Ppt 4 Transporte No Floema

4.084 visualizações

Publicada em

Publicada em: Turismo, Negócios
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
4.084
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
34
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
301
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Ppt 4 Transporte No Floema

  1. 1. BIOLOGIA 10º Transporte no Floema
  2. 2. Transporte no Floema 2 a fotossíntese não ocorre  em todas as células, pelo que as substâncias orgânicas produzidas nos órgãos fotossintéticos têm de ser transportadas pelo floema para as restantes células da planta Nuno Correia 08-09
  3. 3. 3 A seiva floémica, contém  produtos orgânicos resultantes da fotossíntese, o que lhe confere uma certa viscosidade. Nuno Correia 08-09
  4. 4. 4 A seiva floémica pode conter ainda algumas  substâncias minerais e hormonas vegetais. Nuno Correia 08-09
  5. 5. Experiência de Marcello Malpighi 5 Nuno Correia 08-09
  6. 6. 6 A remoção do anel do caule levou à interrupção da  translocação floémica proveniente das folhas. Passado um determinado período de tempo, nota-  se um aumento de volume da zona situada imediatamente acima do corte, pois acumula-se aí a seiva floémica, incapaz de prosseguir o seu trajecto até à parte inferior da planta. Nuno Correia 08-09
  7. 7. 7 Experiências realizadas com afídeos, em meados  do século passado, permitiram obter um melhor conhecimento da constituição da seiva elaborada Nuno Correia 08-09
  8. 8. 8 Nuno Correia 08-09
  9. 9. 9 O conteúdo floémico  encontra-se sob pressão e flui em todas as direcções, a uma velocidade variável. Nuno Correia 08-09
  10. 10. 10 A difusão não explica uma taxa de deslocação  tão rápida. Nuno Correia 08-09
  11. 11. Hipótese do Fluxo de Massa 11 Nuno Correia 08-09
  12. 12. 12 Nuno Correia 08-09
  13. 13. 13 Nuno Correia 08-09
  14. 14. 14 Apesar de existirem hipóteses alternativas para explicar a translocação floémica, o fluxo de massa associado ao transporte activo é o modelo explicativo mais aceite hoje em dia. Nuno Correia 08-09

×