SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 28
Baixar para ler offline
O que veremos?
O que não é Scrum?
O que é Scrum?
Papéis no Scrum
Fluxo do Scrum
O conceito de pronto
O que não é Scrum?
Não é uma metodologia
Não é uma receita de bolo
Não é completo
Não é a solução para todos seus
problemas...
O que não é Scrum?
Não é uma metodologia
Não é uma receita de bolo
Não é completo
Não é a solução para todos seus
problemas...
O que é SCRUM?
Scrum é um processo iterativo e
incremental para o desenvolvimento
de produtos e gerenciamento de projetos.


É mais um framework que uma
metodologia, mais atitude do que
processo.
O que é SCRUM?
Não espere que Scrum lhe diga o que
fazer a cada problema ou desafio que
você encontre, ele apenas lhe ajudará a
ter transparência para enxergar estes
problemas e desafios, você decidirá o
que fazer para resolvê-los.
O que é SCRUM?
Inicialmente, o Scrum foi concebido como
um estilo de gerenciamento de projetos em
empresas de fabricação de automóveis e
produtos de consumo, por Hirotaka
Takeuchi e Ikujiro Nonaka no artigo "The New
Product Development Game" (Harvard Business Review, Janeiro-
Fevereiro 1986).

Eles notaram que projetos usando equipes pequenas e
multidisciplinares produziram os melhores resultados, e
associaram estas equipes altamente eficazes à formação
Scrum do Rugby (utilizada para reinício do jogo em certos casos)
modelo
tradicional
    X
  modelo
sobreposto
Modelo tradicional

        X
Modelo sobreposto
(iterativo e incremental)


               X
O que é Design
Otrês pilares do SCRUM
Centrado no
usuário?
“É o processo de design em que as
necessidades, desejos e limitações do ser
humano são levadas em conta durante todas
as fases de concepção e desenvolvimento de
um projeto”
O ManifestoDesign
 O que é    Ágil
“Estamos descobrindo maneiras melhores de

 Centrado no
desenvolver software fazendo-o nós mesmos e ajudando
outros a fazê-lo. Através desse trabalho, passamos a valorizar:


 usuário?
 “É o processo de design em que as
 necessidades, desejos e limitações do ser
 humano são levadas em conta durante todas
 as fases de concepção e desenvolvimento de
Ou seja, mesmo havendo valor nos itens à direita, valorizamos
 um projeto”
mais os itens à esquerda."
http://agilemanifesto.org/iso/ptbr/
Porcos e Galinhas...
O que é melhor quando se trabalha em
projetos em equipe? Estar envolvido,
ou estar comprometido?
Papéis no SCRUM

   Product Owner                 Scrum Master                   Time
• Responsável por           • Responsável por         • Multidisciplinar
garantir o retorno de       remover impedimentos
Investimento                do time                   • Auto organizado

• Responsável por           • Responsável por         • Produz produto com
conhecer as                 garantir o uso de Scrum   qualidade e valor para
necessidades dos clientes                             o cliente
                            • Protege o time de
• Proxy em ambientes        interferências externas
com mais de um cliente
Fluxo do Scrum

       X
Fluxo do Scrum
            Visão: O Product Owner
            define a visão do produto. Esta
            visão é o que representa sua
            necessidade, é o que deve ser
            satisfeito ao fim do projeto.
Para definir esta Visão, o Product Owner (P.O.)
colhe informações junto a clientes, usuários
finais, time, gerentes, stakeholders, executivos,
etc.
Fluxo do Scrum
                  Product Backlog: O P.O. cria
                  uma lista inicial de necessidades
                  que precisam ser produzidas
                  para que a visão do produto seja
                  atingida, para esta lista damos o
                  nome de Product Backlog.
Os requisitos para o produto que o Time Scrum está desenvolvendo estão
listados no Product Backlog. O P.O. é o responsável por este artefato, o que
inclui: seu conteúdo, sua disponibilidade e sua priorização.

Um Product Backlog nunca está completo, ele evolui à medida que o
produto se desenvolve. Ele é dinâmico no sentido de que ele está
constantemente mudando para identificar o que o produto precisa para ser
apropriado, competitivo e útil.
Fluxo do Scrum
             Reunião de Planejamento:
             É nesta reunião que o Product
             Owner apresenta os itens de maior
             prioridade do Product Backlog ao
             Time.
Eles trabalham em conjunto para descobrir qual
funcionalidade deverá ser desenvolvida durante a
próxima Sprint. A decisão referente à quantidade de
itens que o Time produzirá na Sprint cabe somente ao
Time. Somente o Time pode saber o que ele é capaz de
realizar na próxima Sprint.
Fluxo do Scrum
               Meta: Tendo selecionado os itens do
               Product Backlog, a Meta da Sprint é
  META         delineada. A Meta do Sprint é uma
               descrição que fornece orientação ao Time
               sobre a razão pela qual ele está
               produzindo o sistema ou produto.

O motivo para se ter
uma Meta da Sprint é             Sprint Backlog
dar ao time espaço                 Funcionalidade A
                       META
para variação em se                Funcionalidade B
tratando de
funcionalidade.                    Funcionalidade C
Fluxo do Scrum
                      Sprint Backlog: Ao final da reunião
                      de planejamento nosso Sprint Backlog
                      deve estar pronto, contendo: itens de
                      backlog selecionados, suas respectivas
                      tarefas e a meta da Sprint.


O time se auto-
organiza para
delegar e se
encarregar do
trabalho contido no
Sprint Backlog.
Fluxo do Scrum
                            Sprint: A Sprint é uma iteração.
                            Sprints são eventos de duração fixa.
                            Durante a Sprint, o Scrum Master
                            garante que não será feita nenhuma
                            mudança que possa afetar a Meta da
                            Sprint. Tanto a composição do time
                            quanto as metas devem permanecer
                            constantes durante a Sprint.
As Sprints podem ser canceladas antes que o prazo fixo da Sprint
tenha acabado. Somente o Product Owner tem a autoridade para
cancelar a Sprint, embora ele possa fazê-lo sob influência dos
stakeholders, do Time ou do Scrum Master.
Obs importante: Nunca estique uma Sprint querendo ganhar mais dias. Neste caso, finalize a
Sprint mesmo que não tenha alcançado a meta.
Fluxo do Scrum
                  Reunião Diária: Através da
                  reunião diária (ou Daily Meeting) o
                  time ganha visibilidade de como está
                  o caminho para a meta, e planeja o dia
                  seguinte de trabalho. O Scrum Master
                  novamente é o facilitador desta
                  reunião.

Nesta reunião de 15 minutos, cada membro deve responder:
• O que fiz desde a última reunião?
• O que pretendo fazer até a próxima?
• Tive (estou tendo) algum impedimento?
Fluxo do Scrum
                Reunião de Revisão: Através da
                revisão (ou Sprint Review) realizamos a
                entrega do trabalho. Será nesta reunião
                que o Time apresentará ao P.O (Product
                Owner) o que foi feito e como foram feitas
                as demandas da Sprint.
A reunião de revisão fornece input de valor para as Sprint Planning
Meetings seguintes.
Quem participa desta reunião?
• Time
• Scrum Master
• Product Owner (que pode convidar outras pessoas / clientes)
Fluxo do Scrum
               Reunião de Retrospectiva: Esta é a
               última reunião de uma Sprint Scrum. Ela
               também representa o espírito de inspeção
               e adaptação dentro do Scrum. Podemos
               avaliar o que foi bom e ruim junto ao time,
               ao projeto ou até mesmo a empresa.
A finalidade da retrospectiva é inspecionar como correu a última
Sprint em se tratando de pessoas, das relações entre elas, dos
processos e das ferramentas. A inspeção deve identificar e
priorizar os principais itens que correram bem e aqueles que, se
feitos de modo diferente, poderiam ter deixado as coisas ainda
melhores.
Fluxo do Scrum
               Incremento do Produto: Ao se
               utilizar Scrum, os produtos são construídos
               iterativamente, de modo que cada Sprint
               cria um incremento do produto, iniciando
               pelo de maior valor e maior risco. Mais e
               mais Sprints vão adicionando incrementos
               ao produto.
Cada incremento é um pedaço potencialmente entregável do
produto completo. Quando já tiverem sido criados incrementos
suficientes para que o produto tenha valor e uso para seus
investidores, o produto é entregue.
O conceito de PRONTO
No desenvolvimento de produtos, afirmar que a
funcionalidade está pronta pode levar alguém a
presumir que ela está pelo menos bem
codificada, refatorada, que tenha passado por
testes unitários, e que tenha passado por testes
de aceitação.
Outros podem presumir que apenas o código tenha sido
desenvolvido. Se ninguém sabe qual a definição de “pronto”,
os outros dois pilares do controle de processos empíricos não
funcionam. Quando alguém descreve algo como “pronto”,
todos devem entender o que “pronto” significa.
Obrigado!


Guilherme Marques
http://www.guilhermemarques.com
@guimarques

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados (20)

Scrum 101
Scrum 101Scrum 101
Scrum 101
 
Treinamento Ágil / Scrum
Treinamento Ágil / ScrumTreinamento Ágil / Scrum
Treinamento Ágil / Scrum
 
Palestra sobre metodologia Scrum
Palestra sobre metodologia ScrumPalestra sobre metodologia Scrum
Palestra sobre metodologia Scrum
 
Gestão Ágil de Projetos com Scrum
Gestão Ágil de Projetos com ScrumGestão Ágil de Projetos com Scrum
Gestão Ágil de Projetos com Scrum
 
Metodologia SCRUM
Metodologia SCRUMMetodologia SCRUM
Metodologia SCRUM
 
Scrum - As Regras do Jogo segundo o Guia do Scrum
Scrum - As Regras do Jogo segundo o Guia do ScrumScrum - As Regras do Jogo segundo o Guia do Scrum
Scrum - As Regras do Jogo segundo o Guia do Scrum
 
Scrum na Prática
Scrum na PráticaScrum na Prática
Scrum na Prática
 
Scrum
ScrumScrum
Scrum
 
Scrum
ScrumScrum
Scrum
 
Scrum - Uma introdução a agilidade
Scrum - Uma introdução a agilidadeScrum - Uma introdução a agilidade
Scrum - Uma introdução a agilidade
 
Metodologia Ágil
Metodologia ÁgilMetodologia Ágil
Metodologia Ágil
 
Scrum Master em ação
Scrum Master em açãoScrum Master em ação
Scrum Master em ação
 
Scrum Overview
Scrum OverviewScrum Overview
Scrum Overview
 
A cultura Ágil Spotify: Exemplo de sucesso de Lean startup, Scrum e Kanban
A cultura Ágil Spotify: Exemplo de sucesso de Lean startup, Scrum e KanbanA cultura Ágil Spotify: Exemplo de sucesso de Lean startup, Scrum e Kanban
A cultura Ágil Spotify: Exemplo de sucesso de Lean startup, Scrum e Kanban
 
Scrum em 15 minutos
Scrum em 15 minutosScrum em 15 minutos
Scrum em 15 minutos
 
Agile Scrum Training Process
Agile Scrum Training ProcessAgile Scrum Training Process
Agile Scrum Training Process
 
O Método Kanban
O Método KanbanO Método Kanban
O Método Kanban
 
Aula - Metodologias Ágeis
Aula - Metodologias ÁgeisAula - Metodologias Ágeis
Aula - Metodologias Ágeis
 
Processos de gerenciamento de projetos de um projeto
Processos de gerenciamento de projetos de  um projeto Processos de gerenciamento de projetos de  um projeto
Processos de gerenciamento de projetos de um projeto
 
Gerenciamento do Escopo em Projetos
Gerenciamento do Escopo em ProjetosGerenciamento do Escopo em Projetos
Gerenciamento do Escopo em Projetos
 

Destaque

(Apresentacao Tecnica) G2KA CT-e - Gestao e emissao de conhecimento de tran...
(Apresentacao Tecnica) G2KA CT-e - Gestao e emissao de   conhecimento de tran...(Apresentacao Tecnica) G2KA CT-e - Gestao e emissao de   conhecimento de tran...
(Apresentacao Tecnica) G2KA CT-e - Gestao e emissao de conhecimento de tran...NeoGrid Software S/A
 
Unilever produto novo
Unilever   produto novoUnilever   produto novo
Unilever produto novoDany Clemente
 
Teste de usabilidade na sprint; Entrega contínua de boas experiências [Scrum ...
Teste de usabilidade na sprint; Entrega contínua de boas experiências [Scrum ...Teste de usabilidade na sprint; Entrega contínua de boas experiências [Scrum ...
Teste de usabilidade na sprint; Entrega contínua de boas experiências [Scrum ...Glauber Lænder
 
Agile UX - Esquenta AgileTrends na ThoughtWorks
Agile UX - Esquenta AgileTrends na ThoughtWorksAgile UX - Esquenta AgileTrends na ThoughtWorks
Agile UX - Esquenta AgileTrends na ThoughtWorksGlauber Lænder
 
O Desenvolvedor Completo - por Mariana Bravo
O Desenvolvedor Completo - por Mariana BravoO Desenvolvedor Completo - por Mariana Bravo
O Desenvolvedor Completo - por Mariana BravoThoughtworks
 
UX: Tradicional vs Ágil
UX: Tradicional vs ÁgilUX: Tradicional vs Ágil
UX: Tradicional vs ÁgilGlauber Lænder
 
Aplicación del costeo a variable a una pizzeria
Aplicación del costeo a variable a una pizzeriaAplicación del costeo a variable a una pizzeria
Aplicación del costeo a variable a una pizzeriaDiego E. Corvera
 
Entendendo nossos usuários
Entendendo nossos usuáriosEntendendo nossos usuários
Entendendo nossos usuáriosSimone Beltrame
 
O usuario esta bebado - UX eh pra todo mundo - 15 min
O usuario esta bebado - UX eh pra todo mundo - 15 minO usuario esta bebado - UX eh pra todo mundo - 15 min
O usuario esta bebado - UX eh pra todo mundo - 15 minAdriano Schmidt
 
"Designers devem programar?" - Trilha UX Design | The Developers Conference 2016
"Designers devem programar?" - Trilha UX Design | The Developers Conference 2016"Designers devem programar?" - Trilha UX Design | The Developers Conference 2016
"Designers devem programar?" - Trilha UX Design | The Developers Conference 2016Victor Ferreira Santos
 
10 coisas que aprendi trabalhando com UX
10 coisas que aprendi trabalhando com UX10 coisas que aprendi trabalhando com UX
10 coisas que aprendi trabalhando com UXGuilherme Marques
 
Percursos da artemídia na contemporaneidade
Percursos da artemídia na contemporaneidadePercursos da artemídia na contemporaneidade
Percursos da artemídia na contemporaneidadeFabricio Teixeira
 
Testes de usabilidade para otimizar a experiência do usuário
Testes de usabilidade para otimizar a experiência do usuárioTestes de usabilidade para otimizar a experiência do usuário
Testes de usabilidade para otimizar a experiência do usuárioGlauber Lænder
 
TDC2016SP - Trilha UX Design
TDC2016SP - Trilha UX DesignTDC2016SP - Trilha UX Design
TDC2016SP - Trilha UX Designtdc-globalcode
 
Teste de usabilidade na sprint; Entrega contínua de boas experiências
Teste de usabilidade na sprint; Entrega contínua de boas experiênciasTeste de usabilidade na sprint; Entrega contínua de boas experiências
Teste de usabilidade na sprint; Entrega contínua de boas experiênciasGlauber Lænder
 
Novo Portal ESPN - Ebai 2008
Novo Portal ESPN - Ebai 2008Novo Portal ESPN - Ebai 2008
Novo Portal ESPN - Ebai 2008Fabricio Teixeira
 

Destaque (20)

(Apresentacao Tecnica) G2KA CT-e - Gestao e emissao de conhecimento de tran...
(Apresentacao Tecnica) G2KA CT-e - Gestao e emissao de   conhecimento de tran...(Apresentacao Tecnica) G2KA CT-e - Gestao e emissao de   conhecimento de tran...
(Apresentacao Tecnica) G2KA CT-e - Gestao e emissao de conhecimento de tran...
 
Unilever produto novo
Unilever   produto novoUnilever   produto novo
Unilever produto novo
 
Developer who designs
Developer who designsDeveloper who designs
Developer who designs
 
Teste de usabilidade na sprint; Entrega contínua de boas experiências [Scrum ...
Teste de usabilidade na sprint; Entrega contínua de boas experiências [Scrum ...Teste de usabilidade na sprint; Entrega contínua de boas experiências [Scrum ...
Teste de usabilidade na sprint; Entrega contínua de boas experiências [Scrum ...
 
Agile UX - Esquenta AgileTrends na ThoughtWorks
Agile UX - Esquenta AgileTrends na ThoughtWorksAgile UX - Esquenta AgileTrends na ThoughtWorks
Agile UX - Esquenta AgileTrends na ThoughtWorks
 
O Desenvolvedor Completo - por Mariana Bravo
O Desenvolvedor Completo - por Mariana BravoO Desenvolvedor Completo - por Mariana Bravo
O Desenvolvedor Completo - por Mariana Bravo
 
UX: Tradicional vs Ágil
UX: Tradicional vs ÁgilUX: Tradicional vs Ágil
UX: Tradicional vs Ágil
 
Aplicación del costeo a variable a una pizzeria
Aplicación del costeo a variable a una pizzeriaAplicación del costeo a variable a una pizzeria
Aplicación del costeo a variable a una pizzeria
 
Design Centrado no Usuário
Design Centrado no UsuárioDesign Centrado no Usuário
Design Centrado no Usuário
 
Ppt lançamento de produtos 2012
Ppt lançamento de produtos 2012Ppt lançamento de produtos 2012
Ppt lançamento de produtos 2012
 
Entendendo nossos usuários
Entendendo nossos usuáriosEntendendo nossos usuários
Entendendo nossos usuários
 
O usuario esta bebado - UX eh pra todo mundo - 15 min
O usuario esta bebado - UX eh pra todo mundo - 15 minO usuario esta bebado - UX eh pra todo mundo - 15 min
O usuario esta bebado - UX eh pra todo mundo - 15 min
 
"Designers devem programar?" - Trilha UX Design | The Developers Conference 2016
"Designers devem programar?" - Trilha UX Design | The Developers Conference 2016"Designers devem programar?" - Trilha UX Design | The Developers Conference 2016
"Designers devem programar?" - Trilha UX Design | The Developers Conference 2016
 
10 coisas que aprendi trabalhando com UX
10 coisas que aprendi trabalhando com UX10 coisas que aprendi trabalhando com UX
10 coisas que aprendi trabalhando com UX
 
Percursos da artemídia na contemporaneidade
Percursos da artemídia na contemporaneidadePercursos da artemídia na contemporaneidade
Percursos da artemídia na contemporaneidade
 
Sketch andzeplin
Sketch andzeplinSketch andzeplin
Sketch andzeplin
 
Testes de usabilidade para otimizar a experiência do usuário
Testes de usabilidade para otimizar a experiência do usuárioTestes de usabilidade para otimizar a experiência do usuário
Testes de usabilidade para otimizar a experiência do usuário
 
TDC2016SP - Trilha UX Design
TDC2016SP - Trilha UX DesignTDC2016SP - Trilha UX Design
TDC2016SP - Trilha UX Design
 
Teste de usabilidade na sprint; Entrega contínua de boas experiências
Teste de usabilidade na sprint; Entrega contínua de boas experiênciasTeste de usabilidade na sprint; Entrega contínua de boas experiências
Teste de usabilidade na sprint; Entrega contínua de boas experiências
 
Novo Portal ESPN - Ebai 2008
Novo Portal ESPN - Ebai 2008Novo Portal ESPN - Ebai 2008
Novo Portal ESPN - Ebai 2008
 

Semelhante a Scrum (20)

ENGSW_Aula_Scrum.pdf
ENGSW_Aula_Scrum.pdfENGSW_Aula_Scrum.pdf
ENGSW_Aula_Scrum.pdf
 
Agilidade Com Scrum
Agilidade Com ScrumAgilidade Com Scrum
Agilidade Com Scrum
 
Gerenciamento ágil de projetos com scrum
Gerenciamento ágil de projetos com scrumGerenciamento ágil de projetos com scrum
Gerenciamento ágil de projetos com scrum
 
Scrum
ScrumScrum
Scrum
 
Scrum - Engenharia de Software
Scrum - Engenharia de Software Scrum - Engenharia de Software
Scrum - Engenharia de Software
 
Guia do scrum
Guia do scrumGuia do scrum
Guia do scrum
 
Guia do scrum
Guia do scrumGuia do scrum
Guia do scrum
 
Material Workshop Scrum foundation - Fernando Cunha
Material Workshop Scrum foundation -  Fernando CunhaMaterial Workshop Scrum foundation -  Fernando Cunha
Material Workshop Scrum foundation - Fernando Cunha
 
Antigo_Scrum
Antigo_ScrumAntigo_Scrum
Antigo_Scrum
 
Scrum
ScrumScrum
Scrum
 
Visão Macro do SCRUM
Visão Macro do SCRUMVisão Macro do SCRUM
Visão Macro do SCRUM
 
SCRUM
SCRUMSCRUM
SCRUM
 
Aula 06 Scrum - parte II completo.ppt
Aula 06 Scrum - parte II completo.pptAula 06 Scrum - parte II completo.ppt
Aula 06 Scrum - parte II completo.ppt
 
Scrum
ScrumScrum
Scrum
 
Scrum - Gerenciamento de Projetos
Scrum - Gerenciamento de ProjetosScrum - Gerenciamento de Projetos
Scrum - Gerenciamento de Projetos
 
Scrum “by the book”
Scrum “by the book”Scrum “by the book”
Scrum “by the book”
 
Scrum - Visão Geral
Scrum - Visão GeralScrum - Visão Geral
Scrum - Visão Geral
 
Desenvolvimento ágil com scrum
Desenvolvimento ágil com scrumDesenvolvimento ágil com scrum
Desenvolvimento ágil com scrum
 
Sobre o Scrum
Sobre o ScrumSobre o Scrum
Sobre o Scrum
 
Scrum agil
Scrum agilScrum agil
Scrum agil
 

Scrum

  • 1.
  • 2.
  • 3. O que veremos? O que não é Scrum? O que é Scrum? Papéis no Scrum Fluxo do Scrum O conceito de pronto
  • 4. O que não é Scrum? Não é uma metodologia Não é uma receita de bolo Não é completo Não é a solução para todos seus problemas...
  • 5. O que não é Scrum? Não é uma metodologia Não é uma receita de bolo Não é completo Não é a solução para todos seus problemas...
  • 6. O que é SCRUM? Scrum é um processo iterativo e incremental para o desenvolvimento de produtos e gerenciamento de projetos. É mais um framework que uma metodologia, mais atitude do que processo.
  • 7. O que é SCRUM? Não espere que Scrum lhe diga o que fazer a cada problema ou desafio que você encontre, ele apenas lhe ajudará a ter transparência para enxergar estes problemas e desafios, você decidirá o que fazer para resolvê-los.
  • 8. O que é SCRUM? Inicialmente, o Scrum foi concebido como um estilo de gerenciamento de projetos em empresas de fabricação de automóveis e produtos de consumo, por Hirotaka Takeuchi e Ikujiro Nonaka no artigo "The New Product Development Game" (Harvard Business Review, Janeiro- Fevereiro 1986). Eles notaram que projetos usando equipes pequenas e multidisciplinares produziram os melhores resultados, e associaram estas equipes altamente eficazes à formação Scrum do Rugby (utilizada para reinício do jogo em certos casos)
  • 9. modelo tradicional X modelo sobreposto
  • 12. O que é Design Otrês pilares do SCRUM Centrado no usuário? “É o processo de design em que as necessidades, desejos e limitações do ser humano são levadas em conta durante todas as fases de concepção e desenvolvimento de um projeto”
  • 13. O ManifestoDesign O que é Ágil “Estamos descobrindo maneiras melhores de Centrado no desenvolver software fazendo-o nós mesmos e ajudando outros a fazê-lo. Através desse trabalho, passamos a valorizar: usuário? “É o processo de design em que as necessidades, desejos e limitações do ser humano são levadas em conta durante todas as fases de concepção e desenvolvimento de Ou seja, mesmo havendo valor nos itens à direita, valorizamos um projeto” mais os itens à esquerda." http://agilemanifesto.org/iso/ptbr/
  • 14. Porcos e Galinhas... O que é melhor quando se trabalha em projetos em equipe? Estar envolvido, ou estar comprometido?
  • 15. Papéis no SCRUM Product Owner Scrum Master Time • Responsável por • Responsável por • Multidisciplinar garantir o retorno de remover impedimentos Investimento do time • Auto organizado • Responsável por • Responsável por • Produz produto com conhecer as garantir o uso de Scrum qualidade e valor para necessidades dos clientes o cliente • Protege o time de • Proxy em ambientes interferências externas com mais de um cliente
  • 17. Fluxo do Scrum Visão: O Product Owner define a visão do produto. Esta visão é o que representa sua necessidade, é o que deve ser satisfeito ao fim do projeto. Para definir esta Visão, o Product Owner (P.O.) colhe informações junto a clientes, usuários finais, time, gerentes, stakeholders, executivos, etc.
  • 18. Fluxo do Scrum Product Backlog: O P.O. cria uma lista inicial de necessidades que precisam ser produzidas para que a visão do produto seja atingida, para esta lista damos o nome de Product Backlog. Os requisitos para o produto que o Time Scrum está desenvolvendo estão listados no Product Backlog. O P.O. é o responsável por este artefato, o que inclui: seu conteúdo, sua disponibilidade e sua priorização. Um Product Backlog nunca está completo, ele evolui à medida que o produto se desenvolve. Ele é dinâmico no sentido de que ele está constantemente mudando para identificar o que o produto precisa para ser apropriado, competitivo e útil.
  • 19. Fluxo do Scrum Reunião de Planejamento: É nesta reunião que o Product Owner apresenta os itens de maior prioridade do Product Backlog ao Time. Eles trabalham em conjunto para descobrir qual funcionalidade deverá ser desenvolvida durante a próxima Sprint. A decisão referente à quantidade de itens que o Time produzirá na Sprint cabe somente ao Time. Somente o Time pode saber o que ele é capaz de realizar na próxima Sprint.
  • 20. Fluxo do Scrum Meta: Tendo selecionado os itens do Product Backlog, a Meta da Sprint é META delineada. A Meta do Sprint é uma descrição que fornece orientação ao Time sobre a razão pela qual ele está produzindo o sistema ou produto. O motivo para se ter uma Meta da Sprint é Sprint Backlog dar ao time espaço Funcionalidade A META para variação em se Funcionalidade B tratando de funcionalidade. Funcionalidade C
  • 21. Fluxo do Scrum Sprint Backlog: Ao final da reunião de planejamento nosso Sprint Backlog deve estar pronto, contendo: itens de backlog selecionados, suas respectivas tarefas e a meta da Sprint. O time se auto- organiza para delegar e se encarregar do trabalho contido no Sprint Backlog.
  • 22. Fluxo do Scrum Sprint: A Sprint é uma iteração. Sprints são eventos de duração fixa. Durante a Sprint, o Scrum Master garante que não será feita nenhuma mudança que possa afetar a Meta da Sprint. Tanto a composição do time quanto as metas devem permanecer constantes durante a Sprint. As Sprints podem ser canceladas antes que o prazo fixo da Sprint tenha acabado. Somente o Product Owner tem a autoridade para cancelar a Sprint, embora ele possa fazê-lo sob influência dos stakeholders, do Time ou do Scrum Master. Obs importante: Nunca estique uma Sprint querendo ganhar mais dias. Neste caso, finalize a Sprint mesmo que não tenha alcançado a meta.
  • 23. Fluxo do Scrum Reunião Diária: Através da reunião diária (ou Daily Meeting) o time ganha visibilidade de como está o caminho para a meta, e planeja o dia seguinte de trabalho. O Scrum Master novamente é o facilitador desta reunião. Nesta reunião de 15 minutos, cada membro deve responder: • O que fiz desde a última reunião? • O que pretendo fazer até a próxima? • Tive (estou tendo) algum impedimento?
  • 24. Fluxo do Scrum Reunião de Revisão: Através da revisão (ou Sprint Review) realizamos a entrega do trabalho. Será nesta reunião que o Time apresentará ao P.O (Product Owner) o que foi feito e como foram feitas as demandas da Sprint. A reunião de revisão fornece input de valor para as Sprint Planning Meetings seguintes. Quem participa desta reunião? • Time • Scrum Master • Product Owner (que pode convidar outras pessoas / clientes)
  • 25. Fluxo do Scrum Reunião de Retrospectiva: Esta é a última reunião de uma Sprint Scrum. Ela também representa o espírito de inspeção e adaptação dentro do Scrum. Podemos avaliar o que foi bom e ruim junto ao time, ao projeto ou até mesmo a empresa. A finalidade da retrospectiva é inspecionar como correu a última Sprint em se tratando de pessoas, das relações entre elas, dos processos e das ferramentas. A inspeção deve identificar e priorizar os principais itens que correram bem e aqueles que, se feitos de modo diferente, poderiam ter deixado as coisas ainda melhores.
  • 26. Fluxo do Scrum Incremento do Produto: Ao se utilizar Scrum, os produtos são construídos iterativamente, de modo que cada Sprint cria um incremento do produto, iniciando pelo de maior valor e maior risco. Mais e mais Sprints vão adicionando incrementos ao produto. Cada incremento é um pedaço potencialmente entregável do produto completo. Quando já tiverem sido criados incrementos suficientes para que o produto tenha valor e uso para seus investidores, o produto é entregue.
  • 27. O conceito de PRONTO No desenvolvimento de produtos, afirmar que a funcionalidade está pronta pode levar alguém a presumir que ela está pelo menos bem codificada, refatorada, que tenha passado por testes unitários, e que tenha passado por testes de aceitação. Outros podem presumir que apenas o código tenha sido desenvolvido. Se ninguém sabe qual a definição de “pronto”, os outros dois pilares do controle de processos empíricos não funcionam. Quando alguém descreve algo como “pronto”, todos devem entender o que “pronto” significa.