SlideShare uma empresa Scribd logo
“Época de Transição”:
esta é a legenda que repetis frequentemente para definir a
atualidade terrestre, em que surpreendeis, a cada passo, LARGA FIEIRA
DE OCORRÊNCIAS INUSITADAS.
Emmanuel – Diálogos dos Vivos – Cap. 21 – Dupla Renovação/1974
Fenômenos
sísmicos
Violência
Familiar/
coletiva
Doenças/
Transtornos
psicológicos
Fenômenos
meteorológicos
Guerras
local/
regional
Vazio
existencial
Depressão
Desastres
coletivos
Pandemias
Mudanças
políticas
Obsessão
Suely Caldas
Schubert - Nas
Fronteiras da Nova Era
- prefacio
MATERIAIS SOCIAS MORAIS/
ESPIRITUAIS
UM MUNDO EM TRANSIÇÃO - Impactos
FLAGELOS = Catástrofes e Desastres Coletivos – VISÍVEIS e “INVISÍVEIS”
FLAGELOS
Naturais
Terremotos
Maremotos
Vulcões
Tufões
Epidemias
Inundações
Humanos
Incêndios
Aéreos
Rodoviários
Náuticos
Ferroviários
Guerras
Invisíveis
Suicídio
Drogas
Depressão
OBSESSÃO
Violência
Íntima
Familiar
Urbana
Coletiva
Angustia
Ansiedade
Medo
~13.000 (2019)
∑ Eventos ~ 12
∑ Mortes ~ 700.000
∑ Eventos ~ 100
∑ Mortes ~ 7.000
~9.000 (2019)
1918  2022
9
54
17
3
11
1
0
0
0
0
2
10
Brasil
Brasil
Qual o PROPÓSITO das Leis Espirituais nos Flagelos Coletivos ?
Existe LIGAÇÃO dos Flagelos Coletivos com
Reencarnações anteriores e a Lei de Causa e Efeito ?
As Famílias estão vinculadas a esses acontecimentos de
Flagelos Coletivos?
Como compreender que entre as vitimas dos Flagelos
Coletivos tenha crianças e idosos?
Quais são os PREPARATIVOS pela Espiritualidade para o
atendimento dos Flagelos Coletivos?
Todos os envolvidos nos Flagelos Coletivos chegam no Plano
Espiritual nas mesmas CONDIÇÕES?
Como os Parentes/Amigos devem LIDAR com tais
acontecimentos de Flagelos Coletivos ?
1
3
4
5
2
1938 – Queda do Avião Australiano - Austrália
Ação e Reação - André Luiz
1938 – Choque de Trens – Minas Gerais
Revista Reformador/1986 - Kleber Halfeld
1960 – Incêndio do Circo Americano – Niterói
Cartas e Crônicas - Humberto de Campos
1973 – Queda do Avião Turco – Paris
Diálogo dos Vivos - Silva Ramos
1974 – Incêndio do Joelma – São Paulo
Diálogo dos Vivos – Cornélio Pires
2004 – Tsunami Asiático – Indonésia
Transição Planetária – Manoel Philomeno de Miranda
Catástrofes e Desastres Coletivos – EXEMPLOS
Condições pós-
desencarne
Preparativos da
Espiritualidade
Ligações do
Passado
Ligações do
Passado
Ligações do
Passado
Preparativos da
Espiritualidade
Doutrina Espírita
Os FLAGELOS são PROVAS que dão ao
homem ocasião de:
EXERCITAR a sua inteligência, de
DEMONSTRAR sua paciência e
resignação ante a vontade de Deus e que lhe
oferecem ensejo de:
MANIFESTAR seus sentimentos de
abnegação, de desinteresse e de amor ao
próximo, se o não domina o egoísmo.
Allan Kardec - Livro dos Espíritos – 3º Parte – Cap. 6 – Lei de Destruição
- Perg. 740 – Flagelos Destruidores/São provas Morais ?
Qual o propósito das Leis Espirituais nos Flagelos Coletivos ? - NATURAIS
Acelerar o Progresso Material /
Moral
Higienização da Psicosfera
Psíquica/Espiritual
Provas & Resgates
Morais/Espirituais
Qual o propósito das Leis Espirituais nos Flagelos Coletivos ?
FLAGELOS
NATURAIS
FLAGELOS
HUMANOS
OBJETIVOS
TIPOS
FLAGELOS
NATURAIS
Acelerar o
Progresso
X
Higienização
da Psicosfera
X
HUMANOS
Provas &
Resgates
X
X
X
EXPLICAÇÃO
Lei do
Progresso/
Destruição
Ciclos de
Evolução
Planetária
Imortalidade
Reencarnação
Lei de Causa e
Efeito
Transição
Planetária
Processos
Permanentes
Processos
Temporários
Qual o propósito das Leis Espirituais nos Flagelos Coletivos ?
Catástrofes e
Desastres Coletivos
9
9
LEI DE DESTRUIÇÃO
Já não dissemos ser a destruição uma necessidade para a regeneração
moral dos Espíritos, que, em cada nova existência, sobem um degrau na
escala do aperfeiçoamento? Allan Kardec - Livro dos Espíritos - 737
OS CICLOS DE EVOLUÇÃO PLANETÁRIOS
Estamos agora em um novo período.
Estes dias assinalam uma data muito especial, a data da mudança do
mundo de provas e expiações para o mundo de regeneração. Bezerra de
Menezes - Reformador – Junho/2010
A TRANSIÇÃO PLANETÁRIA
Indiscutivelmente, vive-se na Terra o momento da grande
transição planetária, onde as ocorrências dolorosas, os desastres
coletivos, as tragédias do cotidiano, as contínuas ondas de violência
e os descalabros de toda ordem chamam a atenção de todos,
apresentando momentos terríveis de aflição e de sofrimentos. Joanna
de Angelis – Liberta-te do Mal – Cap. 18
Qual o propósito das Leis Espirituais nos Flagelos Coletivos ? - NATURAIS
– São essas provações, que COLETIVAMENTE
ADQUIRIMOS do ponto de vista de débitos cármicos.
As vezes empreendemos determinados movimentos
destrutivos, em desfavor da comunidade ou do indivíduo,
às vezes operamos em grupo, às vezes, em vastíssimos
grupos e, no tempo devido, os princípios cármicos
amadurecem,
E NÓS RESGATAMOS AS NOSSAS DÍVIDAS, REUNINDO-
NOS UNS COM OS OUTROS, quando estamos
acumpliciados nas mesmas culpas, porque a Lei de Deus
é a Lei de Deus, formada de justiça e de misericórdia.
Francisco Cândido Xavier – Chico Xavier – Dos Hippies aos problemas do mundo
– Cap. 18 - Catástrofes
Existe LIGAÇÃO dos Flagelos Coletivos com Reencarnações anteriores e
a Lei de Causa e Efeito
LEI DE CAUSA E EFEITO - Dimensões
Todas as contas a resgatar pedem relação direta entre
credores e devedores.
É por isso que te vês, frequentemente, na Terra, diante
daqueles a quem deves algo.
Emmanuel – Justiça Divina – Cap. 14 – Quitação
Deus criou o livre-arbítrio, NÓS criamos a fatalidade.
André Luiz – Nosso Lar – Cap. 46
Quando retornamos da Terra para o Mundo Espiritual,
conscientizados nas responsabilidades próprias, operamos o
levantamento dos nossos débitos passados e rogamos os meios
precisos a fim de resgatá-los devidamente.
É assim que, muitas vezes, renascemos no Planeta em grupos
compromissados para a redenção múltipla.
Emmanuel – Chico Xavier Pede Licença – Cap. 19
Existe LIGAÇÃO dos Flagelos Coletivos com Reencarnações anteriores e
a Lei de Causa e Efeito
Invasores de Terras (Incêndio do Joelma)
Exploradores de Comunidades
Promotores de Guerra
Corsários / Vândalos (Queda de Avião Turco)
Cientistas Mercenários
Legisladores Sádicos
Existe LIGAÇÃO dos Flagelos Coletivos com Reencarnações anteriores e
a Lei de Causa e Efeito – QUEM FORAM NO PASSADO
Catástrofes/Desastres Coletivos – EXEMPLOS - 1974 – Incêndio do Joelma – São Paulo
Existe LIGAÇÃO dos Flagelos Coletivos com Reencarnações anteriores e
a Lei de Causa e Efeito – QUEM FORAM NO PASSADO
Incêndio no Edifício Joelma faz
referência a uma tragédia
ocorrida em 1º de fevereiro de
1974, no atualmente
denominado Edifício Praça da
Bandeira, na região central de
São Paulo, Brasil, e que
provocou a morte de 187
pessoas e deixou mais de 180
mortos.
Catástrofes/Desastres Coletivos – EXEMPLOS - 1974 – Incêndio do Joelma – São Paul
Homenagem aos
companheiros
desencarnados no
incêndio ocorrido na
capital de São Paulo a
1º de fevereiro de
1974, em resgate dos
derradeiros resquícios
de culpa que ainda
traziam na própria
alma, remanescentes de
compromissos
adquiridos em guerra
das Cruzadas.
Fogo!… Amplia-se a voz no assombro em que se espalha
Gritos, alterações… O tumulto domina.
No templo do progresso, em garbos de oficina,
O coração se agita, a vida se estraçalha.
Tanto fogo a luzir é mística fornalha
E a presença da dor reflete a lei divina.
Onde a fé se mantém, a prece descortina
O passado remoto em longínqua batalha…
Varrem com fogo e pranto as sombras de outras eras
Combatentes da Cruz em provações austeras,
Conquanto heróis do mundo, honrando os tempos idos.
Na Terra o sofrimento, a angústia, a cinza, a escória…
Mas ouvem-se no Além os hinos de vitória
Das Milícias do Céu saudando os redimidos.
Cyro Costa – Diálogo dos Vivos – Cap. 26 – Luz nas Chamas
Catástrofes/Desastres Coletivos – EXEMPLOS - 1974 – Incêndio do Joelma – São Paulo
Existe LIGAÇÃO dos Flagelos Coletivos com Reencarnações anteriores e
a Lei de Causa e Efeito – QUEM FORAM NO PASSADO
Catástrofes/Desastres Coletivos – EXEMPLOS - 1973 – Queda do Avião Turco – Paris
Conhecido como desastre aéreo de
Ermenonville era uma linha aérea da
empresa turca Turkish Airlines que
ligava o Aeroporto Internacional
Atatürk, na Turquia ao Aeroporto de
Londres-Heathrow, na Inglaterra.
Durante um voo ocorrido no dia 3 de
março de 1974, um McDonnell Douglas
DC-10, matrícula TCJAV, que realizava
essa rota caiu numa floresta nos
arredores de Paris, matando todos os
seus 335 passageiros e 11 tripulantes.
Existe LIGAÇÃO dos Flagelos Coletivos com Reencarnações anteriores e
a Lei de Causa e Efeito – QUEM FORAM NO PASSADO
A Natureza aponta a culpa que começa:
Em cidade praiana, a legião pirata
Desembarca, saqueia, humilha, fere, mata…
Por nada se detém, por mais que se lhe peça…
Quantas vidas ao mar sob golpes à pressa! ...
Incêndios e orações no horror que se desata…
Depois, vinho e prazer, os butins de ouro e prata
E as horas avançando ao tempo que não cessa…
Os séculos se vão marchando em luz e treva…
Um dia, em mar aéreo, enorme nave leva
Os piratas de outrora e a Justiça Divina…
Surge a morte no ar… A aflição se renova…
Preces, gemidos e ais de corações em prova…
E a Natureza apaga a culpa que termina.
Silva Ramos – Diálogos dos Vivos – Cap. 29
Catástrofes/Desastres Coletivos – EXEMPLOS - 1973 – Queda do Avião Turco – Paris
Existe LIGAÇÃO dos Flagelos Coletivos com Reencarnações anteriores e
a Lei de Causa e Efeito – QUEM FORAM NO PASSADO
Catástrofes/Desastres Coletivos – EXEMPLOS - 1960 – Incêndio do Circo Americano
Com três mil pessoas na plateia,
faltavam 20 minutos para o
espetáculo acabar, quando uma
trapezista notou o incêndio. Em
pouco mais de cinco minutos, o
circo foi completamente devorado
pelas chamas.
372 pessoas morreram na hora e,
aos poucos, vários feridos
morriam, chegando a mais de 500
mortes, das quais 70 % eram
crianças.
Como compreender entre as vítimas – Famílias, Crianças, Idosos
 Cada um de nós traga um.... Essas pragas jazem escondidas por toda a
parte... Caça-las e exterminá-las é o serviço da hora...
 Durante a noite inteira, mais de mil pessoas, ávidas de crueldade,
vasculharam residências humildes e, no dia subsequente, ao Sol vivo da
tarde, largas filas de mulheres e criancinhas, em gritos e lágrimas, no fim
de soberbo espetáculo, encontraram a morte, queimadas nas chamas
alteadas ao sopro do vento, ou despedaçadas pelos cavalos em correria.
 ......
 Quase dezoito séculos passaram sobre o tenebroso acontecimento....
 Entretanto, a justiça da Lei, através da reencarnação, reaproximou todos
os responsáveis, que, em diversas posições de idade física, se reuniram de
novo para dolorosa expiação, a 17 de Dezembro de 1961, na cidade brasileira
de Niterói, em comovedora tragédia num circo.
Humberto de Campos –
Cartas e Crônicas – Cap. 6 –
Reformador – 1962 – Março
ERRO QUE AGENTE FAZ HOJE, A VIDA ACERTA AMANHÃ
Catástrofes/Desastres Coletivos – EXEMPLOS - 1960 – Incêndio do Circo Americano
Como compreender entre as vítimas – Famílias, Crianças, Idosos
Antevisão das tragédias
Equipes especializadas
Assimilação do amparo
Quais são os PREPARATIVOS pela Espiritualidade para o atendimento dos
Flagelos Coletivos
Catástrofes/Desastres Coletivos – EXEMPLOS - 2004 – Tsunami Asiático – Indonésia
O sismo e tsunami do
Oceano Índico de 2004 foi
um terremoto/sismo
submarino que ocorreu às
00:58:53 UTC de 26 de
dezembro de 2004, com
epicentro na costa oeste de
Sumatra, na Indonésia.
Quais são os PREPARATIVOS pela Espiritualidade para o atendimento dos
Flagelos Coletivos
Sabíamos que milhares de Espíritos nobres haviam acorrido em
auxílio de todos, empenhando-se em resgatá-los das Entidades
infelizes e vampirizadoras, interessadas no fluido vital dos
recém-desencarnados.
Engenheiros e arquitetos desencarnados movimentaram-se
com rapidez e edificaram uma comunidade de emergência,
que a todos nos albergaria logo mais, recebendo também
aqueles aos quais socorrêssemos.
Curiosamente ampliou os esclarecimentos, informando que os
ocidentais em férias que se fizeram vítimas, mantinham
profunda ligação emocional com aquele povo e foram
atraídos por forças magnéticas para resgatar, na ocasião, velhos
compromissos que lhes pesavam na economia moral...
- Nada acontece, sem os alicerces da causalidade! – concluiu.
Manoel Philomeno de Miranda
– Transição Planetária – Cap. 4
Catástrofes/Desastres Coletivos – EXEMPLOS - 2004 – Tsunami Asiático – Indonésia
Quais são os PREPARATIVOS pela Espiritualidade para o atendimento dos Flagelos Coletivos
Catástrofes/Desastres Coletivos – EXEMPLOS - 1938 – Choque de Trens – Minas Gerais
Na noite de 19 de
dezembro de 1938,
viajava um trem
noturno, vindo de Belo
Horizonte para o Rio, e
entre as estações de
Sítio (Antônio Carlos) e
a de João Ayres, um
cargueiro, que vinha no
sentido Rio-BH, chocou-
se frontalmente com o
noturno, no qual
viajavam escoteiros de
Belo Horizonte, que
rumavam para São
Paulo.
Quais são os PREPARATIVOS pela Espiritualidade para o atendimento dos Flagelos Coletivos
Carandaí 1938, dezembro 18.
O relógio marca 19h30min. Dona Yara alerta o marido.
- Zenóbio já acabei de fazer a matula para sua viagem desta madrugada.
Podemos sair agora mais sossegados para a reunião.
(...) Prece inicial.
Leitura e comentário de um trecho de "O Evangelho segundo o Espiritismo".
E, logo após, a segunda parte: o intercâmbio com o Mundo Espiritual através da
mediunidade de alguns confrades.
(...) Pedirei mentalmente, com fé, em favor do Zenóbio, a fim de que ele faça
boa viagem.
Mal terminara a prece e o Espírito "Irmão José", através da médium Maria Russo,
fala com voz firme e pausada:
- Há neste recinto uma senhora que acaba de pedir proteção para o marido.
Quero dizer a ela que o aconselhe a não realizar a viagem que pretende. Que
retarde sua saída desta cidade.
(...) Papai, o trem que o senhor ia tomar acaba de sofrer um desastre. Falaram lá
na estação que há muita gente morta e ferida. O pai vai até lá, onde já se
acotovelam dezenas de pessoas, a tecerem comentários sobre o triste
acontecimento
Kleber Halfeld –
Retalhos do Cotidiano - Reformador - 1987 – Abril
1928/2015 – Juiz de Fora/MG
Catástrofes/Desastres Coletivos – EXEMPLOS - 1938 – Choque de Trens – Minas Gerais
Quais são os PREPARATIVOS pela Espiritualidade para o atendimento dos Flagelos Coletivos
 O noturno (N-2) que descia da Capital mineira para o Rio chocara-se com um cargueiro
(C-65) que subia a Mantiqueira. O desastre verificara-se no quilômetro 355, entre as
Estações de João Aires e Sítio.
 Naquela data, 19 de dezembro de 1938, o "Diário Mercantil" estampava em suas
páginas uma grande manchete: "O maior desastre ferroviário no Brasil, nos últimos
tempos", noticiando, logo depois, que 53 pessoas haviam morrido, enquanto que 60
estavam gravemente feridas, a maior parte internada em hospitais de Barbacena.
 (...) E a Irmã de caridade? Já localizaram o corpo?
 O cambista continua a explicar, agora com voz a tremer: Durante muitas horas eu e
outras pessoas tentamos localiza-la. Não a encontramos.
 Comentei o fato com os passageiros que estavam no mesmo carro. Todos eles
afirmaram com absoluta certeza: Não havia nenhuma irmã de caridade no vagão! . .
.
Kleber Halfeld –
Retalhos do Cotidiano - Reformador - 1987 – Abril
1928/2015 – Juiz de Fora/MG
Catástrofes/Desastres Coletivos – EXEMPLOS - 1938 – Choque de Trens – Minas Gerais
Quais são os PREPARATIVOS pela Espiritualidade para o atendimento dos Flagelos Coletivos
Catástrofes/Desastres Coletivos – EXEMPLOS - 1938 – Queda do Avião Australiano
Um Douglas DC-2 da
Australian National
Airways, colide contra a
região do monte
Dandenong em
Vitória(Adelaide/
Melbourne), Austrália
(25/10/1938).
Todos os envolvidos nos Flagelos Coletivos chegam no Plano Espiritual nas mesmas CONDIÇÕES
O socorro no avião sinistrado é distribuído indistintamente,
contudo, não podemos esquecer que se o desastre é o mesmo
para todos os que tombaram, a morte é diferente para cada
um.
No momento serão retirados da carne tão-somente aqueles
cuja vida interior lhes outorga a imediata liberação.
Quanto aos outros, cuja situação presente não lhes favorece o
afastamento rápido da armadura física, permanecerão ligados,
por mais tempo, aos despojos que lhes dizem respeito.
André Luiz – Ação e Reação –
Cap. 18 – Resgates Coletivos
VIVER BEM P/ BEM MORRER
Catástrofes/Desastres Coletivos – EXEMPLOS - 1938 – Queda do Avião Australiano
Todos os envolvidos nos Flagelos Coletivos chegam no Plano Espiritual nas mesmas CONDIÇÕES
Catástrofes/Desastres Coletivos – EXEMPLOS - 1974 – Incêndio do Joelma – São Paulo
Os Amigos Espirituais, destacando-se meu avô Álvaro, comigo
durante todo o tempo, não me deixaram assinalar quaisquer violências,
naturais numa ocasião como aquela, da parte daqueles que nos
removiam do caminho em que se acreditavam no rumo da volta que não
mais se verificaria.
Lembrando nossas preces e nossas conversações em casa, procurei
esquecer as frases de desespero que se pronunciavam em torno de mim.
Essa atitude de prece e de aceitação me auxiliou e me colocou em
posição de ser socorrida.
Mais tarde com algumas horas de liberação do corpo, é que despertei
ao seu lado.
Os irmãos hospitalizados, os que se refazem dos choques, os que se
reconhecem desfigurados por falta de preparação íntima na
reconstituição da própria forma e os que se acusam doentes, são ainda
muitos.
Volquimar Carvalho dos Santos – Somos Seis
Todos os envolvidos nos Flagelos Coletivos chegam no Plano Espiritual nas mesmas CONDIÇÕES
Catástrofes/Desastres Coletivos – EXEMPLOS - 1956 – Santos – Monte Serrat
Escorregamentos nos
Morros de Santa
Terezinha e Monte
Serrat, com 21 mortos,
dezena de feridos, 50
casas destruídas.
1928(80)/1950(3)/1956
Todos os envolvidos nos Flagelos Coletivos chegam no Plano Espiritual nas mesmas CONDIÇÕES
Chovia desde cedo, e o céu azul da cidade de Santos, sempre belo, se encontrava encolerizado, como
se titãs violentos se atirassem em terrível luta, despedaçando, no alto, gigantescas florestas que
caíam, na terra, revestidas de granizo sob ventos e temporais.
(...) Preparada pela confiança em Deus orava, pedindo forças, no barraco de tábuas, na encosta do
outeiro de Monte Serrat.
(...) ... E eu angustiada, esfaimada, vencida, ouvi de súbito que uma avalanche terrível, como o
acionar de mil hélices de avião se aproximava em volúpia esmagadora, num átimo cessando,
fazendo-me despertar num rio de lama e pedras que destruíra tudo na sua passagem...
(...) Inutilmente tentei gritar, sentindo as aflições multiplicadas ao infinito.
Desejei erguer de cima de mim a montanha de destroços, mas os braços não respondiam ao apelo do
cérebro. Quando asfixiada pela água lodosa me sentia sufocar, escutei, como se viesse do fundo da
minha mente, uma voz enérgica: “Calma Firmina, sorve até a última gota o cálice de amarguras que tu
mesma encheste, quando estavas na opulência da tua miséria. ”
(...) Subitamente, retornei ao sítio anterior em que eu estava esmagada pela terra, a debater-me na
asfixia da umidade do lodo, desejando erguer de mim aquele peso, e sentindo, simultaneamente, as
dores do câncer no corpo vencido.
Sem compreender o que ocorria, — e tudo parecia uma alucinação — novamente ouvi a voz, agora
externa, que me dizia: “Filha, estás livre. Acabas de recuperar o débito ante a própria consciência. O
vaso a que te apegas não mais te serve; preencheu, já, a finalidade a que se destinava.
Firmina
Depoimentos Vivos – Cap. 21
Catástrofes/Desastres Coletivos – EXEMPLOS - 1956 – Santos – Monte Serrat
Todos os envolvidos nos Flagelos Coletivos chegam no Plano Espiritual nas mesmas CONDIÇÕES
Discernimento Espiritual
Prece intercessória
Caridade Fraternal
Atendimento Espiritual
Educar-se Espiritualmente
Agir de forma positiva no Bem
Como os Parentes/Amigos devem LIDAR com tais acontecimentos de
Flagelos Coletivos
Catástrofes e Desastres Coletivos - SÍNTESE
Não nos esqueçamos, porém, de que nunca
estamos sem a presença de Misericórdia
Divina junto às ocorrências da Divina
Justiça,
QUE O SOFRIMENTO É INVARIAVELMENTE
REDUZIDO AO MÍNIMO para cada um de
nós,
Que tudo se renova para o bem de todos e
Que Deus nos concede sempre o melhor.
Emmanuel – Chico Xavier Pede Licença – Cap. 19
Reunião pública – 28/02/1972 - Incêndio do Edifício Andraus – 24/02/1972
Catástrofes/Desastres “ÍNTIMOS”
Ante as calamidades que afligem a Natureza, gerando o
espetáculo deprimente das provações coletivas, não te
esqueças daquele mundo vivo que somos nós mesmos,
governado por leis que não poderemos trair.
A RENDIÇÃO AO VÍCIO E O CULTO DA CRUELDADE criam
espessas nuvens de treva em torno de nossos passos a
rebentarem depois, EM TEMPORAIS DE LÁGRIMAS, que
valem por destruidoras CONVULSÕES EM NOSSO CAMPO
ÍNTIMO.
Os obstáculos do templo familiar, os impedimentos
afetivos, os espinheiros profissionais e os tremendos
conflitos interiores que nos assomam à vida constituem
dolorosas reminiscências dos CATACLISMOS DA ALMA
que nós mesmos criamos. Emmanuel – Fé, Paz e Amor – Cap. 14
Catástrofes e Desastres “ESPIRITUAIS”
Graças ao Espiritismo, VEM ACONTECENDO UM
TERREMOTO QUE OS SISMÓGRAFOS NÃO
CONSEGUIRAM DETECTAR, mas que o psiquismo vem
captando e dando-lhe curso - O DE NATUREZA
ESPIRITUAL.
Tremem os alicerces de antigas construções que
albergam o existencialismo e a negação de Deus, da
alma e da Divina Justiça, estimulando ao gozo e à
anarquia dos valores éticos.
Esse está sendo o mais notável acontecimento da
humanidade, nos tempos hodiernos, que assinalará
época, porque renovará por completo as bases sociais e
humanas do comportamento, ABRINDO ESPAÇO PARA
UM MUNDO NOVO E FELIZ.
Leopoldo Machado –
Luzes do Alvorecer –
Cap. 23 –
Terremoto Espiritual
ALLAN KARDEC - LE - 4ª PARTE – Cap. 2 – Das Penas e Gozos – 1857
CI - 1ª PARTE – Cap. 7 – Código Penal da Vida Futura – 1865
EMMANUEL – 1962
Cap. : 14, 17, 23, 26, 36, 42, 47, 51,
60, 61, 66, 69 e 80
ANDRÉ LUIZ – 1957
Cap. : 12, 13, 14, 16, 17 e 18
MANOEL P. MIRANDA – 2010
Cap. : 4, 5, 6, 7, e 8
Na matemática do Universo, o destino dar-nos-á
sempre daquilo que lhe dermos.
Emmanuel – Justiça Divina – Cap. 51
As Catástrofes e os Desastres Coletivos - Referências
E-mail : adalberto.acsjr@gmail.com
YouTube – O Escriba Espírita : https://www.youtube.com/channel/UCj39fLNXa2nKXfVTNlZ_JGw
Blog – O Escriba Espírita : https://escribaespirita.blogspot.com/
Instagram: https://www.instagram.com/adalberto.coelho.silva/?hl=pt-br
Fenômenos
sísmicos
Violência
Familiar/
coletiva
Doenças/
Transtornos
psicológicos
Fenômenos
meteorológicos
Guerras
local/
regional
Vazio
existencial
Depressão
Desastres
coletivos
Pandemias
Mudanças
políticas
Obsessão
Suely Caldas Schubert - Nas Fronteiras da Nova Era - prefacio
MATERIAIS SOCIAS MORAIS/ESPIRITUAIS
UM MUNDO EM TRANSIÇÃO - Impactos
“Época de
Transição”:
esta é a legenda
que repetis
frequentemente para
definir a atualidade
terrestre, em que
surpreendeis, a cada
passo, LARGA FIEIRA
DE OCORRÊNCIAS
INUSITADAS.
Emmanuel – Diálogos dos Vivos –
Cap. 21 – Dupla Renovação/1974
Catástrofes/Desastres Coletivos – EXEMPLOS - 1938 – Choque de Trens – Minas Gerais
Na noite de 19 de dezembro de 1938, viajava um trem noturno, vindo de Belo
Horizonte para o Rio, e entre as estações de Sítio (Antônio Carlos) e a de João
Ayres, um cargueiro, que vinha no sentido Rio-BH, chocou-se frontalmente com o
noturno, no qual viajavam escoteiros de Belo Horizonte, que rumavam para São
Paulo.
1938 – Queda do Avião Australiano
Ação e Reação/1956 - André Luiz
1938 – Choque de Trens – Minas Gerais
Revista Reformador/1986 - Kleber Halfeld
1960 – Incêndio do Circo Americano – Niterói
Cartas e Crônicas/1966 - Humberto de Campos
1973 – Queda do Avião Turco – Paris
Diálogo dos Vivos/1974 - Silva Ramos
1974 – Incêndio do Joelma – São Paulo
Diálogo dos Vivos/1974 – Cornélio Pires
2004 – Tsunami Asiático – Indonésia
Transição Planetária/2010 – Philomeno de Miranda
Catástrofes/Desastres Coletivos – EXEMPLOS
 Identificação do acidente
 Solicitação de socorro
 Equipe Especializada
 Assimilação do atendimento
 O mérito e as provas
 O Presente
 A antevisão do fato
 O Presente
 O Passado
 O Presente
 O Passado
 O Presente
 O Passado
 O atendimento
 O Pós
 Solicitação de socorro
 Equipe especializada
 Natural + Resgastes
Catástrofes e Desastres Coletivos – NO BRASIL – 1918  2022
DESASTRES/
FLAGELOS
Naturais
Terremotos
Maremotos
VulcõesTufões
Pandemias
Inundações
Humanos
Incêndios
Aéreos
Rodoviários
Náuticos
Ferroviários
Guerras
Espanho
Caraguata
So
Circo Am.
V. Socó/ An
Paris/Leg
TAM Cong
S.J. R
Princ. Maf
Bate
Araca
En
66 mil
∑ Eventos= 6
∑ Mortes ~ 700.000
∑ Eventos= 95
∑ Mortes ~ 7.000
Invisíveis
-
-
-
Espanhola(35K)/COVID
Caraguatatuba/Petrópolis
/ Sobradinho
-
-
-
-
-
-
Catástrofes/Desastres Coletivos – EXEMPLOS - 2004 – Tsunami Asiático – Indonésia
O sismo e tsunami do Oceano Índico de 2004 foi um terremoto/sismo submarino que
ocorreu às 00:58:53 UTC de 26 de dezembro de 2004, com epicentro na costa oeste
de Sumatra, na Indonésia.
Catástrofes e Desastres Coletivos – NO BRASIL – 1918  2022
DESASTRES/
FLAGELOS
Naturais
Terremotos
Maremotos
Vulcões
Tufões
Pandemias
Inundações
Humanos
Incêndios
Aéreos
Rodoviários
Náuticos
Ferroviários
Guerras
Eventos Mortes Observações
0 0
0 0
0 0
0 0
2 700.000 Espanhola(35K)/COVID
4 1355
Caraguatatuba/Petrópolis/
Sobradinho
9 1.135
Circo Am./Joelma/Reener/
V. Socó/ Andraus/ Boate Kiss
54 2.190
Paris/Legacy/Fokker 100
TAM Congonhas/Air France
17 459 S.J. Rio Preto (59)
3 414
Princ. Mafalda/Arari-Belém/
Bateaou Mouche
11 983
Aracaju/Anchieta/
Eng. Goulard
∑ Eventos= 6
∑ Mortes ~ 700.000
∑ Eventos= 95
∑ Mortes ~ 7.000
Invisíveis
Catástrofes/Desastres Coletivos – EXEMPLOS - 1974 – Incêndio do Joelma – São Paulo
Incêndio no Edifício Joelma foi uma tragédia ocorrida em 1° de fevereiro de 1974 no
Edifício Praça da Bandeira, na região central de São Paulo, Brasil, que provocou a
morte de 191 pessoas e deixou mais de 300 feridos.
 O Presente
 O Passado / Cyro Costa/Cruzados
 O atendimento
 O Pós
Ligação com Reencarnações passadas
2
Quais são os preparativos pela Espiritualidade
5
Quais as condições no pós-desencarne.
6
Catástrofes/Desastres Coletivos – EXEMPLOS - 1974 – Incêndio do Joelma – São Paulo
Existe LIGAÇÃO dos Flagelos Coletivos com Reencarnações anteriores e
a Lei de Causa e Efeito – QUEM FORAM NO PASSADO
Incêndio no Edifício Joelma
foi uma tragédia ocorrida
em 1° de fevereiro de 1974
no Edifício Joelma,
atualmente Praça da
Bandeira, na região central
de São Paulo, Brasil, que
provocou a morte de 191
pessoas e deixou mais de
300 feridos..
Lei de
Progresso/Destruição
Os Ciclos de Evolução
Planetária
A Transição Planetária
Catástrofes e Desastres Coletivos - NATURAIS
AÇÃO
PERMANENTE
AÇÃO
TEMPORÁRIA
Imortalidade
Reencarnação
Lei de Causa e Efeito
Catástrofes e Desastres Coletivos - HUMANOS
PROCESSO
PERMANENTE
Planejamento Coletivo
/Planetário
Planejamento
Reencarnatório
Tempo de
Amadurecimento
Espiritual
Catástrofes e Desastres Coletivos - PROCESSO
FLAGELOS
NATURAIS
FLAGELOS
HUMANOS
Catástrofes/Desastres Coletivos – EXEMPLOS - 1938 – Choque de Trens – Minas Gerais
Na noite de 19 de dezembro de 1938, viajava um trem noturno, vindo de Belo
Horizonte para o Rio, e entre as estações de Sítio (Antônio Carlos) e a de João
Ayres, um cargueiro, que vinha no sentido Rio-BH, chocou-se frontalmente com o
noturno.
 O Presente (Carandaí/freira)
 A antevisão do fato ⇐ Quais são os preparativos pela Espiritualidade para o atendimento?
5
OBSESSÃO
SUICÍDIO
ANGUSTIA
Os obstáculos do templo familiar, os impedimentos afetivos, os espinheiros
profissionais e os tremendos conflitos interiores que nos assomam à vida constituem
dolorosas reminiscências dos CATACLISMOS DA ALMA que nós mesmos criamos.
Emmanuel – Fé, Paz e Amor – Cap. 14
Existe ligação das Mortes Coletivas com Reencarnações
anteriores, com a Lei de Causa e Efeito?
As Famílias estão vinculadas a esses
acontecimentos coletivos?
Como compreender que entre as vitimas tenha
crianças e idosos?
Quais são os preparativos pela Espiritualidade
para o atendimento?
Todos os envolvidos chegam no Plano Espiritual nas
mesmas condições?
Como os Parentes/Amigos devem lidar com tais
acontecimentos?
1
2
3
4
5
6
LEI DE CAUSA E EFEITO - Dimensões
Todas as contas a resgatar pedem relação direta
entre credores e devedores.
É por isso que te vês, frequentemente, na Terra,
diante daqueles a quem deves algo.
Emmanuel – Justiça Divina – Cap. 14 – Quitação
Deus criou o livre-arbítrio, NÓS criamos a fatalidade.
André Luiz – Nosso Lar – Cap. 46
Os Flagelos [coletivos] são Provas que dão ao homem
ocasião de: exercitar a sua inteligência, de
demonstrar sua paciência e resignação ante a vontade
de Deus e que lhe oferecem ensejo de: manifestar
seus sentimentos de abnegação, de desinteresse e de
amor ao próximo, se o egoísmo não o domina.
Allan Kardec - Livro dos Espíritos – 3º Parte – Cap. 6 – Lei de Destruição -
Perg. 740 – Flagelos Destruidores/São provas Morais?
Catástrofes e Desastres Coletivos – NO BRASIL – 1918  2022
DESASTRES/
FLAGELOS
Naturais
Terremotos
Maremotos
Vulcões/Tufão
Pandemias
Inundações
Humanos
Incêndios
Aéreos
Rodoviários
Náuticos
Ferroviários
Guerras
Eventos Mortes Observações
0 0
0 0
0 0
2 700.000 Espanhola(35K)/COVID
4 1355
Caraguatatuba/Petrópolis/
Mariana / Brumadinho
9 1.135
Circo Am./Joelma/Reener/
V. Socó/ Andraus/ Boate Kiss
54 2.190
Paris/Legacy/Fokker 100
TAM Congonhas/Air France
17 459 S.J. Rio Preto (59)
3 414
Princ. Mafalda/Arari-Belém/
Bateaou Mouche
11 983
Aracaju/Anchieta/
Eng. Goulard
1 2000 66 milhões(Mundo)
∑ Eventos= 6
∑ Mortes ~ 700.000
∑ Eventos= 95
∑ Mortes ~ 7.000
Invisíveis
Catástrofes e Desastres Coletivos - SÍNTESE
Não te desesperes ante o desespero, não te aflijas
junto à aflição, não te inquietes ao lado da
inquietude, não te atormentes sob tormentos.
Guarda a certeza, alma devotada ao bem, de que
Jesus contigo é a vida radiosa e pura em esperança
permanente, como mensagem de Deus, em BOM
ÂNIMO E ALENTO para a tua redenção.
Não nos esqueçamos, porém, de que nunca estamos
sem a presença de Misericórdia Divina junto às
ocorrências da Divina Justiça, QUE O SOFRIMENTO É
INVARIAVELMENTE REDUZIDO AO MÍNIMO para cada
um de nós, que tudo se renova para o bem de todos e
que Deus nos concede sempre o melhor.
Joanna de Angelis – Espírito e Vida – Cap. 29
Emmanuel – Chico Xavier Pede Licença – Cap. 19
Lamentemos sem desespero quantos se fizeram vítimas de desastres que nos
confrangem a alma. A dor de todos Eles é a nossa dor. Os problemas com que se
defrontam são igualmente nossos.
Não nos esqueçamos, porém, de que nunca estamos sem a presença de
Misericórdia Divina junto às ocorrências da Divina Justiça, que o sofrimento é
invariavelmente reduzido ao mínimo para cada um de nós, que tudo se renova para o
bem de todos e que Deus nos concede sempre o melhor.
Emmanuel – Chico Xavier Pede Licença – Cap. 19
Qual o propósito de Deus nas Mortes Coletivas ?
Existe ligação das Mortes Coletivas com
Reencarnações anteriores?
As Famílias estão vinculadas a esses
acontecimentos coletivos?
Como compreender que entre as vitimas tenha
crianças e idosos?
Quais são os preparativos pela Espiritualidade
para o atendimento?
Todos os envolvidos chegam no Plano Espiritual nas
mesmas condições?
Como os Parentes/Amigos devem lidar com tais
acontecimentos?
1
2
3
4
5
6
7
Catástrofes e Desastres Coletivos – no Brasil - marcantes
FLAGELOS
Naturais
Terremotos
Maremotos
Vulcões
Tufões
Pestes
Humanos
Incêndios
Aéreos
Rodoviários
Náuticos
Ferroviários
Inundações
58
58
LEI DE DESTRUIÇÃO
Já não dissemos ser a destruição uma necessidade
para a regeneração moral dos Espíritos, que, em cada
nova existência, sobem um degrau na escala do
aperfeiçoamento? Allan Kardec - Livro dos Espíritos - 737
OS CICLOS DE EVOLUÇÃO PLANETÁRIOS
Estamos agora em um novo período.
Estes dias assinalam uma data muito especial, a data
da mudança do mundo de provas e expiações para o
mundo de regeneração. Bezerra de Menezes - Reformador –
Junho/2010
A TRANSIÇÃO PLANETÁRIA
Indiscutivelmente, vive-se na Terra o momento da grande
transição planetária, onde as ocorrências dolorosas, os
desastres coletivos, as tragédias do cotidiano, as contínuas
ondas de violência e os descalabros de toda ordem chamam
a atenção de todos, apresentando momentos terríveis de
aflição e de sofrimentos. Joanna de Angelis – Liberta-te do Mal –
Cap. 18
Catástrofes e Desastres Coletivos - NATURAIS
Catástrofes e Desastres Coletivos – no Brasil - marcantes
DESASTRES/
FLAGELOS
Naturais
Terremotos
Maremotos
Vulcões
Tufões
Pestes
Inundações
Humanos
Incêndios
Aéreos
Rodoviários
Náuticos
Ferroviários
Guerras
0 0
0 0
0 0
0 0
1 35.000
X X
X X
X X
X X
X X
X X
x x
∑ Casos = 0
∑ Mortes = 0
∑ Casos = xx
∑ Mortes = nn
1918  2018
Invisíveis
Catástrofes/Desastres Coletivos – EXEMPLOS - 1938 – Queda do Avião Australiano
Um Douglas DC-2 da Australian National Airways, colide contra a região do monte
Dandenong em Vitória, Austrália.
Catástrofes/Desastres Coletivos – EXEMPLOS - 1960 – Incêndio do Circo Americano
Com três mil pessoas na plateia, faltavam 20 minutos para o espetáculo acabar, quando uma
trapezista notou o incêndio. Em pouco mais de cinco minutos, o circo foi completamente
devorado pelas chamas. 372 pessoas morreram na hora e, aos poucos, vários feridos morriam,
chegando a mais de 500 mortes, das quais 70 % eram crianças
Catástrofes/Desastres Coletivos – EXEMPLOS - 1974 – Incêndio do Joelma – São Paulo
Incêndio no Edifício Joelma foi uma tragédia ocorrida em 1° de fevereiro de 1974 no
Edifício Praça da Bandeira, na região central de São Paulo, Brasil, que provocou a
morte de 191 pessoas e deixou mais de 300 feridos.
Catástrofes/Desastres Coletivos – EXEMPLOS - 1973 – Queda do Avião Turco – Paris
Conhecido como desastre aéreo de Ermenonville era uma linha aérea da
empresa turca Turkish Airlines que ligava o Aeroporto Internacional Atatürk, na
Turquia ao Aeroporto de Londres-Heathrow, na Inglaterra. Durante um voo ocorrido
no dia 3 de março de 1974, um McDonnell Douglas DC-10, matrícula TCJAV, que
realizava essa rota caiu numa floresta nos arredores de Paris, matando todos os seus
335 passageiros e 11 tripulantes.
Catástrofes/Desastres Coletivos – EXEMPLOS - 1938 – Queda do Avião Australiano
Um Douglas DC-2 da Australian National Airways, colide contra a região do monte
Dandenong em Vitória, Austrália.
Catástrofes/Desastres Coletivos – EXEMPLOS - 1938 – Choque de Trens – Minas Gerais
Na noite de 19 de dezembro de 1938, viajava um trem noturno, vindo de Belo
Horizonte para o Rio, e entre as estações de Sítio (Antônio Carlos) e a de João
Ayres, um cargueiro, que vinha no sentido Rio-BH, chocou-se frontalmente com o
noturno, no qual viajavam escoteiros de Belo Horizonte, que rumavam para São
Paulo.
Catástrofes/Desastres Coletivos – EXEMPLOS - 1960 – Incêndio do Circo Americano
Com três mil pessoas na plateia, faltavam 20 minutos para o espetáculo acabar, quando uma
trapezista notou o incêndio. Em pouco mais de cinco minutos, o circo foi completamente
devorado pelas chamas. 372 pessoas morreram na hora e, aos poucos, vários feridos morriam,
chegando a mais de 500 mortes, das quais 70 % eram crianças
Catástrofes/Desastres Coletivos – EXEMPLOS - 1973 – Queda do Avião Turco – Paris
Conhecido como desastre aéreo de Ermenonville era uma linha aérea da
empresa turca Turkish Airlines que ligava o Aeroporto Internacional Atatürk, na
Turquia ao Aeroporto de Londres-Heathrow, na Inglaterra. Durante um voo ocorrido
no dia 3 de março de 1974, um McDonnell Douglas DC-10, matrícula TCJAV, que
realizava essa rota caiu numa floresta nos arredores de Paris, matando todos os seus
335 passageiros e 11 tripulantes.
Catástrofes/Desastres Coletivos – EXEMPLOS - 1974 – Incêndio do Joelma – São Paulo
Incêndio no Edifício Joelma foi uma tragédia ocorrida em 1° de fevereiro de 1974 no
Edifício Praça da Bandeira, na região central de São Paulo, Brasil, que provocou a
morte de 191 pessoas e deixou mais de 300 feridos.
Catástrofes/Desastres Coletivos – EXEMPLOS - 2004 – Tsunami Asiático – Indonésia
O sismo e tsunami do Oceano Índico de 2004 foi um terremoto/sismo submarino que
ocorreu às 00:58:53 UTC de 26 de dezembro de 2004, com epicentro na costa oeste
de Sumatra, na Indonésia.
Catástrofes e Desastres Coletivos – INVISÍVEIS
OBSESSÃO
SUICÍDIO
ANGUSTIA
Ante as calamidades que afligem a Natureza, gerando o espetáculo deprimente das
provações coletivas, não te esqueças daquele mundo vivo que somos nós mesmos,
governado por leis que não poderemos trair.
Emmanuel – Fé, Paz e Amor – Cap. 14

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Palestra Espírita - A paciência
Palestra Espírita - A paciênciaPalestra Espírita - A paciência
Palestra Espírita - A paciência
Divulgador do Espiritismo
 
As potencias da Alma
As potencias da AlmaAs potencias da Alma
As potencias da Alma
Ana Cláudia Leal Felgueiras
 
CONHECE-TE A TI MESMO
CONHECE-TE A TI MESMOCONHECE-TE A TI MESMO
CONHECE-TE A TI MESMO
ARMAZÉM DE ARTES TANIA PAUPITZ
 
Bem aventurados os que são misericordiosos
Bem aventurados os que são misericordiososBem aventurados os que são misericordiosos
Bem aventurados os que são misericordiosos
Eduardo Ottonelli Pithan
 
Reencarnação e Ressurreição
Reencarnação e RessurreiçãoReencarnação e Ressurreição
Reencarnação e Ressurreição
Izabel Cristina Fonseca
 
Jesus Palestra
Jesus   PalestraJesus   Palestra
Jesus Palestra
Cláudio Luciano
 
MEDIUNIDADE E ESPIRITISMO
MEDIUNIDADE E ESPIRITISMOMEDIUNIDADE E ESPIRITISMO
MEDIUNIDADE E ESPIRITISMO
Jorge Luiz dos Santos
 
Aula 2 - Deus – lili
Aula 2 - Deus – liliAula 2 - Deus – lili
Aula 2 - Deus – lili
Roseli Lemes
 
O sacrificio mais agradável a Deus
O sacrificio mais agradável a DeusO sacrificio mais agradável a Deus
O sacrificio mais agradável a Deus
Izabel Cristina Fonseca
 
Palestra mágoa
Palestra mágoaPalestra mágoa
Palestra mágoa
Leonardo Pereira
 
Animismo x Mediunidade
Animismo x MediunidadeAnimismo x Mediunidade
Animismo x Mediunidade
igmateus
 
PALESTRA - LIBERDADE E CONSCIENCIA
PALESTRA - LIBERDADE E CONSCIENCIAPALESTRA - LIBERDADE E CONSCIENCIA
PALESTRA - LIBERDADE E CONSCIENCIA
Mauro Santos
 
A felicidade na visão espírita
A felicidade na visão espírita A felicidade na visão espírita
A felicidade na visão espírita
grupodepaisceb
 
DESENCARNAÇÕES COLETIVAS
DESENCARNAÇÕES COLETIVASDESENCARNAÇÕES COLETIVAS
DESENCARNAÇÕES COLETIVAS
Jorge Luiz dos Santos
 
Motivos de resignação
Motivos de resignaçãoMotivos de resignação
Motivos de resignação
Ponte de Luz ASEC
 
O CARÁTER EDUCATIVO DA DOR
O CARÁTER EDUCATIVO DA DORO CARÁTER EDUCATIVO DA DOR
O CARÁTER EDUCATIVO DA DOR
Jorge Luiz dos Santos
 
A prece
A prece A prece
A prece
Graça Maciel
 
Passe e Desobsessão - os estudos de Allan Kardec
Passe e Desobsessão - os estudos de Allan KardecPasse e Desobsessão - os estudos de Allan Kardec
Passe e Desobsessão - os estudos de Allan Kardec
Ponte de Luz ASEC
 
Missão do ser humano inteligente na terra
Missão do ser humano inteligente na terraMissão do ser humano inteligente na terra
Missão do ser humano inteligente na terra
Eduardo Ottonelli Pithan
 
A Existência de Deus na Codificação
A Existência de Deus na CodificaçãoA Existência de Deus na Codificação
A Existência de Deus na Codificação
igmateus
 

Mais procurados (20)

Palestra Espírita - A paciência
Palestra Espírita - A paciênciaPalestra Espírita - A paciência
Palestra Espírita - A paciência
 
As potencias da Alma
As potencias da AlmaAs potencias da Alma
As potencias da Alma
 
CONHECE-TE A TI MESMO
CONHECE-TE A TI MESMOCONHECE-TE A TI MESMO
CONHECE-TE A TI MESMO
 
Bem aventurados os que são misericordiosos
Bem aventurados os que são misericordiososBem aventurados os que são misericordiosos
Bem aventurados os que são misericordiosos
 
Reencarnação e Ressurreição
Reencarnação e RessurreiçãoReencarnação e Ressurreição
Reencarnação e Ressurreição
 
Jesus Palestra
Jesus   PalestraJesus   Palestra
Jesus Palestra
 
MEDIUNIDADE E ESPIRITISMO
MEDIUNIDADE E ESPIRITISMOMEDIUNIDADE E ESPIRITISMO
MEDIUNIDADE E ESPIRITISMO
 
Aula 2 - Deus – lili
Aula 2 - Deus – liliAula 2 - Deus – lili
Aula 2 - Deus – lili
 
O sacrificio mais agradável a Deus
O sacrificio mais agradável a DeusO sacrificio mais agradável a Deus
O sacrificio mais agradável a Deus
 
Palestra mágoa
Palestra mágoaPalestra mágoa
Palestra mágoa
 
Animismo x Mediunidade
Animismo x MediunidadeAnimismo x Mediunidade
Animismo x Mediunidade
 
PALESTRA - LIBERDADE E CONSCIENCIA
PALESTRA - LIBERDADE E CONSCIENCIAPALESTRA - LIBERDADE E CONSCIENCIA
PALESTRA - LIBERDADE E CONSCIENCIA
 
A felicidade na visão espírita
A felicidade na visão espírita A felicidade na visão espírita
A felicidade na visão espírita
 
DESENCARNAÇÕES COLETIVAS
DESENCARNAÇÕES COLETIVASDESENCARNAÇÕES COLETIVAS
DESENCARNAÇÕES COLETIVAS
 
Motivos de resignação
Motivos de resignaçãoMotivos de resignação
Motivos de resignação
 
O CARÁTER EDUCATIVO DA DOR
O CARÁTER EDUCATIVO DA DORO CARÁTER EDUCATIVO DA DOR
O CARÁTER EDUCATIVO DA DOR
 
A prece
A prece A prece
A prece
 
Passe e Desobsessão - os estudos de Allan Kardec
Passe e Desobsessão - os estudos de Allan KardecPasse e Desobsessão - os estudos de Allan Kardec
Passe e Desobsessão - os estudos de Allan Kardec
 
Missão do ser humano inteligente na terra
Missão do ser humano inteligente na terraMissão do ser humano inteligente na terra
Missão do ser humano inteligente na terra
 
A Existência de Deus na Codificação
A Existência de Deus na CodificaçãoA Existência de Deus na Codificação
A Existência de Deus na Codificação
 

Semelhante a As Catástrofes e os Desastres Coletivos_Apresentação

Enquanto Você ainda Pode - - APRESENTAÇÃO
Enquanto Você ainda Pode - - APRESENTAÇÃOEnquanto Você ainda Pode - - APRESENTAÇÃO
Enquanto Você ainda Pode - - APRESENTAÇÃO
ADALBERTO COELHO DA SILVA JR
 
Provações coletivas
Provações coletivasProvações coletivas
Provações coletivas
Carlos Steigleder
 
Desencarnes coletivos
Desencarnes coletivosDesencarnes coletivos
Desencarnes coletivos
Helio Cruz
 
40 a (continuação) o universo é o pensamento ...
40 a   (continuação) o universo é o pensamento ...40 a   (continuação) o universo é o pensamento ...
40 a (continuação) o universo é o pensamento ...
Fatoze
 
01/11/2013 - Desencarnes coletivos
01/11/2013 -  Desencarnes coletivos01/11/2013 -  Desencarnes coletivos
01/11/2013 - Desencarnes coletivos
Lar Irmã Zarabatana
 
Música um despertar para a felicidade (useerj)
Música   um despertar para a felicidade (useerj)Música   um despertar para a felicidade (useerj)
Música um despertar para a felicidade (useerj)
Bruno Bartholomei
 
Lei de destruicao e individuo
Lei de destruicao e individuoLei de destruicao e individuo
Lei de destruicao e individuo
dijfergs
 
Desencarnes coletivos e a justiça divina!
Desencarnes coletivos e a justiça divina!Desencarnes coletivos e a justiça divina!
Desencarnes coletivos e a justiça divina!
Leonardo Pereira
 
Partituras das Músicas da Campanha da Fraternidade Ecumênica 2016
Partituras das Músicas da Campanha da Fraternidade Ecumênica 2016Partituras das Músicas da Campanha da Fraternidade Ecumênica 2016
Partituras das Músicas da Campanha da Fraternidade Ecumênica 2016
Nelsindo de Moraes
 
Depois morte
Depois morteDepois morte
Depois morte
EWALDO DE SOUZA
 
Depois morte
Depois morteDepois morte
Depois morte
guestae3c203
 
As mortes coletivas e a transição planetária
As mortes coletivas e a transição planetária   As mortes coletivas e a transição planetária
As mortes coletivas e a transição planetária
Alexandra Strama
 
A Transição Planetária, a Nova Era e os flagelos
A Transição Planetária, a Nova Era e os flagelosA Transição Planetária, a Nova Era e os flagelos
A Transição Planetária, a Nova Era e os flagelos
ADALBERTO COELHO DA SILVA JR
 
O grande enigma leon denis
O grande enigma   leon denisO grande enigma   leon denis
O grande enigma leon denis
Helio Cruz
 
Higienização espiritual da Terra
Higienização espiritual da TerraHigienização espiritual da Terra
Higienização espiritual da Terra
carlos freire
 
Higienização espiritual da terra
Higienização espiritual da terraHigienização espiritual da terra
Higienização espiritual da terra
Carlos Alberto Freire De Souza
 
Livro dos Espíritos Q348, 349 e 350 ESE Cap28 item4
Livro dos Espíritos Q348, 349 e 350 ESE Cap28 item4Livro dos Espíritos Q348, 349 e 350 ESE Cap28 item4
Livro dos Espíritos Q348, 349 e 350 ESE Cap28 item4
Patricia Farias
 
Desencarnes Coletivos
Desencarnes Coletivos  Desencarnes Coletivos
Desencarnes Coletivos
Ponte de Luz ASEC
 
38 a crise espiritual, fonte dos males atuais
38   a crise espiritual, fonte dos males atuais38   a crise espiritual, fonte dos males atuais
38 a crise espiritual, fonte dos males atuais
Fatoze
 
Depois da morte leon denis
Depois da morte   leon denisDepois da morte   leon denis
Depois da morte leon denis
Claudia Ruzicki Kremer
 

Semelhante a As Catástrofes e os Desastres Coletivos_Apresentação (20)

Enquanto Você ainda Pode - - APRESENTAÇÃO
Enquanto Você ainda Pode - - APRESENTAÇÃOEnquanto Você ainda Pode - - APRESENTAÇÃO
Enquanto Você ainda Pode - - APRESENTAÇÃO
 
Provações coletivas
Provações coletivasProvações coletivas
Provações coletivas
 
Desencarnes coletivos
Desencarnes coletivosDesencarnes coletivos
Desencarnes coletivos
 
40 a (continuação) o universo é o pensamento ...
40 a   (continuação) o universo é o pensamento ...40 a   (continuação) o universo é o pensamento ...
40 a (continuação) o universo é o pensamento ...
 
01/11/2013 - Desencarnes coletivos
01/11/2013 -  Desencarnes coletivos01/11/2013 -  Desencarnes coletivos
01/11/2013 - Desencarnes coletivos
 
Música um despertar para a felicidade (useerj)
Música   um despertar para a felicidade (useerj)Música   um despertar para a felicidade (useerj)
Música um despertar para a felicidade (useerj)
 
Lei de destruicao e individuo
Lei de destruicao e individuoLei de destruicao e individuo
Lei de destruicao e individuo
 
Desencarnes coletivos e a justiça divina!
Desencarnes coletivos e a justiça divina!Desencarnes coletivos e a justiça divina!
Desencarnes coletivos e a justiça divina!
 
Partituras das Músicas da Campanha da Fraternidade Ecumênica 2016
Partituras das Músicas da Campanha da Fraternidade Ecumênica 2016Partituras das Músicas da Campanha da Fraternidade Ecumênica 2016
Partituras das Músicas da Campanha da Fraternidade Ecumênica 2016
 
Depois morte
Depois morteDepois morte
Depois morte
 
Depois morte
Depois morteDepois morte
Depois morte
 
As mortes coletivas e a transição planetária
As mortes coletivas e a transição planetária   As mortes coletivas e a transição planetária
As mortes coletivas e a transição planetária
 
A Transição Planetária, a Nova Era e os flagelos
A Transição Planetária, a Nova Era e os flagelosA Transição Planetária, a Nova Era e os flagelos
A Transição Planetária, a Nova Era e os flagelos
 
O grande enigma leon denis
O grande enigma   leon denisO grande enigma   leon denis
O grande enigma leon denis
 
Higienização espiritual da Terra
Higienização espiritual da TerraHigienização espiritual da Terra
Higienização espiritual da Terra
 
Higienização espiritual da terra
Higienização espiritual da terraHigienização espiritual da terra
Higienização espiritual da terra
 
Livro dos Espíritos Q348, 349 e 350 ESE Cap28 item4
Livro dos Espíritos Q348, 349 e 350 ESE Cap28 item4Livro dos Espíritos Q348, 349 e 350 ESE Cap28 item4
Livro dos Espíritos Q348, 349 e 350 ESE Cap28 item4
 
Desencarnes Coletivos
Desencarnes Coletivos  Desencarnes Coletivos
Desencarnes Coletivos
 
38 a crise espiritual, fonte dos males atuais
38   a crise espiritual, fonte dos males atuais38   a crise espiritual, fonte dos males atuais
38 a crise espiritual, fonte dos males atuais
 
Depois da morte leon denis
Depois da morte   leon denisDepois da morte   leon denis
Depois da morte leon denis
 

Mais de ADALBERTO COELHO DA SILVA JR

As Encruzilhadas da Vida - Você Decide_TEXTO
As Encruzilhadas da Vida - Você Decide_TEXTOAs Encruzilhadas da Vida - Você Decide_TEXTO
As Encruzilhadas da Vida - Você Decide_TEXTO
ADALBERTO COELHO DA SILVA JR
 
As Encruzilhadas da Vida - Você Decide_APRESENTAÇÃO
As Encruzilhadas da Vida - Você Decide_APRESENTAÇÃOAs Encruzilhadas da Vida - Você Decide_APRESENTAÇÃO
As Encruzilhadas da Vida - Você Decide_APRESENTAÇÃO
ADALBERTO COELHO DA SILVA JR
 
A Obsessão por Justa Causa - – A Paixão, o Ciúme, a Traição e a obsessão - EX...
A Obsessão por Justa Causa - – A Paixão, o Ciúme, a Traição e a obsessão - EX...A Obsessão por Justa Causa - – A Paixão, o Ciúme, a Traição e a obsessão - EX...
A Obsessão por Justa Causa - – A Paixão, o Ciúme, a Traição e a obsessão - EX...
ADALBERTO COELHO DA SILVA JR
 
A Obsessão por Justa Causa - – A Paixão, o Ciúme, a Traição e a obsessão - TEXTO
A Obsessão por Justa Causa - – A Paixão, o Ciúme, a Traição e a obsessão - TEXTOA Obsessão por Justa Causa - – A Paixão, o Ciúme, a Traição e a obsessão - TEXTO
A Obsessão por Justa Causa - – A Paixão, o Ciúme, a Traição e a obsessão - TEXTO
ADALBERTO COELHO DA SILVA JR
 
Enquanto Você ainda Pode - - TEXTO_Completo_2024_v5.pdf
Enquanto Você ainda Pode - - TEXTO_Completo_2024_v5.pdfEnquanto Você ainda Pode - - TEXTO_Completo_2024_v5.pdf
Enquanto Você ainda Pode - - TEXTO_Completo_2024_v5.pdf
ADALBERTO COELHO DA SILVA JR
 
Esses Dias Tumultuosos e o Natal_Exposição
Esses Dias Tumultuosos e o Natal_ExposiçãoEsses Dias Tumultuosos e o Natal_Exposição
Esses Dias Tumultuosos e o Natal_Exposição
ADALBERTO COELHO DA SILVA JR
 
Estes Dias Tumultuosos e o Natal - texto
Estes Dias Tumultuosos e o Natal - textoEstes Dias Tumultuosos e o Natal - texto
Estes Dias Tumultuosos e o Natal - texto
ADALBERTO COELHO DA SILVA JR
 
Loucura e Obsessão - 35 anos_TEXTO
Loucura e Obsessão - 35 anos_TEXTOLoucura e Obsessão - 35 anos_TEXTO
Loucura e Obsessão - 35 anos_TEXTO
ADALBERTO COELHO DA SILVA JR
 
Loucura e Obsessão - 35 anos
Loucura e Obsessão - 35 anosLoucura e Obsessão - 35 anos
Loucura e Obsessão - 35 anos
ADALBERTO COELHO DA SILVA JR
 
Sexo e Destino - 60 anos_Texto
Sexo e Destino - 60 anos_TextoSexo e Destino - 60 anos_Texto
Sexo e Destino - 60 anos_Texto
ADALBERTO COELHO DA SILVA JR
 
Sexo e Destino - 60 anos
Sexo e Destino - 60 anosSexo e Destino - 60 anos
Sexo e Destino - 60 anos
ADALBERTO COELHO DA SILVA JR
 
O Martírio nos Tempos Atuais - Ave-Cristo - 70 anos_TEXTO_completo
O Martírio nos Tempos Atuais - Ave-Cristo - 70 anos_TEXTO_completoO Martírio nos Tempos Atuais - Ave-Cristo - 70 anos_TEXTO_completo
O Martírio nos Tempos Atuais - Ave-Cristo - 70 anos_TEXTO_completo
ADALBERTO COELHO DA SILVA JR
 
O Martírio nos Tempos Atuais - Ave-Cristo - 70 anos_APRESENTAÇÃO_Sintese
O Martírio nos Tempos Atuais - Ave-Cristo - 70 anos_APRESENTAÇÃO_SinteseO Martírio nos Tempos Atuais - Ave-Cristo - 70 anos_APRESENTAÇÃO_Sintese
O Martírio nos Tempos Atuais - Ave-Cristo - 70 anos_APRESENTAÇÃO_Sintese
ADALBERTO COELHO DA SILVA JR
 
O Autismo – uma Leitura Espiritual_TEXTO
O Autismo – uma Leitura Espiritual_TEXTOO Autismo – uma Leitura Espiritual_TEXTO
O Autismo – uma Leitura Espiritual_TEXTO
ADALBERTO COELHO DA SILVA JR
 
O Autismo - uma leitura espiritual_APRESENTAÇÃO
O Autismo - uma leitura espiritual_APRESENTAÇÃOO Autismo - uma leitura espiritual_APRESENTAÇÃO
O Autismo - uma leitura espiritual_APRESENTAÇÃO
ADALBERTO COELHO DA SILVA JR
 
Relacionamento entre Pais e Filhos num Mundo em Transição_Texto
Relacionamento entre Pais e Filhos num Mundo em Transição_TextoRelacionamento entre Pais e Filhos num Mundo em Transição_Texto
Relacionamento entre Pais e Filhos num Mundo em Transição_Texto
ADALBERTO COELHO DA SILVA JR
 
O Relacionamento entre Pais e Filhos num Mundo em Transição_Apresentação
O Relacionamento entre Pais e Filhos num Mundo em Transição_ApresentaçãoO Relacionamento entre Pais e Filhos num Mundo em Transição_Apresentação
O Relacionamento entre Pais e Filhos num Mundo em Transição_Apresentação
ADALBERTO COELHO DA SILVA JR
 
As Catástrofes e os Desastres Coletivos
As Catástrofes e os Desastres ColetivosAs Catástrofes e os Desastres Coletivos
As Catástrofes e os Desastres Coletivos
ADALBERTO COELHO DA SILVA JR
 
Tempo de Recomeçar - TEXTO - 2023
Tempo de Recomeçar - TEXTO - 2023Tempo de Recomeçar - TEXTO - 2023
Tempo de Recomeçar - TEXTO - 2023
ADALBERTO COELHO DA SILVA JR
 
Tempo de Recomeçar - 2023
Tempo de Recomeçar - 2023Tempo de Recomeçar - 2023
Tempo de Recomeçar - 2023
ADALBERTO COELHO DA SILVA JR
 

Mais de ADALBERTO COELHO DA SILVA JR (20)

As Encruzilhadas da Vida - Você Decide_TEXTO
As Encruzilhadas da Vida - Você Decide_TEXTOAs Encruzilhadas da Vida - Você Decide_TEXTO
As Encruzilhadas da Vida - Você Decide_TEXTO
 
As Encruzilhadas da Vida - Você Decide_APRESENTAÇÃO
As Encruzilhadas da Vida - Você Decide_APRESENTAÇÃOAs Encruzilhadas da Vida - Você Decide_APRESENTAÇÃO
As Encruzilhadas da Vida - Você Decide_APRESENTAÇÃO
 
A Obsessão por Justa Causa - – A Paixão, o Ciúme, a Traição e a obsessão - EX...
A Obsessão por Justa Causa - – A Paixão, o Ciúme, a Traição e a obsessão - EX...A Obsessão por Justa Causa - – A Paixão, o Ciúme, a Traição e a obsessão - EX...
A Obsessão por Justa Causa - – A Paixão, o Ciúme, a Traição e a obsessão - EX...
 
A Obsessão por Justa Causa - – A Paixão, o Ciúme, a Traição e a obsessão - TEXTO
A Obsessão por Justa Causa - – A Paixão, o Ciúme, a Traição e a obsessão - TEXTOA Obsessão por Justa Causa - – A Paixão, o Ciúme, a Traição e a obsessão - TEXTO
A Obsessão por Justa Causa - – A Paixão, o Ciúme, a Traição e a obsessão - TEXTO
 
Enquanto Você ainda Pode - - TEXTO_Completo_2024_v5.pdf
Enquanto Você ainda Pode - - TEXTO_Completo_2024_v5.pdfEnquanto Você ainda Pode - - TEXTO_Completo_2024_v5.pdf
Enquanto Você ainda Pode - - TEXTO_Completo_2024_v5.pdf
 
Esses Dias Tumultuosos e o Natal_Exposição
Esses Dias Tumultuosos e o Natal_ExposiçãoEsses Dias Tumultuosos e o Natal_Exposição
Esses Dias Tumultuosos e o Natal_Exposição
 
Estes Dias Tumultuosos e o Natal - texto
Estes Dias Tumultuosos e o Natal - textoEstes Dias Tumultuosos e o Natal - texto
Estes Dias Tumultuosos e o Natal - texto
 
Loucura e Obsessão - 35 anos_TEXTO
Loucura e Obsessão - 35 anos_TEXTOLoucura e Obsessão - 35 anos_TEXTO
Loucura e Obsessão - 35 anos_TEXTO
 
Loucura e Obsessão - 35 anos
Loucura e Obsessão - 35 anosLoucura e Obsessão - 35 anos
Loucura e Obsessão - 35 anos
 
Sexo e Destino - 60 anos_Texto
Sexo e Destino - 60 anos_TextoSexo e Destino - 60 anos_Texto
Sexo e Destino - 60 anos_Texto
 
Sexo e Destino - 60 anos
Sexo e Destino - 60 anosSexo e Destino - 60 anos
Sexo e Destino - 60 anos
 
O Martírio nos Tempos Atuais - Ave-Cristo - 70 anos_TEXTO_completo
O Martírio nos Tempos Atuais - Ave-Cristo - 70 anos_TEXTO_completoO Martírio nos Tempos Atuais - Ave-Cristo - 70 anos_TEXTO_completo
O Martírio nos Tempos Atuais - Ave-Cristo - 70 anos_TEXTO_completo
 
O Martírio nos Tempos Atuais - Ave-Cristo - 70 anos_APRESENTAÇÃO_Sintese
O Martírio nos Tempos Atuais - Ave-Cristo - 70 anos_APRESENTAÇÃO_SinteseO Martírio nos Tempos Atuais - Ave-Cristo - 70 anos_APRESENTAÇÃO_Sintese
O Martírio nos Tempos Atuais - Ave-Cristo - 70 anos_APRESENTAÇÃO_Sintese
 
O Autismo – uma Leitura Espiritual_TEXTO
O Autismo – uma Leitura Espiritual_TEXTOO Autismo – uma Leitura Espiritual_TEXTO
O Autismo – uma Leitura Espiritual_TEXTO
 
O Autismo - uma leitura espiritual_APRESENTAÇÃO
O Autismo - uma leitura espiritual_APRESENTAÇÃOO Autismo - uma leitura espiritual_APRESENTAÇÃO
O Autismo - uma leitura espiritual_APRESENTAÇÃO
 
Relacionamento entre Pais e Filhos num Mundo em Transição_Texto
Relacionamento entre Pais e Filhos num Mundo em Transição_TextoRelacionamento entre Pais e Filhos num Mundo em Transição_Texto
Relacionamento entre Pais e Filhos num Mundo em Transição_Texto
 
O Relacionamento entre Pais e Filhos num Mundo em Transição_Apresentação
O Relacionamento entre Pais e Filhos num Mundo em Transição_ApresentaçãoO Relacionamento entre Pais e Filhos num Mundo em Transição_Apresentação
O Relacionamento entre Pais e Filhos num Mundo em Transição_Apresentação
 
As Catástrofes e os Desastres Coletivos
As Catástrofes e os Desastres ColetivosAs Catástrofes e os Desastres Coletivos
As Catástrofes e os Desastres Coletivos
 
Tempo de Recomeçar - TEXTO - 2023
Tempo de Recomeçar - TEXTO - 2023Tempo de Recomeçar - TEXTO - 2023
Tempo de Recomeçar - TEXTO - 2023
 
Tempo de Recomeçar - 2023
Tempo de Recomeçar - 2023Tempo de Recomeçar - 2023
Tempo de Recomeçar - 2023
 

Último

O que está oculto na Maçonaria? Livro cristão.
O que está oculto na Maçonaria? Livro cristão.O que está oculto na Maçonaria? Livro cristão.
O que está oculto na Maçonaria? Livro cristão.
REFORMADOR PROTESTANTE
 
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptxLição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Celso Napoleon
 
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptxBíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Igreja Jesus é o Verbo
 
de volta as estrelas - Erich von Däniken.pdf
de volta as estrelas - Erich von Däniken.pdfde volta as estrelas - Erich von Däniken.pdf
de volta as estrelas - Erich von Däniken.pdf
marcobueno2024
 
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptxLição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
JaquelineSantosBasto
 
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdfPROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
Nelson Pereira
 
Teresa Gerhardinger - corajosa mulher de fé e de visão mundial (1989)
Teresa Gerhardinger - corajosa mulher de fé e de visão mundial (1989)Teresa Gerhardinger - corajosa mulher de fé e de visão mundial (1989)
Teresa Gerhardinger - corajosa mulher de fé e de visão mundial (1989)
Elton Zanoni
 
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Nilson Almeida
 
Enfermos - Unção para consagração dosa enfermos
Enfermos - Unção para consagração dosa enfermosEnfermos - Unção para consagração dosa enfermos
Enfermos - Unção para consagração dosa enfermos
FernandoCavalcante48
 
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Nilson Almeida
 
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptxLição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
Celso Napoleon
 

Último (11)

O que está oculto na Maçonaria? Livro cristão.
O que está oculto na Maçonaria? Livro cristão.O que está oculto na Maçonaria? Livro cristão.
O que está oculto na Maçonaria? Livro cristão.
 
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptxLição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
 
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptxBíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
 
de volta as estrelas - Erich von Däniken.pdf
de volta as estrelas - Erich von Däniken.pdfde volta as estrelas - Erich von Däniken.pdf
de volta as estrelas - Erich von Däniken.pdf
 
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptxLição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
 
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdfPROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
 
Teresa Gerhardinger - corajosa mulher de fé e de visão mundial (1989)
Teresa Gerhardinger - corajosa mulher de fé e de visão mundial (1989)Teresa Gerhardinger - corajosa mulher de fé e de visão mundial (1989)
Teresa Gerhardinger - corajosa mulher de fé e de visão mundial (1989)
 
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
 
Enfermos - Unção para consagração dosa enfermos
Enfermos - Unção para consagração dosa enfermosEnfermos - Unção para consagração dosa enfermos
Enfermos - Unção para consagração dosa enfermos
 
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
 
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptxLição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
 

As Catástrofes e os Desastres Coletivos_Apresentação

  • 1. “Época de Transição”: esta é a legenda que repetis frequentemente para definir a atualidade terrestre, em que surpreendeis, a cada passo, LARGA FIEIRA DE OCORRÊNCIAS INUSITADAS. Emmanuel – Diálogos dos Vivos – Cap. 21 – Dupla Renovação/1974
  • 3. FLAGELOS = Catástrofes e Desastres Coletivos – VISÍVEIS e “INVISÍVEIS” FLAGELOS Naturais Terremotos Maremotos Vulcões Tufões Epidemias Inundações Humanos Incêndios Aéreos Rodoviários Náuticos Ferroviários Guerras Invisíveis Suicídio Drogas Depressão OBSESSÃO Violência Íntima Familiar Urbana Coletiva Angustia Ansiedade Medo ~13.000 (2019) ∑ Eventos ~ 12 ∑ Mortes ~ 700.000 ∑ Eventos ~ 100 ∑ Mortes ~ 7.000 ~9.000 (2019) 1918  2022 9 54 17 3 11 1 0 0 0 0 2 10 Brasil Brasil
  • 4. Qual o PROPÓSITO das Leis Espirituais nos Flagelos Coletivos ? Existe LIGAÇÃO dos Flagelos Coletivos com Reencarnações anteriores e a Lei de Causa e Efeito ? As Famílias estão vinculadas a esses acontecimentos de Flagelos Coletivos? Como compreender que entre as vitimas dos Flagelos Coletivos tenha crianças e idosos? Quais são os PREPARATIVOS pela Espiritualidade para o atendimento dos Flagelos Coletivos? Todos os envolvidos nos Flagelos Coletivos chegam no Plano Espiritual nas mesmas CONDIÇÕES? Como os Parentes/Amigos devem LIDAR com tais acontecimentos de Flagelos Coletivos ? 1 3 4 5 2
  • 5. 1938 – Queda do Avião Australiano - Austrália Ação e Reação - André Luiz 1938 – Choque de Trens – Minas Gerais Revista Reformador/1986 - Kleber Halfeld 1960 – Incêndio do Circo Americano – Niterói Cartas e Crônicas - Humberto de Campos 1973 – Queda do Avião Turco – Paris Diálogo dos Vivos - Silva Ramos 1974 – Incêndio do Joelma – São Paulo Diálogo dos Vivos – Cornélio Pires 2004 – Tsunami Asiático – Indonésia Transição Planetária – Manoel Philomeno de Miranda Catástrofes e Desastres Coletivos – EXEMPLOS Condições pós- desencarne Preparativos da Espiritualidade Ligações do Passado Ligações do Passado Ligações do Passado Preparativos da Espiritualidade
  • 6. Doutrina Espírita Os FLAGELOS são PROVAS que dão ao homem ocasião de: EXERCITAR a sua inteligência, de DEMONSTRAR sua paciência e resignação ante a vontade de Deus e que lhe oferecem ensejo de: MANIFESTAR seus sentimentos de abnegação, de desinteresse e de amor ao próximo, se o não domina o egoísmo. Allan Kardec - Livro dos Espíritos – 3º Parte – Cap. 6 – Lei de Destruição - Perg. 740 – Flagelos Destruidores/São provas Morais ? Qual o propósito das Leis Espirituais nos Flagelos Coletivos ? - NATURAIS
  • 7. Acelerar o Progresso Material / Moral Higienização da Psicosfera Psíquica/Espiritual Provas & Resgates Morais/Espirituais Qual o propósito das Leis Espirituais nos Flagelos Coletivos ? FLAGELOS NATURAIS FLAGELOS HUMANOS
  • 8. OBJETIVOS TIPOS FLAGELOS NATURAIS Acelerar o Progresso X Higienização da Psicosfera X HUMANOS Provas & Resgates X X X EXPLICAÇÃO Lei do Progresso/ Destruição Ciclos de Evolução Planetária Imortalidade Reencarnação Lei de Causa e Efeito Transição Planetária Processos Permanentes Processos Temporários Qual o propósito das Leis Espirituais nos Flagelos Coletivos ? Catástrofes e Desastres Coletivos
  • 9. 9 9 LEI DE DESTRUIÇÃO Já não dissemos ser a destruição uma necessidade para a regeneração moral dos Espíritos, que, em cada nova existência, sobem um degrau na escala do aperfeiçoamento? Allan Kardec - Livro dos Espíritos - 737 OS CICLOS DE EVOLUÇÃO PLANETÁRIOS Estamos agora em um novo período. Estes dias assinalam uma data muito especial, a data da mudança do mundo de provas e expiações para o mundo de regeneração. Bezerra de Menezes - Reformador – Junho/2010 A TRANSIÇÃO PLANETÁRIA Indiscutivelmente, vive-se na Terra o momento da grande transição planetária, onde as ocorrências dolorosas, os desastres coletivos, as tragédias do cotidiano, as contínuas ondas de violência e os descalabros de toda ordem chamam a atenção de todos, apresentando momentos terríveis de aflição e de sofrimentos. Joanna de Angelis – Liberta-te do Mal – Cap. 18 Qual o propósito das Leis Espirituais nos Flagelos Coletivos ? - NATURAIS
  • 10. – São essas provações, que COLETIVAMENTE ADQUIRIMOS do ponto de vista de débitos cármicos. As vezes empreendemos determinados movimentos destrutivos, em desfavor da comunidade ou do indivíduo, às vezes operamos em grupo, às vezes, em vastíssimos grupos e, no tempo devido, os princípios cármicos amadurecem, E NÓS RESGATAMOS AS NOSSAS DÍVIDAS, REUNINDO- NOS UNS COM OS OUTROS, quando estamos acumpliciados nas mesmas culpas, porque a Lei de Deus é a Lei de Deus, formada de justiça e de misericórdia. Francisco Cândido Xavier – Chico Xavier – Dos Hippies aos problemas do mundo – Cap. 18 - Catástrofes Existe LIGAÇÃO dos Flagelos Coletivos com Reencarnações anteriores e a Lei de Causa e Efeito
  • 11. LEI DE CAUSA E EFEITO - Dimensões Todas as contas a resgatar pedem relação direta entre credores e devedores. É por isso que te vês, frequentemente, na Terra, diante daqueles a quem deves algo. Emmanuel – Justiça Divina – Cap. 14 – Quitação Deus criou o livre-arbítrio, NÓS criamos a fatalidade. André Luiz – Nosso Lar – Cap. 46 Quando retornamos da Terra para o Mundo Espiritual, conscientizados nas responsabilidades próprias, operamos o levantamento dos nossos débitos passados e rogamos os meios precisos a fim de resgatá-los devidamente. É assim que, muitas vezes, renascemos no Planeta em grupos compromissados para a redenção múltipla. Emmanuel – Chico Xavier Pede Licença – Cap. 19 Existe LIGAÇÃO dos Flagelos Coletivos com Reencarnações anteriores e a Lei de Causa e Efeito
  • 12. Invasores de Terras (Incêndio do Joelma) Exploradores de Comunidades Promotores de Guerra Corsários / Vândalos (Queda de Avião Turco) Cientistas Mercenários Legisladores Sádicos Existe LIGAÇÃO dos Flagelos Coletivos com Reencarnações anteriores e a Lei de Causa e Efeito – QUEM FORAM NO PASSADO
  • 13. Catástrofes/Desastres Coletivos – EXEMPLOS - 1974 – Incêndio do Joelma – São Paulo Existe LIGAÇÃO dos Flagelos Coletivos com Reencarnações anteriores e a Lei de Causa e Efeito – QUEM FORAM NO PASSADO Incêndio no Edifício Joelma faz referência a uma tragédia ocorrida em 1º de fevereiro de 1974, no atualmente denominado Edifício Praça da Bandeira, na região central de São Paulo, Brasil, e que provocou a morte de 187 pessoas e deixou mais de 180 mortos.
  • 14. Catástrofes/Desastres Coletivos – EXEMPLOS - 1974 – Incêndio do Joelma – São Paul Homenagem aos companheiros desencarnados no incêndio ocorrido na capital de São Paulo a 1º de fevereiro de 1974, em resgate dos derradeiros resquícios de culpa que ainda traziam na própria alma, remanescentes de compromissos adquiridos em guerra das Cruzadas. Fogo!… Amplia-se a voz no assombro em que se espalha Gritos, alterações… O tumulto domina. No templo do progresso, em garbos de oficina, O coração se agita, a vida se estraçalha. Tanto fogo a luzir é mística fornalha E a presença da dor reflete a lei divina. Onde a fé se mantém, a prece descortina O passado remoto em longínqua batalha… Varrem com fogo e pranto as sombras de outras eras Combatentes da Cruz em provações austeras, Conquanto heróis do mundo, honrando os tempos idos. Na Terra o sofrimento, a angústia, a cinza, a escória… Mas ouvem-se no Além os hinos de vitória Das Milícias do Céu saudando os redimidos. Cyro Costa – Diálogo dos Vivos – Cap. 26 – Luz nas Chamas Catástrofes/Desastres Coletivos – EXEMPLOS - 1974 – Incêndio do Joelma – São Paulo Existe LIGAÇÃO dos Flagelos Coletivos com Reencarnações anteriores e a Lei de Causa e Efeito – QUEM FORAM NO PASSADO
  • 15. Catástrofes/Desastres Coletivos – EXEMPLOS - 1973 – Queda do Avião Turco – Paris Conhecido como desastre aéreo de Ermenonville era uma linha aérea da empresa turca Turkish Airlines que ligava o Aeroporto Internacional Atatürk, na Turquia ao Aeroporto de Londres-Heathrow, na Inglaterra. Durante um voo ocorrido no dia 3 de março de 1974, um McDonnell Douglas DC-10, matrícula TCJAV, que realizava essa rota caiu numa floresta nos arredores de Paris, matando todos os seus 335 passageiros e 11 tripulantes. Existe LIGAÇÃO dos Flagelos Coletivos com Reencarnações anteriores e a Lei de Causa e Efeito – QUEM FORAM NO PASSADO
  • 16. A Natureza aponta a culpa que começa: Em cidade praiana, a legião pirata Desembarca, saqueia, humilha, fere, mata… Por nada se detém, por mais que se lhe peça… Quantas vidas ao mar sob golpes à pressa! ... Incêndios e orações no horror que se desata… Depois, vinho e prazer, os butins de ouro e prata E as horas avançando ao tempo que não cessa… Os séculos se vão marchando em luz e treva… Um dia, em mar aéreo, enorme nave leva Os piratas de outrora e a Justiça Divina… Surge a morte no ar… A aflição se renova… Preces, gemidos e ais de corações em prova… E a Natureza apaga a culpa que termina. Silva Ramos – Diálogos dos Vivos – Cap. 29 Catástrofes/Desastres Coletivos – EXEMPLOS - 1973 – Queda do Avião Turco – Paris Existe LIGAÇÃO dos Flagelos Coletivos com Reencarnações anteriores e a Lei de Causa e Efeito – QUEM FORAM NO PASSADO
  • 17. Catástrofes/Desastres Coletivos – EXEMPLOS - 1960 – Incêndio do Circo Americano Com três mil pessoas na plateia, faltavam 20 minutos para o espetáculo acabar, quando uma trapezista notou o incêndio. Em pouco mais de cinco minutos, o circo foi completamente devorado pelas chamas. 372 pessoas morreram na hora e, aos poucos, vários feridos morriam, chegando a mais de 500 mortes, das quais 70 % eram crianças. Como compreender entre as vítimas – Famílias, Crianças, Idosos
  • 18.  Cada um de nós traga um.... Essas pragas jazem escondidas por toda a parte... Caça-las e exterminá-las é o serviço da hora...  Durante a noite inteira, mais de mil pessoas, ávidas de crueldade, vasculharam residências humildes e, no dia subsequente, ao Sol vivo da tarde, largas filas de mulheres e criancinhas, em gritos e lágrimas, no fim de soberbo espetáculo, encontraram a morte, queimadas nas chamas alteadas ao sopro do vento, ou despedaçadas pelos cavalos em correria.  ......  Quase dezoito séculos passaram sobre o tenebroso acontecimento....  Entretanto, a justiça da Lei, através da reencarnação, reaproximou todos os responsáveis, que, em diversas posições de idade física, se reuniram de novo para dolorosa expiação, a 17 de Dezembro de 1961, na cidade brasileira de Niterói, em comovedora tragédia num circo. Humberto de Campos – Cartas e Crônicas – Cap. 6 – Reformador – 1962 – Março ERRO QUE AGENTE FAZ HOJE, A VIDA ACERTA AMANHÃ Catástrofes/Desastres Coletivos – EXEMPLOS - 1960 – Incêndio do Circo Americano Como compreender entre as vítimas – Famílias, Crianças, Idosos
  • 19. Antevisão das tragédias Equipes especializadas Assimilação do amparo Quais são os PREPARATIVOS pela Espiritualidade para o atendimento dos Flagelos Coletivos
  • 20. Catástrofes/Desastres Coletivos – EXEMPLOS - 2004 – Tsunami Asiático – Indonésia O sismo e tsunami do Oceano Índico de 2004 foi um terremoto/sismo submarino que ocorreu às 00:58:53 UTC de 26 de dezembro de 2004, com epicentro na costa oeste de Sumatra, na Indonésia. Quais são os PREPARATIVOS pela Espiritualidade para o atendimento dos Flagelos Coletivos
  • 21. Sabíamos que milhares de Espíritos nobres haviam acorrido em auxílio de todos, empenhando-se em resgatá-los das Entidades infelizes e vampirizadoras, interessadas no fluido vital dos recém-desencarnados. Engenheiros e arquitetos desencarnados movimentaram-se com rapidez e edificaram uma comunidade de emergência, que a todos nos albergaria logo mais, recebendo também aqueles aos quais socorrêssemos. Curiosamente ampliou os esclarecimentos, informando que os ocidentais em férias que se fizeram vítimas, mantinham profunda ligação emocional com aquele povo e foram atraídos por forças magnéticas para resgatar, na ocasião, velhos compromissos que lhes pesavam na economia moral... - Nada acontece, sem os alicerces da causalidade! – concluiu. Manoel Philomeno de Miranda – Transição Planetária – Cap. 4 Catástrofes/Desastres Coletivos – EXEMPLOS - 2004 – Tsunami Asiático – Indonésia Quais são os PREPARATIVOS pela Espiritualidade para o atendimento dos Flagelos Coletivos
  • 22. Catástrofes/Desastres Coletivos – EXEMPLOS - 1938 – Choque de Trens – Minas Gerais Na noite de 19 de dezembro de 1938, viajava um trem noturno, vindo de Belo Horizonte para o Rio, e entre as estações de Sítio (Antônio Carlos) e a de João Ayres, um cargueiro, que vinha no sentido Rio-BH, chocou- se frontalmente com o noturno, no qual viajavam escoteiros de Belo Horizonte, que rumavam para São Paulo. Quais são os PREPARATIVOS pela Espiritualidade para o atendimento dos Flagelos Coletivos
  • 23. Carandaí 1938, dezembro 18. O relógio marca 19h30min. Dona Yara alerta o marido. - Zenóbio já acabei de fazer a matula para sua viagem desta madrugada. Podemos sair agora mais sossegados para a reunião. (...) Prece inicial. Leitura e comentário de um trecho de "O Evangelho segundo o Espiritismo". E, logo após, a segunda parte: o intercâmbio com o Mundo Espiritual através da mediunidade de alguns confrades. (...) Pedirei mentalmente, com fé, em favor do Zenóbio, a fim de que ele faça boa viagem. Mal terminara a prece e o Espírito "Irmão José", através da médium Maria Russo, fala com voz firme e pausada: - Há neste recinto uma senhora que acaba de pedir proteção para o marido. Quero dizer a ela que o aconselhe a não realizar a viagem que pretende. Que retarde sua saída desta cidade. (...) Papai, o trem que o senhor ia tomar acaba de sofrer um desastre. Falaram lá na estação que há muita gente morta e ferida. O pai vai até lá, onde já se acotovelam dezenas de pessoas, a tecerem comentários sobre o triste acontecimento Kleber Halfeld – Retalhos do Cotidiano - Reformador - 1987 – Abril 1928/2015 – Juiz de Fora/MG Catástrofes/Desastres Coletivos – EXEMPLOS - 1938 – Choque de Trens – Minas Gerais Quais são os PREPARATIVOS pela Espiritualidade para o atendimento dos Flagelos Coletivos
  • 24.  O noturno (N-2) que descia da Capital mineira para o Rio chocara-se com um cargueiro (C-65) que subia a Mantiqueira. O desastre verificara-se no quilômetro 355, entre as Estações de João Aires e Sítio.  Naquela data, 19 de dezembro de 1938, o "Diário Mercantil" estampava em suas páginas uma grande manchete: "O maior desastre ferroviário no Brasil, nos últimos tempos", noticiando, logo depois, que 53 pessoas haviam morrido, enquanto que 60 estavam gravemente feridas, a maior parte internada em hospitais de Barbacena.  (...) E a Irmã de caridade? Já localizaram o corpo?  O cambista continua a explicar, agora com voz a tremer: Durante muitas horas eu e outras pessoas tentamos localiza-la. Não a encontramos.  Comentei o fato com os passageiros que estavam no mesmo carro. Todos eles afirmaram com absoluta certeza: Não havia nenhuma irmã de caridade no vagão! . . . Kleber Halfeld – Retalhos do Cotidiano - Reformador - 1987 – Abril 1928/2015 – Juiz de Fora/MG Catástrofes/Desastres Coletivos – EXEMPLOS - 1938 – Choque de Trens – Minas Gerais Quais são os PREPARATIVOS pela Espiritualidade para o atendimento dos Flagelos Coletivos
  • 25. Catástrofes/Desastres Coletivos – EXEMPLOS - 1938 – Queda do Avião Australiano Um Douglas DC-2 da Australian National Airways, colide contra a região do monte Dandenong em Vitória(Adelaide/ Melbourne), Austrália (25/10/1938). Todos os envolvidos nos Flagelos Coletivos chegam no Plano Espiritual nas mesmas CONDIÇÕES
  • 26. O socorro no avião sinistrado é distribuído indistintamente, contudo, não podemos esquecer que se o desastre é o mesmo para todos os que tombaram, a morte é diferente para cada um. No momento serão retirados da carne tão-somente aqueles cuja vida interior lhes outorga a imediata liberação. Quanto aos outros, cuja situação presente não lhes favorece o afastamento rápido da armadura física, permanecerão ligados, por mais tempo, aos despojos que lhes dizem respeito. André Luiz – Ação e Reação – Cap. 18 – Resgates Coletivos VIVER BEM P/ BEM MORRER Catástrofes/Desastres Coletivos – EXEMPLOS - 1938 – Queda do Avião Australiano Todos os envolvidos nos Flagelos Coletivos chegam no Plano Espiritual nas mesmas CONDIÇÕES
  • 27. Catástrofes/Desastres Coletivos – EXEMPLOS - 1974 – Incêndio do Joelma – São Paulo Os Amigos Espirituais, destacando-se meu avô Álvaro, comigo durante todo o tempo, não me deixaram assinalar quaisquer violências, naturais numa ocasião como aquela, da parte daqueles que nos removiam do caminho em que se acreditavam no rumo da volta que não mais se verificaria. Lembrando nossas preces e nossas conversações em casa, procurei esquecer as frases de desespero que se pronunciavam em torno de mim. Essa atitude de prece e de aceitação me auxiliou e me colocou em posição de ser socorrida. Mais tarde com algumas horas de liberação do corpo, é que despertei ao seu lado. Os irmãos hospitalizados, os que se refazem dos choques, os que se reconhecem desfigurados por falta de preparação íntima na reconstituição da própria forma e os que se acusam doentes, são ainda muitos. Volquimar Carvalho dos Santos – Somos Seis Todos os envolvidos nos Flagelos Coletivos chegam no Plano Espiritual nas mesmas CONDIÇÕES
  • 28. Catástrofes/Desastres Coletivos – EXEMPLOS - 1956 – Santos – Monte Serrat Escorregamentos nos Morros de Santa Terezinha e Monte Serrat, com 21 mortos, dezena de feridos, 50 casas destruídas. 1928(80)/1950(3)/1956 Todos os envolvidos nos Flagelos Coletivos chegam no Plano Espiritual nas mesmas CONDIÇÕES
  • 29. Chovia desde cedo, e o céu azul da cidade de Santos, sempre belo, se encontrava encolerizado, como se titãs violentos se atirassem em terrível luta, despedaçando, no alto, gigantescas florestas que caíam, na terra, revestidas de granizo sob ventos e temporais. (...) Preparada pela confiança em Deus orava, pedindo forças, no barraco de tábuas, na encosta do outeiro de Monte Serrat. (...) ... E eu angustiada, esfaimada, vencida, ouvi de súbito que uma avalanche terrível, como o acionar de mil hélices de avião se aproximava em volúpia esmagadora, num átimo cessando, fazendo-me despertar num rio de lama e pedras que destruíra tudo na sua passagem... (...) Inutilmente tentei gritar, sentindo as aflições multiplicadas ao infinito. Desejei erguer de cima de mim a montanha de destroços, mas os braços não respondiam ao apelo do cérebro. Quando asfixiada pela água lodosa me sentia sufocar, escutei, como se viesse do fundo da minha mente, uma voz enérgica: “Calma Firmina, sorve até a última gota o cálice de amarguras que tu mesma encheste, quando estavas na opulência da tua miséria. ” (...) Subitamente, retornei ao sítio anterior em que eu estava esmagada pela terra, a debater-me na asfixia da umidade do lodo, desejando erguer de mim aquele peso, e sentindo, simultaneamente, as dores do câncer no corpo vencido. Sem compreender o que ocorria, — e tudo parecia uma alucinação — novamente ouvi a voz, agora externa, que me dizia: “Filha, estás livre. Acabas de recuperar o débito ante a própria consciência. O vaso a que te apegas não mais te serve; preencheu, já, a finalidade a que se destinava. Firmina Depoimentos Vivos – Cap. 21 Catástrofes/Desastres Coletivos – EXEMPLOS - 1956 – Santos – Monte Serrat Todos os envolvidos nos Flagelos Coletivos chegam no Plano Espiritual nas mesmas CONDIÇÕES
  • 30. Discernimento Espiritual Prece intercessória Caridade Fraternal Atendimento Espiritual Educar-se Espiritualmente Agir de forma positiva no Bem Como os Parentes/Amigos devem LIDAR com tais acontecimentos de Flagelos Coletivos
  • 31. Catástrofes e Desastres Coletivos - SÍNTESE Não nos esqueçamos, porém, de que nunca estamos sem a presença de Misericórdia Divina junto às ocorrências da Divina Justiça, QUE O SOFRIMENTO É INVARIAVELMENTE REDUZIDO AO MÍNIMO para cada um de nós, Que tudo se renova para o bem de todos e Que Deus nos concede sempre o melhor. Emmanuel – Chico Xavier Pede Licença – Cap. 19 Reunião pública – 28/02/1972 - Incêndio do Edifício Andraus – 24/02/1972
  • 32. Catástrofes/Desastres “ÍNTIMOS” Ante as calamidades que afligem a Natureza, gerando o espetáculo deprimente das provações coletivas, não te esqueças daquele mundo vivo que somos nós mesmos, governado por leis que não poderemos trair. A RENDIÇÃO AO VÍCIO E O CULTO DA CRUELDADE criam espessas nuvens de treva em torno de nossos passos a rebentarem depois, EM TEMPORAIS DE LÁGRIMAS, que valem por destruidoras CONVULSÕES EM NOSSO CAMPO ÍNTIMO. Os obstáculos do templo familiar, os impedimentos afetivos, os espinheiros profissionais e os tremendos conflitos interiores que nos assomam à vida constituem dolorosas reminiscências dos CATACLISMOS DA ALMA que nós mesmos criamos. Emmanuel – Fé, Paz e Amor – Cap. 14
  • 33. Catástrofes e Desastres “ESPIRITUAIS” Graças ao Espiritismo, VEM ACONTECENDO UM TERREMOTO QUE OS SISMÓGRAFOS NÃO CONSEGUIRAM DETECTAR, mas que o psiquismo vem captando e dando-lhe curso - O DE NATUREZA ESPIRITUAL. Tremem os alicerces de antigas construções que albergam o existencialismo e a negação de Deus, da alma e da Divina Justiça, estimulando ao gozo e à anarquia dos valores éticos. Esse está sendo o mais notável acontecimento da humanidade, nos tempos hodiernos, que assinalará época, porque renovará por completo as bases sociais e humanas do comportamento, ABRINDO ESPAÇO PARA UM MUNDO NOVO E FELIZ. Leopoldo Machado – Luzes do Alvorecer – Cap. 23 – Terremoto Espiritual
  • 34. ALLAN KARDEC - LE - 4ª PARTE – Cap. 2 – Das Penas e Gozos – 1857 CI - 1ª PARTE – Cap. 7 – Código Penal da Vida Futura – 1865 EMMANUEL – 1962 Cap. : 14, 17, 23, 26, 36, 42, 47, 51, 60, 61, 66, 69 e 80 ANDRÉ LUIZ – 1957 Cap. : 12, 13, 14, 16, 17 e 18 MANOEL P. MIRANDA – 2010 Cap. : 4, 5, 6, 7, e 8 Na matemática do Universo, o destino dar-nos-á sempre daquilo que lhe dermos. Emmanuel – Justiça Divina – Cap. 51 As Catástrofes e os Desastres Coletivos - Referências
  • 35. E-mail : adalberto.acsjr@gmail.com YouTube – O Escriba Espírita : https://www.youtube.com/channel/UCj39fLNXa2nKXfVTNlZ_JGw Blog – O Escriba Espírita : https://escribaespirita.blogspot.com/ Instagram: https://www.instagram.com/adalberto.coelho.silva/?hl=pt-br
  • 36.
  • 37. Fenômenos sísmicos Violência Familiar/ coletiva Doenças/ Transtornos psicológicos Fenômenos meteorológicos Guerras local/ regional Vazio existencial Depressão Desastres coletivos Pandemias Mudanças políticas Obsessão Suely Caldas Schubert - Nas Fronteiras da Nova Era - prefacio MATERIAIS SOCIAS MORAIS/ESPIRITUAIS UM MUNDO EM TRANSIÇÃO - Impactos “Época de Transição”: esta é a legenda que repetis frequentemente para definir a atualidade terrestre, em que surpreendeis, a cada passo, LARGA FIEIRA DE OCORRÊNCIAS INUSITADAS. Emmanuel – Diálogos dos Vivos – Cap. 21 – Dupla Renovação/1974
  • 38. Catástrofes/Desastres Coletivos – EXEMPLOS - 1938 – Choque de Trens – Minas Gerais Na noite de 19 de dezembro de 1938, viajava um trem noturno, vindo de Belo Horizonte para o Rio, e entre as estações de Sítio (Antônio Carlos) e a de João Ayres, um cargueiro, que vinha no sentido Rio-BH, chocou-se frontalmente com o noturno, no qual viajavam escoteiros de Belo Horizonte, que rumavam para São Paulo.
  • 39. 1938 – Queda do Avião Australiano Ação e Reação/1956 - André Luiz 1938 – Choque de Trens – Minas Gerais Revista Reformador/1986 - Kleber Halfeld 1960 – Incêndio do Circo Americano – Niterói Cartas e Crônicas/1966 - Humberto de Campos 1973 – Queda do Avião Turco – Paris Diálogo dos Vivos/1974 - Silva Ramos 1974 – Incêndio do Joelma – São Paulo Diálogo dos Vivos/1974 – Cornélio Pires 2004 – Tsunami Asiático – Indonésia Transição Planetária/2010 – Philomeno de Miranda Catástrofes/Desastres Coletivos – EXEMPLOS  Identificação do acidente  Solicitação de socorro  Equipe Especializada  Assimilação do atendimento  O mérito e as provas  O Presente  A antevisão do fato  O Presente  O Passado  O Presente  O Passado  O Presente  O Passado  O atendimento  O Pós  Solicitação de socorro  Equipe especializada  Natural + Resgastes
  • 40. Catástrofes e Desastres Coletivos – NO BRASIL – 1918  2022 DESASTRES/ FLAGELOS Naturais Terremotos Maremotos VulcõesTufões Pandemias Inundações Humanos Incêndios Aéreos Rodoviários Náuticos Ferroviários Guerras Espanho Caraguata So Circo Am. V. Socó/ An Paris/Leg TAM Cong S.J. R Princ. Maf Bate Araca En 66 mil ∑ Eventos= 6 ∑ Mortes ~ 700.000 ∑ Eventos= 95 ∑ Mortes ~ 7.000 Invisíveis - - - Espanhola(35K)/COVID Caraguatatuba/Petrópolis / Sobradinho - - - - - -
  • 41. Catástrofes/Desastres Coletivos – EXEMPLOS - 2004 – Tsunami Asiático – Indonésia O sismo e tsunami do Oceano Índico de 2004 foi um terremoto/sismo submarino que ocorreu às 00:58:53 UTC de 26 de dezembro de 2004, com epicentro na costa oeste de Sumatra, na Indonésia.
  • 42. Catástrofes e Desastres Coletivos – NO BRASIL – 1918  2022 DESASTRES/ FLAGELOS Naturais Terremotos Maremotos Vulcões Tufões Pandemias Inundações Humanos Incêndios Aéreos Rodoviários Náuticos Ferroviários Guerras Eventos Mortes Observações 0 0 0 0 0 0 0 0 2 700.000 Espanhola(35K)/COVID 4 1355 Caraguatatuba/Petrópolis/ Sobradinho 9 1.135 Circo Am./Joelma/Reener/ V. Socó/ Andraus/ Boate Kiss 54 2.190 Paris/Legacy/Fokker 100 TAM Congonhas/Air France 17 459 S.J. Rio Preto (59) 3 414 Princ. Mafalda/Arari-Belém/ Bateaou Mouche 11 983 Aracaju/Anchieta/ Eng. Goulard ∑ Eventos= 6 ∑ Mortes ~ 700.000 ∑ Eventos= 95 ∑ Mortes ~ 7.000 Invisíveis
  • 43. Catástrofes/Desastres Coletivos – EXEMPLOS - 1974 – Incêndio do Joelma – São Paulo Incêndio no Edifício Joelma foi uma tragédia ocorrida em 1° de fevereiro de 1974 no Edifício Praça da Bandeira, na região central de São Paulo, Brasil, que provocou a morte de 191 pessoas e deixou mais de 300 feridos.  O Presente  O Passado / Cyro Costa/Cruzados  O atendimento  O Pós Ligação com Reencarnações passadas 2 Quais são os preparativos pela Espiritualidade 5 Quais as condições no pós-desencarne. 6
  • 44. Catástrofes/Desastres Coletivos – EXEMPLOS - 1974 – Incêndio do Joelma – São Paulo Existe LIGAÇÃO dos Flagelos Coletivos com Reencarnações anteriores e a Lei de Causa e Efeito – QUEM FORAM NO PASSADO Incêndio no Edifício Joelma foi uma tragédia ocorrida em 1° de fevereiro de 1974 no Edifício Joelma, atualmente Praça da Bandeira, na região central de São Paulo, Brasil, que provocou a morte de 191 pessoas e deixou mais de 300 feridos..
  • 45. Lei de Progresso/Destruição Os Ciclos de Evolução Planetária A Transição Planetária Catástrofes e Desastres Coletivos - NATURAIS AÇÃO PERMANENTE AÇÃO TEMPORÁRIA
  • 46. Imortalidade Reencarnação Lei de Causa e Efeito Catástrofes e Desastres Coletivos - HUMANOS PROCESSO PERMANENTE
  • 48. Catástrofes/Desastres Coletivos – EXEMPLOS - 1938 – Choque de Trens – Minas Gerais Na noite de 19 de dezembro de 1938, viajava um trem noturno, vindo de Belo Horizonte para o Rio, e entre as estações de Sítio (Antônio Carlos) e a de João Ayres, um cargueiro, que vinha no sentido Rio-BH, chocou-se frontalmente com o noturno.  O Presente (Carandaí/freira)  A antevisão do fato ⇐ Quais são os preparativos pela Espiritualidade para o atendimento? 5
  • 49. OBSESSÃO SUICÍDIO ANGUSTIA Os obstáculos do templo familiar, os impedimentos afetivos, os espinheiros profissionais e os tremendos conflitos interiores que nos assomam à vida constituem dolorosas reminiscências dos CATACLISMOS DA ALMA que nós mesmos criamos. Emmanuel – Fé, Paz e Amor – Cap. 14
  • 50. Existe ligação das Mortes Coletivas com Reencarnações anteriores, com a Lei de Causa e Efeito? As Famílias estão vinculadas a esses acontecimentos coletivos? Como compreender que entre as vitimas tenha crianças e idosos? Quais são os preparativos pela Espiritualidade para o atendimento? Todos os envolvidos chegam no Plano Espiritual nas mesmas condições? Como os Parentes/Amigos devem lidar com tais acontecimentos? 1 2 3 4 5 6
  • 51. LEI DE CAUSA E EFEITO - Dimensões Todas as contas a resgatar pedem relação direta entre credores e devedores. É por isso que te vês, frequentemente, na Terra, diante daqueles a quem deves algo. Emmanuel – Justiça Divina – Cap. 14 – Quitação Deus criou o livre-arbítrio, NÓS criamos a fatalidade. André Luiz – Nosso Lar – Cap. 46 Os Flagelos [coletivos] são Provas que dão ao homem ocasião de: exercitar a sua inteligência, de demonstrar sua paciência e resignação ante a vontade de Deus e que lhe oferecem ensejo de: manifestar seus sentimentos de abnegação, de desinteresse e de amor ao próximo, se o egoísmo não o domina. Allan Kardec - Livro dos Espíritos – 3º Parte – Cap. 6 – Lei de Destruição - Perg. 740 – Flagelos Destruidores/São provas Morais?
  • 52. Catástrofes e Desastres Coletivos – NO BRASIL – 1918  2022 DESASTRES/ FLAGELOS Naturais Terremotos Maremotos Vulcões/Tufão Pandemias Inundações Humanos Incêndios Aéreos Rodoviários Náuticos Ferroviários Guerras Eventos Mortes Observações 0 0 0 0 0 0 2 700.000 Espanhola(35K)/COVID 4 1355 Caraguatatuba/Petrópolis/ Mariana / Brumadinho 9 1.135 Circo Am./Joelma/Reener/ V. Socó/ Andraus/ Boate Kiss 54 2.190 Paris/Legacy/Fokker 100 TAM Congonhas/Air France 17 459 S.J. Rio Preto (59) 3 414 Princ. Mafalda/Arari-Belém/ Bateaou Mouche 11 983 Aracaju/Anchieta/ Eng. Goulard 1 2000 66 milhões(Mundo) ∑ Eventos= 6 ∑ Mortes ~ 700.000 ∑ Eventos= 95 ∑ Mortes ~ 7.000 Invisíveis
  • 53. Catástrofes e Desastres Coletivos - SÍNTESE Não te desesperes ante o desespero, não te aflijas junto à aflição, não te inquietes ao lado da inquietude, não te atormentes sob tormentos. Guarda a certeza, alma devotada ao bem, de que Jesus contigo é a vida radiosa e pura em esperança permanente, como mensagem de Deus, em BOM ÂNIMO E ALENTO para a tua redenção. Não nos esqueçamos, porém, de que nunca estamos sem a presença de Misericórdia Divina junto às ocorrências da Divina Justiça, QUE O SOFRIMENTO É INVARIAVELMENTE REDUZIDO AO MÍNIMO para cada um de nós, que tudo se renova para o bem de todos e que Deus nos concede sempre o melhor. Joanna de Angelis – Espírito e Vida – Cap. 29 Emmanuel – Chico Xavier Pede Licença – Cap. 19
  • 54.
  • 55. Lamentemos sem desespero quantos se fizeram vítimas de desastres que nos confrangem a alma. A dor de todos Eles é a nossa dor. Os problemas com que se defrontam são igualmente nossos. Não nos esqueçamos, porém, de que nunca estamos sem a presença de Misericórdia Divina junto às ocorrências da Divina Justiça, que o sofrimento é invariavelmente reduzido ao mínimo para cada um de nós, que tudo se renova para o bem de todos e que Deus nos concede sempre o melhor. Emmanuel – Chico Xavier Pede Licença – Cap. 19
  • 56. Qual o propósito de Deus nas Mortes Coletivas ? Existe ligação das Mortes Coletivas com Reencarnações anteriores? As Famílias estão vinculadas a esses acontecimentos coletivos? Como compreender que entre as vitimas tenha crianças e idosos? Quais são os preparativos pela Espiritualidade para o atendimento? Todos os envolvidos chegam no Plano Espiritual nas mesmas condições? Como os Parentes/Amigos devem lidar com tais acontecimentos? 1 2 3 4 5 6 7
  • 57. Catástrofes e Desastres Coletivos – no Brasil - marcantes FLAGELOS Naturais Terremotos Maremotos Vulcões Tufões Pestes Humanos Incêndios Aéreos Rodoviários Náuticos Ferroviários Inundações
  • 58. 58 58 LEI DE DESTRUIÇÃO Já não dissemos ser a destruição uma necessidade para a regeneração moral dos Espíritos, que, em cada nova existência, sobem um degrau na escala do aperfeiçoamento? Allan Kardec - Livro dos Espíritos - 737 OS CICLOS DE EVOLUÇÃO PLANETÁRIOS Estamos agora em um novo período. Estes dias assinalam uma data muito especial, a data da mudança do mundo de provas e expiações para o mundo de regeneração. Bezerra de Menezes - Reformador – Junho/2010 A TRANSIÇÃO PLANETÁRIA Indiscutivelmente, vive-se na Terra o momento da grande transição planetária, onde as ocorrências dolorosas, os desastres coletivos, as tragédias do cotidiano, as contínuas ondas de violência e os descalabros de toda ordem chamam a atenção de todos, apresentando momentos terríveis de aflição e de sofrimentos. Joanna de Angelis – Liberta-te do Mal – Cap. 18 Catástrofes e Desastres Coletivos - NATURAIS
  • 59. Catástrofes e Desastres Coletivos – no Brasil - marcantes DESASTRES/ FLAGELOS Naturais Terremotos Maremotos Vulcões Tufões Pestes Inundações Humanos Incêndios Aéreos Rodoviários Náuticos Ferroviários Guerras 0 0 0 0 0 0 0 0 1 35.000 X X X X X X X X X X X X x x ∑ Casos = 0 ∑ Mortes = 0 ∑ Casos = xx ∑ Mortes = nn 1918  2018 Invisíveis
  • 60. Catástrofes/Desastres Coletivos – EXEMPLOS - 1938 – Queda do Avião Australiano Um Douglas DC-2 da Australian National Airways, colide contra a região do monte Dandenong em Vitória, Austrália.
  • 61. Catástrofes/Desastres Coletivos – EXEMPLOS - 1960 – Incêndio do Circo Americano Com três mil pessoas na plateia, faltavam 20 minutos para o espetáculo acabar, quando uma trapezista notou o incêndio. Em pouco mais de cinco minutos, o circo foi completamente devorado pelas chamas. 372 pessoas morreram na hora e, aos poucos, vários feridos morriam, chegando a mais de 500 mortes, das quais 70 % eram crianças
  • 62. Catástrofes/Desastres Coletivos – EXEMPLOS - 1974 – Incêndio do Joelma – São Paulo Incêndio no Edifício Joelma foi uma tragédia ocorrida em 1° de fevereiro de 1974 no Edifício Praça da Bandeira, na região central de São Paulo, Brasil, que provocou a morte de 191 pessoas e deixou mais de 300 feridos.
  • 63. Catástrofes/Desastres Coletivos – EXEMPLOS - 1973 – Queda do Avião Turco – Paris Conhecido como desastre aéreo de Ermenonville era uma linha aérea da empresa turca Turkish Airlines que ligava o Aeroporto Internacional Atatürk, na Turquia ao Aeroporto de Londres-Heathrow, na Inglaterra. Durante um voo ocorrido no dia 3 de março de 1974, um McDonnell Douglas DC-10, matrícula TCJAV, que realizava essa rota caiu numa floresta nos arredores de Paris, matando todos os seus 335 passageiros e 11 tripulantes.
  • 64. Catástrofes/Desastres Coletivos – EXEMPLOS - 1938 – Queda do Avião Australiano Um Douglas DC-2 da Australian National Airways, colide contra a região do monte Dandenong em Vitória, Austrália.
  • 65. Catástrofes/Desastres Coletivos – EXEMPLOS - 1938 – Choque de Trens – Minas Gerais Na noite de 19 de dezembro de 1938, viajava um trem noturno, vindo de Belo Horizonte para o Rio, e entre as estações de Sítio (Antônio Carlos) e a de João Ayres, um cargueiro, que vinha no sentido Rio-BH, chocou-se frontalmente com o noturno, no qual viajavam escoteiros de Belo Horizonte, que rumavam para São Paulo.
  • 66. Catástrofes/Desastres Coletivos – EXEMPLOS - 1960 – Incêndio do Circo Americano Com três mil pessoas na plateia, faltavam 20 minutos para o espetáculo acabar, quando uma trapezista notou o incêndio. Em pouco mais de cinco minutos, o circo foi completamente devorado pelas chamas. 372 pessoas morreram na hora e, aos poucos, vários feridos morriam, chegando a mais de 500 mortes, das quais 70 % eram crianças
  • 67. Catástrofes/Desastres Coletivos – EXEMPLOS - 1973 – Queda do Avião Turco – Paris Conhecido como desastre aéreo de Ermenonville era uma linha aérea da empresa turca Turkish Airlines que ligava o Aeroporto Internacional Atatürk, na Turquia ao Aeroporto de Londres-Heathrow, na Inglaterra. Durante um voo ocorrido no dia 3 de março de 1974, um McDonnell Douglas DC-10, matrícula TCJAV, que realizava essa rota caiu numa floresta nos arredores de Paris, matando todos os seus 335 passageiros e 11 tripulantes.
  • 68. Catástrofes/Desastres Coletivos – EXEMPLOS - 1974 – Incêndio do Joelma – São Paulo Incêndio no Edifício Joelma foi uma tragédia ocorrida em 1° de fevereiro de 1974 no Edifício Praça da Bandeira, na região central de São Paulo, Brasil, que provocou a morte de 191 pessoas e deixou mais de 300 feridos.
  • 69. Catástrofes/Desastres Coletivos – EXEMPLOS - 2004 – Tsunami Asiático – Indonésia O sismo e tsunami do Oceano Índico de 2004 foi um terremoto/sismo submarino que ocorreu às 00:58:53 UTC de 26 de dezembro de 2004, com epicentro na costa oeste de Sumatra, na Indonésia.
  • 70. Catástrofes e Desastres Coletivos – INVISÍVEIS OBSESSÃO SUICÍDIO ANGUSTIA Ante as calamidades que afligem a Natureza, gerando o espetáculo deprimente das provações coletivas, não te esqueças daquele mundo vivo que somos nós mesmos, governado por leis que não poderemos trair. Emmanuel – Fé, Paz e Amor – Cap. 14