cliente em 1º lugar e a empresa em 2º. 7. Estão emprenhadas em fazer alguma diferença. Deixar uma marca. 8. Não se prendem a horários. Tem o foco no que precisa ser feito. 9. Pensam como se fossem os donos da empresa. Usa sempre o “nosso” ao invés do “eu”. 10.Tomam decisões para resolver problemas. Tomam para si a responsabilidade. Pessoas Excelentes...
  22. 22. Ser mais “Accountable” é abrir o seu olhar e ser responsável pelas pequenas decisões do dia a dia. É ter resiliência e tolerância.
  23. 23. Cultura Organizacional
  24. 24. Pessoas são o maior patrimônio da empresa. Pessoas certas são o maior patrimônio da empresa. Pessoas excelentes são o maior patrimônio da empresa.
  25. 25. Perguntas? Torne-se, URGENTEMENTE, uma pessoa ACCOUNTABLE!!! dermevalfranco@gmail.com Muito obrigado.
  26. 26. P a l e s t r a s i n c o m p a n y c o m D e r m e v a l F r a n c o OBJETIVO  Proporcionar reflexões poderosas para influenciar os participantes a desejarem realizar mudanças pessoais para tornarem-se pessoas excelentes. TEMAS 1. O que é “Accountability Pessoal”? 2. Os três tipos e os três elementos determinantes da Accountability. 3. O que eu ganho sendo uma pessoa “Accountable”. 4. Responsabilidade x “Accountability Pessoal” – Qual é mesmo a diferença? 5. Você é uma pessoa “Accountable”? Ou SUPER Responsável? Metodologia |Carga horária| Data Exposição dialogada e interativa com os participantes. A duração é de 90 minutos. Data a ser negociada. Accountability A Evolução da Responsabilidade Pessoal ...Ou Como Tornar-se uma Pessoa Excelente A Neurociência da Liderança OBJETIVOS  Gerar uma profunda compreensão do impacto que os estudos da neurociência provocam para uma liderança efetiva, produtiva e responsável.  Contribuir para a construção de um papel profissional de liderança equilibrada entre resultados que precisam ser conquistados e engajamento autêntico das pessoas.  Compreender o efeito real que os líderes exercem sobre pessoas e equipes. TEMAS 1. A Neurociência - Conceitos e ideias | Percepção e construção do comportamento. A mudança é dolorida.. 2. O behaviorismo não funciona 3. O humanismo está superestimado. 4. A expectativa molda a realidade 5. A densidade da atenção e do foco molda a identidade e cria ou transforma cultura Metodologia |Carga horária| Data Exposição dialogada e interativa com os participantes, promovendo experimentação de situações do dia a dia. A duração é de 90 minutos. A data a ser negociada.
  27. 27. Dermeval Franco Administrador, MBA. Consultor Organizacional e Professor Contatos: OI – (85) 8877-2280 / TIM – 9936-7520 Skype: dermevalfranco Dermeval Franco - Administrador especializado em RH, Marketing e Gestão Empresarial. Apegeano pela Amana-Key. Credenciado pela Tangram/The Clark Wilson Group-USA para diagnósticos de Feedback 360 Graus para Lideranças, Equipes e Clima Organizacional. Credenciado para Instituto Holos para Mentoring e Coaching Pessoal e Profissional. Educador e consultor em Desenvolvimento Organizacional e Liderança. Atuou para empresas como General Motors, Peugeot, Embratel, Votorantim, Volkswagen, Ford, Microsiga (Atual TOTVS), Bradesco, Schering Plough, Federação das Indústrias da Bahia, dentre outras empresas. Foi Gerente de Recursos Humanos e Qualidade da Norsa (Coca Cola em Fortaleza) e Gerente de T&D da JMacedo Alimentos. Autor de vários artigos e do livro “As Pessoas em Primeiro Lugar – Como Promover o Alinhamento de Pessoas, Desempenho e Resultados em Tempos Turbulentos” – Editora Qualitymark . Autor do blog: www.capuccinoempresarial.blogspot.com. S o l i c i t e p o r t f ó l i o c o m p l e t o .

×