SlideShare uma empresa Scribd logo
FRASES
DE
PENSADORES
Prof. Ítalo Colares.
“UM FANÁTICO É UMA PESSOA QUE
NÃO PODE MUDAR DE OPINIÃO E
QUE NÃO MUDA DE ASSUNTO.”
Winston Churchill
WINSTON CHURCHILL (1874-1965) foi
um estadista britânico. Foi Ministro da
Guerra, Ministro da Aeronáutica e
Primeiro-Ministro da Inglaterra.
“O QUE IMPORTA NÃO É O QUE FAZEM DO
HOMEM.
MAS O QUE ELE FAZ DO QUE FIZERAM
DELE”
Jean-Paul Sartre
JEAN-PAUL SARTRE (1905-1980) foi
um filósofo, dramaturgo e escritor
francês, um dos fundadores do
existencialismo.
“A CULTURA NÃO SALVA NINGUÉM, ELA NÃO
JUSTIFICA. MAS É UM PRODUTO DO HOMEM:
ELE SE PROJETA, SE RECONHECE NELA; SÓ
ESSE ESPELHO CRÍTICO LHE OFERECE A
PRÓPRIA IMAGEM.”
Jean-Paul Sartre
JEAN-PAUL SARTRE (1905-1980) foi
um filósofo, dramaturgo e escritor
francês, um dos fundadores do
existencialismo.
“NÃO DEVEMOS ACEITAR SEM QUALIFICAÇÃO
O PRINCÍPIO DE TOLERAR OS INTOLERANTES
SENÃO CORREMOS O RISCO DE DESTRUIÇÃO
DE NÓS PRÓPRIOS E DA PRÓPRIA ATITUDE DE
TOLERÂNCIA.”
Karl Popper.
Karl Popper (1902-1994) foi um
filósofo e professor austríaco
naturalizado inglês.
“O POVO QUE SUBJUGA OUTRO FORJA
SUAS PRÓPRIAS CADEIAS.”
Karl Marx.
Karl Marx foi um intelectual e
revolucionário alemão, fundador da
doutrina comunista moderna, que
atuou como economista, filósofo,
historiador, teórico político e
jornalista.
“O DINHEIRO É A ESSÊNCIA ALIENADA DO
TRABALHO E DA EXISTÊNCIA DO HOMEM;
A ESSÊNCIA DOMINA-O E ELE ADORA-A”
Karl Marx.
Karl Marx foi um intelectual e
revolucionário alemão, fundador da
doutrina comunista moderna, que
atuou como economista, filósofo,
historiador, teórico político e
jornalista.
“QUE NADA NOS LIMITE. QUE NADA NOS
DEFINA. QUE NADA NOS SUJEITE. QUE A
LIBERDADE SEJA A NOSSA PRÓPRIA
SUBSTÂNCIA.”
Simone de Beauvoir
Simone de Beauvoir (1908 -
1986) foi uma escritora,
filósofa, ensaísta e feminista
francesa. Foi considerada uma
das mais importantes
representantes do Movimento
Existencialista francês.
“TODO SISTEMA DE EDUCAÇÃO É UMA
MANEIRA POLÍTICA DE MANTER OU DE
MODIFICAR A APROPRIAÇÃO DOS
DISCURSOS, COM OS SABERES E OS
PODERES QUE ELES TRAZEM CONSIGO.”
Michael Foucault
Michel Foucault; (1926 – 1984)
foi um filósofo, historiador das
ideias, teórico social, filólogo e
crítico literário.
“DOIS HOMENS OLHARAM ATRAVÉS DAS
GRADES DA PRISÃO; UM VIU A LAMA, O
OUTRO AS ESTRELAS”
Santo Agostinho de Hipona
Agostinho de Hipona, conhecido
como Santo Agostinho (354-430), foi
um filósofo, escritor, bispo e teólogo
cristão africano, responsável pela
elaboração do pensamento cristão.
Deixou uma obra literária gigantesca,
foram 113 trabalhos, 224 cartas e
mais quinhentos sermões.
“A MENTE QUE SE ABRE A UMA NOVA
IDEIA JAMAIS VOLTARÁ AO SEU
TAMANHO ORIGINAL”
Albert Einstein.
Albert Einstein (1879 – 1955) foi um
físico teórico alemão. Entre seus
principais trabalhos desenvolveu a
teoria da relatividade geral, ao lado
da mecânica quântica um dos dois
pilares da física moderna.
“TORNOU-SE ATERRADORAMENTE CLARO
QUE A NOSSA TECNOLOGIA
ULTRAPASSOU A NOSSA HUMANIDADE.”
Albert Einstein.
Albert Einstein (1879 – 1955) foi um
físico teórico alemão. Entre seus
principais trabalhos desenvolveu a
teoria da relatividade geral, ao lado
da mecânica quântica um dos dois
pilares da física moderna.
“O NOSSO CARÁTER É O
RESULTADO DA NOSSA CONDUTA.”
Aristóteles
Aristóteles (384 a.C. – 322 a.C.) foi
um filósofo grego, aluno de Platão e
professor de Alexandre, o Grande.
Seus escritos abrangem diversos
assuntos, como a física, a metafísica,
as leis da poesia e do drama, a
música
“QUEM NÃO SABE O QUE BUSCA,
NÃO IDENTIFICA O QUE ACHA.”
Immanuel Kant
Immanuel Kant (1724 – 1804) foi
um filósofo prussiano.
Amplamente considerado como o
principal filósofo da era moderna,
Kant operou, na epistemologia,
uma síntese entre o racionalismo
continental, e a tradição empírica
inglesa
“SE VOCÊ É OMISSO EM SITUAÇÃO
DE OPRESSÃO, VOCÊ ESCOLHE O
LADO DO OPRESSOR.”
Desmond Tutu
Desmond Mpilo Tutu (1931...) é um
arcebispo da Igreja Anglicana
consagrado com o Prêmio Nobel
da Paz em 1984 por sua luta
contra o Apartheid em seu país
natal, África do Sul.
“QUEM HABITA ESTE PLANETA
NÃO É O HOMEM, MAS OS
HOMENS. A PLURALIDADE É A LEI
DA TERRA.”
Hannah Arendt
Hannah Arendt (1906 –
1975) foi uma filósofa
política alemã de origem
judaica, uma das mais
influentes do século XX.
“ONDE EXISTE UMA GRANDE
DISPOSIÇÃO NÃO PODE HAVER
UMA GRANDE DIFICULDADE”
Nicolau Maquiavel
Nicolau Maquiavel (1469 –
1527) foi um importante
historiador, diplomata,
filósofo, estadista e político
italiano da época do
Renascimento
“DE TUDO QUE EXISTE, NADA É TÃO
ESTRANHO COMO AS RELAÇÕES
HUMANAS, COM SUAS MUDANÇAS,
SUA EXTRAORDINÁRIA
IRRACIONALIDADE.”Virgínia Woolf
Virginia Woolf (1882 – 1941)
foi uma escritora, ensaísta e
editora britânica, conhecida
como uma das mais
proeminentes figuras do
modernismo.
“NÃO PODEMOS PREVER O
FUTURO, MAS PODEMOS CRIÁ-LO.”
Paul Pilzer.
Paul Zane Pilzer (1954...) é um economista,
empresário, professor e o autor de sete livros
de grande vendagem.
“NÃO EXISTE UM CAMINHO PARA
A PAZ, A PAZ É O CAMINHO.”
Mahatma Gandhi
Mahatma Gandhi (1869 –
1948) foi o idealizador e
fundador do moderno
Estado indiano e o maior
defensor do Satyagraha
como um meio de
revolução.
“NÃO CORRIGIR NOSSAS FALHAS É
O MESMO QUE COMETER NOVOS
ERROS.”
Confúncio.
Confúcio (551 a.C – 479 a.C.) foi um
pensador e filósofo chinês do Período
das Primaveras e Outonos. A filosofia
de Confúcio sublinhava uma
moralidade pessoal e governamental,
os procedimentos corretos nas
relações sociais, a justiça e a
sinceridade.
“LIBERDADE É POUCO. O QUE EU
DESEJO AINDA NÃO TEM NOME.”
Clarice Lispector.
Clarice Lispector (1920 – 1977)
foi uma escritora e jornalista
nascida na Ucrânia e
naturalizada brasileira — e
declarava, quanto a sua
brasilidade, ser pernambucana
—, autora de romances, contos
e ensaios.
“NUNCA IREI A UMA
MANIFESTAÇÃO CONTRA A
GUERRA, SE FIZEREM UMA PELA
PAZ CHAMEM-ME.”
Madre Teresa Calcutá
Madre Teresa de Calcutá (1910
- 1997) foi uma missionária
católica albanesa, que dedicou
sua vida ao auxílio de pobres e
famintos
“O QUE ME PREOCUPA NÃO É O
GRITO DO MAUS. É O SILÊNCIO
DOS BONS.”
Martin Luther King.
Martin Luther King, Jr. (1929 - 1968)
foi líder de movimentos pacíficos que
buscavam o respeito aos direitos dos
negros e o fim da discriminação racial
nos EUA.
“UM PAÍS NÃO MUDA PELA SUA
ECONOMIA, SUA POLÍTICA E NEM
MESMO SUA CIÊNCIA; MUDA SIM PELA
SUA CULTURA.”
Betinho.
Herbert José de Souza, (1935-
1997) conhecido como Betinho,
foi um sociólogo brasileiro e
ativista dos direitos humanos no
Brasil. Criou e dedicou-se ao
projeto da Ação da Cidadania
contra a Fome, a Miséria e Pela
Vida
“UM HOMEM SÓ É REI PORQUE OS
SEUS SÚDITOS SE COMPORTAM
PERANTE ELE COMO UM REI.”
Slavoj Zizek.
Slavoj Žižek (1949) sociólogo e
teórico crítico e cientista social
esloveno. É professor da European
Graduate School e pesquisador
sênior no Instituto de Sociologia da
Universidade de Liubliana

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Conteúdos filosofia
Conteúdos filosofiaConteúdos filosofia
Conteúdos filosofia
Mary Alvarenga
 
Introdução à Ciência Política
Introdução à Ciência PolíticaIntrodução à Ciência Política
Introdução à Ciência Política
17112011
 
Sociologia positivismo, marxismo e sociologia compreensiva
Sociologia   positivismo, marxismo e sociologia compreensivaSociologia   positivismo, marxismo e sociologia compreensiva
Sociologia positivismo, marxismo e sociologia compreensiva
Daniele Rubim
 
Hannah arendt
Hannah arendtHannah arendt
Hannah arendt
Felipe M
 
Escola de Frankfurt - Indústria Cultural
Escola de  Frankfurt - Indústria CulturalEscola de  Frankfurt - Indústria Cultural
Escola de Frankfurt - Indústria Cultural
Juliana Corvino de Araújo
 
ESCOLA DE FRANKFURT
ESCOLA DE FRANKFURTESCOLA DE FRANKFURT
ESCOLA DE FRANKFURT
Marcioveras
 
Nicolau maquiavel
Nicolau maquiavelNicolau maquiavel
Nicolau maquiavel
André Silva
 
REGIMES POLÍTICOS 1ª aula
REGIMES POLÍTICOS 1ª aulaREGIMES POLÍTICOS 1ª aula
Karl marx e o materialismo histórico e dialético
Karl marx e o materialismo histórico e dialéticoKarl marx e o materialismo histórico e dialético
Karl marx e o materialismo histórico e dialético
Marcela Marangon Ribeiro
 
Simbolismo
SimbolismoSimbolismo
Simbolismo
Wericles Sobrenome
 
O panoptismo (Foucault)
O panoptismo  (Foucault)O panoptismo  (Foucault)
O panoptismo (Foucault)
Carlos Freitas
 
do Teocentrismo ao Antropocentrismo
do Teocentrismo ao Antropocentrismodo Teocentrismo ao Antropocentrismo
do Teocentrismo ao Antropocentrismo
Larissa Barreis
 
Modernismo
Modernismo Modernismo
Modernismo
Cláudia Heloísa
 
Caca palavras 36
Caca palavras 36Caca palavras 36
Caca palavras 36
Gleide Alcântara
 
Textos jornalísticos
Textos jornalísticosTextos jornalísticos
Textos jornalísticos
Filomena Claudino
 
Humanismo
HumanismoHumanismo
Filosofia contemporânea
Filosofia contemporâneaFilosofia contemporânea
Filosofia contemporânea
Lucas Sousa
 
Sócrates, Platão e Aristóteles
Sócrates, Platão e AristótelesSócrates, Platão e Aristóteles
Sócrates, Platão e Aristóteles
Bruno Carrasco
 
Maquiavel
MaquiavelMaquiavel
Mapas mentais Aqueda monarquia e o inicio da republica
Mapas mentais Aqueda monarquia e o inicio da republicaMapas mentais Aqueda monarquia e o inicio da republica
Mapas mentais Aqueda monarquia e o inicio da republica
JBosco Tavares
 

Mais procurados (20)

Conteúdos filosofia
Conteúdos filosofiaConteúdos filosofia
Conteúdos filosofia
 
Introdução à Ciência Política
Introdução à Ciência PolíticaIntrodução à Ciência Política
Introdução à Ciência Política
 
Sociologia positivismo, marxismo e sociologia compreensiva
Sociologia   positivismo, marxismo e sociologia compreensivaSociologia   positivismo, marxismo e sociologia compreensiva
Sociologia positivismo, marxismo e sociologia compreensiva
 
Hannah arendt
Hannah arendtHannah arendt
Hannah arendt
 
Escola de Frankfurt - Indústria Cultural
Escola de  Frankfurt - Indústria CulturalEscola de  Frankfurt - Indústria Cultural
Escola de Frankfurt - Indústria Cultural
 
ESCOLA DE FRANKFURT
ESCOLA DE FRANKFURTESCOLA DE FRANKFURT
ESCOLA DE FRANKFURT
 
Nicolau maquiavel
Nicolau maquiavelNicolau maquiavel
Nicolau maquiavel
 
REGIMES POLÍTICOS 1ª aula
REGIMES POLÍTICOS 1ª aulaREGIMES POLÍTICOS 1ª aula
REGIMES POLÍTICOS 1ª aula
 
Karl marx e o materialismo histórico e dialético
Karl marx e o materialismo histórico e dialéticoKarl marx e o materialismo histórico e dialético
Karl marx e o materialismo histórico e dialético
 
Simbolismo
SimbolismoSimbolismo
Simbolismo
 
O panoptismo (Foucault)
O panoptismo  (Foucault)O panoptismo  (Foucault)
O panoptismo (Foucault)
 
do Teocentrismo ao Antropocentrismo
do Teocentrismo ao Antropocentrismodo Teocentrismo ao Antropocentrismo
do Teocentrismo ao Antropocentrismo
 
Modernismo
Modernismo Modernismo
Modernismo
 
Caca palavras 36
Caca palavras 36Caca palavras 36
Caca palavras 36
 
Textos jornalísticos
Textos jornalísticosTextos jornalísticos
Textos jornalísticos
 
Humanismo
HumanismoHumanismo
Humanismo
 
Filosofia contemporânea
Filosofia contemporâneaFilosofia contemporânea
Filosofia contemporânea
 
Sócrates, Platão e Aristóteles
Sócrates, Platão e AristótelesSócrates, Platão e Aristóteles
Sócrates, Platão e Aristóteles
 
Maquiavel
MaquiavelMaquiavel
Maquiavel
 
Mapas mentais Aqueda monarquia e o inicio da republica
Mapas mentais Aqueda monarquia e o inicio da republicaMapas mentais Aqueda monarquia e o inicio da republica
Mapas mentais Aqueda monarquia e o inicio da republica
 

Destaque

Filosofia introdução
Filosofia   introduçãoFilosofia   introdução
Filosofia introdução
Italo Colares
 
Cultura no Plural
Cultura no PluralCultura no Plural
Cultura no Plural
Italo Colares
 
Samba e a mpb
Samba e a mpbSamba e a mpb
Samba e a mpb
Italo Colares
 
O conhecimento mítico
O conhecimento míticoO conhecimento mítico
O conhecimento mítico
Italo Colares
 
Unificações europeias
Unificações europeias Unificações europeias
Unificações europeias
Italo Colares
 
Filosofia ENEM Aula Palestra
Filosofia ENEM Aula PalestraFilosofia ENEM Aula Palestra
Filosofia ENEM Aula Palestra
Italo Colares
 
Violência e concórdia
Violência e concórdiaViolência e concórdia
Violência e concórdia
Italo Colares
 
O que são valores?
O que são valores?O que são valores?
O que são valores?
Italo Colares
 
Os Instrumentos Lógicos do Pensamento - Filosofia 10ºAno
Os Instrumentos Lógicos do Pensamento - Filosofia 10ºAnoOs Instrumentos Lógicos do Pensamento - Filosofia 10ºAno
Os Instrumentos Lógicos do Pensamento - Filosofia 10ºAno
colegiomb
 
Descolonização Africana e Asiática
Descolonização Africana e AsiáticaDescolonização Africana e Asiática
Descolonização Africana e Asiática
Gilmar Rodrigues
 
O trabalho em nossa vida.
O trabalho em nossa vida.O trabalho em nossa vida.
O trabalho em nossa vida.
Italo Colares
 
O período democrático ou populista
O período democrático ou populistaO período democrático ou populista
O período democrático ou populista
Gilmar Rodrigues
 
Revolução Russa
Revolução RussaRevolução Russa
Revolução Russa
Gilmar Rodrigues
 
O estado contemporaneo
O estado contemporaneoO estado contemporaneo
O estado contemporaneo
Italo Colares
 
A 2ª guerra mundial
A 2ª guerra mundialA 2ª guerra mundial
A 2ª guerra mundial
Gilmar Rodrigues
 
Iluminismo
IluminismoIluminismo
Iluminismo
Gilmar Rodrigues
 
Desigualdade de gênero na família e na sociedade
Desigualdade de gênero na família e na sociedadeDesigualdade de gênero na família e na sociedade
Desigualdade de gênero na família e na sociedade
Italo Colares
 
A 2ª Guerra Mundial 9º ano
A 2ª Guerra Mundial   9º anoA 2ª Guerra Mundial   9º ano
A 2ª Guerra Mundial 9º ano
Gilmar Rodrigues
 
Período Joanino e Primeiro Reinado
Período Joanino e Primeiro ReinadoPeríodo Joanino e Primeiro Reinado
Período Joanino e Primeiro Reinado
Gilmar Rodrigues
 
A Grande Guerra
A Grande GuerraA Grande Guerra
A Grande Guerra
Gilmar Rodrigues
 

Destaque (20)

Filosofia introdução
Filosofia   introduçãoFilosofia   introdução
Filosofia introdução
 
Cultura no Plural
Cultura no PluralCultura no Plural
Cultura no Plural
 
Samba e a mpb
Samba e a mpbSamba e a mpb
Samba e a mpb
 
O conhecimento mítico
O conhecimento míticoO conhecimento mítico
O conhecimento mítico
 
Unificações europeias
Unificações europeias Unificações europeias
Unificações europeias
 
Filosofia ENEM Aula Palestra
Filosofia ENEM Aula PalestraFilosofia ENEM Aula Palestra
Filosofia ENEM Aula Palestra
 
Violência e concórdia
Violência e concórdiaViolência e concórdia
Violência e concórdia
 
O que são valores?
O que são valores?O que são valores?
O que são valores?
 
Os Instrumentos Lógicos do Pensamento - Filosofia 10ºAno
Os Instrumentos Lógicos do Pensamento - Filosofia 10ºAnoOs Instrumentos Lógicos do Pensamento - Filosofia 10ºAno
Os Instrumentos Lógicos do Pensamento - Filosofia 10ºAno
 
Descolonização Africana e Asiática
Descolonização Africana e AsiáticaDescolonização Africana e Asiática
Descolonização Africana e Asiática
 
O trabalho em nossa vida.
O trabalho em nossa vida.O trabalho em nossa vida.
O trabalho em nossa vida.
 
O período democrático ou populista
O período democrático ou populistaO período democrático ou populista
O período democrático ou populista
 
Revolução Russa
Revolução RussaRevolução Russa
Revolução Russa
 
O estado contemporaneo
O estado contemporaneoO estado contemporaneo
O estado contemporaneo
 
A 2ª guerra mundial
A 2ª guerra mundialA 2ª guerra mundial
A 2ª guerra mundial
 
Iluminismo
IluminismoIluminismo
Iluminismo
 
Desigualdade de gênero na família e na sociedade
Desigualdade de gênero na família e na sociedadeDesigualdade de gênero na família e na sociedade
Desigualdade de gênero na família e na sociedade
 
A 2ª Guerra Mundial 9º ano
A 2ª Guerra Mundial   9º anoA 2ª Guerra Mundial   9º ano
A 2ª Guerra Mundial 9º ano
 
Período Joanino e Primeiro Reinado
Período Joanino e Primeiro ReinadoPeríodo Joanino e Primeiro Reinado
Período Joanino e Primeiro Reinado
 
A Grande Guerra
A Grande GuerraA Grande Guerra
A Grande Guerra
 

Semelhante a Frases de Pensadores

Iluminismo.melissa
Iluminismo.melissaIluminismo.melissa
Iluminismo.melissa
JoanaRitaSilva
 
01-04-2015 a 05-04-2015 Destaques Enciclopédia
01-04-2015 a 05-04-2015 Destaques Enciclopédia01-04-2015 a 05-04-2015 Destaques Enciclopédia
01-04-2015 a 05-04-2015 Destaques Enciclopédia
Umberto Neves
 
Existencialismo
ExistencialismoExistencialismo
Existencialismo
Sara De Oliveira Carvalho
 
Iluminismo e revoluções inglesas
Iluminismo e revoluções inglesasIluminismo e revoluções inglesas
Iluminismo e revoluções inglesas
Ócio do Ofício
 
Contexto histórico da Doutrina Espírita. Filósofos
Contexto histórico da Doutrina Espírita. FilósofosContexto histórico da Doutrina Espírita. Filósofos
Contexto histórico da Doutrina Espírita. Filósofos
Denise Aguiar
 
TRABALHO DE HISTORIA ILUMINISMO.pptx
TRABALHO DE HISTORIA ILUMINISMO.pptxTRABALHO DE HISTORIA ILUMINISMO.pptx
TRABALHO DE HISTORIA ILUMINISMO.pptx
LuanaCarolinePereira1
 
Iluminismo
IluminismoIluminismo
Iluminismo
stelawstel
 
Resumo oiluminismo
Resumo oiluminismoResumo oiluminismo
Resumo oiluminismo
Claudenilson da Silva
 
Resumo O Iluminismo
Resumo O IluminismoResumo O Iluminismo
Resumo O Iluminismo
Claudenilson da Silva
 
O Iluminismo
O IluminismoO Iluminismo
Iluminismo 2010
Iluminismo 2010Iluminismo 2010
Iluminismo 2010
BriefCase
 
Destaques Enciclopédia 22-12-2014 a 28-12-2014
Destaques Enciclopédia 22-12-2014 a 28-12-2014Destaques Enciclopédia 22-12-2014 a 28-12-2014
Destaques Enciclopédia 22-12-2014 a 28-12-2014
Umberto Neves
 
Destaques Enciclopédia 23-02-2015 a 28-02-2015
Destaques Enciclopédia 23-02-2015 a 28-02-2015Destaques Enciclopédia 23-02-2015 a 28-02-2015
Destaques Enciclopédia 23-02-2015 a 28-02-2015
Umberto Neves
 
Capitulo 10
Capitulo 10Capitulo 10
Capitulo 10
Lídia Barreto
 
linha do tempo filosofia antiga, medieval,
linha do tempo filosofia antiga, medieval,linha do tempo filosofia antiga, medieval,
linha do tempo filosofia antiga, medieval,
lianebarreto982
 
Iluminismo (aula)
Iluminismo (aula)Iluminismo (aula)
18 abril 1857
18 abril 185718 abril 1857
18 abril 1857
Graça Maciel
 
Filósofos
FilósofosFilósofos
Filósofos
blogsala2a
 
Roteiro de Aula - Iluminismo
Roteiro de Aula - IluminismoRoteiro de Aula - Iluminismo
Roteiro de Aula - Iluminismo
josafaslima
 
Iluminismo
Iluminismo Iluminismo
Iluminismo
Dismael Sagás
 

Semelhante a Frases de Pensadores (20)

Iluminismo.melissa
Iluminismo.melissaIluminismo.melissa
Iluminismo.melissa
 
01-04-2015 a 05-04-2015 Destaques Enciclopédia
01-04-2015 a 05-04-2015 Destaques Enciclopédia01-04-2015 a 05-04-2015 Destaques Enciclopédia
01-04-2015 a 05-04-2015 Destaques Enciclopédia
 
Existencialismo
ExistencialismoExistencialismo
Existencialismo
 
Iluminismo e revoluções inglesas
Iluminismo e revoluções inglesasIluminismo e revoluções inglesas
Iluminismo e revoluções inglesas
 
Contexto histórico da Doutrina Espírita. Filósofos
Contexto histórico da Doutrina Espírita. FilósofosContexto histórico da Doutrina Espírita. Filósofos
Contexto histórico da Doutrina Espírita. Filósofos
 
TRABALHO DE HISTORIA ILUMINISMO.pptx
TRABALHO DE HISTORIA ILUMINISMO.pptxTRABALHO DE HISTORIA ILUMINISMO.pptx
TRABALHO DE HISTORIA ILUMINISMO.pptx
 
Iluminismo
IluminismoIluminismo
Iluminismo
 
Resumo oiluminismo
Resumo oiluminismoResumo oiluminismo
Resumo oiluminismo
 
Resumo O Iluminismo
Resumo O IluminismoResumo O Iluminismo
Resumo O Iluminismo
 
O Iluminismo
O IluminismoO Iluminismo
O Iluminismo
 
Iluminismo 2010
Iluminismo 2010Iluminismo 2010
Iluminismo 2010
 
Destaques Enciclopédia 22-12-2014 a 28-12-2014
Destaques Enciclopédia 22-12-2014 a 28-12-2014Destaques Enciclopédia 22-12-2014 a 28-12-2014
Destaques Enciclopédia 22-12-2014 a 28-12-2014
 
Destaques Enciclopédia 23-02-2015 a 28-02-2015
Destaques Enciclopédia 23-02-2015 a 28-02-2015Destaques Enciclopédia 23-02-2015 a 28-02-2015
Destaques Enciclopédia 23-02-2015 a 28-02-2015
 
Capitulo 10
Capitulo 10Capitulo 10
Capitulo 10
 
linha do tempo filosofia antiga, medieval,
linha do tempo filosofia antiga, medieval,linha do tempo filosofia antiga, medieval,
linha do tempo filosofia antiga, medieval,
 
Iluminismo (aula)
Iluminismo (aula)Iluminismo (aula)
Iluminismo (aula)
 
18 abril 1857
18 abril 185718 abril 1857
18 abril 1857
 
Filósofos
FilósofosFilósofos
Filósofos
 
Roteiro de Aula - Iluminismo
Roteiro de Aula - IluminismoRoteiro de Aula - Iluminismo
Roteiro de Aula - Iluminismo
 
Iluminismo
Iluminismo Iluminismo
Iluminismo
 

Mais de Italo Colares

Mod. 05 cap. 04 as mutações da família.
Mod. 05 cap. 04 as mutações da família.Mod. 05 cap. 04 as mutações da família.
Mod. 05 cap. 04 as mutações da família.
Italo Colares
 
Mod. 05 cap. 03 consumo e lazer.
Mod. 05 cap. 03 consumo e lazer.Mod. 05 cap. 03 consumo e lazer.
Mod. 05 cap. 03 consumo e lazer.
Italo Colares
 
Sociologia. Tribos.
Sociologia. Tribos.Sociologia. Tribos.
Sociologia. Tribos.
Italo Colares
 
Trabalho e alienação
Trabalho e alienaçãoTrabalho e alienação
Trabalho e alienação
Italo Colares
 
Desafio democrático
Desafio democráticoDesafio democrático
Desafio democrático
Italo Colares
 
Periodo entre guerras
Periodo entre guerrasPeriodo entre guerras
Periodo entre guerras
Italo Colares
 
Instituicoes Sociais
Instituicoes SociaisInstituicoes Sociais
Instituicoes Sociais
Italo Colares
 
A sociologia aplicada ao cotidiano
A sociologia aplicada ao cotidianoA sociologia aplicada ao cotidiano
A sociologia aplicada ao cotidiano
Italo Colares
 
Cultura e arte
Cultura e arteCultura e arte
Cultura e arte
Italo Colares
 
O que é ciência
O que é ciênciaO que é ciência
O que é ciência
Italo Colares
 
Lógica filosófica
Lógica filosóficaLógica filosófica
Lógica filosófica
Italo Colares
 
A condição humana
A condição humanaA condição humana
A condição humana
Italo Colares
 
Fascimo e nazismo
Fascimo e nazismoFascimo e nazismo
Fascimo e nazismo
Italo Colares
 
Segunda guerra mundial
Segunda guerra mundial Segunda guerra mundial
Segunda guerra mundial
Italo Colares
 
Imperialismo e industrialização - 9º Ano
Imperialismo e industrialização - 9º AnoImperialismo e industrialização - 9º Ano
Imperialismo e industrialização - 9º Ano
Italo Colares
 
Conhecimento pela arte.
Conhecimento pela arte.Conhecimento pela arte.
Conhecimento pela arte.
Italo Colares
 
Platão e a teoria das ideias
Platão e a teoria das ideiasPlatão e a teoria das ideias
Platão e a teoria das ideias
Italo Colares
 
Karl marx e as classes sociais
Karl marx e as classes sociaisKarl marx e as classes sociais
Karl marx e as classes sociais
Italo Colares
 
Feio ou bonito
Feio ou bonitoFeio ou bonito
Feio ou bonito
Italo Colares
 
O que é a natureza humana
O que é a natureza humanaO que é a natureza humana
O que é a natureza humanaItalo Colares
 

Mais de Italo Colares (20)

Mod. 05 cap. 04 as mutações da família.
Mod. 05 cap. 04 as mutações da família.Mod. 05 cap. 04 as mutações da família.
Mod. 05 cap. 04 as mutações da família.
 
Mod. 05 cap. 03 consumo e lazer.
Mod. 05 cap. 03 consumo e lazer.Mod. 05 cap. 03 consumo e lazer.
Mod. 05 cap. 03 consumo e lazer.
 
Sociologia. Tribos.
Sociologia. Tribos.Sociologia. Tribos.
Sociologia. Tribos.
 
Trabalho e alienação
Trabalho e alienaçãoTrabalho e alienação
Trabalho e alienação
 
Desafio democrático
Desafio democráticoDesafio democrático
Desafio democrático
 
Periodo entre guerras
Periodo entre guerrasPeriodo entre guerras
Periodo entre guerras
 
Instituicoes Sociais
Instituicoes SociaisInstituicoes Sociais
Instituicoes Sociais
 
A sociologia aplicada ao cotidiano
A sociologia aplicada ao cotidianoA sociologia aplicada ao cotidiano
A sociologia aplicada ao cotidiano
 
Cultura e arte
Cultura e arteCultura e arte
Cultura e arte
 
O que é ciência
O que é ciênciaO que é ciência
O que é ciência
 
Lógica filosófica
Lógica filosóficaLógica filosófica
Lógica filosófica
 
A condição humana
A condição humanaA condição humana
A condição humana
 
Fascimo e nazismo
Fascimo e nazismoFascimo e nazismo
Fascimo e nazismo
 
Segunda guerra mundial
Segunda guerra mundial Segunda guerra mundial
Segunda guerra mundial
 
Imperialismo e industrialização - 9º Ano
Imperialismo e industrialização - 9º AnoImperialismo e industrialização - 9º Ano
Imperialismo e industrialização - 9º Ano
 
Conhecimento pela arte.
Conhecimento pela arte.Conhecimento pela arte.
Conhecimento pela arte.
 
Platão e a teoria das ideias
Platão e a teoria das ideiasPlatão e a teoria das ideias
Platão e a teoria das ideias
 
Karl marx e as classes sociais
Karl marx e as classes sociaisKarl marx e as classes sociais
Karl marx e as classes sociais
 
Feio ou bonito
Feio ou bonitoFeio ou bonito
Feio ou bonito
 
O que é a natureza humana
O que é a natureza humanaO que é a natureza humana
O que é a natureza humana
 

Último

UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdfUFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
Manuais Formação
 
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números RacionaisPotenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
wagnermorais28
 
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdfTestes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
lveiga112
 
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptxReino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
CarinaSantos916505
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
TomasSousa7
 
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf
000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf
000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf
YeniferGarcia36
 
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
SILVIAREGINANAZARECA
 
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdfUFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
Manuais Formação
 
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sonsAula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Érika Rufo
 
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vidakarl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
KleginaldoPaz2
 
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
Eró Cunha
 
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptxTreinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
MarcosPaulo777883
 
Atividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º anoAtividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º ano
fernandacosta37763
 
AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA - 8º ANO 2024.pptx
AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA - 8º ANO 2024.pptxAVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA - 8º ANO 2024.pptx
AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA - 8º ANO 2024.pptx
AntonioVieira539017
 
slides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentarslides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentar
JoeteCarvalho
 
Aula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptx
Aula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptxAula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptx
Aula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptx
edivirgesribeiro1
 
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdfO que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
Pastor Robson Colaço
 
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptxRedação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
DECIOMAURINARAMOS
 
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Mary Alvarenga
 

Último (20)

UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdfUFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
 
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números RacionaisPotenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
 
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdfTestes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
 
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptxReino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
 
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
 
000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf
000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf
000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf
 
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
 
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdfUFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
 
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sonsAula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
 
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vidakarl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
 
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
 
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptxTreinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
 
Atividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º anoAtividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º ano
 
AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA - 8º ANO 2024.pptx
AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA - 8º ANO 2024.pptxAVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA - 8º ANO 2024.pptx
AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA - 8º ANO 2024.pptx
 
slides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentarslides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentar
 
Aula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptx
Aula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptxAula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptx
Aula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptx
 
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdfO que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
 
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptxRedação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
 
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
 

Frases de Pensadores

  • 2. “UM FANÁTICO É UMA PESSOA QUE NÃO PODE MUDAR DE OPINIÃO E QUE NÃO MUDA DE ASSUNTO.” Winston Churchill WINSTON CHURCHILL (1874-1965) foi um estadista britânico. Foi Ministro da Guerra, Ministro da Aeronáutica e Primeiro-Ministro da Inglaterra.
  • 3. “O QUE IMPORTA NÃO É O QUE FAZEM DO HOMEM. MAS O QUE ELE FAZ DO QUE FIZERAM DELE” Jean-Paul Sartre JEAN-PAUL SARTRE (1905-1980) foi um filósofo, dramaturgo e escritor francês, um dos fundadores do existencialismo.
  • 4. “A CULTURA NÃO SALVA NINGUÉM, ELA NÃO JUSTIFICA. MAS É UM PRODUTO DO HOMEM: ELE SE PROJETA, SE RECONHECE NELA; SÓ ESSE ESPELHO CRÍTICO LHE OFERECE A PRÓPRIA IMAGEM.” Jean-Paul Sartre JEAN-PAUL SARTRE (1905-1980) foi um filósofo, dramaturgo e escritor francês, um dos fundadores do existencialismo.
  • 5. “NÃO DEVEMOS ACEITAR SEM QUALIFICAÇÃO O PRINCÍPIO DE TOLERAR OS INTOLERANTES SENÃO CORREMOS O RISCO DE DESTRUIÇÃO DE NÓS PRÓPRIOS E DA PRÓPRIA ATITUDE DE TOLERÂNCIA.” Karl Popper. Karl Popper (1902-1994) foi um filósofo e professor austríaco naturalizado inglês.
  • 6. “O POVO QUE SUBJUGA OUTRO FORJA SUAS PRÓPRIAS CADEIAS.” Karl Marx. Karl Marx foi um intelectual e revolucionário alemão, fundador da doutrina comunista moderna, que atuou como economista, filósofo, historiador, teórico político e jornalista.
  • 7. “O DINHEIRO É A ESSÊNCIA ALIENADA DO TRABALHO E DA EXISTÊNCIA DO HOMEM; A ESSÊNCIA DOMINA-O E ELE ADORA-A” Karl Marx. Karl Marx foi um intelectual e revolucionário alemão, fundador da doutrina comunista moderna, que atuou como economista, filósofo, historiador, teórico político e jornalista.
  • 8. “QUE NADA NOS LIMITE. QUE NADA NOS DEFINA. QUE NADA NOS SUJEITE. QUE A LIBERDADE SEJA A NOSSA PRÓPRIA SUBSTÂNCIA.” Simone de Beauvoir Simone de Beauvoir (1908 - 1986) foi uma escritora, filósofa, ensaísta e feminista francesa. Foi considerada uma das mais importantes representantes do Movimento Existencialista francês.
  • 9. “TODO SISTEMA DE EDUCAÇÃO É UMA MANEIRA POLÍTICA DE MANTER OU DE MODIFICAR A APROPRIAÇÃO DOS DISCURSOS, COM OS SABERES E OS PODERES QUE ELES TRAZEM CONSIGO.” Michael Foucault Michel Foucault; (1926 – 1984) foi um filósofo, historiador das ideias, teórico social, filólogo e crítico literário.
  • 10. “DOIS HOMENS OLHARAM ATRAVÉS DAS GRADES DA PRISÃO; UM VIU A LAMA, O OUTRO AS ESTRELAS” Santo Agostinho de Hipona Agostinho de Hipona, conhecido como Santo Agostinho (354-430), foi um filósofo, escritor, bispo e teólogo cristão africano, responsável pela elaboração do pensamento cristão. Deixou uma obra literária gigantesca, foram 113 trabalhos, 224 cartas e mais quinhentos sermões.
  • 11. “A MENTE QUE SE ABRE A UMA NOVA IDEIA JAMAIS VOLTARÁ AO SEU TAMANHO ORIGINAL” Albert Einstein. Albert Einstein (1879 – 1955) foi um físico teórico alemão. Entre seus principais trabalhos desenvolveu a teoria da relatividade geral, ao lado da mecânica quântica um dos dois pilares da física moderna.
  • 12. “TORNOU-SE ATERRADORAMENTE CLARO QUE A NOSSA TECNOLOGIA ULTRAPASSOU A NOSSA HUMANIDADE.” Albert Einstein. Albert Einstein (1879 – 1955) foi um físico teórico alemão. Entre seus principais trabalhos desenvolveu a teoria da relatividade geral, ao lado da mecânica quântica um dos dois pilares da física moderna.
  • 13. “O NOSSO CARÁTER É O RESULTADO DA NOSSA CONDUTA.” Aristóteles Aristóteles (384 a.C. – 322 a.C.) foi um filósofo grego, aluno de Platão e professor de Alexandre, o Grande. Seus escritos abrangem diversos assuntos, como a física, a metafísica, as leis da poesia e do drama, a música
  • 14. “QUEM NÃO SABE O QUE BUSCA, NÃO IDENTIFICA O QUE ACHA.” Immanuel Kant Immanuel Kant (1724 – 1804) foi um filósofo prussiano. Amplamente considerado como o principal filósofo da era moderna, Kant operou, na epistemologia, uma síntese entre o racionalismo continental, e a tradição empírica inglesa
  • 15. “SE VOCÊ É OMISSO EM SITUAÇÃO DE OPRESSÃO, VOCÊ ESCOLHE O LADO DO OPRESSOR.” Desmond Tutu Desmond Mpilo Tutu (1931...) é um arcebispo da Igreja Anglicana consagrado com o Prêmio Nobel da Paz em 1984 por sua luta contra o Apartheid em seu país natal, África do Sul.
  • 16. “QUEM HABITA ESTE PLANETA NÃO É O HOMEM, MAS OS HOMENS. A PLURALIDADE É A LEI DA TERRA.” Hannah Arendt Hannah Arendt (1906 – 1975) foi uma filósofa política alemã de origem judaica, uma das mais influentes do século XX.
  • 17. “ONDE EXISTE UMA GRANDE DISPOSIÇÃO NÃO PODE HAVER UMA GRANDE DIFICULDADE” Nicolau Maquiavel Nicolau Maquiavel (1469 – 1527) foi um importante historiador, diplomata, filósofo, estadista e político italiano da época do Renascimento
  • 18. “DE TUDO QUE EXISTE, NADA É TÃO ESTRANHO COMO AS RELAÇÕES HUMANAS, COM SUAS MUDANÇAS, SUA EXTRAORDINÁRIA IRRACIONALIDADE.”Virgínia Woolf Virginia Woolf (1882 – 1941) foi uma escritora, ensaísta e editora britânica, conhecida como uma das mais proeminentes figuras do modernismo.
  • 19. “NÃO PODEMOS PREVER O FUTURO, MAS PODEMOS CRIÁ-LO.” Paul Pilzer. Paul Zane Pilzer (1954...) é um economista, empresário, professor e o autor de sete livros de grande vendagem.
  • 20. “NÃO EXISTE UM CAMINHO PARA A PAZ, A PAZ É O CAMINHO.” Mahatma Gandhi Mahatma Gandhi (1869 – 1948) foi o idealizador e fundador do moderno Estado indiano e o maior defensor do Satyagraha como um meio de revolução.
  • 21. “NÃO CORRIGIR NOSSAS FALHAS É O MESMO QUE COMETER NOVOS ERROS.” Confúncio. Confúcio (551 a.C – 479 a.C.) foi um pensador e filósofo chinês do Período das Primaveras e Outonos. A filosofia de Confúcio sublinhava uma moralidade pessoal e governamental, os procedimentos corretos nas relações sociais, a justiça e a sinceridade.
  • 22. “LIBERDADE É POUCO. O QUE EU DESEJO AINDA NÃO TEM NOME.” Clarice Lispector. Clarice Lispector (1920 – 1977) foi uma escritora e jornalista nascida na Ucrânia e naturalizada brasileira — e declarava, quanto a sua brasilidade, ser pernambucana —, autora de romances, contos e ensaios.
  • 23. “NUNCA IREI A UMA MANIFESTAÇÃO CONTRA A GUERRA, SE FIZEREM UMA PELA PAZ CHAMEM-ME.” Madre Teresa Calcutá Madre Teresa de Calcutá (1910 - 1997) foi uma missionária católica albanesa, que dedicou sua vida ao auxílio de pobres e famintos
  • 24. “O QUE ME PREOCUPA NÃO É O GRITO DO MAUS. É O SILÊNCIO DOS BONS.” Martin Luther King. Martin Luther King, Jr. (1929 - 1968) foi líder de movimentos pacíficos que buscavam o respeito aos direitos dos negros e o fim da discriminação racial nos EUA.
  • 25. “UM PAÍS NÃO MUDA PELA SUA ECONOMIA, SUA POLÍTICA E NEM MESMO SUA CIÊNCIA; MUDA SIM PELA SUA CULTURA.” Betinho. Herbert José de Souza, (1935- 1997) conhecido como Betinho, foi um sociólogo brasileiro e ativista dos direitos humanos no Brasil. Criou e dedicou-se ao projeto da Ação da Cidadania contra a Fome, a Miséria e Pela Vida
  • 26. “UM HOMEM SÓ É REI PORQUE OS SEUS SÚDITOS SE COMPORTAM PERANTE ELE COMO UM REI.” Slavoj Zizek. Slavoj Žižek (1949) sociólogo e teórico crítico e cientista social esloveno. É professor da European Graduate School e pesquisador sênior no Instituto de Sociologia da Universidade de Liubliana