Scrum - Fundamentos, teorias e práticas

2.024 visualizações

Publicada em

Descrição do framework Scrum passando os fundamentos, teorias e práticas utilizadas para gestão de projetos.

Publicada em: Tecnologia

Scrum - Fundamentos, teorias e práticas

  1. 1. Fundamentos teoria e práticas Annelise Gripp
  2. 2. AGENDA AGENDA o surgiu igem do Scrum e com Or CRUM CRUM e o que não é S O que é S Manifesto Ágil metimento nvolvimento e compro Diferença entre e bilidades dos Papéis e Responsa Definição acklogs e isão, User Stories, B Framework Ágil, V Visualização Cerimônias e Resumo SCRUM Empresas que utilizam
  3. 3. Como surgiu  O nome SCRUM veio da expressão do Rugby (esporte coletivo inglês com 8 pessoas). SCRUM quer dizer no jogo “formação ordenada” e é usado após uma jogada irregular ou em alguma penalização, onde se reinicia o jogo. Como surgiu ? Inicialmente, o Scrum foi concebido como um estilo de gerenciamento de projetos em empresas de fabricação de automóveis e produtos de consumo.  Scrum usa conceitos de Lean (desenvolvimento iterativo), que surgiu no Japão na fábrica de automóveis Toyota, logo após a Segunda Guerra Mundial. Nesta época a indústria japonesa tinha uma produtividade muito baixa e uma enorme falta de recursos, o que naturalmente a impedia adotar o modelo da produção em massa.
  4. 4. O que é e o que não O que é SCRUM ? Scrum é um framework Ágil Scrum permite entregar rapidamente software funcionando e de qualidade a cada 2 a 4 semanas (Sprints); O que não é SCRUM? - Scrum não é uma metodologia que irá te ajudar a desenvolver melhores produtos; - Scrum não lhe dá a resposta de como desenvolver software de qualidade mais rapidamente;
  5. 5. Manifesto Ágil Manifesto Ágil é uma declaração dos princípios que fundamentam o desenvolvimento ágil de software (fonte: http://www.agilemanifesto.org). Indivíduos e suas interações... ...de procedimentos e ferramentas Funcionamento do Software... ...de documentação abrangente ACIMA Colaboração dos Clientes... Capacidade de resposta à mudanças... ...de negociação de contratos ...de um plano pre-estabelecido
  6. 6. Comprometimento
  7. 7. Product Owner OBSERVAÇÃO: O PO participa de todas as reuniões de tomada de decisão. Atua de forma decisiva no resultado da entrega do produto.
  8. 8. Scrum Master OBSERVAÇÃO: O Scrum Master é comunicativo, dinâmico e tem sinergia não só com a equipe, mas com todos os envolvidos
  9. 9. Time Scrum OBSERVAÇÃO: O sucesso da produtividade de um time é manter a comunicação ativa, pair programing, feedback minuto, entre outros.
  10. 10. Framework Scrum
  11. 11. Visão do Produto Definição: Visão do Produto é o Escopo do projeto! Como é repassada... .. a visão do produto é repassada em uma apresentação, informando os fatores de sucesso, características de qualidade desejada, as metas e o que mais for necessário para a equipe envolvida. Esta reunião não tem o objetivo de ser uma apresentação detalhada dos requisitos e sim uma apresentação em auto nível de todos os módulos que devem ser construídos. Esta reunião pode ser realizada várias vezes durante o projeto, não sendo uma regra a sua apresentação apenas no inicio. Com está “re”apresentação no decorrer do projeto diminuímos o risco do desvio do entendimento dos nossos objetivos durante a execução, fazendo com que todos mantenham o alinhamento com a “meta” do projeto e não apenas no inicio.
  12. 12. Product Backlog
  13. 13. Sprint Backlog
  14. 14. User Stories Definição Acadêmica: É uma pequena descrição que detalha os itens do Product Backlog. Uma estória ajuda no entendimento e também é utilizada como lembrete nas atividades de planejamento. Permite fazer a estimativa de velocidade da equipe e a duração da Sprint. Definição Prática: A partir da necessidade levantada pelo Product Owner (PO) e registrada em um documento, uma ou mais User Stories serão escritas na perspectiva do produto para atender o negócio. Como escrever uma estória? Conversações sobre a estória, entre os desenvolvedores e clientes,de modo a detalhar o item e esclarecer todas as dúvidas sobre o deve ser feito.
  15. 15. Estimativas OBSERVAÇÃO: A equipe joga o Planning Poker na cerimônia de Planejamento da Sprint. Define também a velocidade da equipe e o planejamento da Sprint.
  16. 16. Task Board e Burndown TASK BOARD Dá visibilidade e transparência ao desenvolvimento do software. (Planejado, execução e concluído) BURNDOWN Permite visualizar o progresso e/ou a Visualização do trabalho e tempo que ainda faltam para completar a Sprint.
  17. 17. Cerimônias * REVISÃO DA SPRINT (Review); – Entrega do Sprint. Software funcionando pronto para produção. * RETROSPECTIVA DA SPRINT (Retrospective); – Momento que todos que trabalharam no Sprint param e avaliam o que funcionou, o que não funcionou e o que devemos melhorar (PDCA); * PLANEJAMENTO DA SPRINT (Planning); – Realizado em 2 momentos: 1) PO e o Time tiram as duvidas sobre os requisitos apresentados. Estimam os requisitos e definem as prioridades; 2) Time escreve as tarefas; * REUNIÃO DIÁRIA (Daily Meeting); – Reunião que acontece todos os dias durante 15 minutos. O Time fica em pé, em frente ao Quadro de Tarefas falando sobre o que fez ontem, o que fará hoje e se houve algum impedimento.
  18. 18. Empresas que usam Scrum

×