SlideShare uma empresa Scribd logo
Engenharia Mecânica
DIEGO CESAR PORTELA PATCZYK
EDSON DE ALMEIDA
VERA PRUDENTE LIMA
TIPOS DE MANUTENÇÃO
Engenharia de Manutenção
Prof.: Paulo Lagos
INTRODUÇÃO
• Existem três tipos básicos de manutenção:
– Manutenção Corretiva
– Manutenção Preventiva
– Manutenção Preditiva
1940 1950 1960 1970 1980 1990 2000 2010
PRIMEIRA GERAÇÃO:
• Conserto após avaria.
SEGUNDA GERAÇÃO:
• Revisões gerais programadas;
• Sistemas de planejamento e
controle do trabalho;
• Computadores grandes e lentos.
TERCEIRA GERAÇÃO:
• Monitoramento das condições;
• Projeto visando a confiabilidade e
manutenabilidade;
• Estudos sobre riscos;
• Computadores pequenos e
rápidos;
• Sistemas especialistas;
• Versatilidade e trabalho em
equipe;
• Modos de falha e análise dos
efeitos.
HISTÓRICO DOS TIPOS DE
MANUTENÇÃO
MANUTENÇÃO CORRETIVA
• O que é:
A manutenção corretiva é a atuação para a correção da
falha ou do desempenho menor que o esperado. Então a
principal função da Manutenção Corretiva é Corrigir ou
Restaurar as condições de funcionamento do
equipamento ou sistema.
Podemos ter duas condições específicas que levam à
manutenção corretiva:
•O equipamento apresenta desempenho deficiente apontado pelo
acompanhamento das variáveis operacionais;
•Ocorrência de Falha;
MANUTENÇÃO CORRETIVA
• Vantagens:
Se os equipamentos forem novos, pode-se esperar um período sem
ocorrência de falhas ou defeitos, ou seja, sem manutenção e sem
custos
•Desvantagens:
A falha ou defeito ocorre sem controle (inesperado)
Maiores custos devido a saída não programada do equipamento
Maior custo de pessoal em função de horas extras ou emergência
Maior custo de reparo por troca de peças, estragos adicionais
Redução da vida útil do equipamento
Uso ineficiente do RH
MANUTENÇÃO PREVENTIVA
• O que é:
É a atuação realizada de forma a reduzir ou evitar a falha
ou queda no desempenho, obedecendo a um plano previamente
elaborado, baseado em INTERVALOS definidos de TEMPO.
Os seguintes fatores devem ser levados em consideração para
adoção de uma política de manutenção preventiva:
 Quando não é possível a manutenção preditiva.
 Aspectos relacionados com a segurança pessoal ou da instalação que tornam
necessária a intervenção, normalmente para substituição de componentes.
 Por oportunidade em equipamentos críticos de difícil liberação operacional.
 Riscos de agressão ao meio ambiente.
 Em sistemas complexos e/ou de operação contínua. Ex. petroquímica
MANUTENÇÃO PREVENTIVA
• Vantagens:
1.Se bem aplicada apresenta uma melhor relação custo x benefício.
2.Permite uma certa flexibilidade das indisponibilidades para
atender as necessidades da produção.
3.Aumenta a vida útil dos componentes e equipamentos,
valorizando os ativos.
4.Reduz as falhas nos equipamentos ou processo operacional.
•Desvantagens:
1. Não garante o controle sobre todas as falhas.
2. Aumenta a necessidade de mão-de-obra.
3. Pode realizar intervenções desnecessárias.
4. Risco de dano acidental ou falha potencial com a intervenção
(preventiva) no equipamento.
MANUTENÇÃO PREDITIVA
• O que é:
É a atuação realizada com base em modificação de parâmetro de
CONDIÇÃO ou DESEMPENHO, cujo acompanhamento obedece a
uma sistemática. Também conhecida por Manutenção Sob
Condição ou Manutenção com Base no Estado do Equipamento.
MANUTENÇÃO PREDITIVA
• Vantagens:
1.Reduzir a incidência de falhas inesperadas.
2.Evitar custos pela realização de manutenção não programada
(horas-extras, perda de produção, falta de material e peças de
reposição).
3.Aumentar a disponibilidade e confiabilidade do equipamento.
4.Aumentar a vida útil dos componentes e equipamentos.
5.Melhorar a qualidade dos produtos fabricados.
6.Melhorar a segurança das pessoas e meio ambiente.
•Desvantagens:
1.Maior custo de implantação (equipamentos de monitoramento e
diagnóstico).
2.Maior custo de mão de obra (competência e treinamento).
3.Os benefícios não são tão claros ou tangíveis quanto os custos.
REFERÊNCIAS
ABRAMAN. Associação Brasileira de Manutenção. Disponível em: <www.abraman.com.br>. Acesso
em: 01 out. 2015.
LAFRAIA, J. R. B. Manual de Confiabilidade, Mantenabilidade e Disponibilidade. Rio de Janeiro:
Qualitymak, 2001.
MOUBRAY, J. Is Streamlined RCM Worth the Risk? Revista Maintenance Technology Online.
Barrington, IL, USA, jan/2001. Disponível em <http://www.mt-online.com/articles/01-01mm. cfm>.
PINTO, A. K. & NASCIF, J. Manutenção: Função Estratégica. Rio de Janeiro: Qualitymark, 1999.
SIQUEIRA, I. P. Manutenção Centrada na Confiabilidade. Rio de Janeiro: Qualitymark, 2005.
ZAIONS, D. R.Consolidação da metodologia de Manutenção Centrada em Confiabilidade em uma
planta de Celulose e Papel. Dissertação de Mestrado, Programa de Pós Graduação de Engenharia de
Produção, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, 2003.
FIM

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Técnicas de manutenção
Técnicas de manutençãoTécnicas de manutenção
Técnicas de manutenção
Bianca Greghi
 
Apresentação Programa T.P.M : Manutenção Produtiva Total
Apresentação Programa T.P.M : Manutenção Produtiva TotalApresentação Programa T.P.M : Manutenção Produtiva Total
Apresentação Programa T.P.M : Manutenção Produtiva Total
Engenharia Produção
 
Trabalho de manutenção corretiva.
Trabalho de manutenção corretiva.Trabalho de manutenção corretiva.
Trabalho de manutenção corretiva.
Maycon Roberto
 
Apresentação Implantação PCM
Apresentação Implantação PCMApresentação Implantação PCM
Apresentação Implantação PCM
Janatan Brito Feitoza
 
Planejamento e controle da produção
Planejamento e controle da produçãoPlanejamento e controle da produção
Planejamento e controle da produção
Luiza Mucida
 
1 lista (Exercício sobre Gestão da Manutenção)
1 lista (Exercício sobre Gestão da Manutenção)1 lista (Exercício sobre Gestão da Manutenção)
1 lista (Exercício sobre Gestão da Manutenção)
Mikoian Rios Rios
 
Manutenção produtiva total (tpm) final
Manutenção produtiva total (tpm)   finalManutenção produtiva total (tpm)   final
Manutenção produtiva total (tpm) final
Sylvielly Sousa
 
Aula 01 definição análise de falhas-técnicas
Aula 01   definição análise de falhas-técnicasAula 01   definição análise de falhas-técnicas
Aula 01 definição análise de falhas-técnicas
Fernando Oliveira
 
Visão moderna manutenção rev001
Visão moderna manutenção rev001Visão moderna manutenção rev001
Visão moderna manutenção rev001
Allen Gadelha
 
Manual de segurança da carpintaria
Manual de segurança da carpintariaManual de segurança da carpintaria
Manual de segurança da carpintaria
Eder Ribeiro
 
Gestão da qualidade
Gestão da qualidadeGestão da qualidade
Gestão da qualidade
Carlos Sousa
 
Lean Manufacturing
Lean ManufacturingLean Manufacturing
Lean Manufacturing
Daisy Marschalk
 
Gestão da manutençãoppt
Gestão da manutençãopptGestão da manutençãoppt
Gestão da manutençãoppt
Lee Bodini
 
A introducao a_manutencao
A introducao a_manutencaoA introducao a_manutencao
A introducao a_manutencao
RENATOGONALVESFERREI
 
Manutenção preditiva apres
Manutenção preditiva apresManutenção preditiva apres
Manutenção preditiva apres
Eliseu Zeu
 
O que é qualidade
O que é qualidadeO que é qualidade
O que é qualidade
ELAINESILVEIRA
 
Manutenção
ManutençãoManutenção
Gestão da Manutenção Lean
Gestão da Manutenção LeanGestão da Manutenção Lean
Gestão da Manutenção Lean
Miguel Oliveira
 
Manutencao de Equipamentos
Manutencao de EquipamentosManutencao de Equipamentos
Manutencao de Equipamentos
CLT Valuebased Services
 
Nbr 5462 (2)
Nbr 5462 (2)Nbr 5462 (2)
Nbr 5462 (2)
eavargas2512
 

Mais procurados (20)

Técnicas de manutenção
Técnicas de manutençãoTécnicas de manutenção
Técnicas de manutenção
 
Apresentação Programa T.P.M : Manutenção Produtiva Total
Apresentação Programa T.P.M : Manutenção Produtiva TotalApresentação Programa T.P.M : Manutenção Produtiva Total
Apresentação Programa T.P.M : Manutenção Produtiva Total
 
Trabalho de manutenção corretiva.
Trabalho de manutenção corretiva.Trabalho de manutenção corretiva.
Trabalho de manutenção corretiva.
 
Apresentação Implantação PCM
Apresentação Implantação PCMApresentação Implantação PCM
Apresentação Implantação PCM
 
Planejamento e controle da produção
Planejamento e controle da produçãoPlanejamento e controle da produção
Planejamento e controle da produção
 
1 lista (Exercício sobre Gestão da Manutenção)
1 lista (Exercício sobre Gestão da Manutenção)1 lista (Exercício sobre Gestão da Manutenção)
1 lista (Exercício sobre Gestão da Manutenção)
 
Manutenção produtiva total (tpm) final
Manutenção produtiva total (tpm)   finalManutenção produtiva total (tpm)   final
Manutenção produtiva total (tpm) final
 
Aula 01 definição análise de falhas-técnicas
Aula 01   definição análise de falhas-técnicasAula 01   definição análise de falhas-técnicas
Aula 01 definição análise de falhas-técnicas
 
Visão moderna manutenção rev001
Visão moderna manutenção rev001Visão moderna manutenção rev001
Visão moderna manutenção rev001
 
Manual de segurança da carpintaria
Manual de segurança da carpintariaManual de segurança da carpintaria
Manual de segurança da carpintaria
 
Gestão da qualidade
Gestão da qualidadeGestão da qualidade
Gestão da qualidade
 
Lean Manufacturing
Lean ManufacturingLean Manufacturing
Lean Manufacturing
 
Gestão da manutençãoppt
Gestão da manutençãopptGestão da manutençãoppt
Gestão da manutençãoppt
 
A introducao a_manutencao
A introducao a_manutencaoA introducao a_manutencao
A introducao a_manutencao
 
Manutenção preditiva apres
Manutenção preditiva apresManutenção preditiva apres
Manutenção preditiva apres
 
O que é qualidade
O que é qualidadeO que é qualidade
O que é qualidade
 
Manutenção
ManutençãoManutenção
Manutenção
 
Gestão da Manutenção Lean
Gestão da Manutenção LeanGestão da Manutenção Lean
Gestão da Manutenção Lean
 
Manutencao de Equipamentos
Manutencao de EquipamentosManutencao de Equipamentos
Manutencao de Equipamentos
 
Nbr 5462 (2)
Nbr 5462 (2)Nbr 5462 (2)
Nbr 5462 (2)
 

Destaque

Pcm senai
Pcm senaiPcm senai
Pcm senai
Silvio Barros
 
Planejamento de controle e manutenção
Planejamento de controle e manutençãoPlanejamento de controle e manutenção
Planejamento de controle e manutenção
Demétrio Luiz Riguete Gripp
 
Tipos de manutencao 2
Tipos de manutencao 2Tipos de manutencao 2
Tipos de manutencao 2
Fabio Simoes
 
ESTUDO DE CASO CORREIOS
ESTUDO DE CASO CORREIOSESTUDO DE CASO CORREIOS
ESTUDO DE CASO CORREIOS
Lucas Alves
 
Vendas industriais
Vendas industriaisVendas industriais
Vendas industriais
Ulises Peredo
 
Manutencao De Ativos Totvs 2010
Manutencao De Ativos Totvs 2010Manutencao De Ativos Totvs 2010
Manutencao De Ativos Totvs 2010
Rafael Marega
 
Trabalho de manutencão e confiabilidade torre de resfriamento
Trabalho de manutencão e confiabilidade   torre de resfriamentoTrabalho de manutencão e confiabilidade   torre de resfriamento
Trabalho de manutencão e confiabilidade torre de resfriamento
GlaucoVelosodosSantos
 
OrganizaçãO Da ManutençãO 2008
OrganizaçãO Da ManutençãO 2008OrganizaçãO Da ManutençãO 2008
OrganizaçãO Da ManutençãO 2008
guest122c68e
 
Senai mg - gestão de manutenção
Senai mg - gestão de manutençãoSenai mg - gestão de manutenção
Senai mg - gestão de manutenção
Vladimir Silva
 
APRESENTAÇÃO COMPLETA - CMMI CALDEIRARIA, MANUTENÇÃO, MONTAGEM E DESMONTAGEM ...
APRESENTAÇÃO COMPLETA - CMMI CALDEIRARIA, MANUTENÇÃO, MONTAGEM E DESMONTAGEM ...APRESENTAÇÃO COMPLETA - CMMI CALDEIRARIA, MANUTENÇÃO, MONTAGEM E DESMONTAGEM ...
APRESENTAÇÃO COMPLETA - CMMI CALDEIRARIA, MANUTENÇÃO, MONTAGEM E DESMONTAGEM ...
CMMI CALDEIRARIA
 
Aula 1. gestão estratégica tpm
Aula 1. gestão estratégica   tpmAula 1. gestão estratégica   tpm
Aula 1. gestão estratégica tpm
Eng. Mec. Alencar Lunardello
 
Treinamentos engenharia manutencao
Treinamentos engenharia manutencaoTreinamentos engenharia manutencao
Treinamentos engenharia manutencao
Diego Silva
 
ManutençãO EstratéGica Linkedin
ManutençãO EstratéGica LinkedinManutençãO EstratéGica Linkedin
ManutençãO EstratéGica Linkedin
mariofilho
 
Engenharia de Manutenção
Engenharia de Manutenção Engenharia de Manutenção
Engenharia de Manutenção
Marcos Abreu
 
Manutenção preventiva
Manutenção preventivaManutenção preventiva
Manutenção preventiva
Marcelo santos
 
Visão Geral dos Processos da Gestão da Manutenção (SAP R/3 Plant Maintenance)
Visão Geral dos Processos da Gestão da Manutenção (SAP R/3 Plant Maintenance)Visão Geral dos Processos da Gestão da Manutenção (SAP R/3 Plant Maintenance)
Visão Geral dos Processos da Gestão da Manutenção (SAP R/3 Plant Maintenance)
Leonel Augusto
 
Manutenção industrial entendendo sua função e organização
Manutenção industrial entendendo sua função e organizaçãoManutenção industrial entendendo sua função e organização
Manutenção industrial entendendo sua função e organização
Jose Donizetti Moraes
 

Destaque (17)

Pcm senai
Pcm senaiPcm senai
Pcm senai
 
Planejamento de controle e manutenção
Planejamento de controle e manutençãoPlanejamento de controle e manutenção
Planejamento de controle e manutenção
 
Tipos de manutencao 2
Tipos de manutencao 2Tipos de manutencao 2
Tipos de manutencao 2
 
ESTUDO DE CASO CORREIOS
ESTUDO DE CASO CORREIOSESTUDO DE CASO CORREIOS
ESTUDO DE CASO CORREIOS
 
Vendas industriais
Vendas industriaisVendas industriais
Vendas industriais
 
Manutencao De Ativos Totvs 2010
Manutencao De Ativos Totvs 2010Manutencao De Ativos Totvs 2010
Manutencao De Ativos Totvs 2010
 
Trabalho de manutencão e confiabilidade torre de resfriamento
Trabalho de manutencão e confiabilidade   torre de resfriamentoTrabalho de manutencão e confiabilidade   torre de resfriamento
Trabalho de manutencão e confiabilidade torre de resfriamento
 
OrganizaçãO Da ManutençãO 2008
OrganizaçãO Da ManutençãO 2008OrganizaçãO Da ManutençãO 2008
OrganizaçãO Da ManutençãO 2008
 
Senai mg - gestão de manutenção
Senai mg - gestão de manutençãoSenai mg - gestão de manutenção
Senai mg - gestão de manutenção
 
APRESENTAÇÃO COMPLETA - CMMI CALDEIRARIA, MANUTENÇÃO, MONTAGEM E DESMONTAGEM ...
APRESENTAÇÃO COMPLETA - CMMI CALDEIRARIA, MANUTENÇÃO, MONTAGEM E DESMONTAGEM ...APRESENTAÇÃO COMPLETA - CMMI CALDEIRARIA, MANUTENÇÃO, MONTAGEM E DESMONTAGEM ...
APRESENTAÇÃO COMPLETA - CMMI CALDEIRARIA, MANUTENÇÃO, MONTAGEM E DESMONTAGEM ...
 
Aula 1. gestão estratégica tpm
Aula 1. gestão estratégica   tpmAula 1. gestão estratégica   tpm
Aula 1. gestão estratégica tpm
 
Treinamentos engenharia manutencao
Treinamentos engenharia manutencaoTreinamentos engenharia manutencao
Treinamentos engenharia manutencao
 
ManutençãO EstratéGica Linkedin
ManutençãO EstratéGica LinkedinManutençãO EstratéGica Linkedin
ManutençãO EstratéGica Linkedin
 
Engenharia de Manutenção
Engenharia de Manutenção Engenharia de Manutenção
Engenharia de Manutenção
 
Manutenção preventiva
Manutenção preventivaManutenção preventiva
Manutenção preventiva
 
Visão Geral dos Processos da Gestão da Manutenção (SAP R/3 Plant Maintenance)
Visão Geral dos Processos da Gestão da Manutenção (SAP R/3 Plant Maintenance)Visão Geral dos Processos da Gestão da Manutenção (SAP R/3 Plant Maintenance)
Visão Geral dos Processos da Gestão da Manutenção (SAP R/3 Plant Maintenance)
 
Manutenção industrial entendendo sua função e organização
Manutenção industrial entendendo sua função e organizaçãoManutenção industrial entendendo sua função e organização
Manutenção industrial entendendo sua função e organização
 

Semelhante a Tipos de manutenção

Apostila_Gestao_da_Manutencao.ppt
Apostila_Gestao_da_Manutencao.pptApostila_Gestao_da_Manutencao.ppt
Apostila_Gestao_da_Manutencao.ppt
KleytonLima7
 
Manutencao Centrada na Confiabilidade
Manutencao Centrada na ConfiabilidadeManutencao Centrada na Confiabilidade
Manutencao Centrada na Confiabilidade
Anderson Silvestre
 
Aula 01 - Tipos de manutenção.pptx
Aula 01 - Tipos de manutenção.pptxAula 01 - Tipos de manutenção.pptx
Aula 01 - Tipos de manutenção.pptx
ArlanFN2
 
Atps passo1 gestão de manutenção
Atps passo1 gestão de manutençãoAtps passo1 gestão de manutenção
Atps passo1 gestão de manutenção
Rodrigo Cotrim
 
Manutenção introdução
Manutenção   introduçãoManutenção   introdução
Manutenção introdução
Fatima Araujo
 
LATEC - UFF. GESTÃO ESTRATÉGICA DA MANUTENÇÃO
LATEC - UFF. GESTÃO ESTRATÉGICA DA MANUTENÇÃOLATEC - UFF. GESTÃO ESTRATÉGICA DA MANUTENÇÃO
LATEC - UFF. GESTÃO ESTRATÉGICA DA MANUTENÇÃO
LATEC - UFF
 
Conteudo em texto praticas básicas de manutenção
Conteudo em texto praticas básicas de manutençãoConteudo em texto praticas básicas de manutenção
Conteudo em texto praticas básicas de manutenção
Ítalo Silva Cano
 
1 introdução à manutenção
1  introdução à manutenção1  introdução à manutenção
1 introdução à manutenção
Alisson Policarpo Policarpo
 
CONCEITOS DE MANUTENÇÃO MECÂNICAS AUTOMOTIVA
CONCEITOS DE MANUTENÇÃO MECÂNICAS AUTOMOTIVACONCEITOS DE MANUTENÇÃO MECÂNICAS AUTOMOTIVA
CONCEITOS DE MANUTENÇÃO MECÂNICAS AUTOMOTIVA
JairGaldino4
 
05 capítulo 3 tipos de manutençao
05   capítulo 3 tipos de manutençao05   capítulo 3 tipos de manutençao
05 capítulo 3 tipos de manutençao
Moacy2014
 
Manutenção Mecânica
Manutenção MecânicaManutenção Mecânica
Manutenção Mecânica
Sandro Marques Solidario
 
Analise preditiva em motores
Analise preditiva em motoresAnalise preditiva em motores
Analise preditiva em motores
Igor Marques
 
a-gestc3a3o-da-manutenc3a7c3a3o-industrial.ppt
a-gestc3a3o-da-manutenc3a7c3a3o-industrial.ppta-gestc3a3o-da-manutenc3a7c3a3o-industrial.ppt
a-gestc3a3o-da-manutenc3a7c3a3o-industrial.ppt
JoaoVikthor
 
Slides (2)
 Slides (2) Slides (2)
Slides2 141202110423-conversion-gate01
Slides2 141202110423-conversion-gate01Slides2 141202110423-conversion-gate01
Slides2 141202110423-conversion-gate01
Americo Lopes Santos
 
Slides2 141202110423-conversion-gate01
Slides2 141202110423-conversion-gate01Slides2 141202110423-conversion-gate01
Slides2 141202110423-conversion-gate01
Americo Lopes Santos
 
Gestao eficaz de_ativos
Gestao eficaz de_ativosGestao eficaz de_ativos
Gestao eficaz de_ativos
Pedro Lessa
 
07 capítulo 5
07   capítulo 507   capítulo 5
07 capítulo 5
andreypaf
 
Prevenção e Recuperação de Falhas.pptx
Prevenção e Recuperação de Falhas.pptxPrevenção e Recuperação de Falhas.pptx
Prevenção e Recuperação de Falhas.pptx
carlosCavalcante58
 
WCM 2009-TT10 INdT NOKIA-RCM-Gestão Eficaz de Ativos-Um Estudo de Caso
WCM 2009-TT10 INdT NOKIA-RCM-Gestão Eficaz de Ativos-Um Estudo de CasoWCM 2009-TT10 INdT NOKIA-RCM-Gestão Eficaz de Ativos-Um Estudo de Caso
WCM 2009-TT10 INdT NOKIA-RCM-Gestão Eficaz de Ativos-Um Estudo de Caso
EXCELLENCE CONSULTING
 

Semelhante a Tipos de manutenção (20)

Apostila_Gestao_da_Manutencao.ppt
Apostila_Gestao_da_Manutencao.pptApostila_Gestao_da_Manutencao.ppt
Apostila_Gestao_da_Manutencao.ppt
 
Manutencao Centrada na Confiabilidade
Manutencao Centrada na ConfiabilidadeManutencao Centrada na Confiabilidade
Manutencao Centrada na Confiabilidade
 
Aula 01 - Tipos de manutenção.pptx
Aula 01 - Tipos de manutenção.pptxAula 01 - Tipos de manutenção.pptx
Aula 01 - Tipos de manutenção.pptx
 
Atps passo1 gestão de manutenção
Atps passo1 gestão de manutençãoAtps passo1 gestão de manutenção
Atps passo1 gestão de manutenção
 
Manutenção introdução
Manutenção   introduçãoManutenção   introdução
Manutenção introdução
 
LATEC - UFF. GESTÃO ESTRATÉGICA DA MANUTENÇÃO
LATEC - UFF. GESTÃO ESTRATÉGICA DA MANUTENÇÃOLATEC - UFF. GESTÃO ESTRATÉGICA DA MANUTENÇÃO
LATEC - UFF. GESTÃO ESTRATÉGICA DA MANUTENÇÃO
 
Conteudo em texto praticas básicas de manutenção
Conteudo em texto praticas básicas de manutençãoConteudo em texto praticas básicas de manutenção
Conteudo em texto praticas básicas de manutenção
 
1 introdução à manutenção
1  introdução à manutenção1  introdução à manutenção
1 introdução à manutenção
 
CONCEITOS DE MANUTENÇÃO MECÂNICAS AUTOMOTIVA
CONCEITOS DE MANUTENÇÃO MECÂNICAS AUTOMOTIVACONCEITOS DE MANUTENÇÃO MECÂNICAS AUTOMOTIVA
CONCEITOS DE MANUTENÇÃO MECÂNICAS AUTOMOTIVA
 
05 capítulo 3 tipos de manutençao
05   capítulo 3 tipos de manutençao05   capítulo 3 tipos de manutençao
05 capítulo 3 tipos de manutençao
 
Manutenção Mecânica
Manutenção MecânicaManutenção Mecânica
Manutenção Mecânica
 
Analise preditiva em motores
Analise preditiva em motoresAnalise preditiva em motores
Analise preditiva em motores
 
a-gestc3a3o-da-manutenc3a7c3a3o-industrial.ppt
a-gestc3a3o-da-manutenc3a7c3a3o-industrial.ppta-gestc3a3o-da-manutenc3a7c3a3o-industrial.ppt
a-gestc3a3o-da-manutenc3a7c3a3o-industrial.ppt
 
Slides (2)
 Slides (2) Slides (2)
Slides (2)
 
Slides2 141202110423-conversion-gate01
Slides2 141202110423-conversion-gate01Slides2 141202110423-conversion-gate01
Slides2 141202110423-conversion-gate01
 
Slides2 141202110423-conversion-gate01
Slides2 141202110423-conversion-gate01Slides2 141202110423-conversion-gate01
Slides2 141202110423-conversion-gate01
 
Gestao eficaz de_ativos
Gestao eficaz de_ativosGestao eficaz de_ativos
Gestao eficaz de_ativos
 
07 capítulo 5
07   capítulo 507   capítulo 5
07 capítulo 5
 
Prevenção e Recuperação de Falhas.pptx
Prevenção e Recuperação de Falhas.pptxPrevenção e Recuperação de Falhas.pptx
Prevenção e Recuperação de Falhas.pptx
 
WCM 2009-TT10 INdT NOKIA-RCM-Gestão Eficaz de Ativos-Um Estudo de Caso
WCM 2009-TT10 INdT NOKIA-RCM-Gestão Eficaz de Ativos-Um Estudo de CasoWCM 2009-TT10 INdT NOKIA-RCM-Gestão Eficaz de Ativos-Um Estudo de Caso
WCM 2009-TT10 INdT NOKIA-RCM-Gestão Eficaz de Ativos-Um Estudo de Caso
 

Último

Introdução ao GNSS Sistema Global de Posicionamento
Introdução ao GNSS Sistema Global de PosicionamentoIntrodução ao GNSS Sistema Global de Posicionamento
Introdução ao GNSS Sistema Global de Posicionamento
GeraldoGouveia2
 
Análise preliminar motorista-APR-motorista.doc
Análise preliminar motorista-APR-motorista.docAnálise preliminar motorista-APR-motorista.doc
Análise preliminar motorista-APR-motorista.doc
cristiano docarmo
 
Dimensionamento de eixo. estudo de caso.pdf
Dimensionamento de eixo. estudo de caso.pdfDimensionamento de eixo. estudo de caso.pdf
Dimensionamento de eixo. estudo de caso.pdf
RodrigoQuintilianode1
 
AE03 - ESTUDO CONTEMPORÂNEO E TRANSVERSAL ENGENHARIA DA SUSTENTABILIDADE UNIC...
AE03 - ESTUDO CONTEMPORÂNEO E TRANSVERSAL ENGENHARIA DA SUSTENTABILIDADE UNIC...AE03 - ESTUDO CONTEMPORÂNEO E TRANSVERSAL ENGENHARIA DA SUSTENTABILIDADE UNIC...
AE03 - ESTUDO CONTEMPORÂNEO E TRANSVERSAL ENGENHARIA DA SUSTENTABILIDADE UNIC...
Consultoria Acadêmica
 
AE03 - MATERIAIS DA CONSTRUÇÃO MECÂNICA UNICESUMAR 52/2024
AE03 - MATERIAIS DA CONSTRUÇÃO MECÂNICA UNICESUMAR 52/2024AE03 - MATERIAIS DA CONSTRUÇÃO MECÂNICA UNICESUMAR 52/2024
AE03 - MATERIAIS DA CONSTRUÇÃO MECÂNICA UNICESUMAR 52/2024
Consultoria Acadêmica
 
AE03 - ESTUDO CONTEMPORÂNEO E TRANSVERSAL INDÚSTRIA E TRANSFORMAÇÃO DIGITAL ...
AE03 - ESTUDO CONTEMPORÂNEO E TRANSVERSAL  INDÚSTRIA E TRANSFORMAÇÃO DIGITAL ...AE03 - ESTUDO CONTEMPORÂNEO E TRANSVERSAL  INDÚSTRIA E TRANSFORMAÇÃO DIGITAL ...
AE03 - ESTUDO CONTEMPORÂNEO E TRANSVERSAL INDÚSTRIA E TRANSFORMAÇÃO DIGITAL ...
Consultoria Acadêmica
 
AE03 - SISTEMAS DISTRIBUIDOS E REDES UNICESUMAR 52/2024
AE03 - SISTEMAS DISTRIBUIDOS E REDES UNICESUMAR 52/2024AE03 - SISTEMAS DISTRIBUIDOS E REDES UNICESUMAR 52/2024
AE03 - SISTEMAS DISTRIBUIDOS E REDES UNICESUMAR 52/2024
Consultoria Acadêmica
 
Workshop Gerdau 2023 - Soluções em Aço - Resumo.pptx
Workshop Gerdau 2023 - Soluções em Aço - Resumo.pptxWorkshop Gerdau 2023 - Soluções em Aço - Resumo.pptx
Workshop Gerdau 2023 - Soluções em Aço - Resumo.pptx
marcosmpereira
 
Apostila SAP.PM para PCM, para indústria e depósitos
Apostila SAP.PM para PCM, para indústria e  depósitosApostila SAP.PM para PCM, para indústria e  depósitos
Apostila SAP.PM para PCM, para indústria e depósitos
Sandro Marques Solidario
 
SFE SSO PROC 03 Bloqueio e sinalização de energias perigosas 1(Comentado).docx
SFE SSO PROC 03 Bloqueio e sinalização de energias perigosas 1(Comentado).docxSFE SSO PROC 03 Bloqueio e sinalização de energias perigosas 1(Comentado).docx
SFE SSO PROC 03 Bloqueio e sinalização de energias perigosas 1(Comentado).docx
bentosst
 
Estruturas de Madeiras: Dimensionamento e formas de classificação
Estruturas de Madeiras: Dimensionamento e formas de classificaçãoEstruturas de Madeiras: Dimensionamento e formas de classificação
Estruturas de Madeiras: Dimensionamento e formas de classificação
caduelaia
 

Último (11)

Introdução ao GNSS Sistema Global de Posicionamento
Introdução ao GNSS Sistema Global de PosicionamentoIntrodução ao GNSS Sistema Global de Posicionamento
Introdução ao GNSS Sistema Global de Posicionamento
 
Análise preliminar motorista-APR-motorista.doc
Análise preliminar motorista-APR-motorista.docAnálise preliminar motorista-APR-motorista.doc
Análise preliminar motorista-APR-motorista.doc
 
Dimensionamento de eixo. estudo de caso.pdf
Dimensionamento de eixo. estudo de caso.pdfDimensionamento de eixo. estudo de caso.pdf
Dimensionamento de eixo. estudo de caso.pdf
 
AE03 - ESTUDO CONTEMPORÂNEO E TRANSVERSAL ENGENHARIA DA SUSTENTABILIDADE UNIC...
AE03 - ESTUDO CONTEMPORÂNEO E TRANSVERSAL ENGENHARIA DA SUSTENTABILIDADE UNIC...AE03 - ESTUDO CONTEMPORÂNEO E TRANSVERSAL ENGENHARIA DA SUSTENTABILIDADE UNIC...
AE03 - ESTUDO CONTEMPORÂNEO E TRANSVERSAL ENGENHARIA DA SUSTENTABILIDADE UNIC...
 
AE03 - MATERIAIS DA CONSTRUÇÃO MECÂNICA UNICESUMAR 52/2024
AE03 - MATERIAIS DA CONSTRUÇÃO MECÂNICA UNICESUMAR 52/2024AE03 - MATERIAIS DA CONSTRUÇÃO MECÂNICA UNICESUMAR 52/2024
AE03 - MATERIAIS DA CONSTRUÇÃO MECÂNICA UNICESUMAR 52/2024
 
AE03 - ESTUDO CONTEMPORÂNEO E TRANSVERSAL INDÚSTRIA E TRANSFORMAÇÃO DIGITAL ...
AE03 - ESTUDO CONTEMPORÂNEO E TRANSVERSAL  INDÚSTRIA E TRANSFORMAÇÃO DIGITAL ...AE03 - ESTUDO CONTEMPORÂNEO E TRANSVERSAL  INDÚSTRIA E TRANSFORMAÇÃO DIGITAL ...
AE03 - ESTUDO CONTEMPORÂNEO E TRANSVERSAL INDÚSTRIA E TRANSFORMAÇÃO DIGITAL ...
 
AE03 - SISTEMAS DISTRIBUIDOS E REDES UNICESUMAR 52/2024
AE03 - SISTEMAS DISTRIBUIDOS E REDES UNICESUMAR 52/2024AE03 - SISTEMAS DISTRIBUIDOS E REDES UNICESUMAR 52/2024
AE03 - SISTEMAS DISTRIBUIDOS E REDES UNICESUMAR 52/2024
 
Workshop Gerdau 2023 - Soluções em Aço - Resumo.pptx
Workshop Gerdau 2023 - Soluções em Aço - Resumo.pptxWorkshop Gerdau 2023 - Soluções em Aço - Resumo.pptx
Workshop Gerdau 2023 - Soluções em Aço - Resumo.pptx
 
Apostila SAP.PM para PCM, para indústria e depósitos
Apostila SAP.PM para PCM, para indústria e  depósitosApostila SAP.PM para PCM, para indústria e  depósitos
Apostila SAP.PM para PCM, para indústria e depósitos
 
SFE SSO PROC 03 Bloqueio e sinalização de energias perigosas 1(Comentado).docx
SFE SSO PROC 03 Bloqueio e sinalização de energias perigosas 1(Comentado).docxSFE SSO PROC 03 Bloqueio e sinalização de energias perigosas 1(Comentado).docx
SFE SSO PROC 03 Bloqueio e sinalização de energias perigosas 1(Comentado).docx
 
Estruturas de Madeiras: Dimensionamento e formas de classificação
Estruturas de Madeiras: Dimensionamento e formas de classificaçãoEstruturas de Madeiras: Dimensionamento e formas de classificação
Estruturas de Madeiras: Dimensionamento e formas de classificação
 

Tipos de manutenção

  • 1. Engenharia Mecânica DIEGO CESAR PORTELA PATCZYK EDSON DE ALMEIDA VERA PRUDENTE LIMA TIPOS DE MANUTENÇÃO Engenharia de Manutenção Prof.: Paulo Lagos
  • 2. INTRODUÇÃO • Existem três tipos básicos de manutenção: – Manutenção Corretiva – Manutenção Preventiva – Manutenção Preditiva
  • 3. 1940 1950 1960 1970 1980 1990 2000 2010 PRIMEIRA GERAÇÃO: • Conserto após avaria. SEGUNDA GERAÇÃO: • Revisões gerais programadas; • Sistemas de planejamento e controle do trabalho; • Computadores grandes e lentos. TERCEIRA GERAÇÃO: • Monitoramento das condições; • Projeto visando a confiabilidade e manutenabilidade; • Estudos sobre riscos; • Computadores pequenos e rápidos; • Sistemas especialistas; • Versatilidade e trabalho em equipe; • Modos de falha e análise dos efeitos. HISTÓRICO DOS TIPOS DE MANUTENÇÃO
  • 4. MANUTENÇÃO CORRETIVA • O que é: A manutenção corretiva é a atuação para a correção da falha ou do desempenho menor que o esperado. Então a principal função da Manutenção Corretiva é Corrigir ou Restaurar as condições de funcionamento do equipamento ou sistema. Podemos ter duas condições específicas que levam à manutenção corretiva: •O equipamento apresenta desempenho deficiente apontado pelo acompanhamento das variáveis operacionais; •Ocorrência de Falha;
  • 5. MANUTENÇÃO CORRETIVA • Vantagens: Se os equipamentos forem novos, pode-se esperar um período sem ocorrência de falhas ou defeitos, ou seja, sem manutenção e sem custos •Desvantagens: A falha ou defeito ocorre sem controle (inesperado) Maiores custos devido a saída não programada do equipamento Maior custo de pessoal em função de horas extras ou emergência Maior custo de reparo por troca de peças, estragos adicionais Redução da vida útil do equipamento Uso ineficiente do RH
  • 6. MANUTENÇÃO PREVENTIVA • O que é: É a atuação realizada de forma a reduzir ou evitar a falha ou queda no desempenho, obedecendo a um plano previamente elaborado, baseado em INTERVALOS definidos de TEMPO. Os seguintes fatores devem ser levados em consideração para adoção de uma política de manutenção preventiva:  Quando não é possível a manutenção preditiva.  Aspectos relacionados com a segurança pessoal ou da instalação que tornam necessária a intervenção, normalmente para substituição de componentes.  Por oportunidade em equipamentos críticos de difícil liberação operacional.  Riscos de agressão ao meio ambiente.  Em sistemas complexos e/ou de operação contínua. Ex. petroquímica
  • 7. MANUTENÇÃO PREVENTIVA • Vantagens: 1.Se bem aplicada apresenta uma melhor relação custo x benefício. 2.Permite uma certa flexibilidade das indisponibilidades para atender as necessidades da produção. 3.Aumenta a vida útil dos componentes e equipamentos, valorizando os ativos. 4.Reduz as falhas nos equipamentos ou processo operacional. •Desvantagens: 1. Não garante o controle sobre todas as falhas. 2. Aumenta a necessidade de mão-de-obra. 3. Pode realizar intervenções desnecessárias. 4. Risco de dano acidental ou falha potencial com a intervenção (preventiva) no equipamento.
  • 8. MANUTENÇÃO PREDITIVA • O que é: É a atuação realizada com base em modificação de parâmetro de CONDIÇÃO ou DESEMPENHO, cujo acompanhamento obedece a uma sistemática. Também conhecida por Manutenção Sob Condição ou Manutenção com Base no Estado do Equipamento.
  • 9. MANUTENÇÃO PREDITIVA • Vantagens: 1.Reduzir a incidência de falhas inesperadas. 2.Evitar custos pela realização de manutenção não programada (horas-extras, perda de produção, falta de material e peças de reposição). 3.Aumentar a disponibilidade e confiabilidade do equipamento. 4.Aumentar a vida útil dos componentes e equipamentos. 5.Melhorar a qualidade dos produtos fabricados. 6.Melhorar a segurança das pessoas e meio ambiente. •Desvantagens: 1.Maior custo de implantação (equipamentos de monitoramento e diagnóstico). 2.Maior custo de mão de obra (competência e treinamento). 3.Os benefícios não são tão claros ou tangíveis quanto os custos.
  • 10. REFERÊNCIAS ABRAMAN. Associação Brasileira de Manutenção. Disponível em: <www.abraman.com.br>. Acesso em: 01 out. 2015. LAFRAIA, J. R. B. Manual de Confiabilidade, Mantenabilidade e Disponibilidade. Rio de Janeiro: Qualitymak, 2001. MOUBRAY, J. Is Streamlined RCM Worth the Risk? Revista Maintenance Technology Online. Barrington, IL, USA, jan/2001. Disponível em <http://www.mt-online.com/articles/01-01mm. cfm>. PINTO, A. K. & NASCIF, J. Manutenção: Função Estratégica. Rio de Janeiro: Qualitymark, 1999. SIQUEIRA, I. P. Manutenção Centrada na Confiabilidade. Rio de Janeiro: Qualitymark, 2005. ZAIONS, D. R.Consolidação da metodologia de Manutenção Centrada em Confiabilidade em uma planta de Celulose e Papel. Dissertação de Mestrado, Programa de Pós Graduação de Engenharia de Produção, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, 2003.
  • 11. FIM