transporte Plantas

13.557 visualizações

Publicada em

Publicada em: Tecnologia, Negócios
0 comentários
8 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
13.557
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
371
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
8
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

transporte Plantas

  1. 1. Escola Secundária Dr. Augusto César da Silva Ferreira Disciplina de Biologia Geologia 10º ano 2007- 2007-2008 TRANSPORTE nas PLANTAS Unidade 2: Distribuição de materiais Professora Cidália Santos de Aguiar
  2. 2. Como é que a matéria chega às células?  como se realiza o transporte numa planta vascular? Substâncias minerais folhas • Síntese de compostos orgânicos •Como se faz a distribuição a todas as células?
  3. 3. Qual a importância dos sistemas de transporte? Seiva Bruta Seiva eleborada Plantas não vasculares - Briófitas - difusão célula a célula Plantas vasculares – fetos e plantas com sementes - Traqueófitas - Xilema e Floema
  4. 4. Como é que a matéria chega às células? Água e sais minerais absorção, através da raiz Quantidade de água que atravessa as folhas - transpiração estomas
  5. 5. Transpiração
  6. 6. Como se explica o transporte numa planta vascular? • Cerca de 99% da água absorvida pelas raízes é perdida pelas folhas – vapor •A água que chega às folhas é transportada pelo XILEMA •Solutos orgânicos resultantes da fotossíntese - floema Translocação - Movimento de solutos orgânicos e inorgânicos na planta Através de tecidos condutores
  7. 7. Investigando as estruturas vegetais relacionadas com o transporte… Qual a constituição da folha, do caule e dos estomas?? estomas?? Tecidos de transporte – xilema e floema Estruturas vegetais estomas
  8. 8. Como se realiza a absorção radicular?  Absorção de nutrientes pela Raiz Água e iões Zona de absorção da Raiz • Difusão •Transporte activo O transporte activo de iões da periferia da raiz até ao xilema cria Como entra a água? um gradiente osmótico  A água entra por osmose até ao xilema
  9. 9. Movimento na Power-point…em raiz inglês…
  10. 10. Transporte no xilema - A ÁGUA NA RAIZ ABSORÇÃO Água desloca-se por osmose Pode ser: via apoplasto (por entre as células até o xilema-B) ou via simplasto (célula a célula até o xilema -A )
  11. 11. TRANSPORTE DE SEIVA BRUTA Água e sais minerais – xilema – seiva bruta ou xilémica Hipóteses que explicam a subida de água até as folhas: folhas: Hipótese da pressão radicular Teoria da Tensão-coesão - adesão
  12. 12. Hipótese de pressão radicular Evidências? • A pressão radicular faz subir a água no tubo
  13. 13. Hipótese da pressão radicular • Pressão que se desenvolve a nível da raíz, devido a forças osmóticas Entrada de Acumulação água de iões Pressão de raíz A água sobe no xilema Evidências? Gutação
  14. 14. Movimento da água nos vasos de xilema
  15. 15. Teoria da tensão-adesão-coesão • Como são transportados a água e os solutos minerais até às células fotossintéticas?
  16. 16. Teoria da tensão-adesão-coesão Transpiração • vapor de água – estomas – •A tensão no mesófilo puxa água dos vasos de xilema
  17. 17. Fecho de estomas
  18. 18. Estomas na folha - estrutura Transpiração VISTA LATERAL VISTA FRONTAL
  19. 19. Estomas – mecanismo de abertura >concentração Célula guarda Luz do dia no citoplasma fica túrgida Entrada de K entra água
  20. 20. Fecho dos estomas Célula- Célula-guarda Escuro Saída de K murcha e fecha determina < concentração ostíolo saída do K sai água
  21. 21. Abertura e fecho dos estomas
  22. 22. Estomas e funções foliares Estomas abertos durante o dia permitem: permitem:  Fotossíntese: - pois ocorre Fotossíntese: entrada de CO2 CO2 Respiração: - entra O2 e sai Respiração: CO2 CO2 todo o tempo Transpiração: - durante o dia Transpiração: com o calor do sol
  23. 23. Controlo da transpiração
  24. 24. Teoria da tensão-adesão-coesão Transpiração •Corresponde à perda de água sob forma de vapor •Ocorre através da cutícula - 10% •Ocorre através dos estomas - 90%
  25. 25. Teoria da tensão-adesão-coesão Entrada de água que vem do solo • ascensão de água défice de água no xilema da raiznovas moléculas de água para o xilema Absorção a nível da raíz Movimento de toda a coluna hídrica Corrente de transpiração
  26. 26. Teoria da tensão-adesão-coesão Coesão e adesão no xilema • coesão – moléculas de água unidas •Adesão – aderem às paredes dos vasos Coluna contínua de água
  27. 27. Teoria da tensão-adesão-coesão
  28. 28. Transpiração transpiração
  29. 29. Transporte no floema - Animação (http://www.tvdsb.on.ca/westmin/science/sbioac/plants/ sucrose.htm)../../BIO_10%BA/Apresenta%E7%F5es_B IO/B_2.1..Sistemas%20de%20transporte%5b1%5d.ppt Descrição: Hipótese do fluxo de massa
  30. 30. Como é que a matéria chega às células?  como se realiza o transporte no floema? floema? Seiva floémica ou elaborada Produtos orgânicos resultantes da fotossíntese
  31. 31. Como é que a matéria chega às células? Malpighi  Descreva os resultados? • A remoção do anel do caule levou a um aumento do volume da zona situada logo acima do corte
  32. 32. Como é que a matéria chega às células? Malpighi  Como explica estes resultados? • a remoção do anel de floema interrompeu a translocação floémica proveniente das folhas. •A seiva floémica acumula-se acima da zona de corte.
  33. 33. Como é que a matéria chega às células?  como se explica que a parte da planta abaixo do corte acabe por morrer? • apesar da interrupção do fluxo floémico, a parte inferior tem algumas reservas, que acabam e a planta morre..
  34. 34. Como é que a matéria chega às células? Hipótese do fluxo de massa Condução da seiva elaborada O modelo de Münch Bolsa com açúcar: tubos crivados das folhas - produtoras Bolsa sem açúcar: extremidade de tubos crivados consumidores de seiva elaborada
  35. 35. Como é que a matéria chega às células? Em que local da planta é produzida a sacarose? Nas folhas Em que local da planta se dá a saída da sacarose do floema? floema? No fruto, por exemplo Hipótese do fluxo de massa Condução da seiva elaborada O modelo de Münch
  36. 36. Como é que a matéria chega às células? C Neste modelo físico, o A B que representa A- Fonte B- Local de consumo ou reserva Floema C- ? Diferença de pressão osmótica entre os elementos crivosos – fluxo de massa Fluxo sob pressão no floema
  37. 37. sucrose.htm
  38. 38. Como é que a matéria chega às células? Diferença de pressão osmótica entre os elementos crivosos – fluxo de massa No fluxo de massa, água e solutos movem-se de áreas de elevada pressão – fonte – para áreas de baixa pressão - recebedor A sacarose formada nos órgãos fotossintéticos passa por transporte activo para o floema e sai do floema para locais de consumo/reserva Fluxo sob pressão no floema também por transporte activo
  39. 39.  A figura representa, esquematicamente, os tecidos responsáveis pelo transporte das seivas nas plantas.  Identifica os tecidos condutores A e B e a constituição das seivas que circula no seu interior.  A-Floema (água, compostos sintetizados na planta e hormonas); B- Xilema (água e sais minerais)  Refere uma localização possível na planta para a célula produtora e para a célula consumidora.  CP-folha e CC-raiz  Indica as substâncias assinaladas por 1 e 2.  1-sacarose 2-água
  40. 40.  Explica quais os mecanismos envolvidos na entrada das substâncias 1 e 2 no tecido condutor A.  1-Transporte activo, 2-osmose  Refere qual o “motor” responsável pelo transporte do tecido condutor A.  Diferença de pressão osmótica entre os elementos crivosos – fluxo de massa
  41. 41.  Ordena as seguintes afirmações, reconstituindo o percurso da seiva floémica:  I-A sacarose chega ao tubo crivoso por transporte activo:  II-A água entra por osmose;  III-A glicose é convertida em sacarose;  IV-A pressão osmótica aumenta no tubo crivoso  V-Saída de água dos tubos crivosos;  VI-Sacarose é transportada para os locais de consumo.
  42. 42.  Ordena as seguintes afirmações, reconstituindo o percurso da seiva floémica:  I-A sacarose chega ao tubo crivoso por transporte activo: - 2º  II-A água entra por osmose; - 4º  III-A glicose é convertida em sacarose;-1º  IV-A pressão osmótica aumenta no tubo crivoso – 3º  V-Saída de água dos tubos crivosos;-6º  VI-Sacarose é transportada para os locais de consumo.-5º  III-I-IV-II-VI-V

×