SlideShare uma empresa Scribd logo
Tálamo, Subtálamo e
     Epitálamo
        Prof. Carlos Frederico Rodrigues
                         Neuroanatomia
   Situa-se acima do hipotálamo e identificado em um corte sagital
    mediano.

   Forma parte da parede do III ventrículo.

   Possui vários núcleos, agrupados em 3 grandes grupos: anterior,
    medial e lateral.

   A divisão se dá por uma lâmina interna em forma de Y – lâmina
    medular interna, situada em sentido ântero-posterior.

   Essa lâmina possui núcleos próprios: intralaminares.

   Existe ainda o núcleo reticular do tálamo, fora da massa principal
    do tálamo.




    Tálamo: estrutura e divisões
Fig 11.1
   Grupo anterior. Recebe fibras do hipotálamo (corpo
    mamilar) e envia fibras para o córtex do giro do
    cíngulo. Circuito do sistema límbico.

   Grupo medial. O principal núcleo desse grupo é
    chamado núcleo dorsomedial, recebe fibras do
    sistema límbico e do córtex pré-frontal. Envia fibras
    para as áreas mais anteriores do córtex frontal.

   Grupo lateral. Vários núcleos, incluindo o pulvinar e
    os corpos geniculados lateral e medial. Possui ainda o
    subgrupo ventral anterior, lateral e posterior.




Grupos nucleares talâmicos e suas
           conexões.
   Os núcleos ventral anterior e lateral recebem fibras vindas
    do globo pálido e do cerebelo. Seus neurônios se conectam
    com áreas motoras do córtex cerebral.

   O núcleo ventral posterior é subdividido em dois núcleos:
    ventral póstero-lateral e ventral póstero-medial.

   O primeiro recebe fibras do leminisco medial e do trato
    espinotalâmico.

   O segundo recebe as do leminisco trigeminal.

   Ambos enviam projeções para a área somestésica do
    córtex – giro pós-central.



Grupos nucleares talâmicos e suas
           conexões.
   Corpo geniculado medial – recebe o leminisco
    lateral e se conecta com o córtex auditivo,
    enquanto que o corpo geniculado lateral
    recebe o trato óptico e se conecta com o
    córtex visual.

   Núcleo reticular e núcleos intralaminares –
    recebem fibras do córtex cerebral e de outros
    núcleos talâmicos. Projeta-se para a
    formação reticular mesencefálica e outros
    núcleos talâmicos.

Grupos nucleares talâmicos e suas
           conexões.
   É uma região onde ocorrem sinapses das vias que se
    dirigem a diferentes regiões do córtex.

   A maioria dos núcleos talâmicos envia fibras ao córtes
    e essas conexões são recíprocas.

   Sabe-se que é importante para o processo sensorial.
    Todas as vias sensitivas passam pelo tálamo antes de
    atingirem córtex cerebral (exceção das vias
    olfatórias).

   O tálamo modifica o impulso sensorial, modificando-o
    e tornando-o “acessível” para o córtex.



Considerações funcionais sobre o
            tálamo
   O tálamo participa também do controle
    motor. O complexo Va-Vl, recebe
    informações vindas do corpo estriado e do
    neocerebelo e as repassa ao córtex motor.

   Núcleo dorsomedial e anterior do tálamo
    estão envovidos em circuitos de memória
    e processos motivacionais.


Considerações funcionais sobre o
            tálamo.
   Ocupa um território intermediário entre o
    hipotálamo e o mesencéfalo.

   Não pode ser vista em cortes sagitais
    medianos do encéfalo.

   Compreende grupamentos neuronais e feixes
    de fibras – o principal núcleo é o subtalâmico.

   Mantém conexões com o corpo estriado.



                 Subtálamo
   Onde encontramo os núcleos habenulares
    e o corpo pineal.

   Os núcleos habenulares estão situados de
    cada lado do corpo pineal.

   São parte do sistema límbico, sem ter sua
    função totalmente esclarecida.




                Epitálamo
   O corpo pineal é um órgão de natureza endócrina,
    responsável pela secração da melatonina.

   A glândula pineal ainda é pouco conhecida e
    compreendida em seus aspectos funcionais.

   Sabe-se que pode ter um controle inibitório sobre as
    gônadas.

   Pensa-se que melatonina poderia atuar como
    transdutor químico das informações que chegam ao
    núcleo supra-quiasmático, participando da regulação
    dos ritmos circadianos.




                    Epitálamo

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Orgãos Linfóides Primários e Secundários
Orgãos Linfóides Primários e SecundáriosOrgãos Linfóides Primários e Secundários
Orgãos Linfóides Primários e Secundários
LABIMUNO UFBA
 
Cortex cerebral
Cortex cerebralCortex cerebral
Cortex cerebral
Olavo Valente
 
Meninges
MeningesMeninges
O sistema linfático
O sistema linfáticoO sistema linfático
O sistema linfático
Catir
 
Sistema nervoso periférico
Sistema nervoso periféricoSistema nervoso periférico
Sistema nervoso periférico
Pedro Klein Garcia
 
Sistema nervoso
Sistema nervoso Sistema nervoso
Sistema nervoso
Profissão Professor
 
Sistema Nervoso
Sistema NervosoSistema Nervoso
Sistema Nervoso
Solange Ferreira de Paula
 
Tecido ósseo
Tecido ósseoTecido ósseo
Tecido ósseo
Caio Maximino
 
Sistema linfático e imune_Antônio
Sistema linfático e imune_AntônioSistema linfático e imune_Antônio
Sistema linfático e imune_Antônio
Marcia Regina
 
11 ¬ aula slides sistema nervoso
11 ¬ aula slides sistema nervoso11 ¬ aula slides sistema nervoso
11 ¬ aula slides sistema nervoso
Simone Alvarenga
 
Sistema nervoso
Sistema nervosoSistema nervoso
Sistema nervoso
GabriellaFicher
 
Sistema nervoso periférico
Sistema nervoso periféricoSistema nervoso periférico
Sistema nervoso periférico
Ewerton Marinho
 
Aula 03 sitema nervoso
Aula 03 sitema nervosoAula 03 sitema nervoso
Aula 03 sitema nervoso
Glorinha E David
 
Fisiologia Humana 5 - Sistema Cardiovascular
Fisiologia Humana 5 - Sistema CardiovascularFisiologia Humana 5 - Sistema Cardiovascular
Fisiologia Humana 5 - Sistema Cardiovascular
Herbert Santana
 
Medula e Nervos Espinhais
Medula e Nervos EspinhaisMedula e Nervos Espinhais
Medula e Nervos Espinhais
Vânia Caldeira
 
Medula espinhal
Medula espinhalMedula espinhal
Sistema Nervoso
Sistema NervosoSistema Nervoso
Sistema Nervoso
Biologia CHP
 
Sistema nervoso
Sistema nervosoSistema nervoso
Sistema nervoso
Sandra Peixoto
 
03 t2 nervos cranianos
03 t2 nervos cranianos03 t2 nervos cranianos
03 t2 nervos cranianos
Caroline Augusta
 
Tecido nervoso
Tecido nervosoTecido nervoso
Tecido nervoso
Marcelo Bio
 

Mais procurados (20)

Orgãos Linfóides Primários e Secundários
Orgãos Linfóides Primários e SecundáriosOrgãos Linfóides Primários e Secundários
Orgãos Linfóides Primários e Secundários
 
Cortex cerebral
Cortex cerebralCortex cerebral
Cortex cerebral
 
Meninges
MeningesMeninges
Meninges
 
O sistema linfático
O sistema linfáticoO sistema linfático
O sistema linfático
 
Sistema nervoso periférico
Sistema nervoso periféricoSistema nervoso periférico
Sistema nervoso periférico
 
Sistema nervoso
Sistema nervoso Sistema nervoso
Sistema nervoso
 
Sistema Nervoso
Sistema NervosoSistema Nervoso
Sistema Nervoso
 
Tecido ósseo
Tecido ósseoTecido ósseo
Tecido ósseo
 
Sistema linfático e imune_Antônio
Sistema linfático e imune_AntônioSistema linfático e imune_Antônio
Sistema linfático e imune_Antônio
 
11 ¬ aula slides sistema nervoso
11 ¬ aula slides sistema nervoso11 ¬ aula slides sistema nervoso
11 ¬ aula slides sistema nervoso
 
Sistema nervoso
Sistema nervosoSistema nervoso
Sistema nervoso
 
Sistema nervoso periférico
Sistema nervoso periféricoSistema nervoso periférico
Sistema nervoso periférico
 
Aula 03 sitema nervoso
Aula 03 sitema nervosoAula 03 sitema nervoso
Aula 03 sitema nervoso
 
Fisiologia Humana 5 - Sistema Cardiovascular
Fisiologia Humana 5 - Sistema CardiovascularFisiologia Humana 5 - Sistema Cardiovascular
Fisiologia Humana 5 - Sistema Cardiovascular
 
Medula e Nervos Espinhais
Medula e Nervos EspinhaisMedula e Nervos Espinhais
Medula e Nervos Espinhais
 
Medula espinhal
Medula espinhalMedula espinhal
Medula espinhal
 
Sistema Nervoso
Sistema NervosoSistema Nervoso
Sistema Nervoso
 
Sistema nervoso
Sistema nervosoSistema nervoso
Sistema nervoso
 
03 t2 nervos cranianos
03 t2 nervos cranianos03 t2 nervos cranianos
03 t2 nervos cranianos
 
Tecido nervoso
Tecido nervosoTecido nervoso
Tecido nervoso
 

Destaque

Subtalamo
SubtalamoSubtalamo
Subtálamo, partes
Subtálamo, partes Subtálamo, partes
Subtálamo, partes
Alan Osornio
 
Tálamo y subtálamo
Tálamo y subtálamoTálamo y subtálamo
Tálamo y subtálamo
Karen Luévanos
 
Dicencefalo,epitalamo y subtalamo
Dicencefalo,epitalamo y subtalamoDicencefalo,epitalamo y subtalamo
Dicencefalo,epitalamo y subtalamo
Brenda Yadira
 
Mesencfalo
Mesencfalo Mesencfalo
Epitalamo
EpitalamoEpitalamo
Epitalamo
Alan Osornio
 
Neuroanatomía del Diencéfalo
Neuroanatomía del DiencéfaloNeuroanatomía del Diencéfalo
Neuroanatomía del Diencéfalo
FuerzaMedica
 
Neuroanatomia anatomia del diencefalo
Neuroanatomia   anatomia del diencefaloNeuroanatomia   anatomia del diencefalo
Neuroanatomia anatomia del diencefalo
Dr. John Pablo Meza B.
 
El diencéfalo 2011
El diencéfalo 2011El diencéfalo 2011
El diencéfalo 2011
Jose Ferrer
 

Destaque (9)

Subtalamo
SubtalamoSubtalamo
Subtalamo
 
Subtálamo, partes
Subtálamo, partes Subtálamo, partes
Subtálamo, partes
 
Tálamo y subtálamo
Tálamo y subtálamoTálamo y subtálamo
Tálamo y subtálamo
 
Dicencefalo,epitalamo y subtalamo
Dicencefalo,epitalamo y subtalamoDicencefalo,epitalamo y subtalamo
Dicencefalo,epitalamo y subtalamo
 
Mesencfalo
Mesencfalo Mesencfalo
Mesencfalo
 
Epitalamo
EpitalamoEpitalamo
Epitalamo
 
Neuroanatomía del Diencéfalo
Neuroanatomía del DiencéfaloNeuroanatomía del Diencéfalo
Neuroanatomía del Diencéfalo
 
Neuroanatomia anatomia del diencefalo
Neuroanatomia   anatomia del diencefaloNeuroanatomia   anatomia del diencefalo
Neuroanatomia anatomia del diencefalo
 
El diencéfalo 2011
El diencéfalo 2011El diencéfalo 2011
El diencéfalo 2011
 

Semelhante a Tálamo, subtálamo e epitálamo

neuroanatomia seminário dezembro 2023.pptx
neuroanatomia seminário dezembro 2023.pptxneuroanatomia seminário dezembro 2023.pptx
neuroanatomia seminário dezembro 2023.pptx
gunarodeoliveira
 
Aulas09 10-11-diencefalo-e-telencefa
Aulas09 10-11-diencefalo-e-telencefaAulas09 10-11-diencefalo-e-telencefa
Aulas09 10-11-diencefalo-e-telencefa
Casa
 
Sistema nervoso 3
Sistema nervoso 3Sistema nervoso 3
Sistema nervoso 3
Gabrielle Santos
 
Sistema nervoso
Sistema nervosoSistema nervoso
Sistema nervoso
Natha Fisioterapia
 
CóPia De Sn Central MóDulo 7
CóPia De Sn Central  MóDulo 7CóPia De Sn Central  MóDulo 7
CóPia De Sn Central MóDulo 7
Antonio Luis Sanfim
 
Medresumos 2016 neuroanatomia 11 - subtálamo, epitálamo e tálamo
Medresumos 2016   neuroanatomia 11 - subtálamo, epitálamo e tálamoMedresumos 2016   neuroanatomia 11 - subtálamo, epitálamo e tálamo
Medresumos 2016 neuroanatomia 11 - subtálamo, epitálamo e tálamo
Jucie Vasconcelos
 
Sist Neurohormonal
Sist NeurohormonalSist Neurohormonal
Sist Neurohormonal
marco :)
 
Vias sensoriais
Vias sensoriaisVias sensoriais
Anatomia do Sistema Nervoso Humano
Anatomia do Sistema Nervoso HumanoAnatomia do Sistema Nervoso Humano
Anatomia do Sistema Nervoso Humano
Egberto Neto
 
Sistema Nervoso Central
Sistema Nervoso CentralSistema Nervoso Central
Sistema Nervoso Central
MutantDread
 
Sistema nervoso
Sistema nervosoSistema nervoso
Sistema nervoso
FranciscoM72
 
Sistema nervoso
Sistema nervosoSistema nervoso
Sistema nervoso
Rodrigo Sama
 
Anatomia do Sistema Nervoso
Anatomia do Sistema NervosoAnatomia do Sistema Nervoso
Anatomia do Sistema Nervoso
Ana Carolina Andrade
 
Sistema neuro hormonal
Sistema neuro hormonalSistema neuro hormonal
Sistema neuro hormonal
Leonardo Alves
 
Sistema neuro hormonal - 9 ano
Sistema neuro hormonal - 9 anoSistema neuro hormonal - 9 ano
Sistema neuro hormonal - 9 ano
Ana Tapadinhas
 
Neuroanatomia 01 introdução à neuroanatomia e neurofisiologia (2012)
Neuroanatomia 01   introdução à neuroanatomia e neurofisiologia (2012)Neuroanatomia 01   introdução à neuroanatomia e neurofisiologia (2012)
Neuroanatomia 01 introdução à neuroanatomia e neurofisiologia (2012)
Pilar Pires
 
Tronco encefálico
Tronco encefálicoTronco encefálico
Medresumos 2016 neuroanatomia 20 - grandes vias aferentes
Medresumos 2016   neuroanatomia 20 - grandes vias aferentesMedresumos 2016   neuroanatomia 20 - grandes vias aferentes
Medresumos 2016 neuroanatomia 20 - grandes vias aferentes
Jucie Vasconcelos
 
Medula espinhal profunda
Medula espinhal profundaMedula espinhal profunda
Medula espinhal profunda
Carlos Frederico Almeida Rodrigues
 
Sistema Nervoso
Sistema NervosoSistema Nervoso
Sistema Nervoso
SamuelXavier27
 

Semelhante a Tálamo, subtálamo e epitálamo (20)

neuroanatomia seminário dezembro 2023.pptx
neuroanatomia seminário dezembro 2023.pptxneuroanatomia seminário dezembro 2023.pptx
neuroanatomia seminário dezembro 2023.pptx
 
Aulas09 10-11-diencefalo-e-telencefa
Aulas09 10-11-diencefalo-e-telencefaAulas09 10-11-diencefalo-e-telencefa
Aulas09 10-11-diencefalo-e-telencefa
 
Sistema nervoso 3
Sistema nervoso 3Sistema nervoso 3
Sistema nervoso 3
 
Sistema nervoso
Sistema nervosoSistema nervoso
Sistema nervoso
 
CóPia De Sn Central MóDulo 7
CóPia De Sn Central  MóDulo 7CóPia De Sn Central  MóDulo 7
CóPia De Sn Central MóDulo 7
 
Medresumos 2016 neuroanatomia 11 - subtálamo, epitálamo e tálamo
Medresumos 2016   neuroanatomia 11 - subtálamo, epitálamo e tálamoMedresumos 2016   neuroanatomia 11 - subtálamo, epitálamo e tálamo
Medresumos 2016 neuroanatomia 11 - subtálamo, epitálamo e tálamo
 
Sist Neurohormonal
Sist NeurohormonalSist Neurohormonal
Sist Neurohormonal
 
Vias sensoriais
Vias sensoriaisVias sensoriais
Vias sensoriais
 
Anatomia do Sistema Nervoso Humano
Anatomia do Sistema Nervoso HumanoAnatomia do Sistema Nervoso Humano
Anatomia do Sistema Nervoso Humano
 
Sistema Nervoso Central
Sistema Nervoso CentralSistema Nervoso Central
Sistema Nervoso Central
 
Sistema nervoso
Sistema nervosoSistema nervoso
Sistema nervoso
 
Sistema nervoso
Sistema nervosoSistema nervoso
Sistema nervoso
 
Anatomia do Sistema Nervoso
Anatomia do Sistema NervosoAnatomia do Sistema Nervoso
Anatomia do Sistema Nervoso
 
Sistema neuro hormonal
Sistema neuro hormonalSistema neuro hormonal
Sistema neuro hormonal
 
Sistema neuro hormonal - 9 ano
Sistema neuro hormonal - 9 anoSistema neuro hormonal - 9 ano
Sistema neuro hormonal - 9 ano
 
Neuroanatomia 01 introdução à neuroanatomia e neurofisiologia (2012)
Neuroanatomia 01   introdução à neuroanatomia e neurofisiologia (2012)Neuroanatomia 01   introdução à neuroanatomia e neurofisiologia (2012)
Neuroanatomia 01 introdução à neuroanatomia e neurofisiologia (2012)
 
Tronco encefálico
Tronco encefálicoTronco encefálico
Tronco encefálico
 
Medresumos 2016 neuroanatomia 20 - grandes vias aferentes
Medresumos 2016   neuroanatomia 20 - grandes vias aferentesMedresumos 2016   neuroanatomia 20 - grandes vias aferentes
Medresumos 2016 neuroanatomia 20 - grandes vias aferentes
 
Medula espinhal profunda
Medula espinhal profundaMedula espinhal profunda
Medula espinhal profunda
 
Sistema Nervoso
Sistema NervosoSistema Nervoso
Sistema Nervoso
 

Mais de Carlos Frederico Almeida Rodrigues

Hemorragia periventricular
Hemorragia periventricularHemorragia periventricular
Hemorragia periventricular
Carlos Frederico Almeida Rodrigues
 
Cefaleia na emergência
Cefaleia na emergênciaCefaleia na emergência
Cefaleia na emergência
Carlos Frederico Almeida Rodrigues
 
Transtornos do aprendizado
Transtornos do aprendizadoTranstornos do aprendizado
Transtornos do aprendizado
Carlos Frederico Almeida Rodrigues
 
Disrafismos e hidrocefalias
Disrafismos e hidrocefaliasDisrafismos e hidrocefalias
Disrafismos e hidrocefalias
Carlos Frederico Almeida Rodrigues
 
Neurofisiologia
NeurofisiologiaNeurofisiologia
Líquido cefalorraquidiano
Líquido cefalorraquidianoLíquido cefalorraquidiano
Líquido cefalorraquidiano
Carlos Frederico Almeida Rodrigues
 
Diagnósticos desafiadores - COMA
Diagnósticos desafiadores - COMADiagnósticos desafiadores - COMA
Diagnósticos desafiadores - COMA
Carlos Frederico Almeida Rodrigues
 
Neurocirurgia
NeurocirurgiaNeurocirurgia
Princípios das cirurgias dos tumores supratentoriais
Princípios das cirurgias dos tumores supratentoriaisPrincípios das cirurgias dos tumores supratentoriais
Princípios das cirurgias dos tumores supratentoriais
Carlos Frederico Almeida Rodrigues
 
Quando encaminhar para um neurologista
Quando encaminhar para um neurologistaQuando encaminhar para um neurologista
Quando encaminhar para um neurologista
Carlos Frederico Almeida Rodrigues
 
Acidente vascular encefálico
Acidente vascular encefálicoAcidente vascular encefálico
Acidente vascular encefálico
Carlos Frederico Almeida Rodrigues
 
Traumatismo craniano – classificação e epidemiologia regional
Traumatismo craniano – classificação e epidemiologia regionalTraumatismo craniano – classificação e epidemiologia regional
Traumatismo craniano – classificação e epidemiologia regional
Carlos Frederico Almeida Rodrigues
 
A relação médico paciente na era da informatização (1)
A relação médico paciente na era da informatização (1)A relação médico paciente na era da informatização (1)
A relação médico paciente na era da informatização (1)
Carlos Frederico Almeida Rodrigues
 
Ataxia e ..
Ataxia e ..Ataxia e ..
Apresentação sist. límbico (1)
Apresentação sist. límbico (1)Apresentação sist. límbico (1)
Apresentação sist. límbico (1)
Carlos Frederico Almeida Rodrigues
 
Sistema Límbico: uma abordagem neuroanatômica e funcional.
Sistema Límbico: uma abordagem neuroanatômica e funcional.Sistema Límbico: uma abordagem neuroanatômica e funcional.
Sistema Límbico: uma abordagem neuroanatômica e funcional.
Carlos Frederico Almeida Rodrigues
 
Análise dos aneurismas intracranianos operados na policlínica pato
Análise dos aneurismas intracranianos operados na policlínica patoAnálise dos aneurismas intracranianos operados na policlínica pato
Análise dos aneurismas intracranianos operados na policlínica pato
Carlos Frederico Almeida Rodrigues
 
Toc
TocToc
Uno cc febril
Uno   cc febrilUno   cc febril
Lesões+do..
Lesões+do..Lesões+do..

Mais de Carlos Frederico Almeida Rodrigues (20)

Hemorragia periventricular
Hemorragia periventricularHemorragia periventricular
Hemorragia periventricular
 
Cefaleia na emergência
Cefaleia na emergênciaCefaleia na emergência
Cefaleia na emergência
 
Transtornos do aprendizado
Transtornos do aprendizadoTranstornos do aprendizado
Transtornos do aprendizado
 
Disrafismos e hidrocefalias
Disrafismos e hidrocefaliasDisrafismos e hidrocefalias
Disrafismos e hidrocefalias
 
Neurofisiologia
NeurofisiologiaNeurofisiologia
Neurofisiologia
 
Líquido cefalorraquidiano
Líquido cefalorraquidianoLíquido cefalorraquidiano
Líquido cefalorraquidiano
 
Diagnósticos desafiadores - COMA
Diagnósticos desafiadores - COMADiagnósticos desafiadores - COMA
Diagnósticos desafiadores - COMA
 
Neurocirurgia
NeurocirurgiaNeurocirurgia
Neurocirurgia
 
Princípios das cirurgias dos tumores supratentoriais
Princípios das cirurgias dos tumores supratentoriaisPrincípios das cirurgias dos tumores supratentoriais
Princípios das cirurgias dos tumores supratentoriais
 
Quando encaminhar para um neurologista
Quando encaminhar para um neurologistaQuando encaminhar para um neurologista
Quando encaminhar para um neurologista
 
Acidente vascular encefálico
Acidente vascular encefálicoAcidente vascular encefálico
Acidente vascular encefálico
 
Traumatismo craniano – classificação e epidemiologia regional
Traumatismo craniano – classificação e epidemiologia regionalTraumatismo craniano – classificação e epidemiologia regional
Traumatismo craniano – classificação e epidemiologia regional
 
A relação médico paciente na era da informatização (1)
A relação médico paciente na era da informatização (1)A relação médico paciente na era da informatização (1)
A relação médico paciente na era da informatização (1)
 
Ataxia e ..
Ataxia e ..Ataxia e ..
Ataxia e ..
 
Apresentação sist. límbico (1)
Apresentação sist. límbico (1)Apresentação sist. límbico (1)
Apresentação sist. límbico (1)
 
Sistema Límbico: uma abordagem neuroanatômica e funcional.
Sistema Límbico: uma abordagem neuroanatômica e funcional.Sistema Límbico: uma abordagem neuroanatômica e funcional.
Sistema Límbico: uma abordagem neuroanatômica e funcional.
 
Análise dos aneurismas intracranianos operados na policlínica pato
Análise dos aneurismas intracranianos operados na policlínica patoAnálise dos aneurismas intracranianos operados na policlínica pato
Análise dos aneurismas intracranianos operados na policlínica pato
 
Toc
TocToc
Toc
 
Uno cc febril
Uno   cc febrilUno   cc febril
Uno cc febril
 
Lesões+do..
Lesões+do..Lesões+do..
Lesões+do..
 

Tálamo, subtálamo e epitálamo

  • 1. Tálamo, Subtálamo e Epitálamo Prof. Carlos Frederico Rodrigues Neuroanatomia
  • 2. Situa-se acima do hipotálamo e identificado em um corte sagital mediano.  Forma parte da parede do III ventrículo.  Possui vários núcleos, agrupados em 3 grandes grupos: anterior, medial e lateral.  A divisão se dá por uma lâmina interna em forma de Y – lâmina medular interna, situada em sentido ântero-posterior.  Essa lâmina possui núcleos próprios: intralaminares.  Existe ainda o núcleo reticular do tálamo, fora da massa principal do tálamo. Tálamo: estrutura e divisões
  • 4. Grupo anterior. Recebe fibras do hipotálamo (corpo mamilar) e envia fibras para o córtex do giro do cíngulo. Circuito do sistema límbico.  Grupo medial. O principal núcleo desse grupo é chamado núcleo dorsomedial, recebe fibras do sistema límbico e do córtex pré-frontal. Envia fibras para as áreas mais anteriores do córtex frontal.  Grupo lateral. Vários núcleos, incluindo o pulvinar e os corpos geniculados lateral e medial. Possui ainda o subgrupo ventral anterior, lateral e posterior. Grupos nucleares talâmicos e suas conexões.
  • 5. Os núcleos ventral anterior e lateral recebem fibras vindas do globo pálido e do cerebelo. Seus neurônios se conectam com áreas motoras do córtex cerebral.  O núcleo ventral posterior é subdividido em dois núcleos: ventral póstero-lateral e ventral póstero-medial.  O primeiro recebe fibras do leminisco medial e do trato espinotalâmico.  O segundo recebe as do leminisco trigeminal.  Ambos enviam projeções para a área somestésica do córtex – giro pós-central. Grupos nucleares talâmicos e suas conexões.
  • 6. Corpo geniculado medial – recebe o leminisco lateral e se conecta com o córtex auditivo, enquanto que o corpo geniculado lateral recebe o trato óptico e se conecta com o córtex visual.  Núcleo reticular e núcleos intralaminares – recebem fibras do córtex cerebral e de outros núcleos talâmicos. Projeta-se para a formação reticular mesencefálica e outros núcleos talâmicos. Grupos nucleares talâmicos e suas conexões.
  • 7. É uma região onde ocorrem sinapses das vias que se dirigem a diferentes regiões do córtex.  A maioria dos núcleos talâmicos envia fibras ao córtes e essas conexões são recíprocas.  Sabe-se que é importante para o processo sensorial. Todas as vias sensitivas passam pelo tálamo antes de atingirem córtex cerebral (exceção das vias olfatórias).  O tálamo modifica o impulso sensorial, modificando-o e tornando-o “acessível” para o córtex. Considerações funcionais sobre o tálamo
  • 8. O tálamo participa também do controle motor. O complexo Va-Vl, recebe informações vindas do corpo estriado e do neocerebelo e as repassa ao córtex motor.  Núcleo dorsomedial e anterior do tálamo estão envovidos em circuitos de memória e processos motivacionais. Considerações funcionais sobre o tálamo.
  • 9. Ocupa um território intermediário entre o hipotálamo e o mesencéfalo.  Não pode ser vista em cortes sagitais medianos do encéfalo.  Compreende grupamentos neuronais e feixes de fibras – o principal núcleo é o subtalâmico.  Mantém conexões com o corpo estriado. Subtálamo
  • 10. Onde encontramo os núcleos habenulares e o corpo pineal.  Os núcleos habenulares estão situados de cada lado do corpo pineal.  São parte do sistema límbico, sem ter sua função totalmente esclarecida. Epitálamo
  • 11. O corpo pineal é um órgão de natureza endócrina, responsável pela secração da melatonina.  A glândula pineal ainda é pouco conhecida e compreendida em seus aspectos funcionais.  Sabe-se que pode ter um controle inibitório sobre as gônadas.  Pensa-se que melatonina poderia atuar como transdutor químico das informações que chegam ao núcleo supra-quiasmático, participando da regulação dos ritmos circadianos. Epitálamo