SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 23
MBA EM GESTÃO DE PROJETOS
Prof. Thiago Moreira Torres
MBA, ACP, CSM, PMP
Com base na dinâmica de Flávio Steffens.
http://agileway.com.br/2009/08/18/dinamica-fabrica-de-avioes-2-0/
email: moreiratorres@gmail.com
A FÁBRICA DE AVIÕES
Belo Horizonte, março de 2015.
Objetivo
Criar uma linha de produção
de aviões de papéis.
Aprendizado
• Vivenciar os conceitos do Scrum de
forma prática, visualizando os benefícios.
• Utilização prática do conceito PDCA e
processos empíricos, base para os
processos ágeis.
Material
Times
• Times de 5 a 9 pessoas, em acordo com orientações
das práticas ágeis.
• Teremos três equipes:
Gama Ômega Sigma
𝛾 ∑Ω
Linha de Produção
• Avião deve começar em uma ponta e
terminar na outra.
• O time define a engenharia a ser aplicada.
• Não pode haver estocagem de matéria
prima.
Primeiro Contato
• A força aérea deseja um novo avião.
• Um representante da entidade entrou em contato
com três empresas para analisar as propostas.
• O representante deseja saber quantos aviões vocês
podem produzir em 3 (três) minutos.
• Vocês têm 1 (um minuto) para passar a estimativa.
Análise das Propostas
• A força aérea gostou das estimativas e abrirá
concorrência.
• Vocês devem produzir um protótipo do avião em 3
(três) minutos, com o seguinte escopo:
• Deve possuir 12 janelas.
• Deve possuir uma cabine.
• Deve possuir o símbolo das empresas:
• Nas duas asas.
• Na traseira.
• E, é claro, deve voar.
Análise das Propostas
O que o cliente
realmente quer.
Escopo
Mãos à obra
• Com o escopo em mãos, agora é com vocês.
• A empresa que produzir mais aviões em acordo com o escopo
leva o contrato.
• Vocês terão 3 (três) sprints de 3 (três) minutos para produzir os
aviões.
• Terão mais 3 minutos para avaliar e adaptar o processo ao final
dos sprints, visando melhorar a produtividade.
• Deverão dar uma estimativa de produção a cada início de
sprint.
Papéis
• Product Owner
• Detalhará o escopo e aceitará o produto.
• Scrum Master
• Não poderá produzir. Deverá servir o time, avaliar
o processo, remover impedimentos e buscar
matéria prima.
• Time:
• Produzirá e avaliará o processo.
Leia seu cartão com cuidado para que ninguém veja.
Regras
• Sprints e planejamento/review de 3 minutos. Respeito
incondicional ao tempo.
• O avião começa em uma ponta e termina na outra.
• A engenharia aplicada é decisão do time.
• Não pode haver estocagem de matéria prima. O Scrum Master
pode pegar 10 folhas quanto a última folha em estoque entrar
na produção.
• O produto precisa cumprir o escopo. Caso acabe o tempo e o
produto tiver inacabado, ele pode voltar para a linha de
produção no próximo sprint.
Campeão
Os papéis.
Os papeis
Você será o Scrum Master do time.
Sua função será motivá-los a
cumprir (e superar) as metas .
Você avaliará o processo de fora,
logo aproveite para sugerir melhorias.
Remova os obstáculos que atrapalhem
o andamento da produção.
Você não pode desenvolver o produto.
SCRUM MASTER
Os papeis
Você será um membro do time. Sua
função é de produzir parte do produto
conforme a engenharia decidida pelo
time. Você também deverá observar
melhorias no processo. Se encontrar
algum obstáculo na produção, notifique
imediatamente o Scrum Master.
O time depende da sua capacidade.
MEMBRO DO TIME
Os papeis
Você representará o elo fraco do time.
Sua função será de tornar o processo
lento e com gargalos. Se esforce nisso,
mas não demonstre. Aja como se
estivesse alinhado com o time.
Sugira, aceite e acate as decisões, mas
mantenha a postura descrita acima.
ELO FRACO
Lições
Aprendidas
Lições Aprendidas
• Estimativas e limites de produção.
• Prototipação e geração de valor ao cliente.
• Inspeção e adaptação.
• Gargalos e correções.
• Trabalho em equipe.
• Empowerment.
• Iterações:
• É melhor entregar todos os aviões em 10 minutos, ou uma
parte a cada 3 minutos?
Concluindo
• Vivenciamos um processo ágil na prática.
• O planejamento inicial é incerto.
• Vivência e experiência possibilitaram uma visão mais real.
• As equipes se tornam mais motivadas e auto-gerenciáveis.
• O Scrum Master é mais líder do que gerente/chefe.
• Ambiente de trabalho mais leve, produtivo e organizado.
OBRIGADO!
Thiago Moreira Torres
moreiratorres@gmail.com
/pub/thiago-torres-acp-pmp-csm/28/70/435
/thiago.torres.5243
@thiagomt1
(031) - 9892 - 8166

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Relacionamento Interpessoal no Ambiente de Trabalho
Relacionamento Interpessoal no Ambiente de TrabalhoRelacionamento Interpessoal no Ambiente de Trabalho
Relacionamento Interpessoal no Ambiente de TrabalhoLuis Paulo Barros
 
Ferramentas da Qualidade
Ferramentas da QualidadeFerramentas da Qualidade
Ferramentas da QualidadeMayra de Souza
 
Planejamento e Organização no Ambiente de Trabalho
Planejamento e Organização no Ambiente de TrabalhoPlanejamento e Organização no Ambiente de Trabalho
Planejamento e Organização no Ambiente de TrabalhoBenjamim Garcia Netto
 
Arranjo físico layout
Arranjo físico   layoutArranjo físico   layout
Arranjo físico layoutRaylson Rabelo
 
Gestao de projetos_-_exercicio_1._com_gabarito_doc
Gestao de projetos_-_exercicio_1._com_gabarito_docGestao de projetos_-_exercicio_1._com_gabarito_doc
Gestao de projetos_-_exercicio_1._com_gabarito_docneyfds
 
Palestra Ituporanga Motivação, Liderança e Trabalho em Equipe
Palestra Ituporanga Motivação, Liderança e Trabalho em EquipePalestra Ituporanga Motivação, Liderança e Trabalho em Equipe
Palestra Ituporanga Motivação, Liderança e Trabalho em EquipeEduardo Maróstica
 
03+aula+rh+treinamento+e+desenvolvimento+pessoal
03+aula+rh+treinamento+e+desenvolvimento+pessoal03+aula+rh+treinamento+e+desenvolvimento+pessoal
03+aula+rh+treinamento+e+desenvolvimento+pessoalTaluana Maron
 
Aula03 exercicio fluxograma casa
Aula03   exercicio fluxograma casaAula03   exercicio fluxograma casa
Aula03 exercicio fluxograma casaGrupo Tiradentes
 
Trabalho em equipe
Trabalho em equipeTrabalho em equipe
Trabalho em equipeMATARANGAS
 
Aula 4 - Organogramas, Fluxogramas e Funcionagrama
Aula 4 - Organogramas, Fluxogramas e FuncionagramaAula 4 - Organogramas, Fluxogramas e Funcionagrama
Aula 4 - Organogramas, Fluxogramas e FuncionagramaProf. Leonardo Rocha
 
Estrutura Organizacional - Conceito e Tipos
Estrutura Organizacional - Conceito e TiposEstrutura Organizacional - Conceito e Tipos
Estrutura Organizacional - Conceito e TiposMatheus Inácio
 
Gestão do Tempo e Produtividade - Conceitos e Ferramentas
Gestão do Tempo e Produtividade - Conceitos e FerramentasGestão do Tempo e Produtividade - Conceitos e Ferramentas
Gestão do Tempo e Produtividade - Conceitos e FerramentasDavi Rocha
 

Mais procurados (20)

Relacionamento Interpessoal no Ambiente de Trabalho
Relacionamento Interpessoal no Ambiente de TrabalhoRelacionamento Interpessoal no Ambiente de Trabalho
Relacionamento Interpessoal no Ambiente de Trabalho
 
Ferramentas da Qualidade
Ferramentas da QualidadeFerramentas da Qualidade
Ferramentas da Qualidade
 
Gestão e Liderança_Prof. Randes
Gestão e Liderança_Prof. RandesGestão e Liderança_Prof. Randes
Gestão e Liderança_Prof. Randes
 
Trabalho em Equipe
Trabalho em EquipeTrabalho em Equipe
Trabalho em Equipe
 
06 aula just in time e kanban
06 aula just in time e kanban06 aula just in time e kanban
06 aula just in time e kanban
 
Planejamento e Organização no Ambiente de Trabalho
Planejamento e Organização no Ambiente de TrabalhoPlanejamento e Organização no Ambiente de Trabalho
Planejamento e Organização no Ambiente de Trabalho
 
Gestão da qualidade
Gestão da qualidadeGestão da qualidade
Gestão da qualidade
 
Arranjo físico layout
Arranjo físico   layoutArranjo físico   layout
Arranjo físico layout
 
Gestao de projetos_-_exercicio_1._com_gabarito_doc
Gestao de projetos_-_exercicio_1._com_gabarito_docGestao de projetos_-_exercicio_1._com_gabarito_doc
Gestao de projetos_-_exercicio_1._com_gabarito_doc
 
Apresentação motivacional
Apresentação motivacionalApresentação motivacional
Apresentação motivacional
 
Formação de equipes
Formação de equipesFormação de equipes
Formação de equipes
 
Palestra Ituporanga Motivação, Liderança e Trabalho em Equipe
Palestra Ituporanga Motivação, Liderança e Trabalho em EquipePalestra Ituporanga Motivação, Liderança e Trabalho em Equipe
Palestra Ituporanga Motivação, Liderança e Trabalho em Equipe
 
03+aula+rh+treinamento+e+desenvolvimento+pessoal
03+aula+rh+treinamento+e+desenvolvimento+pessoal03+aula+rh+treinamento+e+desenvolvimento+pessoal
03+aula+rh+treinamento+e+desenvolvimento+pessoal
 
Aula03 exercicio fluxograma casa
Aula03   exercicio fluxograma casaAula03   exercicio fluxograma casa
Aula03 exercicio fluxograma casa
 
Treinamento & Desenvolvimento
Treinamento & DesenvolvimentoTreinamento & Desenvolvimento
Treinamento & Desenvolvimento
 
Trabalho em equipe
Trabalho em equipeTrabalho em equipe
Trabalho em equipe
 
Introdução a administração 2012_01
Introdução a administração 2012_01Introdução a administração 2012_01
Introdução a administração 2012_01
 
Aula 4 - Organogramas, Fluxogramas e Funcionagrama
Aula 4 - Organogramas, Fluxogramas e FuncionagramaAula 4 - Organogramas, Fluxogramas e Funcionagrama
Aula 4 - Organogramas, Fluxogramas e Funcionagrama
 
Estrutura Organizacional - Conceito e Tipos
Estrutura Organizacional - Conceito e TiposEstrutura Organizacional - Conceito e Tipos
Estrutura Organizacional - Conceito e Tipos
 
Gestão do Tempo e Produtividade - Conceitos e Ferramentas
Gestão do Tempo e Produtividade - Conceitos e FerramentasGestão do Tempo e Produtividade - Conceitos e Ferramentas
Gestão do Tempo e Produtividade - Conceitos e Ferramentas
 

Destaque

10 dinâmicas divertidas e envolventes
10 dinâmicas divertidas e envolventes10 dinâmicas divertidas e envolventes
10 dinâmicas divertidas e envolventesSeduc MT
 
Brincadeiras para o natal e confraternizações
Brincadeiras para o natal  e confraternizaçõesBrincadeiras para o natal  e confraternizações
Brincadeiras para o natal e confraternizaçõesSimoneHelenDrumond
 
Coletanea de dinâmicas de grupo
Coletanea de dinâmicas de grupoColetanea de dinâmicas de grupo
Coletanea de dinâmicas de grupoSoraia Santana
 
Macrosolutions PMDome Workshop
Macrosolutions PMDome WorkshopMacrosolutions PMDome Workshop
Macrosolutions PMDome WorkshopMacrosolutions SA
 
How to create and measure a recurring revenue business
How to create and measure a recurring revenue businessHow to create and measure a recurring revenue business
How to create and measure a recurring revenue businessLeandro Faria
 
Pesquisa sobre Educação Financeira - Hábitos de Consumo
Pesquisa sobre Educação Financeira - Hábitos de ConsumoPesquisa sobre Educação Financeira - Hábitos de Consumo
Pesquisa sobre Educação Financeira - Hábitos de ConsumoCâmara De Dirigentes Lojistas
 
Gerência de Projetos de Software - Aula 3 [SCRUM]
Gerência de Projetos de Software - Aula 3 [SCRUM]Gerência de Projetos de Software - Aula 3 [SCRUM]
Gerência de Projetos de Software - Aula 3 [SCRUM]Adson Cunha, MSc, PMP®
 
03 23-2010 - pp - promoção
03 23-2010 - pp - promoção03 23-2010 - pp - promoção
03 23-2010 - pp - promoçãoFernando
 
Noano365 pj project
Noano365 pj projectNoano365 pj project
Noano365 pj projectPaulo Junior
 
Apresentação do trabalho gerenc. da rotina (2)
Apresentação do trabalho gerenc. da rotina (2)Apresentação do trabalho gerenc. da rotina (2)
Apresentação do trabalho gerenc. da rotina (2)Lilian Resende
 
Apresentacao pmi-palestrantes-9-seminario
Apresentacao pmi-palestrantes-9-seminarioApresentacao pmi-palestrantes-9-seminario
Apresentacao pmi-palestrantes-9-seminarioPaulo Junior
 
Gerenciamento de Custos em Projetos
Gerenciamento de Custos em ProjetosGerenciamento de Custos em Projetos
Gerenciamento de Custos em Projetosrenneralves
 
Aula Planejamento de Tempo em Projetos
Aula Planejamento de Tempo em ProjetosAula Planejamento de Tempo em Projetos
Aula Planejamento de Tempo em ProjetosFelipe Pereira
 
Planejamento financeiro pessoal e familiar
Planejamento financeiro pessoal e familiarPlanejamento financeiro pessoal e familiar
Planejamento financeiro pessoal e familiarRonilson Sousa
 

Destaque (20)

Dinâmica Castelo de Cartas
Dinâmica Castelo de CartasDinâmica Castelo de Cartas
Dinâmica Castelo de Cartas
 
Gerenciamento do Valor Agregado Utilizando LEGO
Gerenciamento do Valor Agregado Utilizando LEGOGerenciamento do Valor Agregado Utilizando LEGO
Gerenciamento do Valor Agregado Utilizando LEGO
 
10 dinâmicas divertidas e envolventes
10 dinâmicas divertidas e envolventes10 dinâmicas divertidas e envolventes
10 dinâmicas divertidas e envolventes
 
4º SGTI UNA - Workshop de gerenciamento de projetos utilizando metodologias á...
4º SGTI UNA - Workshop de gerenciamento de projetos utilizando metodologias á...4º SGTI UNA - Workshop de gerenciamento de projetos utilizando metodologias á...
4º SGTI UNA - Workshop de gerenciamento de projetos utilizando metodologias á...
 
Brincadeiras para o natal e confraternizações
Brincadeiras para o natal  e confraternizaçõesBrincadeiras para o natal  e confraternizações
Brincadeiras para o natal e confraternizações
 
Coletanea de dinâmicas de grupo
Coletanea de dinâmicas de grupoColetanea de dinâmicas de grupo
Coletanea de dinâmicas de grupo
 
Macrosolutions PMDome Workshop
Macrosolutions PMDome WorkshopMacrosolutions PMDome Workshop
Macrosolutions PMDome Workshop
 
How to create and measure a recurring revenue business
How to create and measure a recurring revenue businessHow to create and measure a recurring revenue business
How to create and measure a recurring revenue business
 
Pesquisa sobre Educação Financeira - Hábitos de Consumo
Pesquisa sobre Educação Financeira - Hábitos de ConsumoPesquisa sobre Educação Financeira - Hábitos de Consumo
Pesquisa sobre Educação Financeira - Hábitos de Consumo
 
Gerência de Projetos de Software - Aula 3 [SCRUM]
Gerência de Projetos de Software - Aula 3 [SCRUM]Gerência de Projetos de Software - Aula 3 [SCRUM]
Gerência de Projetos de Software - Aula 3 [SCRUM]
 
03 23-2010 - pp - promoção
03 23-2010 - pp - promoção03 23-2010 - pp - promoção
03 23-2010 - pp - promoção
 
Noano365 pj project
Noano365 pj projectNoano365 pj project
Noano365 pj project
 
Apresentação do trabalho gerenc. da rotina (2)
Apresentação do trabalho gerenc. da rotina (2)Apresentação do trabalho gerenc. da rotina (2)
Apresentação do trabalho gerenc. da rotina (2)
 
Apresentacao pmi-palestrantes-9-seminario
Apresentacao pmi-palestrantes-9-seminarioApresentacao pmi-palestrantes-9-seminario
Apresentacao pmi-palestrantes-9-seminario
 
Produtividade no Trabalho em 30 Passos
Produtividade no Trabalho em 30 PassosProdutividade no Trabalho em 30 Passos
Produtividade no Trabalho em 30 Passos
 
Planejamento do Tempo, Custo e Qualidade
Planejamento do Tempo, Custo e QualidadePlanejamento do Tempo, Custo e Qualidade
Planejamento do Tempo, Custo e Qualidade
 
Gerenciamento de Custos em Projetos
Gerenciamento de Custos em ProjetosGerenciamento de Custos em Projetos
Gerenciamento de Custos em Projetos
 
Aula Planejamento de Tempo em Projetos
Aula Planejamento de Tempo em ProjetosAula Planejamento de Tempo em Projetos
Aula Planejamento de Tempo em Projetos
 
Planejamento financeiro pessoal e familiar
Planejamento financeiro pessoal e familiarPlanejamento financeiro pessoal e familiar
Planejamento financeiro pessoal e familiar
 
Gerenciamento de Custos - Ano 2013 - PMBOK 5 edição
Gerenciamento de Custos - Ano 2013 - PMBOK 5 ediçãoGerenciamento de Custos - Ano 2013 - PMBOK 5 edição
Gerenciamento de Custos - Ano 2013 - PMBOK 5 edição
 

Semelhante a Dinamica fabrica avioes 2.0

Scrum para RH e Financeiro (Alelo)
Scrum para RH e Financeiro (Alelo)Scrum para RH e Financeiro (Alelo)
Scrum para RH e Financeiro (Alelo)Alexandre Uehara
 
Metodologia agil scrum
Metodologia agil scrumMetodologia agil scrum
Metodologia agil scrumPablo Juan ஃ
 
Times Scrum: Caindo na Real - Palestra 10o. Rio Agile
Times Scrum: Caindo na Real - Palestra 10o. Rio Agile Times Scrum: Caindo na Real - Palestra 10o. Rio Agile
Times Scrum: Caindo na Real - Palestra 10o. Rio Agile José A. Rodrigues Nt.
 
Visão Macro do SCRUM
Visão Macro do SCRUMVisão Macro do SCRUM
Visão Macro do SCRUMRicardo Moura
 
Scrum: o método que consolidou o ágil no mundo
Scrum: o método que consolidou o ágil no mundoScrum: o método que consolidou o ágil no mundo
Scrum: o método que consolidou o ágil no mundoJoão Grabosque
 
Métodos Ágeis - Senac 2018 (Tecnologia para Marketing)
Métodos Ágeis - Senac 2018 (Tecnologia para Marketing)Métodos Ágeis - Senac 2018 (Tecnologia para Marketing)
Métodos Ágeis - Senac 2018 (Tecnologia para Marketing)Alexandre Uehara
 
Agiles2009 - The Games Workshop - Rafael Pridladnicky & Pablo Tortorella
Agiles2009 - The Games Workshop - Rafael Pridladnicky & Pablo TortorellaAgiles2009 - The Games Workshop - Rafael Pridladnicky & Pablo Tortorella
Agiles2009 - The Games Workshop - Rafael Pridladnicky & Pablo TortorellaAgiles2009
 
Minicurso Aplicando Scrum em projetos de software (2010)
Minicurso Aplicando Scrum em projetos de software (2010)Minicurso Aplicando Scrum em projetos de software (2010)
Minicurso Aplicando Scrum em projetos de software (2010)Mariana de Azevedo Santos
 
Introdução ao desenvolvimento ágil com Scrum
Introdução ao desenvolvimento ágil com ScrumIntrodução ao desenvolvimento ágil com Scrum
Introdução ao desenvolvimento ágil com ScrumInove
 
O Time Scrum e suas responsabilidades - Papéis do Scrum
O Time Scrum e suas responsabilidades - Papéis do ScrumO Time Scrum e suas responsabilidades - Papéis do Scrum
O Time Scrum e suas responsabilidades - Papéis do ScrumScrumHalf Tool
 

Semelhante a Dinamica fabrica avioes 2.0 (20)

Scrum para RH e Financeiro (Alelo)
Scrum para RH e Financeiro (Alelo)Scrum para RH e Financeiro (Alelo)
Scrum para RH e Financeiro (Alelo)
 
Metodologia agil scrum
Metodologia agil scrumMetodologia agil scrum
Metodologia agil scrum
 
Guia do scrum
Guia do scrumGuia do scrum
Guia do scrum
 
Guia do scrum
Guia do scrumGuia do scrum
Guia do scrum
 
Times Scrum: Caindo na Real - Palestra 10o. Rio Agile
Times Scrum: Caindo na Real - Palestra 10o. Rio Agile Times Scrum: Caindo na Real - Palestra 10o. Rio Agile
Times Scrum: Caindo na Real - Palestra 10o. Rio Agile
 
Visão Macro do SCRUM
Visão Macro do SCRUMVisão Macro do SCRUM
Visão Macro do SCRUM
 
SCRUM
SCRUMSCRUM
SCRUM
 
Scrum: o método que consolidou o ágil no mundo
Scrum: o método que consolidou o ágil no mundoScrum: o método que consolidou o ágil no mundo
Scrum: o método que consolidou o ágil no mundo
 
Métodos Ágeis - Senac 2018 (Tecnologia para Marketing)
Métodos Ágeis - Senac 2018 (Tecnologia para Marketing)Métodos Ágeis - Senac 2018 (Tecnologia para Marketing)
Métodos Ágeis - Senac 2018 (Tecnologia para Marketing)
 
Agiles2009 - The Games Workshop - Rafael Pridladnicky & Pablo Tortorella
Agiles2009 - The Games Workshop - Rafael Pridladnicky & Pablo TortorellaAgiles2009 - The Games Workshop - Rafael Pridladnicky & Pablo Tortorella
Agiles2009 - The Games Workshop - Rafael Pridladnicky & Pablo Tortorella
 
Minicurso Aplicando Scrum em projetos de software (2010)
Minicurso Aplicando Scrum em projetos de software (2010)Minicurso Aplicando Scrum em projetos de software (2010)
Minicurso Aplicando Scrum em projetos de software (2010)
 
Scrum
ScrumScrum
Scrum
 
scrumbut
scrumbutscrumbut
scrumbut
 
Introdução ao desenvolvimento ágil com Scrum
Introdução ao desenvolvimento ágil com ScrumIntrodução ao desenvolvimento ágil com Scrum
Introdução ao desenvolvimento ágil com Scrum
 
O Time Scrum e suas responsabilidades - Papéis do Scrum
O Time Scrum e suas responsabilidades - Papéis do ScrumO Time Scrum e suas responsabilidades - Papéis do Scrum
O Time Scrum e suas responsabilidades - Papéis do Scrum
 
A Teoria do Scrum
A Teoria do ScrumA Teoria do Scrum
A Teoria do Scrum
 
Scrum - Teoria do Scrum
Scrum - Teoria do Scrum Scrum - Teoria do Scrum
Scrum - Teoria do Scrum
 
Scrum
ScrumScrum
Scrum
 
Scrum
ScrumScrum
Scrum
 
Scrum guia em português
Scrum guia em portuguêsScrum guia em português
Scrum guia em português
 

Dinamica fabrica avioes 2.0

  • 1. MBA EM GESTÃO DE PROJETOS
  • 2. Prof. Thiago Moreira Torres MBA, ACP, CSM, PMP Com base na dinâmica de Flávio Steffens. http://agileway.com.br/2009/08/18/dinamica-fabrica-de-avioes-2-0/ email: moreiratorres@gmail.com A FÁBRICA DE AVIÕES Belo Horizonte, março de 2015.
  • 3. Objetivo Criar uma linha de produção de aviões de papéis.
  • 4. Aprendizado • Vivenciar os conceitos do Scrum de forma prática, visualizando os benefícios. • Utilização prática do conceito PDCA e processos empíricos, base para os processos ágeis.
  • 6. Times • Times de 5 a 9 pessoas, em acordo com orientações das práticas ágeis. • Teremos três equipes: Gama Ômega Sigma 𝛾 ∑Ω
  • 7. Linha de Produção • Avião deve começar em uma ponta e terminar na outra. • O time define a engenharia a ser aplicada. • Não pode haver estocagem de matéria prima.
  • 8. Primeiro Contato • A força aérea deseja um novo avião. • Um representante da entidade entrou em contato com três empresas para analisar as propostas. • O representante deseja saber quantos aviões vocês podem produzir em 3 (três) minutos. • Vocês têm 1 (um minuto) para passar a estimativa.
  • 9. Análise das Propostas • A força aérea gostou das estimativas e abrirá concorrência. • Vocês devem produzir um protótipo do avião em 3 (três) minutos, com o seguinte escopo: • Deve possuir 12 janelas. • Deve possuir uma cabine. • Deve possuir o símbolo das empresas: • Nas duas asas. • Na traseira. • E, é claro, deve voar.
  • 10. Análise das Propostas O que o cliente realmente quer.
  • 12. Mãos à obra • Com o escopo em mãos, agora é com vocês. • A empresa que produzir mais aviões em acordo com o escopo leva o contrato. • Vocês terão 3 (três) sprints de 3 (três) minutos para produzir os aviões. • Terão mais 3 minutos para avaliar e adaptar o processo ao final dos sprints, visando melhorar a produtividade. • Deverão dar uma estimativa de produção a cada início de sprint.
  • 13. Papéis • Product Owner • Detalhará o escopo e aceitará o produto. • Scrum Master • Não poderá produzir. Deverá servir o time, avaliar o processo, remover impedimentos e buscar matéria prima. • Time: • Produzirá e avaliará o processo. Leia seu cartão com cuidado para que ninguém veja.
  • 14. Regras • Sprints e planejamento/review de 3 minutos. Respeito incondicional ao tempo. • O avião começa em uma ponta e termina na outra. • A engenharia aplicada é decisão do time. • Não pode haver estocagem de matéria prima. O Scrum Master pode pegar 10 folhas quanto a última folha em estoque entrar na produção. • O produto precisa cumprir o escopo. Caso acabe o tempo e o produto tiver inacabado, ele pode voltar para a linha de produção no próximo sprint.
  • 17. Os papeis Você será o Scrum Master do time. Sua função será motivá-los a cumprir (e superar) as metas . Você avaliará o processo de fora, logo aproveite para sugerir melhorias. Remova os obstáculos que atrapalhem o andamento da produção. Você não pode desenvolver o produto. SCRUM MASTER
  • 18. Os papeis Você será um membro do time. Sua função é de produzir parte do produto conforme a engenharia decidida pelo time. Você também deverá observar melhorias no processo. Se encontrar algum obstáculo na produção, notifique imediatamente o Scrum Master. O time depende da sua capacidade. MEMBRO DO TIME
  • 19. Os papeis Você representará o elo fraco do time. Sua função será de tornar o processo lento e com gargalos. Se esforce nisso, mas não demonstre. Aja como se estivesse alinhado com o time. Sugira, aceite e acate as decisões, mas mantenha a postura descrita acima. ELO FRACO
  • 21. Lições Aprendidas • Estimativas e limites de produção. • Prototipação e geração de valor ao cliente. • Inspeção e adaptação. • Gargalos e correções. • Trabalho em equipe. • Empowerment. • Iterações: • É melhor entregar todos os aviões em 10 minutos, ou uma parte a cada 3 minutos?
  • 22. Concluindo • Vivenciamos um processo ágil na prática. • O planejamento inicial é incerto. • Vivência e experiência possibilitaram uma visão mais real. • As equipes se tornam mais motivadas e auto-gerenciáveis. • O Scrum Master é mais líder do que gerente/chefe. • Ambiente de trabalho mais leve, produtivo e organizado.