SlideShare uma empresa Scribd logo
Meditação
&
Autoajuda
APRESENTAÇÃO
Discentes:
 Jason Levy Reis de Souza
 Mateus Barbosa Machado
 Victor Said dos S. Sousa
 Victória Benvenuto S. Cabral
Docente: Enobaldo Ataíde
Disciplina: Educação Física II
Tema Geral: Autoajuda
Tema Específico: Meditação
Turma: 5822 – Unidade III
Curso: Automação Industrial
SUMÁRIO










INTRODUÇÃO
MEDITAÇÃO
 HISTÓRICO
 TIPOS
MEDITAÇÃO E AUTOAJUDA
 POSITIVOS
 NEGATIVOS
MEDITAÇÃO E PATOLOGIAS
MEDITAÇÃO
 CIÊNCIA X RELIGIÃO X
MEDICINA
CONCLUSÃO
INTRODUÇÃO
Na contemporaneidade, os dias passaram a ser
cada vez mais acelerados e estressantes, como
consequência disto ocorreu um aumento da
problemática da existência humana. A meditação é,
grosso modo, uma alternativa introspectiva que
desencadeia a compreensão desta problemática,
aumentando a qualidade de vida do indivíduo.

OBJETIVO
Relacionar a meditação com a autoajuda, analisando
os benefícios trazidos para os usuários, desde os que
buscam introspecção aos que buscam amenizar a
condição de patologias físicas/psicológicas.
MEDITAÇÃO







Forma de romper a conexão com
mundo exterior temporariamente.
É um estado transitório desencadeado ao “limpar a mente” de
pensamentos ou problemas relacionados ao passado e futuro.
Foca no presente.
Desenvolvimento Pessoal.
Realizada, comumente, em Posição de Lótus.
MEDITAÇÃO
É

importante se concentrar
somente na respiração.
 Músculos relaxados e soltos.
 O local deve ser silencioso e
confortável.
 15 a 20 minutos.
 A pratica diária traz maior
concentração,
disciplina,
reduz estresse e aumenta o
poder de concentração, ou
seja, qualidade de vida.
MEDITAÇÃO E AUTOAJUDA
Na autoajuda as pessoas buscam se aprimorar em
diversos aspectos.
 Seria
como resolver seus problemas sozinhos
utilizando técnicas variadas.
 Pode-se dizer que ao meditar, está ocorrendo um
processo de autoajuda.

HISTÓRICO – ORIGEM
A

meditação é tão antiga
quanto a humanidade.
Não se, ao certo, qual a
sua origem.
 Ela surgiu em diferentes
civilizações com nomes
variados na antiguidade.
 O
Homem pré-histórico
teria sido o primeiro a
meditar
após
a
descoberta do fogo.
 A meditação se consagrou
no Budismo.
TIPOS DE MEDITAÇÃO






Meditação Ativa e Passiva.
Yoga: Se originou na Índia.
Busca
atingir
o
silencio
interior, que traria paz e um
estado
de
alegria
que
aumentaria a qualidade de
vida.
Meditação Concentrativa: O
foco deve ser na respiração
para alcançar a concentração.
Zhan Zhuang: É realizada com a
pessoa em pé. Acalma a mente
e nas Artes Marciais é utilizada
para ganhar estabilidade.
TIPOS DE MEDITAÇÃO





Zazen: Mediação Budista
Meditação Transcendental:
é dita como uma meditação
natural, que não precisa de
esforço,
mas
atinge
o
mesmo grau de serenidade
e paz.
Tai chi chuan: É um tipo de
artes marciais considerada
meditação em movimento.
VANTAGENS DA MEDITAÇÃO
Diminui o estresse e as
 Aanomalias por ele traz vantagens tanto físicas na
meditação
melhora da fisiologia do corpo, quanto mentais
causadas

na cura de vícios e doenças psicológicas.

Melhora a qualidade de
vida

Aumenta a atividade
cerebral

Auxilia no processo de cura
de doenças
DESVANTAGENS DA MEDITAÇÃO

Ação Oposta
MEDITAÇÃO X PATOLOGIAS

Foram realizadas pesquisas que comprovam a
eficiência da meditação para cura de diversas
patologias dentre elas encontra-se a ansiedade,
depressão e doenças psicossomáticas.
QUANDO E COMO TRATAR?
 Normalidade

X patologia.
 Sintomas críticos.
 Tipos de Meditação.
 Divisão de classes.
DOENÇAS PSICOSSOMÁTICAS
Segundo CABRAL, org (1997). Esta doença pode ser
definida como:
“... Consequência de processos psicológicos e
mentais do indivíduo desajustados das funções
somáticas e viscerais e vice-versa. Caracterizam-se
as possibilidades de distúrbios de função e de lesão
nos órgãos do corpo, devido ao mau uso e ao efeito
degenerativo, e descontroles dos processos
mentais.”
PATOLOGIA X MEDITAÇÃO
PATOLOGIA X MEDITAÇÃO
Ansiedade
 Aceleração

cardíaca
 Problemas de respiração
 Falta de atenção.

Meditação
 Normalização

da frequência cardíaca.
 Respiração profunda.
 Melhora desempenho
MEDITAÇÃO X DEPRESSÃO
 Diminuição

dos níveis de

stress
 Aumento da substancia de
alegria
 Melhora do desempenho
do trabalho
MEDITAÇÃO X CIÊNCIA X RELIGIÃO
Psiquiatria
"As grandes religiões orientais já sabem há 2.500
anos. Mas só recentemente a medicina ocidental
começou a se dedicar a entender o impacto que
meditar provoca em todo o organismo. E os
resultados são impressionantes.”, BREWER (2013).

Budismo
“O dom de aprender a meditar é o maior presente que
você pode se dar nesta vida. Pois é somente através da
meditação que você pode empreender a jornada para
descobrir sua verdadeira natureza, e assim encontrar a
estabilidade e a confiança que você vai precisar para
viver, e morrer, também.” RINPOCHE (2000).
MEDITAÇÃO X CIÊNCIA X RELIGIÃO
Neurologia
“Esses resultados são consistentes com a hipótese de
que a meditação pode resultar em mudanças
benéficas e duradouras no funcionamento cerebral,
especialmente
na
área
de
processamento
emocional.”.
Imagens de
ressonância
Fé Bahá'í
magnética
mostraram uma
"A meditação é a chave para abrir as atividadedos
menor portas da
Frontiers in Human
mistérios de sua mente Em que o homem abstrai-se do
amígdala direita
Neuroscience
estado: no estado que o homem retira-se ade todos os
após meditação, o
objetos fora, em que o humor subjetivo, indica maior
que imerge no
estabilidade
oceano da vida espiritual e pode descobrir os segredos
emocional
das coisas-em-si “, ABDU'L-BAHÁ.
MEDITAÇÃO X CIÊNCIA X RELIGIÃO
“A

MEDITAÇÃO É UM PURO MÉTODO CIENTÍFICO. NA CIÊNCIA
VOCÊ CHAMA A ISSO DE OBSERVAÇÃO, OBSERVAÇÃO DOS

OBJETOS. QUANDO VOCÊ SE VOLTA PARA DENTRO, É A MESMA
OBSERVAÇÃO, MAS DANDO UMA VOLTA DE 180 GRAUS E
OLHANDO PARA O INTERIOR. A ISSO CHAMAMOS DE
MEDITAÇÃO. NÃO É PRECISO UM DEUS, NEM É PRECISO UMA
BÍBLIA. VOCÊ NÃO PRECISA TER UM SISTEMA DE CRENÇAS
COMO PRÉ-REQUISITO.”

Swami Naseeb
Conclusão
“Ela (a meditação) deprime as emoções negativas, reduz
os hormônios do estresse, aumenta os hormônios como a
melatonina, que é um hormônio que ativa o sistema
imunitário, deprime as células tumorais. Então, o sistema
de defesa, os três sistemas das pessoas começam a
funcionar de maneira normal, de maneira equilibrada, de
maneira harmônica, de maneira plena. E vem a cura”,
aponta o professor titular de Imunologia Carlos Eduardo
Tosta, da UnB.
REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS
 DEMARZO,

Marcelo M.P. Meditação Aplicada à
Saúde. SEMCAD.
 MENEZES, Carolina B.; DELL’AGILO, Debora D. Por
que meditar? A pratica Subjetiva da Meditação.
Maringá, 2009.
 MENEZES, Carolina B.; DELL’AGILO, Debora D. Os
Efeitos da Meditação à Luz da Investigação
Científica em Psicologia: Revisão de Literatura.
Universidade do Rio Grande do Sul. 2009.
 SANTOS,
Jair
O.
Meditação:
fundamentos
científicos. Faculdade Castro Alves. Salvador, 2010.
BIBLIOGRAFIA








____. A Meditação e suas vantagens. Disponível em:
<www.gnosisonline.org>.
Acesso
em
09
de
Novembro de 2013.
GALVÃO, S. Meditar a ciência descobre seus
benefícios.
Disponível
em:
http://revistavivasaude.uol.com.br>. Acesso em 09
de Novembro de 2013.
VENTURA, R. A meditação muda estrutura do
cérebro,
diz
estudo.
Disponível
em:
<vilamulher.terra.com.br>. Acesso em 09 de
Novembro de 2013.
____. A hipertensão e a meditação. Disponível em
<tensoval.pt>. Acesso em 09 de Novembro de 2013.
REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS
 BREWER,

J. A. Meditação ganha, enfim, aval
científico. In: VEJA. Acesso em: 09 de nov de 2013.
Disponível em: <http://goo.gl/tNhN0O>.
 NEWS
MEDICAL. Espiritualidade meditação e
Religião. Disponível em: <http://goo.gl/Fw34qU>.
Acesso em: 09 de nov de 2013.
 NASEEB, S. Meditação e religião.... Disponível em:
<http://goo.gl/m2unUR>. Acesso em: 09 de nov de
2013.
 JOSELIEVER,
A.
Meditação.
Disponível
em:
<http://goo.gl/ykIoMU>. Acesso em 09/11/2013

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Morte e luto
Morte e lutoMorte e luto
Morte e luto
nu9000
 

Mais procurados (20)

Saúde mental, desenvolvimento e transtornos da personalidade
Saúde mental, desenvolvimento e transtornos da personalidadeSaúde mental, desenvolvimento e transtornos da personalidade
Saúde mental, desenvolvimento e transtornos da personalidade
 
O quanto as nossas emoções influenciam o nosso corpo
O quanto as nossas emoções influenciam o nosso corpo O quanto as nossas emoções influenciam o nosso corpo
O quanto as nossas emoções influenciam o nosso corpo
 
Saúde Mental
Saúde MentalSaúde Mental
Saúde Mental
 
Autoconhecimento e realização pessoal
Autoconhecimento e realização pessoalAutoconhecimento e realização pessoal
Autoconhecimento e realização pessoal
 
Qualidade de vida
Qualidade de vidaQualidade de vida
Qualidade de vida
 
Pensamento e suas alterações
Pensamento e suas alteraçõesPensamento e suas alterações
Pensamento e suas alterações
 
O que é qualidade de vida
O que é qualidade de vidaO que é qualidade de vida
O que é qualidade de vida
 
Palestra meditação
Palestra meditaçãoPalestra meditação
Palestra meditação
 
As fases do luto
As fases do luto   As fases do luto
As fases do luto
 
Transtornos do humor
Transtornos do humorTranstornos do humor
Transtornos do humor
 
Psicanálise - Estudo da Teoria de Sigmund Freud
Psicanálise - Estudo da Teoria de Sigmund FreudPsicanálise - Estudo da Teoria de Sigmund Freud
Psicanálise - Estudo da Teoria de Sigmund Freud
 
Morte e luto
Morte e lutoMorte e luto
Morte e luto
 
Como cuidar da minha saúde mental?
Como cuidar da minha saúde mental?Como cuidar da minha saúde mental?
Como cuidar da minha saúde mental?
 
Psicologia aplicada a enfermagem
Psicologia aplicada a enfermagem Psicologia aplicada a enfermagem
Psicologia aplicada a enfermagem
 
Ansiedade, Depressão & superação
Ansiedade, Depressão & superaçãoAnsiedade, Depressão & superação
Ansiedade, Depressão & superação
 
Estresse ou ansiedade
Estresse ou ansiedadeEstresse ou ansiedade
Estresse ou ansiedade
 
Ansiedade
AnsiedadeAnsiedade
Ansiedade
 
Psicologia positivapronto
Psicologia positivaprontoPsicologia positivapronto
Psicologia positivapronto
 
Psicologia da Saude
Psicologia da Saude Psicologia da Saude
Psicologia da Saude
 
disturbios do sono no idoso
disturbios do sono no idosodisturbios do sono no idoso
disturbios do sono no idoso
 

Destaque

Slide meditacao pronto
Slide meditacao prontoSlide meditacao pronto
Slide meditacao pronto
Ananda Medina
 
A Meditação da Plena Atenção
A Meditação da Plena AtençãoA Meditação da Plena Atenção
A Meditação da Plena Atenção
Matheus Sampaio
 
Meditação Vipassana
Meditação VipassanaMeditação Vipassana
Meditação Vipassana
Daniel Cukier
 
Fases do processo de mediação
Fases do processo de mediaçãoFases do processo de mediação
Fases do processo de mediação
Cátia Silva
 

Destaque (20)

Como meditar?
Como meditar?Como meditar?
Como meditar?
 
Meditação - A Arte de Viver
Meditação - A Arte de ViverMeditação - A Arte de Viver
Meditação - A Arte de Viver
 
Curso de meditação
Curso de meditaçãoCurso de meditação
Curso de meditação
 
Slide meditacao pronto
Slide meditacao prontoSlide meditacao pronto
Slide meditacao pronto
 
31058476 exercicios-de-pranayamas-portugues
31058476 exercicios-de-pranayamas-portugues31058476 exercicios-de-pranayamas-portugues
31058476 exercicios-de-pranayamas-portugues
 
Passo a-passo de meditação
Passo a-passo de meditaçãoPasso a-passo de meditação
Passo a-passo de meditação
 
A meditacao
A meditacaoA meditacao
A meditacao
 
Medicina tibetana 6
Medicina tibetana 6Medicina tibetana 6
Medicina tibetana 6
 
A Meditação da Plena Atenção
A Meditação da Plena AtençãoA Meditação da Plena Atenção
A Meditação da Plena Atenção
 
Meditação e A Arte de Viver
Meditação e A Arte de ViverMeditação e A Arte de Viver
Meditação e A Arte de Viver
 
Transe Integrativo e Psicossomática
Transe Integrativo e PsicossomáticaTranse Integrativo e Psicossomática
Transe Integrativo e Psicossomática
 
Meditação Vipassana
Meditação VipassanaMeditação Vipassana
Meditação Vipassana
 
Superando a ilusão do eu
Superando a ilusão do euSuperando a ilusão do eu
Superando a ilusão do eu
 
MEDIACAO_ESCOLAR_DE_PARES
MEDIACAO_ESCOLAR_DE_PARESMEDIACAO_ESCOLAR_DE_PARES
MEDIACAO_ESCOLAR_DE_PARES
 
Apostila de conducao_da_meditacao_shinsokan
Apostila de conducao_da_meditacao_shinsokanApostila de conducao_da_meditacao_shinsokan
Apostila de conducao_da_meditacao_shinsokan
 
Fases do processo de mediação
Fases do processo de mediaçãoFases do processo de mediação
Fases do processo de mediação
 
Passo a-passo de meditação
Passo a-passo de meditaçãoPasso a-passo de meditação
Passo a-passo de meditação
 
Meditação na atualidade
Meditação na atualidadeMeditação na atualidade
Meditação na atualidade
 
Meditacoes
MeditacoesMeditacoes
Meditacoes
 
Meditação e a arte de viver nas Escolas
Meditação e a arte de viver nas EscolasMeditação e a arte de viver nas Escolas
Meditação e a arte de viver nas Escolas
 

Semelhante a Meditação

Gestão de corpo e mente com yoga
Gestão de corpo e mente com yogaGestão de corpo e mente com yoga
Gestão de corpo e mente com yoga
GracaCeub
 
Os efeitos psicológicos da massoterapia
Os efeitos psicológicos da massoterapiaOs efeitos psicológicos da massoterapia
Os efeitos psicológicos da massoterapia
Mah HS
 
Gestão de corpo e mente com yoga um enfoque para saúde, bem estar e qualida...
Gestão de corpo e mente com yoga   um enfoque para saúde, bem estar e qualida...Gestão de corpo e mente com yoga   um enfoque para saúde, bem estar e qualida...
Gestão de corpo e mente com yoga um enfoque para saúde, bem estar e qualida...
Márcia Oliveira
 
Shiatsuslides1 140623173524-phpapp01
Shiatsuslides1 140623173524-phpapp01Shiatsuslides1 140623173524-phpapp01
Shiatsuslides1 140623173524-phpapp01
Lucia Gaspar
 
O que são medicinas alternativas
O que são medicinas alternativasO que são medicinas alternativas
O que são medicinas alternativas
stcnsaidjv
 
O que são medicinas alternativas
O que são medicinas alternativasO que são medicinas alternativas
O que são medicinas alternativas
stcnsaidjv
 

Semelhante a Meditação (20)

Meditação
MeditaçãoMeditação
Meditação
 
Biopsicologia workshop
Biopsicologia workshopBiopsicologia workshop
Biopsicologia workshop
 
A meditação como neurorreligação
A meditação como neurorreligaçãoA meditação como neurorreligação
A meditação como neurorreligação
 
O Mindfulness em Psicoterapia
O Mindfulness em PsicoterapiaO Mindfulness em Psicoterapia
O Mindfulness em Psicoterapia
 
20249 100823-1-pb
20249 100823-1-pb20249 100823-1-pb
20249 100823-1-pb
 
Gestão de corpo e mente com yoga
Gestão de corpo e mente com yogaGestão de corpo e mente com yoga
Gestão de corpo e mente com yoga
 
10 exercicios de meditação
10 exercicios de meditação10 exercicios de meditação
10 exercicios de meditação
 
Os efeitos psicológicos da massoterapia
Os efeitos psicológicos da massoterapiaOs efeitos psicológicos da massoterapia
Os efeitos psicológicos da massoterapia
 
Terapias complementares
Terapias complementaresTerapias complementares
Terapias complementares
 
Cuidar do Corpo e da Alma
Cuidar do Corpo e da AlmaCuidar do Corpo e da Alma
Cuidar do Corpo e da Alma
 
124596584 curso-de-do
124596584 curso-de-do124596584 curso-de-do
124596584 curso-de-do
 
A importância do toque
A importância do toque A importância do toque
A importância do toque
 
124596584 curso-de-do
124596584 curso-de-do124596584 curso-de-do
124596584 curso-de-do
 
Gestão de corpo e mente com yoga um enfoque para saúde, bem estar e qualida...
Gestão de corpo e mente com yoga   um enfoque para saúde, bem estar e qualida...Gestão de corpo e mente com yoga   um enfoque para saúde, bem estar e qualida...
Gestão de corpo e mente com yoga um enfoque para saúde, bem estar e qualida...
 
Shiatsuslides1 140623173524-phpapp01
Shiatsuslides1 140623173524-phpapp01Shiatsuslides1 140623173524-phpapp01
Shiatsuslides1 140623173524-phpapp01
 
yoga.ppt
yoga.pptyoga.ppt
yoga.ppt
 
O que são medicinas alternativas
O que são medicinas alternativasO que são medicinas alternativas
O que são medicinas alternativas
 
O que são medicinas alternativas
O que são medicinas alternativasO que são medicinas alternativas
O que são medicinas alternativas
 
Ayurvedica
AyurvedicaAyurvedica
Ayurvedica
 
MINDFULNESS.pptx
MINDFULNESS.pptxMINDFULNESS.pptx
MINDFULNESS.pptx
 

Mais de Victor Said

Relatório sistema nervoso
Relatório sistema nervoso Relatório sistema nervoso
Relatório sistema nervoso
Victor Said
 
Relatório motores monofásicos
Relatório motores monofásicosRelatório motores monofásicos
Relatório motores monofásicos
Victor Said
 
Relatório ensaios em transformadores
Relatório ensaios em transformadoresRelatório ensaios em transformadores
Relatório ensaios em transformadores
Victor Said
 
Relatório tipos de geração de energia
Relatório tipos de geração de energiaRelatório tipos de geração de energia
Relatório tipos de geração de energia
Victor Said
 
Relatório diodos
Relatório diodos Relatório diodos
Relatório diodos
Victor Said
 
Relatório Visita técnica a Xingó
Relatório Visita técnica a XingóRelatório Visita técnica a Xingó
Relatório Visita técnica a Xingó
Victor Said
 

Mais de Victor Said (20)

Relatório sistema nervoso
Relatório sistema nervoso Relatório sistema nervoso
Relatório sistema nervoso
 
História das pilhas
História das pilhasHistória das pilhas
História das pilhas
 
Análise da obra Capitães de Areia
Análise da obra Capitães de AreiaAnálise da obra Capitães de Areia
Análise da obra Capitães de Areia
 
Primeira fase do modernismo
Primeira fase do modernismoPrimeira fase do modernismo
Primeira fase do modernismo
 
Guerra fria
Guerra friaGuerra fria
Guerra fria
 
A revolução de 30 no Brasil
A revolução de 30 no BrasilA revolução de 30 no Brasil
A revolução de 30 no Brasil
 
A revolução do cangaço
A revolução do cangaçoA revolução do cangaço
A revolução do cangaço
 
Camponeses: A QUESTÃO DA AGRICULTURA NO BRASIL E NO MUNDO
Camponeses: A QUESTÃO DA AGRICULTURA NO BRASIL E NO MUNDOCamponeses: A QUESTÃO DA AGRICULTURA NO BRASIL E NO MUNDO
Camponeses: A QUESTÃO DA AGRICULTURA NO BRASIL E NO MUNDO
 
Teorema de Nernst - terceira lei da termodinâmica
Teorema de Nernst - terceira lei da termodinâmicaTeorema de Nernst - terceira lei da termodinâmica
Teorema de Nernst - terceira lei da termodinâmica
 
Relatório termometria
Relatório termometriaRelatório termometria
Relatório termometria
 
Relatório motores monofásicos
Relatório motores monofásicosRelatório motores monofásicos
Relatório motores monofásicos
 
Relatório motores monofásicos
Relatório motores monofásicosRelatório motores monofásicos
Relatório motores monofásicos
 
Relatório ensaios em transformadores
Relatório ensaios em transformadoresRelatório ensaios em transformadores
Relatório ensaios em transformadores
 
Relatório tipos de geração de energia
Relatório tipos de geração de energiaRelatório tipos de geração de energia
Relatório tipos de geração de energia
 
Relatório diodos
Relatório diodos Relatório diodos
Relatório diodos
 
Relatório transformadores elétricos
Relatório transformadores elétricosRelatório transformadores elétricos
Relatório transformadores elétricos
 
Relatório Visita técnica a Xingó
Relatório Visita técnica a XingóRelatório Visita técnica a Xingó
Relatório Visita técnica a Xingó
 
Relatório calibragem de válvulas
Relatório calibragem de válvulasRelatório calibragem de válvulas
Relatório calibragem de válvulas
 
Relatório calibragem de posicionador
Relatório calibragem de posicionadorRelatório calibragem de posicionador
Relatório calibragem de posicionador
 
Desastre de Bhopal
Desastre de BhopalDesastre de Bhopal
Desastre de Bhopal
 

Último

CONTO-3º-4º-E-5ºANO-A-PRINCESA-E-A-ERVILHA[1] (1).docx
CONTO-3º-4º-E-5ºANO-A-PRINCESA-E-A-ERVILHA[1] (1).docxCONTO-3º-4º-E-5ºANO-A-PRINCESA-E-A-ERVILHA[1] (1).docx
CONTO-3º-4º-E-5ºANO-A-PRINCESA-E-A-ERVILHA[1] (1).docx
EduardaMedeiros18
 

Último (20)

Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdfAtividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
 
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livroMeu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
 
Slides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptxSlides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptx
 
Respostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdf
Respostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdfRespostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdf
Respostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdf
 
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamenteDescrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
 
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docxUnidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
 
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptxSlides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
 
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
 
Hans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdf
Hans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdfHans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdf
Hans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdf
 
Exercícios de Clima no brasil e no mundo.pdf
Exercícios de Clima no brasil e no mundo.pdfExercícios de Clima no brasil e no mundo.pdf
Exercícios de Clima no brasil e no mundo.pdf
 
AULA Saúde e tradição-3º Bimestre tscqv.pptx
AULA Saúde e tradição-3º Bimestre tscqv.pptxAULA Saúde e tradição-3º Bimestre tscqv.pptx
AULA Saúde e tradição-3º Bimestre tscqv.pptx
 
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
 
Fotossíntese para o Ensino médio primeiros anos
Fotossíntese para o Ensino médio primeiros anosFotossíntese para o Ensino médio primeiros anos
Fotossíntese para o Ensino médio primeiros anos
 
22-modernismo-5-prosa-de-45.pptxrpnsaaaa
22-modernismo-5-prosa-de-45.pptxrpnsaaaa22-modernismo-5-prosa-de-45.pptxrpnsaaaa
22-modernismo-5-prosa-de-45.pptxrpnsaaaa
 
Atividade com a música Xote da Alegria - Falamansa
Atividade com a música Xote  da  Alegria    -   FalamansaAtividade com a música Xote  da  Alegria    -   Falamansa
Atividade com a música Xote da Alegria - Falamansa
 
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
 
CONTO-3º-4º-E-5ºANO-A-PRINCESA-E-A-ERVILHA[1] (1).docx
CONTO-3º-4º-E-5ºANO-A-PRINCESA-E-A-ERVILHA[1] (1).docxCONTO-3º-4º-E-5ºANO-A-PRINCESA-E-A-ERVILHA[1] (1).docx
CONTO-3º-4º-E-5ºANO-A-PRINCESA-E-A-ERVILHA[1] (1).docx
 
Campanha 18 de. Maio laranja dds.pptx
Campanha 18 de.    Maio laranja dds.pptxCampanha 18 de.    Maio laranja dds.pptx
Campanha 18 de. Maio laranja dds.pptx
 
Poema - Reciclar é preciso
Poema            -        Reciclar é precisoPoema            -        Reciclar é preciso
Poema - Reciclar é preciso
 
Recurso da Casa das Ciências: Bateria/Acumulador
Recurso da Casa das Ciências: Bateria/AcumuladorRecurso da Casa das Ciências: Bateria/Acumulador
Recurso da Casa das Ciências: Bateria/Acumulador
 

Meditação

  • 2. APRESENTAÇÃO Discentes:  Jason Levy Reis de Souza  Mateus Barbosa Machado  Victor Said dos S. Sousa  Victória Benvenuto S. Cabral Docente: Enobaldo Ataíde Disciplina: Educação Física II Tema Geral: Autoajuda Tema Específico: Meditação Turma: 5822 – Unidade III Curso: Automação Industrial
  • 3. SUMÁRIO       INTRODUÇÃO MEDITAÇÃO  HISTÓRICO  TIPOS MEDITAÇÃO E AUTOAJUDA  POSITIVOS  NEGATIVOS MEDITAÇÃO E PATOLOGIAS MEDITAÇÃO  CIÊNCIA X RELIGIÃO X MEDICINA CONCLUSÃO
  • 4. INTRODUÇÃO Na contemporaneidade, os dias passaram a ser cada vez mais acelerados e estressantes, como consequência disto ocorreu um aumento da problemática da existência humana. A meditação é, grosso modo, uma alternativa introspectiva que desencadeia a compreensão desta problemática, aumentando a qualidade de vida do indivíduo. OBJETIVO Relacionar a meditação com a autoajuda, analisando os benefícios trazidos para os usuários, desde os que buscam introspecção aos que buscam amenizar a condição de patologias físicas/psicológicas.
  • 5. MEDITAÇÃO      Forma de romper a conexão com mundo exterior temporariamente. É um estado transitório desencadeado ao “limpar a mente” de pensamentos ou problemas relacionados ao passado e futuro. Foca no presente. Desenvolvimento Pessoal. Realizada, comumente, em Posição de Lótus.
  • 6. MEDITAÇÃO É importante se concentrar somente na respiração.  Músculos relaxados e soltos.  O local deve ser silencioso e confortável.  15 a 20 minutos.  A pratica diária traz maior concentração, disciplina, reduz estresse e aumenta o poder de concentração, ou seja, qualidade de vida.
  • 7. MEDITAÇÃO E AUTOAJUDA Na autoajuda as pessoas buscam se aprimorar em diversos aspectos.  Seria como resolver seus problemas sozinhos utilizando técnicas variadas.  Pode-se dizer que ao meditar, está ocorrendo um processo de autoajuda. 
  • 8. HISTÓRICO – ORIGEM A meditação é tão antiga quanto a humanidade. Não se, ao certo, qual a sua origem.  Ela surgiu em diferentes civilizações com nomes variados na antiguidade.  O Homem pré-histórico teria sido o primeiro a meditar após a descoberta do fogo.  A meditação se consagrou no Budismo.
  • 9. TIPOS DE MEDITAÇÃO    Meditação Ativa e Passiva. Yoga: Se originou na Índia. Busca atingir o silencio interior, que traria paz e um estado de alegria que aumentaria a qualidade de vida. Meditação Concentrativa: O foco deve ser na respiração para alcançar a concentração. Zhan Zhuang: É realizada com a pessoa em pé. Acalma a mente e nas Artes Marciais é utilizada para ganhar estabilidade.
  • 10. TIPOS DE MEDITAÇÃO    Zazen: Mediação Budista Meditação Transcendental: é dita como uma meditação natural, que não precisa de esforço, mas atinge o mesmo grau de serenidade e paz. Tai chi chuan: É um tipo de artes marciais considerada meditação em movimento.
  • 11. VANTAGENS DA MEDITAÇÃO Diminui o estresse e as  Aanomalias por ele traz vantagens tanto físicas na meditação melhora da fisiologia do corpo, quanto mentais causadas na cura de vícios e doenças psicológicas. Melhora a qualidade de vida Aumenta a atividade cerebral Auxilia no processo de cura de doenças
  • 13. MEDITAÇÃO X PATOLOGIAS Foram realizadas pesquisas que comprovam a eficiência da meditação para cura de diversas patologias dentre elas encontra-se a ansiedade, depressão e doenças psicossomáticas.
  • 14. QUANDO E COMO TRATAR?  Normalidade X patologia.  Sintomas críticos.  Tipos de Meditação.  Divisão de classes.
  • 15. DOENÇAS PSICOSSOMÁTICAS Segundo CABRAL, org (1997). Esta doença pode ser definida como: “... Consequência de processos psicológicos e mentais do indivíduo desajustados das funções somáticas e viscerais e vice-versa. Caracterizam-se as possibilidades de distúrbios de função e de lesão nos órgãos do corpo, devido ao mau uso e ao efeito degenerativo, e descontroles dos processos mentais.”
  • 16.
  • 18. PATOLOGIA X MEDITAÇÃO Ansiedade  Aceleração cardíaca  Problemas de respiração  Falta de atenção. Meditação  Normalização da frequência cardíaca.  Respiração profunda.  Melhora desempenho
  • 19. MEDITAÇÃO X DEPRESSÃO  Diminuição dos níveis de stress  Aumento da substancia de alegria  Melhora do desempenho do trabalho
  • 20. MEDITAÇÃO X CIÊNCIA X RELIGIÃO Psiquiatria "As grandes religiões orientais já sabem há 2.500 anos. Mas só recentemente a medicina ocidental começou a se dedicar a entender o impacto que meditar provoca em todo o organismo. E os resultados são impressionantes.”, BREWER (2013). Budismo “O dom de aprender a meditar é o maior presente que você pode se dar nesta vida. Pois é somente através da meditação que você pode empreender a jornada para descobrir sua verdadeira natureza, e assim encontrar a estabilidade e a confiança que você vai precisar para viver, e morrer, também.” RINPOCHE (2000).
  • 21. MEDITAÇÃO X CIÊNCIA X RELIGIÃO Neurologia “Esses resultados são consistentes com a hipótese de que a meditação pode resultar em mudanças benéficas e duradouras no funcionamento cerebral, especialmente na área de processamento emocional.”. Imagens de ressonância Fé Bahá'í magnética mostraram uma "A meditação é a chave para abrir as atividadedos menor portas da Frontiers in Human mistérios de sua mente Em que o homem abstrai-se do amígdala direita Neuroscience estado: no estado que o homem retira-se ade todos os após meditação, o objetos fora, em que o humor subjetivo, indica maior que imerge no estabilidade oceano da vida espiritual e pode descobrir os segredos emocional das coisas-em-si “, ABDU'L-BAHÁ.
  • 22. MEDITAÇÃO X CIÊNCIA X RELIGIÃO “A MEDITAÇÃO É UM PURO MÉTODO CIENTÍFICO. NA CIÊNCIA VOCÊ CHAMA A ISSO DE OBSERVAÇÃO, OBSERVAÇÃO DOS OBJETOS. QUANDO VOCÊ SE VOLTA PARA DENTRO, É A MESMA OBSERVAÇÃO, MAS DANDO UMA VOLTA DE 180 GRAUS E OLHANDO PARA O INTERIOR. A ISSO CHAMAMOS DE MEDITAÇÃO. NÃO É PRECISO UM DEUS, NEM É PRECISO UMA BÍBLIA. VOCÊ NÃO PRECISA TER UM SISTEMA DE CRENÇAS COMO PRÉ-REQUISITO.” Swami Naseeb
  • 23. Conclusão “Ela (a meditação) deprime as emoções negativas, reduz os hormônios do estresse, aumenta os hormônios como a melatonina, que é um hormônio que ativa o sistema imunitário, deprime as células tumorais. Então, o sistema de defesa, os três sistemas das pessoas começam a funcionar de maneira normal, de maneira equilibrada, de maneira harmônica, de maneira plena. E vem a cura”, aponta o professor titular de Imunologia Carlos Eduardo Tosta, da UnB.
  • 24. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS  DEMARZO, Marcelo M.P. Meditação Aplicada à Saúde. SEMCAD.  MENEZES, Carolina B.; DELL’AGILO, Debora D. Por que meditar? A pratica Subjetiva da Meditação. Maringá, 2009.  MENEZES, Carolina B.; DELL’AGILO, Debora D. Os Efeitos da Meditação à Luz da Investigação Científica em Psicologia: Revisão de Literatura. Universidade do Rio Grande do Sul. 2009.  SANTOS, Jair O. Meditação: fundamentos científicos. Faculdade Castro Alves. Salvador, 2010.
  • 25. BIBLIOGRAFIA     ____. A Meditação e suas vantagens. Disponível em: <www.gnosisonline.org>. Acesso em 09 de Novembro de 2013. GALVÃO, S. Meditar a ciência descobre seus benefícios. Disponível em: http://revistavivasaude.uol.com.br>. Acesso em 09 de Novembro de 2013. VENTURA, R. A meditação muda estrutura do cérebro, diz estudo. Disponível em: <vilamulher.terra.com.br>. Acesso em 09 de Novembro de 2013. ____. A hipertensão e a meditação. Disponível em <tensoval.pt>. Acesso em 09 de Novembro de 2013.
  • 26. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS  BREWER, J. A. Meditação ganha, enfim, aval científico. In: VEJA. Acesso em: 09 de nov de 2013. Disponível em: <http://goo.gl/tNhN0O>.  NEWS MEDICAL. Espiritualidade meditação e Religião. Disponível em: <http://goo.gl/Fw34qU>. Acesso em: 09 de nov de 2013.  NASEEB, S. Meditação e religião.... Disponível em: <http://goo.gl/m2unUR>. Acesso em: 09 de nov de 2013.  JOSELIEVER, A. Meditação. Disponível em: <http://goo.gl/ykIoMU>. Acesso em 09/11/2013