Mod.a3.1.transporte nas plantas

1.461 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.461
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
6
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
102
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Mod.a3.1.transporte nas plantas

  1. 1. Curso Profissional deTécnico Auxiliar de SaúdeBiologia 10ºanoSistemas de transporte nas PlantasO xilema e o transporte da seiva brutaO floema e o transporte da seiva elaboradaProf. Leonor Vaz Pereirafevereiro 2013Módulo A3 - Utilização de Matéria
  2. 2. As plantas sintetizam compostosorgânicos a nível das folhas• Necessitam deum sistema queassegure otransporte deágua e saisminerais
  3. 3. As plantas têm de distribuir oscompostos orgânicos nos tecidoscelulares• Necessitam deum sistema queassegure otransporte
  4. 4. • As árvores mais altasque se conhecem, assequoias, podem tercerca de 110 m dealtura.• Qualquer teoria quepretenda explicar omecanismo detransporte da água nasplantas deve ter emconsideração este facto.
  5. 5. Qual o destino dos compostosorgânicos produzidos nas plantas?Qual o impacto biológico da extração de fluidosvegetais com fins económicos?
  6. 6. A maioria das plantas necessita de umsistema de transporte
  7. 7. Plantas não vasculares
  8. 8. Plantasvasculares• Plantas quepossuem têm umduplo sistema decondução da águae dos solutos.
  9. 9. Adaptado de José Salsa (www.cientic.com)Como se efetua o transporte numa plantavascular?Transporte de água e saismineraisXILEMATransporte de solutos FLOEMA
  10. 10. Onde se localizam os tecidos condutoresnas Angiospérmicas?AdaptadodeJoséSalsa(www.cientic.com)O xilema e o floema formam feixes condutoresna raiz, caule e folha
  11. 11. De que forma estão dispostos os feixescondutores nos diferentes órgãos?
  12. 12. Feixes condutores• Feixes simples – formados apenas por xilema ou floema.• Feixes duplos - formados por xilema e floema.• Feixes radiais e alternos – simples de xilema alternam comfloema (raiz).• Feixes duplos colaterais – com floema e xilema lado a lado. Sãoabertos quando são separados por câmbio e fechados quando nãoexiste câmbio.
  13. 13. Raizhttp://docentes.esa.ipcb.pt/lab.biologia/disciplinas/botanica/Anatomia.html#primaria-raizIn Porto Editora
  14. 14. http://www.anatomiavegetal.ib.ufu.br/Floema_texto.htmIn Porto EditoraCaule
  15. 15. Corte transversal de folha de milhohttp://docentes.esa.ipcb.pt/lab.biologia/disciplinas/botanica/Anatomia.html#primaria-raizXilemaInPortoEditoraCorte transversal da folha de oliveirahttp://docentes.esa.ipcb.pt/lab.biologia/disciplinas/botanica/Anatomia.html#primaria-raizFolha
  16. 16. XILEMA
  17. 17. InPortoEditoraXILEMA• O xilema também éconhecido porlenho ou tecidotraqueano.• É no xilema quecircula a seivaxilémica ou seivabruta.• Os elementoscondutores maisimportantes: vasosxilémicos sãoconstituídos porcélulas mortas.
  18. 18. Adaptado de José Salsa (www.cientic.com)XILEMA
  19. 19. Elementos constituintes do xilemaAdaptado de José Salsa (www.cientic.com)
  20. 20. FLOEMA
  21. 21. AdaptadodeJoséSalsa(www.cientic.com)FLOEMA• O floema tambémé conhecido porlíber ou tecidocrivoso.• É no floema quecircula a seivaelaborada.• Os elementoscondutores maisimportantes:tubos crivosos sãoconstituídos porcélulas vivas.
  22. 22. http://www.anatomiavegetal.ib.ufu.br/Floema_texto.htmFLOEMA
  23. 23. AdaptadodeJoséSalsa(www.cientic.com)Elementos constituintes do floema
  24. 24. http://www.biocourse.com/mhhe/bcc
  25. 25. A seiva bruta é transportada peloxilema
  26. 26. • As plantas fazem aabsorção da água e saisminerais necessários aoseu desenvolvimentoatravés do seu sistemaradicular, que por essemotivo é permeável (nãoapresenta cutícula), muitoramificado e cuja área éaumentada através dapresença de pelosabsorventes.
  27. 27. • A raiz é constituída por um conjunto de célulasque entre si se mantêm, geralmente, isotónicas;no entanto, em relação ao meio elas estãohipertónicas.
  28. 28. Via simplasto / via apoplasto
  29. 29. Qual é a força responsável pelaascensão de água no xilema?• 1ª Hipótese – a água sobe por bombeamentofeito por células vivas.• 2ª Hipótese – A pressão radicular é a causa dasubida da água.• 3ª Hipótese – O mecanismo de tensão-coesão-adesão é o principal responsável pelo transporteda seiva bruta?
  30. 30. 1ª Hipótese• As primeiras tentativas para explicar a ascensão da seiva no xilemabaseavam-se na hipótese de existirem células vivas no cauleque seriam responsáveis por empurrar a seiva até às folhas.• No entanto, os relatos, publicados em 1893, das experiênciasrealizadas pelo botânico alemão Eduard Strasburger, vieram refutartal hipótese.• Strasburger realizou os seus estudos em árvores com cerca de 20metros de altura, às quais serrou os caules, junto à raiz, tendomergulhado as extremidades cortadas em recipientes contendosoluções venenosas de ácido pícrico.• A morte da planta no sentido basal-apical (no sentido caule - folhas)levou Strasburger a concluir que as soluções venenosassubiram ao longo dos caules. Quando as soluções alcançaram asfolhas estas também morreram, tendo constatado que a partir dessemomento parou o transporte das soluções, uma vez que o nível delíquido nos baldes estabilizara.
  31. 31. Enuncie as 3 possíveis conclusõesa que chegou Strasburger aoefetuar esta experiência.• A água ascendia na planta mesmo na ausênciade raízes;• a ascensão ocorre no sentido basal-apical;• as folhas são as responsáveis pela subida deágua.
  32. 32. HIPÓTESE DA PRESSÃO RADICULAR• Esta hipótese é suportada pela observação defenómenos de Gutação e Exsudação.2ª Hipótese
  33. 33. OBSERVAÇÃO EXPERIMENTAL
  34. 34. ALGUNS ASPETOS QUE NÃOCONSEGUE EXPLICAR• a pressão radicular medida em várias plantas não ésuficientemente grande para elevar a água até aoponto mais alto de uma árvore grande;• a maioria das plantas não apresenta gutação nemexsudação;• as plantas das zonas temperadas não apresentamexsudação nos planos de corte, efetuando até, porvezes, absorção de água;• existem determinadas plantas (algumasGimnospérmicas, denominadas Coníferas) quepossuem uma pressão radicular nula.
  35. 35. CONCLUINDO, A PRESSÃO RADICULAR:• é uma força que impele a água e os solutos, atravésdo xilema, até às folhas;• é criada à custa do transporte ativo de iões dosolo para o interior da raiz, o que provoca aentrada contínua de água, por osmose;• é evidenciada por fenómenos como a gutação e aexsudação caulinar;• não explica a ascensão da água e dos solutos emnumerosas espécies vegetais, especialmente nas degrande porte.
  36. 36. 3ª HipóteseTEORIA DA TENSÃO-COESÃO-ADESÃO• A teoria da tensão-coesão-adesão explica a ascensão da seiva brutadesde a raiz até às folhas com base na existência de umatranspiração estomática ao nível das folhas.
  37. 37. Resumo do processo• A perda de água nas folhas provoca um défice de água, o que origina umatensão.• Processa-se então um mecanismo inverso ao que acontece na raiz aquandoda absorção.• A saída de água das células das folhas tornou-as hipertónicas em relação àspróximas células parenquimatosas clorofilinas, até que se atinge o xilemaque está hipotónico em relação às células do mesófilo.• Devido à menor pressão osmótica do xilema relativamente às célulasclorofilinas, a água movimenta-se do xilema para estas células, criando-seum défice de água no xilema (tensão).
  38. 38. In Porto EditoraCélula túrgida água exerce pressão sobre a parede celular (pressão deturgescência) a região delgada da parede da célula-guarda deforma-semais facilmente do que a região espessa da parede estoma abreSe as células-guarda perdem água a pressão de turgescência diminuio estoma retoma a sua forma original, aproximando-se as células-guarda o estoma fecha.Vários fatores fazem variar aturgescência das células-guarda:•intensidade luminosa;•concentração em CO2;•pH;•concentração de iões.O controlo da transpiração nosestomas
  39. 39. Resumo• A água ascende sob a forma de uma coluna contínua aque se chama corrente de transpiração.• A ascensão da água cria um défice de água no xilema daraiz, o que leva à absorção de água através da epidermeradicular.• Logicamente que, quanto maior ou mais rapidamenteocorrer a transpiração, mais rapidamente se verifica atranslocação xilémica e a absorção radicular.• A coluna de água tem de se manter coesa para que existaa sua movimentação e caso surjam bolhas de ar otransporte é interrompido .
  40. 40. TRANSPORTE NO FLOEMAOs Afídeos ou Pulgões são insetosque parasitam as plantas. Pormeio de seus aparelhos bucais,formados por estiletescompridos, penetram nas partestenras do vegetal e estabelecemuma comunicação com o líber,passando a extrair a seivaelaborada. Cortes feitos nessasregiões e vistos ao microscópiomostram que os estiletes bucaisestão localizados no tecidoliberiano.

×