SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 38
METODOLOGIAS ÁGEIS 
SCRUM 
Marisa Wittmann 
1
SCRUM 
2 
De onde vem o nome Scrum? 
Takeuchi e Nonaka publicaram em 1986, na Harvard Business Review um estudo 
denominado The New New Product Development Game, baseado no rugby. 
Nesse estudo os autores comparam equipes de alta performance e 
multifuncionais à formação scrum do jogo de rugby. 
O rugby é um esporte coletivo de intenso contato físico. 
Um tipo de jogada chamada scrum é utilizada para o reinício do jogo. 
Quando na regra do jogo esta jogada é indicada, formam-se 3 linhas ordenadas 
de 8 jogadores de cada time. 
O momento desta jogada, é de auto-organização, velocidade e urgência sendo 
características fundamentais que equipes de projetos devem ter quando 
utilizam Scrum. 
Devido à analogia apresentada por eles, Jeff Sutherland e Ken Schwaber, 
idealizaram o framework Scrum e deram este nome.
SCRUM 
3 
Nos métodos tradicionais de Gerenciamento de Projetos, dá-se muita 
importância para as áreas : 
•Escopo 
•Prazo 
•Custo 
Projetos entregues seguindo apenas este tripé, geralmente resultam em 
entregas sem valor e com pouca qualidade, causando a insatisfação do cliente. 
Pelas estatísticas, visualizamos o índice de fracasso nos projetos . 
Agilidade é apresentar resultados com valor agregado.
SCRUM 
4 
Por ser uma metodologia ágil, diversos profissionais passaram a entender que 
poderíamos desenvolver produtos e serviços sem documentação, sem padrão, 
sem cuidado e sem qualidade. 
Isto não é verdade, as metodologias ágeis podem trazer muito sucesso ao 
projeto, e são utilizadas inclusive na indústria. 
Apesar das metodologias existirem há muito tempo, foi em 2001 que um grupo 
formado por Kent Beck e mais dezesseis renomados desenvolvedores Mike 
Beedle, Arie van Bennekum, Alistair Cockburn, Ward Cunningham, Martin 
Fowler, James Grenning, Jim Highsmith, Andrew Hunt, Ron Jeffries, Jon Kern, 
Brian Marick, Robert C. Martin, Steve Mellor, Ken Schwaber, Jeff Sutherland, 
Dave Thomas, Paulo Mourapode , assinaram o: 
“MANIFESTO PARA O DESENVOLVIMENTO ÁGIL DE SOFTWARE” e o grupo foi 
batizado de aliança dos ágeis.
SCRUM 
5 
Pode ser acessado em: http://manifestoagil.com.br/ e possui a seguinte base: 
Melhorar o desenvolvimento considerando as prioridades: 
•Os indivíduos e as interações são mais importantes do que os processos e as 
ferramentas; 
•O software funcionando é mais importante do que uma documentação completa; 
•A colaboração com o cliente e dos clientes está acima de apenas negociações de 
contratos; 
•Respostas a mudanças acima de seguir planos. 
•Isso não quer dizer que documentação não seja importante e que os processos e as 
ferramentas sejam inúteis, significa que o item a esquerda é mais valorizado, apenas isto.
SCRUM 
6 
O Scrum superou a barreira de que servia apenas a área de TI para ser utilizado 
em por outras áreas como: 
Abril Digital 
Agência Goiana de Habitação S/A – AGEHAB 
Banco Fator 
Globo.com 
Gol 
Instituto Nokia de Tecnologia 
Petrobras 
SulAmérica Seguros – Saúde / Autos 
TRIP Linhas Aereas 
UOL 
Vivo
SCRUM 
7 
O Scrum pode e é usado em vários projetos fora do desenvolvimento de 
softwares. 
É recomendado: 
Quando mudanças são constantes; 
Quando a equipe aprende sobre o produto ou serviço ao longo do projeto; 
Quando a complexidade e incerteza reduzem a visibilidade do produto, negócio; 
Quando a colaboração é muito importante.
SCRUM 
8 
Apresentação da equipe Scrum 
PO - Product Owner 
SM - Scrum Master 
Team Development
SCRUM 
9 
Papel: PO - Product Owner 
O Product Owner, ou dono do produto, é o responsável 
por maximizar o valor do produto e do trabalho da 
equipe de Desenvolvimento. 
O PO garante o ROI do projeto (Retorno sobre o 
Investimento) 
Valor é a soma do valor do conhecimento + o valor para o 
cliente. 
Equilibrar o trabalho reativo X o trabalho preventivo. 
Gerencia as expectativas dos Stakeholders 
Para que o Product Owner tenha sucesso, 
toda a organização deve respeitar as suas decisões.
SCRUM 
10 
Papel: PO - Product Owner 
Ele é a única pessoa responsável por gerenciar o Backlog do Produto 
Expressando claramente os itens do Backlog do Produto; 
Ordenando os itens do Backlog do Produto para alcançar melhor as 
metas e missões; 
Garantindo o valor do trabalho realizado pelo Time de 
Desenvolvimento; 
Garantindo que o Backlog do Produto seja visível, transparente, claro 
para todos, mostrando em que o Time Scrum vai trabalhar a seguir; 
Garantindo que a Equipe de Desenvolvimento entenda os itens do 
Backlog do Produto no nível necessário. 
O PO pode fazer este trabalho ou delegar, porém estas atividades são 
de responsabilidade dele.
Scrum Master X Product Owner 
11 
Papel: SM - Scrum Master 
O Scrum Master colabora com o Product Owner 
de várias maneiras, incluindo: 
 Encontrando técnicas para o gerenciamento efetivo do Backlog do Produto; 
 Comunicando claramente a visão, objetivo e itens do Backlog do Produto para a 
Equipe de Desenvolvimento; 
 Ensinando o Time Scrum a criar itens de Backlog do Produto de forma clara e 
concisa; 
 Compreendendo a longo prazo o planejamento do Produto no ambiente 
empírico; 
 Compreendendo e praticando a agilidade; 
 Facilitando os eventos Scrum conforme exigidos ou necessários.
Scrum Master X Equipe de Desenvolvimento 
12 
O Scrum Master serve a Equipe de Desenvolvimento 
de várias maneiras, incluindo: 
Facilitador do trabalho. 
Protege a equipe no sentido de não permitir que interfiram no trabalho da 
equipe. 
Remove qualquer impedimento para o trabalho da equipe. 
Esses impedimentos são problemas que surgem no projeto e que geralmente 
são externos a equipe. Ele está preocupado em perceber estes impedimentos e 
removê-los para que a equipe possa trabalhar. 
Ele não fica em cima da equipe perturbando e cobrando se o trabalho foi feito 
ou não.
Scrum Master X Equipe de Desenvolvimento 
 SM é o treinador, funcionando como o técnico de um time de futebol. 
 Treinando a Equipe de Desenvolvimento em auto gerenciamento e 
13 
interdisciplinaridade; 
 Treinando a Equipe de Desenvolvimento em ambientes organizacionais nos quais o 
Scrum não é totalmente adotado e compreendido. 
 Ensinando e liderando a Equipe de Desenvolvimento na criação de produtos de alto 
valor; 
 Facilitando os eventos Scrum conforme exigidos ou necessários;
Scrum Master X Organização 
14 
O Scrum Master serve a Organização de várias maneiras, incluindo: 
 Liderando e treinando a organização na adoção do Scrum; 
 Planejando implementações Scrum dentro da organização; 
 Ajudando funcionários e partes interessadas a compreender e tornar 
aplicável o Scrum e o desenvolvimento de produto empírico; 
 Causando mudanças que aumentam a produtividade do Time Scrum; 
 Trabalhando com outro Scrum Master para aumentar a eficácia da 
aplicação do Scrum nas organizações.
Equipe de Desenvolvimento 
 São auto organizadas. 
 Ninguém (nem mesmo o Scrum Master) diz a Equipe de 
Desenvolvimento como transformar o Backlog do Produto em 
incrementos de funcionalidades potencialmente utilizáveis; 
 São multifuncionais, possuindo todas as habilidades necessárias, 
15 
enquanto equipe, para criar o incremento do Produto. 
 Individualmente os integrantes da Equipe de Desenvolvimento podem ter habilidades 
especializadas e área de especialização, mas a responsabilidade pertence à Equipe de 
Desenvolvimento como um todo. 
 Os integrantes da Equipe de Desenvolvimento recebem o título de Desenvolvedor, 
independentemente do trabalho que está sendo realizado pela pessoa; 
 O time de desenvolvimento deve conter vários especialistas, porém todos os 
membros, inclusive os que não são especialistas, devem ser capazes de ajudar no 
cumprimento de qualquer tarefa. E é justamente nesse ponto que ocorre a 
disseminação do conhecimento entre os indivíduos da equipe, que com o tempo serão 
capazes de realizar tarefas que antes não eram capazes.
TIME SCRUM – Tamanho da Equipe 
16 
O tamanho ideal da Equipe de Desenvolvimento: 
deve ser pequeno o suficiente para se manter ágil 
e grande o suficiente para completar uma parcela significativa do trabalho. 
Menos de 3 integrantes na Equipe de Desenvolvimento: 
diminuem a interação e resultam em um menor ganho de produtividade. 
encontrar restrições de habilidades durante a Sprint, gerando uma equipe 
incapaz de entregar um incremento potencialmente utilizável. 
Havendo mais de 9 integrantes: 
é exigida muita coordenação. 
geram muita complexidade para um processo de gerenciamento empírico. 
Os papéis de Product Owner e de Scrum Master: 
não são incluídos nesta contagem, 
a menos que eles também executem o trabalho do Backlog da Sprint.
Histórias contadas pelos Stakeholders 
STAKEHOLDERS 
Histórias descrevem as funcionalidades que devem 
gerar valor; 
São as necessidades ou requisitos informados 
pelos cliente sobre o produto; 
Algumas histórias no início do projeto são 
chamadas de épicos porque elas são histórias 
ainda muito amplas, complexas e pouco 
detalhadas. 
PO: MELHORA AS HISTÓRIAS CONTADAS 
PO 
PO 
DECIDE 
“lixo” 
SIM 
NÃO
Como funciona - SCRUM 
ARTEFATOS DO SCRUM 
Reunião de 
Planejamento da Sprint 
Produto 
É definida 
a META ou 
Objetivo 
EVENTOS DO SCRUM 
Reunião de Planejamento Reunião Diária Reunião de Revisão Reunião de Retrospectiva
Eventos da Sprint - SCRUM 
EVENTO TIME-BOX SPRINT TIME-BOX REUNIÃO 
Reunião de Planejamento da Sprint 
1ª. Parte: O que será PRONTO 
2ª. Parte: como será PRONTO 
1 mês 8hs 
1ª.parte : 4hs 
2ª. Parte: 4hs 
2 semanas 4hs 
1ª.parte : 2hs 
2ª. Parte: 2hs 
Reunião Diária 15 minutos 
Reunião de Revisão da Sprint 1 mês 4hs 
2 semanas 2hs 
Reunião de Retrospectiva da Sprint 1 mês 3hs 
2 semanas 1:30hs 
1 2 3 4 5 6 7 8 9 1 
0 
1 2 3 4 5 6 7 8 9 3 
0 
1 2 3 4 5 6 7 8 9 2 
0 
P D D D D D D D D D D D D D D D D D D D D D D D D D D D D D 
1 2 
R 
E 
V 
R 
E 
T 
1 2 
P D 
3 4 
D D 
SPRINT de 1 mes SPRINT 
19
Como funciona - SCRUM 
Time Scrum trabalhando no Backlog da Sprint 
Produto 
Inspeção Inspeção 
ok? 
não 
sim 
Incremento 
A Retrospectiva da Sprint é uma oportunidade para o Time Scrum inspecionar a si próprio e 
criar um plano para melhorias a serem aplicadas na próxima Sprint. 
O propósito da Retrospectiva da Sprint é: 
Inspecionar como a última Sprint foi em relação as pessoas, processos e ferramentas; 
Identificar e ordenar os principais itens que foram bem e as potenciais melhorias; 
Criar um plano para implementar melhorias no modo que o Time Scrum faz seu trabalho; 
20 
É definida 
a META ou 
Objetivo 
A Reunião Diária é mantida no mesmo horário e local 
todo dia para reduzir a complexidade. 
Durante a reunião cada integrante da Equipe de Desenvolvimento 
esclarece: 
O que foi completado desde a última reunião? 
O que será feito até a próxima reunião? 
Quais os obstáculos que estão no caminho? 
Conceito de 
“PRONTO” 
Planejamento 
Gestão do Escopo 
Controle 
Gestão da Qualidade 
Execução 
Gestão da 
Qualidade 
Gestão do Tempo 
Gestão da 
Comunicação 
Gestão da 
Comunicação 
Gestão da 
Comunicação 
Gestão da 
Comunicação 
Gestão da 
Comunicação 
Gestão do Custo 
Reunião de Planejamento 
Reunião Diária 
Reunião de Revisão 
Reunião de Retrospectiva
Como funciona - SCRUM 
21
Como funciona - SCRUM 
Time Scrum trabalhando no Backlog da Sprint 
Produto 
Inspeção Inspeção 
ok? 
não 
sim 
Incremento 
A Retrospectiva da Sprint é uma oportunidade para o Time Scrum inspecionar a si próprio e 
criar um plano para melhorias a serem aplicadas na próxima Sprint. 
O propósito da Retrospectiva da Sprint é: 
Inspecionar como a última Sprint foi em relação as pessoas, processos e ferramentas; 
Identificar e ordenar os principais itens que foram bem e as potenciais melhorias; 
Criar um plano para implementar melhorias no modo que o Time Scrum faz seu trabalho; 
22 
É definida 
a META ou 
Objetivo 
A Reunião Diária é mantida no mesmo horário e local 
todo dia para reduzir a complexidade. 
Durante a reunião cada integrante da Equipe de Desenvolvimento 
esclarece: 
O que foi completado desde a última reunião? 
O que será feito até a próxima reunião? 
Quais os obstáculos que estão no caminho? 
Conceito de 
“PRONTO” 
Planejamento 
Gestão do 
Escopo 
Controle 
Gestão da Qualidade 
Execução 
Gestão da 
Qualidade 
Gestão do Tempo 
Gestão da 
Comunicação 
Gestão da 
Comunicação 
Gestão da 
Comunicação 
Gestão da 
Comunicação 
Gestão da 
Comunicação 
Gestão do Custo 
Reunião de Planejamento 
Reunião Diária 
Reunião de Revisão 
Reunião de Retrospectiva
Como funciona - SCRUM 
23
Como funciona - SCRUM 
Time Scrum trabalhando no Backlog da Sprint 
Produto 
Inspeção Inspeção 
ok? 
não 
sim 
Incremento 
A Retrospectiva da Sprint é uma oportunidade para o Time Scrum inspecionar a si próprio e 
criar um plano para melhorias a serem aplicadas na próxima Sprint. 
O propósito da Retrospectiva da Sprint é: 
Inspecionar como a última Sprint foi em relação as pessoas, processos e ferramentas; 
Identificar e ordenar os principais itens que foram bem e as potenciais melhorias; 
Criar um plano para implementar melhorias no modo que o Time Scrum faz seu trabalho; 
24 
É definida 
a META ou 
Objetivo 
A Reunião Diária é mantida no mesmo horário e local 
todo dia para reduzir a complexidade. 
Durante a reunião cada integrante da Equipe de Desenvolvimento 
esclarece: 
O que foi completado desde a última reunião? 
O que será feito até a próxima reunião? 
Quais os obstáculos que estão no caminho? 
Conceito de 
“PRONTO” 
Planejamento 
Gestão do 
Escopo 
Controle 
Gestão da Qualidade 
Execução 
Gestão da 
Qualidade 
Gestão do Tempo 
Gestão da 
Comunicação 
Gestão da 
Comunicação 
Gestão da 
Comunicação 
Gestão da 
Comunicação 
Gestão da 
Comunicação 
Gestão do Custo 
Reunião de Planejamento 
Reunião Diária 
Reunião de Revisão 
Reunião de Retrospectiva
Como funciona - SCRUM 
25
Como funciona - SCRUM 
Time Scrum trabalhando no Backlog da Sprint 
Produto 
Inspeção Inspeção 
ok? 
não 
sim 
Incremento 
A Retrospectiva da Sprint é uma oportunidade para o Time Scrum inspecionar a si próprio e 
criar um plano para melhorias a serem aplicadas na próxima Sprint. 
O propósito da Retrospectiva da Sprint é: 
Inspecionar como a última Sprint foi em relação as pessoas, processos e ferramentas; 
Identificar e ordenar os principais itens que foram bem e as potenciais melhorias; 
Criar um plano para implementar melhorias no modo que o Time Scrum faz seu trabalho; 
26 
É definida 
a META ou 
Objetivo 
A Reunião Diária é mantida no mesmo horário e local 
todo dia para reduzir a complexidade. 
Durante a reunião cada integrante da Equipe de Desenvolvimento 
esclarece: 
O que foi completado desde a última reunião? 
O que será feito até a próxima reunião? 
Quais os obstáculos que estão no caminho? 
Conceito de 
“PRONTO” 
Planejamento 
Gestão do 
Escopo 
Controle 
Gestão da Qualidade 
Execução 
Gestão da 
Qualidade 
Gestão do Tempo 
Gestão da 
Comunicação 
Gestão da 
Comunicação 
Gestão da 
Comunicação 
Gestão da 
Comunicação 
Gestão da 
Comunicação 
Gestão do Custo 
Reunião de Planejamento 
Reunião Diária 
Reunião de Revisão 
Reunião de Retrospectiva
Como funciona - SCRUM 
27
Como funciona - SCRUM 
Time Scrum trabalhando no Backlog da Sprint 
Produto 
Inspeção Inspeção 
ok? 
não 
sim 
Incremento 
A Retrospectiva da Sprint é uma oportunidade para o Time Scrum inspecionar a si próprio e 
criar um plano para melhorias a serem aplicadas na próxima Sprint. 
O propósito da Retrospectiva da Sprint é: 
Inspecionar como a última Sprint foi em relação as pessoas, processos e ferramentas; 
Identificar e ordenar os principais itens que foram bem e as potenciais melhorias; 
Criar um plano para implementar melhorias no modo que o Time Scrum faz seu trabalho; 
28 
É definida 
a META ou 
Objetivo 
A Reunião Diária é mantida no mesmo horário e local 
todo dia para reduzir a complexidade. 
Durante a reunião cada integrante da Equipe de Desenvolvimento 
esclarece: 
O que foi completado desde a última reunião? 
O que será feito até a próxima reunião? 
Quais os obstáculos que estão no caminho? 
Conceito de 
“PRONTO” 
Planejamento 
Gestão do 
Escopo 
Controle 
Gestão da Qualidade 
Execução 
Gestão da 
Qualidade 
Gestão do Tempo 
Gestão da 
Comunicação 
Gestão da 
Comunicação 
Gestão da 
Comunicação 
Gestão da 
Comunicação 
Gestão da 
Comunicação 
Gestão do Custo 
Reunião de Planejamento 
Reunião Diária 
Reunião de Revisão 
Reunião de Retrospectiva
Como funciona - SCRUM 
29
Como funciona - SCRUM 
Time Scrum trabalhando no Backlog da Sprint 
Produto 
Inspeção Inspeção 
ok? 
não 
sim 
Incremento 
A Retrospectiva da Sprint é uma oportunidade para o Time Scrum inspecionar a si próprio e 
criar um plano para melhorias a serem aplicadas na próxima Sprint. 
O propósito da Retrospectiva da Sprint é: 
Inspecionar como a última Sprint foi em relação as pessoas, processos e ferramentas; 
Identificar e ordenar os principais itens que foram bem e as potenciais melhorias; 
Criar um plano para implementar melhorias no modo que o Time Scrum faz seu trabalho; 
30 
É definida 
a META ou 
Objetivo 
A Reunião Diária é mantida no mesmo horário e local 
todo dia para reduzir a complexidade. 
Durante a reunião cada integrante da Equipe de Desenvolvimento 
esclarece: 
O que foi completado desde a última reunião? 
O que será feito até a próxima reunião? 
Quais os obstáculos que estão no caminho? 
Conceito de 
“PRONTO” 
Planejamento 
Gestão do 
Escopo 
Controle 
Gestão da Qualidade 
Execução 
Gestão da 
Qualidade 
Gestão do Tempo 
Gestão da 
Comunicação 
Gestão da 
Comunicação 
Gestão da 
Comunicação 
Gestão da 
Comunicação 
Gestão da 
Comunicação 
Gestão do Custo 
Reunião de Planejamento 
Reunião Diária 
Reunião de Revisão 
Reunião de Retrospectiva
Como funciona - SCRUM 
31
Como funciona - SCRUM 
1ª. Sprint 
2ª. Sprint 
3ª. Sprint 
4ª. Sprint 
5ª. Sprint 
Resultado dos Incrementos das Sprints 
6ª. Sprint
Como funciona - SCRUM 
Cancelamento da Sprint 
Uma Sprint pode ser cancelada antes do time-box da Sprint terminar. 
Somente o Product Owner tem a autoridade para cancelar a Sprint, embora ele possa fazer isso sob 
influência das partes interessadas, da Equipe de Desenvolvimento ou do Scrum Master. 
A Sprint poderá ser cancelada se o objetivo da Sprint se tornar obsoleto. 
Isto pode ocorrer se a organização mudar sua direção ou se as condições do mercado ou das 
tecnologias mudarem. 
No entanto, devido a curta duração da Sprint, raramente isso faz sentido. 
Quando a Sprint é cancelada, qualquer item de Backlog do Produto completado e “Pronto” é 
revisado. 
Se uma parte do trabalho estiver potencialmente utilizável, tipicamente o Product Owner o aceita. 
Todos os itens de Backlog do Produto incompletos são re-estimados e colocados de volta no 
Backlog do Produto. 
O cancelamentos de Sprints consomem recursos, já que todos tem que se reagrupar em outra 
reunião de planejamento da Sprint para iniciar outra Sprint. 
Cancelamentos de Sprints são frequentemente traumáticos para o Team Scrum, e são muito 
incomuns. 
33
 O papel do Product Owner contém muita Gestão da Comunicação com os stakeholders e Team Scrum, 
 As Histórias fazem parte da Gestão de Escopo com o tratamento dos requisitos, negociação e mudanças. 
 O Backlog da Sprint é um entregável da EAP ou WBS na Gestão do Escopo 
 Cada backlog da sprint tem a Gestão do Tempo 
 Cada backlog da sprint tem a Gestão de Custos 
 Cada backlog da sprint tem a Gestão de Riscos 
 A inspeção realizada no evento da Reunião de Revisão é a Gestão da Qualidade 
 Inspecionar como a última Sprint foi em relação as pessoas, processos e ferramentas e identificar e 
ordenar os principais itens que foram bem e as potenciais melhorias, realizada no evento da Reunião de 
retrospectiva é a Gestão da Qualidade 
 Os eventos/reuniões que ocorrem durante uma sprint é Gestão da Comunicação. 
 Gerencia as expectativas dos Stakeholders é Gestão das Partes Interessadas. 
 O papel do scrum master contém muita Gestão da Comunicação entre a Equipe de Desenvolvimento, 
Product Owner e Stakeholders da organização. 
Scrum X Pmbok 
34
Compreender o framework Scrum é simples, mas para que o 
projeto tenha sucesso é imprescindível que cada pessoa do time 
execute o seu papel na essência. 
O Product Owner tem um desafio muito grande ao decidir o que 
entra e não entra no backlog do produto. As avaliações sobre 
valor agregado ao produto, retorno do investimento são de 
imensa responsabilidade e entendimento dos objetivos do 
produto e estratégias da empresa. 
Pense e avalie cada papel do Scrum. 
Conclusões 
35
CERTIFICAÇÕES 
36 
PO - Product Owner 
SM - Scrum Master 
https://www.scrum.org/Assessments/Professional-Scrum-Master-Assessments
Textos extraídos do Guia do Scrum (Ken Schwaber e Jeff Sutherland) 
https://www.scrum.org/Scrum-Guides 
12 Princípios do Manifesto Ágil 
http://agilemanifesto.org/ 
Kanban 
http://virtualkanban.net/ 
Pesquisa e Apresentação de Marisa Wittmann 
Referências 
37
Contato: 
Marisa.wittmann@gmail.com 
Gerente de Projetos PMP 
Professora de Pós Graduação 
38

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

O Time Scrum e suas responsabilidades - Papéis do Scrum
O Time Scrum e suas responsabilidades - Papéis do ScrumO Time Scrum e suas responsabilidades - Papéis do Scrum
O Time Scrum e suas responsabilidades - Papéis do ScrumScrumHalf Tool
 
Gestao agil de projetos com Scrum
Gestao agil de projetos com ScrumGestao agil de projetos com Scrum
Gestao agil de projetos com ScrumIgor Macaubas
 
Palestra : Scrum : A arte de fazer o dobro do trabalho na metade do tempo !
Palestra : Scrum : A arte de fazer o dobro do trabalho na metade do tempo !Palestra : Scrum : A arte de fazer o dobro do trabalho na metade do tempo !
Palestra : Scrum : A arte de fazer o dobro do trabalho na metade do tempo !Ari Amaral
 
Gestão Ágil de Projetos com Scrum
Gestão Ágil de Projetos com ScrumGestão Ágil de Projetos com Scrum
Gestão Ágil de Projetos com ScrumMarcos Garrido
 
Scrum - Fundamentos, teorias e práticas!
Scrum - Fundamentos, teorias e práticas!Scrum - Fundamentos, teorias e práticas!
Scrum - Fundamentos, teorias e práticas!Annelise Gripp
 
Uma introdução ao SCRUM
Uma introdução ao SCRUMUma introdução ao SCRUM
Uma introdução ao SCRUMelliando dias
 
2020 scrum-guide-portuguese br
2020 scrum-guide-portuguese br2020 scrum-guide-portuguese br
2020 scrum-guide-portuguese brPriscila Pinheiro
 
Scrum - Desenvolvimento Ágil
Scrum - Desenvolvimento ÁgilScrum - Desenvolvimento Ágil
Scrum - Desenvolvimento ÁgilIsrael Santiago
 
Metodologia agil no desenvolvimento criativo de software
Metodologia agil no desenvolvimento criativo de softwareMetodologia agil no desenvolvimento criativo de software
Metodologia agil no desenvolvimento criativo de softwareUniversidade Tiradentes
 
Workshop Scrum - 8 horas
Workshop Scrum - 8 horasWorkshop Scrum - 8 horas
Workshop Scrum - 8 horasWise Systems
 
#HubEscola2016 | Gestão ágil de projetos para "não TI" | Rafael Rocha
#HubEscola2016 | Gestão ágil de projetos para "não TI" | Rafael Rocha#HubEscola2016 | Gestão ágil de projetos para "não TI" | Rafael Rocha
#HubEscola2016 | Gestão ágil de projetos para "não TI" | Rafael RochaRafael Rocha
 
Gestão Ágil e Lean - Circuito de treinamentos AddTech
Gestão Ágil e Lean - Circuito de treinamentos AddTechGestão Ágil e Lean - Circuito de treinamentos AddTech
Gestão Ágil e Lean - Circuito de treinamentos AddTech.add
 

Mais procurados (20)

Apostila introdutória ao Scrum (V1)
Apostila introdutória ao Scrum (V1)Apostila introdutória ao Scrum (V1)
Apostila introdutória ao Scrum (V1)
 
O Time Scrum e suas responsabilidades - Papéis do Scrum
O Time Scrum e suas responsabilidades - Papéis do ScrumO Time Scrum e suas responsabilidades - Papéis do Scrum
O Time Scrum e suas responsabilidades - Papéis do Scrum
 
Gestao agil de projetos com Scrum
Gestao agil de projetos com ScrumGestao agil de projetos com Scrum
Gestao agil de projetos com Scrum
 
O que é SCRUM
O que é SCRUMO que é SCRUM
O que é SCRUM
 
Palestra : Scrum : A arte de fazer o dobro do trabalho na metade do tempo !
Palestra : Scrum : A arte de fazer o dobro do trabalho na metade do tempo !Palestra : Scrum : A arte de fazer o dobro do trabalho na metade do tempo !
Palestra : Scrum : A arte de fazer o dobro do trabalho na metade do tempo !
 
Gestão Ágil de Projetos com Scrum
Gestão Ágil de Projetos com ScrumGestão Ágil de Projetos com Scrum
Gestão Ágil de Projetos com Scrum
 
Scrum - Fundamentos, teorias e práticas!
Scrum - Fundamentos, teorias e práticas!Scrum - Fundamentos, teorias e práticas!
Scrum - Fundamentos, teorias e práticas!
 
Uma introdução ao SCRUM
Uma introdução ao SCRUMUma introdução ao SCRUM
Uma introdução ao SCRUM
 
Um guia definitivo para o Scrum em Português
Um guia definitivo para o Scrum em PortuguêsUm guia definitivo para o Scrum em Português
Um guia definitivo para o Scrum em Português
 
Gestao agil de projetos
Gestao agil de projetosGestao agil de projetos
Gestao agil de projetos
 
2020 scrum-guide-portuguese br
2020 scrum-guide-portuguese br2020 scrum-guide-portuguese br
2020 scrum-guide-portuguese br
 
Scrum - Desenvolvimento Ágil
Scrum - Desenvolvimento ÁgilScrum - Desenvolvimento Ágil
Scrum - Desenvolvimento Ágil
 
Metodologia agil no desenvolvimento criativo de software
Metodologia agil no desenvolvimento criativo de softwareMetodologia agil no desenvolvimento criativo de software
Metodologia agil no desenvolvimento criativo de software
 
Workshop Scrum - 8 horas
Workshop Scrum - 8 horasWorkshop Scrum - 8 horas
Workshop Scrum - 8 horas
 
#HubEscola2016 | Gestão ágil de projetos para "não TI" | Rafael Rocha
#HubEscola2016 | Gestão ágil de projetos para "não TI" | Rafael Rocha#HubEscola2016 | Gestão ágil de projetos para "não TI" | Rafael Rocha
#HubEscola2016 | Gestão ágil de projetos para "não TI" | Rafael Rocha
 
"A Metodologia SCRUM"
"A Metodologia SCRUM""A Metodologia SCRUM"
"A Metodologia SCRUM"
 
Desenvolvimento ágil com scrum
Desenvolvimento ágil com scrumDesenvolvimento ágil com scrum
Desenvolvimento ágil com scrum
 
Agile SCRUM
Agile SCRUMAgile SCRUM
Agile SCRUM
 
Gestão Ágil e Lean - Circuito de treinamentos AddTech
Gestão Ágil e Lean - Circuito de treinamentos AddTechGestão Ágil e Lean - Circuito de treinamentos AddTech
Gestão Ágil e Lean - Circuito de treinamentos AddTech
 
Scrum Experience [O Tutorial Scrum]
Scrum Experience [O Tutorial Scrum]Scrum Experience [O Tutorial Scrum]
Scrum Experience [O Tutorial Scrum]
 

Semelhante a Metodologia Scrum: conceitos e aplicação

Semelhante a Metodologia Scrum: conceitos e aplicação (20)

Agil - artigo cientifico
Agil - artigo cientificoAgil - artigo cientifico
Agil - artigo cientifico
 
Inciando com Scrum
Inciando com ScrumInciando com Scrum
Inciando com Scrum
 
Gerenciamento ágil de processos - SCRUM
Gerenciamento ágil de processos - SCRUMGerenciamento ágil de processos - SCRUM
Gerenciamento ágil de processos - SCRUM
 
Agilidade Com Scrum
Agilidade Com ScrumAgilidade Com Scrum
Agilidade Com Scrum
 
Scrum - Gerenciamento de Projetos
Scrum - Gerenciamento de ProjetosScrum - Gerenciamento de Projetos
Scrum - Gerenciamento de Projetos
 
Scrum
ScrumScrum
Scrum
 
Scrum
ScrumScrum
Scrum
 
Sobre o Scrum
Sobre o ScrumSobre o Scrum
Sobre o Scrum
 
PDS_SCRUM.pptx
PDS_SCRUM.pptxPDS_SCRUM.pptx
PDS_SCRUM.pptx
 
Scrum
ScrumScrum
Scrum
 
Aplicando Scrum na prática para times ágeis
Aplicando Scrum na prática para times ágeisAplicando Scrum na prática para times ágeis
Aplicando Scrum na prática para times ágeis
 
Guia do scrum
Guia do scrumGuia do scrum
Guia do scrum
 
Guia do scrum
Guia do scrumGuia do scrum
Guia do scrum
 
Scrum
ScrumScrum
Scrum
 
Gerenciamento ágil de projetos com scrum
Gerenciamento ágil de projetos com scrumGerenciamento ágil de projetos com scrum
Gerenciamento ágil de projetos com scrum
 
Minicurso Aplicando Scrum em projetos de software (2010)
Minicurso Aplicando Scrum em projetos de software (2010)Minicurso Aplicando Scrum em projetos de software (2010)
Minicurso Aplicando Scrum em projetos de software (2010)
 
ENGSW_Aula_Scrum.pdf
ENGSW_Aula_Scrum.pdfENGSW_Aula_Scrum.pdf
ENGSW_Aula_Scrum.pdf
 
2024.1 - Módulo B - Frameworks de Gestão de Projetos - SCRUM.pptx
2024.1 - Módulo B - Frameworks de Gestão de Projetos - SCRUM.pptx2024.1 - Módulo B - Frameworks de Gestão de Projetos - SCRUM.pptx
2024.1 - Módulo B - Frameworks de Gestão de Projetos - SCRUM.pptx
 
Scrum - Gerenciando Projetos Ágeis
Scrum - Gerenciando Projetos ÁgeisScrum - Gerenciando Projetos Ágeis
Scrum - Gerenciando Projetos Ágeis
 
Metodologia Ágil Scrum
Metodologia Ágil ScrumMetodologia Ágil Scrum
Metodologia Ágil Scrum
 

Metodologia Scrum: conceitos e aplicação

  • 1. METODOLOGIAS ÁGEIS SCRUM Marisa Wittmann 1
  • 2. SCRUM 2 De onde vem o nome Scrum? Takeuchi e Nonaka publicaram em 1986, na Harvard Business Review um estudo denominado The New New Product Development Game, baseado no rugby. Nesse estudo os autores comparam equipes de alta performance e multifuncionais à formação scrum do jogo de rugby. O rugby é um esporte coletivo de intenso contato físico. Um tipo de jogada chamada scrum é utilizada para o reinício do jogo. Quando na regra do jogo esta jogada é indicada, formam-se 3 linhas ordenadas de 8 jogadores de cada time. O momento desta jogada, é de auto-organização, velocidade e urgência sendo características fundamentais que equipes de projetos devem ter quando utilizam Scrum. Devido à analogia apresentada por eles, Jeff Sutherland e Ken Schwaber, idealizaram o framework Scrum e deram este nome.
  • 3. SCRUM 3 Nos métodos tradicionais de Gerenciamento de Projetos, dá-se muita importância para as áreas : •Escopo •Prazo •Custo Projetos entregues seguindo apenas este tripé, geralmente resultam em entregas sem valor e com pouca qualidade, causando a insatisfação do cliente. Pelas estatísticas, visualizamos o índice de fracasso nos projetos . Agilidade é apresentar resultados com valor agregado.
  • 4. SCRUM 4 Por ser uma metodologia ágil, diversos profissionais passaram a entender que poderíamos desenvolver produtos e serviços sem documentação, sem padrão, sem cuidado e sem qualidade. Isto não é verdade, as metodologias ágeis podem trazer muito sucesso ao projeto, e são utilizadas inclusive na indústria. Apesar das metodologias existirem há muito tempo, foi em 2001 que um grupo formado por Kent Beck e mais dezesseis renomados desenvolvedores Mike Beedle, Arie van Bennekum, Alistair Cockburn, Ward Cunningham, Martin Fowler, James Grenning, Jim Highsmith, Andrew Hunt, Ron Jeffries, Jon Kern, Brian Marick, Robert C. Martin, Steve Mellor, Ken Schwaber, Jeff Sutherland, Dave Thomas, Paulo Mourapode , assinaram o: “MANIFESTO PARA O DESENVOLVIMENTO ÁGIL DE SOFTWARE” e o grupo foi batizado de aliança dos ágeis.
  • 5. SCRUM 5 Pode ser acessado em: http://manifestoagil.com.br/ e possui a seguinte base: Melhorar o desenvolvimento considerando as prioridades: •Os indivíduos e as interações são mais importantes do que os processos e as ferramentas; •O software funcionando é mais importante do que uma documentação completa; •A colaboração com o cliente e dos clientes está acima de apenas negociações de contratos; •Respostas a mudanças acima de seguir planos. •Isso não quer dizer que documentação não seja importante e que os processos e as ferramentas sejam inúteis, significa que o item a esquerda é mais valorizado, apenas isto.
  • 6. SCRUM 6 O Scrum superou a barreira de que servia apenas a área de TI para ser utilizado em por outras áreas como: Abril Digital Agência Goiana de Habitação S/A – AGEHAB Banco Fator Globo.com Gol Instituto Nokia de Tecnologia Petrobras SulAmérica Seguros – Saúde / Autos TRIP Linhas Aereas UOL Vivo
  • 7. SCRUM 7 O Scrum pode e é usado em vários projetos fora do desenvolvimento de softwares. É recomendado: Quando mudanças são constantes; Quando a equipe aprende sobre o produto ou serviço ao longo do projeto; Quando a complexidade e incerteza reduzem a visibilidade do produto, negócio; Quando a colaboração é muito importante.
  • 8. SCRUM 8 Apresentação da equipe Scrum PO - Product Owner SM - Scrum Master Team Development
  • 9. SCRUM 9 Papel: PO - Product Owner O Product Owner, ou dono do produto, é o responsável por maximizar o valor do produto e do trabalho da equipe de Desenvolvimento. O PO garante o ROI do projeto (Retorno sobre o Investimento) Valor é a soma do valor do conhecimento + o valor para o cliente. Equilibrar o trabalho reativo X o trabalho preventivo. Gerencia as expectativas dos Stakeholders Para que o Product Owner tenha sucesso, toda a organização deve respeitar as suas decisões.
  • 10. SCRUM 10 Papel: PO - Product Owner Ele é a única pessoa responsável por gerenciar o Backlog do Produto Expressando claramente os itens do Backlog do Produto; Ordenando os itens do Backlog do Produto para alcançar melhor as metas e missões; Garantindo o valor do trabalho realizado pelo Time de Desenvolvimento; Garantindo que o Backlog do Produto seja visível, transparente, claro para todos, mostrando em que o Time Scrum vai trabalhar a seguir; Garantindo que a Equipe de Desenvolvimento entenda os itens do Backlog do Produto no nível necessário. O PO pode fazer este trabalho ou delegar, porém estas atividades são de responsabilidade dele.
  • 11. Scrum Master X Product Owner 11 Papel: SM - Scrum Master O Scrum Master colabora com o Product Owner de várias maneiras, incluindo:  Encontrando técnicas para o gerenciamento efetivo do Backlog do Produto;  Comunicando claramente a visão, objetivo e itens do Backlog do Produto para a Equipe de Desenvolvimento;  Ensinando o Time Scrum a criar itens de Backlog do Produto de forma clara e concisa;  Compreendendo a longo prazo o planejamento do Produto no ambiente empírico;  Compreendendo e praticando a agilidade;  Facilitando os eventos Scrum conforme exigidos ou necessários.
  • 12. Scrum Master X Equipe de Desenvolvimento 12 O Scrum Master serve a Equipe de Desenvolvimento de várias maneiras, incluindo: Facilitador do trabalho. Protege a equipe no sentido de não permitir que interfiram no trabalho da equipe. Remove qualquer impedimento para o trabalho da equipe. Esses impedimentos são problemas que surgem no projeto e que geralmente são externos a equipe. Ele está preocupado em perceber estes impedimentos e removê-los para que a equipe possa trabalhar. Ele não fica em cima da equipe perturbando e cobrando se o trabalho foi feito ou não.
  • 13. Scrum Master X Equipe de Desenvolvimento  SM é o treinador, funcionando como o técnico de um time de futebol.  Treinando a Equipe de Desenvolvimento em auto gerenciamento e 13 interdisciplinaridade;  Treinando a Equipe de Desenvolvimento em ambientes organizacionais nos quais o Scrum não é totalmente adotado e compreendido.  Ensinando e liderando a Equipe de Desenvolvimento na criação de produtos de alto valor;  Facilitando os eventos Scrum conforme exigidos ou necessários;
  • 14. Scrum Master X Organização 14 O Scrum Master serve a Organização de várias maneiras, incluindo:  Liderando e treinando a organização na adoção do Scrum;  Planejando implementações Scrum dentro da organização;  Ajudando funcionários e partes interessadas a compreender e tornar aplicável o Scrum e o desenvolvimento de produto empírico;  Causando mudanças que aumentam a produtividade do Time Scrum;  Trabalhando com outro Scrum Master para aumentar a eficácia da aplicação do Scrum nas organizações.
  • 15. Equipe de Desenvolvimento  São auto organizadas.  Ninguém (nem mesmo o Scrum Master) diz a Equipe de Desenvolvimento como transformar o Backlog do Produto em incrementos de funcionalidades potencialmente utilizáveis;  São multifuncionais, possuindo todas as habilidades necessárias, 15 enquanto equipe, para criar o incremento do Produto.  Individualmente os integrantes da Equipe de Desenvolvimento podem ter habilidades especializadas e área de especialização, mas a responsabilidade pertence à Equipe de Desenvolvimento como um todo.  Os integrantes da Equipe de Desenvolvimento recebem o título de Desenvolvedor, independentemente do trabalho que está sendo realizado pela pessoa;  O time de desenvolvimento deve conter vários especialistas, porém todos os membros, inclusive os que não são especialistas, devem ser capazes de ajudar no cumprimento de qualquer tarefa. E é justamente nesse ponto que ocorre a disseminação do conhecimento entre os indivíduos da equipe, que com o tempo serão capazes de realizar tarefas que antes não eram capazes.
  • 16. TIME SCRUM – Tamanho da Equipe 16 O tamanho ideal da Equipe de Desenvolvimento: deve ser pequeno o suficiente para se manter ágil e grande o suficiente para completar uma parcela significativa do trabalho. Menos de 3 integrantes na Equipe de Desenvolvimento: diminuem a interação e resultam em um menor ganho de produtividade. encontrar restrições de habilidades durante a Sprint, gerando uma equipe incapaz de entregar um incremento potencialmente utilizável. Havendo mais de 9 integrantes: é exigida muita coordenação. geram muita complexidade para um processo de gerenciamento empírico. Os papéis de Product Owner e de Scrum Master: não são incluídos nesta contagem, a menos que eles também executem o trabalho do Backlog da Sprint.
  • 17. Histórias contadas pelos Stakeholders STAKEHOLDERS Histórias descrevem as funcionalidades que devem gerar valor; São as necessidades ou requisitos informados pelos cliente sobre o produto; Algumas histórias no início do projeto são chamadas de épicos porque elas são histórias ainda muito amplas, complexas e pouco detalhadas. PO: MELHORA AS HISTÓRIAS CONTADAS PO PO DECIDE “lixo” SIM NÃO
  • 18. Como funciona - SCRUM ARTEFATOS DO SCRUM Reunião de Planejamento da Sprint Produto É definida a META ou Objetivo EVENTOS DO SCRUM Reunião de Planejamento Reunião Diária Reunião de Revisão Reunião de Retrospectiva
  • 19. Eventos da Sprint - SCRUM EVENTO TIME-BOX SPRINT TIME-BOX REUNIÃO Reunião de Planejamento da Sprint 1ª. Parte: O que será PRONTO 2ª. Parte: como será PRONTO 1 mês 8hs 1ª.parte : 4hs 2ª. Parte: 4hs 2 semanas 4hs 1ª.parte : 2hs 2ª. Parte: 2hs Reunião Diária 15 minutos Reunião de Revisão da Sprint 1 mês 4hs 2 semanas 2hs Reunião de Retrospectiva da Sprint 1 mês 3hs 2 semanas 1:30hs 1 2 3 4 5 6 7 8 9 1 0 1 2 3 4 5 6 7 8 9 3 0 1 2 3 4 5 6 7 8 9 2 0 P D D D D D D D D D D D D D D D D D D D D D D D D D D D D D 1 2 R E V R E T 1 2 P D 3 4 D D SPRINT de 1 mes SPRINT 19
  • 20. Como funciona - SCRUM Time Scrum trabalhando no Backlog da Sprint Produto Inspeção Inspeção ok? não sim Incremento A Retrospectiva da Sprint é uma oportunidade para o Time Scrum inspecionar a si próprio e criar um plano para melhorias a serem aplicadas na próxima Sprint. O propósito da Retrospectiva da Sprint é: Inspecionar como a última Sprint foi em relação as pessoas, processos e ferramentas; Identificar e ordenar os principais itens que foram bem e as potenciais melhorias; Criar um plano para implementar melhorias no modo que o Time Scrum faz seu trabalho; 20 É definida a META ou Objetivo A Reunião Diária é mantida no mesmo horário e local todo dia para reduzir a complexidade. Durante a reunião cada integrante da Equipe de Desenvolvimento esclarece: O que foi completado desde a última reunião? O que será feito até a próxima reunião? Quais os obstáculos que estão no caminho? Conceito de “PRONTO” Planejamento Gestão do Escopo Controle Gestão da Qualidade Execução Gestão da Qualidade Gestão do Tempo Gestão da Comunicação Gestão da Comunicação Gestão da Comunicação Gestão da Comunicação Gestão da Comunicação Gestão do Custo Reunião de Planejamento Reunião Diária Reunião de Revisão Reunião de Retrospectiva
  • 21. Como funciona - SCRUM 21
  • 22. Como funciona - SCRUM Time Scrum trabalhando no Backlog da Sprint Produto Inspeção Inspeção ok? não sim Incremento A Retrospectiva da Sprint é uma oportunidade para o Time Scrum inspecionar a si próprio e criar um plano para melhorias a serem aplicadas na próxima Sprint. O propósito da Retrospectiva da Sprint é: Inspecionar como a última Sprint foi em relação as pessoas, processos e ferramentas; Identificar e ordenar os principais itens que foram bem e as potenciais melhorias; Criar um plano para implementar melhorias no modo que o Time Scrum faz seu trabalho; 22 É definida a META ou Objetivo A Reunião Diária é mantida no mesmo horário e local todo dia para reduzir a complexidade. Durante a reunião cada integrante da Equipe de Desenvolvimento esclarece: O que foi completado desde a última reunião? O que será feito até a próxima reunião? Quais os obstáculos que estão no caminho? Conceito de “PRONTO” Planejamento Gestão do Escopo Controle Gestão da Qualidade Execução Gestão da Qualidade Gestão do Tempo Gestão da Comunicação Gestão da Comunicação Gestão da Comunicação Gestão da Comunicação Gestão da Comunicação Gestão do Custo Reunião de Planejamento Reunião Diária Reunião de Revisão Reunião de Retrospectiva
  • 23. Como funciona - SCRUM 23
  • 24. Como funciona - SCRUM Time Scrum trabalhando no Backlog da Sprint Produto Inspeção Inspeção ok? não sim Incremento A Retrospectiva da Sprint é uma oportunidade para o Time Scrum inspecionar a si próprio e criar um plano para melhorias a serem aplicadas na próxima Sprint. O propósito da Retrospectiva da Sprint é: Inspecionar como a última Sprint foi em relação as pessoas, processos e ferramentas; Identificar e ordenar os principais itens que foram bem e as potenciais melhorias; Criar um plano para implementar melhorias no modo que o Time Scrum faz seu trabalho; 24 É definida a META ou Objetivo A Reunião Diária é mantida no mesmo horário e local todo dia para reduzir a complexidade. Durante a reunião cada integrante da Equipe de Desenvolvimento esclarece: O que foi completado desde a última reunião? O que será feito até a próxima reunião? Quais os obstáculos que estão no caminho? Conceito de “PRONTO” Planejamento Gestão do Escopo Controle Gestão da Qualidade Execução Gestão da Qualidade Gestão do Tempo Gestão da Comunicação Gestão da Comunicação Gestão da Comunicação Gestão da Comunicação Gestão da Comunicação Gestão do Custo Reunião de Planejamento Reunião Diária Reunião de Revisão Reunião de Retrospectiva
  • 25. Como funciona - SCRUM 25
  • 26. Como funciona - SCRUM Time Scrum trabalhando no Backlog da Sprint Produto Inspeção Inspeção ok? não sim Incremento A Retrospectiva da Sprint é uma oportunidade para o Time Scrum inspecionar a si próprio e criar um plano para melhorias a serem aplicadas na próxima Sprint. O propósito da Retrospectiva da Sprint é: Inspecionar como a última Sprint foi em relação as pessoas, processos e ferramentas; Identificar e ordenar os principais itens que foram bem e as potenciais melhorias; Criar um plano para implementar melhorias no modo que o Time Scrum faz seu trabalho; 26 É definida a META ou Objetivo A Reunião Diária é mantida no mesmo horário e local todo dia para reduzir a complexidade. Durante a reunião cada integrante da Equipe de Desenvolvimento esclarece: O que foi completado desde a última reunião? O que será feito até a próxima reunião? Quais os obstáculos que estão no caminho? Conceito de “PRONTO” Planejamento Gestão do Escopo Controle Gestão da Qualidade Execução Gestão da Qualidade Gestão do Tempo Gestão da Comunicação Gestão da Comunicação Gestão da Comunicação Gestão da Comunicação Gestão da Comunicação Gestão do Custo Reunião de Planejamento Reunião Diária Reunião de Revisão Reunião de Retrospectiva
  • 27. Como funciona - SCRUM 27
  • 28. Como funciona - SCRUM Time Scrum trabalhando no Backlog da Sprint Produto Inspeção Inspeção ok? não sim Incremento A Retrospectiva da Sprint é uma oportunidade para o Time Scrum inspecionar a si próprio e criar um plano para melhorias a serem aplicadas na próxima Sprint. O propósito da Retrospectiva da Sprint é: Inspecionar como a última Sprint foi em relação as pessoas, processos e ferramentas; Identificar e ordenar os principais itens que foram bem e as potenciais melhorias; Criar um plano para implementar melhorias no modo que o Time Scrum faz seu trabalho; 28 É definida a META ou Objetivo A Reunião Diária é mantida no mesmo horário e local todo dia para reduzir a complexidade. Durante a reunião cada integrante da Equipe de Desenvolvimento esclarece: O que foi completado desde a última reunião? O que será feito até a próxima reunião? Quais os obstáculos que estão no caminho? Conceito de “PRONTO” Planejamento Gestão do Escopo Controle Gestão da Qualidade Execução Gestão da Qualidade Gestão do Tempo Gestão da Comunicação Gestão da Comunicação Gestão da Comunicação Gestão da Comunicação Gestão da Comunicação Gestão do Custo Reunião de Planejamento Reunião Diária Reunião de Revisão Reunião de Retrospectiva
  • 29. Como funciona - SCRUM 29
  • 30. Como funciona - SCRUM Time Scrum trabalhando no Backlog da Sprint Produto Inspeção Inspeção ok? não sim Incremento A Retrospectiva da Sprint é uma oportunidade para o Time Scrum inspecionar a si próprio e criar um plano para melhorias a serem aplicadas na próxima Sprint. O propósito da Retrospectiva da Sprint é: Inspecionar como a última Sprint foi em relação as pessoas, processos e ferramentas; Identificar e ordenar os principais itens que foram bem e as potenciais melhorias; Criar um plano para implementar melhorias no modo que o Time Scrum faz seu trabalho; 30 É definida a META ou Objetivo A Reunião Diária é mantida no mesmo horário e local todo dia para reduzir a complexidade. Durante a reunião cada integrante da Equipe de Desenvolvimento esclarece: O que foi completado desde a última reunião? O que será feito até a próxima reunião? Quais os obstáculos que estão no caminho? Conceito de “PRONTO” Planejamento Gestão do Escopo Controle Gestão da Qualidade Execução Gestão da Qualidade Gestão do Tempo Gestão da Comunicação Gestão da Comunicação Gestão da Comunicação Gestão da Comunicação Gestão da Comunicação Gestão do Custo Reunião de Planejamento Reunião Diária Reunião de Revisão Reunião de Retrospectiva
  • 31. Como funciona - SCRUM 31
  • 32. Como funciona - SCRUM 1ª. Sprint 2ª. Sprint 3ª. Sprint 4ª. Sprint 5ª. Sprint Resultado dos Incrementos das Sprints 6ª. Sprint
  • 33. Como funciona - SCRUM Cancelamento da Sprint Uma Sprint pode ser cancelada antes do time-box da Sprint terminar. Somente o Product Owner tem a autoridade para cancelar a Sprint, embora ele possa fazer isso sob influência das partes interessadas, da Equipe de Desenvolvimento ou do Scrum Master. A Sprint poderá ser cancelada se o objetivo da Sprint se tornar obsoleto. Isto pode ocorrer se a organização mudar sua direção ou se as condições do mercado ou das tecnologias mudarem. No entanto, devido a curta duração da Sprint, raramente isso faz sentido. Quando a Sprint é cancelada, qualquer item de Backlog do Produto completado e “Pronto” é revisado. Se uma parte do trabalho estiver potencialmente utilizável, tipicamente o Product Owner o aceita. Todos os itens de Backlog do Produto incompletos são re-estimados e colocados de volta no Backlog do Produto. O cancelamentos de Sprints consomem recursos, já que todos tem que se reagrupar em outra reunião de planejamento da Sprint para iniciar outra Sprint. Cancelamentos de Sprints são frequentemente traumáticos para o Team Scrum, e são muito incomuns. 33
  • 34.  O papel do Product Owner contém muita Gestão da Comunicação com os stakeholders e Team Scrum,  As Histórias fazem parte da Gestão de Escopo com o tratamento dos requisitos, negociação e mudanças.  O Backlog da Sprint é um entregável da EAP ou WBS na Gestão do Escopo  Cada backlog da sprint tem a Gestão do Tempo  Cada backlog da sprint tem a Gestão de Custos  Cada backlog da sprint tem a Gestão de Riscos  A inspeção realizada no evento da Reunião de Revisão é a Gestão da Qualidade  Inspecionar como a última Sprint foi em relação as pessoas, processos e ferramentas e identificar e ordenar os principais itens que foram bem e as potenciais melhorias, realizada no evento da Reunião de retrospectiva é a Gestão da Qualidade  Os eventos/reuniões que ocorrem durante uma sprint é Gestão da Comunicação.  Gerencia as expectativas dos Stakeholders é Gestão das Partes Interessadas.  O papel do scrum master contém muita Gestão da Comunicação entre a Equipe de Desenvolvimento, Product Owner e Stakeholders da organização. Scrum X Pmbok 34
  • 35. Compreender o framework Scrum é simples, mas para que o projeto tenha sucesso é imprescindível que cada pessoa do time execute o seu papel na essência. O Product Owner tem um desafio muito grande ao decidir o que entra e não entra no backlog do produto. As avaliações sobre valor agregado ao produto, retorno do investimento são de imensa responsabilidade e entendimento dos objetivos do produto e estratégias da empresa. Pense e avalie cada papel do Scrum. Conclusões 35
  • 36. CERTIFICAÇÕES 36 PO - Product Owner SM - Scrum Master https://www.scrum.org/Assessments/Professional-Scrum-Master-Assessments
  • 37. Textos extraídos do Guia do Scrum (Ken Schwaber e Jeff Sutherland) https://www.scrum.org/Scrum-Guides 12 Princípios do Manifesto Ágil http://agilemanifesto.org/ Kanban http://virtualkanban.net/ Pesquisa e Apresentação de Marisa Wittmann Referências 37
  • 38. Contato: Marisa.wittmann@gmail.com Gerente de Projetos PMP Professora de Pós Graduação 38