SlideShare uma empresa Scribd logo
1
Não se verificam duas desencarnações rigorosamente iguais.
O plano impressivo depende da posição espiritual de cada um.
André Luiz – Obreiros da Vida Eterna – Cap. 15 – Aprendendo sempre
O Despertar da
Consciência no Além
Túmulo
O processo da Desencarnação
OS ESTÁGIOS DO PROCESSO DO DOENTE TERMINAL/PROVACIONAL
Negação/Raiva/Negociação/Interiorização/Aceitação
OS ESTADOS EMOCIONAIS DO DOENTE TERMINAL
Dúvida/Desespero/Apego/Impaciência/Orgulho/Abandono
A FAMÍLIA E O DOENTE TERMINAL/ O CUIDADOR
Papel/Enfrentamento/Cuidados Paliativos/Doação dos Órgãos
A CRIANÇA PERANTE A MORTE
Perante a Morte de Outros/Perante a Morte dela mesmo
O IDOSO PERANTE A MORTE
Perante a Morte de Outros/Perante a Morte dele mesmo
O LUTO
Luto x Depressão / As Fases do Luto
O PROCESSO DE DESENCARNE E O DESPERTAR DA CONSCIÊNCIA
Missões de Assistência/Quebra das Imantações/O Velório/O Cemitério/ No Plano
Espiritual
A
Vida
e
o
Viver
-
TEMAS
TODOS OS HOMENS NA TERRA são chamados a esse testemunho, o da
TEMPORÁRIA DESPEDIDA. Considera, portanto, a IMPERIOSA
NECESSIDADE DE PENSAR NESSA INJUNÇÃO e deixa que a reflexão sobre
a Morte faça parte do teu programa de assuntos mentais, com que te
armarás, desde já para o retorno, ou para enfrentar em paz a partida dos
teus amores.
Joanna de Angelis – Sementes de Vida Eterna – Cap. 56
Despertar da Consciência no Além Túmulo – Alerta
Despertar da Consciência no Além Túmulo – O Que é a Morte
A morte não seria problema se fosse o fim. É
problema grave porque significa vida, recomeço e
atividade nova.
A morte é a curva da estrada,
Morrer é só não ser visto.
Invisibilidade não significa ausência.
Fernando Pessoa – Poesias: Pag. 142: A Morte é um caminho (23/05/1932)
Eurípedes Barsanulfo - Eurípedes – O Homem e a Missão: Cap. 23
Primeira mensagem transmitida à Francisco Cândido Xavier, em 30/04/1950
Emmanuel – Deus Conosco – item 336
morte # desaparecer
morte # ausência
morte # desencarnar
DESENCARNAÇÃO É LIBERTAÇÃO
DA ALMA, morte é outra coisa.
Morte constitui cessação da vida,
apodrecimento, bolor.
Despertar da Consciência no Além Túmulo – O Que é a Morte
André Luiz – Estude e Viva – Cap. 26 – Mortos Voluntários
A Vida são os atos que amealhamos nos cofres da consciência e os sentimentos que armazenamos nos
depósitos profundos do ser.
A morte é o acordar para as realidades a que nos imantamos durante a jornada material.
João Cleófas – Intercâmbio Mediúnico – Cap. 7 – Coerência entre Pensamento e Ação
Quando o corpo, inerte, expira,
Notamos, amargamente,
Quanta gente na mentira,
Quanta mentira na gente.
Antologia dos Imortais – Cap. 25 – Quadras (1962)
Não há tristeza no mundo
que se compare à tristeza
dos olhos de um moribundo
fitando uma vela acesa...
Meus Irmãos, os Trovadores - Trova 138 (1934)
Américo Falcão
1880/1942 – João Pessoa/Paraíba
Poeta, jornalista, advogado
Despertar da Consciência no Além Túmulo – O Que é a Morte
Encarnado
Desencarnado
Parnaso de Além-Túmulo – Cap. 11 – Fatalidade (1932)
Crê-se na Morte o Nada, e, todavia,
A Morte é a própria Vida ativa e intensa,
Fim de toda a amargura da descrença,
Onde a grande certeza principia.
Antero de Quental
1842/1891 – Portugal/Portugal
Poeta, escritor
Despertar da Consciência no Além Túmulo – O Que é a Morte
Os que amei, onde estão? Idos, dispersos,
arrastados no giro dos tufões,
Levados, como em sonho, entre visões,
Na fuga, no ruir dos universos...
Sonetos – Com os Mortos (1861)
Encarnado
Desencarnado
Despertar da Consciência no Além Túmulo – O Temor da Morte
O instinto de
conservação da
vida
Predominância da
Natureza Animal
Temporário olvido
da vida espiritual
Receio de
aniquilamento da
vida
Terrorismo do
modo de vida após
a morte
Insuficiência de
conhecimento
sobre a Vida Futura
Marketing negativo
da Morte/Velório/
Enterro/Cemitério
Censura às
comunicações
entre mortos e
vivos
Apego as Coisas
e/ou Pessoas
Temor de Você / do
que Fez e/ou do
que Não Fez
Despertar da Consciência no Além Túmulo – O Processo
Não se verificam duas desencarnações rigorosamente
iguais. O plano impressivo depende da posição espiritual de
cada um.
Não há mortes iguais.
Tendo-se em conta as conquistas morais de cada pessoa, os
requisitos espirituais que a cada qual tipificam, os apegos ou
não à matéria, as fixações e jogos de interesse, as
dependências físicas e mentais, a desencarnação varia de um
a outro homem, que experimenta perturbação
correspondente, em tempo, ao estado íntimo em que se situa.
André Luiz – Obreiros da Vida Eterna – Cap. 15 – Aprendendo sempre
Manoel Philomeno de Miranda – Nas Fronteiras da Loucura – Cap. 10
Despertar da Consciência no Além Túmulo – Os Casos
Espírita
Médium atuante
Familiares despreparados
DIMAS
FÁBIO Espiritualista
Cristão atuante
Familiares preparados
CAVALCANTE Católico
Sem amparo familiar
ADELAIDE
Espírita
Dirigente de Centro Espírita
Companheiros despreparados
ALBINA Protestante
Extensão de Vida - intercessão
OBREIROS
DA
VIDA
ETERNA
Obreiros da Vida Eterna – Cap. 11
Despertar da Consciência no Além Túmulo – As Fases
Missões de
Assistência
Quebra de
Imantações
Desencarne/
Eutanásia
Velório
Enterro/
Cemitério
No Plano
Espiritual
OBREIROS
DA
VIDA
ETERNA
DIMAS
Espírita /Médium atuante /Familiares despreparados.
FÁBIO
Espiritualista /Cristão atuante /Familiares preparados
CAVALCANTE
Católico / Sem amparo familiar / Eutanásia
ADELAIDE
Espírita / Dirigente de Centro Espírita / Companheiros
despreparados
ALBINA
Protestante / Extensão de Vida - intercessão
Missões de
Assistência
Quebra de
Imantações
O Desencarne/
A Eutanásia
O Velório
O Enterro/
Cemitério
No Plano
Espiritual
F
A
S
E
S
C
A
S
O
S
Despertar da Consciência no Além Túmulo – Fases & Casos
Missões de
Assistência
PLANEJAMENTO REENCARNATÓRIO : “Não fora determinado dia exato.
Atingira-se o tempo próprio.” (Caso Dimas)
OBJETIVO DAS MISSÕES : “Devo confessar-vos que, retornando o vaso
físico, experimentareis natural piora de vossas sensações, agravando-se a
tortura, porque os remédios para a alma, na presente situação, intensificam
os males da carne”.
Quebra de
Imantações
DO DESENCARNANTE : “Tem o pensamento afetuoso em excessiva ligação
com aqueles que ama.” (Caso Cavalcante)
DO FAMILIAR : “emitindo forças de retenção amorosa que prendiam o
esposo em vasto emaranhado de fios cinzentos.” (Caso Dimas)
DOS COMPANHEIROS : “Seu quarto de dormir, semelhava a redoma de
pensamentos retentivos a interceptarem-lhe a saída.” (Caso Adelaide)
Despertar da Consciência no Além Túmulo – As Fases
Obreiros da Vida Eterna – Cap. 13/12
Obreiros da Vida Eterna – Cap. 11/13/19
Quebra de
Imantações
INFLUÊNCIA OBSESSIVA: “Aumentara significativamente o número de Espíritos
perturbadores e obsessores tentando ampliar o sofrimento das suas vítimas, somando à
Covid-19 os seus fluidos pestíferos que lhes ampliavam a falta de ar e a lucidez mental,
levando os padecimentos ao desespero e angústia.”
INFLUÊNCIA OBSESSIVA: “Os danos causados pelo vírus eram muito graves, e a
assistência espiritual do enfermo era de péssima qualidade. Algumas Entidades odientas
maldiziam-no e o ameaçavam de forma impiedosa, anunciando o seu próximo desenlace para o
reencontro além do corpo com as consequências lamentáveis. O desencarnando, apavorado com a
consciência de que chegara o seu momento fatal, inevitável, deixava-se dominar pelo desespero
que mais o perturbava”.
Missões de
Assistência
SUPORTE ESPIRITUAL: “Os nossos grupos, no entanto, visitavam as
entidades hospitalares procurando auxiliar esses servidores devotados,
encorajando-os e transmitindo-lhes forças nos momentos de desfalecimento
pelas largas horas de vigilância e trabalho, que não lhes permitiam o repouso
ou a renovação das energias.
SUPORTE ESPIRITUAL: “Espíritos generosos também eram vistos
atendendo a diversos outros, cujas vibrações de fé e esperança na oração
facilitavam o concurso de familiares e benfeitores desencarnados”.
Despertar da Consciência no Além Túmulo – COVID 19
No Rumo do Mundo de Regeneração – Cap. 16
No Rumo do Mundo de Regeneração – Cap. 16
No Rumo do Mundo de Regeneração – Cap. 19
No Rumo do Mundo de Regeneração – Cap. 6
O
Desencarne
OS CENTROS DE FORÇA : “o centro vegetativo, ligado ao ventre, como
sede das manifestações fisiológicas; o centro emocional, zona dos sentimentos
e desejos, sediado no tórax, e o centro mental, mais importante, situado no
cérebro.”
O CORDÃO PRATEADO : “ultima ligação entre o cérebro de matéria
densa, e o cérebro de matéria rarefeita, deveria permanecer até ao dia
imediato”. (Caso Dimas)
A
Eutanásia
REGRA DE OURO : “Ninguém corte, onde possa desatar
O EXECUTOR: “o médico ministrou a chamada injeção “compassiva” (Caso
Cavalcante)
AS CONSEQUÊNCIAS: “A personalidade desencarnante estava presa ao
corpo inerte, em plena inconsciência e incapaz de qualquer reação”.
Despertar da Consciência no Além Túmulo – As Fases
Obreiros da Vida Eterna – Cap. 13
Obreiros da Vida Eterna – Cap. 18
O Velório EFEITO SOBRE O DESENCARNANTE: “No entanto, cada vez que os
parentes se debruçam, em pranto, sobre os despojos, Dimas-Espírito é
chamado ao cadáver, com prejuízo para a restauração mais rápida”
AÇÃO DOS ENCARNADOS: “ao invés de trazerem pensamentos amigos e
reconfortadores, preces de auxilio e vibrações fraternais, atiram aos recém-
desencarnados as pedras e os espinhos que deixaram nas estradas
percorridas”. (Caso Dimas)
O Enterro/
Cemitério
FREQUENTADORES: “Verdadeira concentração de vagabundos sem corpo
físico apinhava-se à porta”.
CONSEQUÊNCIAS: “compacta fileira de malfeitores, atacando as vísceras
cadavéricas, para subtrair-lhes resíduos vitais”.
PROTEÇÃO: “Nossa função, acompanhando os despojos destina-se também
à sua defesa”.
Despertar da Consciência no Além Túmulo – As Fases
Obreiros da Vida Eterna – Cap. 14
Obreiros da Vida Eterna – Cap. 15
CASEMIRO
CUNHA
Cartilha da Natureza – Cap. 98 – O Cemitério
 14/04/1880/Vassouras
+ 07/11/1914/Vassouras
34 anos
Poeta/Escritor
Tristeza, luto e silêncio,
Desolação e amargor.
O quadro de um cemitério
Inspira saudade e dor.
Aqui, lápides custosas,
Ali, raros mausoléus,
Anjos de pedra apontando
A cúpula azul dos céus.
Além, sepulturas pobres,
Sem o mármore das lousas,
Que se confundem sem palmas
No seio comum das coisas.
Em uns, a ambição pomposa
Que se estende à própria morte;
Em outros, o esquecimento,
Contrastes das mãos da sorte.
E o cemitério descansa
Em triste serenidade,
Assinalando em silêncio
O fim de toda a vaidade.
No entanto, entre as cruzes mortas,
Sobre corpos verminados,
A primavera traz lírios
Risonhos e perfumados.
Já observaste? No mundo,
Nos trilhos mais viciados,
Temos sido muitas vezes
Como “túmulos caiados”.
Mas Jesus que é o Jardineiro
Da paz, do amor, da bonança,
Faz florir em nossas trevas
Seus caminhos de esperança.
Despertar da Consciência no Além Túmulo – As Fases – O Cemitério
No Plano
Espiritual
CASO DIMAS: “Ó minha mãe ! e a esposa, os filhos ?... – Dimas, filho, os
laços terrenos, entre você e eles, foram interrompidos. Restitua-os a Deus”
CASO CAVALCANTE: “Cavalcante, fixava-nos, receoso, crendo-se vítima
de pesadelo, em hospital diferente. Declarava-se interessado em continuar no
corpo terrestre, chamava a esposa insistentemente.
CASO FÁBIO: “Fábio cobrava forças de modo notavelmente rápido. Os
longos e difíceis exercícios de espiritualidade superior, levados afeito na
Crosta, frutificavam, agora, em benções de serenidade e compreensão”.
CASO ADELAIDE: “O serviço preliminar do desenlace, no plexo solar e
mesmo no coração, pode, em vários casos, ser levado a efeito pelo próprio
interessado, quando este haja adquirido, durante a experiência terrestre, o
preciso treinamento com a vida espiritual mais elevada.
Depois de orar, fervorosamente, no último pouso das células exaustas,
agradecendo-lhes o precioso concurso nos abençoados anos de permanência na
Crosta, Adelaide, serena e confiante, cercada de numerosos Amigos, partiu”.
Despertar da Consciência no Além Túmulo – As Fases
Obreiros da Vida Eterna – Cap. 15
Obreiros da Vida Eterna – Cap. 19
Obreiros da Vida Eterna – Cap. 17
Obreiros da Vida Eterna – Cap. 19
A palavra morrera na garganta.
Alguém me estende o suco de uma pera.
Busco em vão engolir... Anoitecera...
E cresce a angustia imensa que me espanta.
Horas passam... A dor se me agiganta.
Não mais posso agitar as mãos de cera.
Recordo, em pranto, o tempo que perdera,
Arrimando-me à fé serena e santa.
Mas surge doce estrela refulgindo,
E vejo o nosso Eurípedes sorrindo...
Surpresa enorme o coração me invade...
Descansa agora o corpo em paz segura...
E, chorando de dor e de ventura,
Vi-me, de novo, em plena liberdade...
CORNÉLIO PIRES
Senda para Deus – Cap. 7 - Transição
 13/07/1884/Tiete
+ 17/01/1958/São Paulo
Poeta/Escritor/Jornalista
Despertar da Consciência no Além Túmulo–As Fases – No Plano Espiritual
Agradeço, meu filho, a glória que me deste,
O mármore custoso, o imponente jazigo,
A legenda piedosa, as flores que bendigo,
A oração da saudade, a sombra do cipreste…
Mas afasta de nós a pompa que me veste!
Este luxo no chão é miséria comigo…
Quero apenas o amor por sacrossanto abrigo,
Dá-me teu coração por tesouro celeste.
Não me busques, em vão, na gelidez das lousas!
Transfunde-me a lembrança em pão que reconforte
A quem viva de fel na aflição que te espia…
Procura-me na dor do caminho em que pousas
E esparze em tudo o bem, porque a bênção da morte,
Que me acordou na luz, há de acordar-te um dia….
INÊS SABINO
Antologia dos Imortais – Cap. 20 – No Dia de Finados
 31/12/1853/Bahia
+ 13/09/1911/RJ
Poeta/Escritora/Jornalista
Despertar da Consciência no Além Túmulo–As Fases – No Plano Espiritual
Ouvindo os desencarnados
Em lutas de consciência,
Permaneceis navegando
Nas águas da advertência.
Tantos náufragos em treva,
Sem clarão que os reconforte,
São apelos da verdade,
Gritando no mar da morte.
Despertar da Consciência no Além Túmulo – Síntese
1880/1914 – Vassouras/RJ
Poeta, escritor
Vozes do Grande Além – Cap. 57 – Almas Sofredoras
Casemiro Cunha
Depois da morte é que vemos,
Quando a luz se nos revela,
Quanta sombra e bagatela
Guardamos no coração.
Quantos lamentos inúteis
Complicavam-nos a vida,
Quanta palavra perdida,
Quanto tempo gasto em vão!...
Quantas horas desprezadas,
De espírito desatento
Nos enganos de um momento
Que o próprio tempo desfaz!
Quanta contenda improfícua,
Quanto disfarce no rosto
Que se transforma em desgosto
Furtando a esperança e a paz
Coração e Vida – Cap. 24 – Tempo e Vida
1901/1958 –
Feira de Santana/BA
Professora/Poeta/Escritora
Despertar da Consciência no Além Túmulo – Síntese
Maria Dolores
No Mundo espiritual muita gente vai se surpreender... Lá,
não seremos identificados pela importância, ou melhor,
pela nossa suposta importância no mundo...
Gente há que desencarna imaginando que as portas do
Mundo Espiritual irão se lhes escancarar...
Ledo engano!
NINGUÉM QUER SABER O QUE FOMOS, O QUE POSSUÍAMOS,
QUE CARGO OCUPÁVAMOS NO MUNDO;
o que conta é a luz que cada um já tenha conseguido fazer
brilhar em si mesmo...
Esse negócio de ter sido fulano de tal interessa à
consciência de quem foi e, na maioria das vezes, se
complicou...
Francisco Cândido Xavier
O Evangelho de Chico Xavier – Cap. 187
Despertar da Consciência no Além Túmulo – Síntese
Reflexiona diariamente a respeito da tua
partida em direção à imortalidade,
preparando-te, a fim de que não te fixes em
interesses mesquinhos retentivos da
retaguarda material.
Treina o pensamento em considerações
constantes em torno da desencarnação,
porquanto ela chegará, talvez, quando
menos a esperes.
Joanna de Angelis
Despertar da Consciência no Além Túmulo – Síntese
Revista Reformador – 2014 - Novembro O Fenômeno da Morte
Há quem diga que os chamados mortos nada
tem a ver com os chamados vivos,
entretanto, como os chamados vivos de
hoje, serão os chamados mortos, de
amanhã, com possibilidade de se
perturbarem uns aos outros, caso
perseverem na ignorancia —,
cultivemos na Doutrina Espírita o instituto
mundial de esclarecimento da alma.
André Luiz
Despertar da Consciência no Além Túmulo – Síntese
Além da Morte – Introito – Uberaba, 13 de Janeiro 1960
Recebemos no Além o que realmente criamos para
nós mesmos, em contato com as criaturas.
Romeu Camargo – Falando à Terra – Cap. 14 – De Retorno.
Aviso claro e prudente, o melhor que tenho aqui:
Depois da morte é que a gente conhece o que fez
de si.
José Soares de Gouveia – Depois da Vida – Introdução.
A morte a ninguém engana. Ninguém se engana
após a morte.
Joanna de Ângelis – Depoimentos Vivos – Introdução.
Despertar da Consciência no Além Túmulo – Síntese
MATERIAL
DE
SUPORTE
Apresentação
Vídeo
Texto
Arquivo pdf
Link
Arquivo pdf
Mande notícias do mundo de lá
Todos os dias é um vai-e-vem
Tem gente que chega pra ficar
Tem gente que vai pra nunca mais
Tem gente que vem e quer voltar
Tem gente que vai e quer ficar
Tem gente que veio só olhar
Tem gente a sorrir e a chorar
E assim, chegar e partir
São só dois lados
Da mesma viagem
É a VIDA.
MILTON
NASCIMENTO
Milton Nascimento/Fernando Brant - Encontros e Despedidas/1985
 26/10/1942/RJ
Cantor/Compositor
Despertar da Consciência no Além Túmulo – Síntese
SÉRIE
30
• A Vida no Plano Espiritual - Clarêncio
1º - 1943 – NOSSO LAR
• As Falências Mediúnicas - Aniceto
2º - 1944 – OS MENSAGEIROS
• A Reencarnação/O Processo Reencarnatório - Alexandre
3º - 1945 – MISSIONÁRIOS DA LUZ
• A Desencarnação – Jerônimo/ Zenóbia
4º - 1946 – OBREIROS DA VIDA ETERNA
• A Mente/ Distúrbios Mentais - Calderaro
5º - 1947 – NO MUNDO MAIOR
• A obsessão/Vampirismo/Ovoides/Licantropia - Gúbio
6º - 1949 – LIBERTAÇÃO
• As Patologias do corpo espiritual - Clarêncio
7º - 1954 – ENTRE A TERRA E O CÉU
• A Mediunidade - Aulus
8º - 1954 – NOS DOMÍNIOS DA MEDIUNIDADE
• A Lei de Causa e Efeito - Druso
9º - 1956 – AÇÃO E REAÇÃO
• As Relações Ciência/Doutrina Espírita/Medicina
10º - 1958 – EVOLUÇÃO EM DOIS MUNDOS
• As Relações Ciência/Doutrina Espírita/Mediunidade
11º - 1959 – MECANISMOS DA MEDIUNIDADE
• O Sexo desequilibrado - Felix
12º - 1963 – SEXO E DESTINO
• A Imortalidade/Pós-desencarne – Claudio/Plotino
13º - 1968 – E A VIDA CONTINUA
André Luiz – Livros – Série: A vida no mundo Espiritual
1947/Agenda Cristã
1964/Desobsessão
1960/Conduta Espírita
André Luiz – a obra - Importância
O MUNDO ESPIRITUAL
(...) Podemos dividir os períodos que dizem respeito ao desdobramento
das revelações espíritas a respeito do mundo transcendente em ANTES E
DEPOIS de André Luiz.
A DOUTRINA ESPÍRITA E OS LIVROS DE ANDRÉ LUIZ
(...) FIEL aos ensinamentos ditados pelos Espíritos superiores e insertos
nas obras básicas da Doutrina Espírita, ampliou-os, detalhou-os.
A LEI DE CAUSA E EFEITO/O Plantar e o Colher
(...) Estudando com profundidade os mecanismos das LEIS DE CAUSA E
EFEITO, confirmou as informações contidas na Codificação do Espiritismo.
Geraldo
Campetti
2015 - FEB
Eurípedes
Kuhl
2014 – Boa Nova
LIVRO OBREIROS DA VIDA ETERNA – 75 anos
LIVRO
• Obreiros da Vida Eterna
AUTOR
• André Luiz
MÉDIUM
• Francisco Cândido Xavier
TEMA
• A Desencarnação / Casa Transitória
1946 1990 2019
1943
1993
1910
2002
∑ = 31
∑ ≥ 400
Obreiros da Vida Eterna – Livro : Sinopse
• André Luiz
Autor
• Francisco Candido Xavier
Médium
• FEB/1946
Editora/Ano
• “Romance” Mediúnico
Gênero
• Este livro desvenda, esclarecendo, o
processo da desencarnação, descrevendo
a assistência/desencarnação de 5
pessoas de diferentes cultos religiosos.
• Descreve a “Casa Transitória Fabiano de
Cristo”.
Conteúdo
• 20 Capítulos
Estrutura
E-mail : adalberto.acsjr@gmail.com
YouTube – O Escriba Espírita : https://www.youtube.com/channel/UCj39fLNXa2nKXfVTNlZ_JGw
Blog – O Escriba Espírita : https://escribaespirita.blogspot.com/
Instagram: https://www.instagram.com/adalberto.coelho.silva/?hl=pt-br
As vezes, nos cemitérios,
A gente chora na campa
De amados que já voltaram
Para a Terra, em nova estampa
Cornélio Pires
Baú de Casos – Cap. 12 – Finados e Reencarnados
“Aprende o bem Viver e bem saberás morrer.
Confúcio (551 a.C. - 479 a.C.),

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Cm 21 - cérebro espiritual
Cm  21 - cérebro espiritualCm  21 - cérebro espiritual
Cm 21 - cérebro espiritual
Norberto Scavone Augusto
 
Pedi e obtereis-Marcelo do N. Rodrigues-CEM
Pedi e obtereis-Marcelo do N. Rodrigues-CEMPedi e obtereis-Marcelo do N. Rodrigues-CEM
Pedi e obtereis-Marcelo do N. Rodrigues-CEM
Marcelo do Nascimento Rodrigues
 
11ª aula – perigos e inconvenientes da mediunidade coem
11ª aula – perigos e inconvenientes da mediunidade   coem11ª aula – perigos e inconvenientes da mediunidade   coem
11ª aula – perigos e inconvenientes da mediunidade coem
Wagner Quadros
 
A vida futura
A vida futuraA vida futura
A vida futura
Marcos Accioly
 
Consolador prometido
Consolador prometidoConsolador prometido
Consolador prometido
Luciane Belchior
 
Flagelos destruidores e guerras
Flagelos destruidores e guerrasFlagelos destruidores e guerras
Flagelos destruidores e guerras
Izabel Cristina Fonseca
 
A Prece
A PreceA Prece
Uniões antipáticas
Uniões antipáticasUniões antipáticas
Uniões antipáticas
Humberto E. Hasegawa
 
Benevolência para com todos
Benevolência para com todosBenevolência para com todos
Benevolência para com todos
Helio Cruz
 
Médiuns e mediunidade!
Médiuns e mediunidade!Médiuns e mediunidade!
Médiuns e mediunidade!
Leonardo Pereira
 
Capítulo vii – bem aventurados os pobres de espírito
Capítulo vii – bem aventurados os pobres de espíritoCapítulo vii – bem aventurados os pobres de espírito
Capítulo vii – bem aventurados os pobres de espírito
alice martins
 
Olm 100825-manif.visuais-bicorpor.e transf
Olm 100825-manif.visuais-bicorpor.e transfOlm 100825-manif.visuais-bicorpor.e transf
Olm 100825-manif.visuais-bicorpor.e transf
Carlos Alberto Freire De Souza
 
Espiritismo e mediunidade 07
Espiritismo e mediunidade  07Espiritismo e mediunidade  07
Espiritismo e mediunidade 07
Leonardo Pereira
 
Palestra ESE cap 8 bem aventurados puros
Palestra ESE cap 8 bem aventurados purosPalestra ESE cap 8 bem aventurados puros
Palestra ESE cap 8 bem aventurados puros
Tiburcio Santos
 
Lar - escola das almas
Lar - escola das almasLar - escola das almas
Lar - escola das almas
Willian dos Santos
 
Suicídio - Dor dos dois lados da vida
Suicídio - Dor dos dois lados da vidaSuicídio - Dor dos dois lados da vida
Suicídio - Dor dos dois lados da vida
Ricardo Azevedo
 
Escala espírita!
Escala espírita!Escala espírita!
Escala espírita!
Leonardo Pereira
 
Capítulo XVI do Evangelho Segundo Espiritismo
Capítulo XVI do Evangelho Segundo EspiritismoCapítulo XVI do Evangelho Segundo Espiritismo
Capítulo XVI do Evangelho Segundo Espiritismo
Jean Dias
 
Ingratidão dos Filhos e Laços de Família
Ingratidão dos Filhos e Laços de FamíliaIngratidão dos Filhos e Laços de Família
Ingratidão dos Filhos e Laços de Família
igmateus
 
Reencarnação e os laços de familia
Reencarnação e os laços de familiaReencarnação e os laços de familia
Reencarnação e os laços de familia
KATIA MARIA FARAH V DA SILVA
 

Mais procurados (20)

Cm 21 - cérebro espiritual
Cm  21 - cérebro espiritualCm  21 - cérebro espiritual
Cm 21 - cérebro espiritual
 
Pedi e obtereis-Marcelo do N. Rodrigues-CEM
Pedi e obtereis-Marcelo do N. Rodrigues-CEMPedi e obtereis-Marcelo do N. Rodrigues-CEM
Pedi e obtereis-Marcelo do N. Rodrigues-CEM
 
11ª aula – perigos e inconvenientes da mediunidade coem
11ª aula – perigos e inconvenientes da mediunidade   coem11ª aula – perigos e inconvenientes da mediunidade   coem
11ª aula – perigos e inconvenientes da mediunidade coem
 
A vida futura
A vida futuraA vida futura
A vida futura
 
Consolador prometido
Consolador prometidoConsolador prometido
Consolador prometido
 
Flagelos destruidores e guerras
Flagelos destruidores e guerrasFlagelos destruidores e guerras
Flagelos destruidores e guerras
 
A Prece
A PreceA Prece
A Prece
 
Uniões antipáticas
Uniões antipáticasUniões antipáticas
Uniões antipáticas
 
Benevolência para com todos
Benevolência para com todosBenevolência para com todos
Benevolência para com todos
 
Médiuns e mediunidade!
Médiuns e mediunidade!Médiuns e mediunidade!
Médiuns e mediunidade!
 
Capítulo vii – bem aventurados os pobres de espírito
Capítulo vii – bem aventurados os pobres de espíritoCapítulo vii – bem aventurados os pobres de espírito
Capítulo vii – bem aventurados os pobres de espírito
 
Olm 100825-manif.visuais-bicorpor.e transf
Olm 100825-manif.visuais-bicorpor.e transfOlm 100825-manif.visuais-bicorpor.e transf
Olm 100825-manif.visuais-bicorpor.e transf
 
Espiritismo e mediunidade 07
Espiritismo e mediunidade  07Espiritismo e mediunidade  07
Espiritismo e mediunidade 07
 
Palestra ESE cap 8 bem aventurados puros
Palestra ESE cap 8 bem aventurados purosPalestra ESE cap 8 bem aventurados puros
Palestra ESE cap 8 bem aventurados puros
 
Lar - escola das almas
Lar - escola das almasLar - escola das almas
Lar - escola das almas
 
Suicídio - Dor dos dois lados da vida
Suicídio - Dor dos dois lados da vidaSuicídio - Dor dos dois lados da vida
Suicídio - Dor dos dois lados da vida
 
Escala espírita!
Escala espírita!Escala espírita!
Escala espírita!
 
Capítulo XVI do Evangelho Segundo Espiritismo
Capítulo XVI do Evangelho Segundo EspiritismoCapítulo XVI do Evangelho Segundo Espiritismo
Capítulo XVI do Evangelho Segundo Espiritismo
 
Ingratidão dos Filhos e Laços de Família
Ingratidão dos Filhos e Laços de FamíliaIngratidão dos Filhos e Laços de Família
Ingratidão dos Filhos e Laços de Família
 
Reencarnação e os laços de familia
Reencarnação e os laços de familiaReencarnação e os laços de familia
Reencarnação e os laços de familia
 

Semelhante a O Despertar da Consciência no Além Túmulo

Conceito,causas e graus da obsessão
Conceito,causas e graus da obsessãoConceito,causas e graus da obsessão
Conceito,causas e graus da obsessão
jcevadro
 
O Despertar da Consciência no Além Túmulo - o suporte Espiritual
O Despertar da Consciência no Além Túmulo - o suporte EspiritualO Despertar da Consciência no Além Túmulo - o suporte Espiritual
O Despertar da Consciência no Além Túmulo - o suporte Espiritual
ADALBERTO COELHO DA SILVA JR
 
Palestra Espírita - Suicidio e loucura
Palestra Espírita - Suicidio e loucuraPalestra Espírita - Suicidio e loucura
Palestra Espírita - Suicidio e loucura
Divulgador do Espiritismo
 
Palestra depressão uma visão espírita - palestra resumida2
Palestra depressão  uma visão espírita - palestra resumida2Palestra depressão  uma visão espírita - palestra resumida2
Palestra depressão uma visão espírita - palestra resumida2
Marcio Augusto Guariente
 
26/03/2014 Cap 6 Livro Missionários da Luz
26/03/2014 Cap 6 Livro Missionários da Luz26/03/2014 Cap 6 Livro Missionários da Luz
26/03/2014 Cap 6 Livro Missionários da Luz
Lar Irmã Zarabatana
 
Suicídios Indiretos - como prevenir
Suicídios Indiretos - como prevenirSuicídios Indiretos - como prevenir
Suicídios Indiretos - como prevenir
ADALBERTO COELHO DA SILVA JR
 
Desobsessao
DesobsessaoDesobsessao
Desobsessao
EWALDO DE SOUZA
 
Influencia dos Espíritos inferiores na Transição Planetária
Influencia dos Espíritos inferiores na Transição PlanetáriaInfluencia dos Espíritos inferiores na Transição Planetária
Influencia dos Espíritos inferiores na Transição Planetária
ADALBERTO COELHO DA SILVA JR
 
Divaldo Franco - Nos Bastidores da Obsessão.pdf
Divaldo Franco - Nos Bastidores da Obsessão.pdfDivaldo Franco - Nos Bastidores da Obsessão.pdf
Divaldo Franco - Nos Bastidores da Obsessão.pdf
VIEIRA RESENDE
 
Seminário: As Terapias Desobsessivas
Seminário: As Terapias DesobsessivasSeminário: As Terapias Desobsessivas
Seminário: As Terapias Desobsessivas
costaunicastelo
 
Fixação mental slide1
Fixação mental  slide1Fixação mental  slide1
Fixação mental slide1
bonattinho
 
FLAGELOS DESTRUIDORES.pptx
FLAGELOS DESTRUIDORES.pptxFLAGELOS DESTRUIDORES.pptx
FLAGELOS DESTRUIDORES.pptx
ssuser9b8021
 
ANDRÉ LUIZ "Despertar da Ilusão"
ANDRÉ LUIZ "Despertar da Ilusão"ANDRÉ LUIZ "Despertar da Ilusão"
ANDRÉ LUIZ "Despertar da Ilusão"
Jorge Luiz dos Santos
 
Penas e gozos futuros - Wilma Badan
Penas e gozos futuros - Wilma BadanPenas e gozos futuros - Wilma Badan
Penas e gozos futuros - Wilma Badan
Instituto Espírita de Educação
 
Penas e gozos futuros - Wilma Badan
Penas e gozos futuros - Wilma BadanPenas e gozos futuros - Wilma Badan
Penas e gozos futuros - Wilma Badan
Instituto Espírita de Educação
 
Vencendo a morte
Vencendo a morteVencendo a morte
Vencendo a morte
Lisete B.
 
Evolução em Dois Mundos - Segunda Parte - Capítulos XIX e XX - Predisposições...
Evolução em Dois Mundos - Segunda Parte - Capítulos XIX e XX - Predisposições...Evolução em Dois Mundos - Segunda Parte - Capítulos XIX e XX - Predisposições...
Evolução em Dois Mundos - Segunda Parte - Capítulos XIX e XX - Predisposições...
Cynthia Castro
 
A morte e o morrer! ( Leonardo Pereira).
A morte e o morrer! ( Leonardo Pereira). A morte e o morrer! ( Leonardo Pereira).
A morte e o morrer! ( Leonardo Pereira).
Leonardo Pereira
 
ObsCidio - A Obsessão e o Suicídio
ObsCidio - A Obsessão e o SuicídioObsCidio - A Obsessão e o Suicídio
ObsCidio - A Obsessão e o Suicídio
ADALBERTO COELHO DA SILVA JR
 
Corpos e curas2
Corpos e curas2Corpos e curas2
Corpos e curas2
Dr. Walter Cury
 

Semelhante a O Despertar da Consciência no Além Túmulo (20)

Conceito,causas e graus da obsessão
Conceito,causas e graus da obsessãoConceito,causas e graus da obsessão
Conceito,causas e graus da obsessão
 
O Despertar da Consciência no Além Túmulo - o suporte Espiritual
O Despertar da Consciência no Além Túmulo - o suporte EspiritualO Despertar da Consciência no Além Túmulo - o suporte Espiritual
O Despertar da Consciência no Além Túmulo - o suporte Espiritual
 
Palestra Espírita - Suicidio e loucura
Palestra Espírita - Suicidio e loucuraPalestra Espírita - Suicidio e loucura
Palestra Espírita - Suicidio e loucura
 
Palestra depressão uma visão espírita - palestra resumida2
Palestra depressão  uma visão espírita - palestra resumida2Palestra depressão  uma visão espírita - palestra resumida2
Palestra depressão uma visão espírita - palestra resumida2
 
26/03/2014 Cap 6 Livro Missionários da Luz
26/03/2014 Cap 6 Livro Missionários da Luz26/03/2014 Cap 6 Livro Missionários da Luz
26/03/2014 Cap 6 Livro Missionários da Luz
 
Suicídios Indiretos - como prevenir
Suicídios Indiretos - como prevenirSuicídios Indiretos - como prevenir
Suicídios Indiretos - como prevenir
 
Desobsessao
DesobsessaoDesobsessao
Desobsessao
 
Influencia dos Espíritos inferiores na Transição Planetária
Influencia dos Espíritos inferiores na Transição PlanetáriaInfluencia dos Espíritos inferiores na Transição Planetária
Influencia dos Espíritos inferiores na Transição Planetária
 
Divaldo Franco - Nos Bastidores da Obsessão.pdf
Divaldo Franco - Nos Bastidores da Obsessão.pdfDivaldo Franco - Nos Bastidores da Obsessão.pdf
Divaldo Franco - Nos Bastidores da Obsessão.pdf
 
Seminário: As Terapias Desobsessivas
Seminário: As Terapias DesobsessivasSeminário: As Terapias Desobsessivas
Seminário: As Terapias Desobsessivas
 
Fixação mental slide1
Fixação mental  slide1Fixação mental  slide1
Fixação mental slide1
 
FLAGELOS DESTRUIDORES.pptx
FLAGELOS DESTRUIDORES.pptxFLAGELOS DESTRUIDORES.pptx
FLAGELOS DESTRUIDORES.pptx
 
ANDRÉ LUIZ "Despertar da Ilusão"
ANDRÉ LUIZ "Despertar da Ilusão"ANDRÉ LUIZ "Despertar da Ilusão"
ANDRÉ LUIZ "Despertar da Ilusão"
 
Penas e gozos futuros - Wilma Badan
Penas e gozos futuros - Wilma BadanPenas e gozos futuros - Wilma Badan
Penas e gozos futuros - Wilma Badan
 
Penas e gozos futuros - Wilma Badan
Penas e gozos futuros - Wilma BadanPenas e gozos futuros - Wilma Badan
Penas e gozos futuros - Wilma Badan
 
Vencendo a morte
Vencendo a morteVencendo a morte
Vencendo a morte
 
Evolução em Dois Mundos - Segunda Parte - Capítulos XIX e XX - Predisposições...
Evolução em Dois Mundos - Segunda Parte - Capítulos XIX e XX - Predisposições...Evolução em Dois Mundos - Segunda Parte - Capítulos XIX e XX - Predisposições...
Evolução em Dois Mundos - Segunda Parte - Capítulos XIX e XX - Predisposições...
 
A morte e o morrer! ( Leonardo Pereira).
A morte e o morrer! ( Leonardo Pereira). A morte e o morrer! ( Leonardo Pereira).
A morte e o morrer! ( Leonardo Pereira).
 
ObsCidio - A Obsessão e o Suicídio
ObsCidio - A Obsessão e o SuicídioObsCidio - A Obsessão e o Suicídio
ObsCidio - A Obsessão e o Suicídio
 
Corpos e curas2
Corpos e curas2Corpos e curas2
Corpos e curas2
 

Mais de ADALBERTO COELHO DA SILVA JR

As Encruzilhadas da Vida - Você Decide_TEXTO
As Encruzilhadas da Vida - Você Decide_TEXTOAs Encruzilhadas da Vida - Você Decide_TEXTO
As Encruzilhadas da Vida - Você Decide_TEXTO
ADALBERTO COELHO DA SILVA JR
 
As Encruzilhadas da Vida - Você Decide_APRESENTAÇÃO
As Encruzilhadas da Vida - Você Decide_APRESENTAÇÃOAs Encruzilhadas da Vida - Você Decide_APRESENTAÇÃO
As Encruzilhadas da Vida - Você Decide_APRESENTAÇÃO
ADALBERTO COELHO DA SILVA JR
 
A Obsessão por Justa Causa - – A Paixão, o Ciúme, a Traição e a obsessão - EX...
A Obsessão por Justa Causa - – A Paixão, o Ciúme, a Traição e a obsessão - EX...A Obsessão por Justa Causa - – A Paixão, o Ciúme, a Traição e a obsessão - EX...
A Obsessão por Justa Causa - – A Paixão, o Ciúme, a Traição e a obsessão - EX...
ADALBERTO COELHO DA SILVA JR
 
A Obsessão por Justa Causa - – A Paixão, o Ciúme, a Traição e a obsessão - TEXTO
A Obsessão por Justa Causa - – A Paixão, o Ciúme, a Traição e a obsessão - TEXTOA Obsessão por Justa Causa - – A Paixão, o Ciúme, a Traição e a obsessão - TEXTO
A Obsessão por Justa Causa - – A Paixão, o Ciúme, a Traição e a obsessão - TEXTO
ADALBERTO COELHO DA SILVA JR
 
Enquanto Você ainda Pode - - TEXTO_Completo_2024_v5.pdf
Enquanto Você ainda Pode - - TEXTO_Completo_2024_v5.pdfEnquanto Você ainda Pode - - TEXTO_Completo_2024_v5.pdf
Enquanto Você ainda Pode - - TEXTO_Completo_2024_v5.pdf
ADALBERTO COELHO DA SILVA JR
 
Enquanto Você ainda Pode - - APRESENTAÇÃO
Enquanto Você ainda Pode - - APRESENTAÇÃOEnquanto Você ainda Pode - - APRESENTAÇÃO
Enquanto Você ainda Pode - - APRESENTAÇÃO
ADALBERTO COELHO DA SILVA JR
 
Esses Dias Tumultuosos e o Natal_Exposição
Esses Dias Tumultuosos e o Natal_ExposiçãoEsses Dias Tumultuosos e o Natal_Exposição
Esses Dias Tumultuosos e o Natal_Exposição
ADALBERTO COELHO DA SILVA JR
 
Estes Dias Tumultuosos e o Natal - texto
Estes Dias Tumultuosos e o Natal - textoEstes Dias Tumultuosos e o Natal - texto
Estes Dias Tumultuosos e o Natal - texto
ADALBERTO COELHO DA SILVA JR
 
Loucura e Obsessão - 35 anos_TEXTO
Loucura e Obsessão - 35 anos_TEXTOLoucura e Obsessão - 35 anos_TEXTO
Loucura e Obsessão - 35 anos_TEXTO
ADALBERTO COELHO DA SILVA JR
 
Loucura e Obsessão - 35 anos
Loucura e Obsessão - 35 anosLoucura e Obsessão - 35 anos
Loucura e Obsessão - 35 anos
ADALBERTO COELHO DA SILVA JR
 
Sexo e Destino - 60 anos_Texto
Sexo e Destino - 60 anos_TextoSexo e Destino - 60 anos_Texto
Sexo e Destino - 60 anos_Texto
ADALBERTO COELHO DA SILVA JR
 
Sexo e Destino - 60 anos
Sexo e Destino - 60 anosSexo e Destino - 60 anos
Sexo e Destino - 60 anos
ADALBERTO COELHO DA SILVA JR
 
O Martírio nos Tempos Atuais - Ave-Cristo - 70 anos_TEXTO_completo
O Martírio nos Tempos Atuais - Ave-Cristo - 70 anos_TEXTO_completoO Martírio nos Tempos Atuais - Ave-Cristo - 70 anos_TEXTO_completo
O Martírio nos Tempos Atuais - Ave-Cristo - 70 anos_TEXTO_completo
ADALBERTO COELHO DA SILVA JR
 
O Martírio nos Tempos Atuais - Ave-Cristo - 70 anos_APRESENTAÇÃO_Sintese
O Martírio nos Tempos Atuais - Ave-Cristo - 70 anos_APRESENTAÇÃO_SinteseO Martírio nos Tempos Atuais - Ave-Cristo - 70 anos_APRESENTAÇÃO_Sintese
O Martírio nos Tempos Atuais - Ave-Cristo - 70 anos_APRESENTAÇÃO_Sintese
ADALBERTO COELHO DA SILVA JR
 
O Autismo – uma Leitura Espiritual_TEXTO
O Autismo – uma Leitura Espiritual_TEXTOO Autismo – uma Leitura Espiritual_TEXTO
O Autismo – uma Leitura Espiritual_TEXTO
ADALBERTO COELHO DA SILVA JR
 
O Autismo - uma leitura espiritual_APRESENTAÇÃO
O Autismo - uma leitura espiritual_APRESENTAÇÃOO Autismo - uma leitura espiritual_APRESENTAÇÃO
O Autismo - uma leitura espiritual_APRESENTAÇÃO
ADALBERTO COELHO DA SILVA JR
 
Relacionamento entre Pais e Filhos num Mundo em Transição_Texto
Relacionamento entre Pais e Filhos num Mundo em Transição_TextoRelacionamento entre Pais e Filhos num Mundo em Transição_Texto
Relacionamento entre Pais e Filhos num Mundo em Transição_Texto
ADALBERTO COELHO DA SILVA JR
 
O Relacionamento entre Pais e Filhos num Mundo em Transição_Apresentação
O Relacionamento entre Pais e Filhos num Mundo em Transição_ApresentaçãoO Relacionamento entre Pais e Filhos num Mundo em Transição_Apresentação
O Relacionamento entre Pais e Filhos num Mundo em Transição_Apresentação
ADALBERTO COELHO DA SILVA JR
 
As Catástrofes e os Desastres Coletivos
As Catástrofes e os Desastres ColetivosAs Catástrofes e os Desastres Coletivos
As Catástrofes e os Desastres Coletivos
ADALBERTO COELHO DA SILVA JR
 
As Catástrofes e os Desastres Coletivos_Apresentação
As Catástrofes e os Desastres Coletivos_ApresentaçãoAs Catástrofes e os Desastres Coletivos_Apresentação
As Catástrofes e os Desastres Coletivos_Apresentação
ADALBERTO COELHO DA SILVA JR
 

Mais de ADALBERTO COELHO DA SILVA JR (20)

As Encruzilhadas da Vida - Você Decide_TEXTO
As Encruzilhadas da Vida - Você Decide_TEXTOAs Encruzilhadas da Vida - Você Decide_TEXTO
As Encruzilhadas da Vida - Você Decide_TEXTO
 
As Encruzilhadas da Vida - Você Decide_APRESENTAÇÃO
As Encruzilhadas da Vida - Você Decide_APRESENTAÇÃOAs Encruzilhadas da Vida - Você Decide_APRESENTAÇÃO
As Encruzilhadas da Vida - Você Decide_APRESENTAÇÃO
 
A Obsessão por Justa Causa - – A Paixão, o Ciúme, a Traição e a obsessão - EX...
A Obsessão por Justa Causa - – A Paixão, o Ciúme, a Traição e a obsessão - EX...A Obsessão por Justa Causa - – A Paixão, o Ciúme, a Traição e a obsessão - EX...
A Obsessão por Justa Causa - – A Paixão, o Ciúme, a Traição e a obsessão - EX...
 
A Obsessão por Justa Causa - – A Paixão, o Ciúme, a Traição e a obsessão - TEXTO
A Obsessão por Justa Causa - – A Paixão, o Ciúme, a Traição e a obsessão - TEXTOA Obsessão por Justa Causa - – A Paixão, o Ciúme, a Traição e a obsessão - TEXTO
A Obsessão por Justa Causa - – A Paixão, o Ciúme, a Traição e a obsessão - TEXTO
 
Enquanto Você ainda Pode - - TEXTO_Completo_2024_v5.pdf
Enquanto Você ainda Pode - - TEXTO_Completo_2024_v5.pdfEnquanto Você ainda Pode - - TEXTO_Completo_2024_v5.pdf
Enquanto Você ainda Pode - - TEXTO_Completo_2024_v5.pdf
 
Enquanto Você ainda Pode - - APRESENTAÇÃO
Enquanto Você ainda Pode - - APRESENTAÇÃOEnquanto Você ainda Pode - - APRESENTAÇÃO
Enquanto Você ainda Pode - - APRESENTAÇÃO
 
Esses Dias Tumultuosos e o Natal_Exposição
Esses Dias Tumultuosos e o Natal_ExposiçãoEsses Dias Tumultuosos e o Natal_Exposição
Esses Dias Tumultuosos e o Natal_Exposição
 
Estes Dias Tumultuosos e o Natal - texto
Estes Dias Tumultuosos e o Natal - textoEstes Dias Tumultuosos e o Natal - texto
Estes Dias Tumultuosos e o Natal - texto
 
Loucura e Obsessão - 35 anos_TEXTO
Loucura e Obsessão - 35 anos_TEXTOLoucura e Obsessão - 35 anos_TEXTO
Loucura e Obsessão - 35 anos_TEXTO
 
Loucura e Obsessão - 35 anos
Loucura e Obsessão - 35 anosLoucura e Obsessão - 35 anos
Loucura e Obsessão - 35 anos
 
Sexo e Destino - 60 anos_Texto
Sexo e Destino - 60 anos_TextoSexo e Destino - 60 anos_Texto
Sexo e Destino - 60 anos_Texto
 
Sexo e Destino - 60 anos
Sexo e Destino - 60 anosSexo e Destino - 60 anos
Sexo e Destino - 60 anos
 
O Martírio nos Tempos Atuais - Ave-Cristo - 70 anos_TEXTO_completo
O Martírio nos Tempos Atuais - Ave-Cristo - 70 anos_TEXTO_completoO Martírio nos Tempos Atuais - Ave-Cristo - 70 anos_TEXTO_completo
O Martírio nos Tempos Atuais - Ave-Cristo - 70 anos_TEXTO_completo
 
O Martírio nos Tempos Atuais - Ave-Cristo - 70 anos_APRESENTAÇÃO_Sintese
O Martírio nos Tempos Atuais - Ave-Cristo - 70 anos_APRESENTAÇÃO_SinteseO Martírio nos Tempos Atuais - Ave-Cristo - 70 anos_APRESENTAÇÃO_Sintese
O Martírio nos Tempos Atuais - Ave-Cristo - 70 anos_APRESENTAÇÃO_Sintese
 
O Autismo – uma Leitura Espiritual_TEXTO
O Autismo – uma Leitura Espiritual_TEXTOO Autismo – uma Leitura Espiritual_TEXTO
O Autismo – uma Leitura Espiritual_TEXTO
 
O Autismo - uma leitura espiritual_APRESENTAÇÃO
O Autismo - uma leitura espiritual_APRESENTAÇÃOO Autismo - uma leitura espiritual_APRESENTAÇÃO
O Autismo - uma leitura espiritual_APRESENTAÇÃO
 
Relacionamento entre Pais e Filhos num Mundo em Transição_Texto
Relacionamento entre Pais e Filhos num Mundo em Transição_TextoRelacionamento entre Pais e Filhos num Mundo em Transição_Texto
Relacionamento entre Pais e Filhos num Mundo em Transição_Texto
 
O Relacionamento entre Pais e Filhos num Mundo em Transição_Apresentação
O Relacionamento entre Pais e Filhos num Mundo em Transição_ApresentaçãoO Relacionamento entre Pais e Filhos num Mundo em Transição_Apresentação
O Relacionamento entre Pais e Filhos num Mundo em Transição_Apresentação
 
As Catástrofes e os Desastres Coletivos
As Catástrofes e os Desastres ColetivosAs Catástrofes e os Desastres Coletivos
As Catástrofes e os Desastres Coletivos
 
As Catástrofes e os Desastres Coletivos_Apresentação
As Catástrofes e os Desastres Coletivos_ApresentaçãoAs Catástrofes e os Desastres Coletivos_Apresentação
As Catástrofes e os Desastres Coletivos_Apresentação
 

Último

Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Nilson Almeida
 
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Nilson Almeida
 
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
ESCRIBA DE CRISTO
 
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptxLição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Celso Napoleon
 
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdfPROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
Nelson Pereira
 
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdfO-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
WELITONNOGUEIRA3
 
PEDRO NUNCA FOI PAPA [COM COMENTÁRIOS]
PEDRO NUNCA FOI PAPA   [COM COMENTÁRIOS]PEDRO NUNCA FOI PAPA   [COM COMENTÁRIOS]
PEDRO NUNCA FOI PAPA [COM COMENTÁRIOS]
ESCRIBA DE CRISTO
 
Aula do ESDE 2 - Penas e Gozos Futuros 2024
Aula do ESDE 2 - Penas e Gozos Futuros 2024Aula do ESDE 2 - Penas e Gozos Futuros 2024
Aula do ESDE 2 - Penas e Gozos Futuros 2024
HerverthRibeiro1
 
Tornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino Final
Tornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino FinalTornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino Final
Tornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino Final
André Ricardo Marcondes
 
MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO [MUSEOLOGIA]
MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO      [MUSEOLOGIA]MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO      [MUSEOLOGIA]
MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO [MUSEOLOGIA]
ESCRIBA DE CRISTO
 
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptxBíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Igreja Jesus é o Verbo
 
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOSDIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
ESCRIBA DE CRISTO
 
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimentoHabacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
ayronleonardo
 
Aula02_Métodos de Interpretacao Bíblica_Prof. Gerson Willy.pdf
Aula02_Métodos de Interpretacao Bíblica_Prof. Gerson Willy.pdfAula02_Métodos de Interpretacao Bíblica_Prof. Gerson Willy.pdf
Aula02_Métodos de Interpretacao Bíblica_Prof. Gerson Willy.pdf
SrgioLinsPessoa
 
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptxLição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Celso Napoleon
 
Escola de A E Aula 96 Evolução Animica
Escola de A E Aula 96 Evolução AnimicaEscola de A E Aula 96 Evolução Animica
Escola de A E Aula 96 Evolução Animica
AlessandroSanches8
 
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxasMalleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Lourhana
 
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptxLição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Celso Napoleon
 

Último (18)

Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
 
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
 
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
 
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptxLição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
 
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdfPROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
 
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdfO-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
 
PEDRO NUNCA FOI PAPA [COM COMENTÁRIOS]
PEDRO NUNCA FOI PAPA   [COM COMENTÁRIOS]PEDRO NUNCA FOI PAPA   [COM COMENTÁRIOS]
PEDRO NUNCA FOI PAPA [COM COMENTÁRIOS]
 
Aula do ESDE 2 - Penas e Gozos Futuros 2024
Aula do ESDE 2 - Penas e Gozos Futuros 2024Aula do ESDE 2 - Penas e Gozos Futuros 2024
Aula do ESDE 2 - Penas e Gozos Futuros 2024
 
Tornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino Final
Tornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino FinalTornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino Final
Tornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino Final
 
MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO [MUSEOLOGIA]
MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO      [MUSEOLOGIA]MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO      [MUSEOLOGIA]
MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO [MUSEOLOGIA]
 
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptxBíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
 
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOSDIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
 
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimentoHabacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
 
Aula02_Métodos de Interpretacao Bíblica_Prof. Gerson Willy.pdf
Aula02_Métodos de Interpretacao Bíblica_Prof. Gerson Willy.pdfAula02_Métodos de Interpretacao Bíblica_Prof. Gerson Willy.pdf
Aula02_Métodos de Interpretacao Bíblica_Prof. Gerson Willy.pdf
 
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptxLição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
 
Escola de A E Aula 96 Evolução Animica
Escola de A E Aula 96 Evolução AnimicaEscola de A E Aula 96 Evolução Animica
Escola de A E Aula 96 Evolução Animica
 
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxasMalleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
 
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptxLição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
 

O Despertar da Consciência no Além Túmulo

  • 1. 1 Não se verificam duas desencarnações rigorosamente iguais. O plano impressivo depende da posição espiritual de cada um. André Luiz – Obreiros da Vida Eterna – Cap. 15 – Aprendendo sempre O Despertar da Consciência no Além Túmulo O processo da Desencarnação
  • 2. OS ESTÁGIOS DO PROCESSO DO DOENTE TERMINAL/PROVACIONAL Negação/Raiva/Negociação/Interiorização/Aceitação OS ESTADOS EMOCIONAIS DO DOENTE TERMINAL Dúvida/Desespero/Apego/Impaciência/Orgulho/Abandono A FAMÍLIA E O DOENTE TERMINAL/ O CUIDADOR Papel/Enfrentamento/Cuidados Paliativos/Doação dos Órgãos A CRIANÇA PERANTE A MORTE Perante a Morte de Outros/Perante a Morte dela mesmo O IDOSO PERANTE A MORTE Perante a Morte de Outros/Perante a Morte dele mesmo O LUTO Luto x Depressão / As Fases do Luto O PROCESSO DE DESENCARNE E O DESPERTAR DA CONSCIÊNCIA Missões de Assistência/Quebra das Imantações/O Velório/O Cemitério/ No Plano Espiritual A Vida e o Viver - TEMAS
  • 3. TODOS OS HOMENS NA TERRA são chamados a esse testemunho, o da TEMPORÁRIA DESPEDIDA. Considera, portanto, a IMPERIOSA NECESSIDADE DE PENSAR NESSA INJUNÇÃO e deixa que a reflexão sobre a Morte faça parte do teu programa de assuntos mentais, com que te armarás, desde já para o retorno, ou para enfrentar em paz a partida dos teus amores. Joanna de Angelis – Sementes de Vida Eterna – Cap. 56 Despertar da Consciência no Além Túmulo – Alerta
  • 4. Despertar da Consciência no Além Túmulo – O Que é a Morte A morte não seria problema se fosse o fim. É problema grave porque significa vida, recomeço e atividade nova. A morte é a curva da estrada, Morrer é só não ser visto. Invisibilidade não significa ausência. Fernando Pessoa – Poesias: Pag. 142: A Morte é um caminho (23/05/1932) Eurípedes Barsanulfo - Eurípedes – O Homem e a Missão: Cap. 23 Primeira mensagem transmitida à Francisco Cândido Xavier, em 30/04/1950 Emmanuel – Deus Conosco – item 336 morte # desaparecer morte # ausência morte # desencarnar
  • 5. DESENCARNAÇÃO É LIBERTAÇÃO DA ALMA, morte é outra coisa. Morte constitui cessação da vida, apodrecimento, bolor. Despertar da Consciência no Além Túmulo – O Que é a Morte André Luiz – Estude e Viva – Cap. 26 – Mortos Voluntários A Vida são os atos que amealhamos nos cofres da consciência e os sentimentos que armazenamos nos depósitos profundos do ser. A morte é o acordar para as realidades a que nos imantamos durante a jornada material. João Cleófas – Intercâmbio Mediúnico – Cap. 7 – Coerência entre Pensamento e Ação
  • 6. Quando o corpo, inerte, expira, Notamos, amargamente, Quanta gente na mentira, Quanta mentira na gente. Antologia dos Imortais – Cap. 25 – Quadras (1962) Não há tristeza no mundo que se compare à tristeza dos olhos de um moribundo fitando uma vela acesa... Meus Irmãos, os Trovadores - Trova 138 (1934) Américo Falcão 1880/1942 – João Pessoa/Paraíba Poeta, jornalista, advogado Despertar da Consciência no Além Túmulo – O Que é a Morte Encarnado Desencarnado
  • 7. Parnaso de Além-Túmulo – Cap. 11 – Fatalidade (1932) Crê-se na Morte o Nada, e, todavia, A Morte é a própria Vida ativa e intensa, Fim de toda a amargura da descrença, Onde a grande certeza principia. Antero de Quental 1842/1891 – Portugal/Portugal Poeta, escritor Despertar da Consciência no Além Túmulo – O Que é a Morte Os que amei, onde estão? Idos, dispersos, arrastados no giro dos tufões, Levados, como em sonho, entre visões, Na fuga, no ruir dos universos... Sonetos – Com os Mortos (1861) Encarnado Desencarnado
  • 8. Despertar da Consciência no Além Túmulo – O Temor da Morte O instinto de conservação da vida Predominância da Natureza Animal Temporário olvido da vida espiritual Receio de aniquilamento da vida Terrorismo do modo de vida após a morte Insuficiência de conhecimento sobre a Vida Futura Marketing negativo da Morte/Velório/ Enterro/Cemitério Censura às comunicações entre mortos e vivos Apego as Coisas e/ou Pessoas Temor de Você / do que Fez e/ou do que Não Fez
  • 9. Despertar da Consciência no Além Túmulo – O Processo Não se verificam duas desencarnações rigorosamente iguais. O plano impressivo depende da posição espiritual de cada um. Não há mortes iguais. Tendo-se em conta as conquistas morais de cada pessoa, os requisitos espirituais que a cada qual tipificam, os apegos ou não à matéria, as fixações e jogos de interesse, as dependências físicas e mentais, a desencarnação varia de um a outro homem, que experimenta perturbação correspondente, em tempo, ao estado íntimo em que se situa. André Luiz – Obreiros da Vida Eterna – Cap. 15 – Aprendendo sempre Manoel Philomeno de Miranda – Nas Fronteiras da Loucura – Cap. 10
  • 10. Despertar da Consciência no Além Túmulo – Os Casos Espírita Médium atuante Familiares despreparados DIMAS FÁBIO Espiritualista Cristão atuante Familiares preparados CAVALCANTE Católico Sem amparo familiar ADELAIDE Espírita Dirigente de Centro Espírita Companheiros despreparados ALBINA Protestante Extensão de Vida - intercessão OBREIROS DA VIDA ETERNA Obreiros da Vida Eterna – Cap. 11
  • 11. Despertar da Consciência no Além Túmulo – As Fases Missões de Assistência Quebra de Imantações Desencarne/ Eutanásia Velório Enterro/ Cemitério No Plano Espiritual OBREIROS DA VIDA ETERNA
  • 12. DIMAS Espírita /Médium atuante /Familiares despreparados. FÁBIO Espiritualista /Cristão atuante /Familiares preparados CAVALCANTE Católico / Sem amparo familiar / Eutanásia ADELAIDE Espírita / Dirigente de Centro Espírita / Companheiros despreparados ALBINA Protestante / Extensão de Vida - intercessão Missões de Assistência Quebra de Imantações O Desencarne/ A Eutanásia O Velório O Enterro/ Cemitério No Plano Espiritual F A S E S C A S O S Despertar da Consciência no Além Túmulo – Fases & Casos
  • 13. Missões de Assistência PLANEJAMENTO REENCARNATÓRIO : “Não fora determinado dia exato. Atingira-se o tempo próprio.” (Caso Dimas) OBJETIVO DAS MISSÕES : “Devo confessar-vos que, retornando o vaso físico, experimentareis natural piora de vossas sensações, agravando-se a tortura, porque os remédios para a alma, na presente situação, intensificam os males da carne”. Quebra de Imantações DO DESENCARNANTE : “Tem o pensamento afetuoso em excessiva ligação com aqueles que ama.” (Caso Cavalcante) DO FAMILIAR : “emitindo forças de retenção amorosa que prendiam o esposo em vasto emaranhado de fios cinzentos.” (Caso Dimas) DOS COMPANHEIROS : “Seu quarto de dormir, semelhava a redoma de pensamentos retentivos a interceptarem-lhe a saída.” (Caso Adelaide) Despertar da Consciência no Além Túmulo – As Fases Obreiros da Vida Eterna – Cap. 13/12 Obreiros da Vida Eterna – Cap. 11/13/19
  • 14. Quebra de Imantações INFLUÊNCIA OBSESSIVA: “Aumentara significativamente o número de Espíritos perturbadores e obsessores tentando ampliar o sofrimento das suas vítimas, somando à Covid-19 os seus fluidos pestíferos que lhes ampliavam a falta de ar e a lucidez mental, levando os padecimentos ao desespero e angústia.” INFLUÊNCIA OBSESSIVA: “Os danos causados pelo vírus eram muito graves, e a assistência espiritual do enfermo era de péssima qualidade. Algumas Entidades odientas maldiziam-no e o ameaçavam de forma impiedosa, anunciando o seu próximo desenlace para o reencontro além do corpo com as consequências lamentáveis. O desencarnando, apavorado com a consciência de que chegara o seu momento fatal, inevitável, deixava-se dominar pelo desespero que mais o perturbava”. Missões de Assistência SUPORTE ESPIRITUAL: “Os nossos grupos, no entanto, visitavam as entidades hospitalares procurando auxiliar esses servidores devotados, encorajando-os e transmitindo-lhes forças nos momentos de desfalecimento pelas largas horas de vigilância e trabalho, que não lhes permitiam o repouso ou a renovação das energias. SUPORTE ESPIRITUAL: “Espíritos generosos também eram vistos atendendo a diversos outros, cujas vibrações de fé e esperança na oração facilitavam o concurso de familiares e benfeitores desencarnados”. Despertar da Consciência no Além Túmulo – COVID 19 No Rumo do Mundo de Regeneração – Cap. 16 No Rumo do Mundo de Regeneração – Cap. 16 No Rumo do Mundo de Regeneração – Cap. 19 No Rumo do Mundo de Regeneração – Cap. 6
  • 15. O Desencarne OS CENTROS DE FORÇA : “o centro vegetativo, ligado ao ventre, como sede das manifestações fisiológicas; o centro emocional, zona dos sentimentos e desejos, sediado no tórax, e o centro mental, mais importante, situado no cérebro.” O CORDÃO PRATEADO : “ultima ligação entre o cérebro de matéria densa, e o cérebro de matéria rarefeita, deveria permanecer até ao dia imediato”. (Caso Dimas) A Eutanásia REGRA DE OURO : “Ninguém corte, onde possa desatar O EXECUTOR: “o médico ministrou a chamada injeção “compassiva” (Caso Cavalcante) AS CONSEQUÊNCIAS: “A personalidade desencarnante estava presa ao corpo inerte, em plena inconsciência e incapaz de qualquer reação”. Despertar da Consciência no Além Túmulo – As Fases Obreiros da Vida Eterna – Cap. 13 Obreiros da Vida Eterna – Cap. 18
  • 16. O Velório EFEITO SOBRE O DESENCARNANTE: “No entanto, cada vez que os parentes se debruçam, em pranto, sobre os despojos, Dimas-Espírito é chamado ao cadáver, com prejuízo para a restauração mais rápida” AÇÃO DOS ENCARNADOS: “ao invés de trazerem pensamentos amigos e reconfortadores, preces de auxilio e vibrações fraternais, atiram aos recém- desencarnados as pedras e os espinhos que deixaram nas estradas percorridas”. (Caso Dimas) O Enterro/ Cemitério FREQUENTADORES: “Verdadeira concentração de vagabundos sem corpo físico apinhava-se à porta”. CONSEQUÊNCIAS: “compacta fileira de malfeitores, atacando as vísceras cadavéricas, para subtrair-lhes resíduos vitais”. PROTEÇÃO: “Nossa função, acompanhando os despojos destina-se também à sua defesa”. Despertar da Consciência no Além Túmulo – As Fases Obreiros da Vida Eterna – Cap. 14 Obreiros da Vida Eterna – Cap. 15
  • 17. CASEMIRO CUNHA Cartilha da Natureza – Cap. 98 – O Cemitério  14/04/1880/Vassouras + 07/11/1914/Vassouras 34 anos Poeta/Escritor Tristeza, luto e silêncio, Desolação e amargor. O quadro de um cemitério Inspira saudade e dor. Aqui, lápides custosas, Ali, raros mausoléus, Anjos de pedra apontando A cúpula azul dos céus. Além, sepulturas pobres, Sem o mármore das lousas, Que se confundem sem palmas No seio comum das coisas. Em uns, a ambição pomposa Que se estende à própria morte; Em outros, o esquecimento, Contrastes das mãos da sorte. E o cemitério descansa Em triste serenidade, Assinalando em silêncio O fim de toda a vaidade. No entanto, entre as cruzes mortas, Sobre corpos verminados, A primavera traz lírios Risonhos e perfumados. Já observaste? No mundo, Nos trilhos mais viciados, Temos sido muitas vezes Como “túmulos caiados”. Mas Jesus que é o Jardineiro Da paz, do amor, da bonança, Faz florir em nossas trevas Seus caminhos de esperança. Despertar da Consciência no Além Túmulo – As Fases – O Cemitério
  • 18. No Plano Espiritual CASO DIMAS: “Ó minha mãe ! e a esposa, os filhos ?... – Dimas, filho, os laços terrenos, entre você e eles, foram interrompidos. Restitua-os a Deus” CASO CAVALCANTE: “Cavalcante, fixava-nos, receoso, crendo-se vítima de pesadelo, em hospital diferente. Declarava-se interessado em continuar no corpo terrestre, chamava a esposa insistentemente. CASO FÁBIO: “Fábio cobrava forças de modo notavelmente rápido. Os longos e difíceis exercícios de espiritualidade superior, levados afeito na Crosta, frutificavam, agora, em benções de serenidade e compreensão”. CASO ADELAIDE: “O serviço preliminar do desenlace, no plexo solar e mesmo no coração, pode, em vários casos, ser levado a efeito pelo próprio interessado, quando este haja adquirido, durante a experiência terrestre, o preciso treinamento com a vida espiritual mais elevada. Depois de orar, fervorosamente, no último pouso das células exaustas, agradecendo-lhes o precioso concurso nos abençoados anos de permanência na Crosta, Adelaide, serena e confiante, cercada de numerosos Amigos, partiu”. Despertar da Consciência no Além Túmulo – As Fases Obreiros da Vida Eterna – Cap. 15 Obreiros da Vida Eterna – Cap. 19 Obreiros da Vida Eterna – Cap. 17 Obreiros da Vida Eterna – Cap. 19
  • 19. A palavra morrera na garganta. Alguém me estende o suco de uma pera. Busco em vão engolir... Anoitecera... E cresce a angustia imensa que me espanta. Horas passam... A dor se me agiganta. Não mais posso agitar as mãos de cera. Recordo, em pranto, o tempo que perdera, Arrimando-me à fé serena e santa. Mas surge doce estrela refulgindo, E vejo o nosso Eurípedes sorrindo... Surpresa enorme o coração me invade... Descansa agora o corpo em paz segura... E, chorando de dor e de ventura, Vi-me, de novo, em plena liberdade... CORNÉLIO PIRES Senda para Deus – Cap. 7 - Transição  13/07/1884/Tiete + 17/01/1958/São Paulo Poeta/Escritor/Jornalista Despertar da Consciência no Além Túmulo–As Fases – No Plano Espiritual
  • 20. Agradeço, meu filho, a glória que me deste, O mármore custoso, o imponente jazigo, A legenda piedosa, as flores que bendigo, A oração da saudade, a sombra do cipreste… Mas afasta de nós a pompa que me veste! Este luxo no chão é miséria comigo… Quero apenas o amor por sacrossanto abrigo, Dá-me teu coração por tesouro celeste. Não me busques, em vão, na gelidez das lousas! Transfunde-me a lembrança em pão que reconforte A quem viva de fel na aflição que te espia… Procura-me na dor do caminho em que pousas E esparze em tudo o bem, porque a bênção da morte, Que me acordou na luz, há de acordar-te um dia…. INÊS SABINO Antologia dos Imortais – Cap. 20 – No Dia de Finados  31/12/1853/Bahia + 13/09/1911/RJ Poeta/Escritora/Jornalista Despertar da Consciência no Além Túmulo–As Fases – No Plano Espiritual
  • 21. Ouvindo os desencarnados Em lutas de consciência, Permaneceis navegando Nas águas da advertência. Tantos náufragos em treva, Sem clarão que os reconforte, São apelos da verdade, Gritando no mar da morte. Despertar da Consciência no Além Túmulo – Síntese 1880/1914 – Vassouras/RJ Poeta, escritor Vozes do Grande Além – Cap. 57 – Almas Sofredoras Casemiro Cunha
  • 22. Depois da morte é que vemos, Quando a luz se nos revela, Quanta sombra e bagatela Guardamos no coração. Quantos lamentos inúteis Complicavam-nos a vida, Quanta palavra perdida, Quanto tempo gasto em vão!... Quantas horas desprezadas, De espírito desatento Nos enganos de um momento Que o próprio tempo desfaz! Quanta contenda improfícua, Quanto disfarce no rosto Que se transforma em desgosto Furtando a esperança e a paz Coração e Vida – Cap. 24 – Tempo e Vida 1901/1958 – Feira de Santana/BA Professora/Poeta/Escritora Despertar da Consciência no Além Túmulo – Síntese Maria Dolores
  • 23. No Mundo espiritual muita gente vai se surpreender... Lá, não seremos identificados pela importância, ou melhor, pela nossa suposta importância no mundo... Gente há que desencarna imaginando que as portas do Mundo Espiritual irão se lhes escancarar... Ledo engano! NINGUÉM QUER SABER O QUE FOMOS, O QUE POSSUÍAMOS, QUE CARGO OCUPÁVAMOS NO MUNDO; o que conta é a luz que cada um já tenha conseguido fazer brilhar em si mesmo... Esse negócio de ter sido fulano de tal interessa à consciência de quem foi e, na maioria das vezes, se complicou... Francisco Cândido Xavier O Evangelho de Chico Xavier – Cap. 187 Despertar da Consciência no Além Túmulo – Síntese
  • 24. Reflexiona diariamente a respeito da tua partida em direção à imortalidade, preparando-te, a fim de que não te fixes em interesses mesquinhos retentivos da retaguarda material. Treina o pensamento em considerações constantes em torno da desencarnação, porquanto ela chegará, talvez, quando menos a esperes. Joanna de Angelis Despertar da Consciência no Além Túmulo – Síntese Revista Reformador – 2014 - Novembro O Fenômeno da Morte
  • 25. Há quem diga que os chamados mortos nada tem a ver com os chamados vivos, entretanto, como os chamados vivos de hoje, serão os chamados mortos, de amanhã, com possibilidade de se perturbarem uns aos outros, caso perseverem na ignorancia —, cultivemos na Doutrina Espírita o instituto mundial de esclarecimento da alma. André Luiz Despertar da Consciência no Além Túmulo – Síntese Além da Morte – Introito – Uberaba, 13 de Janeiro 1960
  • 26. Recebemos no Além o que realmente criamos para nós mesmos, em contato com as criaturas. Romeu Camargo – Falando à Terra – Cap. 14 – De Retorno. Aviso claro e prudente, o melhor que tenho aqui: Depois da morte é que a gente conhece o que fez de si. José Soares de Gouveia – Depois da Vida – Introdução. A morte a ninguém engana. Ninguém se engana após a morte. Joanna de Ângelis – Depoimentos Vivos – Introdução. Despertar da Consciência no Além Túmulo – Síntese
  • 28. Mande notícias do mundo de lá Todos os dias é um vai-e-vem Tem gente que chega pra ficar Tem gente que vai pra nunca mais Tem gente que vem e quer voltar Tem gente que vai e quer ficar Tem gente que veio só olhar Tem gente a sorrir e a chorar E assim, chegar e partir São só dois lados Da mesma viagem É a VIDA. MILTON NASCIMENTO Milton Nascimento/Fernando Brant - Encontros e Despedidas/1985  26/10/1942/RJ Cantor/Compositor Despertar da Consciência no Além Túmulo – Síntese
  • 30. 30 • A Vida no Plano Espiritual - Clarêncio 1º - 1943 – NOSSO LAR • As Falências Mediúnicas - Aniceto 2º - 1944 – OS MENSAGEIROS • A Reencarnação/O Processo Reencarnatório - Alexandre 3º - 1945 – MISSIONÁRIOS DA LUZ • A Desencarnação – Jerônimo/ Zenóbia 4º - 1946 – OBREIROS DA VIDA ETERNA • A Mente/ Distúrbios Mentais - Calderaro 5º - 1947 – NO MUNDO MAIOR • A obsessão/Vampirismo/Ovoides/Licantropia - Gúbio 6º - 1949 – LIBERTAÇÃO • As Patologias do corpo espiritual - Clarêncio 7º - 1954 – ENTRE A TERRA E O CÉU • A Mediunidade - Aulus 8º - 1954 – NOS DOMÍNIOS DA MEDIUNIDADE • A Lei de Causa e Efeito - Druso 9º - 1956 – AÇÃO E REAÇÃO • As Relações Ciência/Doutrina Espírita/Medicina 10º - 1958 – EVOLUÇÃO EM DOIS MUNDOS • As Relações Ciência/Doutrina Espírita/Mediunidade 11º - 1959 – MECANISMOS DA MEDIUNIDADE • O Sexo desequilibrado - Felix 12º - 1963 – SEXO E DESTINO • A Imortalidade/Pós-desencarne – Claudio/Plotino 13º - 1968 – E A VIDA CONTINUA André Luiz – Livros – Série: A vida no mundo Espiritual 1947/Agenda Cristã 1964/Desobsessão 1960/Conduta Espírita
  • 31. André Luiz – a obra - Importância O MUNDO ESPIRITUAL (...) Podemos dividir os períodos que dizem respeito ao desdobramento das revelações espíritas a respeito do mundo transcendente em ANTES E DEPOIS de André Luiz. A DOUTRINA ESPÍRITA E OS LIVROS DE ANDRÉ LUIZ (...) FIEL aos ensinamentos ditados pelos Espíritos superiores e insertos nas obras básicas da Doutrina Espírita, ampliou-os, detalhou-os. A LEI DE CAUSA E EFEITO/O Plantar e o Colher (...) Estudando com profundidade os mecanismos das LEIS DE CAUSA E EFEITO, confirmou as informações contidas na Codificação do Espiritismo. Geraldo Campetti 2015 - FEB Eurípedes Kuhl 2014 – Boa Nova
  • 32. LIVRO OBREIROS DA VIDA ETERNA – 75 anos LIVRO • Obreiros da Vida Eterna AUTOR • André Luiz MÉDIUM • Francisco Cândido Xavier TEMA • A Desencarnação / Casa Transitória 1946 1990 2019 1943 1993 1910 2002 ∑ = 31 ∑ ≥ 400
  • 33. Obreiros da Vida Eterna – Livro : Sinopse • André Luiz Autor • Francisco Candido Xavier Médium • FEB/1946 Editora/Ano • “Romance” Mediúnico Gênero • Este livro desvenda, esclarecendo, o processo da desencarnação, descrevendo a assistência/desencarnação de 5 pessoas de diferentes cultos religiosos. • Descreve a “Casa Transitória Fabiano de Cristo”. Conteúdo • 20 Capítulos Estrutura
  • 34. E-mail : adalberto.acsjr@gmail.com YouTube – O Escriba Espírita : https://www.youtube.com/channel/UCj39fLNXa2nKXfVTNlZ_JGw Blog – O Escriba Espírita : https://escribaespirita.blogspot.com/ Instagram: https://www.instagram.com/adalberto.coelho.silva/?hl=pt-br As vezes, nos cemitérios, A gente chora na campa De amados que já voltaram Para a Terra, em nova estampa Cornélio Pires Baú de Casos – Cap. 12 – Finados e Reencarnados “Aprende o bem Viver e bem saberás morrer. Confúcio (551 a.C. - 479 a.C.),