Parkinson 
Patologia do Mal de Parkinsom 
Vinicius Monteiro Barreto 
Mônica Bagagi
Epdemiologia 
o Representam 80% dos casos de 
Parksonismo. 
o Preferencialmente pessoas acima dos 50 
anos(Idade media 55 ...
Crescimento
Causas Genéticas
Mutações Gênicas alfa sucleina 
o Gen Park 1 :consistia numa substituição 
entre uma alanina e uma treonina. 
o Gen Park 4...
Consequencias
Mutações nas Parkinas(Park 4) 
 Associado a precocidade 
 Parkinas possuem domínios para 
Ring(E3). E3 responsável pelo ...
Bloqueio da Ubiquitinização
E3 Ubiquitina Ligase
Fisiopatologia 
• Neudegeneração 
dos sitemeas 
dopaminergicos, 
colinergico, 
noroadrenergico 
e neuronios 
produtores de...
Alastramento do Parksom por 
"Braak e Braak" 
• Estagio I - II 
Contex Entorrinal
EStagio I-II 
Ñ Sintomas
Estagio III-IV 
• Acomete o Sitema Límbico do Alocortex
. 
• Induzio do corpo caloso 
Primeiros Sintomas 
Clínicos
Pontos Periféricos Acometidos
Estagio IV-V
Estagio IV-V 
• Todo Isocortex 
• Todos as 
manifestações 
cínicas da 
doença completa
Escala de Hoehn e Yahr
Fisiopatologia 
o Causa: 
Degeneração de 
neurônios 
Dopaminérgicos. 
o Mais de 80% da 
massa cinzenta 
do corpo medular 
...
Substancia negra(melanina) 
Quanto maior a 
despigmentação, 
severo é o quadro 
clinico 
Predomíni 
o de 
neuronios 
doami...
Núcelos Principais 
o Núcleos Caudado 
o Puntame 
o Globo Pálido 
o Substancia Negra 
o Núcelos Subtalâmico
1-->2-->3-->4 
Mèdula 
Epinhal 
Médulas Esp
Direto
INDIRETO
Parksom 
o "Em caso de perda de neurônios 
dopaminergicos(causa) inibitórios na parte 
compacta da substancia negra,a via ...
Direta Diminui Pq? 
o Oferta de 
recptores D2 > D1 
o D2 Possui 
proteina GI
Recptores D1
1-->2-->3-->4 
Mèdula 
Epinhal 
Médulas Esp
Redução dos Movimentos, causando disturbio 
Hipocinético, como a paralisia agitante (70 %).
Sinais Físicos 
o Bradcinesia 
o Hipocinesia 
o Hiponimia 
o Marcha Parksoniana 
o Perda dos reflexos posturais 
o Fenomen...
Sinais Comportamentais 
o Declinio 
cognitovo 
o alterações do 
sono 
o dor, 
formigamento, 
ardencia na 
região com 
comp...
Diagnóstico 
o Bradcinesias + X = DP + 
o X: tremor em repouso 
o igidez muscular 
o intabilida postural nao ocasionada po...
Critérios que Reforçam Diagnóstico 
o Inicio Unilateral 
o presença de tremor de repouso 
o doença progressiva 
o persiste...
Critérios Excludentes 
• Avc repetido 
• Trauma craniano 
• Historia definida de encefalite 
• crises oculogíricas 
• trat...
Tratamento 
o não existe cura 
o retardando o seu progresso 
o Levodopa ou L-Dopa 
o A levodopa se transforma 
em dopamina...
Cirugia 
• Em lesões no 
núcleo pálido 
interno 
(Palidotomia) ou 
do tálamo ventro-lateral 
(Talamotomia), 
que estão 
en...
Obrigado!!
Mal de Parkinson(fisiopatologia)
Mal de Parkinson(fisiopatologia)
Mal de Parkinson(fisiopatologia)
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Mal de Parkinson(fisiopatologia)

3.169 visualizações

Publicada em

fisiopatologia do aspecto genético e idiopático

Publicada em: Saúde e medicina
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.169
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
66
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Mal de Parkinson(fisiopatologia)

  1. 1. Parkinson Patologia do Mal de Parkinsom Vinicius Monteiro Barreto Mônica Bagagi
  2. 2. Epdemiologia o Representam 80% dos casos de Parksonismo. o Preferencialmente pessoas acima dos 50 anos(Idade media 55 anos) o Parksom Juvenil o Incidência e prevalência aumentam 2.5% em pessoas acima dos 85 anos o Mais comum em Homens o Causa na maioria dos casos IDIOPÀTICA
  3. 3. Crescimento
  4. 4. Causas Genéticas
  5. 5. Mutações Gênicas alfa sucleina o Gen Park 1 :consistia numa substituição entre uma alanina e uma treonina. o Gen Park 4: alfa-sinucleína mutante for produzida em grandes quantidades. o Inibe o sistema ubiquitina-proteassoma o Não se dobram corretamente
  6. 6. Consequencias
  7. 7. Mutações nas Parkinas(Park 4)  Associado a precocidade  Parkinas possuem domínios para Ring(E3). E3 responsável pelo reconhecimento da proteína e pela transferência da ubiquitina da E2 para esta.  Morte de neurônios nessa forma do mal de Parkinson origina-se em parte na falha do componente de ubiquitinação.
  8. 8. Bloqueio da Ubiquitinização
  9. 9. E3 Ubiquitina Ligase
  10. 10. Fisiopatologia • Neudegeneração dos sitemeas dopaminergicos, colinergico, noroadrenergico e neuronios produtores de melatonina
  11. 11. Alastramento do Parksom por "Braak e Braak" • Estagio I - II Contex Entorrinal
  12. 12. EStagio I-II Ñ Sintomas
  13. 13. Estagio III-IV • Acomete o Sitema Límbico do Alocortex
  14. 14. . • Induzio do corpo caloso Primeiros Sintomas Clínicos
  15. 15. Pontos Periféricos Acometidos
  16. 16. Estagio IV-V
  17. 17. Estagio IV-V • Todo Isocortex • Todos as manifestações cínicas da doença completa
  18. 18. Escala de Hoehn e Yahr
  19. 19. Fisiopatologia o Causa: Degeneração de neurônios Dopaminérgicos. o Mais de 80% da massa cinzenta do corpo medular estão nos núcleos subcorticais do encéfalo.
  20. 20. Substancia negra(melanina) Quanto maior a despigmentação, severo é o quadro clinico Predomíni o de neuronios doaminérg icos,logo..
  21. 21. Núcelos Principais o Núcleos Caudado o Puntame o Globo Pálido o Substancia Negra o Núcelos Subtalâmico
  22. 22. 1-->2-->3-->4 Mèdula Epinhal Médulas Esp
  23. 23. Direto
  24. 24. INDIRETO
  25. 25. Parksom o "Em caso de perda de neurônios dopaminergicos(causa) inibitórios na parte compacta da substancia negra,a via de indireta é desinibida,logo a via direta não é mais estimulada"
  26. 26. Direta Diminui Pq? o Oferta de recptores D2 > D1 o D2 Possui proteina GI
  27. 27. Recptores D1
  28. 28. 1-->2-->3-->4 Mèdula Epinhal Médulas Esp
  29. 29. Redução dos Movimentos, causando disturbio Hipocinético, como a paralisia agitante (70 %).
  30. 30. Sinais Físicos o Bradcinesia o Hipocinesia o Hiponimia o Marcha Parksoniana o Perda dos reflexos posturais o Fenomeno do congelamento o Hesitação
  31. 31. Sinais Comportamentais o Declinio cognitovo o alterações do sono o dor, formigamento, ardencia na região com comprometiment o motor o Depressão
  32. 32. Diagnóstico o Bradcinesias + X = DP + o X: tremor em repouso o igidez muscular o intabilida postural nao ocasionada por disturbios visuasi, cerebelares e propiocptivos
  33. 33. Critérios que Reforçam Diagnóstico o Inicio Unilateral o presença de tremor de repouso o doença progressiva o persistencia da assimetria do sintoma o boa resposta ao levodopa o presença de discinesia induzida por levodopa o evoução clínica em 10 anos o resposta ao levodopa por 5 anos ou mais
  34. 34. Critérios Excludentes • Avc repetido • Trauma craniano • Historia definida de encefalite • crises oculogíricas • tratamento com neuroepléticos • remissão espontanea de sintomas • Quadro unilateral por 3 anos • paralisia supranuclear de olhar • sinais cerebelares • sinais autonomos precoces • demeência precoce • liberção piramidal com sinal de babinsk • presença de tumor cerebral ou hidrocefalia • resposta negativaas dozes de levodopa • exposição a metifeniltetraperidínio
  35. 35. Tratamento o não existe cura o retardando o seu progresso o Levodopa ou L-Dopa o A levodopa se transforma em dopamina no cérebro, e supre parcialmente a falta daquele neurotransmissor. o Efeitos colaterais
  36. 36. Cirugia • Em lesões no núcleo pálido interno (Palidotomia) ou do tálamo ventro-lateral (Talamotomia), que estão envolvidos no mecanismo da rigidez e tremor.
  37. 37. Obrigado!!

×