SlideShare uma empresa Scribd logo
Relações Humanas
no Trabalho
Sônia Aparecida Silva
Conceito de Relações Humanas
●As relações humanas ocorrem em
decorrência do processo de interação.
●Em situações de trabalho, compartilhadas
por duas ou mais pessoas, há atividades a
serem executadas, bem como interações e
sentimentos recomendados: comunicação,
cooperação, respeito, amizade.
Competência técnica
≠ Competência interpessoal
●Competência interpessoal é habilidade de lidar
eficazmente com outras pessoas de forma adequada às
necessidades de cada uma e à exigência da situação
(Moscovici, 1997).
Envolve desenvolver:
●autopercepção e autoconhecimento
●flexibilidade perceptiva e comportamental
●feedback
Autopercepção
Autoconhecimento
●Autopercepção envolve identificar e
analisar crenças, atitudes, sentimentos e
valores pessoais.
●Autoconhecimento só pode ser obtido com
a ajuda dos outros, por meio de
informações, opiniões a meu respeito.
Relações Humanas no Trabalho - Sônia.pdf
Relações Humanas no Trabalho - Sônia.pdf
DIMENSÕES INTERPESSOAIS
INSTRUÇÕES
Leia atentamente cada item e marque na escala de 1 a 10, a posição que melhor
descreva a sua atuação real mais freqüente.
Nesta escala, 1 representa o MÍNIMO e 10 significa o MÁXIMO.
1. Habilidade de comunicar idéias de forma clara e precisa em situações individuais e
de grupo.
2. Habilidade de ouvir e compreender o que os outros dizem.
3. Habilidade de aceitar críticas sem fortes reações emocionais defensivas (tornando-se
hostil ou "fechando-se").
4. Habilidade de dar feedback aos outros de modo útil e construtivo.
5. Habilidade de percepção e consciência de necessidades, sentimentos e reações dos
outros.
6. Habilidade de reconhecer, diagnosticar e lidar com conflitos e hostilidade dos outros.
7. Habilidade de modificar o meu ponto de vista e comportamento no grupo em função
do feedback dos outros e dos objetivos a alcançar.
8. Tendência a procurar relacionamento mais próximo com as pessoas, dar e receber
afeto no seu grupo de trabalho.
Questões do questionário:
1.Comunicação efetiva
2.Saber ouvir
3.Reação o feedback
4.Expressão de feedback
DIMENSÕES INTERPESSOAIS:
Comunicação
Participação
Questões do questionário:
5. Sensibilidade
6. Lidar com conflito
7. Flexibilidade
8. Relacionamento próximo
Flexibilidade perceptiva e comportamental
●Procurar ver vários ângulos ou aspectos da
mesma situação e atuar de forma
diferenciada, não-rotineira, experimentando
novas condutas percebidas como
alternativas de ação.
●“PERCEBER O
QUE PODE
ESTAR
ACONTECENDO
EM NOSSO
REDOR”
Empatia
É a capacidade de um membro do grupo de
colocar-se no quadro lógico de referência de
outro membro do grupo e, portanto,
compreender seus pensamentos, sentimentos
ou comportamentos.
VAMOS TESTAR NOSSAS
COMPETÊNCIAS:
● DESENHEM UM CÍRCULO NO PAPEL
● DIVIDAM O CÍRCULO EM 4 COM UMA CRUZ BEM
GRANDE
● NUMEREM CADA PEDAÇO DE 01 A 04
● ESCREVAM NO PEDAÇO 1 : O MEU NOME
● DESENHEM 3 CRUZES DE TAMANHO DIFERENTES NO
PEDAÇO 2
● ESCREVAM NO PEDAÇO 3 COM NÚMEROS OU
PALAVRAS : SÉTIMO, OITAVO E NONO
CONTINUANDO ....
● ESCREVAM NO PEDAÇO 4 :ÁGUA E CAPIM
● FAÇAM UMA MARCA QUALQUER NA CRUZ MAIOR
● MARQUEM NO PEDAÇO 3 EM QUE MÊS A CEGONHA
CHEGA
● RESPONDAM NO PEDAÇO 4 : UM CAVALO ESTÁ
AMARRADO EM UMA ÁRVORE, MORTO DE FOME.
ALGUÉM CORTA A CORDA. PARA ONDE ELE VAI ?
O RESULTADO ....
●NO PEDAÇO 1 , VOCÊS ESCREVERAM
ALGO DIFERENTE DE “ O MEU NOME “
●QUAL A CRUZ QUE MARCARAM ? A QUE
DIVIDE O CÍRCULO EM QUATRO
PEDAÇOS ? ESSA É A MAIOR CRUZ !
●O QUE MARCARAM NO PEDAÇO 3?
●NONO ? ERRADO ... OU VOCÊS
ACREDITAM EM CEGONHA !
QUEREM CONTINUAR ?
●ALGUÉM MARCOU “ CAPIM “ NO PEDAÇO
4 ? ERRADO !!!
●CAVALO MORTO COME ALGUMA COISA ?
AS COMPETÊNCIAS INCLUEM :
● CONHECIMENTOS : INFORMAÇÕES ORGANIZADAS
SOBRE UM ASSUNTO
● HABILIDADES : DEMONSTRAÇÃO COMPORTAMENTAL
DO CONHECIMENTO
● PAPEL SOCIAL ( VALORES ) : FORMA COMO SE QUER
SER PERCEBIDO PELO OUTRO. REFLETE SEUS
VALORES, CRENÇAS E CONVICÇÕES QUE SÃO
IMPORTANTES PARA CADA UM.
● AUTO - IMAGEM : FORMA COMO SE PERCEBE
● MOTIVOS : PENSAMENTOS RECORRENTES VOLTADOS A
OBJETIVOS E INTERESSES CONSTANTES.
COMUNICAÇÃO NÃO EFICAZ
●1. Falta de Atenção:
●2. Preconceitos:
●3. Negativismo:
●4. Ataques Pessoais:
●5. Falar demasiadamente ou tecnicamente:
●6. Parcialidade:
●7. Impaciência/Desrespeito:
●8. Falta de humor:
●9. Questões polêmicas:
●10. Postura:
O QUE VOCÊ FAZ É O MAIS IMPORTANTE.
A COMUNICAÇÃO NÃO VERBAL É RESPONSÁVEL POR CERCA DE
90% DO IMPACTO DA COMUNICAÇÃO, ENTÃO O SEU
COMPORTAMENTO É A MENSAGEM MAIS PODEROSA QUE VOCÊ
PASSA PARA QUEM ESTÁ NA PLATÉIA.
SOMOS TODOS APRENDIZES.
“O APRENDER A VIVER É QUE É O VIVER MESMO... E VIVENDO
SE APRENDE... MAS O QUE SE APRENDE MAIS MESMO E SÓ A
FAZER MAIORES PERGUNTAS. MESTRE NÃO É QUEM SEMPRE
ENSINA, MAS QUEM DE REPENTE APRENDE.”
(GUIMARÃES ROSA)
EM SE TRATANDO DE
COMUNICAÇÃO,
●Algumas dicas importantes:
TODAS AS PERCEPÇÕES E MAPAS PODEM SER VÁLIDOS.
“CADA UM SÓ VÊ E ENTENDE AS COISAS DO SEU MODO.”
EXISTE UM VALOR INERENTE NO PONTO DE VISTA DE CADA
PARTICIPANTE.
CADA MEMBRO DO GRUPO É UM PROFESSOR.
TODOS SOMOS ALUNOS.
RESPEITE AS CRENÇAS E VALORES DE SEUS OUVINTES.
“PARA UMA TAREFA QUE SE QUER SEMPRE A
FERRAMENTA SE TEM".
VOCÊ TEM OS RECURSOS QUE PRECISA PARA ATINGIR SEUS
OBJETIVOS OU ENTÃO VOCÊ PODE CRIÁ-LOS.
A COMUNICAÇÃO É DEPENDENTE DO ESTADO
EMOCIONAL.
AS PESSOAS APRENDEM MAIS QUANDO ESTÃO EM UM BOM
ESTADO: CONFORTO, CALMA, CURIOSIDADE, DESAFIO, ALEGRIA
E ENTUSIASMO E EM UM AMBIENTE NO QUAL SE SENTEM
RESPEITADAS E BEM VINDAS. CRÍTICAS, COMPARAÇÕES,
SARCASMO E CINISMO ATRAPALHAM A COMUNICAÇÃO.
TODOS ESTÃO TORCENDO POR VOCÊ.
A MAIORIA DAS PESSOAS QUE ESTÃO LHE OUVINDO DESEJA
E ESPERA QUE VOCÊ SE SAIA BEM E ESTÁ DISPOSTA A RELEVAR
SUAS FALHAS, DESDE QUE VOCÊ SEJA GENTIL E SEM ARROGÂNCIA.
APRENDA COM FEEDBACK RECEBIDO E TAMBÉM A
DAR FEEDBACK.
RECEBA E DÊ FEEDBACK EM NÍVEL DE COMPORTAMENTO
E NÃO DE IDENTIDADE.
APONTE O QUE FOI BOM, O QUE PODE MELHORAR E QUAL
O GANHO DA MELHORA.
LINGUAGEM
CORPORAL
55%
PALAVRAS
7%
TOM DE VOZ
38%
OS 10 AUXILIARES LINGÜÍSTICOS
2- Cuidado com a palavra MAS que nega tudo que vem antes.
Por exemplo: “O Pedro é um rapaz inteligente, esforçado, mas...”
Substitua MAS por E quando indicado
1- Cuidado com a palavra NÃO, a frase que contém "não”, para ser
compreendida, traz à mente o que está junto com ela.
O “não” existe apenas na linguagem e não na experiência.
Por exemplo, pense em “não”... (não vem nada à mente).
Agora vou lhe pedir “não pense na cor vermelha”, eu pedi para você
não pensar no vermelho e você pensou.
Procure falar no positivo, o que você quer e não o que você não
quer.
4- Cuidado com as palavras DEVO, TENHO QUE ou
PRECISO, que pressupõem que algo externo controla sua vida.
Em vez delas use QUERO, DECIDO, VOU.
3- Cuidado com a palavra TENTAR que pressupõe a possibilidade
de falha.
Por exemplo: “vou tentar encontrar com você amanhã às 8 horas”.
Tenho grande chance de não ir, pois, vou “tentar”.
Evite “tentar”, FAÇA.
6- Fale dos problemas ou descrições negativas de si mesmo,
utilizando o tempo do verbo no passado ou
acrescente AINDA
(que pressupõe que vai mudar). Isto libera o presente.
Por exemplo: Em vez de eu tenho dificuldade de fazer isso, diga
“EU TINHA DIFICULDADE”.
5- Cuidado com NÃO POSSO ou NÃO CONSIGO que dão a
idéia de incapacidade pessoal.
Use NÃO QUERO ou NÃO PODIA,
NÃO CONSEGUIA, que pressupõe que vai poder ou conseguir.
8- Substitua SE por QUANDO.
Por exemplo: em vez de falar:
“se eu conseguir ganhar dinheiro eu vou viajar”,
fale “quando eu conseguir ganhar dinheiro
eu vou viajar”.
7- Fale das mudanças desejadas para o futuro utilizando o tempo
do verbo no presente.
Por exemplo, em vez de dizer “vou conseguir”,
diga “estou conseguindo
9- Substitua ESPERO por SEI.
Por exemplo, em vez de falar, “eu espero aprender isso”,
fale: "eu sei que eu vou aprender isso”. “ESPERAR”
suscita dúvidas e enfraquece a linguagem.
10-Substitua o CONDICIONAL pelo PRESENTE.
Por exemplo, em vez de dizer
“eu gostaria de agradecer a presença de vocês”, diga
“eu agradeço a presença de vocês.
O verbo no presente fica mais concreto e mais forte.
FEEDBACK (Moscovici, 1997):
●É uma comunicação a uma pessoa ou grupo
no sentido de fornecer-lhes informação sobre
como sua atuação está afetando outras
pessoas. Ajuda o indivíduo ou grupo a
melhorar o seu desempenho.
Para que o processo de feedback
seja útil, ele precisa ser:
●Descritivo (relato de um evento) ao invés de
avaliativo, não julgar
●Específico ao invés de geral, ex.: “Nesta
reunião você não ouviu a opinião dos demais”
Compatível com as necessidades de ambos:
comunicador e receptor
Processo de feedback
●Dirigidos para comportamentos possíveis de
mudança
●Solicitado ao invés de imposto
●Oportuno: mais próximo possível do
comportamento em questão
Processo de feedback
●Esclarecido: receptor pode repetir o feedback
para ver se corresponde ao que comunicador
quis dizer
Por que é difícil receber feedback?
●É difícil aceitar nossas ineficiências e ainda
mais admiti-las para os outros, publicamente
Por que é difícil dar feedback?
●Podemos temer a reação dos outros
●Por temer que feedback seja mal interpretado
Como superar as dificuldades?
●Estabelecer uma relação de confiança
●Reconhecer que o feedback é um processo
de exame conjunto
●Aprender a ouvir feedback sem reações
ou conotações emocionais intensas
●Aprender a dar feedback sem reações ou
conotações emocionais intensas
Exemplos:
●João você está se opondo a tudo o que
Henrique está sugerindo hoje.
●João você está negativista e contrariando
Henrique o tempo todo.
●Mauro você é muito rude e quer ser sempre
o centro das atenções
●Mauro você falou mais do que todos neste
assunto. Várias vezes você cortou a palavra
dos outros antes de acabarem de falar
Exercício solicitação de feedback
1.Eu participo bastante das atividades do grupo?
2.Eu ouço de forma atenta o que os outros
dizem?
3.Eu costumo revelar claramente o que penso?
4.Eu costumo revelar claramente o que sinto?
5.Eu aceito pontos de vistas contrários ao meu?
A palavra mais importante: "NÓS"
RELAÇÕES HUMANAS NO
TRABALHO
As seis palavras mais importantes: “ADMITO QUE O
ERRO FOI MEU”
As cinco palavras mais importantes: “VOCÊ FEZ UM
BOM TRABALHO”
As quatro palavras mais importantes: “QUAL A
SUA OPINIÃO”
As três palavras mais importantes: “FAÇA O
FAVOR”
As duas palavras mais importantes: "MUITO
OBRIGADO"

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

O Corpo Fala
O Corpo FalaO Corpo Fala
O Corpo Fala
Amanda Martinez
 
A importância da inteligência emocional no trabalho
A importância da inteligência emocional no trabalhoA importância da inteligência emocional no trabalho
A importância da inteligência emocional no trabalho
inovaDay .
 
Relações Interpessoais: Trabalho em Equipe
Relações Interpessoais: Trabalho em EquipeRelações Interpessoais: Trabalho em Equipe
Relações Interpessoais: Trabalho em Equipe
Rosangella Bermanelly
 
comunicacao_nao_violenta_apresentacao_maringa.pdf
comunicacao_nao_violenta_apresentacao_maringa.pdfcomunicacao_nao_violenta_apresentacao_maringa.pdf
comunicacao_nao_violenta_apresentacao_maringa.pdf
amandafonseca74
 
Inteligência Emocional
Inteligência EmocionalInteligência Emocional
Inteligência Emocional
Doug Caesar
 
Habilidades sociais
Habilidades sociaisHabilidades sociais
Habilidades sociais
ProfessorRogerioSant
 
Saúde mental e trabalho
Saúde mental e trabalhoSaúde mental e trabalho
Saúde mental e trabalho
Oficina Psicologia
 
Aula: Perfil Comportamental
Aula: Perfil ComportamentalAula: Perfil Comportamental
Aula: Perfil Comportamental
televisita
 
Comportamento Organizacional 2
Comportamento Organizacional 2Comportamento Organizacional 2
Comportamento Organizacional 2
Tajra Assessoria Educacional Ltda
 
Psicologia Organizacional e do trabalho
Psicologia Organizacional e do trabalhoPsicologia Organizacional e do trabalho
Psicologia Organizacional e do trabalho
Fabianasantoss
 
A morte e o morrer! ( Leonardo Pereira).
A morte e o morrer! ( Leonardo Pereira). A morte e o morrer! ( Leonardo Pereira).
A morte e o morrer! ( Leonardo Pereira).
Leonardo Pereira
 
Comunicação interpessoal comunicação assertiva
Comunicação interpessoal comunicação assertivaComunicação interpessoal comunicação assertiva
Comunicação interpessoal comunicação assertiva
Beatriz123Letras
 
Inteligência emocional
Inteligência emocionalInteligência emocional
Inteligência emocional
Filipa Viveiros
 
Comunicação nas relações interpessoais
Comunicação nas relações interpessoaisComunicação nas relações interpessoais
Comunicação nas relações interpessoais
Falarte
 
Teoria e técnica de dinâmica de grupo
Teoria e técnica de dinâmica de grupoTeoria e técnica de dinâmica de grupo
Teoria e técnica de dinâmica de grupo
Silvio Custódio Souza Júnior
 
Inteligencia emocional no trabalho
Inteligencia emocional no trabalhoInteligencia emocional no trabalho
Inteligencia emocional no trabalho
Celso Stumpo de Oliveira
 
Palestra "Gratidão"
Palestra "Gratidão"Palestra "Gratidão"
Palestra "Gratidão"
Cleuta Fraga
 
Inteligência emocional
Inteligência emocionalInteligência emocional
Inteligência emocional
Viviane Gonçalves
 
Emoções
EmoçõesEmoções
Emoções
Robson Barcelos
 
O trabalho como fator motivacional
O trabalho como fator motivacionalO trabalho como fator motivacional
O trabalho como fator motivacional
Helena Will
 

Mais procurados (20)

O Corpo Fala
O Corpo FalaO Corpo Fala
O Corpo Fala
 
A importância da inteligência emocional no trabalho
A importância da inteligência emocional no trabalhoA importância da inteligência emocional no trabalho
A importância da inteligência emocional no trabalho
 
Relações Interpessoais: Trabalho em Equipe
Relações Interpessoais: Trabalho em EquipeRelações Interpessoais: Trabalho em Equipe
Relações Interpessoais: Trabalho em Equipe
 
comunicacao_nao_violenta_apresentacao_maringa.pdf
comunicacao_nao_violenta_apresentacao_maringa.pdfcomunicacao_nao_violenta_apresentacao_maringa.pdf
comunicacao_nao_violenta_apresentacao_maringa.pdf
 
Inteligência Emocional
Inteligência EmocionalInteligência Emocional
Inteligência Emocional
 
Habilidades sociais
Habilidades sociaisHabilidades sociais
Habilidades sociais
 
Saúde mental e trabalho
Saúde mental e trabalhoSaúde mental e trabalho
Saúde mental e trabalho
 
Aula: Perfil Comportamental
Aula: Perfil ComportamentalAula: Perfil Comportamental
Aula: Perfil Comportamental
 
Comportamento Organizacional 2
Comportamento Organizacional 2Comportamento Organizacional 2
Comportamento Organizacional 2
 
Psicologia Organizacional e do trabalho
Psicologia Organizacional e do trabalhoPsicologia Organizacional e do trabalho
Psicologia Organizacional e do trabalho
 
A morte e o morrer! ( Leonardo Pereira).
A morte e o morrer! ( Leonardo Pereira). A morte e o morrer! ( Leonardo Pereira).
A morte e o morrer! ( Leonardo Pereira).
 
Comunicação interpessoal comunicação assertiva
Comunicação interpessoal comunicação assertivaComunicação interpessoal comunicação assertiva
Comunicação interpessoal comunicação assertiva
 
Inteligência emocional
Inteligência emocionalInteligência emocional
Inteligência emocional
 
Comunicação nas relações interpessoais
Comunicação nas relações interpessoaisComunicação nas relações interpessoais
Comunicação nas relações interpessoais
 
Teoria e técnica de dinâmica de grupo
Teoria e técnica de dinâmica de grupoTeoria e técnica de dinâmica de grupo
Teoria e técnica de dinâmica de grupo
 
Inteligencia emocional no trabalho
Inteligencia emocional no trabalhoInteligencia emocional no trabalho
Inteligencia emocional no trabalho
 
Palestra "Gratidão"
Palestra "Gratidão"Palestra "Gratidão"
Palestra "Gratidão"
 
Inteligência emocional
Inteligência emocionalInteligência emocional
Inteligência emocional
 
Emoções
EmoçõesEmoções
Emoções
 
O trabalho como fator motivacional
O trabalho como fator motivacionalO trabalho como fator motivacional
O trabalho como fator motivacional
 

Semelhante a Relações Humanas no Trabalho - Sônia.pdf

1202661643 janine kieling_monteiro
1202661643 janine kieling_monteiro1202661643 janine kieling_monteiro
1202661643 janine kieling_monteiro
cleusa_1968
 
Rit relaçoes interpessoais
Rit relaçoes interpessoaisRit relaçoes interpessoais
Rit relaçoes interpessoais
Paulo Ramos
 
Rit relaçoes interpessoais
Rit relaçoes interpessoaisRit relaçoes interpessoais
Rit relaçoes interpessoais
Paulo Ramos
 
slide sescoop
slide sescoop slide sescoop
slide sescoop
elisabatista7
 
Dicas para melhorar o relacionamento interpessoal
Dicas para melhorar o relacionamento interpessoalDicas para melhorar o relacionamento interpessoal
Dicas para melhorar o relacionamento interpessoal
Karol Oliveira
 
Comunicacao e feedback
Comunicacao e feedbackComunicacao e feedback
Comunicacao e feedback
Claudia Hofart Guzzo
 
27022015112643.ppt
27022015112643.ppt27022015112643.ppt
27022015112643.ppt
EdnaBaslio
 
Fomentar a Cultura feedback
Fomentar a Cultura feedbackFomentar a Cultura feedback
Fomentar a Cultura feedback
Mayra de Souza
 
Cultura feedback
Cultura feedbackCultura feedback
Cultura feedback
Mayra de Souza
 
gestão de comunicação
gestão de comunicaçãogestão de comunicação
gestão de comunicação
Sergio Padua
 
Relacionalmento interpessoal
Relacionalmento interpessoalRelacionalmento interpessoal
Relacionalmento interpessoal
Leandro Lopes
 
Relacionamento Interpessoal
Relacionamento Interpessoal Relacionamento Interpessoal
Relacionamento Interpessoal
Carmen Pinto
 
Documento de ma (4)
Documento de ma (4)Documento de ma (4)
Documento de ma (4)
Renata Duarte
 
Relacionamento interpessoal
Relacionamento interpessoalRelacionamento interpessoal
Relacionamento interpessoal
Alexandre Siqueira
 
Autoconhecimento- Encontro formativo BNCC lagedo.pptx
Autoconhecimento- Encontro formativo BNCC  lagedo.pptxAutoconhecimento- Encontro formativo BNCC  lagedo.pptx
Autoconhecimento- Encontro formativo BNCC lagedo.pptx
AuriceliaRosa
 
RELAÇÕES INTERPESSOAIS.pdf
RELAÇÕES INTERPESSOAIS.pdfRELAÇÕES INTERPESSOAIS.pdf
RELAÇÕES INTERPESSOAIS.pdf
KellyCristianyRodrig
 
Solucoes essenciais-desafios-gerenciais
Solucoes essenciais-desafios-gerenciaisSolucoes essenciais-desafios-gerenciais
Solucoes essenciais-desafios-gerenciais
Nazareno P. Silva
 
Mbm qualidade no-atendimento
Mbm qualidade no-atendimentoMbm qualidade no-atendimento
Mbm qualidade no-atendimento
ajspires79
 
Aula 02 auxiliar de escritório
Aula 02 auxiliar de escritórioAula 02 auxiliar de escritório
Aula 02 auxiliar de escritório
Homero Alves de Lima
 
2020 07 -_arley_perfis_comportamentais
2020 07 -_arley_perfis_comportamentais2020 07 -_arley_perfis_comportamentais
2020 07 -_arley_perfis_comportamentais
Thayane Victoriano
 

Semelhante a Relações Humanas no Trabalho - Sônia.pdf (20)

1202661643 janine kieling_monteiro
1202661643 janine kieling_monteiro1202661643 janine kieling_monteiro
1202661643 janine kieling_monteiro
 
Rit relaçoes interpessoais
Rit relaçoes interpessoaisRit relaçoes interpessoais
Rit relaçoes interpessoais
 
Rit relaçoes interpessoais
Rit relaçoes interpessoaisRit relaçoes interpessoais
Rit relaçoes interpessoais
 
slide sescoop
slide sescoop slide sescoop
slide sescoop
 
Dicas para melhorar o relacionamento interpessoal
Dicas para melhorar o relacionamento interpessoalDicas para melhorar o relacionamento interpessoal
Dicas para melhorar o relacionamento interpessoal
 
Comunicacao e feedback
Comunicacao e feedbackComunicacao e feedback
Comunicacao e feedback
 
27022015112643.ppt
27022015112643.ppt27022015112643.ppt
27022015112643.ppt
 
Fomentar a Cultura feedback
Fomentar a Cultura feedbackFomentar a Cultura feedback
Fomentar a Cultura feedback
 
Cultura feedback
Cultura feedbackCultura feedback
Cultura feedback
 
gestão de comunicação
gestão de comunicaçãogestão de comunicação
gestão de comunicação
 
Relacionalmento interpessoal
Relacionalmento interpessoalRelacionalmento interpessoal
Relacionalmento interpessoal
 
Relacionamento Interpessoal
Relacionamento Interpessoal Relacionamento Interpessoal
Relacionamento Interpessoal
 
Documento de ma (4)
Documento de ma (4)Documento de ma (4)
Documento de ma (4)
 
Relacionamento interpessoal
Relacionamento interpessoalRelacionamento interpessoal
Relacionamento interpessoal
 
Autoconhecimento- Encontro formativo BNCC lagedo.pptx
Autoconhecimento- Encontro formativo BNCC  lagedo.pptxAutoconhecimento- Encontro formativo BNCC  lagedo.pptx
Autoconhecimento- Encontro formativo BNCC lagedo.pptx
 
RELAÇÕES INTERPESSOAIS.pdf
RELAÇÕES INTERPESSOAIS.pdfRELAÇÕES INTERPESSOAIS.pdf
RELAÇÕES INTERPESSOAIS.pdf
 
Solucoes essenciais-desafios-gerenciais
Solucoes essenciais-desafios-gerenciaisSolucoes essenciais-desafios-gerenciais
Solucoes essenciais-desafios-gerenciais
 
Mbm qualidade no-atendimento
Mbm qualidade no-atendimentoMbm qualidade no-atendimento
Mbm qualidade no-atendimento
 
Aula 02 auxiliar de escritório
Aula 02 auxiliar de escritórioAula 02 auxiliar de escritório
Aula 02 auxiliar de escritório
 
2020 07 -_arley_perfis_comportamentais
2020 07 -_arley_perfis_comportamentais2020 07 -_arley_perfis_comportamentais
2020 07 -_arley_perfis_comportamentais
 

Relações Humanas no Trabalho - Sônia.pdf

  • 2. Conceito de Relações Humanas ●As relações humanas ocorrem em decorrência do processo de interação. ●Em situações de trabalho, compartilhadas por duas ou mais pessoas, há atividades a serem executadas, bem como interações e sentimentos recomendados: comunicação, cooperação, respeito, amizade.
  • 3. Competência técnica ≠ Competência interpessoal ●Competência interpessoal é habilidade de lidar eficazmente com outras pessoas de forma adequada às necessidades de cada uma e à exigência da situação (Moscovici, 1997). Envolve desenvolver: ●autopercepção e autoconhecimento ●flexibilidade perceptiva e comportamental ●feedback
  • 4. Autopercepção Autoconhecimento ●Autopercepção envolve identificar e analisar crenças, atitudes, sentimentos e valores pessoais. ●Autoconhecimento só pode ser obtido com a ajuda dos outros, por meio de informações, opiniões a meu respeito.
  • 7. DIMENSÕES INTERPESSOAIS INSTRUÇÕES Leia atentamente cada item e marque na escala de 1 a 10, a posição que melhor descreva a sua atuação real mais freqüente. Nesta escala, 1 representa o MÍNIMO e 10 significa o MÁXIMO. 1. Habilidade de comunicar idéias de forma clara e precisa em situações individuais e de grupo. 2. Habilidade de ouvir e compreender o que os outros dizem. 3. Habilidade de aceitar críticas sem fortes reações emocionais defensivas (tornando-se hostil ou "fechando-se"). 4. Habilidade de dar feedback aos outros de modo útil e construtivo. 5. Habilidade de percepção e consciência de necessidades, sentimentos e reações dos outros. 6. Habilidade de reconhecer, diagnosticar e lidar com conflitos e hostilidade dos outros. 7. Habilidade de modificar o meu ponto de vista e comportamento no grupo em função do feedback dos outros e dos objetivos a alcançar. 8. Tendência a procurar relacionamento mais próximo com as pessoas, dar e receber afeto no seu grupo de trabalho.
  • 8. Questões do questionário: 1.Comunicação efetiva 2.Saber ouvir 3.Reação o feedback 4.Expressão de feedback DIMENSÕES INTERPESSOAIS: Comunicação
  • 9. Participação Questões do questionário: 5. Sensibilidade 6. Lidar com conflito 7. Flexibilidade 8. Relacionamento próximo
  • 10. Flexibilidade perceptiva e comportamental ●Procurar ver vários ângulos ou aspectos da mesma situação e atuar de forma diferenciada, não-rotineira, experimentando novas condutas percebidas como alternativas de ação.
  • 12. Empatia É a capacidade de um membro do grupo de colocar-se no quadro lógico de referência de outro membro do grupo e, portanto, compreender seus pensamentos, sentimentos ou comportamentos.
  • 13. VAMOS TESTAR NOSSAS COMPETÊNCIAS: ● DESENHEM UM CÍRCULO NO PAPEL ● DIVIDAM O CÍRCULO EM 4 COM UMA CRUZ BEM GRANDE ● NUMEREM CADA PEDAÇO DE 01 A 04 ● ESCREVAM NO PEDAÇO 1 : O MEU NOME ● DESENHEM 3 CRUZES DE TAMANHO DIFERENTES NO PEDAÇO 2 ● ESCREVAM NO PEDAÇO 3 COM NÚMEROS OU PALAVRAS : SÉTIMO, OITAVO E NONO
  • 14. CONTINUANDO .... ● ESCREVAM NO PEDAÇO 4 :ÁGUA E CAPIM ● FAÇAM UMA MARCA QUALQUER NA CRUZ MAIOR ● MARQUEM NO PEDAÇO 3 EM QUE MÊS A CEGONHA CHEGA ● RESPONDAM NO PEDAÇO 4 : UM CAVALO ESTÁ AMARRADO EM UMA ÁRVORE, MORTO DE FOME. ALGUÉM CORTA A CORDA. PARA ONDE ELE VAI ?
  • 15. O RESULTADO .... ●NO PEDAÇO 1 , VOCÊS ESCREVERAM ALGO DIFERENTE DE “ O MEU NOME “ ●QUAL A CRUZ QUE MARCARAM ? A QUE DIVIDE O CÍRCULO EM QUATRO PEDAÇOS ? ESSA É A MAIOR CRUZ ! ●O QUE MARCARAM NO PEDAÇO 3? ●NONO ? ERRADO ... OU VOCÊS ACREDITAM EM CEGONHA !
  • 16. QUEREM CONTINUAR ? ●ALGUÉM MARCOU “ CAPIM “ NO PEDAÇO 4 ? ERRADO !!! ●CAVALO MORTO COME ALGUMA COISA ?
  • 17. AS COMPETÊNCIAS INCLUEM : ● CONHECIMENTOS : INFORMAÇÕES ORGANIZADAS SOBRE UM ASSUNTO ● HABILIDADES : DEMONSTRAÇÃO COMPORTAMENTAL DO CONHECIMENTO ● PAPEL SOCIAL ( VALORES ) : FORMA COMO SE QUER SER PERCEBIDO PELO OUTRO. REFLETE SEUS VALORES, CRENÇAS E CONVICÇÕES QUE SÃO IMPORTANTES PARA CADA UM. ● AUTO - IMAGEM : FORMA COMO SE PERCEBE ● MOTIVOS : PENSAMENTOS RECORRENTES VOLTADOS A OBJETIVOS E INTERESSES CONSTANTES.
  • 18. COMUNICAÇÃO NÃO EFICAZ ●1. Falta de Atenção: ●2. Preconceitos: ●3. Negativismo: ●4. Ataques Pessoais: ●5. Falar demasiadamente ou tecnicamente: ●6. Parcialidade: ●7. Impaciência/Desrespeito: ●8. Falta de humor: ●9. Questões polêmicas: ●10. Postura:
  • 19. O QUE VOCÊ FAZ É O MAIS IMPORTANTE. A COMUNICAÇÃO NÃO VERBAL É RESPONSÁVEL POR CERCA DE 90% DO IMPACTO DA COMUNICAÇÃO, ENTÃO O SEU COMPORTAMENTO É A MENSAGEM MAIS PODEROSA QUE VOCÊ PASSA PARA QUEM ESTÁ NA PLATÉIA. SOMOS TODOS APRENDIZES. “O APRENDER A VIVER É QUE É O VIVER MESMO... E VIVENDO SE APRENDE... MAS O QUE SE APRENDE MAIS MESMO E SÓ A FAZER MAIORES PERGUNTAS. MESTRE NÃO É QUEM SEMPRE ENSINA, MAS QUEM DE REPENTE APRENDE.” (GUIMARÃES ROSA)
  • 20. EM SE TRATANDO DE COMUNICAÇÃO, ●Algumas dicas importantes: TODAS AS PERCEPÇÕES E MAPAS PODEM SER VÁLIDOS. “CADA UM SÓ VÊ E ENTENDE AS COISAS DO SEU MODO.” EXISTE UM VALOR INERENTE NO PONTO DE VISTA DE CADA PARTICIPANTE. CADA MEMBRO DO GRUPO É UM PROFESSOR. TODOS SOMOS ALUNOS. RESPEITE AS CRENÇAS E VALORES DE SEUS OUVINTES.
  • 21. “PARA UMA TAREFA QUE SE QUER SEMPRE A FERRAMENTA SE TEM". VOCÊ TEM OS RECURSOS QUE PRECISA PARA ATINGIR SEUS OBJETIVOS OU ENTÃO VOCÊ PODE CRIÁ-LOS. A COMUNICAÇÃO É DEPENDENTE DO ESTADO EMOCIONAL. AS PESSOAS APRENDEM MAIS QUANDO ESTÃO EM UM BOM ESTADO: CONFORTO, CALMA, CURIOSIDADE, DESAFIO, ALEGRIA E ENTUSIASMO E EM UM AMBIENTE NO QUAL SE SENTEM RESPEITADAS E BEM VINDAS. CRÍTICAS, COMPARAÇÕES, SARCASMO E CINISMO ATRAPALHAM A COMUNICAÇÃO.
  • 22. TODOS ESTÃO TORCENDO POR VOCÊ. A MAIORIA DAS PESSOAS QUE ESTÃO LHE OUVINDO DESEJA E ESPERA QUE VOCÊ SE SAIA BEM E ESTÁ DISPOSTA A RELEVAR SUAS FALHAS, DESDE QUE VOCÊ SEJA GENTIL E SEM ARROGÂNCIA. APRENDA COM FEEDBACK RECEBIDO E TAMBÉM A DAR FEEDBACK. RECEBA E DÊ FEEDBACK EM NÍVEL DE COMPORTAMENTO E NÃO DE IDENTIDADE. APONTE O QUE FOI BOM, O QUE PODE MELHORAR E QUAL O GANHO DA MELHORA.
  • 24. OS 10 AUXILIARES LINGÜÍSTICOS 2- Cuidado com a palavra MAS que nega tudo que vem antes. Por exemplo: “O Pedro é um rapaz inteligente, esforçado, mas...” Substitua MAS por E quando indicado 1- Cuidado com a palavra NÃO, a frase que contém "não”, para ser compreendida, traz à mente o que está junto com ela. O “não” existe apenas na linguagem e não na experiência. Por exemplo, pense em “não”... (não vem nada à mente). Agora vou lhe pedir “não pense na cor vermelha”, eu pedi para você não pensar no vermelho e você pensou. Procure falar no positivo, o que você quer e não o que você não quer.
  • 25. 4- Cuidado com as palavras DEVO, TENHO QUE ou PRECISO, que pressupõem que algo externo controla sua vida. Em vez delas use QUERO, DECIDO, VOU. 3- Cuidado com a palavra TENTAR que pressupõe a possibilidade de falha. Por exemplo: “vou tentar encontrar com você amanhã às 8 horas”. Tenho grande chance de não ir, pois, vou “tentar”. Evite “tentar”, FAÇA.
  • 26. 6- Fale dos problemas ou descrições negativas de si mesmo, utilizando o tempo do verbo no passado ou acrescente AINDA (que pressupõe que vai mudar). Isto libera o presente. Por exemplo: Em vez de eu tenho dificuldade de fazer isso, diga “EU TINHA DIFICULDADE”. 5- Cuidado com NÃO POSSO ou NÃO CONSIGO que dão a idéia de incapacidade pessoal. Use NÃO QUERO ou NÃO PODIA, NÃO CONSEGUIA, que pressupõe que vai poder ou conseguir.
  • 27. 8- Substitua SE por QUANDO. Por exemplo: em vez de falar: “se eu conseguir ganhar dinheiro eu vou viajar”, fale “quando eu conseguir ganhar dinheiro eu vou viajar”. 7- Fale das mudanças desejadas para o futuro utilizando o tempo do verbo no presente. Por exemplo, em vez de dizer “vou conseguir”, diga “estou conseguindo
  • 28. 9- Substitua ESPERO por SEI. Por exemplo, em vez de falar, “eu espero aprender isso”, fale: "eu sei que eu vou aprender isso”. “ESPERAR” suscita dúvidas e enfraquece a linguagem. 10-Substitua o CONDICIONAL pelo PRESENTE. Por exemplo, em vez de dizer “eu gostaria de agradecer a presença de vocês”, diga “eu agradeço a presença de vocês. O verbo no presente fica mais concreto e mais forte.
  • 29. FEEDBACK (Moscovici, 1997): ●É uma comunicação a uma pessoa ou grupo no sentido de fornecer-lhes informação sobre como sua atuação está afetando outras pessoas. Ajuda o indivíduo ou grupo a melhorar o seu desempenho.
  • 30. Para que o processo de feedback seja útil, ele precisa ser: ●Descritivo (relato de um evento) ao invés de avaliativo, não julgar ●Específico ao invés de geral, ex.: “Nesta reunião você não ouviu a opinião dos demais” Compatível com as necessidades de ambos: comunicador e receptor
  • 31. Processo de feedback ●Dirigidos para comportamentos possíveis de mudança ●Solicitado ao invés de imposto ●Oportuno: mais próximo possível do comportamento em questão
  • 32. Processo de feedback ●Esclarecido: receptor pode repetir o feedback para ver se corresponde ao que comunicador quis dizer
  • 33. Por que é difícil receber feedback? ●É difícil aceitar nossas ineficiências e ainda mais admiti-las para os outros, publicamente Por que é difícil dar feedback? ●Podemos temer a reação dos outros ●Por temer que feedback seja mal interpretado
  • 34. Como superar as dificuldades? ●Estabelecer uma relação de confiança ●Reconhecer que o feedback é um processo de exame conjunto ●Aprender a ouvir feedback sem reações ou conotações emocionais intensas ●Aprender a dar feedback sem reações ou conotações emocionais intensas
  • 35. Exemplos: ●João você está se opondo a tudo o que Henrique está sugerindo hoje. ●João você está negativista e contrariando Henrique o tempo todo.
  • 36. ●Mauro você é muito rude e quer ser sempre o centro das atenções ●Mauro você falou mais do que todos neste assunto. Várias vezes você cortou a palavra dos outros antes de acabarem de falar
  • 37. Exercício solicitação de feedback 1.Eu participo bastante das atividades do grupo? 2.Eu ouço de forma atenta o que os outros dizem? 3.Eu costumo revelar claramente o que penso? 4.Eu costumo revelar claramente o que sinto? 5.Eu aceito pontos de vistas contrários ao meu?
  • 38. A palavra mais importante: "NÓS" RELAÇÕES HUMANAS NO TRABALHO As seis palavras mais importantes: “ADMITO QUE O ERRO FOI MEU” As cinco palavras mais importantes: “VOCÊ FEZ UM BOM TRABALHO” As quatro palavras mais importantes: “QUAL A SUA OPINIÃO” As três palavras mais importantes: “FAÇA O FAVOR” As duas palavras mais importantes: "MUITO OBRIGADO"