Curso Profissional deTécnico Auxiliar de SaúdeBiologia 10ºanoProcessos de produção de energia pelas célulasFermentaçãoResp...
• A fotossíntese assegura ofluxo energético que se iniciano Sol e continua através dosseres vivos.• Os compostos orgânicos...
Relação entre anabolismo ecatabolismo
ATPA principal molécula transportadora de energia nas célulasé o ATP (adenosina trifosfato).• adenina – base azotada• ribo...
ATP vs ADP + Pi
Fermentação• Processo anaeróbio (sem utilização de O2), realizadopor certas espécies de bactérias e leveduras, durante oqu...
Etapas da FermentaçãoOs processos fermentativosenvolvem conjuntos dereações enzimáticas queocorrem no hialoplasma:• Glicól...
Glicólise – etapa comum àFermentação e à Respiração2 moléculas de ácido pirúvico
GlicóliseBalanço glicólise:• gastam-se 2 ATP• formam-se 2 NADH• formam-se 4 ATP• formam-se 2 Ác. pirúvicoRendimento energé...
Reações de oxirredução
Fermentação - Redução do ácidopirúvico• O ácido pirúvico, oumoléculas orgânicas que seformam a partir dele sãoaceitadoras ...
Fermentação alcoólica• Após a glicólise, o ácido pirúvico experimenta umadescarboxilação (liberta CO2 ), originando aldeíd...
Fermentação láctica• Após a glicólise, o ácido pirúvico experimenta umaredução, originando o ácido láctico (compostoaltame...
Fermentação láctica• Nas células musculares humanas, durante um exercíciofísico intenso, pode realizar-se fermentação láct...
Respiração aeróbiaUm grande número de seresvivos é capaz de aproveitarcom maior eficácia a energiade compostos orgânicosre...
Mitocôndria EspaçointermembranarCristasmitocondriais
Glicólise• Por cada molécula de glicose formam-se duas moléculas deácido pirúvico ou piruvato.Glicose (6 C) C6H12O6ATPATPP...
Formação da Acetil-CoA1 Ácido pirúvico (3C) (resultante da glicólise)Acetil CoenzimaA (2C)/ Acetil CoACO2CoANAD+NADH+H+•Oc...
Ciclo de Krebs• Por cada molécula de glicose degradada, formam-seduas moléculas de piruvato e estas, por sua vez,originam ...
Profª: SandraNascimento24CICLO DE KREBSSuccinato ∂ cetoglutaratoSuccinil CoAFumarato
Ciclo de Krebs
Ciclo de Krebs
Fosforilação oxidativaCadeia RespiratóriaComplexoNADH-Qreductase UbiquinonaComplexocitocromo creductaseComplexocitocromo c...
Profª: SandraNascimento28
Cadeia transportadora de electrões• As moléculas transportadoras de H (NADH e FADH2)transferem os electrões captados para ...
Cadeia transportadora de eletrões• Por cada molécula deNADH+H+ queentra na cadeiarespiratória formam-se 3 ATP.• Por cada m...
• O último aceptor de electrões é o oxigénio, o qual captaum par de iões H+ da matriz, formando H2O.NADH NADComplexoEnzimá...
Respiração celularCitoplasmaCrista mitocondrialMitocôndriaGlicose (6 C)C6H12O6Total:10 NADH2 FADH21 ATP1 ATP1 NADH 1 NADHP...
Profª: SandraNascimento33
Balanço energéticoGLICÓLISE Ác. pirúvico Acetil-CoACADEIA RESPIRATÓRIA2 ATP 6 ATP 6 ATP 18 ATP 4 ATP 2 ATP2 ATP2 ATP2 NADH...
Balanço energético• Cadeia Transportadora de Eletrões:▫ NADH  3 ATPs▫ FADH  2 ATPs▫ 10 NADH  30 ATPs▫ 2 FADH  4 ATPs▫ ...
Saldo energéticoEtapa Saldo de ATPGlicólise 2Ciclo de Krebs 2Cadeia respiratória 32 ou 34Total 36 ou 38
Respiração celular
Mod.a3.3. processos de produção de energia
Mod.a3.3. processos de produção de energia
Mod.a3.3. processos de produção de energia
Mod.a3.3. processos de produção de energia
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Mod.a3.3. processos de produção de energia

1.543 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.543
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
89
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Mod.a3.3. processos de produção de energia

  1. 1. Curso Profissional deTécnico Auxiliar de SaúdeBiologia 10ºanoProcessos de produção de energia pelas célulasFermentaçãoRespiração celularProf. Leonor Vaz Pereiraabril 2013Módulo A3 - Utilização de Matéria
  2. 2. • A fotossíntese assegura ofluxo energético que se iniciano Sol e continua através dosseres vivos.• Os compostos orgânicossintetizados durante afotossíntese são altamenteenergéticos, no entantonão podem ser utilizadosdiretamente nos processosbioquímicos que ocorrem nointerior das células, pelo quetêm que ser degradadosde forma a libertar aenergia formando ATP, aqual já pode ser utilizada.
  3. 3. Relação entre anabolismo ecatabolismo
  4. 4. ATPA principal molécula transportadora de energia nas célulasé o ATP (adenosina trifosfato).• adenina – base azotada• ribose – açúcar com 5 C• 3 grupos fosfato (compostos inorgânicos)
  5. 5. ATP vs ADP + Pi
  6. 6. Fermentação• Processo anaeróbio (sem utilização de O2), realizadopor certas espécies de bactérias e leveduras, durante oqual moléculas orgânicas são utilizadas na produção deATP.
  7. 7. Etapas da FermentaçãoOs processos fermentativosenvolvem conjuntos dereações enzimáticas queocorrem no hialoplasma:• Glicólise – ocorre adegradação da glicose emácido pirúvico.• Redução do ácidopirúvico – conduz àformação dos produtos defermentação.
  8. 8. Glicólise – etapa comum àFermentação e à Respiração2 moléculas de ácido pirúvico
  9. 9. GlicóliseBalanço glicólise:• gastam-se 2 ATP• formam-se 2 NADH• formam-se 4 ATP• formam-se 2 Ác. pirúvicoRendimento energético2 ATP
  10. 10. Reações de oxirredução
  11. 11. Fermentação - Redução do ácidopirúvico• O ácido pirúvico, oumoléculas orgânicas que seformam a partir dele sãoaceitadoras dos eletrões doNADH, o que permite regeneraro NAD+.• O NAD+ pode, assim voltar a serutilizado na oxidação da glicose.• Os produtos finais dafermentação dependem damolécula que é produzida apartir do ácido pirúvico.
  12. 12. Fermentação alcoólica• Após a glicólise, o ácido pirúvico experimenta umadescarboxilação (liberta CO2 ), originando aldeídoacético que por redução origina o etanol (compostoaltamente energético).
  13. 13. Fermentação láctica• Após a glicólise, o ácido pirúvico experimenta umaredução, originando o ácido láctico (compostoaltamente energético).
  14. 14. Fermentação láctica• Nas células musculares humanas, durante um exercíciofísico intenso, pode realizar-se fermentação láctica, além darespiração aeróbia. A fermentação permite a obtenção de umsuplemento de energia. Contudo, a acumulação de ácidoláctico nos tecidos musculares provoca dores.
  15. 15. Respiração aeróbiaUm grande número de seresvivos é capaz de aproveitarcom maior eficácia a energiade compostos orgânicosrealizando respiração aeróbia.RespiraçãoGlicólise - citoplasmaFormação do acetil –coenzima A – matriz mitocondrialCiclo de Krebs – matriz mitocondrialCadeia transportadora de eletrões e fosforilaçãooxidativa – membrana interna da mitocôndria
  16. 16. Mitocôndria EspaçointermembranarCristasmitocondriais
  17. 17. Glicólise• Por cada molécula de glicose formam-se duas moléculas deácido pirúvico ou piruvato.Glicose (6 C) C6H12O6ATPATPPiruvato (3 C)Piruvato (3 C)NADHNADH
  18. 18. Formação da Acetil-CoA1 Ácido pirúvico (3C) (resultante da glicólise)Acetil CoenzimaA (2C)/ Acetil CoACO2CoANAD+NADH+H+•Ocorre a remoção de duasmoléculas de CO2 (uma porcada ácido pirúvico) descarboxilação;• Não há produção deenergia;•Existe oxidação do ácidopirúvico e redução doNAD+ a NADH;•Forma-se 2 moléculas deacetil – CoA (uma por cadaácido pirúvico).
  19. 19. Ciclo de Krebs• Por cada molécula de glicose degradada, formam-seduas moléculas de piruvato e estas, por sua vez,originam duas moléculas de acetil-CoA.• Consequentemente, ocorrem dois ciclos de Krebsonde sucedem os seguintes fenómenos:• Libertação de 4 moléculas de CO2;• Formação de 6 NADH+H+ e 2 FADH2;• Saldo energético: 2 ATP.
  20. 20. Profª: SandraNascimento24CICLO DE KREBSSuccinato ∂ cetoglutaratoSuccinil CoAFumarato
  21. 21. Ciclo de Krebs
  22. 22. Ciclo de Krebs
  23. 23. Fosforilação oxidativaCadeia RespiratóriaComplexoNADH-Qreductase UbiquinonaComplexocitocromo creductaseComplexocitocromo coxidasecitocromo c
  24. 24. Profª: SandraNascimento28
  25. 25. Cadeia transportadora de electrões• As moléculas transportadoras de H (NADH e FADH2)transferem os electrões captados para cadeias transportadorasde eletrões situadas na membrana interna dasmitocôndrias.H+Electrões altamente energéticosCadeia transportadorade electrõesÀ medida que os electrões vãosendo transportados na cadeiarespiratória, a energiatransferida vai permitir asíntese de 34 moléculas deATP. Como este processo estáassociado a reações deoxirredução, é denominado porfosforilação oxidativa.
  26. 26. Cadeia transportadora de eletrões• Por cada molécula deNADH+H+ queentra na cadeiarespiratória formam-se 3 ATP.• Por cada molécula deFADH2 que entra nacadeia respiratóriaformam-se 2 ATP.
  27. 27. • O último aceptor de electrões é o oxigénio, o qual captaum par de iões H+ da matriz, formando H2O.NADH NADComplexoEnzimáticoIQCit cComplexoEnzimáticoIIComplexoEnzimáticoIIIH+½ O2H2OFADH2 FADCadeia transportadora de eletrões
  28. 28. Respiração celularCitoplasmaCrista mitocondrialMitocôndriaGlicose (6 C)C6H12O6Total:10 NADH2 FADH21 ATP1 ATP1 NADH 1 NADHPiruvato (3 C)Piruvato (3 C)6 O26 H2O32 ou 34ATP6 NADH2 FADH2 ATP4 CO22 CO22 NADH2 acetil-CoA(2 C)CiclodeKrebs
  29. 29. Profª: SandraNascimento33
  30. 30. Balanço energéticoGLICÓLISE Ác. pirúvico Acetil-CoACADEIA RESPIRATÓRIA2 ATP 6 ATP 6 ATP 18 ATP 4 ATP 2 ATP2 ATP2 ATP2 NADH2 NADH6 NADH 2 FADHCICLO DEKREBSMITOCÔNDRIACITOPLASMA
  31. 31. Balanço energético• Cadeia Transportadora de Eletrões:▫ NADH  3 ATPs▫ FADH  2 ATPs▫ 10 NADH  30 ATPs▫ 2 FADH  4 ATPs▫  4 ATPs38 ATPs
  32. 32. Saldo energéticoEtapa Saldo de ATPGlicólise 2Ciclo de Krebs 2Cadeia respiratória 32 ou 34Total 36 ou 38
  33. 33. Respiração celular

×