SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 34
Margarida Barbosa Teixeira OBTENÇÃO DE MATÉRIA PELOS SERES AUTOTRÓFICOS
Necessidade do sistema de transporte ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
Evolução das plantas  A maior parte das plantas possui sistema de transporte
Evolução das plantas  A maior parte das plantas possui sistema de transporte ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
Evolução das plantas  A maior parte das plantas possui sistema de transporte Translocação   Movimento de solutos orgânicos e de solutos inorgânicos no interior das plantas através de tecidos condutores (xilema e floema).
Xilema, lenho ou tecido traqueano ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
Xilema, lenho ou tecido traqueano
Floema, líber ou tecido crivoso ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
Localização dos tecidos condutores
Entrada de água e solutos minerais para a raíz ,[object Object],[object Object],[object Object]
Entrada de água e solutos minerais para a raíz
Entrada de água e solutos minerais para a raíz Através de  um  transporte célula a célula , a água e os solutos atingirão os tecidos vasculares.
Como ascende a água na planta? Partindo da impossibilidade de o líquido ascender, que tipo de acção deve ser exercida, sobre o líquido (de sucção = aspiração, ou de pressão = empurrão), em cada um dos locais ( A  e  B )? ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
Transporte no Xilema Hipótese da pressão radicular ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
Transporte no Xilema Hipótese da pressão radicular Nestes casos a pressão radicular é suficientemente elevada, permitindo que a água ascenda e seja libertada quer pelas folhas quer pelo caule seccionado. A hipótese da pressão radicular é suportada pela observação de fenómenos de gutação e de exsudação Gutação Exsudação
Transporte no Xilema Hipótese da pressão radicular A figura representa um procedimento experimental em que é seccionado o caule da planta do género  Coleus  acima da raiz. A pressão radicular faz subir a seiva xilémica no tubo.
Transporte no Xilema Hipótese da pressão radicular ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
Transporte no xilema Hipótese da tensão-coesão-adesão ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
Transporte no xilema Hipótese da tensão-coesão-adesão ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],Quando as células do mesófilo da folha perdem água por transpiração:
Transporte no xilema Hipótese da tensão-coesão-adesão ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],Quando as células do mesófilo da folha perdem água por transpiração:
Transporte no xilema Hipótese da tensão-coesão-adesão Devido a forças de  coesão  e de  adesão , as moléculas de água mantêm-se unidas umas às outras, formando uma coluna contínua e aderindo às paredes dos vasos xilémicos.  Quando as células do mesófilo da folha perdem água por transpiração: O movimento de moléculas de água no mesófilo da folha faz mover toda a coluna hídrica e, quanto mais rápida for a transpiração ao nível das folhas, mais rápida se torna a ascensão da seiva xilémica ao longo do caule.
Transporte no xilema Hipótese da tensão-coesão-adesão Quando as células do mesófilo da folha perdem água por transpiração: ,[object Object],[object Object],[object Object]
Transporte no xilema Hipótese da tensão-coesão-adesão Relação entre a transpiração e a absorção radicular A teoria da tensão-coesão-adesão explica a absorção radicular e a ascensão da seiva xilémica desde a raiz até às folhas com base na existência de uma  transpiração estomática ao nível das folhas.
Controlo da transpiração Mecanismo de abertura e fecho dos estomas As plantas possuem estruturas – estomas – que permitem o controlo da transpiração e da quantidade de gases absorvidos e libertados (trocas gasosas).
Controlo da transpiração Mecanismo de abertura e fecho dos estomas ,[object Object],[object Object],[object Object]
Controlo da transpiração Mecanismo de abertura e fecho dos estomas
Controlo da transpiração Mecanismo de abertura e fecho dos estomas ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],Luz, pH, CO2 e a concentração de iões regulam a turgescência das células-guarda e consequentemente a abertura/fecho dos estomas. ,[object Object],[object Object]
Controlo da transpiração Mecanismo de abertura e fecho dos estomas Luz, pH, CO2 e a concentração de iões regulam a turgescência das células-guarda e consequentemente a abertura/fecho dos estomas.
Transporte no Floema Hipótese do fluxo de massa A hipótese da pressão radicular postula que  o transporte no floema ocorre devido à existência de um gradiente de concentração de sacarose  entre uma fonte  onde a sacarose é produzida e um local de consumo ou de reserva . ,[object Object],[object Object],[object Object]
Transporte no Floema Hipótese do fluxo de massa ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
Transporte no Floema Hipótese do fluxo de massa ,[object Object],[object Object],[object Object]
Transporte no Floema Hipótese do fluxo de massa ,[object Object],[object Object],[object Object],Os afídeos ou pulgões são insectos que se alimentam de seiva floémica. Introduzem as peças bocais pontiagudas até ao floema, extraindo grande quantidade de substâncias orgânicas.
Transporte no Floema Hipótese do fluxo de massa ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
Transporte nas plantas - Síntese

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

1 a idade da terra
1   a idade da terra1   a idade da terra
1 a idade da terramargaridabt
 
Biologia 10º Ano - Obtenção de Matéria (Unidade 1)
Biologia 10º Ano - Obtenção de Matéria (Unidade 1)Biologia 10º Ano - Obtenção de Matéria (Unidade 1)
Biologia 10º Ano - Obtenção de Matéria (Unidade 1)InesTeixeiraDuarte
 
Transporte nas plantas
Transporte nas plantasTransporte nas plantas
Transporte nas plantasRita Pereira
 
Biologia 10º transporte nas plantas
Biologia 10º   transporte nas plantasBiologia 10º   transporte nas plantas
Biologia 10º transporte nas plantasNuno Correia
 
3 a formaçãorochassedimentares
3 a  formaçãorochassedimentares3 a  formaçãorochassedimentares
3 a formaçãorochassedimentaresmargaridabt
 
1 a idade da terra
1   a idade da terra1   a idade da terra
1 a idade da terramargaridabt
 
Biologia 11 argumentos de evolução
Biologia 11   argumentos de evoluçãoBiologia 11   argumentos de evolução
Biologia 11 argumentos de evoluçãoNuno Correia
 
Geo 6 - Formação das Rochas Sedimentares (Meteorização)
Geo 6 - Formação das Rochas Sedimentares (Meteorização)Geo 6 - Formação das Rochas Sedimentares (Meteorização)
Geo 6 - Formação das Rochas Sedimentares (Meteorização)Isaura Mourão
 
Transporte Nas Plantas
Transporte Nas PlantasTransporte Nas Plantas
Transporte Nas PlantasTânia Reis
 
Transporte no xilema
Transporte no xilemaTransporte no xilema
Transporte no xilemaRita Pereira
 
Bg10 obtenção de matéria - ingestão, digestão e absorção
Bg10   obtenção de matéria - ingestão, digestão e absorçãoBg10   obtenção de matéria - ingestão, digestão e absorção
Bg10 obtenção de matéria - ingestão, digestão e absorçãoNuno Correia
 
3 tectónica de placas
3   tectónica de placas3   tectónica de placas
3 tectónica de placasmargaridabt
 
1 biodiversidade (2017)
1   biodiversidade (2017)1   biodiversidade (2017)
1 biodiversidade (2017)margaridabt
 
Reprodução sexuada e meiose
Reprodução sexuada e meioseReprodução sexuada e meiose
Reprodução sexuada e meiosemargaridabt
 
(4) evolução biológica e sistemas dos seres vivos
(4) evolução biológica e sistemas dos seres vivos(4) evolução biológica e sistemas dos seres vivos
(4) evolução biológica e sistemas dos seres vivosHugo Martins
 

Mais procurados (20)

1 a idade da terra
1   a idade da terra1   a idade da terra
1 a idade da terra
 
Biologia 10º Ano - Obtenção de Matéria (Unidade 1)
Biologia 10º Ano - Obtenção de Matéria (Unidade 1)Biologia 10º Ano - Obtenção de Matéria (Unidade 1)
Biologia 10º Ano - Obtenção de Matéria (Unidade 1)
 
Transporte nas plantas
Transporte nas plantasTransporte nas plantas
Transporte nas plantas
 
Biologia 10º transporte nas plantas
Biologia 10º   transporte nas plantasBiologia 10º   transporte nas plantas
Biologia 10º transporte nas plantas
 
3 a formaçãorochassedimentares
3 a  formaçãorochassedimentares3 a  formaçãorochassedimentares
3 a formaçãorochassedimentares
 
1 a idade da terra
1   a idade da terra1   a idade da terra
1 a idade da terra
 
Biologia 11 argumentos de evolução
Biologia 11   argumentos de evoluçãoBiologia 11   argumentos de evolução
Biologia 11 argumentos de evolução
 
Membrana celular
Membrana celularMembrana celular
Membrana celular
 
Ingestão, digestão e absorção
Ingestão, digestão e absorçãoIngestão, digestão e absorção
Ingestão, digestão e absorção
 
Geo 6 - Formação das Rochas Sedimentares (Meteorização)
Geo 6 - Formação das Rochas Sedimentares (Meteorização)Geo 6 - Formação das Rochas Sedimentares (Meteorização)
Geo 6 - Formação das Rochas Sedimentares (Meteorização)
 
Transporte Nas Plantas
Transporte Nas PlantasTransporte Nas Plantas
Transporte Nas Plantas
 
Transporte no xilema
Transporte no xilemaTransporte no xilema
Transporte no xilema
 
Digestão
DigestãoDigestão
Digestão
 
Bg10 obtenção de matéria - ingestão, digestão e absorção
Bg10   obtenção de matéria - ingestão, digestão e absorçãoBg10   obtenção de matéria - ingestão, digestão e absorção
Bg10 obtenção de matéria - ingestão, digestão e absorção
 
3 tectónica de placas
3   tectónica de placas3   tectónica de placas
3 tectónica de placas
 
1 biodiversidade (2017)
1   biodiversidade (2017)1   biodiversidade (2017)
1 biodiversidade (2017)
 
Reprodução sexuada e meiose
Reprodução sexuada e meioseReprodução sexuada e meiose
Reprodução sexuada e meiose
 
10ºano: A célula
10ºano: A célula10ºano: A célula
10ºano: A célula
 
Digestão
DigestãoDigestão
Digestão
 
(4) evolução biológica e sistemas dos seres vivos
(4) evolução biológica e sistemas dos seres vivos(4) evolução biológica e sistemas dos seres vivos
(4) evolução biológica e sistemas dos seres vivos
 

Semelhante a Sistemas de transporte nas plantas autotróficas

Transporte nas plantas ppt
Transporte nas plantas pptTransporte nas plantas ppt
Transporte nas plantas pptmargaridabt
 
Transporte nas plantas ppt
Transporte nas plantas pptTransporte nas plantas ppt
Transporte nas plantas pptmargaridabt
 
Módulo a3.1 transporte nas plantas
Módulo a3.1   transporte nas plantasMódulo a3.1   transporte nas plantas
Módulo a3.1 transporte nas plantasLeonor Vaz Pereira
 
transportenasplantas-profissional.pptx
transportenasplantas-profissional.pptxtransportenasplantas-profissional.pptx
transportenasplantas-profissional.pptxIsauraSilva13
 
Transporte nas plantas Biologia 10º ano.pdf
Transporte nas plantas Biologia 10º ano.pdfTransporte nas plantas Biologia 10º ano.pdf
Transporte nas plantas Biologia 10º ano.pdfLuis736092
 
Mod.a3.1.transporte nas plantas
Mod.a3.1.transporte nas plantasMod.a3.1.transporte nas plantas
Mod.a3.1.transporte nas plantasLeonor Vaz Pereira
 
Ppt transporte plantas
Ppt transporte plantasPpt transporte plantas
Ppt transporte plantasHelena Alves
 
5.Transporte_Plantas.pdf
5.Transporte_Plantas.pdf5.Transporte_Plantas.pdf
5.Transporte_Plantas.pdfSelmaFerreira24
 
Frente 3 módulo 11 Transporte de Seiva Bruta e Elaborada
Frente 3 módulo 11 Transporte de Seiva Bruta e ElaboradaFrente 3 módulo 11 Transporte de Seiva Bruta e Elaborada
Frente 3 módulo 11 Transporte de Seiva Bruta e ElaboradaColégio Batista de Mantena
 
Apostila fisiologia vegetal
Apostila fisiologia vegetalApostila fisiologia vegetal
Apostila fisiologia vegetalRafael Soapprice
 
2º Ano - Fisiologia vegetal - Condução e Transpiração I
2º Ano - Fisiologia vegetal - Condução e Transpiração I2º Ano - Fisiologia vegetal - Condução e Transpiração I
2º Ano - Fisiologia vegetal - Condução e Transpiração IEscola Modelo de Iguatu
 
B11 distribuição da matéria
B11   distribuição da matériaB11   distribuição da matéria
B11 distribuição da matériaNuno Correia
 
B11 distribuição da matéria
B11   distribuição da matériaB11   distribuição da matéria
B11 distribuição da matériaNuno Correia
 
Transporte Nas Plantas
Transporte Nas PlantasTransporte Nas Plantas
Transporte Nas PlantasIsabelpessoa
 
Biologia 1EM 2BIM
Biologia 1EM 2BIM Biologia 1EM 2BIM
Biologia 1EM 2BIM Alice MLK
 

Semelhante a Sistemas de transporte nas plantas autotróficas (20)

Transporte nas plantas ppt
Transporte nas plantas pptTransporte nas plantas ppt
Transporte nas plantas ppt
 
Transporte nas plantas ppt
Transporte nas plantas pptTransporte nas plantas ppt
Transporte nas plantas ppt
 
Módulo a3.1 transporte nas plantas
Módulo a3.1   transporte nas plantasMódulo a3.1   transporte nas plantas
Módulo a3.1 transporte nas plantas
 
transportenasplantas-profissional.pptx
transportenasplantas-profissional.pptxtransportenasplantas-profissional.pptx
transportenasplantas-profissional.pptx
 
Transporte nas plantas Biologia 10º ano.pdf
Transporte nas plantas Biologia 10º ano.pdfTransporte nas plantas Biologia 10º ano.pdf
Transporte nas plantas Biologia 10º ano.pdf
 
BIOLOG_10_Aula_4_1_maio.pdf
BIOLOG_10_Aula_4_1_maio.pdfBIOLOG_10_Aula_4_1_maio.pdf
BIOLOG_10_Aula_4_1_maio.pdf
 
Fisiologia vegetal
Fisiologia vegetalFisiologia vegetal
Fisiologia vegetal
 
Mod.a3.1.transporte nas plantas
Mod.a3.1.transporte nas plantasMod.a3.1.transporte nas plantas
Mod.a3.1.transporte nas plantas
 
Ppt transporte plantas
Ppt transporte plantasPpt transporte plantas
Ppt transporte plantas
 
5.Transporte_Plantas.pdf
5.Transporte_Plantas.pdf5.Transporte_Plantas.pdf
5.Transporte_Plantas.pdf
 
2016 Frente 3 módulo 9b transporte seiva bruta
2016 Frente 3 módulo 9b transporte seiva bruta2016 Frente 3 módulo 9b transporte seiva bruta
2016 Frente 3 módulo 9b transporte seiva bruta
 
Frente 3 módulo 11 Transporte de Seiva Bruta e Elaborada
Frente 3 módulo 11 Transporte de Seiva Bruta e ElaboradaFrente 3 módulo 11 Transporte de Seiva Bruta e Elaborada
Frente 3 módulo 11 Transporte de Seiva Bruta e Elaborada
 
Apostila fisiologia vegetal
Apostila fisiologia vegetalApostila fisiologia vegetal
Apostila fisiologia vegetal
 
2º Ano - Fisiologia vegetal - Condução e Transpiração I
2º Ano - Fisiologia vegetal - Condução e Transpiração I2º Ano - Fisiologia vegetal - Condução e Transpiração I
2º Ano - Fisiologia vegetal - Condução e Transpiração I
 
B11 distribuição da matéria
B11   distribuição da matériaB11   distribuição da matéria
B11 distribuição da matéria
 
B11 distribuição da matéria
B11   distribuição da matériaB11   distribuição da matéria
B11 distribuição da matéria
 
2016 Frente 3 módulo 9b transporte
2016 Frente 3 módulo 9b transporte2016 Frente 3 módulo 9b transporte
2016 Frente 3 módulo 9b transporte
 
Transporte Nas Plantas
Transporte Nas PlantasTransporte Nas Plantas
Transporte Nas Plantas
 
Abertura e fecho dos estomas
Abertura e fecho dos estomasAbertura e fecho dos estomas
Abertura e fecho dos estomas
 
Biologia 1EM 2BIM
Biologia 1EM 2BIM Biologia 1EM 2BIM
Biologia 1EM 2BIM
 

Mais de margaridabt

1 a terra e os subsistemas terrestres
1   a terra e os subsistemas terrestres1   a terra e os subsistemas terrestres
1 a terra e os subsistemas terrestresmargaridabt
 
Critérios de avaliação
Critérios de avaliação Critérios de avaliação
Critérios de avaliação margaridabt
 
Programação 11ºC - 2017-18
Programação 11ºC - 2017-18Programação 11ºC - 2017-18
Programação 11ºC - 2017-18margaridabt
 
Regulação nervosa e hormonal nos animais
Regulação nervosa e hormonal nos animaisRegulação nervosa e hormonal nos animais
Regulação nervosa e hormonal nos animaismargaridabt
 
Kahoot biomoléculas e alimentação
Kahoot   biomoléculas e alimentaçãoKahoot   biomoléculas e alimentação
Kahoot biomoléculas e alimentaçãomargaridabt
 
7 métodos estudo interior da terra
7   métodos estudo interior da terra7   métodos estudo interior da terra
7 métodos estudo interior da terramargaridabt
 
Programação Anual 10º 2016/17
Programação Anual 10º 2016/17Programação Anual 10º 2016/17
Programação Anual 10º 2016/17margaridabt
 
1 intervenção do homem ...
1   intervenção do homem ...1   intervenção do homem ...
1 intervenção do homem ...margaridabt
 
Critérios de classificação dos testes
Critérios de classificação dos testesCritérios de classificação dos testes
Critérios de classificação dos testesmargaridabt
 
Criterios avaliação 10 e 11 biologia geologia12biologia 2016 17
Criterios avaliação 10 e 11 biologia geologia12biologia 2016 17Criterios avaliação 10 e 11 biologia geologia12biologia 2016 17
Criterios avaliação 10 e 11 biologia geologia12biologia 2016 17margaridabt
 
Temas 10ºano testes 11º
Temas 10ºano testes 11ºTemas 10ºano testes 11º
Temas 10ºano testes 11ºmargaridabt
 
Programação anual 11ºB
Programação anual 11ºBProgramação anual 11ºB
Programação anual 11ºBmargaridabt
 
Criterios av. 10 11º biologia geologia 15-16
Criterios av. 10 11º biologia geologia 15-16Criterios av. 10 11º biologia geologia 15-16
Criterios av. 10 11º biologia geologia 15-16margaridabt
 
Critérios classificação testes BG
Critérios classificação testes BGCritérios classificação testes BG
Critérios classificação testes BGmargaridabt
 
Programação anual 10º C
Programação anual 10º CProgramação anual 10º C
Programação anual 10º Cmargaridabt
 
Trabalho biomoléculas
Trabalho biomoléculasTrabalho biomoléculas
Trabalho biomoléculasmargaridabt
 
Matriz exame bg 2015
Matriz exame bg 2015Matriz exame bg 2015
Matriz exame bg 2015margaridabt
 
Programação 11º B 2014 15
Programação 11º B 2014 15Programação 11º B 2014 15
Programação 11º B 2014 15margaridabt
 

Mais de margaridabt (20)

1 a terra e os subsistemas terrestres
1   a terra e os subsistemas terrestres1   a terra e os subsistemas terrestres
1 a terra e os subsistemas terrestres
 
Critérios de avaliação
Critérios de avaliação Critérios de avaliação
Critérios de avaliação
 
Programação 11ºC - 2017-18
Programação 11ºC - 2017-18Programação 11ºC - 2017-18
Programação 11ºC - 2017-18
 
Regulação nervosa e hormonal nos animais
Regulação nervosa e hormonal nos animaisRegulação nervosa e hormonal nos animais
Regulação nervosa e hormonal nos animais
 
Kahoot biomoléculas e alimentação
Kahoot   biomoléculas e alimentaçãoKahoot   biomoléculas e alimentação
Kahoot biomoléculas e alimentação
 
8 vulcanologia
8   vulcanologia8   vulcanologia
8 vulcanologia
 
7 métodos estudo interior da terra
7   métodos estudo interior da terra7   métodos estudo interior da terra
7 métodos estudo interior da terra
 
Programação Anual 10º 2016/17
Programação Anual 10º 2016/17Programação Anual 10º 2016/17
Programação Anual 10º 2016/17
 
2 as rochas
2   as rochas2   as rochas
2 as rochas
 
1 intervenção do homem ...
1   intervenção do homem ...1   intervenção do homem ...
1 intervenção do homem ...
 
Critérios de classificação dos testes
Critérios de classificação dos testesCritérios de classificação dos testes
Critérios de classificação dos testes
 
Criterios avaliação 10 e 11 biologia geologia12biologia 2016 17
Criterios avaliação 10 e 11 biologia geologia12biologia 2016 17Criterios avaliação 10 e 11 biologia geologia12biologia 2016 17
Criterios avaliação 10 e 11 biologia geologia12biologia 2016 17
 
Temas 10ºano testes 11º
Temas 10ºano testes 11ºTemas 10ºano testes 11º
Temas 10ºano testes 11º
 
Programação anual 11ºB
Programação anual 11ºBProgramação anual 11ºB
Programação anual 11ºB
 
Criterios av. 10 11º biologia geologia 15-16
Criterios av. 10 11º biologia geologia 15-16Criterios av. 10 11º biologia geologia 15-16
Criterios av. 10 11º biologia geologia 15-16
 
Critérios classificação testes BG
Critérios classificação testes BGCritérios classificação testes BG
Critérios classificação testes BG
 
Programação anual 10º C
Programação anual 10º CProgramação anual 10º C
Programação anual 10º C
 
Trabalho biomoléculas
Trabalho biomoléculasTrabalho biomoléculas
Trabalho biomoléculas
 
Matriz exame bg 2015
Matriz exame bg 2015Matriz exame bg 2015
Matriz exame bg 2015
 
Programação 11º B 2014 15
Programação 11º B 2014 15Programação 11º B 2014 15
Programação 11º B 2014 15
 

Sistemas de transporte nas plantas autotróficas

  • 1. Margarida Barbosa Teixeira OBTENÇÃO DE MATÉRIA PELOS SERES AUTOTRÓFICOS
  • 2.
  • 3. Evolução das plantas A maior parte das plantas possui sistema de transporte
  • 4.
  • 5. Evolução das plantas A maior parte das plantas possui sistema de transporte Translocação Movimento de solutos orgânicos e de solutos inorgânicos no interior das plantas através de tecidos condutores (xilema e floema).
  • 6.
  • 7. Xilema, lenho ou tecido traqueano
  • 8.
  • 10.
  • 11. Entrada de água e solutos minerais para a raíz
  • 12. Entrada de água e solutos minerais para a raíz Através de um transporte célula a célula , a água e os solutos atingirão os tecidos vasculares.
  • 13.
  • 14.
  • 15. Transporte no Xilema Hipótese da pressão radicular Nestes casos a pressão radicular é suficientemente elevada, permitindo que a água ascenda e seja libertada quer pelas folhas quer pelo caule seccionado. A hipótese da pressão radicular é suportada pela observação de fenómenos de gutação e de exsudação Gutação Exsudação
  • 16. Transporte no Xilema Hipótese da pressão radicular A figura representa um procedimento experimental em que é seccionado o caule da planta do género Coleus acima da raiz. A pressão radicular faz subir a seiva xilémica no tubo.
  • 17.
  • 18.
  • 19.
  • 20.
  • 21. Transporte no xilema Hipótese da tensão-coesão-adesão Devido a forças de coesão e de adesão , as moléculas de água mantêm-se unidas umas às outras, formando uma coluna contínua e aderindo às paredes dos vasos xilémicos. Quando as células do mesófilo da folha perdem água por transpiração: O movimento de moléculas de água no mesófilo da folha faz mover toda a coluna hídrica e, quanto mais rápida for a transpiração ao nível das folhas, mais rápida se torna a ascensão da seiva xilémica ao longo do caule.
  • 22.
  • 23. Transporte no xilema Hipótese da tensão-coesão-adesão Relação entre a transpiração e a absorção radicular A teoria da tensão-coesão-adesão explica a absorção radicular e a ascensão da seiva xilémica desde a raiz até às folhas com base na existência de uma transpiração estomática ao nível das folhas.
  • 24. Controlo da transpiração Mecanismo de abertura e fecho dos estomas As plantas possuem estruturas – estomas – que permitem o controlo da transpiração e da quantidade de gases absorvidos e libertados (trocas gasosas).
  • 25.
  • 26. Controlo da transpiração Mecanismo de abertura e fecho dos estomas
  • 27.
  • 28. Controlo da transpiração Mecanismo de abertura e fecho dos estomas Luz, pH, CO2 e a concentração de iões regulam a turgescência das células-guarda e consequentemente a abertura/fecho dos estomas.
  • 29.
  • 30.
  • 31.
  • 32.
  • 33.